Bradesco Seguro Habitacional em Apólices de Mercado Condições Gerais

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Bradesco Seguro Habitacional em Apólices de Mercado Condições Gerais"

Transcrição

1 Bradesco Seguro Habitacional em Apólices de Mercado Condições Gerais 1. Objetivo do Seguro Coberturas Âmbito Geográfico das Coberturas Aceitação do Seguro Vigência Início e Término de Responsabilidade Alteração do Contrato Estipulante Segurado Limite Máximo de Garantia por Cobertura Contratada Riscos Cobertos para Cobertura de Morte e Invalidez Permanente do Segurado Riscos Cobertos para Cobertura de Danos Físicos ao Imóvel Riscos Excluídos na Cobertura de Morte e Invalidez Permanente do Segurado Riscos Excluídos na Cobertura de Danos Físicos ao Imóvel Prêmio Forma de Contratação

2 17. Certificado de Seguro Remuneração ao Estipulante Declaração Pessoal de Saúde (DPS) Comunicação das Operações Sinistro Prejuízos Indenizáveis Indenização Salvados Concorrência de Seguros Concorência de Apólices Agravação do Risco Perda de Direitos Erros e Omissões Atualização de Valores e Encargos Moratórios Inspeção e Suspensão da Cobertura Sub-Rogação de Direitos Cessão da Apólice Prescrição Rescisão e Cancelamento Foro Avisos e Comunicações Beneficiário Glossário

3 SUSEP nº / Bradesco Seguro Habitacional em Apólices de Mercado Versão: Julho/2010 Processo 1. OBJETIVO DO SEGURO Condições Gerais O presente seguro tem por objetivo, até os Limites Máximos de Garantia por Cobertura Contratada previstos nesta apólice ou certificado de seguro: 1.1. a quitação de dívida do Segurado, exclusivamente nos casos previstos no item 11 destas condições, correspondente ao saldo devedor vincendo na data do sinistro relativa a financiamento para aquisição ou construção de imóvel; 1.2. a reposição do imóvel, exclusivamente nos casos previstos no item 12 destas condições. 2. COBERTURAS 2.1. Morte e Invalidez Permanente (MIP); 2.2. Danos Físicos ao Imóvel (DFI). 3. ÂMBITO GEOGRÁFICO DAS COBERTURAS 3.1. Para os riscos de Morte e Invalidez Permanente: âmbito mundial; Fica entendido e acordado que eventuais encargos de tradução referentes ao reembolso de despesas no exterior correrão a cargo da Seguradora Para os riscos de Danos Físicos ao Imóvel: território nacional. Processo SUSEP nº /

4 4. ACEITAÇÃO DO SEGURO 4.1. A contratação do seguro será feita mediante proposta assinada pelo Proponente, por seu representante legal ou por corretor habilitado, e entregue sob protocolo fornecido pela Seguradora A aceitação do seguro estará sujeita à análise do risco pela Seguradora, que: disporá do prazo de 15 (quinze) dias, contados da data de recepção da proposta, para aceitá-la ou não; e poderá solicitar documentos e/ou informações complementares para análise e aceitação do risco, hipótese em que o prazo de 15 (quinze) dias ficará suspenso, voltando a correr a partir da data em que a Seguradora receber as informações e/ou os documentos, observando-se, ainda, que a mencionada solicitação: a) somente poderá ocorrer uma única vez, caso o Proponente seja pessoa física; b) poderá ocorrer mais de uma vez, caso o Proponente seja pessoa jurídica, desde que a Seguradora fundamente o pedido A ausência de manifestação, por escrito, da Seguradora, no prazo previsto, caracterizará a aceitação tácita do risco O início de vigência do contrato de seguro será: a partir da data de recepção da proposta caso tenha havido adiantamento de valor para futuro pagamento, total ou parcial, do prêmio; a data da aceitação do seguro ou data distinta desde que expressamente acordada entre as partes, caso não haja ocorrido o mencionado adiantamento do valor Na hipótese de não aceitação da proposta de seguro, a Seguradora fará comunicação formal ao Proponente apresentando a justificativa da recusa. Processo SUSEP nº /

5 4.6. Caso a proposta de seguro não seja aceita pela Seguradora e tenha havido adiantamento de valor para futuro pagamento, total ou parcial, do prêmio: a cobertura do seguro prevalecerá por mais 2 (dois) dias úteis a partir da data da formalização da recusa; a Seguradora devolverá o adiantamento citado anteriormente, deduzindo a parcela correspondente ao período de cobertura concedido, no prazo de 10 (dez) dias corridos a contar da data da recusa; e em caso de mora da Seguradora, caracterizada pelo não pagamento da devolução devida no prazo definido no subitem 4.6.2, sobre o valor da devolução, incidirão a partir da data da formalização da recusa e até o efetivo pagamento: a) juros de mora à taxa de 12% (doze por cento) ao ano calculados em base pro rata dia e considerando-se o ano de 360 (trezentos e sessenta) dias; e b) atualização monetária, calculada com base na variação positiva do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPC-A), apurada entre o último índice publicado antes da referida data da formalização da recusa até aquele publicado em data imediatamente anterior à do efetivo pagamento da devolução. Na falta, extinção ou proibição do uso do IPC-A, a atualização terá por base o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) divulgado pelo IBGE O registro deste seguro na Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) não implica, por parte da Autarquia, incentivo ou recomendação a sua comercialização O Proponente / Segurado / Estipulante poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de seguros, no site por meio do número de seu registro na SUSEP, nome completo, C.N.P.J. ou C.P.F. Processo SUSEP nº /

6 5. VIGÊNCIA 5.1. Apólice e endossos: a presente apólice e seus respectivos endossos terão seu início e fim de vigência às 24 (vinte e quatro) horas dos dias para tal fim neles consignados; fica entendido e acordado que o contrato poderá ser rescindido a qualquer tempo, por quaisquer das partes, mediante concordância recíproca; a vigência da apólice corresponderá ao período em que poderão ser incluídos novos Segurados Certificado Individual: o prazo de vigência do seguro deverá corresponder ao prazo de financiamento do imóvel; a vigência de cada certificado individual deverá iniciar-se dentro do prazo de vigência da respectiva apólice coletiva; caso o Segurado e o financiador do imóvel repactuem o prazo original do contrato de financiamento, deverá ser observado que: a) se houver redução do prazo original, permanecerá a garantia do seguro até o término do novo prazo, com devolução do prêmio correspondente ao período remanescente, se for o caso; e b) se houver ampliação do prazo original, a Seguradora deverá ser consultada quanto ao interesse na manutenção do seguro, mediante nova proposta. 6. INÍCIO E TÉRMINO DE RESPONSABILIDADE 6.1. A responsabilidade da Seguradora, com relação a cada Segurado, tem início no momento da assinatura do contrato ou da promessa de financiamento, firmado entre o Segurado e o Processo SUSEP nº /

7 Estipulante, e finda ao término do prazo de vigência do seguro ou quando da extinção da dívida, o que primeiro ocorrer A responsabilidade da Seguradora termina ainda, em relação às coberturas de Morte e Invalidez Permanente: a) nas execuções extrajudiciais, quando da expedição da carta de arrematação; b) nas execuções judiciais, quando da consolidação da propriedade do imóvel, objeto da garantia, em nome do fiduciário ou do Estipulante No caso de imóvel de propriedade do Estipulante, a responsabilidade da Seguradora se inicia na data em que a propriedade lhe foi transferida, desde que avisada e averbada no seguro Para os contratos de financiamento assinados anteriormente ao início de vigência desta Apólice, a responsabilidade da Seguradora terá início a partir da data em que receber do Estipulante, o pedido expresso de inclusão do financiado no seguro O certificado individual deverá permanecer em vigor até o término do prazo de vigência do seguro, mesmo que o Segurado esteja inadimplente em relação a qualquer parcela do prêmio; na hipótese prevista no subitem 6.5, caberá ao Estipulante honrar o pagamento dos prêmios do seguro junto à Seguradora; o não pagamento do prêmio do seguro por parte do Estipulante desobriga a Seguradora ao pagamento de qualquer indenização, sem prejuízo das obrigações do Estipulante junto ao Segurado. 7. ALTERAÇÃO DO CONTRATO 7.1. Quaisquer alterações nas características do risco, bem como nas Condições Contratuais em vigor somente poderão ser feitas mediante pedido assinado pelo Segurado, por seu representante Processo SUSEP nº /

8 legal ou por corretor habilitado, endereçado ao Estipulante, e entregue sob protocolo fornecido pela Seguradora; a comunicação de alterações nas características do risco deverá ser efetuada de imediato e por escrito, sob pena do Segurado / Estipulante perder o direito à garantia A Seguradora disporá do prazo de 15 (quinze) dias, contados da data de recebimento da proposta de alteração do seguro, para aceitá-la ou não A Seguradora poderá solicitar documentos e/ou informações complementares para análise e aceitação do pedido de alteração, hipótese em que o prazo de 15 (quinze) dias ficará suspenso, voltando a correr a partir da data em que a Seguradora receber as informações e/ou os documentos, observando-se, ainda, que a mencionada solicitação poderá ocorrer mais de uma vez, desde que a Seguradora fundamente o pedido Na hipótese de não aceitação do pedido de alteração de seguro, a Seguradora fará comunicação formal ao Estipulante apresentando a justificativa da recusa As alterações no contrato de seguro serão realizadas por meio de aditivo ou endosso com anuência expressa das partes. 8. ESTIPULANTE O Estipulante e a Seguradora indicados na Especificação da Apólice, contratam o presente seguro, em conformidade com estas Condições Gerais, aplicável às operações de financiamento de imóveis Obrigações do Estipulante no caso de sinistro, o Estipulante obriga-se a comprovar se o bem estava segurado na data da ocorrência do sinistro; fornecer à Seguradora, contratos e quaisquer outros documentos que lhe sejam solicitados com referência ao seguro. Processo SUSEP nº /

9 fornecer à Seguradora todas as informações necessárias para a análise e aceitação do risco, previamente estabelecidas pela Seguradora, incluindo dados cadastrais; manter a Seguradora informada a respeito dos Segurados, seus dados cadastrais, alterações na natureza do risco coberto, bem como quaisquer eventos que possam, no futuro, acarretar-lhe responsabilidade, de acordo com o definido contratualmente; fornecer ao Segurado, sempre que solicitado, quaisquer informações relativas ao contrato de seguro; discriminar o valor do prêmio do seguro no instrumento de cobrança, quando este for de sua responsabilidade; repassar os prêmios à Seguradora, nos prazos estabelecidos contratualmente; repassar aos Segurados todas as comunicações ou avisos inerentes à apólice, quando for diretamente responsável pela sua administração; discriminar o nome da Seguradora responsável pelo risco nos documentos e comunicações referentes ao seguro, emitidos para o Segurado; comunicar de imediato à Seguradora, tão logo tome conhecimento, a ocorrência de qualquer sinistro ou expectativa de sinistro referente ao grupo que representa, quando esta comunicação estiver sob sua responsabilidade; dar ciência aos Segurados dos procedimentos e prazos estipulados para a liquidação de sinistros; comunicar de imediato à Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) quaisquer procedimentos que considerar irregulares quanto ao seguro contratado; fornecer à Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) quaisquer informações solicitadas, dentro do prazo por ela especificado; Processo SUSEP nº /

10 informar o nome da Seguradora, bem como o percentual de participação no risco, no caso de cosseguro, em qualquer material de promoção ou propaganda do seguro, em caracter tipográfico maior ou igual ao do Estipulante; incluir nos contratos de financiamento habitacional, na forma de anexo, declaração que comprove a oferta pelo Estipulante ao Segurado de mais de uma opção de apólice de sociedades Seguradoras diferentes e que houve expressa adesão do Segurado a uma das apólices coletivas ou, se for o caso, a uma apólice individual; informar ao Segurado o custo efetivo do seguro habitacional sob forma discriminada para cada uma das coberturas, Morte e Invalidez Permanente e Danos Físicos ao Imóvel; efetivar o pagamento dos prêmios do seguro, inclusive nos casos em que o Segurado esteja inadimplente em relação a qualquer parcela do prêmio; e repassar ao Segurado, na proporção que lhe for devida, a parcela da indenização referente à cobertura de Danos Físicos ao Imóvel por ele recebida integralmente, dando plena quitação à Seguradora Vedações ao Estipulante É expressamente vedado ao Estipulante nos seguros contributários: cobrar dos Segurados quaisquer valores relativos ao seguro, além dos especificados pela Seguradora; efetuar propaganda e promoção do seguro sem prévia anuência da Seguradora e sem respeitar a fidedignidade das informações quanto ao seguro que será contratado; vincular a contratação de seguros a quaisquer de seus produtos, ressalvada a hipótese em que tal contratação sirva de garantia direta a estes produtos; Processo SUSEP nº /

11 rescindir o contrato sem anuência prévia e expressa de um número de Segurados que represente, no mínimo, três quartos do grupo Segurado; e efetuar modificações na apólice que impliquem em ônus ou dever para Segurados sem anuência prévia e expressa ou de um número de Segurados que represente, no mínimo, três quartos do grupo Segurado. 9. SEGURADO 9.1. Pessoa física ou jurídica que assine com o financiador o contrato de financiamento para a construção ou aquisição de imóvel, na qualidade de adquirente ou promitente comprador; ou o próprio financiador, exclusivamente para a cobertura Danos Físicos ao Imóvel, no caso de imóvel adjudicado face execução da dívida por inadimplência do financiado e nos casos em que apenas esteja promovendo a construção Não são admitidos como Segurados as pessoas físicas cuja soma da idade, em anos completos, com o prazo da operação contratada, na data da sua assinatura, ultrapasse 80 (oitenta) anos e 6 (seis) meses A limitação prevista no subitem 9.2 não se aplica aos instrumentos contratuais firmados pelo estipulante por pessoas com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, até o limite de 3% (três por cento) do número de unidades residenciais integrantes de programas habitacionais públicos ou subsidiados com recursos públicos. 10. LIMITE MÁXIMO DE GARANTIA POR COBERTURA CONTRATADA Entende-se como Limite Máximo de Garantia por Cobertura Contratada (LMGCC) o valor máximo a ser pago pela Seguradora, resultante de determinado evento ou série de eventos ocorridos na vigência da apólice ou do certificado de seguro e garantidos pela cobertura contratada, obedecidos os termos destas Condições Gerais. Processo SUSEP nº /

12 Este limite não representa, em qualquer hipótese, pré-avaliação do(s) objeto(s) ou do(s) bem(ns) ou interesse(s) segurado(s). O valor máximo da indenização a que o Estipulante terá direito, com base nas condições desta apólice, não poderá ultrapassar o valor do(s) bem(ns) ou do(s) interesse(s) segurado(s) no momento do sinistro, independentemente de qualquer disposição constante desta apólice Se no momento do sinistro o risco sinistrado tiver valor menor que o Limite Máximo de Garantia por Cobertura Contratada, a responsabilidade da Seguradora não excederá o valor arbitrado por ocasião do sinistro O Limite Máximo de Garantia será: Limite Máximo de Garantia para Cobertura de Morte e Invalidez Permanente do Segurado: consistirá, a cada mês, do valor do saldo devedor do financiamento do imóvel, consideradas pagas todas as prestações vencidas Limite Máximo de Garantia para Cobertura de Danos Físicos ao Imóvel: consistirá, a qualquer tempo, do valor da avaliação inicial do imóvel, que serviu de base para a operação de financiamento, devidamente atualizado: a) com base no índice convencionado nos contratos de financiamento do imóvel e do seguro; ou b) no caso de contratos de financiamento sem previsão de cláusula de atualização, o valor de avaliação do imóvel será atualizado com base no índice e periodicidade definidos no contrato de seguro; no caso de seguro sobre frações autônomas de edifício em condomínio, o Limite Máximo de Garantia para a cobertura de Danos Físicos ao Imóvel abrange as partes privativas e comuns, na proporção do interesse do condômino Segurado, se o valor dessas partes constar da avaliação efetuada pelo Estipulante. Processo SUSEP nº /

13 11. RISCOS COBERTOS PARA COBERTURA DE MORTE E INVALIDEZ PERMANENTE DO SEGURADO Para cobertura de Morte do Segurado: a morte do Segurado, por acidente ou doença, observando-se as restrições para doenças ou lesões preexistentes e suas conseqüências, conforme item 13 destas Condições; considera-se como data do sinistro a data do óbito Para cobertura de Invalidez Permanente do Segurado: a invalidez Permanente do Segurado ocorrida em data posterior à da assinatura do contrato de financiamento do imóvel, causada por acidente pessoal ou doença, que determine a incapacidade total e permanente para o exercício da atividade laborativa principal do Segurado, observando-se as restrições para doenças ou lesões preexistentes e suas conseqüências, conforme o item 13 destas Condições; a constatação da invalidez permanente do Segurado será validada através de laudo médico competente. A exclusivo critério da Seguradora, o Segurado deverá se submeter a perícia médica, às expensas da Seguradora; nos casos em que o Segurado se encontrar em gozo de benefício previdenciário de invalidez considerar-se-á coberto apenas o risco de morte; nos casos em que o Segurado não exercer qualquer atividade laborativa considerar-se-á coberto, além do risco de morte, o risco de invalidez permanente causada por acidente pessoal ou doença, que determine a incapacidade total e permanente para o exercício de toda e qualquer atividade laborativa; para todos os efeitos, considera-se como data do sinistro, em caso de invalidez permanente amparada por este seguro: I. conseqüente de acidentes pessoais: a data do acidente; Processo SUSEP nº /

14 II. não conseqüente de acidentes pessoais: a data indicada em laudo médico ou, se couber, na perícia realizada; a aposentadoria por invalidez concedida por instituições oficiais e de previdência ou assemelhadas não caracteriza por si só o estado de invalidez permanente; no caso de divergências sobre a causa, natureza ou extensão de lesões, relacionadas à invalidez permanente, ou sobre a avaliação da incapacidade, a Seguradora deverá propor ao Estipulante ou ao Segurado, conforme o caso, por meio de correspondência escrita, dentro do prazo de 15 (quinze) dias a contar da data da contestação por parte do interessado, a constituição de junta médica; a referida junta médica será constituída por 3 (três) membros, sendo um nomeado pela Seguradora, outro pelo Segurado e um terceiro, desempatador, escolhido pelos 2 (dois) nomeados; Cada uma das partes pagará os honorários do médico que tiver designado; os do terceiro serão pagos, em partes iguais, pelo Segurado e pela Seguradora; o prazo para constituição da junta médica será de no máximo 15 (quinze) dias, a contar da data da indicação do membro nomeado pelo Segurado Para os fins do que estabelecem os subitens 11.1 e 11.2, considera-se acidente pessoal o evento com data caracterizada, exclusivo e diretamente externo, súbito, involuntário, violento e causador de lesão física, que, por si só e independente de toda e qualquer outra causa, tenha como conseqüência direta a morte ou a invalidez permanente do Segurado, observando-se que: incluem-se nesse conceito: a) suicídio ou sua tentativa, desde que ocorrido após 2 (dois) anos contados a partir do início de vigência do seguro; Processo SUSEP nº /

15 b) ação da temperatura do ambiente ou influência atmosférica, quando a elas o Segurado ficar sujeito em decorrência de acidente coberto; c) escapamento acidental de gases e vapores; d) sequestros e tentativas de sequestros; e) alterações anatômicas ou funcionais da coluna vertebral, de origem traumática, causadas exclusivamente por fraturas ou luxações, radiologicamente comprovadas; excluem-se desse conceito: a) doenças, incluídas as profissionais, quaisquer que sejam suas causas, ainda que provocadas, desencadeadas ou agravadas, direta ou indiretamente por acidente, ressalvadas as infecções, estados septicêmicos e embolias, resultantes de ferimento visível causado em decorrência de acidente coberto; b) intercorrências ou complicações conseqüentes da realização de exames, tratamentos clínicos ou cirúrgicos, quando não decorrentes de acidente coberto; c) as lesões decorrentes, dependentes, predispostas ou facilitadas por esforços repetitivos ou microtraumas cumulativos, ou que tenham relação de causa e efeito com os mesmos, assim como as lesões classificadas como: Lesão por Esforços Repetitivos LER, Doenças Osteomusculares Relacionadas ao Trabalho DORT, Lesão por Trauma Continuado ou Contínuo LTC, ou similares que venham a ser aceitas pela classe médico-científica, bem como as suas conseqüências pós-tratamento, inclusive cirúrgicos, em qualquer tempo; e d) as situações reconhecidas por instituições oficiais de previdência ou assemelhadas, como invalidez acidentária, nas quais o evento causador da lesão não se enquadre integralmente na caracterização de invalidez por acidente pessoal, definido no subitem Processo SUSEP nº /

16 12. RISCOS COBERTOS PARA COBERTURA DE DANOS FÍSICOS AO IMÓVEL Estão cobertos os riscos decorrentes de: incêndio, raio ou explosão; quaisquer eventos de causa externa, tais como: a) vendaval; b) desmoronamento total; c) desmoronamento parcial, assim entendido a destruição ou desabamento de paredes, vigas ou outro elemento estrutural; d) ameaça de desmoronamento, devidamente comprovada; e) destelhamento; e f) inundação ou alagamento, ainda que decorrente de chuva Entende-se como evento de causa externa aquele resultante da ação súbita e imprevisível de forças ou agentes atuantes de fora do terreno onde se situa o imóvel objeto do risco para dentro deste e que, por si só e independentemente de deficiências construtivas e de projeto, ocasionem danos parciais ou totais à edificação. 13. RISCOS EXCLUÍDOS NA COBERTURA DE MORTE E INVALIDEZ PERMANENTE DO SEGURADO Ficam excluídos do presente seguro: a morte ou a invalidez permanente do Segurado quando decorrente de suicídio ou tentativa, se ocorrido nos primeiros 2 (dois) anos de vigência inicial do contrato de seguro, ou da sua recondução depois de suspenso; a incapacidade temporária do Segurado, despesas médicas, diárias hospitalares em geral, encargos de farmácia, honorários para intervenções cirúrgicas, despesas de remoção e correlatas; Processo SUSEP nº /

17 13.3. a morte ou a invalidez permanente do Segurado decorrente e/ou relacionada à doença manifesta em data anterior à assinatura do contrato de financiamento ou da Declaração Pessoal de Saúde (DPS), de conhecimento do Segurado e não declarada na proposta do seguro ou na Declaração Pessoal de Saúde (DPS), bem como decorrente de eventos comprovadamente resultantes de acidente pessoal, ocorrido em data anterior à da assinatura do referido contrato; a invalidez permanente do Segurado, nos casos em que o mesmo se encontrar em gozo de benefício previdenciário de invalidez em data anterior à assinatura do contrato de financiamento ou da Declaração Pessoal de Saúde (DPS); todos os contratos de financiamento em que a soma da idade do Segurado com o prazo de financiamento não informados corretamente à Seguradora, na data da respectiva assinatura, ultrapasse 80 (oitenta) anos e 6 (seis) meses; A limitação prevista no subitem 13.5 não se aplica aos instrumentos contratuais firmados pelo estipulante por pessoas com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, até o limite de 3% (três por cento) do número de unidades residenciais integrantes de programas habitacionais públicos ou subsidiados com recursos públicos os financiamentos concedidos a pessoas jurídicas e os a pessoas físicas, na qualidade de empresários da construção civil; atos ilícitos dolosos ou por culpa grave equiparável ao dolo praticados pelo Segurado, pelo Beneficiário ou pelo Representante Legal, de um ou de outro, por empregado ou preposto do Segurado ou, ainda, por pessoas a estes últimos assemelhados. Nos seguros contratados por pessoas jurídicas o disposto aplica-se aos Sócios Controladores, aos seus Dirigentes e Administradores Legais, aos Beneficiários e aos seus respectivos Representantes Legais; e perdas, danos, responsabilidades ou despesas causadas direta ou indiretamente por atos de terrorismo, cabendo à Seguradora Processo SUSEP nº /

18 comprovar com documentação hábil, acompanhada de laudo circunstanciado que caracterize a natureza do atentado, independentemente de seu propósito e desde que este tenha sido devidamente reconhecido como atentatório à ordem pública pela autoridade pública competente. 14. RISCOS EXCLUÍDOS NA COBERTURA DE DANOS FÍSICOS AO IMÓVEL Ficam excluídos do presente seguro: os prejuízos decorrentes de atos de autoridade pública, salvo para evitar agravação ou propagação de danos cobertos por esta apólice; a exclusão dos prejuízos decorrentes de atos de autoridade pública não se aplica quando os danos decorrerem da execução de obras públicas; os prejuízos decorrentes de atos de inimigos estrangeiros, operações de guerra anteriores ou posteriores à sua declaração, guerra civil, guerrilha, revolução, rebelião, motim, greve, lockout ou de ato emanado de administração de qualquer zona ou área sob Lei Marcial ou em Estado de Sítio; no caso de reclamação por prejuízos que se verifiquem durante quaisquer das ocorrências mencionadas no subitem 14.2, assiste à Seguradora o direito de exigir do Segurado a prova de que os prejuízos ou danos decorreram de causas independentes e não foram, direta ou indiretamente, produzidos pelas referidas ocorrências ou suas conseqüências; perdas, danos, responsabilidades ou despesas causadas direta ou indiretamente por atos de terrorismo, cabendo à Seguradora comprovar com documentação hábil, acompanhada de laudo circunstanciado que caracterize a natureza do atentado, independentemente de seu propósito, e desde que este tenha sido devidamente Processo SUSEP nº /

19 reconhecido como atentatório à ordem pública pela autoridade pública competente; os prejuízos decorrentes de qualquer perda ou destruição, danos conseqüentes, despesas emergentes ou responsabilidade legal de qualquer natureza, direta ou indiretamente, causados por, resultantes de ou para os quais tenham contribuído radiações ionizantes ou de contaminação proveniente de radioatividade de qualquer combustível nuclear ou resíduo nuclear, resultante de combustão desse tipo de material. Para fins desta exclusão, combustão abrangerá qualquer processo auto-sustentado de fissão nuclear, bem como qualquer perda, destruição, dano ou responsabilidade legal direta ou indiretamente causados por, resultantes de, ou para os quais tenha contribuído material de armas nucleares; os prejuízos causados por extravio, roubo ou furto, ainda que, direta ou indiretamente, tenham concorrido para tais perdas quaisquer dos eventos abrangidos pelo item 12 destas condições; os prejuízos decorrentes de má utilização, falta de conservação ou desgaste pelo uso do imóvel que se constitua contratualmente em garantia do financiamento hipotecário concedido pelo Estipulante; todos os prejuízos decorrentes de uso, desgaste natural, deterioração gradativa, vício próprio ou intrínseco ou redibitório, defeito latente, fadiga, corrosão, oxidação, incrustação, ferrugem, umidade, maresia, inclusive os defeitos de construção de responsabilidade do construtor do imóvel, ocorridos durante ou após o período de cinco anos, nos termos do Código Civil Brasileiro; os prejuízos decorrentes de erros de projeto ou de infração às normas pertinentes à matéria; atos ilícitos dolosos ou por culpa grave equiparável ao dolo praticados pelo Segurado, pelo Beneficiário ou pelo Representante Legal, de um ou de outro, por empregado ou preposto do Segurado ou, ainda, por pessoas a estes últimos assemelhados. Nos seguros Processo SUSEP nº /

CLÁUSULA 1ª DOS RISCOS COBERTOS Os riscos cobertos pelas presentes Condições Especiais são os seguintes:

CLÁUSULA 1ª DOS RISCOS COBERTOS Os riscos cobertos pelas presentes Condições Especiais são os seguintes: A PANAMERICANA DE SEGUROS S/A, com sede na Avenida Paulista, nº 2.240 11º andar, Cerqueira César, na Cidade de São Paulo SP, inscrita no CNPJ sob o nº 33.245.762/0001-07, a seguir denominada simplesmente

Leia mais

Condições Gerais Seguro Habitacional

Condições Gerais Seguro Habitacional Condições Gerais Seguro Habitacional Abril/2010 HABITACIONAL ÍNDICE CLÁUSULA 1 DEFINIÇÕES...3 CLÁUSULA 2 ÂMBITO GEOGRÁFICO...5 CLÁUSULA 3 - SEGURADO...5 CLÁUSULA 4 ESTIPULANTE / FINANCIADOR...5 CLÁUSULA

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 205, de 2009.

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 205, de 2009. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 205, de 2009. Dispõe sobre o seguro habitacional e dá outras providências. A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP,

Leia mais

Bradesco Seguro Habitacional em Apólices de Mercado Condições Gerais

Bradesco Seguro Habitacional em Apólices de Mercado Condições Gerais Bradesco Seguro Habitacional em Apólices de Mercado Condições Gerais 1. Objetivo do Seguro.................................... 3 2. Coberturas.......................................... 3 3. Âmbito Geográfico

Leia mais

RESOLUÇÃO SUSEP Nº 205, DE 18 DE NOVEMBRO DE 2009

RESOLUÇÃO SUSEP Nº 205, DE 18 DE NOVEMBRO DE 2009 RESOLUÇÃO SUSEP Nº 205, DE 18 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre o seguro habitacional e dá outras providências. A SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS - SUSEP, no uso da atribuição que lhe confere o art.

Leia mais

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DO CARTÃO TRIBANCO Estipulante: BANCO TRIÂNGULO S. A. Seguradora: PORTO SEGURO CIA DE SEGUROS GERAIS Número processo SUSEP: 15414.000223/2007-67

Leia mais

CNPJ: 29.980.158/0001-57 PROCESSO SUSEP: 15414.001342/2006-56

CNPJ: 29.980.158/0001-57 PROCESSO SUSEP: 15414.001342/2006-56 CONDIÇÕES CONTRATUAIS DE APÓLICE DE SEGURO HABITACIONAL - APÓLICE DE MERCADO - COBERTURA COMPREENSIVA OPERAÇÕES DE FINANCIAMENTOS DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS CLÁUSULA 1ª - ESTIPULANTE 1.1 - De conformidade

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO CONDIÇÕES GERAIS SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO Estas Condições aplicam-se a todas as Garantias contratadas pelo Estipulante, Sub-Estipulante e/ou Segurado, dentro da apólice. O registro deste plano

Leia mais

COBERTURA DE DESPESAS MÉDICAS, HOSPITALARES E ODONTOLÓGICAS

COBERTURA DE DESPESAS MÉDICAS, HOSPITALARES E ODONTOLÓGICAS Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Registro do Produto na SUSEP: 15414.002658/2011-22 COBERTURA DE DESPESAS MÉDICAS, HOSPITALARES E ODONTOLÓGICAS CAPÍTULO I - OBJETIVO DA COBERTURA Cláusulas Complementares

Leia mais

BANRISUL PRESTAMISTA CHEQUE ESPECIAL Processo Susep 15414.003459/2004-11 Condições Contratuais Apólice 77.000.137

BANRISUL PRESTAMISTA CHEQUE ESPECIAL Processo Susep 15414.003459/2004-11 Condições Contratuais Apólice 77.000.137 BANRISUL PRESTAMISTA CHEQUE ESPECIAL Processo Susep 15414.003459/2004-11 Condições Contratuais Apólice 77.000.137 1 OBJETIVO 1.1. Este seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma indenização ao

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GAR ANTIA DE ENTREGA DE OBRA CBIC (IMOBILIARIO)

CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GAR ANTIA DE ENTREGA DE OBRA CBIC (IMOBILIARIO) CONDIÇÕES GERAIS SEGURO GAR ANTIA DE ENTREGA DE OBRA CBIC (IMOBILIARIO) ESSOR Seguros S.A CNPJ 14.5 25.684/0001-50 Process o SUSEP Nº 1 54 14.002 72 3/2 01 2-09 O registro deste plano na SUSEP não im plica,

Leia mais

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS/PARTICULARES

RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS/PARTICULARES RESUMO DAS CONDIÇÕES GERAIS/PARTICULARES Seguro Acidentes Pessoais Automobilístico Morte acidental decorrente de acidente de trânsito, exceto em meio de transporte coletivo O Seguro a que se refere este

Leia mais

ANEXO B. Condições Gerais do Seguro Coletivo para Cartões de Crédito (seguro facultativo) Cobertura 72 horas

ANEXO B. Condições Gerais do Seguro Coletivo para Cartões de Crédito (seguro facultativo) Cobertura 72 horas ANEXO B Condições Gerais do Seguro Coletivo para Cartões de Crédito (seguro facultativo) Cobertura 72 horas Central de Atendimento aos Clientes: 0800 729 7000 Cláusula 1ª - Objeto do Seguro Nº. Processo

Leia mais

SEGURO GARANTIA - SETOR PÚBLICO MANUAL DO SEGURADO CONDIÇÕES GERAIS Processo SUSEP Nº 15414.900183/2014-84 CNPJ: 61.383.493/0001-80 1.

SEGURO GARANTIA - SETOR PÚBLICO MANUAL DO SEGURADO CONDIÇÕES GERAIS Processo SUSEP Nº 15414.900183/2014-84 CNPJ: 61.383.493/0001-80 1. 1. OBJETO 1.1. Este contrato de seguro garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas pelo Tomador perante o Segurado, conforme os termos da apólice e até o valor da garantia fixado nesta, e de acordo

Leia mais

Proteção Hospitalar Plus Familiar

Proteção Hospitalar Plus Familiar Proteção Hospitalar Plus Familiar Manual do segurado 1. OBJETIVO DO SEGURO PRODUTO PROTEÇÃO HOSPITALAR PLUS FAMILIAR MANUAL DO SEGURADO O presente Seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma Indenização

Leia mais

SEGURO DE VIDA PRESTAMISTA

SEGURO DE VIDA PRESTAMISTA SEGURO DE VIDA PRESTAMISTA Condições Gerais PROCESSO SUSEP: 15414.100997/2003-63 ÍNDICES CONDIÇÕES GERAIS 1. Objetivo do seguro... 3 2. Definições... 3 3. Coberturas do seguro... 6 4. Riscos excluídos...

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS. Plano de Seguro LUIZASEG Garantia Estendida Original

CONDIÇÕES GERAIS. Plano de Seguro LUIZASEG Garantia Estendida Original CONDIÇÕES GERAIS Plano de Seguro LUIZASEG Garantia Estendida Original São Paulo SP 24 de março de 2014 CONDIÇÕES GERAIS ÍNDICE INFORMAÇÕES PRELIMINARES... 3 DEFINIÇÃO DE TERMOS TÉCNICOS... 3 1. OBJETIVO

Leia mais

Lista de Verificação Adicional Seguro Habitacional Versão 01 (janeiro/2012)

Lista de Verificação Adicional Seguro Habitacional Versão 01 (janeiro/2012) OBJETIVO DO SEGUIRO Artigo 2 da Resolução CNSP N 205/2009 O Seguro Habitacional tem por objetivo a quitação de dívida do segurado correspondente ao saldo devedor vincendo na data do 1) OBJETO DO SEGURO

Leia mais

SEGURO DE VIDA EM GRUPO. Condições Especiais

SEGURO DE VIDA EM GRUPO. Condições Especiais SEGURO DE VIDA EM GRUPO Condições Especiais Processo SUSEP 10.005463/99-80 0 ÍNDICE CLÁUSULA ADICIONAL DE INDENIZAÇÃO ESPECIAL POR ACIDENTE IEA 1. Objetivo do Seguro 2. Definições 3. Garantias do Seguro

Leia mais

SEGURO PROTEÇÃO DE PAGAMENTO ITAÚ SEGUROS S.A. PROCESSO SUSEP 15414.000662/2009-90

SEGURO PROTEÇÃO DE PAGAMENTO ITAÚ SEGUROS S.A. PROCESSO SUSEP 15414.000662/2009-90 SEGURO PROTEÇÃO DE PAGAMENTO ITAÚ SEGUROS S.A. PROCESSO SUSEP 15414.000662/2009-90 1 MANUAL DO SEGURADO SEGURO PRESTAMISTA 1. OBJETIVO 1.1. Este seguro tem por objetivo garantir ao Segurado, na ocorrência

Leia mais

Mais Proteção Premiada Seguro Mais Proteção Premiada

Mais Proteção Premiada Seguro Mais Proteção Premiada Seguro Mais Proteção Premiada 5 Página 0 de 9 1. OBJETIVO DO SEGURO 1.1. O presente Seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma Indenização ao Segurado ou a seu(s) Beneficiário(s), na ocorrência

Leia mais

O Seguro garante o fiel cumprimento da construção, fornecimento e/ou prestação de serviços assumida pelo Tomador no contrato

O Seguro garante o fiel cumprimento da construção, fornecimento e/ou prestação de serviços assumida pelo Tomador no contrato G CNPJ 61.198.164/0001-60 DISPOSIÇÕES PRELIMINARES A aceitação do seguro estará sujeita à análise do risco. O registro deste plano na SUSEP não implica por parte da Autarquia, incentivo ou recomendação

Leia mais

Condições Gerais Seguro Habitacional

Condições Gerais Seguro Habitacional Condições Gerais Seguro Habitacional Dezembro/2013 Exclusivo para Corretores de Seguros Este manual é valido para contratos com início de vigência a partir de 10/12/2013 ÍNDICE CLÁUSULA 1 DEFINIÇÕES...3

Leia mais

MANUAL DO SEGURADO SEGURO DE PERDA OU ROUBO DE CARTÕES

MANUAL DO SEGURADO SEGURO DE PERDA OU ROUBO DE CARTÕES MANUAL DO SEGURADO SEGURO DE PERDA OU ROUBO DE CARTÕES Estipulante: ATUAL TECNOLOGIA E ADMINISTRACAO DE CARTOES. CNPJ: 07.746.799/0001-09 1. OBJETIVO DO SEGURO O presente contrato de seguro tem por objetivo

Leia mais

SEGURO-GARANTIA CONDIÇÕES GERAIS

SEGURO-GARANTIA CONDIÇÕES GERAIS SEGURO-GARANTIA CONDIÇÕES GERAIS 1. INFORMAÇÕES PRELIMINARES... 2 2. APRESENTAÇÃO... 2 3. ESTRUTURA DO CONTRATO DE SEGURO... 2 4. OBJETIVO DO SEGURO... 3 5. DEFINIÇÕES... 3 6. FORMA DE CONTRATAÇÃO... 4

Leia mais

Condições Gerais Capital Global. - Morte Acidental -

Condições Gerais Capital Global. - Morte Acidental - Condições Gerais Capital Global - Morte Acidental - Novembro/2007 2G Índice 1. Do Objetivo do Seguro... 05 2. Das Definições... 05 3. Do Âmbito Geográfico da Garantia do Seguro... 07 4. Da Garantia do

Leia mais

Condições Gerais Seguro de Pessoas - Individual

Condições Gerais Seguro de Pessoas - Individual Condições Gerais Seguro de Pessoas - Individual - Despesas Médicas e Hospitalares - Produto 101 Março/2006 2 2 Índice 1. Do Objetivo do Seguro... 05 2. Das Definições... 05 3. Do Âmbito Territorial da

Leia mais

SEGURO COMPRA MAIS PROTEGIDA ITAÚ SEGUROS S.A. PROCESSO SUSEP 15414.001073.2006-28

SEGURO COMPRA MAIS PROTEGIDA ITAÚ SEGUROS S.A. PROCESSO SUSEP 15414.001073.2006-28 SEGURO COMPRA MAIS PROTEGIDA ITAÚ SEGUROS S.A. PROCESSO SUSEP 15414.001073.2006-28 SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS VÍTIMA DE CRIME CONDIÇÕES GERAIS 1. OBJETIVO DO SEGURO 1.1 Este seguro tem por objetivo garantir

Leia mais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO CONDIÇÕES GERAIS. Índice

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO CONDIÇÕES GERAIS. Índice SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO CONDIÇÕES GERAIS Índice 1. OBJETIVO DO SEGURO... 2 2. CONCEITO DA COBERTURA... 2 3. RISCOS EXCLUÍDOS... 3 4. ÂMBITO TERRITORIAL DE COBERTURA... 4 5. DA VIGÊNCIA DA

Leia mais

SEGURO DE VIDA EM GRUPO OURO VIDA PRODUTOR RURAL

SEGURO DE VIDA EM GRUPO OURO VIDA PRODUTOR RURAL SEGURO DE VIDA EM GRUPO OURO VIDA PRODUTOR RURAL Condições Gerais e Particulares Processo SUSEP Nº 10.005221/99-41 Deficientes Auditivos ou de Fala: 0800 729 0088 / Ouvidoria: 0800 880 2930 Endereço: Rua

Leia mais

SEGURO GARANTIA SETOR PÚBLICO

SEGURO GARANTIA SETOR PÚBLICO SEGURO GARANTIA SETOR PÚBLICO CONDIÇÕES GERAIS... 2 1. INFORMAÇÕES PRELIMINARES... 2 2. APRESENTAÇÃO...... 2 3. ESTRUTURA DO CONTRATO DE SEGURO... 2 4. DEFINIÇÕES... 3 5. OBJETO... 3 6. RISCOS COBERTOS...

Leia mais

RESUMO DAS CONDIÇÕES DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COM PERDA DE RENDA

RESUMO DAS CONDIÇÕES DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COM PERDA DE RENDA RESUMO DAS CONDIÇÕES DO SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COM PERDA DE RENDA 1. OBJETIVO Este seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma indenização aos seus beneficiários, na ocorrência de um dos

Leia mais

Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco

Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Registro do Produto na SUSEP: 15414.002658/2011-22 Cobertura de Invalidez Permanente por Categoria de Acidente Cláusulas Complementares CAPÍTULO I - OBJETIVO DA COBERTURA

Leia mais

SEGURO DE PESSOAS COLETIVO MORTE E INVALIDEZ POR ACIDENTE ÍNDICE

SEGURO DE PESSOAS COLETIVO MORTE E INVALIDEZ POR ACIDENTE ÍNDICE 1. Do Objetivo do Seguro 2. Das Definições 3. Do Âmbito Geográfico da Cobertura 4. Das Coberturas do Seguro 5. Dos Riscos Excluídos 6. Da Aceitação e Contratação 7. Do Início de Vigência 8. Do Término

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE HABITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE HABITAÇÃO CHAMAMENTO PÚBLICO N.º 01/2010 (Processo n 04.001420.10.0) O torna pública para conhecimento dos interessados, o Chamamento Público nº 01/10 ELIC/CJURF. O recebimento dos envelopes e a abertura do presente

Leia mais

CIRCULAR Nº 256, DE 16 DE JUNHO DE 2004

CIRCULAR Nº 256, DE 16 DE JUNHO DE 2004 SUPERINTENDÊNCIA DE SEGUROS PRIVADOS CIRCULAR Nº 256, DE 16 DE JUNHO DE 2004 Dispõe sobre a estruturação mínima das Condições Contratuais e das Notas Técnicas Atuariais dos Contratos de Seguros de Danos

Leia mais

CERTIFICADO DE SEGURO Viva + Seguro Premiado. Nome do Segurado: CPF: Data de Nascimento: Vigência do seguro: De xx/xx/xx até xx/xx/xx

CERTIFICADO DE SEGURO Viva + Seguro Premiado. Nome do Segurado: CPF: Data de Nascimento: Vigência do seguro: De xx/xx/xx até xx/xx/xx CERTIFICADO DE SEGURO Viva + Seguro Premiado Nome do Segurado: CPF: Data de Nascimento: Nº contrato: Capital Segurado Morte Acidental R$ Auxílio Funeral...R$ Vigência do seguro: De xx/xx/xx até xx/xx/xx

Leia mais

Condições Gerais Seguro Coletivos de Pessoas - Prestamista COBERTURA DE INVALIDEZ PERMANENTE E TOTAL POR ACIDENTE - IPTA

Condições Gerais Seguro Coletivos de Pessoas - Prestamista COBERTURA DE INVALIDEZ PERMANENTE E TOTAL POR ACIDENTE - IPTA Condições Gerais Seguro Coletivos de Pessoas - Prestamista COBERTURA DE INVALIDEZ PERMANENTE E TOTAL POR ACIDENTE - IPTA Dezembro/2008 Índice 1. Do objetivo do seguro... 05 2. Das definições... 05 3. Do

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N o 256, de 16 de junho de 2004.

CIRCULAR SUSEP N o 256, de 16 de junho de 2004. CIRCULAR SUSEP N o 256, de 16 de junho de 2004. Dispõe sobre a estruturação mínima das Condições Contratuais e das Notas Técnicas Atuariais dos Contratos de Seguros de Danos e dá outras providências. O

Leia mais

Condições Gerais Seguro de Pessoas - Individual

Condições Gerais Seguro de Pessoas - Individual Condições Gerais Seguro de Pessoas - Individual - Morte Acidental- Produto 101 Março/2006 2 2 Índice 1. Do Objetivo do Seguro... 05 2. Das Definições... 05 3. Do Âmbito Territorial da Cobertura... 08 4.

Leia mais

Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Registro do Produto na SUSEP: 15414.002914/2006-14 Cobertura de Invalidez Permanente por Acidente

Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Registro do Produto na SUSEP: 15414.002914/2006-14 Cobertura de Invalidez Permanente por Acidente Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Registro do Produto na SUSEP: 15414.002914/06-14 Cobertura de Invalidez Permanente por Acidente Cláusulas Complementares CAPÍTULO I - OBJETIVO DA COBERTURA Cláusula

Leia mais

Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco

Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Seguro Coletivo de Pessoas Bradesco Condições Gerais Capítulo I Objetivo do Seguro.......................................... 3 Capítulo II Definições................................................. 3

Leia mais

Vida Protegida. Vida Protegida

Vida Protegida. Vida Protegida Vida 1. OBJETIVO DO SEGURO O presente Seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma Indenização ao (s) Beneficiário(s), na ocorrência de Eventos Cobertos pela(s) Cobertura(s) contratada(s), exceto

Leia mais

Condições Gerais Seguro de Pessoas - SulAmérica Você PMG. - Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente - IPA -

Condições Gerais Seguro de Pessoas - SulAmérica Você PMG. - Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente - IPA - Condições Gerais Seguro de Pessoas - SulAmérica Você PMG - Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente - IPA - Julho/2006 4L Índice 1. Do Objetivo do Seguro... 05 2. Das Definições... 05 3. Do Âmbito

Leia mais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO CONDIÇÕES GERAIS

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO CONDIÇÕES GERAIS SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO CONDIÇÕES GERAIS 1 ÍNDICE CONDIÇÕES GERAIS Conteúdo 1. Objetivo do seguro... 3 2. Definições... 3 3. Estipulante... 4 4. Cobertura do seguro... 5 5. Riscos excluídos...

Leia mais

SEGURO DE VIDA EM GRUPO CONDIÇÕES GERAIS

SEGURO DE VIDA EM GRUPO CONDIÇÕES GERAIS SEGURO DE VIDA EM GRUPO CONDIÇÕES GERAIS 1 ÍNDICE CONDIÇÕES GERAIS Conteúdo 1. Objetivo do seguro 2. Definições 3. Estipulante 4. Coberturas do seguro 5. Riscos excluídos 6. Âmbito geográfico de cobertura

Leia mais

Mais Tranquilidade Premiada

Mais Tranquilidade Premiada Mais Tranquilidade Premiada Manual do segurado PRODUTO MAIS TRANQUILIDADE PREMIADA MANUAL DO SEGURADO 1. OBJETIVO DO SEGURO O presente Seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma Indenização ao

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS RAMO 90. Seguro de Perda de Renda Processo SUSEP nº 15414.001852/2008-95

CONDIÇÕES GERAIS RAMO 90. Seguro de Perda de Renda Processo SUSEP nº 15414.001852/2008-95 CONDIÇÕES GERAIS RAMO 90 Seguro de Perda de Renda Processo SUSEP nº 15414.001852/2008-95 São Paulo SP Julho de 2011 ÍNDICE: 1. OBJETIVO... 3 2. DEFINIÇÕES... 3 3. COBERTURAS DO SEGURO... 4 4. RISCOS EXCLUÍDOS...

Leia mais

De Pai para Filho G2 PLANO DE PECÚLIO COM RESGATE PLANO V REGULAMENTO

De Pai para Filho G2 PLANO DE PECÚLIO COM RESGATE PLANO V REGULAMENTO De Pai para Filho G2 PLANO DE PECÚLIO COM RESGATE PLANO V REGULAMENTO (Aprovado pela Susep através do Processo Susep n.º 001-02392/88) TÍTULO I Do Objetivo do Plano O Plano de Pecúlio com Resgate, a seguir

Leia mais

SEGURO PRESTAMISTA CONDIÇÕES GERAIS

SEGURO PRESTAMISTA CONDIÇÕES GERAIS SEGURO PRESTAMISTA CONDIÇÕES GERAIS A Santander Seguros S/A, designada seguradora, e o proponente, aqui designado segurado, contratam o Seguro Prestamista, cujo estipulante é o BANCO SANTANDER S.A., nas

Leia mais

CERTIFICADO DE SEGURO TROCO DA SORTE

CERTIFICADO DE SEGURO TROCO DA SORTE CERTIFICADO DE SEGURO TROCO DA SORTE A Cardif do Brasil Vida e Previdência S.A., doravante denominada Seguradora e o BR Home Centers S/A., doravante denominada Estipulante, especificam nestas Condições

Leia mais

Nº Processo SUSEP: 10.003014/01-10 CONDIÇÕES GERAIS

Nº Processo SUSEP: 10.003014/01-10 CONDIÇÕES GERAIS CONDIÇÕES GERAIS CONDIÇÕES GERAIS DA APÓLICE DE RISCOS DIVERSOS CLÁUSULA 1ª - OBJETO DO SEGURO 1. O presente seguro tem por objetivo garantir, dentro dos limites da importância segurada, sob as "Condições

Leia mais

4. A ACEITAÇÃO DO SEGURO ESTARÁ SUJEITA À ANÁLISE DO RISCO.

4. A ACEITAÇÃO DO SEGURO ESTARÁ SUJEITA À ANÁLISE DO RISCO. 1. OBJETIVO DO SEGURO O presente seguro tem por objetivo garantir às pessoas físicas ou jurídicas que obtiverem financiamento de imóvel e/ou os bens imóveis vinculados ao Estipulante em garantia dos financiamentos

Leia mais

CERTIFICADO DE SEGURO SEGURO SORTE GRANDE CARREFOUR

CERTIFICADO DE SEGURO SEGURO SORTE GRANDE CARREFOUR CERTIFICADO DE SEGURO SEGURO SORTE GRANDE CARREFOUR A Cardif do Brasil Vida e Previdência S.A., doravante denominada Seguradora e o Carrefour Comércio e Indústria Ltda., doravante denominada Estipulante,

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PESSOAS COLETIVO PARA APÓLICES DE COBERTURAS POR EVENTOS ACIDENTAIS

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PESSOAS COLETIVO PARA APÓLICES DE COBERTURAS POR EVENTOS ACIDENTAIS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PESSOAS COLETIVO PARA APÓLICES DE COBERTURAS POR EVENTOS ACIDENTAIS 1. DEFINIÇÕES... 4 2. OBJETIVO DO SEGURO... 10 3. GARANTIAS DO SEGURO... 10 4. RISCOS EXCLUÍDOS... 10 5.

Leia mais

ÍNDICE GERAL A APRESENTAÇÃO B CONSIDERAÇÕES GERAIS C ANEXOS C.1 CONDIÇÕES GERAIS C.2 CONDIÇÕES ESPECIAIS C.3 CONDIÇÕES PARTICULARES

ÍNDICE GERAL A APRESENTAÇÃO B CONSIDERAÇÕES GERAIS C ANEXOS C.1 CONDIÇÕES GERAIS C.2 CONDIÇÕES ESPECIAIS C.3 CONDIÇÕES PARTICULARES MANUAL DO SEGURADO SEGURO FRANQUIA ZERO (Seguro de Complemento de Pagamento) USEBENS SEGUROS S/A CNPJ N. 09.180.505/0001-50 PROCESSO SUSEP Nº ÍNDICE GERAL A APRESENTAÇÃO B CONSIDERAÇÕES GERAIS C ANEXOS

Leia mais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL. Condições Especiais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL. Condições Especiais SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS INDIVIDUAL Condições Especiais Processo SUSEP 10.005473/99-33 0 ÍNDICE CLÁUSULA ADICIONAL DE INVALIDEZ PERMANENTE TOTAL OU PARCIAL POR ACIDENTE IPA 1. Objetivo do Seguro 2.

Leia mais

ABS Total Premiável Bradesco

ABS Total Premiável Bradesco 07/2006 ABS Total Premiável Bradesco Seguro de Vida em Grupo Registro do Produto na SUSEP: 15414.002170/2004-76 Versão Condições Gerais CAPÍTULO I OBJETIVO DO SEGURO Cláusula 1ª. Obedecidas as condições

Leia mais

Apresentamos as cláusulas contratuais que regem a APÓLICE DE SEGURO COMPREENSIVO HABITACIONAL, e estabelecem as suas normas de funcionamento.

Apresentamos as cláusulas contratuais que regem a APÓLICE DE SEGURO COMPREENSIVO HABITACIONAL, e estabelecem as suas normas de funcionamento. Cláusulas Contratuais Apresentamos as cláusulas contratuais que regem a APÓLICE DE SEGURO COMPREENSIVO HABITACIONAL, e estabelecem as suas normas de funcionamento. Para fins de garantia, serão consideradas

Leia mais

11 de fevereiro de 2010. DESEPE Nº 2010.02.1010/CE

11 de fevereiro de 2010. DESEPE Nº 2010.02.1010/CE 11 de fevereiro de 2010. DESEPE Nº 2010.02.1010/CE CONDIÇÕES PARTICULARES DO SEGURO DE VIDA EM GRUPO E ACIDENTES PESSOAIS CONVEÇÃO COLETIVA DO SINDICATO DOS CONCESSIONÁRIOS E DISTRIBUIDORES DE VEÍCULOS

Leia mais

SEGURO DE VIDA PRESTAMISTA OURO VIDA GARANTIA

SEGURO DE VIDA PRESTAMISTA OURO VIDA GARANTIA SEGURO DE VIDA PRESTAMISTA OURO VIDA GARANTIA Condições Gerais e Particulares Processo SUSEP Nº. 10.005464/99-42 1 OURO VIDA GARANTIA Reúne as Condições Gerais e Particulares referentes à Garantia Básica

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PESSOAS

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PESSOAS CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PESSOAS Metropolitan Life Seguros e Previdência Privada S.A. Í N D I C E 1. CARACTERÍSTICAS... 12 2. OBJETIVO... 12 3. DEFINIÇÕES... 12 4. CLÁUSULAS... 16 5. VIGÊNCIA E RENOVAÇÃO

Leia mais

Riscos Diversos 01.2007 Processo SUSEP. 10.003217/01-99

Riscos Diversos 01.2007 Processo SUSEP. 10.003217/01-99 CONDIÇÕES GERAIS SEGURO DE RISCOS DIVERSOS CLÁUSULA 1ª - OBJETO DO SEGURO 1. O presente seguro tem por objetivo garantir, dentro dos limites da importância segurada, sob as "Condições Gerais" a seguir

Leia mais

MANUAL DO SEGURADO SUPER PROTEÇÃO

MANUAL DO SEGURADO SUPER PROTEÇÃO MANUAL DO SEGURADO SUPER PROTEÇÃO 1. OBJETIVO DO SEGURO O presente Seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma Indenização ao (s) Beneficiário(s), na ocorrência de Eventos Cobertos pela(s) Cobertura(s)

Leia mais

SEGURO DE VIDA E ACIDENTES PESSOAIS

SEGURO DE VIDA E ACIDENTES PESSOAIS SEGURO DE VIDA E ACIDENTES PESSOAIS Condições Gerais Versão 2.1 CNPJ: 61.074.175/0001-38 Processo SUSEP Nº 15414.003123/2006-10 Condições Gerais Vida e Acidentes Pessoais V2.1 Processo SUSEP Nº 15414.003123/2006-10

Leia mais

CONDIÇÃO GERAL SEGURO DE GARANTIA ESTENDIDA ORIGINAL SUMÁRIO

CONDIÇÃO GERAL SEGURO DE GARANTIA ESTENDIDA ORIGINAL SUMÁRIO CONDIÇÃO GERAL SEGURO DE GARANTIA ESTENDIDA ORIGINAL SUMÁRIO 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 2 2. OBJETIVO DO SEGURO... 2 3. DEFINIÇÕES... 2 4. VIGÊNCIA... 5 5. GARANTIA... 5 6. EXCLUSÕES GERAIS... 5 7.

Leia mais

CONDIÇÃO GERAL SEGURO DE GARANTIA ESTENDIDA ORIGINAL SUMÁRIO

CONDIÇÃO GERAL SEGURO DE GARANTIA ESTENDIDA ORIGINAL SUMÁRIO CONDIÇÃO GERAL SEGURO DE GARANTIA ESTENDIDA ORIGINAL SUMÁRIO 1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES... 2 2. OBJETIVO DO SEGURO... 2 3. DEFINIÇÕES... 2 4. VIGÊNCIA... 5 5. GARANTIA... 5 6. EXCLUSÕES GERAIS... 5 7.

Leia mais

CIRCULAR SUSEP Nº 145, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2.000

CIRCULAR SUSEP Nº 145, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2.000 CIRCULAR SUSEP Nº 145, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2.000 Dispõe sobre a estruturação mínima das Condições Contratuais e das Notas Técnicas Atuariais dos Contratos exclusivamente de Seguros de Automóvel ou dos

Leia mais

2.2. Beneficiário: pessoa física ou jurídica designada para receber os valores dos capitais segurados na ocorrência do sinistro coberto.

2.2. Beneficiário: pessoa física ou jurídica designada para receber os valores dos capitais segurados na ocorrência do sinistro coberto. PARA OS CASOS NÃO PREVISTOS NESTAS CONDIÇÕES GERAIS, SERÃO APLICADAS AS LEIS QUE REGULAMENTAM OS SEGUROS NO BRASIL. O REGISTRO DESTE PLANO NA SUSEP NÃO IMPLICA, POR PARTE DA AUTARQUIA, INCENTIVO OU RECOMENDAÇÃO

Leia mais

CIRCULAR SUSEP Nº 145, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2000 Publicada no DOU de 09/11/2000 Dispõe sobre a estruturação mínima das Condições Contratuais e das

CIRCULAR SUSEP Nº 145, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2000 Publicada no DOU de 09/11/2000 Dispõe sobre a estruturação mínima das Condições Contratuais e das CIRCULAR SUSEP Nº 145, DE 07 DE NOVEMBRO DE 2000 Publicada no DOU de 09/11/2000 Dispõe sobre a estruturação mínima das Condições Contratuais e das Notas Técnicas Atuariais dos Contratos exclusivamente

Leia mais

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente Bem Total Versão Jun./11

CAPEMISA SEGURADORA DE VIDA E PREVIDÊNCIA S/A Manual do Cliente Bem Total Versão Jun./11 2 BEM TOTAL MANUAL DO CLIENTE Bem-vindo à CAPEMISA. Parabéns, você acaba de adquirir um produto garantido pela CAPEMISA Seguradora de Vida e Previdência que protege a sua família, caso algum imprevisto

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DE CARTÃO DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DE CARTÃO DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CONDIÇÕES GERAIS DO SEGURO DE PERDA, FURTO E ROUBO DE CARTÃO DISPOSIÇÕES PRELIMINARES A aceitação de seguro estará sujeita à analise do risco. O registro deste plano na SUSEP não implica, por parte da

Leia mais

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013.

RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 296, DE 2013. Dispõe sobre as regras e os critérios para operação do seguro de garantia estendida, quando da aquisição de

Leia mais

Seguro de Garantia Estendida Original

Seguro de Garantia Estendida Original Seguro de Garantia Estendida Original 2 Agradecemos por ter adquirido um Seguro de Garantia Estendida Original! Este folheto traz para você as principais informações e como você pode aproveitar melhor

Leia mais

SEGURO PRESTAMISTA DÍVIDA FAMILIAR CONDIÇÕES GERAIS. Índice

SEGURO PRESTAMISTA DÍVIDA FAMILIAR CONDIÇÕES GERAIS. Índice SEGURO PRESTAMISTA DÍVIDA FAMILIAR CONDIÇÕES GERAIS Índice 1. OBJETIVO DO SEGURO... 2 2. COBERTURas... 2 3. RISCOS EXCLUÍDOS... 3 4. ÂMBITO TERRITORIAL DAS COBERTURAS... 3 5. VIGÊNCIA DA APÓLICE MESTRA...

Leia mais

AUXILIADORA PREVIDÊNCIA

AUXILIADORA PREVIDÊNCIA REGULAMENTO PLANO INDIVIDUAL DE PECÚLIO POR MORTE DAS CARACTERÍSTICAS Art. 1º A AUXILIADORA PREVIDÊNCIA doravante denominada EAPC, institui o Plano de Pecúlio por Morte, estruturado no Regime Financeiro

Leia mais

CIRCULAR Nº 241, DE 9 DE JANEIRO DE 2004

CIRCULAR Nº 241, DE 9 DE JANEIRO DE 2004 Ministério da Fazenda Superintendência de Seguros Privados CIRCULAR Nº 241, DE 9 DE JANEIRO DE 2004 Dispõe sobre a estruturação mínima das condições contratuais e das notas técnicas atuariais dos contratos

Leia mais

Condições Gerais Seguro de Pessoas - SulAmérica Você Individual

Condições Gerais Seguro de Pessoas - SulAmérica Você Individual Condições Gerais Seguro de Pessoas - SulAmérica Você Individual - Morte Acidental - Produto 101 Outubro/2006 2A 2 Índice 1. Do Objetivo do Seguro... 05 2. Das Definições... 05 3. Do Âmbito Territorial

Leia mais

Vida Protegida. Vida Protegida

Vida Protegida. Vida Protegida Vida G 1. CARACTERÍSTICAS... 14 2. OBJETIVO... 14 3. DEFINIÇÕES... 14 4. COBERTURAS... 18 5. VIGÊNCIA E RENOVAÇÃO DO SEGURO... 20 6. ACEITAÇÃO DA PROPOSTA DE CONTRATAÇÃO... 22 7. ACEITAÇÃO DA PROPOSTA

Leia mais

DAS CARACTERÍSTICAS DO OBJETIVO

DAS CARACTERÍSTICAS DO OBJETIVO REGULAMENTO DO PECÚLIO INDIVIDUAL POR MORTE PROCESSO SUSEP N 15414.000797/2008-16 DAS CARACTERÍSTICAS Art. 1º - CAPEMISA Seguradora de Vida e Previdência S/A, doravante denominada CAPEMISA, institui o

Leia mais

Seguro Prestamista Condições Gerais

Seguro Prestamista Condições Gerais A Zurich Santander Brasil Seguros e Previdência S/A (atual denominação social da Santander Seguros S/A), designada seguradora, e o proponente, aqui designado segurado, contratam o Seguro Prestamista Cobertura,

Leia mais

Condições Gerais e Especiais. Plano de Seguro CARDIF Proteção Pessoal

Condições Gerais e Especiais. Plano de Seguro CARDIF Proteção Pessoal Condições Gerais e Especiais Plano de Seguro CARDIF Proteção Pessoal São Paulo SP maio de 2014 ÍNDICE: CONDIÇÕES GERAIS 1. OBJETIVO... 4 2. DEFINIÇÕES... 4 3. COBERTURAS DO SEGURO... 6 4. EXCLUSÕES GERAIS...

Leia mais

Condições Especiais. Cobertura de Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente. Processo SUSEP nº. 10.002766/00-19

Condições Especiais. Cobertura de Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente. Processo SUSEP nº. 10.002766/00-19 Condições Especiais Cobertura de Invalidez Permanente Total ou Parcial por Acidente Processo SUSEP nº. 10.002766/00-19 19 1. Objetivo do Seguro Esta Condição Especial integra as Condições Gerais do Plano

Leia mais

CONDIÇÕES ESPECIAIS PARA OS RISCOS DE DANOS FÍSICOS AOS IMÓVEIS

CONDIÇÕES ESPECIAIS PARA OS RISCOS DE DANOS FÍSICOS AOS IMÓVEIS SEGURO HABITACIONAL EM APÓLICES DE MERCADO DA ALLIANZ SEGUROS S. A. CONDIÇÕES ESPECIAIS PARA OS RISCOS DE DANOS FÍSICOS AOS IMÓVEIS A ALLIANZ SEGUROS S. A, com sede na Rua Luís Coelho, 26, Cerqueira Cesar,

Leia mais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO. Condições Especiais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO. Condições Especiais SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS COLETIVO Condições Especiais Processo SUSEP 10.005462/99-17 0 ÍNDICE CLÁUSULA ADICIONAL DE INVALIDEZ PERMANENTE TOTAL POR ACIDENTE IPTA 1. Objetivo do Seguro 2. Definições

Leia mais

BB SEGURO VIDA SEGURO DE VIDA EM GRUPO. Condições Gerais. Processo SUSEP Nº 15.414.002163/2004-74. Apólice nº 13.606

BB SEGURO VIDA SEGURO DE VIDA EM GRUPO. Condições Gerais. Processo SUSEP Nº 15.414.002163/2004-74. Apólice nº 13.606 BB SEGURO VIDA SEGURO DE VIDA EM GRUPO Condições Gerais Processo SUSEP Nº 15.414.002163/2004-74 Apólice nº 13.606 COMPANHIA DE SEGUROS ALIANÇA DO BRASIL CNPJ: 28.196.889/0001-43 ÍNDICE CONDIÇÕES GERAIS

Leia mais

APÓLICE Nº 853.169 SEGURO COLETIVO DE PESSOAS. Produto registrado na SUSEP sob o nº 15414.002914/2006-14

APÓLICE Nº 853.169 SEGURO COLETIVO DE PESSOAS. Produto registrado na SUSEP sob o nº 15414.002914/2006-14 APÓLICE Nº 853.169 SEGURO COLETIVO DE PESSOAS Produto registrado na SUSEP sob o nº 15414.002914/2006-14 Pelo presente instrumento particular, as partes, de um lado, SOCIEDADE IBGEANA DE ASSISTÊNCIA E SEGURIDADE

Leia mais

Seguro Prestamista Preço Fixo Seguro Prestamista Preço Fixo

Seguro Prestamista Preço Fixo Seguro Prestamista Preço Fixo Seguro Prestamista 5 Página 0 de 10 1. OBJETIVO DO SEGURO O objetivo do Seguro Prestamista é garantir, total ou parcialmente, o pagamento da dívida contraída ou compromisso assumido pelo Segurado, caso

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N o 267, de 21 de setembro de 2004.

CIRCULAR SUSEP N o 267, de 21 de setembro de 2004. CIRCULAR SUSEP N o 267, de 21 de setembro de 2004. Estabelece as regras de funcionamento e os critérios para operação do seguro de vida em grupo popular e disponibiliza, no site da SUSEP, suas condições

Leia mais

CIRCULAR SUSEP N o 241, de 9 de janeiro de 2004.

CIRCULAR SUSEP N o 241, de 9 de janeiro de 2004. CIRCULAR SUSEP N o 241, de 9 de janeiro de 2004. Dispõe sobre a estruturação mínima das condições contratuais e das notas técnicas atuariais dos contratos de seguros de automóvel, com inclusão ou não,

Leia mais

Condições Gerais Seguro de Pessoas - SulAmérica Você Individual

Condições Gerais Seguro de Pessoas - SulAmérica Você Individual Condições Gerais Seguro de Pessoas - SulAmérica Você Individual - Morte Acidental - Produto 101 Outubro/2006 2A 2 Índice 1. Do Objetivo do Seguro...05 2. Das Definições...05 3. Do Âmbito Territorial da

Leia mais

MANUAL DO SEGURO PROTEÇÃO PREMIADA AVISTA Você está recebendo/acessando o Resumo das Condições Gerais do Seguro Proteção Premiada Avista.

MANUAL DO SEGURO PROTEÇÃO PREMIADA AVISTA Você está recebendo/acessando o Resumo das Condições Gerais do Seguro Proteção Premiada Avista. MANUAL DO SEGURO PROTEÇÃO PREMIADA AVISTA Você está recebendo/acessando o Resumo das Condições Gerais do Seguro Proteção Premiada Avista. Aqui você vai encontrar informações sobre o plano contratado, coberturas

Leia mais

RESUMO DO PLANO DE SEGURO RENDA MAIS SEGURA

RESUMO DO PLANO DE SEGURO RENDA MAIS SEGURA RESUMO DO PLANO DE SEGURO RENDA MAIS SEGURA 1. OBJETIVO O presente Seguro tem por objetivo garantir o pagamento de uma indenização ao Segurado ou a seus Beneficiários, até o limite das respectivas importâncias

Leia mais

Condições Gerais Seguro de Pessoas - SulAmérica Você Individual

Condições Gerais Seguro de Pessoas - SulAmérica Você Individual Condições Gerais Seguro de Pessoas - SulAmérica Você Individual - Morte - Produto 101 Junho/2010 1A Índice 1. Do Objetivo do Seguro...05 2. Das Definições...05 3. Do Âmbito Territorial da Cobertura...09

Leia mais

O. Seguro de Pessoas artigo 757 e seguintes do Código Civil; diversas Regulamentações da SUSEP.

O. Seguro de Pessoas artigo 757 e seguintes do Código Civil; diversas Regulamentações da SUSEP. O. Seguro de Pessoas artigo 757 e seguintes do Código Civil; diversas Regulamentações da SUSEP. Na mesma esteira dos planos de previdência privada, é comum os contratos de seguro de pessoas conterem, juntos

Leia mais

ANEXO III PECÚLIO TAXA MÉDIA VERSÃO 03

ANEXO III PECÚLIO TAXA MÉDIA VERSÃO 03 ANEXO III PECÚLIO TAXA MÉDIA VERSÃO 03 REGULAMENTO PLANO INDIVIDUAL DE PECÚLIO POR MORTE TAXA MÉDIA Processo SUSEP 001-10931/79 GBOEX GRÊMIO BENEFICENTE CNPJ Nº 92.872.1000-0001-26 Associados que ingressaram

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS VIDA EM GRUPO PRESTAMISTA

CONDIÇÕES GERAIS VIDA EM GRUPO PRESTAMISTA CONDIÇÕES GERAIS VIDA EM GRUPO PRESTAMISTA Condições Gerais Capítulo I Objetivo do Seguro.......................................... 3 Capítulo II Definições.................................................

Leia mais