O mercado de trabalho na Região Metropolitana de Salvador: uma análise retrospectiva de 2009 e as perspectivas para 2010

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O mercado de trabalho na Região Metropolitana de Salvador: uma análise retrospectiva de 2009 e as perspectivas para 2010"

Transcrição

1 ENCONTROS DE ATUALIDADES ECONÔMICAS O mercado de trabalho na Região Metropolitana de Salvador: uma análise retrospectiva de 2009 e as perspectivas para 2010 Prof. Dr. Laumar Neves de Souza

2 Diagrama do Fluxo Circular Firmas Receita Venda de bens e serviços Mercado de bens e serviços Consumo Compra de bens e serviços Indivíduos Insumos de produção Salários, aluguéis, lucro Mercado de fatores de produção Trabalho, terra, capital Renda

3 Projeção PIB mundo, Taxa de crescimento: , ,7 3,6 8,7 10,0 7,7 5,6 4,7 3,9 2,1 2,1 6,0-2,5-4,0 1,0-5,3-0,4-0,8-3,2-9,0 EUA UNIÃO EUROPEIA JAPÃO RÚSSIA CHINA ÍNDIA Fonte: FMI Elaboração: CAC - SEI BRASIL MUNDO DESENVOLVID OS EMERGENTES

4 Desempenho das economias brasileira e baiana

5 O PIB cresceu 2,0% no quarto trimestre. Este resultado frustrou as expectativas, principalmente, do governo, mas mostra uma economia crescendo de maneira mais equilibrada e sem pressões inflacionárias de curto prazo. Essa recuperação também m se refletiu no mercado de trabalho, que fechou o ano de 2009 com geração de empregos formais. Em 2010, até fevereiro o país s já j acumula saldo de em empregos gerados.

6 As exportações e os investimentos ainda se encontram deprimidos, quando comparados aos níveis de Porém, já j se percebe uma tendência de recuperação dos investimentos, reflexo da confiança dos empresários rios na economia brasileira.

7 A Bahia manteve crescimento positivo do PIB, desemprego em queda e geração expressiva de empregos formais, com perspectivas de crescimento robusto em As perspectivas para 2010 são otimistas, com projeções de crescimento do PIB oscilando entre 5% e 6%.

8 PIB e principais setores (%): Brasil 4º Tri./2008 4º Tri./2009 Agropecuária Indústria Serviços Vapb PIB 1,7 4,0 1,9 1,7 2 2,1 4,6 0,6 0,8 3,9 4,3-2,8-4,4-4,6-2,5-1,8-1,3-1,1-2,1-1,6-1,2-6,9-9 -8,6 Fonte: IBGE Elaboração: SEI-CAC *Trimestre em relação ao trimestre do ano anterior 2008.IV 2009.I 2009.II 2009.III 2009.IV

9 Componentes da Demanda: Taxa (%) do trimestre em relação ao mesmo trimestre do ano anterior 1º Tri./2009 4º Tri./ ,7 5 4,3 1,5 4,9 3,9 4,3 3,9 3,6 3,0 1,6 2, ,1-1,6-1,2-4, ,5-14,2-16,0-10,1-11,4-15,4-15,8-15,8-16,5-20 PIB Consumo das Famílias Consumo da Administração Pública FBCF Exportação de Bens e Serviços Importação de Bens e Serviços 2009.I 2009.II 2009.III 2009.IV Fonte: IBGE

10 Produto Interno Bruto: Brasil x Bahia 1º Tri./2008 4º Tri./2009 4,2 6,1 7,6 6,2 7,1 4,8 7,2 4,3 (%) 1,3 1,3-1,6-0,5-2,1-0,7-1,6-1, I 2008.II 2008.III 2008.IV 2009.I 2009.II 2009.III 2009.IV Fonte: IBGE Elaboração: CAC - SEI BAHIA BRASIL

11 Comportamento do mercado de trabalho metropolitano

12 Taxas Globais de Participação, RMS /1997 a / ,0 62,3 62,4 62,4 62,0 61,8 61,8 61,0 60,8 61,0 60,8 60,2 60,4 60,0 59,8 59,0 59,0 58,9 58,0 58,1 57,0 56,0 55, Fonte: PED/RMS

13 Taxas de Desemprego, Segundo Tipo RMS Em % 21,6 24,9 27,7 26,6 27,5 27,3 28 Total Aberto Oculto 25,5 24,4 23,6 21,7 20,3 19, Fonte: PED/RMS

14 Variação Anual da População Economicamente Ativa e dos Ocupados Região Metropolitana de Salvador (RMS) PEA Ocupados 7,0 6,0 5,8 6,3 5,0 4,0 3,0 2,0 1,0 0,0 1,0 2,0 4,8 4,5 4,2 4,1 3,5 3,7 3,7 2,9 3,1 2,7 2,9 3 2,7 2,2 1,9 1,3 1,5 1,2 0,9 0, ,8 1,4 Fonte: PED/RMS

15 Índices do Emprego, do Rendimento Médio Real e da Massa de Rendimento Real dos Ocupados RMS Base: 1998 = ,3 105,0 100,0 99,2 92,1 100,0 97,3 98,3 124,2 120,6 115,1 112,0 104,5 101,0 102,194,1 92,9 92,7 91,7 91,2 87,9 83,7 84,1 84,2 81,7 139,6 141,3 135,9 127,9 107,7 137,1 134,2 119,5 96,1 97, Emprego Rendimento Médio Real Massa de Rend. Real Fonte: PED/RMS

16 Taxas de Desemprego Total, RMS /2008 a / ,0 20,9 21,0 20,8 20,8 20,6 20,4 20,0 19,8 19,9 19,7 20,4 20,1 20,5 19,9 19,8 19,4 19,4 15,0 10,0 5,0 0,0 Fonte: PED/RMS 21,6 21,3 20,9 20,0 19,4 18,7 17,8 17,0 17,7 Outubro Novembro Dezembro 2010 Agosto Setembro Julho Junho 2008 Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro 2009 Fevereiro Março Abril Maio

17 Taxas de Desemprego Total, RMS /1997 a / ,0 25,0 24,4 26,6 25,1 26,9 26,9 26,0 24,8 23,7 22,4 22,1 20,0 20,4 19,8 19,4 17,7 15,0 10,0 5,0 0, Fonte: PED/RMS

18 Estimativa da População Desempregada, RMS /2008 a / Fonte: PED/RMS Outubro Novembro Dezembro 2010 Agosto Setembro 2008 Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro 2009 Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho

19 Índices do Nível de Ocupação, por Posição na Ocupação, RMS /2009 a /2010 Posição na Ocupação Períodos Assalariados Total Setor Privado Total de Total Com Carteira Sem Carteira autônomos Assinada Assinada Setor Público ,9 184,9 211,0 120,2 115,3 121,0 Fevereiro 164,3 186,4 212,7 121,1 114,7 122,1 Março 164,6 185,1 210,6 121,9 118,6 118,1 Abril 166,9 185,9 213,4 117,5 124,3 114,8 Maio 165,3 185,1 214,1 113,2 120,9 110,7 Junho 166,7 187,4 216,6 114,9 119,2 112,9 Julho 165,5 185,6 213,4 116,7 119,8 117,3 Agosto 167,2 187,9 217,0 115,8 120,3 119,6 Setembro 168,3 190,9 218,7 121,9 116,9 120,7 Outubro 171,8 194,7 222,6 125,4 120,3 122,5 Novembro 172,5 195,7 220,8 133,3 119,2 125,5 Dezembro 177,4 200,8 230,0 128,1 123,7 127, ,8 201,0 232,5 122,8 118,6 124,0 Fonte: PED/RMS

20 Estimativa da População Ocupada, RMS /2008 a / Fonte: PED/RMS Setembro Outubro Novembro Dezembro 2010 Agosto Julho Junho Abril Maio 2008 Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro 2009 Fevereiro Março

21 Variação em 12 meses do Nível de Ocupação, por Setores de Atividade, Regiões Metropolitanas e Distrito Federal de 2010/ de ,0 2,0 0,0-2,0-4,0-6,0-8,0-10,0-12,0-14,0 TOTAL Belo Horizonte Total Indústria Comércio Serviços Const.Civil Distrito Federal Porto Alegre Recife Salvador São Paulo Total 1,9 2,4 4,7 0,9 3,1 3,5 1,2 Indústria -0,6-4,5-8,5-2,6-5,0 5,5 0,6 Comércio -0,5-1,8 7,2-1,9-4,3-0,8 0,0 Serviços 2,7 5,1 6,3 2,1 6,1 5,4 0,6 Const.Civil 8,7 7,9 3,5 14,4 10,8 18,9 6,3 Fonte: PED/RMS

22 Rendimento Médio Real dos Ocupados, Regiões Metropolitanas e Distrito Federal, Dezembro de Em reais de dezembro de TOTAL Belo Horizonte Distrito Federal Porto Alegre Recife Salvador São Paulo Dez-09/Nov-09 1,2-0,3-0,6 1,1-0,6-0,4 2,3 Dez-09/Dez-08 1,8 2,6-2,7 4,3 1,9 0,5 2,2 Fonte: PED/RMS

23 Comportamento do emprego formal

24 Evolução do Saldo Anual de Emprego Celetista Bahia 2000 a Fonte: MTE/Caged Lei 4.923/65. Dados sistematizados pela SEI/Dipeq/Copes

25 Evolução do Saldo Mensal de Emprego Celetista, Bahia 2008 e Fevereiro M arço Abril M aio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Fonte: MTE/Caged Lei 4.923/65. Dados sistematizados pela SEI/Dipeq/Copes

26 Evolução do Saldo Mensal de Emprego Celetista, Bahia 2008 e 2009 Especificação Anos Variação (2009/2008) Absoluta Relativa (%) Brasil ,5 Região Nordeste ,7 Bahia ,9 Bahia no Brasil (%) 2,8 7,2 - - Bahia no Nordeste (%) 20,1 31,3 - - Fonte: MTE/Caged Lei 4.923/65. Dados sistematizados pela SEI/Dipeq/Copes.

27 Comportamento do Mercado de Trabalho Formal, Segundo os Totais de Admissões, Desligamentos e o Saldo - Unidades da Federação Brasil 2008 e Unidades da Federação Total de admissões Total de desligamentos Saldo Classificação no ano Total de admissões Total de desligamentos Saldo Classificação no ano São Paulo Minas Gerais Rio de Bahia Paraná Ceará Rio Grande do Sul Santa Catarina Pernambuco Goiás Rondônia Espírito Santo Distrito Federal Paraíba Mato Grosso do Sul Piauí Sergipe Alagoas Pará Mato Grosso Rio Grande do Norte Tocantins Acre Roraima Amapá Amazonas Maranhão Fonte: MTE/Caged Lei 4.923/65. Dados sistematizados pela SEI/Dipeq/Copes.

28 Evolução do Saldo Mensal de Emprego Celetista Regiões Metropolitanas 2008 e , , , , , , ,0 0,0 São Paulo Rio de Fortaleza Belo Horizonte Salvador Recife Porto Alegre Curitiba Belém Fonte: MTE/Caged Lei 4.923/65. Dados sistematizados pela SEI/Dipeq/Copes

29 Comportamento do Mercado de Trabalho Formal, Segundo os Totais de Admissões, de desligamentos e Saldo, Bahia, RMS e Interior do Estado 2008 e 2009 Área geográfica Total de admissões Total de desligamentos (Admitidosdesligados) Saldo 2008 Bahia ,0 RMS ,8 Interior , Bahia ,0 RMS ,2 Interior ,8 Fonte: MTE/Caged Lei 4.923/65. Dados sistematizados pela SEI/Dipeq/Copes. %

30 Comportamento do Emprego Formal, segundo o Setor de Atividade Econômica, Bahia 2008 e 2009 Setor de atividade econômica Serviços ,79 Comércio ,73 Indústria de Transformação ,34 Construção Civil ,23 Administração Pública ,53 Extrativa Mineral ,38 Serviços Industriais de Utilidade Pública ,11 Agropecuária ,03 Total , Setor de atividade econômica Total de admissões Total de admissões 2008 Total de desligamentos Total de desligamentos Serviços ,03 Construção Civil ,26 Comércio ,54 Indústria de Transformação ,72 Serviços Industriais de Utilidade Pública ,87 Extrativa Mineral ,31 Administração Pública ,04 Agropecuária ,61 Total ,30 Fonte: MTE/Caged Lei 4.923/65. Dados sistematizados pela SEI/Dipeq/Copes. Saldo Saldo Variação % no estoque Variação % no estoque

31 Evolução do Saldo de Empregos Formais, Bahia, a Outubro de Fevereiro Fonte: MTE/Caged Lei 4.923/65. Dados sistematizados pela SEI/Dipeq/Copes

32 Saldo do Emprego Formal, Bahia, Fevereiro/2009 e Fevereiro/ Fonte: MTE/Caged Lei 4.923/65. Dados sistematizados pela SEI/Dipeq/Copes

33 Saldo Acumulado do Emprego Formal, Bahia a Fevereiro/2009 e a Fevereiro/2010 Fonte: MTE/Caged Lei 4.923/65. Dados sistematizados pela SEI/Dipeq/Copes

34 Comportamento do Mercado de Trabalho Formal, por Saldos das Regiões Metropolitanas, /2010 e a Fevereiro/ São Paulo Belo Horizonte Curitiba Porto Alegre Salvador Rio de Recife Fortaleza Belém fev/ Acumulado do ano Fonte: MTE/Caged Lei 4.923/65. Dados sistematizados pela SEI/Dipeq/Copes

35 Saldo do Emprego Formal, Estados do Nordeste Fevereiro/ BAHIA CEARA MARANHAO SERGIPE PIAUI Fonte: MTE/Caged Lei 4.923/65. Dados sistematizados pela SEI/Dipeq/Copes PARAIBA R GRANDE DO NORTE PERNAMBUCO ALAGOAS

36 Saldo Acumulado do Emprego Formal, Estados do Nordeste Fevereiro/ BAHIA CEARA SERGIPE MARANHAO PIAUI PERNAMBUCO PARAIBA R GRANDE DO NORTE Fonte: MTE/Caged Lei 4.923/65. Dados sistematizados pela SEI/Dipeq/Copes ALAGOAS

37 Comportamento do Mercado de Trabalho Formal, Bahia Fevereiro/2010 e a Fevereiro/2010 Área Geográfica Admitidos Desligados Saldo Relativo (%) Variação (%) Absoluto Fev Bahia ,0 0,42 RMS ,8 0,48 Interior ,2 0,35 Saldo Variação Admitidos Desligados Relativo Área Geográfica (%) Absoluto (%) Jan.-fev Bahia ,0 1,43 RMS ,2 1,49 Interior ,8 1,36 Fonte: MTE/Caged Lei 4.923/65. Dados sistematizados pela SEI/Dipeq/Copes

38 Comportamento do Emprego Formal, por Setor de Atividade Econômica, Bahia - Fevereiro/2010 e a Fevereiro/2010 Fev Jan.-Fev Municípios Admitidos Desligados Saldo Variação (%) Admitidos Desligados Saldo Variação (%) Maiores Saldos Salvador , ,07 Feira de Santana , ,72 Lauro de Freitas , ,16 Camaçari , ,82 Itapetinga , ,06 Vitória da Conquista , ,82 Cruz das Almas , ,43 Correntina , ,25 Barreiras , ,07 Dias D`Ávila , ,23 Fev Jan.-Fev Municípios Admitidos Desligados Saldo Variação (%) Admitidos Desligados Saldo Variação (%) Menores Saldos Maragogipe , ,06 Una , ,31 Santo Antonio de Jes , ,33 Livramento de Nossa , ,01 Campo Formoso , ,45 Casa Nova , ,85 Teixeira de Freitas , ,37 Mata de São João , ,94 Juazeiro , ,35 Ipiaú , ,41 Fonte: MTE/Caged Lei 4.923/65. Dados sistematizados pela SEI/Dipeq/Copes

39 Comportamento do Emprego Formal, por Setor de Atividade Econômica, Bahia - Fevereiro/2010 e a Fevereiro/2010 Atividade Econômica Admitidos Desligados Fev Saldo Variação (%) Construção Civil ,00 Indústria de Transformação ,72 Comércio ,39 Serviços ,20 Extrativa Mineral ,72 Administração Pública ,17 Serviços Industriais de Utilidade Pública ,21 Agropecuária ,00 Total ,42 Atividade Econômica Admitidos Desligados Jan.-Fev Saldo Variação (%) Construção Civil ,06 Serviços ,87 Indústria de Transformação ,91 Comércio ,85 Agropecuária ,64 Extrativa Mineral ,19 Serviços Industriais de Utilidade Pública ,01 Administração Pública ,00 Total ,43 Fonte: MTE/Caged Lei 4.923/65. Dados sistematizados pela SEI/Dipeq/Copes

40 Obrigado! Maiores informações: ou no Mestrado em Administração, Cursos de Economia e Negócios Internacionais

BOLETIM CAGED Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. FEVEREIRO - 2016 Comportamento do Emprego - Limeira/SP.

BOLETIM CAGED Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. FEVEREIRO - 2016 Comportamento do Emprego - Limeira/SP. BOLETIM CAGED Cadastro Geral de Empregados e Desempregados FEVEREIRO - 216 Comportamento do Emprego - Limeira/SP. A Consultoria Técnica Especializada da Câmara Municipal de Limeira apresenta os dados do

Leia mais

Diretoria de Pesquisas Coordenação de Serviços e Comércio - COSEC PESQUISA MENSAL DE SERVIÇOS PMS

Diretoria de Pesquisas Coordenação de Serviços e Comércio - COSEC PESQUISA MENSAL DE SERVIÇOS PMS Diretoria de Pesquisas Coordenação de Serviços e Comércio - COSEC PESQUISA MENSAL DE SERVIÇOS PMS 18/07/2013 OBJETIVO Acompanhar o desempenho conjuntural do setor de serviços, através de indicadores mensais,

Leia mais

ANUÁRIO DO TRABALHO. e 2 O O 8

ANUÁRIO DO TRABALHO. e 2 O O 8 ANUÁRIO DO TRABALHO namicro e Pequena Empresa 2 O O 8 SEBRAE - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Presidente do Conselho Deliberativo Nacional Adelmir Santana Diretor-Presidente Paulo

Leia mais

Carteira de Trabalho.Não Assinada

Carteira de Trabalho.Não Assinada TABELA DO EMPREGO DOMÉSTICO PNAD 2011 do IBGE Aumento da FORMALIDADE de mais 1.3 milhão de empregados domésticos, passando de 30% para 50% com a aprovação da PEC 478/2010 + os Projetos de REDUÇÃO DOS CUSTOS

Leia mais

Síntese do panorama da economia brasileira 3

Síntese do panorama da economia brasileira 3 Síntese do panorama da economia brasileira 3 O - PIB, no ano de 2012, acumulou crescimento de 1,0% em relação ao ano anterior. Em 2011, o crescimento acumulado no ano havia sido de 2,7%. Em função desse

Leia mais

SÍNTESE DO COMPORTAMENTO DO MERCADO DE TRABALHO FORMAL EM ALAGOAS, PARA JUNHO DE 2015

SÍNTESE DO COMPORTAMENTO DO MERCADO DE TRABALHO FORMAL EM ALAGOAS, PARA JUNHO DE 2015 SÍNTESE DO COMPORTAMENTO DO MERCADO DE TRABALHO FORMAL EM ALAGOAS, PARA JUNHO DE 2015 Superintendência de Produção da Informação e do Conhecimento (SINC) Diretoria de Estatística e Indicadores De acordo

Leia mais

Retropolação. Tabela 1 - Participação (%) e taxa acumulada (1995-2007) do PIB a preços de mercado, segundo unidades da federação

Retropolação. Tabela 1 - Participação (%) e taxa acumulada (1995-2007) do PIB a preços de mercado, segundo unidades da federação Retropolação O IBGE divulga a retropolação das Contas Regionais do Brasil até 1995, que se junta a divulgação do ano de 2007, assim sendo fica disponível uma série de 1995 a 2007. Os resultados retropolados

Leia mais

DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO

DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO CARGO LOCAL DE VAGA TOTAL DE INSCRITOS QTD DE CANDIDATOS

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão Guido Mantega INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Presidente Eduardo Pereira Nunes Diretor

Leia mais

AGOSTO DE 2013 2 LIGEIRA REDUÇÃO DA TAXA DE DESEMPREGO

AGOSTO DE 2013 2 LIGEIRA REDUÇÃO DA TAXA DE DESEMPREGO MERCADO DE TRABALHO METROPOLITANO 1 AGOSTO DE 2013 2 LIGEIRA REDUÇÃO DA TAXA DE DESEMPREGO As informações captadas pela Pesquisa de Emprego e Desemprego revelam ligeira redução da taxa de desemprego e

Leia mais

Pesquisa Mensal de Emprego

Pesquisa Mensal de Emprego Comunicação Social 25 de março de 2004 Pesquisa Mensal de Emprego Taxa de desocupação é de 12% em fevereiro Em fevereiro de 2004, a taxa de desocupação ficou estável tanto em relação ao mês anterior (11,7%)

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos SHOPPING CENTER ABRIL DE 2016

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos SHOPPING CENTER ABRIL DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos SHOPPING CENTER ABRIL DE 2016 1 PRODUTOS 2 O COMÉRCIO RESPONDE POR 13% DO PIB BRASILEIRO O COMÉRCIO VAREJISTA É RESPONSÁVEL POR 42% DO COMÉRCIO GERAL

Leia mais

PESQUISA MENSAL DE SERVIÇOS PMS SETEMBRO/2013

PESQUISA MENSAL DE SERVIÇOS PMS SETEMBRO/2013 PESQUISA MENSAL DE SERVIÇOS PMS SETEMBRO/2013 PRINCIPAIS RESULTADOS Setor de serviços Crescimento nominal de 9,6% em Setembro de 2013, na comparação com igual mês do ano anterior Crescimento de 6,6 % em

Leia mais

1. O mapa mostra a posição geográfica do Brasil na América do Sul.

1. O mapa mostra a posição geográfica do Brasil na América do Sul. 1. O mapa mostra a posição geográfica do Brasil na América do Sul. a) Pinte de amarelo o território brasileiro. b) Escreva no mapa o nome do oceano que banha o litoral brasileiro. c) Contorne com preto

Leia mais

Emprego Industrial Abril de 2015

Emprego Industrial Abril de 2015 Emprego Industrial Abril de 2015 SUMÁRIO EXECUTIVO No mês de abril de 2015, o saldo de empregos em Santa Catarina reduziu em relação ao estoque de março (-4.209 postos e variação de -0,2%). A indústria

Leia mais

PRODUTO INTERNO BRUTO DOS MUNICÍPIOS NOVA BASE Bahia: 2010-2013

PRODUTO INTERNO BRUTO DOS MUNICÍPIOS NOVA BASE Bahia: 2010-2013 PRODUTO INTERNO BRUTO DOS MUNICÍPIOS NOVA BASE Bahia: 2010-2013 A Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) divulga o Produto Interno Bruto (PIB) dos municípios baianos, na nova base,

Leia mais

1.2 Vitimização 1.2.6 Agressão física

1.2 Vitimização 1.2.6 Agressão física Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Características da vitimização e do acesso à justiça no Brasil 2009 Tabela 1.2.6.1.1 - Pessoas de 10 anos ou mais de idade que foram vítimas de agressão física,

Leia mais

Indicadores IBGE. Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil SINAPI. Julho de 2016

Indicadores IBGE. Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil SINAPI. Julho de 2016 Indicadores IBGE Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil SINAPI Julho de 2016 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Vice-Presidente da República no Exercício

Leia mais

QUEM SÃO OS ASSISTENTES SOCIAIS NO BRASIL?

QUEM SÃO OS ASSISTENTES SOCIAIS NO BRASIL? QUEM SÃO OS ASSISTENTES SOCIAIS NO BRASIL? Subseção DIEESE/CUT-NACIONAL MAIO DE 2015 OBSERVAÇÃO METODOLÓGICA: Este perfil de categoria utiliza tanto a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD-IBGE),

Leia mais

Quantidade de Acessos / Plano de Serviço / Unidade da Federação - Novembro/2007

Quantidade de Acessos / Plano de Serviço / Unidade da Federação - Novembro/2007 Quantidade de Acessos / Plano de Serviço / Unidade da Federação - Novembro/2007 REGIÃO NORTE 5.951.408 87,35 861.892 12,65 6.813.300 RONDÔNIA 760.521 88,11 102.631 11,89 863.152 ACRE 298.081 85,86 49.094

Leia mais

Diretoria de Pesquisas Coordenação de Serviços e Comércio - COSEC PESQUISA MENSAL DE SERVIÇOS PMS

Diretoria de Pesquisas Coordenação de Serviços e Comércio - COSEC PESQUISA MENSAL DE SERVIÇOS PMS Diretoria de Pesquisas Coordenação de Serviços e Comércio - COSEC PESQUISA MENSAL DE SERVIÇOS PMS OBJETIVO Acompanhar o desempenho conjuntural do setor de serviços, através de indicadores mensais, a partir

Leia mais

Brasil: saldo positivo na geração de empregos em todos os setores da economia

Brasil: saldo positivo na geração de empregos em todos os setores da economia Saldo positivo no mercado de trabalho em abril de 2012 Município registra geração de 280 vagas com registro em carteira neste mês, colocando-se em 21º lugar entre os maiores geradores de vagas Adriana

Leia mais

DIAGNÓSTICO DOS INVESTIMENTOS

DIAGNÓSTICO DOS INVESTIMENTOS DIAGNÓSTICO DOS INVESTIMENTOS EM CULTURA NO BRASIL v. 3 O Produto Interno Bruto (PIB) das atividades culturais Brasil 1980/1985/1994 Análise temporal e espacial das atividades que compõem o setor cultural

Leia mais

MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE

MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE Junho/2013 Mercado de trabalho no mês de junho apresenta relativa estabilidade 1. Em junho, as informações da Pesquisa de Emprego e Desemprego de mostraram

Leia mais

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA DEPARTAMENTO NACIONAL DE PRODUÇÃO MINERAL PORTARIA Nº 374, DE 28 DE OUTUBRO DE 2010. Publicada no DOU de 29/10/2010

MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA DEPARTAMENTO NACIONAL DE PRODUÇÃO MINERAL PORTARIA Nº 374, DE 28 DE OUTUBRO DE 2010. Publicada no DOU de 29/10/2010 MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA DEPARTAMENTO NACIONAL DE PRODUÇÃO MINERAL PORTARIA Nº 374, DE 28 DE OUTUBRO DE 2010 Publicada no DOU de 29/10/2010 Dispõe sobre a protocolização de requerimentos, documentos

Leia mais

DETERMINANTES DO CRESCIMENTO DA RENDA

DETERMINANTES DO CRESCIMENTO DA RENDA DETERMINANTES DO CRESCIMENTO DA RENDA na região metropolitana do Rio de Janeiro entre 2010 e 2011 NOTA CONJUNTURAL DO OBSERVATÓRIO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, JANEIRO DE

Leia mais

Ranking Brasileiro de Propriedade Industrial dos Institutos Federais

Ranking Brasileiro de Propriedade Industrial dos Institutos Federais Ranking Brasileiro de Propriedade Industrial dos Institutos Federais PATENTES ATÉ O ANO DE 0 Institutos Federais de Educação Tecnológica Instituto Federal do Espírito Santo Instituto Federal de Santa Catarina

Leia mais

3º ANO PROF.: REGINA COSTA

3º ANO PROF.: REGINA COSTA 3º ANO PROF.: REGINA COSTA Aula 43 Conteúdo Gráfico de barras Habilidades Saber analisar e solucionar questões envolvendo gráfico de barras D35: Associar informações apresentadas em listas e/ou tabelas

Leia mais

RESOLUÇÃO CFM nº 2.115/2014

RESOLUÇÃO CFM nº 2.115/2014 RESOLUÇÃO CFM nº 2.115/2014 (Publicada no D.O.U., 23 dez. 2014, Seção I, p. 131-2) Aprova previsão orçamentária do Conselho Federal de Medicina e dos Conselhos Regionais de Medicina para o exercício de

Leia mais

PRODUTO INTERNO BRUTO DO DISTRITO FEDERAL

PRODUTO INTERNO BRUTO DO DISTRITO FEDERAL PRODUTO INTERNO BRUTO DO DISTRITO FEDERAL 2010 Produto Interno Bruto - PIB Corresponde ao valor a preços de mercado, de todos os bens e serviços finais produzidos em um território, num determinado período

Leia mais

MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE

MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE Agosto/2013 Desemprego registra redução em agosto 1. No mês de agosto, os dados da Pesquisa de Emprego e Desemprego para os residentes em mostraram variação

Leia mais

Desemprego mantém relativa estabilidade na maioria das regiões

Desemprego mantém relativa estabilidade na maioria das regiões Desemprego mantém relativa estabilidade na maioria das regiões JUNHO DE 20 As informações captadas pela Pesquisa de Emprego e Desemprego revelam que a taxa de desemprego aumentou apenas em duas das seis

Leia mais

Nota Técnica 1 Déficit Habitacional no Brasil 2011-2012. Resultados Preliminares

Nota Técnica 1 Déficit Habitacional no Brasil 2011-2012. Resultados Preliminares Nota Técnica 1 Déficit Habitacional no Brasil 2011-2012 Resultados Preliminares Centro de Estatística e Informações - CEI Belo Horizonte, junho de 2014 NOTA TÉCNICA 1 DÉFICIT HABITACIONAL NO BRASIL 2011-2012:

Leia mais

Maio 2004. São Paulo. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE

Maio 2004. São Paulo. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Maio 2004 Região Metropolitana de São Paulo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE 1 I) INTRODUÇÃO PESQUISA MENSAL DE EMPREGO ESTIMATIVAS PARA O MÊS DE MAIO DE

Leia mais

Acre Previsão por Coeficiente no Estado

Acre Previsão por Coeficiente no Estado Acre 0,6 121.073,55 262.729,59 0,8 161.431,39 350.306,12 1,0 201.789,24 437.882,66 1,2 242.147,09 525.459,19 1,4 - - 1,6 322.862,79 700.612,25 1,8 363.220,64 788.188,78 2,0 - - 2,2 - - 2,4 - - 2,6 524.652,03

Leia mais

Mapa das Oscs por região e estado

Mapa das Oscs por região e estado Oscs por região e estado O # Organizações da Sociedade Civil é uma plataforma georreferenciada que apresenta dados relativos às organizações da sociedade civil (OSC) no Brasil, a partir de bases de dados

Leia mais

Relatório das metas Nacionais 2014 - Justiça do Trabalho Dados Sigest - Janeiro a Dezembro de 2014

Relatório das metas Nacionais 2014 - Justiça do Trabalho Dados Sigest - Janeiro a Dezembro de 2014 Meta Nacional 1 : Julgar quantidade maior de processos de conhecimento do que os distribuídos no ano corrente. (1º grau) TRT 1-1ª região Rio de Janeiro 94,55 TRT 2-2ª região São Paulo 95,28 TRT 3-3ª região

Leia mais

Taxa de desemprego diminui

Taxa de desemprego diminui MERCADO DE TRABALHO NA REGIÃO DO ABC 1 Taxa de desemprego diminui 1. As informações da Pesquisa de Emprego e Desemprego PED, realizada pela Fundação Seade e pelo Dieese, em parceria com o Consórcio Intermunicipal

Leia mais

3.4.1.1 Análise dos dados

3.4.1.1 Análise dos dados 3.4.1.1 Análise dos dados Os dados do período são os seguintes: A realização de procedimentos de alta complexidade em cardiologia teve uma variação positiva no período de 1995 a 2000, da ordem de 40,8%

Leia mais

Informativo Caged nº 03/2011 15/03/2011 Em fevereiro foram abertas 18.914 novas vagas em Santa Catarina

Informativo Caged nº 03/2011 15/03/2011 Em fevereiro foram abertas 18.914 novas vagas em Santa Catarina Informativo Caged nº 03/2011 15/03/2011 Em fevereiro foram abertas 18.914 novas vagas em Santa Catarina No primeiro bimestre foram criados 35.803 mil postos de trabalho no Estado A geração de empregos

Leia mais

Resultados de março 2015

Resultados de março 2015 Resultados de março Em março de, as MPEs paulistas apresentaram queda de 4,8% no faturamento real sobre março de 2014 (já descontada a inflação). Por setores, no período, os resultados para o faturamento

Leia mais

ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO

ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO 1 INTRODUÇÃO Esta análise objetiva apresentar um panorama geral do mercado de trabalho brasileiro nos últimos doze meses (março de 2014 a fevereiro de 2015) com base nos dados da Pesquisa Mensal de Emprego

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE número 42 2012 Presidenta da República Dilma Rousseff Ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão Miriam Belchior INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE Presidenta Wasmália Bivar Diretor-Executivo

Leia mais

NÍVEL DE EMPREGO FORMAL CELETISTA Outubro 2017 CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS CAGED

NÍVEL DE EMPREGO FORMAL CELETISTA Outubro 2017 CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS CAGED NÍVEL DE EMPREGO FORMAL CELETISTA Outubro 2017 CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS CAGED BRASIL SALDO DO EMPREGO FORMAL - SEM AJUSTES - PERÍODO DE OUTUBRO DE 2016 A OUTUBRO 2017 2 BRASIL SALDO

Leia mais

ANUÁRIO CNT DO TRANSPORTE. Estatísticas consolidadas

ANUÁRIO CNT DO TRANSPORTE. Estatísticas consolidadas ANUÁRIO CNT DO TRANSPORTE Estatísticas consolidadas 2016 ANUÁRIO CNT DO TRANSPORTE Estatísticas consolidadas 2016 Anuário CNT do transporte estatísticas consolidadas 2016. 2ª tiragem. Brasília: CNT, 2016.

Leia mais

Maio 2004. Belo Horizonte. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE

Maio 2004. Belo Horizonte. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Maio 2004 Região Metropolitana de Belo Horizonte Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE 1 PESQUISA MENSAL DE EMPREGO ESTIMATIVAS PARA O MÊS DE MAIO DE 2004 REGIÃO

Leia mais

INDX apresenta estabilidade em abril

INDX apresenta estabilidade em abril 1-2- 3-4- 5-6- 7-8- 9-10- 11-12- 13-14- 15-16- 17-18- 19-20- 21-22- 23-24- 25-26- 27-28- 29-30- INDX INDX ANÁLISE MENSAL INDX apresenta estabilidade em abril Dados de Abril/11 Número 52 São Paulo O Índice

Leia mais

Pesquisa Anual de Comércio

Pesquisa Anual de Comércio Comunicação Social 06 de maio de 2004 Pesquisa Anual de Comércio Em 2002, Supermercados e Combustíveis faturaram mais Em 2002, os ramos que mais se destacaram em termos de faturamento no comércio varejista

Leia mais

Tendências recentes da atividade econômica em Araxá: empresas, trabalho formal

Tendências recentes da atividade econômica em Araxá: empresas, trabalho formal Tendências recentes da atividade econômica em Araxá: empresas, trabalho formal OBSERVATÓRIO SEDEP Estudos e Pesquisas I Set/ APRESENTAÇÃO O Observatório SEDEP é um acompanhamento de estatísticas econômico-sociais

Leia mais

MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE

MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE MERCADO DE TRABALHO NA CIDADE DE PORTO ALEGRE Junho/2012 Crescimento da ocupação e saída de pessoas do mercado de trabalho determinam expressiva redução do desemprego 1. Em junho, as informações da Pesquisa

Leia mais

Latitude e longitude. espaço geográfico. descobrir alguns dos principais conceitos da Geografia, como espaço geográfico, espaço

Latitude e longitude. espaço geográfico. descobrir alguns dos principais conceitos da Geografia, como espaço geográfico, espaço 12_13.indd 12-13 12 1 Orientação e localização no espaço geográfico Prepare-se! Aqui começa a primeira Expedição dessa fantástica viagem pelo planeta. No Percurso 1, você vai descobrir alguns dos principais

Leia mais

DIRETORIA DE PESQUISAS - DPE COORDENAÇÃO DE CONTAS NACIONAIS CONAC. Sistema de Contas Nacionais - Brasil Referência 2000. Nota Metodológica nº 24

DIRETORIA DE PESQUISAS - DPE COORDENAÇÃO DE CONTAS NACIONAIS CONAC. Sistema de Contas Nacionais - Brasil Referência 2000. Nota Metodológica nº 24 DIRETORIA DE PESQUISAS - DPE COORDENAÇÃO DE CONTAS NACIONAIS CONAC Sistema de Contas Nacionais - Brasil Referência 2000 Nota Metodológica nº 24 Tabelas Comparativas (versão para informação e comentários)

Leia mais

9, R$ , , R$ ,

9, R$ , , R$ , Rondônia 2005 R$ 601.575,17 2005 10.154 2004 1.027.983 2004 108.139 2004 10,52 2006 R$ 609.834,21 2006 10.757 2005 1.025.249 2005 101.539 2005 9,90 2007 R$ 1.229.490,00 2007 9.100 2006 1.047.004 2006 111.068

Leia mais

Evolução das Vendas do Varejo Cearense - Setembro de 2013

Evolução das Vendas do Varejo Cearense - Setembro de 2013 Enfoque Econômico é uma publicação do IPECE que tem por objetivo fornecer informações de forma imediata sobre políticas econômicas, estudos e pesquisas de interesse da população cearense. Por esse instrumento

Leia mais

Inadimplência Pessoa Física Regional

Inadimplência Pessoa Física Regional Inadimplência Pessoa Física Regional SUMÁRIO Dados referentes a abril de 2014 RELEASE DE IMPRENSA... 2 ANÁLISE ECONÔMICA (resumo)... 4 Região Norte... 8 Região Nordeste... 12 Região Sul... 16 Região Centro-Oeste...

Leia mais

Presença a do Estado no Brasil: Federação, Suas Unidades e Municipalidades

Presença a do Estado no Brasil: Federação, Suas Unidades e Municipalidades Presença a do Estado no Brasil: Federação, Suas Unidades e Municipalidades Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada BRASIL Marcio Pochmann Presidente Brasília, 15 de dezembro de 2009 Justificativa

Leia mais

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE DIADEMA

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE DIADEMA OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE DIADEMA Relatório Mensal: A Movimentação do Mercado de Trabalho Formal no Município de Diadema Maio de 2008 Termo de Contrato Nº. 226/2007 JUNHO de 2008 SUMÁRIO Apresentação

Leia mais

Experiência Brasileira

Experiência Brasileira SEGUNDA REUNIÓN REGIONAL SOBRE EVALUACIÓN Y ESTIMACIONES DEMOGRÁFICAS CON BASE EN INFORMACION CENSAL Análisis de la mortalidad adulta Experiência Brasileira Santiago, Chile, 11 al 16 junio de 2012 Tábuas

Leia mais

Lista dos órgãos da Justiça com déficits de servidores e as regras para a remoção sem permuta 2015

Lista dos órgãos da Justiça com déficits de servidores e as regras para a remoção sem permuta 2015 Lista dos órgãos da Justiça com déficits de servidores e as regras para a remoção sem permuta 2015 1. A remoção sem permuta é o deslocamento do servidor sem contrapartida para o órgão que possui os claros

Leia mais

NO ÂMBITO DA OCUPAÇÃO

NO ÂMBITO DA OCUPAÇÃO PRINCIPAIS DESTAQUES DA EVOLUÇÃO DO MERCADO DE TRABALHO NAS SEIS REGIõES METROPOLITANAS DO PAÍS ABRANGIDAS PELA PESQUISA MENSAL DE EMPREGO DO IBGE (RECiFE, SALVADOR, BELO HORIZONTE, RIO DE JANEIRO, SÃO

Leia mais

Sinopse Estatística do Ensino Superior Graduação - 1999

Sinopse Estatística do Ensino Superior Graduação - 1999 Sinopse Estatística do Ensino Superior - 1999,QVWLWXWRÃ1DFLRQDOÃGHÃ(VWXGRV HÃ3HVTXLVDVÃ(GXFDFLRQDLV Brasília-DF, 2000 1 0,1,67e5,2 '$Ã('8&$d 2 TIRAGEM: 4.500 exemplares INEP MEC Esplanada dos Ministérios,

Leia mais

ANÁLISE DOS REGISTROS ADMINISTRATIVOS DO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO - RAIS E CAGED

ANÁLISE DOS REGISTROS ADMINISTRATIVOS DO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO - RAIS E CAGED FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO Governo de Minas Gerais INFORMATIVO CEI EMPREGO FORMAL RAIS & CAGED Ano 1, Nº 1, Agosto 2003 ANÁLISE DOS REGISTROS ADMINISTRATIVOS DO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO - RAIS E CAGED

Leia mais

Miniestudo Setorial Têxtil

Miniestudo Setorial Têxtil MINIESTUDO SETORIAL TÊXTIL MARÇO 2015 MINIESTUDO SETORIAL TÊXTIL MARÇO DE 2015 Dados coletados em 14/04/15 Federação das Indústrias do Estado do Ceará - FIEC Centro Internacional de Negócios - CIN Superintendência:

Leia mais

Informativo Mensal de Emprego nº 02 de 2015 Florianópolis, fevereiro de 2015.

Informativo Mensal de Emprego nº 02 de 2015 Florianópolis, fevereiro de 2015. SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL, TRABALHO E HABITAÇÃO SST DIRETORIA DE TRABALHO E EMPREGO DITE SETOR DE INFORMAÇÃO E ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO Informativo Mensal de Emprego nº 02 de 2015

Leia mais

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE DIADEMA

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE DIADEMA OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE DIADEMA Relatório Semestral: O mercado de trabalho formal no município de Diadema em anos selecionados: 99,, e 6 Termo de Contrato Nº. 6/ MAIO de 8 SUMÁRIO Introdução 3. Análise

Leia mais

Pecuária na Região Nordeste 2000 a 2014

Pecuária na Região Nordeste 2000 a 2014 Pecuária na Região Nordeste 2000 a 2014 Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste ETENE Célula de Informações Econômicas, Sociais e Tecnológicas CIEST Fortaleza, Junho de 2015 Pecuária na Região

Leia mais

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE DIADEMA

OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE DIADEMA OBSERVATÓRIO DO TRABALHO DE DIADEMA Relatório Mensal: A Movimentação do Mercado de Trabalho Formal no Município de Diadema Março de 2008 Termo de Contrato Nº. 226/2007 MAIO de 2008 SUMÁRIO Apresentação

Leia mais

SISTEMA PÚBLICO DE EMPREGO, TRABALHO E RENDA. Seguro Desemprego

SISTEMA PÚBLICO DE EMPREGO, TRABALHO E RENDA. Seguro Desemprego SISTEMA PÚBLICO DE EMPREGO, TRABALHO E RENDA 2 0 0 8 Seguro Desemprego DIEESE Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos Anuário Sistema Público de Emprego, Trabalho e Renda Livro

Leia mais

Indicadores IBGE. Pesquisa Mensal de Serviços. fevereiro 2015. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE

Indicadores IBGE. Pesquisa Mensal de Serviços. fevereiro 2015. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Indicadores IBGE Pesquisa Mensal de Serviços fevereiro 2015 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Presidenta da República Dilma Rousseff Ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão Nelson

Leia mais

Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental. Webinar. A Crise Hídrica e a Redução dos Índices de Perdas de Água

Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental. Webinar. A Crise Hídrica e a Redução dos Índices de Perdas de Água Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental Webinar A Crise Hídrica e a Redução dos Índices de Perdas de Água Serão dois dias de palestras, debates e apresentações de estudos de caso. Entre

Leia mais

A BAHIA TOTALIZOU SALDO NEGATIVO DE POSTOS DE TRABALHO EM OUTUBRO DE 2015

A BAHIA TOTALIZOU SALDO NEGATIVO DE POSTOS DE TRABALHO EM OUTUBRO DE 2015 A BAHIA TOTALIZOU SALDO NEGATIVO DE 10.409 POSTOS DE TRABALHO EM OUTUBRO DE 2015 De acordo com as informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), sistematizadas pela Superintendência

Leia mais

Ano 5 Nº 41 14/Setembro/2015

Ano 5 Nº 41 14/Setembro/2015 Ano 5 Nº 41 14/Setembro/2015 Ano 7, n. 58 - Setembro/2016 Embrapa Gado de Leite Rua Eugênio do Nascimento, 610 - Bairro Dom Bosco 36038-330 Juiz de Fora/MG Telefone: (32) 3311-7400 Fax: (32) 3311-7424

Leia mais

POSIÇÃO ESTADO MUNICÍPIO ATIVIDADE QUANTIDADE 1º PA MARABÁ SIDERURGIA

POSIÇÃO ESTADO MUNICÍPIO ATIVIDADE QUANTIDADE 1º PA MARABÁ SIDERURGIA SECRETARIA DE INSPEÇÃO DO TRABALHO SIT/MTE REGISTRA UM AUMENTO DE 10,39% NO NÚMERO DE TRABALHADORES EM SITUAÇÃO ANÁLOGA À DE ESCRAVO EM 2012 Números finais contabilizados pela Divisão de Fiscalização para

Leia mais

Aumento do emprego contrasta com desindustrialização em SP e RJ

Aumento do emprego contrasta com desindustrialização em SP e RJ 3 set 2007 Nº 35 Aumento do emprego contrasta com desindustrialização em SP e RJ Por Antonio Marcos Ambrozio Economista da SAE Vagas na indústria de transformação foram deslocadas para outras regiões do

Leia mais

Censo Demográfico 2010. Resultados preliminares da amostra

Censo Demográfico 2010. Resultados preliminares da amostra Censo Demográfico 2010 Resultados preliminares da amostra Rio de Janeiro, 16 de novembro de 2011 INTRODUÇÃO Esta divulgação apresenta resultados preliminares para um conjunto de características dos domicílios

Leia mais

Mercado de Trabalho Empregos formais. Estado de São Paulo Município: Capivari

Mercado de Trabalho Empregos formais. Estado de São Paulo Município: Capivari Mercado de Trabalho Empregos formais Estado de São Paulo Município: Capivari SÍNTESE Estado de São Paulo População estimada em 2014 44.035.304 População 2010 41.262.199 Área (km²) 248.222,36 Densidade

Leia mais

Sistema de Contas Nacionais Brasil 2005-2009

Sistema de Contas Nacionais Brasil 2005-2009 Diretoria de Pesquisas Sistema de Contas Nacionais Brasil 2005-2009 Coordenação de Contas Nacionais Rio de Janeiro, 17 de novembro de 2011 Divulgações do SCN Já divulgados os dois primeiros trimestres

Leia mais

O saldo de empregos no Brasil é o segundo maior em janeiro

O saldo de empregos no Brasil é o segundo maior em janeiro Expediente da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Governo do Estado da Bahia Governador Jaques Wagner Vice-Governador Otto Alencar Secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte Nilton

Leia mais

Na atividade de têxtil e confecção ocorreu o maior volume de contratações no ano (3.907 postos).

Na atividade de têxtil e confecção ocorreu o maior volume de contratações no ano (3.907 postos). Sumário Executivo MAR/2016 No mês de março de 2016, o saldo de empregos em Santa Catarina recuou em relação a fevereiro (-3.803 postos e variação de -0,2%). A indústria de transformação teve desempenho

Leia mais

MERCADO DE TRABALHO PARA O JOVEM EM CURITIBA: PERFIL E DESEMPENHO RECENTE

MERCADO DE TRABALHO PARA O JOVEM EM CURITIBA: PERFIL E DESEMPENHO RECENTE MERCADO DE TRABALHO PARA O JOVEM EM CURITIBA: PERFIL E DESEMPENHO RECENTE Curitiba, maio de 2009. I INTRODUÇÃO São diversos os conceitos sobre juventude, a faixa etária para essa fase da vida varia no

Leia mais

LABORATÓRIO DE ESTUDOS DA POBREZA - LEP

LABORATÓRIO DE ESTUDOS DA POBREZA - LEP LABORATÓRIO DE ESTUDOS DA POBREZA - LEP uo UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ UFC CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ECONOMIA CAEN Nº 08 RELATÓRIO DE PESQUISA Uma Caracterização da Extrema Pobreza no Brasil Janeiro

Leia mais

Acessibilidade Brasil

Acessibilidade Brasil Acessibilidade Brasil Novas Tecnologias de Informação e Informação para o Acesso Universal Acessibilidade Brasil A Importância da Acessibilidade A palavra acessibilidade deve ser compreendida não apenas

Leia mais

LEIAUTE ARQUIVO TEXTO DIF ELETRÔNICO - VERSÃO 2016

LEIAUTE ARQUIVO TEXTO DIF ELETRÔNICO - VERSÃO 2016 ANEXO II À PORTARIA SEFAZ N o 1.289, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2015. ANEXO III À PORTARIA SEFAZ N o 1.859 DE 23 DE DEZEMBRO DE 2009 LEIAUTE ARQUIVO TEXTO DIF ELETRÔNICO - VERSÃO 2016 1. DADOS TÉCNICOS DE GERAÇÃO

Leia mais

Boletim eletrônico trimestral sobre a participação das mulheres no mercado de trabalho a partir dos dados da - Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE -

Boletim eletrônico trimestral sobre a participação das mulheres no mercado de trabalho a partir dos dados da - Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE - Boletim eletrônico trimestral sobre a participação das mulheres no mercado de trabalho a partir dos dados da - Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE - Elaboração: (SPM), Fundo de Desenvolvimento das Nações

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE TORCIDAS NOVEMBRO/ DEZEMBRO 2003 OPP 231 OBJETIVO LOCAL ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA - Levantar junto a população da área em estudo opiniões relacionadas a torcidas

Leia mais

Indicadores IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Março - 2006

Indicadores IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Março - 2006 Indicadores IBGE Pesquisa Mensal de Emprego Março - 2006 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro de Estado do Planejamento, Orçamento

Leia mais

Capítulo 5 Grupos de Procedimentos Ambulatoriais e Hospitalares

Capítulo 5 Grupos de Procedimentos Ambulatoriais e Hospitalares Capítulo 5 Grupos de Procedimentos Ambulatoriais e Hospitalares 5.1 Hemoterapia A qualidade do sangue é de fundamental importância no controle e na transmissão de várias doenças, notadamente a Aids. Em

Leia mais

Boletim nº VIII, Agosto de 2012 Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná Ocepar, Curitiba. agroexportações

Boletim nº VIII, Agosto de 2012 Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná Ocepar, Curitiba. agroexportações agroexportações EXPORTAÇÕES DAS COOPERATIVAS DO PARANÁ De Janeiro a Julho de 2012 Contexto Nacional Cooperativas do Paraná 1,15 bilhão de dólares em exportações 36% das exportações brasileiras de cooperativas

Leia mais

COMENTÁRIOS Comércio Varejista Comércio Varejista Ampliado

COMENTÁRIOS Comércio Varejista Comércio Varejista Ampliado COMENTÁRIOS Em fevereiro de 2015, o Comércio Varejista do País registrou variação de -0,1%, para o volume de vendas e de 0,7% para a receita nominal, ambas as variações com relação ao mês anterior, ajustadas

Leia mais

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS

GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS GERAÇÃO DE EMPREGOS FORMAIS no Estado do Rio de Janeiro em 2013 FEVEREIRO DE 2014 RESUMO O país criou 730.687 novos postos de trabalho em 2013, desempenho este 16% menor do que o apresentado em 2012. No

Leia mais

Pesquisa de Emprego e Desemprego na Região Metropolitana de São Paulo

Pesquisa de Emprego e Desemprego na Região Metropolitana de São Paulo Pesquisa de Emprego e Desemprego na Abril de 1998 DESEMPREGO MANTÉM CRESCIMENTO E ATINGE 18,9% DA PEA As informações captadas pela Pesquisa de Emprego e Desemprego, da Fundação Seade e do Dieese, mostram

Leia mais

Mercado de trabalho e Situação Financeira das Empresas em degradação acentuada

Mercado de trabalho e Situação Financeira das Empresas em degradação acentuada FEPICOP - FEDERAÇÃO PORTUGUESA DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO E OBRAS PÚBLICAS Associações Filiadas: AECOPS Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas e Serviços AICCOPN Associação dos Industriais

Leia mais

BNB Conjuntura Econômica Nº40

BNB Conjuntura Econômica Nº40 BNB Conjuntura Econômica Nº40 Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste - ETENE 4. Mercado de Trabalho O cenário atual da economia brasileira, que experimentou queda sucessiva do PIB nos dois

Leia mais

Representatividade das MPEs:

Representatividade das MPEs: Representatividade das MPEs: Número de Estabelecimentos Empresarias e Mercado de Trabalho 1 CONTEXTO DAS MPES NO ESTADO DA BAHIA: Estabelecimentos empresariais MPEs: O estado da Bahia possui 174.067 estabelecimentos

Leia mais

Estimativas e Projeções do PIB Paraense 2014-2020

Estimativas e Projeções do PIB Paraense 2014-2020 VII REUNIÃO DO GRUPO DE ESTUDOS E ANÁLISE CONJUNTURAL GEAC Estimativas e Projeções do PIB Paraense 20142020 Maria Glaucia P. Moreira Diretora de Estatística e de Tecnologia e Gestão da Informação FAPESPA

Leia mais

Dezembro/ BRASIL. Análise do emprego. Brasil Dezembro/2013

Dezembro/ BRASIL. Análise do emprego. Brasil Dezembro/2013 Dezembro/2013 - BRASIL Análise do emprego Brasil Dezembro/2013 2013. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Todos os direitos reservados A reprodução não autorizada desta publicação,

Leia mais

Sistema Integrado de Pesquisas Domiciliares

Sistema Integrado de Pesquisas Domiciliares 1 Rio de Janeiro, 17/01/2014 S I P D Sistema Integrado de Pesquisas Domiciliares O IBGE iniciou uma importante etapa no aprimoramento de seu sistema de pesquisas domiciliares, que propiciará maior eficácia

Leia mais

Síntese de indicadores. nº 1 setembro 2012 CAGED

Síntese de indicadores. nº 1 setembro 2012 CAGED Síntese de indicadores nº 1 setembro 2012 CAGED Síntese de indicadores CAGED Apresentação A partir deste mês, os Observatórios do Trabalho do DIEESE passam a divulgar a Síntese de Indicadores, com resultados

Leia mais

Perfil dos trabalhadores técnicos em segurança no. Março de 2011

Perfil dos trabalhadores técnicos em segurança no. Março de 2011 Perfil dos trabalhadores técnicos em segurança no trabalho - SC, 2009 Março de 2011 GÊNERO GÊNERO X REMUNERAÇÃO GRAU DE INSTRUÇÃO Número de trabalhadores, Técnicos em Segurança no Trabalho, por grau de

Leia mais