Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL"

Transcrição

1 AGRAVO DE INSTRUMENTO n º AGRAVANTE: UNIMED PAULISTANA SOCIEDADE COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO AGRAVADO: JOÃO PAULO GOMES RODRIGUES RELATOR: DES. MARCELO CASTRO ANÁTOCLES DA SILVA FERREIRA AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO INDENIZATÓRIA POR DANOS MORAIS E ESTÉTICOS DECORRENTES DE ERRO MÉDICO. PRELIMINAR DE ILEGITIMIDADE PASSIVA AD CAUSAM DA OPERADORA DE PLANO DE SAÚDE. TEORIA DA ASSERÇÃO. TEM LEGITIMIDADE PARA FIGURAR NO POLO PASSIVO A PARTE A QUEM É ATRIBUÍDA A CONDUTA CAUSADORA DE PREJUÍZO E CONTRA QUEM É DIRIGIDA A PRETENSÃO AUTORAL. A AFERIÇÃO DA RESPONSABILIDADE DEVE SER REALIZADA DURANTE A INSTRUÇÃO DO PROCESSO. PRECEDENTES. RECURSO A QUE SE NEGA SEGUIMENTO, NA FORMA DO ARTIGO 557, CAPUT, DO CPC, MANTENDO-SE A DECISÃO AGRAVADA PELOS SEUS PRÓPRIOS FUNDAMENTOS. 1

2 DECISÃO Trata-se de agravo de instrumento interposto pela UNIMED PAULISTANA SOCIEDADE COOPERATIVA DE TRABALHO MÉDICO contra decisão proferida em ação de indenização por danos morais e estéticos, em curso na 1ª Vara Cível da Comarca de Angra dos Reis, ajuizada por JOÃO PAULO GOMES RODRIGUES. Na ação originária, o agravado narra ser beneficiário da Unimed Paulistana, sendo que em 14 de junho de 2012, sofreu um acidente automobilístico e foi levado para o Hospital de Praia Brava, aonde foi informado que teria quebrado o fêmur, razão pela qual foi submetido a duas cirurgias, uma em 14 de julho e outra em 1º de outubro de 2012, apesar de afirmar que se encontrava internado no referido nosocômio desde o dia 5 de setembro de Aduz que as cirurgias não foram realizadas de forma adequada, tendo a placa implantada em sua perna, quebrado após a primeira cirurgia, razão pela qual necessitou fosse realizado o segundo procedimento. Afirma, ainda, que a agravante e o nosocômio-réu não prestavam informações adequadas e que, diante da desídia dos mesmos em todo o episódio, sofreu danos morais. Em sede de contestação, a agravante questionou sua ilegitimidade passiva, tendo em vista que o suposto erro na prestação do serviço médico deu-se no Hospital de Praia Brava, por prepostos desta. Na decisão agravada foi rejeitada a preliminar de ilegitimidade passiva da agravante, adotando como fundamento a teoria da asserção. 2

3 A agravante requer a reforma da decisão para que seja declarada sua ilegitimidade passiva, sustentando que atua apenas como operadora de plano de saúde e o suposto erro na prestação do serviço médico deu-se no Hospital de Praia Brava, não podendo ser responsabilizada por conduta de outrem. O recurso foi instruído com os documentos digitalizados no anexo, atendendo ao disposto nos artigos 524 e 525 do Código de Processo Civil. É o relatório. Decido. O recurso é tempestivo e foi oportunamente preparado, estando presentes os demais requisitos de admissibilidade. Cabe frisar que a relação jurídica se enquadra no conceito de relação de consumo regulada pela Lei nº 8078/90, norma de ordem pública, cogente e de interesse social. O caso concreto discutido aqui já foi amplamente debatido nas Câmaras Cíveis e nos Tribunais Superiores, razão pela qual, nos termos do artigo 557 do Código de Processo Civil, permite seja decidido monocraticamente. Entendo que não assiste razão à agravante. In casu, cinge-se a controvérsia na análise da legitimidade de operadora de plano de saúde em figurar no polo passivo de ação que versa sobre erro médico. 3

4 A questão da legitimidade das partes há de ser vista à luz da teoria da asserção, que indica ter legitimidade para figurar no polo passivo a parte a quem é atribuída a conduta causadora de prejuízo e contra quem é dirigida a pretensão autoral. De acordo com a teoria da asserção, o juiz deve analisar as condições da ação à luz das alegações do autor, admitindo-se, neste primeiro momento, como verdadeiros os fatos por ele afirmados, relegando-se para um segundo momento a veracidade de tais afirmações, o que já se refere ao mérito da causa e que somente poderá ser aferido após a devida instrução probatória, sob pena de vedação ao acesso à ordem jurídica. Desse modo, o acolhimento da preliminar antes da dilação probatória, sem oportunizar ao agravado uma sentença de mérito, frustraria o seu direito fundamental de acesso à Justiça. Nesse contexto, é facultado ao consumidor incluir no polo passivo da demanda todos aqueles que participaram da cadeia de consumo, nos termos do parágrafo único do artigo 7º da Lei nº 8.078/90. Confira-se a jurisprudência desta Corte de Justiça sobre o tema: AGRAVO DE INSTRUMENTO DES. SANDRA CARDINALI - Julgamento: 14/03/ VIGESIMA SEXTA CAMARA CIVEL CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO. AÇÃO INDENIZATÓRIA. ERRO MÉDICO. PRELIMINAR DE ILEGITIMIDADE PASSIVA AD CAUSAM. TEORIA DA ASSERÇÃO. TEM LEGITIMIDADE PARA FIGURAR NO POLO PASSIVO A PARTE A QUEM É ATRIBUÍDA A CONDUTA CAUSADORA DE PREJUÍZO E CONTRA QUEM É DIRIGIDA A PRETENSÃO AUTORAL. A AFERIÇÃO DA RESPONSABILIDADE DEVE SER REALIZADA 4

5 DURANTE A INSTRUÇÃO DO PROCESSO. A DENUNCIAÇÃO DA LIDE É, DE FORMA GERAL, VEDADA NOS PROCESSOS QUE TRATEM DE RELAÇÃO DE CONSUMO. SÚMULA N.º 92 TJRJ. NO ENTANTO, O CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR PERMITE O CHAMAMENTO AO PROCESSO DA SEGURADORA, NA FORMA DE SEU ARTIGO 101, II. SÚMULA N.º 208 DESTE TRIBUNAL. RECURSO A QUE SE DÁ PARCIAL PROVIMENTO NA FORMA DO ARTIGO 557, 1º - A DO CPC AGRAVO DE INSTRUMENTO DES. GEORGIA DE CARVALHO LIMA - Julgamento: 12/03/ DECIMA QUARTA CAMARA CIVEL EMENTA Agravo de Instrumento. Ação de Procedimento Comum Ordinário, por meio da qual objetiva a autora o recebimento de indenização à guisa de dano moral, em razão de erro médico. Decisão que rejeitou a preliminar de ilegitimidade ad causam, arguida pela ora agravante. Inconformismo da primeira ré. Aplicável a teoria da asserção à hipótese, razão pela qual não há como se reconhecer a ilegitimidade ad causam suscitada. Manutenção do decisum impugnado. Recurso a que se nega seguimento, na forma do artigo 557, caput, do Código de Processo Civil ( ) - AGRAVO DE INSTRUMENTO DES. NAGIB SLAIBI - Julgamento: 30/11/ SEXTA CAMARA CIVEL Direito Processual Civil. Ação indenizatória. Decisão que indeferiu preliminar de ilegitimidade passiva. Erro médico. Atendimento de médico cooperativado que culminou com a perda da falange do dedo da autora. 5

6 Teoria da asserção. Manutenção da decisão atacada. Manifesta improcedência. Artigo 557 do Código de Processo Civil.O juiz deve analisar as condições da ação à luz das alegações do autor, admitindo-se, neste primeiro momento, como verdadeiros os fatos por ele afirmados, relegando-se para um segundo momento a veracidade de tais afirmações, o que já se refere ao mérito da causa, e que somente poderá ser aferido após a devida instrução probatória, sob pena de vedação ao acesso à ordem jurídica. Artigo 5º, XXXV da Constituição da República."Segundo informa Machado Guimarães, o próprio Liebman chegou a afirmar, em conferência proferida em 1949, que "todo problema, quer de interesse processual, quer de legitimação ad causam, deve ser proposto e resolvido admitindo-se, provisoriamente e em via hipotética, que as afirmações do autor sejam verdadeiras; só nesta base é que se pode discutir e resolver a questão pura da legitimação ou do interesse. Quer isto dizer que, se da contestação do réu surge a dúvida sobre a veracidade das afirmações feitas pelo autor e é necessário fazer-se uma instrução, já não há mais um problema de legitimação ou de interesse, já em um problema de mérito".(fredie Didier Jr., "Carência de ação". Estudos de direito processual civil. Rio de Janeiro: Editora Jurídica e Universitária, 1969, p ) - (Curso de Direito Processual Civil. Teoria Geral do Processo e Processo de Conhecimento, Vol 1. Editora Jus Podivm, 2008, p. 174).Recurso a que se nega seguimento Dessa forma, não deve ser acolhida a ilegitimidade passiva arguida pela agravante, em face dos fatos narrados na peça vestibular. 6

7 Pelo exposto, com amparo no artigo 557, caput do Código de Processo Civil, NEGO SEGUIMENTO ao recurso, mantendo a decisão agravada pelos seus próprios fundamentos. Comunique-se. Intimem-se. Rio de Janeiro, 09 de abril de DES. MARCELO CASTRO ANÁTOCLES DA S.FERREIRA Relator 7

03. Quer, pois, o provimento do agravo. 04. O recurso é tempestivo e está devidamente preparado É o relatório.

03. Quer, pois, o provimento do agravo. 04. O recurso é tempestivo e está devidamente preparado É o relatório. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº. 0013921-70.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: MAPMA CORRETORA DE SEGUROS E CONSULTORIA LTDA AGRAVADO: DEJALCENIR

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO n º 0018320-11.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: ADMILSON DE SOUZA SANTOS AGRAVADA: LIGHT SERVIÇOS DE ELETRICIDADE S/A RELATOR: DES. MARCELO CASTRO ANÁTOCLES DA SILVA FERREIRA AGRAVO DE INSTRUMENTO.

Leia mais

A C Ó R D Ã O. Agravo de Instrumento nº

A C Ó R D Ã O. Agravo de Instrumento nº SEXTA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 2008.002.22085 AGRAVANTE: CARTÓRIO DO 5º OFÍCIO DE JUSTIÇA DA COMARCA DE SÃO GONÇALO AGRAVADO: CONSERV PEÇAS E SERVIÇOS LTDA ME RELATOR: DES. BENEDICTO ABICAIR

Leia mais

(7) Agravo de Instrumento nº

(7) Agravo de Instrumento nº TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0003412-46.2014.8.19.0000 JUÍZO DE ORIGEM: VARA ÚNICA DA COMARCA DE IGUABA GRANDE AGRAVANTE:

Leia mais

DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVO

DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVO DÉCIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0030830-56.2014.8.19.0000 RELATOR: DES. CELSO FERREIRA FILHO AGRAVANTE: CAIXA DE PREVIDÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 23ª CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO n º 0023902-89.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: FUNDAÇÃO HABITACIONAL DO EXÉRCITO - FHE AGRAVADO: VALFRIDO JACINTO DA SILVA JUNIOR RELATOR: DES. MARCELO CASTRO ANÁTOCLES DA SILVA FERREIRA

Leia mais

T R I B U N A L D E J U S T I Ç A D É C I M A S É T I M A C Â M A R A C Í V E L

T R I B U N A L D E J U S T I Ç A D É C I M A S É T I M A C Â M A R A C Í V E L TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL Agravo de instrumento nº. 0023004-18.2010.8.19.0000 Agravante: ESPÓO DE ARMANDO DIAS TUCCI REP/S/INV MARIA NAZARÉ DANTAS DE MOURA Agravado: LEONARDO SOARES

Leia mais

D E C I S Ã O M O N O C R Á T I C A

D E C I S Ã O M O N O C R Á T I C A Agravo de instrumento. Propriedade industrial e intelectual. Pedido de antecipação de tutela para suspender ou interromper comunicação ao público de obras musicais. Ausência de prova inequívoca da verossimilhança

Leia mais

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

SEGUNDA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA SEGUNDA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA APELAÇÃO CÍVEL Nº 0014628-88.2009.8.19.0061 Ação Declaratória 2.ª Vara Cível da Comarca de Teresópolis APELANTE: VANIA DOS SANTOS APELADO: DETRAN- DEPARTAMENTO

Leia mais

VIGÉSIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL

VIGÉSIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL VIGÉSIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0017795-29.2014.8.19.0000 Ação Ordinária nº 0095194-34.2014.8.19.0001 10ª Vara da Fazenda Pública da Comarca da Capital AGRAVANTE: RAFAEL RAMALHO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0006422-98.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: DENISE GUARINO MOREIRA FOLETTO AGRAVADO 1: CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO

Leia mais

DECISÃO MONOCRÁTICA RELATÓRIO

DECISÃO MONOCRÁTICA RELATÓRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO NONA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO N.º 0046120-82.2012.8.19.0000 AGRAVANTE: TRANSTURISMO REI LTDA AGRAVADA: PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS

Leia mais

Eis o teor da decisão (f. 46):

Eis o teor da decisão (f. 46): AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1191431-9, DE GUARAPUAVA - 3ª VARA CÍVEL AGRAVANTE : MARIA APARECIDA CAMPOS OGIBOSKI AGRAVADO : DANIEL SCHNEIDER RELATORA : DESª DENISE KRÜGER PEREIRA AGRAVO DE INSTRUMENTO AÇÃO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 900.389 RIO GRANDE DO SUL RELATORA : MIN. CÁRMEN LÚCIA RECTE.(S) :DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO RIO GRANDE DO SUL - DETRAN/RS PROC.(A/S)(ES) :PROCURADOR-GERAL DO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA Décima Oitava Câmara Cível

TRIBUNAL DE JUSTIÇA Décima Oitava Câmara Cível TRIBUNAL DE JUSTIÇA Décima Oitava Câmara Cível Agravo de Instrumento nº0039014-35.2013.8.19.0000 Agravante: MARCILA COLLARES BARROSO Agravado: CONDOMÍNIO RESIDENCIAL JÓIA DA BARRA Interessados: GILVAN

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Primeira Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Primeira Câmara Cível Agravo de instrumento nº: 0068684-21.2013.8.19.0000 Agravante: BANCO SANTANDER BRASIL S.A Advogado: Fabio Caon Pereira Agravado: MUNICÍPIO DE DUQUE DE CAXIAS Relator: Desembargador ANDRÉ RIBEIRO AGRAVO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL. Agravo Interno Agravo de Instrumento nº

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL. Agravo Interno Agravo de Instrumento nº TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL Agravo Interno Agravo de Instrumento nº 0031072-49.2013.8.19.0000 Relator: Desembargador FERNANDO CERQUEIRA CHAGAS AGRAVO INTERNO

Leia mais

O agravo de instrumento no novo CPC

O agravo de instrumento no novo CPC O agravo de instrumento no novo CPC Advogado; GILBERTO GOMES BRUSCHI Mestre e Doutor em Processo Civil pela PUC/SP; Sócio efetivo do Instituto Brasileiro de Direito Processual (IBDP); Membro do Centro

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0145.14.044695-9/002 Númeração 0823209- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Pedro Bernardes Des.(a) Pedro Bernardes 26/05/0015 19/06/2015 EMENTA: AGRAVO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ÓRGÃO ESPECIAL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ÓRGÃO ESPECIAL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ÓRGÃO ESPECIAL Ação Rescisória nº 0048739-82.2012.8.19.0000 Autor: INSS Instituto Nacional do Seguro Social Procurador Federal: Doutor Jailton Augusto Fernandes

Leia mais

VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº AGRAVANTE: BAYER S

VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº AGRAVANTE: BAYER S VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL / CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0004565-17.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: BAYER S.A AGRAVADO: ANTONIO SANTOS RELATORA: DES. TEREZA CRISTINA SOBRAL BITTENCOURT SAMPAIO AGRAVO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA TERCEIRA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO N.º

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA TERCEIRA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO N.º TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO VIGÉSIMA TERCEIRA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO DE INSTRUMENTO N.º 0020919-20.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: COMPANHIA ESTADUAL DE ÁGUAS E ESGOTOS - CEDAE AGRAVADO:

Leia mais

(3) - 10ª Câmara Cível AI nº /2014 decisão - fl. 1

(3) - 10ª Câmara Cível AI nº /2014 decisão - fl. 1 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA CÂMARA CÍVEL Agravo de Instrumento n.º 0011871-37.2014.8.19.0000 Agravante: VITTORIO E EMANUELLE BAR RESTAURANTE E PIZZARIA LTDA (executado) Agravados: NANCY CLEA KNUPP CASTRO

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Quinta Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Quinta Câmara Cível AGRAVO INTERNO NO AGRAVO DE INSTRUMENTO N 0030339-49.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: SONIA MARIA PETERS D AIUTO AGRAVADA: LÉA BOTELHO BALTHAZAR RELATOR: DES. HELENO RIBEIRO PEREIRA NUNES AGRAVO INTERNO. AGRAVO

Leia mais

Trata-se de recurso de agravo de instrumento com pedido de efeito suspensivo interposto por Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Paraná

Trata-se de recurso de agravo de instrumento com pedido de efeito suspensivo interposto por Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Paraná AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1506259-8, DA 4ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA-PR Agravante: AGÊNCIA DE DEFESA AGROPECUÁRIA DO ESTADO DO PARANÁ ADAPAR/PR Agravado: RUDMAR

Leia mais

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Segunda Câmara Cível. Agravo de Instrumento nº

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Segunda Câmara Cível. Agravo de Instrumento nº Agravante: Refinaria de Petróleo de Manguinhos S/A em Recuperação Judicial Agravado: Raizen Combustíveis S/A Relator: Des Marcelo Lima Buhatem Vistos, etc... D E C I S Ã O Trata-se de agravo de instrumento

Leia mais

014/ (CNJ: ) Juíza de Direito - Dra. Vanessa Nogueira Antunes

014/ (CNJ: ) Juíza de Direito - Dra. Vanessa Nogueira Antunes COMARCA DE ESTEIO 1ª VARA CÍVEL Rua Dom Pedro, 200 Processo nº: Natureza: Excipiente: Excepto: Juiz Prolator: 014/1.14.0005129-6 (CNJ:.0010285-63.2014.8.21.0014) Exceção de Incompetência Companhia Brasileira

Leia mais

DECISÃO. (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC)

DECISÃO. (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC) TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0048175-69.2013.8.19.0000 Agravante: DIBENS LEASING S/A ARRENDAMENTO MERCANTIL (autora) Agravado: JOSÉ LUIS DA SILVA (réu) Relatora: Desembargadora

Leia mais

José, já qualificado vem, respeitosamente, por meio de seu advogado interpor com fundamento nos arts. 893, II e art. 895, I da CLT Recurso Ordinário

José, já qualificado vem, respeitosamente, por meio de seu advogado interpor com fundamento nos arts. 893, II e art. 895, I da CLT Recurso Ordinário EXCELENTÍSSIMO DR. JUIZ DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE Processo número José, já qualificado, vem, respeitosamente, por meio de seu advogado, interpor, com fundamento nos arts. 893, II e art. 895, I

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL Nº 1.126

APELAÇÃO CÍVEL Nº 1.126 A assinatura do autor por MAGNUS VENICIUS ROX:8172 é inválida APELAÇÃO CÍVEL Nº 1.126.336-8, DA 6ª VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA APELANTE :

Leia mais

Acórdão em Apelação Cível Processo n º Relator: DES. Antônio Iloízio Barros Bastos

Acórdão em Apelação Cível Processo n º Relator: DES. Antônio Iloízio Barros Bastos Acórdão em Apelação Cível Processo n º 0095306-76.2009.8.19.0001 Relator: DES. Antônio Iloízio Barros Bastos Ação de obrigação de fazer cumulada com pedido de indenização por danos morais. Videogame XBox,

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 RELATOR AGTE.(S) AGDO.(A/S) : MIN. ROBERTO BARROSO :MÓVEIS SANDRIN LTDA : ALESSANDRO MAMBRINI E OUTRO(A/S) :LUCIANA FERNANDES SOARES :ROBERTO BERNARDES

Leia mais

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Quarta Câmara Cível

Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Quarta Câmara Cível Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro Vigésima Quarta Câmara Cível AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº. 0073579-54.2015.8.19.0000 AGRAVANTE: PAULO ROBERTO RIBEIRO ALVES AGRAVADO: JFE 45 EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS

Leia mais

D E C I S Ã O M O N O C R Á T I C A

D E C I S Ã O M O N O C R Á T I C A APELAÇÃO CÍVEL. DIREITO PROCESSUAL CIVIL. SENTENÇA SEM RELATÓRIO E DISPOSITIVO, COM MERA REMISSÃO AO PARECER DO MINISTÉRIO PÚBLICO. NULIDADE. SENTENÇA DESCONSTITUÍDA. É nula a sentença fundamentada pela

Leia mais

ENERGIA E SERVICOS S A MUNICIPIO DE PETROPOLIS

ENERGIA E SERVICOS S A MUNICIPIO DE PETROPOLIS Tribunal de Justiça 12ª Câmara Cível Apelação Cível nº 0045893-97.2011.8.19.0042 Apelantes: AMPLA ENERGIA E SERVICOS S A MUNICIPIO DE PETROPOLIS Apelado: IZABEL DE AZEVEDO SILVA Relator: Desembargador

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRATICA REGISTRADO(A) SOB N "02164124* ACÓRDÃO Medida Cautelar de Exibição de Documentos - Decisão que declinou de oficio de sua competência, determinando

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça EMENTA ADMINISTRATIVO. AGRAVO REGIMENTAL EM AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. RESPONSABILIDADE CIVIL. DANOS MORAIS. REDUÇÃO DO QUANTUM. VALOR RAZOÁVEL (R$ 17.500,00). REEXAME DO CONJUNTO FÁTICO-PROBATÓRIO. SÚMULA

Leia mais

28/04/13 <NÚMERODETOKENSNODOCUMENTO \18><COMPOSIÇÃODEACÓRDÃOEMENTA \TEXTO="(INSIRA AQUI O TÍTULO DA EMENTA)^P^

28/04/13 <NÚMERODETOKENSNODOCUMENTO \18><COMPOSIÇÃODEACÓRDÃOEMENTA \TEXTO=(INSIRA AQUI O TÍTULO DA EMENTA)^P^ Número do processo: 70050364199 Comarca: Comarca de Santa Maria Data de Julgamento: 29-08-2012 Relator: Isabel Dias Almeida ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA IDA Nº 70050364199

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESPÍRITO SANTO TERCEIRA CÂMARA CÍVEL 13/4/2009 SESSÃO EXTRAORDINÁRIA APELAÇÃO CÍVEL Nº Ementa:

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESPÍRITO SANTO TERCEIRA CÂMARA CÍVEL 13/4/2009 SESSÃO EXTRAORDINÁRIA APELAÇÃO CÍVEL Nº Ementa: TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESPÍRITO SANTO TERCEIRA CÂMARA CÍVEL 13/4/2009 SESSÃO EXTRAORDINÁRIA APELAÇÃO CÍVEL Nº 12060001547 Ementa: APELAÇÃO CÍVEL - DPVAT - REQUISITOS - INVALIDEZ PERMANENTE - ART. 3º DA

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 25ª CÂMARA CÍVEL

Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro 25ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0003177-46.2013.8.19.0087 APELANTE: MASCILENE AZEVEDO SILVINO APELADOS: M.A. FONTES SERVIÇOS MÉDICOS E RADIOLÓGICOS ALCÂNTARA LTDA E HILBERT ARMANDO DOS SANTOS FONTES RELATOR: DES. AUGUSTO

Leia mais

DECISÃO. (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC)

DECISÃO. (Fundamentação legal: artigo 557, caput, do CPC) TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0038147-13.2011.8.19.0000 Agravante:AYMORÉ CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S.A (autor) Agravada: MARIA DAS DORES DA SILVA (ré) Relatora:

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0216.14.008448-6/002 Númeração 0109026- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Wanderley Paiva Des.(a) Wanderley Paiva 29/04/2015 06/05/2015 EMENTA:

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Décima Sexta Câmara Cível

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Décima Sexta Câmara Cível AGRAVO INTERNO. DECISÃO MONOCRATICA EM APELAÇÃO QUE NEGOU SEGUIMENTO AO RECURSO INTERPOSTO. DIREITO DO CONSUMIDOR. DESISTÊNCIA DA COMPRA DE PASSAGENS AÉREAS. PLEITO INDENIZATÓRIO POR DANOS MORAIS E RESSARCIMENTO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 20/04/2017 PLENÁRIO AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 1.008.181 BAHIA RELATOR AGTE.(S) ADV.(A/S) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MINISTRO PRESIDENTE

Leia mais

Décima Sexta Câmara Cível Gabinete do Desembargador Marco Aurélio Bezerra De Melo

Décima Sexta Câmara Cível Gabinete do Desembargador Marco Aurélio Bezerra De Melo AGRAVO DE INSTRUMENTO. DECISÃO AGRAVADA QUE DEFERE ANTECIPAÇÃO DE TUTELA PARA DETERMINAR AO MUNICÍPIO DE NOVA FRIBURGO A DISPONIBILIZAÇÃO DE CONSULTA MÉDICA DE NEUROLOGISTA. RECURSO DO RÉU. Direito à Saúde.

Leia mais

Direito Processual Civil

Direito Processual Civil Direito Processual Civil Do Agravo Professor Giuliano Tamagno www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Civil DO AGRAVO DO AGRAVO DE INSTRUMENTO Art. 1.015. Cabe agravo de instrumento contra as

Leia mais

Apelação Cível n , de Videira Relator: Des. Joel Dias Figueira Júnior

Apelação Cível n , de Videira Relator: Des. Joel Dias Figueira Júnior Apelação Cível n. 2010.078282-8, de Videira Relator: Des. Joel Dias Figueira Júnior APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DE COBRANÇA SECURITÁRIA C/C COMPENSAÇÃO POR DANOS MORAIS. CONTRATO DE SEGURO DE VIDA EM GRUPO. PRESCRIÇÃO.

Leia mais

Vistos, relatados e discutidos estes autos de agravo de instrumento n.º , interposto por GOOGLE

Vistos, relatados e discutidos estes autos de agravo de instrumento n.º , interposto por GOOGLE Agravo nº 0018101-27.2016.8.19.0000 Agravante: GOOGLE BRASIL INTERNET LTDA Agravado: SER CERIMONIAL DECORAÇÃO E PAISAGISMOS LTDA Relator: DES. ANTONIO CARLOS ARRÁBIDA PAES AGRAVO DE INSTRUMENTO. DIREITO

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores GOMES VARJÃO (Presidente), NESTOR DUARTE E ROSA MARIA DE ANDRADE NERY.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores GOMES VARJÃO (Presidente), NESTOR DUARTE E ROSA MARIA DE ANDRADE NERY. PODER JUDICIÁRIO Registro: 2014.0000257943 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº, da Comarca de São Paulo, em que é agravante ANTONIO LUIZ JOSÉ DE CARVALHO, é agravado

Leia mais

Poder Judiciário. Estado do Rio de Janeiro Décima NonaCâmara Cível

Poder Judiciário. Estado do Rio de Janeiro Décima NonaCâmara Cível Agravo de Instrumento Nº: 0035162-32.2015.8.19.0000 Agravantes: MUNICIPIO DE ANGRA DOS REIS Agravado: SEBASTIÃO MAXIMO DA COSTA Juízo de Origem: 2ª Vara Cível da Comarca de Angra dos Reis Relator: DESEMBARGADOR

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 1 Registro: 2016.0000231574 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0176477-49.2012.8.26.0100, da Comarca de, em que é apelante ADPM- ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA POLICIA MILITAR

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO RELATÓRIO

PODER JUDICIÁRIO RELATÓRIO APELAÇÃO CÍVEL N. 77526-70.2015.8.09.0170 (201590775260) AGRAVO REGIMENTAL COMARCA DE CAMPINORTE AGRAVANTE : SANEAMENTO DE GOIÁS S/A SANEAGO AGRAVADA : ROSINEIDE FRANCISCA DE AZEVEDO RELATOR : Desembargador

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL. Órgão: 3ª Turma Cível. Processo N.: Apelação Cível APC. Apelante(s): JOSÉ VIEIRA DE SÁ

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL. Órgão: 3ª Turma Cível. Processo N.: Apelação Cível APC. Apelante(s): JOSÉ VIEIRA DE SÁ TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL Órgão: 3ª Turma Cível Processo N.: Apelação Cível 20080510067475APC Apelante(s): JOSÉ VIEIRA DE SÁ Apelado(s): BRADESCO SEGUROS S/A Relator: Desembargador JOÃO MARIOSI

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº

AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 0053722-22.2015.8.19.0000 Ação Originária nº 0001432-93.2015.8.19.0076 AGRAVANTES: LEANDRO SOARES DE SOUZA, CAMILA APARECIDA FARACO DA SILVA, MARIA APARECIDA FARACO DA SILVA e

Leia mais

Reis Friede Relator. TRF2 Fls 356

Reis Friede Relator. TRF2 Fls 356 Nº CNJ : 00433-3.205.4.02.50 (205.5.0.0433-8) ADVOGADO : RJ24996 - ANDERSON DA SILVA MOREIRA ORIGEM : 2ª Vara Federal do Rio de Janeiro (00433320540250) EMENTA RESPONSABILIDADE CIVIL. DESVALORIZAÇÃO DO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 10/11/2015 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 644.563 RIO GRANDE DO SUL RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. EDSON FACHIN :MUNICÍPIO

Leia mais

SEXTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº BENEDICTO ABICAIR APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DECLARATÓRIA. REFORMA PARCIAL DA SENTENÇA.

SEXTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº BENEDICTO ABICAIR APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DECLARATÓRIA. REFORMA PARCIAL DA SENTENÇA. SEXTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0058525-60.2006.8.19.0001 APELANTE 1: SUL AMÉRICA CAPITALIZAÇÃO S/A SULACAP APELANTE 2: SUL AMÉRICA S/A APELADO1: OS MESMOS APELADO 2: RILDO APARECIDO FERREIRA RELATOR:

Leia mais

DEVIDAMENTE FUNDAMENTADA, NOS TERMOS DO ART. 557, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. DESPROVIMENTO DO RECURSO DE AGRAVO INTERNO. feps

DEVIDAMENTE FUNDAMENTADA, NOS TERMOS DO ART. 557, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. DESPROVIMENTO DO RECURSO DE AGRAVO INTERNO. feps VIGÉSIMA CÂMARA CÍVEL AGRAVO INTERNO EM AGRAVO DE INSTRUMENTO: Nº 0013678-92.2014.8.19.0000 AGRAVANTE: MARIA CRISTINA SUTIL VINOGRAFF AGRAVADA: CONDOMÍNIO DO EDIFÍCIO GLORIAMAR POÇOS DE CALDAS RELATOR:

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 22ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 22ª CÂMARA DE DIREITO PRIVADO fls. 2 Registro: 2015.0000452217 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0127798-86.2010.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante BANCO SANTANDER BRASIL S/A, é apelado

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 337 C O N C L U S Ã O Em 05/10/2016, faço estes autos conclusos à MM. Juíza de Direito, Inah de Lemos e Silva Machado, da 19.ª Vara Cível Central. Eu,, Jaqueline Nishi, Assistente, subscrevi. SENTENÇA

Leia mais

RELATÓRIO. O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator Convocado):

RELATÓRIO. O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator Convocado): PROCESSO Nº: 0805042-25.2015.4.05.8300 - APELAÇÃO RELATOR(A): DESEMBARGADOR(A) FEDERAL RUBENS DE MENDONCA CANUTO NETO - 1º TURMA RELATÓRIO O Sr. Des. Fed. RUBENS DE MENDONÇA CANUTO (Relator Convocado):

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 158.184 - SP (2012/0055988-6) RELATOR AGRAVANTE ADVOGADO AGRAVADO ADVOGADO INTERES. : MINISTRO CESAR ASFOR ROCHA : COMPANHIA DE SANEAMENTO BÁSICO DO ESTADO DE SÃO

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0372.13.002525-0/001 Númeração 0025250- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Fernando Caldeira Brant Des.(a) Fernando Caldeira Brant 10/04/2014 22/04/2014

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N ACÓRDÃO i mm mu mu mu um mu mu um nu \\\ "03377558* Vistos, relatados

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA VIGÉSIMA QUINTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR AGRAVO INTERNO NA APELAÇÃO CÍVEL Nº 0247406-11.2012.8.19.0001 AGRAVANTE: RODNEY NIEGESKI MONSAO AGRAVADO: BANCO SANTANDER BRASIL S/A RELATORA:

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº AÇÃO N : 0011515-20.2011.8.19.0203 ORIGEM : 6ª VARA CÍVEL DO FÓRUM REGIONAL DE JACAREPAGUÁ AGRAVANTE:INSTITUTO DE MEDICINA NUCLEAR LTDA AGRAVADA : ANDRÉA TEIXEIRA GOMES RELATOR :DES. ROBERTO GUIMARÃES

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL Agravo Interno nos autos da Apelação Cível nº 0021985-23.2011.8.19.0038 Agravante: ITAÚ UNIBANCO S.A. Agravado: JAVERT DO CARMO AZEVEDO FILHO Relator: DES. EDUARDO DE AZEVEDO PAIVA. AGRAVO INTERNO NOS

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO

AGRAVO DE INSTRUMENTO MÓDULO 32 AGRAVO DE INSTRUMENTO Artigos 1.015 a 1.020 do Código de Processo Civil CONCEITO O agravo de instrumento é interposto contra as decisões interlocutórias previstas no artigo 1.015 do Código de

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 214.435 - DF (2012/0165409-1) RELATOR AGRAVANTE ADVOGADO AGRAVADO ADVOGADO : MINISTRO SIDNEI BENETI : BANCO DO BRASIL S/A : CARLOS JOSE MARCIERI E OUTRO(S) : OLAVO

Leia mais

PROVIMENTO PARCIAL DO RECURSO.

PROVIMENTO PARCIAL DO RECURSO. Tribunal de Justiça Primeira Câmara Cível Agravante: ISABELA CORDEIRO DUTRA CALHEIROS REP/P/S/MÃE MELISSA CORDEIRO DUTRA Agravante: CAROLINA CORDEIRO DUTRA CALHEIROS REP/P/S/MÃE MELISSA CORDEIRO DUTRA

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DESEMBARGADORA TEREZA CRISTINA SOBRAL BITTENCOURT SAMPAIO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DESEMBARGADORA TEREZA CRISTINA SOBRAL BITTENCOURT SAMPAIO VIGÉSIMA SÉTIMA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR CONFLITO DE COMPETÊNCIA N 0001707-13.2014.8.19.0000 SUSCITANTE: JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA CÍVEL DA REGIONAL DA BARRA DA TIJUCA SUSCITADO: JUÍZO DE DIREITO DA 7ª

Leia mais

Gabinete do Desembargador Carlos Escher

Gabinete do Desembargador Carlos Escher APELAÇÃO CÍVEL Nº 330792-12.2011.8.09.0078 (201193307929) DE ISRAELÂNDIA APELANTE APELADO RELATOR CÂMARA FERNANDO LUIZ DA COSTA MUNICÍPIO DE ISRAELÂNDIA DESEMBARGADOR CARLOS ESCHER 4ª CÍVEL EMENTA: APELAÇÃO

Leia mais

Gabinete do Desembargador Gilberto Marques Filho AGRAVO REGIMENTAL EM APELAÇÃO CÍVEL Nº ( )

Gabinete do Desembargador Gilberto Marques Filho AGRAVO REGIMENTAL EM APELAÇÃO CÍVEL Nº ( ) AGRAVO REGIMENTAL EM APELAÇÃO CÍVEL Nº 191717-73.2010.8.09.0051(201091917175) Comarca : GOIÂNIA Agravante : DIVINO ANTÔNIO DE ABREU Agravado : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL- INSS Relator :Diác. Dr.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ACRE. Acórdão n. : Classe : Apelação Cível (Sumário) n Origem : Rio Branco. Órgão : Câmara Cível

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ACRE. Acórdão n. : Classe : Apelação Cível (Sumário) n Origem : Rio Branco. Órgão : Câmara Cível TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ACRE Acórdão n. : 5.663 Classe : Apelação Cível (Sumário) n. 2008.003054-0 Origem : Rio Branco Órgão : Câmara Cível Relator : Des. Adair Longuini Apelante : Mapfre Vera Cruz Seguradora

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo II SUBSTABELECIMENTO... 31

SUMÁRIO. Capítulo II SUBSTABELECIMENTO... 31 SUMÁRIO Capítulo I PROCURAÇÃO AD JUDICIA... 19 1. Conceito... 19 2. Extensão dos poderes conferidos pelo outorgante ao advogado... 21 3. Modelo da procuração ad judicia com poderes para o foro em geral...

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 4ª CÂMARA CÍVEL Relator: Desembargador SIDNEY HARTUNG

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 4ª CÂMARA CÍVEL Relator: Desembargador SIDNEY HARTUNG TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 4ª CÂMARA CÍVEL Relator: Desembargador SIDNEY HARTUNG AGRAVO DE INSTRUMENTO N.º 0030633-38.2013.8.19.0000 Agravante: DELVINA CÂNDIDA DE OLIVEIRA. Agravados:ELIANE

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2016.0000478739 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2197600-73.2015.8.26.0000, da Comarca de Bauru, em que é agravante QUALICORP ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇOS

Leia mais

Art Cabe agravo de instrumento contra as decisões interlocutórias que versarem sobre:

Art Cabe agravo de instrumento contra as decisões interlocutórias que versarem sobre: PUC-GOIÁS PRÁTICA JURÍDICA IV AS TURMA A01-2017-2 Professora: Leônia Machado Pimenta Bueno AGRAVOS - ORIENTAÇÕES No CPC/1973, existiam quatro agravos: agravo de instrumento, agravo retido, agravo regimental

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA Nº 1981/2014 - PGGB RECURDO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO Nº 743052/DF AGRTE : PÉ DE FERRO CALÇADOS E ARTEFATOS DE COURO LTDA. AGRDO : UNIÃO ADVOGADO:

Leia mais

Processo Civil Prof. Darlan Barroso Aula de Respostas do Réu 2ª Fase Civil XXIII Exame de Ordem

Processo Civil Prof. Darlan Barroso Aula de Respostas do Réu 2ª Fase Civil XXIII Exame de Ordem Enunciado aula de defesa Processo Civil Lupicínio, em 2000, realizou doação de um de seus imóveis ao sobrinho Ticio com a finalidade de permitir que ele pudesse realizar casamento com Aurélia, constando

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 6ª VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DE PORTO ALEGRE/RS

EXCELENTÍSSIMO DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 6ª VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DE PORTO ALEGRE/RS EXCELENTÍSSIMO DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 6ª VARA CÍVEL DO FORO CENTRAL DA COMARCA DE PORTO ALEGRE/RS Processo n.º 001/1.15.0013003-7 SEGURADORA LÍDER DOS CONSÓRCIOS DO SEGURO DPVAT S/A, já qualificada

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores PAULO ALCIDES (Presidente), EDUARDO SÁ PINTO SANDEVILLE E JOSÉ ROBERTO FURQUIM CABELLA.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores PAULO ALCIDES (Presidente), EDUARDO SÁ PINTO SANDEVILLE E JOSÉ ROBERTO FURQUIM CABELLA. Registro: 2016.0000233213 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1011877-33.2014.8.26.0032, da Comarca de Araçatuba, em que é apelante UNIMED DO ESTADO DE SÃO PAULO FEDERAÇÃO

Leia mais

EDUARDO DOS SANTOS PEIXOTO

EDUARDO DOS SANTOS PEIXOTO COMARCA DE SANTO ANTÔNIO DA PATRULHA 1ª VARA Rua Roberto Xavier da Luz, 6 Processo nº: 065/1.10.0000046-9 (CNJ:.0002301-06.2013.8.21.0065) Natureza: Cobrança Autor: Eduardo dos Santos Peixoto Réu: Bradesco

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 5 AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 953.653 RIO DE RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. ROBERTO BARROSO :MINISTERIO PUBLICO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATORA RECORRENTE RECORRIDO : MINISTRA MARIA ISABEL GALLOTTI : C A M : ANNA EUGÊNIA BORGES CHIARI E OUTRO(S) : M L R M : SEM REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS EMENTA HABEAS CORPUS. RECURSO ORDINÁRIO. EXECUÇÃO

Leia mais

Por: Gustavo Rodrigues

Por: Gustavo Rodrigues Por: Gustavo Rodrigues AUMENTO DO NÚMERO DE AÇÕES INDENIZATÓRIAS CRESCIMENTO DE 140% NO STJ 2010: 260 PROCESSOS x 2014: 626 PROCESSOS 18 MÉDICOS COM REGISTRO CASSADO 625 MÉDICOS CUMPRIRAM PENAS DIVERSAS

Leia mais

28/10/2014 PRIMEIRA TURMA : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA

28/10/2014 PRIMEIRA TURMA : MIN. DIAS TOFFOLI EMENTA Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 8 28/10/2014 PRIMEIRA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO 736.365 SÃO PAULO RELATOR AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) : MIN. DIAS

Leia mais

ACORDAM. Os Desembargadores que integram a 18ª Câmara Cível em negar provimento ao recurso, nos termos do voto do Relator. Decisão unânime.

ACORDAM. Os Desembargadores que integram a 18ª Câmara Cível em negar provimento ao recurso, nos termos do voto do Relator. Decisão unânime. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL AGRAVO INOMINADO NO AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº. 0003042-04.2013.8.19.0000 AGRAVANTE: ZILMA IZABEL DA CONCEIÇÃO MARIA AGRAVADO: INSTITUTO

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO INVERSÃO ÔNUS DA PROVA REGRA DE JULGAMENTO A C Ó R D Ã O

AGRAVO DE INSTRUMENTO INVERSÃO ÔNUS DA PROVA REGRA DE JULGAMENTO A C Ó R D Ã O AGRAVO DE INSTRUMENTO INVERSÃO ÔNUS DA PROVA REGRA DE JULGAMENTO - A inversão do ônus da prova é regra de julgamento ou para julgamento, quando na sentença, momento próprio, onde, de frente ao contexto

Leia mais

: MIN. DIAS TOFFOLI CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS JUNTO AO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS

: MIN. DIAS TOFFOLI CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS JUNTO AO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS RECLAMAÇÃO 24.163 DISTRITO FEDERAL RELATOR RECLTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECLDO.(A/S) PROC.(A/S)(ES) INTDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. DIAS TOFFOLI :MINISTÉRIO PÚBLICO JUNTO AO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO NONA CÂMARA CÍVEL

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO NONA CÂMARA CÍVEL NONA CÂMARA CÍVEL Apelação nº 0015111-07.2009.8.19.0001 Apelante: JOÃO CAMPOS DA SILVA Apelado: ESTADO DO RIO DE JANEIRO Relator: Desembargador ROBERTO DE ABREU E SILVA AÇÃO ORDINÁRIA. LEGITIMIDADE DO

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO. 2 9a Câmara APELAÇÃO S/ REVISÃO N /4. Comarca de SÃO JOSÉ DO RIO PRETO 4. V.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO. 2 9a Câmara APELAÇÃO S/ REVISÃO N /4. Comarca de SÃO JOSÉ DO RIO PRETO 4. V. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO 2 9a Câmara APELAÇÃO S/ REVISÃO N 1 2 4 1 4 9 0-0/4 Comarca de SÃO JOSÉ DO RIO PRETO 4. V. CÍVEL P r o c e s s o 38380/08 APTE RAIMUNDA AUGUSTA LIMA ALVES APDO MARÍTIMA

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO NO DIREITO MÉDICO E DA SAÚDE

AGRAVO DE INSTRUMENTO NO DIREITO MÉDICO E DA SAÚDE AULA 53 AGRAVO DE INSTRUMENTO NO DIREITO MÉDICO E DA SAÚDE Artigos 1.015 a 1.020 do Código de Processo Civil CONCEITO O agravo de instrumento é interposto contra as decisões interlocutórias previstas no

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.705.311 - SP (2017/0095692-5) RELATORA : MINISTRA NANCY ANDRIGHI RECORRENTE : MARIA TEREZA OCTAVIANO DA COSTA PEREIRA ADVOGADO : ELTON EUCLIDES FERNANDES E OUTRO(S) - SP258692 RECORRIDO

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DESEMBARGADOR(A) RELATOR(A) EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DESEMBARGADOR(A) RELATOR(A) EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DESEMBARGADOR(A) RELATOR(A) EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO GRANDE DO SUL Recurso Eleitoral: 2663-40.2014.6.21.0000 Procedência: PORTO ALEGRE RS Protocolo: 86.987/2014

Leia mais

JF CONVOCADO ANTONIO HENRIQUE CORREA DA SILVA em substituição ao Desembargador Federal PAULO ESPIRITO SANTO

JF CONVOCADO ANTONIO HENRIQUE CORREA DA SILVA em substituição ao Desembargador Federal PAULO ESPIRITO SANTO Apelação Cível - Turma Especialidade I - Penal, Previdenciário e Propriedade Industrial Nº CNJ : 0101807-06.2014.4.02.5101 (2014.51.01.101807-8) RELATOR JF CONVOCADO ANTONIO HENRIQUE CORREA DA SILVA em

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0000.15.033552-9/000 Númeração 0335529- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Audebert Delage Des.(a) Audebert Delage 18/08/2015 28/08/2015 EMENTA: CONFLITO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 766.570 - SE (2015/0209776-4) RELATORA AGRAVANTE ADVOGADOS AGRAVADO ADVOGADO : MINISTRA MARIA ISABEL GALLOTTI : UNIVERSO ONLINE S/A : JOÃO LEÃO SANTOS JÚNIOR E OUTRO(S)

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2014.0000566560 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 9295174-21.2008.8.26.0000, da Comarca de Guarulhos, em que são apelantes ADRIANA PAULINO COSTA (JUSTIÇA GRATUITA),

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 05/04/2016 SEGUNDA TURMA AG.REG. NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 940.470 BAHIA RELATORA AGTE.(S) PROC.(A/S)(ES) AGDO.(A/S) : MIN. CÁRMEN LÚCIA

Leia mais