Fabiano Naspolini de Oliveira

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fabiano Naspolini de Oliveira fabiano@fabricadejogos.net www.fabricadejogos.net"

Transcrição

1 Fabiano Naspolini de Oliveira

2

3 Conceito de Game Design Game Designer e Perfil Diversão e Teoria do Fluxo (Flow) Processo de Produção e o Game Design Técnicas Criativas (Brainstorming) Conceito de Jogo (Game Concept) ou High Concept

4 JOGO DA VELHA 3 x 3 Quais elementos de jogo ele possui? Desafio do Jogo x Habilidade para Jogar

5 Um jogo é um sistema no qual os jogadores se envolvem em um conflito artificial, definido por regras, que implica um resultado quantificável. (SALEN & ZIMMERMAN, 2012)

6 Um game, mas com adicionais (SALEN & ZIMMERMAN, 2012): 1. Interatividade imediata, mas restrita; 2. Manipulação da informação; 3. Sistemas complexos e automatizados; 4. Comunicação em rede.

7 Design é o processo pelo qual um designer cria um contexto a ser encontrado por um participante, a partir do qual o significado emerge (SALEN & ZIMMERMAN, 2012) É a aplicação sucessiva de restrições até que reste apenas um produto. (Donald Norman)

8 Design de games é o processo pelo qual um game designer cria um jogo, pensando no contexto de aplicação. Ele terá a interação de um jogador, a partir do qual a interação lúdica significativa emerge.

9 Projetista do Game Divisões: Level Designer, Roteirista... Habilidades (SCHUYTEMA, 2008): Escrever Ouvir Líder de Torcida Responsável pelas ideias Criação de novas ideias Visualização Criação de Protótipos Criação de Scripts

10 JOGO DA VELHA 6 x 6 Desafio ao jogador x Habilidade para Jogar

11 Livro recomendadíssimo: Theory of Fun for Game Design Raph Koster Diversão = Aprendizado Fonte:

12 Fonte: BRAGA (2007) baseado em Csikszentmihalyi (1990).

13

14 Pré-Projeto Projeto Implementação Finalização Ideia Game Design Arte Programação Testes Finais Análise de Requisitos e Pré-Venda Game Concept Protótipos Testes Intermediários Reuniões de Equipe Música Testes Intermediários Reuniões de Equipe Entrega Pós-Venda Fonte: adaptado de Novak (2010)

15 Tecnologia Gênero Narrativa

16

17 Brainstorming Caixa Morfológica Mapas Mentais Técnica dos 6 Chapéus etc. Produto Final: Game Concept ou High Concept

18 Elencar ideias baseado em um foco, tema; O ideal é fazer em grupo; Ter foco, alguém que organiza e ser produtiva; Não julgar no início. Fazer isso depois.

19 Fonte: (O AUTOR, 2015)

20 Recomendações: Ser objetivo Tem várias abordagens de construção Adaptado de acordo com o perfil de quem receberá a documentação Ajuda a buscar referencial Aprovado? Segue para o Game Design Document (GDD).

21

22 Fonte: adaptado de Schell (2011)

23 Criar um Conceito de Jogo Usando o Game Design Canvas Montar equipes na sala Apresentar à turma (5 minutos) O melhor conceito ganha um prêmio

24 Critérios de Avaliação: Pontualidade (tempo de apresentação e entrega); Criatividade (saiu do convencional); Cumprimento dos Requisitos do Game Design Canvas; e Tem que ter os seguintes elementos: PANDA DOCES DETETIVE

25 Entregar ao Professor os Dados (em folha): Cor da Equipe; Nomes dos Integrantes (completo) Comecem com um Brainstorming (seja breve); Peguem as melhores ideias e rabisquem um jogo; Preencham o escopo no Game Design Canvas; Organizem a apresentação do trabalho.

26 BRAGA, A.; MARINHO, C. Jogos como Sistemas: análise dos elementos do jogo que divertem o jogador. Simpósio Brasileiro de Jogos e Entretenimento Digital (SBGAMES). Artigo. São Leopoldo, CSIKSZENTMIHALYI, Mihaly. Flow: the psychology of optimal experience. Nova Iorque: Harper Perennial, KOSTER, Raph. Theory of fun for game design. Arizona: Paraglyph Express, NOVAK, Jeannie. Desenvolvimento de games. São Paulo: Cengage Learning, SALEN, Katie. ZIMMERMAN, Eric. Regras do jogo: fundamentos do design de jogos: volume 1 fundamentos do design de jogos. São Paulo: Blucher, SCHELL, Jesse. A arte de game design: o livro original. Rio de Janeiro: Elsevier, Schuytema, Paul. Design de Games: uma abordagem conceitual. São Paulo: Cengage Learning, Imagens utilizadas da internet, exceto aquelas com referência bibliográfica e com nome do autor.

- Aula 03_2012 - Profa. Ms. Karen Reis

- Aula 03_2012 - Profa. Ms. Karen Reis Protótipos de Jogos Digitais - Aula 03_2012-1 Design de Games Só temos GAMES quando há: contexto interessante, direcionados a um objetivo e limitado por regras. Os games da era pós-digital se apoiam em

Leia mais

MÓDULO 3 CONHECIMENTO APLICADO E LABORATORIAL

MÓDULO 3 CONHECIMENTO APLICADO E LABORATORIAL MÓDULO 3 CONHECIMENTO APLICADO E LABORATORIAL Disciplina: P03810/TIDD 5234 - Estudo de Casos e Laboratório do Design Tecnológico e Ambientes Inteligentes (ECLDTAI) Módulo: 3 Área de Concentração: Processos

Leia mais

- Aula 02_2012 - Profa. Ms. Karen Reis

- Aula 02_2012 - Profa. Ms. Karen Reis Protótipos de Jogos Digitais - Aula 02_2012-1 Definição para JOGO DIGITAL (GAME) É uma atividade lúdica composta por uma série de ações e decisões, limitado por regras e pelo universo do GAME, que resultam

Leia mais

SETIS- III Seminário de Tecnologia Inovação e Sustentabilidade 4 e 5 de novembro de 2014. BioCautus: Jogo digital para o ensino da Biossegurança

SETIS- III Seminário de Tecnologia Inovação e Sustentabilidade 4 e 5 de novembro de 2014. BioCautus: Jogo digital para o ensino da Biossegurança BioCautus: Jogo digital para o ensino da Biossegurança Fabiano Naspolini de Oliveira fabiano@fabricadejogos.net Santiago Viertel santiago@fabricadejogos.net Thalisson Christiano de Almeida thalisson@fabricadejogos.net

Leia mais

Analisar a evolução técnica e mercadológica da indústria e esclarecer os processos de desenvolvimento de jogos eletrônicos.

Analisar a evolução técnica e mercadológica da indústria e esclarecer os processos de desenvolvimento de jogos eletrônicos. O curso apresenta a história do universo de games até sua consolidação como indústria e analisa as oportunidades atuais de negócio dentro e fora do Brasil. O programa possui uma abordagem teórica e prática,

Leia mais

REFLEXÕES ACERCA DO PAPEL DO DESIGNER DE GAMES

REFLEXÕES ACERCA DO PAPEL DO DESIGNER DE GAMES REFLEXÕES ACERCA DO PAPEL DO DESIGNER DE GAMES Delmar Galisi Domingues Universidade Anhembi Morumbi São Paulo Brasil Resumo Este artigo faz uma reflexão sobre o papel do designer de games a partir da visão

Leia mais

Game Design e Prototipagem: Conceitos e Aplicações ao Longo do Processo Projetual

Game Design e Prototipagem: Conceitos e Aplicações ao Longo do Processo Projetual Game Design e Prototipagem: Conceitos e Aplicações ao Longo do Processo Projetual Adriana Kei Ohashi Sato Design de Games, Universidade Anhembi Morumbi, Brasil Resumo Este artigo apresenta uma reflexão

Leia mais

A PALAVRA ESCOLA VEM DO GREGO SCHOLÉ, QUE SIGNIFICA LUGAR DO ÓCIO. O aprendizado é uma opção, não uma imposição.

A PALAVRA ESCOLA VEM DO GREGO SCHOLÉ, QUE SIGNIFICA LUGAR DO ÓCIO. O aprendizado é uma opção, não uma imposição. EXPERIENCE LEARNING A PALAVRA ESCOLA VEM DO GREGO SCHOLÉ, QUE SIGNIFICA LUGAR DO ÓCIO. O aprendizado é uma opção, não uma imposição. SERÁ QUE A ESCOLA NÃO DEVERIA SER UM LUGAR MAIS INSPIRADOR DO QUE É

Leia mais

Brincando com as Letras: Um serious game para o ensino do Alfabeto

Brincando com as Letras: Um serious game para o ensino do Alfabeto Brincando com as Letras: Um serious game para o ensino do Alfabeto Alcides Teixeira Barboza Jr 1, Ismar Frango Silveira 2 1,2 Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e Computação Universidade

Leia mais

CRIATIVIDADE E DESIGN

CRIATIVIDADE E DESIGN CRIATIVIDADE E DESIGN O curso apresenta a história do universo de games até sua GAMES: conception and design consolidação como indústria e analisa as oportunidades atuais de negócio dentro e fora do Brasil.

Leia mais

Diretrizes para Game Design de Jogos Educacionais

Diretrizes para Game Design de Jogos Educacionais Diretrizes para Game Design de Jogos Educacionais Patricia da Silva Leite Especialização em Desenvolvimento de Jogos Digitais Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) Curitiba, Brasil patriciasleite@gmail.com

Leia mais

Uso de Jogo digital educativo na aprendizagem da Média Aritmética

Uso de Jogo digital educativo na aprendizagem da Média Aritmética Uso de Jogo digital educativo na aprendizagem da Média Aritmética Patricia Aparecida Boletini 1 GDn 6 Educação Matemática, Tecnologias Informáticas e Educação à Distância Resumo: O presente artigo traz

Leia mais

Advergame: Os vingadores: A Era de Ultron 1

Advergame: Os vingadores: A Era de Ultron 1 Advergame: Os vingadores: A Era de Ultron 1 Gabriela Reginaldo BRASIL 2 Gabriel Tinôco de ANDRADE 3 Genaro Rodrigues Siqueira NETO 4 Sara Alícia Palhares MARTIN 5 Thiago Condor Florentino de SOUSA 6 Fabian

Leia mais

Desenvolvimento do Jogo Poder e Decisão criado na Produtora de Jogos da Universidade Positivo para o seu curso de Direito

Desenvolvimento do Jogo Poder e Decisão criado na Produtora de Jogos da Universidade Positivo para o seu curso de Direito 1 Desenvolvimento do Jogo Poder e Decisão criado na Produtora de Jogos da Universidade Positivo para o seu curso de Direito Curitiba PR Maio 2014 Rafael Baptistella Luiz Centro Tecnológico da Universidade

Leia mais

Gamificação: Uma proposta de desenvolvimento baseada no Game Design com enfoque em comunicação 1.

Gamificação: Uma proposta de desenvolvimento baseada no Game Design com enfoque em comunicação 1. Gamificação: Uma proposta de desenvolvimento baseada no Game Design com enfoque em comunicação 1. Mauro M. R. Berimbau 2 Professor e coordenador do GameLab ESPM Resumo Baseado em experimentos realizados

Leia mais

Metodologias de desenvolvimento de jogos

Metodologias de desenvolvimento de jogos Metodologias de desenvolvimento de jogos Truesoft? A Truesoft é um grupo independente de desenvolvedores de jogos digitais. Nossos objetivos: Criar experiências divertidas e criativas em jogos digitais.

Leia mais

Engenharia de Software II: Criando a Declaração de Escopo. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br

Engenharia de Software II: Criando a Declaração de Escopo. Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Engenharia de Software II: Criando a Declaração de Escopo Prof. Msc Ricardo Britto DIE-UFPI rbritto@ufpi.edu.br Sumário Desenvolvendo o Plano de Gerenciamento do Projeto. Coletando Requisitos. Declarando

Leia mais

Recomendações para ampliar motivação em jogos e animações educacionais. Recommendations to improve motivation in educational games and animations

Recomendações para ampliar motivação em jogos e animações educacionais. Recommendations to improve motivation in educational games and animations Recomendações para ampliar motivação em jogos e animações educacionais Recommendations to improve motivation in educational games and animations Marcia Maria Alves 1 André Luiz Battaiola 2 Universidade

Leia mais

JOGOS DIGITAIS JOGOS EM PROCESSO DE TREINAMENTO PREPARATÓRIO PARA AVALIAÇÃO REGIMENTAL

JOGOS DIGITAIS JOGOS EM PROCESSO DE TREINAMENTO PREPARATÓRIO PARA AVALIAÇÃO REGIMENTAL Prezado(a) aluno(a), Segue abaixo, o Preparatório para Avaliação Semestral para o Curso de Jogos Digitais para a disciplina "Jogos em Processo de Treinamento". Este preparatório contêm 52 questões descritivas

Leia mais

Atuação do designer na indústria de games eletrônicos

Atuação do designer na indústria de games eletrônicos Atuação do designer na indústria de games eletrônicos Bruno Fujikuro Carlos José Felipe Favila Introdução à Informática 2011 Em tese, o papel do designer de games é projetar jogos para PC, consoles, celulares,

Leia mais

ALGORHYTHM, UM JOGO PROGRAMADO PARA ENSINAR A PROGRAMAR

ALGORHYTHM, UM JOGO PROGRAMADO PARA ENSINAR A PROGRAMAR ALGORHYTHM, UM JOGO PROGRAMADO PARA ENSINAR A PROGRAMAR Alan Antonio Pereira alan.pereira@inf.aedb.br Tatyanne Freire Duarte de Oliveira tatyanne.oliveira@inf.aedb.br Wilson de Oliveira Junior wilson.junior@inf.aedb.br

Leia mais

AULA 2. Aspectos Técnicos. Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com. MBA em Marketing Digital SOCIAL GAMES

AULA 2. Aspectos Técnicos. Luciano Roberto Rocha. www.lrocha.com. MBA em Marketing Digital SOCIAL GAMES MBA em Marketing Digital SOCIAL GAMES AULA 2 Luciano Roberto Rocha Aspectos Técnicos Ponta Grossa, 31 de agosto de 2013 ROTEIRO Papéis Processos Plataformas Ferramentas 2 PAPÉIS O desenvolvimento de um

Leia mais

Centro de Serviços Educacionais do Pará. Centro de Serviços Educacionais do Pará

Centro de Serviços Educacionais do Pará. Centro de Serviços Educacionais do Pará TURMA: 1º ANO/09 SALA: 105 07:30 às 08:20 08:20 às 09:10 MUSICA 10:20 às 11:10 TURMA: 1º ANO/09 SALA: 105 07:30 às 08:20 08:20 às 09:10 MUSICA 10:20 às 11:10 TURMA: 2º ANO/09 SALA: 104 07:30 às 08:20 08:20

Leia mais

Construa um sistema de gestão com a sua cara: inovando

Construa um sistema de gestão com a sua cara: inovando Construa um sistema de gestão com a sua cara: inovando Qual o gestor, que ainda não tenha se perguntado qual seria o sistema de gestão mais inteligente para buscar o resultado esperado? Alguns gestores

Leia mais

Projeto para desenvolvimento de jogo de educação financeira. Festival de Jogos Independentes 2012

Projeto para desenvolvimento de jogo de educação financeira. Festival de Jogos Independentes 2012 Projeto para desenvolvimento de jogo de educação financeira Festival de Jogos Independentes 2012 Apresentação Em parceria com o Banco do Brasil, o Festival de Jogos Independentes de 2012, pertencente ao

Leia mais

OLIMPÍADA MARISTA DE MATEMÁTICA

OLIMPÍADA MARISTA DE MATEMÁTICA OLIMPÍADA MARISTA DE MATEMÁTICA 2015 1. INTRODUÇÃO As exigências do mundo atual determinam, cada vez mais, competências que extrapolam o currículo tradicional da fase escolar. Cada vez mais são exigidas

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DE JOGOS COMO INTERVENÇÃO NA REALIDADE DA ESCOLA PARCEIRA NO CONTEXTO DO PIBID DE MATEMÁTICA

A UTILIZAÇÃO DE JOGOS COMO INTERVENÇÃO NA REALIDADE DA ESCOLA PARCEIRA NO CONTEXTO DO PIBID DE MATEMÁTICA A UTILIZAÇÃO DE JOGOS COMO INTERVENÇÃO NA REALIDADE DA ESCOLA PARCEIRA NO CONTEXTO DO PIBID DE MATEMÁTICA Vinicius A. S. Guissi vinnyguissi@hotmail.com Thays R. S. Couto couto_thays@hotmail.com Paulo H.

Leia mais

Utilização de Mapas Conceituais para apresentações. Profª. Ms. Daniela Maria Cartoni

Utilização de Mapas Conceituais para apresentações. Profª. Ms. Daniela Maria Cartoni Utilização de Mapas Conceituais para apresentações Profª. Ms. Daniela Maria Cartoni Mapas Conceituais É uma ferramenta para organizar e representar conhecimento. É uma representação gráfica dos conceitos,

Leia mais

ENG1000 Introdução à Engenharia

ENG1000 Introdução à Engenharia ENG1000 Introdução à Engenharia Aula 03 Game Design Document Edirlei Soares de Lima Game Design Document Um Game Design Document (GDD) é um documento que descreve todos aspectos

Leia mais

GAMES NA ESCOLA: criação de jogos eletrônicos como estratégia de letramento digital

GAMES NA ESCOLA: criação de jogos eletrônicos como estratégia de letramento digital GAMES NA ESCOLA: criação de jogos eletrônicos como estratégia de letramento digital Dulce Márcia Cruz 1 Raíssa Nóvoa 2 Rafael Marques de Albuquerque 3 1 INTRODUÇÃO Este artigo descreve uma experiência

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnico em Programação de

Leia mais

Serious Games para Educação Matemática

Serious Games para Educação Matemática Anais do CNMAC v.2 ISSN 1984-820X Serious Games para Educação Matemática Ronei M. Moraes Universidade Federal da Paraíba - Departamento de Estatística 58051-900, João Pessoa, PB E-mail: ronei@de.ufpb.br

Leia mais

WebLivro: Desenvolvimento e avaliação de um protótipo para aprendizagem colaborativa utilizando multimídia

WebLivro: Desenvolvimento e avaliação de um protótipo para aprendizagem colaborativa utilizando multimídia WebLivro: Desenvolvimento e avaliação de um protótipo para aprendizagem colaborativa utilizando multimídia Adson Diego Dionisio SILVA 1, Robson Pequeno de Sousa², Yuri Bandin Satiro³ 1 Departamento de

Leia mais

Introdução ao Design de Games

Introdução ao Design de Games Introdução ao Design de Games 1. Público-Alvo Qualquer pessoa com idade superior a 15 anos, profissional da área ou não, interessada em tomar contato e desenvolver os conhecimentos básicos para iniciar-se

Leia mais

ATIVIDADE ORIENTADA CURSO: PEDAGOGIA DISCIPLINA: ESTUDOS DA NATUREZA NA EDUCAÇÃO INFANTIL CIRCUITO: 9 PERIODO: 4º.

ATIVIDADE ORIENTADA CURSO: PEDAGOGIA DISCIPLINA: ESTUDOS DA NATUREZA NA EDUCAÇÃO INFANTIL CIRCUITO: 9 PERIODO: 4º. ATIVIDADE ORIENTADA CURSO: PEDAGOGIA DISCIPLINA: ESTUDOS DA NATUREZA NA EDUCAÇÃO INFANTIL CIRCUITO: 9 PERIODO: 4º Caro(a) aluno(a), Esta atividade deverá ser desenvolvida em grupo, ao longo da disciplina,

Leia mais

GAME DESIGN NA PRODUÇÃO DE JOGOS DIGITAIS PARA ENSINO DE QUÍMICA

GAME DESIGN NA PRODUÇÃO DE JOGOS DIGITAIS PARA ENSINO DE QUÍMICA GAME DESIGN NA PRODUÇÃO DE JOGOS DIGITAIS PARA ENSINO DE QUÍMICA Manoel Augusto da Silva Guerreiro manoelguerreiro@yahoo.com.br Unesp, Faculdade de Ciências, Pós Graduação em Educação para a Ciência Bauru

Leia mais

Desenvolvimento de Jogos Digitais e sua Utilização na Educação Juvenil: Um Estudo de Caso Real em um Projeto Governamental

Desenvolvimento de Jogos Digitais e sua Utilização na Educação Juvenil: Um Estudo de Caso Real em um Projeto Governamental Desenvolvimento de Jogos Digitais e sua Utilização na Educação Juvenil: Um Estudo de Caso Real em um Projeto Governamental Michelle Nery Nascimento PUC Minas - Instituto de Ciências Exatas e Informática

Leia mais

Hábitos de Jogo em Dispositivos Móveis pelos Jovens Portugueses

Hábitos de Jogo em Dispositivos Móveis pelos Jovens Portugueses Hábitos de Jogo em Dispositivos Móveis pelos Jovens Portugueses Ana Amélia A. Carvalho FPCE, Universidade de Coimbra R. do Colégio Novo Coimbra anaameliac@fpce.uc,pt Inês Cardoso Araújo FPCE, Universidade

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE FÍSICA USO DE JOGOS ELETRÔNICOS NA ESCOLA: A FÍSICA DE ANGRY BIRDS

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE FÍSICA USO DE JOGOS ELETRÔNICOS NA ESCOLA: A FÍSICA DE ANGRY BIRDS UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO INSTITUTO DE FÍSICA USO DE JOGOS ELETRÔNICOS NA ESCOLA: A FÍSICA DE ANGRY BIRDS LUCAS MORAES DOS SANTOS Projeto para Monografia de Fim de Curso Curso de Licenciatura em Física

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Habilitação Profissional

Leia mais

DESIGN DE GAMES APRESENTAÇÃO. MARCELO HENRIQUE DOS SANTOS http://www.marcelohsantos.com marcelosantos@outlook.com

DESIGN DE GAMES APRESENTAÇÃO. MARCELO HENRIQUE DOS SANTOS http://www.marcelohsantos.com marcelosantos@outlook.com DESIGN DE GAMES DESIGN DE GAMES APRESENTAÇÃO MARCELO HENRIQUE DOS SANTOS http://www.marcelohsantos.com marcelosantos@outlook.com Bacharel em Sistema de Informação Pós Graduado em Games : Produção e Programação

Leia mais

UnP. fazendo e compartilhando a gente aprende mais

UnP. fazendo e compartilhando a gente aprende mais DIRETRIZES DO ALUNO Olá, você está fazendo parte de um projeto de melhoria acadêmicoaction! Neste material você encontrará todas as pedagógica: o Edu Action informações necessárias para entender como esse

Leia mais

Educação, Tecnologias e Formação de Professores

Educação, Tecnologias e Formação de Professores Educação, Tecnologias e Formação de Professores Luís Paulo Leopoldo Mercado Universidade Federal de Alagoas Coordenadoria Institucional de Educação a Distância Universidade Aberta do Brasil Aula Inaugural

Leia mais

HISTÓRIA EM QUADRINHO: A CRIAÇÃO E A EXPRESSÃO NA WEB

HISTÓRIA EM QUADRINHO: A CRIAÇÃO E A EXPRESSÃO NA WEB HISTÓRIA EM QUADRINHO: A CRIAÇÃO E A EXPRESSÃO NA WEB Luzivone Lopes GOMES - PPGFP UEPB luzivone@gmail.com Kennedy Machado OLIVIERA prof.kennedy@hotmail.com RESUMO: Este artigo trata de um relato de experiência

Leia mais

APLICAÇÃO DE MAPAS MENTAIS DURANTE O BRAINSTORM DE UM JOGO DIGITAL

APLICAÇÃO DE MAPAS MENTAIS DURANTE O BRAINSTORM DE UM JOGO DIGITAL APLICAÇÃO DE MAPAS MENTAIS DURANTE O BRAINSTORM DE UM JOGO DIGITAL Davi Shinji Mota Kawasaki (PIBIC/Fundação Araucária), José Augusto Fabri (Orientador), e-mail: davishinjik@gmail.com; fabri@utfpr.edu.br.

Leia mais

AMBIENTE DE APRENDIZAGEM COLABORATIVO: DESENVOLVIMENTO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM PARA CURSOS DE COMPUTAÇÃO

AMBIENTE DE APRENDIZAGEM COLABORATIVO: DESENVOLVIMENTO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM PARA CURSOS DE COMPUTAÇÃO AMBIENTE DE APRENDIZAGEM COLABORATIVO: DESENVOLVIMENTO DE OBJETOS DE APRENDIZAGEM PARA CURSOS DE COMPUTAÇÃO Danilo Abreu SANTOS, Wannyemberg K. da S. DANTAS, Adriano Araújo DOS SANTOS Departamento de Computação,

Leia mais

RPG BUILDER: UMA FERRAMENTA PARA O DESENVOLVIMENTO DE JOGOS ¹ Edirlei E. Soares de Lima ², Pedro Luiz de Paula Filho ³

RPG BUILDER: UMA FERRAMENTA PARA O DESENVOLVIMENTO DE JOGOS ¹ Edirlei E. Soares de Lima ², Pedro Luiz de Paula Filho ³ RPG BUILDER: UMA FERRAMENTA PARA O DESENVOLVIMENTO DE JOGOS ¹ Edirlei E. Soares de Lima ², Pedro Luiz de Paula Filho ³ Resumo Este artigo apresenta o RPG Builder, uma ferramenta para criação de jogos de

Leia mais

Jogo Educativo Pré-escolar com Interface NUI para Ensino

Jogo Educativo Pré-escolar com Interface NUI para Ensino Jogo Educativo Pré-escolar com Interface NUI para Ensino Danielle Cordeiro Pedrosa Universidade Presbiteriana Mackenzie Brasil eng.danielle@outlook.com Pollyana Notargiacomo Universidade Presbiteriana

Leia mais

O USO DO TANGRAM COMO QUEBRA-CABEÇA PARA UMA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA SOBRE MULTIPLICAÇÃO DE POLINÔMIOS

O USO DO TANGRAM COMO QUEBRA-CABEÇA PARA UMA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA SOBRE MULTIPLICAÇÃO DE POLINÔMIOS ISSN 2177-9139 O USO DO TANGRAM COMO QUEBRA-CABEÇA PARA UMA APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA SOBRE MULTIPLICAÇÃO DE POLINÔMIOS Morgana Fernandes da Silva 1 morganaf60@gmail.com Faculdades Integradas de Taquara,

Leia mais

Relatório Técnico: B-23686/1. Flora brasiliensis On-Line

Relatório Técnico: B-23686/1. Flora brasiliensis On-Line Relatório Técnico: B-23686/1 Flora brasiliensis On-Line Introdução O projeto tem por objetivo desenvolver um sistema integrado de informação na Internet sobre a Flora brasiliesis, de C.P.F. Von Martius.

Leia mais

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO DE SANTOS

FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO DE SANTOS EDITAL DE CONVOCAÇÃO PÚBLICA nº 01/2016 CHAMADA PARA CONCURSO DE DESENVOLVIMENTO DE JOGO DIGITAL DE EMPREENDEDORISMO DA FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO DE SANTOS 1 - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1.1. A Fundação

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Habilitação Profissional

Leia mais

GAME DESIGN PARA MÍDIAS MÓVEIS: OBSERVANDO O PROCESSO DE CRIAÇÃO DE UM JOGO PARA SMARTPHONES E TABLETS

GAME DESIGN PARA MÍDIAS MÓVEIS: OBSERVANDO O PROCESSO DE CRIAÇÃO DE UM JOGO PARA SMARTPHONES E TABLETS GAME DESIGN PARA MÍDIAS MÓVEIS: OBSERVANDO O PROCESSO DE CRIAÇÃO DE UM JOGO PARA SMARTPHONES E TABLETS Prof. MSc. Vicente Martin Mastrocola ESPM (SP) Resumo Tendo em vista a centralidade das relações entre

Leia mais

PESQUISANDO JOGOS. Luiz Cláudio Silveira Duarte

PESQUISANDO JOGOS. Luiz Cláudio Silveira Duarte PESQUISANDO JOGOS Luiz Cláudio Silveira Duarte Brasília, 21 de abril de 2015 MAS ISSO SE ESTUDA? HUIZINGA (1938), Homo ludens. CAILLOIS (1958), Les jeux et les hommes. ABT (1970), Serious Games. ROLLINGS

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnico em Programação de

Leia mais

DESAFIO FCAT DE EMPREENDEDORISMO CRIATIVO - SOCIEDADE

DESAFIO FCAT DE EMPREENDEDORISMO CRIATIVO - SOCIEDADE DESAFIO FCAT DE EMPREENDEDORISMO CRIATIVO - SOCIEDADE Imagine uma escada normal ao lado de uma escada rolante. Qual delas você usaria? Se você pensou na rolante, imagino que você faça parte de 90% da população.

Leia mais

CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE GAMES. Escola de Criação ESPM - Sul

CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE GAMES. Escola de Criação ESPM - Sul CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE GAMES Escola de Criação ESPM - Sul Encontro 1 Insert coin to begin. - Introdução ao mundo dos games: histórico, referências e games importantes; - Evolução da indústria de

Leia mais

JOGOS DIGITAIS NA APRENDIZAGEM DAS REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS

JOGOS DIGITAIS NA APRENDIZAGEM DAS REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS JOGOS DIGITAIS NA APRENDIZAGEM DAS REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS Patricia Aparecida Boletini Mestrando em Ensino de Ciências e Matemática 1 Ismar Frango Silveira Doutor em Engenharia Elétrica (Orientador) 2

Leia mais

JOGO DE BARALHO DOS BIOMAS BRASILEIROS, UMA JOGADA FACILITADORA DA APRENDIZAGEM DOS DISCENTES NA BIOGEOGRAFIA.

JOGO DE BARALHO DOS BIOMAS BRASILEIROS, UMA JOGADA FACILITADORA DA APRENDIZAGEM DOS DISCENTES NA BIOGEOGRAFIA. JOGO DE BARALHO DOS BIOMAS BRASILEIROS, UMA JOGADA FACILITADORA DA APRENDIZAGEM DOS DISCENTES NA BIOGEOGRAFIA. Resumo: O assunto biomas brasileiros, embora faça parte do conteúdo programático de diversos

Leia mais

LEAS ONLINE: PROTÓTIPO DE UM JOGO DE MMORPG

LEAS ONLINE: PROTÓTIPO DE UM JOGO DE MMORPG LEAS ONLINE: PROTÓTIPO DE UM JOGO DE MMORPG Wesllen de Oliveira Delfino, Larissa Pavarini da Luz wesllendelfino@hotmail.com,larissa.luz01@fatec.sp.gov.br Projeto de Iniciação Científica Larissa Pavarini

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE CURSO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO CADA UM NO SEU QUADRINHO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE CURSO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO CADA UM NO SEU QUADRINHO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE CURSO MÍDIAS NA EDUCAÇÃO CADA UM NO SEU QUADRINHO VIDEIRA, JUNHO DE 2008 ERMELINA PIRES FERREIRA GISLAINE GONZALEZ SIRLEI MUNZLINGER

Leia mais

4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games

4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games 4 Cursos de nível superior no Brasil para formação de Designers de Games Este Capítulo apresenta o levantamento realizado dos cursos de nível superior no Brasil voltados para a formação de Designers de

Leia mais

A HISTÓRIA QUE SE TEM E A HISTÓRIA QUE SE QUER: SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE O LIVRO "TERRA VERMELHA" EM SALA DE AULA

A HISTÓRIA QUE SE TEM E A HISTÓRIA QUE SE QUER: SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE O LIVRO TERRA VERMELHA EM SALA DE AULA 121 A HISTÓRIA QUE SE TEM E A HISTÓRIA QUE SE QUER: SEQUÊNCIA DIDÁTICA SOBRE O LIVRO "TERRA VERMELHA" EM SALA DE AULA Aline Apolinário Furtunato - linefurtunato@hotmail.com Cinthia Torres Aranha - cta.cinthia.torres@hotmail.com

Leia mais

Desenvolvimento de jogo digital para ensino de português e matemática para crianças do ensino básico. 1. Introdução

Desenvolvimento de jogo digital para ensino de português e matemática para crianças do ensino básico. 1. Introdução Desenvolvimento de jogo digital para ensino de português e matemática para crianças do ensino básico Danilo Raniery Alves Coutinho (Bolsista) José Raul Brito Andrade (Voluntário) Ana Liz Souto Oliveira

Leia mais

A Aplicação da Linguagem de Modelagem Unificada (U.M.L.): Novas Perspectivas para o Desenvolvimento de Games Educacionais

A Aplicação da Linguagem de Modelagem Unificada (U.M.L.): Novas Perspectivas para o Desenvolvimento de Games Educacionais A Aplicação da Linguagem de Modelagem Unificada (U.M.L.): Novas Perspectivas para o Desenvolvimento de Games Educacionais William Santos Programa de Pós-Graduação em Modelagem Computacional Faculdade de

Leia mais

Interatividade UniNorte 1

Interatividade UniNorte 1 Interatividade UniNorte 1 Anne Caroline BARROS 2 Francisco BARBOZA 3 Heverton PAULA 4 Igor SANTOS 5 Eudóxia Pereira da SILVA 6 Márcio Alexandre dos Santos SILVA 7 Centro Universitário do Norte (UniNorte),

Leia mais

1ª SEMANA DE JANEIRO (DE 03 À 06)

1ª SEMANA DE JANEIRO (DE 03 À 06) 1ª SEMANA DE JANEIRO (DE 03 À 06) 03/01/12 a 06/01/12 Museu- Experimentando a História da Arte Propositores: José Antônio Fontes e Priscila Holanda. Sinopse: A oficina tem como objetivo proporcionar, através

Leia mais

JOGOS DIGITAIS NO ENSINO E APRENDIZAGEM DE ENGENHARIA DE SOFTWARE

JOGOS DIGITAIS NO ENSINO E APRENDIZAGEM DE ENGENHARIA DE SOFTWARE JOGOS DIGITAIS NO ENSINO E APRENDIZAGEM DE ENGENHARIA DE SOFTWARE João Fukusawa 1, Andreia Carniello 2, Adriana Carniello 3 1. Especializando do Curso de Pós-Graduação em Gestão de Projetos em Desenvolvimento

Leia mais

1. JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS

1. JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS PLANO DE CURSO 1. JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS A Habilitação Técnica de Nível Médio em Programação de Jogos Digitais Eixo Tecnológico Informação e Comunicação, de acordo com o Catálogo Nacional de Cursos

Leia mais

Jogo Tartarugas: Objeto de Aprendizagem na Educação Ambiental

Jogo Tartarugas: Objeto de Aprendizagem na Educação Ambiental Jogo Tartarugas: Objeto de Aprendizagem na Educação Ambiental RESUMO José Walter Santos Filho 1 Carla Eugênia Nunes Brito 2 Christiano Lima Santos 3 Alessandra Conceição Monteiro Alves 4 Henrique Nou Schneider

Leia mais

Extração de Requisitos

Extração de Requisitos Extração de Requisitos Extração de requisitos é o processo de transformação das idéias que estão na mente dos usuários (a entrada) em um documento formal (saída). Pode se entender também como o processo

Leia mais

Uso de jogos de simulação empresarial como ferramenta educacional: uma análise metodológica

Uso de jogos de simulação empresarial como ferramenta educacional: uma análise metodológica Uso de jogos de simulação empresarial como ferramenta educacional: uma análise metodológica Mauricio Capobianco Lopes 1 Pedro Paulo Hugo Wilhelm 2 1 Departamento de Sistemas e Computação Universidade Regional

Leia mais

XI EVIDOSOL e VIII CILTEC-Online - junho/2014 - http://evidosol.textolivre.org 1

XI EVIDOSOL e VIII CILTEC-Online - junho/2014 - http://evidosol.textolivre.org 1 ANÁLISE SOBRE O ENSINO DE LÍNGUAS EM AMBIENTES VIRTUAIS GAMIFICADOS Gerson Bruno Forgiarini de Quadros Universidade Católica de Pelotas (UCPel/RS) RESUMO: A aprendizagem baseada em games se consolida cada

Leia mais

22ª Bett Brasil Educar 2015 MAIO 2015. Inovação pedagógica. implicações na formação e gestão dos professores e na infraestrutura da escola

22ª Bett Brasil Educar 2015 MAIO 2015. Inovação pedagógica. implicações na formação e gestão dos professores e na infraestrutura da escola 22ª Bett Brasil Educar 2015 MAIO 2015 Inovação pedagógica implicações na formação e gestão dos professores e na infraestrutura da escola Carlos Seabra Nós não gostamos do som deles, e música de guitarra

Leia mais

O USO DA INTERNET E SUA INFLUÊNCIA NA APRENDIZAGEM COLABORATIVA DE ALUNOS E PROFESSORES NUMA ESCOLA PÚBLICA DE MACEIÓ

O USO DA INTERNET E SUA INFLUÊNCIA NA APRENDIZAGEM COLABORATIVA DE ALUNOS E PROFESSORES NUMA ESCOLA PÚBLICA DE MACEIÓ O USO DA INTERNET E SUA INFLUÊNCIA NA APRENDIZAGEM COLABORATIVA DE ALUNOS E PROFESSORES NUMA ESCOLA PÚBLICA DE MACEIÓ Rose Maria Bastos Farias (UFAL) rmbfarias@hotmail.com RESUMO: Trata-se de uma pesquisa

Leia mais

Bom de Nota. http://legacy.afonsomiguel.com/graduacao/projetosintegrados/2005-1/bomdenota/bom%2...

Bom de Nota. http://legacy.afonsomiguel.com/graduacao/projetosintegrados/2005-1/bomdenota/bom%2... Page 1 of 13 Bom de Nota Teclado musical para reconhecimento de notas aleatórias André da Silveira Ambrosio - andre.ambrosio@gmail.com I Jen Fan i.j@pucpr.br Juliano Bortolozzo Solanho - shinya_dr1@yahoo.com

Leia mais

- Aula 04_2012 - Profa. Ms. Karen Reis

- Aula 04_2012 - Profa. Ms. Karen Reis Protótipos de Jogos Digitais - Aula 04_2012-1 O documento do game (GDD) Game Design Document (GDD) usa palavras, tabelas e diagramas para explicar o conceito e o funcionamento de um game, a partir de uma

Leia mais

Estudos da Natureza na Educação Infantil

Estudos da Natureza na Educação Infantil Estudos da Natureza na Natureza e Sociedade na parte 1 Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2015 Natureza e Sociedade na O eixo de trabalho Natureza e Sociedade

Leia mais

REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS

REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS Kelly Cristina de Oliveira 1, Júlio César Pereira 1. 1 Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí PR Brasil kristhinasi@gmail.com,

Leia mais

1. Overview... 2. 2. Programa... 3. 3. Objectivos gerais da Unidade Curricular... 5. 4. Objectivos de Aprendizagem... 5. 5. Bibliografia...

1. Overview... 2. 2. Programa... 3. 3. Objectivos gerais da Unidade Curricular... 5. 4. Objectivos de Aprendizagem... 5. 5. Bibliografia... Índice 1. Overview... 2 2. Programa... 3 3. Objectivos gerais da Unidade Curricular... 5 4. Objectivos de Aprendizagem... 5 5. Bibliografia... 6 UMA PARCERIA Página1 1. Overview Este curso de desenvolvimento

Leia mais

NOVAS PRÁTICAS NA EDUCAÇÃO: O USO DE JOGOS DIGITAIS PARA FORTALECER A APRENDIZAGEM 1

NOVAS PRÁTICAS NA EDUCAÇÃO: O USO DE JOGOS DIGITAIS PARA FORTALECER A APRENDIZAGEM 1 NOVAS PRÁTICAS NA EDUCAÇÃO: O USO DE JOGOS DIGITAIS PARA FORTALECER A APRENDIZAGEM 1 Grazielle Santos SILVA (PUC-MG) 2 Lívia Dutra JUSTINO (PUC-MG) 3 Resumo em português Apesar de o senso comum associar

Leia mais

A mágica do jogo e o potencial do brincar

A mágica do jogo e o potencial do brincar A mágica do jogo e o potencial do brincar Roberta Purper Brandão Maria Inês Garcia de Freitas Bittencourt Junia de Vilhena PUC-RJ, Departamento de Psicologia, Brasil Abstract The article explores the potential

Leia mais

TÍTULO: EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM ESCOLAS UTILIZANDO CONCEITOS DE GAMIFICATION

TÍTULO: EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM ESCOLAS UTILIZANDO CONCEITOS DE GAMIFICATION TÍTULO: EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM ESCOLAS UTILIZANDO CONCEITOS DE GAMIFICATION CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA SUBÁREA: COMPUTAÇÃO E INFORMÁTICA INSTITUIÇÃO: FACULDADE CENECISTA DE SETE

Leia mais

PORTARIA Nº 123 DE 28 DE JULHO DE

PORTARIA Nº 123 DE 28 DE JULHO DE PORTARIA Nº 123 DE 28 DE JULHO DE 2006. O Presidente, Substituto, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP, no uso de suas atribuições, tendo em vista a Lei nº 10.861,

Leia mais

IV Feira de Inovação e Tecnologia De 7 a 11 de Maio de 2012 Computação e Tecnologias do Eixo Informação e Comunicação

IV Feira de Inovação e Tecnologia De 7 a 11 de Maio de 2012 Computação e Tecnologias do Eixo Informação e Comunicação IV Feira de Inovação e Tecnologia De 7 a 11 de Maio de 2012 Computação e Tecnologias do Eixo Informação e Comunicação Ciência da Computação CST Análise e Desenvolvimento de Sistemas CST Gestão da Tecnologia

Leia mais

Caminho das Maravilhas. Um jogo que abre portas para o seu futuro. 1

Caminho das Maravilhas. Um jogo que abre portas para o seu futuro. 1 Caminho das Maravilhas. Um jogo que abre portas para o seu futuro. 1 Alessandra JOB 2 Bianca ALVES 3 Letícia BALDIN 4 Leonardo RECH 5 Lucas BAUMHARDT 6 Thiago BULHÕES 7 Marcos Bernardo LAMB 8 Giovanni

Leia mais

Desenvolvimento e aplicação de um software como ferramenta lúdica para a memorização das regras do novo acordo ortográfico

Desenvolvimento e aplicação de um software como ferramenta lúdica para a memorização das regras do novo acordo ortográfico Desenvolvimento e aplicação de um software como ferramenta lúdica para a memorização das regras do novo acordo ortográfico Maria José Basso Marques*, Elisângela Mazei da Silva** Estado de Mato Grosso,

Leia mais

EVIL ANGEL CHIBI - SCAPE OF DEATH

EVIL ANGEL CHIBI - SCAPE OF DEATH EVIL ANGEL CHIBI - SCAPE OF DEATH RAMARI, L.; FERNANDES, F.N. RESUMO O artigo apresenta o funcionamento de jogos na plataforma 2D, descrevendo os principais tipos de jogos e mostrando os passos básicos

Leia mais

Riachuelo Ludum Labs O Game Design em sua Excelência

Riachuelo Ludum Labs O Game Design em sua Excelência Riachuelo Ludum Labs O Game Design em sua Excelência A Riachuelo Games não é só um estúdio de jogos, é uma oficina de idéias e de criação. Desenvolvemos aqui não só jogos, mas conceitos na área de Game

Leia mais

PIBID OPORTUNIDADE ÚNICA PARA A FORMAÇÃO DO FUTURO EDUCADOR: JOGOS EM SALA DE AULA

PIBID OPORTUNIDADE ÚNICA PARA A FORMAÇÃO DO FUTURO EDUCADOR: JOGOS EM SALA DE AULA PIBID OPORTUNIDADE ÚNICA PARA A FORMAÇÃO DO FUTURO EDUCADOR: JOGOS EM SALA DE AULA Cristine Coelho SUSSMAN cristinec.sussmann@globo.com Débora de Jesus Bezerra debora.bezerra@metodista.br Maria de Fátima

Leia mais

Definição de Requisitos Atividades

Definição de Requisitos Atividades Tema da Aula Definição e Especificação de Requisitos - II Prof. Cristiano R R Portella portella@widesoft.com.br Definição de Requisitos Atividades 1 Definição de Requisitos Usuários Processo Técnicas para

Leia mais

Design Pedagógico do módulo III Origem dos Movimentos, Variação

Design Pedagógico do módulo III Origem dos Movimentos, Variação Design Pedagógico do módulo III Origem dos Movimentos, Variação Escolha do tópico O que um aluno entre 14 e 18 anos acharia de interessante neste tópico? Que aplicações / exemplos do mundo real podem ser

Leia mais

3. ENQUADRAMENTO DOS PROJETOS 3.1. Os projetos devem ser enquadrados em uma das seguintes categorias: i. Aplicativos ii.

3. ENQUADRAMENTO DOS PROJETOS 3.1. Os projetos devem ser enquadrados em uma das seguintes categorias: i. Aplicativos ii. UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA EDITAL INTERNO Nº 02/2015 CONCURSO DE DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS UERNApps O DI Departamento

Leia mais

Jogo Tartarugas: Objeto de Aprendizagem na Educação Ambiental

Jogo Tartarugas: Objeto de Aprendizagem na Educação Ambiental Jogo Tartarugas: Objeto de Aprendizagem na Educação Ambiental José Walter Santos Filho 1,2, Carla Eugênia Nunes Brito 1, Christiano Lima Santos 1,2, Alessandra Conceição Monteiro Alves 1, Henrique Nou

Leia mais

A abordagem da Engenharia Semiótica para o desenvolvimento de software centrado no usuário

A abordagem da Engenharia Semiótica para o desenvolvimento de software centrado no usuário A abordagem da Engenharia Semiótica para o desenvolvimento de software centrado no usuário Jair Cavalcanti Leite Departamento de Informática e Matemática Aplicada Universidade Federal do Rio Grande do

Leia mais

TÉCNICO DE ARTES GRÁFICAS

TÉCNICO DE ARTES GRÁFICAS Saída Profissional 03.01 TÉCNICO DE ARTES GRÁFICAS O Técnico de Artes Gráficas é um profissional qualificado, conhecedor do fluxo de produção gráfica, e apto para o exercício de profissões ligadas à composição,

Leia mais

Uma Experiência com Agentes Inteligentes e Jogos de Cartas

Uma Experiência com Agentes Inteligentes e Jogos de Cartas 1 Uma Experiência com Agentes Inteligentes e Jogos de Cartas Anita Maria da R. Fernandes Daniel de Oliveira Helton Machado Kraus Universidade do Vale do Itajaí Universidade do Vale do Itajaí Universidade

Leia mais