A SÃO SALVADOR será interveniente em todos os ajustes entre o estagiário e a CONCEDENTE.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A SÃO SALVADOR será interveniente em todos os ajustes entre o estagiário e a CONCEDENTE."

Transcrição

1 CONVÊNIO Nº /2014 CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A FACULDADE SÃO SALVADOR E O... OBJETIVANDO O INTERCÂMBIO E A COOPERAÇÃO TÉCNICO- CIENTÍFICA NAS ÁREAS QUE ORA SE PROPÕEM, DESENVOLVENDO MUTUAMENTE ATIVIDADES E/OU PROJETOS VOLTADOS PARA A FORMAÇÃO PROFISSIONAL, MEDIANTE A CONCESSÃO DE ESTÁGIOS. A FACULDADE SÃO SALVADOR, pessoa jurídica de direito privado, devidamente registrada no CNPJ Sob o No / , com Sede na rua Professor Guiomar Florence, Parque Bela vista, CEP neste ato representado pelo seu Diretor Geral, Renato Geraldo Evangelista Salles, doravante denominada simplesmente, CONVENENTE, e o..., pessoa jurídica de direito privado, com sede à salvador, Estado da Bahia, inscrita na CNPJ/MF sob o nº..., representada neste ato por..., doravante denominado CONCEDENTE, considerando o acervo humano e científico existente nas Instituições convenentes, resolvem, nos termos da Lei nº /08, firmar o presente TERMO DE CONVÊNIO que tem por objetivo a concessão de estágio supervisionado nas dependências da CONCEDENTE convenente a alunos regularmente matriculados no(s) curso(s) de Enfermagem, Nutrição, Serviço Social e Fisioterapia mediante as seguintes cláusulas e condições: CLÁUSULA PRIMEIRA Do Objeto: O presente Convênio visa estabelecer a programação de mútua cooperação entre os convenentes, objetivando o desenvolvimento de atividade em formação profissional, por meio, principalmente, de programas de pesquisa e cooperação científica, que venham a trazer contribuição efetiva para o desenvolvimento das atividades ligadas às áreas de atuação de. Parágrafo Primeiro Parágrafo Segundo Parágrafo Terceiro Parágrafo Quarto Entenda-se como Programa de Cooperação em Formação Profissional, o conjunto de atividades e/ou projetos de educação e atividades de estágio, considerando-se tanto a educação formal, não formal, quanto a informal, sendo estas duas últimas relacionadas a interesses mais especificamente educacionais, constante das linhas de ação da CONVENENTE Os estágios serão processados de comum acordo entre as partes, obedecidos aos programas e currículos apresentados pela CONVENENTE. Os estágios deverão compatibilizar a linha de formação de cada estudante admitido com a atividade e o horário da CONCEDENTE, de acordo com o Termo de Compromisso que deverão firmar individualmente com cada estagiário, com a interveniência obrigatória da CONVENENTE. A SÃO SALVADOR será interveniente em todos os ajustes entre o estagiário e a CONCEDENTE.

2 CLÁUSULA SEGUNDA Dos Objetivos: O presente Convênio tem por objetivo dotar o estagiário de habilidades práticas nas áreas de atuação da CONCEDENTE, oferecendo capacitação e desenvolvimento de conhecimentos técnicos pertinentes ao seu curso. CLÁUSULA TERCEIRA Das Obrigações: Para execução do objetivo do presente convênio, compete: 1. À CONCEDENTE: 1.1. Oportunizar aos alunos da COVENENTES participar de atividades educativas voltadas para a educação, desenvolvidas pela convenente; 1.2. Permutar informações, publicações e material pedagógico; 1.3. Garantir estágio a estudantes nas áreas de estudo oferecidas pela CONVENENTES. 2. A CONVENENTE: 2.1. Disponibilizar sua infra-estrutura (instalações físicas e equipamentos) para possibilitar o êxito das atividades programadas; 2.2. Contribuir para a realização de oficinas, encontros, eventos culturais, exposições, seminários e outras atividades correlatas de interesses mútuos, relacionados à educação profissional; 2.3. Responsabilizar-se pelos procedimentos legais, administrativos e demais condições necessárias à efetivação do Estágio. Parágrafo Único Ficará a cargo da CONCEDENTE a responsabilidade pela proteção do estagiário quanto a acidentes que possam vir a ocorrer no local do estágio, ou fora dele, mas em decorrência de seu desenvolvimento, por meio de Seguro de Acidentes Pessoais. CLÁUSULA QUARTA Projetos e Programas: Para cada ação específica, desenvolvida de comum acordo entre as partes, deverão ser celebrados Termos Aditivos nos quais serão definidos os objetivos, metas e atividades específicas, obrigações e responsabilidades das partes, com apresentação de cronogramas físico e financeiro e a participação dos convenentes e outras entidades, se for o caso, em conformidade com os respectivos Planos de Trabalho, observadas as condições estabelecidas no presente Convênio. Parágrafo Primeiro Parágrafo Segundo As partes convenentes designarão, para cada projeto, os coordenadores que se responsabilizarão pela execução e acompanhamento dos trabalhos, bem como pela chefia de suas respectivas equipes técnicas envolvidas. Os convenentes facilitarão o acesso de seus técnicos e estagiários aos seus laboratórios e demais instalações, desde que os trabalhos a serem desenvolvidos estejam integrados nos programas comuns. CLÁUSULA QUINTA Da Vigência e da Alteração: A vigência do presente Convênio é de 04 (quatro) anos a contar da data de assinatura, podendo ser alterado ou prorrogado por meio de Termos Aditivos por igual período ou inferior ao inicial, se for de interesses dos partícipes.

3 CLÁUSULA SEXTA Da Denúncia e da Rescisão: O presente convênio poderá, a qualquer tempo, vir a ser denunciado pelas partes, com motivo ou sem ele, devendo o interessado externar formalmente a sua intenção nesse sentido com antecedência mínima de 60 (sessenta) dias a contar da data em que se pretenda sejam encerradas as atividades. Parágrafo Único A rescisão unilateral ou descumprimento de qualquer cláusula deste Convênio não ensejará, de parte a parte, pedido de indenização sob nenhum protesto. CLÁUSULA SÉTIMA Do Acompanhamento e Avaliação: As partes comprometem-se a realizar uma avaliação anual das ações em andamento assim como do cumprimento de futuros Termos Aditivos. CLÁUSULA OITAVA Da Divulgação: O presente Convênio de Cooperação, suas ações e projetos realizados serão amplamente divulgados pelos convenentes, respeitando-se as decisões acordadas pelas partes. CLÁUSULA NONA Do Foro: Fica eleito o foro de Salvador, no Estado da Bahia, para dirimir quaisquer questões decorrentes da execução do presente Convênio, renunciando os convenentes a qualquer outro, por mais privilegiado que seja. E por assim estarem justos e acordados, as partes, após lido e achado conforme, lavram o presente Termo de Convênio em 03 (três) vias de igual teor e forma e para um só efeito, na presença das testemunhas abaixo assinadas. Salvador, de de. Renato Geraldo Evangelista Salles Diretor Geral da CONVENENTE Testemunhas: 1) RG: 2) RG:

4 TERMO DE COMPROMISSO Termo de Compromisso de Estágio, sem vinculação empregatícia, na forma da Lei nº 6494/77, de 02/12/77 e Decreto nº , de 18/08/82, que entre si celebram de um lado como CONCEDENTE a empresa, pessoa jurídica de direito privado no CNPJ/MF sob nº..., com sede..., neste ato representada por seu..., e de outro lado o(a) ESTAGIÁRIO(A), Sr. (a), RG nº, CPF: residente e domiciliado em Salvador, e a Faculdade São Salvador - com sede na, a Professor Guiomar Florence, Parque Bela vista, CEP , na cidade de Salvador, Estado da Bahia, CNPJ Nº / , ato figura como INTERVENIENTE, doravante denominado simplesmente FACULDADE, neste ato representada pela seu Diretor Geral, Renato Geraldo Evangelista Salles regendo-se o presente termo mediante as cláusulas e condições seguintes: I- O presente Termo de Compromisso está vinculado ao Convênio firmado entre a CONCEDENTE e a Faculdade na data de / /, na qual o ESTAGIÁRIO é estudante regularmente matriculado no ano do curso de, sob o nº, convênio esse que, portanto, faz parte integrante deste compromisso; II- III- IV- O estágio tem como objetivo precípuo o entrosamento do ESTAGIÁRIO com as atividades da CONCEDENTE, possibilitando-lhe colocar em prática os ensinamentos recebidos na FACULDADE para seu aperfeiçoamento profissional, cultural e social, compatíveis com o contexto básico da formação a que se propõe; A CONCEDENTE compromete-se a alocar o ESTAGIÁRIO em setor que venha oferecer experiências e prática dentro de sua formação profissional; Para o melhor aproveitamento do estágio, a CONCEDENTE designará um supervisor de Estágio; V- As partes reconhecem expressamente que não há vínculo empregatício entre a CONCEDENTE e o ESTAGIÁRIO, pelo que este não tem direito à remuneração de qualquer espécie e nem outros direitos assegurados aos trabalhadores em geral na Legislação Trabalhista e Previdenciária. VI- O presente Estágio terá a duração de...meses, com início em e com término em, cabendo à CONCEDENTE a fixação dos locais e horários em que se realizarão as atividades do Estágio, devendo a jornada de estágio compatibilizar-se sempre com o horário escolar do ESTAGIÁRIO; VII- No caso de férias escolares, a jornada de estágio poderá ser modificada, de comum acordo entre as partes, com a interveniência da FACULDADE. VIII- São obrigações do ESTAGIÁRIO:

5 a) Cumprir fielmente a programação do Estágio comunicando em tempo hábil, a impossibilidade de fazê-lo, se for o caso; b) Cumprir todas as normas internas da empresa, especialmente as relativas ao Estágio, as quais o estagiário declara expressamente conhecer; c) Guardar sigilo quanto aos elementos manipulados ou sobre aqueles que, direta ou indiretamente, venha a tomar conhecimento no exercício de suas atividades na empresa Concedente do Estágio; d) Elaborar os relatórios sobre o desenvolvimento das tarefas que lhe forem atribuídas, submetendo-as à apreciação do supervisor técnico e do professor superior; e) Entender-se com o seu Supervisor de estágio sobre qualquer problema no cumprimento de seu estágio. IX- Quando em razão da programação do Estágio, ficar o Estagiário sujeito a despesas que normalmente não teria, a CONCEDENTE providenciará o seu reembolso, conquanto o ESTAGIÁRIO tiver autorização prévia da CONCEDENTE, observadas as normas internas existente a respeito; X- Por conta e a cargo, conforme Convênio firmado entre partes, o Estagiário será protegido contra acidentes que possam ocorrer no local do Estágio, ou fora dele mas em função de seu desenvolvimento, através de Seguro de Acidentes Pessoais, conforme prevê a legislação de Estágio vigente; XI- O presente Termo de Compromisso vigorará a partir da assinatura pelas 03 (três) partes, podendo ser cancelado unilateralmente a qualquer data, parte a parte, conquanto avisar à outra com antecedência mínima de 07 (sete) dias, independentemente de motivo; 1º- Poderá, porém, a CONCEDENTE, rescindir o presente Termo de Compromisso sem o aviso prévio previsto no caput desta cláusula, nos seguintes casos: a) Automaticamente, ao término do prazo previsto no Item VI; b) Pelo descumprimento, por parte do ESTAGIÁRIO, de quaisquer condições e/ou cláusulas do presente Termo de Compromisso. c) Por interesse ou conveniência da Concedente, inclusive se comprovado rendimento insatisfatório, após decorrida a terça parte do período previsto para sua realização, ou em atendimento a qualquer dispositivo de ordem legal ou regulamentar; d) Pelo não comparecimento do ESTAGIÁRIO, sem motivo justificado, por 03 (três) dias consecutivos ou 05 (cinco) dias intercalados, no período de 01 (um) mês; e) Por desligamento do Estagiário perante a Faculdade (por conclusão ou interrupção), salvo se, em caso de conclusão do curso de formação, o Faculdade solicitar a complementação do correspondente estágio; f) Ante o comportamento incompatível com o regulamento interno da CONCEDENTE. 2º - Será considerado motivo justo para o não comparecimento ao estágio, o cumprimento das obrigações escolares a que estiver sujeito o ESTAGIÁRIO, que deverá comprová-lo perante o Supervisor da CONCEDENTE. 3º - O ESTAGIÁRIO fica obrigado, no caso da rescisão do presente Termo de Compromisso, a comunicar à Escola, independentemente de seu motivo. XII- O ESTAGIÁRIO obriga-se a elaborar, ao término do período, relatório sobre o estágio realizado, entregando-o ao Supervisor da Concedente. XIII- O ESTAGIÁRIO obriga-se a cumprir as normas internas do FACULDADE, principalmente as relativas ao estágio, as quais declara expressamente conhecer e concordar. XIV- O ESTAGIÁRIO responderá pelas perdas e danos que causar à Concedente por dolo ou culpa e, ainda, por inobservância das normas internas ou das constantes do presente Termo.

6 XV- Nos termos do artigo 4º da Lei nº de , e do artigo 6º do Decreto nº , de , o ESTAGIÁRIO não terá, para quaisquer efeitos, vínculo empregatício com a CONCEDENTE E por estarem de pleno acordo, foi o presente Termo de Compromisso, depois de lido e achado conforme, assinado pelas partes e testemunhas, extraindo-se 03 (três) vias de igual teor, para que produza todos os efeitos legais e as quais se destinam à Concedente, à Instituição Interveniente e ao Estagiário. SALVADOR/BA, de de. ESTAGIÁRIO: CONCEDENTE: INTERVENIENTE: FACULDADE SÃO SALVADOR TESTEMUNHAS: 1. RG: 2. RG:

DIRETORIA ACADÊMICA COLEGIADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO

DIRETORIA ACADÊMICA COLEGIADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO Termo de Compromisso de Estágio que celebram entre si a (nome da instituição) e o Estudante (nome do estudante), com a interveniência do Instituto Federal Baiano Campus Guanambi, para realização de Estágio,

Leia mais

TERMO DE CONVÊNIO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO

TERMO DE CONVÊNIO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO MODELO DO TERMO DE CONVÊNIO DE ESTÁGIO. 2 vias EM PAPEL TIMBRADO DA UNIDADE CONCEDENTE DO ESTÁGIO CÓPIA DO CNPJ - CÓPIA DO ATO DE NOMEAÇÃO DO REPRESENTANTE LEGAL E/OU CONTRATO SOCIAL E ÚLTIMA ALTERAÇÃO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DIRETORIA DE RELAÇÕES EMPRESARIAIS E COMUNITÁRIAS DREC ASSISTÊNCIA DE ESTÁGIOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DIRETORIA DE RELAÇÕES EMPRESARIAIS E COMUNITÁRIAS DREC ASSISTÊNCIA DE ESTÁGIOS Página 1 CONVÊNIO /20 TERMO DE CONVÊNIO PARA CONCESSÃO DE ESTÁGIO PROFISSIONAL, QUE ENTRE SI CELEBRAM O INSTITUTO FEDERAL MINAS GERAIS OURO PRETO E A ENTIDADE CONCEDENTE DE ESTÁGIO Pelo presente instrumento

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CLÁUSULA SEGUNDA: DIREITOS E OBRIGAÇÕES DO ESTAGIÁRIO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CLÁUSULA SEGUNDA: DIREITOS E OBRIGAÇÕES DO ESTAGIÁRIO (Advogado/ Escritório de Advocacia/Pessoa Jurídica de Direito Privado, por seu setor jurídico/órgão da Administração Pública direta ou indireta), inscrito na OAB sob nº (se houver) ou inscrito no CNPJ

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO DE CONVÊNIO

MINUTA DE CONTRATO DE CONVÊNIO MINUTA DE CONTRATO DE CONVÊNIO CONVÊNIO Nº / QUE ENTRE SI CELEBRAM CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DE GUANAMBI CESG, MANTENEDOR DA FACULDADE GUANAMBI FG, E A(O) PARA A REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO ) ESTAGIÁRIO(A) CONCEDENTE

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO ) ESTAGIÁRIO(A) CONCEDENTE TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO Termo de Compromisso de Estágio que celebram entre si, o (a) ESTAGIÁRIO(A) e a CONCEDENTE, com a interveniência da FACULDADE BATISTA DE MINAS GERAIS, instituição

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO TERMO DE RESPONSABILIDADE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO TERMO DE RESPONSABILIDADE UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO TERMO DE RESPONSABILIDADE Termo de Responsabilidade que entre si celebram a... (Escola/Faculdade da UFMG)... e o(a)... (Órgão/Unidade da UFMG)...,

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO

TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO O PRESENTE TERMO OBJETIVA COMPROMETER O ESTAGIÁRIO, A CONCEDENTE E A UFFS NA REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO NÃO-OBRIGATÓRIO.

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO (Para uso exclusivo do Curso de PSICOLOGIA 3º, 4º e 5º ano) Pelo presente instrumento particular, de um lado,, estabelecida nesta Capital do Estado de São Paulo, na Rua,

Leia mais

A, inscrita no CNPJ/MF sob o nº, sediada na Rua neste ato representada,, brasileiro,, RG nº, CPF n º, doravante denominada

A, inscrita no CNPJ/MF sob o nº, sediada na Rua neste ato representada,, brasileiro,, RG nº, CPF n º, doravante denominada SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO COORDENAÇÃO DE PROGRAMAS E ESTÁGIOS CENTRO DE SAÚDE E TECNOLOGIA RURAL TERMO DE CONVÊNIO OBJETIVANDO A CONCESSÃO DE

Leia mais

ANEXO IV DA PORTARIA Nº 0943, DE 26 DE SETEMBRO DE 2013 TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO

ANEXO IV DA PORTARIA Nº 0943, DE 26 DE SETEMBRO DE 2013 TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO ANEXO IV DA PORTARIA Nº 0943, DE 26 DE SETEMBRO DE 2013 TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO Pelo presente instrumento, de um lado, (NOME DA CONCEDENTE), inscrita no (TIPO E NÚMERO DO DOCUMENTO),

Leia mais

TIMBRE DA CONCEDENTE TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO

TIMBRE DA CONCEDENTE TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO TIMBRE DA CONCEDENTE TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO CELEBRADO ENTRE A CONCEDENTE_EMPRESA LATICÍNIOS LTDA E O(A) ESTAGIÁRIO(A) JOÃO DA SILVA COM

Leia mais

(Papel timbrado da empresa) ACORDO DE COOPERAÇÃO

(Papel timbrado da empresa) ACORDO DE COOPERAÇÃO (Papel timbrado da empresa) ACORDO DE COOPERAÇÃO Pelo presente instrumento jurídico celebrado entre (Empresa/Instituição/Órgão Municipal/Estadual) (endereço completo), neste ato representada por (nome

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO

TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO Pelo presente instrumento, firmado nos termos da Lei nº 6.494, de 07 de dezembro de 1977, do Decreto nº 87.497, de 18 de agosto de 1982 e do Convênio assinado

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO DURAÇÃO: DE A RECESSO: DE A. Termo de Compromisso de Estágio, nos Termos da Lei de 25 de setembro de 2008.

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO DURAÇÃO: DE A RECESSO: DE A. Termo de Compromisso de Estágio, nos Termos da Lei de 25 de setembro de 2008. SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CAMPUS GARANHUNS DIRETORIA DE PESQUISA E EXTENSÃO DIVISÃO DE EXTENSÃO COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS E EGRESSOS Rua Padre

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

Ministério da Educação Universidade Federal de São Paulo PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO TERMO DE CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO - UNIFESP e a UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS, PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO NÃO REMUNERADO A ESTUDANTE

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUDESTE DE MINAS GERAIS CAMPUS SÃO JOÃO DEL-REI DIREÇÃO DE EXTENSÃO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUDESTE DE MINAS GERAIS CAMPUS SÃO JOÃO DEL-REI DIREÇÃO DE EXTENSÃO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO (De acordo com o disposto na Lei nº 11.788/2008) Pelo presente instrumento, celebram entre si o Termo de Compromisso de Estágio, sendo de um lado,, inscrita no CNPJ sob

Leia mais

TERMO DE CONVÊNIO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO que entre si celebram a/o

TERMO DE CONVÊNIO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO que entre si celebram a/o 1 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO TERMO DE CONVÊNIO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO que entre

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O Nº 108/2000-CAD/UNICENTRO

R E S O L U Ç Ã O Nº 108/2000-CAD/UNICENTRO R E S O L U Ç Ã O Nº 108/2000-CAD/UNICENTRO Celebra Termo de Convênio de Cooperação Técnica, Administrativa, Científica, Educacional, Social, Esportiva e Cultural, firmado entre a UNICENTRO e o SINTESU,

Leia mais

INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO SERVIDOR - IASS ANEXO II MODELOS MINUTA DO CONTRATO CONTRATO DE CREDENCIAMENTO N.º

INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO SERVIDOR - IASS ANEXO II MODELOS MINUTA DO CONTRATO CONTRATO DE CREDENCIAMENTO N.º ANEXO II MODELOS MINUTA DO CONTRATO CONTRATO DE CREDENCIAMENTO N.º CONTRATO DE CREDENCIAMENTO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS MÉDICOS, QUE ENTRE SI CELEBRAM, DE UM LADO, O INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CONVÊNIO.../2010 Convênio que entre si celebram a FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA e a..., visando o desenvolvimento de estágios obrigatórios e não obrigatórios conforme a Lei nº 11.788, de 25 de

Leia mais

CONVÊNIO DE CONCESSÃO DE ESTÁGIO

CONVÊNIO DE CONCESSÃO DE ESTÁGIO CONVÊNIO DE CONCESSÃO DE ESTÁGIO CONVÊNIO DE CONCESSÃO DE ESTÁGIO CELEBRADO ENTRE A SOCIEDADE CULTURAL E EDUCACIONAL DE ITAPEVA S/S LTDA., MANTENEDORA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E AGRÁRIAS DE ITAPEVA,

Leia mais

Orientações Gerais. d) Distribuição das vias 1ª Via: Via da Empresa. 2ª Via: Via do Aluno 3ª Via: Via da Escola

Orientações Gerais. d) Distribuição das vias 1ª Via: Via da Empresa. 2ª Via: Via do Aluno 3ª Via: Via da Escola Orientações Gerais a) Critérios para o início do estágio A documentação de estágio deverá ser entregue na Faculdade de Tecnologia SENAI Anchieta, no mínimo, uma semana de antes da data de início do processo

Leia mais

ACORDO DE COOPERAÇÃO E TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO

ACORDO DE COOPERAÇÃO E TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO ACORDO DE COOPERAÇÃO E TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO Aos (dia) dias do mês de (mês/ano), no município de (cidade) neste ato, as partes a seguir nomeadas: INSTITUIÇÃO DE ENSINO Razão Social: UNIVERSIDADE

Leia mais

CONVÊNIO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR

CONVÊNIO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR CONVÊNIO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR Pelo presente instrumento particular de convênio que entre si celebram, de um lado, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o n., com sede

Leia mais

DECLARAÇÃO DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO

DECLARAÇÃO DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO DECLARAÇÃO DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO Eu, professor(a), declaro ser orientador de estágio do aluno, do curso técnico em Agropecuária Modular. Por ser verdade, firmo a presente declaração. Professor(a) Orientador(a)

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO

TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO O PRESENTE TERMO OBJETIVA COMPROMETER O ESTAGIÁRIO, A CONCEDENTE E A UFFS PARA REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO. O ESTAGIÁRIO (A) matriculado

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Pró-Reitoria de Graduação Coordenação de Estágio, Monitoria e Egressos

Pontifícia Universidade Católica de Goiás Pró-Reitoria de Graduação Coordenação de Estágio, Monitoria e Egressos TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DA LEGISLAÇÃO DE REGÊNCIA, DA CONCEITUAÇÃO E DOS PRÉ-REQUISITOS LEGAIS. 1. O presente TCE é regido pela Lei n.º 11.788, de 25 de setembro de 2008 e, no

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA OFERECIMENTO DE ESTÁGIOS A ESTUDANTES DA FOUSP Para empresa ou Cirurgião(ã)-Dentista 1. Carta de apresentação da empresa ou Cirurgião(ã)-Dentista com as seguintes informações: a) Dados

Leia mais

CARTA DE APRESENTAÇÃO

CARTA DE APRESENTAÇÃO Ilmo.(a) Sr.(a) FACULDADE DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA Diretor da Instituição de Ensino CARTA DE APRESENTAÇÃO A FEFISO Faculdade de Educação Física da ACM de Sorocaba é uma instituição de ensino superior, com

Leia mais

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO EMPRESA: Nome da Empresa: Inscrição. Estadual nº:

INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO EMPRESA: Nome da Empresa: Inscrição. Estadual nº: INSTRUMENTO PARTICULAR DE CONTRATO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO EMPRESA: Nome da Empresa: Cidade: UF: Endereço: nº: Bairro: Complemento: CNPJ nº: Inscrição. Estadual nº: Nome do Responsável: Cargo/função:

Leia mais

INSTRUÇÃO DE PREENCHIMENTO

INSTRUÇÃO DE PREENCHIMENTO INSTRUÇÃO DE PREENCHIMENTO O Termo de Compromisso de Estágio (TCE) é um documento firmado pela Instituição Concedente, o Estagiário e a Faculdade Dinâmica, para formalização do Estágio, que deverá atender

Leia mais

PROGRAMA DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO NÍVEL SUPERIOR

PROGRAMA DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO NÍVEL SUPERIOR PROGRAMA DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO NÍVEL SUPERIOR TERMO DE COMPROMISSO ÓRGÃO CONCEDENTE Razão Social: Secretaria da Saúde do Estado da Bahia 4ª Avenida n 400 Plataforma VI Bairro: CAB 41.750-300 Salvador

Leia mais

DEVE SER RENOVADO A CADA 6 MESES PARA EVITAR PROBLEMAS DE ORDEM JURÍDCA

DEVE SER RENOVADO A CADA 6 MESES PARA EVITAR PROBLEMAS DE ORDEM JURÍDCA MODELO DO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO OBRIGATÓRIO ( EM 3 VIAS em papel timbrado da Unidade Concedente do Estágio Quando for imprimir retirar essa informação) Obs.: DEVE SER RENOVADO

Leia mais

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO SECRETARIA DE CIDADANIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO SECRETARIA DE CIDADANIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO FIRMADO ENTRE O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DO MENOR DE PASSO FUNDO SEPLAN 054/2007 O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, pessoa jurídica de direito público, inscrito

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO (Estudante realizando estágio curricular nas dependências da UFG- TCE coletivo com o mesmo supervisor) 1. Modalidade do estágio: Estágio Curricular Obrigatório N.º da Apólice

Leia mais

4... L BANCO CENTRAL DO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA BACEN/MTE-SENAES

4... L BANCO CENTRAL DO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA BACEN/MTE-SENAES . ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA BACEN/MTESENAES ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA QUE ENTRE SI CELEBRAM O MINISTERIO DO TRABALHO E EMPREGO MTE E O BANCO CENTRAL DO BRASIL BACEN COM A INTERVENIÊNCIA DA SECRETARIA

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO 1.CONCEDENTE CNPJ nº Natureza jurídica: Endereço: Representada por : CPF: RG: Supervisor do Estágio: Cargo/Função: adiante CONCEDENTE 2.ESTAGIÁRIO, adiante ESTAGIÁRIO

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO Estudantes da UFG realizando estágio curricular em Empresas/Instituições/Profissional Liberal 1. Modalidade do Estágio [ ] Estágio Curricular Obrigatório [ ] Estágio Curricular

Leia mais

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA QUE ENTRE SI CELEBRAM UNIÃO, MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO E AUTORIDADE PÚBLICA OLÍMPICA PARA ESTABELECER AS DIRETRIZES PARA A EXECUÇÃO DOS PROJETOS E DAS OBRAS DO PARQUE OLÍMPICO

Leia mais

O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS,

O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS, TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E PEDAGÓGICA QUE ENTRE SI CELEBRAM O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS - TJAM, A ESCOLA SUPERIOR DE MAGISTRATURA DO AMAZONAS- ESMAM, E A DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO REMUNERADO PARA CURSOS DE LICENCIATURA E BACHARELADO

TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO REMUNERADO PARA CURSOS DE LICENCIATURA E BACHARELADO TERMO DE COMPROMISSO PARA REALIZAÇÃO DE ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO REMUNERADO PARA CURSOS DE LICENCIATURA E BACHARELADO Pelo presente instrumento, firmado nos termos da Lei nº 11.788, de 25 de setembro de

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 24ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 24ª REGIÃO ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA QUE ENTRE SI CELEBRAM O TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 24ª REGIÃO E A UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO DO SUL UFMS. O, com sede na Rua Delegado Carlos Roberto Bastos de

Leia mais

Termo de Compromisso de Estágio Unidade 1

Termo de Compromisso de Estágio Unidade 1 Preâmbulo Termo de Compromisso que entre si celebram o ESTAGIÁRIO e a CONCEDENTE, com a interveniência da Escola de Educação Básica da FITO, inscrita no CNPJ sob o nº. 73.050.536/0001-95, sediada na Rua

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO. Pelo presente Termo de Compromisso de Estágio, de um lado, a empresa Nome da Empresa

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO. Pelo presente Termo de Compromisso de Estágio, de um lado, a empresa Nome da Empresa TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO Pelo presente Termo de Compromisso de Estágio, de um lado, a empresa Nome da Empresa, com sede na Endereço, CEP CEP, na cidade Cidade UF UF, inscrita no CNPJ sob o nº CNPJ,

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO COLETIVO ORIENTAÇÕES IMPORTANTES

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO COLETIVO ORIENTAÇÕES IMPORTANTES TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO COLETIVO ORIENTAÇÕES IMPORTANTES Sugere-se que o modelo de Termo de Compromisso de Estágio Curricular Obrigatório Coletivo (TCE) seja utilizado com

Leia mais

TERMO DE CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E CIENTÍFICA XXXXXXXXX

TERMO DE CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E CIENTÍFICA XXXXXXXXX TERMO DE CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E CIENTÍFICA QUE ENTRE SI CELEBRAM, O INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇAO ISE E A XXXXXXXX XXXXXXXXX Pelo presente instrumento e na melhor forma de direito, de um lado

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ODONTOLOGIA ORIENTAÇÕES PARA OFERECIMENTO DE ESTÁGIOS A ESTUDANTES DA FOUSP Para empresa ou Cirurgião(ã)-Dentista 1. Carta de apresentação da empresa ou Cirurgião(ã)-Dentista com as seguintes informações: a) Dados

Leia mais

Diário Oficial do. Prefeitura Municipal de Ruy Barbosa. quinta-feira, 18 de maio de 2017 Ano I - Edição nº Caderno 1

Diário Oficial do. Prefeitura Municipal de Ruy Barbosa. quinta-feira, 18 de maio de 2017 Ano I - Edição nº Caderno 1 Diário Oficial do Município quinta-feira, 18 de maio de 2017 Ano I - Edição nº 00070 Caderno 1 Prefeitura Municipal de Ruy Barbosa publica 0C303A93B4D47B89C8B1C76228942A90 quinta-feira, 18 de maio de 2017

Leia mais

LEI N 1941 / Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte lei:

LEI N 1941 / Faço saber que a Câmara Municipal aprovou e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte lei: LEI N 1941 / 2014 "AUTORIZAÇÃO. CONVÊNIO. REPASSE DE CONTRIBUIÇÃO CORRENTE ESPECIAL. SINDICATO DOS PRODUTORES RURAIS DE LAGOA DOURADA. XXI EXPOSIÇÃO AGROPECUÁRIA, XXII FESTA DO PEÃO DE BOIADEIRO, XXIV

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO BACHARELADO INTERDISCIPLINAR EM CIÊNCIA E ECONOMIA, CAMPUS VARGINHA - MG

REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO NÃO OBRIGATÓRIO DO CURSO BACHARELADO INTERDISCIPLINAR EM CIÊNCIA E ECONOMIA, CAMPUS VARGINHA - MG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Campus Varginha - MG Rua Alfredo Braga de Carvalho, 300 Varginha MG CEP 37062-440 - Fone/FAX: (35) 3214-1761 REGULAMENTAÇÃO DO ESTÁGIO

Leia mais

NORMA DE SERVIÇO VOLUNTÁRIO A SER PRESTADO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ

NORMA DE SERVIÇO VOLUNTÁRIO A SER PRESTADO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ NORMA DE SERVIÇO VOLUNTÁRIO A SER PRESTADO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Dispõe sobre a autorização para prestação de serviço voluntário no âmbito da Universidade Federal de Itajubá, nos termos da

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA CONVÊNIO N.º 003/2008 CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO/ E A FUNDAÇÃO ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO, PARA OS FINS QUE ESPECIFICA. O MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

Curso de Administração - Autorizado pela Portaria MEC 2627/2005 Reconhecido pela Portaria MEC 459/2011

Curso de Administração - Autorizado pela Portaria MEC 2627/2005 Reconhecido pela Portaria MEC 459/2011 Curso de Administração - Autorizado pela Portaria MEC 2627/2005 MATRÍCULA ESTÁGIO SUPERVISIONADO ALUNO Nome:...RA:... Ano:... Endereço:... Cidade:... RG:...CPF:... CTPS:...Série:... Tel:...Email:... EMPRESA:

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABIRITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABIRITO C O N V Ê N I O Nº 039/2013 Que entre si celebram de um lado o MUNICÍPIO DE ITABIRITO, pessoa jurídica de direito público interno, inscrição no CNPJ sob o nº 18.307.835/0001-54, com endereço a Avenida

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO ESPECÍFICA DO ESTÁGIO DE INTERESSE CURRICULAR DO CURSO DE BIOTECNOLOGIA. Resolução Nº 010/2008 da Pró-reitoria de Graduação

REGULAMENTAÇÃO ESPECÍFICA DO ESTÁGIO DE INTERESSE CURRICULAR DO CURSO DE BIOTECNOLOGIA. Resolução Nº 010/2008 da Pró-reitoria de Graduação REGULAMENTAÇÃO ESPECÍFICA DO ESTÁGIO DE INTERESSE CURRICULAR DO CURSO DE BIOTECNOLOGIA Resolução Nº 010/2008 da Pró-reitoria de Graduação Capítulo I - Dos Objetivos Art. 1º- O estágio tem por objetivo

Leia mais

Normatização de estágio do IFC

Normatização de estágio do IFC ESTÁGIOS Normatização de estágio do IFC Nacional: Lei nº11.788, de Setembro de 2008; Institucional: RESOLUÇÃO Ad Referendum Nº 014/2013 CONSELHO SUPERIOR 17/05/2013; Campus Santa Rosa do Sul: Projeto Pedagógico

Leia mais

Título II Dos cursos e Programas. Título III Dos compromissos

Título II Dos cursos e Programas. Título III Dos compromissos Serviço Público Federal Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Câmpus Caxias do Sul CONVÊNIO DE

Leia mais

COLÉGIO DE APLICAÇÃO DR. PAULO GISSONI COLÉGIO CASTELO BRANCO

COLÉGIO DE APLICAÇÃO DR. PAULO GISSONI COLÉGIO CASTELO BRANCO COLÉGIO DE APLICAÇÃO DR. PA ULO GISSONI COLÉGIO DE APLICAÇÃO DR. PAULO GISSONI Componentes do KIT ESTÁGIO CAP o Documento para realização de convênio; o Ficha de cadastro; o Carta de apresentação; o Carta-resposta;

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires LEI Nº 5.520, DE 23 DE MAIO DE 2014 Autoriza o Poder Executivo a conceder repasse de recursos financeiros, constituído de auxílio financeiro, à Associação Telefônica Arroio Grande. AIRTON LUIZ ARTUS, PREFEITO

Leia mais

Parágrafo único. A jornada de atividade em estágio não deverá ultrapassar 6 (seis) horas diárias e 30 (trinta) horas semanais.

Parágrafo único. A jornada de atividade em estágio não deverá ultrapassar 6 (seis) horas diárias e 30 (trinta) horas semanais. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CÂMPUS BARBACENA REGIMENTO PARA ESTÁGIO CURRICULAR

Leia mais

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO - BACHARELADOS DO UNILASALLE NORMAS DE FUNCIONAMENTO

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO - BACHARELADOS DO UNILASALLE NORMAS DE FUNCIONAMENTO PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO DE ESTÁGIOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO - BACHARELADOS DO UNILASALLE NORMAS DE FUNCIONAMENTO Disciplinas de Estágio Supervisionado Art. 1º De acordo

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Pareci Novo

Estado do Rio Grande do Sul Município de Pareci Novo LEI Nº 2.326, DE 27 DE MAIO DE 2016. Autoriza o Poder Executivo Municipal a conceder auxílio financeiro para a Associação de Estudantes de Pareci Novo. EU, RAFAEL ANTONIO RIFFEL, Prefeito Municipal de

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES O presente Regulamento de Estágios visa disciplinar os estágios do curso de Engenharia da Computação,

Leia mais

PROCESSO LICITATÓRIO Nº 31 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 01/2014

PROCESSO LICITATÓRIO Nº 31 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 01/2014 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 31 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº 01/2014 O MUNICÍPIO DE PETROLÂNDIA, com sede administrativa localizada na Rua Prefeito Frederico Probst, nº 67, Centro, Município de Petrolândia,

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO BREJÃO CNPJ: 01.616.680/0001-35 SETOR DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO FRANCISCO DO BREJÃO CNPJ: 01.616.680/0001-35 SETOR DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS PREGÃO PRESENCIAL N. 015/2016 CONTRA TO DE FORNECIMENTO DE PRODUTOS SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E FINANÇAS Contrato N. 019.2016, que entre si celebram o Município de São Francisco do Brejão -

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO Coordenadoria de Projetos e Convênios

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO Coordenadoria de Projetos e Convênios CONVÊNIO DE ESTÁGIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA E A XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX. A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Instituição de Ensino Superior,

Leia mais

ANTES DE INICIAR O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS COMO PREENCHER OS FORMULÁRIOS. Você necessitará dos seguintes dados para preencher os formulários:

ANTES DE INICIAR O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS COMO PREENCHER OS FORMULÁRIOS. Você necessitará dos seguintes dados para preencher os formulários: ANTES DE INICIAR O PREENCHIMENTO DOS FORMULÁRIOS Inicialmente, o estudante deve combinar com a empresa se o seu estágio será feito com bolsa ou sem bolsa, para que no sistema possa informar em qual modalidade

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO A Parte Concedente e o Estagiário com a interveniência da Instituição de Ensino celebram este Termo de Compromisso de Estágio, sem vínculo empregatício, comprometendo-se

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DA UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Seção I Das Modalidades e seu desenvolvimento Art. 1º O Estágio Supervisionado constitui-se em meio para que o aluno,

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DA FACIG. Seção I Da modalidade e desenvolvimento

REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DA FACIG. Seção I Da modalidade e desenvolvimento REGULAMENTO GERAL DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DA FACIG Seção I Da modalidade e desenvolvimento Art.1 - O Estágio Curricular Supervisionado constitui-se em uma forma para que o discente vivencie

Leia mais

Art. 5º As despesas correrão por conta da seguinte dotação orçamentária:

Art. 5º As despesas correrão por conta da seguinte dotação orçamentária: LEI Nº 3729/2016, DE 19 DE JULHO DE 2016. AUTORIZA O MUNICÍPIO FIRMAR TERMO DE CONTRATO ADMINISTRATIVO COM A AMTURVALES E ATUASERRA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS O PREFEITO MUNICIPAL DE GUAPORÉ-RS faz saber,

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Pró-Reitoria de Planejamento Coordenadoria de Projetos e Convênios

Ministério da Educação Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Pró-Reitoria de Planejamento Coordenadoria de Projetos e Convênios CONVÊNIO DE ESTÁGIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA E A INSTITUIÇÃO DE ENSINO X A, Instituição de Ensino Superior, sob forma de Autarquia Federal criada pela Lei nº.

Leia mais

ANEXO III MINUTA DE CONTRATO

ANEXO III MINUTA DE CONTRATO ANEXO III MINUTA DE CONTRATO CONTRATO DE AQUISIÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS DA AGRICULTURA FAMILIAR PARA A ALIMENTAÇÃO ESCOLAR. O MUNICÍPIO DE TRÊS DE MAIO, pessoa jurídica de direito público interno, com

Leia mais

PORTARIA DO DIRETOR DA FACULDADE DE MEDICINA n 236 de 10 de maio de 2010

PORTARIA DO DIRETOR DA FACULDADE DE MEDICINA n 236 de 10 de maio de 2010 PORTARIA DO DIRETOR DA FACULDADE DE MEDICINA n 236 de 10 de maio de 2010 REGULAMENTA A CONCESSÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR NÃO REMUNERADO A ESTUDANTES DE INSTITUIÇÕES NACIONAIS DE ENSINO NA FACULDADE DE MEDICINA

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires LEI Nº 5.770, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2015 Autoriza o Poder Executivo a conceder repasse de recursos financeiros à Associação Hídrica João Guttenberg, com sede neste Município, e celebrar convênio. AIRTON

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1ª via - Instituição concedente de Estágio

TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1ª via - Instituição concedente de Estágio TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1ª via - Instituição concedente de Estágio O presente Termo de Compromisso está vinculado ao Convênio n.º / 20, celebrado entre a IGREJA/EMPRESA abaixo

Leia mais

Minas Gerais, s/n, Centro, Oliveira de Fátima TO, doravante denominado simplesmente como GESTOR DO

Minas Gerais, s/n, Centro, Oliveira de Fátima TO, doravante denominado simplesmente como GESTOR DO CONTRATO N 007/2014 Termo de Contrato celebrado entree o FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE DE OLIVEIRA DE FÁTIMA TO, e a empresa MORAES LUZ E LUZ LTDA ME, referente a CONTRATAÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENVIO

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA TERMO DE CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A UNIÃO, POR INTERMÉDIO DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SÃO PAULO E, O ESTADO DE SÃO PAULO, POR INTERMÉDIO DA SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA,

Leia mais

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E C R I S T A L / RS. LEI nº 1330/2014.

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E C R I S T A L / RS. LEI nº 1330/2014. LEI nº 1330/2014. AUTORIZA A PREFEITURA MUNICIPAL DE CRISTAL A FIRMAR CONVÊNIO COM A SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL PARA DELEGAÇÃO DE ATRIBUIÇÕES DE FISCALIZAÇÃO, LANÇAMENTO DE CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires LEI Nº 5.636, DE 26 DE MARÇO DE 2015 Autoriza o Poder Executivo a conceder repasse de recursos financeiros à Associação Hídrica Nossa Senhora do Perpétuo Socorro com sede neste Município, e celebrar convênio.

Leia mais

PODERJUDICIÁRIO TRIBUNAL DEJUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO

PODERJUDICIÁRIO TRIBUNAL DEJUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO PODERJUDICIÁRIO TRIBUNAL DEJUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO CONVÉNIO N Qá /20]7~TJPE, QUE ENTRE SI CELEBRAM, DE UM LADO O TRIBUNAL DEJUSTIÇA DO ESTADO DE PERNAMBUCO E, DE OUTRO, O GRUPO SER EDUCACIONAL

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO CONVÊNIO Nº 27/2014

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO CONVÊNIO Nº 27/2014 TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO SUPERVISIONADO CONVÊNIO Nº 27/2014 Instituição Concedente: Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal/SEDF CNPJ: 00.394.676/0001-07 Endereço:

Leia mais

celebrar o presente Acordo de Cooperação, que será regido pela legislação vigente sobre a matéria e pelas cláusulas e condições a seguir:

celebrar o presente Acordo de Cooperação, que será regido pela legislação vigente sobre a matéria e pelas cláusulas e condições a seguir: ACORDO DE COOPERAÇÃO que entre si celebram a ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES CÊNICAS (ABRACE), a ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISADORES EM ARTES PLÁSTICAS (ANPAP) e a ASSOCIAÇÃO

Leia mais

Coordenadoria Projetos e Convênios

Coordenadoria Projetos e Convênios CONVÊNIO DE ESTÁGIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA E A INSTITUIÇÃO DE ENSINO X A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Instituição de Ensino Superior, sob forma

Leia mais

TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA

TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA Termo de Cooperação Técnica que entre si celebram a ASSOCIAÇÃO DOS DEFENSORES PÚBLICOS DO ESTADO DO MARANHÃO ADPEMA, ASSOCIAÇÃO DOS DEFENSORES PÚBLICOS DO ESTADO DO PIAUÍ APIDEP,

Leia mais

Processo n /11 ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA N. 2012/050.0

Processo n /11 ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA N. 2012/050.0 Processo n. 131.421/11 ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA N. 2012/050.0 ACORDO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA CELEBRADO ENTRE A CÂMARA DOS DEPUTADOS E A CÂMARA MUNICIPAL DE RIO PARDO - RS, OBJETIVANDO A TRANSFERÊNCIA

Leia mais

CLÁUSULA SEGUNDA DA DATA A Feira do Empreendedor 2016 acontecerá no período de 09 a 12 de novembro do corrente ano, em Caicó/RN.

CLÁUSULA SEGUNDA DA DATA A Feira do Empreendedor 2016 acontecerá no período de 09 a 12 de novembro do corrente ano, em Caicó/RN. CONVÊNIO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E FINANCEIRA QUE ENTRE SI CELEBRAM A PREFEITURA DE CAICÓ SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E TURISMO E O SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO CORRENTE ESTADO DE SÃO PAULO

PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO CORRENTE ESTADO DE SÃO PAULO LEI Nº 1375, DE 11 DE FEVEREIRO DE 2016. De autoria do Legislativo, que autoriza o Poder Legislativo Municipal a celebrar convênio com farmácias e drogarias, visando o fornecimento de medicamentos e produtos

Leia mais

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES OBRIGATÓRIOS E NÃO OBRIGATÓRIOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAMETRO

REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES OBRIGATÓRIOS E NÃO OBRIGATÓRIOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAMETRO REGULAMENTO DOS ESTÁGIOS CURRICULARES OBRIGATÓRIOS E NÃO OBRIGATÓRIOS DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA FACULDADE FAMETRO CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º O presente Regulamento fixa diretrizes e normas

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires PROJETO-DE-LEI Nº 122, DE 02 DE DEZEMBRO DE 2015 Poder Executivo Autoriza o Poder Executivo a firmar convênio com a Associação de Produtores de Arroio Grande, Olavo Bilac e Harmonia da Costa - APAGROH,

Leia mais

Carta de Apresentação - Convênios

Carta de Apresentação - Convênios Carta de Apresentação - Convênios Caro (a) empresário (a), O Sindicato dos Metalúrgicos de Pindamonhangaba-CUT tem uma ampla rede de convênios com mais de 100 empresas do comércio e serviços. Somos a maior

Leia mais

MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº. /2015 CAPEAMENTO ASFÁLTICO Pelo presente instrumento particular de prestação de serviços, o MUNICÍPIO

MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº. /2015 CAPEAMENTO ASFÁLTICO Pelo presente instrumento particular de prestação de serviços, o MUNICÍPIO MINUTA DE CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Nº. /2015 CAPEAMENTO ASFÁLTICO Pelo presente instrumento particular de prestação de serviços, o MUNICÍPIO DE IBIRAPUITÃ, pessoa jurídica de direito público interno,

Leia mais

LEI Nº 1083, DE 20 DE AGOSTO DE 2013.

LEI Nº 1083, DE 20 DE AGOSTO DE 2013. LEI Nº 1083, DE 20 DE AGOSTO DE 2013. Autoriza a alienação por doação de bens móveis que especifica à APAE Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Caibaté, e dá outras providências. NELSON HENTZ,

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 21, DE 07 DE ABRIL DE Autoriza o Município de Guaíra a firmar Convênio com a SOGUBE de Guaíra e dá outras providências.

PROJETO DE LEI Nº 21, DE 07 DE ABRIL DE Autoriza o Município de Guaíra a firmar Convênio com a SOGUBE de Guaíra e dá outras providências. PROJETO DE LEI Nº 21, DE 07 DE ABRIL DE 2016. Autoriza o Município de Guaíra a firmar Convênio com a SOGUBE de Guaíra e dá outras providências. A CÂMARA MUNICIPALDE GUAÍRA APROVA: Art. 1º Fica o Poder

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL Estágio Curricular

REGULAMENTO INSTITUCIONAL Estágio Curricular REGULAMENTO INSTITUCIONAL Estágio Curricular CAPITULO I DA DEFINIÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR E SUAS FINALIDADES Art. 1º Este regulamento tem por finalidade orientar a operacionalização do Estágio Curricular

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURSO DE DESIGN DE INTERIORES

TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURSO DE DESIGN DE INTERIORES TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO CURSO DE DESIGN DE INTERIORES PARTES FACULDADE CESUSC, recredenciada pela Portaria MEC nº. 736, de 09 de agosto de 2013, e mantida pelo COMPLEXO DE ENSINO SUPERIOR DE SANTA

Leia mais

APÊNDICE B REGULAMENTO DE ESTÁGIO

APÊNDICE B REGULAMENTO DE ESTÁGIO APÊNDICE B REGULAMENTO DE ESTÁGIO Regulamentação do Componente Curricular ATIVIDADES DE ESTÁGIO Esta norma estabelece as linhas gerais para a atividade de Estágio Supervisionado Obrigatório e Estágio Supervisionado

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE QUITANDINHA

CÂMARA MUNICIPAL DE QUITANDINHA Prestação de Serviços de Publicação, do Processo de Dispensa de Licitação 002/2015. I DAS PARTES: A) CÂMARA MUNICIPAL DE QUITANDINHA, pessoa jurídica de direito público interno, inscrita no CNPJ/MF sob

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS ESTÁGIOS 0BRIGATÓRIOS E NÃO OBRIGATÓRIOS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E PÓS- GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO

REGULAMENTO GERAL DOS ESTÁGIOS 0BRIGATÓRIOS E NÃO OBRIGATÓRIOS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E PÓS- GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO REGULAMENTO GERAL DOS ESTÁGIOS 0BRIGATÓRIOS E NÃO OBRIGATÓRIOS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E PÓS- GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1. o - Este regulamento

Leia mais