Controle de Constitucionalidade. Desenvolvido por :

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Controle de Constitucionalidade. Desenvolvido por :"

Transcrição

1 Controle de Constitucionalidade Desenvolvido por : Prof. Raul de Mello Franco Júnior Página: Versão para Impressão

2 Conceito Controlar a constitucionalidade de lei ou ato normativo significa: a) impedir a subsistência da eficácia de norma contrária à Constituição (incompatibilidade vertical) b) conferir eficácia plena a todos os preceitos constitucionais (controle da inconstitucionalidade por omissão)

3 Objetos Lei Ato normativo Ato do poder público

4 Lei e Ato normativo Lei todas as espécies do art. 59 da CF + tratados e convenções internacionais Ato normativo normas de hierarquia inferior à lei, mas que também regulam direitos e deveres (ex.: decretos do Executivo, normas regimentais dos Tribunais, resoluções administrativas, portarias, provimentos etc.)

5 Decretos Regulamentares em regra não se subordinam ao controle concentrado (crise de legalidade) Autônomos podem se submeter (quebra do princ. da reserva legal)

6 Classificação quanto ao órgão que executa o controle Político Jurisdicional Misto No Brasil: político e jurisdicional

7 Classificação quanto ao momento da realização do controle Preventivo (PL e PE) Repressivo (ou sucessivo) (PL e PJ)

8 Controle preventivo Pelo Poder Legislativo: atuação no processo legislativo (comissões, plenário) Pelo Poder Executivo: atuação no processo legislativo (veto jurídico) Pelo Poder Judiciário : garantia do devido processo legislativo através do MS

9 Controle repressivo Pelo Poder Legislativo: controle das medidas provisórias, regulamentos e lei delegada Pelo Poder Judiciário: todos os casos onde o controle repressivo é admitido (exame de casos concretos ou por via de ação)

10 Controle repressivo Poder Judiciário Critérios utilizados: a) Incidental (difuso, aberto, concreto, por via de exceção) b) Concentrado (abstrato, por via de ação, fechado)

11 Controle repressivo Poder Judiciário CONTROLE INCIDENTAL (difuso) efetuado por qualquer juiz, em qualquer tipo de processo efetuado em qualquer grau de jurisdição exercido sempre à vista de um caso concreto objeto principal do processo não é a inconstitucionalidade qualquer pessoa pode fazer uso

12 Controle repressivo Poder Judiciário CONTROLE INCIDENTAL (difuso) Efeitos (em regra): - Inter partes - Ex tunc (retroativo) - Não vinculante

13 Controle repressivo Poder Judiciário CONTROLE INCIDENTAL (difuso) Quando realizado pelo STF, com reconhecimento de inconstitucionalidade: Comunicação ao SENADO (art. 52, X, CF) Possibilidade do Senado suspender a execução, no todo ou em parte, da norma declarada inconstitucional Efeitos: erga omnes, ex nunc, vinculante

14 Controle repressivo Poder Judiciário CONTROLE CONCENTRADO Realizado através de ações especialmente concebidas para o controle de constitucionalidade Tem por objeto não um caso concreto, mas a própria inconstitucionalidade Realiza-se no nível federal somente através do STF Realiza-se no nível estadual ou distrital somente através do Tribunal de Justiça

15 Controle repressivo Poder Judiciário CONTROLE CONCENTRADO Objetivo: afirmar se a norma (ou ato) é ou não contrária à: CONSTITUIÇÃO FEDERAL (ações perante o STF) CONSTITUIÇÃO ESTADUAL (ações perante o TJ dos Estados) LEI ORGÂNICA DO DF (ações perante o TJ-DF)

16 Controle repressivo Poder Judiciário CONTROLE CONCENTRADO MODALIDADES DE AÇÕES PREVISTAS NO SISTEMA DE CONTROLE: ADIn (ou ADI) ação direta de inconstitucionalidade ADC (ou ADCon) ação declaratória constitucionalidade de ADPF arguição de descumprimento de preceito fundamental

17 Algumas observações gerais Cláusula de reserva de plenário Medida cautelar Amicus curiae Efeitos das decisões Modulação de efeitos (art. 27, lei 9.868/99) Prazo decadencial inexistente Cognição ampla Reclamação

18 Controle repressivo Poder Judiciário CONTROLE CONCENTRADO Ação direta de inconstitucionalidade Tipos: a) ADIn interventiva b) ADIn genérica c) ADIn por omissão

19 ADIn GENÉRICA

20 ADIn genérica perante o STF Objetos: Lei ou ato normativo federal (inclusive emendas à CF) Lei ou ato normativo estadual (inclusive as Const. Estaduais e suas emendas) Lei ou ato normativo distrital (inclusive a LODF e suas emendas), quando a norma servir ao exercício de competências estaduais

21 ADIn genérica perante o TJ dos Estados Objeto: Lei ou ato normativo estadual (inclusive emendas à CE) Lei ou ato normativo municipal (inclusive as leis orgânicas dos municípios e suas emendas)

22 ADIn genérica perante o TJ-DF Objeto: Lei ou ato normativo distrital (inclusive emendas à LODF), quando a norma servir ao exercício de competências estaduais ou municipais e houver conflito com a LODF

23 ADIn genérica Legitimidade ativa No STF rol de pessoas do art. 103, CF No TJ dos Estados rol de pessoas indicadas na Const. Estadual No TJ do DF rol de pessoas indicadas na LODF OBS.: Pertinência temática

24 ADIn genérica Legitimidade ativa em São Paulo A Constituição Paulista prevê a legitimidade ativa em favor das seguintes pessoas: Governador do Estado Mesa da Assembléia Legislativa Prefeito Mesa da Câmara Municipal Procurador-Geral de Justiça (MP) Conselho da Seção Estadual da OAB Entidades sindicais ou de classe (estaduais ou municipais) Partidos políticos com representação na AL

25 ADIn genérica Defesa da norma No nível federal: o Advogado Geral da União No nível estadual: o Procurador-Geral do Estado (ainda que se trate de lei municipal) OBS.: é desnecessária essa participação nas demais ações do controle concentrado

26 ADIn genérica - Particularidades Cláusula de reserva de plenário a declaração de inconstitucionalidade depende do voto da maioria absoluta (art. 97) Efeitos da decisão de mérito (regra) erga omnes, ex tunc, vinculante Medida cautelar efeitos erga omnes, ex nunc, vinculante

27 ADIn por omissão

28 Adin por omissão Objetivo: conferir plena eficácia aos preceitos constitucionais não auto-aplicáveis Tipos de omissão que combate: a) Omissão legislativa inconstitucional b) Omissão administrativa inconstitucional Não comporta medida cautelar

29 Adin por omissão Legitimidade ativa: Os mesmos legitimados para propor a Adin genérica (Nos Estados depende de previsão nas Const. Estaduais)

30 Adin por omissão Conseqüências da procedência da ação (em regra): a) Na omissão legislativa ciência ao poder omisso para que adote as providências necessárias b) Na omissão administrativa fixação do prazo de 30 dias para que as medidas necessárias sejam adotadas

31 Decisões de cunho aditivo em omissões legislativas Fixação de prazos para a elaboração legislativa Solução de casos concretos pela aplicação analógica de outros diplomas

32 Adin por omissão X Mdd. Injunção ADIn M.I. Legitimidad e rol constitucional qualquer pessoa Efeitos erga omnes inter partes Competênci a STF ou TJ STF, TJ, STJ, TSE, TRE Objeto Om. legisl. e om. administrativa Om. legislativa Instrumento de controle Concentrado Difuso

33 ADC Ação declaratória de constitucionalidade

34 ADC ação declaratória de constitucionalidade Finalidades: a) transformar a presunção relativa de constitucionalidade (que toda lei ou ato normativo possui) em presunção absoluta b) Paralisar debates em torno de questões jurídicas fundamentais de interesse coletivo

35 ADC ação declaratória de constitucionalidade Objeto: Lei ou ato normativo federal Legitimados ativos: os mesmos da Adin genérica Efeitos (regra): os mesmos da Adin genérica Medida cautelar: possível Pré-requisito: comprovação da controvérsia Nível estadual: não há previsão atualmente

36 ADPF Argüição de descumprimento de preceito fundamental

37 ADPF Objetivo: evitar ou reparar lesão a preceito fundamental, resultante de ato do poder público

38 ADPF Preceito fundamental: princípios e normas que contam com primazia no sistema (análise do STF) Ato do poder público: qualquer ato, como os administrativos, judiciais, leis, atos normativos, contratos, editais, decisões dos Trib. de Contas etc.

39 ADPF Legitimados ativos e efeitos: os mesmos da ADIn genérica Competência: STF

40 ADPF - Observações Caráter subsidiário: somente tem aplicação se incabível ou inócuo um outro instrumento do controle concentrado (subsidiariedade) Inaplicabilidade: controle preventivo, atos políticos (impeachment, veto...), súmulas Medida cautelar: admissível

41 ADPF Casos concretos Leis anteriores à Const. de 88 (imprensa, monopólios das atividades postais pela ECT, lei do DPVAT etc.)(130, 46, 95) Decisões judiciais impugnáveis (importação de pneus usados)(101) Interpretação de Tribunais Superiores (inelegibilidade e vida pregressa)(144) Relações jurídicas e MPs rejeitadas (84) Consequências penais do aborto de anencéfalos (54) Implementação de políticas públicas constitucionais descumpridas (omissão)(45)

42 Ações do controle concentrado Modulação de efeitos É possível a modulação de efeitos por razões de: a) Segurança jurídica b) Excepcional interesse social Condição: voto de 2/3 do órgão julgador (art. 27, da lei 9.868/99)

43 Modulação de efeitos Seria aplicável também aos casos de controle difuso realizados pelo STF? Seria aplicável aos casos em que o STF realizou apenas juízo negativo de recepção?

44 Prof. Raul de Mello Franco Júnior Página:

45 TESTES

46 TESTE 1. O controle difuso de constitucionalidade é exercido a) por todos os órgãos do Poder Judiciário, em qualquer grau de jurisdição b) pelos órgãos do Poder Legislativo c) pelo Presidente da República d) pelos órgãos do Poder Judiciário, exceto o STF e) exclusivamente pelo STF e pelos Tribunais de Justiça

47 TESTE 1. O controle difuso de constitucionalidade é exercido a) por todos os órgãos do Poder Judiciário, em qualquer grau de jurisdição b) pelos órgãos do Poder Legislativo c) pelo Presidente da República d) pelos órgãos do Poder Judiciário, exceto o STF e) exclusivamente pelo STF e pelos Tribunais de Justiça

48 TESTE 2. Assinale a alternativa que indica, corretamente, os poderes de Estado que realizam, respectivamente, o controle preventivo de constitucionalidade // controle repressivo de constitucionalidade no Brasil: a) Legislativo e Executivo // Executivo e Judiciário b) Judiciário e Legislativo // Executivo e Legislativo c) Judiciário e Executivo // Legislativo e Executivo d) Legislativo e Executivo // somente o Judiciário e) Legislativo e Executivo // Legislativo e Judiciário

49 TESTE 2. Assinale a alternativa que indica, corretamente, os poderes de Estado que realizam, respectivamente, o controle preventivo de constitucionalidade // controle repressivo de constitucionalidade no Brasil: a) Legislativo e Executivo // Executivo e Judiciário b) Judiciário e Legislativo // Executivo e Legislativo c) Judiciário e Executivo // Legislativo e Executivo d) Legislativo e Executivo // somente o Judiciário e) Legislativo e Executivo // Legislativo e Judiciário

50 TESTE 3. Para fins de controle de constitucionalidade, consideram-se leis, em sentido lato: a) o decreto regulamentar e o decreto legislativo b) as resoluções e as portarias ministeriais c) os regimentos dos Tribunais e as leis ordinárias d) a emenda constitucional e a medida provisória e) as resoluções administrativas e as leis complementares

51 TESTE 3. Para fins de controle de constitucionalidade, consideram-se leis, em sentido lato: a) o decreto regulamentar e o decreto legislativo b) as resoluções e as portarias ministeriais c) os regimentos dos Tribunais e as leis ordinárias d) a emenda constitucional e a medida provisória e) as resoluções administrativas e as leis complementares

52 TESTE 4. O controle de constitucionalidade no Brasil pode ser classificado, quanto aos órgãos que o executam, em : a) político e misto b) misto e jurisdicional c) político e jurisdicional d) misto e preventivo e) preventivo e repressivo

53 TESTE 4. O controle de constitucionalidade no Brasil pode ser classificado, quanto aos órgãos que o executam, em : a) político e misto b) misto e jurisdicional c) político e jurisdicional d) misto e preventivo e) preventivo e repressivo

54 TESTE 5. A medida cautelar (liminar) concedida nas ações diretas de inconstitucionalidade genéricas produz, em regra: a) efeitos ex tunc e erga omnes b) efeitos ex tunc e inter partes c) efeitos ex nunc e inter partes d) efeitos ex nunc, erga omnes e vinculante e) apenas efeitos inter partes e vinculante

55 TESTE 5. A medida cautelar (liminar) concedida nas ações diretas de constitucionalidade genéricas produz, em regra: a) efeitos ex tunc e erga omnes b) efeitos ex tunc e inter partes c) efeitos ex nunc e inter partes d) efeitos ex nunc, erga omnes e vinculante e) apenas efeitos inter partes e vinculante

56 TESTE 6. Proposta perante o STF uma ADIn para questionar uma lei estadual que se mostra em conflito com a Constituição Federal, é chamado a defender a presunção de constitucionalidade da lei: a) o Procurador-Geral da República b) a Assembléia Legislativa que produziu a lei c) o Advogado-Geral da União d) o Procurador-Geral do Estado e) o Conselho Federal da OAB

57 TESTE 6. Proposta perante o STF uma ADIn para questionar uma lei estadual que se mostra em conflito com a Constituição Federal, é chamado a defender a presunção de constitucionalidade da lei: a) o Procurador-Geral da República b) a Assembléia Legislativa que produziu a lei c) o Advogado-Geral da União d) o Procurador-Geral do Estado e) o Conselho Federal da OAB

58 TESTE 7. A ação direta de inconstitucionalidade por omissão é instrumento integrante do controle concentrado de constitucionalidade e serve para combater: a) omissões legislativas e omissões administrativas b) leis ou atos normativos inconstitucionais c) atos do poder público que afrontem preceitos fundamentais do sistema constitucional d) a inércia do Executivo após a aprovação de um projeto de lei no Legislativo, antes da sanção ou do veto e) somente omissões legislativas, quando a falta de uma norma impedir a fruição de um direito

59 TESTE 7. A ação direta de inconstitucionalidade por omissão é instrumento integrante do controle concentrado de constitucionalidade e serve para combater: a) omissões legislativas e omissões administrativas b) leis ou atos normativos inconstitucionais c) atos do poder público que afrontem preceitos fundamentais do sistema constitucional d) a inércia do Executivo após a aprovação de um projeto de lei no Legislativo, antes da sanção ou do veto e) somente omissões legislativas, quando a falta de uma norma impedir a fruição de um direito

60 TESTE 8. Segundo o entendimento do STF, é incabível a concessão de medida cautelar na hipótese de : a) ação direta de inconstitucionalidade genérica b) ação declaratória de constitucionalidade c) argüição de descumprimento de preceito fundamental d) ação direta de inconstitucionalidade por omissão e) qualquer modalidade de ação direta de inconstitucionalidade no nível estadual

61 TESTE 8. Segundo o entendimento do STF, é incabível a concessão de medida cautelar na hipótese de : a) ação direta de inconstitucionalidade genérica b) ação declaratória de constitucionalidade c) argüição de descumprimento de preceito fundamental d) ação direta de inconstitucionalidade por omissão e) qualquer modalidade de ação direta de inconstitucionalidade no nível estadual

62 TESTE 9. Segundo expressa dicção constitucional, julgada uma ação direta de inconstitucionalidade por omissão legislativa, o Poder Judiciário: a) criará a norma faltante, com efeito erga omnes b) cientificará o poder competente, a fim de que adote as providências para suprir a omissão c) fixará o prazo de 30 dias para que sejam tomadas as medidas necessárias por parte do Executivo d) criará a norma faltante, com efeito inter partes e) responsabilizará pessoalmente o omisso, decretando-lhe a perda do cargo

63 TESTE 9. Segundo expressa dicção constitucional, julgada uma ação direta de inconstitucionalidade por omissão legislativa, o Poder Judiciário: a) criará a norma faltante, com efeito erga omnes b) cientificará o poder competente, a fim de que adote as providências para suprir a omissão c) fixará o prazo de 30 dias para que sejam tomadas as medidas necessárias por parte do Executivo d) criará a norma faltante, com efeito inter partes e) responsabilizará pessoalmente o omisso, decretando-lhe a perda do cargo

64 TESTE 10. Entre os legitimados a propor uma ação declaratória de constitucionalidade no nível federal podemos citar: a) o Advogado-Geral da União b) o Procurador-Geral de Justiça do Estado c) as Mesas das Câmaras Municipais das Capitais dos Estados d) Deputados e Senadores e) o Conselho Federal da OAB

65 TESTE 10. Entre os legitimados a propor uma ação declaratória de constitucionalidade no nível federal podemos citar: a) o Advogado-Geral da União b) o Procurador-Geral de Justiça do Estado c) as Mesas das Câmaras Municipais das Capitais dos Estados d) Deputados e Senadores e) o Conselho Federal da OAB

66 TESTE 11. Julgada totalmente procedente uma ação declaratória de constitucionalidade, teremos como conseqüência: a) a expulsão da norma declarada inconstitucional b) a notificação do Poder competente para que adote as providências necessárias c) a norma questionada passa a contar com presunção absoluta de constitucionalidade d) a intervenção federal ou estadual, conforme o caso e) a notificação do Senado Federal para que, através de resolução, suspenda a execução da lei impugnada

67 TESTE 11. Julgada totalmente procedente uma ação declaratória de constitucionalidade, teremos como conseqüência: a) a expulsão da norma declarada inconstitucional b) a notificação do Poder competente para que adote as providências necessárias c) a norma questionada passa a contar com presunção absoluta de constitucionalidade d) a intervenção federal ou estadual, conforme o caso e) a notificação do Senado Federal para que, através de resolução, suspenda a execução da lei impugnada

68 TESTE 12. Quando se afirma que a ADPF é um instrumento subsidiário de controle concentrado de constitucionalidade, isto significa que: a) a ADPF fornece elementos, subsídios, para o ajuizamento dos outros tipos de ações b) a ADPF, contrariamente à ADIn genérica do nível federal, somente pode ser proposta perante o STF c) somente ela pode servir ao combate de ofensa a preceito fundamental da Constituição d) cabe sempre ao STF analisar se conhece ou não da ADPF, podendo, de ofício, convertê-la em outro instrumento do controle concentrado, se isto for necessário e) a lei não admite a utilização da ADPF quando houver outro meio eficaz para sanar a lesividade à Constituição

69 TESTE 12. Quando se afirma que a ADPF é um instrumento subsidiário de controle concentrado de constitucionalidade, isto significa que: a) a ADPF fornece elementos, subsídios, para o ajuizamento dos outros tipos de ações b) a ADPF, contrariamente à ADIn genérica do nível federal, somente pode ser proposta perante o STF c) somente ela pode servir ao combate de ofensa a preceito fundamental da Constituição d) cabe sempre ao STF analisar se conhece ou não da ADPF, podendo, de ofício, convertê-la em outro instrumento do controle concentrado, se isto for necessário e) a lei não admite a utilização da ADPF quando houver outro meio eficaz para sanar a lesividade à Constituição

70 TESTE 13. Conforme expressa previsão constitucional, a argüição de descumprimento de preceito fundamental autônoma pode ser utilizada: a) por qualquer pessoa, perante os Tribunais Estaduais ou perante o STF b) perante os Tribunais Estaduais ou perante o STF, mas somente pelas pessoas legitimadas a propor ADIn genérica c) somente perante o STF d) perante qualquer Tribunal Superior e) por qualquer pessoa, sempre que a falta de norma regulamentadora torne inviável o gozo de um direito constitucional

71 TESTE 13. Conforme expressa previsão constitucional, a argüição de descumprimento de preceito fundamental autônoma pode ser utilizada: a) por qualquer pessoa, perante os Tribunais Estaduais ou perante o STF b) perante os Tribunais Estaduais ou perante o STF, mas somente pelas pessoas legitimadas a propor ADIn genérica c) somente perante o STF d) perante qualquer Tribunal Superior e) por qualquer pessoa, sempre que a falta de norma regulamentadora torne inviável o gozo de um direito constitucional

72 TESTE 14. O STF pode, no julgamento de ações do controle concentrado, modular os efeitos da decisão que profere. Segundo o texto legal, assim poderá agir por motivos de: a) segurança jurídica e excepcional interesse social b) interesse político-partidário e interesses macro econômicos c) urgência e relevância d) conveniência administrativa e não intervenção e) relevante valor moral e proteção dos interesses da União

73 TESTE 14. O STF pode, no julgamento de ações do controle concentrado, modular os efeitos da decisão que profere. Segundo o texto legal, assim poderá agir por motivos de: a) segurança jurídica e excepcional interesse social b) interesse político-partidário e interesses macro econômicos c) urgência e relevância d) conveniência administrativa e não intervenção e) relevante valor moral e proteção dos interesses da União

74 TESTE 15. O STF pode, no julgamento de ações do controle concentrado, modular os efeitos da decisão que profere, levando em conta aspectos de segurança jurídica e excepcional interesse social. Nos termos da lei reguladora, esta modulação depende: a) do voto da maioria absoluta dos Ministros b) de 2/3 dos votos dos seus membros c) do voto da maioria simples dos Ministros d) de dez, dos onze votos possíveis e) apenas do voto do relator

75 TESTE 15. O STF pode, no julgamento de ações do controle concentrado, modular os efeitos da decisão que profere, levando em conta aspectos de segurança jurídica e excepcional interesse social. Nos termos da lei reguladora, esta modulação depende: a) do voto da maioria absoluta dos Ministros b) de 2/3 dos votos dos seus membros c) do voto da maioria simples dos Ministros d) de dez, dos onze votos possíveis e) apenas do voto do relator

76 RESUMO DE RESULTADOS DOS TESTES 1 A 2 E 3 D 4 C 5 D 6 C 7 A 9 B 10 E 11 C 12 E 13 C 14 A 15 B 8 D

Controlar a constitucionalidade de lei ou ato normativo significa:

Controlar a constitucionalidade de lei ou ato normativo significa: Conceito Controlar a constitucionalidade de lei ou ato normativo significa: a) impedir a subsistência da eficácia de norma contrária à Constituição (incompatibilidade vertical) b) conferir eficácia plena

Leia mais

Faculdade de Direito de Sorocaba. Direito Constitucional II

Faculdade de Direito de Sorocaba. Direito Constitucional II Faculdade de Direito de Sorocaba Direito Constitucional II Controle da constitucionalidade O controle da constitucionalidade na Constituição Federal Art.. 102, I, a ADI e ADC Art.. 103,? 2º - ADI-omissão

Leia mais

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CONTROLE DIFUSO

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CONTROLE DIFUSO CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CONTROLE DIFUSO I) CONCEITO: Também chamado de controle pela via de exceção ou de defesa ou controle aberto, o controle difuso pode ser realizado por qualquer juiz ou tribunal.

Leia mais

AULA 10 CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE NO BRASIL

AULA 10 CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE NO BRASIL Faculdade do Vale do Ipojuca - FAVIP Bacharelado em Direito Autorizado pela Portaria nº 4.018 de 23.12.2003 publicada no D.O.U. no dia 24.12.2003 Curso reconhecido pela Portaria Normativa do MEC nº 40,

Leia mais

Prof. Cristiano Lopes

Prof. Cristiano Lopes Prof. Cristiano Lopes CONCEITO: É o procedimento de verificar se uma lei ou ato normativo (norma infraconstitucional) está formalmente e materialmente de acordo com a Constituição. Controlar significa

Leia mais

Vícios de Constitucionalidade

Vícios de Constitucionalidade Vícios de Constitucionalidade Vício Formal Nomodinâmico O Vício Formal ocorre durante o processo legislativo, dando a idéia de dinamismo, movimento. Vício quanto ao processo legislativo Vicio Formal é

Leia mais

INTENSIVO OAB REGULAR MÓDULO I - MANHÃ Disciplina: Direito Constitucional Prof. Nathalia Masson Aula: 03/04 MATERIAL DE APOIO MONITORIA

INTENSIVO OAB REGULAR MÓDULO I - MANHÃ Disciplina: Direito Constitucional Prof. Nathalia Masson Aula: 03/04 MATERIAL DE APOIO MONITORIA INTENSIVO OAB REGULAR MÓDULO I - MANHÃ Disciplina: Direito Constitucional Prof. Nathalia Masson Aula: 03/04 MATERIAL DE APOIO MONITORIA I. Anotações de aula II. Simulado III. Lousas I. ANOTAÇÕES DE AULA

Leia mais

Direito Constitucional Dra. Vânia Hack de Ameida

Direito Constitucional Dra. Vânia Hack de Ameida 1 Controle da Constitucionalidade 1. Sobre o sistema brasileiro de controle de constitucionalidade, é correto afirmar que: a) compete a qualquer juiz ou tribunal, no primeiro caso desde que inexista pronunciamento

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CAMPOS DE ANDRADE - UNIANDRADE CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CURSO DE EXTENSÃO Professor: José Henrique Cesário Pereira.

CENTRO UNIVERSITÁRIO CAMPOS DE ANDRADE - UNIANDRADE CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CURSO DE EXTENSÃO Professor: José Henrique Cesário Pereira. Professor: José Henrique Cesário Pereira PARTE IV CONTROLE DA CONSTITUCIONALIDADE DAS LEIS. AÇÃO DECLARATÓRIA DE CONSTITUCIONALIDADE (ADECON ou ADC) - Lei n. 9.868, de 10.11.99 CONCEITO A Ação Declaratória

Leia mais

INTENSIVÃO DE SÁBADO PARCERIA CURSO A. CARVALHO E REDE DE ENSINO LFG DIREITO CONSTITUCIONAL PROFESSOR MARCELO NOVELINO

INTENSIVÃO DE SÁBADO PARCERIA CURSO A. CARVALHO E REDE DE ENSINO LFG DIREITO CONSTITUCIONAL PROFESSOR MARCELO NOVELINO INTENSIVÃO DE SÁBADO PARCERIA CURSO A. CARVALHO E REDE DE ENSINO LFG DIREITO CONSTITUCIONAL PROFESSOR MARCELO NOVELINO QUESTÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE Questão n. 1 (CESPE/AGU

Leia mais

ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL

ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL Turma e Ano: Direito Público I (2013) Matéria / Aula: Direito Constitucional / Aula 13 Professor: Marcelo L. Tavares Monitora: Carolina Meireles ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL Lei 9.882/99

Leia mais

ARTIGO: Efeitos (subjetivos e objetivos) do controle de

ARTIGO: Efeitos (subjetivos e objetivos) do controle de ARTIGO: Efeitos (subjetivos e objetivos) do controle de constitucionalidade Luís Fernando de Souza Pastana 1 RESUMO: há diversas modalidades de controle de constitucionalidade previstas no direito brasileiro.

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL DO CONTROLE DA CONSTITUCIONALIDADE

DIREITO PROCESSUAL DO CONTROLE DA CONSTITUCIONALIDADE DIREITO PROCESSUAL DO CONTROLE DA CONSTITUCIONALIDADE SUMÁRIO APRESENTAÇÃO...7 CAPÍTULO I JUSTIFICATIVA, ASPECTOS HISTÓRICOS E SISTEMAS EXISTENTES DE CONTROLE DA CONSTITUCIONALIDADE...19 1. Justificativa

Leia mais

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE Parte 02 (Controle Concentrado, Abstrato e tipos de decisão) CONTROLE CONCENTRADO A ADI genérica pode ser em Âmbito federal (STF) ou em âmbito estadual Competência (TJs);

Leia mais

Modelo esquemático de ação direta de inconstitucionalidade genérica EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

Modelo esquemático de ação direta de inconstitucionalidade genérica EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL Modelo esquemático de ação direta de inconstitucionalidade genérica EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL Legitimidade ativa (Pessoas relacionadas no art. 103 da

Leia mais

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE INTRODUÇÃO: o controle de constitucionalidade só é possível nos sistemas jurídicos em que vige uma Constituição escrita e rígida, pois é tão somente nesses sistemas jurídicos

Leia mais

CONTROLE CONCENTRADO

CONTROLE CONCENTRADO Turma e Ano: Direito Público I (2013) Matéria / Aula: Direito Constitucional / Aula 11 Professor: Marcelo L. Tavares Monitora: Carolina Meireles CONTROLE CONCENTRADO Ação Direta de Inconstitucionalidade

Leia mais

OAB 2ª Fase Direito Constitucional Modelos: Ações Constitucionais e Recursos Cristiano Lopes

OAB 2ª Fase Direito Constitucional Modelos: Ações Constitucionais e Recursos Cristiano Lopes OAB 2ª Fase Direito Constitucional Modelos: Ações Constitucionais e Recursos Cristiano Lopes 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. MODELOS: AÇÕES CONSTITUCIONAIS

Leia mais

Professora Chrystiane Mariz

Professora Chrystiane Mariz Professora Chrystiane Mariz -> CF, EC -> LC, LO, MP -> Atos da administração (ex: portarias) 1* Tratados internacionais sem ser de direitos humanos -> LC, LO, MP 2* Tratados internacionais de direitos

Leia mais

CAPÍTULO 1 QUESTÕES DE PROVA DE JUIZ DO TRABALHO

CAPÍTULO 1 QUESTÕES DE PROVA DE JUIZ DO TRABALHO CAPÍTULO 1 QUESTÕES DE PROVA DE JUIZ DO TRABALHO 1.1 COMENTÁRIOS INICIAIS DO CAPÍTULO ANÁLISE DA DISCIPLINA NAS PRO- VAS DE JUIZ DO TRABALHO A disciplina Direito Constitucional, como não poderia deixar

Leia mais

Controle de Constitucionalidade de normas pré-constitucionais

Controle de Constitucionalidade de normas pré-constitucionais Controle de Constitucionalidade de normas pré-constitucionais O Supremo Tribunal Federal possui o poder de decidir sobre a constitucionalidade das normas jurídicas que foram aprovadas antes da entrada

Leia mais

Faculdade Pitágoras de Ipatinga Campus Bom Retiro Direito Constitucional III

Faculdade Pitágoras de Ipatinga Campus Bom Retiro Direito Constitucional III 1. CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE 1.1. Noções gerais. 1.2. Espécies de inconstitucionalidade. 1.3. Teoria geral do controle de constitucionalidade. 1.4. Modelos de controle de constitucionalidade. 1.5.

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL X EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL X EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL O Tribunal de Justiça do Estado J julgou improcedente ação direta de inconstitucionalidade proposta pelo Prefeito do município W, tendo o acórdão declarado constitucional

Leia mais

Parágrafos do art. 102 Art. 103 (e seus parágrafos) Art. 103-A (e seus parágrafos) Art. 125, 2º

Parágrafos do art. 102 Art. 103 (e seus parágrafos) Art. 103-A (e seus parágrafos) Art. 125, 2º 1. Introdução OAB - 2012 A nossa Constituição de 1988 é classificada como uma constituição escrita (Constituições escritas são aquelas cujas normas estão reunidas em um só documento, solenemente promulgado

Leia mais

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA

UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA UNIVERSIDADE CANDIDO MENDES PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU AVM FACULDADE INTEGRADA CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE Por: Alexandre Solano Bastos Orientador Prof. Anselmo de Souza Rio de Janeiro 2012 2 UNIVERSIDADE

Leia mais

Nota sobre o objeto e o objetivo do livro. Nota sobre a forma de utilização do livro

Nota sobre o objeto e o objetivo do livro. Nota sobre a forma de utilização do livro Nota sobre o objeto e o objetivo do livro Nota sobre a forma de utilização do livro 1 Leitura ativa, xxv 2 Ensino participativo, xxvii 3 Utilização da bibliografia, xxviii Introdução - O que é "processo

Leia mais

SUMÁRIO AGRADECIMENTOS... 17. INTRODUÇÃO... 21 A importância da Lei na sociedade contemporânea... 21

SUMÁRIO AGRADECIMENTOS... 17. INTRODUÇÃO... 21 A importância da Lei na sociedade contemporânea... 21 STF00094362 SUMÁRIO NOTA DO AUTOR... 15 AGRADECIMENTOS... 17 LISTA DE ABREVIATURAS UTILIZADAS... 19 INTRODUÇÃO... 21 A importância da Lei na sociedade contemporânea... 21 CAPÍTULO 1 FUNDAMENTOS TEÓRICOS

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL. SIMULADO Prof. Cristiano Lopes

DIREITO CONSTITUCIONAL. SIMULADO Prof. Cristiano Lopes DIREITO CONSTITUCIONAL SIMULADO Prof. Cristiano Lopes SIMULADO DIREITO CONSTITUCIONAL 1. (FCC - 2013 - TRT - 18ª Região (GO) - Técnico Judiciário - Tecnologia da Informação) Analise o Art. 2, da Constituição

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL VII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL VII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL O Estado KWY editou norma determinando a gratuidade dos estacionamentos privados vinculados a estabelecimentos comerciais, como supermercados, hipermercados, shopping

Leia mais

02579887423 MI 4208 MANDADO DE INJUNÇÃO COLETIVO EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

02579887423 MI 4208 MANDADO DE INJUNÇÃO COLETIVO EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL A UNIÃO DOS ADVOGADOS PÚBLICOS FEDERAIS DO BRASIL UNAFE, pessoa jurídica de direito privado, sem fins econômicos, associação civil

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB EXAME DE ORDEM 2010/2 PROVA DISCURSIVA DIREITO CONSTITUCIONAL

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB EXAME DE ORDEM 2010/2 PROVA DISCURSIVA DIREITO CONSTITUCIONAL Questão 1 O Congresso Nacional aprovou e o Presidente da República sancionou projeto de lei complementar modifi cando arti gos do Código Civil, nos termos do art. 22, I da CRFB. Três meses após a entrada

Leia mais

Sentidos tradicionais de constituição. Preâmbulo. Constituição Sociológica. Constituição Sociológica. Constituição Jurídica. Constituição Jurídica

Sentidos tradicionais de constituição. Preâmbulo. Constituição Sociológica. Constituição Sociológica. Constituição Jurídica. Constituição Jurídica Preâmbulo Sentidos tradicionais de constituição 1) IRRELEVANCIA JURIDICA Natureza Jurídica do Preâmbulo? 2) PLENA EFICÁCIA CONSTITUIÇÃO SOCIOLÓGICA CONSTITUIÇÃO JURÍDICA CONSTITUIÇÃO POLÍTICA 3) TESE DA

Leia mais

COMPLEXO DE ENSINO SUPERIOR DE SANTA CATARINA CESUSC FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE FLORIANÓPOLIS FCSF NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO

COMPLEXO DE ENSINO SUPERIOR DE SANTA CATARINA CESUSC FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE FLORIANÓPOLIS FCSF NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO COMPLEXO DE ENSINO SUPERIOR DE SANTA CATARINA CESUSC FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE FLORIANÓPOLIS FCSF NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PÚBLICO JULIANA PASINATO Argüição de Descumprimento

Leia mais

NOVOS INSTRUMENTOS PERMITEM CONCRETIZAR DIREITOS HUMANOS NO STF E STJ

NOVOS INSTRUMENTOS PERMITEM CONCRETIZAR DIREITOS HUMANOS NO STF E STJ NOVOS INSTRUMENTOS PERMITEM CONCRETIZAR DIREITOS HUMANOS NO STF E STJ (Conjur, 10/12/2014) Alexandre de Moraes Na luta pela concretização da plena eficácia universal dos direitos humanos o Brasil, mais

Leia mais

- lei ordinária: regra - lei complementar: empréstimos compulsórios e contribuição para a seguridade social. - bitributação X bis in idem

- lei ordinária: regra - lei complementar: empréstimos compulsórios e contribuição para a seguridade social. - bitributação X bis in idem I. SISTEMA TRIBUTÁRIO NACIONAL 1. COMPETÊNCIA TRIBUTÁRIA - lei ordinária: regra - lei complementar: empréstimos compulsórios e contribuição para a seguridade social vide arts. 146 e 148 da CF vide arts.

Leia mais

Palavras-chave: Controle de constitucionalidade; efeitos; cobrança de tributação previdenciária de inativos.

Palavras-chave: Controle de constitucionalidade; efeitos; cobrança de tributação previdenciária de inativos. EFEITOS DAS DECISÕES JUDICIAIS ASSECURATÓRIAS DE PREVALÊNCIA DAS NORMAS CONSTITUCIONAIS: REPERCUSSÕES EM RELAÇÃO A DECISÃO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL NO TOCANTE A COBRANÇA DE TRIBUTAÇÃO PREVIDENCIÁRIA

Leia mais

SUMÁRIO PARTE I PRÁTICA CONSTITUCIONAL

SUMÁRIO PARTE I PRÁTICA CONSTITUCIONAL SUMÁRIO PARTE I PRÁTICA CONSTITUCIONAL PETIÇÃO INICIAL 1.1. Breve introdução 1.2. Requisitos da petição inicial 1.3. Emenda da petição inicial 1.4. Indeferimento da petição inicial 1.5. Características

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECLAMAÇÃO 15.309 SÃO PAULO RELATORA RECLTE.(S) PROC.(A/S)(ES) RECLDO.(A/S) ADV.(A/S) INTDO.(A/S) ADV.(A/S) : MIN. ROSA WEBER :MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO :PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO

Leia mais

Consultora Legislativa da Área I Direito Constitucional, Eleitoral, Municipal, Administrativo, Processo Legislativo e Poder Judiciário

Consultora Legislativa da Área I Direito Constitucional, Eleitoral, Municipal, Administrativo, Processo Legislativo e Poder Judiciário CRIAÇÃO DE MUNICÍPIOS. DECISÃO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL QUE SUSPENDEU, EM CARÁTER LIMINAR, A EMANCIPAÇÃO DO MUNICÍPIO DE PINTO BANDEIRA (ADIN N O 2.381-1) REGINA MARIA GROBA BANDEIRA Consultora Legislativa

Leia mais

AULA 07 E O8 CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

AULA 07 E O8 CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE AULA 07 E O8 CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE VII. CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE a) Controle nas constituições rígidas e escritas b) Sistemas de controle de constitucionalidade c) Tipos de controle d)

Leia mais

PLANO DE AULAS CURSO ONLINE PRINCIPAIS TEMAS PFN (GRUPO 1 + PROCESSO CIVIL)

PLANO DE AULAS CURSO ONLINE PRINCIPAIS TEMAS PFN (GRUPO 1 + PROCESSO CIVIL) PLANO DE AULAS CURSO ONLINE PRINCIPAIS TEMAS PFN (GRUPO 1 + PROCESSO CIVIL) Disciplina: Direito Constitucional Ravi Peixoto, Procurador Municipal. 10 (Dez) horas/aulas. 1 2 3 4 5 6 7 57:00m 54:00m 50:00m

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO Enunciado PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL - C003061 O Partido Político "Z", que possui apenas três representantes na Câmara dos Deputados, por entender presente a violação de regras da CRFB, o procura

Leia mais

O Controle da Constitucionalidade no Brasil

O Controle da Constitucionalidade no Brasil O Controle da Constitucionalidade no Brasil GILMAR MENDES I. Introdução. II. Controle de Constitucionalidade na Constituição de 1988 II.1. Controle Difuso de Constitucionalidade II.2. Controle Abstrato

Leia mais

ADI, ADC, ADO e ADPF. AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE (Med. Liminar) - 1946. Brasília, 27 de maio de 2014-18:23

ADI, ADC, ADO e ADPF. AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE (Med. Liminar) - 1946. Brasília, 27 de maio de 2014-18:23 Brasília, 27 de maio de 2014-18:23 ADI, ADC, ADO e ADPF AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE (Med. Liminar) - 1946 Origem: DISTRITO FEDERAL Entrada no STF: 21/01/1999 Relator: MINISTRO SYDNEY SANCHES Distribuído:

Leia mais

ACÓRDÃO. PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS Gabinete do Desembargador RAFAEL DE ARAÚJO ROMANO TRIBUNAL PLENO

ACÓRDÃO. PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAZONAS Gabinete do Desembargador RAFAEL DE ARAÚJO ROMANO TRIBUNAL PLENO TRIBUNAL PLENO Ação Direta de Inconstitucionalidade Autos n. 2008.005668-5 Requerente: Partido Socialista.Brasileiro -PSB Advogada: Flávia Manarte Hanna Relator: Desdor. Rafael de Araújo Romano EMENTA:

Leia mais

CRIAÇÃO DE MUNICÍPIOS APÓS A EDIÇÃO DA EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 15, DE 1996

CRIAÇÃO DE MUNICÍPIOS APÓS A EDIÇÃO DA EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 15, DE 1996 ESTUDO ESTUDO CRIAÇÃO DE MUNICÍPIOS APÓS A EDIÇÃO DA EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 15, DE 1996 JURISPRUDÊNCIA DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL E AVALIAÇÃO DA VIABILIDADE LEGISLATIVA DE SANEAMENTO DAS IRREGULARIDADES

Leia mais

AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE N. 239746-74.2014.8.09.0000 (201492397466) DES. ALAN S. DE SENA CONCEIÇÃO

AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE N. 239746-74.2014.8.09.0000 (201492397466) DES. ALAN S. DE SENA CONCEIÇÃO PARECER N. 2/388/2015 AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE N. 239746-74.2014.8.09.0000 (201492397466) REQUERENTE PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS REQUERIDO PREFEITO DO MUNICÍPIO DE ITUMBIARA

Leia mais

Ações do controle de constitucionalidade

Ações do controle de constitucionalidade Ações do controle de constitucionalidade * Conteúdo da aula: - Introdução: constitucionalismo e necessidade de um controle de constitucionalidade. - Classificações do controle de constitucionalidade -

Leia mais

Maratona Fiscal ISS Direito tributário

Maratona Fiscal ISS Direito tributário Maratona Fiscal ISS Direito tributário 1. São tributos de competência municipal: (A) imposto sobre a transmissão causa mortis de bens imóveis, imposto sobre a prestação de serviço de comunicação e imposto

Leia mais

12. Assinale a opção correta a respeito da composição e do funcionamento das juntas eleitorais.

12. Assinale a opção correta a respeito da composição e do funcionamento das juntas eleitorais. TRE-MT ANALIS. JUD. ADM CESPE 9. Assinale a opção correta com relação aos órgãos da justiça eleitoral. a) A justiça eleitoral é composta pelo Tribunal Superior Eleitoral ( TSE ), pelo TRE, na capital de

Leia mais

Título: A Importância da Hermenêutica no Sistema de Controle de Constitucionalidade

Título: A Importância da Hermenêutica no Sistema de Controle de Constitucionalidade Título: A Importância da Hermenêutica no Sistema de Controle de Constitucionalidade Área Temática: Sistemas Jurídicos (K) Autora: Maricy Franchini Cavalcanti Advogada pela Faculdade de Direito de Franca

Leia mais

AMANDA RESENDE DE SOUZA O AMICUS CURIAE NO CONTROLE DIFUSO DE CONSTITUCIONALIDADE

AMANDA RESENDE DE SOUZA O AMICUS CURIAE NO CONTROLE DIFUSO DE CONSTITUCIONALIDADE Centro Universitário de Brasília - UNICEUB Faculdade de Ciências Jurídicas e de Ciências Sociais FAJS AMANDA RESENDE DE SOUZA O AMICUS CURIAE NO CONTROLE DIFUSO DE CONSTITUCIONALIDADE Brasília 2012 AMANDA

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIX EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIX EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Determinado partido político, que possui dois deputados federais e dois senadores em seus quadros, preocupado com a efetiva regulamentação das normas constitucionais,

Leia mais

ATOS DO PODER EXECUTIVO. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso VI, alínea a, da Constituição,

ATOS DO PODER EXECUTIVO. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso VI, alínea a, da Constituição, ATOS DO PODER EXECUTIVO DECRETO N o 4.520, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2002 Dispõe sobre a publicação do Diário Oficial da União e do Diário da Justiça pela Imprensa Nacional da Casa Civil da Presidência da República,

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO CONTROLE

DIREITO ADMINISTRATIVO CONTROLE DIREITO ADMINISTRATIVO CONTROLE Atualizado em 12/11/2015 CLASSIFICAÇÕES E SISTEMAS DE CONTROLE CLASSIFICAÇÕES DO CONTROLE Quanto ao posicionamento do órgão controlador: Externo: exercido por um ente que

Leia mais

O controle de constitucionalidade na Constituição brasileira de 1988

O controle de constitucionalidade na Constituição brasileira de 1988 O controle de constitucionalidade na Constituição brasileira de 1988 Do modelo híbrido à tentativa de alteração para um sistema misto complexo Orione Dantas de Medeiros Sumário 1. Introdução. 2. Breve

Leia mais

Subseção I Disposição Geral

Subseção I Disposição Geral Subseção I Disposição Geral Art. 59. O processo legislativo compreende a elaboração de: I - emendas à Constituição; II - leis complementares; III - leis ordinárias; IV - leis delegadas; V - medidas provisórias;

Leia mais

Aspectos gerais do controle de constitucionalidade. Professor : Siddharta Legale

Aspectos gerais do controle de constitucionalidade. Professor : Siddharta Legale Aspectos gerais do controle de constitucionalidade Professor : Siddharta Legale LEITURA BÁSICA Bibliografia sugerida BARROSO, Luis Roberto. O controle de constitucionalidade no direito brasileiro. ASSSUMPÇÃO,

Leia mais

MED. CAUT. EM AÇÃO CAUTELAR 1.406-9 SÃO PAULO RELATOR

MED. CAUT. EM AÇÃO CAUTELAR 1.406-9 SÃO PAULO RELATOR MED. CAUT. EM AÇÃO CAUTELAR 1.406-9 SÃO PAULO RELATOR : MIN. GILMAR MENDES REQUERENTE(S) : PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA REQUERIDO(A/S) : UNIÃO ADVOGADO(A/S) : ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO REQUERIDO(A/S) :

Leia mais

E O IUS POSTULANDI NA JUSTIÇA DO TRABALHO, AINDA EXISTE???

E O IUS POSTULANDI NA JUSTIÇA DO TRABALHO, AINDA EXISTE??? E O IUS POSTULANDI NA JUSTIÇA DO TRABALHO, AINDA EXISTE??? Esta é uma antiga discussão que, até a presente data, perdura em hostes trabalhistas. Existe o ius postulandi na Justiça do Trabalho? A Carta

Leia mais

QUATRO PERGUNTAS E QUATRO RESPOSTAS SOBRE O AMICUS CURIAE *

QUATRO PERGUNTAS E QUATRO RESPOSTAS SOBRE O AMICUS CURIAE * QUATRO PERGUNTAS E QUATRO RESPOSTAS SOBRE O AMICUS CURIAE * Cassio Scarpinella Bueno SUMÁRIO: 1) O que é amicus curiae?; 2) O amicus curiae é previsto no direito brasileiro?; 3) Qual é a função primordial

Leia mais

WÉLIDA LUCIANA DOS SANTOS CERQUEIRA ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL E PRINCÍPIO DA SUBSIDIARIEDADE

WÉLIDA LUCIANA DOS SANTOS CERQUEIRA ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL E PRINCÍPIO DA SUBSIDIARIEDADE WÉLIDA LUCIANA DOS SANTOS CERQUEIRA ARGUIÇÃO DE DESCUMPRIMENTO DE PRECEITO FUNDAMENTAL E PRINCÍPIO DA SUBSIDIARIEDADE CURSO ORDEM JURÍDICA E MINISTÉRIO PÚBLICO BRASÍLIA 2009 WÉLIDA LUCIANA DOS SANTOS CERQUEIRA

Leia mais

http://www.saraivajur.com.br Direito Constitucional Sumário

http://www.saraivajur.com.br Direito Constitucional Sumário Sumário Noções de Teoria do Estado Formas de Controle da Constitucionalidade Organização dos Poderes Defesa do Estado Sistema Constitucional Tributário Roteiro em PDF Download Acrobat Reader Imprimir este

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE AULA PROFESSOR: Antonio Isidoro Piacentin Disciplina: Direito Constitucional II Etapa: ()1ª ( ) 2ª ( ) 3ª ( x ) 4ª Turmas: ( ) F ( ) G (x ) P 1. OBJETIVOS: 1.1. Oferecer aos alunos os conceitos

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ Curso: DIREITO CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ Data: /0/0 Unid. V Estudo de Casos Rubrica do Professor: Disciplina: PRÁTICA JURÍDICA CONSTITUCIONAL E ADMINISTRATIVA Valor: pontos Pontos obtidos: Professora:

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR PROCURADOR GERAL DA REPÚBLICA

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR PROCURADOR GERAL DA REPÚBLICA EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR PROCURADOR GERAL DA REPÚBLICA PA nº 1.36.000.000703/2008-95/GAB.01/PRTO Os Procuradores da República signatários, no cumprimento da determinação contida na CF/88, art. 127,

Leia mais

A Contratação de Empregados pelos Conselhos de Fiscalização Profissional. Lídio Lima Diretor Sefip 1ª Diat Julho - 2014

A Contratação de Empregados pelos Conselhos de Fiscalização Profissional. Lídio Lima Diretor Sefip 1ª Diat Julho - 2014 A Contratação de Empregados pelos Conselhos de Fiscalização Profissional Lídio Lima Diretor Sefip 1ª Diat Julho - 2014 O TCU e as entidades de Fiscalização Profissional A farta jurisprudência do TCU é

Leia mais

Marcas de Alto Renome: Novas Regras nos Tribunais

Marcas de Alto Renome: Novas Regras nos Tribunais Painel 13 Marcas de Alto Renome: Novas Regras nos Tribunais Márcia Maria Nunes de Barros Juíza Federal Notoriedade Código de Propriedade Industrial de 1971 (art.67): marca notória, com registro próprio,

Leia mais

O SENADO FEDERAL resolve:

O SENADO FEDERAL resolve: PROJETO DE RESOLUÇÃO DO SENADO Nº 27, DE 2015 Altera o inciso II do caput do art. 383 do Regimento Interno do Senado Federal para disciplinar, no âmbito das comissões, a arguição pública dos indicados

Leia mais

NOÇÕES DE JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL. Francisco Meton Marques de Lima

NOÇÕES DE JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL. Francisco Meton Marques de Lima NOÇÕES DE JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL Francisco Meton Marques de Lima Prof. da UFPI e da FAETE. Desembargador Federal do Trabalho. Doutor em Direito Constitucional pela UFMG. Mestre em Direito pela UFC.

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB XIII EXAME DE ORDEM DISCIPLINA: DIREITO CONSTITUCIONAL CÓDIGO: C003

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB XIII EXAME DE ORDEM DISCIPLINA: DIREITO CONSTITUCIONAL CÓDIGO: C003 DISCIPLINA: DIREITO CONSTITUCIONAL CÓDIGO: C003 DO PROGRAMA: PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL C003033 7. Controle de Constitucionalidade. 10. Dos direitos e garantias fundamentais O Presidente da República editou

Leia mais

Origem: DISTRITO FEDERAL Entrada no STF: 19/12/2007 Relator: MINISTRO MARCO AURÉLIO Distribuído: 19/12/2007 Partes: PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Origem: DISTRITO FEDERAL Entrada no STF: 19/12/2007 Relator: MINISTRO MARCO AURÉLIO Distribuído: 19/12/2007 Partes: PRESIDENTE DA REPÚBLICA Brasília, 27 de maio de 2014-18:18 ADI, ADC, ADO e ADPF - 19 Origem: DISTRITO FEDERAL Entrada no STF: 19/12/2007 Relator: MINISTRO MARCO AURÉLIO Distribuído: 19/12/2007 Partes: PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Leia mais

VOTO PROCESSO TC 2257/2013 PROTOCOLO TC 2013/128970

VOTO PROCESSO TC 2257/2013 PROTOCOLO TC 2013/128970 VOTO PROCESSO TC 2257/2013 PROTOCOLO TC 2013/128970 Considerando que a Lei Estadual n 6.417, de 26 de maio de 2008, com vigência retroativa a 1 de maio de 2008, dispõe sobre a revisão geral anual dos servidores

Leia mais

AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE DE LEIS MUNICIPAIS NA CONSTITUIÇÃO ESTADUAL DE SÃO PAULO ASPECTOS PROCESSUAIS RELEVANTES.

AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE DE LEIS MUNICIPAIS NA CONSTITUIÇÃO ESTADUAL DE SÃO PAULO ASPECTOS PROCESSUAIS RELEVANTES. AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE DE LEIS MUNICIPAIS NA CONSTITUIÇÃO ESTADUAL DE SÃO PAULO ASPECTOS PROCESSUAIS RELEVANTES. AGUIAR FILHO.JORGE ROBERTO VIEIRA 1 RESUMO. No presente trabalho, buscamos

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL O Partido Político "Z", que possui apenas três representantes na Câmara dos Deputados, por entender presente a violação de regras da CRFB, o procura para que, na

Leia mais

FUNCIONAMENTO DO CONGRESSO NACIONAL

FUNCIONAMENTO DO CONGRESSO NACIONAL FUNCIONAMENTO DO CONGRESSO NACIONAL - legislatura: tem duração de quatro anos e corresponde ao período que vai do início do mandato dos membros da Câmara dos Deputados até o seu término (art. 44, par.

Leia mais

DECISÕES INTERESSANTES SOBRE GREVE NO SERVIÇO PÚBLICO

DECISÕES INTERESSANTES SOBRE GREVE NO SERVIÇO PÚBLICO DECISÕES INTERESSANTES SOBRE GREVE NO SERVIÇO PÚBLICO MANDADOS DE INJUNÇÃO MI 702 EMENTA: MANDADO DE INJUNÇÃO. GARANTIA FUNDAMENTAL (CF, ART. 5º, INCISO LXXI). DIREITO DE GREVE DOS SERVIDORES PÚBLICOS

Leia mais

CONTROLE DA ADMINISTRAÇÃO

CONTROLE DA ADMINISTRAÇÃO CONTROLE DA ADMINISTRAÇÃO CONCEITO DE CONTROLE CONTROLE, EM TEMA DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, É A FACULDADE DE VIGILÂNCIA, ORIENTAÇÃO E CORREÇÃO QUE UM PODER, ÓRGÃO OU AUTORIDADE EXERCE SOBRE A CONDUTA FUNCIONAL

Leia mais

noções básicas de direito processual constitucional e a proteção dos direitos fundamentais

noções básicas de direito processual constitucional e a proteção dos direitos fundamentais Universidade regional do noroeste do estado do rio grande do sul unijuí vice-reitoria de graduação vrg coordenadoria de educação a distância CEaD Coleção Educação a Distância Série Livro-Texto Elenise

Leia mais

Antonio Henrique Lindemberg. 1 - Assinale a assertiva correta:

Antonio Henrique Lindemberg. 1 - Assinale a assertiva correta: Antonio Henrique Lindemberg 1 - Assinale a assertiva correta: a. Segundo a jurisprudência do Supremo Tribunal Federal, pode-se invocar validamente o princípio do direito adquirido em face das leis de ordem

Leia mais

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica

TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica TRABALHOS TÉCNICOS Divisão Jurídica AS FEDERAÇÕES SINDICAIS E A IMPORTÂNCIA DEA SUA PARTICIPAÇÃO COMO AMICUS CURIAE NAS AÇÕES DIRETAS DE NCONSTITUCIONALIDADE Orlando Spinetti Advogado INTRODUÇÃO Considerando-se

Leia mais

Tassos Lycurgo DIREITO CONSTITUCIONAL. Notas de Aula (Esboço) Docente: Prof. Dr. Tassos Lycurgo Website: www.lycurgo.org E-mail: TL@ufrnet.

Tassos Lycurgo DIREITO CONSTITUCIONAL. Notas de Aula (Esboço) Docente: Prof. Dr. Tassos Lycurgo Website: www.lycurgo.org E-mail: TL@ufrnet. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DEPARTAMENTO DE DIREITO PÚBLICO DIREITO CONSTITUCIONAL Notas de Aula (Esboço) Atualizada em: 18.10.06 Docente: Prof. Dr.

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO MARCO AURÉLIO, DIGNISSÍMO RELATOR

EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO MARCO AURÉLIO, DIGNISSÍMO RELATOR Signature Not Verified Assinado por ALEXANDRE DE MORAES em 31/01/2012 22:49:19.132-0200 Alexandre de Moraes EXCELENTÍSSIMO SENHOR MINISTRO MARCO AURÉLIO, DIGNISSÍMO RELATOR Autos: ADI 4638/DF A ANAMATRA

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIV EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIV EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL João e José são pessoas com deficiência física, tendo concluído curso de nível superior. Diante da abertura de vagas para preenchimento de cargos vinculados ao Ministério

Leia mais

Direito Constitucional Peças e Práticas

Direito Constitucional Peças e Práticas PETIÇÃO INICIAL RECLAMAÇÃO CONSTITUCIONAL ASPECTOS JURÍDICOS E PROCESSUAIS DA RECLAMAÇÃO Trata-se de verdadeira AÇÃO CONSTITUCIONAL, a despeito da jurisprudência do STF a classificar como direito de petição

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Com fundamento na recente Lei n. 1.234, do Estado Y, que exclui as entidades de direito privado da Administração Pública do dever de licitar, o banco X (empresa pública

Leia mais

Remédio constitucional ou remédio jurídico, são meios postos à disposição dos indivíduos e cidadão para provocar a intervenção das autoridades

Remédio constitucional ou remédio jurídico, são meios postos à disposição dos indivíduos e cidadão para provocar a intervenção das autoridades Remédio constitucional ou remédio jurídico, são meios postos à disposição dos indivíduos e cidadão para provocar a intervenção das autoridades competentes, visando sanar ilegalidades ou abuso de poder

Leia mais

DIVISÃO ESPACIAL DO PODER

DIVISÃO ESPACIAL DO PODER DIVISÃO ESPACIAL DO PODER FORMA DE ESTADO: UNITÁRIO 1. Puro: Absoluta centralização do exercício do Poder; 2. Descentralização administrativa: Concentra a tomada de decisões, mas avança na execução de

Leia mais

Outrossim, ficou assim formatado o dispositivo do voto do Mn. Fux:

Outrossim, ficou assim formatado o dispositivo do voto do Mn. Fux: QUESTÃO DE ORDEM Nos termos do art. 131 e seguintes do Regimento do Congresso Nacional, venho propor a presente QUESTÃO DE ORDEM, consoante fatos e fundamentos a seguir expostos: O Congresso Nacional (CN)

Leia mais

CURSO DE ENSINO À DISTÂNCIA EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL CONVÊNIO IDP/COC Sábados, das 09 às 12h

CURSO DE ENSINO À DISTÂNCIA EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL CONVÊNIO IDP/COC Sábados, das 09 às 12h 1 CURSO DE ENSINO À DISTÂNCIA EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL CONVÊNIO IDP/COC Sábados, das 09 às 12h Aula Data Disciplina Professor C/H 1 08 -nov-08 Aula Inaugural Profs. Gilmar Mendes Arruda Alvim Sérgio

Leia mais

AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO

AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO Procuradoria-Geral de Justiça EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS A PROCURADORA-GERAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS, no uso das atribuições

Leia mais

50 DICAS DE DIREITO CONSTITUCIONAL PARA O EXAME DE ORDEM - OAB

50 DICAS DE DIREITO CONSTITUCIONAL PARA O EXAME DE ORDEM - OAB 50 DICAS DE DIREITO CONSTITUCIONAL PARA O EXAME DE ORDEM - OAB Prof. Cristiano Lopes E-mail: prof.cristianolopes@gmail.com Fanpage: facebook.com/professorcristianolopes 50 DICAS DE DIREITO CONSTITUCIONAL

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL 1988 TÍTULO IV DA ORGANIZAÇÃO DOS PODERES CAPÍTULO I DO PODER LEGISLATIVO Seção II Das Atribuições do Congresso Nacional Art. 49. É da competência exclusiva

Leia mais

SABER DIREITO FORMULÁRIO

SABER DIREITO FORMULÁRIO Programa Saber Direito TV Justiça Outubro de 2010 Curso: Poder Constituinte Professor: André Alencar SABER DIREITO FORMULÁRIO TÍTULO DO CURSO PODER CONSTITUINTE PROFESSOR ANDRÉ ALENCAR TÍTULO Máximo de

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO CORREGEDOR-GERAL DA JUSTIÇA

EXCELENTÍSSIMO CORREGEDOR-GERAL DA JUSTIÇA LAFAYETTE GARClA NOVAES SOBRINHO EXCELENTÍSSIMO CORREGEDOR-GERAL DA JUSTIÇA Corregedor1a Geral da Justica Data' 29/1D/D8 15'46 Mat. 6136 Num:118083-CGJ/08 A ASSOCIAÇÃO DOS NOTÁRIOS E REGISTRADORES DO ESTADO

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB PADRÃO DE RESPOSTAS PEÇA PROFISSIONAL : Fábio é universitário, domiciliado no Estado K e pretende ingressar no ensino superior através de nota obtida pelo Exame Nacional, organizado pelo Ministério da

Leia mais

CURSO DE DIREITO. Argüição de Descumprimento de Preceito Fundamental

CURSO DE DIREITO. Argüição de Descumprimento de Preceito Fundamental CURSO DE DIREITO Argüição de Descumprimento de Preceito Fundamental Elaine Aparecida Galichio R.A. 441.374-1 Turma: 315-C Telefones: 3849-6789 e 9960-3401 e-mail: nanagalichio@zipmail.com.br Professora

Leia mais

N o 4.406/2014-AsJConst/SAJ/PGR

N o 4.406/2014-AsJConst/SAJ/PGR N o 4.406/2014-AsJConst/SAJ/PGR Arguição de descumprimento de preceito fundamental 292/DF Relator: Ministro Luiz Fux Requerente: Procuradoria-Geral da República Interessado: Ministério da Educação Arguição

Leia mais

Em revisão 15/05/2013 PLENÁRIO AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 3.609 ACRE VOTO

Em revisão 15/05/2013 PLENÁRIO AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 3.609 ACRE VOTO 15/05/2013 PLENÁRIO AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE 3.609 ACRE VOTO O EXMO. SR. MINISTRO DIAS TOFFOLI: Ação direta de inconstitucionalidade ajuizada pelo Procurador-Geral da República em face da Emenda

Leia mais

Controle de Constitucionalidade e Processo de Deliberação: Legitimidade, transparência e segurança jurídica nas decisões das cortes supremas

Controle de Constitucionalidade e Processo de Deliberação: Legitimidade, transparência e segurança jurídica nas decisões das cortes supremas Controle de Constitucionalidade e Processo de Deliberação: Legitimidade, transparência e segurança jurídica nas decisões das cortes supremas Gilmar Ferreira Mendes 1 O modelo brasileiro de controle de

Leia mais