MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DEPARTAMENTO DE INGRESSO INSTRUÇÕES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DEPARTAMENTO DE INGRESSO INSTRUÇÕES"

Transcrição

1

2 INSTRUÇÕES 1. Confira seu nome e número de inscrição no cartão-resposta. Se houver algum erro, chame o fiscal de sala. Assine o cartão-resposta no campo indicado. 2. No verso desta folha, há uma cópia do cartão-resposta para que você use como rascunho. Preencha primeiro essa cópia e depois transfira os resultados para o cartão-resposta. Faça-o com bastante cuidado, porque não serão distribuídos cartões-resposta extras. Use somente caneta azul ou preta. 3. As questões terão 5 ou 6 proposições, identificadas pelos números 01, 02, 04, 08, 16 e 32, das quais pelo menos uma será correta. A resposta de cada questão, que poderá variar de 01 a 63, será o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 4. Ao preencher o cartão-resposta, complete totalmente os pequenos círculos em que se encontram os números da questão correspondente. Veja no modelo ao lado um exemplo em que se assinalaram, nas questões 01, 02, 03 e 04, os valores 04, 21, 46 e 19, respectivamente, como soma das alternativas corretas. 5. Este caderno de provas contém 32 questões. As questões numeradas de 01 a 06 são de Geografia, de 07 a 12 de Biologia, de 13 a 18 de História, de 19 a 26 de Matemática, de 27 a 32 de Química. 6. A prova terá duração de quatro horas (das 14h às 18h), incluído o tempo para instruções e para distribuição do caderno de provas e do cartãoresposta, bem como para preenchimento do cartão-resposta. 7. Não esqueça da sua impressão digital no digiselo do cartão-resposta. 8. A entrega do cartão-resposta ao fiscal de sala poderá ser feita somente a partir das 16h, ou seja, após decorrida duas horas do tempo previsto para a realização da prova. 9. Os três últimos candidatos deverão permanecer na sala, até que todos concluam as provas e possam sair juntos. 10. Ao terminar a prova, você deverá devolver ao fiscal de sala apenas o cartão-resposta. Leve o caderno de provas com você.

3 RASCUNHO DO CARTÃO - RESPOSTA IMPORTANTE: O cartão acima é apenas o rascunho. A leitora ótica não pode processá-lo. Portanto, até às 18h, impreterivelmente, você deverá ter transferido suas respostas para o cartão-resposta.

4 1 Questão 01 O Nordeste seco é a região semiárida mais povoada do mundo. E, também, a região seca que, ao contrário dos desertos, possui gente um pouco por toda a parte, no interior de seu espaço total, ainda que se saiba ser a distribuição da população sertaneja, por diversas razões, altamente irregular. AB SABER, Aziz. Sertões e sertanejos: uma geografia humana sofrida. Revista de Estudos Avançados, 1999, vol.13, n.36, p. 55. Imagem disponível em: ged.al.pi.gov.br. Acesso em: 10 out A respeito da região semiárida do Nordeste brasileiro, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. A região caracteriza-se pela irregularidade das chuvas anuais e pelos prolongados períodos de carência hídrica. 02. As chapadas são as formas predominantes do relevo regional e integram a unidade dos Dobramentos Modernos Sul-Americanos. 04. As áreas úmidas e de solos férteis são chamadas brejos. Os brejos, enclave de tropicalidade no semiárido, são responsáveis em enriquecer a produtividade agrária local. 08. Os agrestes constituem uma faixa de transição climática entre a zona da mata da Região Nordeste e os imensos espaços dos sertões secos da região semiárida. 16. O semiárido do nordeste brasileiro, província fitogeográfica das caatingas, é a única região semiárida da América do Sul. 32. A migração para as demais regiões brasileiras é um dos problemas da história social do semiárido nordestino. A orientação dos fluxos migratórios seguiu a direção do crescimento econômico e das vagas de emprego de cada época: para a Amazônia, nos fins do século XIX e início do século XX; para São Paulo, desde a década de 1930; e para Brasília, nos anos de 1960.

5 2 Disponível em: Acesso: 28 set Questão 02 A ilustração acima aborda a expansão da pecuária e da cultura da soja na Amazônia brasileira. Sobre esse tema, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. A pecuária e a produção de soja na Amazônia são atividades de subsistência e realizadas em pequenas propriedades, com uso de mão de obra familiar. 02. A pecuária extensiva e a cultura da soja são atividades agropecuárias defendidas pelos ambientalistas, porque evitam a expansão urbana sobre as áreas de floresta. 04. Na Amazônia, a atividade pecuária é praticada nas áreas de campos limpos. A cultura da soja, por sua vez, é desenvolvida exclusivamente nos enclaves de cerrado nos Estados do Amapá e de Roraima. 08. A expansão da pecuária e da soja na Amazônia segue, em geral, um itinerário: Primeiro acontece a abertura das estradas, a ocupação das terras e a exploração das madeiras nobres. Em seguida, passa a ocorrer a criação extensiva de gado e, por último, são ocupadas pela agricultura, entre elas o cultivo da soja. 16. A pecuária, diferentemente da cultura da soja, não contribui para o desmatamento da floresta, pois as pastagens amazônicas estão estabelecidas sobre os campos do Domínio das Pradarias Mistas. 32. Do ponto de vista ambiental, a cultura da soja, a pecuária e a exploração da madeira são atividades conflituosas com o uso conservacionista dos recursos florestais amazônicos.

6 3 Questão 03 Observe e analise a projeção de Mercator ilustrada abaixo: A respeito das características da projeção cartográfica representada, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. Trata-se de uma projeção cilíndrica. 02. Trata-se de uma projeção equidistante, em que não se alteram as áreas da superfície terrestre representadas. 04. Trata-se de uma projeção conforme, em que não há deformação dos ângulos em torno de quaisquer pontos. 08. Trata-se de uma projeção equivalente, em que os comprimentos são representados em escala uniforme. 16. Paralelos e meridianos se cruzam formando ângulos retos.

7 4 Questão 04 O Parque Nacional da Serra Geral possui uma área de cerca de hectares e abriga, entre outros, o espetacular cânion Fortaleza. Outros cânions destacados desta região são o Malacara e Churriado, além de menores como Faxinalzinho, Josafaz, Índios Coroados, Molha Coco, Leão, Pés de Galinha, das Bonecas e Macuco, que se encaixam nesta paisagem constituída por 63 gigantescas escarpas. WILDNER, W.; ORLANDI FILHO, V.; GIFFONI, L. E. Excursão virtual aos Aparados da Serra RS/SC: aspectos geológicos e turísticos. Porto Alegre: CPRM, 2004, p.4. Imagem disponível em: Acesso em: 15 out A respeito dos processos de formação e esculturação dos cânions nos limites entre os Estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. Fator preponderante no desenvolvimento dos cânions é a presença de descontinuidades tectônicas, coincidindo a orientação dos principais cânions com as principais direções de fraturas existentes nas rochas vulcânicas da região. 02. A formação dos cânions está relacionada ao desgaste, pelos cursos fluviais, das rochas graníticas do Embasamento Cristalino Brasileiro ao longo da borda ocidental da Bacia Sedimentar do Paraná, na Região Sul do Brasil. 04. Os cânions das escarpas da Serra Geral são produtos da atividade vulcânica associada ao choque entre as placas tectônicas convergentes da América do Sul e do Oceano Atlântico. 08. As diferenças entre derrames de basalto e riolito, as distintas velocidades de alteração, os profundos fraturamentos existentes e a atuação dos processos de erosão fluvial através dos tempos foram lentamente esculpindo a paisagem, resultando na atual morfologia dos Aparados da Serra com seus cânions. 16. O desnível tectônico e a declividade acentuada dos cânions são resultantes do soerguimento da Placa Sul-Americana. Portanto, os cânions da Região Sul do Brasil são extensões da Cordilheira dos Andes no território brasileiro. 32. Os cânions dos Aparados da Serra, segundo a classificação do relevo brasileiro proposta por Aziz Ab Saber, integram a Unidade de Serras e Planaltos do Leste e Sudeste.

8 5 Questão 05 O padrão, observou Smith, era sempre o mesmo, em mina após mina: de cima para baixo, arenito, siltito, argilito, faixa não-marinha, faixa marinha, carvão, seat earth e novamente arenito, siltito, argilito, e assim por diante. Em cima de tudo, plácidas e discordantes, as margens vermelhas, as camadas inclinadas da terra surpreendentemente vermelha, vermelha. WINCHESTER, S. O mapa que mudou o mundo: Willian Smith e o nascimento da geologia moderna. Record: Rio de Janeiro, 2004, p.104. William Smith, referenciado no texto, é considerado um dos expoentes da Geologia moderna. Entre as inúmeras contribuições do autor às Ciências da Terra está a observação do ordenamento das camadas rochosas e a percepção de que os fósseis encontrados em uma camada eram bem diferentes dos da subsequente. Dessa constatação, Smith percebeu que seguindo os fósseis, era possível traçar camadas de rochas à medida que elas mergulhavam e emergiam da terra. O fragmento acima apresenta um exemplo do padrão das camadas rochosas estudadas por Smith. A respeito dos termos nele sublinhados, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. O arenito, o siltito, o argilito e o carvão mineral são exemplos de rochas metamórficas, ou seja, resultantes da alteração nas condições de pressão e temperatura sobre os depósitos sedimentares de areia, argila e material fossilizado. 02. O arenito e o argilito são exemplos de classes que não ocorrem naturalmente no território brasileiro. 04. O carvão mineral é um combustível fóssil sólido formado a partir da matéria orgânica de vegetais depositados em bacias sedimentares. 08. O arenito, o siltito, o argilito e o carvão mineral são exemplos de rochas sedimentares. 16. O siltito é um material fóssil resultante da decomposição de algas vermelhas. 32. O carvão mineral é uma rocha vulcânica com alto teor calorífero.

9 6 Questão 06 [...] o problema pode neste caso definir-se em termos bastante simples: de que modo se devem agrupar as diversas unidades políticas de um país? Quantos agrupamentos se devem formar? Quais as unidades que devem compor cada um desses agrupamentos ou regiões? É claro que tais agrupamentos se poderão fazer das mais diversas maneiras. Tudo consiste na determinação da modalidade mais adequada, e para isso deve-se ter primordialmente em vista quais as vantagens que se buscam, quando se reúnem unidades políticas em regiões. GUIMARÃES, Fábio de Macedo Soares. Divisão Regional do Brasil. IBGE: Rio de Janeiro, 1942, p. 4. Sobre a regionalização do território brasileiro, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. Em 1913, com a criação do IBGE pelo Presidente Hermes da Fonseca, foi proposta por Delgado de Carvalho a primeira Divisão Regional do Brasil. Essa divisão regional, baseada em zonas agrícolas, propôs o agrupamento dos estados em cinco regiões: Setentrional, Norte-Oriental, Central, Oriental e Meridional. 02. Em 1942, adotou-se oficialmente a primeira Divisão Regional do Brasil. Nessa divisão os estados brasileiros foram agrupados em cinco regiões: Norte, Nordeste, Leste, Sul e Centro-Oeste. 04. Entre 1964 e 1980, durante o regime militar, foram criados os Territórios Federais do Iguaçu, de Ponta Porã e do Rio Branco. Os territórios federais, estabelecidos nas faixas de fronteira do Brasil com os demais países sul-americanos, foram agrupados de modo a constituir a unidade regional Centro-Ocidental. 08. A Carta Constitucional de 1969 determinou a adoção da Divisão Regional em Complexos Geoeconômicos. Nessa Divisão Regional, os estados brasileiros foram agrupados em três unidades regionais: o Centro-Sul, a Amazônia e o Nordeste. 16. Somente a partir da Constituição de 1988 o Brasil passou a adotar oficialmente a Divisão Regional como a conhecemos hoje, agrupando os estados e os territórios federais em seis regiões: Norte, Nordeste, Sul, Sudeste, Centro-Oeste e o Distrito Federal. 32. A atual Divisão Regional do Brasil, adotada oficialmente pelo IBGE, agrupa os estados em cinco macrorregiões: Norte, Nordeste, Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

10 7 Questão 07 Recentemente o coral-sol (Tebastrea spp.), uma espécie de cnidário, originário dos oceanos Índico e Pacífico foi encontrado na ilha do Arvoredo. A ilha faz parte da Reserva Biológica Marinha do Arvoredo, localizada no litoral de Santa Catarina. A espécie é considerada invasora, ou seja, caracteriza-se pela sobrevivência, reprodução e dispersão em um ecossistema onde não existia previamente. Sobre ecologia e fenômeno de invasões biológicas assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. A ocorrência de espécies em ambientes diferentes daqueles dos quais elas se originaram é um processo que pode ocorrer de forma natural, devido à capacidade de dispersão inerente aos seres vivos. 02. A introdução de espécies exóticas é um processo que foi intensificado pela criação de meios de transportes cada vez mais rápidos e eficazes e pelo desenvolvimento de uma economia mais globalizada. 04. As espécies introduzidas em um determinado ecossistema não representam risco para a biodiversidade a longo prazo, pois sua introdução representa um aumento do número de espécies. 08. Atualmente a ação de introduzir espécies exóticas é uma estratégia de conservação amplamente utilizada com o fim de restaurar ambientes degradados. 16. A transposição de uma espécie de peixe exclusiva da bacia Amazônica para outra bacia hidrográfica dentro do território brasileiro, não pode ser considerada como introdução de espécie exótica, pois o fato ocorreu dentro do mesmo país. 32. Espécies exóticas possuem potencial de causar grandes prejuízos econômicos. O mexilhão-dourado, espécie de molusco introduzida no Brasil, prolifera e abarrota o interior de tubulações de estações de tratamentos de água e de usinas hidrelétricas, causando aumento dos custos de manutenção dessas estruturas.

11 8 Questão 08 Quando uma formiga é infectada por um fungo mortal, as outras formigas saudáveis da colônia não evitam o contato com a formiga doente. Pelo contrário, formigas saudáveis lambem a formiga doente para remover o fungo patogênico. Desta forma, a infecção é deliberadamente transmitida para o resto da colônia, no entanto, as doses transmitidas são pequenas o suficiente para que o sistema imunológico das formigas saudáveis possa combater de forma eficiente a ameaça. Esta imunização social faz com que, no futuro, se a colônia se deparar com o mesmo fungo, suas defesas naturais saberão como combatê-lo. JABR, F. Infectious Selflessness: How an Ant Colony Becomes a Social Immune System: Ants work together to battle a deadly fungus by diluting the infection across the colony. Scientific American, 3 abr Disponível em: Acesso em: 8 de maio de Sobre o texto, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. Atualmente as campanhas de vacinação são consideradas medidas ineficazes para prevenir doenças infecciosas, principalmente devido ao potencial de gerar efeitos colaterais na maioria da população. 02. Quando membros da colônia entrarem novamente em contato com o fungo, um mecanismo de memória entrará em ação, permitindo a produção rápida de anticorpos específicos para combater o invasor. 04. O processo descrito no enunciado corresponde a um mecanismo de imunização passivo. Desta forma, os anticorpos produzidos no primeiro indivíduo infectado são inoculados diretamente em outros membros da colônia. 08. Os anticorpos são proteínas com função de defesa e que atuam de forma específica reagindo a apenas um antígeno. 16. A amamentação permite a imunização passiva dos bebês, pois através do leite a mãe transmite anticorpos para o filho.

12 9 Questão 09 Parece ficção científica, mas é ciência. Os replicadores são a razão da vida, a unidade da evolução. Eles estão dentro do leitor e de mim. Eles nos criaram, o nosso corpo e a nossa mente, e a preservação deles é a razão última da nossa existência. Percorreram um longo caminho, esses replicadores. Agora, respondem pelo nome de genes, e nós somos as suas máquinas de sobrevivência. DAWKINS, R. O gene egoísta. 2 ed. São Paulo: Companhia das Letras, Sobre conceitos de genética e síntese de proteínas, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. Os replicadores, mencionados no texto acima, correspondem a trechos de moléculas de DNA. 02. As moléculas de DNA são capazes de armazenar informação codificada e de duplicar-se. A informação armazenada pode ser utilizada pelo organismo no processo de síntese proteica. 04. O fenótipo corresponde a todo o conjunto de genes que um indivíduo possui em suas células. 08. As sequências de bases nitrogenadas que fazem parte da composição do DNA correspondem a um código capaz de produzir diretamente os principais constituintes de um ser vivo: carboidratos, lipídios e vitaminas. 16. Sem a presença de moléculas de RNA, o processo de síntese de proteínas fica comprometido.

13 10 Questão 10 Ao visitar um zoológico os alunos de uma escola observaram vários animais. Entre os que mais chamaram a atenção estavam os grandes felinos, como o tigre (Panthera tigris) e o leão (Panthera leo), e uma grande ave, o gavião-real (Harpia harpyja). Os alunos também notaram um animal híbrido, o liger, resultado do cruzamento entre um leão macho e uma fêmea de tigre. Os ligers ocorrem apenas em cativei ro e são inférteis. Com relação ao texto e a conceitos de sistemática, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. O tigre (Panthera tigris) e o leão (Panthera leo), de acordo com a classificação taxonômica de Lineu, pertencem necessariamente a mesma ordem. 02. Considerando que o gavião-real pertence ao mesmo filo que o leão, ambos necessariamente pertencerão à mesma classe. 04. De acordo com o conceito biológico de espécies, o fato de tigres e leões produzirem descendentes possibilita uma classificação científica em que ambos sejam considerados como pertencentes à mesma espécie. 08. A nomenclatura binomial, difundida por Lineu, é utilizada quando se quer escrever o nome de uma família. 16. Ao pesquisar informações adicionais específicas sobre o gavião-real, como hábitos alimentares, habitat e reprodução, a pesquisa seria mais eficiente se os alunos utilizassem em suas buscas o nome científico, pois este é invariável.

14 11 Questão 11 Sobre o tema divisões celulares e com o auxílio do gráfico acima, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. A divisão celular apresentada no gráfico corresponde a uma meiose, pois, ao final do processo, as células apresentam a mesma quantidade de material genético da célula original. 02. No processo de divisão representado acima, a célula inicial é diploide, enquanto as duas células finais são haploides. 04. O período represent ado pela letra S corresponde à fase em que ocorre a duplicação semiconservativa do DNA. 08. O gráfico pode representar uma mitose ou pode corresponder à primeira etapa da meiose (meiose I), que corresponde a uma divisão equacional, aquela em que se mantém igual o número de cromossomos. 16. A divisão representada corresponde à mitose, processo responsável pelo crescimento e regeneração de tecidos nos seres humanos.

15 12 Questão 12 A dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que entre 50 a 100 milhões de pessoas se infectem anualmente, em mais de 100 países, de todos os continentes, exceto a Europa. Cerca de 550 mil doentes necessitam de hospitalização e 20 mil morrem em consequência da dengue. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Programa Nacional de Controle da Dengue. Disponível em Acesso em: 10 de maio de Sobre a Dengue, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. A dengue, também conhecida como febre quebra-ossos, é uma doença causada por um vírus e transmitida pela picada das fêmeas do mosquito Aedes aegypti. 02. Pessoas que adquiriram a dengue uma vez estarão para sempre imunizadas, portanto não poderão mais ser contagiadas nem transmitir esta doença. 04. São conhecidas quatro variedades do vírus da dengue; desta forma, pessoas infectadas por um tipo de vírus não adquirem imunidade para os outros tipos de vírus. 08. A dengue pode ser prevenida através de vacina e existe tratamento específico, baseado em antibióticos, que é eficaz contra a doença. 16. A dengue clássica manifesta-se por febre, acompanhada de fortes dores musculares e nas articulações ósseas. Os sintomas são: aparecem manchas e erupções na pele, dores de cabeça, náuseas, vômitos, tonturas e cansaço extremo. 32. Entre as medidas de prevenção à dengue estão: eliminar os locais de reprodução do mosquito, não deixando acumular água em latas vazias, pneus velhos e garrafas; tampar reservatórios de água, como as caixas- d água; evitar a picada do mosquito, mediante uso de telas e repelentes.

16 13 Questão 13 Sobre a Grécia Antiga, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. A formação da Grécia em cidades-estado evitou a existência de guerras entre as poleis. 02. A educação em Esparta pressupunha uma grande preparação física e tinha como principal objetivo a formação de guerreiros. 04. A principal característica política grega era a adoção da democracia como forma de governo em todas as cidades-estado. 08. Ainda que caracterizado pelo domínio do macedônico Alexandre, o período Helenístico foi também, paradoxalmente, um momento de expansão da cultura grega. 16. Entre as principais heranças deixadas pela Grécia para a cultura ocidental está o latim, língua falada em Esparta e que deu origem às línguas contemporâneasportuguês e espanhol. Questão 14 Boa parte do território americano foi, durante um período de sua história, colônia de nações europeias. Sobre o colonialismo, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. pacto colonial ; por meio dele, colônia e metrópole concordavam que só poderiam fazer comércio entre si. 01. O sistema colonial implicava o que se convencionou chamar de 02. O pacto colonial entre metrópoles europeias e colônias americanas estimulava a produção de artigos manufaturados na colônia. 04. O pacto colonial pode ser compreendido dentro da dinâmica do mercantilismo, pois as colônias poderiam proporcionar uma balança comercial favorável para a metrópole e serem uma fonte de metais preciosos. 08. Portugal tinha colônias na América, na África e na Ásia. 16. Atualmente, algumas nações europeias ainda possuem territórios ultramarinos, como Aruba, uma ilha no Caribe pertencente à Holanda.

17 14 Questão 15 A obra A primeira missa no Brasil de Victor Meirelles foi pintada no século XIX e retrata evento acontecido há mais de cinco séculos, ilustrando o início da presença cristã no Brasil. Sobre a colonização e a história da Igreja no Brasil, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. A participação da Igreja Católica na colonização do Brasil refletia a influência cristã no Estado português. 02. Durante o processo de colonização do Brasil, a Coroa Portuguesa confiou aos padres jesuítas a educação na colônia e a catequização de indígenas. 04. Os jesuítas foram os responsáveis pelo extermínio da maioria das tribos indígenas, pois sua catequese era um disfarce para a incursão de bandeirantes portugueses, a fim de escravizar os nativos. 08. Por vezes, havia diferenças de intenções entre os padres jesuítas e o português colonizador. Os primeiros pretendiam catequisar os indígenas; enquanto os portugueses, escravizar os nativos. 16. A grande quantidade de religiões presentes atualmente no Brasil é reflexo da nossa colonização portuguesa; esta sempre incentivou a vinda de membros de religiões e igrejas diversas para a catequização dos indígenas.

18 15 Questão 16 A escravidão no Brasil não era uma escolha. Muitos escravos empreenderam diversas formas de resistir ao trabalho compulsório. Sobre os movimentos de resistência à escravidão, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. Entre os movimentos de resistência à escravidão no Brasil, destaca-se a Revolta dos Malês (Bahia, 1835). Nessa revolta, o grupo dos malês defendeu a libertação de todos os escravos do país. 02. Para conter a fuga dos escravos, existia a figura do capitão-do-mato, profissional responsável em capturar e devolver ao dono o escravo fugitivo. 04. Muitas escravas grávidas abortavam para impedir que seus filhos vivessem na escravidão. Como formas de resistência, havia ainda suicídios e tentativas de assassinatos a senhores. 08. Era proibido aos pardos e negros libertos o exercício da atividade de capitãodo-mato. 16. As religiões e cultos de origem africana eram de livre participação dos escravos. A liberdade de culto foi uma forma de a Coroa Portuguesa conter a insatisfação dos escravos. Questão 17 Após a abdicação de D. Pedro I, o Brasil passou por aquilo que se convencionou chamar de Período Regencial. Sobre essa fase da história do Brasil, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. Durante o Período Regencial foi criada a Guarda Nacional. Essa era composta por milícias civis e tinha como posto mais alto o coronel, o qual deu origem ao termo coronelismo. 02. O Período Regencial ficou conhecido como uma época de tranquilidade, em virtude da ausência de conflitos internos e externos, envolvendo o Brasil. 04. Durante o Período Regencial foi realizada a reforma na constituição de 1824, o Ato Adicional de O Período Regencial ficou conhecido pelos grandes avanços no campo da educação pública, promovendo a inclusão de mais de 80% das crianças em idade escolar. 16. Durante o Período Regencial, o país ficou sob o governo dos regentes, os quais, segundo a Constituição de 1824, deveriam ser membros da família real, com cargo hereditário.

19 16 Questão 18 O Brasil passou por diversas ondas migratórias. Sobre imigração no Brasil, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. Os imigrantes europeus começaram a substituir o trabalho dos escravos de origem africana apenas a partir da abolição, em As leis brasileiras do Segundo Império impediam o trabalho assalariado nas plantações de café. 02. Um dos grandes fatores que influenciaram a vinda de migrantes europeus para o Brasil, no século XIX, foi a publicidade empregada pelas companhias colonizadoras. 04. No Brasil, existiam vários defensores de teorias racistas, que viam na imigração a vantagem de branquear a população, o que, segundo eles, facilitaria o desenvolvimento do país. 08. Em Santa Catarina, imigrantes alemães e italianos principalmente substituíram o extensivo trabalho escravista nas fazendas de café no vale do Itajaí. 16. As dívidas contraídas por imigrantes para chegar ao Brasil fizeram com que muitos deles ficassem presos, por anos, às fazendas.

20 17 FORMULÁRIO DE MATEMÁTICA πh 2 (R + R.r + r 2 ) VTRONCO DE CONE = 3 d A, B = (x A x B )2 + (y A y B )2 2 ACIRCUNFERË NCIA = π.r (x a )2 + (y b )2 n M = C (1 + i ) = R2 Questão 19 Uma loja de doces comercializa três variedades de bombons (recheados, trufados e mesclados) em caixas de três tamanhos diferentes (pequena, média e grande). O valor de cada caixa é dado pela soma dos preços unitários de cada bombom. O quadro abaixo mostra o conteúdo e o valor de cada caixa comercializada: Caixa Pequena- R$ 19,00 Média - R$ 36,00 Grande - R$ 50,00 Bombons contidos em cada caixa 5 recheados, 3 mesclados e 3 trufados 10 recheados, 4 mesclados e 6 trufados 12 recheados, 18 mesclados e 4 trufados Com base na informações referentes às caixas de bombons comercializadas, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. O valor unitário do bombom trufado é igual ao dobro do bombom mesclado. 02. O bombom recheado custa R$ 2,00 a unidade. 04. Os três tipos de bombons têm valores unitários distintos. 08. Um dos tipos de bombom custa R$ 1,00 a unidade. 16. O bombom trufado custa R$ 2,50 a unidade. 32. Os valores unitários de cada bombom podem ser expressos por números inteiros.

21 18 Questão 20 Para organizar um jantar para 80 convidados, solicitaram-se a dois restaurantes (A e B) orçamentos de um mesmo cardápio. O restaurante A cobra R$ 20,00 por convidado presente e uma taxa de R$ 15,00 por convidado que faltar ao jantar. Já o restaurante B cobra R$ 25,00 por convidado presente e uma taxa de R$ 12,00 por convidado faltante. Sobre os possíveis valores a serem pagos, assinale no cartão-resposta o número correspondente à proposição correta ou à soma das proposições corretas. 01. O valor V A (p ) pago se p convidados estirem presentes no restaurante A pode ser representado pela funçãov A ( p) = 5 p , p Ν, 0 p Caso faltem 22 convidados, a conta será maior no restaurante A. 04. Se nenhum convidado faltar, o valor da conta será o mesmo em ambos os restaurantes. 08. Caso faltem 15 convidados, a conta ficará menor no restaurante B. 16. O valor VB (p ) pago se p convidados estirem presentes no restaurante B pode ser representado pela VB ( p) = 23 p + 960, p Ν, 0 p 80.

CADERNO DE ATIVIDADES

CADERNO DE ATIVIDADES COLÉGIO ARNALDO 2014 CADERNO DE ATIVIDADES GEOGRAFIA Aluno (a): 4º ano Turma: Professor (a): Valor: 20 pontos Conteúdo de Recuperação Sistema Solar. Mapa político do Brasil: Estados e capitais. Regiões

Leia mais

Domínios Morfoclimáticos

Domínios Morfoclimáticos Domínios Morfoclimáticos Os domínios morfoclimáticos representam a interação e a integração do clima, relevo e vegetação que resultam na formação de uma paisagem passível de ser individualizada. Domínios

Leia mais

a) Cite o nome do estado brasileiro onde aparece a maior parte do domínio das araucárias. R:

a) Cite o nome do estado brasileiro onde aparece a maior parte do domínio das araucárias. R: Data: /08/2014 Bimestre: 2 Nome: 7 ANO A Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 3 1-(1,0) A paisagem brasileira está dividida em domínios morfoclimáticos.

Leia mais

HIDROGRAFIA GERAL E DO BRASIL

HIDROGRAFIA GERAL E DO BRASIL HIDROGRAFIA GERAL E DO BRASIL QUESTÃO 01 - A Terra é, dentro do sistema solar, o único astro que tem uma temperatura de superfície que permite à água existir em seus três estados: líquido, sólido e gasoso.

Leia mais

COLÉGIO MARISTA - PATOS DE MINAS 1º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2013 Professor: Bruno Matias Telles 1ª RECUPERAÇÃO AUTÔNOMA ROTEIRO DE ESTUDO - QUESTÕES

COLÉGIO MARISTA - PATOS DE MINAS 1º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2013 Professor: Bruno Matias Telles 1ª RECUPERAÇÃO AUTÔNOMA ROTEIRO DE ESTUDO - QUESTÕES COLÉGIO MARISTA - PATOS DE MINAS 1º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2013 Professor: Bruno Matias Telles 1ª RECUPERAÇÃO AUTÔNOMA ROTEIRO DE ESTUDO - QUESTÕES Estudante: Turma: Data: / / QUESTÃO 1 Fonte: .

Leia mais

Formação das Rochas. 2.Rochas sedimentares: formadas pela deposição de detritos de outras rochas,

Formação das Rochas. 2.Rochas sedimentares: formadas pela deposição de detritos de outras rochas, Relevo Brasileiro 1.Rochas magmáticas ou ígneas, formadas pela solidificação do magma.podem ser intrusivas formadas dentro da crosta terrestre ou extrusivas na superfície. Formação das Rochas 2.Rochas

Leia mais

DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS BRASILEIROS

DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS BRASILEIROS O que você deve saber sobre DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS BRASILEIROS Segundo o geógrafo Aziz Ab Sáber, um domínio morfoclimático é todo conjunto no qual haja interação entre formas de relevo, tipos de solo,

Leia mais

B I O G E O G R A F I A

B I O G E O G R A F I A B I O G E O G R A F I A BIOMAS BRASILEIROS 2011 Aula VII BRASIL E VARIABILIDADE FITOGEOGRÁFICA O Brasil possui um território de dimensões continentais com uma área de 8.547.403 quilômetros quadrados. 4.320

Leia mais

1) INSTRUÇÃO: Para responder à questão, considere as afirmativas a seguir, sobre a Região Nordeste do Brasil.

1) INSTRUÇÃO: Para responder à questão, considere as afirmativas a seguir, sobre a Região Nordeste do Brasil. Marque com um a resposta correta. 1) INSTRUÇÃO: Para responder à questão, considere as afirmativas a seguir, sobre a Região Nordeste do Brasil. I. A região Nordeste é a maior região do país, concentrando

Leia mais

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 25. Profº André Tomasini

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 25. Profº André Tomasini TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 25 Profº André Tomasini Localizado na Região Centro-Oeste. Campos inundados na estação das chuvas (verão) áreas de florestas equatorial e tropical. Nas áreas mais

Leia mais

A BIOSFERA DO BRASIL (I) AULAS 34 E 35

A BIOSFERA DO BRASIL (I) AULAS 34 E 35 A BIOSFERA DO BRASIL (I) AULAS 34 E 35 OS BIOMAS DO BRASIL: (Aziz Ab Saber) O que se leva em consideração nesses domínios morfoclimáticos? Clima. Relevo. Solo. Vegetação. Vida. História da Terra e da ocupação

Leia mais

FORMAÇÃO VEGETAL BRASILEIRA. DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS Aziz Ab`Saber. Ipê Amarelo

FORMAÇÃO VEGETAL BRASILEIRA. DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS Aziz Ab`Saber. Ipê Amarelo FORMAÇÃO VEGETAL BRASILEIRA DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS Aziz Ab`Saber Ipê Amarelo Fatores que influenciam na distribuição das formações vegetais: Clima 1. Temperatura; 2. Umidade; 3. Massas de ar; 4. Incidência

Leia mais

Colégio São Paulo Geografia Prof. Eder Rubens - 2013

Colégio São Paulo Geografia Prof. Eder Rubens - 2013 Colégio São Paulo Geografia Prof. Eder Rubens - 2013 CAP. 02 O território brasileiro e suas regiões.( 7º ano) *Brasil é dividido em 26 estados e um Distrito Federal (DF), organizados em regiões. * As divisões

Leia mais

Questão 45. Questão 47. Questão 46. alternativa D. alternativa E

Questão 45. Questão 47. Questão 46. alternativa D. alternativa E Questão 45 alternativa D Entre os recursos naturais importantes para o fortalecimento da economia canadense no século XX temos a taiga (o Canadá encontra-se entre os maiores produtores de madeira, papel

Leia mais

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios,

Av. Moaci, 965 Moema São Paulo SP CEP: 04083-002 Tel. +55 (11) 2532-4813 www.geekie.com.br. Prezados colégios, Prezados colégios, Buscando atender a demanda por GeekieTestes para o 1º e 2º anos do Ensino Médio, elaboramos nossa Matriz Geekie de Avaliação para 2014. Nela, buscamos contemplar os principais conteúdos

Leia mais

GEOGRAFIA. Professora Bianca

GEOGRAFIA. Professora Bianca GEOGRAFIA Professora Bianca TERRA E LUA MOVIMENTO DA LUA MOVIMENTOS DA TERRA TEMPO E CLIMA Tempo é o estado da atmosfera de um lugar num determinado momento. Ele muda constantemente. Clima é o conjunto

Leia mais

REVISÃO UDESC GAIA GEOGRAFIA GEOGRAFIA FÍSICA PROF. GROTH

REVISÃO UDESC GAIA GEOGRAFIA GEOGRAFIA FÍSICA PROF. GROTH REVISÃO UDESC GAIA GEOGRAFIA GEOGRAFIA FÍSICA PROF. GROTH 01. (UDESC_2011_2) Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), existem no Brasil oito Bacias Hidrográficas. Assinale a alternativa

Leia mais

Biomas Brasileiros. 1. Bioma Floresta Amazônica. 2. Bioma Caatinga. 3. Bioma Cerrado. 4. Bioma Mata Atlântica. 5. Bioma Pantanal Mato- Grossense

Biomas Brasileiros. 1. Bioma Floresta Amazônica. 2. Bioma Caatinga. 3. Bioma Cerrado. 4. Bioma Mata Atlântica. 5. Bioma Pantanal Mato- Grossense Biomas Brasileiros 1. Bioma Floresta Amazônica 2. Bioma Caatinga 3. Bioma Cerrado 4. Bioma Mata Atlântica 5. Bioma Pantanal Mato- Grossense 6. Bioma Pampas BIOMAS BRASILEIROS BIOMA FLORESTA AMAZÔNICA

Leia mais

Paisagens Climatobotânicas do Brasil

Paisagens Climatobotânicas do Brasil Paisagens Climatobotânicas do Brasil 1. (UEL-2012) Os domínios morfoclimáticos brasileiros são definidos a partir da combinação dos elementos da natureza, como os climáticos, botânicos, pedológicos, hidrológicos

Leia mais

Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA

Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA Atividade de Ciências 5º ano Nome: ATIVIDADES DE ESTUDO Complete com as principais características de cada bioma: MATA ATLÂNTICA FLORESTA AMAZÔNICA FLORESTA ARAUCÁRIA MANGUEZAL PANTANAL CAATINGA CERRADO

Leia mais

D) As planícies brasileiras terminam, na sua grande maioria, em frentes de cuestas nome que se dá às áreas planas das praias.

D) As planícies brasileiras terminam, na sua grande maioria, em frentes de cuestas nome que se dá às áreas planas das praias. 01 - (UDESC 2008) Para classificar o relevo, deve-se considerar a atuação conjunta de todos fatores analisados a influência interna, representada pelo tectonismo, e a atuação do clima, nos diferentes tipos

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES

CADERNO DE ATIVIDADES COLÉGIO ARNALDO 2014 CADERNO DE ATIVIDADES GEOGRAFIA ATENÇÃO: Este trabalho deverá ser realizado em casa, trazendo as dúvidas para serem sanadas durante as aulas de plantão. Aluno (a): 5º ano Turma: Professora:

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 2ª PROVA PARCIAL DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 7º Turma: Data: 02/06/2012 Nota: Professor(a): EDVALDO DE OLIVEIRA Valor da Prova: 40 pontos Orientações

Leia mais

AMÉRICA: ASPECTOS NATURAIS E TERRITORIAIS

AMÉRICA: ASPECTOS NATURAIS E TERRITORIAIS AMÉRICA: ASPECTOS NATURAIS E TERRITORIAIS Tema 1: A América no mundo 1. Um continente diversificado A América possui grande extensão latitudinal e, por isso, nela encontramos diversas paisagens. 2. Fatores

Leia mais

1º ano. Os elementos da Paisagem Natural e Paisagem modificada

1º ano. Os elementos da Paisagem Natural e Paisagem modificada 1º ano Os elementos da Paisagem Natural e Paisagem modificada A origem da Terra; A origem dos continentes; A teoria da deriva dos continentes; A teoria das placas tectônicas; Tempo geológico; A estrutura

Leia mais

CP/CAEM/2005 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA - 2005 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO

CP/CAEM/2005 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA - 2005 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO CP/CAEM/05 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA - 05 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA DO BRASIL 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar os fatores fisiográficos do espaço territorial do Brasil, concluindo sobre a influência

Leia mais

GEOGRAFIA. Professores: Marcus, Ronaldo

GEOGRAFIA. Professores: Marcus, Ronaldo GEOGRAFIA Professores: Marcus, Ronaldo Questão que trabalha conceitos de cálculo de escala, um tema comum nas provas da UFPR. O tema foi trabalhado no Módulo 05 da apostila II de Geografia I. Para melhor

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES GEOGRAFIA DESAFIO DO DIA. Aula 21.1 Conteúdo. Região Sudeste

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES GEOGRAFIA DESAFIO DO DIA. Aula 21.1 Conteúdo. Região Sudeste CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aula 21.1 Conteúdo Região Sudeste 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA

Leia mais

Modulo I Mudanças Climáticas

Modulo I Mudanças Climáticas Nome: Nº: Turma: Geografia 1º ano Exercícios Extras Silvia Set/09 Modulo I Mudanças Climáticas 1. (UFRJ) A maior parte do aquecimento da atmosfera é proveniente da radiação terrestre: a atmosfera deixa

Leia mais

BIOMAS DO BRASIL. Ecologia Geral

BIOMAS DO BRASIL. Ecologia Geral BIOMAS DO BRASIL Ecologia Geral Biomas do Brasil segundo classificação do IBGE Segundo a classificação do IBGE, são seis os biomas do Brasil: Mata Atlântica Cerrado Amazônia Caatinga Pantanal Pampa O

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA 3 o TRIMESTRE DE 2012

PROVA DE GEOGRAFIA 3 o TRIMESTRE DE 2012 PROVA DE GEOGRAFIA 3 o TRIMESTRE DE 2012 PROFa. JULIANA NOME N o 8 o ANO A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador. A prova deve ser feita com caneta azul ou preta.

Leia mais

Região Norte e Amazônia não são sinônimos

Região Norte e Amazônia não são sinônimos REGIÃO NORTE Região Norte e Amazônia não são sinônimos Não existe uma Amazônia, e, sim, várias. Amazônia Internacional: região natural coberta pela floresta Amazônica, que se estende por alguns países

Leia mais

Estrutura e Composição da Terra. Não há fatos eternos, como não há verdades absolutas. [Friedrich Nietzsche]

Estrutura e Composição da Terra. Não há fatos eternos, como não há verdades absolutas. [Friedrich Nietzsche] Estrutura e Composição da Terra Não há fatos eternos, como não há verdades absolutas. [Friedrich Nietzsche] Contornos do Mundo O interior terrestre é formado por várias camadas e as investigações sobre

Leia mais

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 25 O PANTANAL, A MATA DE ARAUCÁRIAS E AS PRADARIAS

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 25 O PANTANAL, A MATA DE ARAUCÁRIAS E AS PRADARIAS GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 25 O PANTANAL, A MATA DE ARAUCÁRIAS E AS PRADARIAS Como pode cair no enem? (FUVEST) Estas fotos retratam alguns dos tipos de formação vegetal nativa encontrados no território

Leia mais

BIOLOGIA RASCUNHO. (a) Qual o grupo taxonômico de tal família botânica? (b) Quais as modificações que ocorreram no caule e nas folhas das cactáceas?

BIOLOGIA RASCUNHO. (a) Qual o grupo taxonômico de tal família botânica? (b) Quais as modificações que ocorreram no caule e nas folhas das cactáceas? Universidade do Estado do Amapá VESTIBULAR 2008 2ª FASE Dia 11 de fevereiro de 2008 BIOLOGIA HISTÓRIA MATEMÁTICA - QUÍMICA Nome do candidato: Nº de inscrição Curso: 1. Confira se este caderno contém 03

Leia mais

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Professor: Josiane Vill Disciplina: Geografia Série: 1ª Ano Tema da aula: Dinâmica Climática e Formações Vegetais no Brasil Objetivo da aula: conhecer a diversidade

Leia mais

2012 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA

2012 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2012 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA Aluno(a): Nº Ano: 7º Turma: Data: / /2012 Nota: Professor(a): Edvaldo Valor da Prova: 65 pontos Orientações gerais: 1)

Leia mais

GEOGRAFIA. transformadas

GEOGRAFIA. transformadas GEOGRAFIA Disciplina A (currículo atual 2008) Disciplina B (currículos extintos) 1ª período 59480 Cartografia Geral 68 Geografia Cartografia B 136 37230 Geografia Contida Ementa: Aborda os fundamentos

Leia mais

REVISÃO PARA AV1 Unidade 1 Cap. 1

REVISÃO PARA AV1 Unidade 1 Cap. 1 REVISÃO PARA AV1 Unidade 1 Cap. 1 Continente Americano Prof. Ivanei Rodrigues Teoria sobre a formação dos continentes Transformação da crosta terrestre desde a Pangeia até os dias atuais. A Teoria da

Leia mais

Localizaçao brasileira, Divisao Politica e Regional e Aspectos Fisicos

Localizaçao brasileira, Divisao Politica e Regional e Aspectos Fisicos Localizaçao brasileira, Divisao Politica e Regional e Aspectos Fisicos LOCALIZAÇÃO BRASILEIRA O Brasil é um país que integra a América do Sul e apresenta extensão territorial de 8.514.876 km². É o quinto

Leia mais

AULAS DE RECUPERAÇÃO FINAL 7º ANO: AULAS 6, 7, 20, 27, 34 e 35,36 e 37 E 53.

AULAS DE RECUPERAÇÃO FINAL 7º ANO: AULAS 6, 7, 20, 27, 34 e 35,36 e 37 E 53. AULAS DE RECUPERAÇÃO FINAL 7º ANO: AULAS 6, 7, 20, 27, 34 e 35,36 e 37 E 53. AULAS 6 e 7: O RELEVO BRASILEIRO PLANALTOS BRASILEIROS: Muito desgastados, antigos, conhecidos também como cinturões orogênicos

Leia mais

LUGARES E PAISAGENS DO PLANETA TERRA

LUGARES E PAISAGENS DO PLANETA TERRA LUGARES E PAISAGENS DO PLANETA TERRA AS ÁGUAS DE SUPERFÍCIE Os rios são cursos naturais de água doce. Eles podem se originar a partir do derretimento de neve e de geleiras, de um lago ou das águas das

Leia mais

RESPOSTA D LISTA DE EXERCÍCIOS. 1) Analise o diagrama e as afirmativas a seguir.

RESPOSTA D LISTA DE EXERCÍCIOS. 1) Analise o diagrama e as afirmativas a seguir. 1) Analise o diagrama e as afirmativas a seguir. LISTA DE EXERCÍCIOS I) A partir de critérios geomorfológicos, os planaltos corrrespondem às regiões do relevo onde predomina o processo erosivo; neste compartimento

Leia mais

REVISÃO NOVAFAP-FACID(geografia-Hugo)

REVISÃO NOVAFAP-FACID(geografia-Hugo) REVISÃO NOVAFAP-FACID(geografia-Hugo) 1. (Ufu) Na década de 1960, o geógrafo Aziz Nacib Ab'Saber reuniu as principais características do relevo e do clima das regiões brasileiras para formar, com os demais

Leia mais

Respostas das questões sobre as regiões do Brasil

Respostas das questões sobre as regiões do Brasil Respostas das questões sobre as regiões do Brasil Região Norte 1. Qual a diferença entre região Norte, Amazônia Legal e Amazônia Internacional? A região Norte é um conjunto de 7 estados e estes estados

Leia mais

REDES HIDROGRÁFICAS SÃO TODOS OS RECURSOS HIDROGRÁFICAS DE UM PAÍS, COMPOSTOS GERALMENTE PELOS RIOS, LAGOS E REPRESAS.

REDES HIDROGRÁFICAS SÃO TODOS OS RECURSOS HIDROGRÁFICAS DE UM PAÍS, COMPOSTOS GERALMENTE PELOS RIOS, LAGOS E REPRESAS. REDES HIDROGRÁFICAS SÃO TODOS OS RECURSOS HIDROGRÁFICAS DE UM PAÍS, COMPOSTOS GERALMENTE PELOS RIOS, LAGOS E REPRESAS. BACIA HIDROGRÁFICA. É UMA REDE DE TERRAS DRENADAS POR UM RIO E SEUS PRINCIPAIS AFLUENTES.

Leia mais

Teoria da Deriva Continental - Alfred Wegener (1915)

Teoria da Deriva Continental - Alfred Wegener (1915) ESTRUTURA GEOLÓGICA Teoria da Deriva Continental - Alfred Wegener (1915) - Harry Hess (1960) Teoria da Tectônica de Placas Sismos A conseqüência do choque entre placas tectônicas são chamadas de abalos

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS

PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS 3 PROCESSO SELETIVO 2006 QUESTÕES OBJETIVAS QUÍMICA 01 - O dispositivo de segurança que conhecemos como air-bag utiliza como principal reagente para fornecer o gás N 2 (massa molar igual a 28 g mol -1

Leia mais

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 3º Ano Bacias Hidrográficas Brasileiras. Prof. Claudimar Fontinele

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 3º Ano Bacias Hidrográficas Brasileiras. Prof. Claudimar Fontinele Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 3º Ano Bacias Hidrográficas Brasileiras Prof. Claudimar Fontinele BACIA HIDROGRÁFICA Bacia Hidrográfica é a área drenada por um rio principal

Leia mais

BRASIL REGIONALIZAÇÕES. Mapa II

BRASIL REGIONALIZAÇÕES. Mapa II BRASIL REGIONALIZAÇÕES QUESTÃO 01 - Baseado na regionalização brasileira, apresentados pelos dois mapas a seguir, é INCORRETO afirmar que: Mapa I Mapa II A B D C a. ( ) O mapa II apresenta a divisão do

Leia mais

Climas do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO

Climas do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO Climas do Brasil GEOGRAFIA DAVI PAULINO Grande extensão territorial Diversidade no clima das regiões Efeito no clima sobre fatores socioeconômicos Agricultura População Motivação! Massas de Ar Grandes

Leia mais

HABILIDADES PARA RECUPERAÇÃO

HABILIDADES PARA RECUPERAÇÃO Componente Curricular: Geografia Professor (a): Oberdan Araújo Ano: 6º Anos A e B. HABILIDADES 1º Bimestre Conceituar e caracterizar: espaço cultural (urbano e rural) e espaço natural. Identificar e caracterizar

Leia mais

Brasil e suas Organizações políticas e administrativas. Brasil Atual 27 unidades político-administrativas 26 estados e distrito federal

Brasil e suas Organizações políticas e administrativas. Brasil Atual 27 unidades político-administrativas 26 estados e distrito federal Brasil e suas Organizações políticas e administrativas GEOGRAFIA Em 1938 Getúlio Vargas almejando conhecer o território brasileiro e dados referentes a população deste país funda o IBGE ( Instituto Brasileiro

Leia mais

Domínio Morfoclimático das Araucárias

Domínio Morfoclimático das Araucárias Domínio Morfoclimático das Araucárias Situação Geográfica Encontrado desde o sul paulista até o norte gaúcho, o domínio das araucárias ocupa uma área de 400.000 km²,, abrangendo em seu território cidades

Leia mais

POPULAÇÃO SUBNUTRIDA - 2006

POPULAÇÃO SUBNUTRIDA - 2006 PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== 01- Observe os

Leia mais

A) Ação global. B) Ação Antrópica. C) Ação ambiental. D) Ação tectônic

A) Ação global. B) Ação Antrópica. C) Ação ambiental. D) Ação tectônic Disciplina: Geografia Roteiro de Recuperação Ano / Série: 6º Professor (a): Gabriel Data: / / 2013 Matéria da recuperação. Superficie da Terra. Litosfera, solo e relevo 1- Analise a imagem. www.trabanca.com-acesso:

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA UFRGS 2010

PROVA DE GEOGRAFIA UFRGS 2010 PROVA DE GEOGRAFIA UFRGS 2010 51. Ainda é 31 de dezembro no Brasil quando a televisão noticia a chegada do Ano Novo em diferentes países. Entre os países que comemoram a chegada do Ano Novo antes do Brasil,

Leia mais

Prof. Janderson Barros

Prof. Janderson Barros TEMA 1 Prof. Janderson Barros Aspectos Gerais da Oceania. Definição de Oceania Continente insular composto por um conjunto de ilhas; Conhecida como Novíssimo Mundo devido sua descoberta nas décadas finais

Leia mais

Biomas Brasileiros I. Floresta Amazônica Caatinga Cerrado. Mata Atlântica Pantanal Campos Sulinos ou Pampas Gaúchos

Biomas Brasileiros I. Floresta Amazônica Caatinga Cerrado. Mata Atlântica Pantanal Campos Sulinos ou Pampas Gaúchos Biomas Brasileiros I Floresta Amazônica Caatinga Cerrado Mata Atlântica Pantanal Campos Sulinos ou Pampas Gaúchos Floresta Amazônica Localizada na região norte e parte das regiões centro-oeste e nordeste;

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 3ª PROVA SUBSTITUTIVA DE GEOGRAFIA Aluno: Nº Série: 7º Turma: Data: Nota: Professor: Edvaldo Valor da Prova: 50 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

Data: /08/2014 Bimestre: 2. Nome: 8 ANO B Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo

Data: /08/2014 Bimestre: 2. Nome: 8 ANO B Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Data: /08/2014 Bimestre: 2 Nome: 8 ANO B Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 3 1- (1,0) A mundialização da produção industrial é caracterizada

Leia mais

O clima está diferente. O que muda na nossa vida?

O clima está diferente. O que muda na nossa vida? O clima está diferente. O que muda na nossa vida? 06/2011 Esta obra foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada. 2 SUMÁRIO

Leia mais

É o estudo do processo de produção, distribuição, circulação e consumo dos bens e serviços (riqueza).

É o estudo do processo de produção, distribuição, circulação e consumo dos bens e serviços (riqueza). GEOGRAFIA 7ª Série/Turma 75 Ensino Fundamental Prof. José Gusmão Nome: MATERIAL DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL A GEOGRAFIA DO MUNDO SUBDESENVOLVIDO A diferença entre os países que mais chama a atenção é

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS VESTIBULAR 2007 2.ª FASE 15 DE SETEMBRO DE 2007 VESTIBULAR 2007 2.ª FASE 15 DE SETEMBRO DE 2007 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS INSTRUÇÕES Para a realização desta prova, você recebeu este caderno contendo

Leia mais

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS. ECOLOGIA Conceitos e Sucessão Ecológica

BIOVESTIBA.NET BIOLOGIA VIRTUAL Profº Fernando Teixeira UFRGS. ECOLOGIA Conceitos e Sucessão Ecológica UFRGS ECOLOGIA Conceitos e Sucessão Ecológica 1. (Ufrgs 2014) Considere as seguintes afirmações sobre conceitos utilizados em ecologia. I. Nicho ecológico é a posição biológica ou funcional que um ecossistema

Leia mais

Conexões entre matemática e biologia

Conexões entre matemática e biologia EB-207 Matemática Biológica 1 Conexões entre matemática e biologia Prof. Rodrigo Sávio Pessoa Sumário 2 1. Introdução 2. A nanotecnologia aplicada as ciências biológicas 3. Algumas questões biológicas

Leia mais

Apresentação. O que é Dengue Clássica?

Apresentação. O que é Dengue Clássica? Apresentação É no verão que acontecem as maiores epidemias de dengue devido ao alto volume de chuva. O Santa Casa Saúde, por meio do Programa Saúde Segura, está de olho no mosquito aedes aegypti e na sua

Leia mais

RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE 7ºS ANOS. Bacia Hidrográfica é a área drenada por um rio principal e todos os seus afluentes e subafluentes.

RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE 7ºS ANOS. Bacia Hidrográfica é a área drenada por um rio principal e todos os seus afluentes e subafluentes. RECUPERAÇÃO 2º TRIMESTRE 7ºS ANOS Bacia Hidrográfica é a área drenada por um rio principal e todos os seus afluentes e subafluentes. BACIAS HIDROGRÁFICAS BRASILEIRAS BACIAS INDEPENDENTES BACIAS SECUNDÁRIAS

Leia mais

Biomas, Domínios e Ecossistemas

Biomas, Domínios e Ecossistemas Biomas, Domínios e Ecossistemas Bioma, domínio e ecossistema são termos ligados e utilizados ao mesmo tempo nas áreas da biologia, geografia e ecologia, mas, não significando em absoluto que sejam palavras

Leia mais

B I O G E O G R A F I A

B I O G E O G R A F I A B I O G E O G R A F I A FLORESTA AMAZÔNICA 2011 Aula XII O bioma Amazônia representa aproximadamente 30% de todas as florestas tropicais remanescentes do mundo e nele se concentra a maioria das florestas

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5. o ANO/EF - 2015

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5. o ANO/EF - 2015 SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA MANTENEDORA DA PUC MINAS E DO COLÉGIO SANTA MARIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO II ETAPA LETIVA GEOGRAFIA 5. o ANO/EF - 2015 Caro(a) aluno(a), É tempo de conferir os conteúdos estudados

Leia mais

Prova bimestral 5 o ANO 1 o BIMESTRE

Prova bimestral 5 o ANO 1 o BIMESTRE Prova bimestral 5 o ANO 1 o BIMESTRE GEOGRAFIA Escola: Nome: Data: / / Turma: Leia: O planeta Terra foi formado há mais de 4 bilhões de anos após uma grande explosão. Na atmosfera havia muita água, gases

Leia mais

Alecleide de Sousa Série: 6ª alecleide_27@hotmail.com

Alecleide de Sousa Série: 6ª alecleide_27@hotmail.com Formação do Estado e do território Alecleide de Sousa Série: 6ª alecleide_27@hotmail.com Sociedade humana kei É um conjunto de pessoas Que vivem em determinado espaço e tempo e de acordo com certas regras

Leia mais

MAPAS DOS CONTINENTES (POLÍTICO OU FÍSICO) MAPAS MUNDI MAPAS DO BRASIL

MAPAS DOS CONTINENTES (POLÍTICO OU FÍSICO) MAPAS MUNDI MAPAS DO BRASIL MAPAS DOS CONTINENTES (POLÍTICO OU FÍSICO) 01 África 02 Ásia 03 América Central 04 América do Norte 05 América do Sul 06 As Américas 07 Europa 08 Oceania MAPAS MUNDI 01 Biomas 02 Climas 03 Físico 04 Ilustrado

Leia mais

Capítulo 07. Distribuição dos Ecossistemas

Capítulo 07. Distribuição dos Ecossistemas Capítulo 07 Distribuição dos Ecossistemas A terra possui regiões que apresentam características próprias, onde cada uma desenvolve sua flora e fauna típica, sejam elas aquáticas ou terrestres, vindo a

Leia mais

EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE

EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE EXERCÍCIOS ON LINE 6 ANO - 1 TRIMESTRE 1- Leia o texto e responda as questões Todos os animais, independentemente do seu estilo de vida, servem como fonte de alimento para outros seres vivos. Eles estão

Leia mais

DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS. Elaborado por: Aziz Ab Saber Contém as seguintes características: clima relevo Vegetação hidrografia solo fauna

DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS. Elaborado por: Aziz Ab Saber Contém as seguintes características: clima relevo Vegetação hidrografia solo fauna DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS Elaborado por: Aziz Ab Saber Contém as seguintes características: clima relevo Vegetação hidrografia solo fauna Domínio Amazônico Clima equatorial Solos relativamente pobres Relevo

Leia mais

Deriva Continental LITOSFERA

Deriva Continental LITOSFERA LITOSFERA Deriva Continental De acordo com determinadas teorias científicas, a crosta terrestre não é uma camada rochosa inteiriça, e sim, fragmentada. A primeira teoria a defender essa tese ficou conhecida

Leia mais

Expedição 1. 7º ANO_ PROFª BRUNA ANDRADE

Expedição 1. 7º ANO_ PROFª BRUNA ANDRADE Expedição 1. 7º ANO_ PROFª BRUNA ANDRADE O Brasil é considerado um país de dimensões CONTINENTAIS, pois sua área de 8.514.876 Km² é quase igual a do Continente Oceânico. Ele é o 5º país em extensão territorial

Leia mais

Marie Curie Vestibulares Lista 4 Geografia Matheus Ronconi AGROPECUÁRIA, INDÚSTRIA E DISTRIBUIÇÃO TECNOLÓGICA MUNDIAL

Marie Curie Vestibulares Lista 4 Geografia Matheus Ronconi AGROPECUÁRIA, INDÚSTRIA E DISTRIBUIÇÃO TECNOLÓGICA MUNDIAL AGROPECUÁRIA, INDÚSTRIA E DISTRIBUIÇÃO TECNOLÓGICA MUNDIAL 1) (UDESC - 2012) São exemplos da indústria de bens de consumo (ou leve): a) Indústria de autopeças e de alumínio. b) Indústria de automóveis

Leia mais

Instituição executora do projeto: Centro de Pesquisas Ambientais do Nordeste (CEPAN) Coordenador Geral: Felipe Pimentel Lopes de Melo Coordenador

Instituição executora do projeto: Centro de Pesquisas Ambientais do Nordeste (CEPAN) Coordenador Geral: Felipe Pimentel Lopes de Melo Coordenador Instituição executora do projeto: Centro de Pesquisas Ambientais do Nordeste (CEPAN) Coordenador Geral: Felipe Pimentel Lopes de Melo Coordenador Técnico: Maria das Dores de V. C. Melo Coordenação Administrativa-Financeira:

Leia mais

Professor: Anderson Carlos Fone: 81 8786 6899

Professor: Anderson Carlos Fone: 81 8786 6899 Professor: Anderson Carlos Fone: 81 8786 6899 Estrutura geológica é a base do território. Corresponde à sua composição rochosa. Já o relevo é a forma apresentada pelo território ao nossos olhos: montanhas

Leia mais

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 23 O CERRADO

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 23 O CERRADO GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 23 O CERRADO Como pode cair no enem? (UNESP) Leia. Imagens de satélite comprovam aumento da cobertura florestal no Paraná O constante monitoramento nas áreas em recuperação do

Leia mais

Brasil: Natureza e Sociedade

Brasil: Natureza e Sociedade Brasil: Natureza e Sociedade O Ambiente Natural Devido ao seu tamanho, o Brasil pode ser considerado um continente ou ainda um país com dimensões continentais. É o quinto maior país do mundo em extensão,

Leia mais

Definição. Unidade Territorial com características naturais bem. Por essa razão, muitas vezes o termo é usado

Definição. Unidade Territorial com características naturais bem. Por essa razão, muitas vezes o termo é usado Definição Compreende-se como sendo uma Unidade Territorial com características naturais bem marcantes e que o individualizam. Por essa razão, muitas vezes o termo é usado como sinônimo para identificar

Leia mais

DATA: /12/2014 VALOR: 20 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho recuperação final SÉRIE: 9º TURMA: NOME COMPLETO:

DATA: /12/2014 VALOR: 20 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho recuperação final SÉRIE: 9º TURMA: NOME COMPLETO: DISCIPLINA: GEOGRAFIA PROFESSORES: Marina Monteiro e Fábio Luiz DATA: /12/2014 VALOR: 20 pontos NOTA: ASSUNTO: Trabalho recuperação final SÉRIE: 9º TURMA: NOME COMPLETO: Nº: A PROVA FINAL NÃO SERÁ LIMITADA

Leia mais

Construção do Espaço Africano

Construção do Espaço Africano Construção do Espaço Africano Aula 2 Colonização Para melhor entender o espaço africano hoje, é necessário olhar para o passado afim de saber de que forma aconteceu a ocupação africana. E responder: O

Leia mais

Exercícios sobre África: Características Físicas e Organizações Territoriais

Exercícios sobre África: Características Físicas e Organizações Territoriais Exercícios sobre África: Características Físicas e Organizações Territoriais 1. Observe o mapa a seguir. As partes destacadas no mapa indicam: a) Áreas de clima desértico. b) Áreas de conflito. c) Áreas

Leia mais

Especial Específicas UNICAMP

Especial Específicas UNICAMP Especial Específicas UNICAMP Material de Apoio para Monitoria 1. Hoje em dia, com o rádio, o computador e o telefone celular, a comunicação entre pessoas à distância é algo quase que banalizado. No entanto,

Leia mais

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO Estrada da Água Branca, 2551 Realengo RJ Tel: (21) 3462-7520 www.colegiomr.com.br PROFESSOR ALUNO ANA CAROLINA DISCIPLINA GEOGRAFIA A TURMA SIMULADO: P3 501 Questão

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa QUESTÃO 01 Num laboratório químico, havia três frascos que continham, respectivamente, um alcano, um álcool e um alqueno. Foram realizados experimentos que envolviam

Leia mais

CONTEÚDOS PARA A 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL 2ª ETAPA 2014 ENSINO MÉDIO CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE BIOLOGIA 2ª ETAPA 2014

CONTEÚDOS PARA A 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL 2ª ETAPA 2014 ENSINO MÉDIO CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE BIOLOGIA 2ª ETAPA 2014 CONTEÚDOS DA 1ª AVALIAÇÃO PARCIAL DE BIOLOGIA 2ª ETAPA 2014 1ª SÉRIE - 06/ 08/ 2014 - Capítulo 6 Citoplasma e organelas citoplasmáticas; - Capítulo 7 Núcleo e cromossomos; - Capítulo 8 Divisão celular:

Leia mais

www.desmatamentozero.org.br Greenpeace/Daniel Beltra

www.desmatamentozero.org.br Greenpeace/Daniel Beltra Greenpeace/Daniel Beltra www.desmatamentozero.org.br Chega de desmatamento no Brasil As florestas são fundamentais para assegurar o equilíbrio do clima, a conservação da biodiversidade e o sustento de

Leia mais

Classificação de Aroldo de Azevedo

Classificação de Aroldo de Azevedo GEOGRAFIA DO BRASIL Relevo O relevo brasileiro apresenta grande variedade morfológica (de formas), como serras, planaltos, chapadas, depressões, planícies e outras, - resultado da ação, principalmente,

Leia mais

O continente africano

O continente africano O continente africano ATIVIDADES Questão 04 Observe o mapa 2 MAPA 2 Continente Africano Fonte: . A região do Sahel, representada

Leia mais

QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL. O 2(g) O 2(aq)

QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL. O 2(g) O 2(aq) QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL Questão 01 O agente oxidante mais importante em águas naturais é, sem a menor dúvida, o oxigênio molecular dissolvido, O 2. O equilíbrio entre o oxigênio

Leia mais

RESOLUÇÕES E RESPOSTAS

RESOLUÇÕES E RESPOSTAS GEOGRAFIA 1 GRUPO CV 10/2009 RESOLUÇÕES E RESPOSTAS QUESTÃO 1: a) Os gráficos destacam que conforme ocorreu o aumento da população na grande São Paulo aumentaram também o número de viagens da população

Leia mais

Águas Continentais do Brasil. Capítulo 11

Águas Continentais do Brasil. Capítulo 11 Águas Continentais do Brasil Capítulo 11 As reservas brasileiras de água doce O Brasil é um país privilegiado pois detém cerca de 12% da água doce disponível no planeta; Há diversos problemas que preocupam:

Leia mais

Formas do fósforo: -Ortofosfatos: PO 4 3-, HPO 4 2-, H 2 PO 4 -, H 3 PO 4

Formas do fósforo: -Ortofosfatos: PO 4 3-, HPO 4 2-, H 2 PO 4 -, H 3 PO 4 CICLO DO FÓSFORO O fósforo é um não-metal multivalente pertencente à série química do nitrogênio (grupo 15 ou 5 A) que se encontra na natureza combinado, formando fosfatos inorgânicos, inclusive nos seres

Leia mais