ILMO. SR. PRESIDENTE DA COMISSAO PERMANENTE DE LlCITAC;AO DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE PROCESSO N.D

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ILMO. SR. PRESIDENTE DA COMISSAO PERMANENTE DE LlCITAC;AO DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE PROCESSO N.D 50600."

Transcrição

1 ~ Rezende & Soster Ltda. CNPJ; / SRTVS 701 Conj. L Bl. I - Sobreloja 07 C. E. Assis Chateaubriand Brasilia/DF ILMO. SR. PRESIDENTE DA COMISSAO PERMANENTE DE LlCITAC;AO DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES - DNIT. n C) n r- I I,~. ~ ~ 2- PROCESSO N.D / ~ ~.-.- ~ I ~ ~ 2- ~ ~ m REZENDE E SOSTER L TDA., pessoa juridica de direito privado, inscrita no CNPJ no / , Inscric;ao Estadual no /001-07, estabelecida no SRTVS, Quadra 701, Conjunto L Bloco I Sobreloja 07, Centro Empresarial Assis Chateaubriand, Asa Sui, Brasilia, Oistrito Federal, licitante do certamente em cotejo, neste ato representado pelo seu procurador Senhor Wanderley Correa Peres Sobrinho brasileiro, solteiro, comerciante, residente no Sobradinho, Oistrito Federal, documento de identidade RG n SSP/OF, CPF no , vem, tempestivamente, a ilustre presen~ de V. Senhorias, apresentar IMPUGNACAO AO EDIT AL DO PREGAO ELETRCNICO N. 325//2006, pelas evidentes ilegalidades ali constantes, aduzindo as razoes de fato e de direito a seguir expendidas:

2 Rezende & Soster Ltda. CNPJ: / SRTVS 701 Conj. L BI. 1 - Sobreloja 07 C. E. Assis Chateaubriand Brasilia/DF 1. DA TEMPESTIVIDADE DA IMPUGNACAO DispOe clausula 78 do Edital assim como na Lei no /93, que "ate 2 (dois) dias uteis antes da data fixada para recebimento das propostas, qualquer pessoa podera impugnar 0 Edital, dirigir consultas destinadas a esclarecer questoes obscuras ou controversas e solicitar provid~ncias em rela~o ao ato convocat6rio". Considerando que foi designado 0 dia 14 de setembro do corrente ano, para a abertura do certame, as impugna~es ao edital podem ser apresentadas ate 0 dia 12 de setembro, data em que a impugnante manifesta sua indignac;ao com os termos do instrumento convocat6rio, portanto regular e tempestivamente. 2. DA IMPUGNACAO ESPECiFICA DO EDIT AL "Trata-se de licita~ao da modalidade menor pre~o, cujo 0 objeto do presente certame consiste na aquisi~ao de equipamentos de informatica devidamente instalados, sendo 8 (oito) unidades de Scanner, 8 (oito) unidades de Impressora Laser Colorida e 130 (cento e trinta) unidades de CAmera Digital, a serem fornecidos par empresa do ramo para 0 DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA- 2

3 Rezende & Soster Ltda. CNPJ; / SRTVS 701 Conj. L BI. I - Sobreloja 07 C. E. Assis Chateaubriand Brasnia/DF ESTRUTURA DE TRANSPORTES - DNIT, conforme especifica~es tecnicas constantes do presente Edital e seus Anexos. Em que pese a nao complexidade do objeto acima transcrito, 0 edital em cotejo, nos pontos a seguir relacionamos, faz exigencias que extrapolam os limites estabelecidos pels Lei n /93, comprometendo 0 carater competitivo do certame e cerceando a participa~o de algumas empresas em detrimento de outras, em clara afronta aos preceitos da legislac;ao supracitada. como a seguir sera demonstrado. 3. DO ANEXO I, item 8, SCANNER - ATESTADOS, IMPRESSORA - Garantia, Compatibilidade e Midias De acordo com os itens em comento, se requer na fase de habilitac;:ao que as licitantes apresentem declarayao do fabricante dos equipamentos e softwares acerca: atendimento das especifica<;;aes tecnicas exigidas, garantia da existencia de peyas e partes para reposiyao e que a licitante e revenda autorizada de seus produtos, bem como possui tecnicos de seu quadro de funcionarios capacitados pelo fabricante a instalar e configurar os produtos; declarayao do fabricante do equipamento, dando conhecimento dos termos do edital na questao de garantia e comprovando ser revenda autorizada, respectivamente, como pode ser observado a seguir: 8 - Descricoes do Equipamento -SCANNER - ATESTADOS: -Declaracao do fabricante dos equipamentos e softwares que os produtos ofertados pela licitante atendem completamente as especificacoes tecnicas exigidas; 3

4 Rezende &:. Soster Ltda. CNPJ: / SRTVS 701 Conj. L Bl. 1 - Sobreloja 07 C. E. Assis Chateaubriand Brasilia/DF - Declara~lo do fabrlcante dos equipamentos e softwares garantir a exist6ncia de partes e pe~as para reposi~lo, bem como para a expanslo ou atualiza~lo dos equipamentos, pelo periodo de 36 (trinta e seis) meses contados do recebimento definitivo dos produtos; - Atestado de capacidade tecnica que comprove que a licitante forneceu e instalou produtos compativeis com 0 objeto; - Declara~io do fabricante dos equipamentos declarando que a licitante e revenda autorizada de seus produtos, bem como possui tecnicos de seu quadro de funcionarios capacitados pelo fabricante a instalar, configurar bem como prestar suporte tecnico nos produtos. IMPRESSORA - LASER COLORIDA - Garantia, Compatibilidade e Midias - Declaracao do Fabricante do equipamento, dando conhecimento dos termos do Edital na questao de garantia e comprovando ser revenda autorizada. Das transcri~oes feitas, observa-se a viola~ao ao princrpio da razoabilidade, uma vez que restringe a participa~o de outras empresas, devido a polrtica dos fabricantes, ou seja, que fomece somente a licen~ as empresas com as quais tern contrato direto, deixando de fora as empresas distribuidoras e revendedoras, que podem distribuir assim como fornecer e operacionalizar softwares sem certidao ou declarayao do fabricante. 4

5 artigo 30, inciso II, in verbis. Rezende &. Soster Ltda. CNPJ: / SRTVS 701 Conj. L Sobreloja 07 C. E. Assis Chateaumand rasfIia/DF Vejamos 0 que prescreve a Lei no 8666/93, em leu Art.30. A documentac;:ao relativa a qualifica~ao tecnica limitar-se-a a: II - Comprova~ao de aptidao para desempenho de atividade pertinente e compativel em caracteristicas, quantidades e prazos com 0 objeto da licitac;ao, e indica~ao das instala~s e do aparelhamento e do pessoal tecnico adequados e disponiveis para a realizac;ao do objeto da licita~o, bem como da qualifica~ao de cada um dos membros da equipe tecnica que se responsabilizara pelos trabalhos.8 Evidentemente que nao se esta aqui a minimizar a necessidade real de atestar a capacidade anterior da Impugnante no que prescreve 0 objeto licitado. mas exigir que tal experi6ncia anterior tenha se dado em contrato com id6ntico objeto e quantidade, e exorbitar os limites legais, e comprometer 0 carater competitivo do processo licitat6rio. Sobretudo, quando a especificidade da exig6ncia e irrelevante para a aferic;ao da real capacidade tecnica das empresas licitantes. No sentido da Lei, a pertin6ncia e a compatibilidade de que tratam 0 dispositivo legal supracitado, guardam sinonimo com a semelhan~ necessaria, a garantir que as empresas interessadas tenham de fato experi6ncia anterior, capaz de atender as exig~ncias da Administra~o. Ainda nesse contexto, a definiyao feita quanta a carta de solidariedade do fabricante que a credenciada ou distribuidora esta autorizada a comercializar repercute em exigencia exarcebada do certame, que mais uma 'Jez, 5

6 Rezende &:. Soster Ltda. CNPJ: / J SRTVS 701 Conj. L BI. 1- Sobreloja 07 " C. E. Assis Chateaubriand Brasilia/DF ;- incorre na viola~o ao Princrpio da Competitividade. ExcecSo a essa rears seria a exdressa iustificativa DO'Darle da AdministrscSo Que tal definicso fosse necessaria a aarsntia da execucao do contrato. bem como ao atendimento do interesse Dublico. 0 Que in casu. n o oco~u. Da empresa licitante e permitido exigir a comprova~o de capacidade tecnico-profissional, atestados par 6rgaos publicos ou privados, e ate mesmo a comprova~o de experiencia anterior em contratos com semelhante objeto, sendo, todavia ilegal a imposi~o de limites que restrinjam a participayao na licita~o, e, par conseguinte 0 carater competitivo do certame. Pelas razoes expendidas, e amplamente fundamentadas, requer a revisao dos itens em cotejo, para exclusao das exig~ncias consoantes a clausula 1.19, OUTROS REQUISITOS. 0 pr6prio E. Tribunal de Canas da Uniao tern considerado indevida a exig~ncia de declara~ao do fabricante ou revendedor como condi~ao de habilita~ao, como se depreende da Decisao n 486/ Plenario (Ata n 23/2000), que cantero determina~ao no sentido de que as entidades envolvidas nao incluissem lib exigencia, como condi~ao de habilita~ao, de declaracao de co-resdonsabilidade do fabricante do Droduto ofertado. par falta de amparo legal, alem de constituir uma clausula restritiva do carater competitivo das licita~c5es, par nao set, em principia, uma condi~ao indispensavel a garantia do cumprimento das obriga~c5es advindas dos contratos a serem ce/ebrados (cf. art. 3, par. 1, inciso I, da Lei n /93, e art. 37, inciso XXI, parte final, da Constitui~ao Federal". Nesta mesma esteira vem se posicionando nosso Tribunal de Contas do Distrito Federal, como pode ser observado nas decis~s proferidas nas representar;oes propostas por licitantes no bojo do processo licitat6rio: Processo n.o 2.529/00 Informa~ao no 131/00

7 Rezende & Soster Ltda. CNPJ: / SRTVS 701 Conj. L Bl. 1- Sobreloja 07 C. E. Assis Chateaubriand Brasllia/DF Origem: Secretaria de Saude. SES Assunto: Exame de Edita/ de UcJta~jo Ementa: Concorrencia n.o 049/ Secretaria de Saude. Aquisi~ao de medicamentos. /nsubsistencias e omissoes verificadas no Edita/. Determina~oes e recomenda~oes saneadoras. Reinicio do procedimento /icitat6rio FALHAS OBSERVADAS (..., Item 5.2, i2 - exig~ncia de decla~1o do fabricant~ do( s) produto(s) cotado(s), credenciando a Distribuidora a parlicipar da licita9 o. Afronta 0 principia da competitividade, conforme entendimento, par analogia, delineado no Relat6rio que ensejou a Decisao no /99, Processo no 2.394/99 (fls. 12 e 31/36); CONCLUSOES E SUGESTOES Dos fatos expedidos, SaD re/evantes, pois podem restringir 0 car~ter competitivo da /icita<;so, OS constantes nos subitens: , , 4.3, 5.2, "d"; e 5.2, i2 do Edita/ examinado, comportando determina<;so a Jurisdicionada. Uma vez que a referida Jurisdicionada processa centenas de /icitayc5es- por exemp/o, ja sad 50 (cinquenta) as conco~ncias e nao mends 0 numero de lambdas de preyos e de convites, neste exercicio - em nome da raciona/idade, as determina<;oes e recomendayc5es podem ser extensivas ads certames em curso ou em preparay o, para as revisoes e COffe<;Oes dos desvios. Ante 0 exposto, sugere-se ao egregio Tribuna/: ". determinar a SESlDF, com base no disposto no art. 113 da Lei 8.666/93, devendo 0 Tribunal ser comunicado do saneamento das falhas, no prazo de 15 (quinze) dias, que proceda 8S seguintes COffey6eS, inclusive em outros alas convocat6rios em curso, se for 0 caso: '...) I e) Item 5.2, i2 - exclua exigencia de 4dec1ara9So do fabricante do(s) produto(s) cotado(s), credenciando a Distribuidora a parlicipar da licita9~o, pais afronta 0 princfpio da competitividade, conforme entendimento, por analogia, delineado no relat6rio que ensejou a Decis~o no , Processo no ; 1

8 onvergencia Rezende & Saster Ltda. CNPJ: / SRTVS 701 Conj. L BI. 1 - Sobreloja 07 C. E. Assis Chatcaubriand Brasilia/DF Processo n.o 2.394/99 no Origem: Assunto: Re/atorio da Insp~ao Funda~ao Educacional do Distrito Federal Representa~ao Ementa: Representa~ao n.o 22/99-3a PIMP do Ministerio publico junto ao Tribunal. Argiii~ao de ilegalidade do item do Edital de Tomada de Pre~os n.o 005l99-FEDF. Inspe~ao na Entidade. Procedencia da Representa~ao. I/egalidade e afronta ao principia da competitividade exigir do participante da licita~ao declara~ao do fabricante~ comprometendo-se a fornecer pe~as e suprimentos. Adotar outras medidas para salvaguardar 0 patrim6nio publico. Senhor Diretor, Cuidam os autos da Representar;fJo no 22/99-3a PIMP da lauds do Ministerio Publico que StUB junto ao Tribunal, versando sobre a lega/idade de exig~ncia contida no Edital de Ucitar; o da Tomada de Prer;os no 005/99 - FEDF ("s ). 11- ESCLARECIMENTOS PRESTADOS 9. Do Edital de Tomada de prer;os no 005/99-FEDF, demands-se a Lega/idade do item , que assim se consubstancia: Apresentar declarar;ao fomecida pelo fabricante, com firma reconhecida, comprometendo-se a fomecer pet;as e suprimentos originais pelo per/odd mlnimo de 03 (t~s) anos, tis Parquet representante posiciona-se com 0 seguinte entendimento: (...) 3. Preocupa-nos a vincula~ao que tents se estabelecer entre 0 licitante e 0 fabricante, que podera, em alguns casas, eleger 0 distribuidor que Ihe aprouver, recusando 0 fomecimento da dec/ara~ao ads demais. 4. A exig~ncia, portanto, restringe a competitividade do certame. 5. A/em disso, atentos a principia da legalidade, observamos que nenhum fabricante e obrigado a fomecer tal declara~so, 0 que s6 paderia ser exigida mediante lei formal. 6. Mesmo gem a dec/ara~so, podera 0 fornecedor, talvez mais eficiente na sua tarefa diutuma de reduzir custos, oferecer pre~os mais acessfveis que os fornecedores ditos oficiais ou autorizados. Sabre a tsse essjncia da discussao - exiajncfa dos /icitantes de.dec/aracao do fabricante. de Que este aaranta a fabricacao de SUDrimentos e insumos necessarios ao funcionamento dos eauidamentos e adarelhos - 0 exdosto nos "" 13 e 14 de Der si nao deixa duvida sabre a ileaa/idade e inexeqiiibi/idade dessa exiajncia. Ora. a incidir-se na hidotese anunciada no " 13. afrontado estaria 0 orincidio da comoetitividade. Dreceituado no art. 3. " 1. I. da Lei 8.666/93. 8

9 Rezende & Soster Ltda. CNPJ: / SRTVS 701 Conj. L Bl. 1- Sobreloja 07 C. E. Assis Chateaubriand Brasilia/DF Incorrer-se na situacao erauida no 14. desfiaurada estaria a natureza siqnalaamatica do aiuste Que se desenhava. Dois se estabelecia entre a administracao e 0 fornecedor e nao alcancava 0 fabricante. Destalte. imdossivel e estabe/ecer-se QualQuer vinculacao deste ao DTOcesso. De obselvar-se. entendimento similar auanto a exiaencia de venia do fabricante oars stender a determinada exiaencia do edital de licitacao. Dostulou este Tribunal nos autos do Processo n.o 3581/98. Sessao Extraordinaria ReselVada n.o 125. de 15 de iunho de Decisao n.o itens 1/1 e IV. b. tis Ante 0 exposto, sugere-se ao egregio plenario: I. tomar conhecimento do resultado da Inspe9 0 realizada na Funda9Bo Educacional do Distrito Federal para obter elementos adicionais 8 instru9 0 da Representay-Ao n.o 22/99-38 PIMP do Ministerio Publico junto ao Tribunal; II. considerar procedente aduzida Representar;~o; III. considerar irregular e contrario ads princfpios da competitividade e da legalidade, preceituados no art. 30, caput, e 1, inciso I, da Lei 8.666/93, 0 disposto no item do Edital de Tomada de Pr~os n.o 005l99-FEDF; IV. determinar a FEDF que, em futuras licitayoes, procure Quiros meios para garantir as peyas e os suprimentos necessarios ao funcionamento dos equipamentos e aparelhos que adquirir, de acordo com 0 horizonte temporal cabfvel, de fonna a evitar restrir;.o ao carater competitivo do certame licitat6rio; A priori, cum pre destacar que a denomina~ao "declara~ao do fabricante ou revendedor" geralmente refere-se ao documento firmado pelo fornecedor e pelo fabricante com 0 objetivo de estabelecer responsabilidade reciproca sabre 0 bem a ser fomecido. 0 art. 15, inciso III, da Lei n 8.666/93 e claro quando aduz que as compras efetuadas pela Administrac;ao, sempre que possivel, deverao submeter-se as condi~oes de aquisic;ao e pagamento semelhantes as do setor privado. 9

10 Rezende &; Soster Ltda. CNPJ: / SRTVS 701 Conj. L BI. 1 - Sobreloja 07 C. E. Assis Chateaubriand Brasilia/OF Alem do dispositivo precitado, 0 art. 54 da mesma lei determina que os contratos administrativos devam ser regulados par suss clausulas e pelos preceitos de direito publico, aplicando-se supletivamente os princfpios da teoria geral dos contratos e as disposi~oes de direito privado. Assim, devem ser aplicadas aos contratos administrativos as regras do C6diao de Defesa do Consumidor, bem como as demais disposiyoes de direito privado, no que couber e 0 que nao atentar as normas de direito publico. 0 C6diao de Defesa do Consumidor (CDC). especificamente em seu art. 18. e claro ao estabelecer resdonsabilidade solidaria do fabricante e do fornecedor de Drodutos. 0 cue torna desnecessario 0 pedido. por parte da Administracao. de declaracao de solidariedade. Dois a Lei ia determina cue exista essa solidariedade. Alias, 0 art. 3 do COC preceitua que "fomecedor e toda a pessoa ffsica ou jurfdica. publica ou privada. nacional ou estrangeira. rem como os entes despersonalizados. que desenvolvem atividades de produ~ao, montagem, cria~ao. constru~ao. transformac;ao, importa~ao. exporta~ao, distribui~ao ou comercializa~o de produtos ou presta~o de servi~s". Como a resdonsabilidade e solidaria oars 0 CDC. em rears. nao existe diferenca entre 0 fomecedor e a fabricante. Destaque-se que a parte final do inciso XXI do art. 37 da Constitui~o da Republica dispae que 0 processo de licita~o publica "somente cerrnitira as exia~ncias de aualificacao tecnica e economics indisoensaveis a aarantia do cumorimento das obriaacoes". Em decorr~ncia, 0 art. 27 da Lei no 8.666/93 preceitua que para fins de habilita<;ao exigir-se-a dos interessados, exclusivamente, documenta~o relativa a habilitacao jurldica, a qualifica~o tecnica, a qualificac;:ao economico-financeira, a regularidade fiscal e a prova de cumprimento do disposto no inciso XXXIII do art. 7 da Constitui<;ao Federal. 10

11 Rezende &; Soster Ltda. CNPJ: /~1-80 SRTVS 701 Conj. L BI. 1 - Sobreloja 07 C. E. Assis Chateaubriand Brasilia/OF Ainda, em complementac;ao, os artigos 28 a 31 apontam os documentos aptos a serem exigidos para demonstrar a regularidade em rela~o a essas situayoes. Entao, interpretando sistematicamente os dispositivos ora em comento, impoe-se a conclusao de que aqueles sac os unicos documentos passfveis de serem solicitados para a habilita~ao em certame licitat6rio. Corrobora esse entendimento 0 Tribunal de Contas da Unilo, na Decislo no 523/97, de , publicada no DOU no 167, de , que determinou a obrigatoriedade de a Administra~lo Publica, para fins de habilita~lo, aterse ao rol dos documentos dos arts. 27 a 31 da Lei no 8.666/93, nlo sendo licito exigir nenhum outro documento que nlo esteja ali elencado. Desta rte, considerando que a declara~ao do fabricante ou revendedor nao integra a reda~o dos referidos dispositivos. nao se vislumbra a possibilidade de sua exigancia. Alias, 0 pedido desse docurnento consiste ern exig~ncia ilegal, urna vez que 0 art. 3D, 1, inciso I, da Lei n 8.666/93 deterrnina que seja vedado aos agentes publicos prever, no ato convocat6rio, clausula Que seia impertinente ou irrelevante Dara 0 esdecifico obieto do contrato. Par tim, pondere-se que a relac;:ao existente entre 0 fabricante e 0 comerciante podera consistir em um contrato de comcra e venda. em um contrato de recresentacao comercial, etc., 0 Qual se reaeri Dor rearas do direito civil ou do direito comercial. dedendendo do cabo. Assim. nao hi como a Administracao interferir diretamente nessa relacao. Dois nesse caso ela simdlesmente e tida como mero consumidor. Assim sendo, verificada esta a ilegalidade da exig!ncia contida no item ora impugnado, par absoluta faits de amparo legal, e par implicar em restric;ao ao carater competitivo do certame, violando assim 0 disposto na Lei no 8.666/93 e na Constituic;ao Federal. 11

12 Rezende & Soster Uda. CNPJ: / SRTVS 701 Conj. L Bl. 1 - Sobreloja 07 C. E. Assis Chateaubriand Brasllia/DF Par todos os fundamentos aqui ja expostos, resta evidente que a intenc;ao do edital nao esta em consonancia com 0 "esprrito. da Lei, tal qual seria 0 contrato. Assim como os fundamentos expendidos quanta ao ponto anterior, a pr6pria lei geral dog contratos, eo C6digo de Defesa do Consumidor, preveem 0 liame de responsabilidade entre 0 comprador eo fornecedor, que sera estabelecido par meio de instrumento particular sabre 0 qual a Administra~ao nao possui qualquer ingerencia. da Lei n 8.666/93: Insta destacar nesse momento, que reza artigo 3, "A /icita~ao destina-se a garantir a observancia do principia constituciona/ da isonomia e a se/ecionar a proposta mais vantajosa para a Administra~ao e sera processada e ju/gada e estrita conformidade com os principios basicos da /ega/idade, da impessoa/idade da mora/idade, da igualdade, da pub/icidade, da probidade administrativa, da vincu/a~ao ao instrumento convocat6rio, do ju/gamento objetivo e dos que /he sao carre/alas. 1 E veda do aos agentes publicos: 1- admitir, prever, incluir ou to/erar, nos alas de convoca~ao, clausulas ou condi~c5es que comprometam, restrinjam ou frustrem 0 seu carater competitivo e estabe/e~am 12 ~

13 Rezende & Soster Ltda. CNPJ: / SRTVS 701 Conj. L BI. 1 - Sobreloja 07 C. E. Assis Chateaubriand Brasilia/DF preferencias ou distin~6es em razjo da natura/idade, da sede ou domici/io dos /icitantes ou de qualquer outra circunst~ncia impettinente ou irrelevante para 0 especifico objeto do contrato. 1/- Omissis De acordo com a li~o do Ilustrissimo Professor Carlos Pinto Coelho Motta, "seguramente 0 art. 3 e 0 dispositivo mais importante da Lei, pais conceitua 0 procedimento licitat6rio, reafirma parametros eticos e estabelece seu objetivo" (Eficacia nas Licita90es & Contratos, p. 77, Ed. Del Rey, 10 ed., 2005). 0 dispositivo legal supracitado e de fato de sums importancia par dar 0 norte, a diretriz a todo procedimento licitatorio, especialmente no que tange aos elementos eticos que devem estar presentes em todo 0 processo. Dentre esses elementos, erigidos ao patamar de principia constitucional, estso a isonomia e a impessoalidade, ou seja, nso ha como se fazer constar do instrumento convocatorio do certame exig!ncias que estabele~m tratamento desigual entre os participantes, e que antecipadamente escolham, dentre urn universo bem major de empresas, aquelas que devam concorrer, sob pens de nulidade de todo processo par violayso frontal a legislayso aplicavel. Nesse contexto de parcialidade, pessoalidade e tratamento nao isonomico, esta a exig!ncia disposta no item , Do ANEXO I, que prev! a apresenta9ao de carta de solidariedade do fabricante autorizando a participa9ao da licitante, bem como a garantia ofertada, especial mente porque os fabricantes devem dar autorizac;ao para a licitante poder fornecer e operacionalizar, razao pela qual, impoese a reavaliac;ao do edital, para excluir do seu texto a referida exig!ncia. 13

14 Rezende & Soster Ltda. CNPJ: / SRTVS 701 Conj. L Sobreloja 07 C. E. Assis Chateaubriand Brasilia/DF A Lei no 8.666/93 esgota nos artigos 27 a 31, a rela~ao de documentos que podem ser exigidos na fase de habilitac;ao, e no rol taxativo em comento, nao ha qualquer men~ao a necessidade de apresenta~ao da rela~ao de tecnicos ja nessa fase do certame. Curnpre salientar Binda, que 0 certarne tern par objeto a aquisi~ao dos equiparnentos descritos no Anexo I do edital, e 0 respectivo suporte tecnico, operacionaliza~ao. Insistir nessas exigencias, como criteria de classifica~ao e habilitayao, seria exorbitar as hip6teses legais, e comprometer 0 carater competitivo do processo licitat6rio, mais uma vez, privilegiando a participayao de empresas de major porte, razao pela qual, impoe-se a modifica~ao desse item do edital. 8 - Descri~oes do Equipamento -SCANNER ATESTADOS: -Declaracio do fabricante dos equipamentos e softwares que os produtos ofertados pela licitante atendem completamente as especifica~oes tecnicas exigidas; - Declaracio do fabricante dos equipamentos e softwares garantir a existencia de partes e pe~as para reposi~io, bem como para a expansio atualiza~io dos equipamentos, pelo periodo de 36 (trinta e seis) meses contados do recebimento definitivo dos produtos; - Atestado de cadacidade tecnica que com prove que a licitante forneceu e instalou produtos compativeis com 0 objeto; ou 14

15 Rezende & Soster Ltda. CNPJ: / SRTVS 701 Conj. L Bl. 1 - Sobreloja 07 C. E. Assis Chateaubriand Brasllia/DF - Declaracio do fabricante dos equipamentos declarando que a licitante e revenda autorizada de seus produtos. bem como possui tecnicos de seu quadro de funcionarios capacitados pelo fabricante a instalar. configurar bem como prestar suporte tecnico nos produtos. - IMPRESSORA - LASER COLORIDA - Garantia, Compatibilidade e Midias. Declaracao do Fabricante do equipamento, dando conhecimento dos termos do Edital na questao de garantia e comprovando ser revenda autorizada. edital salte mais aos olhos da Impugnante. Esse talvez sejam os pontos em que a ilegalidade do Para as empresas que trabalham no segmento de informatica, mais precisamente com loca9ao e vendas de equipamentos e servi90s para 6rgao publicos, ha a constante busca pelos equipamentos e servi90s de melhor qualidade, mas de pre90 competitivo e que atendam 0 disposto no artigo 3, da Lei no /93, no que diz respeito a escolha mais vantajosa para a Administra9aO. Nao ha como se falar em major afronta ao DrinC/Dio da livre conco"encia do Que 0 evidenciado nos item sudracitado. 0 carater comoetitivo do ceriame restara observado aden as entre as emdresas de Grande rorie. caso nao seia acolhida a Dresente imduanacao. uma vez Que todas as demais DariiciDantes. assim como a ImDuanante. figaro exclufdas do Drocesso em razao da deza"azoada. in6cua e restritiva exiaencia. 15 \

16 Rezende & Soster Ltda. CNPJ: / SRTVS 701 Conj. L BI. 1- Sobrcloja 07 C. E. Assis Chateaubriand Brasilia/DF N o ha como se estabe/ecer a livre conco~ncia entre as emoresas Que n o s o fabricantes de seus oroorios orodutos. como a /mouanante. e ague/as Que s o fabricantes dos eauioamentos. e Que estar o na disouta direta oe/o obieto do cerlame. A condic o estabe/ecida e esoecffica dessas emoresas. Que cerlamente n o ir o fomecer concoffentes diretos. os documentos gue s6 e/as mesmo oossuem. A Lei de Licita~oes e bem clara ao determinar que as exigencias feitas pelo 6rgao nao Dossam ir alem dos limites do necessaria a boa execu~ao do servi~o a ser contratado, vedando qualquer disposi~ao que iniba ou impe~a a participac;ao na licita~ao. Repita-se que a exigencia como esta colocada tern somente 0 escopo de restringir a partjcipa~ao de major numero de empresas no certame, uma vez que nao ha no edital nenhuma justificativa que ampare a exigencia, no sentido de que ela garante a excelencia dos produtos e servi~os contratados. A imposic;ao do edital incorre nas vedayoes insertas nos dispositivos legais supra transcrito, e viola 0 principia constitucional da igualdade, previsto no art. 37, XXI da CF, que assegura igualdade de condic;aes a todos os concorrentes. A igualdade contemplada pelo principia significa que a AdministrayaO deve possibilitar que todos os concorrentes participem da licitac;ao em igualdade de condiyoes, sem que a nenhum seja oferecida vantagem nao extensiva a outro. Atendido esse principia, contempla-se tambem princrpio da impessoalidade, uma vez que, dispensado tratamento igualitario aos participantes, aos mesmos estara sendo conferido tratamento impessoal. Apenas a titulo de argumenta~o, na hip6tese de justificativa plausfvel para tao especifico requisito, a mesma deveria constar de forma expressa no edital, a fim de afastar qualquer duvida sabre a lisura do processo licitat6rio. 16

17 Rezende & Saster Ltda. CNPJ: / SRTVS 701 Conj. L BI. 1- Sobreloja 07 C. E. Assis Chateaubriand Brasllia/DF Cumpre 0 TRIBUNAL DE JUST/CA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITORIOS, na qualidade de Administra~ao a competitividade Publica, permitir entre os interessados, que e essencial ao pr6prio instituto da licita~ao. 0 principia da probidade administrativa, assim como os demais aplicaveis ao instituto, deve nortear a atividade da Administra~ao, que neste caso deve fer como interesse precipuo promover a sele~ao mais acertada possivel, 0 que s6 sera possivel com a participa~ao em iguais condi~oes de todos os interessados. Os pontos do edital que aqui sac objeto de impugna9ao estao a impedir a participac;ao em iguais condic;aes das empresas interessadas, implicando em ilegalidade do instrumento convocat6rio e viola9ao frontal aos princfpios constitucionais da igualdade, impessoalidade e competitividade, privilegiando algumas empresas em detrimento de outras. 3. DO PEDIDO Par todo 0 exposto, requer a esta Ilustre Comissao: 1. Seja acolhida a presente impugna~ao, com a conseqoente declara~ao de nulidade do edital, nos pontos ora impugnados, nos termos da fundamenta~ao supra, para excluir do instrumento convocatorio 0 item indicado, a fim de assegurar 0 carater competitivo e a lisura do certame; 2. A divulga~ao das modifica~oes pela mesma forma em que se deu 0 texto original 3. A reabertura de todos os prazos inicialmente previstos. 17

18 Neste termos, Rezende &. SOster Ltda. CNPJ: / SRTVS 701 Conj. L BI. 1 Sobreloja 07 C. E. Assis Chateaumand BrasOia/DF Pede deferimento. Brasrlia, 12 de setembro de , /,~/~~:::::~~:?;~ ~~~~~~~~~ : Rezende e Soster Ltd.. CNPJ ne, 07,421,648/

do distribuidor, apresentando carta de solidariedade do fabricante Para o distribuidor.l

do distribuidor, apresentando carta de solidariedade do fabricante Para o distribuidor.l AO DEPARTAMENTO NAOONAL DE INFRA-UTURA COMI$ÃO PERMANENTE DE um AÇÃO An. LUSlVALOO RIBEIRO DE TRANSPORTFS Prezado Senhor: VILA RICA INFORMÁnCA LTDA, pessoa juridica de direito privado, devidamente inscrita

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL. Ilmº Senhor HENRIQUE MARTINS FARIAS Gerente de Administração Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil CAU/BR

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL. Ilmº Senhor HENRIQUE MARTINS FARIAS Gerente de Administração Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil CAU/BR Ilmº Senhor HENRIQUE MARTINS FARIAS Gerente de Administração Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil CAU/BR REF.: Pregão Eletrônico nº 019/2015 A empresa Cabral Consultoria em Recursos Humanos Ltda,

Leia mais

AO MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES

AO MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES AO MINISTERIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES EDITAl DE PREGAO PRESENCIAl N.2 560/2006 PROCESSO No 50600.009694/2006-33 DATA: 07/12/2006 Horario de abel1ura: 14:30

Leia mais

,, Ilustrissimo Senhor Presidente da Comissao Permanente de Licitac;ao do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes - DNIT.

,, Ilustrissimo Senhor Presidente da Comissao Permanente de Licitac;ao do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes - DNIT. -- " 1St) 9001:2000.,, Ilustrissimo Senhor Presidente da Comissao Permanente de Licitac;ao do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes - DNIT. s 1. i.5 t..oj Ị. i -I Co) Co) DELTA Engenharia

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO

IMPUGNAÇÃO AO INSTRUMENTO CONVOCATÓRIO ILUSTRÍSSIMO SENHOR ABDIAS DA SILVA OLIVEIRA DESIGNADO PREGOEIRO PARA O PREGÃO ELETRÔNICO Nº 4/2015 DO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR PREGÃO ELETRÔNICO: 4/2015 COQUEIRO &

Leia mais

RAZOES DA SOLICITAÇÃO/IMPUGNAÇÃO

RAZOES DA SOLICITAÇÃO/IMPUGNAÇÃO RAZOES DA SOLICITAÇÃO/IMPUGNAÇÃO As solicitações das Declarações e Especificações Técnicas 01 DO OBJETO (pagina 01 do Edital) Locação de impressoras multifuncionais novas (comprovadamente, com o máximo

Leia mais

A ILUSTRÍSSIMA SENHORA SHEILA BATISTA DOS SANTOS PREGOEIRA DA PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO CENTRAL DE COMPRAS

A ILUSTRÍSSIMA SENHORA SHEILA BATISTA DOS SANTOS PREGOEIRA DA PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO CENTRAL DE COMPRAS A ILUSTRÍSSIMA SENHORA SHEILA BATISTA DOS SANTOS PREGOEIRA DA PREFEITURA MUNICIPAL DE VILA VELHA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO CENTRAL DE COMPRAS C.C.P TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO ESPITIRO SANTO

Leia mais

PREGÃO PRESENCIAL N 07/2011-PR/PB PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Nº 3

PREGÃO PRESENCIAL N 07/2011-PR/PB PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Nº 3 MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República na Paraíba PREGÃO PRESENCIAL N 07/2011-PR/PB PEDIDO DE ESCLARECIMENTO Nº 3 Referência: Processo n.º 1.24.000.001591/2011-14. Interessado: OMEGATI COMÉRCIO

Leia mais

IMPUGNAÇÃO DE EDITAL DE LICITAÇÃO

IMPUGNAÇÃO DE EDITAL DE LICITAÇÃO São Paulo, 02 de abril de 2012 Ao Ministério do Trabalho e Emprego Senhor Pregoeiro Referência Assunto : Pregão Eletrônico N 10/2012 MTE : Impugnação IMPUGNAÇÃO DE EDITAL DE LICITAÇÃO PCS SERVIÇOS DE PROCESSAMENTO

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - DNIT JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO RAZÕES: JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Nº.

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - DNIT JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO RAZÕES: JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Nº. SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - DNIT JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO FEITO: IMPUGNAÇÃO ADMINISTRATIVA REFERÊNCIA: EDITAL Nº. 0026/2014 RAZÕES: JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Nº. 0026/2014

Leia mais

AO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO

AO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO AO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO REF: PREGÃO ELETRÔNICO No 1512007 DATA: 26.03.07 LASER TONER DO BRASIL LTDA, inscrita no CNPJ sob o n003.474.684/0001-51, com sede em Belo HorizontelMG,

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES INSPETORIA 2 DIVISÃO 5

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES INSPETORIA 2 DIVISÃO 5 TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE CONTROLE DE LICITAÇÕES E CONTRATAÇÕES INSPETORIA 2 DIVISÃO 5 PROCESSO RPL 06/00331939 UNIDADE GESTORA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA - SEF INTERESSADO

Leia mais

À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS.

À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS. Ao PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO À SRA. ÁUREA COUTENS DE MENEZES, DIRETORA DA SECRETARIA DE LICITAÇÕES E CONTRATOS. Ao SR. PREGOEIRO. PROCESSO LICITATÓRIO TRT/DSAA/029/2014 PREGÃO

Leia mais

ILUSTRÍSSIMA SENHORA ANA PAULA BORGES

ILUSTRÍSSIMA SENHORA ANA PAULA BORGES ILUSTRÍSSIMA SENHORA ANA PAULA BORGES DE MORAIS PREGOEIRA DA COORDENADORIA MUNICIPAL DE LICITAÇÕES - EDITAL DE PREGÃO ELETRÔNICO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS N 047/2015 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 07.01511/2015

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS Pregão Eletrônico n. 36/2015 P&P TURISMO LTDA ME, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob

Leia mais

Pedido de Impugnação nº 01 Pregão Eletrônico nº 07/2013

Pedido de Impugnação nº 01 Pregão Eletrônico nº 07/2013 Pedido de Impugnação nº 01 Pregão Eletrônico nº 07/2013 Solicitação: ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO EDITAL DE PREGÃO

Leia mais

WEGH Assessoria e Logística Internacional Ltda.

WEGH Assessoria e Logística Internacional Ltda. ILMO. SR. DR. PREGOEIRO DO PREGÃO ELETRÔNICO N. 79/2012 DA FUNDAÇÃO DE APOIO A PESQUISA E A EXTENSAO - FAPEX Pregão Eletrônico nº 79/2012 WEGH ASSESSORIA E LOGISTICA INTERNACIONAL LTDA, com sede na Rua

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO Pregão Presencial nº: 003/2009-UNEMAT. Processo Administrativo Unemat nº 007/2009-CPL. Processo Administrativo SAD Nº 340.148/2009/SAD. Referência: Pregão Presencial para a Locação

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL ILMO EXCELENTISSIMO SR. ALCEU RICARDO SWAROWSKI PREFEITO MUNICIPAL DO MUNICIPIO DE RIO NEGRO DO ESTADO DO PARANÁ REFERENTE: PREGÃO PRESENCIAL Nº 117/2010 IMPUGNAÇÃO AO EDITAL A empresa STERMAX PRODUTOS

Leia mais

2. A recorrente pede vênia para ressaltar que a exigência dos itens 3.2.1, afrontam contra o caráter competitivo da licitação.

2. A recorrente pede vênia para ressaltar que a exigência dos itens 3.2.1, afrontam contra o caráter competitivo da licitação. AO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE ASSUNTOS ADMINISTRATIVOS PREGÃO ELETRÔNICO N. 11/2007 PROCESSO Nº. 23000.000318/2007-71 A/C: PREGOEIRO SR. SEVERINO BATISTA DE ALMEIDA JR.

Leia mais

ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS

ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS ILUSTRÍSSIMA SENHORA PREGOEIRA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS REF. Pregão Eletrônico Sistema de Registro de Preços 002/2012, sediada a Rua Vicentina Coutinho Camargos,

Leia mais

DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011

DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011 DECISÃO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL PREGÃO PRESENCIAL Nº 05/2011 Impugnação ao edital da licitação em epígrafe, proposta por NORTH SEGURANÇA LTDA, mediante protocolo nº 2011/004806, datado de 06/09/2011. 1

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DE PREGAO Nº 25/2013

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DE PREGAO Nº 25/2013 Ao SAE-SERVIÇO AUTONOMO DE ÁGUA E ESGOTO DE SOROCABA/SP Att. Pregoeiro Oficial e Equipe de Apoio Assunto: Impugnação do Edital do Processo Administrativo nº 1.497/13 Modalidade PREGAO ELETRÔNICO nº 25/2013

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA, DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARANÁ E DO SERVIÇO NACIONAL DE APREDIZAGEM INDUSTRIAL, DEPARATMENTO REGIONAL DO PARANÁ.

Leia mais

EXMO SENHOR PREGOEIRO DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS

EXMO SENHOR PREGOEIRO DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS 1 EXMO SENHOR PREGOEIRO DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAZONAS PREGÃO ELETRÔNICO Nº. 30/2011 PROCESSO Nº. 23042.000448/2011-01 M. DO ESPIRITO

Leia mais

Ao ILMO. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO/SECRETARIA EXECUTIVA/SUBSECRETARIA DE ASSUSNTOS ADMINISTRATIVOS.

Ao ILMO. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO/SECRETARIA EXECUTIVA/SUBSECRETARIA DE ASSUSNTOS ADMINISTRATIVOS. Ao ILMO. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO/SECRETARIA EXECUTIVA/SUBSECRETARIA DE ASSUSNTOS ADMINISTRATIVOS. Sr. Sandoval Luiz de Souza Referência: Pregão N.º 06/2006 VOETUR CARGAS E ENCOMENDAS LTDA.,

Leia mais

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL PREGÃO PRESENCIAL 008/2015 ASSUNTO:

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL PREGÃO PRESENCIAL 008/2015 ASSUNTO: SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL PREGÃO PRESENCIAL 008/2015 ASSUNTO: Impugnação ao Edital oferecida pela empresa QATIVE TECNOLOGIA E EVENTOS LTDA. DECISÃO DA COMISSÃO PERMANENTE

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS

TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS TRIBUNAL DE JUSTIÇA MILITAR DO ESTADO DE MINAS GERAIS Belo Horizonte, 19 de outubro de 2015. ASSUNTO: ENCAMINHAMENTO AO PRESIDENTE: DECISÃO DA PREGOEIRA EM RELAÇÃO AO RECURSO ADMINISTRATIVO APRESENTADO

Leia mais

Em razão da impugnação apresentada, informo:

Em razão da impugnação apresentada, informo: Proc. nº. 892/2010-GO Pregão Eletrônico nº. 27/2014 Prezado Licitante, Em razão da impugnação apresentada, informo: A empresa BRILHANTE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO LTDA-EPP apresentou, em 30/09/2014, pedido

Leia mais

TUXON SOLUÇÕES EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO LTDA ME

TUXON SOLUÇÕES EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO LTDA ME ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO MARCOS RODRIGO LIMA DO NASCIMENTO GOMES DO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2015 DO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 04/2014 TUXON SOLUÇÕES EM TECNOLOGIA

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DIREITOS HUMANOS E PARTICIPAÇÃO POPULAR VIVA CIDADÃO

ESTADO DO MARANHÃO SECRETARIA DE ESTADO DE DIREITOS HUMANOS E PARTICIPAÇÃO POPULAR VIVA CIDADÃO Folha nº Processo nº Rubrica: Matrícula: Processo n.º 148030/2015 Assunto: Análise do pedido de impugnação do Edital do Pregão nº 13/2015 referente à contratação de empresa especializada na aquisição e

Leia mais

JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO Nº 02 SESECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DO TOCANTINS COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO

JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO Nº 02 SESECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DO TOCANTINS COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO Nº 02 SESECRETARIA DA FAZENDA DO ESTADO DO TOCANTINS COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO Referência: Pregão Eletrônico n 001/2013 Processo Administrativo n : 2012/2508/0000017 1. Cuida-se

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR ELMO VAZ BASTOS DE MATOS, PRESIDENTE DA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DOS VALES DO SÃO FRANCISCO E DO PARNAÍBA CODEVASF.

ILUSTRÍSSIMO SENHOR ELMO VAZ BASTOS DE MATOS, PRESIDENTE DA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DOS VALES DO SÃO FRANCISCO E DO PARNAÍBA CODEVASF. ILUSTRÍSSIMO SENHOR ELMO VAZ BASTOS DE MATOS, PRESIDENTE DA COMPANHIA DE DESENVOLVIMENTO DOS VALES DO SÃO FRANCISCO E DO PARNAÍBA CODEVASF. PROCESSO Nº 59500.000938/2014-45 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 27/2014

Leia mais

ILMO. SR. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

ILMO. SR. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ILMO. SR. PREGOEIRO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Referente ao Edital Pregão Eletrônico nº 35/2009. Oktech Soluções Ltda., pessoa jurídica de direito privado, com sede na Av. Tancredo Neves, 1632, loja 40,

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO Pregão Presencial nº: 003/2009-UNEMAT. Processo Administrativo Unemat nº 007/2009-CPL. Processo Administrativo SAD Nº 340.148/2009/SAD. Referência: Pregão Presencial para a Locação

Leia mais

Dentemed Equipamentos Odontológicos ltda. CNPJ: 07.897.039/0001-00 INSC. EST.: 001.005.921-0010 PREFEITURA MUNICIPAL DE CARBONITA PREGOEIRA

Dentemed Equipamentos Odontológicos ltda. CNPJ: 07.897.039/0001-00 INSC. EST.: 001.005.921-0010 PREFEITURA MUNICIPAL DE CARBONITA PREGOEIRA PREFEITURA MUNICIPAL DE CARBONITA PREGOEIRA REFERENTE: PREGÃO PRESENCIAL N 021/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º 043/2014 DENTEMED EQUIPAMENTOS ODONTOLÓGICOS LTDA., pessoa jurídica de direito privado, inscrita

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DA DIRETORIA DE GESTÃO INTERNA CONTROLADORIA GERAL DA UNIÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA.

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DA DIRETORIA DE GESTÃO INTERNA CONTROLADORIA GERAL DA UNIÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DA DIRETORIA DE GESTÃO INTERNA CONTROLADORIA GERAL DA UNIÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA. Referente à impugnação aos termos do Edital do Pregão Eletrônico nº 22/2012 PROCESSO

Leia mais

ptonto. EXCELENTíSSIMO(A) SENHOR(A) PREGOEIRO(A) DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO.

ptonto. EXCELENTíSSIMO(A) SENHOR(A) PREGOEIRO(A) DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. EXCELENTíSSIMO(A) SENHOR(A) PREGOEIRO(A) DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. Referências: Pregão Eletrônico no74/2014 FRANCISCA MARQUES DE LIMA - EIRELI - ME, pessoa jurídica de direito

Leia mais

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO PROCESSO N.º 006/2011 (RETIFICADO) PREGÃO PRESENCIAL N.º 006/2011

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO PROCESSO N.º 006/2011 (RETIFICADO) PREGÃO PRESENCIAL N.º 006/2011 RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO PROCESSO N.º 006/2011 (RETIFICADO) PREGÃO PRESENCIAL N.º 006/2011 A empresa Serttel Ltda., interessada em participar da licitação indicada em epígrafe, apresentou impugnação ao instrumento

Leia mais

Ata de julgamento de Impugnação ao Pregão Eletrônico AA 37/2007

Ata de julgamento de Impugnação ao Pregão Eletrônico AA 37/2007 Ata de julgamento de Impugnação ao Pregão Eletrônico AA 37/2007 COMBRAS ENGENHARIA LTDA. apresentou Impugnação ao Edital do Pregão Eletrônico AA nº 37/2007, que tem por objeto a contratação de empresa

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO OFICIAL E DOUTA COMISSÃO JULGADORA PREFEITURA MUNICIPAL DE BAURU-SP

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO OFICIAL E DOUTA COMISSÃO JULGADORA PREFEITURA MUNICIPAL DE BAURU-SP ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO OFICIAL E DOUTA COMISSÃO JULGADORA PREFEITURA MUNICIPAL DE BAURU-SP SP. Ilustre Pregoeiro Oficial e Presidente da Comissão Permanente de Licitação. Ref.: Pregão Eletrônico

Leia mais

Caráter excepcional da indicação de marca em edital

Caráter excepcional da indicação de marca em edital RELATORA: CONSELHEIRA ADRIENE ANDRADE Caráter excepcional da indicação de marca em edital DICOM TCEMG EMENTA: CONSULTA PRESIDENTE DE CÂMARA MUNICIPAL ELABORAÇÃO DE EDITAL DE LICITAÇÃO ESPECIFICAÇÃO DO

Leia mais

Referência: Impugnação ao Edital do Pregão Presencial nº. 17/2006

Referência: Impugnação ao Edital do Pregão Presencial nº. 17/2006 1/6 Processo: A 06/166 Interessado: Gerência Administrativa Assunto: Aquisição de Toner Referência: Impugnação ao Edital do Pregão Presencial nº. 17/2006 A empresa JDM dos Anjos Cartuchos ME, inscrita

Leia mais

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Presencial nº. 18/2007

Apreciação de Recurso Administrativo Pregão Presencial nº. 18/2007 Processo: A 07/204 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Contratação de empresa especializada para a prestação de serviços em implementação de windows server 2003 enterprise, active directory,

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO Ref.: Pregão Eletrônico N 096/2015 A PORTAL TURISMO E SERVIÇOS LTDA EPP, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ

Leia mais

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009

RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009 RESPOSTA A RECURSO ADMINISTRATIVO CONCORRÊNCIA N 006/2009 Trata-se de procedimento licitatório, modalidade Concorrência, cujo objeto é a contratação de empresa do ramo da construção civil para execução

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANÁLISE DO PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANÁLISE DO PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MJ - DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL COORDENAÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO ANÁLISE DO PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO Brasília DF, 03 de agosto de 2010. Ref.: Pregão Eletrônico nº 06/2010

Leia mais

A Empresa SPRINK SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO LTDA. interpõe tempestivamente impugnação ao Edital de Pregão supra referenciado pelos motivos a seguir:

A Empresa SPRINK SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO LTDA. interpõe tempestivamente impugnação ao Edital de Pregão supra referenciado pelos motivos a seguir: PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Referência: Pregão nº 17/2009 Processo: 1.00.000.000102/2009-16, Fase: Impugnação de Edital A Empresa SPRINK SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO LTDA.

Leia mais

À CPRM COMPANHIA DE PESQUISA DE RECURSOS MINERAIS (SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL SEDE RJ)

À CPRM COMPANHIA DE PESQUISA DE RECURSOS MINERAIS (SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL SEDE RJ) À CPRM COMPANHIA DE PESQUISA DE RECURSOS MINERAIS (SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL SEDE RJ) LEVIT COMÉRCIO, IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO DE PRODUTOS TECNOLÓGICOS LTDA, pessoa jurídica de direito privado, devidamente

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE RONDONIA.

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE RONDONIA. ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE RONDONIA. PREGÃO PRESENCIAL Nº. 007/2010 A TCI BPO TECNOLOGIA, CONHECIMENTO E INFORMAÇÃO S/A, com sede na BR 101 Norte KM 13, S/N, Paratibe,

Leia mais

II - EDITAL NÃO MENCIONA O TIPO DE MATERIAL QUE AS ENGRENAGENS E PENTES RASPADORES DEVERÃO SER FEITOS

II - EDITAL NÃO MENCIONA O TIPO DE MATERIAL QUE AS ENGRENAGENS E PENTES RASPADORES DEVERÃO SER FEITOS AO ILMO. SR. PREGOEIRO DA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇAÕ DA SECRETARIA GERAL DA PRESIDENCIA DA REPUBLICA PREGÃO PRESENCIAL Nº PE 129/2014 ITEM 01 FRAGMENTADORAS DE PAPEL. CASA DAS FRAGMENTADORAS COMÉRCIO

Leia mais

SERVITEC.COM. R. da CONCEIÇÃO PINTO - ME

SERVITEC.COM. R. da CONCEIÇÃO PINTO - ME Ao INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO CENTRAL DE COMPRAS E LICITAÇÕES CECOM PROCESSO: 23411.000905/2014-57 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 29/2014 Endereço: Rua Voluntários

Leia mais

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO AO EDITAL APRESENTADA PELA EMPRESA HOT REFEIÇÕES COLETIVAS

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO AO EDITAL APRESENTADA PELA EMPRESA HOT REFEIÇÕES COLETIVAS RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO AO EDITAL APRESENTADA PELA EMPRESA HOT REFEIÇÕES COLETIVAS PROCESSO LICITATÓRIO Nº. 092/2015 (PREGÃO PRESENCIAL) ASSUNTO: IMPUGNAÇÃO AO EDITAL APRESENTADA EM 22/07/2015 ENVIADO NO

Leia mais

Decisão do Pregoeiro n.º 25 /2007-SLC/ANEEL. Em 12 de dezembro de 2007.

Decisão do Pregoeiro n.º 25 /2007-SLC/ANEEL. Em 12 de dezembro de 2007. Decisão do Pregoeiro n.º 25 /2007-SLC/ANEEL Em 12 de dezembro de 2007. Processo: Processo nº 48500.006284/2007-18 Licitação: Pregão Eletrônico nº 77/2007 Ementa: Análise da IMPUGNAÇÃO AO EDITAL apresentada

Leia mais

ILUSTRISSÍMO SENHOR PREGOEIRO OFICIAL DO CONSELHO REGIONAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL DA 8º REGIÃO. Edital pregão eletrônico nº 008/2014

ILUSTRISSÍMO SENHOR PREGOEIRO OFICIAL DO CONSELHO REGIONAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL DA 8º REGIÃO. Edital pregão eletrônico nº 008/2014 ILUSTRISSÍMO SENHOR PREGOEIRO OFICIAL DO CONSELHO REGIONAL DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL DA 8º REGIÃO. Edital pregão eletrônico nº 008/2014 FEACONSPAR - FEDERAÇÃO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE

Leia mais

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO

SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Referência: Processo n.º 0.00.002.001198/2014-32 Edital do Pregão Eletrônico nº 43/2014 Contratação de serviços técnicos continuados de operação do sistema de automação, remanejamento e instalação de equipamentos

Leia mais

PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 007.02144/2013 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 004/2014 SRP Nº 003/2014

PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 007.02144/2013 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 004/2014 SRP Nº 003/2014 PROCESSO ADMINISTRATIVO Nº 007.02144/2013 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 004/2014 SRP Nº 003/2014 A empresa ACRONET CORPORATIVO COMÉRCIO E SERVIÇOS EIRELI-ME, Pessoa Jurídica de Direito Privado, inscrita no CNPJ

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES - CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE.

EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES - CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) PRESIDENTE DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÕES - CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE. AO CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE CPL - Comissão Permanente de Licitação SAS Quadra

Leia mais

A cláusula editalícia em questão é ilegal, pois fere a norma estampada no 1º do art. 3º, da Lei 8.666/93. Senão vejamos.

A cláusula editalícia em questão é ilegal, pois fere a norma estampada no 1º do art. 3º, da Lei 8.666/93. Senão vejamos. A/C: Sra. Pregoeira Taina Zanchet Ref: Pregão Presencial 001/2011 Assunto: Pedido de impugnação de edital A CBDS Companhia Brasileira de Desenvolvimento de Software vem por meio desta, apresentar suas

Leia mais

PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO Referência: Concorrência nº 01/2012 Fase: Resultado da análise das propostas técnicas Sr. Secretário de Administração, RBM PROPAGANDA E COMUNICAÇÃO LTDA empresa devidamente estabelecida na CLN 309, Bloco

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES REF.: PREGÃO, NA FORMA ELETRÔNICA, Nº.

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES REF.: PREGÃO, NA FORMA ELETRÔNICA, Nº. ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES REF.: PREGÃO, NA FORMA ELETRÔNICA, Nº. 048/2014 DNIT PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS, pessoa jurídica de

Leia mais

EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial

EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO. Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial EXCELENTÍSSIMA SENHORA PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DE SÃO PAULO Pregão Presencial nº. 003/2008 Objeto: Prestação de Serviço de Manutenção Predial EMENTA: AUSÊNCIA DE COMPROVAÇÃO ECONÔMICO-FINANCEIRA

Leia mais

..., respeitosamente, à presença do CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO - CNPQ, por seu representante legal, inconformada, data vênia, com a especificação contida nos Itens 1.0

Leia mais

JULGAMENTO SOBRE IMPUGNAÇÃO. e Distribuição Eireli ME e Enterprise Comércio e Soluções em TI Ltda EPP, ora

JULGAMENTO SOBRE IMPUGNAÇÃO. e Distribuição Eireli ME e Enterprise Comércio e Soluções em TI Ltda EPP, ora Processo: nº 43404/2015-7 Objeto: Aquisição de Equipamentos de TI. Modalidade: Pregão Eletrônico 09/2015 JULGAMENTO SOBRE IMPUGNAÇÃO Cuida-se de reposta ao Pedido de Impugnação ao Edital interposto pelas

Leia mais

INTELIG TELECOMUNICAÇÕES LTDA

INTELIG TELECOMUNICAÇÕES LTDA ILMO (A). SR.(A) PREGOEIRO (A) DA COMISSÃO DE LICITAÇÃO DO MINISTÉRIO DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO-GERAL DE RE URSOS LOGÍSTICOS

Leia mais

Qualificação técnica. A documentação relativa à qualificação técnica limita-se a:

Qualificação técnica. A documentação relativa à qualificação técnica limita-se a: Observe, quando da contratação de empresas para realização de obras e/ou prestação de serviços, o disposto na Lei 8.212/91, que determina a exigência da Certidão Negativa de Débito da empresa na contratação

Leia mais

A ILUSTRÍSSIMA SENHORA CLAUDIA CRUVINEL MARQUES SANTIAGO PREGOEIRA DA PREFEITURA DE RIO VERDE GO

A ILUSTRÍSSIMA SENHORA CLAUDIA CRUVINEL MARQUES SANTIAGO PREGOEIRA DA PREFEITURA DE RIO VERDE GO A ILUSTRÍSSIMA SENHORA CLAUDIA CRUVINEL MARQUES SANTIAGO PREGOEIRA DA PREFEITURA DE RIO VERDE GO C.C.P TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIAS - OUVIDORIA@TCE.GO.GOV.BR PREGÃO PRESENCIAL SRP Nº 037/2015

Leia mais

Ilustríssima Senhora Norma Jeane Garcia Pregoeira Pregão Eletrônico Registro de Preços n. 02/2009 MTE

Ilustríssima Senhora Norma Jeane Garcia Pregoeira Pregão Eletrônico Registro de Preços n. 02/2009 MTE Ilustríssima Senhora Norma Jeane Garcia Pregoeira Pregão Eletrônico Registro de Preços n. 02/2009 MTE NCT INFORMÁTICA LTDA., pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 03.017.428/0001-35,

Leia mais

JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO

JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO Referência: Licitação Concorrência Técnica e Preço Processo Administrativo n : 21221.001621/2012-28 1. Cuida-se de reposta ao Pedido de Impugnação ao Edital interposto pela Sociedade

Leia mais

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 070/2015 PREGÃO Nº 022/2015

ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 070/2015 PREGÃO Nº 022/2015 ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº 070/2015 PREGÃO Nº 022/2015 Aos dezesseis dias do mês de julho de 2015, na sede da Coordenadoria Executiva de Licitações, localizada à Avenida Brahim Antônio Seder, nº 34 /

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS

ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS ATA DE JULGAMENTO DOS RECURSOS REFERENTE AO PRESENCIAL PARA REGISTRO DE PREÇOS N.º 1119/2013 CPL 04, pelo regime de menor preço por lote. Cujo objeto é Contratação de empresa para prestação de serviços

Leia mais

ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2011

ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2011 ATA DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO AA Nº 27/2011 Aos treze dias do mês de julho de 2011, reuniram-se a Pregoeira e os membros integrantes da Equipe de Apoio para análise e julgamento

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS. Pedido de Esclarecimento cumulado com Impugnação de Edital

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS. Pedido de Esclarecimento cumulado com Impugnação de Edital ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO TOCANTINS Pedido de Esclarecimento cumulado com Impugnação de Edital PREGÃO PRESENCIAL N 34/2014 PROCESSO TCE/TP N 14.002685-1 Pedido de

Leia mais

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANA IFPR PR. Ref: Pregão Eletrônico N. 68/2013

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANA IFPR PR. Ref: Pregão Eletrônico N. 68/2013 ILUSTRÍSSIMO SENHOR PREGOEIRO DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANA IFPR PR Ref: Pregão Eletrônico N. 68/2013 OI S.A, com sede na Cidade do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, na Rua do Lavradio, 71, 2º

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE MINAS GERAIS AUTARQUIA CRIADA PELA LEI Nº 4.769, DE 09/09/1965

CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO DE MINAS GERAIS AUTARQUIA CRIADA PELA LEI Nº 4.769, DE 09/09/1965 COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO Referência : Processo n.º 6/2014 Carta Convite nº 01/2014 Ementa: Análise do recurso administrativo apresentado pela licitante Borges 2 Borges Consultoria e Treinamento

Leia mais

Regional nos Estados de Rondonia e Acre

Regional nos Estados de Rondonia e Acre DECISAO N.Q 001/2012 DE IMPUGNACAO AO EDITAL PROCESSO n.q50622.000760/2011-39. REFERENCIA: CONCORRENCIA PUBLICA n.q0006/12-22 OBJETO: Sele~ao de empresa para Execu~ao dos servi~os de Manuten~ao (Conserva~ao/Recupera~ao)

Leia mais

DECISÃO DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DAS RAZÕES DO IMPUGNANTE

DECISÃO DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL DAS RAZÕES DO IMPUGNANTE Pregão Eletrônico 002/2012-SRP. DECISÃO DE JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Aos vinte dias do mês de agosto de 2012, horas, reuniram-se a Pregoeira, os Integrantes da Equipe de Apoio e o Responsável

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO. Recorrida: HITACHI KOKUSAI LINEAR EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS S/A.

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO. Recorrida: HITACHI KOKUSAI LINEAR EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS S/A. PROCESSO: 0366/2012 PREGÃO ELETRÔNICO: Nº 001/2012 JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO EMENTA: Recurso interposto contra o Pregão Eletrônico nº 001/2012 (AQUISIÇÃO DO SISTEMA DE TRANSMISSÃO DIGITAL EM

Leia mais

Impugnação apresentada pela Promotional

Impugnação apresentada pela Promotional Impugnação apresentada pela Promotional PROMOTIONAL TRAVEL VIAGENS E TURISMO LTDA, pessoa jurídica dedireito privado, inscrita no CNPJ sob o nº 40.434.458/0001-73, situada à Rua São José nº 90, Salas 1505/06/07/08,

Leia mais

MINISTÉRIO DOS mansportes DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE mansportes DIRETORIA GERAL ASSESSORIA DE CADASTRO E LICITAçõES

MINISTÉRIO DOS mansportes DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE mansportes DIRETORIA GERAL ASSESSORIA DE CADASTRO E LICITAçõES MINISTÉRIO DOS mansportes DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE mansportes DIRETORIA GERAL ASSESSORIA DE CADASTRO E LICITAçõES RESPOSTAIMPUGNAÇÃO EDITAL 247/2004-00/DNIT A EMPRESA G6 SISTEMA DE SERViÇOS

Leia mais

Segue abaixo respostas aos questionamentos efetuados: Para fins de definição dos serviços de migração, gentileza nos informar:

Segue abaixo respostas aos questionamentos efetuados: Para fins de definição dos serviços de migração, gentileza nos informar: Prezada Zilene, Segue abaixo respostas aos questionamentos efetuados: Questionamento 01 O edital solicita: O fornecimento dos produtos integrantes do do LOTE 3 compreende os serviços de migração dos dados

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Jesus Comissão de Licitação

Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Jesus Comissão de Licitação PROCESSO LICITATÓRIO PREGÃO PRESENCIAL nº 001/2015 IMPUGNAÇÃO AO EDITAL IMPUGNANTE: POSTO JOEIRANA LTDA Advogado: Gustavo L. de A. Cardoso (OAB/BA 17.485) Advogada: Naiara Barbosa Bastos (OAB/BA 40.094)

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO Gabinete do Conselheiro Robson Marinho

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO Gabinete do Conselheiro Robson Marinho Segunda Câmara Sessão: 19/2/2013 01 TC-014557/026/10 - INSTRUMENTOS CONTRATUAIS Contratante: Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo - SABESP. Contratada: VS Telecom Ltda. Autoridade(s) Responsável(is)

Leia mais

Tribunal de Contas da União. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII

Tribunal de Contas da União. Assunto: Representação. Colegiado: Plenário. Classe: Classe VII Tribunal de Contas da União Assunto: Representação Colegiado: Plenário Classe: Classe VII Sumário: Representação formulada com base no art. 113 da Lei nº 8.666/93 contra possíveis irregularidades em tomada

Leia mais

Processo: 0504/2011 Solicitante: DIRIN Assunto: Aquisição de bens de informática para esta Casa de Leis

Processo: 0504/2011 Solicitante: DIRIN Assunto: Aquisição de bens de informática para esta Casa de Leis Processo: 0504/2011 Solicitante: DIRIN Assunto: Aquisição de bens de informática para esta Casa de Leis DESPACHO/DIRIN/ 004/2011 Atendendo solicitação de esclarecimento (C.I 033 e 034/CPL) quanto aos pedidos

Leia mais

Recorrente: Uzeda Comércio e Serviços Ltda CNPJ: 02.491.558/0001-42

Recorrente: Uzeda Comércio e Serviços Ltda CNPJ: 02.491.558/0001-42 São Paulo, 27 de janeiro de 2015. Resposta à Defesa Prévia Recorrente: Uzeda Comércio e Serviços Ltda CNPJ: 02.491.558/0001-42 Referente: Processo Administrativo nº 098/2014 Pregão Eletrônico nº 076/2014

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL. Pregão Eletrônico n. 04/2013 Ministério dos Tran sportes.

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL. Pregão Eletrônico n. 04/2013 Ministério dos Tran sportes. IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Pregão Eletrônico n. 04/2013 Ministério dos Tran sportes. Impugnante: VIVO S/A A (o) Sr. (a) Pregoeiro do Ministério dos Transportes, VIVO S. A., sociedade anônima inscrita no CNPJ

Leia mais

FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Contratação de Empresa Especializada na Prestação de Serviços de Limpeza na Sede da FAPESP

FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Contratação de Empresa Especializada na Prestação de Serviços de Limpeza na Sede da FAPESP 1 Processo: A 06/018 Interessado: Assunto: Gerência Administrativa Contratação de Empresa Especializada na Prestação de Serviços de Limpeza na Sede da FAPESP Referência: Impugnação ao Edital do Pregão

Leia mais

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL CONCORRÊNCIA 011/2014 ASSUNTO: Impugnação oferecida pela empresa RECORDS PROPAGANDA

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL CONCORRÊNCIA 011/2014 ASSUNTO: Impugnação oferecida pela empresa RECORDS PROPAGANDA SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL CONCORRÊNCIA 011/2014 ASSUNTO: Impugnação oferecida pela empresa RECORDS PROPAGANDA DECISÃO DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO A empresa

Leia mais

Fortalecimento do mercado interno. Isonomia tratar iguais como iguais e

Fortalecimento do mercado interno. Isonomia tratar iguais como iguais e COMPRAS GOVERNAMENTAIS COMO POLÍTICA INDUTORA DO DESENVOLVIMENTO LOCAL José Lusmá (Poty) jsantos@tce.pb.gov.br br Fortalecimento do mercado interno (competição); Isonomia tratar iguais como iguais e diferentes

Leia mais

Conforme previsto no item VIII do edital de Pregão nº 44/2009, apresentamos nosso pedido de esclarecimentos sobre a licitação, conforme segue:

Conforme previsto no item VIII do edital de Pregão nº 44/2009, apresentamos nosso pedido de esclarecimentos sobre a licitação, conforme segue: Quanto aos questionamentos apresentados pela empresa LORENO, passamos a responder o seguinte: Conforme previsto no item VIII do edital de Pregão nº 44/2009, apresentamos nosso pedido de esclarecimentos

Leia mais

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO. Ementa. Das alegações da Impugnante.

RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO. Ementa. Das alegações da Impugnante. RESPOSTA À IMPUGNAÇÃO Processo: Pregão Presencial n.º 132/2015 Objeto: contratação de empresa especializada para prestação de serviços de preparação, conferência, digitalização e indexação de processos,

Leia mais

JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL

JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL PREGÃO PRESENCIAL: 063/2015 JULGAMENTO DE IMPUGNAÇÃO DE EDITAL OBJETO: Aquisição de equipamentos, sistemas, serviços e outros itens necessários à implantação do gerenciamento eletrônico da freqüência dos

Leia mais

ILMOS. SRS. MEMBROS DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. At. Secretaria Executiva Subsecretaria de Assuntos Administrativos

ILMOS. SRS. MEMBROS DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. At. Secretaria Executiva Subsecretaria de Assuntos Administrativos ILMOS. SRS. MEMBROS DA COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO At. Secretaria Executiva Subsecretaria de Assuntos Administrativos Tomada de Preços nº 03/2006 ELEVADORES ATLAS SCHINDLER

Leia mais

RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO

RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO RELATÓRIO DE INSTRUÇÃO DE RECURSO ADMINISTRATIVO De: Para: Assunto: Pregoeira e Equipe de Apoio Superintendente de Suporte Administrativo de Manaus - SUMN Instrução de Recurso Administrativo Referente:

Leia mais

Impugnação. A EDUTÉCNICA INTERDIDA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EDUCACIONAIS LTDA. Sito a Rua

Impugnação. A EDUTÉCNICA INTERDIDA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EDUCACIONAIS LTDA. Sito a Rua A FIEP SENAI PR Comissão de Licitação Processo nº. 8143/2012. EDITAL DE CONCORRÊNCIA PÚBLICA SENAI-PR Nº. 002/2013 Pres. da Comissão de Licitação Avenida Cândido de Abreu, nº. 200, Centro Cívico, Cep:

Leia mais

EMPRESA MUNICIPAL DE INFORMÁTICA S/A IPLANRIO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ESCLARECIMENTO PROCESSO 01.300.180/2012 PE 0266/2012

EMPRESA MUNICIPAL DE INFORMÁTICA S/A IPLANRIO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ESCLARECIMENTO PROCESSO 01.300.180/2012 PE 0266/2012 EMPRESA MUNICIPAL DE INFORMÁTICA S/A IPLANRIO COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO ESCLARECIMENTO PROCESSO 01.300.180/2012 PE 0266/2012 Trata-se de impugnações interpostas pelas licitantes abaixo relacionadas,

Leia mais

TRIBUNAL PLENO SESSÃO DE 11/09/2013 SECÇÃO MUNICIPAL EXAME PRÉVIO DE EDITAL. Representante: Vanderleia Silva Melo Advogada OAB/SP nº 293.

TRIBUNAL PLENO SESSÃO DE 11/09/2013 SECÇÃO MUNICIPAL EXAME PRÉVIO DE EDITAL. Representante: Vanderleia Silva Melo Advogada OAB/SP nº 293. TRIBUNAL PLENO SESSÃO DE 11/09/2013 SECÇÃO MUNICIPAL EXAME PRÉVIO DE EDITAL Processo: 1929.989.13-5 Representante: Vanderleia Silva Melo Advogada OAB/SP nº 293.204 Representada: Prefeito: Assunto: Prefeitura

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO AMAZONAS 4ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL DA COMARCA DE MANAUS

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO AMAZONAS 4ª VARA DA FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL DA COMARCA DE MANAUS fls. 613 Autos n. : 0203227-09.2012.8.04.0001 Ação: Mandado de Segurança/PROC Impetrante:Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas- SINDUSCOM Impetrado:Presidente da Comissão Geral de Licitação

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOM JESUS CONTRATO Nº. 011/2013 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Pelo presente instrumento, CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS as partes aqui designadas: CONTRATANTE e CONTRATADA, devidamente identificadas, ajustam

Leia mais