PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL EM CARÁTER TEMPORÁRIO PARA ATUAR NO MAGISTÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL EDITAL Nº 01/2010

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL EM CARÁTER TEMPORÁRIO PARA ATUAR NO MAGISTÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL EDITAL Nº 01/2010"

Transcrição

1 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO EM CARÁTER TEMPORÁRIO PARA ATUAR NO MAGISTÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL EDITAL Nº 001/2010 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL EM CARÁTER TEMPORÁRIO PARA ATUAR NO MAGISTÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL EDITAL Nº 01/2010 NOME DO CANDIDATO: Nº DE INSCRIÇÃO: CARGO: DE 6º A 8ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL MATEMÁTICA

2 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO EM CARÁTER TEMPORÁRIO PARA ATUAR NO MAGISTÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL EDITAL Nº 001/2010 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL EM CARÁTER TEMPORÁRIO PARA ATUAR NO MAGISTÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL EDITAL Nº 01/2010 DATA REALIZAÇÃO: 07 de novembro de h30min às 11h30min. ORIENTAÇÕES GERAIS Confira se a impressão do caderno de prova está legível e com a(s) disciplina(s) que você está inscrito. Caso necessário solicite um caderno novo. Verifique se as informações impressas no cartão-resposta estão corretas. Em caso de divergência, notifique imediatamente o fiscal. Este caderno é composto por 30(trinta) questões objetivas de múltipla escolha, subdivididas em 5(cinco) alternativas de resposta A, B, C, D, E dessas, somente 1(uma) deverá ser assinalada como correta. Procure fazer a prova com calma e atenção. Preencha e assine corretamente o cartão-resposta, de acordo com as instruções, utilizando somente caneta esferográfica com tinta azul ou preta. O cartão-resposta não será substituído em caso de marcação errada ou rasura. O tempo máximo de duração da prova é de 3horas, ou seja: das 8h30min às 11h30min. Somente será permitida a sua retirada da sala após trinta minutos do início da prova. Os dois últimos candidatos deverão permanecer em sala de aula até que todos concluam a prova e possam sair juntos. Boa Prova!

3 CONHECIMENTOS GERAIS: PORTUGUÊS 1.Leia atentamente o excerto a seguir, extraído do Sermão da Sexagésima, do Padre Antônio Vieira. Para um homem se ver a si mesmo, são necessárias três coisas: olhos, espelho e luz. Se tem espelho e é cego, não se pode ver por falta de olhos; se tem espelho e olhos, e é de noite, não se pode ver por falta de luz. Logo, há mister luz, há mister espelho e há mister olhos. Que coisa é a conversão de uma alma senão entrar o homem dentro em si e ver-se a si mesmo? Para esta vista são necessários olhos, é necessária luz e é necessário espelho. O evangelizador contextualiza a cena descrita, atribuindo significado metafórico a espelho, a olhos e à luz. Esses três vocábulos referem-se no sermão, respectivamente, a: a) Deus, ouvinte e pregador. b) pregador, ouvinte e Deus. c) ouvinte, pregador e Deus. d) Deus, pregador e ouvinte. e) ouvinte, Deus e pregador. 2. A função dos pronomes destacados nas frases abaixo foi CORRETAMENTE explicitada, EXCETO em: a)...eu estou indo para a Inglaterra amanhã. eu: indica que a ação será praticada pelo próprio locutor da frase. b)...vou conhecer esses castelos aí... esses: referir-se a objeto que está próximo do interlocutor. c) Por isso, seu príncipe, será que o senhor poderia... isso: fazer referência a elemento já citado no texto. d) Por isso, seu príncipe, será que o senhor poderia... Seu: indicar o interlocutor como possuidor de algo. e) Esta é a pasta de documentos. Esta: indica que a ação é praticada pelo ouvinte. 3. Na frase: Lá não há aulas de inauguração, na qual o professor diz quem ele é e o que ensinará durante o ano.... A alternativa que classifica corretamente as quatro palavras destacadas é: a) Advérbio - pronome demonstrativo - pronome relativo - preposição. b) Advérbio - pronome pessoal oblíquo - conjunção integrante - advérbio c) Advérbio - artigo definido - pronome relativo - preposição d) Advérbio - pronome pessoal oblíquo - conjunção subordinativa - advérbio e) Advérbio - pronome demonstrativo - conjunção integrante - advérbio 4. Não há a devida correlação temporal das formas verbais em: a) É imprescindível que o aluno aprenda a fazer boas perguntas ao longo da vida escolar. b) Foi imprescindível que o aluno aprendesse a fazer boas perguntas ao longo da vida escolar. c) Era imprescindível que o aluno aprendesse a fazer boas perguntas ao longo da vida escolar. d) Seria imprescindível que o aluno aprendesse a fazer boas perguntas ao longo da vida escolar. e) Será imprescindível que o aluno aprenderia a fazer boas perguntas ao longo da vida escolar.

4 5. Assinale a alternativa incorreta quando ao emprego dos porquês: a) Ninguém entende as razões porquê ele desistiu. b) Volte logo porque já é tarde. c) Saíste agora, por quê? d) Por que você saiu tão cedo da festa? e) Eis o porquê de tanta indiferença. Faz 20 anos que a Constituição foi promulgada. 6. Em todas as alternativas abaixo, a concordância verbal segue a mesma regra da oração acima, EXCETO: a) Aqui faz verões insuportáveis ultimamente. b) Haverão de encontrar políticos menos caricaturais. c) Choveu violentamente durante várias horas. d) Faz mais de quinze dias que não chove. e) Houve muita polêmica no Congresso ontem. 7. Observe: E assim se sucederam as entrevistas exclusivas... Marcos Pontes saiu-se de tais armadilhas com dignidade. À questão da espiritualidade, respondeu que andava... O vôo de Marcos Pontes é na realidade uma grande jogada eleitoreira do governo. Os termos destacados acima exercem respectivamente as funções de: a) objeto direto - adjunto adverbial - objeto indireto predicativo. b) sujeito - adjunto adverbial - objeto indireto predicativo. c) objeto direto - adjunto adverbial - complemento nominal predicativo. d) sujeito - adjunto adverbial - complemento nominal predicativo. e) adjunto adverbial - adjunto adnominal - aposto - predicativo. 8. "Nosso objetivo não é deixar o país seguro, mas garantir a segurança dos jogos." O fragmento do artigo acima declaração do secretário-geral da Fifa, é composto por um período composto por coordenação, em que as orações se ligam pelo sentido, mas não existe dependência sintática entre elas. A oração negritada, caracterizada pela introdução de uma conjunção (mas) que traz o sentido de um contraste em relação ao sentido do discurso da frase anterior, PODE ser classificada como: a) Oração Coordenada Assindética. b) Oração Coordenada Sindética Adversativa. c) Oração Coordenada Sindética Alternativa. d) Oração Coordenada Sindética Conclusiva. e) Oração Coordenada Sindética Explicativa

5 9. Conforme leitura da oração a seguir, marque a opção CORRETA em que poderá ser completada com a adequação do sentido à classe gramatical das palavras dos espaços marcados. Leia-a com atenção. Ainda furiosa, mas com violência, proferia injúrias para escandalizar todos. a) meia - menos - bastante. b) meio - menos - bastante. c) meio - menos - bastantes. d) meia - menos - bastantes. e) meia - menos - bastante. Vende mais porque é fresquinho ou é fresquinho porque vende mais? 10. O slogan divulgado pela marca Tostines, ressaltando a diferença dos biscoitos, é marcado por duas orações subordinadas ( Vende mais porque é fresquinho / É fresquinho porque vende mais ) com a conjunção porque, interligadas como uma oração coordenada com a conjunção ou. As formas aplicadas de orações expressam relações de motivo e de distinção de situações enunciativas. Os três tipos de orações que compõem o slogan podem ser classificados, RESPECTIVAMENTE, de acordo com os efeitos de sentido, como a) adverbiais finais e coordenada sindética alternativa. b) adverbiais condicionais e coordenada sindética explicativa. c) adverbiais causais e coordenada sindética alternativa. d) adverbiais conformativas e coordenada sindética aditiva. e) adverbiais causais e coordenada sindética aditiva. CONHECIMENTOS GERAIS: LEGISLAÇÃO 11. Considerando a Lei de Diretrizes e Bases da Educação- LDB/96, nos seus Artigos 12, 13 e 14, quanto à participação na elaboração do Projeto Político Pedagógico, é correto afirmar que: I. Os docentes incumbir-se-ão de participar da elaboração da proposta pedagógica do estabelecimento de ensino e de cumprir o plano de trabalho, segundo a proposta pedagógica do estabelecimento de ensino. II. Os estabelecimentos de ensino, respeitadas as normas comuns e as do sistema de ensino, terão a incumbência de informar os pais sobre a execução de sua proposta pedagógica. III. Os sistemas de ensino definirão as normas da gestão democrática do ensino público, na educação básica, de acordo com suas peculiaridades, incluindo a participação dos profissionais das comunidades escolar e local em conselhos escolares equivalentes. IV. Os sistemas de ensino definirão as normas da gestão democrática do ensino público, na educação básica, de acordo com os princípios estabelecidos nacionalmente, de modo a manter uma unidade curricular e a evitar o pluralismo de concepções pedagógicas.

6 a) Somente a afirmativa II está correta. b) Somente as afirmativas I, II e III estão corretas. c) Somente as afirmativas II e IV estão corretas. d) Somente as afirmativas I e II estão corretas. e) Todas as afirmativas estão corretas. 12. Marque a alternativa incorreta de acordo com a Lei 9.394/96, Art. 59. Os sistemas de ensino assegurarão aos educandos com necessidades especiais: a) Currículos, métodos, técnicas, recursos educativos e organização específica, para atender às suas necessidades. b) Terminalidade específica para aqueles que não puderem atingir o nível exigido para a conclusão do ensino fundamental, em virtude de suas deficiências, e aceleração para concluir em menor tempo o programa escolar para os superdotados. c) Professores com especialização adequada em nível médio ou superior, para atendimento especializado, bem como professores do ensino regular capacitados para a integração desses educandos nas classes comuns. d) Educação especial para o trabalho, visando a sua efetiva integração na vida em sociedade, inclusive condições adequadas para os que não revelarem capacidade de inserção no trabalho competitivo, mediante articulação com os órgãos oficiais afins, bem como para aqueles que apresentam uma habilidade superior nas áreas artística, intelectual ou psicomotora. e) Acesso diferenciado aos benefícios dos programas sociais suplementares disponíveis para o respectivo nível do ensino regular. 13. Sobre os Parâmetros Curriculares Nacionais PCNs, assinale a alternativa incorreta: a) Os PCNs têm como função subsidiar a elaboração ou a revisão curricular dos estados e municípios, que pretende contextualizá-la em cada realidade social. b) Os Parâmetros Curriculares Nacionais indicam como objetivos do Ensino Fundamental que os alunos não sejam capazes de perceber-se integrante, dependente e agente transformador do ambiente, identificando seus elementos e as interações entre eles, contribuindo ativamente para a melhoria do meio ambiente. c) A proposta curricular das instituições escolares envolvidas deve contar com a participação de toda a equipe pedagógica, a fim de garantir o diálogo entre tais orientações e as práticas já existentes nas instituições. d) Os Parâmetros Curriculares Nacionais apresentam a intenção de ampliar e aprofundar um debate educacional que envolva escolas, pais, governos e sociedade e dê origem a uma transformação positiva no sistema educativo brasileiro. e) Foram elaborados procurando, de respeitar diversidades regionais, culturais, políticas existentes no nosso país. 14. De acordo com a Lei Orgânica do Município de Caçador, no seu Artigo 162, O dever do Município com a Educação será efetivado mediante garantia de, EXCETO: a) ensino fundamental, obrigatório e gratuito, inclusive para os que não tiveram acesso na idade própria. b) atendimento educacional especializado aos portadores de deficiência, preferencialmente na rede regular de ensino. c) educação infantil em creches e pré-escola às crianças de 0 (zero) a 5 (cinco) anos. d) atendimento educacional em nível superior, obrigatório e gratuito. e) o não oferecimento do ensino obrigatório pelo município, ou a sua oferta irregular, importa responsabilidade da autoridade competente.

7 15. De acordo com a Lei Complementar nº 163/2010 e, em consonância com a Lei Orgânica Municipal em seu Artigo 17 e com o Estatuto dos Servidores Públicos Civis do Município de Caçador, são corretas as afirmativas que seguem, EXCETO: a) A Lei Complementar Nº 56/2004 institui o Estatuto dos Servidores Públicos Civis do Município de Caçador, das autarquias, inclusive em regime especial, dos funcionários públicos municipais e Câmara Municipal. b) A Lei Complementar Nº 163/2010 dispõe sobre a Contratação de Pessoal em Caráter Temporário, de acordo com Artigo 37, inciso IX de Constituição Federal e Artigo 17 da Lei Orgânica do Município de Caçador. c) A Lei Complementar Nº 7/1999 dispõe sobre Novo Plano de Carreira e Remuneração dos Profissionais da Educação de Caçador integrado por cargos de provimento efetivo, classificados e especificados. O Plano está fundamentado na qualificação profissional e no desempenho, objetivando a melhoria da qualidade do Magistério Público Municipal e valorização de seus integrantes. d) Para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público, a Prefeitura Municipal de Caçador poderá efetuar contratação de pessoal por tempo determinado, para suprir o cargo vago de professor; admissão de professor substituto para a rede municipal de ensino, mediante processo seletivo, prova de títulos e outros critérios fixados por edital. e) O quadro de pessoal dos profissionais de educação de que trata o Plano de Carreira está subdividido em seis quadros específicos, assim descritos: 1) Quadro de Pessoal das Unidades Escolares; 2) Quadro de Pessoal de apoio da Educação; 3) Quadro de Pessoal Técnico da Educação; 4) Quadro de Pessoal em Confiança; 5) Quadro de Pessoal em Comissão e 6) Quadro do Pessoal Admitido em Caráter Temporário. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: MATEMÁTICA 16. Seja A uma matriz do tipo 3 por 6 e B uma matriz do tipo p x q. Sabendo-se que o produto AB possui 18 elementos podemos afirmar que a matriz B possui: a) 18 elementos b) 12 elementos c) 24 elementos d) 36 elementos e) 30 elementos 17. Sabendo-se que a) 18 b) 19 c) 20 d) 21 e) 22 x+ 2y+ 2z= 10 3x y+ 2z= 8 2x+ 3y+ z= 4 então a soma 2x + 4y + 5z é igual a :

8 18. Em um depósito são empilhadas 60 tábuas, algumas de 2cm e outras de 3cm de espessura. Se a altura da pilha de tábuas é 160cm, a quantidade de tábuas de 2cm de espessura será? a) 80 b) 40 c) 30 d) 60 e) Sabendo-se que as raízes da equação x 3 9x x + k = 0 são números naturais consecutivos então o valor de k é igual a: a) - 6 b) - 12 c) - 18 d) - 24 e) Para que a divisão de P(x) = x 3 + ax + b por Q(x) = 2x 2 + 2x 6 seja exata devemos ter: a) a = -4 e b = -3 b) a = -4 e b = 3 c) a = 3 e b = 4 d) a = 4 e b = 3 e) a = 3 e b = Os lados a e b de um retângulo são tais que a + b = 3k e a 2 + b 2 = 5k 2. A área deste retângulo é igual a: a) k 2 b) 2.k 2 c) 3.k 2 d) 4.k 2 e) 5.k Quantos são os triângulos retângulos cujos lados são números inteiros e consecutivos? a) infinitos b) apenas 1 c) mais de 1 e menos de 100 d) mais de 100 e) mais de 100 e menos de Duas retas paralelas cortadas por uma transversal determinam ângulos: a) alternos internos suplementares. b) colaterais internos complementares. c) correspondentes congruentes. d) alternos externos complementares. e) colaterais externos congruentes.

9 24. Num triângulo retângulo de catetos 2k e 4k a altura relativa à hipotenusa, em função de k é igual a: a) 4k b) 4k 5 4k c) 5 d) 3k k 5 e) Existe apenas um triângulo obtusângulo cujos lados são números inteiros e consecutivos. O perímetro desse triângulo é igual a: a) 9 b) 10 c) 11 d) 12 e) Um tanque de areia foi construído para as crianças brincarem. Nesse tanque cabe 120 m 3 de areia. Um caminhão carrega 2,4 m 3 de areia em cada viagem. Para encher totalmente este tanque o caminhão deverá fazer: a) 50 viagens b) 40 viagens c) 60 viagens d) 48 viagens e) nenhuma das alternativas 27. O doutor Raphael receitou para sua cliente três comprimidos por dia de vitamina X. Sabendose que cada comprimido contém 3,5 mg de vitamina X quantas miligramas dessa vitamina a sua cliente irá ingerir em três semanas? a) 220,500 mg b) 165,375 mg c) 73,500 mg d) 147,000 mg e) nenhuma das alternativas

10 28. Observe a figura abaixo. x y x k Sabendo-se que a área pontilhada é igual a área não pontilhada podemos afirmar que: a) x = k b) x = c) k = y d) k = 2x e) k = 2y 29. Se a altura de Marcelo é 1,90m, então, a medida da altura de cada degrau (X) é: a) 22,5 cm. b) 30 cm. c) 20 cm. d) 25 cm. e) 27,5cm. 30. Uma caixa retangular possui as medidas indicadas na figura. A caixa está completamente cheia de água. Deseja-se retirar toda a água da caixa em garrafas PET de 2 litros cada. O número de garrafas necessárias é a) 25. b) 250. c) 400. d) 500. e) nenhuma das alternativas

PROJETO DE LEI N.º 3.394, DE 2012 (Do Sr. Manoel Junior)

PROJETO DE LEI N.º 3.394, DE 2012 (Do Sr. Manoel Junior) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 3.394, DE 2012 (Do Sr. Manoel Junior) Dispõe sobre o diagnóstico e o tratamento da dislexia na educação básica. DESPACHO: ÀS COMISSÕES DE: SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA;

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO VIÇOSA/ALAGOAS PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGCIO

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO VIÇOSA/ALAGOAS PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGCIO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO VIÇOSA/ALAGOAS PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGCIO Texto:Ângela Maria Ribeiro Holanda ribeiroholanda@gmail.com ribeiroholanda@hotmail.com A educação é projeto, e, mais do que isto,

Leia mais

FUNDAMENTOS LEGAIS, PRINCÍPIOS E ORIENTAÇÕES GERAIS PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

FUNDAMENTOS LEGAIS, PRINCÍPIOS E ORIENTAÇÕES GERAIS PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL FUNDAMENTOS LEGAIS, PRINCÍPIOS E ORIENTAÇÕES GERAIS PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL I - Fundamentos legais A Constituição de 1988, inciso IV do artigo 208, afirma: O dever do Estado com a educação será efetivado

Leia mais

Fundamentos e Práticas em Libras II

Fundamentos e Práticas em Libras II Fundamentos e Práticas em Libras II Aula 01 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades,

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 05/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 05/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 05/2014 CARGO E UNIDADES: Professor de Educação Infantil e Fundamental (MACAÍBA) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova:

Leia mais

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das

Estudo das classes de palavras Conjunções. A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das Um pouco de teoria... Observe: Estudo das classes de palavras Conjunções A relação de sentido entre orações presentes em um mesmo período e o papel das I- João saiu, Maria chegou. II- João saiu, quando

Leia mais

Constituição Federal

Constituição Federal Constituição Federal CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1 CONSTITUIÇÃO FEDERAL DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL - 1988 COM A INCORPORAÇÃO DA EMENDA 14 Capítulo III Da Educação, da Cultura e do Desporto Seção I Da Educação

Leia mais

A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO do Município de Duque de Caxias, no uso de suas atribuições legais e considerando:

A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO do Município de Duque de Caxias, no uso de suas atribuições legais e considerando: PORTARIA Nº 36/SME/2012 Define parâmetros comuns à execução do Programa de Matrícula Sem Fila/ 2013, para a Educação Infantil (Creche e Pré- Escola), Educação Especial Ensino Fundamental e Educação de

Leia mais

II - obrigatoriedade de participação quando realizados no período letivo; III - participação facultativa quando realizados fora do período letivo.

II - obrigatoriedade de participação quando realizados no período letivo; III - participação facultativa quando realizados fora do período letivo. Capítulo II DA EDUCAÇÃO Art. 182. A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada pelo Município, com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento

Leia mais

C A D E R N O D E P R O V A S

C A D E R N O D E P R O V A S C ONCURSO PÚBLICO 03 / JUNHO / 2012 CÂMARA MUNICIPAL DE ITURAMA MINAS GERAIS C A D E R N O D E P R O V A S CADERNO 7 CARGOS: AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS RECEPCIONISTA E TELEFONISTA PROVAS: PORTUGUÊS MATEMÁTICA

Leia mais

Disciplina Estrutura e Funcionamento da. Licenciatura em Química Professor: Weslei Cândido

Disciplina Estrutura e Funcionamento da. Licenciatura em Química Professor: Weslei Cândido Disciplina Estrutura e Funcionamento da Educação básicab Licenciatura em Química Professor: Weslei Cândido Ementa da Disciplina Os caminhos da educação brasileira. A estrutura e organização do ensino no

Leia mais

Valor Semântico de Conectivos. Coordenadas e Adverbiais

Valor Semântico de Conectivos. Coordenadas e Adverbiais Valor Semântico de Conectivos Coordenadas e Adverbiais As conjunções coordenativas, que encabeçam orações coordenadas, independentes, são de cinco tipos: 1. Aditivas: e, nem, não só...mas também, não só...como

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO PÚBLICO ESTAGIÁRIOS Nº 001/15

EDITAL PROCESSO SELETIVO PÚBLICO ESTAGIÁRIOS Nº 001/15 O DAEP - Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis e o CIEE - Centro de Integração Empresa-Escola, tornam público, de acordo com a Lei nº. 111/91- Artigo 52 e suas posteriores alterações e Lei

Leia mais

LEI N. 1397/2013, de 03 de dezembro de 2013.

LEI N. 1397/2013, de 03 de dezembro de 2013. LEI N. 1397/2013, de 03 de dezembro de 2013. REESTRUTURA O SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO, O CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE FAZENDA VILANOVA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. PEDRO ANTONIO DORNELLES, PREFEITO

Leia mais

1. (FUVEST-SP) Em Queria que me ajudasses, o trecho destacado pode ser substituído por:

1. (FUVEST-SP) Em Queria que me ajudasses, o trecho destacado pode ser substituído por: COLÉGIO DE APLICAÇÃO DOM HÉLDER CÂMARA AVALIAÇÃO: EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES I DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSOR(A): ANA PAULA DA VEIGA CALDAS ALUNO(A) DATA: / / TURMA: M SÉRIE: 9º ANO DATA PARA ENTREGA:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE LINHARES SECRETARIA DE EDUCAÇÃO EDITAL Nº 011/2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE LINHARES SECRETARIA DE EDUCAÇÃO EDITAL Nº 011/2014 PREFEITURA MUNICIPAL DE LINHARES SECRETARIA DE EDUCAÇÃO EDITAL Nº 011/2014 Processo de seleção e admissão de professores e pedagogos em regime de designação temporária, para o exercício da função de regência

Leia mais

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações www.iesde.com.br Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos. Sintaxe do período composto: parte II Período

Leia mais

Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná aprovou e eu, ALBARI GUIMORVAM FONSECA DOS SANTOS, sanciono a seguinte lei:

Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná aprovou e eu, ALBARI GUIMORVAM FONSECA DOS SANTOS, sanciono a seguinte lei: LEI Nº 1512/2009 SÚMULA: Cria o Conselho Municipal da Educação. Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná aprovou e eu, ALBARI GUIMORVAM FONSECA DOS SANTOS, sanciono a seguinte

Leia mais

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA PROVA OBJETIVA PROCESSO SELETIVO DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE Prezado candidato(a), você recebeu o seguinte material: - um caderno de questões contendo 30 (trinta) questões

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL EM CARÁTER TEMPORÁRIO PARA ATUAR NO MAGISTÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL EDITAL Nº 02/2013

PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL EM CARÁTER TEMPORÁRIO PARA ATUAR NO MAGISTÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL EDITAL Nº 02/2013 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL EM CARÁTER TEMPORÁRIO PARA ATUAR NO MAGISTÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL EDITAL Nº 02/2013 NOME DO CANDIDATO: Nº DE INSCRIÇÃO: CARGO: AUXILIAR DE CRECHE E BERÇÁRIO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS LEI Nº 1059, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2009. Dispõe sobre a Organização do Sistema Municipal de Ensino do Município de Pinhais e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPAL DE PINHAIS,, aprovou e eu, PREFEITO

Leia mais

II Encontro MPSP/MEC/UNDIME-SP. Material das Palestras

II Encontro MPSP/MEC/UNDIME-SP. Material das Palestras II Encontro MPSP/MEC/UNDIME-SP Material das Palestras II Encontro MPSP e MEC Educação Inclusiva MARCOS LEGAIS CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Art. 208. O dever do Estado com a educação

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE SANGÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E CULTURA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO N 003/2015

ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICIPIO DE SANGÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E CULTURA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO N 003/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO N 003/2015 O Prefeito Municipal de Sangão, Sr. Castilho Silvano Vieira, no uso de suas atribuições conferidas pela Lei Orgânica do município, torna público a realização do processo

Leia mais

Decreto nº 4.134, de 09 de janeiro de 2014.

Decreto nº 4.134, de 09 de janeiro de 2014. Decreto nº 4.134, de 09 de janeiro de 2014. Dispõe sobre o processo de escolha para a designação de Professor para exercer a função gratificada de Vice-Diretor de Escola e Coordenador Pedagógico, nas Unidades

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

NORMAS REGULADORAS DO PROCESSO SELETIVO Edital Nº 17/2014-SEDIS

NORMAS REGULADORAS DO PROCESSO SELETIVO Edital Nº 17/2014-SEDIS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA NACIONAL DE FORTALECIMENTOS DOS CONSELHOS ESCOLARES PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO CENTRO DE EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 574/2004. 14-04-2004. JOSÉ ALVORI DA SILVA KUHN PREFEITO MUNICIPAL DE MORMAÇO, Estado do Rio Grande do Sul.

LEI MUNICIPAL Nº 574/2004. 14-04-2004. JOSÉ ALVORI DA SILVA KUHN PREFEITO MUNICIPAL DE MORMAÇO, Estado do Rio Grande do Sul. LEI MUNICIPAL Nº 574/2004. 14-04-2004 CRIA O SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO DE MORMAÇO, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. JOSÉ ALVORI DA SILVA KUHN PREFEITO MUNICIPAL DE MORMAÇO, Estado do Rio Grande do Sul. FAÇO

Leia mais

Portaria nº 69, de 30/06/2005

Portaria nº 69, de 30/06/2005 Câmara dos Deputados Centro de Documentação e Informação - Legislação Informatizada Portaria nº 69, de 30/06/2005 O PRIMEIRO-SECRETÁRIO DA CÂMARA DOS DEPUTADOS, no uso das atribuições que lhe confere o

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 004/2015 POR PROVA DE TÍTULOS

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 004/2015 POR PROVA DE TÍTULOS 1 PREFEITURA MUNICIPAL DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 004/2015 POR PROVA DE TÍTULOS A Secretária Municipal de Educação de Biguaçu, no uso de suas

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE SÃO PAULO DAS MISSÕES

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE SÃO PAULO DAS MISSÕES EDITAL Nº 001/2015 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO PARA CONTRATAÇÃO DE ESTAGIÁRIOS NA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO DAS MISSÕES A CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO DAS MISSÕES - RS, torna pública a abertura

Leia mais

******************************************************************************** LEI Nº 7508/2007, de 31 de dezembro de 2007

******************************************************************************** LEI Nº 7508/2007, de 31 de dezembro de 2007 ******************************************************************************** LEI Nº 7508/2007, de 31 de dezembro de 2007 ********************************************************************************

Leia mais

2. DIAGNÓSTICO EDUCACIONAL FLORIANÓPOLIS

2. DIAGNÓSTICO EDUCACIONAL FLORIANÓPOLIS VERSÃO PRELIMINAR PME / 2015 1 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO INTRODUÇÃO 1. BASE LEGAL 2. DIAGNÓSTICO EDUCACIONAL FLORIANÓPOLIS 2.1. FLORIANÓPOLIS ASPECTOS HISTÓRICOS, GEOGRÁFICOS E SOCIOECONÔMICOS 2.2. EDUCAÇÃO

Leia mais

Informações: Secretaria Acadêmica / Faculdade Catuaí Rua Bento Munhoz da Rocha Neto, nº 210

Informações: Secretaria Acadêmica / Faculdade Catuaí Rua Bento Munhoz da Rocha Neto, nº 210 MANUAL DO CANDIDATO Informações: Secretaria Acadêmica / Faculdade Catuaí Rua Bento Munhoz da Rocha Neto, nº 210 Telefones: (43) 3174-5454 ou 3174-5464 E-mail: secretaria@faculdadecatuai.com.br Horário:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

TEXTO RETIRADO DO REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA APAE DE PASSOS:

TEXTO RETIRADO DO REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA APAE DE PASSOS: TEXTO RETIRADO DO REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA APAE DE PASSOS: Art. 3º - A Escola oferece os seguintes níveis de ensino: I. Educação Infantil: de 0 a 05 anos de idade. Educação Precoce de 0 a 03 anos Educação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA BASSANO/RS CONCURSO PÚBLICO 01/2015 JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES

PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA BASSANO/RS CONCURSO PÚBLICO 01/2015 JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA BASSANO/RS CONCURSO PÚBLICO 01/2015 JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU ALTERAÇÃO DE GABARITOS PRELIMINARES De acordo com o Edital de Abertura nº 01/2014 que rege este Concurso

Leia mais

Lei: Art. 8º É dever dos pais ou responsáveis efetuar a matrícula dos menores, a partir dos 6 (seis) anos de idade, no ensino fundamental.

Lei: Art. 8º É dever dos pais ou responsáveis efetuar a matrícula dos menores, a partir dos 6 (seis) anos de idade, no ensino fundamental. Lei: Art. 5º. I - educação básica, nas etapas da educação infantil e ensino fundamental, obrigatória e gratuita a partir dos 4 (quatro) anos de idade, assegurada inclusive a sua oferta gratuita para todos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DOS CAMPOS EDITAL DE RETIFICAÇÃO- II

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DOS CAMPOS EDITAL DE RETIFICAÇÃO- II PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO GONÇALO DOS CAMPOS EDITAL DE RETIFICAÇÃO- II O Prefeito do Município de São Gonçalo dos Campos, Estado da Bahia, no uso de suas atribuições legais, retifica o Edital 001/2014

Leia mais

PROVA SIMULADA SOBRE A LEI DE DIRETRIZES E BÁSICAS DA EDUCAÇÃO NACIONAL LDBEN

PROVA SIMULADA SOBRE A LEI DE DIRETRIZES E BÁSICAS DA EDUCAÇÃO NACIONAL LDBEN PROVA SIMULADA SOBRE A LEI DE DIRETRIZES E BÁSICAS DA EDUCAÇÃO NACIONAL LDBEN 1. A Lei de Diretrizes e Bases, Lei nº. 9394/96, em seu artigo 3º enfatiza os princípios norteadores do ensino no Brasil. Analise-os:

Leia mais

O Prefeito Municipal de Macuco, no uso de suas atribuições legais, faz saber que a Câmara Municipal de Macuco aprovou e ele sanciona a seguinte,

O Prefeito Municipal de Macuco, no uso de suas atribuições legais, faz saber que a Câmara Municipal de Macuco aprovou e ele sanciona a seguinte, LEI Nº 302/05 "DISPÕE SOBRE O PLANO DE CARREIRA E REMUNERAÇÃO DO MAGISTÉRIO PÚBLICO MUNICIPAL E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS" O Prefeito Municipal de Macuco, no uso de suas atribuições legais, faz saber que

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA CONCURSO PÚBLICO PROVAS OBJETIVAS PEDAGOGIA DOCENTE Leia atentamente as INSTRUÇÕES: 1. Confira seus dados no cartão resposta: nome, número

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 1 REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO CAPITULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º - Este regulamento normatiza as atividades relacionadas ao Estágio Curricular do Curso de Administração

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE UFCG PROCESSO SELETIVO DE ALUNOS PARA O II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL (MEC-UFCG)

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE UFCG PROCESSO SELETIVO DE ALUNOS PARA O II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL (MEC-UFCG) UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE UFCG PROCESSO SELETIVO DE ALUNOS PARA O II CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL (MEC-UFCG) EDITAL Nº 01/2014 A UNIDADE ACADÊMICA DE EDUCAÇÃO do

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE UBAÍ EDITAL 1/2013

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE UBAÍ EDITAL 1/2013 CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE UBAÍ EDITAL 1/2013 ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AO SEGUINTE CARGO: Auxiliar de Serviços Gerais I PROVAS DE

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA BOM CONSELHO

LÍNGUA PORTUGUESA BOM CONSELHO LÍNGUA PORTUGUESA BOM CONSELHO Ouça um bom conselho Que eu lhe dou de graça Inútil dormir que a dor não passa Espere sentado Ou você se cansa Está provado, quem espera nunca alcança Venha, meu amigo, Deixe

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE GUANHÃES, Estado de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais;

O PREFEITO MUNICIPAL DE GUANHÃES, Estado de Minas Gerais, no uso de suas atribuições legais; LEI Nº 2451 DE 24 DE NOVEMBRO DE 2011 Dispõe sobre o estágio de estudantes junto ao poder público Municipal, suas autarquias e fundações e dá outras providencias. O PREFEITO MUNICIPAL DE GUANHÃES, Estado

Leia mais

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE PEDAGOGIA

FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE PEDAGOGIA FACULDADE ADVENTISTA DA BAHIA REGULAMENTO DE MONITORIA DO CURSO DE PEDAGOGIA Cachoeira, março de 2011 REGULAMENTO DE MONITORIA ACADÊMICA DO CURSO DE PEDAGOGIA Capítulo I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º

Leia mais

TÍTULO V DOS NÍVEIS E DAS MODALIDADES DE EDUCAÇÃO E ENSINO CAPÍTULO II DA EDUCAÇÃO BÁSICA. Seção I Das Disposições Gerais

TÍTULO V DOS NÍVEIS E DAS MODALIDADES DE EDUCAÇÃO E ENSINO CAPÍTULO II DA EDUCAÇÃO BÁSICA. Seção I Das Disposições Gerais TÍTULO V DOS NÍVEIS E DAS MODALIDADES DE EDUCAÇÃO E ENSINO CAPÍTULO II DA EDUCAÇÃO BÁSICA Seção I Das Disposições Gerais Art. 22. A educação básica tem por finalidades desenvolver o educando, assegurar-lhe

Leia mais

XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME

XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME XXV ENCONTRO NACIONAL DA UNCME Os desafios da Educação Infantil nos Planos de Educação Porto de Galinhas/PE Outubro/2015 Secretaria de Educação Básica CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL É direito dos trabalhadores

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 001/2014 POR PROVA DE TÍTULOS

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 001/2014 POR PROVA DE TÍTULOS PREFEITURA MUNICIPAL DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 001/2014 POR PROVA DE TÍTULOS A Secretária Municipal de Educação de Biguaçu, no uso de suas

Leia mais

FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES

FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias dezembro/2006 página 1 FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES Bernardete Gatti: o país enfrenta uma grande crise na formação de seus professores em especial, de alfabetizadores.

Leia mais

Questões fundamentadas Lei 9.394/96 - LDB

Questões fundamentadas Lei 9.394/96 - LDB Para adquirir apostila digital de 500 Questões Fundamentadas da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Lei 9.394/96 (LDB) acesse o site: www.odiferencialconcursos.com.br OBS.: ESSA APOSTILA DIGITAL SERÁ

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA PROJETO DE LEI Nº Disciplina a admissão de pessoal por prazo determinado no âmbito do Magistério Público Estadual, para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público, sob regime administrativo

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO DA LEI 9394/1996 E DA LEI 12.796/2013

ESTUDO COMPARATIVO DA LEI 9394/1996 E DA LEI 12.796/2013 ESTUDO COMPARATIVO DA LEI 9394/1996 E DA LEI 12.796/2013 1 Art. 3º. O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios: [...] Art. 3 O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios:

Leia mais

EDITAL/UEPB/CH/DE 01/2014 (alterado)

EDITAL/UEPB/CH/DE 01/2014 (alterado) UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA CENTRO DE HUMANIDADES DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO Especialização Educação Étnico-Racial na Educação Infantil-CEETIN Rodovia PB 075, Km1, n.2001, Bairro de Areia Branca, Guarabira-PB

Leia mais

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco

NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET. Professora: Sandra Franco NONA AULA DE GRAMÁTICA - INTERNET Professora: Sandra Franco Período Composto 1.Orações Subordinadas Adverbiais. 2. Apresentação das conjunções adverbiais mais comuns. 3. Orações Reduzidas. As orações subordinadas

Leia mais

ALTERAÇÕES NA LDB E REGULAMENTAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

ALTERAÇÕES NA LDB E REGULAMENTAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL ALTERAÇÕES NA LDB E REGULAMENTAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL Encontro Nacional da Uncme Outubro/2013 (arquivo da Creche Carochinha) Secretaria de Educação Básica CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO INFANTIL A Educação Infantil

Leia mais

data PROJETO DE LEI N 8035/2010. 1 Supressiva 2. Substitutiva 3. Modificativa 4. Aditiva 5. Substitutivo global

data PROJETO DE LEI N 8035/2010. 1 Supressiva 2. Substitutiva 3. Modificativa 4. Aditiva 5. Substitutivo global Página Artigo: 6º Parágrafo: Único Inciso Alínea EMENDA MODIFICATIVA O parágrafo único do Artigo 6º do PL n 8035 de 2010, passa a ter a seguinte redação: Art. 6º... Parágrafo único. O Fórum Nacional de

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: ESPECIALISTA EM EDUCAÇÃO CADERNO DE PROVAS

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM DESPACHO-MG PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL 001/2009 CARGO: ESPECIALISTA EM EDUCAÇÃO CADERNO DE PROVAS CADERNO DE PROVAS 1 A prova terá a duração de duas horas, incluindo o tempo necessário para o preenchimento do gabarito. 2 Marque as respostas no caderno de provas, deixe para preencher o gabarito depois

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS. Assinale a alternativa INCORRETA no que se refere aos direitos e deveres individuais e coletivos.

PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS. Assinale a alternativa INCORRETA no que se refere aos direitos e deveres individuais e coletivos. 12 PROVA DE CONHECIMENTOS GERAIS QUESTÃO 21: Assinale a alternativa INCORRETA no que se refere aos direitos e deveres individuais e coletivos. a) É livre a expressão da atividade intelectual, independentemente

Leia mais

NOME: INSCRIÇÃO: INSTRUÇÕES:

NOME: INSCRIÇÃO: INSTRUÇÕES: ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO CARLOS EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Nº 001/2014 CADERNO DE PROVA OBJETIVA - TIPO 02 CARGO: PROFESSOR DE ENSINO FUNDAMENTAL ANOS INICIAIS 1º AO 5º ANO,

Leia mais

PROJETO DE LEI 01-0378/2009 dos Vereadores Claudio Fonseca (PPS) e Jose Police Neto (PSD) Consolida a legislação municipal sobre alimentação escolar,

PROJETO DE LEI 01-0378/2009 dos Vereadores Claudio Fonseca (PPS) e Jose Police Neto (PSD) Consolida a legislação municipal sobre alimentação escolar, PROJETO DE LEI 01-0378/2009 dos Vereadores Claudio Fonseca (PPS) e Jose Police Neto (PSD) Consolida a legislação municipal sobre alimentação escolar, no Município de São Paulo, como um direito constitucional

Leia mais

:: Legislação. Unidade: Câmara de Educação Básica. Número: 79/2009 Ano: 2009. Ementa:

:: Legislação. Unidade: Câmara de Educação Básica. Número: 79/2009 Ano: 2009. Ementa: :: Legislação Unidade: Câmara de Básica Número: 79/2009 Ano: 2009 Ementa: Estabelece normas para a Especial, na Perspectiva da Inclusiva para todas as etapas e Modalidades da Básica no Sistema Estadual

Leia mais

RESOLUÇÃO CNE/CEB Nº 1, DE 21 DE JANEIRO DE 2004.(*) CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA

RESOLUÇÃO CNE/CEB Nº 1, DE 21 DE JANEIRO DE 2004.(*) CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO CNE/CEB Nº 1, DE 21 DE JANEIRO DE 2004.(*) CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO BÁSICA RESOLUÇÃO CNE/CEB Nº 1, DE 21 DE JANEIRO DE 2004.(*) Estabelece Diretrizes Nacionais para a

Leia mais

Gestão Democrática da Educação

Gestão Democrática da Educação Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica Departamento de Articulação e Desenvolvimento dos Sistemas de Ensino Coordenação Geral de Articulação e Fortalecimento Institucional dos Sistemas de

Leia mais

difusão de idéias EDUCAÇÃO INFANTIL SEGMENTO QUE DEVE SER VALORIZADO

difusão de idéias EDUCAÇÃO INFANTIL SEGMENTO QUE DEVE SER VALORIZADO Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias outubro/2007 página 1 EDUCAÇÃO INFANTIL SEGMENTO QUE DEVE SER VALORIZADO Moysés Kuhlmann :A educação da criança pequena também deve ser pensada na perspectiva de

Leia mais

Proposta Substitutiva para as Diretrizes Curriculares em Educação Física. Por Comissão Especial do Ministério do Esporte 2003

Proposta Substitutiva para as Diretrizes Curriculares em Educação Física. Por Comissão Especial do Ministério do Esporte 2003 Proposta Substitutiva para as Diretrizes Curriculares em Educação Física Por Comissão Especial do Ministério do Esporte 2003 Cenário LDB 9394/96 desencadeia processo de mudanças no ensino superior. Parecer

Leia mais

Anexo II CARGOS DE DCA

Anexo II CARGOS DE DCA Anexo II CARGOS DE DCA CARGO: COORDENADOR DO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO DE EDUCAÇÃO INFANTIL COORDENADOR DO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO DE ENSINO FUNDAMENTAL Coordenar atividades específicas de área, participando

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 633

LEI COMPLEMENTAR Nº 633 Altera os anexos I, III e IV da Lei Complementar nº 268, de 28.12.99, que dispõe sobre o Quadro de Pessoal da Prefeitura, cria cargos, institui o Plano de Cargos e Carreiras, e dá outras providências.

Leia mais

LEI 3.948, de 16 de novembro de 2009 Sistema Municipal de Ensino

LEI 3.948, de 16 de novembro de 2009 Sistema Municipal de Ensino LEI 3.948, de 16 de novembro de 2009 Sistema Municipal de Ensino Disciplina a organização do Sistema Municipal de Ensino do Município de Mococa e dá outras providências. CAPÍTULO I DA EDUCAÇÃO MUNICIPAL

Leia mais

Serão ofertadas vagas para novos alunos, conforme disponibilidade e critérios da Instituição, nas turmas/turnos:

Serão ofertadas vagas para novos alunos, conforme disponibilidade e critérios da Instituição, nas turmas/turnos: Avenida Serrana, 511 Serrano Belo Horizonte MG 30.882-370 Telefone: (31)3476-1405 I N S T I T U I Ç Ã O P A R C E I R A INFORMAÇÕES SOBRE A ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS NA ESCOLA EDUCAR E CRONOGRAMA DE DATAS

Leia mais

EDITAL SEEC Nº. 01/2013

EDITAL SEEC Nº. 01/2013 ESTADO DE SANTA CATARINA PREFEITURA MUNICIPAL DE COCAL DO SUL SECRETARIA DE EDUCAÇÃO, ESPORTE E CULTURA EDITAL SEEC Nº. 01/2013 Dispõe sobre as diretrizes de matrícula para o ano letivo de 2014, nas instituições

Leia mais

PROVA DE EDUCAÇÃO INFANTIL E AUXILIAR DE EDUCAÇÃO

PROVA DE EDUCAÇÃO INFANTIL E AUXILIAR DE EDUCAÇÃO PROVA DE EDUCAÇÃO INFANTIL E AUXILIAR DE EDUCAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA 1. Assinale a alternativa que contém a frase corretamente escrita com relação à concordância verbal. a) Atualmente somos nós que cuida

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 002/2014 POR PROVA DE TÍTULOS

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 002/2014 POR PROVA DE TÍTULOS 1 PREFEITURA MUNICIPAL DE BIGUAÇU SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Nº. 002/2014 POR PROVA DE TÍTULOS A Secretária Municipal de Educação de Biguaçu, no uso de suas

Leia mais

INSTRUÇÕES NÃO SERÃO ACEITAS RECLAMAÇÕES FORMULADAS APÓS O INÍCIO DA PROVA. NÃO ESQUEÇA de assinar a LISTA DE PRESENÇA.

INSTRUÇÕES NÃO SERÃO ACEITAS RECLAMAÇÕES FORMULADAS APÓS O INÍCIO DA PROVA. NÃO ESQUEÇA de assinar a LISTA DE PRESENÇA. MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL 6ºExame de Seleção de Estagiários da NÍVEL SUPERIOR - ADMINISTRAÇÃO INSTRUÇÕES Verifique, com muita atenção, este Caderno de QUESTÕES que deve conter 14 (quatorze) questões,

Leia mais

Dia 07 de novembro (sábado) 10h Osasco e Granja Viana

Dia 07 de novembro (sábado) 10h Osasco e Granja Viana PROVA BOLSA MÉRITO ENSINO FUNDAMENTAL II (6º, 7º, 8º e 9º ano) Dia 07 de novembro (sábado) 10h Osasco e Granja Viana 1. Ingresso de novos alunos. O ingresso de alunos, no Ensino Fundamental II do Colégio

Leia mais

Município de Ascurra (Processo Seletivo 03/2013) Data: 19/01/2014 GABARITO OFICIAL

Município de Ascurra (Processo Seletivo 03/2013) Data: 19/01/2014 GABARITO OFICIAL Município de Ascurra (Processo Seletivo 03/2013) Data: 19/01/2014 CARGO Crecheiras (71) GABARITO OFICIAL QUESTÃO ALTERNATIVA CORRETA 01 B 02 C 03 B 04 A 05 C 06 B 07 C 08 C 09 B 10 D 11 B 12 D 13 A 14

Leia mais

2. SUBSTITUIÇÃO DO COORDENADOR LOCAL

2. SUBSTITUIÇÃO DO COORDENADOR LOCAL Pacto 2014 Documento de Orientação Em 2014, iniciaremos o Ano 2 do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa 2014. A principal diferença do programa refere-se aos conteúdos que serão trabalhados

Leia mais

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL BÁSICA

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL BÁSICA APRENDIZAGEM INDUSTRIAL BÁSICA E D I T A L D O P R O C E S S O S E L E T I V O A Comissão Geral do Processo Seletivo da Escola SENAI Catalão, faz saber, pelo presente edital e por seus anexos, que estarão

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU R E G I M E N T O G E R A L PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Regimento Geral PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Este texto foi elaborado com as contribuições de um colegiado de representantes da Unidades Técnico-científicas,

Leia mais

EDITAL Nº. 28/13 - DG TESTE SELETIVO PARA A CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR COLABORADOR I

EDITAL Nº. 28/13 - DG TESTE SELETIVO PARA A CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR COLABORADOR I EDITAL Nº. 28/13 - DG TESTE SELETIVO PARA A CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR COLABORADOR I O Diretor Geral das Faculdades Integradas do Brasil torna público que estão abertas as inscrições para o teste seletivo

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA MUNICÍPIO DE TAIOBEIRAS/MG - EDITAL 1/2014 -

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA MUNICÍPIO DE TAIOBEIRAS/MG - EDITAL 1/2014 - CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS EFETIVOS DA PREFEITURA MUNICÍPIO DE TAIOBEIRAS/MG - EDITAL 1/2014 - ESTE CADERNO DE PROVAS DESTINA-SE AOS CANDIDATOS AOS SEGUINTES CARGOS: Auxiliar de Mecânico

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO COORDENADORIA DE ENSINO DO INTERIOR DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE ITAPETININGA

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO COORDENADORIA DE ENSINO DO INTERIOR DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE ITAPETININGA EDITAL nº 01 /2015 A Direção da EE Cel. Fernando Prestes, torna pública a abertura de inscrição para professores interessados em exercer a FUNÇÃO DE PROFESSOR COORDENADOR para o segmento do Ensino Médio,

Leia mais

LEI Nº 1528/2004. A CÂMARA MUNICIPAL DE ARAUCÁRIA, Estado do Paraná, aprovou, e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 1528/2004. A CÂMARA MUNICIPAL DE ARAUCÁRIA, Estado do Paraná, aprovou, e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1528/2004 "INSTITUI O SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO DO MUNICÍPIO DE ARAUCÁRIA, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS". A CÂMARA MUNICIPAL DE ARAUCÁRIA, Estado do Paraná, aprovou, e eu, Prefeito Municipal, sanciono

Leia mais

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA

Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Caderno de Provas MATEMÁTICA Edital Nº. 04/2009-DIGPE 10 de maio de 2009 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA Use apenas caneta esferográfica azul ou preta. Escreva o seu nome completo e o número do seu

Leia mais

Rua da Educação. Municipalino:

Rua da Educação. Municipalino: Todas as crianças e adolescentes tem direito à educação e devem freqüentar a escola. As diretrizes para a área da educação são dadas pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) Lei 9394 de

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CONSELHO UNIVERSITÁRIO CÂMARA SUPERIOR DE ENSINO RESOLUÇÃO Nº 14/2007 Regulamenta o VESTIBULAR ESPECIAL para ingresso nos cursos de graduação

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM EDUCAÇÃO (PPGE) MESTRADO ACADÊMICO EM EDUCAÇÃO

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM EDUCAÇÃO (PPGE) MESTRADO ACADÊMICO EM EDUCAÇÃO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM EDUCAÇÃO (PPGE) MESTRADO ACADÊMICO EM EDUCAÇÃO Recomendado pela CAPES e Reconhecido pelo CNE: Parecer n. 122/2009

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA ESTADO DE SANTA CATARINA FUNDAÇÃO CATARINENSE DE EDUCAÇÃO ESPECIAL PROCESSO SELETIVO PARA ADMISSÃO DE PROFESSORES EM CARÁTER TEMPORÁRIO EDITAL Nº 003/2010/FCEE INFORMÁTICA EDUCATIVA INSTRUÇÕES GERAIS 06

Leia mais

MATEMÁTICA Abril 2015

MATEMÁTICA Abril 2015 152547 - Agrupamento de Escolas D. António Ferreira Gomes 342592 - Escola E.B. 2,3 D. António Ferreira Gomes INFORMAÇÃO - PROVA FINAL A NÍVEL DE ESCOLA MATEMÁTICA Abril 2015 3.º Ciclo do Ensino Básico

Leia mais

LEI Nº 13.574, DE 12 DE MAIO DE 2003. (Projeto de Lei nº 611/02, da Vereadora Claudete Alves - PT)

LEI Nº 13.574, DE 12 DE MAIO DE 2003. (Projeto de Lei nº 611/02, da Vereadora Claudete Alves - PT) LEI Nº 13.574, DE 12 DE MAIO DE 2003 (Projeto de Lei nº 611/02, da Vereadora Claudete Alves - PT) Dispõe sobre a transformação e inclusão no Quadro do Magistério Municipal, do Quadro dos Profissionais

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 257/06-CEE/MT

RESOLUÇÃO Nº 257/06-CEE/MT RESOLUÇÃO Nº 257/06-CEE/MT Dispõe sobre a Implantação do Ensino Fundamental para Nove Anos de duração, no Sistema Estadual de Ensino de Mato Grosso, e dá outras providências. O CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado, em anexo, o Regulamento dos Programas de Pós-Graduação Lato Sensu da FAE Centro Universitário.

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado, em anexo, o Regulamento dos Programas de Pós-Graduação Lato Sensu da FAE Centro Universitário. RESOLUÇÃO CONSEPE 09/2009 APROVA O REGULAMENTO DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DA FAE CENTRO UNIVERSITÁRIO. O Presidente do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão CONSEPE, no uso das

Leia mais

Município de Ascurra (Processo Seletivo 03/2013) Data: 19/01/2014 GABARITO OFICIAL

Município de Ascurra (Processo Seletivo 03/2013) Data: 19/01/2014 GABARITO OFICIAL Município de Ascurra (Processo Seletivo 03/2013) Data: 19/01/2014 CARGO Atendente de Educação Infantil (72) GABARITO OFICIAL QUESTÃO ALTERNATIVA CORRETA 01 B 02 C 03 B 04 A 05 C 06 B 07 C 08 C 09 B 10

Leia mais

MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO MUNICÍPIO DE FLORIANÓPOLIS CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 02/2010 Estabelece Normas Operacionais Complementares em conformidade com o Parecer CNE/CEB nº 06/2010, Resoluções CNE/CEB nº 02/2010

Leia mais

Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 PEDAGOGIA

Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 PEDAGOGIA assinatura do(a) candidato(a) Admissão por Transferência Facultativa. a Transferência Facultativa/00 Segunda Etapa Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. Confira atentamente se os dados

Leia mais

MANUAL VESTIBULAR SIMPLIFICADO 2015

MANUAL VESTIBULAR SIMPLIFICADO 2015 MANUAL VESTIBULAR SIMPLIFICADO 2015 AEDS Autarquia Educacional de Salgueiro Fone: (87) 3871 6040 FACHUSC Faculdade de Ciência Humanas do Sertão Central Rua Antônio Filgueira Sampaio, 134 - Salgueiro -

Leia mais

EDITAL Nº 008/2013 VESTIBULAR 2013/2 ENGENHARIA MECÂNICA - UCEFF FACULDADES

EDITAL Nº 008/2013 VESTIBULAR 2013/2 ENGENHARIA MECÂNICA - UCEFF FACULDADES EDITAL Nº 008/2013 VESTIBULAR 2013/2 ENGENHARIA MECÂNICA - UCEFF FACULDADES 1. ABERTURA A Faculdade de Empresarial de Chapecó mantida pela Unidade Central de Educação FAEM Faculdade Ltda UCEFF Faculdades,

Leia mais

- PROVA OBJETIVA - Câmpus Santos Dumont - Edital 005/2014

- PROVA OBJETIVA - Câmpus Santos Dumont - Edital 005/2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGO EFETIVO DE DOCENTES ÁREA: Matemática - PROVA OBJETIVA - Câmpus

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES CENTRO UNIVERSITÁRIO UNIVATES REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO Das Disposições

Leia mais