Relatório final Gestão 2012/2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Relatório final Gestão 2012/2014"

Transcrição

1 Relatório final Gestão 2012/2014 Depois de longos anos, por iniciativa da CBTG, a CITG retoma suas atividades. É com espírito de congraçamento, de encontro, de entendimento, de troca ideias, que nos encontramos na mais antiga de todas as entidades de preservação da tradição gaúcha: a Sociedade Crioula Elias Regules em Montevideo - Uruguai, neste 12º. Congresso Internacional da Tradição Gaúcha, integrando as Solenidades de Acendimento Internacional da Chama Crioula comemorativo aos 335 da Colônia do Santíssimo Sacramento. A CITG foi criada com o objetivo de fortalecer e defender a causa tradicionalista, integrando o povo latino defensor das tradições gaúchas, as quais visam o resgate de costumes, valores e princípios e é integrada pelo BRASIL, ARGENTINA e URUGUAI. Conforme descreve a Carta Constitutiva aprovada no 6º. Congresso Internacional da Tradição Gaúcha, Florianópolis, SC, Brasil, em 04 de maio de 1991, a CITG foi fundada em 21 de abril de 1984, no Parque Roosevelt, Canelones, Uruguai, por tradicionalistas gaúchos da Argentina, do Brasil e do Uruguai, e é uma instituição internacional, de caráter tradicionalista-cívicocultural, com duração indeterminada, constituindo-a as instituições maiores destes países, sem fins políticos, nem religiosos. A CITG tem como objetivos: Investigar, difundir e incentivar nos respectivos países os usos e costumes do tradicionalismo gaúcho, a aproximação e o intercambio cultural, respeitadas as peculiaridades regionais; manter a união dos Movimentos Tradicionalistas Gaúchos dos países membros; interceder perante os Organismos Internacionais em benefício dos direitos e interesses legítimos da cultura gaúcha. Tem como órgãos diretivos o Congresso Internacional e o Conselho coordenador, constituído por nove Conselheiros, sendo três representantes de cada país, mais o Presidente. A retomada das atividades da CITG, paralisadas por mais de dez anos, aconteceu, no dia 08/02/2012, quando os dirigentes tradicionalistas do Brasil, Argentina e Uruguai, reconhecerem a necessidade e, reafirmaram a importância da CITG, para o fortalecimento da tradição gaúcha, e, atendendo o convite do Presidente da CBTG, Manoelito Carlos Savaris, reuniram-se em Montevideo, durante o lançamento da Festa da Patria Gaucha. Este encontro, embora breve, resultou no primeiro passo firme nesta caminhada e, naquela ocasião foi marcada a reunião para ser realizada em Tacuarembó, Uruguai, que efetivou o restabelecimento das atividades. Assim, no dia 09/03/2012, no Parque Lagoa das Lavadeiras, 26ª. Festa da Patria Gaucha, Tacuarimbo, Uruguai, reuniram-se os tradicionalistas gaúchos do Brasil, Uruguai e Argentina, para tratar do restabelecimento das atividades da CITG. Estiveram presentes o Sr. Hugo Pereira (Uruguai), Presidente da Festa da Pátria Gaúcha, que recepcionou a todos; o representante da Confederação Gaúcha Argentina, Sr Juan Carlos Balbi; e pela CBTG, Sr. Manoelito Carlos Savaris, (presidente), Dorvilio José Calderan (ex-presidente), Sr. Nei Zardo (membro fundador da CITG) e Loiva Lopes Calderan (Diretora de Relações Internacionais); e o Sr. Uruguaio Nieto (Uruguai), historiador; além dos demais representantes das Sociedades Gaúchas do Uruguai. Todos reafirmaram a

2 importância de restabelecer a CITG, e, decidiram pela constituição da Comissão Provisória para dirigir a Entidade e pela realização do 11º. Congresso Internacional da Tradição Gaúcha. A Comissão ficou assim constituída: Presidente: Dorvilio José Calderan (CBTG- Brasil). Conselheiros: Uruguai: Manuel Rodriguez Marchieri (Sociedade Elias Regulles - Montevideo); Elvio Rivero (Sociedade Criolla El Ceibo, Maldonado); Carlos Arezo Posado (Intendencia de Tacuarimbo, Depto. de Cultura). Argentina: Juan Carlos Balbi (Federação Entre Rios), Adolfo Caballero (CGA) e outro Conselheiro a ser indicado. Brasil (CBTG): Manoelito Carlos Savaris, Nei Antonio Zardo e Loiva Lopes Calderan. O engajamento nesta missão, de tradicionalistas comprometidos com a defesa da tradição gaúcha e, interessados em discutir temas importantes para reforçar o cumprimento dos objetivos constantes da Carta Constitutiva da CITG, foi fundamental Resumo das atividades do 11º. Congresso Internacional da Tradição Gaúcha, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, 01 de dezembro de De 1985 a 2012, foram realizados 10 congressos, sendo 04 no Brasil, 04 na Argentina e 02 no Uruguai. O 10º. Congresso da CITG, foi realizado de 12 a 16/12/2001, na cidade de Moreno, Província de Buenos Aires - Argentina, quando foi eleito Presidente o Sr Willy Mario Ziller da Argentina. A CITG ficou inativa no período de 2003, a 2012, embora tenha havido algumas tentativas de restabelecer suas atividades. O 11º. Congresso Internacional da Tradição Gaúcha foi realizado no dia 01 de dezembro de 2012, na sede do Movimento Tradicionalista Gaúcho do Rio Grande do Sul, situado a Rua Guilherme Schell, 60 na cidade de Porto Alegre, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. O Congresso contou com participação das delegações do Brasil, Uruguai e Argentina, sendo nomeados os seguintes Delegados: - Argentina: Juan Carlos Balbi, Oscar Rubio, Enrique Fernandez, Eduardo Peres Torres; - Brasil: Nelio Spolti, Erival Bertolini, Manoelito Carlos Savaris, Antonio Sbano, e Nei Zardo; - Uruguai: Andres Antonio Ellhordoy Cabrera, Manuel Bercianos Hesseger, Carlos Arezo Posada. O Congresso foi dirigido pelo Presidente da CBTG, Manoelito Carlos Savaris, tendo como 1º. Vice Presidente Adolfo Caballero (Argentina), 2º. Vice Presidente Carlos Arezo Posada (Uruguai), Secretária Geral: Loiva Lopes Calderan, Relator Geral: Nei Zardo. Este 11º. Congresso contou com fundamental empenho e a participação de todos os representantes do Tradicionalismo Gaúcho dos países membros o que permitiu a discussão de importantes assuntos como: Situação atual do Movimento Tradicionalista no Brasil, Uruguai e Argentina; Presente e futuro do Movimento Tradicionalista Gaúcho no Brasil; Elias Regules no ano de 2012, no Uruguai; e, A Tradição Gaúcha na Argentina. Como decisões do 11º. Congresso destacamos as seguintes Proposições aprovadas: Revisão e aprovação do Regulamento Interno da CITG, que trouxe em seu contexto, entre outros itens a aprovação da bandeira e logomarca da CITG, pois apesar de 28 anos, a CITG ainda não tinha uma bandeira, logomarca e Regulamento Interno aprovados.

3 Acendimento Internacional da Chama Crioula 2015 em Colônia do Santíssimo Sacramento, Uruguai, considerando a importância da cidade de Colônia, para a história e as tradições gaúchas e as comemorações programadas para o local; E, foram declarados eventos de interesse do tradicionalismo com o apoio da CITG e do 11º. Congresso Internacional da Tradição Gaúcha: 1 - Marcha do Bicentenário da Batalha de Salta de 13 a Margem do Rio Juramento até a cidade de Salta, com percurso de 130 km. 2 - Marcha de Colônia ao Chuí Acendimento da Chama Crioula da Colonia do Sacramento em julho de Marcha do Encontro com o Patriarca Artigas no Bicentenário da Purificação, setembro de 2015, congregando os 17 Departamentos do Uruguai. Acampamento Artigas. - Proposição sobre a criação de uma Rede de Comunicação, com o objetivo do desenvolvimento da informação e o conhecimento e, assegurar a todos o acesso a informação; oferecendo serviços de incentivo a pesquisa dos princípios bases e da história do tradicionalismo e suas expressões. Concretizada com a criação da página da internet da CITG, (www.citg.com.br). - Integração de outras Confederações, assegurando a filiação de outras entidades, quando um país ou região contar com pelo menos cinco entidades tradicionalistas filiadas a uma Federação. - Criação do Conselho Consultivo formado pelos ex-presidentes da CITG, que tenham cumprido o mandato integralmente e, que estejam atuantes em defesa da tradição gaúcha. - Estabelecimento de uma contribuição anual de US 1, (hum mil dólares), por país membro filiado. - Eleição da Diretoria Gestão 2012/2014, assim constituída: Presidente: Dorvilio José Calderan (CBTG-Brasil); Vice Presidentes: Brasil: Manoelito Carlos Savaris (CBTG); Argentina: Adolfo Caballero (CGA); Uruguai: Carlos Arezo Posada. Conselheiros do Uruguai: Manuel Berrianos (Paysandu); Andres Elhordoy (Salto); Manuel Rodrigues (Montevideo). Conselheiros do Brasil: Nei Zardo (Bento Gonçalves-RS); Paulo Souza (Porto Alegre-RS); Antonio Sbano - suplente (Curitiba-PR); Conselheiros da Argentina: Juan Carlos Balbi Ramirez (Entre Rios); Oscar Rios (San Juan-SJ); Eduardo Peres Torres (Salta). O Congresso foi transmitido ao vivo pela TV Tradição, que leva a tradição gaúcha para o mundo inteiro e contou com um link para o site da Confederação Gaúcha Argentina (www.confederaciongauchaargentina.com.ar). Reunião do Conselho Coordenador... Em 02 de agosto de 2014, foi realizada a reunião do Conselho Coordenador, para falar da situação do Movimento Tradicionalista Gaúcho, proposta de fortalecimento da integração entre as Federações Filiadas; 12º. Congresso Internacional da Tradição Gaúcha e o Acendimento Internacional da Chama Crioula. Na oportunidade, o Cap. Brigido Rivero, apresentou um vídeo sobre a UASTU União de Aparcerias e Sociedade de Tradiciones del Uruguay, e, falou sobre os esforços envidados para organizar o Movimento e fortalecê-lo, destacando o momento de reconstrução do Movimento Tradicionalista naquele País. Foi acordada a realização de uma nova reunião a qual não aconteceu por motivos diversos. Dificuldades encontradas

4 As maiores dificuldades estão relacionadas às distancias - o que torna onerosos os deslocamentos; o idioma; e a falta de comunicação; - Embora tenha sido acordado uma contribuição anual de US 1, (hum mil dólares), por país membro filiado, para ajudar nos custos da CITG, apenas a CBTG cumpriu parcialmente este acordo. Isto acarreta dificuldades por tratar-se de uma entidade internacional, que não ter como captar recursos. - As despesas ficaram a cargo de seu presidente e neste período destacamos as seguintes: site da CITG R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais), confecção de bandeiras R$ 900,00 (novecentos reais), diversas despesas com deslocamentos para representação: tais como: passagens, hospedagem e alimentação as quais não são passiveis orçar no momento, mas que representaram grandes despesas. Ações futuras.. Embora a CITG na sua concepção inicial congregue apenas os países da América do Sul, hoje precisa atuar numa nova visão, buscando a integração de todos a entidades tradicionalistas espalhados pelo mundo, tais como a Confederação Norte-Americana e acolhendo as entidades da Comunidade Européia e as dos demais países. Agradecimentos... Pode ser que a nossa indumentária não se pareça tão igual. Pode ser que as nossas encilhas sejam um pouco diferentes, e, também, as nossas danças, ou a nossa maneira de preparar o churrasco, e, a nossa culinária... Mas, o que importa é a essência: os países do sul cultivam com amor e orgulho sua tradição, baseada na lida do campo, no cavalo; na família tradicional; na preservação de valores éticos e morais; na palavra empenhada; na sua história... Com o sentimento de que somos um único Movimento, independente do país onde nascemos: se no Brasil, Uruguai ou Argentina, ou espalhados pelo mundo... somos todos gaúchos ou gauchos... E, com o sentimento dever cumprido, e a satisfação de ver o esforço de nossos irmãos Uruguaios em unir suas Sociedades Crioulas para fortalecimento de nosso Movimento, e da concretização do projeto do Acendimento Internacional da Chama Crioula, encerro neste Congresso minha gestão e tenho a certeza de que este trabalho continuará, mesmo entendendo as dificuldades, devido a distancia, o idioma e custo, para participação de todos, sabemos que continuaremos contando com apoio de todos para o bem comum. O comando da CITG será passado, como uma cuia, que passa de mão em mão, ressaltando o espirito de união, fraternidade e de fortalecimento de todos os gaúchos. Agradecemos o apoio da CBTG Confederação Brasileira da Tradição Gaúcha, MTG-RS, da CGA Confederação Gaúcha Argentina, dos Representantes das Sociedades Crioulas do Uruguai, dos Conselheiros dos países membros e, todos que participaram ativamente para unir e fortalecer a nosso Movimento e, para que esta gestão pudesse alcançar o êxito desejado. Destacamos o trabalho realizado pelo Sr. Manoelito Carlos Savaris, que iniciou este trabalho de retomada das atividades da CITG e a incansável dedicação para realização do Acendimento Internacional da Chama Crioula, um

5 novo marco nesta nova caminhada. E, Nei Zardo, que sempre me auxiliou na tradução e nos contato com todas as entidades, a ele meu muito obrigado. Neste momento nos sentimos orgulhosos e com a certeza que a integração dos países do Mercosul se fortalecerá através da preservação das tradições que orgulhosamente cultuamos. Dorvilio José Calderan Presidente Gestão 2012/2014 (2015) Sociedade Elias Regules 17 de julho de 2015

ATA DA SESSÃO PREPARATÓRIA

ATA DA SESSÃO PREPARATÓRIA ATA DA SESSÃO PREPARATÓRIA No primeiro dia do mês de dezembro do ano dois mil e doze, às nove horas, na sede do Movimento Tradicionalista Gaúcho do Rio Grande do Sul, situado a Rua Guilherme Schell, 60

Leia mais

Elas formam um dos polos mais dinâmicos da economia brasileira, e são o principal sustentáculo do emprego e da distribuição de renda no país.

Elas formam um dos polos mais dinâmicos da economia brasileira, e são o principal sustentáculo do emprego e da distribuição de renda no país. Fonte: http://www.portaldaindustria.org.br 25/02/2015 PRONUNCIAMENTO DO PRESIDENTE DO CONSELHO DELIBERATIVO NACIONAL (CDN) DO SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS (SEBRAE), NA SOLENIDADE

Leia mais

MERCOCIUDADES / UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO / ATA Nº 02/2012

MERCOCIUDADES / UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO / ATA Nº 02/2012 MERCOCIUDADES / UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO / ATA Nº 02/2012 REUNIÃO DA UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO DA REDE MERCOCIDADES REALIZADA EM 21 DE MARÇO DE 2012, EM PORTO ALEGRE. Celebrou-se na Cidade de Porto

Leia mais

ESTATUTO ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO (ANPARQ)

ESTATUTO ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO (ANPARQ) ESTATUTO ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO (ANPARQ) CAPÍTULO I DA DENOMINAÇÃO, REGIME JURÍDICO, DURAÇÃO, SEDE E FORO Art. 1 - A Associação Nacional de Pesquisa

Leia mais

MERCOCIUDADES / UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO / ATA Nº 0/2012 REUNIÃO DA UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO MERCOCIDADES

MERCOCIUDADES / UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO / ATA Nº 0/2012 REUNIÃO DA UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO MERCOCIDADES MERCOCIUDADES / UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO / ATA Nº 0/2012 REUNIÃO DA UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO MERCOCIDADES DA REDE Celebrou-se na cidade de Punta del Este, no Uruguai, no dia 27 de janeiro de 2012,

Leia mais

PLANO DE AÇÃO PARA O DIÁLOGO E A COOPERAÇÃO EM CULTURA ENTRE BRASIL E URUGUAI

PLANO DE AÇÃO PARA O DIÁLOGO E A COOPERAÇÃO EM CULTURA ENTRE BRASIL E URUGUAI PLANO DE AÇÃO PARA O DIÁLOGO E A COOPERAÇÃO EM CULTURA ENTRE BRASIL E URUGUAI Aos 26 dias do mês de julho de 2011, as autoridades de Cultura da República Federativa do Brasil e da República Oriental do

Leia mais

Abrasa - Ponto de Cultura, Internacional Brasileiros na Áustria.

Abrasa - Ponto de Cultura, Internacional Brasileiros na Áustria. 1 Abrasa - Ponto de Cultura, Internacional Brasileiros na Áustria. Quem somos: A Abrasa Associação Brasileiro-Afro-Brasileira para o Desenvolvimento da Dança, Cultura Educação e Arte, é uma Instituição

Leia mais

MOVIMENTO TRADICIONALISTA GAÚCHO MTG RELATÓRIO DE PARTICIPAÇÃO E PROMOÇÃO DE ATIVIDADES TRADICIONALISTAS 45º CIRANDA CULTURAL DE PRENDAS FASE REGIONAL

MOVIMENTO TRADICIONALISTA GAÚCHO MTG RELATÓRIO DE PARTICIPAÇÃO E PROMOÇÃO DE ATIVIDADES TRADICIONALISTAS 45º CIRANDA CULTURAL DE PRENDAS FASE REGIONAL MOVIMENTO TRADICIONALISTA GAÚCHO MTG RELATÓRIO DE PARTICIPAÇÃO E PROMOÇÃO DE ATIVIDADES TRADICIONALISTAS 45º CIRANDA CULTURAL DE PRENDAS FASE REGIONAL Categoria: JUVENIL (LOCAL E DATA) 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO:

Leia mais

A Ministra do Meio Ambiente do Brasil, Senadora Marina Silva, apresentou a agenda para consideração dos participantes, tendo sido aprovada.

A Ministra do Meio Ambiente do Brasil, Senadora Marina Silva, apresentou a agenda para consideração dos participantes, tendo sido aprovada. II Reunião de Ministros de Meio Ambiente do MERCOSUL 8 de novembro de 2004, Brasília, Brasil Ata da Reunião nº 02/04 Realizou-se na cidade de Brasília, República Federativa do Brasil, no dia 8 de novembro

Leia mais

REUNIÃO DO CENTRO DE COORDENAÇAO DE CAPACITAÇÃO POLICIAL DO MERCOSUL

REUNIÃO DO CENTRO DE COORDENAÇAO DE CAPACITAÇÃO POLICIAL DO MERCOSUL MERCOSUL/RMI/CAP/ATA Nº 03/06 REUNIÃO DO CENTRO DE COORDENAÇAO DE CAPACITAÇÃO POLICIAL DO MERCOSUL Realizou-se na cidade de Fortaleza/Ceará, República Federativa do Brasil, entre os dias 23 e 25 de agosto

Leia mais

Cartilha para Conselhos. Municipais de Educação

Cartilha para Conselhos. Municipais de Educação Cartilha para Conselhos Municipais de Educação Sistemas de ensino são o conjunto de campos de competências e atribuições voltadas para o desenvolvimento da educação escolar que se materializam em instituições,

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Estágio das Ações 2014

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Estágio das Ações 2014 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Estágio das Ações 2014 VICE PRESIDÊNCIA OBJETIVO ESTRATÉGICO 3.3 Valorizar o diálogo em todos os fóruns e junto aos poderes constituídos, orientando as ações para a defesa intransigente

Leia mais

ATA DA PRIMEIRA ASSEMBLÉIA GERAL PARA CRIAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO SUL AMERICANA DE ENGENHARIA ESTRUTURAL ASSEMBLÉIA DE ENCERRAMENTO DAS

ATA DA PRIMEIRA ASSEMBLÉIA GERAL PARA CRIAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO SUL AMERICANA DE ENGENHARIA ESTRUTURAL ASSEMBLÉIA DE ENCERRAMENTO DAS ATA DA PRIMEIRA ASSEMBLÉIA GERAL PARA CRIAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO SUL AMERICANA DE ENGENHARIA ESTRUTURAL E ASSEMBLÉIA DE ENCERRAMENTO DAS "XXV JORNADAS SUL-AMERICANAS DE ENGENHARIA ESTRUTURAL" DATA: 15 de novembro

Leia mais

Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS

Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS Relatório da assessoria de imprensa do CORECON/RS Eleição e posse dos dirigentes presidente e vice-presidente do CORECON/RS Data: 15 de janeiro Hora: 12 horas Local: Sede do Conselho Regional de Economia

Leia mais

ESTATUTO SOCIAL DA ANINTER-SH

ESTATUTO SOCIAL DA ANINTER-SH ESTATUTO SOCIAL DA ANINTER-SH Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação Interdisciplinar em Sociais e Humanidades Aprovado em 08 de maio de 2012 CAPÍTULO I Da Constituição, Denominação, Sede e Foro.

Leia mais

ATA DA SEXTA ASSEMBLÉIA GERAL DA ASSOCIAÇÃO SUL AMERICANA DE ENGENHARIA ESTRUTURAL ATA DA ELEIÇÃO DO CONSELHO CIENTÍFICO

ATA DA SEXTA ASSEMBLÉIA GERAL DA ASSOCIAÇÃO SUL AMERICANA DE ENGENHARIA ESTRUTURAL ATA DA ELEIÇÃO DO CONSELHO CIENTÍFICO ATA DA SEXTA ASSEMBLÉIA GERAL DA ASSOCIAÇÃO SUL AMERICANA DE ENGENHARIA ESTRUTURAL ATA DA ELEIÇÃO DO CONSELHO CIENTÍFICO Às dezessete horas e vinte minutos do dia vinte e nove do mês de maio de 2002, reuniram-se

Leia mais

A Constituição Federal de 1988 estabeleceu:

A Constituição Federal de 1988 estabeleceu: A Constituição Federal de 1988 estabeleceu: Art. 8º É livre a associação profissional ou sindical, observado o seguinte: Art. 37º... VI - é garantido ao servidor público civil o direito à livre associação

Leia mais

Integração Regional. Fernando Rezende Buenos Aires, maio de 2009

Integração Regional. Fernando Rezende Buenos Aires, maio de 2009 Tributação do Capital e Integração Regional Fernando Rezende Buenos Aires, maio de 2009 Conteúdo da Apresentação Questões para o Debate Traços Marcantes da Tributação da Renda e do Patrimônio na AL Principais

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DA 6ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE BALNEÁRIO BARRA DO SUL

RELATÓRIO FINAL DA 6ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE BALNEÁRIO BARRA DO SUL RELATÓRIO FINAL DA 6ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE BALNEÁRIO BARRA DO SUL SAÚDE PÚBLICA DE QUALIDADE PARA CUIDAR BEM DAS PESSOAS: DIREITO DO POVO BRASILEIRO ETAPA MUNICIPAL DA 15ª CONFERÊNCIA NACIONAL

Leia mais

RELATÓRIO DA OFICINA DE PAÍSES FEDERATIVOS E DA AMÉRICA DO NORTE. (Apresentado pelo Brasil)

RELATÓRIO DA OFICINA DE PAÍSES FEDERATIVOS E DA AMÉRICA DO NORTE. (Apresentado pelo Brasil) TERCEIRA REUNIÃO DE MINISTROS E AUTORIDADES DE OEA/Ser.K/XXXVII.3 ALTO NÍVEL RESPONSÁVEIS PELAS POLÍTICAS DE REDMU-III/INF. 4/05 DESCENTRALIZAÇÃO, GOVERNO LOCAL E PARTICIPAÇÃO 28 outubro 2005 DO CIDADÃO

Leia mais

XXIII Reunião do Conselho Buenos Aires, Argentina 11 a 13 de Maio de 2011. Acta

XXIII Reunião do Conselho Buenos Aires, Argentina 11 a 13 de Maio de 2011. Acta XXIII Reunião do Conselho Buenos Aires, Argentina 11 a 13 de Maio de 2011 Acta CERIMÓNIA DE ABERTURA Após ter dado as boas vindas aos representantes do Conselho, o Eng.º Orozco deu a palavra ao país anfitrião,

Leia mais

AG/RES. 2577 (XL-O/10) PROMOÇÃO DO TRIBUNAL PENAL INTERNACIONAL 1/2/ (Aprovada na quarta sessão plenária, realizada em 8 de junho de 2010)

AG/RES. 2577 (XL-O/10) PROMOÇÃO DO TRIBUNAL PENAL INTERNACIONAL 1/2/ (Aprovada na quarta sessão plenária, realizada em 8 de junho de 2010) AG/RES. 2577 (XL-O/10) PROMOÇÃO DO TRIBUNAL PENAL INTERNACIONAL 1/2/ (Aprovada na quarta sessão plenária, realizada em 8 de junho de 2010) A ASSEMBLÉIA GERAL, RECORDANDO as resoluções AG/RES. 1619 (XXIX-O/99),

Leia mais

PROJETO GERAL DA SIGNIS/BRASIL - Triênio 2011/2013

PROJETO GERAL DA SIGNIS/BRASIL - Triênio 2011/2013 PROJETO GERAL DA SIGNIS/BRASIL - Triênio 2011/2013 Signis Brasil Associação católica de comunicação foi criada no Brasil, no dia 2 de dezembro de 2010, em Assembleia, que aprovou seus estatutos e elegeu

Leia mais

ACTA-ACORDO REDE MERCOCIDADES UNIDADE TEMÁTICA EDUCAÇÃO ANO 2013

ACTA-ACORDO REDE MERCOCIDADES UNIDADE TEMÁTICA EDUCAÇÃO ANO 2013 ACTA-ACORDO REDE MERCOCIDADES UNIDADE TEMÁTICA EDUCAÇÃO ANO 2013 Aos nove dias do mês de maio do ano dois mil e treze, em ocasião da realização das Jornadas internacionais O uso das TIC s em Educação,

Leia mais

SUB GRUPO DE TRABALHO N 1 COMUNICAÇÕES. MERCOSUL / SGT-1 Comunicações / Ata Nº 2/2012 XLIV REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO N 1 COMUNICAÇÕES

SUB GRUPO DE TRABALHO N 1 COMUNICAÇÕES. MERCOSUL / SGT-1 Comunicações / Ata Nº 2/2012 XLIV REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO N 1 COMUNICAÇÕES MERCOSUL / SGT-1 Comunicações / Ata Nº 2/2012 XLIV REUNIÃO ORDINÁRIA DO SUBGRUPO DE TRABALHO N 1 Realizou-sena cidade de Brasília, Brasil, de 30 de outubroa 1 de novembro de 2012, a XLIV Reunião Ordinária

Leia mais

Ação Orçamentária - Padronizada Setorial 14U2 - Implantação, Instalação e Modernização de Espaços e Equipamentos Culturais

Ação Orçamentária - Padronizada Setorial 14U2 - Implantação, Instalação e Modernização de Espaços e Equipamentos Culturais Momento do Tipo de Temático Macrodesafio Fortalecer a cidadania Eixo Desenvolvimento Social e Erradicação da Miséria Valor de Referência para Individualização de Projetos em Iniciativas Esferas Fiscal

Leia mais

APRESENTAÇÃO TEMA OBJETIVO

APRESENTAÇÃO TEMA OBJETIVO APRESENTAÇÃO De 6 a 8 de agosto de 05, o Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul e a Academia de Ciências Contábeis do Rio Grande do Sul, com o apoio das entidades da classe contábil gaúcha,

Leia mais

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO

1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO 1ª ETAPA DO XIII CBC RELATÓRIO DO SEMINÁRIO ESTADUAL PREPARATÓRIO Organização Estadual: Federação e Organização das Cooperativas Brasileiras do Estado do Rio de Janeiro OCB/RJ Data de realização do seminário:

Leia mais

SOBRE COMUNICAÇÃO DIGITAL

SOBRE COMUNICAÇÃO DIGITAL JORNADAS PRÁTICAS SOBRE COMUNICAÇÃO DIGITAL APRESENTAÇÃO PÚBLICA DE CLICK TO PRAY A APP DO APOSTOLADO DA ORAÇÃO ORADORES 21 de Novembro de 2014 em Fátima D. ANTONINO DIAS Bispo da Diocese de Portalegre-Castelo

Leia mais

Cooperativismo > História História do Cooperativismo

Cooperativismo > História História do Cooperativismo Cooperativismo > História História do Cooperativismo A origem do que hoje chamamos cooperativa tem data marcada: 21 de dezembro de 1844. Nesse dia, 27 tecelões e uma tecelã do bairro de Rochdale, em Manchester,

Leia mais

ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO DOS EX-ALUNOS DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE LORENA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO AEXAL-EEL/USP

ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO DOS EX-ALUNOS DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE LORENA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO AEXAL-EEL/USP ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO DOS EX-ALUNOS DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE LORENA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO AEXAL-EEL/USP CAPÍTULO I Da Denominação, Sede e Finalidades Artigo 1º - A Associação dos Ex-Alunos da

Leia mais

Marcas do profissionalismo e eficiência

Marcas do profissionalismo e eficiência Marcas do profissionalismo e eficiência Advogados gaúchos possuem expertise em serviços prestados às seguradoras Escritório Müller & Moreira, que agora completa 20 O anos de fundação, iniciou suas atividades

Leia mais

INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL RESOLUÇÃO. 147º COSU MIGUEL PEREIRA Campo Grande - MS. 21 A 24 de Janeiro de 2014. RESOLUÇÃO nº 01 /147º COSU

INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL RESOLUÇÃO. 147º COSU MIGUEL PEREIRA Campo Grande - MS. 21 A 24 de Janeiro de 2014. RESOLUÇÃO nº 01 /147º COSU nº 01 /147º COSU Interessado: IAB/DN e IAB-RJ Proponente: Grupo de Trabalho UIA2020Rio do 147º Conselho Superior do IAB Ementa: Organização do Congresso Mundial de Arquitetos UIA2020Rio Considerando: 1.

Leia mais

Programa STIC AmSud/CAPES

Programa STIC AmSud/CAPES Programa STIC AmSud/CAPES PROGRAMA DE COOPERAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO FRANÇA - AMÉRICA DO SUL Edital CGCI n. 002/2008 1. Do programa 1.1 O Programa é uma iniciativa da

Leia mais

não-convencionais e expressam seu propósito de intensificar as ações tendentes a lograr aquele fim.

não-convencionais e expressam seu propósito de intensificar as ações tendentes a lograr aquele fim. COMUNICADO CONJUNTO O Senhor Ministro das Relações Exteriores da República Oriental do Uruguai, Dom Adolfo Folle Martinez, atendendo a convite oficial que lhe formulou o Senhor Ministro das Relações Exteriores

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES

RELATÓRIO DE ATIVIDADES RELATÓRIO DE ATIVIDADES Mobilização dos Profissionais do Estado de SP rumo ao MENSAGEM DO PRESIDENTE Caros profissionais da área tecnológica, Chegou a hora: estamos aqui em Gramado, Rio Grande do Sul,

Leia mais

ESTATUTO DO DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES DAS FACULDADES DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO. Capítulo I Da denominação, fundação e sede.

ESTATUTO DO DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES DAS FACULDADES DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO. Capítulo I Da denominação, fundação e sede. ESTATUTO DO DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES DAS FACULDADES DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO. Capítulo I Da denominação, fundação e sede. Artigo 1º O Diretório Central dos Estudantes das Faculdades de Tecnologia

Leia mais

Gestão Integrada de Águas Urbanas. Estudo de caso Buenos Aires

Gestão Integrada de Águas Urbanas. Estudo de caso Buenos Aires Gestão Integrada de Águas Urbanas Estudo de caso Buenos Aires 2012 Banco Mundial 1818 H Street NW Washington DC 20433 Telefone: 202-473-1000 www.worldbank.org Reconhecimentos Esta publicação foi possível

Leia mais

EXPEDIENTE RELIZAÇÃO: PREFEITURA DE SANTO ANDRÉ PREFEITO: JOÃO AVAMILENO VICE-PREFEITA: IVETE GARCIA

EXPEDIENTE RELIZAÇÃO: PREFEITURA DE SANTO ANDRÉ PREFEITO: JOÃO AVAMILENO VICE-PREFEITA: IVETE GARCIA EXPEDIENTE RELIZAÇÃO: PREFEITURA DE SANTO ANDRÉ PREFEITO: JOÃO AVAMILENO VICE-PREFEITA: IVETE GARCIA SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL: CLEUZA REPULHO APOIO: Instituto Castanheira de Ação

Leia mais

MOD. 13 CRISE DO IMPÉRIO COLONIAL ESPANHOL

MOD. 13 CRISE DO IMPÉRIO COLONIAL ESPANHOL MOD. 13 CRISE DO IMPÉRIO COLONIAL ESPANHOL A MUDANÇA DA POLÍTICA COLONIAL ESPANHOLA SE DEU EM FUNÇÃO: DO ENVOLVIMENTO DA ESPANHA NAS GUERRAS EUROPEIAS; DA DECADÊNCIA DA MINERAÇÃO; DAS DIFICULDADES QUE

Leia mais

UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO REDE MERCOCIDADES 22 de abril de 2004 BELO HORIZONTE - BRASIL ATA DE REUNIÃO

UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO REDE MERCOCIDADES 22 de abril de 2004 BELO HORIZONTE - BRASIL ATA DE REUNIÃO UNIDADE TEMÁTICA DE TURISMO REDE MERCOCIDADES 22 de abril de 2004 BELO HORIZONTE - BRASIL ATA DE REUNIÃO Aos vinte e dois dias do mês de abril de dois mil e quatro, nas dependências do Hotel Mercure, na

Leia mais

PORTO ALEGRE A cidade que tem alegria até no nome vai surpreender você! Conheça os diferenciais que podem fazer de seu evento um enorme SUCESSO!

PORTO ALEGRE A cidade que tem alegria até no nome vai surpreender você! Conheça os diferenciais que podem fazer de seu evento um enorme SUCESSO! PORTO ALEGRE A cidade que tem alegria até no nome vai surpreender você! Conheça os diferenciais que podem fazer de seu evento um enorme SUCESSO! Congresso Brasileiro de Mastologia 2017 Porto Alegre Candidata

Leia mais

SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE PARANATINGA SISEMP SISEMP

SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE PARANATINGA SISEMP SISEMP SISEMP ESTATUTO ESTATUTO CAPÍTULO I Da denominação, constituição, sede e foro, natureza, jurisdição, duração e fins. Art. 1º - O Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Paranatinga MT - SISEMP,

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N.º /2013

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N.º /2013 PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N.º /2013 DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE PROTEÇÃO ANIMAL DO MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Faço saber a todos os habitantes do Município

Leia mais

Os trinta anos da pós-graduação em Sociologia PPGs de Ciência Política e Sociologia vencem os desafios *

Os trinta anos da pós-graduação em Sociologia PPGs de Ciência Política e Sociologia vencem os desafios * 344 SOCIOLOGIAS NOTÍCIA Os trinta anos da pós-graduação em Sociologia PPGs de Ciência Política e Sociologia vencem os desafios * O auditório do ILEA acolheu em junho cerca de 100 pessoas num evento comemorativo

Leia mais

47ª Convenção dos Nikkeis e Japoneses Residentes no Exterior Declaração de Propostas

47ª Convenção dos Nikkeis e Japoneses Residentes no Exterior Declaração de Propostas 47ª Convenção dos Nikkeis e Japoneses Residentes no Exterior Declaração de Propostas Nós, representantes e participantes voluntários da sociedade nikkei de várias partes do exterior, reunimo-nos em Tóquio

Leia mais

METODOLOGIA PARA A ESTATUINTE UFRB DOS OBJETIVOS. Art. 2º - São objetivos específicos da ESTATUINTE: a) definir os princípios e finalidades da UFRB.

METODOLOGIA PARA A ESTATUINTE UFRB DOS OBJETIVOS. Art. 2º - São objetivos específicos da ESTATUINTE: a) definir os princípios e finalidades da UFRB. METODOLOGIA PARA A ESTATUINTE UFRB DOS OBJETIVOS Art. 1º - A ESTATUINTE consiste em processo consultivo e deliberativo que tem por objetivo geral elaborar o Estatuto da UFRB. Art. 2º - São objetivos específicos

Leia mais

XI REUNIÃO DE MINISTROS DAS RELAÇÕES EXTERIORES DOS PAÍSES MEMBROS DA ORGANIZAÇÃO DO TRATADO DE COOPERAÇÃO AMAZÔNICA. (Manaus, 22 de novembro de 2011)

XI REUNIÃO DE MINISTROS DAS RELAÇÕES EXTERIORES DOS PAÍSES MEMBROS DA ORGANIZAÇÃO DO TRATADO DE COOPERAÇÃO AMAZÔNICA. (Manaus, 22 de novembro de 2011) XI REUNIÃO DE MINISTROS DAS RELAÇÕES EXTERIORES DOS PAÍSES MEMBROS DA ORGANIZAÇÃO DO TRATADO DE COOPERAÇÃO AMAZÔNICA (Manaus, 22 de novembro de 2011) COMPROMISSO DE MANAUS Os Ministros das Relações Exteriores

Leia mais

Acordo sobre o Aquífero Guarani

Acordo sobre o Aquífero Guarani Acordo sobre o Aquífero Guarani A República Argentina, a República Federativa do Brasil, a República do Paraguai e a República Oriental do Uruguai, Animados pelo espírito de cooperação e de integração

Leia mais

DELIBERAÇÃO CES Nº 130 /2015 De, 10 de junho de 2015.

DELIBERAÇÃO CES Nº 130 /2015 De, 10 de junho de 2015. Secretaria Estadual De Saúde Conselho Estadual De Saúde - RJ DELIBERAÇÃO CES Nº 130 /2015 De, 10 de junho de 2015. APROVA O REGIMENTO IN- TERNO DA 7ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DE SAÚDE DO RIO DE JANEIRO. O

Leia mais

Programa de BOLSAS DE DOUTORADO PARA DOCENTES MERCOSUL

Programa de BOLSAS DE DOUTORADO PARA DOCENTES MERCOSUL Programa de BOLSAS DE DOUTORADO PARA DOCENTES MERCOSUL Processo Seletivo 2011 Edital Nº003/2011 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Fundação Pública, criada pela Lei

Leia mais

MODELO DE ESTATUTO DA SOCIEDADE DE AMIGOS DA BIBLIOTECA PÚBLICA (Este modelo deverá ser adaptado às situações locais)

MODELO DE ESTATUTO DA SOCIEDADE DE AMIGOS DA BIBLIOTECA PÚBLICA (Este modelo deverá ser adaptado às situações locais) MODELO DE ESTATUTO DA SOCIEDADE DE AMIGOS DA BIBLIOTECA PÚBLICA (Este modelo deverá ser adaptado às situações locais) CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE, FINALIDADE, DURAÇÃO Art. 1.º A SOCIEDADE DE AMIGOS DA

Leia mais

Assembleia Geral, Diretoria Executiva e Conselho Fiscal.

Assembleia Geral, Diretoria Executiva e Conselho Fiscal. HISTÓRIA A Associação de Cultura e Turismo de Bonsucesso foi idealizada a partir da parceria do SEBRAE-MT e a Prefeitura Municipal de Várzea Grande, quando a criação da chamada Rota do Peixe, sendo a Sede

Leia mais

O MINISTRO DE ESTADO CHEFE DA SECRETARIA ESPECIAL DE POLÍTICAS DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

O MINISTRO DE ESTADO CHEFE DA SECRETARIA ESPECIAL DE POLÍTICAS DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA PORTARIA N o, DE DE DE 2009. Aprova o regimento da II Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial O MINISTRO DE ESTADO CHEFE DA SECRETARIA ESPECIAL DE POLÍTICAS DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL

Leia mais

ACORDO SOBRE O PROJETO DE FOMENTO DE GESTÃO AMBIENTAL E PRODUÇÃO MAIS LIMPA EM PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

ACORDO SOBRE O PROJETO DE FOMENTO DE GESTÃO AMBIENTAL E PRODUÇÃO MAIS LIMPA EM PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS MERCOSUL/CMC/DEC. Nº 03/02 ACORDO SOBRE O PROJETO DE FOMENTO DE GESTÃO AMBIENTAL E PRODUÇÃO MAIS LIMPA EM PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e a

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca ASSINATURA DE ACORDOS DE COOPERAÇÃO

Leia mais

X ENCONTRO NACIONAL: A MISSÃO DAS ENTIDADES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E A CERTIFICAÇÃO DAS ENTIDADES DE ATENDIMENTO

X ENCONTRO NACIONAL: A MISSÃO DAS ENTIDADES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E A CERTIFICAÇÃO DAS ENTIDADES DE ATENDIMENTO É NOTÍCIA - Nº 18 2011 EDIÇÃO ESPECIAL X ENCONTRO NACIONAL: A MISSÃO DAS ENTIDADES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E A CERTIFICAÇÃO DAS ENTIDADES DE ATENDIMENTO FEBRAEDA - CAMP SÃO BERNARDO DO CAMPO 08 DE ABRIL

Leia mais

Ações de Adaptação de Comunidades e seus Ecossistemas aos Eventos Climáticos

Ações de Adaptação de Comunidades e seus Ecossistemas aos Eventos Climáticos PROCESSO SELETIVO 2011 Ações de Adaptação de Comunidades e seus Ecossistemas aos Eventos Climáticos REGULAMENTO Prezado Gestor, Criado em 2006, o Instituto HSBC Solidariedade é responsável por gerenciar

Leia mais

AÇÕES ADMINISTRATIVAS LIGADAS AO TRABALHO FEDERATIVO

AÇÕES ADMINISTRATIVAS LIGADAS AO TRABALHO FEDERATIVO AÇÕES ADMINISTRATIVAS LIGADAS AO TRABALHO FEDERATIVO ANO - 1884 01 de Janeiro Fundação da FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA, por Augusto Elias da Silva, sendo seu primeiro presidente Ewerton Quadros. 02 de

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA SÚMULA DE RECOMENDAÇÕES AOS RELATORES Nº 1/2001 CEC

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA SÚMULA DE RECOMENDAÇÕES AOS RELATORES Nº 1/2001 CEC SÚMULA DE RECOMENDAÇÕES AOS RELATORES Nº 1/2001 CEC Revalidações: - 12/03/2005-25/04/2007 CONSIDERAÇÕES INICIAIS A presente Súmula de Recomendações aos Deputados Membros e em especial aos Relatores da

Leia mais

Como Católica, radica toda a sua missão e visão na mensagem de Jesus Cristo que. ilumina o Ser e o Saber humano.

Como Católica, radica toda a sua missão e visão na mensagem de Jesus Cristo que. ilumina o Ser e o Saber humano. O Colégio de Santa Clara é uma Escola Católica Franciscana Hospitaleira. Como Escola, é para a pessoa e da pessoa. Como Católica, radica toda a sua missão e visão na mensagem de Jesus Cristo que ilumina

Leia mais

A ESCOLHA DAS LÍNGUAS OFICIAIS DO MERCOSUL: HEGEMONIA E SILENCIAMENTO 1

A ESCOLHA DAS LÍNGUAS OFICIAIS DO MERCOSUL: HEGEMONIA E SILENCIAMENTO 1 A ESCOLHA DAS LÍNGUAS OFICIAIS DO MERCOSUL: HEGEMONIA E SILENCIAMENTO 1 Daiana Marques Sobrosa 2 1. Introdução Em 26 de março de 1991, Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai assinaram o Tratado de Assunção

Leia mais

Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida. Permanece conosco

Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida. Permanece conosco Notícias de Família Informativo da Congregação Pobres Servos da Divina Providência Delegação Nossa Senhora Aparecida 06 JUNHO 2014 Permanece conosco Vivemos dias de graça, verdadeiro Kairós com a Celebração

Leia mais

X CONFERÊNCIA DE MINISTROS DA DEFESA DAS AMÉRICAS PUNTA DEL ESTE - REPÚBLICA ORIENTAL DO URUGUAI 8 A 10 DE OUTUBRO DE 2012

X CONFERÊNCIA DE MINISTROS DA DEFESA DAS AMÉRICAS PUNTA DEL ESTE - REPÚBLICA ORIENTAL DO URUGUAI 8 A 10 DE OUTUBRO DE 2012 X CONFERÊNCIA DE MINISTROS DA DEFESA DAS AMÉRICAS PUNTA DEL ESTE - REPÚBLICA ORIENTAL DO URUGUAI 8 A 10 DE OUTUBRO DE 2012 DECLARAÇÃO DE PUNTA DEL ESTE (10 de outubro de 2012) Os Ministros da Defesa e

Leia mais

2. Princípios fundamentais. 3. Objetivos

2. Princípios fundamentais. 3. Objetivos CARTA DE PRINCÍPIOS DO FÓRUM NACIONAL DOS TRABALHADORES DO SISTEMA ÚNICO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL FTSUAS. Princípios norteadores de funcionamento do Fórum 1. Natureza O Fórum Nacional dos Trabalhadores do

Leia mais

SELEÇÃO DE PARTICIPANTES PARA OFICINA DE CAPACITAÇÃO. A criação transmídia PRODUÇÃO AUDIOVISUAL NO CONCEITO TRANSMÍDIA

SELEÇÃO DE PARTICIPANTES PARA OFICINA DE CAPACITAÇÃO. A criação transmídia PRODUÇÃO AUDIOVISUAL NO CONCEITO TRANSMÍDIA SELEÇÃO DE PARTICIPANTES PARA OFICINA DE CAPACITAÇÃO A criação transmídia PRODUÇÃO AUDIOVISUAL NO CONCEITO TRANSMÍDIA 1. OBJETO SELECIONAR ATÉ 30 PARTICIPANTES para Oficina de fortalecimento profissional

Leia mais

CONGRESSO ESTADUAL DE ARQUITETOS E URBANISTAS DE SANTA CATARINA PARTICIPAÇÃO, ATUAÇÃO, QUALIFICAÇÃO

CONGRESSO ESTADUAL DE ARQUITETOS E URBANISTAS DE SANTA CATARINA PARTICIPAÇÃO, ATUAÇÃO, QUALIFICAÇÃO CONGRESSO ESTADUAL DE ARQUITETOS E URBANISTAS DE SANTA CATARINA PARTICIPAÇÃO, ATUAÇÃO, QUALIFICAÇÃO CONGRESSO ESTADUAL DE ARQUITETOS E URBANISTAS NOS OUÇAM! Regimentalmente o Conselho de Arquitetura e

Leia mais

Da denominação, natureza e fins

Da denominação, natureza e fins REGULAMENTO DA ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS AFONSO DE ALBUQUERQUE Capítulo I Da denominação, natureza e fins Artigo 1.º Denominação A Associação de Pais e Encarregados

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº., DE 2011. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

PROJETO DE LEI Nº., DE 2011. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: PROJETO DE LEI Nº., DE 2011. Dispõe sobre a organização sindical no setor público, afastamento de dirigentes sindicais, negociação coletiva, aplicação do direito de greve e sobre o custeio da organização

Leia mais

ESTATUTO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE BIOLOGIA CELULAR - S.B.B.C. CNPJ. 61.849.352/0001-00

ESTATUTO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE BIOLOGIA CELULAR - S.B.B.C. CNPJ. 61.849.352/0001-00 ESTATUTO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE BIOLOGIA CELULAR - S.B.B.C. DA DENOMINAÇÃO, SEDE E FINS CNPJ. 61.849.352/0001-00 Artigo 1º - A Sociedade Brasileira de Biologia celular (S.B.B.C.) é uma Sociedade Juridica

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca Goiânia, 24 de outubro de 1962. Na

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 36 Discurso por ocasião do jantar

Leia mais

PROGRAMA IBER-RUTAS CONCURSO INTERNACIONAL IBER-RUTAS / MEMÓRIA, MIGRANTES E CULTURA

PROGRAMA IBER-RUTAS CONCURSO INTERNACIONAL IBER-RUTAS / MEMÓRIA, MIGRANTES E CULTURA PROGRAMA IBER-RUTAS CONCURSO INTERNACIONAL IBER-RUTAS / MEMÓRIA, MIGRANTES E CULTURA O programa IBER-RUTAS, de agora em diante O PROGRAMA, Organização dos Estados Iberoamericanos (OEI) y Secretaria Geral

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DO MOVIMENTO FAMILIAR CRISTÃO. Capítulo I. Da denominação, da sede, dos fins e da duração. Artigo 1?dm;.

REGIMENTO INTERNO DO MOVIMENTO FAMILIAR CRISTÃO. Capítulo I. Da denominação, da sede, dos fins e da duração. Artigo 1?dm;. REGIMENTO INTERNO DO MOVIMENTO FAMILIAR CRISTÃO Capítulo I Da denominação, da sede, dos fins e da duração Artigo 1?dm;. O MOVIMENTO FAMILIAR CRISTÃO MFC, é uma associação civil filantrópica, sem fins lucrativos,

Leia mais

FACULDADE LA SALLE MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE COLAÇÃO DE GRAU. Cursos de Graduação. Lucas do Rio Verde-MT

FACULDADE LA SALLE MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE COLAÇÃO DE GRAU. Cursos de Graduação. Lucas do Rio Verde-MT FACULDADE LA SALLE MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE COLAÇÃO DE GRAU Cursos de Graduação Lucas do Rio Verde-MT Caro Graduando! 2015 Ao cumprir a integralização curricular estabelecida para seu curso, está na hora

Leia mais

Aula 9.1 Conteúdo: Tentativas de união na América Latina; Criação do Mercosul. FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES

Aula 9.1 Conteúdo: Tentativas de união na América Latina; Criação do Mercosul. FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 9.1 Conteúdo: Tentativas de união na América Latina; Criação do Mercosul. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Habilidade:

Leia mais

O PAPEL DOS PONTOS FOCAIS Silvia Alcântara Picchioni 1 Ponto Focal Nacional Fevereiro de 2004

O PAPEL DOS PONTOS FOCAIS Silvia Alcântara Picchioni 1 Ponto Focal Nacional Fevereiro de 2004 Apresentação O PAPEL DOS PONTOS FOCAIS Silvia Alcântara Picchioni 1 Ponto Focal Nacional Fevereiro de 2004 A ASPAN Associação Pernambucana de Defesa da Natureza, entidade ambientalista fundada em 1979,

Leia mais

M I S S ÃO D E A S S I S T Ê N C I A À R E M O ÇÃO D E M I N A S N A A M É R I C A D O S U L

M I S S ÃO D E A S S I S T Ê N C I A À R E M O ÇÃO D E M I N A S N A A M É R I C A D O S U L M I S S ÃO D E A S S I S T Ê N C I A À R E M O ÇÃO D E M I N A S N A A M É R I C A D O S U L Nesta Edição SET.2012 Mensagem do Chefe 1 AD AUGUSTA PER ANGUSTA (Com satisfação eliminamos o sofrimento) MENSAGEM

Leia mais

MOVIMENTO TRADICIONALISTA GAÚCHO MTG/RS

MOVIMENTO TRADICIONALISTA GAÚCHO MTG/RS FICHA CADASTRAL PARA FILIAÇÃO PARTICIPAÇÃO PLENA PARTICIPAÇÃO PARCIAL PARTICIPAÇÃO ESPECIAL PARTICIPAÇÃO ATM ENTIDADE ESTUDANTIL NOME DA ENTIDADE REQUERENTE: REGIÃO: LEMA: CGC/CNPJ: FUNDADA EM: E-MAIL

Leia mais

EDITAL DE INTERCÂMBIO REGULAMENTO

EDITAL DE INTERCÂMBIO REGULAMENTO EDITAL DE INTERCÂMBIO Programa IberCultura Viva I EDIÇÃO 2015 O Programa IberCultura Viva, iniciativa intergovernamental para o fortalecimento das culturas e das comunidades da região ibero-americana criado

Leia mais

Carta da Região Sudeste

Carta da Região Sudeste I FÓRUM ESTADUAL DE PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES I SEMINÁRIO SUDESTE DE PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES Carta da Região Sudeste Gestores da Saúde, Servidores da Saúde, Representantes de

Leia mais

Estatutos da Aliança Francesa

Estatutos da Aliança Francesa Estatutos da Aliança francesa Estatutos da Aliança Francesa Preâmbulo A Aliança francesa é um movimento internacional criado em 1883, apolítico e não confessional, que se deu por missão ensinar a língua

Leia mais

ESTATUTO DO GRÊMIO DA ESCOLA NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS

ESTATUTO DO GRÊMIO DA ESCOLA NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS CAPÍTULO I Da Denominação, Sede, Fins e Duração Artigo 1 O Grêmio Estudantil é o Grêmio geral da Escola Nossa Senhora das Graças, fundado no dia 07 de abril de 1992, com sede no estabelecimento e de duração

Leia mais

Projeto dia dos Pais 2015 Comemoração dia 15/08/15

Projeto dia dos Pais 2015 Comemoração dia 15/08/15 Projeto dia dos Pais 2015 Comemoração dia 15/08/15 Objetivo:Promover a interação entre pais e filhos, de maneira divertida, prazerosa e colaborativa, dentro do contexto escolar de convivência e socialização.

Leia mais

Prefeitura Municipal de São Pedra dos Ferros

Prefeitura Municipal de São Pedra dos Ferros CNPJ/MF. nº 19.243.500/0001-82 Código do Município: 847-8 Praça Prefeito Armando Rios, 186-Centro - 35360-000 São Pedra dos Ferros-MG lei no 101, de 08 de maio de 2014. DISPÕE SOBRE A CONSTITUiÇÃO DA COMISSÃO

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE UNIVERSIDADES GRUPO DE MONTEVIDÉU. Comitê de Ciências Políticas e Sociais ACTA 03. Nº de reunión: 03 Fecha: 15-16 de abril de 2015

ASSOCIAÇÃO DE UNIVERSIDADES GRUPO DE MONTEVIDÉU. Comitê de Ciências Políticas e Sociais ACTA 03. Nº de reunión: 03 Fecha: 15-16 de abril de 2015 Porto Alegre, 31 de julho de 2015. ASSOCIAÇÃO DE UNIVERSIDADES GRUPO DE MONTEVIDÉU Comitê de Ciências Políticas e Sociais ACTA 03 Nombre del CA/ND: Ciencias Políticas y Sociales Nº de reunión: 03 Fecha:

Leia mais

Estatutos da Associação Portuguesa de Geomorfólogos (publicados em Diário da República - III Série, nº 297, de 27 de Dezembro de 2000)

Estatutos da Associação Portuguesa de Geomorfólogos (publicados em Diário da República - III Série, nº 297, de 27 de Dezembro de 2000) Estatutos da Associação Portuguesa de Geomorfólogos (publicados em Diário da República - III Série, nº 297, de 27 de Dezembro de 2000) CAPÍTULO I CONSTITUIÇÃO, SEDE, DURAÇÃO, OBJECTIVOS, ÂMBITO Art.º 1º

Leia mais

! Regulamento Esportivo - ENATCHÊ

! Regulamento Esportivo - ENATCHÊ DEPARTAMENTO DE ESPORTES REGULAMENTO ESPORTIVO DO 3º ENATCHÊ CAPÍTULO I DAS FINALIDADES Art. 1º O Encontro Esportivo, como parte das atividades do 3º ENATCHÊ - ENCONTRO NACI- ONAL DA TRADIÇÃO GAÚCHA NO

Leia mais

Ata de Reunião da UTE/2014 realizada durante a XIX Cúpula da Rede Mercocidades

Ata de Reunião da UTE/2014 realizada durante a XIX Cúpula da Rede Mercocidades Ata de Reunião da UTE/2014 realizada durante a XIX Cúpula da Rede Mercocidades No dia 03 de dezembro estiveram reunidas, na cidade de Rosário (Argentina), todas as Unidades temáticas e Grupos de Trabalho

Leia mais

TROFÉU BRASIL CAIXA DE ATLETISMO XXXIII Edição

TROFÉU BRASIL CAIXA DE ATLETISMO XXXIII Edição TROFÉU BRASIL CAIXA DE ATLETISMO XXXIII Edição Art. 1º - Art. 2º - Art. 3º - O Troféu Brasil de Atletismo é uma competição realizada anualmente que têm por propósito básico a difusão do Atletismo e a verificação

Leia mais

O surgimento de associações de agricultores ocorre em função de três movimentos sociais importante:

O surgimento de associações de agricultores ocorre em função de três movimentos sociais importante: 1. ASSOCIATIVISMO 1.1. Introdução As formas associativas de trabalho no campo já eram encontradas há muito tempo atrás entre os primitivos povos indígenas da América. As grandes culturas précolombianas

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 47 Discurso em mesa-redonda com membros

Leia mais

Foram eleitos os seguintes pontos relevantes: 1. Delegacias Sindicais, 2. Diretoria, 3. Diretoria Provisória, 4. Questões patrimoniais,

Foram eleitos os seguintes pontos relevantes: 1. Delegacias Sindicais, 2. Diretoria, 3. Diretoria Provisória, 4. Questões patrimoniais, Registro da segunda reunião Ordinária da Comissão de Sistematização e Elaboração de Propostas de Estatuto para a entidade resultante da unificação da FENAFISP E Unafisco Sindical. Presentes pela FENAFISP:

Leia mais

IGREJA EPISCOPAL ANGLICANA DO BRASIL

IGREJA EPISCOPAL ANGLICANA DO BRASIL SEGUE ABAIXO QUADRO COMPARATIVO ENTRE ESTATUTO ANTIGO E ESTATUTO NOVO DA PAULO ESTATUTO ANTIGO 2009 Conforme Assembleia Geral Extraordinária 16/05/2008 ARTIGO 1- NOME E NATUREZA DA IGREJA A Igreja Anglicana

Leia mais

ALTERAÇÃO DO ESTATUTO SOCIAL DA UNIÃO MUNICIPAL DAS ASSOCIAÇÕES DE MORADORES DE CONCÓRDIA UMAMC. CAPITULO I Da Denominação, Sede, Duração e Objetivos.

ALTERAÇÃO DO ESTATUTO SOCIAL DA UNIÃO MUNICIPAL DAS ASSOCIAÇÕES DE MORADORES DE CONCÓRDIA UMAMC. CAPITULO I Da Denominação, Sede, Duração e Objetivos. ALTERAÇÃO DO ESTATUTO SOCIAL DA UNIÃO MUNICIPAL DAS ASSOCIAÇÕES DE MORADORES DE CONCÓRDIA UMAMC CAPITULO I Da Denominação, Sede, Duração e Objetivos. Art. 1º Sob a denominação de União Municipal das Associações

Leia mais

Faço saber que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná aprovou e eu, ALBARI GUIMORVAM FONSECA DOS SANTOS, sanciono a seguinte lei:

Faço saber que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná aprovou e eu, ALBARI GUIMORVAM FONSECA DOS SANTOS, sanciono a seguinte lei: LEI Nº 1580/2010 Dá nova nomenclatura a Conferência, ao Conselho e ao Fundo Municipal de Assistência ao Idoso criado pela Lei nº 1269/2004 e dá outras providencias. Faço saber que a Câmara Municipal de

Leia mais

Tema 3 O BNDE e a inserção brasileira no capitalismo industrial

Tema 3 O BNDE e a inserção brasileira no capitalismo industrial Faculdade de Comunicação e Artes Habilitação em Jornalismo Tema 3 O BNDE e a inserção brasileira no capitalismo industrial Economia Brasileira Professora Eleonora Bastos Horta Dayse dos Santos Frederico

Leia mais

CONCURSO DE FOTOGRAFIA HELENISMO NA AMERICA LATINA PARA MEMBROS DE COMUNIDADES HELÊNICAS DA REGIÃO DA AMÉRICA CENTRAL E SUL

CONCURSO DE FOTOGRAFIA HELENISMO NA AMERICA LATINA PARA MEMBROS DE COMUNIDADES HELÊNICAS DA REGIÃO DA AMÉRICA CENTRAL E SUL CONCURSO DE FOTOGRAFIA HELENISMO NA AMERICA LATINA PARA MEMBROS DE COMUNIDADES HELÊNICAS DA REGIÃO DA AMÉRICA CENTRAL E SUL É com muita satisfação que lhes comunicamos que nesta primeira edição do Concurso

Leia mais

III - Dos princípios gerais da gestão e ferramentas de gestão interna

III - Dos princípios gerais da gestão e ferramentas de gestão interna CAPITULO I - DOS PRINCÍPIOS GERAIS I Apresentação Ainda que não precisem gerar lucro, as organizações do terceiro setor demandam, cada vez mais, uma gestão profissionalizada, que lhes permita avaliar adequadamente

Leia mais

Programa Institucional de Iniciação Cientifica do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos PIC/UNIFEB

Programa Institucional de Iniciação Cientifica do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos PIC/UNIFEB Programa Institucional de Iniciação Cientifica do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos PIC/UNIFEB INTRODUÇÃO A atividade de pesquisa científica é parte da tríade das funções das Instituições

Leia mais