Microsoft Analysis Service

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Microsoft Analysis Service"

Transcrição

1 Microsoft Analysis Service Neste capítulo você verá: BI Development Studio Analysis Services e Cubos Microsoft Analysis Services é um conjunto de serviços que são usados para gerenciar os dados que são armazenados em um data warehouse ou data mart. Analysis Services organiza dados de um data warehouse em cubos multidimensionais, com agregados para permitir a execução de relatórios sofisticados e consultas complexas. As principais características do Analysis Services são : Facilidade de uso Modelo de dados flexível Diversidade de APIs suportadas Analysis Services oferecem assistentes para quase todas as tarefas que são executadas durante a concepção e implementação de um data warehouse. Por exemplo, o Assistente de Fonte de Dados permite que você especifique uma ou mais fontes de dados, enquanto Assistente de cubo é usado para criar um cubo multidimensional, onde os dados são armazenados de forma agregada. Facilidade de uso é garantida pela Business Intelligence (BI) Development Studio. Você pode usar esta ferramenta para desenvolver bases de dados e outros objetos de armazenamento de dados. Isso significa que o BI Development Studio oferece uma interface para o desenvolvimento de ambos os projetos do Analysis Services e SQL Server Integration Services e Reporting projetos Services. Em contraste com a maioria dos outros sistemas de armazenamento de dados, o Analysis Services permite que você use a arquitetura que seja mais adequada para um sistema de armazenamento de dados específico. Você pode escolher entre as três arquiteturas (MOLAP, ROLAP e HOLAP). BI Development Studio O principal componente do Analysis Services é Business Intelligence Development Studio, uma ferramenta de gestão que fornece uma plataforma de desenvolvimento para Integration Services, Reporting Services mineração de dados e Analysis Services. Construído sobre Visual Studio, BI Development Studio suporta uma plataforma de desenvolvimento integrado para desenvolvedores de sistemas na área de inteligência de negócios. Depuração, controle de origem e desenvolvimento de código estão disponíveis para todos os componentes da aplicação de BI. Você pode usar o BI Development Studio não só para criar e gerenciar cubos, mas também para projetar capacidades para SQL Server Reporting Services e SQL Server Integration Services.

2 Nota: A interface de usuário de BI Development Studio é muito semelhante à interface do SQL Server Management Studio. No entanto, essas duas ferramentas diferem na sua implantação: você deve usar o BI Development Studio para desenvolver projetos de BI, enquanto você deve usar principalmente SQL Server Management Studio para operar e manter os objetos de banco de dados de BI. Neste artigo, BI Development Studio é usado para criar um cubo com base no banco de dados AdventureWorksDW e processá-la. Para iniciar o BI Development Studio, clique em Iniciar, Todos os Programas, Microsoft SQL Server 2008 e, finalmente, o SQL Server Business Intelligence Development Studio. Criando um novo projeto O primeiro passo na construção de uma aplicação analítica é criar um novo projeto. Para construir um clique de arquivo de projeto, selecione Novo e escolha Project. Na caixa de diálogo New Project (veja a Figura 1), clique na pasta Projetos de Business Intelligence no painel Project Types. No painel Modelos, selecione Analysis Project Services. Digite o nome do projeto e sua localização nas caixas Nome e Localização de texto, respectivamente. Para os fins deste exemplo, nomeie o projeto Projeto1, como mostrado na Figura 1. O novo projeto será criado depois de clicar em OK. Figura 1 Interface de criação de novo projeto. O novo projeto é sempre criado em uma nova solução. Assim, a solução é a maior unidade de gestão em BI Development Studio, e sempre compreende um ou mais projetos. (Se o painel Solution Explorer, que permite visualizar e gerenciar os objetos em uma solução ou um projeto, não é visível, você pode exibi-lo clicando em Visualizar na barra de menu e selecionando Solution Explorer.) Dê uma olhada no Solution Explorer painel com o projeto recém-criado. No nó do projeto, existem as seguintes pastas, entre outros:

3 Fontes de dados: armazena as informações para conexão com o banco de dados de origem. Fonte de Visualização de dados: Contém informações sobre o subconjunto de tabelas em um banco de dados de origem. Cubos: Engloba todos os cubos que fazem parte do projeto. Dimensões: Contém todas as dimensões. Analysis Services oferece suporte a três tipos de dimensões. Dimensões compartilhadas (também chamados de dimensões conformadas) são dimensões que são compartilhados entre dois ou mais cubos no banco de dados. Dimensões típicas são compartilhados Tempo, Produto e Cliente. Dimensões particulares são criadas para um cubo individual. A dimensão ligada baseia-se em uma dimensão que é armazenada em outro banco de dados do Analysis Services. O banco de dados de origem para uma dimensão vinculada pode estar no mesmo servidor ou em um servidor diferente. Mining Estrutures: Permite criar um modelo de mineração de dados usando o Assistente de Mineração de Dados. Estes modelos baseiam-se nas informações de cubo existente. Além dessas pastas, existem várias outras pastas (Roles, montagens e diversas). A descrição dessas pastas podem ser encontradas no Books Online. Uma vez que o projeto é criado, você deve criar uma fonte de dados. Criando uma fonte de dados Para criar um fonte de dados, clique com botão direito na pasta Fontes de dados no painel Solution Explorer e selecione New Data Source. O Assistente de origem de dados, que o guiará através do processo de criação de uma fonte de dados. (Este exemplo usa o banco de dados SQL Server exemplo chamado AdventureWorksDW como fonte de dados.) Em primeiro lugar, sobre o Select como definir a página de conexão, certifique-se de que o Criar uma fonte de dados com base em um botão de conexão existente ou novo é escolhido e clique novo. Na caixa de diálogo Gerenciador de conexão, selecione Native OLE DB / SQL Server Native Client 10.0 e selecione o nome do seu servidor de banco de dados como o nome do servidor. No mesmo passo, escolha Usar Autenticação do Windows e, a partir Selecione ou digite uma lista drop-down nome do banco de dados, selecione o banco de dados AdventureWorksDW. Antes de clicar em OK, clique no botão Test Connection para testar a conexão com o banco de dados.

4 Figura 2 Interface do Solution Explorer relacionado a uma nova fonte de dados. Finalmente, na página Concluindo o Assistente, nomeie a nova fonte de dados um nome (para este exemplo, chamá-lo Source1) e clique em Concluir. A nova fonte de dados é exibida no painel Solution Explorer na pasta Fontes de dados, veja a Figura 2. O próximo passo é criar uma visão que corresponde à fonte de dados selecionada. A exibição da fonte de dados é usada para definir as informações de esquema que pretende utilizar em sua solução. Em outras palavras, uma exibição da fonte de dados contém informações sobre o subconjunto de tabelas do banco de dados de origem especificado. (Você deve criar uma exibição da fonte de dados quando o banco de dados é composto por centenas de tabelas, dos quais apenas alguns são úteis em uma aplicação de BI.) Para criar esse ponto de vista, clique com o botão direito do mouse no Data Source Views pasta no painel Solution Explorer e selecione nova Data View Source. A exibição da fonte de Assistente de dados o guia através dos passos que são necessários para criar uma exibição da fonte de dados. (Este exemplo cria uma exibição chamada View1, que é baseado no cliente e tabelas de projeto, bem como suas tabelas relacionadas.) Em primeiro lugar, na página Selecionar uma Fonte de Dados, selecione uma fonte de dados relacional existente (para este exemplo, selecione Source1) e clique em Avançar. Nas próximas tabelas de página Select e Views- você selecionar tabelas que pertencem ao seu cubo seja como tabelas de dimensões ou tabelas de fatos. (Para selecionar uma tabela, marcar o seu nome e clique no botão> no meio da janela. Novamente, clique em Concluir. Depois disso, a tabela aparece no painel de objetos incluídos.) Para este exemplo, selecione os clientes e produtos tabelas de a base de dados AdventureWorksDW. Estas tabelas são chamadas DimCustomer e DimProduct, respectivamente, e serão usados para construir as dimensões do cubo. Além disso, ao clicar no botão Adicionar tabelas relacionadas, você instrui o sistema para encontrar tabelas que estão relacionadas com as duas tabelas selecionadas. Para encontrar tabelas relacionadas, o sistema procura todos os principais / relações de chave estrangeira primárias que existem no banco de dados.

5 Figura 3 Interface do Completing the Wizard. Além disso, adicione a tabela de DimTime, porque a dimensão do tempo é (quase) sempre uma parte de um cubo. Depois disso, clique em Avançar. Na página Concluindo o Assistente, o sistema mostra as tabelas, que você pode ver na Figura 3: DimCustomer DimProduct FactResellerSales DimProductSubcategory FactInternetSales DimTime Clique em Concluir. Após as tabelas são selecionados, o assistente for concluído e Fonte de Dados Designer mostra as tabelas selecionadas, veja a Figura 4. Fonte de Dados Designer é uma ferramenta que é usada para mostrar uma representação gráfica do esquema de dados que você definiu. Fonte de Dados Designer oferece várias funções úteis. Para inspecionar os objetos que você tem em sua exibição da fonte, mova o ponteiro do mouse para o ícone cross-seta no canto inferior direito. Quando o ponteiro muda para um ícone de cross-flecha, clique no ícone. Será exibida a janela de navegação. Agora você pode navegar de uma parte do diagrama para outra parte. Se você quiser encontrar uma tabela específica, use a função Fonte de Dados na da barra de menu e selecione Localizar Tabela. Para visualizar os dados em uma tabela, clique com o botão direito do mouse na tabela e clique em Explorar Dados.

6 Figura 4 Designer Data Source View comas tabelas selecionadas. Você também pode criar consultas nomeadas, que são consultas que são armazenadas permanentemente e, portanto, podem ser acessados como qualquer mesa. Para criar tal consulta, clique na função Fonte de Dados na barra de menu e, em seguida, selecione o ícone New consulta nomeada. A caixa de diálogo Criar Consulta Nomeada permite que você crie qualquer dúvida em relação às tabelas selecionadas. Analysis Services e Cubos Um cubo é uma estrutura multidimensional que contém a totalidade ou uma parte dos dados de um data warehouse. Cada cubo contém os seguintes componentes: Dimensions Members Hierarchies Cells Levels (Níveis) Properties Uma dimensão é um conjunto de atributos relacionados logicamente (armazenados juntos em uma tabela dimensional), que descreve as medidas de perto (armazenado na tabela de fatos). Embora o termo "cubo" implica três dimensões, um cubo geralmente multidimensional pode ter muitas outras dimensões. Por exemplo, Tempo, Produto e Cliente são as dimensões típicas que fazem parte de muitos modelos.

7 Nota: Uma dimensão importante de um cubo é a dimensão de medidas, que inclui todas as medidas definidas na tabela de fatos. Cada valor discreto em uma dimensão é chamada de um membro. Por exemplo, os membros de uma dimensão do produto poderia ser Computadores, discos e CPUs. Cada membro pode ser calculado, o que significa que seu valor é calculado em tempo de execução usando uma expressão que é especificado durante a definição do membro. Como os membros calculados não são armazenadas no disco, eles permitem que você adicionar novos membros sem aumentar o tamanho de um cubo correspondente. Hierarquias especificam agrupamentos de vários membros dentro de cada dimensão. Eles são usados para refinar consultas em matéria de análise de dados. As células são partes de um cubo multidimensional que são identificados através de coordenadas (x, y, e z coordenadas, se o cubo é tridimensional). Isto significa que é uma célula de um conjunto contendo os membros de cada dimensão. Por exemplo, considere o cubo tridimensional da Figura 3, que representa as vendas de automóveis para uma única região dentro de um quarto. As células com as seguintes coordenadas pertencem, entre outros, para o cubo: Primeiro trimestre: América do Sul, Falcon Terceiro trimestre: Ásia, Águia Ao definir hierarquias, você defini-los em termos de seus níveis. Em outras palavras, os níveis da hierarquia de descrever mais alto (mais resumida) nível para o nível mais baixo mais detalhada de dados. A lista a seguir mostra os possíveis níveis de hierarquia para a dimensão de tempo: Quarter (Q1, Q2, Q3, Q4) Month (Janeiro, Fevereiro,...) Day (Day1, Day2,...) Criando um Cubo Antes de criar um Cubo você precisa especificar um ou mais data sources e criar uma visualização de fonte de dados, como falado anteriormente neste arquivo. Depois dito, você pode utilizar o wizard para criar o Cubo. Para criar um Cubo, utilize o botão direito do mouse na pasta do projeto desejado no painel do Solution Explorer, selecionando a opção de novo Cubo que fará o wizard de criação de Cubos aparecer. Depois disto, selecione a opção Use existing tables na página Select Creation Method e clique Next. Na página Select Measure roup Table, selecione selecione a vista de fonte de dados, clique o botão Suggest e depois clique no botão Next. Na página Select Measure,selecione as seguintes medidas: SalesAmount (Tabela de fatos FactResselerSales) e TotalProductCost (Na tabela de fatos FactInternetSales). Clique Next. Na página Select New Dimension, selecione todas as 3 dimensões (DimTime, DimProduct and DimConsumer) para serem criadas baseadas nas tabelas

8 disponíveis. A página final Completind the Wizard mostra um sumário de todas as medidas e dimensões selecionadas. Clique Finish para encerrar. Desenhando o Armazenamento da Agregação e Processando um Cubo Como você já sabe, dados básicos da tabela de fatos podem ser sumarizadas antecipadamente e armazenadas em tabelas. Este processo é conhecido como agregação e pode melhorar em muito o tempo de resposta de consultas porque realizá-las em milhares de registros para calcular uma agregação pode levar um tempo muito longo. Figura 5 Página de finalização do Wizard. Por outro lado, calcular todas as agregações possíveis em um cubo e armazenar no disco resulta no menor tempo de resposta para todas as consultas possíveis, porque a reposta de todas as consultas é praticamente imediata. Mas existe uma desvantagem, pois o armazenamento e o processamento necessário para a criação pode ser substancial. Para nos ajudar a balancear as vantagens de consultas imediatas e o alto uso e armazenamento, existe o Aggregation Design Wizard para nos ajudar a otimizar o design das agregações. Para iniciar o wizard, clique na aba Partitions no dsigner dos Cubos. A figura 6 mostra a aba de partição para a FactInternetSales da tabela de fatos. Na tabela FactInternetSales que aparece no Cube Designer, clique no valor abaixo da coluna Aggregations e depois clique no mesmo campo que fará o wizard de design de agregação ser iniciado. No primeiro passo do wizard, você poderá rever a configuração do uso da agregação em uma janela de mesmo nome permitindo que você inclua ou exclua atributos que aparecem na página. O próximo passo depois de selecionar a estrutura de armazenamento é especificar o número de membros de cada atributo. Você pode fazer isto na página Specify Objects Count. Para cada objeto selecionado no cubo, você deverá especificar o valor de contagem

9 estimado ou o valor de contagem de partições, antes e iniciar o wizard clicando no botão Count que conta e mostra o resultado obtido. Figura 6 Tab Partitions da tabela de fatos FactInternetSale. Figura 7 Seleção das opções de agregação. Na página Set Aggregatiom Options mostrada na figura 7 selecione uma das 4 opções para especificar até qual ponto as agregações deverão ser desenhadas. Veja abaixo detalhes das opções. Estimated storage reaches: Especifica o valor máximo de área de armazenamento em disco a ser utilizada para agregações do cubo. Quanto maior o valor, maior a quantidade de agregações pré-calculadas você terá. Performance gains reaches: Especifica o ganho de performance que você deseja obter. Quanto maior o percentual de agregações pré-calculadas, melhor sua performance. I click stop: Permite a você decidir quando o desing deve parar. Do not design aggregation: Especifica que nenhuma agregação deve ser précalculada. Depois de clicar o botão Start e o botão Next, a página Completing the Wizard aparece, permitindo a você definir se deseja iniciar o processo imediatamente ou mais tarde.

10 A janela de progresso de processamento mostrada na figura 8 aparece e mostra o progresso do processamento do Cubo. Figura 8 Janela que mostra o progresso do processamento. Navegando no Cubo Para navegar em um cubo, utilize o botão direito do mouse no nome do Cubo e selecione navegar (browse). A visão navegação aparece. Você pode adicionar qualquer uma das dimensões com o botão direito no nome da dimensão no painel da esquerda e selecionando Add to Column Area ou Add to Row Area. Você também pode adicionar uma medida para o mesmo painel se você utilizar o botão direito no nome da medida e selecionar Add to Data Area. A figura 9 mostra o total de vendas relacionada às vendas pela Internet para diferentes clientes e produtos. Para mostrar estes valores, utilize o botão direito a tabela DimProduct e selecione Add to Collumn Area. Clique com o botão direito na tabela DimCostumer e selecione Add to Row Area.

11 Figura 9 CrossTable com o total de vendas para as vendas pela Internet. Nota: Com ALT-SHIFT-ENTER você pode aumentar a visualização do Designer do Cubo.

Analysis Services. Manual Básico

Analysis Services. Manual Básico Analysis Services Manual Básico Construindo um Banco de Dados OLAP... 2 Criando a origem de dados... 3 Definindo as dimensões... 5 Níveis de dimensão e membros... 8 Construindo o cubo... 11 Tabela de fatos...12

Leia mais

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas Banco de Dados Microsoft Access: Criar s Vitor Valerio de Souza Campos Objetivos do curso 1. Criar uma no modo de exibição Folha de Dados. 2. Definir tipos de dados para os campos na. 3. Criar uma no modo

Leia mais

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas. Vitor Valerio de Souza Campos

Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas. Vitor Valerio de Souza Campos Banco de Dados Microsoft Access: Criar tabelas Vitor Valerio de Souza Campos Objetivos do curso 1. Criar uma tabela no modo de exibição Folha de Dados. 2. Definir tipos de dados para os campos na tabela.

Leia mais

Autor: Júlio Battisti www.juliobattisti.com.br

Autor: Júlio Battisti www.juliobattisti.com.br Autor: Júlio Battisti www.juliobattisti.com.br Livro: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Avançado, Análise de Dados e Cenários, Tabelas e Gráficos Dinâmicos, Macros e Programação VBA - Através de Exemplos

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Companhia de Processamento de Dados do Município de São Paulo. Acessando e manipulando Cubos OLAP Utilizando o MS Excel 2000/XP

Companhia de Processamento de Dados do Município de São Paulo. Acessando e manipulando Cubos OLAP Utilizando o MS Excel 2000/XP Companhia de Processamento de Dados do Município de São Paulo Acessando e manipulando Cubos OLAP Utilizando o MS Excel 2000/XP Setembro/2003 Para acessar e manipular os dados existentes nos denominados

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

PowerPivot FÁBIO ÁVILA / THIAGO CARVALHO

PowerPivot FÁBIO ÁVILA / THIAGO CARVALHO PowerPivot FÁBIO ÁVILA / THIAGO CARVALHO Definição 2 O PowerPivot é um suplemento do Microsoft Excel que permite importar milhões de linhas de dados de várias fontes para uma única pasta de trabalho do

Leia mais

Instalação - SGFLeite 1

Instalação - SGFLeite 1 Instalação SGFLeite Sistema Gerenciador de Fazenda de Leite Instalação - SGFLeite 1 Resumo dos Passos para instalação do Sistema Este documento tem como objetivo auxiliar o usuário na instalação do Sistema

Leia mais

MySQL Query Browser. Professor Victor Sotero SGD

MySQL Query Browser. Professor Victor Sotero SGD MySQL Query Browser Professor Victor Sotero SGD 1 DEFINIÇÃO O MySQL Query Browser é uma ferramenta gráfica fornecida pela MySQL AB para criar, executar e otimizar solicitações SQL em um ambiente gráfico.

Leia mais

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server

Noções de. Microsoft SQL Server. Microsoft SQL Server Noções de 1 Considerações Iniciais Basicamente existem dois tipos de usuários do SQL Server: Implementadores Administradores 2 1 Implementadores Utilizam o SQL Server para criar e alterar base de dados

Leia mais

Índice. Business Intelligence Pentaho

Índice. Business Intelligence Pentaho Manual de Sistema Índice Introdução:... 3 Conceito:... 3 1 - Acessando o Sistema... 4 1.1 - Tela inicial... 5 2 - Analisando um Cubo... 6 2.1 Acessando o Cubo... 6 2.2 - Montando Uma Visão... 7 3 - Navegando

Leia mais

Introdução aos Projectos

Introdução aos Projectos Introdução aos Projectos Categoria Novos Usuários Tempo necessário 20 minutos Arquivo Tutorial Usado Iniciar um novo arquivo de projeto Este exercício explica a finalidade ea função do arquivo de projeto

Leia mais

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Apresentação da ferramenta Professor: Danilo Giacobo Página pessoal: www.danilogiacobo.eti.br E-mail: danilogiacobo@gmail.com 1 Introdução Visual

Leia mais

CRIANDO BANCOS DE DADOS NO SQL SERVER 2008 R2 COM O SQL SERVER MANAGEMENT STUDIO

CRIANDO BANCOS DE DADOS NO SQL SERVER 2008 R2 COM O SQL SERVER MANAGEMENT STUDIO CRIANDO BANCOS DE DADOS NO SQL SERVER 2008 R2 COM O SQL SERVER MANAGEMENT STUDIO Antes de criarmos um novo Banco de Dados quero fazer um pequeno parênteses sobre segurança. Você deve ter notado que sempre

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Word 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

O Primeiro Programa em Visual Studio.net

O Primeiro Programa em Visual Studio.net O Primeiro Programa em Visual Studio.net Já examinamos o primeiro programa escrito em C que servirá de ponto de partida para todos os demais exemplos e exercícios do curso. Agora, aprenderemos como utilizar

Leia mais

Manual Instalação Pedido Eletrônico

Manual Instalação Pedido Eletrônico Manual Instalação Pedido Eletrônico 1 Cliente que não utiliza o Boomerang, mas possui um sistema compatível. 1.1 Instalação do Boomerang Inserir o CD no drive do computador, clicar no botão INICIAR e em

Leia mais

Windows Explorer. Prof. Valdir

Windows Explorer. Prof. Valdir Do Inglês Explorador de Janelas, o é o programa para gerenciamento de discos, pastas e arquivos no ambiente Windows. É utilizado para a cópia, exclusão, organização e movimentação de arquivos além de criação,

Leia mais

APÊNDICES. Curso de Word Avançado Adicione um apêndice ao seu documento

APÊNDICES. Curso de Word Avançado Adicione um apêndice ao seu documento Curso de Word Avançado Adicione um apêndice ao seu documento Você precisa adicionar um apêndice ao seu livro, trabalho, relatório, manual ou outro documento? O apêndice é um conjunto de informações úteis

Leia mais

Iniciando o MySQL Query Brower

Iniciando o MySQL Query Brower MySQL Query Brower O MySQL Query Browser é uma ferramenta gráfica fornecida pela MySQL AB para criar, executar e otimizar solicitações SQL em um ambiente gráfico. Assim como o MySQL Administrator foi criado

Leia mais

Introdução. Formação Informática Para Estatísticos Na DPINE. Formação Informática Para Estatísticos Na DPINE. Usar Tabelas Dinâmicas em EXCEL

Introdução. Formação Informática Para Estatísticos Na DPINE. Formação Informática Para Estatísticos Na DPINE. Usar Tabelas Dinâmicas em EXCEL Usar Tabelas Dinâmicas em EXCEL Introdução Neste Módulo aprendemos o importante recurso de Tabelas Dinâmicas e Gráficos Dinâmicos. Aprendemos a criar tabelas dinâmicas, a aplicar filtros e a fazer análise

Leia mais

IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer.

IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer. CONFIGURANDO O SISTEMA OFFLINE DR.MICRO IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer. 1- Ao acessar a plataforma online a opção Minha Escola

Leia mais

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel *

Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * Unidade 1: O Painel de Controle do Excel * material do 2010* 1.0 Introdução O Excel nos ajuda a compreender melhor os dados graças à sua organização em células (organizadas em linhas e colunas) e ao uso

Leia mais

Geração e instalação de Certificado APNS

Geração e instalação de Certificado APNS Geração e instalação de Certificado APNS Manual Rápido para geração e instalação de um Certificado APNS Apple Versão: x.x Manual rápido MobiDM para Certificado APNS Página 1 Índice 1. CERTIFICADO APNS

Leia mais

Migrando para o Outlook 2010

Migrando para o Outlook 2010 Neste guia Microsoft O Microsoft Outlook 2010 está com visual bem diferente, por isso, criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Leia-o para saber mais sobre as principais

Leia mais

Clique na célula sobre a qual você deseja comentar.

Clique na célula sobre a qual você deseja comentar. , *+!!!!& Um comentário é uma anotação que você anexa a uma célula, separado do restante do conteúdo da célula. Os comentários são úteis como lembretes para você mesmo, como anotar como funciona uma fórmula,

Leia mais

CRIANDO TEMPLATES E LEGENDAS

CRIANDO TEMPLATES E LEGENDAS CRIANDO TEMPLATES E LEGENDAS Este tutorial tem como objetivo instruir passo à passo como criar templates de peças, utilizar os novos recursos de cadastro de propriedade de peças e criação de legenda. 1-

Leia mais

Fábio Ávila Thiago Carvalho POWERPIVOT

Fábio Ávila Thiago Carvalho POWERPIVOT Fábio Ávila Thiago Carvalho POWERPIVOT PowerPivot - Introdução Permite a construção de um modelo de dados Como um Data Mart Elemento Central para construção de Self-Service BI Evolução da tabela dinâmica

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

CAPÍTULO 35 Como utilizar os componentes ColdFusion

CAPÍTULO 35 Como utilizar os componentes ColdFusion CAPÍTULO 35 Como utilizar os componentes ColdFusion Os componentes ColdFusion (CFC) permitem ao usuário encapsular lógicas de aplicação e de negócios (business logic) em unidades auto-controladas reutilizáveis.

Leia mais

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado.

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. , ()! $ Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. Uma estratégia muito utilizada para organizar visualmente informações numéricas

Leia mais

Certificado Servidor Web Importação por Microsoft IIS

Certificado Servidor Web Importação por Microsoft IIS Certificado Servidor Web Importação por Microsoft IIS Proibida a reprodução total ou parcial. Todos os direitos reservados 1 Sumário Introdução... 3 Importação do Certificado Digital... 3 Proibida a reprodução

Leia mais

Sistema de Instalação e Criação da Estrutura do Banco de Dados MANUAL DO INSTALADOR. Julho/2007. Ministério da saúde

Sistema de Instalação e Criação da Estrutura do Banco de Dados MANUAL DO INSTALADOR. Julho/2007. Ministério da saúde Sistema de Instalação e Criação da Estrutura do Banco de Dados MANUAL DO INSTALADOR Julho/2007 Ministério da saúde SUMÁRIO Módulo 1. Instalação... 4 Introdução... 4 Configurações de equipamentos para instalação

Leia mais

Introdução ao Tableau Server 7.0

Introdução ao Tableau Server 7.0 Introdução ao Tableau Server 7.0 Bem-vindo ao Tableau Server; Este guia orientará você pelas etapas básicas de instalação e configuração do Tableau Server. Em seguida, usará alguns dados de exemplo para

Leia mais

Microsoft Visual Studio 2010 C# Volume II

Microsoft Visual Studio 2010 C# Volume II Microsoft Visual Studio 2010 C# Volume II Apostila desenvolvida pelos Professores Ricardo Santos de Jesus e Rovilson de Freitas, para as Disciplinas de Desenvolvimento de Software I e II, nas Etecs de

Leia mais

1 Inicie um novo. Guia de Referência Rápida de Gerenciamento de Projeto para o Project 2007. projeto

1 Inicie um novo. Guia de Referência Rápida de Gerenciamento de Projeto para o Project 2007. projeto Guia de Referência Rápida de Gerenciamento de Projeto para o Project 2007 1 Inicie um novo Antes de começar um novo, uma organização deve determinar se ele se enquadra em suas metas estratégicas. Os executivos

Leia mais

Veja abaixo um exemplo de como os dados são mostrados quando usamos o

Veja abaixo um exemplo de como os dados são mostrados quando usamos o Objeto DataGridView O controle DataGridView é um dos objetos utilizados para exibir dados de tabelas de um banco de dados. Ele está disponível na guia de objetos Data na janela de objetos do vb.net. Será

Leia mais

BrOffice.org Base. Prof. João Alberto Fabro UTFPR Curitiba

BrOffice.org Base. Prof. João Alberto Fabro UTFPR Curitiba Prof. João Alberto Fabro UTFPR Curitiba (Baseado no documento livre Introdução ao BrOffice.org Base, de Noelson Alves Duarte, Revisado em 18 de março de 2006) Formatos: Diversos, inclusive bases de dados

Leia mais

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral

Índice. Manual Backup Online. 03 Capítulo 1: Visão Geral Índice 03 Capítulo 1: Visão Geral 04 Capítulo 2: Conta de Usuário 04 Criação 08 Edição 09 Grupo de Usuários 10 Informações da Conta 12 Capítulo 3: Download do Backup Online Embratel 16 Capítulo 4: Cópia

Leia mais

CONSULTAS AO SQL SERVER 2005 ATRAVÉS DOS OBJETOS VISICONX

CONSULTAS AO SQL SERVER 2005 ATRAVÉS DOS OBJETOS VISICONX CONSULTAS AO SQL SERVER 2005 ATRAVÉS DOS OBJETOS VISICONX Dando continuidade ao tema do nosso último faça-fácil (Boletim Aquarius Automação Industrial Ed.9), nessa edição falaremos sobre os controles VisiconX

Leia mais

Montar planilhas de uma forma organizada e clara.

Montar planilhas de uma forma organizada e clara. 1 Treinamento do Office 2007 EXCEL Objetivos Após concluir este curso você poderá: Montar planilhas de uma forma organizada e clara. Layout da planilha Inserir gráficos Realizar operações matemáticas 2

Leia mais

Manual da Ferramenta Metadata Editor

Manual da Ferramenta Metadata Editor 4 de março de 2010 Sumário 1 Introdução 3 2 Objetivos 3 3 Visão Geral 3 3.1 Instalação............................. 3 3.2 Legenda.............................. 4 3.3 Configuração Inicial........................

Leia mais

Instruções para instalação do Virtual Lab (ChemLab 2.5 ou Physics 3.0)

Instruções para instalação do Virtual Lab (ChemLab 2.5 ou Physics 3.0) Instruções para instalação do Virtual Lab (ChemLab 2.5 ou Physics 3.0) 1. Pré-requisitos para instalação do Virtual Lab Windows XP, Windows Vista ou Windows 7 Adobe AIR instalado. Disponível em: http://get.adobe.com/br/air/

Leia mais

Importação dos arquivos de dados

Importação dos arquivos de dados Importação dos arquivos de dados Ícone de importação de dados. Outra função que recebeu um avanço bastante grande foi a importação e exportação de dados. A Earthworks, empresa que atua em parceria com

Leia mais

Laboratório 1 SQL Server Integration Services

Laboratório 1 SQL Server Integration Services Laboratório 1 SQL Server Integration Services Cenário: Você deseja construir um processo que irá realizar relatório sobre vendas. O relatório é um sumario das vendas anuais, mas poderia ser aplicado para

Leia mais

Microsoft Access: Criar relatórios para um novo banco de dados. Vitor Valerio de Souza Campos

Microsoft Access: Criar relatórios para um novo banco de dados. Vitor Valerio de Souza Campos Microsoft Access: Criar relatórios para um novo banco de dados Vitor Valerio de Souza Campos Conteúdo do curso Visão geral: O produto final Lição: Inclui oito seções Tarefas práticas sugeridas Teste Visão

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft

OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft O OneDrive é um serviço de armazenamento na nuvem da Microsoft que oferece a opção de guardar até 7 GB de arquivos grátis na rede. Ou seja, o usuário pode

Leia mais

Leia-me do Licenciamento em Rede

Leia-me do Licenciamento em Rede Leia-me do Licenciamento em Rede Trimble Navigation Limited Divisão de Engenharia e da Construção 935 Stewart Drive Sunnyvale, California 94085 EUA Fone: +1-408-481-8000 Ligação gratuita (nos EUA): +1-800-874-6253

Leia mais

Qlik Sense Desktop. Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados.

Qlik Sense Desktop. Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik Sense Desktop Qlik Sense 2.0.2 Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Copyright 1993-2015 QlikTech International AB. Todos os direitos reservados. Qlik, QlikTech,

Leia mais

www.aluminiocba.com.br Manual do Usuário Certificação

www.aluminiocba.com.br Manual do Usuário Certificação Manual do Usuário Certificação Manual do Usuário - Certificação Versão 1.0 Página 2 CBA Online Manual do Usuário Certificação Versão 1.1 19 de maio de 2004 Companhia Brasileira de Alumínio Departamento

Leia mais

Sumário. Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido.

Sumário. Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido. Sumário Ambiente de Trabalho... Erro! Indicador não definido. Introdução ao Project Um projeto é uma seqüência bem definida de eventos, com um início e um final identificável. O foco de um projeto é obter

Leia mais

Preparando o Ambiente e Instalando o System Center Configuration Manager 2012 R2

Preparando o Ambiente e Instalando o System Center Configuration Manager 2012 R2 Preparando o Ambiente e Instalando o System Center Configuration Manager 2012 R2 Artigo escrito por Walter Teixeira wteixeira.wordpress.com Sumário Cenário Proposto... 3 Preparação do Servidor SQL Server

Leia mais

Unidade 7: Middleware JDBC e Java DB Prof. Daniel Caetano (Fonte: Tutorial Oficial do NetBeans)

Unidade 7: Middleware JDBC e Java DB Prof. Daniel Caetano (Fonte: Tutorial Oficial do NetBeans) Programação Servidor para Sistemas Web 1 Unidade 7: Middleware JDBC e Java DB Prof. Daniel Caetano (Fonte: Tutorial Oficial do NetBeans) Objetivo: Capacitar o aluno para criar bancos de dados usando Java

Leia mais

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel Software de gerenciamento do sistema Intel do servidor modular Intel Declarações de Caráter Legal AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE DOCUMENTO SÃO RELACIONADAS AOS PRODUTOS INTEL, PARA FINS DE SUPORTE ÀS PLACAS

Leia mais

Computação Móvel 2007/2008

Computação Móvel 2007/2008 Computação Móvel 2007/2008 Tutorial 2 Criação de uma nova publicação de base de dados no SQL Server 2005 Standard Edition / Enterprise Edition / Developer Edition No computador cliente: 1. Estabelecer

Leia mais

Sistemas Operacionais de Rede INTRODUÇÃO AO ACTIVE DIRECTORY

Sistemas Operacionais de Rede INTRODUÇÃO AO ACTIVE DIRECTORY Sistemas Operacionais de Rede INTRODUÇÃO AO ACTIVE DIRECTORY Conteúdo Programático! Introdução ao Active Directory (AD)! Definições! Estrutura Lógica! Estrutura Física! Instalação do Active Directory (AD)!

Leia mais

Guia de Instalação e Inicialização. Para WebReporter 2012

Guia de Instalação e Inicialização. Para WebReporter 2012 Para WebReporter 2012 Última revisão: 09/13/2012 Índice Instalando componentes de pré-requisito... 1 Visão geral... 1 Etapa 1: Ative os Serviços de Informações da Internet... 1 Etapa 2: Execute o Setup.exe

Leia mais

KalumaFin. Manual do Usuário

KalumaFin. Manual do Usuário KalumaFin Manual do Usuário Sumário 1. DICIONÁRIO... 4 1.1 ÍCONES... Erro! Indicador não definido. 1.2 DEFINIÇÕES... 5 2. DESCRIÇÃO DO SISTEMA... 7 3. ACESSAR O SISTEMA... 8 4. PRINCIPAL... 9 4.1 MENU

Leia mais

ASP.NET 2.0 - Gerando relatórios com o ReportViewer

ASP.NET 2.0 - Gerando relatórios com o ReportViewer 1 de 5 26/8/2010 18:07 ASP.NET 2.0 - Gerando relatórios com o ReportViewer Este artigo vai mostrar como você pode gerar relatórios em suas páginas ASP.NET 2.0 usando o add-in ReportViewer para o Visual

Leia mais

TCM Informática Rua Senador Ivo D'Aquino, 121 Bairro: Lagoa da Conceição 88062-050 Florianópolis, SC Brasil Fone +55 48 3334-8877 Fax +55 48

TCM Informática Rua Senador Ivo D'Aquino, 121 Bairro: Lagoa da Conceição 88062-050 Florianópolis, SC Brasil Fone +55 48 3334-8877 Fax +55 48 1.1 Roteiro para Instalação do Software 1.1.1 Servidor 1.1.1.1 Requisitos de Hardware Servidor de pequeno porte Servidor dedicado: Processador: 500Mhz Memória RAM: 256MB Hard Disk: 20 ou 40GB (7.500rpm)

Leia mais

PROFORMAÇÃO II Pré-Inscrição

PROFORMAÇÃO II Pré-Inscrição PROFORMAÇÃO II Pré-Inscrição A CNP desenvolveu o programa Pré-Inscrição que objetiva registrar as informações da Ficha de Inscrição dos professores cursistas que participarão do Proformação II. As instruções

Leia mais

Instalação e Configuração do AD DS no Windows Server 2012 R2 INSTALAÇÃO DO SERVIÇOS DE DOMÍNIO DO ACTIVE DIRECTORY (AD DS)

Instalação e Configuração do AD DS no Windows Server 2012 R2 INSTALAÇÃO DO SERVIÇOS DE DOMÍNIO DO ACTIVE DIRECTORY (AD DS) Instalação e Configuração do AD DS no Windows Server 2012 R2 Sumário... 2 Criando as Unidades Organizacionais... 16 Criando Grupos... 17 Criação de Usuários.... 20 Habilitando a Lixeira do AD DS.... 24

Leia mais

Relatórios de montagem

Relatórios de montagem Relatórios de montagem Número da Publicação spse01660 Relatórios de montagem Número da Publicação spse01660 Notificação de Direitos Limitados e de Propriedade Este software e a documentação relacionada

Leia mais

ANEXO TÉCNICO PROCEDIMENTOS PARA CONFIGURAR UMA CONEXÃO VPN COM A BEMATECH

ANEXO TÉCNICO PROCEDIMENTOS PARA CONFIGURAR UMA CONEXÃO VPN COM A BEMATECH ANEXO TÉCNICO PROCEDIMENTOS PARA CONFIGURAR UMA CONEXÃO VPN COM A BEMATECH Introdução Procedimentos para configurar uma conexão VPN com a Bematech, para possibilitar Acesso Remoto para Suporte do ambiente

Leia mais

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção Este procedimento corresponde ao fluxo de trabalho de Indexação de OCR com separação de código de correção no programa de treinamento do Capture Pro Software. As etapas do procedimento encontram-se na

Leia mais

5.3.3.6 Lab - Monitorar e Gerenciar os Recursos do Sistema no Windows Vista

5.3.3.6 Lab - Monitorar e Gerenciar os Recursos do Sistema no Windows Vista IT Essentials 5.0 5.3.3.6 Lab - Monitorar e Gerenciar os Recursos do Sistema no Windows Vista Introdução Imprima e preencha este laboratório. Neste laboratório, você vai usar as ferramentas administrativas

Leia mais

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7)

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7) SafeNet Authentication Client 8.2 SP1 (Para MAC OS 10.7) 2/28 Sumário 1 Introdução... 3 2 Pré-Requisitos Para Instalação... 3 3 Ambientes Homologados... 4 4 Tokens Homologados... 4 5 Instruções de Instalação...

Leia mais

INTRODUÇÃO AO WINDOWS

INTRODUÇÃO AO WINDOWS INTRODUÇÃO AO WINDOWS Paulo José De Fazzio Júnior 1 Noções de Windows INICIANDO O WINDOWS...3 ÍCONES...4 BARRA DE TAREFAS...5 BOTÃO...5 ÁREA DE NOTIFICAÇÃO...5 BOTÃO INICIAR...6 INICIANDO PROGRAMAS...7

Leia mais

Recursos do Outlook Web Access

Recursos do Outlook Web Access Recursos do Outlook Web Access Este material foi criado pela Secretaria de Tecnologia de Informação e Comunicação (SETIC) do Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região. Seu intuito é apresentar algumas

Leia mais

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR 1 Índice: 01- Acesso ao WEBMAIL 02- Enviar uma mensagem 03- Anexar um arquivo em uma mensagem 04- Ler/Abrir uma mensagem 05- Responder uma mensagem

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE BACKUP/RESTORE SQL SERVER 2005

PROCEDIMENTOS DE BACKUP/RESTORE SQL SERVER 2005 PROCEDIMENTOS DE BACKUP/RESTORE SQL SERVER 2005 SUMÁRIO 1 PROCEDIMENTOS DE BACKUP/RESTORE PARA SQL SERVER 2005... 3 1.1 Backup... 3 1.2 Restore... 9 www.aurum.com.br 1 PROCEDIMENTOS DE BACKUP/RESTORE PARA

Leia mais

CONFIGURAÇÃO MINIMA EXIGIDA:

CONFIGURAÇÃO MINIMA EXIGIDA: Este tutorial parte do princípio que seu usuário já possua conhecimentos básicos sobre hardware, sistema operacional Windows XP ou superior, firewall, protocolo de rede TCP/IP e instalação de software.

Leia mais

Manual do Sistema de Apoio Operadores CDL

Manual do Sistema de Apoio Operadores CDL N / Rev.: Manual 751.1/02 Este documento não deve ser reproduzido sem autorização da FCDL/SC Aprovação: Representante da Direção Ademir Ruschel Elaboração: Supervisor da Qualidade Sílvia Regina Pelicioli

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB

PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB Sumep Julho/2006 PROCEDIMENTOS PARA A INSTALAÇÃO E UTILIZAÇÃO DO APLICATIVO DE LEILÃO ELETRÔNICO DA CONAB Objetivo

Leia mais

Outlook 2003. Apresentação

Outlook 2003. Apresentação Outlook 2003 Apresentação O Microsoft Office Outlook 2003 é um programa de comunicação e gerenciador de informações pessoais que fornece um local unificado para o gerenciamento de e-mails, calendários,

Leia mais

BARRA DE PROGRESSO EM VBA

BARRA DE PROGRESSO EM VBA BARRA DE PROGRESSO EM VBA Quando elaboramos uma programação em VBA e não sabemos o tempo de execução podemos utilizar uma alternativa para a visualização do progresso da tarefa, uma barra de progressão

Leia mais

Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT. Power Point. Básico

Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT. Power Point. Básico Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT Power Point Básico Santa Maria, julho de 2006 O Power Point é um aplicativo do Microsoft Office direcionado à criação de apresentações.

Leia mais

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO

BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO BACKUP ONLINE PASSOS PARA CONFIGURAÇÃO INICIAL DO PRODUTO Criação de Conta de Usuário...03 Edição da Conta de Usuário...10 Download do Backup Online Embratel...10 Descrição dos Conjuntos de Cópia de Segurança...19

Leia mais

Criação de uma base de dados em MS SQL Server e acesso com VB 6. Professor Sérgio Furgeri

Criação de uma base de dados em MS SQL Server e acesso com VB 6. Professor Sérgio Furgeri OBJETIVOS DA AULA: Criação de uma base de dados em MS SQL Server e acesso com VB 6. Fazer uma breve introdução a respeito do MS SQL Server 7.0; Criar uma pequena base de dados no MS SQL Server 7.0; Elaborar

Leia mais

Upload e Download de Arquivos. Ao programador Morfik, cabe implementar em sua aplicação os mecanismos gerenciem todo o processo acima.

Upload e Download de Arquivos. Ao programador Morfik, cabe implementar em sua aplicação os mecanismos gerenciem todo o processo acima. Upload e Download de Arquivos Considerações gerais. As aplicações Web 2 tem como uma de suas características principais, o fato de permitirem aos usuários, que eles mesmo criem conteúdo, sem depender de

Leia mais

Configuração do Servidor DHCP no Windows Server 2003

Configuração do Servidor DHCP no Windows Server 2003 Configuração do Servidor DHCP no Windows Server 2003 Como instalar o Serviço DHCP Antes de poder configurar o serviço DHCP, é necessário instalá lo no servidor. O DHCP não é instalado por padrão durante

Leia mais

Impressão de Relatórios com Data Report Professor Sérgio Furgeri. A figura seguinte ilustra a geração de um relatório a partir de uma tabela de...

Impressão de Relatórios com Data Report Professor Sérgio Furgeri. A figura seguinte ilustra a geração de um relatório a partir de uma tabela de... OBJETIVOS DA AULA: Demonstrar a utilização da ferramenta Data Report do Visual Basic para a geração de relatórios. Apresentar os procedimentos para a criação de um relatório simples a partir dos dados

Leia mais

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES. Professor Carlos Muniz

SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES. Professor Carlos Muniz SISTEMAS OPERACIONAIS LIVRES Agendar uma tarefa Você deve estar com logon de administrador para executar essas etapas. Se não tiver efetuado logon como administrador, você só poderá alterar as configurações

Leia mais

Instalação da chave pública para o webmail do ICB

Instalação da chave pública para o webmail do ICB Instalação da chave pública para o webmail do ICB Documento criado em 22 de junho de 2009. Prezado usuário (a) do Webmail do ICB, O ICB conta hoje com um sistema de webmail, baseado em software livre,

Leia mais

É o UniNorte facilitando a vida de nossos docentes e discentes.

É o UniNorte facilitando a vida de nossos docentes e discentes. ACESSO REMOTO Através do Acesso Remoto o aluno ou professor poderá utilizar em qualquer computador que tenha acesso a internet todos os programas, recursos de rede e arquivos acadêmicos utilizados nos

Leia mais

Aula Extra Conexão ODBC para aplicações Delphi 7 que usam SQL Server 2005

Aula Extra Conexão ODBC para aplicações Delphi 7 que usam SQL Server 2005 Nome Número: Série Aula Extra Conexão ODBC para aplicações Delphi 7 que usam SQL Server 2005 Proposta do projeto: Competências: Compreender a orientação a objetos e arquitetura cliente-servidor, aplicando-as

Leia mais

Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG

Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG Manual de Instalação: Agente do OCS Inventory NG Abril 2013 Sumário 1. Agente... 1 2. Onde instalar... 1 3. Etapas da Instalação do Agente... 1 a. Etapa de Instalação do Agente... 1 b. Etapa de Inserção

Leia mais

Auto Treinamento. Versão 10.05.13

Auto Treinamento. Versão 10.05.13 Auto Treinamento Versão 10.05.13 Sumário 1. OBJETIVO... 3 2. CONCEITO DE BUSINESS INTELLIGENCE... 3 3. REALIZANDO CONSULTAS NO BI-PUBLIC... 4 3.2. Abrindo uma aplicação... 4 3.3. Seleções... 6 3.4. Combinando

Leia mais

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Informática - Básico Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Índice Apresentação...06 Quais são as características do Windows?...07 Instalando o Windows...08 Aspectos Básicos...09 O que há na tela do Windows...10

Leia mais

PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 08 1. OBJETIVO 2. BASE TEÓRICA. 2.1 Criando Mapas no Excel. 2.2 Utilizando o Mapa

PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 08 1. OBJETIVO 2. BASE TEÓRICA. 2.1 Criando Mapas no Excel. 2.2 Utilizando o Mapa PRINCÍPIOS DE INFORMÁTICA PRÁTICA 08 1. OBJETIVO Aprender a utilizar mapas, colocar filtros em tabelas e a criar tabelas e gráficos dinâmicos no MS-Excel. Esse roteiro foi escrito inicialmente para o Excel

Leia mais

PostgreSQL & PostGIS: Instalação do Banco de Dados Espacial no Windows 7

PostgreSQL & PostGIS: Instalação do Banco de Dados Espacial no Windows 7 PostgreSQL & PostGIS: Instalação do Banco de Dados Espacial no Windows 7 PostgreSQL & PostGIS: Instalação do Banco de Dados Espacial no Windows 7 Sobre o PostGIS PostGIS é um Add-on (complemento, extensão)

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS OPERACIONAIS FUNDAMENTOS DE Visão geral sobre o Active Directory Um diretório é uma estrutura hierárquica que armazena informações sobre objetos na rede. Um serviço de diretório,

Leia mais

Criação Visual de Consultas. Curso: Técnico em Informática (Integrado) Disciplina: Banco de Dados Prof. Abrahão Lopes abrahao.lopes@ifrn.edu.

Criação Visual de Consultas. Curso: Técnico em Informática (Integrado) Disciplina: Banco de Dados Prof. Abrahão Lopes abrahao.lopes@ifrn.edu. Criação Visual de Consultas Curso: Técnico em Informática (Integrado) Disciplina: Banco de Dados Prof. Abrahão Lopes abrahao.lopes@ifrn.edu.br Introdução A complexidade dos sistemas informatizados atuais

Leia mais

Faça-Fácil: Passos Terminal Server

Faça-Fácil: Passos Terminal Server Faça-Fácil: 1. Objetivo Este documento mostra como configurar uma estação com Terminal Server da Microsoft (Windows 2003), para ser usado com o ifix (3.5 ou superior). 2. Introdução O ifix é capaz de trabalhar

Leia mais

Manual de boas práticas Correio Eletrônico

Manual de boas práticas Correio Eletrônico Superintendência de Tecnologia da Informação Gerência de Infraestrutura Tecnológica Gerência Técnica de Suporte e Infraestrutura Manual de boas práticas Correio Eletrônico VERSÃO: 0.2 DATA DE REVISÃO:

Leia mais

CERTIDÕES UNIFICADAS

CERTIDÕES UNIFICADAS CERTIDÕES UNIFICADAS Manual de operação Perfil Cartório CERTUNI Versão 1.0.0 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA Departamento de Inovação Tecnológica Divisão de Tecnologia da Informação Sumário LISTA DE FIGURAS... 2

Leia mais