AutomationToday. dedos. Dados seguros. e na ponta dos

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AutomationToday. dedos. Dados seguros. e na ponta dos"

Transcrição

1 AutomationToday AMÉRICA LATINA DEZEMBRO / 2013, ANO 15, Nº 40 Dados seguros e na ponta dos dedos O acesso remoto e seguro aos dados de produção é essencial para viabilizar a empresa conectada. A integridade das conexões vai proporcionar níveis de flexibilidade e de produtividade inéditos, ao tornar possível escolher os recursos mais adequados e usá-los no momento correto Cobertura da Automation Fair, realizada pela primeira vez em Houston Mobilidade, conectividade, ambientes virtuais e volumes inimagináveis de dados estão redesenhando o ambiente industrial Brasil, Equador e Peru compartilham casos de sucesso de clientes

2 Carta ao LEITOR A nova indústria Fruto do avanço exponencial da tecnologia da informação e de seus reflexos no dia a dia das pessoas e das empresas, a indústria de hoje reflete o homem de hoje: conectado, interativo e sustentável. Na sociedade industrial do século 21, tudo precisa ser otimizado: dos insumos à mão de obra, do tempo de projeto à disponibilidade da planta, da logística ao retorno sobre investimentos. Diante disso, a única opção é transformar a indústria, agregando inteligência a seus processos. A inteligência fabril, a contextualização de dados e o acesso remoto a eles são temas desta edição e foram pontos focais da Automation Fair 2013, realizada em Houston, em novembro. Outro destaque do evento foi a integridade das redes. Veja cobertura na página 7. Boa leitura! Eliana Freixa Gerente de Marketing Regional América Latina ENTRE EM CONTATO Envie seus comentários e sugestões sobre a revista Automation Today e os artigos aqui publicados para Sua opinião é muito importante! Obrigado. Acompanhe a Rockwell Automation do Brasil no Facebook: Rockwell Automation - Brasil AutomationToday é uma publicação quadrimestral da Rockwell Automation. Rua Verbo Divino, º andar São Paulo Tel.: (11) Todos os direitos reservados. O conteúdo desta publicação não pode ser reproduzido, total ou parcialmente, sem a expressa autorização da Rockwell Automation. COORDENAÇÃO GERAL Eliana Freixa (Gerente de Marketing Regional América Latina) Tel.: (55 11) EQUIPE EDITORIAL Rebecca Archibald (Publisher The Journal - Rockwell Automation) Theresa Houck (Editora Executiva The Journal - Putman Publishing) Márcia M. Maia (Jornalista responsável e redatora no Brasil - Mtb Interativa Comunicação) FOTOGRAFIA Arquivo Rockwell Automation / Shutterstock DESIGN E PRODUÇÃO Projeto grá ico e diagramação: Interativa Comunicação - Tel/Fax: (11) Tiragem: exemplares Todos os produtos e tecnologias mencionados na Automation Today são marca registrada e propriedade industrial de suas respectivas empresas. 2 AUTOMATION TODAY DEZEMBRO 2013

3 Matéria de CAPA Dados seguros e na ponta dos dedos 11 Já é possível levar com segurança a gestão fabril aonde estiverem os seus gestores. E isso faz toda a diferença 4 DESTAQUES 6 7 PRODUTOS EVENTO ROKstar; certificação LEED; Fórum IoT e novos materiais sobre migração de DCS Novos Kinetix, para controle de movimento integrado em EtherNet/IP; Tradução de endereços de rede (NAT) com novo switch Stratix 5700 Cobertura da Automation Fair MAT. RELACIONADA A quantidade massiva de dados, o modo de usá-los e as possibilidades resultantes disso estão moldando um novo ambiente industrial CASOS DE SUCESSO TREINAMENTOS CONTATOS No Brasil, retrofit de caldeira de usina de açúcar; no Equador, modernização de termelétrica e, no Peru, o caso de sucesso retrata os painéis elétricos de perfuratrizes para ambientes severos Calendário de cursos de janeiro a abril de 2014 Encontre o endereço mais perto da sua empresa DEZEMBRO 2013 AUTOMATION TODAY 3

4 DESTAQUES Novos artigos técnicos sobre migração de DCS Atualmente, muitas indústrias de processo possuem Sistemas de Controle Distribuído (DCS) ultrapassados, que atingiram o inal de sua vida útil. E elas podem não perceber que o DCS instalado há anos perdeu a produtividade e está afetando negativamente os resultados da empresa hoje, sendo necessário fazer a migração para um novo sistema de automação. Os três novos artigos técnicos da Rockwell Automation Justi icativa para migração, Estratégia e implantação de migração de DCS e Otimização do sistema de automação examinam as vantagens inanceiras, estratégicas e de otimização associadas à migração e respondem a importantes questões que normalmente acompanham esse tema, enfocando diferentes passos dentro do processo de migração e dando visões detalhadas da migração. Os artigos técnicos estão disponíveis (em inglês) em tools-downloads. Três seminários via internet sobre migração de DCS, que suplementam os arquivos técnicos, também podem ser encontrados na web, em com/process/webinar. ROKstar na celebração dos 110 anos da Allen-Bradley Anunciados os primeiros oito integrantes do Hall da Fama ROKstar, dois deles brasileiros Entre as iniciativas para celebrar o 110 aniversário da marca Allen-Bradley, a Rockwell Automation lançou nas mídias sociais o programa ROKstar, com o objetivo de reconhecer a dedicação de clientes e parceiros à fabricação e produção inteligentes. Os colaboradores da empresa votaram em mais de 90 candidatos, entre clientes e membros PartnerNetwork, em cinco categorias diferentes. Os candidatos ao ROKstar também participaram de uma votação pública em canais de mídia social com mais de votos apurados. Os inalistas foram selecionados por um painel de executivos da Rockwell Automation. A tecnologia evoluiu signi icativamente nos 110 anos após o lançamento da marca Allen-Bradley, mas a dedicação de nossos clientes e parceiros permaneceu a mesma, disse Ninveh Neuman, vice-presidente de Marketing Global da Rockwell Automation. Não teríamos chegado aos 110 anos sem o apoio deles, e o Hall da Fama ROKstar reconhece esse sólido histórico de compromisso, mostrando, ao mesmo tempo, o trabalho avançado sendo feito hoje na área de fabricação e produção inteligentes. Os integrantes do Hall da Fama ROKstar inaugural são: Categoria: Aplicativo de fabricação/produção inteligente com alto grau de inovação Shai Gershon, Contel Automation e Control Ltd. Israel Bruno Higuti, Ford Brasil Categoria: Custo total de propriedade de alta viabilidade Paul Galeski, Maverick Technologies EUA Categoria: Tempo excepcional de lançamento no mercado Muhammed Immad Ansari, ATCO Arábia Saudita Rafael Pezzella Chiea, IASTECH Automação de Sistemas Brasil Categoria: Utilização máxima de ativos Damian Jones, NHP Electrical Engineering Products Austrália Wei Chenfei, SAIC-GM-Wuling (SGMW) China Categoria: Impacto profundo em gestão de risco de empreendimentos Mary Tice, Helm Instrument Co. EUA PARA SABER MAIS, ACESSE: page ou siga a Rockwell Automation no Twitter, Facebook e Linkedin. 4 AUTOMATION TODAY DEZEMBRO 2013

5 Sede global da Rockwell Automation é certificada como Edifício Verde A Rockwell Automation conquistou a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design - Liderança em Projetos de Energia e Ambientais) do Conselho de Edifícios Verdes dos EUA, por reduzir significativamente o impacto ambiental geral de sua sede corporativa, no centro da cidade de Milwaukee. O edifício, de 189 mil metros quadrados, é a segunda maior estrutura existente em Wisconsin a receber esta certificação do Conselho de Edifícios Verdes dos EUA. O reconhecimento resulta do amplo programa de sustentabilidade, iniciado há 12 anos na sede da Rockwell Automation e no qual a empresa investiu US$ 3,2 milhões, e inclui os espaços combinados do escritório, laboratório e da antiga fabricação, com melhorias físicas e implantação de práticas de operação sustentáveis, para reduzir a pegada de carbono de sua sede corporativa. O tamanho total dos edifícios existentes foi o aspecto mais desafiador e recompensador do programa, disse Steve Strzok, gerente industrial da Rockwell Automation. Cada parte do espaço tinha que atender às especificações LEED para uma classificação de operação e manutenção incluindo normas de qualidade do ar interno e procedimentos e produtos de limpeza verde utilizados pelos zeladores. O consumo de água dentro dos edifícios, por exemplo, foi reduzido pela metade. Os funcionários da Rockwell Automation também contribuíram com melhorias significativas, ao reciclar tudo, desde caixas de papelão ao antigo refrigerador do escritório, deixando de enviar 82% dos resíduos sólidos da unidade para os aterros em Os funcionários também proporcionaram pontos LEED adicionais à equipe com o uso de transporte alternativo para o deslocamento de ida e volta ao trabalho, com os programas de caronas e o uso de bicicletas. A Rockwell Automation foi premiada recentemente com o 2013 Commuter Champion Award dos Parceiros de Wisconsin para Ar Limpo. O ponto alto das instalações é o seu teto ecológico o maior do setor privado em Wisconsin que ajuda a reduzir a energia necessária para aquecer e resfriar o edifício, e retém anualmente cerca de 1,2 milhões de galões de água pluvial que seriam desperdiçados, indo para o sistema de esgoto da cidade e finalmente para o Lago Michigan. Jeff Wolf, gerente de Global Workplace Services da Rockwell Automation, afirma que a sustentabilidade também é um fator crítico em nosso sucesso como corporação cidadã e socialmente responsável. Estamos orgulhosos com o reconhecimento das nossas realizações pelo Conselho de Edifícios Verdes dos EUA. A meta da empresa é renovar a certificação LEED a cada cinco anos e fazer melhorias contínuas nas operações e manutenções prediais. Fórum mundial Internet of Things O presidente e CEO da Rockwell Automation, Keith D. Nosbusch, fez o discurso inaugural do Fórum Mundial Internet of Things A Internet das Coisas (conhecida pela sigla em inglês IoT). O Fórum é um evento global que une renomados líderes empresariais e especialistas no assunto, dos setores comercial, industrial, governamental e acadêmico. Patrocinado pela Cisco e realizado no inal de outubro de 2013, em Barcelona, Espanha, o evento objetivou criar um modelo de colaboração, que acelerará a adoção e o impacto positivo da Internet das Coisas na economia global, na sociedade e no meio ambiente. O CEO da Rockwell Automation falou sobre a visão da Rockwell Automation em colaboração com a Cisco e outras empresas para ajudar seus clientes industriais a estabelecer a base para uma empresa conectada de forma segura, usando protocolos Ethernet e Internet padrão para conectar pessoas, processos, dados e coisas, a im de proporcionar maior produtividade e diferenciação competitiva sustentável. A Rockwell Automation é a maior companhia do mundo dedicada a sistemas de automação e de informação industrial, e tem estado à frente, há mais de uma década, na condução de estratégias para empresas conectadas, disse Nosbusch. A área industrial continua a se tornar um elemento cada vez mais difundido da Internet das Coisas, e as recompensas operacionais de se disponibilizarem informações corretas, de forma segura e no momento correto por toda a empresa são cada vez maiores. Essa integração harmoniosa entre a empresa, cadeia de suprimentos e a fábrica está se tornando a próxima onda de diferenciação competitiva. Outros executivos da Rockwell Automation também conduziram discussões sobre vários tópicos, incluindo Transformando a cadeia de suprimentos com a IoT e Big Data; Desenvolvimento do caso de negócios IoT; Segurança ísica e segurança de rede dentro de ambientes IoT; e Entendendo o valor de uma malha holística e segura de comunicações digitais, baseada no Protocolo para Internet (IP) padrão não modi icado, por meio da parceria Industrial IP Advantage. PARA MAIS INFORMAÇÕES sobre o Fórum Mundial Internet of Things (Internet das Coisas), visite Da Internet of Things à Internet of Everything Muitos ainda nem ouviram falar na Internet das Coisas (IoT) e ela já está avançando para a Internet de Tudo (IoE), conforme explica Dave Evans, da Cisco. Em linhas gerais, esses novos conceitos abordam a conexão inteligente e, por consequência, de alto valor agregado, de pessoas, processos, dados e coisas. O resultado são possibilidades sem precedentes para empresas, comunidades e meio ambiente. O vídeo em que Evans explica os conceitos está disponível em BzJE&feature=share. DEZEMBRO 2013 AUTOMATION TODAY 5

6 PRODUTOS Lançamentos para controle de movimento integrado em EtherNet/IP : menos energia e espaço O desa io dos fabricantes de máquinas é construir equipamentos menores e mais complexos, com ciclo de projeto mais rápido e menor preço. Nesse sentido, a Rockwell Automation apresenta o servoacionamento Kinetix 5500, o servomotor Kinetix VP de baixa inércia (VPL) e a tecnologia de cabo único, soluções de movimento integrado em EtherNet/IP mais compactas e fáceis de usar, que simpli icam o cabeamento do sistema. São uma solução para controle de servomotores e de motores de indução em uma única plataforma de desenvolvimento, proporcionando a melhor densidade de potência da categoria, reduzindo o tamanho do acionamento e o espaço no painel em até 50%, o que simpli ica a manutenção da máquina, minimizando a necessidade de fusíveis ou do uso de contatores. O sistema também pode ser otimizado para balancear o uso de energia elétrica e reduzir as necessidades de potência, devido à sua exclusiva capacidade de compartilhar energia com múltiplos acionamentos. O controle de movimento integrado em EtherNet/IP elimina a necessidade de uma rede de controle de movimento dedicada, reduzindo o cabeamento em até 60% e eliminando a necessidade de criar gateways para obter informações de redes independentes. Adicionalmente, a nova tecnologia do enrolamento dos motores Kinetix VPL e encoders DSL, conectados com a tecnologia de cabo inteligente, permite que a transmissão de energia e a comunicação de realimentação para o acionamento Kinetix 5500 ocorram em um único cabo, simpli icando o projeto da aplicação e limitando os possíveis pontos de falha, para mais con iabilidade e manutenção simpli icada. Ideal para sistemas de embalagens, de movimentação ou de conversão de materiais com mais de seis eixos, Kinetix 5500 e Kinetix VP não requerem barramento dedicado para energia nem acessórios adicionais. Motor e acionamento com valores nominais casados de forma ideal utilizam metade da energia de soluções equivalentes e, simultaneamente, ainda proporcionam atualização de 125 μs da malha de controle, para o máximo desempenho. O 5500 é o primeiro acionamento Kinetix com sistema de conexão a barramento CA/CC comum externo. Isto reduz os requisitos de hardware e permite crescimento escalável sem problemas, usando uma única plataforma para sistemas de eixo simples ou com múltiplos eixos. PARA SABER MAIS, ACESSE: Motion-Control/Kinetix-5500-Servo-Drive Novo switch facilita integração de múltiplas máquinas em rede única As designações de endereços de IP de OEMs raramente correspondem aos requisitos de endereço IP da rede do usuário final. É um grande desafio para OEMs e usuários, já que os endereços de IP são desconhecidos, em geral, até a máquina ser instalada, adicionando custo e tempo no comissionamento do equipamento, e atrasos ao colocá-los em produção. O switch Ethernet industrial gerenciável Stratix 5700 resolve isso, ao incluir um recurso integrado opcional de Tradução de Endereços de Rede (NAT), que permite aos OEMs fornecer aos clientes máquinas padrão sem ter que programar endereços IP exclusivos para elas, e permite ao usuário final integrar as máquinas de forma mais simples em uma rede maior. O Stratix 5700 também elimina a necessidade de componentes adicionais que requerem espaço e fiação extras, configuração adicional e suporte gerencial. Com ele, os usuários podem escolher entre segmentar ou isolar o tráfego da rede, determinando quais dispositivos estarão expostos à rede da fábrica ou corporativa, ajudando a otimizar o desempenho da rede no nível local. A família de switches Stratix 5700 é fornecida com configurações de seis, dez e vinte portas fixas e inclui recursos como sincronização de tempo conforme IEEE-1588, Qualidade de Serviço (QoS) (priorização) e Protocolo Ethernet Resiliente (REP). Recursos adicionais também permitem maior disponibilidade da rede e segurança ampliada com diagnóstico. Cada Stratix 5700 inclui: entrada redundante de energia, alarmes de entrada e saída, porta de console, slots SFP para fibra ótica, montagem em trilho DIN e faixa de temperatura de operação de -40 C a 60 C. As opções do modelo incluem: recurso NAT, duas portas de Gb, cartão de memória flash SD, revestimento com verniz protetor nas placas internas e duas configurações de software diferentes; totalizando 20 modelos diferentes. Para saber mais, acesse: 6 AUTOMATION TODAY DEZEMBRO 2013

7 AUTOMATION FAIR 2013 Segurança, mobilidade e conectividade em destaque na Automation Fair Ultrapassado o ponto de inflexão, a hora é de amplificar o valor já agregado pela tecnologia ao ambiente industrial. Na capital norte-americana do setor de óleo & gás, a Automation Fair enfatizou o protagonismo das redes e de todas as questões a ela relacionadas, como segurança, conectividade e inteligência corporativa. É a Empresa Conectada proporcionando a melhoria do padrão de vida de todos Maior evento mundial dedicado exclusivamente à automação e informação industriais, a Automation Fair se realizou, pela primeira vez, em Houston, e foi visitada por mais de dez mil pessoas. O evento é planejado com alguns anos de antecedência, e foi uma feliz coincidência esta Automation Fair ser em Houston, pois óleo & gás foi nosso melhor mercado globalmente, em 2013, disse Keith Nosbusch, CEO da Rockwell Automation. Energia tem estado, há alguns anos, no centro das atenções da Automation Fair. É cada vez maior o número de indústrias de todos os segmentos que comprova, na prática, que seu uso inteligente faz grande diferença nos resultados finais operacionais e financeiros. Para tanto, as empresas necessitam de dados de consumo em tempo real, o que exige uma infraestrutura de rede adequada, em vários sentidos. E aí entra o conceito de Industrial IP Advantage desenvolvido por Rockwell Automation, Cisco e Panduit, em cooperação com a ODVA, para detalhar as tecnologias, estratégias e melhores práticas por trás do Internet Protocol e como elas podem ser aplicadas. A adoção de Ethernet padrão baseada em IP em todos os tipos DEZEMBRO 2013 AUTOMATION TODAY 7

8 AUTOMATION FAIR 2013 on; em outras 18, foram ministradas mais de 80 sessões técnicas; quatro salões receberam 16 workshops e os nove fóruns industriais ocuparam três teatros. Profissionais de todos os segmentos industriais tiveram numerosas e variadas opções de aprendizagem, visitação e networking. Veja o resumo da feira para alguns dos principais setores da indústria. Na capital norte-americana do petróleo, o segmento teve destaque na feira, com um estande exclusivo, que oferecia, entre outras experiências, a simulação de uma sala de controle. No fórum sobre o tema, foram apresentados cases de sucesso de empresas como Petrobras, ConocoPhillips, Perenco e SINCI, entre outras Caminhão de fraturamento da MG Bryan: controle remoto e em tempo real via tablet de indústria está revolucionando o segmento e viabilizando empresas verdadeiramente conectadas. Essa conectividade vai melhorar a competitividade global, à medida que os fabricantes forem tirando proveito do valor dos dados em tempo real, resultantes do grande número de conexões em Ethernet existentes em um ambiente industrial. A evolução para uma arquitetura inteligente e segura via Ethernet, que ajude a transformar esses dados em informações úteis, levará a uma diferenciação competitiva sustentável, com plantas otimizadas e redes de fornecimento. Hoje, de um modo geral, as infraestruturas de TI e de automação são separadas. Para que circulem por uma infraestrutura unificada, viabilizando a Empresa Conectada, uma infraestrutura comum de Ethernet segura é essencial. Essa realidade de Empresa Conectada já é vivenciada com sucesso pelo fabricante de alimentos King s Hawaiian, pela planta da Toyota no Kentucky e pela M.G.Bryan, cujos cases de sucesso foram apresentados em fóruns setoriais realizados paralelamente à feira. Industrial IP Advantage Por sua relevância no contexto da Empresa Conectada, a Automation Fair 2013 teve um estande dedicado a Industrial IP Advantage. O Internet Protocol (IP) engloba o uso de tecnologia avançada de rede, infraestrutura e práticas, necessárias para se estabelecer um tecido de comunicação segura. Este tecido é essencial para suportar cada dispositivo e cada processo em uma planta. O termo tecido (fabric) é uma metáfora para ilustrar a seguinte ideia: se desenhássemos num papel todos os componentes de uma rede e suas interrelações, as linhas se entrelaçariam a tal ponto que o diagrama da rede se pareceria com a trama de um tecido. Esse conceito, chamado de Network Fabric, foi um dos destaques do estande, onde o visitante pode perceber as oportunidades de inovação e a agilidade comercial intrínsecas a uma infraestrutura comum de rede apoiada em IP. Outras tendências de mercado, como convergência e Internet of Things (IoT), foram destacadas no estande, que atraiu a atenção de profissionais de todos os segmentos, interessados em alinhar seus conhecimentos com o novo modelo de ambiente industrial que vem se desenhando. Exposição e salas De 11 a 14 de novembro, o Centro de Convenções George R. Brown teve o metro quadrado mais rico do mundo em conhecimento e soluções para indústrias. O local reuniu, no andar térreo, 128 estandes de companhias diretamente ligadas ao desenvolvimento de soluções em automação industrial, 112 dos quais de empresas parceiras e 16 da própria Rockwell Automation. A Automation Fair também abrigou estandes de oito universidades, nove editoras de publicações técnicas e três associações do setor. No piso superior, 19 salas receberam laboratórios hands- O destaque: óleo & gás O segmento foi a grande estrela da Automation Fair de Houston. Com a escalada da demanda a por petróleo e derivados dos e o foco cada vez mais intenso sobre segurança, as companhias enfrentam pressões crescentes para explorar, produzir, transportar e processar óleo e gás com mais eficiência. Isso ocorre em um cenário energético global em transformação, provocada por inovações tecnológicas no setor, que viabilizaram, por exemplo, a forte queda no preço do gás de xisto. O fórum de óleo & gás foi realizado nos dois dias da feira e trouxe casos de sucesso apresentados por clientes. O segmento também esteve em evidência no evento Process Solutions User Group (PSUG), que precedeu a Automation Fair, e que contou com casos de sucesso de PEMEX, Pacific Rubiales, Chevron, Occidental Petroleum, Perenco e Shell. Nada menos que 30 sessões técnicas, nove workshops e cinco laboratórios práticos foram oferecidos aos profissionais deste setor. Nos estandes da Rockwell Automation, soluções abrangendo toda a cadeia de fornecimento do setor, com destaque para controle crítico e segurança, controle de compressores e de turbomaquinaria, sistema de controle de processo PlantPAx para aplicações upstream, midstream e downstream, integração de equipamentos de terceiros, controle inteligente de motores, modelamento preditivo para gerenciamento energético, componentes para ambientes extremos em conformidade com padrões como UL, ATEX, IECex e outros, serviços e suporte para todo o ciclo de automação, incluindo FEED, sem falar nos 95 estandes de parceiros Rockwell Automation que exibiram soluções para atividades onshore e offshore. 8 AUTOMATION TODAY DEZEMBRO 2013

9 EXPECTATIVAS Boa parte das empresas norte-americanas teve resultados saudáveis em 2013; a Europa parou de piorar e a América Latina tem sido um dos mercados mais estáveis nos últimos cinco-seis anos, o que tem incentivado investimentos dos clientes na região. Por essas e outras razões, acreditamos que 2014 será melhor que 2013, ano em que a companhia alcançou vendas globais superiores a US$ 6,35 bilhões, representando um crescimento de 1,5% sobre 2012 Joe Kann, vice-presidente de Global Business Development da Rockwell Automation Alimentos e bebidas No mundo todo, os consumidores querem novidades. Paralelamente, estreitam-se as regulamentações do setor. A flexibilização da produção e a utilização intensiva dos ativos, juntas, viabilizam atender a esses dois imperativos de mercado, maximizando o retorno sobre os investimentos em automação. Afinal, hoje em dia, qual indústria ainda pode se dar ao luxo de ter linhas dedicadas a um reduzido número de produtos? O estande do sistema de automação de processo PlantPAx mostrou como uma plataforma comum pode oferecer controle abrangente e efetivo de processo, discreto, de segurança e de energia, reduzindo custos e facilitando a otimização. No estande de Arquitetura Integrada, aplicações corriqueiras, como movimento e controle de receitas, são simplificadas, reduzindo custos de integração, treinamento e manutenção. No estande de Information Solutions, a conexão desses sistemas de controle com os níveis corporativos foi demonstrada, expondo a essência da Empresa Conectada. No fórum do setor, foram compartilhados casos de sucesso. Fabricantes de máquinas (OEMs) O público que serve a todos os demais segmentos industriais teve, mais uma vez, um fórum dedicado a seus desafios, entre os quais se destaca a demanda global por máquinas inovadoras e que se integrem facilmente à infraestrutura existente nos clientes. O valor agregado das novas gerações de máquinas fica por conta da implementação de uma única plataforma para informação e controle em máquinas, viabilizando, entre outros benefícios, otimização da manutenção, solução remota de problemas e maximização do uso do ativo. Sessenta e cinco estandes de parceiros apresentaram desenvolvimentos para este segmento. ANÚNCIO DE AQUISIÇÃO Anunciada na Automation Fair 2013 a mais recente aquisição da Rockwell Automation. Trata-se da empresa Jacobs Automation, cuja solução para controle de movimento, chamada de Sistema itrak, permite o controle independente de vários motores movidos magneticamente em caminhos retos e curvos. Dessa forma, o itrak aumenta a produtividade, reduz o consumo de energia e proporciona mudanças mais rápidas, ajustando a velocidade e a geometria da máquina durante as operações. A tecnologia itrak melhora o desempenho de uma grande variedade de aplicações industriais em geral, como as das empresas de embalagens e de movimentação de materiais. A combinação da tecnologia itrak com a nossa Arquitetura Integrada será um divisor de águas para os fabricantes de máquinas, disse Victor Swint, vice-presidente do negócio de Controle de Movimento da Rockwell Automation. A Jacobs Automation exibiu seus produtos na Automation Fair em estande próprio, uma vez que sua aquisição deverá ser concluída em janeiro de A empresa está localizada nos EUA, em Kentucky, e será integrada ao negócio de Movimento da Rockwell Automation, dentro de seu segmento de Arquitetura e Software. Papel e celulose Sustentabilidade é palavra de ordem especialmente neste segmento, cada vez mais pressionado a lastrear sua competitividade em práticas responsáveis, que protejam produtividade, planeta e trabalhadores ao mesmo tempo. Dezessete parceiros da Rockwell Automation expuseram soluções para o setor. Nas atividades educacionais paralelas à feira, workshops e laboratórios abordaram questões sensíveis à área: estratégias de migração, qualidade de energia na vida útil de ativos e paradas emergenciais. Água e saneamento A tônica do segmento foi para estratégias de migração de sistema de controle, upgrade ou substituição de inversores de frequência para bombas e ventiladores (blowers) e os benefícios do controle integrado e inteligente de motores. Mais de 50 parceiros da Rockwell Automation expuseram soluções para o setor, cujos profissionais puderam, ainda, obter conhecimentos valiosos de casos de sucesso no fórum de Água e Saneamento e no dedicado a EPCs. Cadeia automotiva Autopeças, pneus e veículos propriamente ditos continuam acelerando a economia global e impactam diretamente em muitos elos da cadeia produtiva. Por isso mesmo, os profissionais do segmento que puderam estar em Houston tiveram à disposição uma das programações mais intensas, em termos de expositores, laboratórios, sessões técnicas e workshops, além do fórum dedicado ao setor. Flexibilidade da cadeia produtiva e segurança foram duas das principais tônicas. BIG DATA E IOT O controle em tempo real na indústria gera um imenso, valioso e relevante volume de dados para toda a cadeia produtiva. Mais do que qualquer outro setor, é a indústria a maior geradora de Big Data. E, quando é este o tema, a Cisco avalia em 14 trilhões de dólares o valor em jogo, cabendo à indústria a maior parcela desse montante: 27% DEZEMBRO 2013 AUTOMATION TODAY 9

10 AUTOMATION FAIR 2013 REGIÃO Na América Latina, os propulsores do crescimento serão os mercados de mineração, óleo & gás, bens de consumo e indústria naval. Projetamos para a região um crescimento bom Keith Nosbusch CEO da Rockwell Automation Entre lançamentos de produtos e novas versões de softwares, com os quais o visitante podia interagir, a Rockwell Automation apresentou perto de 50 novidades na feira Indústria naval Tradicional fornecedora deste segmento, a Rockwell Automation compartilhou recentes desenvolvimentos para embarcações mais seguras e produtivas. Casos bem sucedidos, como da Thor Solutions, especializada em navios de superfície e barcos de combate, foram apresentados por parceiros no fórum industrial específico. Ainda na pauta, as regulamentações ambientais, a eficiência de combustíveis tradicionais e a nova geração de motores bicombustível. Soluções onshore e offshore foram abordadas também nos fóruns de EPCs e óleo & gás. Especialidades químicas No fórum voltado a este segmento, foram abordados resultados e objetivos das estratégias de alavancagem de informações de processo e os KPIs que as orientaram. Vinte e nove estandes, da Rockwell Automation e de seus parceiros, apresentaram desenvolvimentos direcionados aos desafios do setor, e 17 eventos educativos paralelos abordaram questões sensíveis à área, como simulações e virtualização de linhas, controle e manutenção remotos em tempo real de tubulações e dutos. INCREMENTANDO A TECNOLOGIA PARA ULTRAPASSAR BARREIRAS Este foi o tema do fórum Automation Perspectives, voltado a 200 pessoas, entre analistas de mercado e jornalistas de dezenas de países. Os participantes tiveram acesso a números impressionantes, não só pelo seu valor absoluto mas, também, pelos desafios que deles derivam. Eles partem de uma projeção demográfica: na próxima década, a população global estará próxima dos oito bilhões. Setenta milhões de pessoas por ano ascenderão à classe média, adicionando oito trilhões de dólares aos gastos com consumo. Para atender a demanda apenas dos mercados emergentes, serão necessários mais 30% de água, 80% de aço e 150% a mais de energia. Este cenário, desenhado pelo Instituto McKinsey de pesquisa, projeta uma crescente pressão global sobre recursos e infraestrutura. Diante disso, o mundo industrial precisará conseguir: maior eficiência no tratamento da água; melhor gerenciamento da energia; monitoramento mais preciso das emissões; aumento da segurança e da rentabilidade das atividades de mineração, petróleo e gás e um desperdício ainda menor. Para fazer face a estes desafios, a Indústria Conectada é chave. No entanto, nos Estados Unidos, menos de 14% das indústrias têm seu chão de fábrica conectado à rede corporativa. O que isso mostra? Duas coisas: um enorme espaço para aumento de produtividade e o receio de vulnerabilizar a produção ao inserí-la na rede. Cibersegurança Rob Soderbery, vice-presidente de Enterprise Networking Group da Cisco, palestrante do Automation Perspectives, admitiu: gerenciar redes hoje em dia pode ser bastante complicado, mesmo para profissionais. Isso porque a comunicação está cada vez mais complexa, à medida que envolve um número crescente de variáveis. Essa complexidade fica flagrante levando-se em conta a estimativa de 50 bilhões de smart objects conectados em 2020, e reforça a relevância da segurança para indivíduos, empresas e governos. Apenas em 2011, segundo dados da Price Waterhouse Coopers LLP, foram gastos no mundo US$ 60 bilhões em cibersegurança. A questão da segurança é elemento-chave para a Indústria Conectada. A fronteira entre os mundos virtual e real é cada vez mais tênue, os ciberataques estão cada vez mais sofisticados e isso implica em escolher parceiros realmente confiáveis, afirmou Michael Assante, da National Board of Information Security Examiners, que também palestrou no Automation Perspectives. A qualidade da segurança faz diferença, afirmou ele. Soderby, da Cisco, mencionou o IPv6 (versão mais atual do Protocolo de Internet, oficializada mundialmente em junho de 2012) como elemento crítico para a cibersegurança. Esta nova versão do protocolo de internet foi criada essencialmente para atender à demanda por mais endereços IP, com o esgotamento da versão anterior, mas também equacionou questões de segurança, como a correção do IPSec (IP Security), que traz funcionalidades de criptografia de pacotes para garantir integridade, confidencialidade e autenticidade. David Pruner, da Wood Mackenzie, e Sandy Vasser, da ExxonMobil, também palestraram no Automation Perspectives. Todas as apresentações estão disponíveis em rockwellautomation/events/automation-fair/press/resource-center.page?#/tab)5 AGENDE-SE PARA A AUTOMATION FAIR E 20 DE NOVEMBRO ANAHEIM - CALIFÓRNIA 10 AUTOMATION TODAY DEZEMBRO 2013

11 Matéria de CAPA Dados seguros e na ponta dos O fabricante de máquinas que projeta e configura um sistema de acesso remoto seguro está agregando grande valor para os seus clientes da indústria em geral, pois isso permite que o OEM forneça suporte em tempo real aos clientes, e isso os ajuda a melhorar a produtividade, baixar custos e reduzir tempo parado Aevolução dos recursos de acesso remoto seguro permite a OEMs melhorar a produtividade, reduzir custos e responder mais rapidamente a eventos que afetam seus clientes. Acesso remoto seguro a ativos, a dados e aplicativos de produção permite que fabricantes de máquinas apliquem os recursos corretos no momento certo, independentemente de sua localização. Esse acesso remoto se tornou uma ferramenta dedos DEZEMBRO 2013 AUTOMATION TODAY 11

12 Matéria de CAPA Uma abordagem de defesa em profundidade cria múltiplas camadas de segurança, que tratam ameaças em potencial a partir de um cenário de acesso remoto poderosa para OEMs, que desejam reduzir custos e agregar mais valor a seus clientes industriais e, ao mesmo tempo, se diferenciar de seus concorrentes. Muitos OEMs estão trabalhando em conjunto com seus clientes para projetar acesso remoto seguro para aplicativos e dados baseados na fábrica. Os OEMs costumavam colocar pessoal nas fábricas para fornecer suporte a sistemas de automação e controle industrial. Eles também utilizavam métodos sem firewall, como acesso independente e discado. Este método de acesso remoto contorna, em geral, a fronteira da segurança lógica que separa zonas confiáveis de zonas inseguras, criando a ameaça de uma porta desprotegida no sistema de fabricação, o que pode trazer riscos significativos para a segurança. As tecnologias de acesso remoto a redes empresariais tradicionais já estão no mercado há algum tempo, como as redes virtuais privadas (VPNs). No entanto, tem sido desafiador aplicar satisfatoriamente as tecnologias para prover acesso remoto efetivo a sistemas de automação e controle industrial. E é sobre essa complexidade desnecessária que vamos falar nesse artigo. Desafios técnicos Para se obter uma fabricação verdadeiramente colaborativa e geograficamente distribuída, ACESSO INDIRETO Local remoto Servidor de Acesso Remoto (RAS) o acesso precisa ser escalável, independentemente da localização ou da empresa. O acesso também precisa ser seguro, para comunicar, diagnosticar problemas e implantar ações corretivas com eficiência. Ele precisa, ainda, ser limitado a pessoas que estejam autorizadas a acessar os sistemas, e suas ações autorizadas precisam estar alinhadas com as políticas e procedimentos corporativos e da fábrica. Quando os OEMs trabalham em conjunto com uma indústria para implantar acesso remoto a soluções de automação e controle industrial, como em uma máquina, estas perguntas ajudarão a identificar o quanto aquela indústria está pronta para isso: O fabricante da máquina (ou a indústria a que ela se destina) tem uma política de segurança para a TI? Esse fabricante/indústria tem uma política de segurança para os sistemas de automação e controle industrial? Ele/ela possui uma política de acesso remoto para os empregados e a infraestrutura para suportar esse acesso remoto? Qual tecnologia/ produtos, VPN ele/ela usam? Possuem uma política de acesso remoto para parceiros, ou seja, uma forma de permitir acesso ao OEM, integrador de sistema, fornecedor de automação ou empreiteiro? Para os parceiros, a solução pode ser integrada na infraestrutura de Sistemas de todo o site industrial Figura 1. O acesso indireto permite ao usuário remoto estabelecer uma conexão segura aos sistemas de automação e controle industrial, por meio de um servidor intermediário, normalmente residente em uma zona intermediária, fornecendo acesso do gateway a um servidor de acesso remoto no sistema de automação e controle industrial. rede para sistemas de automação e controle industrial de um cliente? A solução permite acesso remoto? A solução está alinhada com normas de segurança estabelecidas para sistemas de automação e controle industrial, como a ISA-99 e NIST ? Os critérios do fabricante da máquina (ou da indústria a que ela se destina) vão ter um papel fundamental e distinto na escolha da metodologia para acesso remoto, quanto ao uso, por exemplo, de acesso direto ou indireto. Outros aspectos importantes são: Monitorar e auditar as atividades de usuários remotos para identificar uso indevido. Determinar se há qualquer requisito de acesso direto (obstrução visual, etc.) ou outras restrições que precisem ser identificadas antes de permitir determinados recursos de acesso remoto. Definir quais ferramentas de software são permitidas para o acesso remoto. Princípios de acesso remoto seguro Ao projetar uma solução para acesso remoto seguro, o OEM deve implantar uma abordagem de profunda defesa. Essa abordagem cria múltiplas camadas de segurança que tratam ameaças em potencial, a partir de um cenário de acesso remoto. Embora não haja uma tecnologia ou metodologia única que proteja totalmente as redes de sistemas de automação e controle industrial, combinar tecnologias de segurança com múltiplas formas é uma forte defesa para a maioria dos tipos de ameaças e quebras de segurança conhecidas, limitando, ao mesmo tempo, o impacto de qualquer concessão. Para assegurar uma abordagem de defesa com uma profundidade abrangente, as empresas precisam contar com diversos tipos de controles. 12 AUTOMATION TODAY DEZEMBRO 2013

13 Muitas abordagens proporcionam acesso remoto seguro a um sistema de automação e controle industrial. Duas delas são o acesso direto e o acesso indireto. A escolha dessas abordagens depende dos critérios comentados anteriormente, como as políticas e procedimentos de segurança do cliente. Cada abordagem tem implicações de projeto que podem afetar a operação correta de sistemas de automação e controle industrial e que devem ser consideradas ao projetar e implantar uma solução de acesso remoto para esse tipo de sistema. Acesso direto permite que o usuário remoto estabeleça uma conexão segura diretamente com os sistemas de automação e controle industrial. Depois de criar um acesso seguro via VPN, o software no computador do usuário remoto inicia a comunicação diretamente com os sistemas de automação e controle industrial. Embora seja necessário pouco ou nenhum suporte de TI para esta abordagem, práticas de segurança aceitas em geral devem estar alinhadas com normas de segurança estabelecidas para IACS (Sistemas de Automação e Controle Industrial). Com esta abordagem, os usuários devem analisar diversos benefícios perceptíveis, entre eles: Autenticação e autorização da rede e do aplicativo. Gerenciamento de mudanças, controle de versão, conformidade regulatória e gerenciamento da licença de uso do software. Gerenciamento da condição do ativo no cliente remoto (computador). Alinhamento com normas de segurança estabelecidas para IACS. Acesso indireto permite ao usuário remoto estabelecer uma conexão segura com os sistemas de automação e controle industrial por meio de um servidor intermediário, normalmente residente em zona intermediária entre Automação e TI (DMZ), fornecendo acesso via um servidor de acesso remoto (RAS) aos sistemas de automação e controle industrial (ver Figura 1). Para estabelecer a conexão com o RAS assim que a sessão VPN f or estabelecida, o cliente remoto utiliza um aplicativo de software do tipo thin client ou um navegador de internet. Os benefícios incluem: Múltiplas camadas de autenticação e autorização da rede. Gerenciamento simplificado de ativos gerenciamento de mudanças, controle de versão, conformidade regulatória e gerenciamento da licença de uso do software. Gerenciamento simplificado da condição do cliente remoto. Maior alinhamento com normas de segurança estabelecidas para IACS. A escolha entre acesso direto ou indireto deve refletir o nível de risco aceitável pelo proprietário do ativo. EXEMPLO DE ACESSO DIRETO A UM SISTEMA DE AUTOMAÇÃO E CONTROLE INDUSTRIAL INDEPENDENTE Local remoto Engenheiro industrial Fabricante da máquina Integrador de sistemas EXEMPLO DE ACESSO INDIRETO A UM SISTEMA DE AUTOMAÇÃO E CONTROLE INDUSTRIAL INDEPENDENTE Local remoto Engenheiro industrial Fabricante da máquina Integrador de sistemas WAN WAN Roteador de WAN Roteador de WAN Aplicativo de segurança UTM Figura 2. O acesso direto (na parte superior) permite que o usuário remoto estabeleça uma conexão segura diretamente com os sistemas de automação e controle industrial. Depois de criar um acesso seguro via VPN, o software no computador do usuário remoto inicia a comunicação diretamente com os sistemas de automação e controle industrial. Um acesso indireto ao IACS integrado ao sistema corporativo (na parte inferior) é mais adequado a fábricas de grande porte, com interfaces da rede industrial com a rede corporativa. Isso requer uma forte presença da TI e políticas de segurança de defesa em profundidade. Aplicativo de segurança UTM Servidor de Acesso Remoto (RAS) DEZEMBRO 2013 AUTOMATION TODAY 13

14 Matéria de CAPA Os mecanismos de acesso remoto a sistemas independentes permitem que os OEMs apliquem os recursos certos no momento certo Critérios para o projeto Ao analisar soluções para um acesso remoto seguro, determine os critérios de projeto da máquina e se ela precisa ser um IACS isolado e independente ou um IACS integrado ao sistema corporativo. A Figura 2 ilustra um exemplo de sistema de automação e controle industrial isolado e independente, usando acesso direto e acesso indireto. As características da aplicação incluem: Unidade de fabricação de pequeno porte, que pode ser composta por linhas/máquinas pequenas com um único operador, locais remotos (não integrados a um sistema corporativo), com poucas máquinas automatizadas. Pouco ou nenhum suporte de TI, com políticas de segurança mínimas ou inexistentes. Pouco ou nenhum alinhamento com normas de segurança estabelecidas para sistemas de automação e controle industrial. Um sistema de automação e controle industrial integrado ao sistema corporativo da empresa tem as seguintes características: Fábricas de grande porte. Interfaces da rede industrial com a rede corporativa. Forte presença de pessoal de TI, com políticas de segurança do tipo defesa em profundidade. Alinhamento com normas de CONEXÃO REMOTA COM A FÁBRICA Local remoto WAN Aplicativo de segurança UTM Roteador de WAN segurança estabelecidas para sistemas de automação e controle industrial. Exemplos de outras soluções de acesso remoto menos recomendados incluem: Modems de discagem direta. Os OEMs tradicionalmente utilizavam modems como um método de acesso remoto para aplicativos de automação e controle industrial. Entretanto, os fabricantes de máquinas veem o modem como um risco de porta desprotegida e de segurança à sua rede. Assim, este é o método menos recomendado para acessar um sistema de automação e controle industrial. Porém, se este método de acesso remoto for aceitável pelo proprietário do ativo, o OEM deve adotar uma abordagem de segurança de múltiplas camadas. O modem deve ter os seguintes recursos: Contas discadas configuráveis. ID de chamadas, que permite autenticação apenas a determinados números de telefone programáveis. Recurso de chamada de retorno (Call-back). Autenticação criptografada. Além de implantar um modem com segurança integrada, o OEM também deve utilizar outras camadas de defesa. Algumas delas incluem: estabelecer um IPsec ou VPN SSL, configurar um sistema de detecção/ Sistemas de todo o site industrial Figura 3. Quando modems tradicionais não forem uma opção devido à inviabilidade da instalação de linhas telefônicas, um acesso via celular para estabelecer uma conexão WAN pode proporcionar uma excelente alternativa. Esta opção está se tornando bem popular devido à maior área de cobertura, velocidade, custo e conveniência. prevenção de invasão (IDS/IPS) ou fornecer proteção antivírus. A maioria dos firewalls modernos oferece múltiplas camadas de segurança em um único dispositivo, chamado em geral de dispositivo de Gerenciamento Unificado contra Ameaças (UTM). Conexão remota à fábrica. Quando modems tradicionais não forem uma opção por ser inviável instalar linhas telefônicas, um acesso via celular para estabelecer uma conexão WAN pode proporcionar uma excelente alternativa (ver Figura 3). Esta opção está se tornando bem popular devido à maior área de cobertura, velocidade, custo e conveniência. No entanto, como em modems discados, as conexões WAN via celular usando modems e roteadores conectados a celulares devem ser utilizadas em conjunto com outras tecnologias de segurança, para proporcionar uma defesa mais profunda ou, no mínimo, ter esses recursos incorporados no dispositivo. Outras opções para conexão WAN incluem DSL, cabo, T1s ou satélite. O tipo de conexão utilizada para estabelecer a rede WAN em um sistema independente dependerá da localização, das restrições de orçamento e da política de acesso da empresa. Observe que, geralmente, ao implantar uma rede VPN, será necessário um endereço de IP estático para ser designado ao provedor WAN. A seguir, algumas características de segurança devem ser observadas ao se projetar uma solução: Ela tem recursos de VPN? SSL? IPsec? Ela oferece um firewall? Filtra protocolos industriais (CIP, Modbus, etc.)? Oferece inspeção detalhada dos pacotes? Possui o recurso NAT (Tradução de acesso a rede)? Está preparada para uso industrial? Oferece antivírus e filtragem contra spams? Pode proporcionar auditoria? Possui um sistema de detecção e/ou prevenção de invasões? 14 AUTOMATION TODAY DEZEMBRO 2013

15 Conexão para fora da fábrica Conexões iniciadas pelo usuário (indústria) também podem oferecer recursos de acesso remoto seguro, se o sistema de controle contar com pessoas no local, e se houver uma conectividade de internet segura já estabelecida, usando controles de segurança de múltiplas camadas (ver Figura 4). A pessoa de suporte remoto pode solicitar uma sessão remota usando tecnologias como WebEx, GoToMyPC ou dispositivos de VPN para gateway. Entretanto, o PC ou o laptop no local precisa ter instalados todos os softwares necessários para proporcionar os recursos remotos, bem como outros serviços relacionados, como DNS ou um Diretório Ativo. Além disso, o pessoal da TI precisa configurar as regras necessárias para permitir o acesso externo. Não se deve esquecer o risco de abrir conexões de saída pela Internet (http/https) para utilizar tais serviços. O acesso deve ser restrito a determinados sites e endereços de IP, para evitar a navegação na internet pelos sistemas de controle. O uso de navegadores de internet pode representar um risco significativo, e os navegadores são conhecidos por ser fonte de ataques. Outra solução é um dispositivo Gateway VPN residente no sistema de controle e que estabeleça acesso remoto através de um serviço VPN Hosted. Os usuários devem analisar o provedor de serviços hospedeiro, sua localização, se eles seguem melhores práticas de segurança e se estão alinhados com normas de segurança estabelecidas para sistemas de automação e controle industrial, como ISA-99 e NIST Além disso, o provedor de serviços Hosted deve atender a política de segurança da indústria. Uma situação ganha-ganha Ao usar soluções de acesso remoto CONEXÃO FORA DA FÁBRICA Local remoto WAN Roteador de WAN seguro, os OEMs podem proporcionar suporte remoto em tempo real a seus clientes. Esses recursos são cada vez mais importantes, pois as operações de fabricação estão se tornando mais complexas e globalmente distribuídas, e está diminuindo a disponibilidade de trabalhadores qualificados para dar assistência a sistemas nas fábricas durante 24 horas por dia, sete dias por semana. Os recursos de acesso remoto a sistemas independentes permitem que os OEMs apliquem as Aplicativo de segurança UTM Sistemas de todo o site industrial Figura 4. Conexões feitas pela indústria também podem oferecer recursos de acesso remoto seguro, desde que o sistema de controle tenha pessoas no local e já exista uma conectividade de internet segura estabelecida, usando controles de segurança de múltiplas camadas. DEZEMBRO 2013 AUTOMATION TODAY 15

16 Matéria de CAPA ACESSO REMOTO DE SUPORTE A REDES ABERTAS Christopher Zei, vicepresidente de Global Industry da Rockwell Automation As indústrias estão pedindo aos OEMs que suas máquinas se integrem facilmente à infraestrutura de todas as suas fábricas. Os OEMs, por sua vez, estão pedindo mais de seus fornecedores de automação, no sentido de ajudá-los a montar máquinas mais inteligentes, mais integradas, sustentáveis e seguras, e que forneçam as informações e os diagnósticos de que os usuários necessitam. A resposta a esses desafios é uma plataforma de controle e de informações simples, e os OEMs estão focando no custo total para projetar, desenvolver e entregar seus produtos. Ouvimos bastante sobre o custo total de propriedade, porém, essa não é a mensagem correta para as indústrias de máquinas, disse Christopher Zei, vice-presidente de Global Industry da Rockwell Automation. Em vez disso, precisamos falar sobre o custo total para projetar, desenvolver e entregar produtos. Zei conduziu um debate entre indústrias de máquinas e usuários no fórum Global Machine & Equipment Builders Industry no evento Automation Fair de 2012, na Philadelphia. O debate se concentrou em como os OEMs estão alavancando o volume de informações que está disponível nas máquinas, para gerar vantagens competitivas ou reduzir custos. Custo é um fator importante, disse Matt Wicks, vice-presidente de Engenharia de Sistemas da Intelligrated, que fornece sistemas automatizados de manuseio de materiais. Estamos aproveitando a tecnologia e a arquitetura integrada para reduzir não apenas os custos do hardware, mas também o custo de engenharia e o custo de manutenção dos equipamentos. A Intelligrated não apenas acessa os dados em suas máquinas, mas também pode executar ações para manter os sistemas operando de forma mais eficiente. A empresa coleta dados de suas máquinas seletoras de alta velocidade, para prever problemas. Monitoramos o valor do afrouxamento da corrente, que ocorre ao longo do tempo, e determinamos qual tipo de manutenção precisa ser feita, disse Wicks, explicando que são capazes de reagir em relação aos dados e a fazer novo tensionamento nas correntes. Utilizamos isto como uma vantagem competitiva. O uso de EtherNet/IP para comunicação de máquinas é comum entre OEMs. A Spoolex, companhia francesa que fabrica equipamentos de conversão para produtos formados a partir de bobinas, substituiu DeviceNet e ControlNet por EtherNet/IP, e está substituindo gradualmente o sistema Sercos pelo CIP Motion, de acordo com Sebastien LeGris, engenheiro de automação da Spoolex. Michael Sweet, diretor de MES da First Solar, concordou que, no início, foi difícil envolver todas as pessoas, porém a mudança para EtherNet/IP foi uma boa decisão. Vimos muitas vantagens, disse Sweet, que trouxe a perspectiva de um usuário para o debate no fórum de A First Solar fabrica módulos fotovoltaicos para o mercado de energia solar e já utiliza a lógica integrada, disse Sweet. No passado, a First Solar tinha que fazer o intertravamento das máquinas para passar o produto de uma máquina para outra. Agora, criamos um intertravamento eletrônico por meio de EtherNet/IP. Tudo isso, agora, já vem em forma modular; basta plugar e usar. A alimentação de dados é o fator-chave para diagnósticos e monitoramento remotos. Nós monitoramos uma grande quantidade de dados, comentou Wicks. Mas ser capaz de pegar, separar e servir esses dados aos clientes vai ser muito, muito crítico. EtherNet/IP é a plataforma. A conectividade a essas soluções torna-se muito mais simples. Chet Namboodri, diretor industrial global de aliança estratégica da Cisco, observou que, além de diagnósticos, as indústrias de máquinas precisam fornecer mais conhecimentos especializados a seus clientes. Além da mega tendência sobre acesso às informações, há também uma mega tendência sobre conhecimentos especializados limitados, disse ele. Há cada vez menos especialistas na comunidade, e as indústrias precisam que os fornecedores de equipamentos forneçam esse conhecimento. Proporcionar acesso remoto tornou-se uma necessidade, acrescentou Namboodri. Além do conjunto de dados e de diagnósticos, há uma necessidade de mais contexto em tempo real, disse ele. Mais e mais usuários estão fazendo uso de outros serviços, como vídeo e voz. Esses serviços podem ajudar a pesquisar defeitos, por exemplo, com um especialista remoto localizado no fornecedor do equipamento, trabalhando com técnico de suporte. capacitações e os recursos certos no momento correto, independente de sua localização física. Isto proporciona maior eficiência, menos tempo parado e custos mais baixos. Dada a natureza crítica dos sistemas de automação e controle industrial, entretanto, é importante que qualquer solução para acesso remoto proporcione os níveis de segurança apropriados para atender as necessidades das indústrias e se alinhar com normas de segurança IACS estabelecidas. Aplicar princípios de defesa em profundidade assegura que nunca haverá um acesso remoto direto e inseguro para um sistema de automação e controle industrial. Para mais informações sobre projeto de acesso remoto seguro, consulte o guia Converged Plantwide Ethernet (CPwE) Architectures, desenvolvido pela Rockwell Automation e por seu parceiro Strategic Alliance Cisco no site com/go/tjarch, ou visite a página go/tjsecurity. Soluções OEM da Rockwell Automation 16 AUTOMATION TODAY DEZEMBRO 2013

17 MATÉRIA RELACIONADA Múltiplas rupturas transformando a indústria A grande quantidade de armazenamento de dados, a computação em nuvem, os dispositivos móveis e as mídias sociais são tecnologias heterodoxas, que estão começando a provocar grandes mudanças na forma como os fabricantes operam, mudando os processos industriais e os modelos comerciais O s primeiros automóveis pareciam muito com as carruagens puxadas por cavalos, mas sem os cavalos. O automóvel foi uma tecnologia heterodoxa. As pessoas que estavam acostumadas a viajar atrás de um, dois, quatro ou seis cavalos agora tinham um grande número, centenas deles, sob o capô. Os carros tinham velocidade e uma maior autonomia, o que provocou formas radicalmente diferentes de viver e trabalhar. Hoje, quatro tecnologias têm essa mesma capacidade de romper com os padrões vigentes, especialmente quando utilizadas em conjunto, DEZEMBRO 2013 AUTOMATION TODAY 17

18 MATÉRIA RELACIONADA Em alguns anos, os dados do chão de fábrica irão ofuscar a quantidade de dados comerciais que as empresas geram Dados estatísticos mostram que, entre o grande volume de dados que pode ser reunido atualmente, apenas cerca de 7% são utilizados Enrique Andaluz, gerente de soluções industriais de Fabricação Discreta Mundial da Microsoft Corp. opina Enrique Andaluz, gerente de soluções industriais de Fabricação Discreta Mundial da Microsoft Corp., um parceiro Strategic Alliance da Rockwell Automation. As quatro tecnologias armazenamento e computação em nuvem, extensa quantidade de dados, comunicações via celulares e mídias sociais já estão mudando a forma como trabalhadores, do chão de fábrica aos executivos, estão desempenhando suas atividades nas empresas. E isto está acontecendo antes mesmo de a maioria das empresas ter experimentado a sinergia que essas quatro tecnologias criam quando operam em conjunto. As tecnologias, portanto, afetam a forma como a empresa gerencia os dados e se beneficia deles, a ponto de isso poder, até mesmo, modificar seu modelo de negócio existente. Temos observado que empresas importantes e que já experimentaram essas tecnologias logo no início foram capazes de mudar drasticamente, tornando-se provedores de serviços, em vez de apenas fabricantes ou indústrias de máquinas tradicionais, disse Andaluz. A quantidade de dados disponível está crescendo exponencialmente no setor de fabricação e, também, em outras atividades. Sensores inteligentes estão produzindo um crescimento exponencial dos pontos de dados. Big data, ou seja, a grande quantidade de dados, tende a ser utilizada para acumulações massivas mas é exatamente nisso, diz Andaluz, que os dados da fabricação estão se transformando. As estatísticas mostram que, entre o grande volume de dados que atualmente pode ser reunido, apenas 7% são utilizados, ele acrescentou. Em geral, no momento em que os dados são transformados em informações práticas, eles já estão ultrapassados. Keith McPherson, diretor de Desenvolvimento de Mercado da Rockwell Automation, salienta que, em alguns anos, os dados do chão de fábrica irão ofuscar a quantidade de dados comerciais que as empresas geram. Mesmo agora, grande parte desses dados está sendo analisada por controladores lógicos programáveis (CLPs) nas fábricas, portanto, no momento em que chegam ao destino, uma análise considerável já ocorreu. Do que as indústrias necessitam? O que é necessário, agora, é combinar todos esses dados que crescem exponencialmente, de todos os sistemas que operam a fábrica e que, juntos, formam a inteligência da máquina, com as informações dos aplicativos comerciais/administrativos, para formar a inteligência das operações. Isto pode envolver dados de todos os locais de uma empresa, incluindo da cadeia de suprimento, com relatórios sobre condições locais fatores econômicos, padrões de compra e mesmo do clima para monitorar imediatamente o que está acontecendo em cada local onde a empresa opera ou vende. 18 AUTOMATION TODAY DEZEMBRO 2013

19 O que também é necessário, em muitos casos, é disponibilizar tudo isso. Você precisa da nuvem para processar e armazenar dados de todos os locais e, também, para disponibilizá-los em todos os locais, em tempo real. Você poderia operar máquinas individuais em uma fábrica na Malásia, a partir de seu tablet, estando em Roma. Um executivo em viagem ao Japão poderia receber as mesmas informações em tempo real assim que elas fossem disponibilizadas no escritório da matriz, e poderia tomar uma decisão, se fosse necessário. Este é apenas um dos aspectos da mobilidade. A mobilidade não se refere ao dispositivo em si, mas trata-se de as pessoas serem móveis. Agora, a regra é pessoas contatando outras pessoas, quando quer que necessitem, onde quer que estejam. As pessoas podem entrar em contato com colegas para compartilhar conhecimentos e realizar vídeoconferências para resolver problemas da empresa no ato. Isto acrescenta a parte social. Um agente de call center pode fazer uma consulta a um técnico especialista em tempo real, não importa onde o especialista esteja, e o especialista pode acessar o histórico de manutenção do equipamento e o histórico de outras unidades, verificar atualizações da fábrica e fazer outras orientações para qualquer parte do mundo e a partir de qualquer local. Usar essas tecnologias de forma combinada multiplica claramente as contribuições individuais de cada uma delas. Melhorar os modelos comerciais Essas tecnologias podem mudar e efetivamente mudam os modelos de negócios. No caso em questão, Andaluz cita a M.G. Bryan Heavy Equipment Co., sediada em Grand Prairie, no Texas. A M.G. Bryan fabrica caminhões que bombeiam água para fraturamento hidráulico de poços de petróleo. Você pode pensar neles como minifábricas sobre rodas prestando serviços a poços um serviço valioso, porque muitos poços operam em áreas longínquas e isoladas. Os caminhões usam sensores, software e controladores programáveis da Rockwell Automation, em conjunto com as ferramentas FactoryTalk para gerenciamento de operações integradas, para coletar e processar os dados na plataforma na nuvem Azure do Microsoft Windows. Agora, em vez de um técnico precisar visitar cada poço, descarregar os dados em um drive de memória e dirigir seu carro até o próximo poço, o técnico pode coletar todos esses dados na nuvem e monitorar os equipamentos e os processos a partir de locais remotos. Ele pode gerar relatórios em tempo real, em vez de relatórios diários ou semanais. Os dados de manutenção do caminhão também são coletados, para assegurar que os caminhões recebam o que necessitam. A M.G. Bryan está vendendo, agora, a capacidade de gerar relatórios analíticos para seus clientes, junto com seus caminhões. Isto criou uma nova oferta de serviços para a M.G. Bryan e propiciou um diferencial competitivo em seus caminhões. Outro exemplo: As empresas podem extrair informações dos produtos a partir de análises/comentários dos clientes na internet. Ou elas podem estabelecer espaços de trabalho em conjunto com várias empresas, através dos quais os clientes podem se familiarizar com um produto, observando várias camadas, e oferecer sugestões para melhorias. Através das mídias sociais, as empresas podem conhecer os problemas antecipadamente e consertá-los, mesmo antes do lançamento do produto. Isto vai além de uma conexão B2B de empresa a empresa, disse Andaluz. É uma comunicação B2C direta da empresa ao consumidor que gera um benefício sem precedentes. Voltando ao chão de fábrica, os tablets estão se tornando a nova interface homem-máquina (IHM) móvel e com dados atualizados minuto a minuto. Os fabricantes combinam ambientes analíticos e virtuais em tempo real, por exemplo, para criar ambientes de realidade aumentada, altamente produtivos. Sensores podem ser utilizados para CONTEÚDO RELACIONADO Vídeo: Computação em nuvem permite monitoramento e manutenção remota na M.G. Bryan: Veja como o OEM foi o pioneiro no sistema de gerenciamento do desempenho de ativos, o primeiro de sua categoria, baseado em computação na nuvem. O gerenciamento de ativos móveis está em seu horizonte? Saiba como a estratégia de ativos móveis estará, em breve, ajudando você a melhorar o OEE, impulsionar a produtividade e ativar manutenção preventiva. Uma IHM sem fio muda tudo: dispositivos móveis portáteis ajudam a otimizar os recursos e a proporcionar maior visibilidade aos ativos e às operações, e melhoram a produtividade dos trabalhadores. ativar novas interfaces de usuário naturais, para detectar movimentos e gestos que podem ser utilizados para controlar uma máquina ou, talvez, determinar que um operador de máquina esteja ficando sonolento, e tomar uma ação. Ou eles podem parar uma linha de produção usando comandos de voz. Companhias como a Rockwell Automation têm uma oportunidade exclusiva, disse Andaluz. O FactoryTalk VantagePoint EMI coloca-a na melhor posição possível para ajudar outras empresas a avançar seus negócios usando a nuvem. A Microsoft, acrescenta ele, é a única empresa com uma linha de plataformas para aplicações comerciais, infraestrutura, produtividade e trabalho em conjunto que operam sem problemas em modelos híbridos, quer na nuvem, quer nas instalações do cliente. Seria a promessa dessas tecnologias heterodoxas um objetivo inatingível ou uma utopia? Cada uma das tecnologias está em uso no momento, embora a maioria das empresas, até agora, esteja experimentando somente uma delas por vez, disse Andaluz. Estamos esperando grandes mudanças para aplicação de todas elas em conjunto, assim que as empresas amadurecerem suas ideias e adotarem essas novas tecnologias. Rockwell Automation Smart Manufacturing DEZEMBRO 2013 AUTOMATION TODAY 19

20 CASOS DE SUCESSO BRASIL HPB-SIMISA adota solução em 12 pulsos, com inversores PowerFlex 755 High-Power para automatizar caldeira de alta pressão Solução desenvolvida pela Rockwell Automation e seus parceiros enquadra-se no rol das mais inovadoras do mercado brasileiro, uma vez que utiliza inversores padrão de baixa tensão para configurar um sistema de 12 pulsos, sem a complexidade dos sistemas de 12 pulsos convencionais, e atende os requisitos de baixo conteúdo harmônico de entrada e capacidade de regeneração entre inversores, solicitados pela HPB-SIMISA O setor sucroenergético brasileiro tem pela frente o desafio de suprir a demanda de etanol, que deve aumentar muito nos próximos anos. Crescimento da frota circulante de carros flex, aumento das exportações que devem acompanhar as obrigações norte-americanas para o uso do etanol avançado não celulósico, são alguns dos fatores que sinalizam perspectiva de crescimento da produção brasileira de derivados de cana-de-açúcar. As projeções da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), para a safra 2013/2014 de cana-de-açúcar da região Centro-Sul, indicam uma moagem de 589,60 milhões de toneladas (10,67% mais), enquanto o volume produzido de etanol deverá atingir 25,37 bilhões de litros (alta de 18,77%). Para se adequar à nova realidade e aos desafios do setor, as usinas estão investindo na modernização e ampliação dos seus parques industriais e exigindo um alto padrão de excelência de toda a cadeia de fornecedores de equipamentos, componentes e serviços. Neste contexto, as soluções Rockwell Automation foram testadas e aprovadas pela HPB-SIMISA Sistemas de Energia, especializada em geradores de vapor e plantas térmicas. Desafio A empresa HPB-SIMISA localizada no município paulista de Sertãozinho teve como missão atender a um extenso programa de retrofit de uma caldeira existente na planta de uma importante usina de açúcar e álcool, objetivando o aumento da produção de vapor de 220 t/h para 240 t/h, aumento da pressão de operação de 33 bar para 65 bar, bem 20 AUTOMATION TODAY DEZEMBRO 2013

Transformando seus desafios em vantagens. Isso é produção inteligente, segura e sustentável

Transformando seus desafios em vantagens. Isso é produção inteligente, segura e sustentável Transformando seus desafios em vantagens Isso é produção inteligente, segura e sustentável Transformando seu negócio As negociações de sempre? Aqueles dias fazem parte do passado. As empresas de hoje devem

Leia mais

O que temos pra hoje?

O que temos pra hoje? O que temos pra hoje? Temas de Hoje: Firewall Conceito Firewall de Software Firewall de Softwares Pagos Firewall de Softwares Grátis Firewall de Hardware Sistemas para Appliances Grátis UTM: Conceito Mão

Leia mais

ESTUDO DE VIABILIDADE, PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE UMA REDE VPN (VIRTUAL PRIVATE NETWORK)

ESTUDO DE VIABILIDADE, PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE UMA REDE VPN (VIRTUAL PRIVATE NETWORK) ESTUDO DE VIABILIDADE, PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE UMA REDE VPN (VIRTUAL PRIVATE NETWORK) 1. VPN Segundo TANENBAUM (2003), VPNs (Virtual Private Networks) são redes sobrepostas às redes públicas, mas com

Leia mais

Migração de sistemas antigos. Avançando para um futuro competitivo

Migração de sistemas antigos. Avançando para um futuro competitivo Migração de sistemas antigos Avançando para um futuro competitivo A automação e controle é um dos mais importantes investimentos para garantir o sucesso da manufatura de qualquer indústria. Porém, por

Leia mais

Fortaleza Digital. Aker FIREWALL UTM. Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital.

Fortaleza Digital. Aker FIREWALL UTM. Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital. Aker FIREWALL UTM Fortaleza Digital Sua empresa mais forte com uma solução completa de segurança digital. Ideal para o ambiente corporativo, com o Aker Firewall UTM você tem o controle total das informações

Leia mais

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Visão Geral do Mercado Embora o uso dos produtos da Web 2.0 esteja crescendo rapidamente, seu impacto integral sobre

Leia mais

CASO DE SUCESSO MICROWARE

CASO DE SUCESSO MICROWARE CASO DE SUCESSO MICROWARE CLIENTE: Telcordia Technologies Telecomunicações Brasil LTDA SEGMENTO: Tecnologia e Telecomunicações ÁREA DE ATUAÇÃO: Conectividade DEMANDA: Diante das novas tecnologias agregadas

Leia mais

Projeto de Monitoração e Melhoria Contínua com Six-Sigma, IoT e Big Data

Projeto de Monitoração e Melhoria Contínua com Six-Sigma, IoT e Big Data Projeto de Monitoração e Melhoria Contínua com Six-Sigma, IoT e Big Data Contexto As pressões do mercado por excelência em qualidade e baixo custo obrigam as empresas a adotarem sistemas de produção automatizados

Leia mais

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS.

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. A computação em nuvem é uma mudança de paradigma no gerenciamento de TI e de datacenters, além de representar a capacidade da TI

Leia mais

Adicionando valor na produção

Adicionando valor na produção Adicionando valor na produção Em um mercado global altamente competitivo e em constantes transformações, a otimização do resultado dos processos de produção é fundamental. Pressões ambientais e de custo,

Leia mais

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS.

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. A computação em nuvem é uma mudança de paradigma no gerenciamento de TI e de datacenters, além de representar a capacidade da TI

Leia mais

Relatório sobre Segurança da Informação nas Empresas RESULTADOS DA AMÉRICA LATINA

Relatório sobre Segurança da Informação nas Empresas RESULTADOS DA AMÉRICA LATINA 2011 Relatório sobre Segurança da Informação nas Empresas RESULTADOS DA AMÉRICA LATINA SUMÁRIO Introdução... 4 Metodologia... 6 Resultado 1: Cibersegurança é importante para os negócios... 8 Resultado

Leia mais

Gerenciamento inteligente em assistência médica

Gerenciamento inteligente em assistência médica Honeywell Building Solutions (unidade de negócio de automação predial) TECNOLOGIA INOVADORA ALCANÇA RESULTADOS MENSURÁVEIS Gerenciamento inteligente em assistência médica Como líder do setor e especialista

Leia mais

BlackBerry Mobile Voice System

BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System BlackBerry Mobile Voice System Comunicações móveis unificadas O Mobile Voice System ( MVS) foi projetado para unificar os recursos do telefone fixo aos smartphones e às redes

Leia mais

IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT

IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT IDC TECHNOLOGY SPOTLIGHT A importância da inovação em fornecedores de sistemas, serviços e soluções para criar ofertas holísticas Julho de 2014 Adaptado de Suporte a ambientes de datacenter: aplicando

Leia mais

Centros de controle de motores CENTERLINE 2500 de baixa tensão

Centros de controle de motores CENTERLINE 2500 de baixa tensão Centros de controle de motores CENTERLINE 2500 de baixa tensão Projetados para inteligência, segurança e confiabilidade Centros de controle de motores e distribuição de cargas de alto desempenho que atendem

Leia mais

Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte

Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte IBM Global Technology Services Manutenção e suporte técnico Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte Uma abordagem inovadora em suporte técnico 2 Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável

Leia mais

Sistema IBM PureApplication

Sistema IBM PureApplication Sistema IBM PureApplication Sistema IBM PureApplication Sistemas de plataforma de aplicativos com conhecimento integrado 2 Sistema IBM PureApplication A TI está vindo para o centro estratégico dos negócios

Leia mais

Alavancando a segurança a partir da nuvem

Alavancando a segurança a partir da nuvem Serviços Globais de Tecnologia IBM White Paper de Liderança em Pensamento Serviços de Segurança IBM Alavancando a segurança a partir da nuvem O quem, o que, quando, por que e como dos serviços de segurança

Leia mais

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral da solução Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral À medida que tecnologias como nuvem, mobilidade, mídias sociais e vídeo assumem papéis

Leia mais

Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos

Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos Resumo da solução Cisco UCS Mini: solução avançada com recursos corporativos Você deseja uma solução de computação unificada para a sua empresa de médio ou pequeno porte ou para o padrão avançado do seu

Leia mais

COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET

COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET COLABORAÇÃO COMPLETA PARA O MIDMARKET Você está realmente conectado? Esse é o desafio atual no panorama dos negócios virtuais e móveis, à medida que as empresas se esforçam para ter comunicações consistentes

Leia mais

GE Intelligent Platforms. Automação em alta performance Soluções para um mundo conectado

GE Intelligent Platforms. Automação em alta performance Soluções para um mundo conectado GE Intelligent Platforms Automação em alta performance Soluções para um mundo conectado Na vanguarda da evolução da automação industrial. Acreditamos que o futuro da automação industrial seguirá o mesmo

Leia mais

Uma infraestrutura centrada em aplicativos possibilitará agilidade comercial

Uma infraestrutura centrada em aplicativos possibilitará agilidade comercial Uma infraestrutura centrada em aplicativos possibilitará agilidade comercial Março de 2014 Preparado por: Zeus Kerravala Uma infraestrutura centrada em aplicativos possibilitará agilidade comercial by

Leia mais

Uma abordagem estratégica para atender à demanda de Nuvem

Uma abordagem estratégica para atender à demanda de Nuvem White paper Para provedores de nuvem Uma abordagem estratégica para atender à demanda de Nuvem Introdução: os novos desafios dos clientes estimulam a adoção da nuvem Em um ambiente de negócios dinâmico,

Leia mais

Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1

Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1 Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1 Aula 2 Arquitetura de Data Center Ambientes Colaborativos A história dos sistemas

Leia mais

Solução completa de gerenciamento online de embalagens

Solução completa de gerenciamento online de embalagens Solução completa de gerenciamento online de embalagens WebCenter O WebCenter é uma poderosa plataforma baseada na web para gerenciamento de embalagens que administra seu processo de negócios e aprova ciclos

Leia mais

Agregando valor com Business Service Innovation

Agregando valor com Business Service Innovation Agregando valor com Business Service Innovation A TI é enorme. Existem tantos bits no universo digital quanto estrelas em nosso universo físico. é arriscada. Dois terços dos projetos de TI estão em risco,

Leia mais

Rumo à Integração de Segurança. IDC FutureScape IT Security Products and Services 2015 Predictions

Rumo à Integração de Segurança. IDC FutureScape IT Security Products and Services 2015 Predictions Rumo à Integração de IDC FutureScape IT Security Products and Services 0 Predictions ª Plataforma Processo de Decisão Evolução da ª Plataforma focalizada no risco do acesso a servidores centralizados e

Leia mais

Sbase. Securing the Anywhere Enterprise. Anywhere Enterprise: Apresentação executiva. total

Sbase. Securing the Anywhere Enterprise. Anywhere Enterprise: Apresentação executiva. total Anywhere Enterprise: Apresentação executiva Sbase total % entrevistados idade parcela proporções nível de risco questionário Copyright 2007. Yankee Group Research, Inc. Todos os direitos reservados. Conceito

Leia mais

Cyber Security. Segurança em Sistemas de Controle Industrial (ICS / SCADA) Security University 2014. kpmg.com/br/cyber

Cyber Security. Segurança em Sistemas de Controle Industrial (ICS / SCADA) Security University 2014. kpmg.com/br/cyber Cyber Security Security University 2014 Segurança em Sistemas de Controle Industrial (ICS / SCADA) kpmg.com/br/cyber Sistema de Controle Industrial (ICS) é um termo geral que engloba diversos tipos de

Leia mais

agility made possible

agility made possible RESUMO DA SOLUÇÃO DO PARCEIRO Soluções de garantia do serviço da CA Technologies você está ajudando seus clientes a desenvolver soluções de gerenciamento da TI para garantir a qualidade do serviço e a

Leia mais

Mude para digital. Sistema de rádio bidirecional digital profissional MOTOTRBO

Mude para digital. Sistema de rádio bidirecional digital profissional MOTOTRBO Sistema de rádio bidirecional digital profissional A solução de comunicação em rádios bidirecionais de próxima geração está aqui, com melhor desempenho, produtividade e preço e mais oportunidades para

Leia mais

Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico

Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico RESUMO EXECUTIVO Objetivo Melhorar a vida dos moradores e ajudálos a serem bem-sucedidos na

Leia mais

redes, infraestrutura e telecom

redes, infraestrutura e telecom redes, infraestrutura e telecom Integração de soluções, projetos, implementação e manutenção de redes, infraestrutura de TI e telecom para empresas de grande e médio portes. SERVIÇOS redes, infraestrutura

Leia mais

DIMETRA IP Compact. uma solução TETRA completa e compacta

DIMETRA IP Compact. uma solução TETRA completa e compacta DIMETRA IP Compact uma solução TETRA completa e compacta MOTOROLA - SEU PARCEIRO DE TECNOLOGIA CONFIÁVEL E ATUANTE Uma herança que dá orgulho As soluções TETRA da Motorola alavancam mais de 75 anos de

Leia mais

A visão inteligente em eficiência energética. Micrologic E Unidade de controle para disjuntores Compact NS630b até NS3200 e Masterpact NT/NW

A visão inteligente em eficiência energética. Micrologic E Unidade de controle para disjuntores Compact NS630b até NS3200 e Masterpact NT/NW A visão inteligente em eficiência energética Micrologic E Unidade de controle para disjuntores Compact NS630b até NS3200 e Masterpact NT/NW Os edifícios podem obter economias de energia de até 30% com

Leia mais

Uma abordagem holística para a automação da segurança

Uma abordagem holística para a automação da segurança Uma abordagem holística para a automação da segurança Como a tecnologia, padrões globais e sistemas abertos ajudam a aumentar a produtividade e a eficácia global do equipamento Por: Dan Hornbeck Todos

Leia mais

Monitoramento de data centers

Monitoramento de data centers Monitoramento de data centers Os data centers são hoje um ambiente complexo, com inúmeras variáveis para gerenciar. Os métodos usados pelas empresas são específicos e incapazes de fazer comparações adequadas

Leia mais

Plataforma Sharp OSA VAÇÃO

Plataforma Sharp OSA VAÇÃO Plataforma Sharp OSA VAÇÃO A plataforma Sharp OSA abre sua MFP para se tornar um portal personalizado, localizado estrategicamente dentro do seu negócio. Associado a um amplo potencial de desenvolvimento

Leia mais

Eficiência operacional no setor público. Dez recomendações para cortar custos

Eficiência operacional no setor público. Dez recomendações para cortar custos Eficiência operacional no setor público Dez recomendações para cortar custos 2 de 8 Introdução Com grandes cortes no orçamento e uma pressão reguladora cada vez maior, o setor público agora precisa aumentar

Leia mais

IBM Software. Otimize seus ambientes de SOA, B2B e nuvem com WebSphere DataPower Agosto de 2011

IBM Software. Otimize seus ambientes de SOA, B2B e nuvem com WebSphere DataPower Agosto de 2011 IBM Software Otimize seus ambientes de SOA, B2B e nuvem com WebSphere DataPower Agosto de 2011 2 Otimize seus ambientes de SOA, B2B e nuvem com WebSphere DataPower Destaques Amplie os serviços de negócios

Leia mais

SYSTIMAX Solutions. imvisiontm. Gestão de Infraestrutura. Simplificada.

SYSTIMAX Solutions. imvisiontm. Gestão de Infraestrutura. Simplificada. SYSTIMAX Solutions imvisiontm. Gestão de Infraestrutura. Simplificada. 1 Toda rede deve ser administrada. A questão é COMO? A visão: Conseguir o sucesso comercial a partir de uma melhor administração de

Leia mais

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios.

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios. Internet of Things 10 formas de utilizá-la em diversos tipos de negócios. INTRODUÇÃO As interfaces Machine to Machine (M2M) estão facilitando cada vez mais a comunicação entre objetos conectados. E essa

Leia mais

Computação em nuvem. Mudança da função e da importância das equipes de TI O PONTO DE VISTA DOS EXECUTIVOS SOBRE A NUVEM.

Computação em nuvem. Mudança da função e da importância das equipes de TI O PONTO DE VISTA DOS EXECUTIVOS SOBRE A NUVEM. O PONTO DE VISTA DOS EXECUTIVOS SOBRE A NUVEM O ponto de vista dos executivos sobre a nuvem Janeiro de 2015 Computação em nuvem Mudança da função e da importância das equipes de TI Janeiro de 2015 1 Capacitação

Leia mais

a identidade como o novo perímetro: adotando a nuvem, a plataforma móvel e a mídia social com segurança agility made possible

a identidade como o novo perímetro: adotando a nuvem, a plataforma móvel e a mídia social com segurança agility made possible a identidade como o novo perímetro: adotando a nuvem, a plataforma móvel e a mídia social com segurança agility made possible A transformação da TI e as identidades em evolução Diversas tendências da tecnologia,

Leia mais

Eficiência Energética

Eficiência Energética www.siemens.com.br/eficiencia-energetica Siemens Ltda. Av. Mutinga, 3800 05110-902 Pirituba São Paulo - SP Eficiência Energética www.siemens.com.br/eficiencia-energetica Sustentabilidade e Eficiência Energética

Leia mais

Industry Services. Serviços de alta performance e confiabilidade em todo o ciclo de vida da planta. www.siemens.com.br/industryservices

Industry Services. Serviços de alta performance e confiabilidade em todo o ciclo de vida da planta. www.siemens.com.br/industryservices Industry Services Serviços de alta performance e confiabilidade em todo o ciclo de vida da planta www.siemens.com.br/industryservices Answers for industry Siemens Industry Services 11 3833 4040 suporte

Leia mais

Introdução. O que é Serviços de Terminal

Introdução. O que é Serviços de Terminal Introdução Microsoft Terminal Services e Citrix MetaFrame tornaram-se a indústria padrões para fornecer acesso de cliente thin para rede de área local (LAN), com base aplicações. Com o lançamento do MAS

Leia mais

Tendências na adoção de Big Data & Analytics: Inovação em tempo real para empresas que precisam de transformação

Tendências na adoção de Big Data & Analytics: Inovação em tempo real para empresas que precisam de transformação Tendências na adoção de Big Data & Analytics: Inovação em tempo real para empresas que precisam de transformação Luciano Ramos Coordenador de Pesquisas de Software IDC Brasil A América Latina enfrenta

Leia mais

Soluções inteligentes industriais: conectando a fábrica à empresa

Soluções inteligentes industriais: conectando a fábrica à empresa Soluções inteligentes industriais: conectando a fábrica à empresa White Paper de fabricação da Cisco Preparação para a revolução na fabricação Os setores de fabricação do mundo continuam a avançar e mudar

Leia mais

INFORME PORQUE TELEFÓNIA EM NUVEM?

INFORME PORQUE TELEFÓNIA EM NUVEM? INFORME PORQUE TELEFÓNIA EM NUVEM? Porque a Voz na Nuvem? 2 Índice Introdução... 3 Baixo Custo... 4 REQUISITOS MÍNIMOS DE CAPITAL... 4 EQUIPAMENTOS GENÉRICOS... 4 UTILIZAÇÃO DE MAIORES RECURSOS... 4 DESPESAS

Leia mais

Você está fornecendo valor a seus clientes para ajudálos a superar a Paralisação virtual e acelerar a maturidade virtual?

Você está fornecendo valor a seus clientes para ajudálos a superar a Paralisação virtual e acelerar a maturidade virtual? RESUMO DO PARCEIRO: CA VIRTUAL FOUNDATION SUITE Você está fornecendo valor a seus clientes para ajudálos a superar a Paralisação virtual e acelerar a maturidade virtual? O CA Virtual Foundation Suite permite

Leia mais

O valor de um motor de precificação autônomo para Seguradoras

O valor de um motor de precificação autônomo para Seguradoras O valor de um motor de precificação autônomo para Seguradoras Escolhas importantes devem ser feitas à medida em que aumenta o número de Seguradoras migrando seus sistemas de administração de apólice pré-existentes

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

Implementação do IPv6 na Vivo. Status e Principais Desafios

Implementação do IPv6 na Vivo. Status e Principais Desafios Implementação do IPv6 na Vivo Status e Principais Desafios 01 Endereçamento IPv4 Alocação na Vivo A Vivo possui amplo portfólio de serviços baseados em IP, tanto para usuários domésticos quanto corporativos.

Leia mais

Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética

Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética Rexroth 4EE Rexroth para Eficiência Energética Procurando reduzir gastos com energia? Por que não aumentar a produtividade ao mesmo tempo? Reduzir os custos operacionais usando a energia com eficiência

Leia mais

2Avalie novos modelos de investimento. Otimize a estrutura de tecnologia disponível

2Avalie novos modelos de investimento. Otimize a estrutura de tecnologia disponível Crise? Como sua empresa lida com os desafios? Essa é a questão que está no ar em função das mudanças no cenário econômico mundial. A resposta a essa pergunta pode determinar quais serão as companhias mais

Leia mais

Formas de CONECTAR a sua empresa

Formas de CONECTAR a sua empresa SAIBA COMO: Aumentar a produtividade Melhorar a segurança e o atendimento ao cliente Reduzir os custos Para Pequenas Empresas Se você está no mundo dos negócios, está conectado à maior rede pública do

Leia mais

Segurança na Web: Proteja seus dados na nuvem

Segurança na Web: Proteja seus dados na nuvem White paper Segurança na Web: Proteja seus dados na nuvem Resumo Sabemos que as equipes de segurança não podem estar em todos os locais, mas o cenário atual exige que as empresas estejam prontas para proteger

Leia mais

PANORAMA. O Panorama fornece gerenciamento centralizado de políticas e dispositivos em uma rede de firewalls de próxima geração da Palo Alto Networks.

PANORAMA. O Panorama fornece gerenciamento centralizado de políticas e dispositivos em uma rede de firewalls de próxima geração da Palo Alto Networks. PANORAMA O Panorama fornece gerenciamento centralizado de políticas e dispositivos em uma rede de firewalls de próxima geração da Palo Alto Networks. Exiba um resumo gráfico dos aplicativos na rede, os

Leia mais

Thin Clients : aumentando o potencial dos sistemas SCADA

Thin Clients : aumentando o potencial dos sistemas SCADA Artigos Técnicos Thin Clients : aumentando o potencial dos sistemas SCADA Tarcísio Romero de Oliveira, Engenheiro de Vendas e Aplicações da Intellution/Aquarius Automação Industrial Ltda. Um diagnóstico

Leia mais

Revista Meio Ambiente Industrial. Revista Meio Ambiente Industrial. m u. s D. rc e. P a. P a tr. r ia F a i. Mídia Kit 2012

Revista Meio Ambiente Industrial. Revista Meio Ambiente Industrial. m u. s D. rc e. P a. P a tr. r ia F a i. Mídia Kit 2012 Projeto Site Porta l Ace rvo La nça me nto Not ícias A rtigo s Colu nistas Eventos Meio Ambiente Ofere cime nto D inâ m ico At u aliz ad o P a tr o cín io P a rc e r ia F im a i Revista Mídia Kit 2012

Leia mais

Programas de atendimento ao cliente SureService. Aumente sua vantagem competitiva e a lucratividade de seus negócios

Programas de atendimento ao cliente SureService. Aumente sua vantagem competitiva e a lucratividade de seus negócios Programas de atendimento ao cliente SureService Aumente sua vantagem competitiva e a lucratividade de seus negócios Suporte sob medida para se ajustar perfeitamente Aumente a eficiência, corte custos,

Leia mais

Faça mais com menos. Descubra o gerenciamento de dados descomplicado usando o IBM Informix

Faça mais com menos. Descubra o gerenciamento de dados descomplicado usando o IBM Informix Faça mais com menos Descubra o gerenciamento de dados descomplicado usando o IBM Informix Índice 2 Descomplicado Concentre seus recursos no crescimento, e não na administração. 1 Ágil Amplie seus negócios

Leia mais

Virtualização de desktop da NComputing

Virtualização de desktop da NComputing Virtualização de desktop da NComputing Resumo Todos nos acostumamos ao modelo PC, que permite que cada usuário tenha a sua própria CPU, disco rígido e memória para executar seus aplicativos. Mas os computadores

Leia mais

Serviços IBM de Resiliência:

Serviços IBM de Resiliência: Serviços IBM de Resiliência: Sempre disponível, em um mundo sempre conectado Como chegamos até aqui? Dois profissionais de TI estão sofrendo com interrupções de negócios frequentes, os problemas estão

Leia mais

Soluções de Infraestrutura de Rede para Instituições Financeiras. no trabalho

Soluções de Infraestrutura de Rede para Instituições Financeiras. no trabalho Soluções de Infraestrutura de Rede para Instituições Financeiras no trabalho Desafios da Infraestrutura de Rede para o setor Financeiro As instituições financeiras são ambientes mais exigentes do normal

Leia mais

As Megatendências por Setores da Economia CRI Minas 25 de Setembro de 2014

As Megatendências por Setores da Economia CRI Minas 25 de Setembro de 2014 As Megatendências por Setores da Economia CRI Minas 25 de Setembro de 2014 Fortune Top companies: Biggest by Market Value Fortune Top companies: Most profitable VALOR V = Valor percebido pelo cliente (

Leia mais

Anexo III: Solução de Rede Local - LAN (Local Area Network)

Anexo III: Solução de Rede Local - LAN (Local Area Network) Anexo III: Solução de Rede Local - LAN (Local Area Network) 1. Objeto: 1.1. Contratação de uma Solução de rede de comunicação local (LAN) para interligar diferentes localidades físicas e os segmentos de

Leia mais

DIAGNÓSTICO E DEFINIÇÃO DE SOLUÇÕES

DIAGNÓSTICO E DEFINIÇÃO DE SOLUÇÕES Somos uma empresa brasileira, especializada em soluções de automação de máquinas e processos industriais, instalação, comissionamento e segurança de infraestrutura elétrica e de máquinas, microgeração

Leia mais

SUMÁRIO. Sistemas a serem considerados na construção de data centers. A gestão do projeto e a integração dos fornecedores

SUMÁRIO. Sistemas a serem considerados na construção de data centers. A gestão do projeto e a integração dos fornecedores REPORT 04 e fevereiro de 2013 INFRAESTRUTURA FÍSICA E DATA CENTERS SUMÁRIO Introdução O que são data centers Padrões construtivos para data centers Sistemas a serem considerados na construção de data centers

Leia mais

Alavanque suas vendas! agregando valor à seus clientes. Janaina Mulato Westcon janaina.mulato@westcon.com.br (+55 11) 5186-4312 (+55 11) 9756-4978

Alavanque suas vendas! agregando valor à seus clientes. Janaina Mulato Westcon janaina.mulato@westcon.com.br (+55 11) 5186-4312 (+55 11) 9756-4978 Alavanque suas vendas! agregando valor à seus clientes Janaina Mulato Westcon janaina.mulato@westcon.com.br (+55 11) 5186-4312 (+55 11) 9756-4978 Westcon te ajuda à agregar valor para seus clientes! Identificamos

Leia mais

SOFTWARE CISCO IOS: POSSIBILITANDO SOLUÇÕES PARA INDÚSTRIA COM REDES INTELIGENTES

SOFTWARE CISCO IOS: POSSIBILITANDO SOLUÇÕES PARA INDÚSTRIA COM REDES INTELIGENTES SOFTWARE CISCO IOS: POSSIBILITANDO SOLUÇÕES PARA INDÚSTRIA COM REDES INTELIGENTES DIVISÃO DE TECNOLOGIAS DA INTERNET 1 Desafios Atuais do Setor de Manufatura Cisco IOS SOFTWARE MANUFACTURNG DESPESAS OPER.

Leia mais

IMPLEMENTANDO UMA ARQUITETURA DO SECURITY ANALYTICS

IMPLEMENTANDO UMA ARQUITETURA DO SECURITY ANALYTICS IMPLEMENTANDO UMA ARQUITETURA DO SECURITY ANALYTICS Resumo da solução RESUMO As novas ameaças de segurança exigem uma nova abordagem ao gerenciamento de segurança. As equipes de segurança precisam de uma

Leia mais

Introdução. Página 1 de 9. Trabalho sobre EXTRANET. Universidade de São Paulo Escola Politécnica. Luciano Chede Abad 14/09/2002

Introdução. Página 1 de 9. Trabalho sobre EXTRANET. Universidade de São Paulo Escola Politécnica. Luciano Chede Abad 14/09/2002 Introdução E-business é a nova onda nas empresas. A Internet não permite apenas que as empresas façam negócios de maneiras novas, ela praticamente as obriga a fazer isso, por questões de sobrevivência.

Leia mais

Sua voz é essencial. As soluções de telefonia OpenScape Enterprise oferecem o poder da voz

Sua voz é essencial. As soluções de telefonia OpenScape Enterprise oferecem o poder da voz Sua voz é essencial As soluções de telefonia OpenScape Enterprise oferecem o poder da voz A voz confiável e de alta qualidade é essencial para a empresa As conversas envolvem interação em tempo real em

Leia mais

Monitoramento de rede como componente essencial no conceito da segurança de TI

Monitoramento de rede como componente essencial no conceito da segurança de TI Monitoramento de rede como componente essencial no conceito da segurança de TI White Paper Author: Daniel Zobel, Head of Software Development, Paessler AG Publicado em: dezembro 2013 PÁGINA 1 DE 8 Conteúdo

Leia mais

NEVOA BACKUP SYSTEM. 2009 Nevoa Networks Ltda. All Rights Reserved.

NEVOA BACKUP SYSTEM. 2009 Nevoa Networks Ltda. All Rights Reserved. NEVOA BACKUP SYSTEM Com o Nevoa Backup System você garante não só o mais eficiente sistema de backup para seus dados, mas também a solução mais escalável do mercado, afinal, se sua empresa cresce, seus

Leia mais

Questão em foco: Colaboração de produto 2.0. Uso de técnicas de computação social para criar redes sociais corporativas

Questão em foco: Colaboração de produto 2.0. Uso de técnicas de computação social para criar redes sociais corporativas Questão em foco: Colaboração de produto 2.0 Uso de técnicas de computação social para criar redes sociais corporativas Tech-Clarity, Inc. 2009 Sumário Sumário... 2 Introdução à questão... 3 O futuro da

Leia mais

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS.

USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. USE O PODER DA NUVEM. VEJA COMO A NUVEM PODE TRANSFORMAR SEUS NEGÓCIOS. A computação em nuvem é uma mudança de paradigma no gerenciamento de TI e de datacenters, além de representar a capacidade da TI

Leia mais

Atividade Capitulo 6 - GABARITO

Atividade Capitulo 6 - GABARITO Atividade Capitulo 6 - GABARITO 1. A Internet é uma força motriz subjacente aos progressos em telecomunicações, redes e outras tecnologias da informação. Você concorda ou discorda? Por quê? Por todos os

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL

SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS B) INFORMAÇÃO GERENCIAL 1. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAL (SIG) Conjunto integrado de pessoas, procedimentos, banco de dados e dispositivos que suprem os gerentes e os tomadores

Leia mais

Serviços IBM de Site e Facilities

Serviços IBM de Site e Facilities IBM Global Technology Services White Paper Novembro de 2010 Serviços IBM de Site e Facilities Implementando rapidamente Data Centers flexíveis com custo reduzido, para atender mudanças imprevisíveis na

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Competências Analista 1. Administração de recursos de infra-estrutura de tecnologia da informação 2.

Leia mais

INFRA-ESTRUTURA COMUM PARA PROVEDORES DE SERVIÇOS E EMPRESAS. Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com

INFRA-ESTRUTURA COMUM PARA PROVEDORES DE SERVIÇOS E EMPRESAS. Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com INFRA-ESTRUTURA COMUM PARA PROVEDORES DE SERVIÇOS E EMPRESAS Eduardo Mayer Fagundes e-mail: eduardo@efagundes.com No passado, os provedores de serviços de telecomunicações projetavam, implementavam e operavam

Leia mais

Painel MSP. Guia da solução

Painel MSP. Guia da solução Guia da solução Painel MSP Este documento aborda o painel de serviços gerenciados Cisco Meraki, que contém recursos criados especialmente para provedores de serviços gerenciados que oferecem redes gerenciadas

Leia mais

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1

Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio. slide 1 Telecomunicações, Internet e tecnologia sem fio slide 1 Objetivos de estudo Quais os principais componentes das redes de telecomunicações e quais as principais tecnologias de rede? Quais os principais

Leia mais

Comparativo de soluções para comunicação unificada

Comparativo de soluções para comunicação unificada Comparativo de soluções para comunicação unificada Bruno Mathies Curso de Redes e Segurança de Sistemas Pontifícia Universidade Católica do Paraná Curitiba, Abril de 2010 Resumo Este artigo tem com objetivo

Leia mais

Introdução ao Subsistema Multimídia IP (IMS) Conceitos básicos de IMS e terminologia

Introdução ao Subsistema Multimídia IP (IMS) Conceitos básicos de IMS e terminologia Introdução ao Subsistema Multimídia IP (IMS) Conceitos básicos de IMS e terminologia Introdução Formalmente, o IP Multimedia Subsystem (IMS) é definido como:... um novo 'domínio' principal da rede (ou

Leia mais

NEVOA STORAGE SYSTEM. 2009 Nevoa Networks Ltda. All Rights Reserved.

NEVOA STORAGE SYSTEM. 2009 Nevoa Networks Ltda. All Rights Reserved. NEVOA STORAGE SYSTEM Com o Nevoa Storage System você garante não só o mais eficiente sistema de gerenciamento para seus dados, mas também a solução mais escalável do mercado, afinal, se sua empresa cresce,

Leia mais

POR UMA TI MAIS VERDE. e sustentabilidade. especial: energia

POR UMA TI MAIS VERDE. e sustentabilidade. especial: energia especial: energia e sustentabilidade POR UMA TI MAIS VERDE Depois da escalada tecnológica ocorrida nas últimas décadas, as atenções se voltam cada vez mais para os impactos ambientais do uso de TI. Duas

Leia mais

Segurança Física e Segurança Lógica. Aécio Costa

Segurança Física e Segurança Lógica. Aécio Costa Segurança Física e Segurança Lógica Aécio Costa Segurança física Ambiente Segurança lógica Programas A segurança começa pelo ambiente físico Não adianta investir dinheiro em esquemas sofisticados e complexos

Leia mais

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL Guia KIP Green Eco A cor da KIP É VERDE A KIP tem um compromisso com o desenvolvimento de projetos de produtos que promovam a saúde e a sustentabilidade ambiental. A nossa meta é melhorar e aprimorar de

Leia mais

Folha de Especificações ASTRO 25 Core

Folha de Especificações ASTRO 25 Core CONFIGURAÇÕES FLEXÍVEIS E ESCALÁVEIS ASTRO 25 CORE Um pequeno povoado ou uma grande cidade um único departamento ou vários órgãos seu sistema de rádio deve adaptar-se às suas necessidades e ao seu orçamento.

Leia mais

Bloqueie ameaças avançadas e proteja dados confidenciais para usuários em roaming

Bloqueie ameaças avançadas e proteja dados confidenciais para usuários em roaming TRITON AP-ENDPOINT Bloqueie ameaças avançadas e proteja dados confidenciais para usuários em roaming Desde danos a reputações até multas e penalidades de agências reguladoras, uma violação de dados pode

Leia mais

SEGURANÇA E GERENCIAMENTO DE APIs. Uma empresa da CA Technologies

SEGURANÇA E GERENCIAMENTO DE APIs. Uma empresa da CA Technologies www.layer7.com SEGURANÇA E GERENCIAMENTO DE APIs Uma empresa da CA Technologies Uma empresa da CA Technologies COMPONENTES DE APIs PARA A EMPRESA ABERTA A Layer 7 oferece soluções de segurança e gerenciamento

Leia mais