AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO E SINALIZAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO E SINALIZAÇÃO"

Transcrição

1 8AJD15_ES AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO E SINALIZAÇÃO Peças do procedimento aprovadas por despacho de 19/08/2015 do DREP

2 8AJD15_ES: AQUISIÇÃO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO CIVIL E EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO E SINALIZAÇÃO CONVITE Convida se V/ Exas. a apresentar proposta(s) para a aquisição dos bens em referência, nos seguintes termos: 1 A entidade adjudicante é a Região Autónoma da Madeira, através da Secretaria Regional dos Assuntos Parlamentares e Europeus, Direção Regional de Edifícios Públicos, com sede à Rua Dr. Pestana Júnior, n.º Funchal, telefone , fax ; e mail: 2 a) A decisão de contratar foi tomada por despacho do Diretor Regional de Edifícios Públicos. b) Os eventuais esclarecimentos solicitados e prestados necessários à boa compreensão e interpretação do objeto do contrato, as listas de erros e omissões apresentadas e respetivas decisões serão disponibilizados através dos meios eletrónicos referidos no n.º 1 supra. 3 A(s) proposta(s), uma por cada lote, é(são) constituída(s) pelos seguintes documentos: a) Declaração do concorrente de aceitação do conteúdo do caderno de encargos, elaborada em conformidade com o modelo constante do Anexo I M do Decreto Legislativo Regional n.º 34/2008/M, de 14 de agosto (anexo 1); b) Indicação do lote ou lotes a que concorre; c) Mapa em excel, disponibilizado como anexo 2, devendo preencher se o(s) separador(es) respeitante ao(s) lote(s) a que concorre, com toda a informação nele(s) requerida, nomeadamente os preços unitários, e considerando sempre as caraterísticas e especificações constantes do ponto 13 do caderno de encargos;

3 d) Documento que contenha os esclarecimentos justificativos da apresentação de um preço anormalmente baixo (se aplicável). A(s) proposta(s) deve(m) ser apresentada(s) fornecendo toda a informação requerida no(s) separador(es) do mapa em excel em anexo e supra referido, sob pena de exclusão. Os interessados deverão apresentar proposta para cada um dos referidos lotes, não sendo obrigatória a apresentação de proposta para todos os lotes. A(s) proposta(s) deve referir se à totalidade dos artigos de cada lote a que concorre, sob pena de exclusão. 4 O documento a que se refere a alínea a) do número anterior deverá ser elaborado tendo em consideração o disposto nos n.ºs 4 e 5 do artigo 57.º do CCP. Para o efeito, o concorrente deverá juntar os documentos necessários para comprovar a existência de poderes para obrigar do(s) assinante(s) (certidão do registo comercial, procuração ou outro documento equivalente). 5 Na elaboração da(s) proposta(s) o concorrente deverá considerar o disposto nos artigos 57.º, nºs 3 e 4, 58.º e 60.º do CCP. 6 Os documentos que constituem a(s) proposta(s) são apresentados até às 17:00h do dia 8 de setembro de 2015 na plataforma eletrónica acingov. 7 a) Todos os documentos carregados na plataforma, incluindo os documentos que constituem a proposta deverão ser assinados eletronicamente mediante a utilização de certificados de assinatura eletrónica qualificada. b) Os certificados a que se refere o número anterior são emitidos por uma entidade certificadora credenciada pela Autoridade Nacional de Segurança (informação disponível em

4 c) Nos casos em que o certificado digital não possa relacionar o assinante com a sua função e poder de assinatura, deve a entidade interessada submeter à plataforma um documento eletrónico oficial indicando o poder de representação e a assinatura do representante. 8 O(s) adjudicatário(s) deverá(ão) apresentar através dos meios de transmissão eletrónica de dados referidos no n.º 1 supra (fax ou correio eletrónico), no prazo de 5 dias, a contar da notificação da decisão de adjudicação, os documentos de habilitação que forem exigidos ao abrigo do disposto no artigo 81.º do Código dos Contratos Públicos, conjugado com o disposto no artigo 7.º do Decreto Legislativo Regional nº 34/2008/M, de 14 de agosto, nomeadamente: a) Declaração do adjudicatário, elaborada em conformidade com o Anexo II M do decreto Legislativo Regional n.º 34/2008/M, de 14 de agosto (anexo 3); b) Identificação completa (através da cópia do B.I./C.C.) e indicação da residência da (s) pessoa (s) que assinará (ão) o contrato, qualidade em que intervém (êm), com junção do (s) documento (s) que atribui (em) poderes para o efeito; c) Certidão do Registo Comercial; d) Documento comprovativo de que não se encontra na situação prevista na alínea i) do artigo 55.º do CCP (registo criminal do (s) titular (es) dos órgãos sociais de administração, direção ou gerência); e) Documento comprovativo de que tem a situação contributiva regularizada; f) Documento comprovativo de que tem a situação tributária regularizada; g) Declaração de rendimentos (modelo 3 ou modelo 22, este último acompanhado do Anexo C) (se aplicável); h) Declaração de Rendimentos e Retenções (modelo 10), do último exercício económico (se aplicável) i) Última Declaração Mensal de Remunerações (DMR), apresentada perante a Autoridade Tributária (AT), acompanhada das guias de pagamento das retenções na fonte com indicação da zona geográfica Madeira (se aplicável); j) Anexo Q da informação empresarial simplificada (IES) (se aplicável);

5 Caso o adjudicatário, enquanto concorrente, tenha declarado que cumpriu as obrigações fiscais declarativas referidas no n.º 2 do artigo 7.º do Decreto Legislativo Regional n.º 34/2008/M, de 14 de Agosto, a não apresentação de algum dos documentos de habilitação referidos nas alíneas g), h), i) e j) deverá ser devidamente justificada. O prazo para o adjudicatário suprir irregularidades nos documentos apresentados será de 3 dias. 9 Não é exigida a prestação de caução. 10 As propostas não serão objeto de negociação. 11 O critério de adjudicação, para cada lote, é o da proposta economicamente mais vantajosa para a entidade adjudicante, considerando o seguinte: PUM ( ) = (PUa i)/ (artigo i ) Sendo que: PUM ( ) = Preço unitário médio (que é apurado, conforme fórmula supra, através da soma dos preços unitários de cada artigo a dividir pelo número de artigos existentes, para cada lote), sem IVA. PUa = Preço unitário do artigo A proposta considerada economicamente mais vantajosa para a entidade adjudicante será aquela que apresente um PUM de menor valor, com arredondamento à segunda casa decimal, para cada lote individualmente considerado. 12 A adjudicação será feita por lotes. No caso de haver propostas, para cada lote, com o mesmo PUM, o desempate será efetuado da seguinte forma:

6 Para o Lote 1 a favor da proposta que apresentar menor preço unitário para o artigo n.º 1 Para o Lote 2 a favor da proposta que apresentar menor preço unitário para o artigo n.º Para efeitos de aplicação do disposto nas alíneas d) e e) do n.º 2 do artigo 70.º do CCP, e sem prejuízo das outras causas de exclusão previstas no Código dos Contratos Públicos (CCP) e demais legislação aplicável, considera se que a proposta apresenta um preço superior ao preço base ou um preço total anormalmente baixo, quando o Valor Estimado da Proposta (VEP) para cada lote, ultrapasse o preço base estipulado para esse lote ou, pelo contrário, seja 50% ou mais inferior àquele, sendo que: VEP( ) = ( PUa i x QEa i ) Sendo que: VEP ( ) = Valor Estimado da Proposta para cada lote PUa ( ) = Preço unitário do artigo QEa = Quantidade estimada do artigo Anexos: Anexos e caderno de encargos

7 ANEXO 1 (ANEXO I M) MODELO DE DECLARAÇÃO [A que se refere a alínea a) do n.º 1 do artigo 57.º do Código dos Contratos Públicos e o artigo 6.º do Decreto Legislativo Regional n.º 34/2008/M, de 14 de Agosto] 1... (nome, número de documento de identificação e morada), na qualidade de representante legal de (1)... (firma, número de identificação fiscal e sede ou, no caso de agrupamento concorrente, firmas, números de identificação fiscal e sedes), tendo tomado inteiro e perfeito conhecimento do caderno de encargos relativo à execução do contrato a celebrar na sequência do procedimento de... (designação ou referência ao procedimento em causa), declara, sob compromisso de honra, que a sua representada (2) se obriga a executar o referido contrato em conformidade com o conteúdo do mencionado caderno de encargos, relativamente ao qual declara aceitar, sem reservas, todas as suas cláusulas. 2 Declara também que executará o referido contrato nos termos previstos nos seguintes documentos, que junta em anexo (3): a)... b)... 3 Declara ainda que renuncia a foro especial e se submete, em tudo o que respeitar à execução do referido contrato, ao disposto na legislação portuguesa aplicável. 4 Mais declara, sob compromisso de honra, que: a) Não se encontra em estado de insolvência, em fase de liquidação, dissolução ou cessação de atividade, sujeita a qualquer meio preventivo de liquidação de patrimónios ou em qualquer situação análoga, nem tem o respetivo processo pendente; b) Não foi condenado(a) por sentença transitada em julgado por qualquer crime que afete a sua honorabilidade profissional (4) [ou os titulares dos seus órgãos sociais de administração, direção ou gerência não foram condenados por qualquer crime que afete a sua honorabilidade profissional (5)] (6);

8 c) Não foi objeto de aplicação de sanção administrativa por falta grave em matéria profissional (7) [ou os titulares dos seus órgãos sociais de administração, direção ou gerência não foram objeto de aplicação de sanção administrativa por falta grave em matéria profissional (8)] (9); d) Tem a sua situação regularizada relativamente a contribuições para a segurança social em Portugal (ou no estado de que é nacional ou no qual se situe o seu estabelecimento principal) (10); e) Tem a sua situação regularizada relativamente a impostos devidos em Portugal (ou no estado de que é nacional ou no qual se situe o seu estabelecimento principal) (11); f) Não foi objeto de aplicação da sanção acessória prevista na alínea e) do n.º 1 do artigo 21.º do Decreto Lei n.º 433/82, de 27 de outubro, na alínea b) do n.º 1 do artigo 71.º da Lei n.º 19/2012, de 8 de maio, e no n.º 1 do artigo 460.º do presente Código, durante o período de inabilidade fixado na decisão condenatória (12); g) Não foi objeto de aplicação da sanção acessória prevista na alínea b) do n.º 2 do artigo 562.º do Código do Trabalho (13); h) Não foi objeto de aplicação, há menos de dois anos, de sanção administrativa ou judicial pela utilização ao seu serviço de mão de obra legalmente sujeita ao pagamento de impostos e contribuições para a segurança social, não declarada nos termos das normas que imponham essa obrigação, em Portugal (ou no estado de que é nacional ou no qual se situe o seu estabelecimento principal) (14); i) Não foi condenado(a) por sentença transitada em julgado por algum dos seguintes crimes (15) [ou os titulares dos seus órgãos sociais de administração, direção ou gerência não foram condenados por alguns dos seguintes crimes (16)] (17): i) Participação em atividades de uma organização criminosa, tal como definida no n.º 1 do artigo 2.º da Ação Comum n.º 98/773/JAI, do Conselho; ii) Corrupção, na aceção do artigo 3.º do Ato do Conselho de 26 de Maio de 1997 e do n.º 1 do artigo 3.º da Ação Comum n.º 98/742/JAI, do Conselho; iii) Fraude, na aceção do artigo 1.º da Convenção relativa à Proteção dos Interesses Financeiros das Comunidades Europeias; iv) Branqueamento de capitais, na aceção do artigo 1.º da Diretiva n.º 91/308/CEE, do Conselho, de 10 de Junho, relativa à prevenção da utilização do sistema financeiro para efeitos de branqueamento de capitais; j) Não prestou, a qualquer título, direta ou indiretamente, assessoria ou apoio técnico na preparação e elaboração das peças do procedimento que lhe confira vantagem que falseie as condições normais de concorrência.

9 l) Cumpriu as obrigações fiscais declarativas referidas no n.º 2 do artigo 7.º do Decreto Legislativo Regional n.º 34/2008/M, de 14 de Agosto (ou, sendo o caso, não preenche os pressupostos de incidência previstos nos artigos 16.º,17.º e 21.º da Lei das Finanças Regionais, aprovada pela Lei Orgânica n.º 1/2007, de 17 de Fevereiro). 5 O declarante tem pleno conhecimento de que a prestação de falsas declarações implica, consoante o caso, a exclusão da proposta apresentada ou a caducidade da adjudicação que eventualmente sobre ela recaia e constitui contraordenação muito grave, nos termos do artigo 456.º do Código dos Contratos Públicos, a qual pode determinar a aplicação da sanção acessória de privação do direito de participar, como candidato, como concorrente ou como membro de agrupamento candidato ou concorrente, em qualquer procedimento adotado para a formação de contratos públicos, sem prejuízo da participação à entidade competente para efeitos de procedimento criminal. 6 Quando a entidade adjudicante o solicitar, o concorrente obriga se, nos termos do disposto no artigo 81.º do Código dos Contratos Públicos, a apresentar a declaração que constitui o anexo ii do referido Código, bem como os documentos comprovativos de que se encontra nas situações previstas nas alíneas b), d), e) e i) do n.º 4 desta declaração. 7 O declarante tem ainda pleno conhecimento de que a não apresentação dos documentos solicitados nos termos do número anterior, por motivo que lhe seja imputável, determina a caducidade da adjudicação que eventualmente recaia sobre a proposta apresentada e constitui contraordenação muito grave, nos termos do artigo 456.º do Código dos Contratos Públicos, a qual pode determinar a aplicação da sanção acessória de privação do direito de participar, como candidato, como concorrente ou como membro de agrupamento candidato ou concorrente, em qualquer procedimento adotado para a formação de contratos públicos, sem prejuízo da participação à entidade competente para efeitos de procedimento criminal.... (Local),... (Data),... [Assinatura (18)]. (1) Aplicável apenas a concorrentes que sejam pessoas coletivas. (2) No caso de o concorrente ser uma pessoa singular, suprimir a expressão «a sua representada». (3) Enumerar todos os documentos que constituem a proposta, para além desta declaração, nos termos do disposto nas alíneas b), c) e d) do n.º 1 e nos n.ºs 2 e 3 do artigo 57.º (4) Indicar se, entretanto, ocorreu a respetiva reabilitação.

10 (5) Indicar se, entretanto, ocorreu a respetiva reabilitação. (6) Declarar consoante o concorrente seja pessoa singular ou pessoa coletiva. (7) Indicar se, entretanto, ocorreu a respetiva reabilitação. (8) Indicar se, entretanto, ocorreu a respetiva reabilitação. (9) Declarar consoante o concorrente seja pessoa singular ou pessoa coletiva. (10) Declarar consoante a situação. (11) Declarar consoante a situação. (12) Indicar se, entretanto, decorreu o período de inabilidade fixado na decisão condenatória. (13) Indicar se, entretanto, decorreu o período de inabilidade fixado na decisão condenatória. (14) Declarar consoante a situação. (15) Indicar se, entretanto, ocorreu a sua reabilitação. (16) Indicar se, entretanto, ocorreu a sua reabilitação. (17) Declarar consoante o concorrente seja pessoa singular ou pessoa coletiva. (18) Nos termos do disposto nos n.ºs 4 e 5 do artigo 57.º

11 ANEXO 3 (ANEXO II M) Modelo de declaração [A que se refere a alínea a) do n.º 1 do artigo 81.º do Código dos Contratos Públicos e o n.º 1 do artigo 7.º do Decreto Legislativo Regional n.º 34/2008/M, de 14 de Agosto] 1... (nome, número de documento de identificação e morada), na qualidade de representante legal de (1)... (firma, número de identificação fiscal e sede ou, no caso de agrupamento concorrente, firmas, números de identificação fiscal e sedes), adjudicatário(a) no procedimento de... (designação ou referência ao procedimento em causa), declara, sob compromisso de honra, que a sua representada (2): a) Não se encontra em estado de insolvência, em fase de liquidação, dissolução ou cessação de atividade, sujeita a qualquer meio preventivo de liquidação de patrimónios ou em qualquer situação análoga, nem tem o respetivo processo pendente; b) Não foi objeto de aplicação de sanção administrativa por falta grave em matéria profissional (3) [ou os titulares dos seus órgãos sociais de administração, direção ou gerência não foram objeto de aplicação de sanção administrativa por falta grave em matéria profissional (4)] (5); c) Não foi objeto de aplicação da sanção acessória prevista na alínea e) do n.º 1 do artigo 21.º do Decreto Lei n.º 433/82, de 27 de outubro, na alínea b) do n.º 1 do artigo 71.º da Lei n.º 19/2012, de 8 de maio, e no n.º 1 do artigo 460.º do presente Código, durante o período de inabilidade fixado na decisão condenatória (6); d) Não foi objeto de aplicação da sanção acessória prevista na alínea b) do n.º 2 do artigo 562.º do Código do Trabalho (7); e) Não foi objeto de aplicação, há menos de dois anos, de sanção administrativa ou judicial pela utilização ao seu serviço de mão de obra legalmente sujeita ao pagamento de impostos e contribuições para a segurança social, não declarada nos termos das normas que imponham essa obrigação, em Portugal (ou no Estado de que é nacional ou no qual se situe o seu estabelecimento principal) (8);

12 f) Não prestou, a qualquer título, direta ou indiretamente, assessoria ou apoio técnico na preparação e elaboração das peças do procedimento que lhe confira vantagem que falseie as condições normais de concorrência. 2 O declarante junta em anexo [ou indica... como endereço do sítio da Internet onde podem ser consultados (9)] os documentos comprovativos de que a sua representada (10) não se encontra nas situações previstas nas alíneas b), d), e) e i) do artigo 55.º do Código dos Contratos Públicos e (quando aplicável) os documentos comprovativos de que cumpriu as obrigações fiscais declarativas cujo conteúdo assume interesse específico para a Região Autónoma da Madeira referidos no n.º 2 do artigo 7.º do Decreto Legislativo Regional n.º 34/2008/M, de 14 de Agosto. 3 O declarante tem pleno conhecimento de que a prestação de falsas declarações implica a caducidade da adjudicação e constitui contraordenação muito grave, nos termos do artigo 456.º do Código dos Contratos Públicos, a qual pode determinar a aplicação da sanção acessória de privação do direito de participar, como candidato, como concorrente ou como membro de agrupamento candidato ou concorrente, em qualquer procedimento adotado para a formação de contratos públicos, sem prejuízo da participação à entidade competente para efeitos de procedimento criminal.... (local),... (data),... [assinatura (11)]. (1) Aplicável apenas a concorrentes que sejam pessoas coletivas. (2) No caso de o concorrente ser uma pessoa singular, suprimir a expressão «a sua representada». (3) Indicar se, entretanto, ocorreu a respetiva reabilitação. (4) Indicar se, entretanto, ocorreu a respetiva reabilitação. (5) Declarar consoante o concorrente seja pessoa singular ou pessoa coletiva. (6) Indicar se, entretanto, decorreu o período de inabilidade fixado na decisão condenatória. (7) Indicar se, entretanto, decorreu o período de inabilidade fixado na decisão condenatória. (8) Declarar consoante a situação. (9) Acrescentar as informações necessárias à consulta, se for o caso. (10) No caso de o concorrente ser uma pessoa singular, suprimir a expressão «a sua representada». (11) Nos termos do disposto nos n.ºs 4 e 5 do artigo 57.º

Convite CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE SERVIÇOS MUNICIPAIS CONTRATAÇÃO PÚBLICA AJUSTE DIRETO

Convite CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE SERVIÇOS MUNICIPAIS CONTRATAÇÃO PÚBLICA AJUSTE DIRETO CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE SERVIÇOS MUNICIPAIS CONTRATAÇÃO PÚBLICA Convite AJUSTE DIRETO Beneficiação de Património Imobiliário Municipal Execução de Obras de Conservação nos

Leia mais

Procedimento por Ajuste Directo SCM nº 03/2009 ANEXO I. Caderno de Encargos

Procedimento por Ajuste Directo SCM nº 03/2009 ANEXO I. Caderno de Encargos Procedimento por Ajuste Directo SCM nº 03/2009 ANEXO I Caderno de Encargos 1. Especificações: O presente procedimento tem por objecto o fornecimento de serviços de assessoria de imprensa, incluindo, necessariamente,

Leia mais

Anexo I Modelo de declaração

Anexo I Modelo de declaração Anexo I Modelo de declaração [a que se refere a alínea a) do n.º 1 do Artigo 57.º] 1.... (nome, número de documento de identificação e morada), na qualidade de representante legal de (1)...(firma, número

Leia mais

1/9. Ajuste Direto n.º 33 acal/dao 03/14

1/9. Ajuste Direto n.º 33 acal/dao 03/14 1/9 CONVITE Artigo 1.º Entidade pública adjudicante O presente procedimento é promovido pela Universidade de Aveiro, fundação pública com regime de direito privado, adiante abreviadamente designada por

Leia mais

PROJETO DE CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS

PROJETO DE CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS PROJETO DE CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS Concurso limitado por prévia qualificação para a seleção da empresa a designar para a prestação do serviço universal de disponibilização de uma lista telefónica

Leia mais

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO CONCESSÃO DO DIREITO DE EXPLORAÇÃO DE LOJA NA PROMENADE DO LIDO LOJA 2- COTA 16,50 PROGRAMA DO PROCEDIMENTO Página 1 de 19 Índice Artigo 1º Objeto do concurso --------------------------------------------------------------

Leia mais

PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO

PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO Contrato de subscrição de Software de Produtividade e Infraestrutura Servidora Índice 1 Identificação do procedimento...3 2 Informação institucional...3 3 Consulta das peças do

Leia mais

PROGRAMA DO CONCURSO AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÉDICOS ONCOLOGIA E CADERNO DE ENCARGOS CONCURSO PÚBLICO N.º 120033/16.

PROGRAMA DO CONCURSO AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÉDICOS ONCOLOGIA E CADERNO DE ENCARGOS CONCURSO PÚBLICO N.º 120033/16. PROGRAMA DO CONCURSO E CADERNO DE ENCARGOS AQUISIÇÃO DE DISPOSITIVOS MÉDICOS ONCOLOGIA CONCURSO PÚBLICO N.º 120033/16 Página 1 de 9 PROGRAMA DO CONCURSO SECÇÃO I DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 1.º Objeto 1.

Leia mais

1/11. Ajuste Direto n.º 203 acal/cs - 10/14

1/11. Ajuste Direto n.º 203 acal/cs - 10/14 1/11 CONVITE Artigo 1.º Entidade pública adjudicante O presente procedimento é promovido pela Universidade de Aveiro, fundação pública com regime de direito privado, adiante abreviadamente designada por

Leia mais

MODELO DE DECLARAÇÃO A QUE SE REFERE A ALÍNEA A) DO Nº 2 DO ARTIGO 10

MODELO DE DECLARAÇÃO A QUE SE REFERE A ALÍNEA A) DO Nº 2 DO ARTIGO 10 MODELO DE DECLARAÇÃO A QUE SE REFERE A ALÍNEA A) DO Nº 2 DO ARTIGO 10 1 -... (nome, número de identificação, NIF e morada), tendo tomado inteiro e perfeito conhecimento do caderno de encargos relativo

Leia mais

PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO

PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO Contratação de Serviços de Transporte Escolar com os respetivos Vigilantes para o ano letivo de 2016-2017 INDICE DO PROGRAMA 1 IDENTIFICAÇÃO DO PROCEDIMENTO... 2 2 INFORMAÇÃO

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO URGENTE (Artº 155º do CCP)

CONCURSO PÚBLICO URGENTE (Artº 155º do CCP) 1 CONCURSO PÚBLICO URGENTE (Artº 155º do CCP) PROGRAMA DE CONCURSO Índice Artigo 1.º - Identificação do Concurso... 3 Artigo 2.º - Entidade Adjudicante... 3 Artigo 3.º - Órgão que tomou a decisão de contratar...

Leia mais

PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO

PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO Fornecimento de energia elétrica em Regime de Mercado Livre - BTE, BTN e MT Processo n.º 0204.4.8.005/2016 ÍNDICE DO PROGRAMA 1 Identificação do Procedimento... 2 2 Informação

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO SEM NEGOCIAÇÃO PROGRAMA DO PROCEDIMENTO. Aquisição e Instalação de Contentores Enterrados

CONCURSO PÚBLICO SEM NEGOCIAÇÃO PROGRAMA DO PROCEDIMENTO. Aquisição e Instalação de Contentores Enterrados CONCURSO PÚBLICO SEM NEGOCIAÇÃO PROGRAMA DO PROCEDIMENTO Aquisição e Instalação de Contentores Enterrados Página 1 de 15 ÍNDICE: 1.IDENTIFICAÇÃO E PEÇAS DO CONCURSO... 3 2. ENTIDADE ADJUDICANTE... 3 3.

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DA MARINHA GRANDE

CÂMARA MUNICIPAL DA MARINHA GRANDE PROGRAMA DO PROCEDIMENTO DESIGNAÇÃO DO EMPREENDIMENTO REABILITAÇAO DO CAMPO SINTÉTICO MARINHA GRANDE Este volume é composto por 7 folhas devidamente numeradas Índice Disposições gerais... 2 Artigo 1º (Objecto

Leia mais

DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PUBLICA

DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PUBLICA CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE ADMINISTRAÇÂO GERAL CONTRATAÇÂO PUBLICA AJUSTE DIRETO Fornecimento de Refeições Escolares a Alunos do Ensino Pré-Primário e do 1.º Ciclo do Ensino Básico

Leia mais

Convite para apresentação de proposta ao abrigo do Acordo Quadro ANCP

Convite para apresentação de proposta ao abrigo do Acordo Quadro ANCP «Empresa» «Morada1» «Cod_Postal» «Localidade» Nossa referência Assunto: Convite para apresentação de proposta ao abrigo do Acordo Quadro ANCP Aquisição de serviços de dados acesso à internet e conectividade

Leia mais

CONVITE N.º 30/2011. 5. Entidade competente para prestar, informações gerais: Serviço promotor indicado no ponto 1.

CONVITE N.º 30/2011. 5. Entidade competente para prestar, informações gerais: Serviço promotor indicado no ponto 1. CONVITE N.º 30/2011 Convida-se V. Exa. a apresentar proposta para aquisição de carnes e produtos derivados das espécies bovina, suína e caprina, no âmbito de procedimento por Ajuste Directo n.º 31/AJ-B/2011,

Leia mais

PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO

PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO PROGRAMA CONCURSO PÚBLICO Fornecimento de equipamento para iluminação cenográfica do Castelo de Palmela ÍNDICE DO PROGRAMA 1 IDENTIFICAÇÃO DO PROCEDIMENTO... 2 2 INFORMAÇÃO INSTITUCIONAL... 2 3 CONSULTA

Leia mais

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO PROGRAMA DO PROCEDIMENTO Procedimento n.º 3/2015/CP Desenvolvimento e implementação de uma Solução Informática com vista à produção de listas de candidatos, bem como a determinação das condições em que

Leia mais

PROGRAMA DO CONCURSO CONCURSO PÚBLICO N.º AQUISIÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE, HIGIENE E SEGURANÇA NO TRABALHO, VERSÃO II

PROGRAMA DO CONCURSO CONCURSO PÚBLICO N.º AQUISIÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE, HIGIENE E SEGURANÇA NO TRABALHO, VERSÃO II CONCURSO PÚBLICO N.º 1900514 AQUISIÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE, HIGIENE E SEGURANÇA NO TRABALHO, DO INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP PROGRAMA DO CONCURSO VERSÃO II Avenida

Leia mais

Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC AJUSTE DIRETO N.º 14/ IBMC

Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC AJUSTE DIRETO N.º 14/ IBMC Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC AJUSTE DIRETO N.º 14/2013 - IBMC CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA PARA PROCEDIMENTO DE AJUSTE DIRETO AJUSTE DIRETO PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE ASSESSORIA

Leia mais

Concurso Público para Concessão do Direito de Ocupação e Exploração de Espaço Público para a Atividade de Exposição e Comercialização de Automóveis

Concurso Público para Concessão do Direito de Ocupação e Exploração de Espaço Público para a Atividade de Exposição e Comercialização de Automóveis Concurso Público para Concessão do Direito de Ocupação e Exploração de Espaço Público para a Atividade de Exposição e Comercialização de Automóveis CADERNO DE ENCARGOS I. CLÁUSULAS JURÍDICAS Cláusula 1.ª

Leia mais

Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC AJUSTE DIRETO N.º 4/2013 - IBMC CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA PARA PROCEDIMENTO DE AJUSTE DIRETO

Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC AJUSTE DIRETO N.º 4/2013 - IBMC CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA PARA PROCEDIMENTO DE AJUSTE DIRETO Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC AJUSTE DIRETO N.º 4/2013 - IBMC CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA PARA PROCEDIMENTO DE AJUSTE DIRETO AJUSTE DIRETO PARA A AQUISIÇÃO DE SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO

Leia mais

INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE

INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE INSTITUTO PORTUGUÊS DO SANGUE E DA TRANSPLANTAÇÃO, IP CONCURSO PÚBLICO N.º 1200316 AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE CONSUMO CLÍNICO Diversos Tubos de Colheita Para os Laboratórios dos Centros de Sangue e da Transplantação

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO n.º 20120263

CONCURSO PÚBLICO n.º 20120263 CONCURSO PÚBLICO n.º 20120263 CONCURSO PÚBLICO COM PUBLICAÇÃO NO JOUE PARA A CELEBRAÇÃO DE ACORDO QUADRO PARA A PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTADORIA, DESENVOLVIMENTO E MANUTENÇÃO DE SOFTWARE PROGRAMA

Leia mais

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para a prestação de serviços de vigilância e segurança

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para a prestação de serviços de vigilância e segurança Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para a prestação de serviços de vigilância e segurança Convite à apresentação de propostas ANCP Dezembro de 2009 Índice Artigo

Leia mais

Programa do Procedimento

Programa do Procedimento Direção Nacional Unidade Orgânica de Logística e Finanças Departamento de Logística Programa do Procedimento Concurso Público n.º 29/DAC/2015 Procedimento por concurso público para contratação de instalação

Leia mais

Procedimento n.º 20/2015/DGF-A

Procedimento n.º 20/2015/DGF-A Procedimento n.º 20/2015/DGF-A Convite para Aquisição de Manuais Escolares - Ano Letivo 2015/2016 Índice 1. Entidades 3 2. Decisão de contratar e de autorização da despesa 3 3. Preço base 4 4. Proposta

Leia mais

Programa do Procedimento de selecção das entidades gestoras

Programa do Procedimento de selecção das entidades gestoras TRANSFERÊNCIA DA GESTÃO DE ESTABELECIMENTOS INTEGRADOS DO ISS, I.P. (CRECHE, PRÉ-ESCOLAR E CATL) Programa do Procedimento de selecção das entidades gestoras Processo n.º Instituto da Segurança Social,

Leia mais

PROGRAMA DE CONCURSO

PROGRAMA DE CONCURSO PROGRAMA DE CONCURSO 1 CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1.º Identificação do concurso 1 - O presente concurso público tem por objecto principal a cessão do direito de utilização de um espaço sito no

Leia mais

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO DE CONSULTA PÚBLICA

PROGRAMA DO PROCEDIMENTO DE CONSULTA PÚBLICA PROGRAMA DO PROCEDIMENTO DE CONSULTA PÚBLICA 1. ENTIDADE PROMOTORA O presente procedimento é promovido pela União de Freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde, NIPC 510834108, com sede social na Rua

Leia mais

INFRACONSULT Rua Lagares D'El Rei n 19A 1700-268 Lisboa. Sua comunicação de.nossa referência Condeixa-aJMova DAF m 04308??

INFRACONSULT Rua Lagares D'El Rei n 19A 1700-268 Lisboa. Sua comunicação de.nossa referência Condeixa-aJMova DAF m 04308?? Município de Condeixa-a-Nova Largo Artur Barreto 3150-124 Condeixa-a-Nova Telef. 239 949 120 Fax 239945445 www.cm-condeixa.pt geral@cm-condeixa.pt N Verde Serviço de Águas 800 203 683 NIF 501 275 380 INFRACONSULT

Leia mais

Programa do Concurso. Concessão de Exploração do Bar da ESTeSL. Ref. CP_15_2015 (SAS/IPL) Serviços de Acção Social do Instituto Politécnico

Programa do Concurso. Concessão de Exploração do Bar da ESTeSL. Ref. CP_15_2015 (SAS/IPL) Serviços de Acção Social do Instituto Politécnico 06 Programa do Concurso Concessão de Exploração do Bar da ESTeSL Ref. CP_15_2015 (SAS/IPL) Serviços de Acção Social do Instituto Politécnico Campus de Benfica do IPL, Edifício P3, 1500-651 Lisboa Tel.

Leia mais

Dos. Bombeiros Voluntários da Lourinhã

Dos. Bombeiros Voluntários da Lourinhã CONCURSO PÚBLICO ( Ao abrigo dos artº. 130º. a 154º. do decreto-lei nº. 18/2008 de 29/01) Construção do Quartel Dos Bombeiros Voluntários da Lourinhã Fevereiro de 2009 Praça Coronel António Maria Batista

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO GERAL E FINANÇAS ~ CONVITE ~

DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO GERAL E FINANÇAS ~ CONVITE ~ DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO GERAL E FINANÇAS DESPORTO E TEMPOS LIVRES PISCINAS MUNICIPAIS AO AR LIVRE DE SOURE CONTRATAÇÃO DE 1 PRESTADOR DE SERVIÇOS NA MODALIDADE DE TAREFA (UM NADADOR SALVADOR) ~ CONVITE

Leia mais

Decreto Legislativo Regional n.º 34/2008/M, de 14 de Agosto

Decreto Legislativo Regional n.º 34/2008/M, de 14 de Agosto Decreto Legislativo Regional n.º 34/2008/M, de 14 de Agosto Adapta à Região Autónoma da Madeira o Código dos Contratos Públicos, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de Janeiro O Código dos Contratos

Leia mais

ANÚNCIO 1. ENTIDADE ADJUDICANTE

ANÚNCIO 1. ENTIDADE ADJUDICANTE Anúncio Do Procedimento por Negociação, com publicação prévia de Anúncio para celebração de contrato de cedência de utilização de diversos espaços, em edifícios municipais, para instalação e exploração

Leia mais

CONVITE. 1. Objeto do contrato: NOVO QUARTEL DA GNR DE ÍLHAVO ELABORAÇÃO DE PROJETO. 2. Entidade Adjudicante

CONVITE. 1. Objeto do contrato: NOVO QUARTEL DA GNR DE ÍLHAVO ELABORAÇÃO DE PROJETO. 2. Entidade Adjudicante CONVITE Para o efeito, convida-se V. Exa. a apresentar proposta no âmbito do ajuste direto adotado para a celebração do contrato de NOVO QUARTEL DA GNR DE ÍLHAVO ELABORAÇÃO DE PROJETO. 1. Objeto do contrato:

Leia mais

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para o fornecimento de bens de mobiliário

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para o fornecimento de bens de mobiliário Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro para o fornecimento de bens de mobiliário Convite à apresentação de propostas ANCP Novembro de 2009 Índice Artigo 1.º Objecto

Leia mais

Ajuste Directo. (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 07/2014. Aquisição de Serviços de Telecomunicações voz fixa, móvel e internet

Ajuste Directo. (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 07/2014. Aquisição de Serviços de Telecomunicações voz fixa, móvel e internet Ajuste Directo (alínea a) do n.º 1 do artigo 20º do CCP) Procedimento 07/2014 Aquisição de Serviços de Telecomunicações voz fixa, móvel e internet CADERNO DE ENCARGOS INDICE CADERNO DE ENCARGOS Capitulo

Leia mais

PROGRAMA DE PROCEDIMENTO. ARTIGO 1.º Objeto da hasta pública

PROGRAMA DE PROCEDIMENTO. ARTIGO 1.º Objeto da hasta pública PROGRAMA DE PROCEDIMENTO ARTIGO 1.º Objeto da hasta pública 1- Alienação de pinha de pinheiro manso na árvore, proveniente de: Lote 1 Mata Nacional de Cabeção; Lote 2 Mata Nacional de Valverde, Área de

Leia mais

Procedimento por Ajuste Directo SCM nº 05/2009 ANEXO I. Caderno de Encargos

Procedimento por Ajuste Directo SCM nº 05/2009 ANEXO I. Caderno de Encargos Procedimento por Ajuste Directo SCM nº 05/2009 ANEXO I Caderno de Encargos O Concurso Gastronomia com Vinho do Porto, a executar durante o ano de 2009, tem como objectivo a promoção dos vinhos do Douro

Leia mais

Pág. 04 CONVITE. 1. Entidade adjudicante. 2. Órgão que tomou a decisão de contratar. 3. Fundamento da escolha da tramitação procedimental

Pág. 04 CONVITE. 1. Entidade adjudicante. 2. Órgão que tomou a decisão de contratar. 3. Fundamento da escolha da tramitação procedimental Procedimento pré-contratual n.º 07 MUNAMM16 ELABORAÇÃO DE PLANO DE AÇÃO DE REGENERAÇÃO URBANA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA NA IMPLEMENTAÇÃO ABR2016 Pág. 04 Nos termos do artigo 115.º do Código dos Contratos Públicos

Leia mais

M U N I C Í P I O D E A R O U C A C Â M A R A M U N I C I P A L

M U N I C Í P I O D E A R O U C A C Â M A R A M U N I C I P A L M U N I C Í P I O D E A R O U C A C Â M A R A M U N I C I P A L Para. Sua referência Sua comunicação Nossa referência Data N.º / / Circular.º /DP Arouca, 8 de AGOST de 2012 Proc.º N.º ASSUNTO: Convite

Leia mais

Contrato n.º 22 /2014

Contrato n.º 22 /2014 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE EMPREITADA DE OBRAS DE REMODELAÇÃO DAS COBERTURAS DAS GALERIAS DE LIGAÇÃO DOS PAVILHÕES DA ESCOLA SECUNDÁRIA DE VALONGO ESCOLA SEDE DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALONGO Contrato

Leia mais

Anexo 1 Anexo 2 RESPOSTA(S) DO(S) FORNECEDOR(ES) Referência do Procedimento:CLPQ_AQ-MOB-2014_Fase_Convite Designação do Procedimento:Acordo quadro de fornecimento

Leia mais

Reguengos. '''Monsaraz CIDADE EUROPEIA DO VINHO CONVITE

Reguengos. '''Monsaraz CIDADE EUROPEIA DO VINHO CONVITE '''Monsaraz CIDADE EUROPEIA DO VINHO CONVITE Aquisição de Mesas e Estruturas para Bar para Eventos no âmbito da Cidade Europeia do Vinho Monsaraz f'i [i:>('ij)!'!1j. L>J,:1r,J1... r~, AJUSTE DIRECTO (Regime

Leia mais

CIDADE, UNIVER(SC)IDADE - REGENERAR E REVITALIZAR O CENTRO HISTÓRICO DE COIMBRA - MUSEALIZAÇÃO DA SÉ VELHA - 1

CIDADE, UNIVER(SC)IDADE - REGENERAR E REVITALIZAR O CENTRO HISTÓRICO DE COIMBRA - MUSEALIZAÇÃO DA SÉ VELHA - 1 CIDADE, UNIVER(SC)IDADE - REGENERAR E REVITALIZAR O CENTRO HISTÓRICO DE COIMBRA - MUSEALIZAÇÃO DA SÉ VELHA - 1.ª FASE - CONSERVAÇÃO, RESTAURO E VALORIZAÇÃO DO CLAUSTRO PEÇAS DO PROCEDIMENTO DE FORMAÇÃO

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO FINANCEIRA E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO CONVITE AJUSTE DIRETO Obra de Construção de um Mural ao Cante Alentejano '"Monsaraz CIDADf f Ukt)PfiA DC\W~HO UNIDADE ORGÂNICA DE GESTÃO

Leia mais

UNIDADE ORGÂNICA FINANCEIRA SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO E GESTÃO DE STOCKS CONVITE AJUSTE DIRETO

UNIDADE ORGÂNICA FINANCEIRA SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO E GESTÃO DE STOCKS CONVITE AJUSTE DIRETO UNIDADE ORGÂNICA FINANCEIRA SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO E GESTÃO DE STOCKS CONVITE AJUSTE DIRETO AQUISIÇÃO DE CONTENTORES DE RECOLHA DE RSU Reguengos ""Monsaraz CIDADE EUROPEIA DO VINHO 2015

Leia mais

CONVITE Artigo 1.º Artigo 2.º Artigo 3.º Ajuste Direto n.º acal/ciceco 06/14

CONVITE Artigo 1.º Artigo 2.º Artigo 3.º Ajuste Direto n.º acal/ciceco 06/14 1/10 CONVITE Artigo 1.º Entidade pública adjudicante O presente procedimento é promovido pela Universidade de Aveiro, fundação pública com regime de direito privado, adiante abreviadamente designada por

Leia mais

Concurso público para fornecimento de uma viatura pesada de caixa aberta de 19Toneladas para o Departamento de Obras Públicas do Município do Funchal

Concurso público para fornecimento de uma viatura pesada de caixa aberta de 19Toneladas para o Departamento de Obras Públicas do Município do Funchal Concurso público para fornecimento de uma viatura pesada de caixa aberta de 19Toneladas para o Departamento de Obras Públicas do Município do Funchal PROGRAMA DE CONCURSO - 1 - Índice Artigo 1º Objecto

Leia mais

PROGRAMA DE CONCURSO EXPLORAÇÃO DO BAR (LOTE 2) DE APOIO AO CAIS FLUVIAL DE CALDAS DE AREGOS

PROGRAMA DE CONCURSO EXPLORAÇÃO DO BAR (LOTE 2) DE APOIO AO CAIS FLUVIAL DE CALDAS DE AREGOS PROGRAMA DE CONCURSO EXPLORAÇÃO DO BAR (LOTE 2) DE APOIO AO CAIS FLUVIAL DE CALDAS DE AREGOS Contribuinte n.º 506349381. e-mail: geral@cm-resende.pt. www.cm-resende.pt 1 Programa de Concurso Artigo 1º

Leia mais

REGISTO DE ENTIDADES NA ANPC (Portaria n.º 773/2009, de 21 de Julho e Despacho 10738/2011 de 30 de Agosto) PERGUNTAS MAIS FREQUENTES

REGISTO DE ENTIDADES NA ANPC (Portaria n.º 773/2009, de 21 de Julho e Despacho 10738/2011 de 30 de Agosto) PERGUNTAS MAIS FREQUENTES REGISTO DE ENTIDADES NA ANPC (Portaria n.º 773/2009, de 21 de Julho e Despacho 10738/2011 de 30 de Agosto) PERGUNTAS MAIS FREQUENTES 1. Que entidades devem efetuar o registo na ANPC (Autoridade Nacional

Leia mais

Hasta Pública Arrendamento do imóvel municipal sito à Rua do Amial, 634 a 648

Hasta Pública Arrendamento do imóvel municipal sito à Rua do Amial, 634 a 648 1 INDICE 1. Entidade contratante. 3 2. Objeto 3 3. Procedimento de seleção do arrendatário. 3 4. Ato Público 3 5. Valor base de licitação 4 6. Concorrentes 4 7. Visita do local 5 8. Esclarecimentos...

Leia mais

GUEDOL ENGENHARIA SA;

GUEDOL ENGENHARIA SA; CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS PARA CONSTRUÇÃO DE EDÍFICIO PARA INSTALAR A ESCOLA BÁSICA 2+3 NO CONCELHO DO CARTAXO 1. Convite: A Câmara Municipal do Cartaxo convida as empresas abaixo indicadas a

Leia mais

Assunto: Consulta prévia para Organização de Seminários Aluguer de Salas e Equipamentos; Produção Gráfica de Convite e Mailing.

Assunto: Consulta prévia para Organização de Seminários Aluguer de Salas e Equipamentos; Produção Gráfica de Convite e Mailing. Associação Portuguesa de Comerciantes de Materiais de Construção Porto, 13 de março de 2014 Assunto: Consulta prévia para Organização de Seminários Aluguer de Salas e Equipamentos; Produção Gráfica de

Leia mais

Município da Nazaré Câmara Municipal EMPREITADA DE

Município da Nazaré Câmara Municipal EMPREITADA DE EMPREITADA DE CENTRO DE ALTO RENDIMENTO DE SURF DA NAZARÉ CONCURSO PÚBLICO URGENTE PROGRAMA DO CONCURSO Artigo 1.º Objeto do concurso O presente concurso tem por objeto a conclusão dos trabalhos de construção

Leia mais

CONVITE. PROCEDIMENTO DE AJUSTE DIRETO PARA A CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS SERVIÇOS DE RESTAURAÇÃO Casa de Chá FUNDAÇÃO DE SERRALVES

CONVITE. PROCEDIMENTO DE AJUSTE DIRETO PARA A CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS SERVIÇOS DE RESTAURAÇÃO Casa de Chá FUNDAÇÃO DE SERRALVES CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DOS SERVIÇOS DE RESTAURAÇÃO Casa de Chá FUNDAÇÃO DE SERRALVES Índice Artigo 1.º Objeto do procedimento de Ajuste Direto... 3 Artigo 2.º Entidade adjudicante... 3 Artigo 3.º Órgão

Leia mais

GUIA PRÁTICO ENTIDADES CONTRATANTES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P

GUIA PRÁTICO ENTIDADES CONTRATANTES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P GUIA PRÁTICO ENTIDADES CONTRATANTES INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P TÍTULO Guia Prático Entidades Contratantes (2034 v1.05) PROPRIEDADE Instituto da Segurança Social, I.P. AUTOR Departamento de Prestações

Leia mais

Procedimento n.º 10/2015/DGF-A

Procedimento n.º 10/2015/DGF-A Procedimento n.º 10/2015/DGF-A Convite para Aquisição de Refeições Escolares - Ano Letivo 2015/2016 Procedimento n.º 10/2015/DGF-A Aquisição de Refeições Escolares - Ano Letivo 2015/2016 Assunto: Convite

Leia mais

1/10 CONVITE. Ajuste Direto n.º acal/ua 07/14

1/10 CONVITE. Ajuste Direto n.º acal/ua 07/14 1/10 CONVITE Artigo 1.º Entidade pública adjudicante O presente procedimento é promovido pela Universidade de Aveiro, fundação pública com regime de direito privado, adiante abreviadamente designada por

Leia mais

PROJETO DE CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS

PROJETO DE CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS PROJETO DE CONVITE À APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS Concurso limitado por prévia qualificação para a seleção da ou das empresas a designar para a prestação do serviço universal de ligação a uma rede de comunicações

Leia mais

Código dos Contratos Públicos. Secretaria Regional da Agricultura e Florestas Governo dos Açores Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural

Código dos Contratos Públicos. Secretaria Regional da Agricultura e Florestas Governo dos Açores Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural Código dos Contratos Públicos Secretaria Regional da Código dos Contratos Públicos Legislação Aplicável: Directiva n.º 2004/17/CE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 31 de Março de 2004 Directiva n.º

Leia mais

Aquisição de madeiras e derivados e equipamento para a Casa Mortuária de São Pedro do Corval e para o Mercado Municipal

Aquisição de madeiras e derivados e equipamento para a Casa Mortuária de São Pedro do Corval e para o Mercado Municipal SUBUNIDADE ORGÂNICA DE APROVISIONAMENTO - APV CONVITE AJUSTE DIRETO Aquisição de madeiras e derivados e equipamento para a Casa Mortuária de São Pedro do Corval e para o Mercado Municipal SUBUNIDADE ORGÂNICA

Leia mais

Exmo. Sr. Ministro da Administração Interna

Exmo. Sr. Ministro da Administração Interna MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DIRECÇÃO NACIONAL UNIDADE ORGÂNICA DE OPERAÇÕES E SEGURANÇA DEPARTAMENTO DE SEGURANÇA PRIVADA ACTIVIDADE DE SEGURANÇA PRIVADA REQUERIMENTO

Leia mais

Diário da República, 1.ª série N.º de Agosto de

Diário da República, 1.ª série N.º de Agosto de Diário da República, 1.ª série N.º 157 14 de Agosto de 2008 5645 Dezembro, reporta -se ao Conselho Regional da Água no que respeita à região hidrográfica da Madeira. 13 As competências coordenadoras atribuídas

Leia mais

Complexo Desportivo Municipal. Relvado Sintético. Iluminação. Convite. Ajuste Directo Empreitada Preço Base: ,00. Município de Sousel SA-DUAQ

Complexo Desportivo Municipal. Relvado Sintético. Iluminação. Convite. Ajuste Directo Empreitada Preço Base: ,00. Município de Sousel SA-DUAQ Requalificação Urbana - Arranjos Exteriores do Bairro Martinho Rovisco Pais Casa Branca Complexo Desportivo Municipal Relvado Sintético Iluminação Ajuste Directo Empreitada Preço Base: 90.750,00 Convite

Leia mais

ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, S.A.

ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, S.A. ÁGUAS DO CENTRO ALENTEJO, S.A. EMPREITADA DE AMPLIAÇÃO DA ETAR DE ÉVORA CONCURSO PÚBLICO PROGRAMA DO PROCEDIMENTO ÍNDICE 1. IDENTIFICAÇÃO DO CONCURSO... 3 2. ANÚNCIO... 3 3. CONSULTA E FORNECIMENTO DAS

Leia mais

Município de Bragança Câmara Municipal

Município de Bragança Câmara Municipal Publique-se no Diário da República O Presidente da Câmara DIVISÃO DE OBRAS ANÚNCIO DE CONCURSO PÚBLICO 1- IDENTIFICAÇÃO E CONTACTOS DA ENTIDADE ADJUDICANTE Designação da entidade adjudicante: Município

Leia mais

Aquisição de Prestação de Serviços para Pintura Decorativa do Teto do Salão Nobre dos Pacos do, Município no âmbito da Cidade Europeia do Vinho 2015

Aquisição de Prestação de Serviços para Pintura Decorativa do Teto do Salão Nobre dos Pacos do, Município no âmbito da Cidade Europeia do Vinho 2015 1. Reguengos '"'Monsaraz CIDADE EUROPEIA DO VINHO CADERNO DE ENCARGOS Aquisição de Prestação de Serviços para Pintura Decorativa do Teto do Salão Nobre dos Pacos do, Município no âmbito da Cidade Europeia

Leia mais

ANEXO D FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS

ANEXO D FORMULÁRIO DE APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS TÉCNICOS AGÊNCIA BRASILEIRA DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL PROCEDIMENTO SIMPLIFICADO DE CHAMAMENTO PÚBLICO, PARA COTAÇÃO DE PREÇOS DE SERVIÇOS TÉCNICOS ESPECIALIZADOS COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO ANEXO D FORMULÁRIO

Leia mais

Perguntas Frequentes

Perguntas Frequentes Página 1 de 9 1.O que são os concursos? É um concurso público dirigido pela entidade gestora da Bolsa de terras, a Direção-Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DGADR). E que se destina a ceder

Leia mais

REVITALIZAÇÃO DA ZONA CENTRAL DE CAVALEIROS

REVITALIZAÇÃO DA ZONA CENTRAL DE CAVALEIROS Concurso Público: (nos termos do disposto na alínea b) do art. 19º do Código de Contratos Públicos, aprovado pelo D.L. n.º 18/2008, de 29 de Janeiro) Designação da Empreitada: REVITALIZAÇÃO DA ZONA CENTRAL

Leia mais

Anúncio de concurso. Serviços

Anúncio de concurso. Serviços 1 / 5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:179698-2016:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: BEI - Serviços de comunicação da rede de área alargada e da rede da

Leia mais

---Aos vinte seis dias do mês de janeiro de dois mil e quinze, celebram em. suporte informático com aposição de assinaturas eletrónicas qualificadas o

---Aos vinte seis dias do mês de janeiro de dois mil e quinze, celebram em. suporte informático com aposição de assinaturas eletrónicas qualificadas o 1 CONTRATO DE EMPREITADA ---Aos vinte seis dias do mês de janeiro de dois mil e quinze, celebram em suporte informático com aposição de assinaturas eletrónicas qualificadas o presente contrato de empreitada

Leia mais

FICHA CANDIDATURA RESTAURANTES. I Identificação. 1.1 Identificação da entidade. Morada completa. 1.2 Responsável pela candidatura

FICHA CANDIDATURA RESTAURANTES. I Identificação. 1.1 Identificação da entidade. Morada completa. 1.2 Responsável pela candidatura FICHA DE CANDIDATURA I Identificação 1.1 Identificação da entidade Morada completa Pessoa singular Pessoa coletiva NIF 1.2 Responsável pela candidatura Contacto do responsável Telemóvel E-mail II Memória

Leia mais

CONVITE. Câmara Municipal de Proença a Nova CESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO BAR DA ZONA DE LAZER DA PEDRA DO ALTAR

CONVITE. Câmara Municipal de Proença a Nova CESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO BAR DA ZONA DE LAZER DA PEDRA DO ALTAR CONVITE Câmara Municipal de Proença a Nova CESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO BAR DA ZONA DE LAZER DA PEDRA DO ALTAR A Câmara Municipal de Proença a Nova, sita na Avenida do Colégio, 6150 401 Proença a Nova, com

Leia mais

Feira Viva Cultura e Desporto, EEM

Feira Viva Cultura e Desporto, EEM IQ.4.0.10/00 Feira Viva Cultura e Desporto, EEM CADERNO DE ENCARGOS CONCURSO PÚBLICO PARA ADJUDICAÇÃO DA CONCESSÃO DE EXPLORAÇÃO DO BAR/ESPLANADA DO PAVILHÃO MUNICIPAL DA LAVANDEIRA Procedimento: Concurso

Leia mais

1/11. Ajuste Direto n.º 72 - acal/dao 07/16

1/11. Ajuste Direto n.º 72 - acal/dao 07/16 1/11 CONVITE Artigo 1.º Entidade pública adjudicante O presente procedimento é promovido pela Universidade de Aveiro, fundação pública com regime de direito privado, adiante abreviadamente designada por

Leia mais

Empreitada de Reabilitação da Marginal da Nazaré 3ª Fase

Empreitada de Reabilitação da Marginal da Nazaré 3ª Fase PROGRAMA DO PROCEDIMENTO Empreitada de Reabilitação da Marginal da Nazaré 3ª Fase Artigo 1.º Objecto do concurso 1.O presente concurso tem por objecto a requalificação da Avenida Manuel Remígio (Marginal

Leia mais

Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC CONCURSO PÚBLICO NACIONAL N.º 6/ IBMC

Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC CONCURSO PÚBLICO NACIONAL N.º 6/ IBMC Instituto de Biologia Molecular e Celular - IBMC CONCURSO PÚBLICO NACIONAL N.º 6/2014 - IBMC CONCURSO PÚBLICO NACIONAL PARA A AQUISIÇÃO DE UM SISTEMA ÓTICO DE IMAGEM IN VIVO PARA BIOLUMINESCÊNCIA E FLUORESCÊNCIA

Leia mais

Concurso de 2015 REGULAMENTO RELATIVO ÀS DESPESAS ELEGÍVEIS

Concurso de 2015 REGULAMENTO RELATIVO ÀS DESPESAS ELEGÍVEIS Concurso de 2015 REGULAMENTO RELATIVO ÀS DESPESAS ELEGÍVEIS Artigo 1.º Objeto O presente Regulamento estabelece os procedimentos e documentos necessários à verificação das despesas elegíveis necessárias

Leia mais

ANEXO I TERMOS E CONDIÇÕES ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

ANEXO I TERMOS E CONDIÇÕES ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS ANEXO I TERMOS E CONDIÇÕES ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS AJUSTE DIRETO Nº 16.DRF.2014 OBJETO DO CONTRATO: FORNECIMENTO DE EQUIPAMENTO INTEGRADO DE LABORATÓRIO 1. ENTIDADE ADJUDICANTE 1.1 - IDENTIFICAÇÃO Universidade

Leia mais

PROCEDIMENTO PARA A QUALIFICAÇÃO DE VERIFICADOR DE PÓS-AVALIAÇÃO. Versão 1.0 Dezembro 2015

PROCEDIMENTO PARA A QUALIFICAÇÃO DE VERIFICADOR DE PÓS-AVALIAÇÃO. Versão 1.0 Dezembro 2015 PROCEDIMENTO PARA A QUALIFICAÇÃO DE VERIFICADOR DE PÓS-AVALIAÇÃO Versão 1.0 Dezembro 2015 Índice 1. Objetivo... 2 2. Campo de aplicação... 2 3. Documentos de referência... 2 4. Qualificação de verificadores

Leia mais

Movimento Associativo Socioeducativo do Município de Gondomar

Movimento Associativo Socioeducativo do Município de Gondomar Movimento Associativo Socioeducativo do Município de Gondomar Passos para a Constituição e a Legalização de uma Associação de Pais 1) Criação de uma Comissão Instaladora; 2) Elaboração dos Estatutos; 3)

Leia mais

SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS (SRE)

SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS (SRE) SECRETARIA REGIONAL DA EDUCAÇÃO E RECURSOS HUMANOS (SRE) GABINETE DO SECRETÁRIO REGIONAL PROGRAMA DE CONCURSO REF. Nº CPU01/SRE/2013 CONCURSO PÚBLICO URGENTE LOCAÇÃO DE PLATAFORMA DE APOIO À GESTÃO ESCOLAR

Leia mais

ABERTURA CONTA DEPÓSITOS À ORDEM PESSOAS SINGULARES/ EMPRESÁRIOS EM NOME INDIVIDUAL FICHA DE INFORMAÇÃO DE CLIENTE

ABERTURA CONTA DEPÓSITOS À ORDEM PESSOAS SINGULARES/ EMPRESÁRIOS EM NOME INDIVIDUAL FICHA DE INFORMAÇÃO DE CLIENTE Balcão Data / / N.º Conta DO Ficha Inicial Ficha de Alteração IDENTIFICAÇÃO DE PESSOA SINGULAR/ENI Nome Completo Data de Nascimento / / Número de Identificação Fiscal Bilhete de Identidade/Cartão cidadão

Leia mais

ANEXO XX. O ICA apoia projetos promovidos por associações ou outras entidades sem fins lucrativos que divulguem e promovam o cinema português.

ANEXO XX. O ICA apoia projetos promovidos por associações ou outras entidades sem fins lucrativos que divulguem e promovam o cinema português. ANEXO XX PROGRAMA DE APOIO À INTERNACIONALIZAÇÃO SUBPROGRAMA DE APOIO À DIVULGAÇÃO E PROMOÇÃO INTERNACIONAL DE OBRAS NACIONAIS ATRAVÉS DE ASSOCIAÇÕES DO SETOR 1. Âmbito O ICA apoia projetos promovidos

Leia mais

Isenção e redução do pagamento de contribuições Atualizado em: 30-03-2016

Isenção e redução do pagamento de contribuições Atualizado em: 30-03-2016 SEGURANÇA SOCIAL Isenção e redução do pagamento de contribuições Atualizado em: 30-03-2016 Esta informação destina-se a Empresa Isenção do pagamento de contribuições As entidades empregadoras podem beneficiar

Leia mais

Escolas de Condução - CAE 85530

Escolas de Condução - CAE 85530 O conteúdo informativo disponibilizado pela presente ficha não substitui a consulta dos diplomas legais referenciados e da entidade licenciadora. FUNCHAL Escolas de Condução CAE 85530 ÂMBITO Ensino da

Leia mais

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro de equipamento informático. Convite à apresentação de propostas

Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro de equipamento informático. Convite à apresentação de propostas Concurso limitado por prévia qualificação para a celebração de acordo quadro de equipamento informático Convite à apresentação de propostas ANCP Outubro de 2010 Índice Artigo 1.º Objecto do concurso...

Leia mais

Luxemburgo-Luxemburgo: Análise da qualidade do ar e da água nos edifícios do Parlamento Europeu nos 3 locais de trabalho 2015/S 158-290021

Luxemburgo-Luxemburgo: Análise da qualidade do ar e da água nos edifícios do Parlamento Europeu nos 3 locais de trabalho 2015/S 158-290021 1/5 O presente anúncio no sítio web do TED: http://ted.europa.eu/udl?uri=ted:notice:290021-2015:text:pt:html Luxemburgo-Luxemburgo: Análise da qualidade do ar e da água nos edifícios do Parlamento Europeu

Leia mais

Convite CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE SERVIÇOS MUNICIPAIS CONTRATAÇÃO PÚBLICA AJUSTE DIRETO

Convite CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE SERVIÇOS MUNICIPAIS CONTRATAÇÃO PÚBLICA AJUSTE DIRETO CÂMARA MUNICIPAL DE VILA NOVA DE CERVEIRA DIVISÃO DE SERVIÇOS MUNICIPAIS CONTRATAÇÃO PÚBLICA Convite AJUSTE DIRETO Beneficiação e Conservação da Rede Viária Municipal Construção de Muro junto à Casa Vermelha

Leia mais

1 C Â M A R A MU N I C I P A L D E L I S B O A Central de Compras Municipal Concurso Público com Publicidade Internacional Prestação do Serviço Móvel Terrestre Processo n.º./dmf/ccm/dp/2012 Campo Grande,

Leia mais

TAX alert 15 NOVEMBRO / 2013

TAX alert 15 NOVEMBRO / 2013 15 NOVEMBRO / 2013 REGIME EXCEPCIONAL DE REGULARIZAÇÃO DE DÍVIDAS FISCAIS E À SEGURANÇA SOCIAL (RERD) Foi recentemente aprovado o Decreto-Lei n.º 151-A/2013, de 31 de Outubro, mencionado na nossa última

Leia mais

REGIÕES AUTÓNOMAS 01 N.º DE IDENTIFICAÇÃO FISCAL (NIF) 02 PERÍODO REGIÕES AUTÓNOMAS REPARTIÇÃO DO VOLUME ANUAL DE NEGÓCIOS

REGIÕES AUTÓNOMAS 01 N.º DE IDENTIFICAÇÃO FISCAL (NIF) 02 PERÍODO REGIÕES AUTÓNOMAS REPARTIÇÃO DO VOLUME ANUAL DE NEGÓCIOS MODELO EM VIGOR A PARTIR DE JANEIRO DE 2015 03 R P MINISTÉRIO DAS FINANÇAS AUTORIDADE TRIBUTÁRIA E ADUANEIRA DECLARAÇÃO D E RENDIMENTOS Volume global de negócios não isento REGIÕES AUTÓNOMAS 01 Nº DE IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Acumulação de funções

Acumulação de funções Exmo. Sr. Presidente da Camara Municipal 3250-100 ALVAIÁZERE Acumulação de funções, trabalhador no com relação jurídica de emprego publico a tempo indeterminado / termo resolutivo desta Camara Municipal

Leia mais

Programa de Procedimento

Programa de Procedimento SAUDAÇOR Sociedade Gestora de Recursos e Equipamentos da Saúde dos Açores, S.A. Central de Compras Decreto Regulamentar Regional n.º 4/2010/A, de 15 de fevereiro Concurso n.º 8/2016 Concurso Público para

Leia mais