UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Edital nº 334 de 09 de outubro de 2013 Acesso aos Cursos de Graduação 2014 O Reitor da Universidade Federal do

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Edital nº 334 de 09 de outubro de 2013 Acesso aos Cursos de Graduação 2014 O Reitor da Universidade Federal do"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Editl nº 334 de 09 de outubro de 2013 Acesso os Cursos de Grdução 2014 O Reitor d Universidde Federl do Jneiro (UFRJ), no uso de sus tribuições legis, torn público o presente Editl, provdo pelo Conselho de Ensino de Grdução (CEG) em sessão relizd em 09 de outubro de 2013, contendo s norms, rotins e procedimentos necessários à relizção do Acesso os Cursos de Grdução d UFRJ, pr ocupr 9311(nove mil trezentos e onze) vgs distribuíds pelo 1o e 2o períodos letivos do no de 2014, em conformidde com s resoluções do Conselho o (CONSUNI) números 08, 18 e 21 de SEÇÃO I: DISPOSIÇÕES GERAIS Art.1o. As 9.311(nove mil trezentos e onze) vgs estão distribuíds em (cinco mil trezentos e treze) vgs pr o 1o período letivo de 2014 e (três mil, novecentos e novent e oito) vgs pr o 2o período letivo de 2014, discriminds por curso/opção e período no Anexo I- Qudro de Vgs SiSU e Anexo II - Qudro de Vgs dos Cursos que exigem Teste de Verificção de Hbilidde Específic THE. Art.2º. Do totl ds vgs definids no rtigo 1o deste Editl, em cd curso/opção por período, um mínimo de 50% serão ocupds n modlidde Ação Afirmtiv em tendimento à Lei de 29/08/2012, o decreto No 7824 e à portri normtiv No 18 mbos de 11/10/ º. Após o cálculo de que trt o cput deste rtigo, s vgs remnescentes serão ofertds n modlidde Ampl Concorrênci. 2º. A distribuição de vgs de cd curso/opção por período em cd modlidde está definid no Anexo I Qudro de Vgs SiSU e no Anexo II Qudro de Vgs dos Cursos que exigem Teste de Verificção de Hbilidde Específic THE do presente Editl. Art.3o. Poderá concorrer às vgs descrits nos Anexos I e II do presente Editl o cndidto que tender no todo os seguintes requisitos: I. ter concluído ou estr regulrmente mtriculdo n 3 série do Ensino Médio, com previsão de conclusão no no letivo de 2013; e II. ter feito s provs do Exme Ncionl do Ensino Médio de 2013 (ENEM 2013), conforme Editl UFRJ nº 65 de 04 de bril de 2013; publicdo no Diário Oficil d União n 69, Seção 3, págin 64, de 11/04/2013. III. ter sido considerdo pto no THE do Concurso de Acesso os Cursos de Grdução de 2014, no cso dos cursos citdos no Anexo II - Qudro de Vgs THE, do presente Editl. Prágrfo Único. No cso de que trt o inciso III deste rtigo o cndidto que tenh sido considerdo pto no THE do Concurso de Acesso os Cursos de Grdução de 2011 ou 2012 ou 2013 pr o curso/opção que exij mesm vlição ou equivlente estrá isento de relizção do THE pr o Concurso de Acesso os Cursos de Grdução de SEÇÃO II: DO ACESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÂO DA UFRJ Art. 4º. O cesso os cursos/opções de grdução d UFRJ objetos deste Editl pr o 1o ou 2o período letivos de 2014 dr-se-á exclusivmente prtir ds nots obtids pelos cndidtos no Exme Ncionl do Ensino Médio de 2013 (ENEM 2013). Art.5º. As vgs presentdos no Anexo I - Qudro de Vgs SiSU, serão ocupds por meio do Sistem de Seleção Unificd do MEC - SiSU/MEC. 1º. O cronogrm de inscrição e seleção dos cndidtos pr s vgs de que trt o cput deste rtigo será divulgdo por Editl do Ministério d Educção (www.mec.gov.br). 2º. A ocupção ds vgs referentes o 1o período letivo de 2014 será relizd por meio do SiSU/MEC 1o/ º. A ocupção ds vgs referentes o 2o período letivo de 2014 será relizd por meio do SiSU/MEC 2o / º. As demis norms, rotins e procedimentos pr pré-mtrícul, confirmção de mtrícul e reclssificções dos cndidtos às vgs ofertds pr os cursos/opções que se refere o cput deste rtigo

2 estão definids no Editl Complementr 335 de 09 de outubro de 2013, provdo pelo Conselho de Grdução d UFRJ, em 09 de outubro de Art.6º. As vgs presentdos no Anexo II Qudro de Vgs THE, serão ocupds por meio de processo seletivo pr o primeiro e segundo período letivos de 2014, sob responsbilidde d Coordenção Executiv dos Concursos de Acesso os Cursos de Grdução/Superintendênci de Acesso e Registro d UFRJ. Prágrfo Único. As norms, rotins e procedimentos pr inscrição, seleção, clssificção, mnifestção de interesse, confirmção de mtrícul e reclssificções dos cndidtos às vgs ofertds pr os cursos/opções que se refere o cput deste rtigo estão definids no Editl Complementr 336 de 09 de outubro de 2013, provdo pelo Conselho de Ensino de Grdução d UFRJ, em 09 de outubro de Art.7º. A Superintendênci de Acesso e Registro d UFRJ é responsável pel interlocução junto o Instituto Ncionl de Estudos e Pesquiss Educcionis Anísio Teixeir (INEP) e Secretri de Ensino Superior do MEC (SESu/MEC) e executrá s ções de orgnizção e opercionlizção do Sistem de Seleção Unificdo/MEC (SiSU/MEC), no âmbito d UFRJ. SEÇÃO III: DA AÇÃO AFIRMATIVA Art.8º. A título de Ação Afirmtiv, de cordo com o rtigo 2o deste editl, serão oferecids 4687(qutro mil seiscentos e oitent e sete) vgs pr ingresso nos cursos de Grdução d UFRJ no no de 2014, distribuíds em cd curso/opção por período, cndidtos egressos do Ensino Médio de Escols Públics. I. 50% ds vgs de que trt o cput deste rtigo serão destinds cndidtos com rend fmilir brut per cpit igul ou inferior 1,5(um virgul cinco) slário mínimo vigente, sendo os demis 50% destindos os cndidtos com rend fmilir brut per cpit superior 1,5(um virgul cinco) slário mínimo vigente. II. pós plicção do percentul definido no inciso I, 51,8% ds vgs de cd um dos grupos resultntes, correspondente som de pretos, prdos e indígens n populção do Estdo do Jneiro conforme o censo demográfico de 2010 divulgdo pelo Instituto Brsileiro de Geogrfi e Esttístic IBGE, serão destinds por curso/opção por período, os utodeclrdos pretos, prdos e indígens. 1º O totl de vgs de cd curso/opção por período em cd modlidde está definido no Anexo I Qudro de Vgs SiSU e no Anexo II - Qudro de Vgs dos Cursos que exigem Teste de Verificção de Hbilidde Específic THE do presente Editl. 2º No to d confirmção d mtrícul será exigid dos cndidtos clssificdos n modlidde definid neste rtigo respectiv documentção comprobtóri, conforme estbelecido nos Editis UFRJ números 335 e 336 de 09 de outubro de º As vgs que restrem pós plicção do disposto nos incisos I e II do cput deste rtigo serão ofertds n modlidde mpl concorrênci. 4º O cndidto que optr concorrer n modlidde Ação Afirmtiv não poderá concorrer s vgs ofertds n modlidde Ampl Concorrênci. 5o. O não cumprimento ds exigêncis disposts neste rtigo implicrá perd d vg n UFRJ, mesmo pós efetivção d mtrícul n UFRJ e d relizção d inscrição em disciplins. Art. 9o. Poderá se cndidtr às vgs de Ação Afirmtiv o cndidto que tender os seguintes requisitos: I. ter cursdo integrlmente o ensino médio em escols públics, em cursos regulres ou no âmbito d modlidde de Educção de Jovens e Adultos; ou II. ter obtido certificdo de conclusão com bse no resultdo do Exme Ncionl do Ensino Médio - ENEM, do Exme Ncionl pr Certificção de Competêncis de Jovens e Adultos - ENCCEJA ou de exmes de certificção de competênci ou de vlição de jovens e dultos relizdos pelos sistems estduis de ensino. 1º. Pr plicção do disposto neste rtigo considere-se escol públic instituição de ensino crid ou incorpord, mntid e dministrd pelo Poder Público, nos termos do inciso I, do rt. 19, d Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de o. Não poderão concorrer às vgs n modlidde de que trt este rtigo os estudntes que tenhm cursdo em escols prticulres integrlmente ou prte do ensino médio mesmo que com bols de estudo integrl. Art 10º A prestção de informção fls pelo estudnte, purd posteriormente à mtrícul, em procedimento que lhe ssegure o contrditório e mpl defes, ensejrá o cncelmento de su mtrícul n UFRJ, sem prejuízo ds snções penis eventulmente cbíveis.

3 SEÇÃOI V: DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Art.11. É de responsbilidde exclusiv do cndidto observânci dos procedimentos e przos estbelecidos ns norms que regulmentm o SiSU/MEC, inclusive qunto o horário de tendimento, bem como presentção dos documentos exigidos pr mtrícul. Art. 12. O cndidto deverá compnhr s informções disponíveis no Portl do Ministério d Educção, no endereço eletrônico no endereço eletrônico do SiSU, em e no endereço do Concurso de Acesso os Cursos de Grdução d UFRJ, em Art. 13. De cordo com o rtigo 2º d Lei de 11 de novembro de 2009, "é proibido um mesm pesso ocupr, n condição de estudnte, simultnemente, no curso de grdução, 2 (dus) vgs, no mesmo curso ou em cursos diferentes em um ou mis de um instituição públic de ensino superior em todo o território ncionl" e cso UFRJ constte tl situção procederá o disposto no rtigo 3º e seus prágrfos dest mesm Lei, que dispõe que instituição públic de ensino superior que consttr que um dos seus lunos ocup um outr vg n mesm ou em outr instituição deverá comunicr-lhe que terá de optr por um ds vgs no przo de 5 (cinco) dis úteis, contdo do primeiro di útil posterior à comunicção. Art.14. O cndidto que, comprovdmente, presentr documentos flsos, fornecer informções inverídics, utilizr quisquer meios ilícitos ou descumprir s norms deste Editl será elimindo e perderá o direito à vg n UFRJ, qulquer tempo, mesmo depois de mtriculdo e estrá sujeito plicção ds penliddes legis. Art. 15. A Coordenção Executiv dos Concursos de Acesso os Cursos de Grdução/ Superintendênci de Acesso e Registro d UFRJ divulgrá, sempre que necessário, norms complementres e visos oficiis no Diário Oficil d União e no endereço eletrônico Art. 16. As lists de clssificção, convocção pr pré-mtrícul e confirmção de mtrícul e inscrição em disciplins serão publicds no endereço eletrônico Art. 17. O Concurso de Acesso os Cursos de Grdução 2014, de que trt o presente Editl, terá efeitos somente pr mtrículs no no letivo de Art.18. Os csos omissos e s situções não prevists no presente Editl serão vlidos pel Coordenção Executiv dos Concursos de Acesso os Cursos de Grdução d UFRJ e encminhdos pr deliberção no Conselho de Ensino de Grdução d Universidde Federl do Jneiro. Art. 19. Pr dirimir tods s questões oriunds do presente Editl, é competente o Foro d Justiç Federl d cidde do Jneiro. Crlos Antonio Levi d Conceição Reitor ANEXO I QUADRO DE VAGAS SiSU ANEXO II QUADRO DE VAGAS THE ANEXO III GRUPOS DE THE ANEXO IV PESOS E NOTAS MÍNIMAS ANEXO V DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS ANEXO I - QUADRO DE VAGAS SiSU VAGAS PARA o Semestre AÇÃO AFIRMATIVA ESCOLA PÚBLICA Rend menor ou igul 1,5SM* Rend mior 1,5SM* CAMPUS / POLO TURNO utodeclrd os outros utodeclrdos outros Ampl TOTA L

4 Administrção Jneiro/ I* Pri vermelh Astronomi Jneiro/ I Vlongo Biblioteconomi e Gestão de Jneiro/ V Uniddes de Pri vermelh Informção 20 Jneiro/ Ciênci d I Computção Jneiro/ Ciêncis Aturiis I Ciêncis Jneiro/ Biológics: I (/Lice ncitur) Ciêncis Biológics - Ciêncis Biológics: Biofísic Ciêncis Biológics: Microbiologi e Imunologi Ciêncis Biológics: Modlidde Médic Ciêncis Biológics: Biotecnologi Ciêncis Biológics - Ciêncis Biológics - Ciêncis Contábeis Ciêncis Econômics Ciêncis Econômics Ciêncis Mtemátics e d Terr - Ciêncis Sociis Ciêncis Sociis - Comunicção Socil2 Comunicção Socil2 Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Duque de Cxis/Xerém /Centro o /Centro o Jneiro/ Pri vermelh Jneiro/ Pri vermelh Jneiro/ Pri vermelh Jneiro/ Jneiro/ Lrgo de São Frncisco Jneiro/ Lrgo de São Frncisco Jneiro /Pri Vermelh Jneiro/ Pri N I I I I* I* I* I N I I N N V

5 Vermelh Conservção Resturção e Dnç - Defes e Gestão Estrtégic Interncionl Direito3 Direito3 Educção Físic - Educção Físic - Educção Físic - Enfermgem Obstetríci Enfermgem Obstetríci Engenhri Ambientl Engenhri Civil e e Engenhri de Computção e Informção Engenhri de Controle e Automção Engenhri Eletrônic e de Computção Engenhri Elétric Engenhri Mteriis Engenhri Mecânic Engenhri Metlúrgic de Engenhri Nvl e Oceânic Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Fculdde de Direito Jneiro/ Fculdde de Direito Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ /Centro o Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ N N I N N I I I I I I I I I

6 Engenhri Nucler Engenhri Alimentos Engenhri Bioprocessos Engenhri Petróleo Engenhri Produção de de de de Engenhri - Ciclo Básico 8 Engenhri4 Engenhri Químic Engenhri Químic Esttístic Frmáci Frmáci Frmáci Filosofi - Filosofi - Físic - Físic - Físic Médic Fisioterpi Fonoudiologi Gstronomi Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ /Centro o Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ /Centro o Jneiro/ Lrgo de São Frncisco Jneiro/ Lrgo de São Frncisco Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ I I I N I I N I N I I I*

7 Geogrfi - Geologi Gestão Públic pr o Desenvolvimento Economico e Socil Históri (/Lice ncitur)5 Históri (/Lice ncitur)5 Históri d Arte Letrs / Português- Alemão6 Letrs / Português-Árbe6 Letrs / Português- Espnhol6 Letrs / Português- Frncês6 Letrs / Português-Grego6 Letrs / Português- Hebrico6 Letrs / Português-Inglês6 Letrs / Português- Itlino6 Letrs / Português- Jponês6 Letrs / Português-Ltim6 Letrs / Português- Literturs6 Letrs / Português- Literturs - Letrs / Português-Russo6 Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ I I* N I I I I I I I I I N I

8 Mtemátic - Mtemátic - Mtemátic - Mtemátic Aplicd Meteorologi Medicin Medicin Nnotecnologi Nnotecnologi Nutrição Nutrição Odontologi Pedgogi Pedgogi Psicologi Químic - Atribuição Tecnológic Químic - Químic - Químic Industril Químic Industril Relções Interncionis Súde Coletiv Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ /Centro o Jneiro/ Duque de Cxis/Xerém Jneiro/ /Centro o Jneiro/ Jneiro/ Pri vermelh Jneiro/ Pri vermelh Jneiro/ Pri vermelh Jneiro/ Jneiro/ /Centro o Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Pri vermelh Jneiro/ N I I I M V I I N I* I N N

9 Serviço Socil Serviço Socil Teori d Dnç Terpi Ocupcionl Jneiro/ Pri vermelh Jneiro/ Pri vermelh Jneiro/ Jneiro/ M N N M=MANHÃ; V=VESPERTINO; N=NOITE; I=INTEGRAL (MANHÃ E VESPERTINO); I*=INTEGRAL (VESPERTINO E NOITE). 1: Ciêncis Biológics: o finl do qurto período o luno deverá optr entre licencitur (20 vgs) e bchreldo (40 vgs). 2: Comunicção Socil: englob os curso de Jornlismo, Produção Editoril, Publicidde e Propgnd e Rdilismo. 3: Direito: I - uls no vespertino (1o o 5o períodos) e no mtutino (6o o 10o períodos). 4: Engenhri: o finl do quinto período pós o ingresso, os lunos optrão entre Civil, Produção ou Mecânic(40 vgs). Critério: créditos dos 5 primeiros períodos cursdos com provção. Desempte: CRA nests disciplins. 5: Históri: o luno optrá entre bchreldo (5 vgs) e licencitur (40 vgs) no qurto período. 6: Letrs: os cndidtos clssificdos ns hbilitções do curso de Letrs poderão optr por bchreldo(40% ds vgs) ou licencitur (60% ds vgs) no segundo período. 7: Ciêncis Biológics: Modlidde Biofísic - Polo Xerém: o finl do qurto período o luno deverá optr por um ds modliddes Bioinformátic ou Biologi Estruturl 8:Engenhri - Ciclo Básico: Ao finl de dois nos de mtrícul n UFRJ, os lunos optrão entre os diversos cursos de Engenhri d Escol Politécnic, de cordo com o número de vgs disponível, tendo como critério de locção o rendimento cdêmico definido de cordo com resolução de su Congregção. SM*= Slário Mínimo ANEXO I - QUADRO DE VAGAS SiSU VAGAS PARA o SEMESTRE CURSO / OPÇÃO Administrção Biblioteconomi e Gestão de Uniddes de Informção Ciênci d Computção Ciêncis Biológics: (/)1 Ciêncis Biológics - Ciêncis Biológics: Modlidde Médic CAMPUS / POLO Jneiro/ Pri vermelh Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ AÇÃO AFIRMATIVA - ESCOLA PÚBLICA Rend menor ou igul 1,5 SM* Rend mior 1,5 SM* TURNO utodeclrdos outros utodeclrdos outros Ampl TOTAL I* I* I I N I

10 Ciêncis Biofísic Ciêncis Biotecnologi Biológics: Biológics: Ciêncis Biológics - Ciêncis Biológics - Ciêncis Contábeis Ciêncis Contábeis Ciêncis Econômics Ciêncis Mtemátics e d Terr - Ciêncis Sociis Comunicção Socil2 Comunicção Socil2 Conservção e Resturção Dnç - Defes e Gestão Estrtégic Interncionl Direito3 Direito3 Educção Físic - Educção Físic - Educção Físic - Enfermgem e Obstetríci Enfermgem e Obstetríci Engenhri Civil Engenhri Eletrônic e de Computção Duque de Cxis/Xerém Duque de Cxis/Xerém I /Centro o I* /Centro o I* Jneiro/ Pri I* vermelh Jneiro/ I* Jneiro/ Pri I vermelh Jneiro/ I Jneiro/ Lrgo de São I Frncisco Jneiro/ Pri N Vermelh Jneiro/ Pri V Vermelh Jneiro/ Jneiro/ N Jneiro/ N Jneiro/ Fculdde de I Direito Jneiro/ Fculdde de N Direito Jneiro/ Jneiro/ N Jneiro/ I Jneiro/ I /Centro o Jneiro/ I Jneiro/ I

11 Engenhri Elétric Engenhri Mecânic Engenhri Nvl e Oceânic Engenhri de Alimentos Engenhri de Bioprocessos Engenhri de Produção Engenhri Químic Engenhri Químic Frmáci Frmáci Frmáci Filosofi - Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ /Centro o Jneiro/ Lrgo de São Frncisco I I I I N I N I Filosofi - Jneiro Físic - Jneiro/ N Fisioterpi Jneiro/ I Fonoudiologi Jneiro/ I Gstronomi Jneiro/ I* Geogrfi - Jneiro/ N Gestão Públic pr o Desenvolvimento Econômico Jneiro/ I* e Socil Históri Jneiro/ (/)5 N Históri (/ Jneiro/ )5 I Históri d Arte Jneiro/ I Letrs / Português-Alemão6 Jneiro/ I

12 Letrs / Português-Espnhol6 Letrs / Português-Frncês6 Letrs / Português-Grego6 Letrs / Português-Inglês6 Letrs / Português-Itlino6 Letrs / Português-Ltim6 Letrs / Português- Literturs6 Letrs / Português-Literturs - Medicin Medicin Nutrição Nutrição Odontologi Pedgogi Psicologi Químic - Químic - Químic - Químic Industril Químic Industril Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ /Centro o Jneiro/ /Centro o Jneiro/ Jneiro/ Pri vermelh Jneiro/ Pri vermelh Jneiro/ Jneiro/ /Centro o Jneiro/ Jneiro/ I I I I N I I N I I* N I* I N Relções Interncionis Jneiro N Serviço Socil Serviço Socil Teori d Dnç Jneiro/ Pri vermelh M Jneiro/ Pri N vermelh Jneiro/ N

13 Terpi Ocupcionl Jneiro/ M=MANHÃ; V=VESPERTINO; N=NOITE; I=INTEGRAL (MANHÃ E VESPERTINO); I*=INTEGRAL (VESPERTINO E NOITE). 1: Ciêncis Biológics: o finl do qurto período o luno deverá optr entre licencitur (20 vgs) e bchreldo (40 vgs). 2: Comunicção Socil: englob os curso de Jornlismo, Produção Editoril, Publicidde e Propgnd e Rdilismo. 3: Direito: I - uls no vespertino (1o o 5o períodos) e no mtutino (6o o 10o períodos). 4: Engenhri: o finl do quinto período pós o ingresso, os lunos optrão entre Civil, Produção ou Mecânic. Critério: créditos dos 5 primeiros períodos cursdos com provção. Desempte: CRA nests disciplins. 5: Históri: o luno optrá entre bchreldo (5 vgs) e licencitur (40 vgs) no qurto período. 6: Letrs: os cndidtos clssificdos ns hbilitções do curso de Letrs poderão optr por bchreldo(40% ds vgs) ou licencitur (60% ds vgs) no segundo período. 7: Ciêncis Biológics: Modlidde Biofísic - Polo Xerém: o finl do qurto período o luno deverá optr por um ds modliddes Bioinformátic ou Biologi Estruturl SM*= Slário Mínimo ANEXO II - QUADRO DE VAGAS THE VAGAS PARA o Semestre CURSO / OPÇÃO AÇÃO AFIRMATIVA - ESCOLA PÙBLICA Rend menor ou igul 1,5 SM Rend mior 1,5 SM Arquitetur Urbnismo Artes Cênics / Cenogrfi Artes Cênics / Direção Tetrl Artes Cênics / Indumentári Artes Visuis/Escultur Composição Interior Composição Pisgístic Comunicção Visul Design Dnç Desenho Industril / Projeto de CAMPUS / POLO e Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Pri Vermelh Jneiro/ Jneiro/ de Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ TURNO utodeclrdos outros utodeclrdos outros Ampl TOTAL I I I* I I I I N I

14 Produto Educção Artístic / Artes Plástics - Educção Artístic/ Desenho - Grvur - / Bndolim - / Cnto - / Cvquinho - / Clrinet - / Composição - / Contrbixo - / Crvo - / Fgote - / Flut - / Hrp - / Instrumento de Percussão - / Oboé - / Órgão - / Pino - / Regênci Corl - / Regênci de Bnd - / Regênci Orquestrl - / Sxofone - Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro /Esc. I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I

15 / Trombone - / Tromp - / Trompete - / Tub - / Viol - / Violão - / Violino - / Violoncelo - Pintur Jneiro/ I I I I I I I I I M=MANHÃ; V=VESPERTINO; N=NOITE; I=INTEGRAL (MANHÃ E VESPERTINO); I*=INTEGRAL (VESPERTINO E NOITE). SM*= Slário Mínimo ANEXO II - QUADRO DE VAGAS THE VAGAS PARA o Semestre CURSO / OPÇÃO AÇÃO AFIRMATIVA - ESCOLA PÙBLICA Rend menor ou igul 1,5 SM* Rend mior 1,5 SM* CAMPUS / POLO TURN O utodeclrdos outros utodeclrdo s outros Ampl TOTAL Arquitetur Urbnismo e Artes Cênics / Cenogrfi Artes Cênics / Indumentári Artes Visuis/Escultur Composição de Interior Composição Pisgístic Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ I I I I I I

16 Comunicção Visul Design Dnç Desenho Industril / Projeto de Produto Educção Artístic / Artes Plástics - Educção Artístic/ Desenho - Grvur Pintur Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ Jneiro/ I N I I I I M=MANHÃ; V=VESPERTINO; N=NOITE; I=INTEGRAL (MANHÃ E VESPERTINO); I*=INTEGRAL (VESPERTINO E NOITE). ANEXO III - GRUPOS COM EQUIVALÊNA DE THE Grupo de THE Cursos/Hbilitções Arquitetur e Urbnismo Composição de Interior 1 Composição Pisgístic Comunicção Visul Design Desenho Industril - Hbilitção Projeto de Produto 2 Artes Cênics - Hbilitção Cenogrfi Artes Cênics - Hbilitção Indumentári 3 Artes Cênics - Hbilitção Direção Tetrl Escultur Grvur 4 Pintur 5 Dnç em Educção Artístic - Hbilitção Artes Plástics em Educção Artístic - Hbilitção Desenho 6 em * em

17 *THE com mesm prov teóric e prov prátic específic do instrumento ANEXO IV - PESOS E NOTAS MÍNIMAS GERAL NOTAS MÍNIMAS RED MAT NAT Todos os cursos/hbilitções Todos os cmpus/polos 300 0,01 0,01 0,01 0,01 HUM LING PESOS 2014 PESOS - PROVAS ENEM CURSO / HABILITAÇÃO CAMPUS / POLO RED MAT Administrção Jneiro Arquitetur e Urbnismo Jneiro Artes Cênics / Cenogrfi Jneiro Artes Cênics / Direção Tetrl Jneiro Artes Cênics / Indumentári Jneiro Artes Visuis/Escultur Jneiro Astronomi Jneiro Biblioteconomi e Gestão de Uniddes de Informção Jneiro Biblioteconomi e Gestão de Uniddes de Informção Jneiro/ Univers Ciênci d Computção Jneiro Ciêncis Aturiis Jneiro Ciêncis Biológics: (/) Jneiro Ciêncis Biológics - Jneiro Ciêncis Biológics: Biofísic Jneiro Ciêncis Biológics: Microbiologi e Imunologi Jneiro Ciêncis Biológics: Modlidde Médic Jneiro Ciêncis Biológics: Biofísic Duque de Cxis/Xerém NAT HUM Ciêncis Biológics: Biotecnologi Duque de Cxis/Xerém Ciêncis Biológics Ciêncis Biológics Ciêncis Contábeis Jneiro Ciêncis Contábeis Jneiro/ Univers Ciêncis Econômics Jneiro (CONTINUAÇÃO) 2014 PESOS PESOS - PROVAS ENEM CURSO / HABILITAÇÃO CAMPUS / POLO RED MAT Ciêncis Mtemátics e d Terr - Jneiro NAT HUM LING LING

18 Ciêncis Sociis Jneiro Ciêncis Sociis - Jneiro Comunicção Socil Jneiro Composição de Interior Jneiro Composição Pisgístic Jneiro Comunicção Visul Design Jneiro Conservção e Resturção Jneiro Dnç Jneiro Dnç - Jneiro Defes e Gestão Estrtégic Interncionl Jneiro Desenho Industril / Projeto de Produto Jneiro Direito Jneiro Educção Artístic / Artes Plástics - Jneiro Educção Artístic/ Desenho - Jneiro Educção Físic - Jneiro Educção Físic - Jneiro Enfermgem e Obstetríci Jneiro Enfermgem e Obstetríci Engenhri Ambientl Jneiro Engenhri Civil Jneiro Engenhri de Computção e Informção Jneiro Engenhri de Controle e Automção Jneiro Engenhri Eletrônic e de Computção Jneiro Engenhri Elétric Jneiro Engenhri de Mteriis Jneiro Engenhri Mecânic Jneiro Engenhri Metlúrgic Jneiro (CONTINUAÇÃO) 2014 PESOS PESOS - PROVAS ENEM CURSO / HABILITAÇÃO CAMPUS / PÓLO RED MAT Engenhri Nvl e Oceânic Jneiro Engenhri Nucler Jneiro Engenhri de Alimentos Jneiro Engenhri de Bioprocessos Jneiro Engenhri de Petróleo Jneiro NAT HUM LING

19 Engenhri de Produção Jneiro Engenhri - Ciclo Básico Jneiro Engenhri Engenhri Químic Jneiro Esttístic Jneiro Frmáci Jneiro Frmáci Filosofi - Jneiro Filosofi - Jneiro Físic - Jneiro Físic - Jneiro Físic Médic Jneiro Fisioterpi Jneiro Fonoudiologi Jneiro Gstronomi Jneiro Geogrfi - Jneiro Geogrfi - Jneiro Geologi Jneiro Gestão Públic pr o Desenvolvimento Economico e Socil Jneiro Grvur Jneiro Históri (/) Jneiro Históri d Arte Jneiro Letrs / Português-Alemão Jneiro (CONTINUAÇÃO) 2014 PESOS PESOS - PROVAS ENEM CURSO / HABILITAÇÃO CAMPUS / PÓLO RED MAT Letrs / Português-Árbe Jneiro Letrs / Português-Espnhol Jneiro Letrs / Português-Frncês Jneiro Letrs / Português-Grego Jneiro Letrs / Português-Hebrico Jneiro Letrs / Português-Inglês Jneiro Letrs / Português-Itlino Jneiro Letrs / Português-Jponês Jneiro Letrs / Português-Ltim Jneiro NAT HUM LING

20 Letrs / Português-Literturs Jneiro Letrs / Português-Literturs - Jneiro Letrs / Português-Russo Jneiro Mtemátic - Jneiro Mtemátic - Jneiro Mtemátic - Jneiro Mtemátic Aplicd Jneiro Meteorologi Jneiro Medicin Jneiro Medicin Jneiro / Bndolim - Jneiro / Cnto - Jneiro / Cvquinho - Jneiro / Clrinet - Jneiro / Composição - Jneiro / Contrbixo - Jneiro / Crvo - Jneiro / Fgote - Jneiro / Flut - Jneiro (CONTINUAÇÃO) 2014 PESOS PESOS - PROVAS ENEM CURSO / HABILITAÇÃO CAMPUS / PÓLO RED MAT / Hrp - Jneiro / Instrumento de Percussão - Jneiro / Oboé - Jneiro / Órgão - Jneiro / Pino - Jneiro / Regênci Corl - Jneiro / Regênci de Bnd - Jneiro / Regênci Orquestrl - Jneiro / Sxofone - Jneiro / Trombone - Jneiro / Tromp - Jneiro / Trompete - Jneiro NAT HUM LING

21 / Tub - Jneiro / Viol - Jneiro / Violão - Jneiro / Violino - Jneiro / Violoncelo - Jneiro Nnotecnologi Jneiro Nnotecnologi Duque de Cxis/Xerém Nutrição Jneiro Nutrição Odontologi Jneiro Pedgogi Jneiro Pintur Jneiro Psicologi Jneiro Químic - Atribuição Tecnológic Jneiro Químic - Jneiro Químic - Jneiro (CONTINUAÇÃO) 2014 PESOS PESOS - PROVAS ENEM CURSO / HABILITAÇÃO CAMPUS / PÓLO RED MAT Químic Químic Químic Industril Jneiro Relções Interncionis Jneiro Súde Coletiv Jneiro Serviço Socil Jneiro Teori d Dnç Jneiro Terpi Ocupcionl Jneiro ANEXO V - DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS Documentos Necessários pr Comprovção de Rend Fmilir Brut Mensl Em todos os csos: *Imposto de Rend Pesso Físic (cópi):formulário completo d Declrção de Ajuste Anul do Imposto de Rend Pesso Físic Exercício 2013, Ano-Clendário 2012 e respectivo recibo de entreg à Receit Federl de tods s pessos miores de 18 nos descrits no qudro d composição fmilir que fçm declrção e d respectiv notificção de restituição, qundo houver. Em cso de tividde rurl, deverá ser presentdo o nexo do Imposto de Rend correspondente. *Comprovntes de Rendimentos ( cópi): Dentre os documentos bixo relciondos, presentr quele(s) que comprove(m) o(s) rendimento(s) declrdo(s), reltivos os três meses nteriores dt de inscrição do cndidto no processo seletivo, de TODOS os membros d fmíli. NAT HUM LING

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Edital nº 223 de 25 de outubro de 2012 Acesso aos Cursos de Graduação 2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Edital nº 223 de 25 de outubro de 2012 Acesso aos Cursos de Graduação 2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Edital nº 223 de 25 de outubro de 2012 Acesso aos Cursos de Graduação 2013 O Reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

Edital de Processo Seletivo Nº 21/2015

Edital de Processo Seletivo Nº 21/2015 Editl de Processo Seletivo Nº 21/2015 O SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL NO ESTADO DO PIAUÍ, SENAC-PI, no uso de sus tribuições regimentis, torn público que estão berts

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Edital nº 334 de 09 de outubro de 2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Edital nº 334 de 09 de outubro de 2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Edital nº 334 de 09 de outubro de 2013 Acesso aos Cursos de Graduação 2014 O Reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG 1º EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SENAC/AL

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG 1º EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SENAC/AL PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG 1º EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SENAC/AL 1. DO PROGRAMA 1.1. O PSG destin-se pessos de bix rend cuj rend fmilir mensl per cpit não ultrpsse 2 slários mínimos federis,

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL N 004/2012 UNEMAT A, no uso de sus tribuições legis e em cumprimento ds norms prevists no rtigo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 3.768, DE 25 DE OUTUBRO DE 2005

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 3.768, DE 25 DE OUTUBRO DE 2005 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº.768, DE 5 DE OUTUBRO DE 005 O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de sus tribuições legis, e considerndo o disposto n Portri MP no 08, de de julho

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Edital nº225 de 25 de outubro de 2012 (Normas Complementares ao Edital 223 de 25 de outubro de 2012) Acesso aos Cursos de Graduação com vagas a serem ocupadas pelo

Leia mais

TEMA CENTRAL: A interface do cuidado de enfermagem com as políticas de atenção ao idoso.

TEMA CENTRAL: A interface do cuidado de enfermagem com as políticas de atenção ao idoso. TERMO DE ADESÃO A POLITICA DE INSCRIÇÃO NOS EVENTOS DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM 9ª. JORNADA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM GERIÁTRICA E GERONTOLÓGICA TEMA CENTRAL: A interfce do cuiddo de enfermgem

Leia mais

DECRETO Nº 27631. de 22 de abril de 2010.

DECRETO Nº 27631. de 22 de abril de 2010. DECRETO Nº 27631 de 22 de bril de 2010. Regulment Períci Médic e Ocupcionl dos servidores municipis d Prefeitur de Gurulhos. SEBASTIÃO DE ALMEIDA, PREFEITO DA CIDADE DE GUARULHOS, no uso de sus tribuições

Leia mais

ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU

ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU 1 ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU EDITAL UFU/PREFE/044/2010 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO(A) A Pró-reitori de Grdução d Universidde Federl de Uberlândi, mprd no rtigo 248 ds Norms de Grdução

Leia mais

A Diretoria de Relações Internacionais da Fundação de Ensino e Pesquisa do Sul de Minas - 1. OBJETIVO 2. PRÉ-REQUISITOS. Re~ unis

A Diretoria de Relações Internacionais da Fundação de Ensino e Pesquisa do Sul de Minas - 1. OBJETIVO 2. PRÉ-REQUISITOS. Re~ unis Crid pel Lei Estdul nn 2. 766/63 CNPJ.: 21.420.85610001-96 - lrrsc Estdul. ISENTA Entidde M ntenedor do Grupo Educcionl Uni: Centro Universitdrio do Sul d Mins - UNIS Fculdde Bum- FABE Fculdde Três Ponts

Leia mais

ANEXO IV - PESOS E NOTAS MÍNIMAS NOTAS MÍNIMAS RED MAT CI NAT CI HUM LING PESOS

ANEXO IV - PESOS E NOTAS MÍNIMAS NOTAS MÍNIMAS RED MAT CI NAT CI HUM LING PESOS ANEXO IV - PESOS E NOTAS MÍNIMAS NOTAS MÍNIMAS RED MAT CI NAT CI HUM LING Todos os cursos/habilitações Todos os campus/pólos 300 0,01 0,01 0,01 0,01 2013 PESOS PESOS - PROVAS ENEM CURSO / HABILITAÇÃO CAMPUS

Leia mais

Grupo Educacional Unis

Grupo Educacional Unis Fundção de Ensino e Pesquis do Sul de Mins Centro Universitário do Sul de Mins Editl de Processo Seletivo Modlidde Distânci - CPS 01/2015 Vestibulr 2015 1º Semestre Grupo Educcionl Unis O Reitor do Centro

Leia mais

EDITAL 001/2013 - EADUnC

EDITAL 001/2013 - EADUnC EDITAL 001/2013 - EADUnC O Reitor d Universidde do Contestdo-UnC, de cordo com o disposto no Regimento, fz sber, trvés do presente Editl, que estrão berts inscrições e mtriculs pr ingresso nos Cursos de

Leia mais

1.8 Não será permitida a inscrição simultânea em mais de 2 (dois) componentes curriculares a serem lecionados no mesmo período.

1.8 Não será permitida a inscrição simultânea em mais de 2 (dois) componentes curriculares a serem lecionados no mesmo período. VISO PÚBLICO Nº 04/UNOESC-R/2015 O Reitor d Universidde do Oeste de Snt Ctrin Unoesc, Unoesc Virtul, entidde educcionl, crid pel Lei Municipl nº 545/68 e estruturd de direito privdo, sem fins lucrtivos,

Leia mais

EDITAL DO PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDO 2015

EDITAL DO PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDO 2015 EDITAL DO PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDO 2015 A Diretor do Colégio Noss Senhor do Perpétuo Socorro no exercício ds tribuições que lhe conferem o seu Regimento Escolr, - considerndo o que determin Lei 12.101/2009,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Edital 400 de 10 de novembro de 2015 (Normas Complementares ao Edital 399 de 10 de novembro de 2015) Acesso aos Cursos de Graduação com vagas a serem ocupadas pelo

Leia mais

EDITAL/SEE Nº 002/2014

EDITAL/SEE Nº 002/2014 EDITAL/SEE Nº 002/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADA PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE MONITOR/A PROFESSOR/A INDÍGENA DO ENSINO FUNDAMENTAL E ENSINO MÉDIO PARA AS ESCOLAS INDÍGENAS DA REDE ESTADUAL DE

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Técnico Código: ETEC ANHANQUERA Município: Sntn de Prníb Áre de Conhecimento: : Proteção e Prevenção Componente Curriculr: LNR Legislção e Norms Regulmentodors

Leia mais

Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra

Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra Serviços de Acção Socil d Universidde de Coimbr Serviço de Pessol e Recursos Humnos O que é o bono de fmíli pr crinçs e jovens? É um poio em dinheiro, pgo menslmente, pr judr s fmílis no sustento e n educção

Leia mais

II NÚMERO DE VAGAS: As vagas serão oferecidas em cada disciplina optativa de acordo com a disponibilidade institucional do Programa.

II NÚMERO DE VAGAS: As vagas serão oferecidas em cada disciplina optativa de acordo com a disponibilidade institucional do Programa. Av. Fernndo Ferrri, 514 Vitóri ES CEP: 29.075-910 Cmpus de Goibeirs Tel/Fx: +55 (27) 4009-7657 E-mil: ppghis.ufes@hotmil.com http://www.histori.ufes.br/ppghis EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS A ALUNO ESPECIAL

Leia mais

Finalidade Pessoa Física Residencial

Finalidade Pessoa Física Residencial Gui de Contrtção Finlidde Pesso Físic Residencil Setembro/2013 O correto preenchimento e envio de documentos é ponto importnte n contrtção do Seguro Aluguel ou Finç Loctíci. Elbormos este gui pr judá-lo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO - UFRJ INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA - COPPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO - UFRJ INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA - COPPE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO - UFRJ INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA - COPPE EDITAL COPPE/PENO/PÓS nº 235/2014: PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS PARA INSCRIÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG COODERNAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO - CPG EDITAL Nº17/2014 PPG/CPG/UEMA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG COODERNAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO - CPG EDITAL Nº17/2014 PPG/CPG/UEMA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO - UEMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PPG COODERNAÇÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO - CPG EDITAL Nº17/2014 PPG/CPG/UEMA CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2015-2 MANUAL DO CANDIDATO. Edital de Vagas Remanescentes PROCESSO SELETIVO POR MEIO DE SORTEIO. Organização:

PROCESSO SELETIVO 2015-2 MANUAL DO CANDIDATO. Edital de Vagas Remanescentes PROCESSO SELETIVO POR MEIO DE SORTEIO. Organização: PROCESSO SELETIVO 2015-2 MANUAL DO CANDIDATO Editl de Vgs Remnescentes PROCESSO SELETIVO POR MEIO DE SORTEIO Orgnizção: EDITAL COMPLEMENTAR PARA PREENCHIMENTO DAS VAGAS REMANESCENTES DOS EDITAIS DO PROCESSO

Leia mais

Pró-Reitoria de Recursos Humanos EDITAL Nº. 01/2014 - PRORH/CCDP VAGAS EM CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO

Pró-Reitoria de Recursos Humanos EDITAL Nº. 01/2014 - PRORH/CCDP VAGAS EM CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO Pró-Reitori de Recursos Humnos EDITAL Nº. 01/2014 - PRORH/CCDP VAGAS EM CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO A Pró-Reitori de Recursos Humnos d Universidde Federl de Juiz de For, no uso de sus tribuições e, em cumprimento

Leia mais

Cartilha Explicativa. Segurança para quem você ama.

Cartilha Explicativa. Segurança para quem você ama. Crtilh Explictiv Segurnç pr quem você m. Bem-vindo, novo prticipnte! É com stisfção que recebemos su desão o Fmíli Previdênci, plno desenhdo pr oferecer um complementção de posentdori num modelo moderno

Leia mais

E D I T A L N º 0 3 / 2 0 1 5

E D I T A L N º 0 3 / 2 0 1 5 E D I T A L N º 0 3 / 2 0 1 5 A FACULDADE DE TECNOLOGIA MACHADO DE ASSIS FAMA, trvés d Comissão do Processo Seletivo COPS, comunic os interessdos bertur ds inscrições o PROCESSO SELETIVO pr ingresso nos

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE FERREIRA DO ZÊZERE

CÂMARA MUNICIPAL DE FERREIRA DO ZÊZERE CAPITULO I VENDA DE LOTES DE TERRENO PARA FINS INDUSTRIAIS ARTIGO l. A lienção, trvés de vend, reliz-se por negocição direct com os concorrentes sendo o preço d vend fixo, por metro qudrdo, pr um ou mis

Leia mais

- 3. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

- 3. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES EDITAL Nº 011/2015 SENAC ACRE TRATA DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA RECRUTAMENTO, INSCRIÇÃO E MATRÍCULA NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO PRESENCIAL NO PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE PSG PARA A UNIDADE DE CRUZEIRO

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA EDITAL Nº 01 /2015

SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA EDITAL Nº 01 /2015 SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA EDITAL Nº 01 /2015 SELEÇÃO DE PROFESSOR BOLSISTA EXTERNO DO PRONATEC PARA CURSOS DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL A Coordenção Gerl do PRONATEC torn públic lterção do Anexo II

Leia mais

EDITAL DE INGRESSO N 09/DEING/2015/1

EDITAL DE INGRESSO N 09/DEING/2015/1 EDITAL DE INGRESSO N 09/DEING/2015/1 Retificdo em 10/10/2014, item 1.5.4 A Reitor do Instituto Federl de Snt Ctrin torn públic bertur de inscrições, no período de 13 de outubro 03 de novembro de 2014,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Edital nº 305 de 24 de setembro de 2015 (Normas Complementares ao Edital 304 de 24 de setembro 2014) Acesso

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Edital nº 305 de 24 de setembro de 2015 (Normas Complementares ao Edital 304 de 24 de setembro 2014) Acesso UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Edital nº de de setembro de (Normas Complementares ao Edital de de setembro ) Acesso aos Cursos de Graduação com vagas a serem ocupadas pelo Sistema de Seleção Unificada

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RECEÇÃO. DISCIPLINA: OPERAÇÕES TÉCNICAS DE RECEÇÃO (12º Ano Turma M)

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RECEÇÃO. DISCIPLINA: OPERAÇÕES TÉCNICAS DE RECEÇÃO (12º Ano Turma M) ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RECEÇÃO DISCIPLINA: (12º Ano Turm M) PLANIFICAÇÃO ANUAL Diretor do Curso Teres Sous Docente Teres Bstos Ano Letivo 2015/2016 Competêncis

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO - UFRJ INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA - COPPE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO - UFRJ INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA - COPPE UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO - UFRJ INSTITUTO ALBERTO LUIZ COIMBRA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA DE ENGENHARIA - COPPE EDITAL PEC/COPPE/UFRJ Nº 261/2015: PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS PARA INSCRIÇÃO

Leia mais

I AÇÕES DE AUDITORIA INTERNA PREVISTAS:

I AÇÕES DE AUDITORIA INTERNA PREVISTAS: PAINT 24 - I AÇÕES DE AUDITORIA INTERNA PREVISTAS: 1.1 - Auditoris de Conformidde Uniddes Orig d dnd: Intern com bse nos resultdos d Mtriz de Risco elbord pel Auditori Intern Nº UNIDADE OBJETIVOS ESCOPO

Leia mais

Ilha Solteira, 17 de janeiro de 2013. OFICIO OSISA 05/2013

Ilha Solteira, 17 de janeiro de 2013. OFICIO OSISA 05/2013 Nossos prceiros Pel trnsprênci e qulidde d plicção dos recursos públicos Ilh Solteir, 17 de jneiro de 2013. OFICIO OSISA 05/2013 Ao Exmo. Sr. Alberto dos Sntos Júnior Presidente d Câmr Municipl de Ilh

Leia mais

Considerando a necessidade de contínua atualização do Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores - PROCONVE;

Considerando a necessidade de contínua atualização do Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores - PROCONVE; http://www.mm.gov.br/port/conm/res/res97/res22697.html Pge 1 of 5 Resoluções RESOLUÇÃO Nº 226, DE 20 DE AGOSTO DE 1997 O Conselho Ncionl do Meio Ambiente - CONAMA, no uso ds tribuições que lhe são conferids

Leia mais

6.1 Recursos de Curto Prazo ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO. Capital de giro. Capital circulante. Recursos aplicados em ativos circulantes (ativos

6.1 Recursos de Curto Prazo ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO. Capital de giro. Capital circulante. Recursos aplicados em ativos circulantes (ativos ADMINISTRAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO 6.1 Recursos de curto przo 6.2 Administrção de disponibiliddes 6.3 Administrção de estoques 6.4 Administrção de conts 6.1 Recursos de Curto Przo Administrção Finnceir e

Leia mais

Carta Convite para Seleção de Preceptores. Desenvolvimento de Competência Pedagógica para a prática da Preceptoria na Residência Médica

Carta Convite para Seleção de Preceptores. Desenvolvimento de Competência Pedagógica para a prática da Preceptoria na Residência Médica ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO MÉDICA (ABEM) Av. Brsil, 4036 sls 1006/1008 21040-361 Rio de Jneiro-RJ Tel.: (21) 2260.6161 ou 2573.0431 Fx: (21) 2260.6662 e-mil: rozne@bem-educmed.org.br Home-pge: www.bem-educmed.org.br

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES CONFIDENCIAIS

FICHA DE INFORMAÇÕES CONFIDENCIAIS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA E DEFESA SOCIAL DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E GESTÃO DO ESTADO DO CEARÁ POLÍCIA MILITAR DO CEARÁ CONCURSO PÚBLICO PARA INGRESSO NO CARGO DE SOLDADO PM

Leia mais

Oferta n.º 1274; 1275 e 1276

Oferta n.º 1274; 1275 e 1276 Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Inglês Ofert n.º 1274; 1275 e 1276 A Câmr Municipl Mi procede

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 068/2012

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 068/2012 P.J.U.- TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO 1 PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 068/2012 Regido pel Lei nº 10.520/2002, Lei Complementr

Leia mais

SUMÁRIO ESTE BOLETIM DE SERVIÇO É CONSTITUÍDO DE 26 (VINTE E SEIS) PÁGINAS CONTENDO AS SEGUINTES MATÉRIAS:

SUMÁRIO ESTE BOLETIM DE SERVIÇO É CONSTITUÍDO DE 26 (VINTE E SEIS) PÁGINAS CONTENDO AS SEGUINTES MATÉRIAS: ANO XLIV N.º 095 01/07/2014 SUMÁRIO ESTE BOLETIM DE SERVIÇO É CONSTITUÍDO DE 26 (VINTE E SEIS) PÁGINAS CONTENDO AS SEGUINTES MATÉRIAS: SEÇÃO I EXTRATO DE INSTRUMENTO CONVENIAL...02 SEÇÃO II PARTE 1: DESPACHOS

Leia mais

GUIA PRÁTICO ABONO DE FAMILIA PARA CRIANÇAS E JOVENS

GUIA PRÁTICO ABONO DE FAMILIA PARA CRIANÇAS E JOVENS Mnul de GUIA PRÁTICO ABONO DE FAMILIA PARA CRIANÇAS E JOVENS INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Deprtmento/Gbinete Pág. 1/26 FICHA TÉCNICA TÍTULO Gui Prático Abono de fmíli pr crinçs e jovens

Leia mais

Oferta n.º 1260. Praça do Doutor José Vieira de Carvalho 4474-006 Maia Tel. 229 408 600 Fax 229 412 047 educacao@cm-maia.pt www.cm-maia.

Oferta n.º 1260. Praça do Doutor José Vieira de Carvalho 4474-006 Maia Tel. 229 408 600 Fax 229 412 047 educacao@cm-maia.pt www.cm-maia. Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Inglês Ofert n.º 1260 A Câmr Municipl Mi procede à bertur do

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos http://www.plnlto.gov.br/ccivil_03/eis/cp/cp139.htm Pge 1 sur 22 Presidênci d Repúblic Cs Civil Subchefi pr Assuntos Jurídicos EI COMPEMENTAR Nº139, DE 10 DE NOVEMBRO DE 2011 Mensgem de veto Vigênci Alter

Leia mais

Ter formação mínima em nível superior comprovada que atenda a formação acadêmica ou formação ou vinculação em programa de

Ter formação mínima em nível superior comprovada que atenda a formação acadêmica ou formação ou vinculação em programa de ANEXO II EDITAL Nº 04/2014 2 º PRORROGAÇÃO PARA VAGAS REMANESCENTES QUADRO DE VAGAS REMANESCENTES PARA O PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE PROFESSORES PESQUISADORES FORMADORES ÁREA DA PESQUISA EMENTA EIXO

Leia mais

REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº 018/2007 TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 14ª REGIÃO

REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº 018/2007 TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 14ª REGIÃO REGISTRO DE PREÇOS PREGÃO PRESENCIAL Nº 018/2007 TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 14ª REGIÃO SETOR PROCESSO TRT Nº 01330.2006.000.14.00-0 COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO TIPO Menor Preço por lote, objetivndo

Leia mais

a a 3,88965 $140 7 9% 7 $187 7 9% a 5, 03295

a a 3,88965 $140 7 9% 7 $187 7 9% a 5, 03295 Anuiddes equivlentes: $480 + $113 + $149 5 9% 5 VPL A (1, 09) $56, 37 A 5 9% 3,88965 5 9% 5 9% AE = = = = $14, 49 = 3,88965 AE B $140 $620 + $120 + 7 9% 7 VPL B (1, 09) $60, 54 = = = 5, 03295 7 9% 7 9%

Leia mais

2.1. O processo seletivo de concessão de vagas do Programa SENAC de Gratuidade PSG 2011 é regido por este edital.

2.1. O processo seletivo de concessão de vagas do Programa SENAC de Gratuidade PSG 2011 é regido por este edital. EDITAL Nº 01/2012 SENAC ACRE TRATA DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA RECRUTAMENTO, INSCRIÇÃO, SELEÇÃO E MATRÍCULA NO PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG, NO MUNICÍPIO DE RIO BRANCO/ACRE REFERENTE AO 1º SEMESTRE

Leia mais

ESMAFE/PR Escola da Magistratura Federal do Paraná

ESMAFE/PR Escola da Magistratura Federal do Paraná ESMAFE/PR Escol d Mgistrtur Federl do Prná Curso Regulr Preprtório pr Crreir d Mgistrtur Federl com opção de Pós-Grdução ltu sensu em Direito Público em prceri com UniBrsil - Fculddes Integrds do Brsil

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA No 18, DE 11 DE OUTUBRO DE 2012

PORTARIA NORMATIVA No 18, DE 11 DE OUTUBRO DE 2012 PORTARIA NORMATIVA No 18, DE 11 DE OUTUBRO DE 2012 Dispõe sobre a implementação das reservas de vagas em instituições federais de ensino de que tratam a Lei no 12.711, de 29 de agosto de 2012, e o Decreto

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO. ##ATO EDITAL n o 332 de 09 de outubro de 2013

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO. ##ATO EDITAL n o 332 de 09 de outubro de 2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO ##ATO EDITAL n o de 09 de outubro de 0 EDITAL DE MUDANÇA DE CURSO E DE MUDANÇA DE CAMPUS/POLO, EM CURSOS PRESENCIAIS NA UFRJ ##TEXA Universidade Federal do Rio de

Leia mais

O sistema de cotas no Brasil: um estudo de caso na Universidade Estadual do Norte Fluminense -UENF

O sistema de cotas no Brasil: um estudo de caso na Universidade Estadual do Norte Fluminense -UENF O sistem de cots no Brsil: um estudo de cso n Universidde Estdul do Norte Fluminense -UENF Ludmil Gonçlves d Mtt Doutor em Sociologi Polític Professor do Mestrdo em Plnejmento Regionl e Gestão de Ciddes

Leia mais

Ministério da Educação GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 18, DE 11 DE OUTUBRO DE 2012

Ministério da Educação GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 18, DE 11 DE OUTUBRO DE 2012 Ministério da Educação GABINETE DO MINISTRO PORTARIA NORMATIVA Nº 18, DE 11 DE OUTUBRO DE 2012 Dispõe sobre a implementação das reservas de vagas em instituições federais de ensino de que tratam a Lei

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO MANUAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Prof. Msc. Frncis Regis Irineu Coordenção Gerl de Estágio Prof. Izequiel Sntos de Arújo Coordendor de Estágio Cmpins, 2015 SUMÁRIO 1. Introdução...

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2016

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2016 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2016 O Reitor da Universidade Federal da Bahia, no uso das suas

Leia mais

Vo t a ç ão TEXTO DO CONGRESSO. PROPOSTA DO GOVERNO / Partidos da Base PROPOSTAS DAS BANCADAS DE OPOSIÇÃO E / OU ATEMPA / SIMPA

Vo t a ç ão TEXTO DO CONGRESSO. PROPOSTA DO GOVERNO / Partidos da Base PROPOSTAS DAS BANCADAS DE OPOSIÇÃO E / OU ATEMPA / SIMPA PROPOSTA DO GOVERNO / Prtidos d Bse PROPOSTAS DAS BANCADAS DE OPOSIÇÃO do Governo (Mensgem Retifictiv) E / OU ATEMPA / SIMPA Vo t ç ão TEXTO DO CONGRESSO Diverss estrtégis pr tingir s mets Emend 1- exclui

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CENTRO DE REGISTRO E INDICADORES ACADÊMICOS EDITAL Nº 013/2014 CIAC, 27 DE JANEIRO DE 2014

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CENTRO DE REGISTRO E INDICADORES ACADÊMICOS EDITAL Nº 013/2014 CIAC, 27 DE JANEIRO DE 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CENTRO DE REGISTRO E INDICADORES ACADÊMICOS EDITAL Nº 013/2014 CIAC, 27 DE JANEIRO DE 2014 CONVOCAÇÃO DOS CANDIDATOS CLASSIFICADOS NO SISU-2014-1 EDIÇÃO 2ª CHAMADA PARA ENTREGA

Leia mais

EDITAL 01/2007 MEC/MAPA/SEBRAE PRÊMIO TÉCNICO EMPREENDEDOR

EDITAL 01/2007 MEC/MAPA/SEBRAE PRÊMIO TÉCNICO EMPREENDEDOR EDITAL 01/2007 MEC/MAPA/SEBRAE PRÊMIO TÉCNICO EMPREENDEDOR CATEGORIAS: Técnico Tem Livre Tecnólogo Tem Livre Técnico Inclusão Socil Tecnólogo Inclusão Socil Técnico Coopertivist Tecnólogo Coopertivist

Leia mais

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE PSG

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE PSG EDITAL Nº 031/2015 SENAC ACRE TRATA DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA RECRUTAMENTO, INSCRIÇÃO, SELEÇÃO E MATRICULA NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO PRESENCIAL, NO PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG, UNIDADE NEP

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA ACESSO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015 O Reitor da Universidade Federal da Bahia, no uso das suas

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE VERÃO 2015 EDITAL

PROCESSO SELETIVO DE VERÃO 2015 EDITAL U N I V E R S I D A D E D E P A S S O F U N D O V i c e - R e i t o r i a d e G r a d u a ç ã o S e c r e t a r i a G e r a l d o s C u r s o s Campus I Rodovia BR 285 Km 292,7 - Bairro São José CEP 99052-900

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO. DISCIPLINA: ORGANIZAR E GERIR A EMPRESA (10º Ano Turma K)

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO. DISCIPLINA: ORGANIZAR E GERIR A EMPRESA (10º Ano Turma K) ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO DISCIPLINA: ORGANIZAR E GERIR A EMPRESA (10º Ano Turm K) PLANIFICAÇÃO ANUAL Diretor do Curso Celso Mnuel Lim Docente Celso Mnuel

Leia mais

EDITAL Nº 006/2012 SELEÇÃO DE PESSOAL

EDITAL Nº 006/2012 SELEÇÃO DE PESSOAL EDITAL Nº 006/2012 SELEÇÃO DE PESSOAL O Serviço Socil do Comércio Administrção Regionl no Distrito Federl SESC/DF, instituição privd inscrit no CNPJ 03.288.908/0001-30, por meio d su Divisão de Administrção

Leia mais

PROGRAMA: ESTUDOS AVANÇADOS EM LIDERANÇA CRISTÃ (IGREJA BATISTA DO MORUMBI)

PROGRAMA: ESTUDOS AVANÇADOS EM LIDERANÇA CRISTÃ (IGREJA BATISTA DO MORUMBI) PROGRAMA: ESTUDOS AVANÇADOS EM LIDERANÇA CRISTÃ (IGREJA BATISTA DO MORUMBI) 1) Servo de Cristo e legislção vigente O Servo de Cristo respeitndo legislção vigente, ns orientções do MEC em seu Precer nº

Leia mais

Pacto pela Saúde 2010/2011 Valores absolutos Dados preliminares Notas Técnicas

Pacto pela Saúde 2010/2011 Valores absolutos Dados preliminares Notas Técnicas Pcto pel Súde 2010/ Vlores bsolutos Ddos preliminres Nots Técnics Estão disponíveis, nests págins, os vlores utilizdos pr o cálculos dos indicdores do Pcto pel Súde 2010/, estbelecidos prtir d Portri 2.669,

Leia mais

Relatório de atividades. Abril / 2011 a Janeiro / 2014. A Coordenação de Convênios e Contratos da UFG/CAC está vinculada à direção do

Relatório de atividades. Abril / 2011 a Janeiro / 2014. A Coordenação de Convênios e Contratos da UFG/CAC está vinculada à direção do Reltório de tividdes Abril / 2011 Jneiro / 2014 A d UFG/CAC está vinculd à direção do Câmpus e, posteriormente, o Setor de Convênios e Contrtos do Gbinete d Reitori. Tem como função intermedir s relções

Leia mais

Questionário. Base de Dados dos Recursos Humanos da Área Jurídica da Administração Pública da Região Administrativa Especial de Macau

Questionário. Base de Dados dos Recursos Humanos da Área Jurídica da Administração Pública da Região Administrativa Especial de Macau Registo inicil Actulizção de ddos Direcção dos Serviços d Reform Jurídic e do Direito Interncionl Questionário Bse de Ddos dos Recursos Humnos d Áre Jurídic d Administrção Públic d Região Administrtiv

Leia mais

AGENTE ADMINISTRATIVO DO MP/RS DIREITO ADMINISTRATIVO DELEGAÇÃO DE SERVIÇOS NOTARIAIS E REGISTRAIS DO RS

AGENTE ADMINISTRATIVO DO MP/RS DIREITO ADMINISTRATIVO DELEGAÇÃO DE SERVIÇOS NOTARIAIS E REGISTRAIS DO RS 1 SUMÁRIO I. Administrção Públic... II. Atos Administrtivos... III. Poder de Políci... IV. Serviço Público... V. Responsbilidde Civil do Estdo... VI. Controle d Administrção Públic... 02 09 21 23 25 27

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Pró-Reitoria de Graduação Diretoria de Processos Seletivos

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Pró-Reitoria de Graduação Diretoria de Processos Seletivos EDITAL Nº 09-C, DE 08 DE JANEIRO DE 2014, COMPLEMENTAR AO EDITAL N o 09, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2013, PARA OS CURSOS QUE EXIGEM CERTIFICAÇÃO EM HABILIDADES ESPECÍFICAS PROCESSO SELETIVO UFU EDIÇÃO 2014-1

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALHOÇA FACULDADE MUNICIPAL DE PALHOÇA EDITAL N. 09/2012

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALHOÇA FACULDADE MUNICIPAL DE PALHOÇA EDITAL N. 09/2012 PREFEITUR MUNICIPL DE PLHOÇ FCULDDE MUNICIPL DE PLHOÇ EDITL N. 09/2012 Diretora Executiva da Faculdade Municipal de Palhoça, no uso de suas atribuições legais, e de acordo com o que prevê a Resolução n.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015.2 A - UFERSA

PROCESSO SELETIVO PARA CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015.2 A - UFERSA EDITAL Nº. 025/2015 PROCESSO SELETIVO PARA CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015.2 A Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA, considerando o disposto na Portaria Normativa MEC nº 21, de 05 de novembro de

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL N 018/2012 UNEMAT A, no uso de sus tribuições legis e em cumprimento ds norms prevists no rtigo

Leia mais

TARIFÁRIO 2016 Operadora Nacional SEMPRE PERTO DE VOCÊ

TARIFÁRIO 2016 Operadora Nacional SEMPRE PERTO DE VOCÊ TARIFÁRIO 2016 Operdor Ncionl SEMPRE PERTO DE VOCÊ 24 HOTÉIS PORTUGAL E BRASIL LAZER E NEGÓCIOS CIDADE, PRAIA E CAMPO Os Hotéis Vil Glé Brsil Rio de Jneiro VILA GALÉ RIO DE JANEIRO 292 qurtos 2 resturntes

Leia mais

CÁLCULO E INSTRUMENTOS FINANCEIROS I (2º ANO)

CÁLCULO E INSTRUMENTOS FINANCEIROS I (2º ANO) GESTÃO DE EMPRESAS CÁLCULO E INSTRUMENTOS FINANCEIROS I (2º ANO) Exercícios Amortizção de Empréstimos EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO Exercício 1 Um empréstimo vi ser reembolsdo trvés de reembolsos nuis, constntes

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013

Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013 Ministério da Educação - MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Sistema de Seleção Unificada - Sisu Termo de Adesão - 1º edição de 2013 1 - Dados cadastrais da Instituição de Educação Superior - IES

Leia mais

MANUAL DO PÓLO CURSOS TELEVIRTUAIS

MANUAL DO PÓLO CURSOS TELEVIRTUAIS Universidde Anhnguer-Uniderp Rede LFG INSCRIÇÕES E MATRÍCULAS 2010.2 MANUAL DO PÓLO CURSOS TELEVIRTUAIS São Pulo, go/2010 Documento tulizdo em 27/08/10 Atulizção Item Págin Alterção d quntidde de cheques

Leia mais

EDITAL Nº 42/2015 PROCESSO SELETIVO DISCENTE PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015.2

EDITAL Nº 42/2015 PROCESSO SELETIVO DISCENTE PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015.2 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO DE JANEIRO EDITAL Nº 42/2015 PROCESSO SELETIVO DISCENTE PARA OS CURSOS

Leia mais

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE PSG

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE PSG EDITAL Nº 053/2015 SENAC ACRE TRATA DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA RECRUTAMENTO, INSCRIÇÃO, SELEÇÃO E MATRICULA NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO PRESENCIAL, NO PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG, UNIDADE NEP

Leia mais

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2008

EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2008 RETIFICAÇÕES DO EDITAL ESTÃO CONSOLIDADAS EM COR AZUL Estdo de Snt Ctrin Prefeitur Municipl de Mfr EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO N 001/2008 O Município de Mfr, SC, torn público que estrão berts, no período

Leia mais

Área de Conhecimento ARTES. Período de Execução. Matrícula. Telefone. (84) 8112-2985 / ramal: 6210

Área de Conhecimento ARTES. Período de Execução. Matrícula. Telefone. (84) 8112-2985 / ramal: 6210 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA DE APOIO INSTITUCIONAL À EXTENSÃO PROJETOS DE EXTENSÃO EDITAL 01/014-PROEX/IFRN Os cmpos sombredos

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE VERÃO 2016 EDITAL

PROCESSO SELETIVO DE VERÃO 2016 EDITAL U N I V E R S I D A D E D E P A S S O F U N D O V i c e - R e i t o r i a d e G r a d u a ç ã o S e c r e t a r i a G e r a l d o s C u r s o s Campus I Rodovia BR 285 Km 292,7 - Bairro São José CEP 99052-900

Leia mais

Nº 36, segunda-feira, 12 de maio de 2015 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO LAURO WANDERLEY

Nº 36, segunda-feira, 12 de maio de 2015 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO LAURO WANDERLEY Nº 36, segund-feir, 12 de mio de 25 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO LAURO WANDERLEY N 36, 12 de mio de 25 1 Nº 36, segund-feir, 12 de mio de 25 EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES EBSERH HOSPITAL UNIVERSITÁRIO

Leia mais

MANUAL DO POLO. Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu Televirtual e Virtual 2011.1 17/02/2011 1

MANUAL DO POLO. Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu Televirtual e Virtual 2011.1 17/02/2011 1 MANUAL DO POLO Cursos de Pós-Grdução Lto Sensu Televirtul e Virtul 2011.1 17/02/2011 1 Sumário 1. Cursos de Pós-grdução 2011.1 3 2. Processo de inscrição e mtrícul 6 3. Cronogrm de inscrição e mtrícul

Leia mais

COMUNICADO PROAE PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA PBP

COMUNICADO PROAE PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA PBP COMUNICADO PROAE PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA PBP Informamos que a PROAE constatou a existência, na Universidade Federal da Bahia, de mais 26 (vinte e seis) cursos com carga horária igual ou superior a 5

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO REITORIA. EDITAL N.º 001/2015 de 07/01/2015 PROCESSO SELETIVO 2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO REITORIA. EDITAL N.º 001/2015 de 07/01/2015 PROCESSO SELETIVO 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO REITORIA EDITAL N.º 001/2015 de 07/01/2015 PROCESSO SELETIVO 2015 O reitor em exercício da reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO AMAZONAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS Gabinete da Reitora EDITAL Nº 27/2009

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO AMAZONAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS Gabinete da Reitora EDITAL Nº 27/2009 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO AMAZONAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS Gabinete da Reitora EDITAL Nº 27/2009 A FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO AMAZONAS torna público que o Processo Seletivo para preenchimento de

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE MINISTRO ANDREAZZA Lei de Criação 372 13/02/92

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE MINISTRO ANDREAZZA Lei de Criação 372 13/02/92 PROGRAMA FINALÍSTICO PROGRAMA FINALÍSTICO PROGRAMA : 15 Mnutenção e Revitlizção do Ensino Infntil FUNDEB 40% 1. Problem: O município possui pens dus escol que oferece ensino infntil e não tende tod demnd.

Leia mais

Ordem de Serviço PROGRAD n o 004, de 8 de novembro de 2012.

Ordem de Serviço PROGRAD n o 004, de 8 de novembro de 2012. UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UNIRIO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD Ordem de Serviço PROGRAD n o 004, de 8 de novembro de 2012. Dispõe sobre a documentação necessária para a matrícula

Leia mais

Internação WEB BR Distribuidora v20130701.docx. Manual de Internação

Internação WEB BR Distribuidora v20130701.docx. Manual de Internação Mnul de Internção ÍNDICE CARO CREDENCIADO, LEIA COM ATENÇÃO.... 3 FATURAMENTO... 3 PROBLEMAS DE CADASTRO... 3 PENDÊNCIA DO ATENDIMENTO... 3 ACESSANDO O MEDLINK WEB... 4 ADMINISTRAÇÃO DE USUÁRIOS... 5 CRIANDO

Leia mais

LEI Nº 5.580. Institui o Plano de Carreira e Vencimentos do Magistério Público Estadual do Espírito Santo O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

LEI Nº 5.580. Institui o Plano de Carreira e Vencimentos do Magistério Público Estadual do Espírito Santo O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO LEI Nº 5.580 Institui o Plno de Crreir e Vencimentos do Mgistério Público Estdul do Espírito Snto O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Fço sber que Assembléi Legisltiv decretou e eu snciono seguinte

Leia mais

Faculdade Atenas Maranhense (FAMA) FAMA A Avenida São Luis Rei de França, n.º 32 Turu, São Luís/MA

Faculdade Atenas Maranhense (FAMA) FAMA A Avenida São Luis Rei de França, n.º 32 Turu, São Luís/MA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DE SÃO LUÍS HOSPITAL MUNICIPAL DJALMA MARQUES CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA EM CARGOS

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO EDITAL N.º 001/2012 PROCESSO SELETIVO PARA O PROGRAMA DE INCLUSÃO SOCIAL UNIVERSIDADE PARA TODOS FACULDADE DA PREFEITURA, N.º 001 de 27 de julho de 2012 A Prefeitura do Município de Porto Velho, por meio

Leia mais

Acoplamento. Tipos de acoplamento. Acoplamento por dados. Acoplamento por imagem. Exemplo. É o grau de dependência entre dois módulos.

Acoplamento. Tipos de acoplamento. Acoplamento por dados. Acoplamento por imagem. Exemplo. É o grau de dependência entre dois módulos. Acoplmento É o gru de dependênci entre dois módulos. Objetivo: minimizr o coplmento grndes sistems devem ser segmentdos em módulos simples A qulidde do projeto será vlid pelo gru de modulrizção do sistem.

Leia mais

Plano de Gestão 2012-2015

Plano de Gestão 2012-2015 Plno de Gestão 202-205 - Cmpus UFV - Florestl - Grdução Missão: Promover polítics de incentivo à pesquis, pós-grdução, inicição científic e cpcitção de recursos humnos, objetivndo excelênci do Cmpus Florestl

Leia mais

Diário Oficial. Estado de Mato Grosso do Sul. Secretário de Estado de Administração e Desburocratização

Diário Oficial. Estado de Mato Grosso do Sul. Secretário de Estado de Administração e Desburocratização 11-1 0-1977 Diário Oficil Estdo de Mto Grosso do Sul ANO XXXVIII n. 9.079 CAMPO GRANDE-MS, QUINTA-FEIRA, 35 PÁGINAS GOVERNADOR REINALDO AZAMBUJA SILVA Vice-Governdor ROSIANE MODESTO DE OLIVEIRA Secretário

Leia mais

4.1. Modalidades de Pagamento 4.2. Pagamento do Incentivo relativo às Operações de Locação Financeira 4.3. Garantias Bancárias

4.1. Modalidades de Pagamento 4.2. Pagamento do Incentivo relativo às Operações de Locação Financeira 4.3. Garantias Bancárias UNIÃO EUROPEIA Fundos Estruturis SIME Gui do Beneficiário (Portri n.º 262/2004, de 11 de Mrço) - Introdução 1. Notificção e Contrtção dos Incentivos. 1.1. Notificção 1.2. Contrtção 1.3. Elementos Adicionis,

Leia mais