CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS"

Transcrição

1 CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS Lista de Exercícios de Biologia / 3º ano Professor(a): RÔMULO Data: / FEV./2016. De sonhos e conquistas Aluno(a): 01 - (FATEC SP) Vírus de computador são programas que, geralmente, causam algum dano aos computadores. O técnico em Segurança da Informação precisa estar sempre atento para impedir a contaminação de sistemas por esses programas. De um modo geral, os vírus de computador contêm instruções que serão lidas pelo computador infectado e irão determinar que ele crie cópias desses programas e as espalhe para outras máquinas. A denominação vírus, dada a esses programas, deve-se à analogia que é possível estabelecer entre o modo de replicação deles e dos vírus biológicos. A analogia é possível, porque os vírus biológicos, para se multiplicar, a) fazem apenas a leitura das informações contidas no material genético das células infectadas. b) apresentam dependência apenas do metabolismo das células infectadas, não utilizando nenhuma de suas estruturas. c) não utilizam nenhuma substância ou estrutura das células infectadas, pois eles carregam tudo de que necessitam para essa finalidade. d) utilizam apenas a energia das células infectadas, pois carregam todas as estruturas necessárias para essa finalidade. e) induzem as células infectadas, a partir das informações contidas no material genético que eles carregam, a criar as suas cópias (UDESC SC) Com base na figura, em relação à reprodução viral, assinale (V) para verdadeira e (F) para falsa. ( ) A figura representa o ciclo lisogênico de um vírus. ( ) No ciclo lítico e lisogênico o DNA viral é incorporado ao DNA da célula hospedeira. ( ) Na etapa 2, o vírus insere seu material genético interrompendo o metabolismo bacteriano. ( ) Na etapa 3, ocorre a síntese de proteínas que irão compor os capsídeos. ( ) O ciclo lítico sempre resulta na morte da célula hospedeira. Assinale a alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo. a) V F F V V b) F V V V F c) F F V V V d) F V V F V e) V F V F V 03 - (Fac. de Ciências da Saúde de Barretos SP) A dengue, a AIDS e a gripe causada pelo H1N1 são viroses atualmente monitoradas pelos órgãos de saúde pública. Uma semelhança entre esses vírus está no fato de apresentarem RNA como material genético. Entretanto, o HIV, causador da AIDS, é considerado um retrovírus, pois a) utiliza seu RNA diretamente como mensageiro, ribossômico e transportador durante a infecção. b) converte seu RNA em DNA antes da contaminação.

2 c) contém uma enzima, a transcriptase reversa, para síntese de DNA a partir do RNA. d) modifica o genoma humano, convertendo o DNA em RNA. e) não depende dos processos celulares de transcrição do RNA e tradução de proteínas (UFG) O vírus H1N1, apesar de infectar as hemácias humanas, não consegue se multiplicar nessas células. Isso ocorre, principalmente, porque as hemácias são desprovidas de a) receptores celulares. b) transcriptase reversa. c) DNA cromossomial. d) DNA mitocondrial. e) capsídeos (PUC RJ) Os seres vivos são descendentes de um ancestral unicelular que surgiu há, aproximadamente, 4 bilhões de anos. Devido a sua ancestralidade comum, os organismos, com exceção dos vírus, compartilham algumas características não encontradas no mundo inanimado. a) Descreva as características compartilhadas pelos organismos. b) Quais são as exceções que levam os cientistas a terem dúvidas se os vírus podem ser classificados como seres vivos? 06 - (UECE) A palavra vírus vem do Latim virus que significa fluido venenoso ou toxina. Sobre os vírus biológicos, é correto afirmar-se que a) possuem como material genético exclusivamente o RNA. b) sífilis, raiva, tétano, sarampo, dengue, coqueluche e AIDS são todas doenças causadas por vírus. c) são incapazes de infectar plantas, pois são parasitas exclusivos de animais. d) são seres que não manifestam atividade biológica fora de células hospedeiras (UEG GO) Os vírus apresentam-se como agentes infecciosos que causam diversas doenças entre animais e plantas. Mediante sua importância, pesquisadores no mundo todo estudam os vírus, sua organização, reprodução, genética e evolução. Tendo como base as informações geradas a partir dessas pesquisas para caracterizar os vírus, responda ao que se pede: a) Os vírus podem ser considerados organismos vivos? Justifique a sua resposta. b) Cite duas doenças causadas por vírus (UFT) Avalie a figura abaixo e marque a alternativa que apresenta a sequência CORRETA. 1. A figura representa os ciclos lítico e lisogênico de um vírus. 2. O ciclo lítico está representado em I 3. No ciclo lisogênico o DNA viral é incorporado ao DNA da célula hospedeira; 4. O ciclo lítico não está relacionado com o rompimento da célula hospedeira; 5. O ciclo lisogênico sempre resulta em morte da célula hospedeira. a) 1-V, 2-V, 3-F, 4-F, 5-V b) 1-V, 2-V, 3-F, 4-F, 5-F c) 1-V, 2-V, 3-V, 4-V, 5-V

3 d) 1-V, 2-F, 3-F, 4-F, 5-V e) 1-V, 2-V, 3-V, 4-F, 5-F (UFRJ) Os gráficos a seguir apresentam o crescimento de uma espécie de bactéria e de um vírus bacteriófago em ciclo lítico, ambos em ambientes sem limitação de recursos. Identifique qual gráfico (A ou B) representa o crescimento das bactérias e qual representa o crescimento dos bacteriófagos. Justifique sua resposta (IFSP) Citologia é a parte da biologia que estuda as células, unidades básicas que formam os seres vivos. Sobre os tipos de células e organismos, é correto afirmar que a) os vírus são os organismos com células que contêm apenas membrana plasmática e DNA. b) as bactérias possuem células compostas basicamente por parede celular, membrana citoplasmática, citoplasma, ribossomos e material genético. c) as células procarióticas são mais simples do que as eucarióticas, mas possuem uma membrana envolvendo o núcleo. d) com exceção das plantas e algas, todos os outros seres vivos possuem células eucarióticas. e) a parede celular aparece em células de animais, fungos, plantas e bactérias, com diferenças na constituição química (UFTM MG) O esquema ilustra um tipo de reprodução que ocorre em certas bactérias. O mecanismo é conhecido como a) transformação, que resulta em modificação genética, podendo aumentar a chance de sobrevivência. b) permutação, que consiste na fusão de material genético diferente do original. c) transdução, que consiste em receber um segmento de DNA exógeno, resultando um ser transgênico. d) bipartição, que possibilita a formação de um indivíduo geneticamente mais complexo. e) conjugação, que aumenta a variabilidade genética das espécies que a realizam (UDESC SC) Assinale a alternativa incorreta referente às bactérias. a) A conjugação é a maneira pela qual as bactérias podem trocar material genético. b) O cromossomo bacteriano é circular e contém todos os gens essenciais à bactéria. c) Algumas bactérias transformam o nitrogênio atmosférico em compostos químicos assimiláveis pelos demais seres vivos. d) No grupo das arqueobactérias estão as bactérias halófilas, as metanogênicas e as termoacidófilas. e) As bactérias Staphylococcus apresentam um arranjo linear em forma de colar.

4 13 - (UFPB) O uso indiscriminado de antibióticos tem como consequência o aparecimento de superbactérias patogênicas, capazes de resistir a uma grande quantidade de antibióticos. As estruturas das células bacterianas, envolvidas nessa resistência a antibióticos, são os (as) a) paredes celulares. b) membranas celulares. c) flagelos. d) plasmídeos. e) mesossomos 14 - (UFBA) A figura ilustra mecanismos moleculares de resistência bacteriana a antibióticos, a saber: a) o recrutamento de uma enzima que destrói ou incapacita a droga; b) o uso de uma bomba no envoltório celular que expulsa a droga antes que ela aja; c) a substituição da proteína-alvo da droga por uma versão que a droga não reconhece. A partir da análise das informações, explique a resistência bacteriana a antibióticos, relacionando-a à estratégia reprodutiva do grupo (UEL PR) O tratamento de infecções bacterianas foi possível com a descoberta dos antibióticos, substâncias estas capazes de matar bactérias. Como exemplos de mecanismos de ação dos antibióticos, podemos citar: Ação I: inibe a enzima responsável pelo desemparelhamento das fitas do DNA. Ação II: inibe a ligação da RNA polimerase, DNA-dependente. Ação III: ao ligar-se a subunidade ribossomal inibe a ligação do RNA transportador. Quanto à interferência direta dessas ações nas células bacterianas, é correto afirmar: a) Ação I inibe a duplicação do DNA, impedindo a multiplicação da célula. b) Ação II inibe a tradução, interferindo na síntese de DNA bacteriano. c) Ação III inibe a transcrição do RNA mensageiro. d) Ações I e III inibem a síntese de ácidos nucleicos. e) Ações II e III inibem a síntese de proteínas bacterianas (UFTM MG) Os vírus, as clamídias e as riquétsias são considerados parasitas intracelulares obrigatórios. Embora sejam iguais nesse aspecto, pertencem a grupos diferentes. As duas últimas pertencem ao reino Monera. A respeito desses três seres, considere algumas afirmações: I. Todos dependem de uma célula hospedeira para se reproduzirem. II. Apresentam uma cápsula proteica e material genético e são providos de ribossomos. III. Podem causar doenças nos seres humanos. IV. Em termos evolutivos, os vírus precederam os seres de todos os reinos. Está correto apenas o que se afirma em a) I. b) I e III. c) II e III. d) II, III e IV.

5 e) I, II e IV (UEPB) Observe o esquema de uma célula bacteriana e assinale, em ordem crescente, a alternativa que identifica corretamente as estruturas numeradas. a) Mesossomo, ribossomos, nucleóide, fímbrias, cápsula. b) Mesossomo, plasmídeos, nucleóide, enzimas respiratórias, parede celular. c) Corpo basal, lisossomos, DNA, fímbrias, membrana plasmática. d) Mesossomo, plasmídeo, nucleóide, enzimas respiratórias, membrana plasmática. e) Mesossomo, ribossomos, nucleóide, membrana plasmática, parede celular (UFABC SP) Os desenhos representam microrganismos que apresentam características específicas e conseguem se reproduzir de modo peculiar. Analise-os e, em seguida, responda. a) Quais tipos de microrganismos estão representados pelas letras X e Z, respectivamente? b) O microrganismo X pode parasitar e destruir o microrganismo Z. Explique como isso pode ocorrer (UFC CE) Leia os termos do quadro abaixo, que constituirão as respostas da questão. Conjugação Transformação Plasmídeo Antibiótic o Transdução Pêlos sexuais Mutação Parede celular Analise as assertivas da primeira coluna, que versam sobre microrganismos, associe as expressões em negrito nelas contidas a um termo do quadro e transcreva-o para a coluna correspondente.

6 TEXTO: 1 - Comum à questão: 20 Linfoma É um tumor maligno do sistema linfático. Alguns fatores podem ser apontados como responsáveis pelo desenvolvimento dessa doença, como agentes químicos (herbicidas e pesticidas) e ainda pessoas portadoras do vírus Epstein-Barr, um herpes vírus humano (UNISA SP) Observe a micrografia. Esse microrganismo é o agente etiológico de úlceras pépticas em várias regiões do tubo digestório. Ele apresenta a) centríolos que darão origem aos flagelos, estruturas responsáveis pela locomoção da célula. b) mesossomos ou mitocôndrias rudimentares, responsáveis pela respiração celular. c) material genético circular não associado a histonas em contato com o hialoplasma. d) ribossomos, organoide responsável pela síntese proteica e associados a retículo endoplasmático. e) retículo endoplasmático não granuloso, responsável pela produção de lipídeos que alteram o ph do suco gástrico.

CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS

CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS Lista de Exercícios de Biologia / 2º ano Professor(a): RÔMULO Data: / AGOSTO./2016. De sonhos e conquistas Aluno(a): 01 - (FATEC SP) Vírus de computador são programas

Leia mais

BIOLOGIA LISTA DE EXERCÍCIOS DE BIOLOGIA DE VIRUS E BACTÉRIA

BIOLOGIA LISTA DE EXERCÍCIOS DE BIOLOGIA DE VIRUS E BACTÉRIA BIOLOGIA Prof. Fred LISTA DE EXERCÍCIOS DE BIOLOGIA DE VIRUS E BACTÉRIA 1. (UDESC SC/2011) Assinale a alternativa incorreta a respeito das características gerais dos vírus. a) Muitos vírus são específicos

Leia mais

Prof. Giovani - Biologia

Prof. Giovani - Biologia Prof. Giovani - Biologia 1.(UFRS) Tanto em uma célula eucarionte quanto em uma procarionte podemos encontrar: a) membrana plasmática e retículo endoplasmático. b) ribossomos e aparelho de Golgi. c) mitocôndrias

Leia mais

Célula Procarionte X Célula Eucarionte

Célula Procarionte X Célula Eucarionte Célula Procarionte X Célula Eucarionte Células procarióticas (grego protos, primitivo, e Karyon, núcleo) Núcleo antigo Surgimento a bilhões de anos atrás Bactérias e Cianobactérias (algas) Não apresenta

Leia mais

BIOLOGIA CITOLOGIA E DIVISÃOCELULAR PROF ESTEVAM

BIOLOGIA CITOLOGIA E DIVISÃOCELULAR PROF ESTEVAM BIOLOGIA CITOLOGIA E DIVISÃOCELULAR PROF ESTEVAM PADRÕES CELULARES 1) (VUNESP) Os procariontes diferenciam-se dos eucariontes porque os primeiros, entre outras características, a) não possuem material

Leia mais

Procariontes. Não possuem membrana nuclear. Unicelulares Constituídos por uma única célula

Procariontes. Não possuem membrana nuclear. Unicelulares Constituídos por uma única célula Reino Monera Denise Mello do Prado Biologia www.e-conhecimento.com.br Características Gerais Procariontes Não possuem membrana nuclear Unicelulares Constituídos por uma única célula Parede celular Diferentes

Leia mais

Listas exercícios Biologia- Prof. João Paulo Vírus

Listas exercícios Biologia- Prof. João Paulo Vírus Listas exercícios Biologia- Prof. João Paulo Vírus 01) (UERJ- 1º EXAME QUALIF./2010) A gripe conhecida popularmente como gripe suína é causada por um vírusinfluenza A. Esse tipo de vírus se caracteriza,

Leia mais

A disposição da vida na Terra

A disposição da vida na Terra Aula 01 A disposição da vida na Terra O que é a vida? Existe vida em outros planetas? Podemos viver sem o Sol? O nosso sistema solar possui os seguintes planetas: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte Júpiter,

Leia mais

O Reino MONERA se divide em: Filo Schizophyta (bactérias) Filo Cyanophyta (Cianobactérias ou cianofíceas ou popularmente algas azuis)

O Reino MONERA se divide em: Filo Schizophyta (bactérias) Filo Cyanophyta (Cianobactérias ou cianofíceas ou popularmente algas azuis) Reino Monera Reino Monera Os Moneras são seres vivos unicelulares e procariontes. A célula dos Moneras não apresenta organelas celulares membranosas. As únicas organelas celulares existentes no citoplasma

Leia mais

Exercícios de Autoduplicação, Transcrição e Tradução

Exercícios de Autoduplicação, Transcrição e Tradução Exercícios de Autoduplicação, Transcrição e Tradução 1. (UniFoa/2003) Imagine a seguinte situação hipotética: Um aluno precisa decifrar o código de uma enzima G1, que possui uma cadeia formada por seis

Leia mais

Características gerais

Características gerais Citoplasma Citoplasma Características gerais Um vertebrado é formado por dezenas de tipos de células. Citoplasma Características gerais Um vertebrado é formado por dezenas de tipos de células. Neurônio

Leia mais

A CÉLULA. Natércia Charruadas 2011. Biologia e Geologia 10º ano

A CÉLULA. Natércia Charruadas 2011. Biologia e Geologia 10º ano A CÉLULA Natércia Charruadas 2011 Biologia e Geologia 10º ano O entendimento dos processos biológicos depende do conhecimento da célula enquanto unidade fundamental da Vida. As dimensões das células, geralmente

Leia mais

Vírus. Colégio Estadual Julio de Castilhos Profª Msc. Brenda Fürstenau

Vírus. Colégio Estadual Julio de Castilhos Profª Msc. Brenda Fürstenau Vírus Colégio Estadual Julio de Castilhos Profª Msc. Brenda Fürstenau Introdução Vírus Muito pequenos para serem observados em micrsocopia óptica. Não podem ser cultivados fora de um organismo hospedeiro.

Leia mais

GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: ALUNO(a):

GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: ALUNO(a): GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: DISCIPLINA: SÉRIE: 1º ano ALUNO(a): Lista de Exercícios NOTA: No Anhanguera você é + Enem Questão 01) O núcleo é uma das mais importantes estruturas celulares pois, além de

Leia mais

Microbiologia Vír í u r s

Microbiologia Vír í u r s Microbiologia Vírus Vírus São conjuntos de genes capazes de se transferir de uma célula para outra e de direcionar a atividade das organelas celulares no sentido de reproduzi-los e transferi-lo para exterior

Leia mais

Professor: Paulo Disciplina: Biologia Campus Aquidauana CITOLOGIA

Professor: Paulo Disciplina: Biologia Campus Aquidauana CITOLOGIA Professor: Paulo Disciplina: Biologia Campus Aquidauana CITOLOGIA CITOLOGIA A área da Biologia que estuda a célula, no que diz respeito à sua estrutura e funcionamento. Kytos (célula) + Logos (estudo)

Leia mais

Genes. Informam para proteínas. Formam o GENOMA. Constituídas por monómeros: a.a. Codificados pelo código genético

Genes. Informam para proteínas. Formam o GENOMA. Constituídas por monómeros: a.a. Codificados pelo código genético SÍNTESE PROTEICA São fragmentos de DNA (bases azotadas) que informam para uma característica Formam o GENOMA Genes Constituem os cromossomas Informam para proteínas Constituídas por monómeros: a.a. Codificados

Leia mais

Fundamentos de GENÉTICA BACTERIANA

Fundamentos de GENÉTICA BACTERIANA Fundamentos de GENÉTICA BACTERIANA Prof. Dr. Cláudio Galuppo Diniz As bactérias possuem material genético, o qual é transmitido aos descendentes no momento da divisão celular. Este material genético não

Leia mais

Do D.N.A. à síntese proteica. Descoberta do D.N.A. e da sua estrutura

Do D.N.A. à síntese proteica. Descoberta do D.N.A. e da sua estrutura Do D.N.A. à síntese proteica Descoberta do D.N.A. e da sua estrutura Do DNA ao organismo! Para percorrer este caminho temos que responder à questão que se segue: Onde se localiza a informação genética?

Leia mais

Lista de Exercícios: Divisão Celular

Lista de Exercícios: Divisão Celular 1. (UNIFOR-CE) Em organismos unicelulares, divisão por mitose significa: a) Crescimento b) Regeneração c) Recombinação d) Reprodução e) Gametogênese 2. (FUVEST) Analise os eventos mitóticos relacionados

Leia mais

1. Entre as frases abaixo em relação à divisão celular por mitose, uma é incorreta. Aponte-a:

1. Entre as frases abaixo em relação à divisão celular por mitose, uma é incorreta. Aponte-a: Aula 07 Divisão Celular 1. Entre as frases abaixo em relação à divisão celular por mitose, uma é incorreta. Aponte-a: a) na metáfase, todos os cromossomos, cada um com duas cromátides, encontram-se no

Leia mais

Material de estudo. Série/Ano Turma(s) Turno Nota 7º A Vespertino. Disciplina: Ciências Professor(a): ALINY INOCÊNCIO Data Aluno (a): Nº

Material de estudo. Série/Ano Turma(s) Turno Nota 7º A Vespertino. Disciplina: Ciências Professor(a): ALINY INOCÊNCIO Data Aluno (a): Nº Polícia Militar do Estado de Goiás CPMG Nader Alves dos Santos Ano Letivo - 2016 Material de estudo Série/Ano Turma(s) Turno Nota 7º A Vespertino A CÉLULA A célula é a menor unidade estrutural básica do

Leia mais

Geralmente é arredondado e único por célula, mas existem núcleos com outras formas e células com mais de um núcleo

Geralmente é arredondado e único por célula, mas existem núcleos com outras formas e células com mais de um núcleo Núcleo Celular Geralmente é arredondado e único por célula, mas existem núcleos com outras formas e células com mais de um núcleo Núcleo Celular Algumas células não têm núcleo (são anucleadas), como as

Leia mais

FICHA (IN)FORMATIVA Nº 3 Biologia e Geologia Módulo 2. Célula

FICHA (IN)FORMATIVA Nº 3 Biologia e Geologia Módulo 2. Célula FICHA (IN)FORMATIVA Nº 3 Biologia e Geologia Módulo 2 A célula e o transporte transmembranar Célula Teoria celular a célula é a unidade estrutural e funcional de todos os organismos; as novas células formam-se

Leia mais

A Célula. Depois do aprimoramento desse instrumento tornou- se possível o estudo da célula. É a área da Biologia responsável pelo estudo da célula.

A Célula. Depois do aprimoramento desse instrumento tornou- se possível o estudo da célula. É a área da Biologia responsável pelo estudo da célula. A Célula Citologia É a área da Biologia responsável pelo estudo da célula. Microscópio Depois do aprimoramento desse instrumento tornou- se possível o estudo da célula. Elab.: Prof. Gilmar 2 Elab.: Prof.

Leia mais

Aula 8 Síntese de proteínas

Aula 8 Síntese de proteínas Aula 8 Síntese de proteínas As proteínas que podem ser enzimas, hormônios, pigmentos, anticorpos, realizam atividades específicas no metabolismo dos seres vivos. São produzidas sob o comando do DNA. Observe

Leia mais

A CÉLULA EUCARIÓTICA

A CÉLULA EUCARIÓTICA A CÉLULA EUCARIÓTICA ... A célula é a unidade básica, estrutural e funcional de todos os seres vivos... A maioria das células têm um tamanho de 10 a 100 micrômetros e formas variadas QUAIS AS DIFERENÇAS

Leia mais

Ácidos Nucléicos Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS. Paulo Dutra

Ácidos Nucléicos Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS. Paulo Dutra Ácidos Nucléicos Duplicação do DNA e Síntese de PROTEÍNAS Paulo Dutra ÁCIDOS NUCLEICOS Nucleotídeos É a unidade formadora dos ácidos nucléicos: DNA e RNA. É composto por um radical fosfato, uma pentose

Leia mais

COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS ÁCIDOS NUCLEICOS

COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS ÁCIDOS NUCLEICOS COMPOSIÇÃO QUÍMICA DOS ÁCIDOS NUCLEICOS Unidade básica dos Ácidos Nucleicos Existem apenas 4 bases em cada um dos ácidos nucleicos DNA DNA e RNA RNA Ácido fosfórico Ácido fosfórico Pentose Desoxirribose

Leia mais

LISTA - CICLOS DE VIDA - PROF. NETTO (3ª SÉRIES E EXTENSIVO) *** Gabarito Final da Lista ***

LISTA - CICLOS DE VIDA - PROF. NETTO (3ª SÉRIES E EXTENSIVO) *** Gabarito Final da Lista *** LISTA - CICLOS DE VIDA - PROF. NETTO (3ª SÉRIES E EXTENSIVO) *** Gabarito Final da Lista *** 1)Qual dos seguintes eventos ocorre no ciclo de vida de toda espécie com reprodução sexuada? a) Diferenciação

Leia mais

ESCOLA ADVENTISTA SANTA EFIGÊNIA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL

ESCOLA ADVENTISTA SANTA EFIGÊNIA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL ESCOLA ADVENTISTA SANTA EFIGÊNIA EDUCAÇÃO INFANTIL E ENSINO FUNDAMENTAL Rua Prof Guilherme Butler, 792 - Barreirinha - CEP 82.700-000 - Curitiba/PR Fone: (41) 3053-8636 - e-mail: ease.acp@adventistas.org.br

Leia mais

Exercícios de Respiração e Fermentação

Exercícios de Respiração e Fermentação Exercícios de Respiração e Fermentação Material de apoio do Extensivo 1. (UFV) Enquanto os organismos superiores utilizam a respiração aeróbia para obter energia, algumas bactérias e fungos utilizam a

Leia mais

Biologia A - Profª Laís Oya VÍRUS

Biologia A - Profª Laís Oya VÍRUS Biologia A - Profª Laís Oya VÍRUS VÍRUS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS ACELULARES AMETABÓLICOS PARASITAS INTRACELULARES OBRIGATÓRIOS ADAPTABILIDADE AO MEIO MUTAÇÕES ESPECÍFICOS HEREDITARIEDADE É UM SER VIVO????

Leia mais

Biologia. Questão 1. Questão 2. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor:

Biologia. Questão 1. Questão 2. Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Avaliação: Aluno: Data: Ano: Turma: Professor: Biologia Questão 1 (Fuvest 2002) Os vírus A. ( ) possuem genes para os três tipos de RNA (ribossômico, mensageiro e transportador), pois utilizam apenas aminoácidos

Leia mais

Ciências E Programa de Saúde

Ciências E Programa de Saúde Governo do Estado de São Paulo Secretaria de Estado da Educação Ciências E Programa de Saúde 10 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI PRAIA GRANDE - SP 0 A Educação sozinha não faz grandes mudanças, mas nenhuma grande

Leia mais

PROBLEMATIZAÇÃO Qual a unidade básica que forma o corpo do ser vivo? Como é possível estudar estruturas tão pequenas como as célula?

PROBLEMATIZAÇÃO Qual a unidade básica que forma o corpo do ser vivo? Como é possível estudar estruturas tão pequenas como as célula? PROBLEMATIZAÇÃO Qual a unidade básica que forma o corpo do ser vivo? Como é possível estudar estruturas tão pequenas como as célula? Quem foi o 1 o cientista a observar uma cél. no MO? Existe algum ser

Leia mais

Lista de Exercícios- Prof. João Paulo. Reino Monera

Lista de Exercícios- Prof. João Paulo. Reino Monera 01) (UFABC/2009) Lista de Exercícios- Prof. João Paulo Reino Monera A explosão demográfica no mundo pobre foi tão sensacional porque as taxas de nascimento básicas nesses países foram em geral muito mais

Leia mais

VÍRU R S U Colégio Mauá

VÍRU R S U Colégio Mauá Colégio Mauá VÍRUS O QUE É UM VÍRUS??? Vírus vem do latim = Veneno; São os únicos organismos acelulares, com organização apenas molecular, sendo formados por uma cápsula de proteínas (capsídeo) envolvendo

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 27 REINO MONERA

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 27 REINO MONERA BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 27 REINO MONERA Enzimas relacionadas à respiração e que estão ligadas à face interna da membrana plasmática Como pode cair no enem? (ENEM) O uso prolongado de lentes de contato,

Leia mais

Projeto de Recuperação Anual - 1ª Série (EM)

Projeto de Recuperação Anual - 1ª Série (EM) Projeto de Recuperação Anual 1ª Série (EM) Biologia 1 MATÉRIA A SER ESTUDADA Fascículo Genética 1 Exercícios Fixação, Aplicação e Aprofundamento. LISTA DE EXERCÍCIOS PARA ENTREGAR 1 O albinismo, a ausência

Leia mais

A síntese de DNA tem como objetivo replicar, de modo exato, o genoma. Já a síntese de RNA está relacionada com a própria expressão gênica.

A síntese de DNA tem como objetivo replicar, de modo exato, o genoma. Já a síntese de RNA está relacionada com a própria expressão gênica. A síntese de DNA tem como objetivo replicar, de modo exato, o genoma. Já a síntese de RNA está relacionada com a própria expressão gênica. O processo de síntese de RNA, a partir de um molde de DNA, é denominado

Leia mais

A SÍNTESE DE PROTEÍNAS NAS CÉLULAS

A SÍNTESE DE PROTEÍNAS NAS CÉLULAS Biologia > Citologia > Síntese Protéica> Alunos Prof. Zell (Biologia) A SÍNTESE DE PROTEÍNAS NAS 01. (VUNESP 03) CÉLULAS Considere o diagrama, que resume as principais etapas da síntese protéica que ocorre

Leia mais

1. O que é citoplasma e quais são suas subdivisões? 3. O que é citoesqueleto, do que ele é composto e qual sua função?

1. O que é citoplasma e quais são suas subdivisões? 3. O que é citoesqueleto, do que ele é composto e qual sua função? Estudo Dirigido: Citoplasma, Citoesqueleto, Citosol, Retículo Endoplasmático, Aparelho de Golgi, Lisossomos e Peroxissomos Disciplina: Biologia Celular e Molecular Docente: Profa. Dra. Marilanda Ferreira

Leia mais

2ª série do Ensino Médio tarde e Noite Profª Luciana Mollo VÍRUS UM GRUPO SEM REINO

2ª série do Ensino Médio tarde e Noite Profª Luciana Mollo VÍRUS UM GRUPO SEM REINO 2ª série do Ensino Médio tarde e Noite Profª Luciana Mollo VÍRUS UM GRUPO SEM REINO A virologia, ramo da ciência que estuda os vírus, teve seu início apenas no final do século XIX. Mesmo antes da descoberta

Leia mais

Engenharia Agronômica. Biologia Celular 1º Período

Engenharia Agronômica. Biologia Celular 1º Período Engenharia Agronômica Biologia Celular 1º Período Apresentação Introdução: Estrutura, funções e evoluções das células Cap. 01 (Junqueira e Carneiro) e Biologia das células (Amabis e Martho, UFRJ) videos\a

Leia mais

7ª série Ciências Naturais

7ª série Ciências Naturais 7ª série Ciências Naturais Lista de exercícios O homem vive em sociedade e dependem do ambiente para supri todas as suas necessidades. As grandes funções vitais são desempenhadas por sistemas orgânicos,

Leia mais

Estrutura Celular. Célula Animal

Estrutura Celular. Célula Animal Estrutura Celular Membrana Plasmática Hialoplasma(Citoplasma )& Citoesqueleto Parede Celular (exclusivo célula Vegetal) Núcleo Organelas celulares Célula Animal Hialoplasma Composição: 70 a 80% de água

Leia mais

MATRÍCULA: EXERCÍCIOS SOBRE CITOPLASMA. Questões objetivas. Considerando-se A a célula vegetal e B a célula animal, indique o que for correto.

MATRÍCULA: EXERCÍCIOS SOBRE CITOPLASMA. Questões objetivas. Considerando-se A a célula vegetal e B a célula animal, indique o que for correto. MATRÍCULA: Lista de Exercícios Biologia Geral e Evolução Código 120162 SOBRE CITOPLASMA Questões objetivas 1) (UEM-PR) Os itens de l a Vil, abaixo, referem-se a componentes da célula. Retículo endoplasmático

Leia mais

Exercício A. Tabuleiro Nº de folhas inicial Nº de folhas final (enraizadas e prontas para transplantar A 15 8 B 15 2 C 15 14 D 15 0

Exercício A. Tabuleiro Nº de folhas inicial Nº de folhas final (enraizadas e prontas para transplantar A 15 8 B 15 2 C 15 14 D 15 0 1 Exercício A 1.- Considera o seguinte procedimento experimental: 1. Marque 4 tabuleiros com as letras A, B, C e D e encha-os até metade da sua altura com uma mistura de turfa e granulado de esferovite.

Leia mais

Clonagem Molecular Patricia H. Stoco Edmundo C. Grisard

Clonagem Molecular Patricia H. Stoco Edmundo C. Grisard Universidade Federal de Santa Catarina Centro de Ciências Biológicas Programa de Pós Graduação em Biotecnologia e Biociências Clonagem Molecular Patricia H. Stoco Edmundo C. Grisard Desenvolvimento da

Leia mais

Aula 3 Organelas. Níveis de organização dos seres vivos: Observe, abaixo, a célula animal com as principais organelas. Citoplasma Membrana plasmática

Aula 3 Organelas. Níveis de organização dos seres vivos: Observe, abaixo, a célula animal com as principais organelas. Citoplasma Membrana plasmática Aula 3 Organelas Organelas ou organóides são estruturas encontradas no citoplasma celular com função específica, que auxiliam no seu funcionamento, como iremos descrever. Níveis de organização dos seres

Leia mais

Vírus - Caracterização Geral

Vírus - Caracterização Geral Noções de Vírus By Profª. Cynthia Vírus - Caracterização Geral Vírus = veneno ou fluído venenoso (Latim) Acelulares/ Partículas Infecciosas Composição química de nucleoproteínas (DNA ou RNA+Proteínas)

Leia mais

2. Entre os seres vivos ocorrem os tipos gamética, espórica e zigótica, de meiose, segundo o esquema:

2. Entre os seres vivos ocorrem os tipos gamética, espórica e zigótica, de meiose, segundo o esquema: 3º EM Biologia B Pedro Verdan Av. Trimestral 2 09/11/15 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos.

Leia mais

Biologia. ( ) centríolo (A) 2, 1, 3, 5, 6, 4. ( ) retículo endoplasmático (B) 2, 1, 3, 5, 4, 6. ( ) complexo de Golgi (C) 1, 6, 5, 3, 2, 4

Biologia. ( ) centríolo (A) 2, 1, 3, 5, 6, 4. ( ) retículo endoplasmático (B) 2, 1, 3, 5, 4, 6. ( ) complexo de Golgi (C) 1, 6, 5, 3, 2, 4 Biologia 21. Associe os números das estruturas celulares assinaladas no desenho com os respectivos nomes da coluna abaixo do desenho. A seguir, assinale a opção em que a seqüência coincida com o que foi

Leia mais

2. (Faculdade Albert Einstein 2016) O gráfico abaixo refere-se ao processo de divisão celular que ocorre durante a espermatogênese humana:

2. (Faculdade Albert Einstein 2016) O gráfico abaixo refere-se ao processo de divisão celular que ocorre durante a espermatogênese humana: 1. (Imed 2016) Suponha que uma determinada espécie de tartaruga possua 550 cromossomos no núcleo de uma célula do coração. Podemos supor, então, que quando essa célula entrar em mitose, serão geradas células

Leia mais

Biologia e Geologia Módulo 4 Meiose e ciclos celulares

Biologia e Geologia Módulo 4 Meiose e ciclos celulares FICHA (IN)FORMATIVA Nº 3 Biologia e Geologia Módulo 4 Meiose e ciclos celulares A reprodução sexuada distingue-se da assexuada pelo factio de cada descendente ser o resultado de uma fecundação, isto é,

Leia mais

Todos os procariontes são classificados ou no domínio Archaea ou no domínio Bactéria.

Todos os procariontes são classificados ou no domínio Archaea ou no domínio Bactéria. Tipos Celulares Básicos - Tanto as células procarióticas quanto as eucarióticas possuem membranas que definem as fronteiras da célula viva, e ambas contêm informações genéticas armazenadas no DNA. - As

Leia mais

Ribossomos e síntese protéica

Ribossomos e síntese protéica Ribossomos e síntese protéica SÍNTESE PROTÉICA DNA Transcrição RNA Tradução T A U T A U C G C G C G C G C C G C T A U G C G G C G O código genético é DEGENERADO PROTEÍNA Phe Ala Trp MAQUINARIA GENÉTICA

Leia mais

Biologia FUVEST 2001

Biologia FUVEST 2001 Q.01 "Humilhação dessas lombrigas / humilhação de confessá-las (...) / o que é pior: mínimo verme / quinze centímetros modestos (...) / enquanto Zé, rival na escola (...), / ele expeliu entre ohs! e ahs!

Leia mais

ORGANELAS CELULARES - PROF. GUSTA

ORGANELAS CELULARES - PROF. GUSTA 1. (Fuvest-SP) O esquema representa um corte de uma célula, observado ao microscópio eletrônico. Identifique as estruturas indicadas pelas setas e cite suas principais funções. 2. (UNICAMP) A figura a

Leia mais

Replicação do DNA e Cromossomos

Replicação do DNA e Cromossomos Replicação do DNA e Cromossomos Características básicas da replicação do DNA In Vivo É semiconservativa, Inicia-se em origens únicas Geralmente é bidirecional a partir de cada origem de replicação. A replicação

Leia mais

REINO MONERA. Características: Procariontes - Unicelulares ou coloniais - Representantes: bactérias e cianobactérias

REINO MONERA. Características: Procariontes - Unicelulares ou coloniais - Representantes: bactérias e cianobactérias Características: Procariontes - Unicelulares ou coloniais - Representantes: bactérias e cianobactérias GRUPO: EUBACTÉRIAS Autótrofas: Quimiossíntese e fotossíntese; Heterótrofas: Aeróbicas Anaeróbicas

Leia mais

Papel do Laboratório de Microbiologia no Diagnóstico Laboratorial: Orientações para a Prática e

Papel do Laboratório de Microbiologia no Diagnóstico Laboratorial: Orientações para a Prática e Papel do Laboratório de Microbiologia no Diagnóstico Laboratorial: Orientações para a Prática e Conduta. QUESTÕES DE PROVAS; CONTEÚDO DAS PRÓXIMAS AULAS; HORÁRIO DE ATENDIMENTO ON-LINE; blog do professor:

Leia mais

FICHA DE TRABALHO. 1. Analise os esquemas da Figura 1. A B C D E. Figura 1

FICHA DE TRABALHO. 1. Analise os esquemas da Figura 1. A B C D E. Figura 1 1. Analise os esquemas da Figura 1. A B C D E Figura 1 1.1. Ordene as letras de A a E, de modo a sequenciar os vários níveis de organização biológica. Inicie a ordenação pela unidade básica da vida. 2.

Leia mais

DISCIPLINA: Ciências da Natureza SÉRIE: 3º. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

DISCIPLINA: Ciências da Natureza SÉRIE: 3º. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: Mário Neto DISCIPLINA: Ciências da Natureza SÉRIE: 3º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais

Eucarioto: Organelas Celulares

Eucarioto: Organelas Celulares Universidade de São Paulo Escola de Engenharia de Lorena Departamento de Biotecnologia Curso: Engenharia Ambiental Componentes do Citoplasma Eucarioto Citosol: rico em água e susbstâncias (proteínas, íons,

Leia mais

C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O

C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O C O L É G I O F R A N C O - B R A S I L E I R O Nota: Nome: N.º: Turma: Professor(a): Ano: 7 º Data: / / 2014 PROVA DE RECUPERAÇÃO DE CIÊNCIAS (10,0 pontos) Instruções para a realização da avaliação: 1.

Leia mais

1) (Fuvest-SP) 2) (Mackenzie-SP) 3) (UDESC-SC) 4) (ENEM) 5) (UNIOESTE-PR)

1) (Fuvest-SP) 2) (Mackenzie-SP) 3) (UDESC-SC) 4) (ENEM) 5) (UNIOESTE-PR) 1) (Fuvest-SP) As mitocôndrias são consideradas as casas de força das células vivas. Tal analogia refere-se ao fato de as mitocôndrias: a) estocarem moléculas de ATP produzidas na digestão de alimentos.

Leia mais

Aula 6 Mitose. Fases da mitose. Prófase

Aula 6 Mitose. Fases da mitose. Prófase Aula 6 Mitose A mitose nos seres pluricelulares é responsável pelo crescimento, devido ao aumento do número de células e reposição das células mortas, por exemplo, a epiderme é renovada a cada 28 dias.

Leia mais

Ministérios da Saúde e do Trabalho e da Solidariedade

Ministérios da Saúde e do Trabalho e da Solidariedade Ministérios da Saúde e do Trabalho e da Solidariedade Portaria n.º 405/98 de 11 de Julho Documento Versão 1- Originária Cód. Documento 20201 O Decreto-Lei n.º 84/97, de 16 de Abril, que estabelece prescrições

Leia mais

Capítulo 2: ESTRUTURA CELULAR. Biologia I Prof. João

Capítulo 2: ESTRUTURA CELULAR. Biologia I Prof. João Capítulo 2: ESTRUTURA CELULAR Biologia I Prof. João Citologia ou Biologia Celular: Ramo da biologia responsável pelo estudo das células. Teoria celular: todos os seres vivos são formados por células, e

Leia mais

CÉLULA VEGETAL E PAREDE CELULAR

CÉLULA VEGETAL E PAREDE CELULAR Universidade Federal do Pampa Campus de São Gabriel Centro de Ciências Rurais Curso de Ciências Biológicas CÉLULA VEGETAL E PAREDE CELULAR Monitora: Rosangela Gonçalves Célula Vegetal As células vegetais

Leia mais

PROVA DE BIOLOGIA - 1998 Segunda Etapa

PROVA DE BIOLOGIA - 1998 Segunda Etapa PROVA DE BIOLOGIA - 1998 Segunda Etapa QUESTÃO 01 Bactérias foram colocadas para crescer em uma placa de Petri, que contém meio de cultura adequado. Posteriormente, as colônias que cresceram foram transferidas

Leia mais

É utilizada há vários séculos e baseia-se na selecção artificial para obter variedades de plantas com características vantajosas.

É utilizada há vários séculos e baseia-se na selecção artificial para obter variedades de plantas com características vantajosas. Reprodução selectiva tradicional É utilizada há vários séculos e baseia-se na selecção artificial para obter variedades de plantas com características vantajosas. Em cada geração, são promovidos os cruzamentos

Leia mais

DNA, o nosso código secreto

DNA, o nosso código secreto Ciências Naturais 9ºAno Texto de apoio DNA, o nosso código secreto Nome: Data: Imagina que poderias ter nas mãos uma célula e abrir o seu núcleo como se abre um baú. Lá dentro, encontrarias uma sequência

Leia mais

As bactérias são organismos unicelulares procarióticos e não apresentam núcleo ou organelas membranosas;

As bactérias são organismos unicelulares procarióticos e não apresentam núcleo ou organelas membranosas; REINO MONERA CAP. 6: ORGANIZAÇÃO INTERNA DA CÉLULA BATERIANA As bactérias são organismos unicelulares procarióticos e não apresentam núcleo ou organelas membranosas; As bactérias podem apresentar: + Nutrição:

Leia mais

Vírus, um grupo a parte.

Vírus, um grupo a parte. Vírus, um grupo a parte. Vírus, um grupo a parte. Estrutura típica de um vírus: 01)Observe a figura a seguir, onde está representado, esquematicamente, o vírus HIV e analise as proposições quanto à sua

Leia mais

3ª série LISTA: Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): BRUNO RAMELLO VÍRUS - UM DIA: MÊS: 02. Segmento temático: Turma: A ( ) / B ( )

3ª série LISTA: Ensino Médio. Aluno(a): Professor(a): BRUNO RAMELLO VÍRUS - UM DIA: MÊS: 02. Segmento temático: Turma: A ( ) / B ( ) LISTA: 01 3ª série Ensino Médio Professor(a): BRUNO RAMELLO Turma: A ( ) / B ( ) Aluno(a): Segmento temático: VÍRUS - UM GRUPO PARTICULAR DIA: MÊS: 02 2017 01 - (FPS PE) O Bacteriófago é um vírus bastante

Leia mais

ATIVIDADES. BC.08: Meiose BIOLOGIA. b) Qual é a função da estrutura cromossômica indicada pela seta na figura D?

ATIVIDADES. BC.08: Meiose BIOLOGIA. b) Qual é a função da estrutura cromossômica indicada pela seta na figura D? ATIVIDADES 1. (UEL 2006) Analise o gráfico a seguir. b) Qual é a função da estrutura cromossômica indicada pela seta na figura D? 3. (UFSC 2005-adaptada) A Mitose e a Meiose são importantes processos biológicos,

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA AVALIA BH 3º ANO ENSINO FUNDAMENTAL CIÊNCIAS DA NATUREZA

MATRIZ DE REFERÊNCIA AVALIA BH 3º ANO ENSINO FUNDAMENTAL CIÊNCIAS DA NATUREZA 3º ANO ENSINO FUNDAMENTAL Reconhecer a dependência dos seres vivos em relação aos componentes físicos e químicos da natureza. Identificar as principais características que definem um ser vivo. Relacionar

Leia mais

Biologia. Unicelulares e Multicelulares / Vírus. Professor Enrico Blota.

Biologia. Unicelulares e Multicelulares / Vírus. Professor Enrico Blota. Biologia Unicelulares e Multicelulares / Vírus Professor Enrico Blota www.acasadoconcurseiro.com.br Biologia ATÓTROFOS, HETERÓTROFOS, UNICELULARES, MULTICELULARES E VÍRUS Os seres vivos podem ser classificados

Leia mais

. a d iza r to u a ia p ó C II

. a d iza r to u a ia p ó C II II Sugestões de avaliação Ciências 7 o ano Unidade 4 5 Unidade 4 Nome: Data: 1. Em 1928, Alexander Fleming isolou a penicilina com base em culturas de fungos do gênero Penicilium. Primeiro antibiótico

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 39 MEIOSE

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 39 MEIOSE BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 39 MEIOSE Como pode cair no enem? (CESGRANRIO) Os esquemas 1 e 2 mostrados abaixo representam estágios funcionais do núcleo celular e estão relacionados com a divisão celular,

Leia mais

Biologia 1ª série. Profª Reisila Mendes

Biologia 1ª série. Profª Reisila Mendes Biologia 1ª série Profª Reisila Mendes Conceito e estrutura Os vírus são fragmentos não vivos de genoma, que evoluíram tanto a partir de bactérias como de eucariontes. Os vírus são os únicos organismos

Leia mais

- CAPÍTULO 10 - O citoplasma. Prof. Daniel Magalhães

- CAPÍTULO 10 - O citoplasma. Prof. Daniel Magalhães - CAPÍTULO 10 - O citoplasma Prof. Daniel Magalhães RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO FORMA Rede de membranas, estruturas tubulares e vesiculares achatadas, interligadas. Núcleo Membrana nuclear Bolsas do REG TIPOS

Leia mais

Mediada pelos linfócitos T (que possuem receptores específicos receptores T) Particularmente efectiva na defesa do organismo contra:

Mediada pelos linfócitos T (que possuem receptores específicos receptores T) Particularmente efectiva na defesa do organismo contra: Imunidade Celular Mediada pelos linfócitos T (que possuem receptores específicos receptores T) Particularmente efectiva na defesa do organismo contra: parasitas multicelulares; fungos; células infectadas

Leia mais

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 26 VÍRUS

BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 26 VÍRUS BIOLOGIA - 3 o ANO MÓDULO 26 VÍRUS Estrutura de um bacteriófago Proteína cabeça DNA cauda Proteínas cromossomo bacteriano Fago DNA Como pode cair no enem (MACKENZIE) O ser humano tem travado batalhas constantes

Leia mais

Noções básicas de hereditariedade. Isabel Dias CEI

Noções básicas de hereditariedade. Isabel Dias CEI Noções básicas de hereditariedade Os seres humanos apresentam características que os distinguem dos seres vivos de outras espécies mas também apresentam características que os distinguem dos outros indivíduos

Leia mais

Microrganismos e Doenças

Microrganismos e Doenças Microrganismos e Doenças 1. Os vírus não são considerados células porque: a) possuem somente um cromossomo e são muito pequenos. b) não possuem mitocôndrias e o retículo endoplasmático é pouco desenvolvido.

Leia mais

Vírus. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA

Vírus. Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA Vírus Leonardo Rodrigues EEEFM GRAÇA ARANHA Virologia Virologia. Ramo da Biologia que estuda os vírus e suas propriedades. Vírus é totalmente inerte fora da sua célula hospedeira; Dependem totalmente da

Leia mais

Menino ou menina? Exercício 1 Vamos lembrar então o que são genes e cromossomos. Volte à Aula 20 e dê as definições: a) Gene... b) Cromossomo...

Menino ou menina? Exercício 1 Vamos lembrar então o que são genes e cromossomos. Volte à Aula 20 e dê as definições: a) Gene... b) Cromossomo... A UU L AL A Menino ou menina? Quando um casal descobre que vai ter um filho, a primeira curiosidade é saber se nascerá um menino ou uma menina. Mas será que os futuros pais, ou mesmo as pessoas que não

Leia mais

Aula 25 Teorias da evolução

Aula 25 Teorias da evolução Aula 25 Teorias da evolução A grande variabilidade dos seres vivos e o grande número de espécies atuais, segundo a teoria evolucionista, originaram-se de espécies preexistentes mais simples, que evoluíram,

Leia mais

Divisão Celular. Grau crescente de complexidade da estrutura do cromossomo. Cromossomo metafásico

Divisão Celular. Grau crescente de complexidade da estrutura do cromossomo. Cromossomo metafásico Divisão Celular Grau crescente de complexidade da estrutura do cromossomo Cromossomo metafásico Intérfase Ciclo celular Mitose G1 G2 S Prófase Metáfase Anáfase Telófase Meiose Meiose I Meiose II Prófase

Leia mais

- CAPÍTULO 1 - INTRODUÇÃO À BIOLOGIA

- CAPÍTULO 1 - INTRODUÇÃO À BIOLOGIA - CAPÍTULO 1 - INTRODUÇÃO À BIOLOGIA 1. Quais são os elementos encontrados, geralmente, em maior quantidade no corpo dos seres vivos? 2. Todos os seres vivos, com exceção dos vírus, são compostos por células.

Leia mais

2. (Ufrgs 2016) O quadro abaixo refere-se aos mecanismos de transporte através da membrana.

2. (Ufrgs 2016) O quadro abaixo refere-se aos mecanismos de transporte através da membrana. 1. (Ufjf-pism 1 2016) Para manter as diferenças entre as concentrações interna e externa dos íons sódio (Na + ) e potássio (K + ), proteínas presentes na membrana plasmática atuam como bombas de íons capturando

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UFRJ 2008 2ª fase

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UFRJ 2008 2ª fase 1- Na China, os pulgões da espécie Toxoptera aurantii causam grandes prejuízos às plantações de Chá Preto (Camellia sinensis). O gráfico a seguir mostra os resultados de duas experiências, feitas em laboratório,

Leia mais

A Química da Vida. Anderson Dias Felipe Knak

A Química da Vida. Anderson Dias Felipe Knak A Química da Vida Anderson Dias Felipe Knak A ÁGUA NAS CÉLULAS A água é imprescindível à vida dos indivíduos, independendo da espécie, idade, metabolismo e/ou grupo celular. A água exerce função de transporte

Leia mais

Reino Monera. PROF.º EUDINEY PIFFER eudineypiffer@gmail.com

Reino Monera. PROF.º EUDINEY PIFFER eudineypiffer@gmail.com Reino Monera PROF.º EUDINEY PIFFER eudineypiffer@gmail.com As bactérias são os menores organismos e os mais numerosos. A estrutura celular bacteriana é mais complexa do que supõem-se geralmente. exibem

Leia mais

PROPRIEDADES GERAIS DOS VIRUS. Charlotte Marianna Hársi

PROPRIEDADES GERAIS DOS VIRUS. Charlotte Marianna Hársi PROPRIEDADES GERAIS DOS VIRUS Charlotte Marianna Hársi ICB-USP 2009 H1N1 poliomielite Vírus? HIV meningite Dengue resfriados Influenza ebola gastrenterite Febre amarela hepatite sarampo herpes catapora

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO

EXERCÍCIOS DE REVISÃO EXERCÍCIOS DE REVISÃO 6º ano Componente Curricular: Geografia Espaço Geográfico; Lugar; Paisagem; Orientação e localização; Conteúdos: Forma e Movimentos da Terra; Mapas e cartografia; Coordenadas Geográficas;

Leia mais