SOA - Service Oriented Architecture. Marcelo Canevello Ferreira

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SOA - Service Oriented Architecture. Marcelo Canevello Ferreira"

Transcrição

1 SOA - Service Oriented Architecture Marcelo Canevello Ferreira

2 Índice Arquitetura baseada em componentes Introdução a SOA Principais conceitos de SOA SOA Framework Abordagem de integração Conclusões

3 Evolução da arquitetura Serviço orientado a Componentes Componentes Objetos distribuídos Evolução N Camadas 3 Camadas Cliente Servidor Orientado a objetos Estruturado Monolítica

4 Arquitetura baseada em componentes A arquitetura baseada em componentes é uma arquitetura onde as funcionalidades do todo são divididas em funções menores, cada qual encapsulada num componente. Sistemas distribuídos são uma extensão da arquitetura baseada em componentes e referencia componentes que podem existir em diferentes locais físicos As principais vantagens de uma arquitetura baseada em componentes são a facilidade de reusabilidade e reposição de componentes, que tornam a manutenção mais fácil (principais requisitos de negócio para a adoção de SOA).

5 Introdução a SOA SOA é uma evolução da arquitetura baseada em componentes, projeto baseado em interface (orientação a objetos) e sistemas distribuídos (DCOM, CORBA, J2EE e Intenet em geral) SOA não significa Web Services (.NET, J2EE e CORBA). Essas são apenas implementações que incluem os principais aspectos da arquitetura com abordagem orientada a serviços. Cada uma dessas implementações estende o modelo básico de referência do SOA

6 Introdução a SOA Os seguintes conceitos são encontrados em todas as implementações de SOA: Serviços Descritores de serviços Propaganda e descoberta Especificação de um modelo de dados associado Contrato de serviço

7 Principais conceitos de SOA Serviço O serviço, no ponto de vista da arquitetura SOA, é uma função de um sistema computacional que é disponibilizado para outro sistema na forma de um serviço. Um serviço deve funcionar de forma independente do estado de outros serviços e deve possuir interface bem definida. Como exemplo podemos citar o Web Service.

8 Principais conceitos de SOA Descritor de serviço O descritor de um serviço consiste de um conjunto de parâmetros, regras e políticas que definem os termos de invocação do serviço. Como exemplo podemos citar o WSDL.

9 Principais conceitos de SOA Propaganda e descoberta A propaganda é a divulgação de um serviço, podendo ser efetuada através de Push e Pull. Na metodologia Pull, potenciais consumidores de um serviço requisitam ao provedor de serviço que envie a descrição de um serviço. Ela pode ser implementada através de unicast, multicast, broadcast e anycast. Na metodologia Push, o provedor do serviço (ou seu agente) envia a descrição do serviço a potencias consumidores. A descoberta de um serviço ocorre quando um potencial consumidor obtém informações sobre a existência de um serviço.

10 Principais conceitos de SOA Propaganda e descoberta A propaganda e descoberta podem ser implementadas através de: Repositório de registros Serviço de diretórios

11 Principais conceitos de SOA Propaganda e descoberta Repositório de registros (ISO/IEC Part OASIS ebxml - OASIS Universal Description and Discovery Interface (UDDI)) O repositório de registros é um componente onde os usuários podem armazenar e gerenciar artefatos. O que inclui artefatos que requerem compartilhamento entre mais de um usuário (como schemas XML e descritores de Web-services). O repositório provê mecanismos intrínsecos de armazenamento que são limitados ao registro, ou seja, é possível auditar os artefatos no repositório e rastrear todos os eventos.

12 Principais conceitos de SOA Propaganda e descoberta Serviço de diretórios Um serviço de diretórios é uma interface que provê informações sobre as ligações com os artefatos. Aqueles que possuem ou controlam artefatos podem criar uma entrada no diretório a fim de referenciar o artefato e explicar como se ligar a ele. Já os consumidores, podem recuperar informações para se ligarem aos artefatos. A principal deficiência do serviço de diretórios é a falta de controle ou notificação sobre alterações num artefato, não havendo comunicação aos usuários sobre os eventos.

13 Principais conceitos de SOA Especificação de um modelo de dados associado (W3C s WSDL - ) Quando ocorre a invocação do serviço, certos parâmetros são necessários para ajudar o serviço a executar o que foi pedido, e o serviço pode também passar parâmetros de volta ao consumidor do serviço. Para entender qualquer serialização de parâmetros, é necessário que um artefato associe os modelos de dados para os serviços.

14 SOA Framework Figura retirada do WHITEPAPER: Service Oriented Architecture de Duane Nickull Adobe Systems, Inc.

15 Abordagem de Integração Figura retirada de Evaluating a Service-Oriented Architecture, Phil Bianco, Rick Kotermanski, Paulo Merson, Software Engineering Institute

16 Referências Service Oriented Architecture, Duane Nickull Adobe Systems,Inc. JWSA - Service-Oriented Architecture Evaluating a Service-Oriented Architecture, Phil Bianco, Rick Kotermanski, Paulo Merson, Software Engineering Institute

Web Services. (Introdução)

Web Services. (Introdução) Web Services (Introdução) Agenda Introdução SOA (Service Oriented Architecture) Web Services Arquitetura XML SOAP WSDL UDDI Conclusão Introdução Comunicação distribuída Estratégias que permitem a comunicação

Leia mais

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2

Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-2 Aula 2 Computação em Nuvem Desafios e Oportunidades A Computação em Nuvem

Leia mais

Service Oriented Architecture (SOA)

Service Oriented Architecture (SOA) São Paulo, 2011 Universidade Paulista (UNIP) Service Oriented Architecture (SOA) Prof. MSc. Vladimir Camelo vladimir.professor@gmail.com 04/09/11 vladimir.professor@gmail.com 1 04/09/11 vladimir.professor@gmail.com

Leia mais

3 Serviços na Web (Web services)

3 Serviços na Web (Web services) 3 Serviços na Web (Web services) 3.1. Visão Geral Com base na definição do Word Wide Web Consortium (W3C), web services são aplicações autocontidas, que possuem interface baseadas em XML e que descrevem

Leia mais

Arquitetura de Software: Uma Central para Gestão da execução de serviços

Arquitetura de Software: Uma Central para Gestão da execução de serviços Arquitetura de Software: Uma Central para Gestão da execução de serviços ADILSON FERREIRA DA SILVA Centro Paula Souza São Paulo Brasil afs.software@gmail.com Prof.a. Dr.a. MARILIA MACORIN DE AZEVEDO Centro

Leia mais

Estruturação da Arquitetura Estadual de Sistemas de Informação por Meio da Orientação a Serviços

Estruturação da Arquitetura Estadual de Sistemas de Informação por Meio da Orientação a Serviços Estruturação da Arquitetura Estadual de Sistemas de Informação por Meio da Orientação a Serviços Relato de Experiência da ATI-PE WCGE 2010 20/07/2010 1 Introdução 2 Sobre a ATI Agência Estadual de Tecnologia

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 13 Web Services Web Services

Leia mais

Linha de Produto para BPM

Linha de Produto para BPM Linha de Produto para BPM Prof. Dr. Marcelo Fantinato m.fantinato@usp.br Sistemas de Informação, EACH/USP Agenda Fundamentos LP para BPM Estabelecimento de Contratos Exemplo de Aplicação Trabalhos em Andamento/Próximos

Leia mais

Um Processo para Desenvolvimento de Aplicações Web Baseado em Serviços. Autores: Fábio Zaupa, Itana Gimenes, Don Cowan, Paulo Alencar e Carlos Lucena

Um Processo para Desenvolvimento de Aplicações Web Baseado em Serviços. Autores: Fábio Zaupa, Itana Gimenes, Don Cowan, Paulo Alencar e Carlos Lucena Um Processo para Desenvolvimento de Aplicações Web Baseado em Serviços Autores: Fábio Zaupa, Itana Gimenes, Don Cowan, Paulo Alencar e Carlos Lucena Tópicos Motivação e Objetivos LP e SOA Processo ADESE

Leia mais

Introdução a Web Services

Introdução a Web Services Introdução a Web Services Mário Meireles Teixeira DEINF/UFMA O que é um Web Service? Web Service / Serviço Web É uma aplicação, identificada por um URI, cujas interfaces podem ser definidas, descritas

Leia mais

SOA Introdução. SOA Visão Departamental das Organizações

SOA Introdução. SOA Visão Departamental das Organizações 1 Introdução A Organização é a forma pela qual nós coordenamos nossos recursos de todos os tipos para realizar o trabalho que nos propusemos a fazer. A estrutura de nossas organizações manteve-se basicamente

Leia mais

Obtendo Qualidade com SOA

Obtendo Qualidade com SOA Obtendo Qualidade com SOA Daniel Garcia Gerente de Prática BPM/SOA daniel.garcia@kaizen.com.br 11 de Novembro de 2009 Copyright 2009 Kaizen Consultoria e Serviços. All rights reserved Agenda Sobre a Kaizen

Leia mais

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE Sistemas Distribuídos Ciência da Computação Prof. Jesus José de Oliveira Neto Web Services Web Services Existem diferentes tipos de comunicação em um sistema distribuído: Sockets Invocação

Leia mais

acoplamento Exprime o grau de conexão entre os módulos; os módulos de um software devemapresentar um baixo coeficiente de acoplamento.

acoplamento Exprime o grau de conexão entre os módulos; os módulos de um software devemapresentar um baixo coeficiente de acoplamento. SOA Arquitetura Orientada a Serviços Conceitos e Aplicações Prof. MSc. Edilberto Silva edilms@yahoo.com/ http://edilms.eti.br Gestão de TI Conceitode SOA SOA - Service OrientedArchitecture (Arquitetura

Leia mais

Service Oriented Architecture SOA

Service Oriented Architecture SOA Service Oriented Architecture SOA Arquitetura orientada aos serviços Definição: Arquitetura de sistemas distribuídos em que a funcionalidade é disponibilizada sob a forma de serviços (bem definidos e independentes)

Leia mais

2. Gerar um arquivo XSD e referenciá-lo no WSDL, fazendo com que seja possível catalogar o XML Schema no catálogo de XML Schemas da e-ping;

2. Gerar um arquivo XSD e referenciá-lo no WSDL, fazendo com que seja possível catalogar o XML Schema no catálogo de XML Schemas da e-ping; Guia de Orientação para Implementação de Web Services Este documento apresenta alguns direcionamentos referentes à implementação de web services. É uma versão preliminar da construção do Guia de Orientação

Leia mais

Web services. Um web service é qualquer software que está disponível através da Internet através de uma interface XML.

Web services. Um web service é qualquer software que está disponível através da Internet através de uma interface XML. Web services Um web service é qualquer software que está disponível através da Internet através de uma interface XML. XML é utilizado para codificar toda a comunicação de/para um web service. Web services

Leia mais

Arquiteturas SOA, WOA, e REST

Arquiteturas SOA, WOA, e REST Arquiteturas SOA, WOA, e REST Aplicação de Software Social Fred Figueiredo Luiz Borges Pedro Pires Arquiteturas SOA, WOA e REST Desenvolvimento de aplicações orientadas ao fornecimento de serviços que

Leia mais

Web Services. Integração de aplicações na Web. Sistemas Distribuídos

Web Services. Integração de aplicações na Web. Sistemas Distribuídos Web Services Integração de aplicações na Web Integração de Aplicações na Web Interoperação entre ambientes heterogêneos desafios diversidade de componentes: EJB, CORBA, DCOM... diversidade de linguagens:

Leia mais

SOA na Prática Ricardo Limonta

SOA na Prática Ricardo Limonta SOA na Prática Ricardo Limonta Arquiteto JEE Objetivo Apresentar os conceitos de Arquiteturas Orientadas a Serviços; Entender a relação entre SOA e a tecnologia Web Services; Implementar SOA com Web Services

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE APLICAÇÕES DISTRIBUÍDAS UTILIZANDO SERVIÇOS WEB

CONSTRUÇÃO DE APLICAÇÕES DISTRIBUÍDAS UTILIZANDO SERVIÇOS WEB CONSTRUÇÃO DE APLICAÇÕES DISTRIBUÍDAS UTILIZANDO SERVIÇOS WEB Deusa Cesconeti e Jean Eduardo Glazar Departamento de Ciência da Computação Faculdade de Aracruz UNIARACRUZ {dcescone, jean}@fsjb.edu.br RESUMO

Leia mais

Trabalho de Sistemas Distribuídos

Trabalho de Sistemas Distribuídos Cássio de Olivera Ferraz Trabalho de Sistemas Distribuídos Petrópolis 2015, v-1.0 Cássio de Olivera Ferraz Trabalho de Sistemas Distribuídos Trabalho sobre sistemas distribuídos e suas tecnologias. Universidade

Leia mais

Fase 1: Engenharia de Produto

Fase 1: Engenharia de Produto Fase 1: Engenharia de Produto Disciplina: Análise de Requisitos DURAÇÃO: 44 h O objetivo principal da disciplina é realizar uma análise das necessidades e produzir um escopo do produto. Representará os

Leia mais

Modelagem de Sistemas Web. Ferramentas e metodologias para projeto de sistemas web

Modelagem de Sistemas Web. Ferramentas e metodologias para projeto de sistemas web Modelagem de Sistemas Web Aula 4 Ferramentas e metodologias para projeto de sistemas web Ferramentas e metodologias para projeto de sistemas web Ferramentas CASE Fontes: Sarajane e Marques Peres Introdução

Leia mais

INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES UTILIZANDO WEB SERVICE 1. Kellen Kristine Perazzoli 2 ; Manassés Ribeiro 3

INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES UTILIZANDO WEB SERVICE 1. Kellen Kristine Perazzoli 2 ; Manassés Ribeiro 3 INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES UTILIZANDO WEB SERVICE 1 Kellen Kristine Perazzoli 2 ; Manassés Ribeiro 3 INTRODUÇÃO Atualmente empresas de diversos portes estão encontrando nos web services soluções para seus

Leia mais

2 Conceitos relativos a Web services e sua composição

2 Conceitos relativos a Web services e sua composição 15 2 Conceitos relativos a Web services e sua composição A necessidade de flexibilidade na arquitetura das aplicações levou ao modelo orientado a objetos, onde os processos de negócios podem ser representados

Leia mais

Universidade Federal de Juiz de Fora Ciência da Computação Sistemas Distribuídos Professor Ciro Barbosa

Universidade Federal de Juiz de Fora Ciência da Computação Sistemas Distribuídos Professor Ciro Barbosa Universidade Federal de Juiz de Fora Ciência da Computação Sistemas Distribuídos Professor Ciro Barbosa Web Service Plínio Antunes Garcia Sam Ould Mohamed el Hacen Sumário Introdução conceitual O Web Service

Leia mais

Comunicado Técnico 11

Comunicado Técnico 11 Comunicado Técnico 11 ISSN 2177-854X Maio. 2011 Uberaba - MG Web Services e XML Comunicação Inteligente entre Sistemas Responsáveis: Daniela Justiniano de Sousa E-mail: dsol_dani21@hotmail.com Graduada

Leia mais

DISTRIBUTED SYSTEMS ARCHITECTURES. Ian Sommerville, 8º edição Capítulo 12 Aula de Luiz Eduardo Guarino de Vasconcelos

DISTRIBUTED SYSTEMS ARCHITECTURES. Ian Sommerville, 8º edição Capítulo 12 Aula de Luiz Eduardo Guarino de Vasconcelos DISTRIBUTED SYSTEMS ARCHITECTURES Ian Sommerville, 8º edição Capítulo 12 Aula de Luiz Eduardo Guarino de Vasconcelos Objetivos Explicar as vantagens e desvantagens das arquiteturas de sistemas distribuídos

Leia mais

Web Services: Metodologias de Desenvolvimento Carlos J. Feijó Lopes José Carlos Ramalho Fevereiro de 2004

Web Services: Metodologias de Desenvolvimento Carlos J. Feijó Lopes José Carlos Ramalho Fevereiro de 2004 Web Services: Metodologias de Desenvolvimento Carlos J. Feijó Lopes José Carlos Ramalho Fevereiro de 2004 1 Contextualização e arquitetura de funcionamento de um Web Service Os Web Services [PRV+01, Cer02]

Leia mais

PROGRAMAÇÃO SERVIDOR WEBSERVICES EM SISTEMAS WEB. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1

PROGRAMAÇÃO SERVIDOR WEBSERVICES EM SISTEMAS WEB. Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 PROGRAMAÇÃO SERVIDOR EM SISTEMAS WEB WEBSERVICES Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Compreender o que é um WebService e sua utilidade Compreender a lógica de funcionamento de um WebService Capacitar

Leia mais

Padrões Abertos, Componentização e SOA A chave para a evolução e criação de uma nova geração de sistemas de gestão comercial

Padrões Abertos, Componentização e SOA A chave para a evolução e criação de uma nova geração de sistemas de gestão comercial Padrões Abertos, Componentização e SOA A chave para a evolução e criação de uma nova geração de sistemas de gestão comercial Sindo V. Dias Antônio C. Mosca Rogério A. Rondini Agenda Cenário do Setor de

Leia mais

INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES UTILIZANDO WEB SERVICE. Kellen Kristine Perazzoli 1, Manassés Ribeiro 2 RESUMO

INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES UTILIZANDO WEB SERVICE. Kellen Kristine Perazzoli 1, Manassés Ribeiro 2 RESUMO INTEGRAÇÃO DE APLICAÇÕES UTILIZANDO WEB SERVICE Kellen Kristine Perazzoli, Manassés Ribeiro RESUMO O grande avanço tecnológico vivenciado nos últimos anos, os web services vem sendo utilizados trazendo

Leia mais

Programação Cliente em Sistemas Web

Programação Cliente em Sistemas Web Programação Cliente em Sistemas Web WEBSERVICES Cap 18. - Sistemas distribuídos e serviços web em Deitel, H.M, Sistemas Operacionais, 3 ª edição, Pearson Prentice Hall, 2005 Fonte: Rodrigo Rebouças de

Leia mais

Tendências da Arquitetura na Produção de Software

Tendências da Arquitetura na Produção de Software Tendências da Arquitetura na Produção de Software Prof. Dr. Ivanir Costa icosta11@terra.com.br mai-08 IC TECNOLOGIA EM SOFTWARE LTDA 1 Prof. Dr. Ivanir Costa Bacharel em Física pela USP Pós-Graduado em

Leia mais

Arquitetura Orientada a Serviço

Arquitetura Orientada a Serviço Arquitetura Orientada a Fabio Perez Marzullo IEEE Body of Knowledge on Services Computing Sponsored by Technical Committee on Services Computing, IEEE Computer Society 1 SOA e Web Services SOA é um modelo

Leia mais

Infra estrutura da Tecnologia da Informação

Infra estrutura da Tecnologia da Informação Infra estrutura da Tecnologia da Informação Capítulo 3 Adaptado do material de apoio ao Livro Sistemas de Informação Gerenciais, 7ª ed., de K. Laudon e J. Laudon, Prentice Hall, 2005 CEA460 Gestão da Informação

Leia mais

Web Services. Tópicos. Motivação. Tecnologias Web Service. Passo a passo Business Web Conclusão. Integração de aplicações SOAP, WSDL, UDDI, WSFL

Web Services. Tópicos. Motivação. Tecnologias Web Service. Passo a passo Business Web Conclusão. Integração de aplicações SOAP, WSDL, UDDI, WSFL Web Services Antonio Dirceu adrvf@cin.ufpe.br Tópicos Motivação Integração de aplicações Tecnologias Web Service SOAP, WSDL, UDDI, WSFL Passo a passo Business Web Conclusão Motivação Integração de Aplicações

Leia mais

INFRAESTRUTURA DE TI E TECNOLOGIAS EMERGENTES

INFRAESTRUTURA DE TI E TECNOLOGIAS EMERGENTES Sistema de Informação e Tecnologia FEQ 0411 Prof Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br Capítulo 5 INFRAESTRUTURA DE TI E TECNOLOGIAS EMERGENTES PRADO, Edmir P.V.; SOUZA, Cesar A. de. (org). Fundamentos

Leia mais

REST Um Estilo de Arquitetura de Sistemas Distribuídos

REST Um Estilo de Arquitetura de Sistemas Distribuídos REST Um Estilo de Arquitetura de Sistemas Distribuídos Márcio Alves de Araújo¹, Mauro Antônio Correia Júnior¹ 1 Faculdade de Computação Universidade Federal de Uberlândia (UFU) Monte Carmelo MG Brasil

Leia mais

Microsoft.NET. Desenvolvimento Baseado em Componentes

Microsoft.NET. Desenvolvimento Baseado em Componentes Microsoft.NET Lirisnei Gomes de Sousa lirisnei@hotmail.com Jair C Leite jair@dimap.ufrn.br Desenvolvimento Baseado em Componentes Resolução de problemas específicos, mas que podem ser re-utilizados em

Leia mais

SOA. Fabio Perez Marzullo. Inovando seu negócio por meio de soluções orientadas a serviços. Novatec

SOA. Fabio Perez Marzullo. Inovando seu negócio por meio de soluções orientadas a serviços. Novatec SOA na prática Inovando seu negócio por meio de soluções orientadas a serviços Fabio Perez Marzullo Novatec Sumário Parte I Fundamentos técnicos da teoria de serviços... 17 Capítulo 1 Introdução à teoria

Leia mais

Designing Service Architectures for Distributed Geoprocessing: Challenges and Future Directions

Designing Service Architectures for Distributed Geoprocessing: Challenges and Future Directions UERJ Universidade do Estado do Rio de Janeiro Programa de Pós-Graduação em Eng. de Computação Área de Concentração: Geomática Designing Service Architectures for Distributed Geoprocessing: Challenges and

Leia mais

Sistemas Distribuídos e Paralelos

Sistemas Distribuídos e Paralelos Sistemas Distribuídos e Paralelos Web Services Ricardo Mendão Silva Universidade Autónoma de Lisboa r.m.silva@ieee.org November 29, 2014 Ricardo Mendão Silva (UAL) Sistemas Distribuídos e Paralelos November

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Prof. Adriano Avelar Site: www.adrianoavelar.com Email: eam.avelar@gmail.com Mecanismos de Comunicação Protocolos de Aplicação Mecanismos de comunicação

Leia mais

Arquitetura SOA SCP. Sistema de Controle Patrimonial. Pandora Tech Soluções em Software Livre. Versão Atual 1.0. Data Versão Descrição Autor

Arquitetura SOA SCP. Sistema de Controle Patrimonial. Pandora Tech Soluções em Software Livre. Versão Atual 1.0. Data Versão Descrição Autor SCP Pandora Tech Soluções em Software Livre Versão Atual 1.0 Histórico das Revisões Data Versão Descrição Autor 24/02/2010 1.0 Criação do Documento Fernando Anselmo Parte Conceito O uso de tecnologias

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO INSTITUTO DE COMPUTAÇÃO COORDENAÇÃO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO INSTITUTO DE COMPUTAÇÃO COORDENAÇÃO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO INSTITUTO DE COMPUTAÇÃO COORDENAÇÃO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO PROPOSIÇÃO DE UMA NOVA ARQUITETURA BASEADA EM

Leia mais

Sistemas Distribuídos Arquiteturas Middlewares

Sistemas Distribuídos Arquiteturas Middlewares Sistemas Distribuídos Arquiteturas s Arquitetura Arquitetura de um sistema é sua estrutura em termos dos componentes e seus relacionamentos Objetivo: garantir que a estrutura satisfará as demandas presentes

Leia mais

Serviços Web: Arquitetura

Serviços Web: Arquitetura Sistemas Distribuídos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão Objetivos Nesta aula

Leia mais

UM ESTUDO SOBRE ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UTILIZANDO NOVAS TECNOLOGIAS

UM ESTUDO SOBRE ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UTILIZANDO NOVAS TECNOLOGIAS UM ESTUDO SOBRE ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UTILIZANDO NOVAS TECNOLOGIAS Edi Carlos Siniciato ¹, William Magalhães¹ ¹ Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil edysiniciato@gmail.com,

Leia mais

Integração de Sistemas: um estudo de caso do Sistema de Agendamento de Relatórios de uma Instituição Financeira RESUMO

Integração de Sistemas: um estudo de caso do Sistema de Agendamento de Relatórios de uma Instituição Financeira RESUMO Integração de Sistemas: um estudo de caso do Sistema de Agendamento de Relatórios de uma Instituição Financeira Luiz Henrique Santana 1 Leandro Libério da Silva 2 RESUMO Este artigo apresenta um estudo

Leia mais

A Estrutura de um Web Service

A Estrutura de um Web Service A Estrutura de um Web Service Paulo Vitor Antonini Orlandin paulovitor_e@hotmail.com Resumo Atualmente, o Serviço Web é a solução mais utilizada para integração entre sistemas, pois apresenta vantagens

Leia mais

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br

PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br PROJETO DE REDES www.projetoderedes.com.br Centro Universitário de Volta Redonda - UniFOA Curso Tecnológico de Redes de Computadores 5º período Disciplina: Tecnologia WEB Professor: José Maurício S. Pinheiro

Leia mais

A Figura... mostra a arquitetura técnica de serviços na Web

A Figura... mostra a arquitetura técnica de serviços na Web Este capítulo proporciona uma visão técnica simplificada de um sistema UDDI. A arquitetura técnica de UDDI consiste de três partes: O Modelo de Informação UDDI Um esquema XML para descrever negócios e

Leia mais

Documento apresentado para discussão. II Encontro Nacional de Produtores e Usuários de Informações Sociais, Econômicas e Territoriais

Documento apresentado para discussão. II Encontro Nacional de Produtores e Usuários de Informações Sociais, Econômicas e Territoriais Documento apresentado para discussão II Encontro Nacional de Produtores e Usuários de Informações Sociais, Econômicas e Territoriais Rio de Janeiro, 21 a 25 de agosto de 2006 PID - Projeto de Interoperabilidade

Leia mais

SINS: um Ambiente para Geração de Aplicações baseadas em Serviços

SINS: um Ambiente para Geração de Aplicações baseadas em Serviços SINS: um Ambiente para Geração de Aplicações baseadas em Serviços Sérgio Larentis Júnior, Jorge Luis Victória Barbosa, Sérgio Crespo Coelho da Silva Pinto, Andrêsa Vargas Larentis Programa Interdisciplinar

Leia mais

Criando Web Services. Palestrante: Daniel Destro do Carmo

Criando Web Services. Palestrante: Daniel Destro do Carmo Criando Web Services com Apache Axis Palestrante: Daniel Destro do Carmo Tópicos do Tutorial Introdução O que são Web Services? Padrões Web Services SOAP WSDL Web Services com Java O que é Apache Axis?

Leia mais

Emails: ajdsouza@dca.ufrn.br, salesfilho@cefetrn.br, adauto6@netscape.net, lipecouto@gmail.com, rodrigop@dca.ufrn.br, affonso@dca.ufrn.

Emails: ajdsouza@dca.ufrn.br, salesfilho@cefetrn.br, adauto6@netscape.net, lipecouto@gmail.com, rodrigop@dca.ufrn.br, affonso@dca.ufrn. SUPERVISÃO DE PROCESSOS INDUSTRIAIS USANDO WEB SERVICE Alessandro J. de Souza, Francisco Sales de L. Filho, Adauto L. T. B. da Fonseca, Felipe C. Alves do Couto, Rodrigo P. R. dos Santos, Luiz Affonso

Leia mais

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA em Gestão da Tecnologia da Informação

FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA em Gestão da Tecnologia da Informação FACULDADE DE ADMINISTRAÇÃO E NEGÓCIOS DE SERGIPE - FANESE CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA em Gestão da Tecnologia da Informação 1 Ruironaldi dos Santos Cruz ARTIGO ARQUITETURA ORIENTADA A SERVIÇO SOA SERVICE

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Sistemas de Informações Gerenciais Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Capítulo 4 Infra-Estrutura de TI: Hardware e Software 2 1 OBJETIVOS

Leia mais

Kassius Vargas Prestes

Kassius Vargas Prestes Kassius Vargas Prestes Agenda 1. Introdução Web Services 2. XML, SOAP 3. Apache Tomcat 4. Axis 5. Instalação Tomcat e Axis 6. Criação de um Web Service 7. Criação de um cliente Baixar http://www.inf.ufrgs.br/~kvprestes/webservices/

Leia mais

Consumindo um Web Service através de uma Aplicação Comercial em Android. Alex Malmann Becker www.alex.porthal.com.br alex@porthal.com.

Consumindo um Web Service através de uma Aplicação Comercial em Android. Alex Malmann Becker www.alex.porthal.com.br alex@porthal.com. Consumindo um Web Service através de uma Aplicação Comercial em Android Alex Malmann Becker www.alex.porthal.com.br alex@porthal.com.br 08/2014 Agenda Introdução Conceitos Web Service Por que utilizar

Leia mais

Serviços Web: Introdução

Serviços Web: Introdução Sistemas Distribuídos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão Objetivos Nesta aula

Leia mais

PROGRAMA DE MBA em Gestão e Engenharia do Produto. O Produto Internet e suas Aplicações

PROGRAMA DE MBA em Gestão e Engenharia do Produto. O Produto Internet e suas Aplicações Universidade de São Paulo Escola Politécnica Programa de Educação Continuada em Engenharia PROGRAMA DE MBA em Gestão e Engenharia do Produto O Produto Internet e suas Aplicações Tecnologias de Informação

Leia mais

11/20/10. Resoluções: Teste de Áudio. Não suporto esses malucos de TI. Só inventam despesas. Não acredito que teremos que pagar por mais softwares.

11/20/10. Resoluções: Teste de Áudio. Não suporto esses malucos de TI. Só inventam despesas. Não acredito que teremos que pagar por mais softwares. Não suporto esses malucos de TI. Só inventam despesas. Não acredito que teremos que pagar por mais softwares. Teste de Áudio Quero adaptar os softs que já temos e você não sabe como faz e diz que não é

Leia mais

Web Services. Autor: Rômulo Rosa Furtado

Web Services. Autor: Rômulo Rosa Furtado Web Services Autor: Rômulo Rosa Furtado Sumário O que é um Web Service. Qual a finalidade de um Web Service. Como funciona o serviço. Motivação para o uso. Como construir um. Referências. Seção: O que

Leia mais

Arquiteturas, Padrões e Serviços para Geoprocessamento. Lúbia Vinhas 13/05/2008

Arquiteturas, Padrões e Serviços para Geoprocessamento. Lúbia Vinhas 13/05/2008 Arquiteturas, Padrões e Serviços para Geoprocessamento Lúbia Vinhas 13/05/2008 Desejo saber estatísticas sobre áreas queimadas. Desejo fazer análises por localização, por classes de uso ou ainda por seleção

Leia mais

SISTEMA COMPUTACIONAL PARA ANÁLISES DE DADOS EM AGRICULTURA DE PRECISÃO

SISTEMA COMPUTACIONAL PARA ANÁLISES DE DADOS EM AGRICULTURA DE PRECISÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA PROJETO SISTEMA COMPUTACIONAL PARA ANÁLISES DE DADOS EM AGRICULTURA DE PRECISÃO ALUNO RICARDO CARDOSO TERZELLA

Leia mais

5 Framework para coordenação e mediação de Web Services para ambientes de aprendizado à distância

5 Framework para coordenação e mediação de Web Services para ambientes de aprendizado à distância 5 Framework para coordenação e mediação de Web Services para ambientes de aprendizado à distância O capítulo anterior apresentou uma discussão sobre a inclusão dos chamados learning services no processo

Leia mais

Integração Orientada a Serviços

Integração Orientada a Serviços Integração Orientada a Serviços Porto Alegre, Agosto de 2006 Agenda Sobre a e-core SOA O que é? Web Services x SOA Principal Motivação - Integração SOI ESB BPEL JBI ServiceMix Solução Proposta A Empresa

Leia mais

ARQUITETURA ORIENTADA A SERVIÇO : UMA ANÁLISE DAS PROPOSIÇÕES TECNOLÓGICAS COM FOCO NA AUTOMAÇÃO DE PROCESSOS DE NEGÓCIOS

ARQUITETURA ORIENTADA A SERVIÇO : UMA ANÁLISE DAS PROPOSIÇÕES TECNOLÓGICAS COM FOCO NA AUTOMAÇÃO DE PROCESSOS DE NEGÓCIOS UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE EDUCAÇÃO SÃO JOSÉ CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ARQUITETURA ORIENTADA A SERVIÇO : UMA ANÁLISE DAS PROPOSIÇÕES TECNOLÓGICAS COM FOCO

Leia mais

Introdução Serviços Web WSDL SOAP UDDI Ferramentas. Serviços Web. (Web Services) Emerson Ribeiro de Mello

Introdução Serviços Web WSDL SOAP UDDI Ferramentas. Serviços Web. (Web Services) Emerson Ribeiro de Mello 1/39 Serviços Web (Web Services) Emerson Ribeiro de Mello Departamento de Automação e Sistemas Universidade Federal de Santa Catarina 22 de Maio de 2007 2/39 Arquitetura Orientada a Serviços Arquitetura

Leia mais

ANEXO V Edital nº 03508/2008

ANEXO V Edital nº 03508/2008 ANEXO V Edital nº 03508/2008 Projeto de integração das informações de mandado de prisão e processos dos Tribunais Regionais Federais e do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios O objetivo

Leia mais

Gerência de Configuração de Software Funções

Gerência de Configuração de Software Funções Universidade Estadual de Maringá Departamento de Informática Ciência da Computação Processo de Engenharia de Software II Gerência de Configuração de Software Funções Rafael Leonardo Vivian {rlvivian.uem

Leia mais

Padrões Arquiteturais. Sistemas Distribuídos: Broker

Padrões Arquiteturais. Sistemas Distribuídos: Broker Padrões Arquiteturais Sistemas Distribuídos: Broker Sistemas Distribuídos Tendências: Sistemas Comp. com múltiplas CPUs Redes locais com centenas de hospedeiros Benefícios Economia Desempenho e escalabilidade

Leia mais

Projeto Demoiselle. Para perguntas e respostas, utilizem a lista de discussões de usuários da comunidade: demoiselle-users@lists.sourceforge.

Projeto Demoiselle. Para perguntas e respostas, utilizem a lista de discussões de usuários da comunidade: demoiselle-users@lists.sourceforge. Projeto Demoiselle Para perguntas e respostas, utilizem a lista de discussões de usuários da comunidade: demoiselle-users@lists.sourceforge.net Palestrantes: Antônio Carlos Tiboni Luciana Campos Mota 20/07/2009

Leia mais

CORBA. Common Object Request Broker Architecture. Unicamp. Centro de Computação Rubens Queiroz de Almeida queiroz@unicamp.br

CORBA. Common Object Request Broker Architecture. Unicamp. Centro de Computação Rubens Queiroz de Almeida queiroz@unicamp.br CORBA Common Object Request Broker Architecture Unicamp Centro de Computação Rubens Queiroz de Almeida queiroz@unicamp.br Objetivos Apresentação Tecnologia CORBA Conceitos Básicos e Terminologia Considerações

Leia mais

Abstraindo as Camadas de SOA & Aplicações Compostas

Abstraindo as Camadas de SOA & Aplicações Compostas Abstraindo as Camadas de SOA & Aplicações Compostas Serviço Service Requisitante Consumer Service Serviço Provider Provedor consumidores processos business e processes negócios Coreografia process choreography

Leia mais

Linha de Produto de Software

Linha de Produto de Software Linha de Produto de Software Jair C Leite DIMAp/UFRN O que é linha de produto de software? Técnica de produção baseada em outras engenharias fábricas que desenvolvem uma mesma família de produtos com partes

Leia mais

AUTOMAÇÃO SUPERVISÃO E CONTROLE E A APLICAÇÃO DA ARQUITETURA ORIENTADA A SERVIÇOS SOA.

AUTOMAÇÃO SUPERVISÃO E CONTROLE E A APLICAÇÃO DA ARQUITETURA ORIENTADA A SERVIÇOS SOA. AUTOMAÇÃO SUPERVISÃO E CONTROLE E A APLICAÇÃO DA ARQUITETURA ORIENTADA A SERVIÇOS SOA. Uma significativa parcela dos sistemas de automação de grandes empresas são legados de tecnologias de gerações anteriores,

Leia mais

A utilização do JSWDP para construção de Web Services

A utilização do JSWDP para construção de Web Services A utilização do JSWDP para construção de Web Services Fabiana Ferreira Cardoso 1, Francisco A. S. Júnior 1, Madianita Bogo 1 1 Centro de Tecnologia da Informação Centro Universitário Luterano de Palmas

Leia mais

BPMN (Exemplos e Exercícios) e UDDI

BPMN (Exemplos e Exercícios) e UDDI DAS5316 BPMN (Exemplos e Exercícios) e UDDI Prof. Ricardo J. Rabelo (rabelo@das.ufsc.br) Responsável pela elaboração dos slides Alexandre Perin (perin@das.ufsc.br) Florianópolis (SC), 2010. Roteiro BPMN

Leia mais

Computação Distribuída, Web Service - um estudo de caso

Computação Distribuída, Web Service - um estudo de caso CENTRO UNIVERSITÁRIO VILA VELHA CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Diogo Francisco Sales da Silva Flávio Rodrigo Lovatti Computação Distribuída, Web Service - um estudo de caso VILA VELHA 2009 Diogo Francisco

Leia mais

: : Interoperabilidade entre Sistemas de Informação baseados na WEB - uma abordagem Multicanal

: : Interoperabilidade entre Sistemas de Informação baseados na WEB - uma abordagem Multicanal : : Interoperabilidade entre Sistemas de Informação baseados na WEB - uma abordagem Multicanal Sérgio Magalhães mgi01020@fe.up.pt As vantagens competitivas ganham-se muitas vezes por ser o primeiro a chegar

Leia mais

Anexo VI Edital nº 03361/2008. Projeto de Integração das informações de Identificação Civil. 1. Definições de interoperabilidade adotadas pela SENASP

Anexo VI Edital nº 03361/2008. Projeto de Integração das informações de Identificação Civil. 1. Definições de interoperabilidade adotadas pela SENASP Anexo VI Edital nº 03361/2008 Projeto de Integração das informações de Identificação Civil 1. Definições de interoperabilidade adotadas pela SENASP A Senasp procura adotar os padrões de interoperabilidade

Leia mais

COMUNICAÇÃO ENTRE SISTEMAS ATRAVÉS DE XML E WEB SERVICES

COMUNICAÇÃO ENTRE SISTEMAS ATRAVÉS DE XML E WEB SERVICES COMUNICAÇÃO ENTRE SISTEMAS ATRAVÉS DE XML E WEB SERVICES M.Sc. FERNANDO DE ANDRADE BASTOS¹(fbastos@unidavi.edu.br) GUILHERME AUGUSTO CAVILHA BUTZKE²(guibutzke@gmail.com) RESUMO Na área de sistemas de informação

Leia mais

Aplicação de tecnologias de Web Services para definição de um modelo de arquitetura orientada a serviço (SOA)

Aplicação de tecnologias de Web Services para definição de um modelo de arquitetura orientada a serviço (SOA) Aplicação de tecnologias de Web Services para definição de um modelo de arquitetura orientada a serviço (SOA) Kléber Onélio Campos 3, André Donadel 1, José Leomar Todesco 1,2, Gregório Varvákis 1, Paulo

Leia mais

Sistemas Distribuídos. Web Services. Edeyson Andrade Gomes. www.edeyson.com.br

Sistemas Distribuídos. Web Services. Edeyson Andrade Gomes. www.edeyson.com.br Sistemas Distribuídos Web Services Edeyson Andrade Gomes www.edeyson.com.br SUMÁRIO Visão geral Arquitetura Web Services Desenvolvimento 2 Visão Geral Web Services Usados para disponibilizar serviços na

Leia mais

ARQUITETURA DE SISTEMAS. Cleviton Monteiro (cleviton@gmail.com)

ARQUITETURA DE SISTEMAS. Cleviton Monteiro (cleviton@gmail.com) ARQUITETURA DE SISTEMAS Cleviton Monteiro (cleviton@gmail.com) Roteiro Definição Documento de arquitetura Modelos de representação da arquitetura Estilos arquiteturais Arquitetura de sistemas web Arquitetura

Leia mais

13 o ICCRTS: C 2 para Missões Complexas

13 o ICCRTS: C 2 para Missões Complexas 13 o ICCRTS: C 2 para Missões Complexas INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS DE COMANDO E CONTROLE: UMA EXPERIÊNCIA BRASILEIRA 1 Tópico 8: Arquiteturas de C2 Andersonn Kohl Major QEM Departamento de Ciência e Tecnologia

Leia mais

1.264 Lição 16. Legado Middleware

1.264 Lição 16. Legado Middleware 1.264 Lição 16 Legado Middleware O que é o legado middleware? Cliente (interface do usuário, aplicativo local). Cliente (interface do usuário, aplicativo local). Como conectamos clientes e servidores?

Leia mais

INTEROPERABILIDADE EM SISTEMAS UTILIZANDO WEB SERVICES COMO MIDDLEWARES

INTEROPERABILIDADE EM SISTEMAS UTILIZANDO WEB SERVICES COMO MIDDLEWARES INTEROPERABILIDADE EM SISTEMAS UTILIZANDO WEB SERVICES COMO MIDDLEWARES Bruno B. Boniati 1, Agner Q. Olson 1, Ms. Edson Luiz Padoin 2 2 Departamento de Tecnologia - 1 Curso de Informática: Sistemas de

Leia mais

WORKFLOW. Mapeamento de Processos de Negócio 26/11/2009. Tadeu Cruz, Prof. M.Sc. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

WORKFLOW. Mapeamento de Processos de Negócio 26/11/2009. Tadeu Cruz, Prof. M.Sc. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS WORKFLOW Mapeamento de Processos de Negócio Tadeu Cruz, Prof. M.Sc. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS É proibido a reprodução total ou parcial de qualquer forma ou por qualquer meio sem a expressa autorização

Leia mais

INTEGRAÇÃO DE TÉCNICAS DE SISTEMAS DISTRIBUÍDOS APLICADA AO DESENVOLVIMENTO DE UM AMBIENTE PARA O JOGO DE XADREZ

INTEGRAÇÃO DE TÉCNICAS DE SISTEMAS DISTRIBUÍDOS APLICADA AO DESENVOLVIMENTO DE UM AMBIENTE PARA O JOGO DE XADREZ INTEGRAÇÃO DE TÉCNICAS DE SISTEMAS DISTRIBUÍDOS APLICADA AO DESENVOLVIMENTO DE UM AMBIENTE PARA O JOGO DE XADREZ Acadêmico: Antonio Carlos Bambino Filho Orientador: Prof. Marcel Hugo SUMÁRIO Introdução;

Leia mais

MoSOA: Um Framework para Desenvolvimento de Aplicações Móveis Orientadas a Serviços

MoSOA: Um Framework para Desenvolvimento de Aplicações Móveis Orientadas a Serviços UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE INFORMÁTICA MoSOA: Um Framework para Desenvolvimento de Aplicações Móveis Orientadas a Serviços TRABALHO DE GRADUAÇÃO

Leia mais

Desenvolvimento de uma Aplicação utilizando SOA: um Estudo de Caso

Desenvolvimento de uma Aplicação utilizando SOA: um Estudo de Caso Desenvolvimento de uma Aplicação utilizando SOA: um Estudo de Caso Roberto Felipe Caliendo, Daniel Luís Notari Centro de Ciências Exatas e Tecnologia Universidade de Caxias do Sul (UCS) Rua Francisco Getúlio

Leia mais

Ferramenta de apoio a gerência de configuração de software. Aluno: Rodrigo Furlaneto Orientador: Everaldo Artur Grahl

Ferramenta de apoio a gerência de configuração de software. Aluno: Rodrigo Furlaneto Orientador: Everaldo Artur Grahl Ferramenta de apoio a gerência de configuração de software Aluno: Rodrigo Furlaneto Orientador: Everaldo Artur Grahl Roteiro de apresentação Introdução Objetivos Fundamentação Teórica Gerência de Configuração

Leia mais

HENRIQUE SHOITI FUGITA. MAPOS: Método de Análise e Projeto Orientado a Serviços

HENRIQUE SHOITI FUGITA. MAPOS: Método de Análise e Projeto Orientado a Serviços HENRIQUE SHOITI FUGITA MAPOS: Método de Análise e Projeto Orientado a Serviços SÃO PAULO 2009 HENRIQUE SHOITI FUGITA MAPOS: Método de Análise e Projeto Orientado a Serviços Dissertação apresentada à Escola

Leia mais

Combinação de serviços já existentes para criar um novo serviço. jcd@cin.ufpe.br. cin.ufpe.br. cin.ufpe.br. Composição de Serviços Com WS-BPEL

Combinação de serviços já existentes para criar um novo serviço. jcd@cin.ufpe.br. cin.ufpe.br. cin.ufpe.br. Composição de Serviços Com WS-BPEL Introdução à Composição de serviços Web Júlio César Damasceno jcd@ Agenda Definição Motivação Background Arquitetura Orientada a Serviço (SOA) Computação Orientada a Serviço (SOC) Web Services Composição

Leia mais