Catálogo

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Catálogo 2012. www.enat.pt"

Transcrição

1 Catálogo 202

2 A ENAT COMO O SEU PARCEIRO QUALIDADE As nossas soluções são cuidadosamente estudadas e instaladas, utilizando apenas equipamentos de qualidade comprovada, de modo a garantirem a máxima fiabilidade e rentabilidade. CONFIANÇA Para garantir a sua satisfação, possuímos uma equipa qualificada e profissional que acompanhará o seu projecto do planeamento à execução. Responsabilizamo-nos pela garantia dos equipamentos e pelo bom funcionamento da instalação. PROXIMIDADE As várias delegações estrategicamente dispostas por todo o país, permitem-nos estar mais próximo de si e oferecer-lhe um serviço personalizado de acordo com as suas necessidades. ECOLOGIA Equipamentos amigos do ambiente que diminuem a dependência de combustíveis fósseis e evitam a libertação de CO2 para a atmosfera. POUPANÇA A eficiência energética e a viabilidade económica do sistema são duas variáveis que tomamos em conta em todos os nossos projectos. Instalamos soluções que, além de acrescentarem valor ao seu imóvel, proporcionam reais reduções na factura energética. Classificação Energética A+ Painéis Fotovoltaicos Solar Térmico Termodinâmica Geotermia Piso Radiante

3 Apresentação Índice A ENAT - Energias Naturais é, hoje em dia, uma empresa com larga experiência e créditos firmados no panorama da climatização e energias renováveis em Portugal. O conhecimento adquirido e a nossa capacidade de instalação em todo o território nacional permitem-nos executar pequenas obras particulares com o mesmo rigor e dedicação com que encaramos os grandes investimentos. O espírito de inovação esteve sempre presente desde o início de actividade em 2004, quer ao nível de soluções apresentadas, quer na forma como abordamos cada negócio. Fomos pioneiros na implementação de sistemas geotérmicos para climatização de edifícios em Portugal e continuamos a inovar, apostando em produtos de qualidade que tragam mais valias ao consumidor final. Agradecemos aos milhares de clientes satisfeitos que aceitaram o nosso desafio e tiveram o discernimento de investir em produtos e soluções amigas do ambiente asseguradoras de um futuro sustentável. O nosso compromisso, tanto para estes como para novos clientes, é ter sempre disponíveis as melhores e mais eficientes soluções do mercado, uma equipa de profissionais altamente competentes e oferecer um serviço pós-venda que garanta longevidade aos equipamentos por nós instalados. Com esta ambição, propomos soluções com aplicação em: - Produção de energia eléctrica para consumo próprio e venda à rede (microgeração e minigeração) - Aquecimento de águas de uso doméstico - Aquecimento de águas em grande volume para piscinas, indústria e hotelaria - Aquecimento e arrefecimento central de habitações, pavilhões e outros edifícios - Renovação e qualidade de ar ambiente - Controlo centralizado de climatização, iluminação e dispositivos de segurança. Entre em contacto connosco e descubra a Energia da Natureza. O Director Geral GEOTERMIA AEROTERMIA BIOMASSA TERMODINÂMICA SOLAR TÉRMICO MEIOS DE DISSIPAÇÃO RENOVAÇÃO DE AR DOMÓTICA VENDA DE ENERGIA ELECTRICIDADE

4 FUNCIONAMENTO Os captores são colocados no solo (na horizontal ou em furos) e absorvem e transportam para o gerador a energia necessária para a climatização. O gerador geotérmico é colocado numa zona técnica do edifício (cave, garagem ou sala de máquinas). Tem como função efectuar a permuta de energia entre os captores e o meio de dissipação no interior da habitação. Faz também o complemento de energia necessário a partir de electricidade. FORMAS DE CAPTAÇÃO Para escolher a forma de captação correcta, vários factores têm de ser considerados: as características geológicas do terreno, a área disponível, a existência cursos de água e as necessidades de aquecimento e arrefecimento dos edifícios. De entre os vários tipos de captação, as mais comuns são:. Radiadores 2. Gerador 3. Piso Radiante 4. Sonda Geotérmica CAPTAÇÃO HORIZONTAL Os captadores são colocados no terreno, normalmente, a uma profundidade de cerca de 70cm. Este é o sistema mais comum e o mais fácil e económico de instalar. Necessita de uma área para colocação dos captores,5 vezes superior à área a climatizar. CAPTAÇÃO VERTICAL EM ESPIRAL As bobines espirais são uma solução mista entre a captação horizontal e vertical. São instaladas em furos de baixa profundidade (3,5 metros) e ocupam uma área menor que a captação horizontal. CAPTAÇÃO VERTICAL As sondas geotérmicas verticais têm uma profundidade aconselhada entre os 70 e os 20 metros. Este método é energeticamente mais eficiente mas possui um custo de instalação superior. É normalmente utilizado quando não existe terreno suficiente para instalar captores horizontais. Modelo Potência Calorífica (kw) Potência Absorvida (kw) Área* Preço 6 5,33,30 94 m ,5,70 2 m ,40 2,20 38 m ,00 2,60 83 m ,40 4,0 229 m Condições de teste: Agua Glicolada a 5 C, Água a 30/35 C * Para um temperatura interior média de 20 C e isolamento bom. Aos valores indicados acresce IVA à taxa de 23% GEOTERMIA THERMIA DIPLOMAT OPTIMUM Eficiência máxima e consumo energético mínimo a todo o momento. A unidade Diplomat Optimum possui um avançado sistema de controlo que possibilita a ajuste da sua performance de acordo com as necessidades energéticas e condições exteriores.

5 GEOTERMIA GEOTERMIA O sistema de climatização geotérmico consiste em captar a energia gratuita existente no solo, transformando-a em calor ou frio. Além de climatizar espaços, pode ainda aquecer a água de uso doméstico e da sua piscina. ENERGIA GRATUÍTA: 3KW 4KW ENERGIA TOTAL necessária ao aquecimento GEOTERMIA INDUSTRIAL ENERGIA PAGA: KW AQUECIMENTO COM FONTE DE ENERGIA GRATUITA A utilização do solo para obtenção de energia permite poupanças até 80% comparativamente a outros sistemas. Em média, por cada quatro unidades de energia que são fornecidas à habitação, três são provenientes da terra e apenas uma é electricidade consumida. RENDIMENTO ELEVADO TODO O ANO A temperatura a uma profundidade a partir de 60cm é constante e não depende das condições climatéricas exteriores. CONFORTÁVEL Permite o controlo individual da temperatura em cada divisão pois funciona com piso radiante, ventiloconvectores, convectores ou radiadores. AMIGO DO AMBIENTE É um sistema totalmente ecológico pois não gera fumo nem liberta gases. A geotermia usa apenas a energia natural da terra e a corrente eléctrica. TERRENO REUTILIZÁVEL O terreno usado para a captação pode ser reutilizado para outros fins, como, por exemplo, a jardinagem. SEM MANUTENÇÃO ESPECÍFICA A ausência de combustão evita limpezas e verificações comuns noutros sistemas de aquecimento central - Possibilidade de efectuar frio passivo: apenas tem gastos com bombas circuladoras - Tecnologia HGW: melhor eficiência na produção de água quente sanitária - Webserver integrado de ligação à internet para visualização e controlo da bomba de calor e assistência técnica. - Máquinas trifásicas (400V) Modelo Potência Calorífica (kw) Potência Absorvida (kw) Área* Preço Robust 20 8,2 4,9 32 m Robust 26 24,5 6,6 420 m Robust 35 32,8 8,6 562 m Robust 42 38,4 0,9 658 m Condições de teste: Agua Glicolada a 5 C, Água a 30/35 C * Para um temperatura interior média de 20 C e isolamento bom. Aos valores indicados acresce IVA à taxa de 23%

6 AEROTERMIA A Aerotermia apresenta-se como uma excelente solução para quem pretende climatizar a sua casa recorrendo a energias renováveis. Permite aquecimento no Inverno, arrefecimento no Verão, aquecimento de águas sanitárias e ainda aquecimento de piscinas. As soluções ar-água disponibilizadas pela Enat utilizam como principal fonte de energia o ar ambiente, uma fonte renovável e inesgotável. Estes sistemas também necessitam de electricidade para funcionar, sendo apenas uma fracção da energia necessária, mas cada vez mais, a electricidade é também gerada a partir de fontes de energias renováveis. A unidade exterior capta a energia contida no ar (no modo de aquecimento) ou liberta-a (no modo de arrefecimento). Este calor é transferido para a unidade interior através de tubagem de fluído frigorigéneo (deste modo, os tubos nunca congelam). A unidade exterior compacta é facilmente instalada e, uma vez que não é necessária qualquer perfuração ou escavação, pode ser também instalada em andares e apartamentos. O seu funcionamento é garantido até temperaturas de 20 C. A unidade interior, através do compressor e dos seus sistema de controlo, faz a compensação da energia necessária através de electricidade. Esta unidade coloca a água do circuito de piso radiante, ventiloconvectores ou radiadores à temperatura pretendida. DAIKIN ALTHERMA SPLIT - Compressor Daikin Inverter reversível (aquecimento e arrefecimento) - Resistência eléctrica de apoio de 3, 6 ou 9kW - Permutador de placas em alumínio - Versões monofásicas (230V) ou trifásicas (400V) - Isolamento térmico em ligações hidráulicas e acústico Potência Potência Modelo COP Área* Preço Calorífica (kw) Absorvida (kw) Altherma 6 5,75,26 4,56 94 m Altherma 7 6,84,58 4,34 2 m Altherma 8 8,43 2,08 4,05 38 m Altherma,2 2,46 4,55 83 m Altherma 4 4,0 3,7 4, m Altherma 6 6,0 3,83 4,8 26 m * Para um temperatura interior média de 20 C e isolamento bom. Condições de teste: Temp. exterior 7/6 C, água a 35 C Aos preços indicados acresce IVA à taxa de 23%

7 AEROTERMIA Unidade exterior Depósito de água quente Unidade interior THERMIA ATEC - Compressor Scroll reversível (aquecimento e arrefecimento) com a melhor performance do mercado. - Unidade exterior com principais componentes com um design sóbrio e atraente. - Unidade interior compacta com possibilidade de acopolar apoio eléctrico de 3 a 5kW, grupo de circulação extra e depósito de AQS. - Funcionamento extremamente silencioso ECONOMIA O sistema Aerotérmico utiliza como principal fonte de energia o Ar, o que permite poupanças de 75% de energia na climatização dos edifícios, comparativamente a outros sistemas de aquecimento. SIMPLICIDADE Permite o aquecimento e arrefecimento de edifícios com um equipamento compacto, de fácil instalação e uso. CONFORTO Pode ser utilizado numa casa com um sistema de climatização tradicional a água, o que permite o controlo individual da temperatura de cada divisão. ECOLOGIA Não existe combustão nem qualquer libertação de gases ou odores. A unidade interior não precisa de estar num local ventilado pois apenas utiliza a corrente eléctrica. SEM MANUTENÇÃO ESPECÍFICA A ausência de combustão evita limpezas e verificações comuns noutros sistemas de aquecimento central Modelo Potência Calorífica (kw) Potência Absorvida (kw) COP Área* Preço Atec 6 6,5,5 4,3 06 m Atec ,0 4,4 40 m Atec 0,6 2,3 4,5 73 m Atec 3 2,3 2,8 4,4 20m Atec 6 5,2 3,7 4, 248 m Atec 8 7,6 4,4 4,0 287 m * Para um temperatura interior média de 20 C e isolamento bom. Condições de teste: Temp. exterior 7/6 C, água a 35 C Aos preços indicados acresce IVA à taxa de 23%

8 BIOMASSA RECUPERADORES DE CALOR RECUPERADORES DE CALOR Os recuperadores de calor são equipamentos que permitem, através da queima de lenha e resíduos florestais, aquecer o ambiente de uma forma eficiente. A difusão do calor ocorre através de condutas de ar ou do aquecimento central a água. RECUPERADORES DE CALOR A AR São ideias para quem já tenha uma lareira e pretenda reformála e torná-la mais eficiente e económica. A distribuição do calor pela casa faz-se através de condutas de ar quente. Modelo Potência Nominal Dimensões (AxLxP) Volume Aquecido 279 m 3 Preço IACO 9,5 kw 545x800x445 mm 784,00 URANO 9,5 kw 630x800x450 mm 220 m 3 984,00 TREVI 00 9,5 kw 425x870x500 mm 575 m ,00 A lenha é também considerada uma energia renovável, apesar do seu ciclo de renovação ser lento. Um recuperador a lenha é concebido com a finalidade de maximizar o rendimento da queima de madeira. Numa lareira aberta recuperamos, em média, apenas 20% da potência calorífica da lenha enquanto que num recuperador de calor o rendimento atinge os 80%. São geralmente fabricados em ferro fundido, com uma porta de vidro vitrocerâmico, podendo ter uma ou mais faces visíveis. A saída dos fumos resultantes deve ser feita através de tubagem em aço inox devido às elevadas temperaturas. Os recuperadores são obrigatoriamente testados e certificados segundo a norma europeias EN 3229, o que constitui uma garantia de segurança para as pessoas e os edifícios. RECUPERADORES DE CALOR A ÁGUA Os recuperadores de aquecimento central podem funcionar do forma autónoma ou interligados com outros sistemas de aquecimento central (geotérmico, aerotérmico ou solar). A água circula no circuito de aquecimento a água, como por exemplo, radiadores ou piso radiante. Modelo Potência Nominal Dimensões (AxLxP) Volume Aquecido 867 m 3 Preço ZAIMA 29,5 kw 580x765x580 mm 784,00 ECOFOGO 29,0 kw 572x760x495 mm 853 m 3 984,00 ACQUA 30,0 kw 634x084x636 mm 882 m ,00 Consulte-nos para informações sobre toda a gama de recuperadores de calor Aos valores indicados acresce IVA à taxa de 23%

9 BIOMASSA CALDEIRAS E SALAMANDRAS DE PELLET CALDEIRAS E SALAMANDRAS DE PELLET São equipamentos de aquecimento de água que utilizam um combustível amigo do ambiente e de baixo custo. A instalação é versátil e pode-se combinar com outras fontes de enegia: solar, geotérmica, aerotérmica ou caldeiras já existentes. CALDEIRAS A PELLET São instaladas numa zona técnica da habitação (garagem, cave, etc.) e são conectadas ao circuito de aquecimento a radiadores ou piso radiante. A potência fornecida pela caldeira, assim como outras funções, é controlada electronicamente o que permite adaptar o seu desempenho para as condições específicas da sua casa. O depósito de pellet tem capacidade suficiente para uma utilização até 5 dias e o combustível é fornecido automaticamente ao queimador quando necessário. SALAMANDRAS A PELLET A salamandra aquece o ambiente por intermédio de ventilação forçada e por efeito radiação da chama através do vidro. Pode também ser conectada ao circuito de aquecimento central, como é o caso dos radiadores e piso radiante. É instalada numa divisão da casa, como a sala ou cozinha, para aproveitar o calor produzido localmente. As pellets são um combustível renovável pertencente à classe da Biomassa. São produzidas a partir dos materiais recolhidas na limpeza de florestas e desperdícios da industria da madeira (serrações e carpintaria). A quantidade de dióxido de carbono resultante da queima desta material é inferior ao da madeira, pois contém uma reduzida percentagem de humidade. As pellets são vendidas em sacos de 5 e 30Kg, o que facilita o seu transporte e armazenamento. Modelo Potência Dimensões Volume (LxPXA) Aquecido Preço 8 kw 520x485x920 mm 80 m AR 0 kw 520x485x990 mm 220 m AR e ÁGUA 5 kw 24 kw 575x565x200 mm 70x735x430 mm 280 m m

10 TERMODINÂMICA TERMODINÂMICA Os sistemas termodinâmicos são equipamentos baseados no princípio de refrigeração por compressão. Utilizam painéis termodinâmicos que absorvem a energia do meio ambiente para atingir elevada eficiência no aquecimento central e de grandes volumes de água. ECO Sistema prático e económico para instalação em moradias, lojas e apartamentos. O sistema termodinâmico funciona com base em dois elementos: o painel e o bloco termodinâmico. Entre estes dois componentes circula um fluído ecológico que entra no painel no estado líquido e a temperaturas negativas. No painel, o fluído absorve calor do meio envolvente (sol, chuva e vento), aumenta a sua temperatura e passa ao estado gasoso. No bloco termodinâmico, a energia contida no gás é transferida para a água do sistema de dissipação e o gás retorna ao estado líquido. A produção de água quente é assegurada na totalidade pelos sistemas termodinâmicos, necessitando apenas de um baixo consumo eléctrico para funcionarem. Estes sistemas são capazes de extrair calor suficiente para aquecer um edifício até à temperatura de conforto, mesmo nos dias frios de Inverno. Os sistemas termodinâmicos conseguem aquecer desta forma edifícios, água de uso doméstico e até mesmo piscinas com uma elevada eficiência energética. Modelo Compact ECO200esm ECO250esm ECO300 Inox ECO300 IS ECO500 Inox Nº de Painéis Potência Absorvida Potência Térmica Acumulador (mm) 230x x x550 Preço W W W W W W W W W W 630x x Consulte-nos para dados técnicos e preços sobre equipamentos de outras capacidades Aos valores indicados acresce IVA à taxa de 23%

11 TERMODINÂMICA ECO GRANDES VOLUMES Redução substancial nos custos de aquecimento de grandes volumes de água ECONÓMICO Os sistemas termodinâmicos podem reduzir a factura energética até 80%, o que os tornam um investimento aliciante. DURÁVEL O painel termodinâmico de alumínio anodizado possui uma elevada resistência ao choque, é imune à corrosão e extremamente leve. VERSÁTIL O painel termodinâmico pode ser instalado em telhados, fachadas, no solo, etc, permitindo a sua adaptação a qualquer conceito estético existente. ECOLÓGICO Não emite nenhum tipo de fumo ou resíduo tóxico. O fluído refrigerante utilizado é ecológico. AUTÓNOMO Com um dimensionamento correcto é possível aquecer água para consumo doméstico e aquecimento central sem nenhum tipo de apoio, inclusivamente nos dias mais frios do Inverno. SEGURANÇA Quando não é necessário aquecer água, o sistema termodinâmico desliga-se automaticamente. Não existe perigo de sobreaquecimento nem de congelação do fluído no painel. Modelo ECO 000 ECO 2000 ECO 3000 ECO 4000 ECO 6000 Nº de Painéis Potência Absorvida kw Potência Térmica kw Acumulador (mm) 292x x x x550 Preço ,9 -,8,4-2,6,9-3, 4,2-6,0 7, - 0, 3,6-7,3 5,5 -,3 9,2-6,7 6,5-3,5 32,5-53, 2x 292x * Para um temperatura interior média de 9 C e isolamento bom. Aos valores indicados acresce IVA à taxa de 23%

12 SOLAR TÉRMICO TERMOSSIFÃO SISTEMAS TERMOSSIFÃO Neste sistema, a circulação de água faz-se por efeito de termossifão. Este fenómeno baseia-se na diferença de densidade entre a água fria e a água aquecida pela radiação solar. Para que isto suceda, é necessário que os painéis tenham uma determinada inclinação mínima e que o depósito seja instalado numa cota superior. Os sistemas termossifão são indicados para aquecimento de pequenos volumes de água pois são mais económicos e fiáveis. Possuem menos componentes que os sistemas de circulação forçado, tal como a bomba circuladora e o controlador. Funcionam com a pressão da água da rede e não necessitam de espaço no interior da habitação para o acumulador. Em dias de menor insolação ou mesmo sem sol é utilizado um equipamento de apoio energético, usualmente, uma resistência eléctrica no interior de depósito. Este apoio deve ter um horário de funcionamento em conformidade com os hábitos de consumo dos utilizadores de modo a maximizar o aproveitamento do Sol, uma fonte de energia renovável e gratuita. TERMOSSIFÃO SOLAHART - Sem necessidade de bomba circuladora ou controlador solar - Resistência eléctrica de apoio (opcional) - Permutador de camisa: o fluído de aquecimento que circula dentro do painel envolve o depósito da água de consumo, transferindo o calor por condução. TERMOSSIFÃO Os sistemas solares térmicos de termossifão são especialmente utilizados em moradias unifamiliares, devido ao seu custo mais baixo, não ocuparem espaço no interior e por terem manutenção simplificada. AS VANTAGENS DO SOLAR TÉRMICO - Redução de 75% dos custos no aquecimento de águas sanitárias e independência da subida do preço dos combustíveis fósseis - Redução em 30% das emissões de gases com efeitos de estufa - Produção de água quente sem poluição ou ruídos - Garantia de equipamento de 6 anos para uma vida útil aproximadamente de 20 anos - Possibilidade de integração com sistemas de aquecimento já existentes como recuperadores de calor, caldeiras e esquentadores. - Incluem uma resistência eléctrica para que não falte água quente nos dias sem sol. Modelo Nº de Painéis Área de Absorção Depósito Nº de Pessoas 8 KF,87 m2 80 L J 2 3,74 m2 300 L KF 2 3,74 m2 300 L KF Free Heat 2 3,74 m 300 L Aos valores indicados acresce IVA à taxa de 23% Preço

13 SOLAR TÉRMICO CIRCULAÇÃO FORÇADA CIRCULAÇÃO FORÇADA Os painéis solares térmicos têm como principal finalidade o aquecimento de águas sanitárias, sendo o seu uso obrigatório em moradias novas. Podem também servir de apoio a sistemas de aquecimento central e de aquecimento de piscinas. SISTEMAS DE CIRCULAÇÃO FORÇADA Nos sistemas de circulação forçada, o acumulador é instalado no interior da habitação, ou noutro local protegido, e os painéis são colocados no exterior orientados para Sul. A ausência do depósito no telhado tem vantagens estéticas e energéticas - reduz as perdas térmicas por contacto com o ar frio. Entre os painéis e a serpentina do depósito circula, em circuito fechado, um líquido solar por forma a aquecer a água de consumo, por acção de uma bomba circuladora. A velocidade da bomba circuladora é regulada por um controlador solar consoante a leitura das temperaturas da água do depósito e dos painéis. Ao contrário do que acontece nos sistemas de termossifão, o acumulador é colocado verticalmente, o que permite uma melhor estratificação dos níveis de temperatura da água e, consequentemente, um melhor aproveitamento do volume total de água quente. O apoio energético pode ser efectuado por um outro equipamento de aquecimento de água (recuperador de calor, caldeira ou esquentador) que é ligado à serpentina superior do depósito, ou então por uma resistência eléctrica. CIRCULAÇÃO FORÇADA SONNENKRAFT Sistema de controlo de alta eficiência, com protecção dos colectores durante o Verão Bomba circuladora com regulação de velocidade. Medição de energia solar Equipamento com painéis sem caixilharia visível e depósito esbelto que promove a estratificação. Modelo Nº de Área de Nº de Depósito Painéis Absorção Pessoas Preço Compact E200 2,5 200 L Compact E , 300 L Compact E ,5 500 L Compact E750 Compact E ,5 5, 750 L 000 L Consulte-nos para dados técnicos e preços sobre equipamentos de outras capacidades Aos valores indicados acresce IVA à taxa de 23%

14 MEIOS DE DISSIPAÇÃO PISO RADIANTE PISO RADIANTE Também conhecido por climatização invisível, o piso radiante é a forma mais confortável e saudável de aquecer ou refrescar uma habitação. Utiliza como elemento emissor o próprio chão da moradia através de uma rede de tubagens onde circula água. O piso radiante hidráulico não é mais que uma rede de tubagens instalada por baixo do pavimento da habitação. Nele circula água com uma temperatura máxima recomendada de 40 C, sendo que o chão atinge uma temperatura de cerca de 20 C. Esta rede de tubagens é ligada ao sistema de climatização central (geotermia, aerotermia ou solar), que disponibiliza a água à temperatura pretendida. O sistema de piso radiante pode ser instalado em qualquer tipo de pavimento e infra-estrutura, de preferência em fase de construção ou remodelação, pois é instalado por baixo do pavimento e coberto por argamassa. De modo a não existirem perdas térmicas durante o seu funcionamento, é colocado isolamento sob as placas porta-tubos e junto às paredes. Quando comparado com outro métodos de difusão (radiadores e ventiloconvectores), o bem-estar proporcionado pelo piso radiante é ainda mais notável. Esse conforto é obtido com água a uma menor temperatura, logo, de modo energeticamente mais eficiente.

15 MEIOS DE DISSIPAÇÃO PISO RADIANTE GRANDES SUPERFÍCIES As soluções de climatização ENAT através de piso radiante para grandes superfícies possuem grandes vantagens económicas e ambientais. Um edifício com piso radiante não requer condutas de refrigeração pois é possível aquecer e arrefecer com um único sistema. A água que circula nas tubagens é de média temperatura, permitindo manter um espaço climatizado com custos reduzidos. As principais aplicações deste sistema de piso radiante são: - climatização de armazéns industriais e escritórios - climatização de pavilhões e campos desportivos - aquecimento de zonas ao ar livre (exemplo: campos de futebol ou passeios para impedir a formação de gelo) - refrigeração de pistas de gelo As tubagens para piso radiante industrial possuem uma elevada resistência ao choque e dilatação térmica para responder às condições de utilização e dilatação do chão. A aplicação é efectuada com ou sem placa térmica, coberto de betão simples ou armado. PISO RADIANTE - GRANDES SUPERFÍCIES A climatização de espaços com grades áreas constitui uma grande percentagem do custo de manutenção. Com o piso radiante é possível aquecer e arrefecer edifícios de forma económica e energeticamente eficiente. Com placa de isolamento Em betão armado Em betão simples BENEFÍCIOS DO USO DE PISO RADIANTE MAIOR CONFORTO A temperatura é distribuída em toda a divisão de um modo uniforme. ECONOMIA DE ENERGIA Trabalha com baixas temperaturas, possibilitando poupanças energéticas na ordem dos 30%. ESTÉTICA Como não existem elementos visíveis permite total liberdade na decoração de ambientes. SAUDÁVEL Não altera a humidade do ar, não queima poeiras nem forma pó. Não cria condições para o desenvolvimento de fungos e bactérias. A circulação do ar ocorre de uma forma natural. ELEVADA DURABILIDADE O sistema de piso radiante é totalmente plástico, grande parte está protegido e a circulação de água ocorre em circuito fechado. Aquecimento por radiadores Aquecimento por piso radiante Aquecimento ideal

16 MEIOS DE DISSIPAÇÃO VENTILOCONVECTORES VENTILOCONVECTOR INTERIOR Os ventiloconvectores são a solução mais comum, pois aliam eficiência energética ao conforto. O ar é forçado através de um ventilador centrífugo de baixo ruído, permitindo aquecer e arrefecer espaços rapidamente. Comparativamente aos radiadores, efectuam aquecimento de uma forma mais económica, pois recebem água a menor temperatura. Por outro lado podem ser instalados junto ao chão ou teto, dando total liberdade de arrumação. Possuem um termóstato para o controlo individual da temperatura em cada unidade. VENTILOCONVECTORES (AQUECIMENTO E ARREFECIMENTO) Equipamentos de climatização total com alimentação a água quente ou fria. A circulação forçada de ar permite arrefecer espaços e ter uma maior eficiência energética em aquecimento. VENTILORADIADOR VENTILOCONVECTOR EMBUTIDO Os ventiloconvectores embutidos são encastrados no interior da parede, sendo apenas visível uma grelha para circulação do ar quente ou frio. São uma boa solução para espaços onde se pretende ocultar os equipamentos de climatização, quer seja por razões segurança ou design. O aquecimento e arrefecimento é efectuado de uma forma rápida e eficiente: o ar forçado é rapidamente difundido pela divisão, mesmo com água a baixa temperatura. O controlo destes unidades pode ser individualizado (através de um termóstato de parede ou comando sem fios) ou centralizado. Semelhantes a um ventiloconvector, possuem adicionalmente um painel radiante frontal que também aquece o ambiente por convecção. Esta função adicional permite que a velocidade do ventilador seja reduzida no Inverno, melhorando o conforto térmico e acústico. No Inverno, aquece rapidamente o espaço através de ventilador. Depois de atingir o nível de conforto pretendido, mantém a temperatura usando apenas o painel radiante frontal, em total silêncio e sem movimentação de ar. No Verão, fornece o ar fresco necessário para manter uma temperatura estável e ainda desumidifica o ar. - Ultrafino (apenas 2,6cm de profundidade) - Design elegante - Três funções: aquecimento, arrefecimento e desumidificação. - Funcionamento silencioso

17 MEIOS DE DISSIPAÇÃO RADIADORES RADIADORES (AQUECIMENTO CENTRAL) Equipamentos de difusão de temperatura interior com alimentação a água quente com a finalidade de aquecer espaços. CONVECTORES Um convector é um aparelho de dissipação de calor (aquecimento) que funciona pelo principio de convecção natural, através da passagem de água quente por um avançado permutador de calor. Ao contrário dos radiadores tradicionais, um convector não queima ao toque oferecendo uma maior segurança a toda a família. Utiliza de forma mais eficiente a água quente e reduz o tempo de aquecimento, garantindo uma maior poupança energética ao utilizador. RADIADORES Os radiadores são o meio de dissipação de aquecimento central mais conhecido. Funcionam somente para aquecimento, através da circulação de água quente no seu interior, difundindo o calor pelas várias divisões. De concepção modular em alumínio, possibilitam a configuração que mais convém às características do espaço a aquecer. São totalmente silenciosos, não necessitam de electricidade e possuem uma elevada durabilidade. O controlo é normalmente centralizado na fonte de calor (caldeira ou bomba de calor) e possuem uma válvula para ligar ou desligar a alimentação de água quente. TOALHEIROS Os toalheiros são utilizados para o aquecimento ambiente de casas de banho, possibilitando ainda uma rápida secagem de toalhas ou mesmo roupa. Existem em diversos estilos e tamanhos. Hidráulicos - aproveitam a água quente do sistema de aquecimento central Eléctricos - possuem uma resistência eléctrica para realizar o aquecimento.

18 RENOVAÇÃO DE AR RESIDENCIAL RESIDENCIAL A ventilação mecânica controlada (VMC) permite melhorar a qualidade do ar das nossas casas minimizando as perdas energéticas para o exterior. Cada vez mais as habitações novas têm imposições de regulamentação a nível de isolamento térmico, tornando mais difícil a renovação de ar. De forma a melhorar a qualidade do ar que respiramos dentro de casa, propomos soluções de ventilação controlada que modulam os caudais de renovação de ar em função da humidade relativa de cada divisão. Sem ventilação, os poluentes acumulam-se dentro de casa e podem causar efeitos negativos na sua saúde e conforto, assim como nos materiais da sua casa. VMC FLUXO SIMPLES O ar novo penetra directamente na sua habitação através de entradas situadas por cima das janelas das divisões de uso normal (sala, escritório e quartos). A extracção do ar viciado é efectuada por grelhas de extracção situadas no tecto das divisões de serviço (cozinha, casa de banho, despensa). Ar exterior admitido Ar ambiente extraido Ar ambiente injectado Ar rejeitado VMC FLUXO DUPLO É um sistema de ventilação que assegura a extracção do ar viciado das divisões de serviço da habitação (cozinha, casa de banho, despensa) e, simultaneamente, assegura a insuflação de ar novo filtrado nas outras divisões (sala e quartos e escritório). A grande vantagem do fluxo duplo é o aproveitamento da energia do ar extraído. Antes de ser rejeitado para o exterior, o ar atravessa um permutador de calor que transfere até 95% da energia para o ar insuflado. O ar é filtrado na unidade central garantindo uma maior qualidade de ar interior. No Verão, é possível refrigerar o edifício durante a noite utilizando apenas a circulação de ar.

Aquecimento Doméstico

Aquecimento Doméstico Aquecimento Doméstico Grande variedade de escolha Dos cerca de 4.000 kwh de energia consumidos por uma família portuguesa durante o ano, 15% é destinado ao aquecimento ambiente. A zona climática, o tipo

Leia mais

Solução de Aquecimento de Águas de Elevada Eficiência

Solução de Aquecimento de Águas de Elevada Eficiência Solução de Aquecimento de Águas de Elevada Eficiência Gama 04 Gama de 2013 O que é Therma V? 06 O que é Therma V? Vantagens Therma V 08 Elevada Eficiência Energética 10 Programação Semanal 12 Instalação

Leia mais

A escolha. atural BOMBA DE CALOR DAIKIN ALTHERMA

A escolha. atural BOMBA DE CALOR DAIKIN ALTHERMA A escolha atural BOMBA DE CALOR DAIKIN ALTHERMA 2 A escolha natural 3 em1: aquecimento, arrefecimento e água quente sanitária O sistema Daikin Altherma é a solução integrada de conforto, promovendo aquecimento,

Leia mais

SOLUÇÕES INTELIGENTES PARA EDIFÍCIOS ECOLÓGICAMENTE RESPONSÁVEIS

SOLUÇÕES INTELIGENTES PARA EDIFÍCIOS ECOLÓGICAMENTE RESPONSÁVEIS SOLUÇÕES INTELIGENTES PARA EDIFÍCIOS ECOLÓGICAMENTE RESPONSÁVEIS SOLUÇÕES INTELIGENTES PARA EDIFÍCIOS ECOLÓGICAMENTE RESPONSÁVEIS SOLUÇÕES INTELIGENTES PARA EDIFÍCIOS ECOLÓGICAMENTE RESPONSÁVEIS Gás Climatização

Leia mais

Vantagens da Instalação de Painéis Solares de Tubos de Vácuo

Vantagens da Instalação de Painéis Solares de Tubos de Vácuo Vantagens da Instalação de Painéis Solares de Tubos de Vácuo Porquê usar o sol como fonte de energia? O recurso solar é uma fonte energética inesgotável, abundante em todo o planeta e principalmente no

Leia mais

Soluções de Energia Solar. Março de 2007. www.senso.pt

Soluções de Energia Solar. Março de 2007. www.senso.pt Soluções de Energia Solar Março de 2007 www.senso.pt ENERGIA E CONSTRUÇÃO Crescente aplicação de energias renováveis Mudança do modelo energético Símbolo de distinção para construções de qualidade Resposta

Leia mais

INOVAÇÃO LG, O BEM-ESTAR INSTALA-SE EM SUA CASA

INOVAÇÃO LG, O BEM-ESTAR INSTALA-SE EM SUA CASA Re Re INOVAÇÃO LG, O BEM-ESTAR INSTALA-SE EM SUA CASA THERMA V, UMA SOLUÇÃO QUE VAI DE ENCONTRO ÀS EXPECTATIVAS DO PÚBLICO Grande parte dos portugueses possuem habitação própria. Em 2006, 85% do consumo

Leia mais

CO N C E P Ç ÃO, DESEN VO LV I MENTO E FABRI CO P ORTUGUÊ S BLOCO SOLAR ÁGUAS QUENTES SANITÁRIAS AQUECIMENTO CENTRAL CLIMATIZAÇÃO DE PISCINAS

CO N C E P Ç ÃO, DESEN VO LV I MENTO E FABRI CO P ORTUGUÊ S BLOCO SOLAR ÁGUAS QUENTES SANITÁRIAS AQUECIMENTO CENTRAL CLIMATIZAÇÃO DE PISCINAS CO N C E P Ç ÃO, DESEN VO LV I MENTO E FABRI CO P ORTUGUÊ S BLOCO SOLAR ÁGUAS QUENTES SANITÁRIAS AQUECIMENTO CENTRAL CLIMATIZAÇÃO DE PISCINAS ECONOMIA CONFORTO ECOLOGIA TRABALHA DE DIA, NOITE, COM CHUVA

Leia mais

Índice. Aquecimento e Climatização Bombas de Calor Pedra Natural Biomassa Recuperadores Calor Biomassa - Pellets

Índice. Aquecimento e Climatização Bombas de Calor Pedra Natural Biomassa Recuperadores Calor Biomassa - Pellets Climatização 1 Índice e Climatização Bombas de Calor Pedra Natural Biomassa Recuperadores Calor Biomassa - Pellets 3 5 6 7 2 Bomba de calor Central A bomba de calor tem como finalidade produzir água a

Leia mais

Água Quente Sanitária. Climatização Passiva. Aquecimento e Arrefecimento. Aquecimento

Água Quente Sanitária. Climatização Passiva. Aquecimento e Arrefecimento. Aquecimento Água Quente Sanitária Climatização Passiva Aquecimento e Arrefecimento Aquecimento A Geotermia Vertical consiste na instalação de sondas geotérmicas para a captação de energia térmica em furos até 200

Leia mais

Cli l m i ati t z i ação Soluções Eficientes

Cli l m i ati t z i ação Soluções Eficientes Climatização Soluções Eficientes Indíce 1 Energias Renováveis Aerotermia, Energia Solar 2 Eficiência Energética Tecnologias, Regulamento 3 Bombas de Calor Soluções 4 Ar condicionado Gamas, Sistemas 1 Energias

Leia mais

Soluções Biomassa. Recuperadores de calor ventilados a lenha. Recuperadores de calor ventilados a pellets. Recuperadores de calor a água a lenha

Soluções Biomassa. Recuperadores de calor ventilados a lenha. Recuperadores de calor ventilados a pellets. Recuperadores de calor a água a lenha Soluções Biomassa Recuperadores de calor ventilados a lenha Recuperadores de calor ventilados a pellets Recuperadores de calor a água a lenha Recuperadores de calor a água a pellets Salamandras ventiladas

Leia mais

Qual o melhor sistema de aquecimento central para a minha casa?

Qual o melhor sistema de aquecimento central para a minha casa? Preço Qualidade Serviço profissional www.thermowatt.pt informação actualizada em 02/10/2013 Qual o melhor sistema de aquecimento central para a minha casa? O objectivo deste trabalho é contribuir para

Leia mais

CLIMATIZAÇÃO & EFICIÊNCIA NO LAR. menos na fatura. mais no conforto

CLIMATIZAÇÃO & EFICIÊNCIA NO LAR. menos na fatura. mais no conforto CLIMATIZAÇÃO & EFICIÊNCIA NO LAR menos na fatura mais no conforto soluções de climatização PARA A SUA HABITAÇÃO 4 CLIMATIZAÇÃO & EFICIÊNCIA NO LAR A homie utiliza tecnologias economizadoras de recursos

Leia mais

A Renopac Soluções Inteligentes é uma jovem empresa especializada em Energias Renováveis, Climatização e Sistemas Elétricos.

A Renopac Soluções Inteligentes é uma jovem empresa especializada em Energias Renováveis, Climatização e Sistemas Elétricos. A Renopac Soluções Inteligentes é uma jovem empresa especializada em Energias Renováveis, Climatização e Sistemas Elétricos. Tem como principal objetivo proporcionar um serviço eficiente e de extrema qualidade

Leia mais

Aquecimento eléctrico por fibra de carbono

Aquecimento eléctrico por fibra de carbono Aquecimento eléctrico por fibra de carbono Aquecimento eléctrico por fibra de carbono Pouco dispendioso Alta Tecnologia Ecológico Thermal Technology é uma empresa líder no desenvolvimento de tecnologias

Leia mais

ESQUENTADORES SENSOR GREEN

ESQUENTADORES SENSOR GREEN ESQUENTADORES SENSOR GREEN SOLUÇÕES DE ÁGUA QUENTE Índice A eficiência na produção de água quente em grandes quantidades 03 Aplicações e Utilizações 05 Benefícios para o Instalador 06 Líder em Tecnologia

Leia mais

GEOTERMIA. a energia sustentável

GEOTERMIA. a energia sustentável GEOTERMIA a energia sustentável FUROS GEOTÉRMICOS A Terra oferece-nos o calor para o aquecimento e arrefecimento central e AQS num só sistema. Venha conhecer! PORQUÊ PAGAR POR ALGO QUE A NATUREZA LHE DÁ?

Leia mais

Albicalor, Lda. Rua Comendador Martins Pereira 3850-089 Albergaria-a-Velha

Albicalor, Lda. Rua Comendador Martins Pereira 3850-089 Albergaria-a-Velha Para produzir a cerâmica Majolica são necessárias duas semanas. O resultado é um produto exclusivo que não desgasta e tem propriedades termo condutoras. As imperfeições minusculas, tais como as micro pepitas,

Leia mais

índice Rigsun 04 Sistema SANI 06 Sistema POLI 08 Sistema MEGA 10 Sistema GIGA 10 Legislação 11

índice Rigsun 04 Sistema SANI 06 Sistema POLI 08 Sistema MEGA 10 Sistema GIGA 10 Legislação 11 A sua energia solar índice Rigsun 04 Sistema SANI 06 Sistema POLI 08 Sistema MEGA 10 Sistema GIGA 10 Legislação 11 A sua energia solar.rigsun. A Rigsun é a nova marca nacional de sistemas solares térmicos.

Leia mais

Dicas para poupar energia Doméstico

Dicas para poupar energia Doméstico Dicas para poupar energia Doméstico Eficiência energética: Poupar energia, utilizá-la de forma eficiente e inteligente, para conseguir mais, com menos. Importância da eficiência energética: Redução da

Leia mais

Eficiência. Energética. e a energia eléctrica

Eficiência. Energética. e a energia eléctrica Eficiência Energética e a energia eléctrica > Eficiência energética A é um desafio que devemos colocar a todos nós. Está ao nosso alcance, o podermos contribuir de forma decisiva para um mundo melhor e

Leia mais

Contribuição do INESC Coimbra para o Estudo Prévio do Futuro Edifício da Câmara Municipal da Mealhada

Contribuição do INESC Coimbra para o Estudo Prévio do Futuro Edifício da Câmara Municipal da Mealhada Institute of Systems Engineering and Computers INESC Coimbra Contribuição do INESC Coimbra para o Estudo Prévio do Futuro Edifício da Technical Report Documento Técnico Institute of Systems Engineering

Leia mais

AQUASTAR GREEN S O L U Ç Õ E S D E Á G U A Q U E N T E

AQUASTAR GREEN S O L U Ç Õ E S D E Á G U A Q U E N T E CALDEIRAS MURAIS DE CONDENSAÇÃO AQUASTAR GREEN S O L U Ç Õ E S D E Á G U A Q U E N T E Índice Gama Aquastar Green Condensação: Vantagens e características NOVO A nova caldeira mural de condensação Aquastar

Leia mais

CO N C E P Ç ÃO, DESEN VO LV I MENTO E FABRI CO P ORTUGUÊ S ECO ÁGUA QUENTE SANITÁRIA ECONOMIA CONFORTO ECOLOGIA 85% ULTIMA POUPANÇA

CO N C E P Ç ÃO, DESEN VO LV I MENTO E FABRI CO P ORTUGUÊ S ECO ÁGUA QUENTE SANITÁRIA ECONOMIA CONFORTO ECOLOGIA 85% ULTIMA POUPANÇA CO N C E P Ç ÃO, DESEN VO LV I MENTO E FABRI CO P ORTUGUÊ S ECO ÁGUA QUENTE SANITÁRIA ECONOMIA CONFORTO ECOLOGIA PROVAVELMENTE O AQUECEDOR DE ÁGUA SOLAR MAIS EVOLUÍDO DO MUNDO ÁGUA QUENTE HORAS POR DIA

Leia mais

BOMBAS DE CALOR AR/ÁGUA CLIMAECO

BOMBAS DE CALOR AR/ÁGUA CLIMAECO BOMBAS DE CALOR AR/ÁGUA CLIMAECO SOLUÇÕES DE ÁGUA QUENTE Índice Bombas de Calor Ar/Água. Uma tecnologia de futuro Sistema de climatização integrado e eficiente 03 Serviços de Apoio ao Cliente 04 Princípio

Leia mais

Energias Renováveis Reabilitação Sustentável

Energias Renováveis Reabilitação Sustentável Energias Renováveis Reabilitação Sustentável APRESENTAÇÃO 4 A empresa QUEM SOMOS 5 A nossa visão, missão e valores SOLUÇÕES 6 À sua medida SOLAR TÉRMICO 7 Aproveite o valor do sol SOLAR TERMODINÂMICO 8

Leia mais

A inovação não é um luxo, mas sim uma necessidade que poderá ajudar a enfrentar as dificuldades da crise

A inovação não é um luxo, mas sim uma necessidade que poderá ajudar a enfrentar as dificuldades da crise A inovação não é um luxo, mas sim uma necessidade que poderá ajudar a enfrentar as dificuldades da crise A Empresa - No mercado nacional desde 1993 - Localização: Com fábrica em Vale de Cambra (50 km a

Leia mais

Soluções REHAU PARA A REABILITAÇÃO. www.rehau.pt. Construção Automóvel Indústria

Soluções REHAU PARA A REABILITAÇÃO. www.rehau.pt. Construção Automóvel Indústria Soluções REHAU PARA A REABILITAÇÃO Uma APLICAÇÃO PARA CADA NECESSIDADE www.rehau.pt Construção Automóvel Indústria A REABILITAÇÃO, UMA SOLUÇÃO COM SISTEMAS PARA O AQUECIMENTO E O ARREFECIMENTO POR SUPERFÍCIES

Leia mais

Ar Condicionado. Tipos de aparelhos

Ar Condicionado. Tipos de aparelhos Ar Condicionado As pessoas passam, porventura, até cerca de 90 % das suas vidas nos espaços confinados, seja nas suas residências, no trabalho, nos transportes ou mesmo em espaços comerciais. A questão

Leia mais

Sistemas Solares VELUX. Fevereiro 2009

Sistemas Solares VELUX. Fevereiro 2009 Sistemas Solares VELUX Fevereiro 2009 Racionalidade, benefícios e economia Porquê utilizar a energia solar? Racionalidade O sol produz uma quantidade de energia que nunca seremos capazes de consumir na

Leia mais

Aquecimento / Arrefecimento forma de climatização pela qual é possível controlar a temperatura mínima num local.

Aquecimento / Arrefecimento forma de climatização pela qual é possível controlar a temperatura mínima num local. ANEXO I CONCEITOS E DEFINIÇÕES (A) Águas quentes sanitárias (AQS) é a água potável a temperatura superior a 35ºC utilizada para banhos, limpezas, cozinha e outros fins específicos, preparada em dispositivo

Leia mais

CALDEIRA MURAL A GÁS CM ACUMULAÇÃ DINÂMICA Conforto inteligente Agora com H-MD Alta modulação para um maior conforto e poupança Novo Acumulação dinâmica melhorada para o utilizador de água quente mais

Leia mais

AR CONDICIONADO. Soluções integrais para arrefecimento e aquecimento

AR CONDICIONADO. Soluções integrais para arrefecimento e aquecimento AR CONDICIONADO AR CONDICIONADO. Soluções integrais para arrefecimento e aquecimento Índice A temperatura perfeita, com frio ou calor 03 Benefícios 04 Serviços de Apoio ao Cliente 04 Princípio de Funcionamento

Leia mais

Empresas de diversos setores necessitam de produzir águas quentes no âmbito das suas atividades, como por exemplo:

Empresas de diversos setores necessitam de produzir águas quentes no âmbito das suas atividades, como por exemplo: Empresas de diversos setores necessitam de produzir águas quentes no âmbito das suas atividades, como por exemplo: no Alojamento, para banhos, cozinha e limpezas nos Serviços, para limpezas, lavagem de

Leia mais

O calor é o nosso elemento. Climatização e a.q.s. de alta eficiência com energia inesgotável

O calor é o nosso elemento. Climatização e a.q.s. de alta eficiência com energia inesgotável Bombas de calor reversíveis para aplicações geotérmicas e aerotérmicas Climatização e a.q.s. de alta eficiência com energia inesgotável Logatherm WPS Logatherm WPL O calor é o nosso elemento A geotermia

Leia mais

GT 120 CALDEIRAS EM FERRO FUNDIDO DE CHÃO A GASÓLEO/GÁS EXTREMAMENTE SILENCIOSAS PERFORMANCES ELEVADAS SOLUÇÕES E CONFORTO PERSONALIZADOS

GT 120 CALDEIRAS EM FERRO FUNDIDO DE CHÃO A GASÓLEO/GÁS EXTREMAMENTE SILENCIOSAS PERFORMANCES ELEVADAS SOLUÇÕES E CONFORTO PERSONALIZADOS GT 120 CALDEIRAS EM FERRO FUNDIDO DE CHÃO A GASÓLEO/GÁS EXTREMAMENTE SILENCIOSAS PERFORMANCES ELEVADAS SOLUÇÕES E CONFORTO PERSONALIZADOS FORNECE A QUALIDADE DE UM SISTEMA INTEGRADO PERFEIÇÃO DE TODAS

Leia mais

DAIKIN ALTHERMA FLEX TYPE

DAIKIN ALTHERMA FLEX TYPE DAIKIN ALTHERMA FLEX TYPE Aplicações residenciais e comerciais Máximo conforto Aquecimento, água quente sanitária e arrefecimento Baixos níveis de emissão de CO 2 Sistema modular www.altherma.daikin.pt

Leia mais

JPM Tecnologias para Energias Renováveis, SA. Filipe Fernandes

JPM Tecnologias para Energias Renováveis, SA. Filipe Fernandes JPM Tecnologias para Energias Renováveis, SA Filipe Fernandes Arouca, 2010 A JPM Automação e Equipamentos Industrias SA - Apresentação Historial Fundada há mais de uma década, a JPM é uma empresa tecnologicamente

Leia mais

Ficha de identificação da entidade participante

Ficha de identificação da entidade participante Ficha de identificação da entidade participante Instituição Designação Instituto Superior Técnico Professor responsável João Toste Azevedo Contacto 218417993 Email toste@ist.utl.pt Técnico responsável

Leia mais

A SOLUÇÃO DE AQUECIMENTO E ARREFECIMENTO CENTRAL

A SOLUÇÃO DE AQUECIMENTO E ARREFECIMENTO CENTRAL A SOLUÇÃO DE AQUECIMENTO E ARREFECIMENTO CENTRAL TECNOLOGIA BOMBA DE CALOR NO SEU MELHOR O sistema Daikin Altherma para arrefecimento e aquecimento central é baseado na tecnologia bomba de calor e representa

Leia mais

Principais equipamentos utilizados nos sectores dos edifícios e da industria (a ter em consideração na análise energética) L. F.

Principais equipamentos utilizados nos sectores dos edifícios e da industria (a ter em consideração na análise energética) L. F. Principais equipamentos utilizados nos sectores dos edifícios e da industria (a ter em consideração na análise energética) L. F. Roriz 1. Tipo de instalações A análise energética pode ter que cobrir os

Leia mais

Projec ctar as especialidades..

Projec ctar as especialidades.. Projec ctar as especialidades.. Logo da entidade que apresenta Projectar as especialidades Projecto Uno Lda Engª Paula Neves projecto.uno@sapo.pt Quem somos? A Projecto Uno Projectos, Urbanizações e Construção

Leia mais

Albaenergy Solutions, Lda. Ar Condicionado

Albaenergy Solutions, Lda. Ar Condicionado Ar Condicionado Recorrendo à movimentação do ar estes equipamentos permitem, num curto espaço de tempo, climatizar um determinado espaço. Com estes sistemas podemos aquecer ou arrefecer o ambiente por

Leia mais

AQUECIMENTO, VENTILAÇÃO E AR CONDICIONADO ILUMINAÇÃO COZINHA/ LAVANDARIA DIVERSOS

AQUECIMENTO, VENTILAÇÃO E AR CONDICIONADO ILUMINAÇÃO COZINHA/ LAVANDARIA DIVERSOS P O U P A R AQUECIMENTO, VENTILAÇÃO E AR CONDICIONADO ILUMINAÇÃO COZINHA/ LAVANDARIA DIVERSOS AQUECIMENTO, VENTILAÇÃO E AR CONDICIONADO Caso tenha ar condicionado nos quartos ou áreas comuns do empreendimento,

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO HOSPITAL DOUTOR MANOEL CONSTÂNCIO INSTALAÇÕES TÉCNICAS. Mestrado em Manutenção Técnica de Edifícios

RELATÓRIO DE ESTÁGIO HOSPITAL DOUTOR MANOEL CONSTÂNCIO INSTALAÇÕES TÉCNICAS. Mestrado em Manutenção Técnica de Edifícios RELATÓRIO DE ESTÁGIO INSTALAÇÕES TÉCNICAS HOSPITAL DOUTOR MANOEL CONSTÂNCIO Mestrado em Manutenção Técnica de Edifícios Fernando Jorge Albino Varela de Oliveira Abrantes Dezembro 2014 ÍNDICE Objectivos

Leia mais

Estruturas Solares Multifunções

Estruturas Solares Multifunções Esta nova forma de captação da energia solar patenteada pela Sunaitec, chamada de Estruturas Solares Multifunções, vem alterar radicalmente a forma de captação da energia do sol disponibilizando-se, no

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada SESMARIA DO PAU QUEIMADO,, Localidade SANTO ESTEVÃO BNV

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada SESMARIA DO PAU QUEIMADO,, Localidade SANTO ESTEVÃO BNV Válido até 26/05/2024 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada SESMARIA DO PAU QUEIMADO,, Localidade SANTO ESTEVÃO BNV Freguesia SANTO ESTEVÃO Concelho BENAVENTE GPS 38.888944, -8.723055 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

PAINEIS SOLARES MEGASUN

PAINEIS SOLARES MEGASUN PAINEIS SOLARES MEGASUN Há mais de uma década a actuar no sector do aquecimento doméstico, a Jaqueciprolar é importador e representante dos Painéis Solares MEGASUN. A MEGASUN é um conceituado fabricante

Leia mais

a excelência do clima sistemas VRF

a excelência do clima sistemas VRF a excelência do clima VRF UNIDADES INTERIORES 5 MODELOS / 37 VERSÕES UNIDADES EXTERIORES 3 MODELOS / 36 VERSÕES Mural Cassette 4 vias Mini - VRF VRF VRF Plus Parede / Tecto Módulos Básicos Módulos Básicos

Leia mais

A excelência ao serviço do cliente

A excelência ao serviço do cliente A ENGIMAGNE A excelência ao serviço do cliente A ENGIMAGNE é uma resposta de excelência para as necessidades de empresas, instituições e particulares em tecnologias e soluções de engenharia, energia e

Leia mais

especial CALOR EFRIO LAR DICAS PARA O 22/11/13 SOL l 39 GETTY IMAGES/BRAND X

especial CALOR EFRIO LAR DICAS PARA O 22/11/13 SOL l 39 GETTY IMAGES/BRAND X especial LAR DICAS PARA O CALOR EFRIO GETTY IMAGES/BRAND X 22/11/13 SOL l 39 02/ 03 CLIMATIZAÇÃO/ LAR GETTY IMAGES/STOCKTREK IMAGES POUPE NA FACTURA DA ELECTRICIDADE Aqueça e refresque a casa de forma

Leia mais

ANEXO 14- PILHAS DE COMBUSTÍVEL

ANEXO 14- PILHAS DE COMBUSTÍVEL ANEXO 14- PILHAS DE COMBUSTÍVEL 198 Conteúdo 1 Pilha de combustível... 199 1.1 O que é um elemento a combustível... 199 1.2 Princípio de funcionamento... 200 1.3 Tipos básicos de elementos a combustível...

Leia mais

Seminário Eficiência Energética : Políticas, Incentivos e Soluções. Sertã, 06 de Junho 2011

Seminário Eficiência Energética : Políticas, Incentivos e Soluções. Sertã, 06 de Junho 2011 Seminário Eficiência Energética : Políticas, Incentivos e Soluções Promover a eficiência energética É tornar o mundo melhor e mais assustentável tá e ADENE Agência para a Energia Paulo Nogueira Auditório

Leia mais

CALDEIRAS MURAIS DE CONDENSAÇÃO

CALDEIRAS MURAIS DE CONDENSAÇÃO CALDEIRAS MURAIS DE CONDENSAÇÃO BIOS CLASSE 5 NO X MELHORAR A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA É UMA DAS GRANDES METAS DA NOSSA SOCIEDADE NO SÉCULO XXI. A GAMA BIOS, BASEADA NA TECNOLOGIA DA CONDENSAÇÃO É UM DOS

Leia mais

Guia de declaração para equipamentos de AVAC&R. (Aplicação dos DL 230/2004 e 132/2010)

Guia de declaração para equipamentos de AVAC&R. (Aplicação dos DL 230/2004 e 132/2010) (Aplicação dos DL 230/2004 e 132/2010) ÍNDICE 1 Objectivo... 3 2 Porquê esta legislação?... 3 3 Quem está abrangido?... 3 4 Quais os equipamentos abrangidos?... 3 5 Dúvidas frequentes... 5 5.1 Equipamentos

Leia mais

CONFORTO DURANTE TODO O ANO SOLUÇÕES DE AQUECIMENTO E DE ARREFECIMENTO PARA O SEU LAR

CONFORTO DURANTE TODO O ANO SOLUÇÕES DE AQUECIMENTO E DE ARREFECIMENTO PARA O SEU LAR CONFORTO DURANTE TODO O ANO SOLUÇÕES DE AQUECIMENTO E DE ARREFECIMENTO PARA O SEU LAR 1 2 Está a construir ou a renovar a sua casa? Está a pensar em equipar a sua casa com um sistema de aquecimento de

Leia mais

BOMBAS DE CALOR PARA A.Q.S. AQUASMART AQUASMART SPLIT SOLUÇÕES DE ÁGUA QUENTE

BOMBAS DE CALOR PARA A.Q.S. AQUASMART AQUASMART SPLIT SOLUÇÕES DE ÁGUA QUENTE BOMBAS DE CALOR PARA A.Q.S. AQUASMART AQUASMART SPLIT SOLUÇÕES DE ÁGUA QUENTE Índice Bombas de Calor para A.Q.S. Um novo grau de eficiência Sistemas eficientes de aquecimento de águas 03 Serviços de Apoio

Leia mais

Arrefecimento solar em edifícios

Arrefecimento solar em edifícios Arrefecimento solar em edifícios Introdução A constante procura de conforto térmico associada à concepção dos edifícios mais recentes conduziram a um substancial aumento da utilização de aparelhos de ar

Leia mais

Aquecimento. Catálogo. Todas as épocas CONFORTO DE CLIMATIZAÇÃO. Aquecimento. Ar Condicionado. Aplicações industriais.

Aquecimento. Catálogo. Todas as épocas CONFORTO DE CLIMATIZAÇÃO. Aquecimento. Ar Condicionado. Aplicações industriais. Aquecimento Todas as épocas CONFORTO DE CLIMATIZAÇÃO Aquecimento Catálogo Ar Condicionado Aplicações industriais Refrigeração Aquecimento - Água quente sanitária - Arrefecimento SOLUÇÕES COM EFICIÊNCIA

Leia mais

CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR

CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR Nº CER CE0000045965837 CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR TIPO DE FRACÇÃO/EDIFÍCIO: EDIFÍCIO DE HABITAÇÃO SEM SISTEMA(S) DE CLIMATIZAÇÃO (NOVO) Morada / Localização Vila

Leia mais

Armário Outdoor com. Free Cooling ou Ar Condicionado. www.facemate.net

Armário Outdoor com. Free Cooling ou Ar Condicionado. www.facemate.net Armário Outdoor com Free Cooling ou Ar Condicionado NOTAS Os armários outdoor estão desenhados para instalação em ambientes de exterior sujeitos a condições de chuva, vento, calor ou radiação solar. O

Leia mais

ENERGIA GEOTÉRMICA & SISTEMAS DE CLIMATIZAÇÃO

ENERGIA GEOTÉRMICA & SISTEMAS DE CLIMATIZAÇÃO ENERGIA GEOTÉRMICA & SISTEMAS DE CLIMATIZAÇÃO ENERGIA GEOTÉRMICA Definição Recurso geotérmico -Fluidos e formações geológicas do sub-solo, de temperatura elevada, cujo calor seja suscetível de aproveitamento

Leia mais

CATÁLOGO CATÁLOGO. 03/2011 Caldeiras a gás e tecnologia de condensação

CATÁLOGO CATÁLOGO. 03/2011 Caldeiras a gás e tecnologia de condensação CATALOGUE CATÁLOGO CATÁLOGO 03/2011 Caldeiras a gás e tecnologia de condensação ÍNDICE BOMBAS DE CALOR AUDAX bombas de calor ar/água, monofásicas, com inversão de ciclo NOVO p. 6 Integrador de sistemas,

Leia mais

Água Quente. Supraeco W Supraeco W OS. Bombas de calor Ar - Água para produção de A.Q.S. julho 2014. Conforto para a vida

Água Quente. Supraeco W Supraeco W OS. Bombas de calor Ar - Água para produção de A.Q.S. julho 2014. Conforto para a vida Supraeco W Supraeco W OS Bombas de calor Ar - Água para produção de A.Q.S. Água Quente julho 0 Conforto para a vida Bombas de calor SUPRAECO energia água quente ar-água confortopoupança eficiênciacop calor

Leia mais

Objetivos: Potencial para aplicação ST em grandes instalações: Água quente sanitária. Água quente de processo Água quente para arrefecimento

Objetivos: Potencial para aplicação ST em grandes instalações: Água quente sanitária. Água quente de processo Água quente para arrefecimento Objetivos: Potencial para aplicação ST em grandes instalações: Água quente sanitária. Água quente de processo Água quente para arrefecimento Introdução Potencial ST Grandes Instalações 23 out Introdução

Leia mais

[ Ar ] [ Água ] [ Terra ] [ Buderus ] Deixe entrar o sol no seu lar. O calor é o nosso elemento

[ Ar ] [ Água ] [ Terra ] [ Buderus ] Deixe entrar o sol no seu lar. O calor é o nosso elemento [ Ar ] Tecnologia Caldera mural solar de Logasol condensación SKE Logamax.0; plus SKN GB0 3.0; SKS 4.0 [ Água ] [ Terra ] [ Buderus ] Deixe entrar o sol no seu lar SOLA R TECNOLOGIA O calor é o nosso elemento

Leia mais

sistema Com esta pode-se criar um sistema ajustado às necessidades dos clientes bem como aos seus estilos de vida.

sistema Com esta pode-se criar um sistema ajustado às necessidades dos clientes bem como aos seus estilos de vida. sistema O nosso inovador sistema utiliza a mais avançada tecnologia de inteligência distribuída, utilizando para o efeito, comunicações baseadas em CAN desenhadas para sistemas críticos. É um sistema revolucionário

Leia mais

TRAINREBUILD Formar para Reabilitar a Europa. WORKSHOP Reabilitação Energética de Edificios. Cascais, 19 de Abril de 2012

TRAINREBUILD Formar para Reabilitar a Europa. WORKSHOP Reabilitação Energética de Edificios. Cascais, 19 de Abril de 2012 TRAINREBUILD Formar para Reabilitar a Europa WORKSHOP Reabilitação Energética de Edificios Cascais, 19 de Abril de 2012 INDICE Lisboa E-Nova Enquadramento Conceitos Metodologia Oportunidades de Melhoria

Leia mais

Soluções sustentáveis para a vida.

Soluções sustentáveis para a vida. Soluções sustentáveis para a vida. A Ecoservice Uma empresa brasileira que está constantemente em busca de recursos e tecnologias sustentáveis para oferecer aos seus clientes, pessoas que têm como conceito

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DO CASTELO,, Localidade MONTEMOR-O-VELHO

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA DO CASTELO,, Localidade MONTEMOR-O-VELHO Válido até 29/03/2025 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA DO CASTELO,, Localidade MONTEMOR-O-VELHO Freguesia MONTEMOR-O-VELHO E GATÕES Concelho MONTEMOR-O-VELHO GPS 40.173269, -8.685544 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

Bombas de Calor. O calor é o nosso elemento

Bombas de Calor. O calor é o nosso elemento Bombas de Calor 2º Seminário PPGS Carlos Barbosa TT/SPO-TRTR 1 Bombas de Calor Geotérmicas Índice Definições Funcionamento Performance Instalação Fontes de Problemas 2 Definições Definição de bomba de

Leia mais

Equipamentos primários. L. Roriz

Equipamentos primários. L. Roriz Equipamentos primários L. Roriz Unidades de Arrefecimento Unidades de Arrefecimento de Ar Unidades Produtoras de Água Refrigerada Sistemas de compressão de vapor Sistemas de expansão directa Sistemas utilizando

Leia mais

biomassa florestal calor, aquecimento e água quente www.silvaplus.com

biomassa florestal calor, aquecimento e água quente www.silvaplus.com biomassa florestal calor, aquecimento e água quente www.silvaplus.com A biomassa florestal As florestas portuguesas são constituídas por uma enorme variedade de espécies que apresentam poderes caloríficos

Leia mais

onforto tudo em um para aplicações residenciais e comerciais CATÁLOGO DE AQUECIMENTO DAIKIN ALTHERMA CATÁLOGO DO INSTALADOR

onforto tudo em um para aplicações residenciais e comerciais CATÁLOGO DE AQUECIMENTO DAIKIN ALTHERMA CATÁLOGO DO INSTALADOR onforto tudo em um para aplicações residenciais e comerciais CATÁLOGO DO INSTALADOR CATÁLOGO DE AQUECIMENTO DAIKIN ALTHERMA Aquecimento, água quente sanitária e arrefecimento Soluções energéticas sustentáveis

Leia mais

Chaminés Cálculos e Normas aplicáveis

Chaminés Cálculos e Normas aplicáveis Chaminés Cálculos e Normas aplicáveis Chaminé de tiragem natural Tem como função permitir a evacuação dos gases, produzidos por uma determinada combustão. Aplicado na extracção de gases de combustão provenientes

Leia mais

CALDEIRAS DE CHÃO DE CONDENSAÇÃO POWER HT

CALDEIRAS DE CHÃO DE CONDENSAÇÃO POWER HT CALDEIRAS DE CHÃO DE CONDENSAÇÃO POWER HT POWER HT MELHORAR A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA É UMA DAS GRANDES METAS DA NOSSA SOCIEDADE NO SÉCULO XXI. A GAMA POWER HT, BASEADA NA TECNOLOGIA DA CONDENSAÇÃO É UM

Leia mais

Acumuladores de Calor

Acumuladores de Calor Acumuladores de Calor Em virtude da atividade de muitas pessoas se desenvolver, diariamente, no interior de edifícios, tal obriga a que as condições de conforto, principalmente as relacionadas com a qualidade

Leia mais

Nota de Imprensa. Buderus aposta nas energias renováveis

Nota de Imprensa. Buderus aposta nas energias renováveis Nota de Imprensa Buderus aposta nas energias renováveis Painéis solares, caldeiras, pellets, bombas de calor reversíveis para aplicações geotérmicas e aerotérmicas e até uma estação de produção de a.q.s.

Leia mais

CADERNO DE ENCARGOS. Pág.1/12

CADERNO DE ENCARGOS. Pág.1/12 Manutenção do Sistema de climatização dos edifícios escolares da responsabilidade do Município, manutenção do Sistema de AVAC do Arquivo Municipal Alfredo Pimenta e manutenção do sistema de AVAC da Divisão

Leia mais

Aproveitamento Solar Passivo - Aproveitamento da energia para aquecimento de edifícios ou prédios, através de concepções e estratégias construtivas.

Aproveitamento Solar Passivo - Aproveitamento da energia para aquecimento de edifícios ou prédios, através de concepções e estratégias construtivas. GLOSSÁRIO Aproveitamento Solar Passivo - Aproveitamento da energia para aquecimento de edifícios ou prédios, através de concepções e estratégias construtivas. Ar Condicionado - Expressão utilizada largamente

Leia mais

2010/2011. Emissores térmicos Acumuladores de calor Radiadores seca-toalhas Radiadores de esplanada

2010/2011. Emissores térmicos Acumuladores de calor Radiadores seca-toalhas Radiadores de esplanada 2010/2011 Emissores térmicos Acumuladores de calor Radiadores seca-toalhas Radiadores de esplanada Emissores térmicos O aquecimento central à sua medida. Conforto, simplicidade e economia, num só aparelho.

Leia mais

POUPE 1879 EM 10 ANOS

POUPE 1879 EM 10 ANOS Com o apoio do programa Energia Inteligente da Europa, da Comissão Europeia POUPE 1879 EM 10 ANOS 10 Proteste 375 janeiro 2016 Sala virada para o calor EM Usar aquecedor elétrico, ar condicionado, caldeira

Leia mais

BOMBAS DE CALOR AR ÁGUA. Conforto durante todo o ano, com produção de águas quentes sanitárias

BOMBAS DE CALOR AR ÁGUA. Conforto durante todo o ano, com produção de águas quentes sanitárias BOMBAS DE CALOR AR ÁGUA Conforto durante todo o ano, com produção de águas quentes sanitárias CARRIER.GRUPO UNITED TECHNOLOGIES Carrier Corporation é uma subsidiária da United Technologies Corporation

Leia mais

EXPO EUROPA E AMBIENTE

EXPO EUROPA E AMBIENTE EXPO EUROPA E AMBIENTE Microgeração Um novo Conceito de Energias Carlos Mendes Nunes Carlos Simões Contactos: Eurosauna; José Morais / Raul Fino Quarteira - Loulé 09 Maio 2008 Energias Renová Energias

Leia mais

NÓS CONHECEMOS A ENERGIA DA NATUREZA. Catálogo 2014. www.enat.pt

NÓS CONHECEMOS A ENERGIA DA NATUREZA. Catálogo 2014. www.enat.pt NÓS CONHECEMOS A ENERGIA DA NATUREZA Catálogo 2014 www.enat.pt Eletricidade em mercado livre Mercado livre significa que os consumidores de eletricidade podem escolher o seu fornecedor e que os preços

Leia mais

CENTRO ESCOLAR DAS LAGOAS PONTE DE LIMA

CENTRO ESCOLAR DAS LAGOAS PONTE DE LIMA CENTRO ESCOLAR DAS LAGOAS PONTE DE LIMA Projeto Energia Construção Sustentável www.cezero.pt / www.cezero.com.br CENTRO ESCOLAR DAS LAGOAS PONTE DE LIMA PROJETO Arquitetura e sistemas construtivos Maximização

Leia mais

O SEU PAINEL DE AQUECIMENTO RADIANTE

O SEU PAINEL DE AQUECIMENTO RADIANTE 2011 Marca: Heatwafer Modelo: HW1 Área Aquecida: 3-4 m3 Consumo: 80 W O SEU PAINEL DE AQUECIMENTO RADIANTE Custo por 1 hora: 0,01 Custo por 24 Horas: 0,17 Dimensões (p*w*h): 35*200*300 mm HEATWAFER * baseado

Leia mais

PROGRAMA DE CURSOS 2012

PROGRAMA DE CURSOS 2012 PROGRAMA DE CURSOS 2012 CENTRO DE FORMAÇÃO CALENDÁRIO PROGRAMA DE CURSOS 2012 CURSOS INSTALAÇÃO DE SOLUÇÕES SOLARES TÉRMICAS DOMÉSTICAS Sistemas autónomos e em circulação forçada: Termossifão STS Autocalor

Leia mais

Chiller Industrial Quando confiabilidade faz a diferença

Chiller Industrial Quando confiabilidade faz a diferença Chiller Industrial Quando confiabilidade faz a diferença Produzidos com os melhores componentes disponíveis no mundo e projetados com foco em economia de energia e facilidade de operação e manutenção,

Leia mais

<< www.hiperclima.pt >> Inisol EASYLIFE

<< www.hiperclima.pt >> Inisol EASYLIFE solar biomassa bombas de calor Condensação gasóleo/gás Inisol A.Q.S. solar individual EASYLIFE O sol para cada um, o solar para todos >> Significativas economias >> Zero emissão de CO2 >> Conforto garantido

Leia mais

A CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA EM PORTUGAL - ANÁLISE DA SUA APLICAÇÃO A UM EDIFÍCIO DE SERVIÇOS

A CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA EM PORTUGAL - ANÁLISE DA SUA APLICAÇÃO A UM EDIFÍCIO DE SERVIÇOS A CERTIFICAÇÃO ENERGÉTICA EM PORTUGAL - ANÁLISE DA SUA APLICAÇÃO A UM EDIFÍCIO DE SERVIÇOS Panorama Energético Segundo o Portal Europeu de Energia em 2009: Ou seja, o sector dos edifícios foi responsável

Leia mais

Projecto e Dimensionamento de Sistemas Geotérmicos Superficiais

Projecto e Dimensionamento de Sistemas Geotérmicos Superficiais Projecto e Dimensionamento de Sistemas Geotérmicos Superficiais BOMBAS DE CALOR GEOTERMICAS e as suas soluções FACTORES DECISIVOS e os seus benefícios POTENCIAL DO SOLO acesso; características; perfuração

Leia mais

GUIA PARA A REABILITAÇÃO DOMÓTICA. comunicações, segurança e conforto. PROJETO Cooperar para Reabilitar da InovaDomus

GUIA PARA A REABILITAÇÃO DOMÓTICA. comunicações, segurança e conforto. PROJETO Cooperar para Reabilitar da InovaDomus GUIA PARA A REABILITAÇÃO DOMÓTICA comunicações, segurança e conforto PROJETO Cooperar para Reabilitar da InovaDomus Autoria do Relatório Consultoria RedeRia - Innovation, S.A. Índice 0. Preâmbulo 5 1.

Leia mais

CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR

CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR Nº CER CE54401115 CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR TIPO DE FRACÇÃO/EDIFÍCIO: PEQUENO EDIFÍCIO DE SERVIÇOS SEM SISTEMA(S) DE CLIMATIZAÇÃO Morada / Localização Travessa

Leia mais

Certificado Energético Pequeno Edifício de Comércio e Servicos IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA, 231, R/C Localidade PORTO

Certificado Energético Pequeno Edifício de Comércio e Servicos IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada RUA ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA, 231, R/C Localidade PORTO Válido até 20/04/2025 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada RUA ANTÓNIO JOSÉ DA SILVA, 231, R/C Localidade PORTO Freguesia PARANHOS Concelho PORTO GPS 41.163993, -8.604853 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL 1 ª Conservatória

Leia mais

_ esquentadores solares a gás p.34. gama. solasis

_ esquentadores solares a gás p.34. gama. solasis _ esquentadores solares a gás p.34 gama solasis Esquentadores solares. Conforto com a máxima poupança. A Fagor, na sua constante busca de novas soluções que respeitem o ambiente, desenvolveu quatro modelos

Leia mais

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AVª FONTES PEREIRA DE MELO, 51 A 51-G, 8º ESQ Localidade LISBOA

Certificado Energético Edifício de Habitação IDENTIFICAÇÃO POSTAL. Morada AVª FONTES PEREIRA DE MELO, 51 A 51-G, 8º ESQ Localidade LISBOA Válido até 19/01/2015 IDENTIFICAÇÃO POSTAL Morada AVª FONTES PEREIRA DE MELO, 51 A 51-G, 8º ESQ Localidade LISBOA Freguesia AVENIDAS NOVAS Concelho LISBOA GPS 39.700000, -8.000000 IDENTIFICAÇÃO PREDIAL/FISCAL

Leia mais

Um sistema bem dimensionado permite poupar, em média, 70% a 80% da energia necessária para o aquecimento de água que usamos em casa.

Um sistema bem dimensionado permite poupar, em média, 70% a 80% da energia necessária para o aquecimento de água que usamos em casa. Mais Questões Isildo M. C. Benta, Assistência Técnica Certificada de Sistemas Solares Quanto poupo se instalar um painel solar térmico? Um sistema bem dimensionado permite poupar, em média, 70% a 80% da

Leia mais

CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR

CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR Nº CER CE53106823 CERTIFICADO DE DESEMPENHO ENERGÉTICO E DA QUALIDADE DO AR INTERIOR TIPO DE FRACÇÃO/EDIFÍCIO: EDIFÍCIO DE HABITAÇÃO SEM SISTEMA(S) DE CLIMATIZAÇÃO (NOVO) Morada / Localização Vila Utopia,

Leia mais