S4S - SMARTPHONES FOR SENIORS. Apresentação dos resultados do Projeto, 6 Setembro 2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "S4S - SMARTPHONES FOR SENIORS. Apresentação dos resultados do Projeto, 6 Setembro 2013"

Transcrição

1 S4S - SMARTPHONES FOR SENIORS Apresentação dos resultados do Projeto, 6 Setembro 2013

2 AGENDA 14h30 Boas-vindas (MSFT) (10m) 14h40 Apresentação do Projeto S4S (MSFT) (20m) 15h00 Demonstração das aplicações: Living Home Center Mobile (MSFT) (15m) Medication Assistant (UA) (15m) Fall Risk Assessment (FhP) (15m) XisQuê (FCUL) (15m) (Demo video) 16h00 Coffee break (15m) 16h15 Demonstração das aplicações (continuação): Activity Register (WIT) (10m) Medication Reminder (WIT) (10m) Care Providers (WIT) (10m) 16h45 Discussão e conclusão (MSFT) (30m) 17h15 Networking, snacks & Drinks 2

3 S4S PRIMEIRA APRESENTAÇÃO PÚBLICA DE RESULTADOS 3

4 CONTEXTO E MOTIVAÇÃO DO PROJETO S4S A Europa está a envelhecer uma vez que a expectativa de vida está a aumentar e a taxa de natalidade está a diminuir drasticamente; Em 2060, estima-se que o número de seniores (cidadãos com idade superior a 65 anos) irá alcançar os 30% na União Europeia e cerca de 32% em Portugal. 4

5 CONTEXTO E MOTIVAÇÃO DO PROJETO S4S Últimos números do INE (2013) (Instituto Nacional de Estatística) Pinhal Interior Sul 30% da população >65 anos 5

6 CONTEXTO E MOTIVAÇÃO DO PROJETO S4S Envelhecimento ativo segundo as Nações Unidas Potencial para o bem-estar físico, social e mental ao longo da vida; Independência, dignidade e autorrealização; Participação social, cívica, económica, cultural, espiritual; Otimização das oportunidades de saúde, segurança e qualidade de vida. 6

7 CONTEXTO E MOTIVAÇÃO DO PROJETO S4S Atualmente, a população idosa vive rodeada por tecnologia, internet e redes sociais, que no entanto, na sua maioria não está adaptada às suas necessidades e interesses; É urgente adaptar a tecnologia existente e torná-la inclusiva, fácil de utilizar e móvel, em alinhamento com um estilo de vida de envelhecimento ativo, a fim de aumentar a independência dos seniores e a sua qualidade de vida. 7

8 CONTEXTO E MOTIVAÇÃO DO PROJETO S4S A tecnologia deve adaptar-se às idiossincrasias desta faixa etária, inclusive à vida do dia-a-dia dos seniores de uma forma integrada, fácil e não invasiva. 8

9 CONTEXTO E MOTIVAÇÃO DO PROJETO S4S O que fazer? 9

10 APRESENTAÇÃO DO PROJETO S4S Smartphones for Seniors (S4S), é um Projeto de I&D Português, coordenado pela Microsoft, que visa desenvolver e disponibilizar tecnologia adaptada à população sénior em cenários móveis, através da personalização das interfaces e funções básicas de um telemóvel Windows Phone 8. 10

11 APRESENTAÇÃO DO PROJETO S4S Objetivos Prevenção do isolamento; Promoção da autonomia e da qualidade de vida dos seniores; Melhoria da saúde e do bem-estar; Desenvolver a economia local (Portuguesa) de aplicações para Windows Phone 8 no âmbito do envelhecimento ativo. 11

12 APRESENTAÇÃO DO PROJETO S4S Utilizadores alvo: Seniores Ativos Quem são os seniores?

13 APRESENTAÇÃO DO PROJETO S4S (MSFT) Trabalho realizado: 1. Levantamento de requisitos e necessidades da população sénior; Abordagem quantitativa e qualitativa. 2. Desenvolvimento de 9 aplicações para Windows Phone 8: Áreas: Prevenção do isolamento; Melhoria da saúde e bem-estar; Promoção da autonomia. 3. Primeiros testes de usabilidade; 13

14 APRESENTAÇÃO DO PROJETO S4S (MSFT) Trabalho a realizar: 1. Finalizar os trabalhos de integração, já iniciados e em curso; 2. Período alargado de avaliação da usabilidade e bugfixing. 14

15 APRESENTAÇÃO DO PROJETO S4S (MSFT) Aplicações desenvolvidas Living Home Center Mobile; Medication Assistant; Fall Risk Assessment; XisQuê; Activity Register; Medication Reminder; Care Providers. 15

16 S4S - SMARTPHONES FOR SENIORS LHC Mobile Microsoft J. Avelar

17 LHC MOBILE MICROSOFT OBJETIVOS Desenvolver uma aplicação que simplifique o acesso aos serviços de redes sociais, e agenda; Desenvolver uma aplicação que promova a inclusão social; Promover o contacto entre os idosos e os seus familiares e amigos; Oferecer interação usando a voz. 17

18 LHC MOBILE MICROSOFT INTERFACE GRÁFICA Suporta interação mais tradicional através de toque e também através de voz para uma interação mais fácil e natural; Design simples; Ícones grandes; Fácil e intuitivo para os utilizadores mais idosos. 18

19 LHC MOBILE MICROSOFT SERVIÇOS 3 principais categorias de serviços ; Agenda; Redes Sociais. 19

20 LHC MOBILE MICROSOFT AGENDA O serviço de Agenda permite as seguintes funcionalidades: Gerir marcações; Vista mensal do calendário; Vista diária do calendário; Detalhes de cada evento no calendário. 20

21 LHC MOBILE MICROSOFT AGENDA 21

22 LHC MOBILE MICROSOFT O serviço de permite ao utilizador: Receber s; Criar e enviar s; Gerir a caixa de correio do utilizador. 22

23 LHC MOBILE MICROSOFT REDES SOCIAIS Subdividido em 4 áreas: Perfil; Áudio visual; Mensagens; Pesquisa. 23

24 LHC MOBILE MICROSOFT REDES SOCIAIS - PERFIL Os utilizadores podem facilmente aceder e gerir o perfil das suas contas de Facebook e Twitter. 24

25 LHC MOBILE MICROSOFT REDES SOCIAIS - AUDIOVISUAL Aceder aos vídeos e fotos do utilizador; Organização por álbuns; Várias vistas para ajudar na navegação; Partilha de conteúdo audiovisual. 25

26 LHC MOBILE MICROSOFT REDES SOCIAIS - AUDIOVISUAL 26

27 LHC MOBILE MICROSOFT REDES SOCIAIS - MENSAGENS Aceder a mensagens de Facebook; Aceder ao conteúdo multimédia das mensagens; Criar e enviar mensagens públicas ou privadas. 27

28 LHC MOBILE MICROSOFT REDES SOCIAIS - PESQUISA Utilizadores pode pesquisar e aceder a conteúdo no Youtube e no Twitter numa interface simples e unificada. 28

29 S4S - SMARTPHONES FOR SENIORS Medication Assistant Universidade de Aveiro (DETI/IEETA) A. Teixeira

30 MEDICATION ASSISTANT UNIVERSIDADE DE AVEIRO MOTIVAÇÃO Muitos seniores apresentam altos níveis de não-adesão à medicação Muitos erros na toma de medicação, preocupações sobre efeitos secundários, pouca motivação e problemas de memória Muitas das aplicações de assistência à toma de medicação focam-se apenas nos alertas e na interação por toque, o que pode não ser o mais adequado Objetivo Aplicação móvel para seniores que: contribua para melhorar a adesão à toma de medicação forneça aconselhamento para problemas de toma de medicação do dia-a-dia sirva para investigação da interacção entre os seniores e smartphones, especialmente quando usando voz 30

31 MEDICATION ASSISTANT UNIVERSIDADE DE AVEIRO Desenvolvimento iterativo/cíclico: MÉTODO Análise de requisitos Obter Personas, problema e visão Brainstorming (com pessoas de diferentes áreas) Identificar expetativas das Personas Construir cenários de contexto Identificar requisitos Desenvolvimento da aplicação Teste da aplicação Avaliação da aplicação feita por utilizadores 31

32 MEDICATION ASSISTANT UNIVERSIDADE DE AVEIRO Requisitos funcionais REQUISITOS INICIAIS Requisitos de utilizador Alertas de medicação Aconselhamento para medicação Registo de toma de medicação e de evolução patológica Localização das farmácias Interação por toque e fala Credível e fiável Evitar a sobrecarga de conteúdos e pequenos ícones Personalização Adaptação Cuidado extra com dimensão, conteúdo e toque 32

33 MEDICATION ASSISTANT UNIVERSIDADE DE AVEIRO PRINCIPAIS FUNCIONALIDADES DO PROTÓTIPO ACTUAL Alertas para lembrar utilizador sobre toma de medicamentos Aconselhamento em questões relacionadas Esqueci-me com a toma de de tomar a ultima medicação medicação Inserção e gestão de medicamentos Existem por terceiros efeitos secundários? Adaptação ao contexto Guia e ajuda sobre como utilizar a aplicação Adaptação ao conhecimento do utilizador Alertas Ajuda Zoom automático Guias Opções

34 MEDICATION ASSISTANT UNIVERSIDADE DE AVEIRO UTILIZAÇÃO DA APLICAÇÃO Toque Aceite para todas as operações Fala Usando as tecnologias da Microsoft Pode ser mais intuitivo e rápido Útil para quem tem dificuldades com o toque

35 MEDICATION ASSISTANT UNIVERSIDADE DE AVEIRO INFORMAÇÃO PARA O SÉNIOR Gráficos e texto Vista panorâmica Geração de imagens (medicamento, caixa) Detalhes da medicação Fala TTS (e.g. Os Efeitos secundários são ) Uso de geração de linguagem natural (NLG)

36 MEDICATION ASSISTANT UNIVERSIDADE DE AVEIRO ADAPTAÇÃO AO CONTEXTO Distância do utilizador Elementos relevantes da imagem são ampliados dependendo da distância do utilizador Lida com problemas de visão (dependendo do problema do utilizador reage de maneira diferente) Nível de ruído O volume é ajustado

37 MEDICATION ASSISTANT UNIVERSIDADE DE AVEIRO AUTO AJUDA E INTERAÇÃO CONFIGURÁVEL Ajuda Fornece ajuda diferente dependendo do nível de experiência do utilizador Aprende a detectar situações em que o utilizador precisa de ajuda Configuração Permite ao utilizador alterar comportamento da interação com a aplicação (ex: funcionamento do zoom)

38 MEDICATION ASSISTANT UNIVERSIDADE DE AVEIRO PRIMEIROS RESULTADOS DE AVALIAÇÃO Grupo heterogéneo de profissionais de saúde e engenharia (25-65 anos). Aspetos positivos: Vista panorâmica de medicamentos Funcionalidade de aconselhamento Interação por voz Adaptação Palavras mais mencionadas: benéfico, utilidade, prático e promissor A melhorar: Interação por voz Customização Guias e ajuda de como utilizar aplicação Layout gráfico

39 MEDICATION ASSISTANT UNIVERSIDADE DE AVEIRO AVALIAÇÃO POR SENIORES 3 1 Grupo heterogéneo de utilizadores finais (57-76 anos).

40 MEDICATION ASSISTANT UNIVERSIDADE DE AVEIRO DEMONSTRAÇÃO (VÍDEO)

41 MEDICATION ASSISTANT UNIVERSIDADE DE AVEIRO Obrigado pela atenção!

42 S4S - SMARTPHONES FOR SENIORS Fall Risk Assessment: Dance! Don t Fall Fraunhofer Portugal AICOS

43 DANCE! DON T FALL FRAUNHOFER PORTUGAL AICOS 43

44 DANCE! DON T FALL FRAUNHOFER PORTUGAL AICOS Uso dos sensores internos do smartphone; Permite jogar sozinho/a ou com outras pessoas. 44

45 DANCE! DON T FALL FRAUNHOFER PORTUGAL AICOS Avaliação de 4 factores : Precisão; Tempo; Ritmo; Estabilidade. 45

46 DANCE! DON T FALL FRAUNHOFER PORTUGAL AICOS Questionário médico: Sintomas; Avaliação; Recomendações. 46

47 DANCE! DON T FALL FRAUNHOFER PORTUGAL AICOS 47

48 S4S - SMARTPHONES FOR SENIORS XisQuê FCUL

49 XISQUÊ FCUL Oferece um serviço que providencia a utilizadores idosos: Acesso rápido a um motor de busca especializado; Interacção multimodal com o serviço; Respostas rápidas e sucintas a questões do seu quotidiano. 49

50 XISQUÊ FCUL Pesquisa: Escrita de questões em Português; Serviço XisQuê providencia as 5 respostas mais relevantes; Área de ajuda para clarificar os tipos de questões suportados. 50

51 XISQUÊ FCUL Lista de Exemplos: Lista rotativa de exemplos elucidativos; Hiperligação para o ecrã de resultados; Imita o comportamento de uma pesquisa introduzida pelo utilizador. 51

52 XISQUÊ FCUL Apresentação de Resultados: Ecrã de resultados dividido no máximo em 5 páginas contendo os resultados mais relevantes; Navegação por swiping, toque no número da página ou através dos botões da barra da aplicação; Protótipos actuais disponibilizam duas formas de apresentação, tal como ilustrado nas figuras. 52

53 XISQUÊ FCUL 53

54 S4S - SMARTPHONES FOR SENIORS Plataforma S4S WIT Software

55 PLATAFORMA S4S WIT SOFTWARE Autenticação de utilizadores através do serviço Live ID da Microsoft Informação recolhida pelas aplicações é guardada de forma anónima no Serviço S4S 55

56 S4S - SMARTPHONES FOR SENIORS Interface Gráfica S4S WIT Software

57 INTERFACE GRÁFICA S4S WIT SOFTWARE Objectivos: Interface gráfica única, comum a todas as aplicações S4S Adaptada às necessidades dos utilizadores seniores 57

58 INTERFACE GRÁFICA S4S WIT SOFTWARE Características: Cores de alto contraste 58

59 INTERFACE GRÁFICA S4S WIT SOFTWARE Características: Cores de alto contraste Elementos com que o utilizador pode interagir destacados com a mesma cor 59

60 INTERFACE GRÁFICA S4S WIT SOFTWARE Características: Cores de alto contraste Elementos com que o utilizador pode interagir destacados com a mesma cor Componentes bem visíveis ou ajustáveis em tamanho 60

61 INTERFACE GRÁFICA S4S WIT SOFTWARE Características: Cores de alto contraste Elementos com que o utilizador pode interagir destacados com a mesma cor Componentes bem visíveis ou ajustáveis em tamanho Facilitadores de interação com o ecrã 61

62 INTERFACE GRÁFICA S4S WIT SOFTWARE Características: Cores de alto contraste Elementos com que o utilizador pode interagir destacados com a mesma cor Componentes bem visíveis ou ajustáveis em tamanho Facilitadores de interação com o ecrã Secção de ajuda sempre disponível 62

63 INTERFACE GRÁFICA S4S WIT SOFTWARE Características: Cores de alto contraste Elementos com que o utilizador pode interagir destacados com a mesma cor Componentes bem visíveis ou ajustáveis em tamanho Facilitadores de interação com o ecrã Secção de ajuda sempre disponível Partilha de configurações gráficas entre aplicações 63

64 S4S - SMARTPHONES FOR SENIORS S4S Ativo WIT Software

65 S4S ATIVO WIT SOFTWARE Monitoriza e recolhe informação sobre a atividade física do utilizador. Objetivos: Manter os utilizadores motivados para a prática de exercício Permitir a gestão e o acompanhamento remotos por parte dos prestadores de cuidados 65

66 S4S ATIVO WIT SOFTWARE Funcionalidades: Medição da atividade física do utilizador número de passos, distância percorrida e nível de atividade 66

67 S4S ATIVO WIT SOFTWARE Funcionalidades: Medição da atividade física do utilizador número de passos, distância percorrida e nível de atividade Apresentação dos dados recolhidos em listas e gráficos 67

68 S4S ATIVO WIT SOFTWARE Funcionalidades: Medição da atividade física do utilizador número de passos, distância percorrida e nível de atividade Apresentação dos dados recolhidos em listas e gráficos Definição de objetivos tanto por parte de utilizadores como de prestadores de cuidados 68

69 S4S - SMARTPHONES FOR SENIORS S4S Saúde WIT Software

70 S4S SAÚDE WIT SOFTWARE Registo e alerta de medições médicas e da medicação do utilizador. Objetivos: Melhorar a autonomia dos utilizadores alertando-os para a toma de medicação ou a realização de medições médicas Permitir manter um histórico das medições médicas Permitir o acompanhamento remoto por parte dos prestadores de cuidados 70

71 S4S SAÚDE WIT SOFTWARE Funcionalidades: Definir a medicação do utilizador utilizando símbolos que são visualmente idênticos à medicação real 71

72 S4S SAÚDE WIT SOFTWARE Funcionalidades: Definir a medicação do utilizador utilizando símbolos que são visualmente idênticos à medicação real Alarmes para recordar ações que o utilizador deve realizar como a toma de um medicamento ou a realização de uma medição médica 72

73 S4S SAÚDE WIT SOFTWARE Funcionalidades: Definir a medicação do utilizador utilizando símbolos que são visualmente idênticos à medicação real Alarmes para recordar ações que o utilizador deve realizar como a toma de um medicamento ou a realização de uma medição médica Lista de próximas ações a realizar 73

74 S4S SAÚDE WIT SOFTWARE Funcionalidades: Definir a medicação do utilizador utilizando símbolos que são visualmente idênticos à medicação real Alarmes para recordar ações que o utilizador deve realizar como a toma de um medicamento ou a realização de uma medição médica Lista de próximas ações a realizar Partilha das medições médicas para fins de monitorização por parte de um prestador de cuidados Gestão remota da medicação do utilizador por parte de um prestador de cuidados 74

75 S4S - SMARTPHONES FOR SENIORS S4S Gestor WIT Software

76 S4S GESTOR WIT SOFTWARE Monitorização e gestão da informação partilhada pelos vários utilizadores e aplicações S4S. Objetivos: Permitir o acompanhamento remoto dos utilizadores seniores 76

77 S4S GESTOR WIT SOFTWARE Funcionalidades: Gestão da informação de vários utilizadores 77

78 S4S GESTOR WIT SOFTWARE Funcionalidades: Gestão da informação de vários utilizadores Gestão da informação recolhida por várias aplicações 78

79 S4S GESTOR WIT SOFTWARE Funcionalidades: Gestão da informação de vários utilizadores Gestão da informação recolhida por várias aplicações Monitorização da atividade física e medições médicas do utilizador 79

80 S4S GESTOR WIT SOFTWARE Funcionalidades: Gestão da informação de vários utilizadores Gestão da informação recolhida por várias aplicações Monitorização da atividade física e medições médicas Gestão de medicação e objetivos de atividade física 80

81 S4S GESTOR WIT SOFTWARE Funcionalidades: Gestão da informação de vários utilizadores Gestão da informação recolhida por várias aplicações Monitorização da atividade física e medições médicas Gestão de medicação e objetivos de atividade física Integração automática com aplicações S4S futuras 81

82 S4S - SMARTPHONES FOR SENIORS Mais informação em: Fim! Obrigado pela vossa presença J Apresentação dos resultados do Projeto, 6 Setembro 2013

Projeto AAL4ALL. Padrão de Cuidados Primários para Serviços AAL. Projeto âncora do AAL4ALL AAL4ALL

Projeto AAL4ALL. Padrão de Cuidados Primários para Serviços AAL. Projeto âncora do AAL4ALL AAL4ALL Projeto AAL4ALL Padrão de Cuidados Primários para Serviços AAL 2 Sumário Mudança demográfica em Portugal Ambient Assisted Living (AAL) Porque é necessário? Quais as áreas de aplicação? Quais são os desafios?

Leia mais

Informação Clínica do Cidadão

Informação Clínica do Cidadão Informação Clínica do Cidadão Projeto de Sistemas Interativos para a Saúde Mestrado em Informática Médica Autores: Celina Gomes; Hugo Rodrigues Orientador: Professor Miguel Coimbra Novembro de 2011 Índice

Leia mais

Projecto AAL4ALL. Padrão de Cuidados Primários para Serviços AAL. Projeto âncora do AAL4ALL AAL4ALL

Projecto AAL4ALL. Padrão de Cuidados Primários para Serviços AAL. Projeto âncora do AAL4ALL AAL4ALL Projecto Padrão de Cuidados Primários para Serviços AAL 2 Sumário Mudança demográfica em Portugal Ambient Assisted Living (AAL) Porque é necessário? Quais as áreas de aplicação? Quais são os desafios?

Leia mais

XX Foro Iberoamericano de Sistemas de Garantía y Financiación para las Pymes

XX Foro Iberoamericano de Sistemas de Garantía y Financiación para las Pymes XX Foro Iberoamericano de Sistemas de Garantía y Financiación para las Pymes PLATAFORMAS/HERRAMIENTAS TECNOLOGICAS PARA LA GESTION Y COMUNICACION DE LOS SISTEMAS DE GARANTIA NEWSLETTER NORGARANTE Presentado

Leia mais

António Pereira (apereira@ipleiria.pt) Professor Coordenador do Departamento de Engª Informática da ESTG Leiria Coordenador do Centro de Investigação

António Pereira (apereira@ipleiria.pt) Professor Coordenador do Departamento de Engª Informática da ESTG Leiria Coordenador do Centro de Investigação António Pereira (apereira@ipleiria.pt) Professor Coordenador do Departamento de Engª Informática da ESTG Leiria Coordenador do Centro de Investigação em Informática e Comunicações do IPLeiria CIIC Enquadramento

Leia mais

Aumente o potencial da força de vendas da empresa ao fornecer-lhe o acesso em local remoto à informação comercial necessária á à sua actividade.

Aumente o potencial da força de vendas da empresa ao fornecer-lhe o acesso em local remoto à informação comercial necessária á à sua actividade. Descritivo completo PHC dcrm Aumente o potencial da força de vendas da empresa ao fornecer-lhe o acesso em local remoto à informação comercial necessária á à sua actividade. Benefícios Acesso aos contactos

Leia mais

Educação Digital. A aplicação 20 Manual é um novo conceito de manual escolar. Mais motivador,

Educação Digital. A aplicação 20 Manual é um novo conceito de manual escolar. Mais motivador, A aplicação 20 Manual... 3 I... 3 1. Especificações técnicas... 3 1.1. Requisitos técnicos mínimos:... 3 II... 4 Começar a utilizar o 20 Manual... 4 1. Instalar o 20 Manual... 4 2. Criar uma conta no 20

Leia mais

O seu escritório na nuvem - basta usar o browser.

O seu escritório na nuvem - basta usar o browser. 02 O seu escritório na nuvem - basta usar o browser. As soluções tecnológicas que encontra para melhorar a colaboração na sua empresa são muito caras e complexas? Pretende tornar as suas equipas mais ágeis

Leia mais

20 Manual. Manual do utilizador Windows 8

20 Manual. Manual do utilizador Windows 8 20 Manual Manual do utilizador Windows 8 Índice A aplicação 20 Manual... 3 I... 3 1. Especificações técnicas... 3 1.1. Requisitos técnicos mínimos:... 3 II... 4 Começar a utilizar o 20 Manual... 4 1. Instalar

Leia mais

O aumento da força de vendas da empresa

O aumento da força de vendas da empresa PHC dcrm O aumento da força de vendas da empresa O enfoque total na actividade do cliente, através do acesso remoto à informação comercial, aumentando assim a capacidade de resposta aos potenciais negócios

Leia mais

PHC dcrm. Aumente o potencial da força de vendas da sua empresa, ao aceder remotamente à informação comercial necessária à sua actividade

PHC dcrm. Aumente o potencial da força de vendas da sua empresa, ao aceder remotamente à informação comercial necessária à sua actividade O módulo PHC dcrm permite aos comerciais da sua empresa focalizar toda a actividade no cliente, aumentando a capacidade de resposta aos potenciais negócios da empresa. PHC dcrm Aumente o potencial da força

Leia mais

Smartphone 5 IPS Quad Core

Smartphone 5 IPS Quad Core Smartphone 5 IPS Quad Core GUIA RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO PRIMEIROS PASSOS Instalando o cartão SIM e a bateria Desligue o telemóvel completamente. Retire a tampa traseira. Insira o cartão SIM no slot do cartão

Leia mais

Portal AEPQ Manual do utilizador

Portal AEPQ Manual do utilizador Pedro Gonçalves Luís Vieira Portal AEPQ Manual do utilizador Setembro 2008 Engenharia Informática - Portal AEPQ Manual do utilizador - ii - Conteúdo 1 Introdução... 1 1.1 Estrutura do manual... 3 1.2 Requisitos...

Leia mais

PHC dcrm. Aumente o potencial da força de vendas da sua empresa ao aceder remotamente à informação comercial necessária à sua actividade

PHC dcrm. Aumente o potencial da força de vendas da sua empresa ao aceder remotamente à informação comercial necessária à sua actividade PHC dcrm DESCRITIVO O módulo PHC dcrm permite aos comerciais da sua empresa focalizar toda a actividade no cliente, aumentando a capacidade de resposta aos potenciais negócios da empresa. PHC dcrm Aumente

Leia mais

Nova plataforma de correio electrónico Microsoft Live@edu

Nova plataforma de correio electrónico Microsoft Live@edu 1 Nova plataforma de correio electrónico Microsoft Live@edu Tendo por objectivo a melhoria constante dos serviços disponibilizados a toda a comunidade académica ao nível das tecnologias de informação,

Leia mais

Solução de gestão de frota automóvel

Solução de gestão de frota automóvel Solução de gestão de frota automóvel Gisgeo Information Systems www.gisgeo.pt UPTEC Parque de Ciência e Tecnologia R. Actor Ferreira da Silva, 100 gisgeo@gisgeo.pt 4200-298 Porto +351 220301572 Portugal

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Folha de trabalho

Leia mais

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS

António Amaro Marketing Digital Junho 2014 INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS INTRODUÇÃO E OBJECTIVOS FACTOS A Internet mudou profundamente a forma como as pessoas encontram, descobrem, compartilham, compram e se conectam. INTRODUÇÃO Os meios digitais, fazendo hoje parte do quotidiano

Leia mais

Guia de instalação do Player Displr Windows 7, 8.1 e 10

Guia de instalação do Player Displr Windows 7, 8.1 e 10 Guia de instalação do Player Displr Windows 7, 8.1 e 10 Versão 1.0 www.displr.com Índice 1- Requisitos mínimos do sistema... 3 2- Preparação da instalação... 3 3- Assistente de instalação... 4 3.1 Bem-vindo

Leia mais

Proposta Revista MARES DE MINAS

Proposta Revista MARES DE MINAS SATIS 2011 Proposta Revista MARES DE MINAS 21/03/2011 A SATIS Índice 1 A Satis 1 A Proposta 1 Serviços 2 Mapa do Site 2 SEO 3 Sistema de gerenciamento de conteudo 4 Cronograma e Prazos 5 Investimento 6

Leia mais

GoWorkFlow Gestão de Processos

GoWorkFlow Gestão de Processos GoWorkFlow Gestão de Processos Desde criar processos a seguir o seu trajeto, esta plataforma permite uma completa gestão do fluxo de informação entre várias entidades A Dimep Europa S.A. é uma empresa

Leia mais

Sobre o Livro... XV. FCA Editora de Informática

Sobre o Livro... XV. FCA Editora de Informática Índice Sobre o Livro... XV Capítulo 1 Configurar o Excel... 1 1.1 Iniciar o Excel... 1 1.2 Ambiente de trabalho... 3 1.3 Personalização do ambiente de trabalho... 6 1.3.1 Opções da interface do utilizador...

Leia mais

Manual do Utilizador. PowerPoint 2013. Carlos Diniz

Manual do Utilizador. PowerPoint 2013. Carlos Diniz Manual do Utilizador PowerPoint 2013 Carlos Diniz Índice 1. Acerca do PowerPoint 2013... 3 1.1. Principais caraterísticas do PowerPoint 2013... 3 2. Trabalhar no interface do PowerPoint 2013... 3 2.1.

Leia mais

20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor

20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor 20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor Manual do Utilizador Professor... 1 1. Conhecer o 20 Escola Digital... 4 2. Autenticação... 6 2.1. Criar um registo na LeYa Educação... 6 2.2. Aceder ao

Leia mais

CENTRO DE OSTEOPATIA MAÇÃS PLACE

CENTRO DE OSTEOPATIA MAÇÃS PLACE CENTRO DE OSTEOPATIA MAÇÃS PLACE Quem somos A nossa equipa apresenta um atendimento personalizado ao nível da Osteopatia através de uma abordagem multidisciplinar de qualidade, avaliação, diagnóstico e

Leia mais

Ano letivo 2014/2015. Planificação da disciplina: Tecnologias de Informação e Comunicação 8º ano. Domínio: Comunicação e Colaboração CC8

Ano letivo 2014/2015. Planificação da disciplina: Tecnologias de Informação e Comunicação 8º ano. Domínio: Comunicação e Colaboração CC8 Ano letivo 2014/2015 Planificação da disciplina: Tecnologias de Informação e Comunicação 8º ano Domínio: Comunicação e Colaboração CC8 Aulas Previstas Semestre 32 Subdomínio: Conhecimento e utilização

Leia mais

ZS Rest. Manual Profissional. BackOffice Mapa de Mesas. v2011

ZS Rest. Manual Profissional. BackOffice Mapa de Mesas. v2011 Manual Profissional BackOffice Mapa de Mesas v2011 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Iniciar ZSRest Backoffice... 3 4. Confirmar desenho de mesas... 4 b) Activar mapa de mesas... 4 c) Zonas... 4 5. Desenhar

Leia mais

Plataforma de correio electrónico Microsoft Office 365

Plataforma de correio electrónico Microsoft Office 365 1 Plataforma de correio electrónico Microsoft Office 365 Tendo por objetivo a melhoria constante dos serviços disponibilizados a toda a comunidade académica ao nível das tecnologias de informação, surgiu

Leia mais

PRANCHAS ESTÁTICAS E DINÂMICAS CONSTRUÍDAS COM SÍMBOLOS ARASAAC EM SOFTWARES DE LIVRE ACESSO

PRANCHAS ESTÁTICAS E DINÂMICAS CONSTRUÍDAS COM SÍMBOLOS ARASAAC EM SOFTWARES DE LIVRE ACESSO PRANCHAS ESTÁTICAS E DINÂMICAS CONSTRUÍDAS COM SÍMBOLOS ARASAAC EM SOFTWARES DE LIVRE ACESSO Autoras: Vera Lucia Vieira Souza; Miryam Bonadiu Pelosi Universidade Federal do Rio de Janeiro. Introdução A

Leia mais

MEO Drive MANUAL DA APLICAÇÃO MEO DRIVE. VERSÃO DE 20.06.2014 GEM - Gabinete de Estratégia de Marca

MEO Drive MANUAL DA APLICAÇÃO MEO DRIVE. VERSÃO DE 20.06.2014 GEM - Gabinete de Estratégia de Marca MEO Drive MANUAL DA APLICAÇÃO MEO DRIVE VERSÃO DE 20.06.2014 GEM - Gabinete de Estratégia de Marca ÍNDICE Introdução Usar o MEO Drive pela primeira vez Menu Ir para Pesquisa Rápida Mapa Navegação Opções

Leia mais

Centro Atlântico, Lda., 2011 Ap. 413 4764-901 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.

Centro Atlântico, Lda., 2011 Ap. 413 4764-901 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico. Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos editores da obra. Microsoft PowerPoint 2010 Colecção: Software

Leia mais

CRIAÇÃO E MANUTENÇÃO DE BLOGUES

CRIAÇÃO E MANUTENÇÃO DE BLOGUES CRIAÇÃO E MANUTENÇÃO DE BLOGUES CRIAÇÃO E MANUTENÇÃO DE BLOGUES Aproveitando o próprio ambiente Internet, apresentamos neste tutorial um conjunto de sugestões para criar e manter o seu blogue. Indicamos

Leia mais

Educação Digital... 41... 19

Educação Digital... 41... 19 Versão 1.1 ... 3... 3... 3... 3... 3... 4... 4... 6... 9... 9... 10... 13... 15... 16... 16... 17... 18... 19... 21... 23... 27... 41... 42... 43... 44... 46... 60... 65 2 A aplicação 20 Manual é um novo

Leia mais

ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 4º PERÍODO - 7º MÓDULO AVALIAÇÃO A4 DATA 22/10/2009 ENGENHARIA DE USABILIDADE

ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 4º PERÍODO - 7º MÓDULO AVALIAÇÃO A4 DATA 22/10/2009 ENGENHARIA DE USABILIDADE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 4º PERÍODO - 7º MÓDULO AVALIAÇÃO A4 DATA 22/10/2009 ENGENHARIA DE USABILIDADE 2009/2 GABARITO COMENTADO QUESTÃO 1: Quando nos referimos à qualidade da interação

Leia mais

O aumento da força de vendas da empresa

O aumento da força de vendas da empresa PHC dcrm O aumento da força de vendas da empresa O enfoque total na atividade do cliente, através do acesso remoto à informação comercial, aumentando assim a capacidade de resposta aos potenciais negócios

Leia mais

Webmail FEUP. Rui Tiago de Cruz Barros tiago.barros@fe.up.pt

Webmail FEUP. Rui Tiago de Cruz Barros tiago.barros@fe.up.pt Webmail FEUP Rui Tiago de Cruz Barros tiago.barros@fe.up.pt Mestrado Integrado em Engenharia Informática e Computação Interacção Pessoa-Computador Junho 2013 Índice Índice 1. Introdução 2. Webmail FEUP

Leia mais

Acessibilidade Web - Ponto da Situação das Maiores Empresas Portuguesas

Acessibilidade Web - Ponto da Situação das Maiores Empresas Portuguesas Apresentação do Estudo Acessibilidade Web Ponto da Situação das maiores empresas Portuguesas 17 de Setembro de 2009 Átrio da Casa do Futuro da Fundação Portuguesa das Comunicações Acessibilidade Web -

Leia mais

A SÈTIMA. O nosso principal objectivo

A SÈTIMA. O nosso principal objectivo 03 A SÈTIMA A SÉTIMA produz soluções de software maioritariamente com recurso à WEB, de modo a dar suporte ao crescimento tecnológico que é já a maior realidade do século XXI. Esta aposta deve-se ao facto

Leia mais

PLATAFORMAS EAD SOB MEDIDA

PLATAFORMAS EAD SOB MEDIDA PLATAFORMAS EAD SOB MEDIDA Soluções e-learning para a sua empresa, com foco real nos resultados A GPEC FORMA, sediada em São Paulo, atua há mais de sete anos no segmento EAD, e possui uma equipe de profissionais

Leia mais

PHC dsuporte Interno

PHC dsuporte Interno Descritivo PHC dsuporte Interno PHC PHC dsuporte Interno O controlo da assitência técnica da empresa A ferramenta essencial para o técnico gerir o seu diaa-dia, permitindo-lhe oferecer um melhor serviço

Leia mais

MONITORE E CONTROLE SEUS SISTEMAS INTELIGENTES DE GERENCIAMENTO DE EVENTOS E MONITORAMENTO VISUAL DE ALARME DE INCÊNDIO ALARME DE INCÊNDIO

MONITORE E CONTROLE SEUS SISTEMAS INTELIGENTES DE GERENCIAMENTO DE EVENTOS E MONITORAMENTO VISUAL DE ALARME DE INCÊNDIO ALARME DE INCÊNDIO MONITORE E CONTROLE SEUS SISTEMAS GERENCIAMENTO DE EVENTOS INTELIGENTES DE E MONITORAMENTO VISUAL DE ALARME DE INCÊNDIO ALARME DE INCÊNDIO SEJA VOCÊ GERENTE DE UNIDADE OU PROFISSIONAL DO SETOR DE COMBATE

Leia mais

20 Manual Manual do Utilizador Android

20 Manual Manual do Utilizador Android 20 Manual Manual do Utilizador Android Versão 1.1 Conteúdos do Manual do Utilizador A aplicação 20 Manual... 3 I... 3 1. Especificações técnicas... 3 1.1 Especificações mínimas do tablet... 3 1.2 Software

Leia mais

Instruções para aceder ao correio electrónico via web

Instruções para aceder ao correio electrónico via web Caro utilizador(a) Tendo por objectivo a melhoria constante das soluções disponibilizadas a toda a comunidade do Instituto Politécnico de Santarém, tanto ao nível de serviços de rede como sistema de informação.

Leia mais

4.3 Ferramentas para criar conteúdos/recursos educativos

4.3 Ferramentas para criar conteúdos/recursos educativos 4.3 Ferramentas para criar conteúdos/recursos educativos 4.3.2. Google Sites Célio Gonçalo Marques a) Introdução O Google Sites foi lançado oficialmente no dia 23 de Outubro de 2008 em mais de 37 línguas,

Leia mais

Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan

Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan Versão G POR Definições de notas Ao longo deste Manual do Utilizador, é utilizado o seguinte ícone: As Notas indicam o que fazer perante

Leia mais

Como configurar e-mails nos celulares. Ebook. Como configurar e-mails no seu celular. W3alpha - Desenvolvimento e hospedagem na internet

Como configurar e-mails nos celulares. Ebook. Como configurar e-mails no seu celular. W3alpha - Desenvolvimento e hospedagem na internet Ebook Como configurar e-mails no seu celular Este e-book irá mostrar como configurar e-mails, no seu celular. Sistemas operacionais: Android, Apple, BlackBerry, Nokia e Windows Phone Há muitos modelos

Leia mais

A importância da Informação na perspetiva da Gestão Financeira das Autarquias ESOP - 8ª Sessão de Sensibilização para a Lisboa, 18 de junho 2014

A importância da Informação na perspetiva da Gestão Financeira das Autarquias ESOP - 8ª Sessão de Sensibilização para a Lisboa, 18 de junho 2014 A importância da Informação na perspetiva da Gestão Financeira das Autarquias ESOP - 8ª Sessão de Sensibilização para a Lisboa, 18 de junho 2014 Ricardo Riquito Diretor de Marketing & Comercial doing IT

Leia mais

mais memoráveis com um filme Click to edit Master title style Torne as suas aulas Click to edit Master text styles Click to edit Master text styles

mais memoráveis com um filme Click to edit Master title style Torne as suas aulas Click to edit Master text styles Click to edit Master text styles Torne as suas aulas mais memoráveis com um filme Não é segredo que as crianças crescem a ver filmes, a apreciar programas televisivos e a aprender através deles. Os locais, sons e acção de um filme, dão

Leia mais

Resumo da solução SAP SAP Technology SAP Afaria. Gestão da mobilidade empresarial como vantagem competitiva

Resumo da solução SAP SAP Technology SAP Afaria. Gestão da mobilidade empresarial como vantagem competitiva da solução SAP SAP Technology SAP Afaria Objetivos Gestão da mobilidade empresarial como vantagem competitiva Simplifique a gestão de dispositivos e aplicativos Simplifique a gestão de dispositivos e aplicativos

Leia mais

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU Imagina que queres criar o teu próprio site. Normalmente, terías que descarregar e instalar software para começar a programar. Com a Webnode não é preciso instalar nada.

Leia mais

QNAP Surveillance Client para MAC

QNAP Surveillance Client para MAC QNAP Surveillance Client para MAC Chapter 1. Instalar o QNAP Surveillance Client 1. Clique duas vezes em "QNAP Surveillance Client V1.0.1 Build 5411.dmg". Após alguns segundos, é exibida a seguinte imagem.

Leia mais

Enunciado de apresentação do projecto

Enunciado de apresentação do projecto Engenharia de Software Sistemas Distribuídos 2 o Semestre de 2009/2010 Enunciado de apresentação do projecto FEARSe Índice 1 Introdução... 2 2 Cenário de Enquadramento... 2 2.1 Requisitos funcionais...

Leia mais

A solução que permite controlar e executar remotamente a assistência técnica da empresa, contribuindo para um melhor serviço ao Cliente

A solução que permite controlar e executar remotamente a assistência técnica da empresa, contribuindo para um melhor serviço ao Cliente PHC dsuporte Interno DESCRITIVO O módulo PHC dsuporte Interno é uma ferramenta essencial para o técnico gerir o seu dia-a-dia, permitindo desempenhar um melhor serviço aos Clientes, aumentar o know-how

Leia mais

Blackwire C420 MANUAL DO UTILIZADOR

Blackwire C420 MANUAL DO UTILIZADOR Blackwire C420 MANUAL DO UTILIZADOR Bem-vindo Conteúdo da embalagem Bem-vindo à família de auriculares Plantronics. A Plantronics oferece uma vasta gama de produtos de aplicações críticas para missões

Leia mais

ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria BlackBoard - Moodle Guia rápido

ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria BlackBoard - Moodle Guia rápido ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria BlackBoard - Guia rápido ued - unidade de ensino a distância instituto politécnico de leiria Unidade de Ensino a Distância Equipa Guia

Leia mais

21º Congresso Quantificar o Futuro. Venture Lounge 23 e 24 de Novembro - CCL

21º Congresso Quantificar o Futuro. Venture Lounge 23 e 24 de Novembro - CCL 21º Congresso Quantificar o Futuro Venture Lounge 23 e 24 de Novembro - CCL Programa Data Hora Actividade 23/Nov. 11:30 Inauguração Oficial Innovation Lounge Visita efectuada ao Venture Lounge por Sua

Leia mais

O quê avaliação? Unidade IV - Avaliação de Interfaces. Quem deve avaliar um produto de software? Técnicas de Avaliação

O quê avaliação? Unidade IV - Avaliação de Interfaces. Quem deve avaliar um produto de software? Técnicas de Avaliação Unidade IV - Avaliação de Interfaces O quê avaliação? O quê avaliação? Técnicas de Avaliação Tipos de Avaliação com Usuários Paradigmas de avaliação com usuários Avaliação rápida e suja Testes de Usabilidade

Leia mais

MONITORE E CONTROLE SEUS SISTEMAS INTELIGENTES DE GERENCIAMENTO DE EVENTOS E MONITORAMENTO VISUAL DE ALARME DE INCÊNDIO ALARME DE INCÊNDIO

MONITORE E CONTROLE SEUS SISTEMAS INTELIGENTES DE GERENCIAMENTO DE EVENTOS E MONITORAMENTO VISUAL DE ALARME DE INCÊNDIO ALARME DE INCÊNDIO MONITORE E CONTROLE SEUS SISTEMAS GERENCIAMENTO DE EVENTOS INTELIGENTES DE E MONITORAMENTO VISUAL DE ALARME DE INCÊNDIO ALARME DE INCÊNDIO SEJA VOCÊ GERENTE DE UNIDADE OU PROFISSIONAL DO SETOR DE COMBATE

Leia mais

Administração pela Web Para MDaemon 6.0

Administração pela Web Para MDaemon 6.0 Administração pela Web Para MDaemon 6.0 Alt-N Technologies, Ltd 1179 Corporate Drive West, #103 Arlington, TX 76006 Tel: (817) 652-0204 2002 Alt-N Technologies. Todos os Direitos Reservados. Os nomes de

Leia mais

Política de cookies. Introdução Sobre os cookies

Política de cookies. Introdução Sobre os cookies Introdução Sobre os cookies Política de cookies A maioria dos websites que visita usam cookies a fim melhorar a sua experiência de utilizador, permitindo ao site lembrar-se de si, tanto no que toca à duração

Leia mais

O 1º Ciclo do Ensino Básico é um espaço privilegiado onde se proporcionam aos alunos aprendizagens mais ativas e significativas,

O 1º Ciclo do Ensino Básico é um espaço privilegiado onde se proporcionam aos alunos aprendizagens mais ativas e significativas, O 1º Ciclo do Ensino Básico é um espaço privilegiado onde se proporcionam aos alunos aprendizagens mais ativas e significativas, pois este é um dos meios de socialização e da aquisição das primeiras competências

Leia mais

Tendências dos Contact Centers para 2015 23 de Abril Das 11h às 11:45h

Tendências dos Contact Centers para 2015 23 de Abril Das 11h às 11:45h Webinar : Tendências dos Contact Centers para 2015 23 de Abril Das 11h às 11:45h Agenda Sobre a Voxtron Que tipo de atendimento procuram os clientes Tendências dos Contact Centers para 2015 De que forma

Leia mais

think with técnicas infalíveis para ter o melhor 25site mobile

think with técnicas infalíveis para ter o melhor 25site mobile think with técnicas infalíveis para ter o melhor 25site mobile A internet no celular é uma realidade gigantesca no Brasil. Basta dizer que 72% dos usuários de smartphones acessam a web todos os dias em

Leia mais

Primeiros Passos com o Windows 10

Primeiros Passos com o Windows 10 Primeiros Passos com o Windows 10 Completou com sucesso a atualização para o Windows 10 e agora pode usar todas as funcionalidades do novo sistema operativo. Queremos dar-lhe uma breve orientação para

Leia mais

CA Mainframe Chorus for DB2 Database Management Version 2.0

CA Mainframe Chorus for DB2 Database Management Version 2.0 FOLHA DO PRODUTO CA Mainframe Chorus for DB2 Database Management CA Mainframe Chorus for DB2 Database Management Version 2.0 Simplifique e otimize seu DB2 para tarefas de gerenciamento de carga de trabalho

Leia mais

O que é a iniciativa de marcação de consultas pela Internet eagenda? Simplificar e melhorar o acesso a cuidados de saúde. O que é o eagenda?

O que é a iniciativa de marcação de consultas pela Internet eagenda? Simplificar e melhorar o acesso a cuidados de saúde. O que é o eagenda? O que é a iniciativa de marcação de consultas pela Internet Simplificar e melhorar o acesso a cuidados de saúde Pedir Receitas A de pela Internet, no âmbito do Programa Simplex, surge no seguimento do

Leia mais

Serviços de Ecommerce

Serviços de Ecommerce Amen ecommerce 1 Serviços de Ecommerce Ideal para iniciar o seu negócio on-line; ou Complementar as vendas da sua loja física; Os Serviços Ecommerce são soluções poderosas fáceis e acessíveis para criar

Leia mais

LEARNING MENTOR. Leonardo da Vinci DE/09/LLP-LdV/TOI/147 219. Perfil do Learning Mentor. Módulos da acção de formação

LEARNING MENTOR. Leonardo da Vinci DE/09/LLP-LdV/TOI/147 219. Perfil do Learning Mentor. Módulos da acção de formação LEARNING MENTOR Leonardo da Vinci DE/09/LLP-LdV/TOI/147 219 Perfil do Learning Mentor Módulos da acção de formação 0. Pré-requisitos para um Learning Mentor 1. O papel e a função que um Learning Mentor

Leia mais

Nagios XI Soluções de Monitorização

Nagios XI Soluções de Monitorização Nagios XI Soluções de Monitorização O Nagios é uma solução líder de mercado na área da monitorização e alarmística, desenvolvido pela software house Norte Americana com o mesmo nome. O Nagios XI é uma

Leia mais

ArcSoft Total Media. HDCam 2.0

ArcSoft Total Media. HDCam 2.0 ArcSoft Total Media HDCam 2.0 1 Introdução Guia de Início Rápido O ArcSoft Total Media HDCam é um software de área de trabalho que combina gerenciamento de mídia e capacidades de reprodução. Gerenciamento

Leia mais

BPstat. manual do utilizador. Banco de Portugal BPstat Estatísticas online Manual do Utilizador 1/24

BPstat. manual do utilizador. Banco de Portugal BPstat Estatísticas online Manual do Utilizador 1/24 BPstat manual do utilizador Banco de Portugal BPstat Estatísticas online Manual do Utilizador 1/24 BANCO DE PORTUGAL Av. Almirante Reis, 71 1150-012 Lisboa www.bportugal.pt Edição Departamento de Estatística

Leia mais

Tabela de Preços Sugeridos

Tabela de Preços Sugeridos WEBSITE Estrutura básica Área institucional Área estática: quem somos, o que fazemos, onde estamos etc. Área de contato E-mail, telefone, formulário etc. Área core Gerenciador de conteúdo para cadastro

Leia mais

PORQUÊ A META4? UMA NOVA EXPERIÊNCIA DE RH

PORQUÊ A META4? UMA NOVA EXPERIÊNCIA DE RH PORQUÊ A META4? UMA NOVA EXPERIÊNCIA DE RH Orientados para o cliente Na Meta4 temos um objetivo claro: a satisfação dos nossos clientes. Para isso, dedicamos todos nossos esforços para oferecer um apoio

Leia mais

Evolution3.0. Manual do Utilizador

Evolution3.0. Manual do Utilizador Evolution3.0 Manual do Utilizador 1 Conteúdos Conteúdos... 2 Principais Características... 3 Requisitos de Sistema... 4 Instalar e Desinstalar a Aplicação... 5 Instalar... 5 Desinstalar... 8 Evolution

Leia mais

Aplicações de Escritório Electrónico

Aplicações de Escritório Electrónico Universidade de Aveiro Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda Curso de Especialização Tecnológica em Práticas Administrativas e Tradução Aplicações de Escritório Electrónico Microsoft Word Folha

Leia mais

Supply4Galp (S4G) FAQs Fornecedores Versão 1.0 03.02.2014

Supply4Galp (S4G) FAQs Fornecedores Versão 1.0 03.02.2014 Lista de FAQs 1. Registo de Fornecedor e Gestão da Conta... 4 Q1. Quando tento fazer um novo registo na Plataforma S4G, recebo uma mensagem a indicar que a minha empresa já se encontra registada.... 4

Leia mais

Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida

Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida Utilizar o Microsoft Offi ce OneNote 2003: Iniciação rápida Utilizar a iniciação ao OneNote 1 O MICROSOFT OFFICE ONENOTE 2003 OPTIMIZA A PRODUTIVIDADE AO PERMITIR QUE OS UTILIZADORES CAPTEM, ORGANIZEM

Leia mais

Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan

Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan Versão I POR Definições de notas Ao longo deste manual do utilizador, é utilizado o seguinte estilo de nota: especifica o ambiente operativo,

Leia mais

Painel de Navegação Para ver o Painel de Navegação, prima CTRL+F. Pode arrastar os cabeçalhos dos documentos neste painel para reorganizá-los.

Painel de Navegação Para ver o Painel de Navegação, prima CTRL+F. Pode arrastar os cabeçalhos dos documentos neste painel para reorganizá-los. Guia de Introdução O Microsoft Word 2013 tem um aspeto diferente das versões anteriores, pelo que criámos este guia para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Leia mais

Manual do Sistema de Aprendizagem. e-learning WebTV for Textile Testing Laboratory

Manual do Sistema de Aprendizagem. e-learning WebTV for Textile Testing Laboratory Manual do Sistema de Aprendizagem e-learning WebTV for Textile Testing Laboratory 2011 Registo Página 2 de 25 Para aceder à plataforma necessita de criar uma conta clinaco no ícon registar. Na imagem acima

Leia mais

Tema da Semana Office 2010

Tema da Semana Office 2010 Tema da Semana Office 2010 Para quando o Office 2010? Segundo o Neowin, a Microsoft vai lançar a versão definitiva do Office 2010 em Junho do presente ano. Inicialmente o pacote Office vai suportar o sistema

Leia mais

Tecnologias da Informação e Comunicação 7.º Ano

Tecnologias da Informação e Comunicação 7.º Ano ESCOLA SECUNDÁRIA/3 DA RAÍNHA SANTA ISABEL, ESTREMOZ Tecnologias da Informação e Comunicação 7.º Ano Planificação Anual Ano letivo 2015/2016 Professora: Maria dos Anjos Pataca Rosado Domínio: Informação

Leia mais

Premier. Quando os últimos são os Primeiros

Premier. Quando os últimos são os Primeiros Premier Quando os últimos são os Primeiros Fundada em 1997 Especializada no desenvolvimento de soluções informáticas de apoio à Gestão e consultoria em Tecnologias de Informação. C3im tem como principais

Leia mais

Guia de consulta rápida DVR HD

Guia de consulta rápida DVR HD Guia de consulta rápida DVR HD Primeira parte: Operações Básicas... 2 1. Instalação básica... 2 2. Arranque... 2 3. Desligar... 2 4. Iniciar sessão... 2 5. Pré- visualização... 3 6. Configuração da gravação...

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PELOTAS CENTRO DE LETRAS E COMUNICAÇÃO CURSO DE JORNALISMO TUTORIAL http://pt.wordpress.com http://.wordpress.org Autor: Calvin da Silva Cousin Orientação: Profª Drª Sílvia Porto

Leia mais

Software de Imagem via Celular (SIC) baseado no sistema operacional Windows Mobile

Software de Imagem via Celular (SIC) baseado no sistema operacional Windows Mobile MANUAL DO USUÁRIO Software de Imagem via Celular (SIC) baseado no sistema operacional Windows Mobile Software de Imagem via Celular (SIC) baseado no sistema operacional Windows Mobile Esse software possui

Leia mais

Linguateca e Processamento de Linguagem Natural na Área da Saúde: Alguns Comentários e Sugestões

Linguateca e Processamento de Linguagem Natural na Área da Saúde: Alguns Comentários e Sugestões Capítulo 7 Linguateca e Processamento de Linguagem Natural na Área da Saúde: Alguns Comentários e Sugestões Liliana Ferreira, António Teixeira e João Paulo da Silva Cunha Luís Costa, Diana Santos e Nuno

Leia mais

CARATERÍSTICAS DE UM BAIRRO AMIGO DAS PESSOAS IDOSAS

CARATERÍSTICAS DE UM BAIRRO AMIGO DAS PESSOAS IDOSAS Sessões Técnicas do Departamento de Edifícios Lisboa LNEC 29 de Março de 2012 CARATERÍSTICAS DE UM BAIRRO AMIGO DAS PESSOAS IDOSAS João Branco Pedro jpedro@lnec.pt Investigador Auxiliar do LNEC Carla Cachadinha

Leia mais

MANUAL RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO

MANUAL RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO Agrupamento de Escolas n.º 2 de Beja Mário Beirão PLATAFORMA GATO:\> GESTÃO DE EQUIPAMENTOS E EQUIPAMENTOS ON LINE MANUAL RÁPIDO DE UTILIZAÇÃO Novembro de 2009 1 O QUE É O GATO:\>? A aplicação das Tecnologias

Leia mais

Sociedade da Informação e do Conhecimento Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias 2012

Sociedade da Informação e do Conhecimento Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias 2012 Sociedade da Informação e do Conhecimento Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pelas Famílias 2012 06 de novembro de 2012 60% das pessoas dos 16 aos 74 anos utilizam Internet

Leia mais

Google Apps para o Office 365 para empresas

Google Apps para o Office 365 para empresas Google Apps para o Office 365 para empresas Mude O Office 365 para empresas tem um aspeto diferente do Google Apps, por isso, ao iniciar sessão, obterá esta vista para começar. Após as primeiras semanas,

Leia mais

PHC dsuporte Interno. ππ Reportar o fecho de pedidos. remotamente ππ Consulta da agenda do técnico. ππ Equipamentos e Instalações

PHC dsuporte Interno. ππ Reportar o fecho de pedidos. remotamente ππ Consulta da agenda do técnico. ππ Equipamentos e Instalações PHC dsuporte Interno DESCRITIVO O módulo PHC dsuporte Interno é uma ferramenta essencial para o técnico gerir o seu dia-a-dia, que permite desempenhar um melhor serviço aos clientes, aumentar o know-how

Leia mais

Tecnologia vs Privacidade. Ricardo Negrão

Tecnologia vs Privacidade. Ricardo Negrão Tecnologia vs Privacidade Ricardo Negrão Sumário Enquadramento A Internet e os Devices Casos práticos Tecnologia pode ajudar? Perguntas Privacidade Fonte Infopédia Dicionário da Língua Portuguesa da Porto

Leia mais

Mais acerca do Pages

Mais acerca do Pages Mais acerca do Pages Folheie o documento; toque nas imagens e no texto. E fique a conhecer a melhor aplicação de tratamento de texto jamais concebida para um dispositivo móvel. 1: Familiarize se com o

Leia mais

PHC dsuporte Interno BENEFÍCIOS. _Help-Desk e suporte pósvenda

PHC dsuporte Interno BENEFÍCIOS. _Help-Desk e suporte pósvenda PHC dsuporte Interno DESCRITIVO O módulo PHC dsuporte Interno é uma ferramenta essencial para o técnico gerir o seu dia-a-dia, que permite desempenhar um melhor serviço aos clientes, aumentar o know-how

Leia mais

Avaliação de Usabilidade e Comunicabilidade Avaliação de interfaces de usuário

Avaliação de Usabilidade e Comunicabilidade Avaliação de interfaces de usuário Avaliação de Usabilidade e Comunicabilidade Avaliação de interfaces de usuário Objetivos - por que avaliar? Critérios - o que avaliar? Métodos e técnicas - como avaliar? Forma - quando e onde avaliar?

Leia mais

O Storytelling. T- Story NEWSLETTER. Junho 2013 1ª Edição. Porquê utilizar o Storytelling

O Storytelling. T- Story NEWSLETTER. Junho 2013 1ª Edição. Porquê utilizar o Storytelling Apresentamos a newsletter oficial do projeto T-Story - Storytelling Aplicado à Educação e Formação, um projeto financiado pela ação transversal Atividade-chave 3 Tecnologias de Informação e Comunicação,

Leia mais

LinkCities MANUAL GESTOR DE CONTEÚDOS. Cities all together, make a better world. Copyright 2014 Link Think. Todos os direitos reservados.

LinkCities MANUAL GESTOR DE CONTEÚDOS. Cities all together, make a better world. Copyright 2014 Link Think. Todos os direitos reservados. LinkCities Cities all together, make a better world MANUAL GESTOR DE CONTEÚDOS Introdução Bem vindos ao LinkCities! O LinkCities é uma plataforma online dirigida aos profissionais e cidades que compõem

Leia mais