Concessão de licença para pólo educacional técnico-ead

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Concessão de licença para pólo educacional técnico-ead"

Transcrição

1 Concessão de licença para pólo educacional técnico-ead O objetivo deste documento é orientar a você, representante de escola, que participou do último evento ou viu nosso conteúdo no blog e tem o interesse em estreitar nossa parceria e ampliar seu mercado através dos cursos técnicos modalidade EAD. Depois do seu interesse, é necessário partir para a ação e nós vamos ajudá-lo a executar esta tarefa para que possamos unir o tempo ao melhor desempenho. O primeiro passo necessário é a formalização de seu interesse diante do Conselho Estadual de Educação de São Paulo, através da juntada de documento e entrega ao nosso parceiro ESATEC. Essa formalização compõem-se em 3 etapas de apresentação, como pode ser visto adiante nas imagens 1, 2 e 3. A seguir explanaremos como devem ser apresentadas e dicas de obtenção de informações. Justificativas e objetivos Adequação estrutural Comprovação de infraestrutura 1

2 1. Justificativas Neste campo você deve apresentar argumentos que possam ser satisfatório ao Conselho de Educação em credenciar sua escola como polo de EaD Cursos Técnico, compreendendo seu mercado, demanda e meio social que esta inserida. Sugerimos que você comece explanando sobre sua região, como por exemplo, apresentar pesquisa sobre número de empresas do setor que atuam na região e quantidade de empregos gerados, fundamentar na pesquisa o motivo que estes dados se tornam favoráveis para que você seja um polo de EaD Cursos Técnico. Para ajudá-lo a argumentar, procure responder as perguntas abaixo, usando textos argumentativos, tabelas e gráficos se for o caso, comprove seus argumentos com fontes de pesquisas. Lembre-se trata-se de uma pesquisa qualitativa e quantitativa. 1 Quais as razões que levaram sua instituição a propor os cursos técnicos a distancia? 2 - Quais dados socioeconômicos, educacionais e profissionais da sua região caracterizam a necessidade de formação cursos técnicos? 3 Liste informações sobre investimentos e indicadores de renovação tecnológica e de crescimento da área do curso proposto (informática e administração). *Dentre as informações educacionais da região poderão ser incluídas a oferta de cursos técnicos destinados à formação profissional e pesquisa de interesse junto a jovens e trabalhadores do setor. As informações da área profissional incluem a estrutura ocupacional do setor na região e a relação das ocupações de nível técnico oferecidas pelas empresas que podem ser exercidas pelo técnico a ser formado. 2

3 1.1 Objetivos Redija aqui seus argumentos que indiquem, de forma clara e objetiva, os propósitos do curso e os resultados esperados em consonância com as justificativas apresentadas. 2. Adequação estrutural Utilize este espaço para apresentar informações que demonstrem o interesse de sua escola em estar alem do exigido, se adequando a normas do Conselho de Educação e apto para disponibilizar sua escola como um polo de EaD Cursos Técnico. Abaixo, encontramos os itens exigidos: Atendimento à deficiente de mobilidade. (acessibilidade) Espaço para atendimento. (secretaria) salas de aula com um mínimo de 25 metros quadrados Laboratório de informática Sala de estudos ou biblioteca. (pequena) 3

4 3. Comprovação de infraestrutura Anexe aqui, as fotos de sua escola, que comprovem os itens que você mencionou no capítulo anterior e outras que você considere relevante ressaltar. Procure apresentar imagens nítidas e que ilustre exatamente o que precisa ser comprovado, sem gerar dúvidas, se for o caso pontue por tópico e acrescente quantas forem necessárias Atendimento à deficiente de mobilidade. (acessibilidade) IMAGEM 01 IMAGEM 02 IMAGEM Espaço para atendimento. (secretaria) IMAGEM 01 IMAGEM 02 IMAGEM salas de aula com um mínimo de 25 metros quadrados. IMAGEM 01 IMAGEM 02 IMAGEM 03 4

5 3.4 - Laboratório de informática. IMAGEM 01 IMAGEM 02 IMAGEM Sala de estudos ou biblioteca. IMAGEM 01 IMAGEM 02 IMAGEM 03 5

6 4. Preenchimento de formulário - Relatório de Pesquisa de Computadores Razão Social: CNPJ: Endereço da Empresa: Complemento: Bairro: DDD: Telefone: Cidade: CEP: Estado: Site: Cargo: do contato: Telefone: Celular: ( ) Técnico Quantidade de Coordenador: Formação: ( ) Superior ( ) Superior em EAD ( ) Técnico Quantidade de Tutores: Formação: ( ) Superior ( ) Superior em EAD Infraestrutura de Apoio Possui Laboratório de Informática Exclusivo e equipado? ( ) Sim ( ) Não Tamanho da Sala: m² N total de computadores no laboratório: Outros computadores à disposição dos alunos: Acesso a internet: Velocidade Contratada: Disponibiliza internet wireless aos alunos? ( ) Sim ( ) Não Sistema Operacional instalados nos computadores? Outros softwares instalados? 6

7 Modelo Computador Quant. Configuração Comentários: 5. Infraestrutura Prezado parceiro, preencher todos os campos destacados na cor "amarela". INFRAESTRUTURA DO POLO 1. Acesso a portadores de necessidades especiais como um todo (PNE) Marque com "X" TOTAL PARCIAL INEXISTENTE 2. Situação do Prédio Marque com "X" PRÓPRIO ALUGADO COMODATO SANITÁRIOS 3. Masculinos Qtde. Qtde. 7

8 4. Femininos Total Qtde. Total PNE Qtde. PNE SALAS DE AULA CADEIRA ESTUDANTIL TV 32 POLEGADAS MESA PROFESSOR TELÃO CADEIRA PROFESSOR DATASHOW LOUSA COMPUTADOR MAPA SALAS DE COORDENAÇÃO SALAS DE TUTORES 8

9 CADEIRAS COMPUTADORES MESA IMPRESSORA GELADEIRA MICROONDAS CAFETEIRA SALAS DO DOCENTE SECRETARIA MESAS COMPUTADORES CADEIRAS IMPRESSORAS LABORATÓRIO DE COMPUTAÇÃO MESAS MONITORES CADEIRAS TV 42 POLEGADAS MESA PROFESSOR SERVIDOR FONE OUVIDO MOUSE 9

10 TECLADO BRINQUEDOTECA DESCRIÇÃO MESAS COMPUTADORES CADEIRAS FONE OUVIDO TECLADO MOUSE GABINETE BIBLIOTECA DESCRIÇÃO Títulos BIBLIOTECA - VALIDAR AS INFORMAÇÕES Possui rede wireless* Possui catálogo online de serviço público* Tipo de biblioteca* Assentos* Empréstimos domiciliares* Empréstimos entre bibliotecas* Usuários treinados em programas de capacitação* Itens do acervo* LABORATÓRIO - RECURSOS Quantidade de computadores à disposição dos alunos: Acesso a internet: Velocidade Contratada Disponibiliza internet wireless aos alunos? Sim Não Sistema Operacional instalados nos computadores? Outros softwares instalados? Banda Larga: Modelo Computador Quant. Configuração 10

11 OBSERVAÇÕES 11

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2015 MÓDULO IES

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2015 MÓDULO IES DADOS CADASTRAIS MANTENEDORA ID da Mantenedora CNPJ Mantenedora Nome da M antenedora Representante Legal Telefone do Representante Legal Correio Eletrônico do Representante Legal IES ID da IES Nome da

Leia mais

NEAD/CÂMPUS: : POLO:

NEAD/CÂMPUS: : POLO: ANEXO DA RESOLUÇÃO AD REFERENDUM Nº 015 CONSUPER/2013 ANEXO I INSTRUMENTO DE ANÁLISE E AVALIAÇÃO PARA A CRIAÇÃO DE POLO EAD Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense PRÓ- REITORIA

Leia mais

Censo da Educação Superior. Bibliotecas Universitárias

Censo da Educação Superior. Bibliotecas Universitárias Censo da Educação Superior Bibliotecas Universitárias Bibliotecas Universitárias e o Censo da Educação Superior Em 2013, ocorreu uma reunião técnica entre representantes do CBBU e técnicos do Inep para

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 058/2015, DE 01 DE SETEMBRO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 058/2015, DE 01 DE SETEMBRO DE 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS Conselho Superior Avenida Vicente Simões, 1111 Bairro Nova Pouso Alegre 37550-000 - Pouso Alegre/MG Fone:

Leia mais

1 Projeto Biblioteca Vitrine Perfil de Biblioteca Parceira Nome da Escola Nome da Biblioteca e CRB Endereço com CEP Cidade, UF (DDD) Telefone e E-mail Telefone E-mail Responsável pela biblioteca Horários

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Programa e-tec Brasil

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Programa e-tec Brasil MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Programa e-tec Brasil INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DE POLO Endereço Rua Joaquim José Terra, 13 Cidade /UF/CEP Alterosa/MG 37.145-000

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PRAÇA DA REPÚBLICA, 53 - FONE: 3255-2044 CEP: 01045-903 - FAX: Nº 3231-1518 SUBSÍDIOS PARA ANÁLISE DO PLANO DE CURSO

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PRAÇA DA REPÚBLICA, 53 - FONE: 3255-2044 CEP: 01045-903 - FAX: Nº 3231-1518 SUBSÍDIOS PARA ANÁLISE DO PLANO DE CURSO 1 CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PRAÇA DA REPÚBLICA, 53 - FONE: 3255-2044 CEP: 01045-903 - FAX: Nº 3231-1518 SUBSÍDIOS PARA ANÁLISE DO PLANO DE CURSO 1. APRESENTAÇÃO É com satisfação que apresentamos este

Leia mais

NORMAS DE FUNCIONAMENTO DO LABORATÓRIO DE AUTOMAÇÃO EM PETRÓLEO LAUT

NORMAS DE FUNCIONAMENTO DO LABORATÓRIO DE AUTOMAÇÃO EM PETRÓLEO LAUT NORMAS DE FUNCIONAMENTO DO LABORATÓRIO DE AUTOMAÇÃO EM PETRÓLEO LAUT 1- INTRODUÇÃO O Laboratório de Automação em Petróleo (LAUT) tem o propósito de abrigar pesquisas na área desenvolvidas pela UFRN em

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ

INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ CHAMADA PÚBLICA nº 01/2014/EAD/IFPR SELEÇÃO PARA A ABERTURA DE POLOS DE APOIO PRESENCIAL DA REDE E-TEC BRASIL PARA CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA DE NÍVEL MÉDIO, NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Leia mais

POLOS EAD ESTÁCIO 11º Seminário Nacional ABED

POLOS EAD ESTÁCIO 11º Seminário Nacional ABED POLOS EAD ESTÁCIO 11º Seminário Nacional ABED Rio de Janeiro, 10 de junho de 2015 MODELO DE PARCERIA: POLO TERCEIRO EAD Contribuições de cada uma das partes para a Parceria Estácio Parceiro Disponibilizar

Leia mais

PROPLAN Diretoria de Informações. Tutorial SisRAA Biblioteca

PROPLAN Diretoria de Informações. Tutorial SisRAA Biblioteca PROPLAN Tutorial SisRAA Biblioteca Ana Carla Macedo da Silva Jaciane do Carmo Ribeiro Diego da Costa Couto Mauro Costa da Silva Filho Dezembro 2014 SUMÁRIO 1. Menu: Acessibilidade... 3 1.1 Opção de menu:

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES CREDENCIAMENTO DE PÓLO DE APOIO PRESENCIAL PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES CREDENCIAMENTO DE PÓLO DE APOIO PRESENCIAL PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação a Distância SEED Departamento de Regulação e Supervisão da Educação a Distância - Dresead Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira

Leia mais

Usuários. Manual. Pergamum

Usuários. Manual. Pergamum Usuários Manual Pergamum Sumário 1 APRESENTAÇÃO... 1-2 2 CADASTRANDO UM NOVO USUÁRIO/OPERADOR... 2-1 3 UTILIZANDO O MÓDULO DE USUÁRIOS... 3-2 3.1 CONFIGURAÇÃO DE GUIAS NO EXPLORER... 3-3 4 CADASTRO...

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA SOCIEDADE CULTURAL E EDUCACIONAL DO INTERIOR PAULISTA FAIP

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA SOCIEDADE CULTURAL E EDUCACIONAL DO INTERIOR PAULISTA FAIP REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA SOCIEDADE CULTURAL E EDUCACIONAL DO INTERIOR PAULISTA FAIP SUMÁRIO DESCRIÇÃO PÁGINA TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES 02 TÍTULO II DOS USUÁRIOS 02 TÍTULO III DO FUNCIONAMENTO

Leia mais

AUTORIZAÇÃO PARA FUNCIONAMENTO DE CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO

AUTORIZAÇÃO PARA FUNCIONAMENTO DE CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DEPARTAMENTO DE POLÍTICA DO ENSINO SUPERIOR - DEPES COORDENAÇÃO DAS COMISSÕES DE ESPECIALISTAS DE ENSINO COMISSÃO DE ESPECIALISTAS DE ENSINO DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Metadados de Imagens Digitais

Metadados de Imagens Digitais Metadados de Imagens Digitais Apresentado por escâner móvel Fli-Pal http://flip-pal.com O Que são Metadados? E se você pudesse armazenar informações sobre um arquivo, como uma descrição, o autor, palavras-chave,

Leia mais

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula :

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula : Como Criar uma Aula? Para criar uma sugestão de aula é necessário que você já tenha se cadastrado no Portal do Professor. Para se cadastrar clique em Inscreva-se, localizado na primeira página do Portal.

Leia mais

NORMAS PARA CRIAÇÃO DE CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E DE GRADUAÇÃO NO ÂMBITO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO

NORMAS PARA CRIAÇÃO DE CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E DE GRADUAÇÃO NO ÂMBITO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO NORMAS PARA CRIAÇÃO DE CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO E DE GRADUAÇÃO NO ÂMBITO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO Dispõe sobre Normas para criação de cursos Técnicos de Nível

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR OBJETO DA SOLICITAÇÃO PREENCHA O CÓDIGO CONFORME SUA OPÇÃO OPÇÃO 1. Credenciamento de Mantida 2. Credenciamento para Educação a Distância 3. Autorização

Leia mais

DISCIPLINAS CURRICULARES (PCN) INFORMÁTICA PRODUÇÃO DE MATERIAL

DISCIPLINAS CURRICULARES (PCN) INFORMÁTICA PRODUÇÃO DE MATERIAL A nossa meta é envolver alunos e professores num processo de capacitação no uso de ferramentas tecnológicas. Para isto, mostraremos ao professor como trabalhar as suas disciplinas (matemática, português,

Leia mais

BIBLIOTECA. METRAGEM MÍNIMA (m2)

BIBLIOTECA. METRAGEM MÍNIMA (m2) BIBLIOTECA Administração Balcão de atendimento Balcão de referência Mesa de trabalho para 6 servidores, sendo recomendado 5 a 6m 2 /2 pessoas, com espaço para armários comuns e armários-arquivo para documentos

Leia mais

As potencialidades da Educação a Distância na escolarização e profissionalização da pessoa com deficiência no País

As potencialidades da Educação a Distância na escolarização e profissionalização da pessoa com deficiência no País Audiência Pública As potencialidades da Educação a Distância na escolarização e profissionalização da pessoa com deficiência no País Carlos Bielschowsky Secretário de Educação a Distância Dados globais

Leia mais

CENSO SUAS 2015 Questionário Centros de Convivência

CENSO SUAS 2015 Questionário Centros de Convivência As informações declaradas pelo agente público neste questionário possuem Fé Pública e constituem registros administrativos do Sistema Único de Assistência Social. O fornecimento de informações inverídicas

Leia mais

O questionário a seguir é parte do processo de avaliação de nossa Instituição. Suas respostas serão protegidas pelo mais absoluto sigilo.

O questionário a seguir é parte do processo de avaliação de nossa Instituição. Suas respostas serão protegidas pelo mais absoluto sigilo. Cuiabá, Agosto de 2008. Prezado Servidor, O questionário a seguir é parte do processo de avaliação de nossa Instituição. Precisamos da sua participação. Para tanto, você deve responder a todas as questões,

Leia mais

Solute Manager Gerenciador de Conteúdo Manual de Utilização

Solute Manager Gerenciador de Conteúdo Manual de Utilização Solute Manager Gerenciador de Conteúdo Manual de Utilização SITE LABORATÓRIO SÃO JOSÉ ÍNDICE INTRODUÇÃO PÁG 03 USUÁRIOS DO SISTEMA PÁG 04 NOTÍCIAS PÁG 06 PÁGINAS INTERNAS PÁG 13 DICAS PÁG 16 BANNERS PÁG

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA CLARICE LISPECTOR

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA CLARICE LISPECTOR REGULAMENTO DA BIBLIOTECA CLARICE LISPECTOR CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1. A Biblioteca Clarice Lispector tem como finalidade proporcionar ao corpo docente, discente, pesquisadores e servidores do Instituto

Leia mais

Avanços importantes na Educação com o advento da Banda Larga

Avanços importantes na Educação com o advento da Banda Larga Avanços importantes na Educação com o advento da Banda Larga Conselho de Altos Estudos e Avaliação Tecnológica da Camara dos Deputados Carlos Bielschowsky Secretário de Educação a Distância - MEC Em 16

Leia mais

UTILIZAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARES EDUCACIONAIS PARA PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS.

UTILIZAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARES EDUCACIONAIS PARA PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS. MINISTERIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO UTILIZAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARES EDUCACIONAIS PARA PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS. Elaine Cristina Dias Calaça

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS REITORIA ASSESSORIA PARA DESENVOLVIMENTO ACADÊMICO Biblioteca Universitária

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS REITORIA ASSESSORIA PARA DESENVOLVIMENTO ACADÊMICO Biblioteca Universitária Regulamento de Empréstimo entre Bibliotecas Art. 1º O presente documento contém as disposições básicas que regulamentam o serviço de Empréstimo entre Bibliotecas na Universidade Federal de Lavras (UFLA).

Leia mais

Inventário de Necessidades de TI - PDTI 2016 2017

Inventário de Necessidades de TI - PDTI 2016 2017 Inventário de Necessidades de TI - PDTI 2016 2017 1. Comunicação Institucional a. Portal UFABC b. Aplicativos para Smartfone c. Eventos d. WEB TV e. Portal do Aluno f. Portal do Professor g. Páginas de

Leia mais

Questionário para Estudantes de Pós- Graduação na modalidade a distância

Questionário para Estudantes de Pós- Graduação na modalidade a distância Questionário para Estudantes de Pós- Graduação na modalidade a distância Este questionário é um instrumento de coleta de informações para a realização da auto-avaliação da UFG que tem como objetivo conhecer

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E AGRÁRIAS DE ITAPEVA FAIT

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E AGRÁRIAS DE ITAPEVA FAIT REGULAMENTO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E AGRÁRIAS DE ITAPEVA FAIT 0 SUMÁRIO TÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 02 TÍTULO II DOS USUÁRIOS... 02 TÍTULO III DO FUNCIONAMENTO... 02

Leia mais

MANUAL PARA USO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DAS FACULDADES INTEGRADAS DO VALE DO IVAÍ

MANUAL PARA USO DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DAS FACULDADES INTEGRADAS DO VALE DO IVAÍ Faculdades Integradas do Vale do Ivaí Mantida pela Instituição Cultural e Educacional de Ivaiporã ICEI Credenciada pela Portaria MEC nº. 3.511 de 26/11/03 D.O.U. 27/11/03 MANUAL PARA USO DO SISTEMA DE

Leia mais

FUNCIONAMENTO DOS CURSOS

FUNCIONAMENTO DOS CURSOS 1 SUMÁRIO Funcionamento dos Cursos... 03 Guia de Percurso... 05 Manual Acadêmico... 07 Ambiente Virtual de Aprendizagem... 09 Edição do Perfil... 12 Acessando as Atividades... 14 Iniciando o Semestre...

Leia mais

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação Bacharelados, Licenciaturas e Cursos Superiores de Tecnologia (presencial e a distância)

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação Bacharelados, Licenciaturas e Cursos Superiores de Tecnologia (presencial e a distância) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior Sinaes

Leia mais

Identificação da Unidade Escolar

Identificação da Unidade Escolar Identificação da Unidade Escolar Etiqueta Endereço: Bairro: CEP: Tel.: Número alunos Ensino Médio: E-mail administrativo: E-mail pedagógico: Número alunos Ensino Fundamental: @ see.sp.gov.br @ see.sp.gov.br

Leia mais

Sistema UAB Informações Gerais

Sistema UAB Informações Gerais Sistema UAB Informações Gerais Oficina de Capacitação de Autores e Leitores - BibEad Jean Marc G. Mutzig Diretor DED/CAPES Rio de Janeiro, 21/08/2014 Para realizar grandes conquistas, devemos não apenas

Leia mais

Manual e Normas Sistema Disciplina Online

Manual e Normas Sistema Disciplina Online Manual e Normas Sistema Disciplina Online 2011-2 1 SUMÁRIO Pág. 1. Sistema Disciplina Online - Aluno (UNIP). 05 1.1. Acesso ao sistema Disciplina Online - Aluno (UNIP). 05 1.2. Observações. 05 2. Sistema

Leia mais

IESG - INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GARÇA LTDA. Rua América, 281 Garça/SP CEP 17400-000 (14) 3407-2505 www.uniesp.edu.br/garca

IESG - INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GARÇA LTDA. Rua América, 281 Garça/SP CEP 17400-000 (14) 3407-2505 www.uniesp.edu.br/garca IESG - INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE GARÇA LTDA. Rua América, 281 Garça/SP CEP 17400-000 (14) 3407-2505 www.uniesp.edu.br/garca PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DOS EGRESSOS O Instituto de Ensino de Garça,

Leia mais

ANEXO II QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DADOS DO ESTUDANTE

ANEXO II QUESTIONÁRIO SOCIOECONÔMICO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DADOS DO ESTUDANTE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS SÃO CARLOS Rod. Washington Luis, km 235 Prédio AT6 Sala 136 Monjolinho São Paulo/SP - CEP 13565-905 - Fone

Leia mais

Indicadores e Padrões de Qualidade para Cursos de Graduação da área de CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

Indicadores e Padrões de Qualidade para Cursos de Graduação da área de CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE POLÍTICAS DO ENSINO SUPERIOR COORDENAÇÃO DAS COMISSÕES DE ESPECIALISTAS DE ENSINO COMISSÃO DE ESPECIALISTAS DE ENSINO DE CIÊNCIA DA INFORAMÇÃO-CEECInfo Indicadores e Padrões de Qualidade

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 16/5/2011, Seção 1, Pág.17. Portaria n 573, publicada no D.O.U. de 16/5/2011, Seção 1, Pág.14. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE

Leia mais

Guia do Aluno - Disciplinas On-line (DOL)

Guia do Aluno - Disciplinas On-line (DOL) GUIA DO ALUNO Seja bem-vindo(a) às disciplinas On-line (DOL) dos cursos de gradução do Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU) e das Faculdades Maurício de Nassau! Agora que você já está matriculado(a)

Leia mais

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2011. Manual do Usuário

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2011. Manual do Usuário MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADA: Fundação Universidade do Oeste de Santa Catarina UF: SC ASSUNTO: Credenciamento da Universidade do Oeste de Santa

Leia mais

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Escritório de Gestão de Projetos em EAD Unisinos http://www.unisinos.br/ead 2 A partir de agora,

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA

REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA REGULAMENTO INTERNO DA BIBLIOTECA 2006 CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES INICIAIS Art. 1º. A biblioteca das faculdades mantidas pela Associação Educacional do Cone Sul ASSECS, destina-se à comunidade acadêmica e

Leia mais

Programa Segundo Tempo. Funcionamento de Núcleo de Esporte Educacional. Manual de Orientação de Cadastramento On-Line

Programa Segundo Tempo. Funcionamento de Núcleo de Esporte Educacional. Manual de Orientação de Cadastramento On-Line Programa Segundo Tempo Funcionamento de Núcleo de Esporte Educacional Manual de Orientação de Cadastramento On-Line SNEED-SE/SPOA/CGMI/ME Índice Introdução... 3 Apresentação de Pleitos... 4 Apresentação

Leia mais

Programa Amigo de Valor FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA DE APOIO PARA O DIAGNÓSTICO MUNICIPAL DA SITUAÇÃO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

Programa Amigo de Valor FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA DE APOIO PARA O DIAGNÓSTICO MUNICIPAL DA SITUAÇÃO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE Programa Amigo de Valor FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE PROPOSTA DE APOIO PARA O DIAGNÓSTICO MUNICIPAL DA SITUAÇÃO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE INSTRUÇÕES: A proposta deve ser elaborada diretamente neste

Leia mais

MEC. INEP. INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO. REVISÃO - III

MEC. INEP. INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO. REVISÃO - III SIC 38/10* Belo Horizonte, 3 de dezembro de 2010. MEC. INEP. INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO. REVISÃO - III O MEC publicou a Portaria nº 1326, de 18/11/2010 (ver íntegra do texto abaixo). É preciso ser mágico

Leia mais

Índice. Brasil Profissionalizado SIMEC/DTI/MEC 2

Índice. Brasil Profissionalizado SIMEC/DTI/MEC 2 Índice 1. Prefácio... 2 2. Requisitos Mínimos... 3 3. Como acessar o SIMEC... 4 4. Solicitando cadastro... 5 5. A Estrutura do Módulo... 7 6. Instruções Gerais... 8 6.1. Diagnóstico/BRASIL PROFISSIONALIZADO...9

Leia mais

COMO FAZER SEUS PEDIDOS ONLINE PASSO-A-PASSO

COMO FAZER SEUS PEDIDOS ONLINE PASSO-A-PASSO COMO FAZER SEUS PEDIDOS ONLINE PASSO-A-PASSO Neste passo a passo iremos mostrar como é facil, simples e rápido o acesso ao site para consultas e pedidos online. Primeira etapa: Entrar no site www.thermofisher.com

Leia mais

Faculdade de Ribeirão Preto. Núcleo de Prática Acadêmica (NPA)

Faculdade de Ribeirão Preto. Núcleo de Prática Acadêmica (NPA) Faculdade de Ribeirão Preto Núcleo de Prática Acadêmica (NPA) Manual de orientações para o cumprimento do Estágio Curricular e elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso - TCC PEDAGOGIA 2011 ORIENTAÇÕES

Leia mais

Relatório de Avaliação de Infraestrutura

Relatório de Avaliação de Infraestrutura Câmara dos Deputados Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento Cefor Coordenação de Pós-Graduação Relatório de Avaliação de Infraestrutura 1º Semestre Agosto/ APRESENTAÇÃO A Avaliação de Infraestrutura

Leia mais

Autorizado pela Resolução n 05/2010, de 22 de fevereiro de 2010

Autorizado pela Resolução n 05/2010, de 22 de fevereiro de 2010 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO MÉDIA E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA REGULAMENTO DO PROGRAMA DE BOLSA AUXÍLIO PERMANÊNCIA AO EDUCANDO PROEJA Autorizado pela Resolução n 05/2010,

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 18/9/2009, Seção 1, Pág. 47. Portaria n 890, publicada no D.O.U. de 18/9/2009, Seção 1, Pág. 47. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

CRIAÇÃO DO SITE DA DISCIPLINA DE EXPERIMENTAÇÃO E DA CENTRAL DE ANÁLISES ESTATÍSTICAS NA UTFPR-DV

CRIAÇÃO DO SITE DA DISCIPLINA DE EXPERIMENTAÇÃO E DA CENTRAL DE ANÁLISES ESTATÍSTICAS NA UTFPR-DV CRIAÇÃO DO SITE DA DISCIPLINA DE EXPERIMENTAÇÃO E DA CENTRAL DE ANÁLISES ESTATÍSTICAS NA UTFPR-DV 1. Identificação do proponente Nome: Moeses Andrigo Danner Vínculo com a instituição: Docente permanente

Leia mais

Manual do sistema Perfil de Usuário

Manual do sistema Perfil de Usuário Manual do sistema Perfil de Usuário MANUAL DO SISTEMA PERFIL DE USUÁRIO Universidade Federal de Alfenas Laboratório de Pesquisa e Desenvolvimento em Computação Índice 1. INTRODUÇÃO... 1 2. PROCEDIMENTO

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 84, DE 23 DE JULHO DE

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 84, DE 23 DE JULHO DE O Diretor Geral do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus São Luís Centro Histórico, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas no período de 24/07/2014

Leia mais

Tecnologia da Infomação e Comunicação nas escolas públicas Brasileiras

Tecnologia da Infomação e Comunicação nas escolas públicas Brasileiras Audiência Pública Tecnologia da Infomação e Comunicação nas escolas públicas Brasileiras Carlos Bielschowsky Secretário de Educação a Distância Ministério da Educação Utilizaçã ção o de TIC s nas escolas

Leia mais

SIC 56/07. Belo Horizonte, 8 de novembro de 2007.

SIC 56/07. Belo Horizonte, 8 de novembro de 2007. SIC 56/07 Belo Horizonte, 8 de novembro de 2007. 1. DIRETRIZES PARA A ELABORAÇÃO, PELO INEP, DOS INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO PARA O CREDENCIAMENTO DE INSTITUIÇÕES DE EDUCAÇÃO SUPERIOR E SEUS PÓLOS DE APOIO

Leia mais

GUIA DO ALUNO EAD EAD DO GUIA ALUNO

GUIA DO ALUNO EAD EAD DO GUIA ALUNO GUIA DO ALUNO EAD GUIA DO ALUNO EAD Guia do Aluno Seja bem-vindo(a) às disciplinas EAD! Agora que você já está matriculado na disciplina online, chegou o momento de ficar por dentro de informações muito

Leia mais

MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS. Versão 1.0

MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS. Versão 1.0 MANUAL PARA INSCRIÇÃO online EM EDITAIS Versão 1.0 1 >> 1º Passo: Para acessar o SalicWeb Para inscrever a sua iniciativa cultural nos editais do Ministério da Cultura acesse o Sistema SalicWeb no endereço

Leia mais

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 50, DE 27 DE AGOSTO DE

EDITAL INSTITUCIONAL DE EXTENSÃO N 50, DE 27 DE AGOSTO DE O Diretor Geral Pró-Tempore do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão Campus São Luís Centro Histórico, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas no período

Leia mais

Seleção de Tutores para Polo Regional Nordeste Setentrional da Rede Nacional de Formação para Inclusão Digital nas Comunidades Telecentros.

Seleção de Tutores para Polo Regional Nordeste Setentrional da Rede Nacional de Formação para Inclusão Digital nas Comunidades Telecentros. PROGRAMA NACIONAL DE APOIO À INCLUSÃO DIGITAL NAS COMUNIDADES - TELECENTROS.BR REDE NACIONAL DE FORMAÇÃO PARA INCLUSÃO DIGITAL POLO REGIONAL NORDESTE SETENTRIONAL EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Seleção de

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES LINUX EDUCACIONAL

CADERNO DE ATIVIDADES LINUX EDUCACIONAL UFPB VIRTUAL JOÃO PESSOA/PB CURSO LINUX EDUCACIONAL Instrutor (a): Nilcéa Lima 1 CADERNO DE ATIVIDADES LINUX EDUCACIONAL Ambiente Gráfico KDE 3.5 BrOffice Writer BrOffice Impress BrOffice Calc Navegador

Leia mais

TUTORIAL FERRAMENTA DE PRÉ-AGENDAMENTO ONLINE. MAPLO

TUTORIAL FERRAMENTA DE PRÉ-AGENDAMENTO ONLINE. MAPLO TUTORIAL FERRAMENTA DE PRÉ-AGENDAMENTO ONLINE. MAPLO Carta de Apresentação Prezados Parceiros, A Maplo traz uma inovação em seu atendimento, com o intuito de facilitar o processo de pré-matrícula em nossos

Leia mais

LOCALIZAÇÃO: PAVIMENTO TÉRREO IDENTIFICAÇÃO ÁREA (M 2 ) CAPACIDADE Auditório 367,23 406

LOCALIZAÇÃO: PAVIMENTO TÉRREO IDENTIFICAÇÃO ÁREA (M 2 ) CAPACIDADE Auditório 367,23 406 INFRA-ESTRUTURA FÍSICA E TECNOLÓGICA As salas de aula da FACULDADE BARRETOS estão aparelhadas para turmas de até 60 (sessenta) alunos, oferecendo todas as condições necessárias para possibilitar o melhor

Leia mais

O curso é de conversação? Também, ele tem o objetivo de desenvolver habilidades como escrever, ler e ouvir na língua inglesa.

O curso é de conversação? Também, ele tem o objetivo de desenvolver habilidades como escrever, ler e ouvir na língua inglesa. FAQ BBC Como funciona o curso? O curso é EAD. Você faz o curso online através de um computador com acesso à banda larga. Professores-tutores estão disponíveis para resolver suas dúvidas e te dar suporte.

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA REGULAMENTO DA BIBLIOTECA REGULAMENTO DA BIBLIOTECA CAPÍTULO I Das considerações preliminares Art. 1º - A Biblioteca e a Biblioteca Digital da instituição é o depositário de todo material bibliográfico

Leia mais

FICHA DE INSCRIÇÃO (Leia com bastante atenção toda a ficha, antes de responder)

FICHA DE INSCRIÇÃO (Leia com bastante atenção toda a ficha, antes de responder) Nome do Aluno: FICHA DE INSCRIÇÃO (Leia com bastante atenção toda a ficha, antes de responder) O Programa Bom Aluno tem como alvo bons alunos, que querem estudar e progredir academicamente e pessoalmente.

Leia mais

Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância

Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância Edital n 05/2011 DEAD / IFMA Seleção Simplificada de

Leia mais

RESOLUÇÃO CFP Nº 007/01 DE 01 DE JUNHO DE 2001.

RESOLUÇÃO CFP Nº 007/01 DE 01 DE JUNHO DE 2001. RESOLUÇÃO CFP Nº 007/01 DE 01 DE JUNHO DE 2001. Aprova o Manual para Credenciamento de Cursos com finalidade de Concessão do Título de Especialista e respectivo registro. O CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA,

Leia mais

FARMACOVIGILÂNCIA MEDQUÍMICA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA MANUAL PARA PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE NOTIFICAÇÃO DE SUSPEITAS DE REAÇÕES ADVERSAS

FARMACOVIGILÂNCIA MEDQUÍMICA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA MANUAL PARA PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE NOTIFICAÇÃO DE SUSPEITAS DE REAÇÕES ADVERSAS FARMACOVIGILÂNCIA MEDQUÍMICA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA MANUAL PARA PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DE NOTIFICAÇÃO DE SUSPEITAS DE REAÇÕES ADVERSAS Para uso de profissionais da saúde, hospitais, clínicas, farmácias

Leia mais

Potencialidades Tecnológicas e Educacionais - Parte II

Potencialidades Tecnológicas e Educacionais - Parte II UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA V SEMINÁRIO DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DOCENTE Patric da Silva Ribeiro patricribeiro@unipampa.edu.br Maicon Isoton maiconisoton@gmail.com Potencialidades Tecnológicas

Leia mais

N de cursos ofertados; % de vagas ocupadas/ formas de ingresso.

N de cursos ofertados; % de vagas ocupadas/ formas de ingresso. Anexo II Dimensões Elementos Indicadores quantitativos Indicadores qualitativos % de cursos com projeto pedagógico/ adequados ao Projeto Condições de implementação dos Projetos Projeto Pedagógico dos Institucional

Leia mais

PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO ELETRÔNICO

PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO ELETRÔNICO PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO ELETRÔNICO Este formulário é o canal exclusivo para o envio dos projetos concorrentes ao Edital de Patrocínio do Banco do Nordeste para 2015. Seu correto preenchimento é imprescindível

Leia mais

GUIA DO USUÁRIO PROINFO 83 GUIA DO USUÁRIO PARA REMANEJAMENTO DE EQUIPAMENTOS INOPERANTES

GUIA DO USUÁRIO PROINFO 83 GUIA DO USUÁRIO PARA REMANEJAMENTO DE EQUIPAMENTOS INOPERANTES GUIA DO USUÁRIO PROINFO 83 GUIA DO USUÁRIO PARA REMANEJAMENTO DE EQUIPAMENTOS INOPERANTES Índice CAPÍTULO 1 REMANEJAMENTO DE TERMINAIS... 3 1. Objetivo... 3 2. Equipamentos do Laboratório... 3 3. Composições...

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Manual do Usuário Acesso ao Sistema

Manual do Usuário Acesso ao Sistema Dispositivo de Monitoramento, Rastreamento e Bloqueio por Satélite Manual do Usuário Acesso ao Sistema www.kgk-global.com Conteúdo Conteúdo... 2 Entrar no sistema... 3 Interface... 4 Monitoramento on-line...

Leia mais

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação em Direito (presencial e a distância)

Instrumento de Avaliação de Cursos de Graduação em Direito (presencial e a distância) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior Sinaes

Leia mais

Manual de Usuário. Gestion Libre de Parc Informatique (Gestão Livre de Parque de Informática) Versão 1.1 NRC

Manual de Usuário. Gestion Libre de Parc Informatique (Gestão Livre de Parque de Informática) Versão 1.1 NRC Manual de Usuário Gestion Libre de Parc Informatique (Gestão Livre de Parque de Informática) Versão 1.1 NRC Manual do Usuário GLPI 1. Introdução 3 2. Acessando o GLPI 4 3. Entendendo o processo de atendimento

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ANITA GARIBALDI

PREFEITURA MUNICIPAL DE ANITA GARIBALDI Nome: Cargo: N.º Ordem a. Doutorado b. Mestrado c. Pós-graduação d. Graduação em outra área 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. (1A) 10. 11. 12. 13. 14. 15. (1B) Fone: (49) 3543 0191 ANEXO IV (modelo) RELAÇÃO DE

Leia mais

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA

REGULAMENTO DA BIBLIOTECA REGULAMENTO DA BIBLIOTECA Estabelece procedimentos para o uso do espaço físico das Bibliotecas das Faculdades Ponta Grossa e dos serviços prestados pelas mesmas. CAPÍTULO I COMPOSIÇÃO E FINALIDADE Art.

Leia mais

Ferramenta de Pré-agendamento Online Tutorial de Utilização para Usuários TUTORIAL P R É A G E N D A M E N T O O N L I N E.

Ferramenta de Pré-agendamento Online Tutorial de Utilização para Usuários TUTORIAL P R É A G E N D A M E N T O O N L I N E. TUTORIAL P R É A G E N D A M E N T O O N L I N E. P á g i n a 1 26 Carta de Apresentação Prezados Parceiros, A SEED Business Group traz uma inovação em seu atendimento, com o intuito de facilitar o processo

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADA: Associação Educacional de Araras UF: SP ASSUNTO: Credenciamento do Centro Universitário de Araras Dr. Edmundo Ulson,

Leia mais

Comissão Própria de Avaliação - CPA

Comissão Própria de Avaliação - CPA AVALIAÇÃO DO CEFET-RJ PELOS DISCENTES -2010/2 A avaliação das Instituições de Educação Superior tem caráter formativo e visa o aperfeiçoamento dos agentes da comunidade acadêmica e da Instituição como

Leia mais

ANEXO I FICHA DE INSCRIÇÃO - TUTOR A DISTÂNCIA (TD) Identificação Pessoal Nome completo: Nº CPF: Nº Identidade: Órgão Exp.

ANEXO I FICHA DE INSCRIÇÃO - TUTOR A DISTÂNCIA (TD) Identificação Pessoal Nome completo: Nº CPF: Nº Identidade: Órgão Exp. ANEXO I FICHA DE INSCRIÇÃO - TUTOR A DISTÂNCIA (TD) Identificação Pessoal Nome completo: Nº CPF: Nº Identidade: Órgão Exp./Data Expedição: Endereço para correspondência Rua: Nº Compl.: Bairro: CEP: Telefone:

Leia mais

www.montehorebe.com.br curso@ensinovirtual.com.br

www.montehorebe.com.br curso@ensinovirtual.com.br www.montehorebe.com.br curso@ensinovirtual.com.br MANUAL DO ALUNO DO INSTITUTO MONTE HOREBE 2 ÍNDICE Quem somos... 4 Qual o objetivo deste Manual... 5 O que é aprender... 6 Educação a Distância... 7 Nossos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação a Distância SEED Departamento de Regulação e Supervisão da Educação a Distância Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep

Leia mais

Unidade 4: Contextualização de Objetos de Aprendizagem

Unidade 4: Contextualização de Objetos de Aprendizagem Coordenação: Juliana Cristina Braga Autoria: Rita Ponchio Você aprendeu na unidade anterior a importância da adoção de uma metodologia para a construção de OA., e também uma descrição geral da metodologia

Leia mais

ROTEIRO DE OBSERVAÇÃO INDIVIDUAL DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO

ROTEIRO DE OBSERVAÇÃO INDIVIDUAL DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO ROTEIRO DE OBSERVAÇÃO INDIVIDUAL DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO 1. DADOS DO ESTAGIÁRIO 1.1 Estagiário (a): 1.2 Habilitação: 1.3 Duração da atividade: Início: Término: 2. IDENTIFICAÇÃO DA

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO AMBIENTAL O Colegiado do Curso de Tecnologia em Gestão Ambiental, no uso de suas atribuições, resolve aprovar, com registro

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA - PROCESSO SELETIVO DE SUPERVISORES DE TUTORIA E TUTORES DO PÓLO REGIONAL SUL DA REDE NACIONAL DE FORMAÇÃO PARA INCLUSÃO DIGITAL

CHAMADA PÚBLICA - PROCESSO SELETIVO DE SUPERVISORES DE TUTORIA E TUTORES DO PÓLO REGIONAL SUL DA REDE NACIONAL DE FORMAÇÃO PARA INCLUSÃO DIGITAL CHAMADA PÚBLICA - PROCESSO SELETIVO DE SUPERVISORES DE TUTORIA E TUTORES DO PÓLO REGIONAL SUL DA REDE NACIONAL DE FORMAÇÃO PARA INCLUSÃO DIGITAL DO PROGRAMA TELECENTROS.BR - EDITAL N.º 001/2010- REDE MARISTA

Leia mais

São ofertadas 13 vagas de Professor-tutor para as disciplinas do módulo básico do curso de Especialização em Gestão de Organização Pública de Saúde.

São ofertadas 13 vagas de Professor-tutor para as disciplinas do módulo básico do curso de Especialização em Gestão de Organização Pública de Saúde. UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Edital 1- Seleção de Bolsista Professor-Tutor para os Cursos de Especialização em Gestão de Organização Pública de Saúde O reitor da Universidade Federal

Leia mais

1. DOS PRÉ-REQUISITOS 2. FUNCIONAMENTO DO CURSO

1. DOS PRÉ-REQUISITOS 2. FUNCIONAMENTO DO CURSO Edital de oferta de vagas para o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu Gestão, Auditoria e Licenciamento Ambiental, na modalidade a distância. A Reitora da Universidade Anhanguera-Uniderp, credenciada pelo

Leia mais

2.2.5. Questionário a ser Respondido Pelos Estudantes em EaD.

2.2.5. Questionário a ser Respondido Pelos Estudantes em EaD. 2.2.5. Questionário a ser Respondido Pelos Estudantes em EaD. Este questionário é um instrumento de coleta de informações para a realização da auto avaliação da UFG que tem como objetivo conhecer a opinião

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE PLANEJAMENTO ACADÊMICO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE PLANEJAMENTO ACADÊMICO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DE PLANEJAMENTO ACADÊMICO EDITAL Nº. 027/2014 PROGRAD/UFSM SELEÇÃO DE TUTOR PARA CURSO SEMIPRESENCIAL Inscrição

Leia mais

INFRAESTRUTURA 1. ESPAÇO FÍSICO 1.1. Gabinetes de Trabalho para Professores Tempo Integral - TI

INFRAESTRUTURA 1. ESPAÇO FÍSICO 1.1. Gabinetes de Trabalho para Professores Tempo Integral - TI INFRAESTRUTURA 1. ESPAÇO FÍSICO Atualmente a FIBRA encontra-se em novas instalações contando com 33 salas de aula climatizadas, com instalações de equipamentos de multimídia, auditório climatizado com

Leia mais

Como usar o Portal Hydros

Como usar o Portal Hydros Como usar o Portal Hydros na Escola www.projetohydros.com Caro profissional da área da Educação, Há urgência em realizarmos ações concretas e cotidianas para preservar a água do planeta. E, sem dúvida,

Leia mais