RIO URUGUAI E SUA REGIÃO HIDROGRÁFICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RIO URUGUAI E SUA REGIÃO HIDROGRÁFICA"

Transcrição

1 MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA 4ª CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Meio Ambiente e Patrimônio Cultural RIO URUGUAI E SUA REGIÃO HIDROGRÁFICA Grupo de Trabalho Águas (GT Águas) Texto produzido pelo assessor Jorge Cravo, apoio do GT-Águas

2 RIO URUGUAI E SUA REGIÃO HIDROGRÁFICA 1 O rio Uruguai, de domínio federal, origina-se da confluência dos rios Pelotas e Peixe na Serra Geral. Seu trecho em território nacional serve de limite entre os estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Fronteiriço, delimita a fronteira entre o Brasil e a Argentina depois de sua confluência com o rio Peperi-Guaçu. Após receber a afluência do rio Quaraí, que limita o Brasil e o Uruguai, marca a fronteira entre a Argentina e o Uruguai, desaguando no rio do Prata. No Brasil seus principais afluentes são os rios Canoas, Pelotas, Passo Fundo, Chapecó,Ijuí, Ibicuí e Quaraí. Seu curso, com 2.200km 2 de extensão, é dividido em três partes: alto rio Uruguai, onde se caracteriza por um forte gradiente topográfico, o que propicia alto potencial de geração hidrelétrica; médio rio Uruguai, assumindo a condição de fronteiriço. Economia local baseada em suinocultura e agricultura de soja e milho; e médio baixo rio Uruguai, que se deselvolve pela Campanha Gaúcha, com aproveitamento de suas águas para irrigação da rizicultura. Correspondentemente, a Região Hidrográfica do Uruguai (Fig. 1) é delimitada ao norte e nordeste pela Serra Geral, ao sul pela fronteira com a República Oriental do Uruguai, a leste pela Depressão Central Riograndense e a oeste pela Argentina. Abrange uma área de aproximadamente km 2, dos quais cerca de km 2 situam-se no Brasil. Sua porção brasileira é formada por km 2 no Estado de Santa Catarina (27%) e km 2 (73%) no Estado do Rio Grande do Sul 2. Fig.1 Região Hidrográfica do Uruguai Rede Hidrográfica 1 A Divisão Hidrográfica Nacional instituiu 12 Regiões Hidrográficas conforme o Art. 1º da Resolução nº 32, de 25/06/2003, do Conselho Nacional de Recursos Hídricos (CNRH), que define: Considera-se como região hidrográfica o espaço territorial brasileiro compreendido por uma bacia, grupo de bacias ou sub-bacias hidrográficas contíguas com características naturais, sociais e econômicas homogêneas ou similares, com vistas a orientar o planejamento e gerenciamento dos recursos hídricos (Art. 2º da Resolução nº 32/2003). Essa bacia hidrográfica é de nº

3 Fonte: Panorama da qualidade das águas superficiais no Brasil / ANA, SPR, 2005 (adaptado). Eventos Críticos As enchentes são freqüentes na região e atingem, principalmente, as populações ao longo do rio maior e de alguns dos seus afluentes. Elas podem ocorrer em qualquer mês nos trechos inferior, médio e superior do rio Uruguai. As áreas urbanas mais impactadas são Marcelino Ramos, Itaqui, Itá, São Borja, Iraí, e Uruguaiana, ao longo do rio Uruguai, e Alegrete, no rio Ibirapuitã. No rio Uruguai, apesar da grande quantidade de reservatórios, de forma geral, eles operam com pequenos volumes de espera, quando comparados aos grandes volumes afluentes, resultando em pequena capacidade de amortecimento de cheias. Na região de cabeceira do rio Uruguai existem municípios que apresentam, periodicamente, problemas de racionamento de água relacionados à falta de regularização de vazões. Disponibilidades e Usos da Água Segundo a Agência Nacional de Águas - ANA (2006), a vazão média anual da Região Hidrográfica do Uruguai é de m³/s, que corresponde a 2,6% da disponibilidade hídrica do país. A vazão específica média na região é bastante alta, 23,6 L/s/km², com valores variando entre 19,5 e 31,5 L/s/km² 3. 3 ANA, 2006b.

4 O Plano de Desenvolvimento Sustentável da Região da Bacia do Rio Uruguai (2008), que utiliza uma divisão de sub-bacias diferente da usada pelo trabalho da Secretaria de Recursos Hídricos do Ministério do Meio Ambiente (2006), atribui uma vazão média anual de m³/s, com vazão específica média de 26 L/s/km². A demanda total de água é de 245,0 m³/s, que representa 30,4% da disponibilidade hídrica assegurada em 95% do tempo (Q95). Essa demanda está concentrada nas unidades hidrográficas Piratinim/Icamaquã, Ibicuí, Quaraí e Santa Maria. A demanda nessas regiões ultrapassa a disponibilidade hídrica (Q95) sendo que ela é, em parte, mantida pela regularização proporcionada por reservatórios. Para o plano de desenvolvimento sustentável da região da bacia do rio Uruguai (2008), a demanda total da região hidrográfica é de 218 m³/s. Demandas Associadas aos Principais Usos Consuntivos 4 (Figs. 2 e 3) Segundo o Plano Nacional de Recursos Hídricos (2006), os valores aproximados das demanda são: Demanda urbana: É de 7,1 m 3 /s (cerca de 3% da demanda total), sendo maior na unidade hidrográfica Ibicuí. Demanda rural: Essa demanda é de apenas 3,6 m 3 /s (1,5% da demanda total). Demanda animal: Tal uso consome 7,2 m 3 /s (cerca de 3% da demanda total) sendo maior na unidade hidrográfica Ibicuí. Demanda industrial: O valor estimado é de 5,9 m 3 /s (2% da demanda total) sendo representada, principalmente, pela agroindústria associada ao abate de animais, serrarias, madeireiras e indústria de celulose. Demanda para irrigação: É de 221,1 m 3 /s (91% da demanda total de água) para uma área irrigada de ha (14% da área irrigada do país) e demanda unitária de 0,51 L/s/ha. Destaca-se o volume utilizado na rizicultura. Usos Não Consuntivos das Águas Superficiais Geração de energia: A capacidade total de produção, considerando os lados brasileiro e argentino, é elevada, com valor de 40,5 KW/km². Navegação: 4 São apresentados dados referentes ao plano nacional de recursos hídricos: documento base de referência (MMA/SRH, 2006) e o plano de desenvolvimento sustentável da região da bacia do rio Uruguai (Consórcio ORICONSUL-ECOPLAN-SKILL, 2008).

5 A navegação fluvial é pouco praticada devido ao relevo acidentado, as variações significativas de vazão dos rios e aos problemas de assoreamento. Poluição dos Recursos Hídricos Na região, destacam-se os impactos ambientais relacionados ao lançamento de esgotos in natura em seus principais centros urbanos (por. ex.lages, Chapecó, Uruguaiana, Alegrete e Erechim) e em suas áreas rurais, associado à suinocultura, avicultura, agrotóxicos, mineração e aos efluentes das indústrias de celulose.. Fig. 4 Áreas críticas Fonte: Panorama da qualidade das águas superficiais no Brasil / ANA, SPR, 2005 (adaptado) Monitoramento Nesta região encontram-se comitês estaduais de bacias hidrográficas (ex: o comitê do rio Ijuí e o comitê do rio Santa Maria) que contribuem no monitoramento das águas, além de servirem como mecanismo fomentador da gestão participativa dos recursos hídricos. Impactos ambientais Estas águas superficiais, devido à exposição natural à focos de poluição, têm baixa proteção ambiental, sendo facilmente impactadas. Deve-se identificar e avaliar os impactos ambientais negativos, considerando os efeitos

6 cumulativos e sinérgicos advindos de múltipla ações antrópicas, os quais alteram significativamente os parâmetros qualitativos e quantitativos dos recursos hídricos. DOCUMENTOS E SITES RECOMENDADOS DOCUMENTOS: PANORAMA da qualidade das águas superficiais no Brasil. Brasília: ANA, (Estudo Técnico. Cadernos de Recursos Hídricos). PANORAMA do enquadramento dos corpos d'água. Estudo Técnico. Cadernos de Recursos Hídricos. Brasília, ANA, PLANO de desenvolvimento sustentável da região da bacia do rio Uruguai. Florianópolis; Porto Alegre: Consórcio ORICONSUL-ECOPLAN-SKILL, p. Cooperação Técnica BID ATN/JC-9952-BR (contrato PRM J). PLANO Nacional de Recursos Hídricos: documento básico de referência. Brasília: MMA, Brasília: MMA/SRH, 2006, 4v:il. PLANO Nacional de Recursos Hídricos. Panorama e estado dos recursos hídricos no Brasil. Brasília: MMA/SRH, v. POLÍTICA Nacional de Recursos Hídricos: Lei nº 9.433, de 08 de janeiro de Brasília: MMA/SRH, p. SITES Cartilha do Rio Uruguai - Amigos da Terra Brasil Disponívem em Agência Nacional de Águas (ANA). Disponível em: <http://www.ana.gov.br>. Agência Nacional de Águas (ANA),. Hidroweb Sistema de informações hidrológicas. Disponível em: <http://www.hidroeb.ana.gov.br>. Agência Nacional de Águas (ANA),. Panorama da qualidade das águas superficiais no Brasil. Disponível em: ANA.swf.

7 MUNICÍPIOS INSERIDOS TOTAL OU PARCIALMENTE NA REGIÃO HIDROGRÁFICA DO URUGUAI E MUNICÍPIOS COM PRMs. ESTADO PRM MUNICÍPIOS PRM-Bagé Aceguá Bagé Hulha Negra Lavras do Sul PRM-Caxias do Sul Bom Jesus Esmeralda Monte Alegre dos Campos Pinhal da Serra São José dos Ausentes Vacaria PRM-Cruz Alta Augusto Pestana 5 Boa Vista do Cadeado Bozano Condor Cruz Alta Jóia Panambi Pejuçara Tupanciretã PRM-Erechim Aratiba Áurea Barão de Cotegipe Barra do Rio Azul Barracão Benjamin Constant do Sul Cacique Doble Campinas do Sul Carlos Gomes Centenário Charrua Cruzaltense Entre Rios do Sul 5

8 Erebango Erechim Erval Seco Estação Faxinalzinho Floriano Peixoto Gaurama Getúlio Vargas Ipiranga do Sul Itatiba do Sul Jacutinga Machadinho Marcelino Ramos Mariano Moro Maximiliano de Almeida Paim Filho Paulo Bento Ponte Preta Quatro Irmãos Sananduva Santo Expedito do Sul São João da Urtiga São José do Ouro São Valentim Severiano de Almeida Três Arroios Viadutos PRM-Passo Fundo Água Santa Almirante Tamandaré do Sul Alpestre Ametista do Sul Barra Funda Boa Vista das Missões Caiçara Capão Bonito do Sul Carazinho Caseiros

9 Cerro Grande Chapada Ciríaco Constantina Coqueiros do Sul Coxilha Cristal do Sul Dois Irmãos das Missões Engenho Velho Erval Grande Frederico Westphalen Gramado dos Loureiros Ibiaçá Ibiraiaras Iraí Jaboticaba Lagoa Vermelha Lajeado do Bugre Liberato Salzano Mato Castelhano Muliterno Nonoai Nova Boa Vista Novo Barreiro Novo Tiradentes Novo Xingu Palmeira das Missões Passo Fundo Pinhal Planalto Pontão Rio dos Índios Rodeio Bonito Ronda Alta Rondinha Sagrada Família Santa Bárbara do Sul

10 Santa Cecília do Sul São José das Missões São Pedro das Missões Sarandi Seberi Sertão Tapejara Taquaruçu do Sul Três Palmeiras Trindade do Sul Tupanci do Sul Vicente Dutra Vila Lângaro Vista Alegre PRM-Santa Maria Bossoroca Capão do Cipó Dilermando de Aguiar Itacurubi Jaguari Jari Júlio de Castilhos Manoel Viana Mata Nova Esperança do Sul Quevedos Santa Maria Santiago São Francisco de Assis São Martinho da Serra São Pedro do Sul São Vicente do Sul Toropi Unistalda PRM-Santa Rosa Alecrim Alegria Barra do Guarita Boa Vista do Buricá

11 Bom Progresso Braga Campina das Missões Campo Novo Cândido Godói Crissiumal Derrubadas Doutor Maurício Cardoso Esperança do Sul Horizontina Humaitá Independência Miraguaí Nova Candelária Novo Machado Palmitinho Pinheirinho do Vale Porto Lucena Porto Mauá Porto Vera Cruz Redentora Santa Rosa Santo Cristo São José do Inhacorá São Martinho São Paulo das Missões Sede Nova Tenente Portela Tiradentes do Sul Três de Maio Três Passos Tucunduva Tuparendi Vista Gaúcha PRM-Santana do Livramento Cacequi Dom Pedrito Quaraí

12 Rosário do Sul Sant' Ana do Livramento São Gabriel PRM-Santo Ângelo Ajuricaba Caibaté Catuípe Cerro Largo Chiapetta Coronel Barros Coronel Bicaco Dezesseis de Novembro Entre-Ijuís Eugênio de Castro Giruá Guarani das Missões Ijuí Inhacorá Mato Queimado Nova Ramada Pirapó Porto Xavier Rolador Roque Gonzales Salvador das Missões Santo Ângelo Santo Antônio das Missões Santo Augusto São Luiz Gonzaga São Miguel das Missões São Nicolau São Pedro do Butiá São Valério do Sul Senador Salgado Filho Sete de Setembro Ubiretama Vitória das Missões PRM-Uruguaiana Alegrete

13 Barra do Quaraí Garruchos Itaqui Maçambará São Borja Uruguaiana PRM-Caçador Arroio Trinta Caçador Calmon Curitibanos Fraiburgo Frei Rogério Iomerê Lebon Régis Macieira Monte Carlo Ponte Alta do Norte Rio das Antas Salto Veloso Santa Cecília São Cristóvão do Sul Videira PRM-Chapecó Abelardo Luz Águas de Chapecó Águas Frias Arvoredo Bom Jesus Caxambu do Sul Chapecó Cordilheira Alta Coronel Freitas Coronel Martins Entre Rios Formosa do Sul Galvão Guatambú Ipuaçu

14 Irati Jardinópolis Jupiá Lajeado Grande Marema Modelo Nova Erechim Nova Itaberaba Novo Horizonte Ouro Verde Paial Palmitos Pinhalzinho Planalto Alegre Quilombo Santiago do Sul São Carlos São Domingos São Lourenço do Oeste Saudades Serra Alta Sul Brasil União do Oeste Xanxerê Xaxim PRM-Concórdia Alto Bela Vista Arabutã Concórdia Faxinal dos Guedes Ipira Ipumirim Irani Itá Jaborá Lindóia do Sul Passos Maia Peritiba

15 Piratuba Ponte Serrada Presidente Castelo Branco Seara Vargeão Xavantina PRM-Joaçaba Água Doce Brunópolis Campos Novos Capinzal Catanduvas Erval Velho Herval d'oeste Ibiam Ibicaré Joaçaba Lacerdópolis Luzerna Ouro Pinheiro Preto Tangará Treze Tílias Vargem Vargem Bonita Zortéa PRM-Lages Abdon Batista Anita Garibaldi Bocaina do Sul Bom Jardim da Serra Bom Retiro Campo Belo do Sul Capão Alto Celso Ramos Cerro Negro Correia Pinto Lages Otacílio Costa

16 Painel Palmeira Ponte Alta Rio Rufino São Joaquim São José do Cerrito Urubici Urupema PRM-Rio do Sul Petrolândia PRM-São Miguel do Oeste Anchieta Bandeirante Barra Bonita Belmonte Bom Jesus do Oeste Caibi Campo Erê Cunha Porã Cunhataí Descanso Dionísio Cerqueira Flor do Sertão Guaraciaba Guarujá do Sul Iporã do Oeste Iraceminha Itapiranga Maravilha Mondaí Palma Sola Paraíso Princesa Riqueza Romelândia Saltinho Santa Helena Santa Terezinha do Progresso São Bernardino

17 São João do Oeste São José do Cedro São Miguel da Boa Vista São Miguel do Oeste Tigrinhos Tunápolis

Cadastro das contas bancárias dos Fundos Municipais de Assistência Social para o cofinanciamento estadual socioassistencial - SST/SC

Cadastro das contas bancárias dos Fundos Municipais de Assistência Social para o cofinanciamento estadual socioassistencial - SST/SC Cadastro das contas bancárias dos Fundos Municipais de Assistência Social para o cofinanciamento estadual socioassistencial - SST/SC Município Custeio Custeio Custeio Custeio 1 Abdon Batista 10.359.074/0001-72

Leia mais

SECRETARIA DA SAÚDE - Fundo Estadual de Saúde Valores PAGOS - referente ao processo 051790-2000/14-0

SECRETARIA DA SAÚDE - Fundo Estadual de Saúde Valores PAGOS - referente ao processo 051790-2000/14-0 SECRETARIA DA SAÚDE - Fundo Estadual de Saúde Valores PAGOS - referente ao processo 051790-2000/14-0 Emitido em: 27/06/2014 Municipio CRS Valor pago ACEGUA 07 140,00 AGUA SANTA 06 120,00 AGUDO 04 1.530,00

Leia mais

Porto Alegre e Delta do Jacuí. Vale do Rio dos Sinos

Porto Alegre e Delta do Jacuí. Vale do Rio dos Sinos MUNICÍPIOS Aceguá Água Santa Agudo Ajuricaba Alecrim Alegrete Alegria Almirante Tamandaré do Sul Alpestre Alto Alegre Alto Feliz Alvorada Amaral Ferrador Ametista do Sul André da Rocha Anta Gorda Antônio

Leia mais

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH)

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) Município Bento Gonçalves (RS) Porto Alegre (RS) Carlos Barbosa (RS) Caxias do Sul (RS) Selbach (RS) Ivoti (RS) Veranópolis (RS) Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) IDHM, 2000 7 7 6 6 6 5 5 5 Nova Petrópolis

Leia mais

Fisioterapia e Terapia Ocupacional

Fisioterapia e Terapia Ocupacional Fisioterapia e Terapia Ocupacional Tipo da Inscrição Quantidade Tipo da Inscrição Quantidade ACEGUÁ ÁGUA SANTA AGUDO AJURICABA ALECRIM ALEGRETE 8 ALEGRIA ALPESTRE ALTO ALEGRE ALTO FELIZ ALVORADA 4 AMETISTA

Leia mais

CDLS CATARINENSES CDL E-MAIL DA CDL FONE

CDLS CATARINENSES CDL E-MAIL DA CDL FONE CDLS CATARINENSES CDL E-MAIL DA CDL FONE CDL Abdon Batista: executivo@abdonbatista.cdl-sc.org.br (49) 3545-1003 CDL Abelardo Luz: executivo@abelardoluz.cdl-sc.org.br (49) 3445-4296 CDL Agrolândia executivo@agrolandia.cdl-sc.org.br

Leia mais

Total de homens Total de mulheres

Total de homens Total de mulheres Nome do população população 4200051 Abdon Batista 2.775 1.382 1.271 724 1.929 2.653 4200101 Abelardo Luz 16.440 8.628 8.472 9.570 7.530 17.100 4200200 Agrolândia 7.810 4.703 4.625 5.964 3.364 9.328 4200309

Leia mais

CÓDIGOS DE SANTA CATARINA

CÓDIGOS DE SANTA CATARINA CÓDIGOS DE SANTA CATARINA Fonte: Anexo da resolução 263 de 08/06/2001 UF MUNICÍPIO CÓDIGO DE ÁREA SC ABDON BATISTA 49 SC ABELARDO LUZ 49 SC AGROLÂNDIA 47 SC AGRONÔMICA 47 SC ÁGUA DOCE 49 SC ÁGUAS DE CHAPECÓ

Leia mais

RECURSOS FEDERAIS PARA A CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA A RUBEOLA (R$) 2008 42 SC 672,96 269,18 942,14 A RUBEOLA (R$) 2008

RECURSOS FEDERAIS PARA A CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA A RUBEOLA (R$) 2008 42 SC 672,96 269,18 942,14 A RUBEOLA (R$) 2008 ESTADO : SANTA CATARINA CÓD. ESTADO IBGE RECURSOS FEDERAIS PARA A CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA A RUBEOLA 2008 CONTRAPARTIDA TOTAL RECURSOS 42 SC 672,96 269,18 942,14 CÓD. IBGE MUNICÍPIO RECURSOS FEDERAIS

Leia mais

Tabela II Produto Interno Bruto, População e PIB per capita, segundo os municípios de Santa Catarina 2008

Tabela II Produto Interno Bruto, População e PIB per capita, segundo os municípios de Santa Catarina 2008 Tabela II Produto Interno Bruto, e, segundo os municípios de Santa Catarina 2008 4216206 São Francisco do Sul 3.162.842,03 39.341 80.395,57 1 4208203 Itajaí 10.183.448,26 169.927 59.928,37 2 4218509 Treze

Leia mais

UF Município Micro-Região Classificação Tipo

UF Município Micro-Região Classificação Tipo SC Abdon Batista Curitibanos Média Renda Superior Estagnada SC Abelardo Luz Xanxerê Média Renda Superior Estagnada SC Agrolândia Ituporanga Média Renda Superior Estagnada SC Agronômica Rio do Sul Alta

Leia mais

Municípios do RS que realizam fisioterapia SUS/RS

Municípios do RS que realizam fisioterapia SUS/RS Municípios do RS que realizam fisioterapia SUS/RS MACRORREGIÃO METROPOLITANA 430060 Alvorada 1 430087 Araricá 1 430310 Cachoeirinha 1 430390 Campo Bom 1 430460 Canoas 1 430640 Dois Irmãos 1 430760 Estância

Leia mais

DIVISÃO DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DE SANTA CATARINA POR MESORREGIÕES

DIVISÃO DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DE SANTA CATARINA POR MESORREGIÕES ANEXO VI DIVISÃO DOS MUNICÍPIOS DO ESTADO DE SANTA CATARINA POR MESORREGIÕES 1. MUNICÍPIOS DA REGIÃO SUL Araranguá Armazém Balneário Arroio do Silva Balneário Gaivota Balneário Rincão Braço do Norte Capivari

Leia mais

Abrangência das Regionais e Extensões do IEL/SC Regional / Extensão Abdon Batista. Águas de Chapecó. São Miguel d Oeste.

Abrangência das Regionais e Extensões do IEL/SC Regional / Extensão Abdon Batista. Águas de Chapecó. São Miguel d Oeste. Abrangência das Regionais e Extensões do IEL/SC Cidade Regional / Extensão Abdon Batista Abelardo Luz Agrolândia Agronômica Água Doce Águas de Águas Frias Aguas Mornas Alfredo Wagner Alto Bela Vista Anchieta

Leia mais

Vagas nas Câmaras Municipais - Santa Catarina Ordem Alfabética de Município

Vagas nas Câmaras Municipais - Santa Catarina Ordem Alfabética de Município 22/0/2004 1 ABDON BATISTA 2.630 2 ABELARDO LUZ 17.46 3 AGROLÂNDIA 8.004 4 AGRONÔMICA 4.406 5 ÁGUA DOCE 6.85 6 ÁGUAS DE CHAPECO 5.578 7 ÁGUAS FRIAS 2.322 8 ÁGUAS MORNAS 5.630 ALFREDO WAGNER 8.568 ALTO BELA

Leia mais

Tarifas para telefones fixos no estado de Santa Catarina

Tarifas para telefones fixos no estado de Santa Catarina Abdon Batista - SC R$ 0,12 Abelardo Luz - SC R$ 0,12 Agrolandia - SC R$ 0,12 Agronomica - SC R$ 0,12 Agua Doce - SC R$ 0,12 Aguas de Chapeco - SC R$ 0,12 Aguas Frias - SC R$ 0,12 Alfredo Wagner - SC R$

Leia mais

Fisioterapia e Terapia Ocupacional

Fisioterapia e Terapia Ocupacional Fisioterapia e Terapia Ocupacional Tipo da Inscrição Quantidade Tipo da Inscrição Quantidade ACEGUÁ AGUA SANTA AGUDO AJURICABA ALEGRETE 7 ALEGRIA ALPESTRE ALTO ALEGRE ALTO FELIZ ALVORADA Terapeuta Ocupacional

Leia mais

Valores a receber dos Governos Estaduais = Valor anual efetivamente arrecadado (menos) Valor disponibilizado pelos Estados ao FUNDEB (CRÉDITOS)

Valores a receber dos Governos Estaduais = Valor anual efetivamente arrecadado (menos) Valor disponibilizado pelos Estados ao FUNDEB (CRÉDITOS) SC ABDON BATISTA 382,47 SC ABELARDO LUZ 5.629,22 SC AGROLANDIA 1.454,75 SC AGRONOMICA 727,39 SC AGUA DOCE 1.829,83 SC AGUAS DE CHAPECO 651,12 SC AGUAS FRIAS 419,73 SC AGUAS MORNAS 686,42 SC ALFREDO WAGNER

Leia mais

Concessão de Registro

Concessão de Registro GABINETE DO MINISTRO DESPACHOS DO CHEFE DE GABINETE Em 9 de julho de 2009 Concessão de Registro No uso de suas atribuições legais e com fundamento na Portaria 186, publicada em 14 de abril de 2008, e Nota

Leia mais

Telefone Endereço E-mail. Rua Ipiranga, 140 CEP: 92.010-290, Canoas, RS

Telefone Endereço E-mail. Rua Ipiranga, 140 CEP: 92.010-290, Canoas, RS Como contratar? O Programa Gaúcho de Microcrédito é operacionalizado nas normas do Programa Nacional de Microcrédito Produtivo e Orientado - PNMPO, que além de outros objetivos prevê que o atendimento

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE CADASTRO RURAL ÍNDICES BÁSICOS DE 2005

SISTEMA NACIONAL DE CADASTRO RURAL ÍNDICES BÁSICOS DE 2005 NOME S SC SANTA CATARINA (20 Microrregiões, 293 Municípios) 317.737 8.354.154,1 95.346,2 42001 SÃO MIGUEL D'OESTE (21 Municípios) 28.262 424.884,3 4.242,0 4200804 ANCHIETA 10 1 18 A3-3 3 45 1.400 24.064,4

Leia mais

1ª 2.347.086 TOTAL: 3.113.337

1ª 2.347.086 TOTAL: 3.113.337 ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA HOSPITALAR E AMBULATORIAL PROPOSTA DE REFERÊNCIA- SETEC 10/04/2008 REDE DE ASSISTÊNCIA EM NEUROCIRURGIA 1Unidade/800.000 habitantes,

Leia mais

Porto Alegre, 07 de agosto de 2013.

Porto Alegre, 07 de agosto de 2013. Porto Alegre, 07 de agosto de 2013. Segunda relação dos Municípios integrantes do Núcleo Técnico-Científico de Telessaúde do Rio Grande do Sul TelessaúdeRS UFRGS aptos a receberem a segunda parcela do

Leia mais

16 de fevereiro (Dia do Mun.) 04 de junho (C. Christi) 25 de julho (Dia do Colono) 31 de outubro (Dia da Reforma) 04 de junho (C.

16 de fevereiro (Dia do Mun.) 04 de junho (C. Christi) 25 de julho (Dia do Colono) 31 de outubro (Dia da Reforma) 04 de junho (C. FERIADOS MUNICIPAIS NAS COMARCAS DO RS/2015 Dados atualizados em NOVEMBRO/2015 Conforme Ato nº 12/2014 Órgão Especial, não haverá expediente no Tribunal de Justiça e nos serviços forenses de primeira instância

Leia mais

Total de homens Total de mulheres

Total de homens Total de mulheres Nome do população população 4300034 Aceguá 0 2.303 2.091 1.059 3.335 4.394 4300059 Água Santa 4.127 1.880 1.846 1.447 2.279 3.726 4300109 Agudo 17.455 8.353 8.376 6.894 9.835 16.729 4300208 Ajuricaba 7.709

Leia mais

Distribuicao dos CD'S por suas especialidades no municipio: (ENDERECO EM OUTRO CRO) no ano de inscricao: TODOS. Especialidade

Distribuicao dos CD'S por suas especialidades no municipio: (ENDERECO EM OUTRO CRO) no ano de inscricao: TODOS. Especialidade C.R.O. - RIO GRANDE DO SUL Emitido em: 20/01/2015 Pagina: 00001 Distribuicao dos CD'S por suas especialidades no municipio: (ENDERECO EM OUTRO CRO) no ano de inscricao: TODOS CIRURGIA E TRAUMATOLOGIA BUCO

Leia mais

ARROZ EM CASCA - Área Plantada (ha)

ARROZ EM CASCA - Área Plantada (ha) Aceguá - RS 11.604 9.500 5.000 4.183 4.183 11.000 11.000 11.223 6.500 10.000 Água Santa - RS 10 10 4 4 2 2 2 2 - - Agudo - RS 8.100 8.100 8.100 8.986 9.000 9.255 8.792 9.255 9.074 9.184 Ajuricaba - RS

Leia mais

ARROZ EM CASCA - Rendimento Médio (kg/ha)

ARROZ EM CASCA - Rendimento Médio (kg/ha) Aceguá - RS 6.256 6.067 6.400 5.979 6.015 7.912 7.912 8.414 6.480 7.200 Água Santa - RS 1.000-1.000 1.000 1.000 1.000 1.000 1.000 - - Agudo - RS 6.430 7.500 6.921 7.100 7.634 8.007 5.439 8.301 8.525 8.196

Leia mais

FEIJÃO - Área Plantada (ha)

FEIJÃO - Área Plantada (ha) Aceguá - RS - - - - - - - - - - Água Santa - RS 160 30 96 80 80 80 60 40 10 22 Agudo - RS 500 500 500 500 300 270 250 240 310 360 Ajuricaba - RS 90 70 100 110 90 70 60 20 35 20 Alecrim - RS 80 60 61 61

Leia mais

CÓDIGOS DO RIO GRANDE DO SUL

CÓDIGOS DO RIO GRANDE DO SUL CÓDIGOS DO RIO GRANDE DO SUL Fonte: Anexo da resolução 263 de 08/06/2001 UF MUNICÍPIO CÓDIGO DE ÁREA RS ACEGUA 53 RS ÁGUA SANTA 54 RS AGUDO 55 RS AJURICABA 55 RS ALECRIM 55 RS ALEGRETE 55 RS ALEGRIA 55

Leia mais

34 - Taxa de Internação por Diabetes Mellitus e complicações na população de 30 anos ou mais

34 - Taxa de Internação por Diabetes Mellitus e complicações na população de 30 anos ou mais 34 - Taxa de Internação por Diabetes Mellitus e complicações na população de 30 anos ou mais Cod_Mun CRS Município Realizado Realizado Realizado Realizado Jan-Maio 2007 Jan-Jun 2007 Jan-Nov 2007 ANO 2007

Leia mais

8 - Razão entre exames preventivos do câncer do colo do útero em mulheres de 25 a 59 anos e a população feminina nesta faixa etária

8 - Razão entre exames preventivos do câncer do colo do útero em mulheres de 25 a 59 anos e a população feminina nesta faixa etária 8 - Razão entre exames preventivos do câncer do colo do útero em mulheres de 25 a 59 anos e a população feminina nesta faixa etária Cod_Mun Município CRS População CPs Realizado Jan-Dez 2007 Razão 4300034

Leia mais

Comarcas do Estado. Municípios Jurisdicionados. Municípios Jurisdicionados. Comarcas. Comarcas. Mariana Pimentel Sertão Santana

Comarcas do Estado. Municípios Jurisdicionados. Municípios Jurisdicionados. Comarcas. Comarcas. Mariana Pimentel Sertão Santana do Estado do Estado do Estado Agudo Alegrete Paraíso do Sul Barra do Ribeiro Mariana Pimentel Sertão Santana Alvorada Bento Gonçalves Monte Belo do Sul Santa Tereza Antônio Prado Ipê Nova Roma do Sul Capitão

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO/SEDUC CHAMADA PÚBLICA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO/SEDUC CHAMADA PÚBLICA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO/SEDUC CHAMADA PÚBLICA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO SELEÇÃO DE ALFABETIZADORES, COORDENADORES DE TURMAS E TRADUTORES-INTÉRPRETES DE LIBRAS PARA O PROGRAMA BRASIL ALFABETIZADO/RS.

Leia mais

EDITAL N 17/UNOESC/2015

EDITAL N 17/UNOESC/2015 EDITAL N 17/UNOESC/2015 Estabelece critérios de seleção para as vagas do Curso de Extensão em Desenvolvimento Regional, integrante do Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional - PROESDE.

Leia mais

FROTA EM CIRCULAÇÃO NO RS

FROTA EM CIRCULAÇÃO NO RS FROTA EM CIRCULAÇÃO NO RS Frota em circulação representa todos os veículos registrados e até a data deste relatório não foram baixados, transferidos para outra UF ou tiveram seus registros desativados.

Leia mais

COMUNICADO nº 12/2014. Aos: Senhores Prefeitos e Executivos de Associações de Municípios.

COMUNICADO nº 12/2014. Aos: Senhores Prefeitos e Executivos de Associações de Municípios. COMUNICADO nº 12/2014 Aos: Senhores Prefeitos e Executivos de Associações de Municípios. Referente: Atualização do Sistema Concentrador REGIN. A, na busca de auxiliar os gestores públicos municipais, vem

Leia mais

1. Média anual da ação coletiva escovação supervisionada:

1. Média anual da ação coletiva escovação supervisionada: ESTADO DE SANTA CATARINA DE ESTADO DA SAÚDE DIRETORIA DE PLANEJAMENTO, CONTROLE E AVALIAÇÃO GERÊNCIA DE COORDENAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA DIVISÃO DE SAÚDE BUCAL Relatório: INDICADORES DE SAÚDE BUCAL DO PACTO

Leia mais

C.R.O. - RIO GRANDE DO SUL Emitido em: 26/01/2016 Pagina: 00001. CD - CIRURGIAO-DENTISTA'S pelos Municipios com a Respectiva Populacao

C.R.O. - RIO GRANDE DO SUL Emitido em: 26/01/2016 Pagina: 00001. CD - CIRURGIAO-DENTISTA'S pelos Municipios com a Respectiva Populacao C.R.O. - RIO GRANDE DO SUL Emitido em: 26/01/2016 Pagina: 00001 1) ACEGUA - RS 1 4.149 4.149 2) AGUA SANTA - RS 3 3.973 1.324 3) AGUDO - RS 13 17.917 1.378 4) AJURICABA - RS 8 7.463 932 5) ALECRIM - RS

Leia mais

RIO GRANDE DO SUL ACEGUA AGUA SANTA AGUDO AJURICABA ALECRIM ALEGRETE ALEGRIA ALMIRANTE TAMANDARE DO SUL ALPESTRE ALTO ALEGRE ALTO FELIZ ALVORADA

RIO GRANDE DO SUL ACEGUA AGUA SANTA AGUDO AJURICABA ALECRIM ALEGRETE ALEGRIA ALMIRANTE TAMANDARE DO SUL ALPESTRE ALTO ALEGRE ALTO FELIZ ALVORADA RIO GRANDE DO SUL ACEGUA AGUA SANTA AGUDO AJURICABA ALECRIM ALEGRETE ALEGRIA ALMIRANTE TAMANDARE DO SUL ALPESTRE ALTO ALEGRE ALTO FELIZ ALVORADA AMARAL FERRADOR AMETISTA DO SUL ANDRE DA ROCHA ANTA GORDA

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DETRAN/RS. Diagnóstico da Violência no Trânsito - RS

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DETRAN/RS. Diagnóstico da Violência no Trânsito - RS DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DETRAN/RS Diagnóstico da Violência no Trânsito - RS REESTRUTURAÇÃO E GESTÃO DO DETRAN/RS EIXOS DE AÇÃO: I. EFICIÊNCIA NA PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS A POPULAÇÃO; II. EDUCAÇÃO

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 108/13 - CIB/RS. A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais, e considerando:

RESOLUÇÃO Nº 108/13 - CIB/RS. A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais, e considerando: RESOLUÇÃO Nº 108/13 - CIB/RS A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais, e considerando: a Portaria GM/MS nº 2.439/05, que institui a Política Nacional de Atenção Oncológica;

Leia mais

Relação de Núcleos de Assistentes Sociais (Nucress) vinculados ao CRESS/RS:

Relação de Núcleos de Assistentes Sociais (Nucress) vinculados ao CRESS/RS: NESTA PÁGINA VOCÊ ENCONTRA: Relação de Núcleos de Assistentes Sociais (Nucress) vinculados ao CRESS/RS, coordenações e contatos Municípios que compõem cada Nucress O que são os Nucress? Como fazer para

Leia mais

Fisioterapia e Terapia Ocupacional

Fisioterapia e Terapia Ocupacional Fisioterapia e Terapia Ocupacional Tipo da Inscrição Quantidade Tipo da Inscrição Quantidade ACEGUÁ AGUA SANTA AGUDO AJURICABA ALEGRETE 3 Licença Temporaria de Trabalho-TO 2 ALEGRIA ALPESTRE ALTO ALEGRE

Leia mais

21.05.1878 Lei n. 1152 restabeleceu a Comarca de Caçapava, tendo como termo

21.05.1878 Lei n. 1152 restabeleceu a Comarca de Caçapava, tendo como termo &20$5&$&$d$3$9$'268/ &5,$d 2LEI N. 185 DE 22 DE OUTUBRO DE 1850. LEI N. 1152 DE 21 DE MAIO DE 1878. DECRETO N. 41, DE 31 DE DEZEMBRO DE 1894. '$7$'(,167$/$d 2 (1'(5(d2'$6('('2)252 Rua Lúcio Jaime, 387

Leia mais

Fisioterapia e Terapia Ocupacional

Fisioterapia e Terapia Ocupacional Fisioterapia e Terapia Ocupacional Tipo da Inscrição Quantidade Tipo da Inscrição Quantidade ACEGUÁ AGUA SANTA AGUDO AJURICABA ALEGRETE 4 ALEGRIA ALPESTRE ALTO ALEGRE ALTO FELIZ ALVORADA Terapeuta Ocupacional

Leia mais

Relatório de Categorização MTur - Ministério do Turismo Categorização dos municípios das regiões turísticas do mapa do turismo brasileiro

Relatório de Categorização MTur - Ministério do Turismo Categorização dos municípios das regiões turísticas do mapa do turismo brasileiro Relatório de Categorização MTur - Ministério do Turismo Categorização dos municípios das regiões turísticas do mapa do turismo brasileiro Parâmetros da consulta: SUL / Rio Grande do Sul Resumo da Seleção

Leia mais

MESTRADO PROFISSIONAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE NAS FRONTEIRAS DO BRASIL ESCOLA NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA - 2010

MESTRADO PROFISSIONAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE NAS FRONTEIRAS DO BRASIL ESCOLA NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA - 2010 MESTRADO PROFISSIONAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE NAS FRONTEIRAS DO BRASIL ESCOLA NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA - 2010 (Correção no número de vagas e na distribuição das vagas) Chamada complementar para seleção

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO N 1889 ACOMPANHAMENTO DE PREÇOS RECEBIDOS PELOS PRODUTORES DO RIO GRANDE DO SUL. SEMANA DE 28/12/2015 a 01/01/2016

BOLETIM INFORMATIVO N 1889 ACOMPANHAMENTO DE PREÇOS RECEBIDOS PELOS PRODUTORES DO RIO GRANDE DO SUL. SEMANA DE 28/12/2015 a 01/01/2016 BOLETIM INFORMATIVO N 1889 ACOMPANHAMENTO DE PREÇOS RECEBIDOS PELOS PRODUTORES DO RIO GRANDE DO SUL SEMANA DE 28/12/2015 a 01/01/2016 PREÇOS EM R$ PRODUTOS UNIDADE MÍNIMO MÉDIO MÁXIMO 50 Kg 37,00 40,32

Leia mais

Ministério Público do Rio Grande do Sul Divisão de Assessoramento Técnico PARECER DOCUMENTO DAT-MA Nº 3116/2008

Ministério Público do Rio Grande do Sul Divisão de Assessoramento Técnico PARECER DOCUMENTO DAT-MA Nº 3116/2008 PARECER DOCUMENTO DAT-MA Nº 3116/2008 UNIDADE DE ASSESSORAMENTO AMBIENTAL GEOPROCESSAMENTO BACIAS HIDROGRÁFICAS PARA: Dr. Alexandre Saltz Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente DE: Luciano

Leia mais

Descentralização do Governo e. regionalização do Desenvolvimento

Descentralização do Governo e. regionalização do Desenvolvimento do Governo e regionalização do Desenvolvimento administrativa e desconcentração do Poder Descentralizar transferir parte do planejamento e das ações de governo para instâncias mais próximas do cidadão

Leia mais

REDE DE FISCALIZAÇÃO DE PRODUTOS CONTROLADOS - 2012. OM Cidade Área de Atuação

REDE DE FISCALIZAÇÃO DE PRODUTOS CONTROLADOS - 2012. OM Cidade Área de Atuação REDE DE FISCALIZAÇÃO DE PRODUTOS CONTROLADOS - 2012 OM Cidade Área de Atuação Cmdo 3ª RM SFPC/3 Porto Alegre(1) Porto Alegre 3º RCG (Ap) 8º B Log (Ap) 8º Esqd C Mec (Ap) Cmdo 3ª RM - SFPC/3 3º RCG (Ap)

Leia mais

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina. Pesquisa Fecomércio Mobilidade Urbana em Santa Catarina

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina. Pesquisa Fecomércio Mobilidade Urbana em Santa Catarina Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Pesquisa Fecomércio Mobilidade Urbana em Santa Catarina SUMÁRIO INTRODUÇÃO......... 2 RENDA E CRÉDITO PARA VEÍCULOS...... 3 AUTOMÓVEIS

Leia mais

PREMIAÇÃO INCENTIVO AO RECOLHIMENTO DA CONTRIBUIÇÃO SINDICAL 1. OBJETO

PREMIAÇÃO INCENTIVO AO RECOLHIMENTO DA CONTRIBUIÇÃO SINDICAL 1. OBJETO PREMIAÇÃO INCENTIVO AO RECOLHIMENTO DA CONTRIBUIÇÃO SINDICAL 1. OBJETO O presente instrumento tem por objeto regulamentar o projeto de incentivo ao recolhimento da contribuição sindical patronal, que premiará

Leia mais

Nota Técnica n o 094/2005 SRC/ANEEL. Em 16 de setembro de 2005.

Nota Técnica n o 094/2005 SRC/ANEEL. Em 16 de setembro de 2005. Nota Técnica n o 094/2005 SRC/ANEEL Em 16 de setembro de 2005. Processo: 48500.003255/03-45 Assunto: Análise da 2 a parte do Plano de Universalização de Energia Elétricas da Centrais Elétricas de Santa

Leia mais

FEDERACAO CATARINENSE DE MUNICIPIOS

FEDERACAO CATARINENSE DE MUNICIPIOS Folha: 1 3 CUSTOS E DESPESAS 4.606.208,52D 3.2 DESPESAS 2.384.549,01D 3.2.01 DESPESAS OPERACIONAIS 2.384.549,01D 3.2.01.01 DESPESAS COM PESSOAL 2.384.549,01D 3.2.01.01.001 Ferias 119.188,68D 3.2.01.01.002

Leia mais

Estado de Santa Catarina Secretaria de Estado da Fazenda Diretoria de Administração Tributária Gerencia de Sistemas e Informações Tributárias

Estado de Santa Catarina Secretaria de Estado da Fazenda Diretoria de Administração Tributária Gerencia de Sistemas e Informações Tributárias Estado de Santa Catarina Secretaria de Estado da Fazenda Diretoria de Administração Tributária Gerencia de Sistemas e Informações Tributárias MÓDULO DE APURAÇÃO DO MOVIMENTO ECONÔMICO LAYOUT DO ARQUIVO

Leia mais

SINDICATO DOS BANCOS NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL E SANTA CATARINA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES DO RAMO FINANCEIRO

SINDICATO DOS BANCOS NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL E SANTA CATARINA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES DO RAMO FINANCEIRO SINDICATO DOS BANCOS NO E SANTA CATARINA Por este instrumento, de um lado, o SINDICATO DOS BANCOS NOS E SANTA CATARINA, e de outro, a FEDERAÇÃO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS BANCÁRIOS DO ESTADO DO

Leia mais

RELAÇÃO DAS DECISÕES PROFERIDAS EM PROCESSOS DE IMPUGNAÇÃO AO VALOR ADICIONADO, EM 1ª INSTÃNCIA PROCESSO MUN ASSOC ASSUNTO JULGADOR DECISÃO I.E.

RELAÇÃO DAS DECISÕES PROFERIDAS EM PROCESSOS DE IMPUGNAÇÃO AO VALOR ADICIONADO, EM 1ª INSTÃNCIA PROCESSO MUN ASSOC ASSUNTO JULGADOR DECISÃO I.E. ATO DIAT 023/11 ANEXO ÚNICO RELAÇÃO DAS DECISÕES PROFERIDAS EM PROCESSOS DE IMPUGNAÇÃO AO VALOR ADICIONADO, EM 1ª INSTÃNCIA PROCESSO MUN ASSOC ASSUNTO JULGADOR DECISÃO I.E. SEF 23525/2011GASPAR AMMVI PP

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 063/14 CIB/RS. A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais e considerando:

RESOLUÇÃO Nº 063/14 CIB/RS. A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais e considerando: RESOLUÇÃO Nº 063/14 CIB/RS A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais e considerando: o trabalho de educação permanente e suporte assistencial desenvolvido pela equipe do

Leia mais

Relatório de Categorização MTur - Ministério do Turismo Categorização dos municípios das regiões turísticas do mapa do turismo brasileiro

Relatório de Categorização MTur - Ministério do Turismo Categorização dos municípios das regiões turísticas do mapa do turismo brasileiro Relatório de Categorização MTur - Ministério do Turismo Categorização dos municípios das regiões turísticas do mapa do turismo brasileiro Parâmetros da consulta: SUL / Santa Catarina Resumo da Seleção

Leia mais

A concentração da arrecadação do ICMS e sua importância na distribuição regional de renda

A concentração da arrecadação do ICMS e sua importância na distribuição regional de renda A concentração da arrecadação do ICMS e sua importância na distribuição regional de renda Darcy Francisco Carvalho dos Santos 1 As diferenças na arrecadação do ICMS são reflexo das diferenças econômicas

Leia mais

Programa de Desenvolvimento da

Programa de Desenvolvimento da Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense Paulo Bornhausen Secretário O que é o? O Programa de Desenvolvimento da Empresa Catarinense -, tem como finalidade conceder incentivo à implantação ou

Leia mais

UNIDADE DE POLÍTICA ECONÔMICA E INDUSTRIAL DIRETORIA DE RELAÇÕES INDUSTRIAIS

UNIDADE DE POLÍTICA ECONÔMICA E INDUSTRIAL DIRETORIA DE RELAÇÕES INDUSTRIAIS UNIDADE DE POLÍTICA ECONÔMICA E INDUSTRIAL DIRETORIA DE RELAÇÕES INDUSTRIAIS SANTA CATARINA EM DADOS FLORIANÓPOLIS V.17 p. 1-156 27 2 SANTA CATARINA EM DADOS 27 Elaboração Federação das Indústrias do Estado

Leia mais

ANEXO ÚNICO 1ª CRE - PORTO ALEGRE 2ª CRE - SÃO LEOPOLDO

ANEXO ÚNICO 1ª CRE - PORTO ALEGRE 2ª CRE - SÃO LEOPOLDO ANEXO ÚNICO 1ª CRE - PORTO ALEGRE PORTO ALEGRE 1a/4a LP/CONHEC. LING. GUARANI 1a/4a LP/CONHEC. LING. KAINGANG ED ESP - DEFIC AUDITIVA/LIBRAS ED ESP - DEFIC MENTAL ED ESP - DEFIC MULTIPLA ED ESP - DEFIC

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DO PLANEJAMENTO CONSELHO ESTADUAL DAS CIDADES CONCIDADES/SC

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DO PLANEJAMENTO CONSELHO ESTADUAL DAS CIDADES CONCIDADES/SC ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DO PLANEJAMENTO CONSELHO ESTADUAL DAS CIDADES CONCIDADES/SC REGIMENTO DA 5ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DAS CIDADES CAPITULO I DOS OBJETIVOS E FINALIDADES Art. 1º-

Leia mais

Campanha Nacional dos Bancários 2009

Campanha Nacional dos Bancários 2009 ALEGRETE -PAB Centro Administrativa da Prefeitura BAGÉ -Ag.Centro -PAB Justiça do Trabalho BENTO GONÇALVES CACHOEIRA DO SUL CAMAQUÃ -Ag Cidade Alta -Ag. Cachoeira do Sul -PAB Justiça do Trabalho Ag. Camaquã

Leia mais

EDITAL N.º 01 / 2014 CADASTRO DE CONTRATAÇÕES EMERGENCIAIS DE SERVIDORES DE ESCOLA

EDITAL N.º 01 / 2014 CADASTRO DE CONTRATAÇÕES EMERGENCIAIS DE SERVIDORES DE ESCOLA Estado do Rio Grande do Sul Secretaria de Estado da Educação Departamento de Recursos Humanos EDITAL N.º 01 / 2014 CADASTRO DE CONTRATAÇÕES EMERGENCIAIS DE SERVIDORES DE ESCOLA O SECRETÁRIO DE ESTADO DA

Leia mais

FERIADOS MUNICIPAIS NO ANO DE 2014 (ZONAS ELEITORAIS E POSTOS DE ATENDIMENTO)

FERIADOS MUNICIPAIS NO ANO DE 2014 (ZONAS ELEITORAIS E POSTOS DE ATENDIMENTO) S MUNICIPAIS NO ANO DE 2014 ( E POSTOS DE ATENDIMENTO) ATUALIZADO EM 29.1.2014 Abelardo Luz (71ª ZE) Dia do Padroeiro; Dia do Município 20.1 e 27.7 Anchieta (82ª ZE) Dia do Município; Dia do Colono e do

Leia mais

LEVANTAMENTO DAS INFORMAÇÕES DISPONIBILIZADAS NA REDE MUNDIAL DE COMPUTADORES PELOS LEGISLATIVOS E EXECUTIVOS MUNICIPAIS DO RS

LEVANTAMENTO DAS INFORMAÇÕES DISPONIBILIZADAS NA REDE MUNDIAL DE COMPUTADORES PELOS LEGISLATIVOS E EXECUTIVOS MUNICIPAIS DO RS LEVANTAMENTO DAS INFORMAÇÕES DISPONIBILIZADAS NA REDE MUNDIAL DE COMPUTADORES PELOS LEGISLATIVOS E EXECUTIVOS MUNICIPAIS DO RS O controle social, compreendido como a participação do cidadão no planejamento,

Leia mais

TOTAL 686 69 614 3 Fonte: LACEN SES SC

TOTAL 686 69 614 3 Fonte: LACEN SES SC Estado de Santa Catarina Secretaria de Estado da Saúde Sistema Único de Saúde Superintendência de Vigilância em Saúde Diretoria de Vigilância Epidemiológica Gerência de Vigilância de Zoonoses e Entomologia

Leia mais

Ministério Público do Rio Grande do Sul Divisão de Assessoramento Técnico PARECER DOCUMENTO DAT-MA Nº 3079/2008

Ministério Público do Rio Grande do Sul Divisão de Assessoramento Técnico PARECER DOCUMENTO DAT-MA Nº 3079/2008 PARECER DOCUMENTO DAT-MA Nº 3079/2008 UNIDADE DE ASSESSORAMENTO AMBIENTAL GEOPROCESSAMENTO BACIAS HIDROGRÁFICAS PARA: Dr. Alexandre Saltz Centro de Apoio Operacional de Defesa do Meio Ambiente DE: Luiz

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06497/2011/RJ COGAP/SEAE/MF Em 01 de junho de 2011. Referência: Processo n.º 18101.000266/2011-41. Assunto: Distribuição Gratuita

Leia mais

CIDADES MAIS PRÓXIMAS DOS PÓLOS

CIDADES MAIS PRÓXIMAS DOS PÓLOS CIDADES MAIS PRÓXIMAS DOS PÓLOS Cidade Aceguá Rosário do Sul 277 km 3h22min Agudo São Sepé 106 km 1h42min Alegrete Rosário do Sul 102 km 1h15min Alto Feliz Novo Hamburgo 62,5 km 1h05min Alvorada Sapucaia

Leia mais

EDITAL N 005/2012/CESF/UFSC PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMÍLIA

EDITAL N 005/2012/CESF/UFSC PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMÍLIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE SAÚDE PÚBLICA Campus Prof. João David Ferreira Lima CEP 88040-900 Trindade - Florianópolis - Santa Catarina - Brasil www.unasus.ufsc.br/saudedafamilia

Leia mais

Secretaria da Educação

Secretaria da Educação 20 DIÁRIO OFICIAL Porto Alegre, quarta-feira, 26 de agosto de 2015 Secretaria da Educação Secretaria da Educação Secretário da Educação: CARLOS EDUARDO VIEIRA DA CUNHA End: Av. Borges de Medeiros, 1501

Leia mais

EDITAL DO PREGÃO PRESENCIAL Nº 0003/2013-CINCO REGISTRO DE PREÇOS N 0012/2013-CINCO PROCESSO ADMINISTRATIVO LICITATÓRIO PAL Nº 0012/2013-CINCO

EDITAL DO PREGÃO PRESENCIAL Nº 0003/2013-CINCO REGISTRO DE PREÇOS N 0012/2013-CINCO PROCESSO ADMINISTRATIVO LICITATÓRIO PAL Nº 0012/2013-CINCO EDITAL DO PREGÃO PRESENCIAL Nº 0003/2013-CINCO REGISTRO DE PREÇOS N 0012/2013-CINCO PROCESSO ADMINISTRATIVO LICITATÓRIO PAL Nº 0012/2013-CINCO O CONSÓRCIO INTEGRADO DO CONTESTADO - CINCO, Consórcio Público,

Leia mais

Região Nordeste ALAGOAS MARANHÃO BAHIA CEARÁ

Região Nordeste ALAGOAS MARANHÃO BAHIA CEARÁ Região Nordeste ALAGOAS Irauçuba MARANHÃO Coqueiro Seco Itaiçaba Afonso Cunha Marechal Deodoro Itapajé Alto Alegre do Maranhão Paripueira Itapiúna Alto Alegre do Pindaré Barra de São Miguel Itapipoca Araioses

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 152/09 CIB/RS. A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais, e considerando:

RESOLUÇÃO Nº 152/09 CIB/RS. A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais, e considerando: RESOLUÇÃO Nº 152/09 CIB/RS A Comissão Intergestores Bipartite/RS, no uso de suas atribuições legais, e considerando: - a necessidade de qualificação dos profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF)

Leia mais

EDITAL N.º 04/2013 CADASTRO DE CONTRATAÇÕES TEMPORÁRIAS ESPECIALISTA DE EDUCAÇÃO

EDITAL N.º 04/2013 CADASTRO DE CONTRATAÇÕES TEMPORÁRIAS ESPECIALISTA DE EDUCAÇÃO Estado do Rio Grande do Sul Secretaria de Estado da Educação Departamento de Recursos Humanos EDITAL N.º 04/2013 CADASTRO DE CONTRATAÇÕES TEMPORÁRIAS ESPECIALISTA DE EDUCAÇÃO O SECRETÁRIO DE ESTADO DA

Leia mais

Os Portais dos Municípios Gaúchos (Poder Executivo)

Os Portais dos Municípios Gaúchos (Poder Executivo) Os Portais dos Municípios Gaúchos (Poder Executivo) Análise em face da Lei Federal nº 12.527/2011 (Lei de Acesso à Informação) Conteúdo INTRODUÇÃO 3 METODOLOGIA 4 AVALIAÇÃO 6 1. Indicação clara à Lei de

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015 CADASTRO TEMPORÁRIO DE CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL PROFESSOR

EDITAL Nº 01/2015 CADASTRO TEMPORÁRIO DE CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL PROFESSOR Estado do Rio Grande do Sul Secretaria de Estado da Educação EDITAL Nº 01/2015 CADASTRO TEMPORÁRIO DE CONTRATAÇÃO EMERGENCIAL PROFESSOR O SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

LOCAIS ATENDIMENTO DE ACIDENTES COM EXPOSIÇÃO À MATERIAL BIOLÓGICO RS

LOCAIS ATENDIMENTO DE ACIDENTES COM EXPOSIÇÃO À MATERIAL BIOLÓGICO RS LOCAIS ATENDIMENTO DE ACIDENTES COM EXPOSIÇÃO À MATERIAL BIOLÓGICO RS Local atendimento Telefones Município Hospital de Alvorada Alvorada Hospital Municipal de Pronto Dr. Nelson Marchezan Canoas Hospital

Leia mais

ANEXO 21 PROGRAMA DE TRABALHO PARA 2007. Relação de Empreendimentos:

ANEXO 21 PROGRAMA DE TRABALHO PARA 2007. Relação de Empreendimentos: ANEXO 21 Unidade da Federação: RIO GRANDE DO SUL Processo nº 50000.061537/2006-18 Programa de Trabalho publicado no Diário Oficial da União, de 21 de dezembro de 2006, seção 1, pág. 118, na forma da portaria

Leia mais

Plano de Obras Rodoviárias 2012-2014. Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Plano de Obras Rodoviárias 2012-2014. Governo do Estado do Rio Grande do Sul Plano de Obras Rodoviárias 2012-2014 Governo do Estado do Rio Grande do Sul Plano de Obras - Síntese para o período 2012/2014 Programa Acessos Municipais Produto / Meta Iniciar 104 acessos e concluir no

Leia mais

ATUAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL NO MEIO AMBIENTE URBANO

ATUAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL NO MEIO AMBIENTE URBANO ESTADO DE SANTA CATARINA SECETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA POLÍCIA MILITAR BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL ATUAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL NO MEIO AMBIENTE URBANO Major PM Marledo Egidio

Leia mais

Programa de Controle de Dengue

Programa de Controle de Dengue Estado de Santa Catarina Secretaria de Estado da Saúde Sistema Único de Saúde Superintendência de Vigilância em Saúde Diretoria de Vigilância Epidemiológica Gerência de Vigilância de Zoonoses e Entomologia

Leia mais

REGULAMENTO GERAL 2009

REGULAMENTO GERAL 2009 REGULAMENTO GERAL 2009 Site: www3.sol.sc.gov.br/fesporte E-mail: geded@fesporte.sc.gov. CAPÍTULO 1 Disposições iniciais Art. 1º - Este regulamento é um documento composto pelo conjunto de disposições que

Leia mais

PROGRAMA PROREDES BIRD - RS SWAp TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE CONSULTORIA

PROGRAMA PROREDES BIRD - RS SWAp TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE CONSULTORIA PROGRAMA PROREDES BIRD - RS SWAp TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE CONSULTORIA VISANDO À ELABORAÇÃO DE PLANO ESTRATÉGICO DE MARKETING PARA APLs NO RS. OBJETIVO DA CONTRATAÇÃO... 2 ANTECEDENTES

Leia mais

CTMA - Gerencial Relação de Atos de Destinação de Mercadorias

CTMA - Gerencial Relação de Atos de Destinação de Mercadorias Pág: 1/ 122. 1/2007 03/01/2007 Bazar; 10/01/2007 88.489.786/0001-01 SAO BORJA PREFEITURA - SÃO BORJA/RS 6.902,30 2/2007 03/01/2007 3/2007 05/01/2007 14/02/2007 01/02/2007 00.394.460/0021-95 MINISTERIO

Leia mais

DESCONTO ASSISTENCIAL CCT - 2004/2005 Complementação

DESCONTO ASSISTENCIAL CCT - 2004/2005 Complementação DESCONTO ASSISTENCIAL CCT - 2004/2005 Complementação 1 Condições estabelecidas pelas assembléias dos Sindicatos Profissionais para efeito de desconto e repasse das verbas deduzidas dos salários dos bancários

Leia mais

RESOLUÇÃO N. 14/2004-GP. Cria os pólos regionais de informática e disciplina o exercício da função de Técnico de Suporte em Informática.

RESOLUÇÃO N. 14/2004-GP. Cria os pólos regionais de informática e disciplina o exercício da função de Técnico de Suporte em Informática. TIPO: RESOLUÇÃO Nº 14/04-GP ORIGEM: GP DATA DA ASSINATURA: 28.06.2004 PRESIDENTE: DES. JORGE MUSSI PUBLICAÇÃO NO DJSC n.º 11.464 PÁG 03 DATA:.05.07.2004 OBS: Cria os pólos regionais de informática e disciplina

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Relatório sobre os Resultados da Pesquisa PLANOS MUNICIPAIS DE SANEAMENTO BÁSICO E PLANOS MUNICIPAIS DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS (Leis Federais

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2003 BASE OUTROS

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2003 BASE OUTROS CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2003 BASE OUTROS SINDICATO DAS EMPRESAS DE COMPRA, VENDA, LOCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS E COMERCIAIS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL - SECOVI/RS, SINDICATO

Leia mais

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/.

Confira a autenticidade no endereço http://www3.mte.gov.br/sistemas/mediador/. CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2015/2015 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: SC000147/2015 DATA DE REGISTRO NO MTE: 03/02/2015 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR002586/2015 NÚMERO DO PROCESSO: 46301.000136/2015-11 DATA

Leia mais

Cidades a mais de 50 km da Sede ou Subsedes do CRPRS

Cidades a mais de 50 km da Sede ou Subsedes do CRPRS Cidades a mais de 50 km da Sede ou Subsedes do CRPRS AGUA SANTA AGUDO AJURICABA ALECRIM ALEGRETE ALEGRIA ALMIRANTE TAMANDARE DO SUL ALPESTRE AMARAL FERRADOR AMETISTA DO SUL ANDRE DA ROCHA ANTA GORDA ANTONIO

Leia mais

GUIA DE MEIOS DE HOSPEDAGEM DO RS

GUIA DE MEIOS DE HOSPEDAGEM DO RS GUIA DE MEIOS DE HOSPEDAGEM DO RS Divisão de Informações e Estudos Estratégicos do Turismo Secretaria do Turismo Governo do Estado do Rio Grande do Sul Agosto 2013 2 EQUIPE TÉCNICA Governador do Estado

Leia mais

REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DE DELEGADOS E SUPLENTES

REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DE DELEGADOS E SUPLENTES REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DE DELEGADOS E SUPLENTES I - A Cooperativa de Economia e Credito Mútuo dos Funcionários dos Correios no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná CredCorreios, divulga o presente

Leia mais