Tudo o que vale a pena saber sobre meias de compressão

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tudo o que vale a pena saber sobre meias de compressão"

Transcrição

1 medi Bayreuth, Unipessoal, Lda Rua Eugénio de Castro Rodrigues, Lisboa Tel : Fax Sede medi GmbH & Co. KG Medicusstraße Bayreuth Germany P F E37/06.09/50 Tudo o que vale a pena saber sobre meias de compressão Introdução à terapia de compressão medi. I feel better.

2 As últimas informações sobre a saúde venosa em: medi GmbH & Co KG Medicusstraße 1 D Bayreuth Germany P F medi Austria GmbH Adamgasse 16/ Innsbruck Austria P F medi Belgium bvba Voortstraat Beringen Belgium P F medi Danmark Vejlegardsvej Vallensbaek Strand Danmark P F medi Bayreuth España SL C/Canigó 2-6 bajos Hospitalet de Llobregat Barcelona Spain P F medi France Z.l. Charles de Gaulle 25, rue Henri Farman Trembley en France Cedex, France P F medi Nederland BV Heusing ZB Breda The Netherlands P F medi UK Ltd. Plough Lane Hereford HR4 OEL Great Britain P F medi Polska Chełmońskiego 1a Gliwice Poland T F medi Bayreuth Unipessoal, Lda Rua Eugenio de Castro Rodrigues, n Lisboa Portugal P F medi Italia s.r.l. Via Guido Rossa Casalecchio di Reno-Bologna Italy P F medi USA L.P Franz Warner Parkway Whitsett, N.C USA P F medi Middle East P.O. Box Abu Dhabi United Arab Emirates P F medi RUS LRC Business Park Rumyantsevo Rumyantsevo, Build. 1 Leninsky Township Moscow Region Russia P F Meias de compressão Flebologia Flebologia Meias de compressão 95

3 Caro leitor A sua meia de compressão é a melhor forma de começar a dar às suas veias uma vida mais saudável. Representa a terapia básica para os pacientes com doenças venosas. Associada a um estilo de vida saudável, e tendo consciência do estado das veias, a evolução da doença pode ser retardada ou mesmo impedida. Em breve, notará que as suas meias de compressão mediven lhe fazem bem e aumentam a sua sensação de bem-estar e a sua qualidade de vida. Enquanto fabricantes de meias de compressão medicinais, sentimo-nos especialmente responsáveis pelo sucesso do seu tratamento. Assim sendo, não nos limitamos a desenvolver produtos que ofereçam o melhor apoio médico possível para a sua terapia mas, com esta brochura, estamos também a dar-lhe muitas dicas importantes para a sua vida quotidiana. Isto, porque: quanto mais souber sobre as causas e as origens da sua doença e da terapia necessária, tanto melhor e mais conscientemente poderá influenciar a saúde das suas veias. É claro que os nossos parceiros, o comércio retalhista especializado, podem ajudá-lo pessoalmente, dando-lhe assistência e conselhos. Desejamos-lhe uma vida saudável. Flebologia Meias de compressão 3

4 6 Veias 6 Qual a função das veias na circulação sanguínea 8 Por que é que as veias se cansam? 9 O que ajuda à formação de veias varicosas? 10 Questionário Será que sofro de doença venosa? 12 Quais são os primeiros sinais de doença venosa? 13 Que doenças venosas existem? 14 Qual é a terapia indicada para as suas veias? 17 Meias de compressão 17 Como funcionam as meias de compressão? 18 Qual a meia de compressão indicada para mim? 19 mediven 19 mediven a marca da saúde venosa 20 O que devo saber sobre a minha meia de compressão? 24 O que devo ter em mente ao usar as minhas meias de compressão? 25 Que problemas podem resultar da utilização de meias de compressão? 26 Dicas 26 Dicas para pacientes com doença venosa 32 Dicas para pacientes com edema 4 Meias de compressão Flebologia

5 34 Manuseamento 34 Como calçar a meia? 37 Auxiliares medi para calçar e descalçar 39 medi Butler/ calçadeira 45 Cuidados medi para a pele 48 Exercitador de veias medi 49 Exercitador de veias medi programa de exercício 53 Produtos 53 mediven a marca da terapia venosa 54 Características do produto 56 mediven elegance 58 mediven plus 60 mediven comfort 62 mediven active 64 mediven forte 66 mediven ulcer kit 68 mediven-visão global dos produtos: malha circular 71 mediven a marca da terapia do edema 72 mediven mondi esprit 74 mediven 550 braço 76 mediven mondi 78 mediven 550 perna 80 mediven biqueira pé 82 mediven-visão global dos produtos: malha plana 85 mediven meias activas 86 mediven motion 88 mediven travel 90 mediven-visão global dos produtos: meias activas Flebologia Meias de compressão 5

6 Qual é a função das veias na circulação sanguínea? Artérias e veias Todas as células do corpo têm de ser alimentadas com os nutrientes e o oxigénio necessários. Estes são fornecidos pelas artérias que distribuem constantemente sangue fresco por todo o corpo. O coração bombeia sangue para as artérias a alta pressão. Os vasos têm uma musculatura forte que lhes permite suportar esta grande pressão. A troca de nutrientes tem lugar nos vasos muito finos chamados capilares. As veias transportam o sangue usado de volta ao coração e aos órgãos onde é purificado. O sangue volta, então, a receber oxigénio nos pulmões. Uma vez que as veias não têm de suportar tanta pressão como as artérias, as suas paredes e a camada muscular são mais finas. Quando o sangue chega aos capilares mais pequenos, a pressão já se dissipou em grande parte. Uma vez que a acção de aspiração/bombeamento do coração não tem força suficiente para transportar o sangue de volta das pernas contra a força de gravidade, a natureza equipou os humanos com vários mecanismos para os ajudar a superar a distância de uma altura de cerca de 1,5 m que vai dos pés até ao coração. Para além da função de transporte do sangue usado, as veias também têm funções de armazenamento e de regulação da temperatura. A temperaturas elevadas, os vasos dilatam-se e podem, por isso, levar mais sangue, o qual é depois arrefecido na superfície da pele. Pulmão Coração Fígado Rins Artérias (vermelho) Veias (azul) 6 Meias de compressão Flebologia

7 Junção safeno-femoral (crosse) Veia femoral (vena femoralis) Grande veia safena (vena saphena magna) Grande veia safena (vena saphena magna) Vista frontal O sistema venoso As veias passam pela superfície das pernas e recolhem sangue das camadas da pele. Esta parte chama-se sistema venoso superficial. A partir deste sistema, o sangue recolhido flui por veias de ligação até ao sistema venoso profundo, que está rodeado de músculos no interior da perna. O sistema venoso profundo transporta o sangue de volta ao coração por intermédio de uma acção de bombeamento muscular. Por isso, o exercício físico é a chave para um bom retorno venoso. Válvula venosa aberta Válvula venosa fechada Válvulas venosas As válvulas venosas impedem que o sangue flua de novo para trás. Funcionam como válvulas de não retorno, permitindo que o sangue flua apenas num sentido, nomeadamente no sentido do coração. Parecem pequenas velas ancoradas à volta da parede da veia, e encontram-se no meio desta. Se o sangue fluir para cima em resultado da pressão do bombeamento muscular, as válvulas abrem-se. Se o sangue tentar fluir para trás devido à força da gravidade, fecham-se. Flebologia Meias de compressão 7

8 Por que é que as veias se cansam? Devido à postura vertical e ao estilo de vida com pouco exercício físico, os seres humanos são os únicos seres vivos que sofrem de um problema tão disseminado como as doenças venosas. A falta de exercício e o passar muito tempo sentado ou de pé coloca uma pressão considerável sobre o sistema venoso durante muitas horas do dia. A acção de bombeamento muscular deixa de conseguir suportar capazmente o transporte de retorno do sangue. Outras situações desfavoráveis são a predisposição genética e o avanço da idade ou factores hormonais como gravidezes múltiplas. As veias dilatam-se cada vez mais. Devido ao seu maior diâmetro, as válvulas deixam de se conseguir fechar. O sangue flui em sentido descendente e as veias superficiais, que não são mantidas no lugar por músculos nem por ossos, dilatam-se e surgem como veias varicosas onduladas. O que são veias varicosas? A palavra varicose é um termo médico usado para descrever veias dilatadas de forma não natural e permanente. Estas veias nunca mais recuperarão a sua elasticidade natural, o que as torna incapazes de transportar o sangue devidamente. veia dilatada refluxo sanguíneo osso músculo veia profunda veia superficial 8 Meias de compressão Flebologia

9 O que ajuda à formação de veias varicosas? Há, essencialmente, três factores que podem estimular a formação de veias varicosas: Tudo o que impeça o fluxo do sangue das pernas no sentido ascendente: Roupa apertada Gravidez Desportos que impliquem o esforço do músculo abdominal e levantamento de pesos Tosse crónica ou prisão de ventre (o esforço causa uma forte pressão em sentido posterior nas veias da perna) A posição sentada ou com as pernas cruzadas por períodos de tempo prolongados Obesidade Qualquer coisa que relaxe a parede das veias: Hormonas (pílula, hormonas para a menopausa, gravidez) Álcool Calor Qualquer coisa que impeça ou elimine a acção de bombeamento muscular: A posição de pé ou sentada por períodos prolongados Saltos altos Paralisia História familiar As doenças venosas podem ser hereditárias; por isso, é aconselhável prestar especial atenção para perceber se há membros da família afectados. Um simples teste às veias pode fornecer essas informações. Encontra um questionário na página dupla que se segue. Flebologia Meias de compressão 9

10 Questionário Será que sofro de doença venosa? Uma detecção precoce salvaguarda a sua qualidade de vida Membro da família com doenças venosas Fica muito tempo em posição sentada ou em pé Toma a pílula Várias gravidezes Pernas pesadas à noite Pernas inchadas à noite Pernas cansadas à noite Dores nas pernas Telangiectasias Veias varicosas Pernas inchadas e barriga da perna sensível à pressão Dor nas pernas quando tosse Dor nos pés quando caminha Úlcera indolor Inflamação com estrias Manchas dolorosas e avermelhadas nas pernas Sensação de peso nas pernas Tumefacção indolor começando acima do peito do pé Dor e distúrbios sensoriais na perna Dor em forma de peúga/distúrbios sensoriais na perna Sensação de frio nas pernas Dor semelhante a cãibra nas pernas quando caminha Diabetes Sim Não 10 Meias de compressão Flebologia

11 Avaliação do teste Se respondeu Sim uma ou mais vezes numa ou mais secções, consulte o seu médico. Tem factores de risco. Teste com regularidade a sua função venosa para identificar eventuais danos e permitir um tratamento precoce. Informe o seu médico. A causa pode ser doença venosa na perna. Apenas o tratamento compatível pode evitar a progressão. Consulte o seu médico urgentemente. A causa pode ser uma trombose venosa perigosa. Consulte o seu médico imediatamente. A causa pode ser uma inflamação venosa. Informe o seu médico. O seu sistema linfático pode estar danificado. Se voltar a acontecer, informe o seu médico. As causas podem ser variadas. Informe o seu médico. O seu sistema vascular arterial pode estar danificado. Flebologia Meias de compressão 11

12 Quais são os primeiros sinais de doença venosa? Telangiectasias Pernas cansadas, tornozelos inchados, formigueiro e prurido ou picadas nas pernas podem ser os primeiros sinais de desenvolvimento de veias varicosas, mesmo antes de haver sinais visíveis. Uma vez que o sangue deixou de fluir de volta ao coração com rapidez suficiente, escapa água das veias para o tecido envolvente. Dá-se a tumefacção, especialmente em redor dos tornozelos. Veias varicosas (= varizes) Se notar essa tumefacção todas as noites, independentemente do que tiver feito durante o dia, é muito provável que as suas veias já estejam danificadas. Se conseguir ver a tumefacção na superfície da pele, é porque já tem veias varicosas superficiais. Inflamação das veias com raiados vermelhos Insuficiência venosa crónica (= mau funcionamento e descoloração da pele) 12 Meias de compressão Flebologia

13 Que doenças venosas existem? Telangiectasias Trata-se de vasos sanguíneos muito finos visíveis sob a forma de um padrão próprio de aranha mesmo debaixo da superfície da pele. Têm alguns milímetros ou centímetros de comprimento e estão dispostas em leque. As telangiectasias raramente causam problemas tratando-se, na maior parte das vezes, apenas de uma questão cosmética. Contudo, podem ser um sinal de aviso de veias varicosas subjacentes. Veias varicosas (= varizes) Se a parede da veia ficar mole e dilatada, as válvulas venosas deixam de se poder fechar devidamente. O sangue estagna. As veias cedem cada vez mais. Com o passar do tempo, isso leva a uma rede de vasos sanguíneos sinuosos. Sem a terapia adequada, as veias varicosas continuam a alargar-se. São descritas aqui algumas das possíveis consequências. Inflamação das veias (flebite) Os sinais de veias inflamadas são uma vermelhidão acentuada, tumefacção, sobreaquecimento e dor aguda ao longo do percurso da veia. Trombose Se o fluxo de retorno do sangue ao coração for dificultado, há um perigo maior de formação de coágulos sanguíneos (trombos) nas paredes do vaso. Estes coágulos bloqueiam a veia e impedem o fluxo de retorno do sangue. Podem ocorrer mais danos no sistema venoso. Os primeiros sinais são a tumefacção da parte inferior da perna, que se podem fazer acompanhar de sobreaquecimento, dor e sensação de peso. É necessário tratamento urgente, uma vez que a trombose pode levar a que um coágulo entre nos pulmões, resultando numa embolia pulmonar com risco de vida. Úlcera aberta na perna (úlcera da perna) Uma vez que o sangue pouco oxigenado nas veias continua a não ser devidamente transportado, a troca de nutrientes e resíduos é dificultada. Isso leva a que as células sejam seriamente danificadas e que o tecido morra. O resultado podem ser feridas crónicas, que só podem ser saradas se a causa dessa situação for conhecida, nomeadamente as veias varicosas dilatadas. Flebologia Meias de compressão 13

14 Qual é a terapia indicada para as suas veias? Meias de compressão, medicação de apoio e um estilo de vida saudável para as suas veias As doenças venosas não têm cura. Infelizmente, as válvulas venosas com defeito e as veias dilatadas não podem regressar ao seu estado anterior. Fazemos a distinção entre tratamento invasivo, em que as veias com defeito são esclerosadas ou removidas cirurgicamente, e terapia conservadora, com meias de compressão medicinais e medicamentos. Foram concebidos agentes protectores de edema para tornar a parede da veia menos permeável e evitar, assim, a acumulação acrescida de líquido no tecido. Ambos os medicamentos podem ajudar a terapia com meias de compressão e reduzir significativamente a sensação de tensão e de pernas pesadas. A substância activa mais importante e conhecida é o extracto de castanha-da-índia (escina). Medicação Tem de ser dito: não há cura para as veias varicosas. Contudo, pode ser feita medicação como um suplemento importante da terapia. Há tónicos para as veias, ou seja, medicação que activa os músculos na parede da veia com o intuito de acelerar o fluxo de retorno do sangue ao aumentar a força elástica da veia. 14 Meias de compressão Flebologia

15 Operação, esclerose e laser O seu médico decidirá quais as medidas que são necessárias. As telangiectasias muito pequenas podem ser tratadas a laser. O laser aquece o sangue nas veias superficiais pequenas e oblitera-as. A esclerose implica a injecção de uma substância na veia doente com uma agulha muito fina, que provoca a inflamação da veia e, dessa forma, o seu fecho permanente. As veias varicosas maiores são removidas cirurgicamente. Hoje em dia, os métodos cirúrgicos têm vindo a ser aperfeiçoados ao ponto de a operação não deixar praticamente quaisquer cicatrizes visíveis e todas as veias saudáveis continuarem intactas. ligaduras de compressão são necessárias para começar, por forma a reduzir a tumefacção da perna. Tanto as ligaduras, como as meias de compressão apertam as veias dilatadas umas contra as outras, de forma a que as válvulas venosas se fechem outra vez, impedindo, assim, que o sangue flua no sentido errado, nomeadamente longe do coração. Depois da redução da tumefacção pela ligadura de compressão, ou mesmo desde o início, como é o caso na maioria dos pacientes, a compressão necessária dos tecidos é proporcionada pelas modernas meias de compressão medicinais. As meias de compressão medicinais impedem a formação de novas veias varicosas, mantendo a doença venosa existente sob controlo. A doença venosa sem tratamento continua a progredir e pode tornar-se crónica. É por isso que é de especial importância evitar a deterioração ou as complicações usando sempre as suas meias de compressão. Terapia de compressão A terapia conservadora destina-se a melhorar a situação através da compressão, da terapia de exercício e da medicação. A terapia de compressão é a base de tudo isto. Nalguns casos, as Flebologia Meias de compressão 15

16 Terapia venosa confortável A associação certa de algumas medidas pode oferecer um apoio adicional importante para as suas veias. A meia de compressão tem um efeito mecânico constritivo. Substâncias como o extracto de castanha-da-índia têm um efeito de selagem interna na parede da veia. Produtos de cuidados para a pele mediven Contêm extracto de castanha-da-índia e foram especialmente desenvolvidos para os utilizadores de meias de compressão. O gel de dia medi DAY arrefece a perna sob a meia de compressão durante o dia. À noite, medi NIGHT dá à pele cansada os nutrientes necessários e os cuidados de que ela necessita para o dia seguinte. Para um cuidado melhorado 24 horas por dia, mediven SOFT foi especialmente desenvolvido para pele seca e escamosa. Terapia de exercício O factor mais importante para assegurar o sucesso da terapia é o exercício adequado. São apropriados todos os exercícios e desportos que mantenham as articulações móveis e os músculos das pernas activos. Estes incluem caminhadas, natação, ginástica, ciclismo, esqui de fundo e dança. O levantamento de pesos e os saltos são de evitar. Há exercícios especiais para quem sofre de doenças venosas. Para conseguir um sucesso visível, as rotinas de exercício para as veias devem ser realizadas duas vezes por dia durante, pelo menos, 10 minutos de cada vez. Peça ao seu vendedor especializado que lhe dê instruções e o informe sobre meios auxiliares, como o exercitador de veias. Esta tira de ginástica permite a realização de exercícios simples especialmente concebidos para ajudar o bombeamento muscular da perna. Caminhar na neve é muito útil como uma medida auxiliar para pacientes com doenças venosas e linfáticas. Também pode adquirir bastões de caminhada junto do seu vendedor especializado. medi care cuidados especiais para a terapia venosa 16 Meias de compressão Flebologia

17 Como funcionam as meias de compressão? A pressão da meia faz reduzir o diâmetro da veia. As válvulas venosas podem fechar-se outra vez reduzindo, assim, a quantidade de sangue que reflui para as pernas. O diâmetro mais pequeno das veias significa que o sangue volta a fluir mais rapidamente, impedindo a formação de coágulos sanguíneos ou trombos. A descida de pressão, medicamente prescrita, desde o pé até à coxa, acelera o fluxo de sangue de volta ao coração. Quando se movimenta a perna, a meia forma uma barreira externa para os músculos, proporcionando uma acção de bombeamento muscular mais eficaz. Se usar uma meia de compressão devidamente colocada, vai notar imediatamente um efeito de alívio, sendo um verdadeiro tratamento para as suas pernas. Com uma meia de compressão Sem meia de compressão Ao contrário da ideia geral, o uso de uma meia de compressão não é nada desagradável. Pressão aprox. 40% 50% 70%100% G F ED C B¹ B Flebologia Meias de compressão 17

18 Qual a meia de compressão indicada para mim? Classes de compressão A gravidade da doença venosa determina a pressão necessária. Os pacientes podem adquirir meias de compressão em quatro classes de compressão diferentes junto de vendedores especializados. CCL Descrição Pressão Aplicação 1 Compressão suave 2 Compressão moderada 3 Compressão forte 4 Compressão extra-forte mmhg mmhg mmhg 49 mmhg e superior prevenção no caso de pernas cansadas e pesadas devido a muito tempo passado em pé ou durante a gravidez veias varicosas pronunciadas, pernas inchadas, depois da inflamação das veias, depois de escleroterapia ou cirurgia, no caso de veias varicosas durante a gravidez após trombose venosa profunda, tumefacção constante da perna, após uma úlcera na perna tumefacções muito pronunciadas, linfedema Comprimentos das meias de compressão Dependendo da localização do dano nas veias e do seu progresso, são usadas meias de compressão de diferentes comprimentos. Os modelos vão desde as meias até ao joelho, passando pelas meias até à coxa, até aos collants. Há modelos especiais para homens e para grávidas. AD Meia até ao joelho AG Meia até à coxa AM Collant AM/U Collant de gravidez AM/H Collant para homem 18 Meias de compressão Flebologia

19 mediven a marca da saúde venosa Que diferentes tipos de meias de compressão existem? Dependendo do tipo de doença, o seu médico prescrever-lhe-á uma meia indicada para as suas necessidades, numa série de modelos. Desde a meia transparente, muito elástica, numa grande variedade de cores da moda, a gama de produtos chega até à meia muito robusta e espessa com costura. Há uma regra muito simples para seleccionar a meia certa: quanto mais o dano no sistema venoso tiver progredido e quanto mais mole for o tecido da perna, mais espessa e firme deve ser a meia. Flebologia Meias de Compressão 19

20 O que devo saber sobre a minha meia de compressão? Quando é que não se pode usar meias de compressão? No caso de sofrer de problemas circulatórios que afectem as artérias da perna ou de problemas cardíacos difíceis de tratar, deve consultar um especialista em varizes (flebologista). É preciso, também, ter cuidado no caso de perda de sensibilidade devido a diabetes. Qual é a diferença entre meias de apoio e meias para profilaxia da trombose no hospital? As meias de compressão têm um gradiente de pressão definido, que vai degredindo do tonozelo à coxa. Esta é a principal diferença das meias de apoio que não estão sujeitas a uma norma. Isto significa que apenas a meia de compressão é medicamente eficaz e, por esse motivo, só pode ser adquirida junto de vendedores especializados. As meias de apoio podem ser usadas como medida de prevenção, mas estas não exercem a mesma pressão de uma meia de compressão. As meias hospitalares brancas são sempre usadas quando um doente está confinado à cama durante longos períodos de tempo. São as chamadas meias anti-trombose por impedirem a formação de coágulos sanguíneos enquanto os pacientes estão acamados. Destinam-se apenas a pernas imobilizadas e não servem para pacientes com mobilidade. mediven thrombexin Meias de compressão Flebologia

21 Com que frequência devo usar a minha meia de compressão? Todos os dias! Aqui não há alternativa se quiser obter os melhores resultados terapêuticos. As suas meias são absolutamente indispensáveis se passar muito tempo em posição de pé ou sentada. Ao viajar, quer seja de carro ou de avião, as meias ajudam a impedir os coágulos sanguíneos que podem ocorrer até em pessoas com veias saudáveis. Usar as meias durante os exercícios diários ou um passeio a pé contribui para o desenvolvimento muscular, uma vez que os músculos têm de fazer um esforço suplementar para ultrapassar a pressão externa. O melhor é calçar a meia de compressão de manhã ao levantar, logo depois do duche, uma vez que as pernas não estão inchadas nesta altura do dia. Qual é a melhor forma de cuidar das minhas meias de compressão? Cuidar das meias de compressão Pode lavar as meias de compressão mediven à máquina (programa delicado a 40 C, com um detergente suave, sem amaciador, nem branqueadores) ou à mão. Aqui, recomendamos medi CLEAN, o líquido de lavagem à mão com uma fórmula especial adaptada para meias de compressão! Use medi SPOT EX antes da lavagem diária para remover da meia as marcas do calçado do dedo do pé e do calcanhar. Pode secar qualquer meia de compressão mediven no secador de roupa (programa delicado) ou ao ar. Evite a secagem da meia ao sol ou num radiador. g z 9-1 Flebologia Meias de compressão 21

22 medi clean ideal para a lavagem diária! Acrescente 1 cl de líquido de lavagem (cerca de 1½ colher de sopa) a 2 litros de água morna. Enxagúe bem a sua meia de compressão mediven em água limpa antes de secar. Líquido para a remoção de manchas medi spot ex Com o líquido para a remoção de manchas, pode remover da meia as marcas do calçado do dedo do pé e do calcanhar antes da lavagem. Basta aplicar medi SPOT EX na zona suja e deixar actuar na mancha durante cerca de 5 minutos antes de enxaguar com água corrente. O kit de cuidados ideal para as meias de compressão mediven Para si, isto significa: protecção da cor, cuidado suave manuseamento simples ausência de odores tolerância dermatológica Vantagens para si: O líquido para a remoção de manchas medispot EX e o líquido de lavagem mediclean foram especialmente concebidos para as suas meias de compressão mediven e facilitam os cuidados diários a ter com elas. 22 Meias de compressão Flebologia

23 Flebologia Meias de compressão 23

24 O que devo ter em mente ao usar as minhas meias de compressão? Transpiração Solução: a medi fornece produtos para arrefecer e cuidar da pele para maior conforto e frescura. O gel de dia medi DAY aplica-se de manhã antes de calçar a meia e confere uma frescura duradoura. Para os períodos intermédios, há um spray prático, medi FRESH, que cuida e refresca a pele. O remédio caseiro de pulverizar com água arrefece a pele a curto prazo, mas a pele fica com tendência para secar. Constrição Solução: experimente calçar as meias na presença de especialistas na loja da especialidade. Uma meia que tenha sido esticada demais escorrega e aperta a perna. Se não for essa a razão, o vendedor especializado terá de voltar a verificar as medidas. Pele Seca Solução: trata-se de um problema comum, porque as veias venosas estão associadas à má nutrição das camadas exteriores da pele. Para contrariar esta situação, foram desenvolvidos produtos de cuidado da pele, especialmente para a terapia de compressão, como os da medi (ver Página 44). Sensação de aperto Solução: a terapia de compressão tem de exercer pressão na perna. Uma vez que o tornozelo está mais afastado do coração, a pressão aqui tem de ser mais elevada. Pouco tempo depois, vai-se habituar a esta sensação. As doenças venosas são, normalmente, acompanhadas de dor e tendência para pernas inchadas. Quase todos os pacientes acham que a sensação da meia na perna lhes proporciona um alívio considerável e preferem-na a sentir as pernas cansadas e dolorosas como antes. Não se esqueça de que a meia mantém as suas pernas em forma e ajuda o sangue a circular. 24 Meias de compressão Flebologia

25 Que problemas podem resultar da utilização de meias de compressão? Dificuldades em calçar as meias Solução: Há uma série de auxiliares muito práticos para calçar as meias de compressão A colecção medi Butler oferece-lhe uma vasta selecção. O auxiliar mais simples é um par de luvas de borracha, que facilita o calçar das meias de compressão, uma vez que aderem ao tecido e protegem a meia de danos causados por unhas e jóias. Existem mais informações em separado sobre como calçar e descalçar as meias na secção Como calçar e descalçar a meia? (Ver Página 34). Flebologia Meias de compressão 25

26 Dicas para pacientes com doença venosa Dieta e vestuário Pode, desde já, facilitar as coisas para o seu sistema venoso e evitar tensão desnecessária, vigiando simplesmente a dieta e usando roupas adequadas. Mantenha o peso baixo cada quilo extra faz aumentar a pressão sobre as veias. 1. Inclua muitas fibras na sua alimentação, p. ex. fruta, legumes, produtos integrais e vegetais crus. Isso ajuda a impedir a obstipação. 2. Beba bastante. Os adultos devem beber 2 litros de líquidos por dia, especialmente durante o tempo quente. 3. Calçado use calçado adequado (se possível sem salto e com solas flexíveis): é saudável andar descalço. 4. Roupa evite roupa apertada que comprima a região pélvica e das ancas. 26 Meias de compressão Flebologia

27 Dicas para o trabalho e para a vida de todos os dias Há muitas formas de ajudar e aliviar o sistema venoso durante o dia. Aqui tem algumas dicas para o trabalho e para a vida de todos os dias. 5. Vá pelas escadas - não use o elevador. Nos edifícios de escritórios, nos centros comerciais, nos blocos de apartamentos as oportunidades são muitas. Vá pelas escadas pela saúde das suas veias. 6. Sente-se correctamente ponha o mínimo de pressão na parte inferior da coxa não deixe as pernas ficarem penduradas é preferível um assento duro. 7. Mexa-se. Se trabalha muito tempo em pé, tente movimentar-se de vez em quando. Pode trabalhar enquanto o faz e, ao mesmo tempo, alivia o esforço das veias. 8. Evite levantar grandes pesos. Levantar pesos consideráveis p. ex. quando vai às compras empurra o sangue em sentido descendente e põe as veias sob um esforço adicional. Tente evitar levantar grandes peso leve o saco das compras num carrinho. Flebologia Meias de compressão 27

28 O calor e as veias das pernas Calor e bem-estar estão muitas vezes associados. Contudo, para o sistema venoso, o calor pode representar um esforço adicional, uma vez que provoca a dilatação das veias, o que dificulta o transporte do sangue de volta ao coração. Tome nota do seguinte: 9. Evite banhos quentes no final, passe os pés por água fria. Isso vai constringir as veias e ajudar o transporte de volta do sangue. 10. Gostamos de estar ao sol, mas o calor esforça o nosso sistema venoso. Por que não relaxar um pouco à sombra? Se tiver essa oportunidade, passeie descalço pela água fria. 11. Sauna e fontes termais OK, mas: certifique-se de que passa as pernas por água fria. Certifique-se de que põe os pés para cima. 28 Meias de compressão Flebologia

29 Bild 5658 fehlt Flebologia Meias de compressão 29

30 Dicas para o lazer Uma vez que sofre de doença venosa, deve organizar as actividades de lazer para ajudar o seu sistema venoso. Acima de tudo, implica escolher os desportos certos, o descanso adequado e exercícios de ginástica específicos. Desporto 12. Recomendam-se desportos com movimentos suaves e rítmicos: caminhadas, caminhadas vigorosas, natação, ciclismo, dança, esqui de fundo. 13. Não são recomendados desportos com mudanças repentinas de movimentos: desportos vigorosos e de combate, ténis e squash, esqui e snowboard, desportos com bola. Descanso 14. Descanso e sono: Ponha os pés para cima quando descansa e quando dorme cerca de 15 cm mais elevados do que o coração. 30 Meias de compressão Flebologia

31 Exercícios para as veias Pode fazer os quatro exercícios que se seguem, sem esforço, enquanto está sentado. Se trabalha à secretária ou está sentado noutro tipo de local de trabalho, pode manter o seu sistema venoso em forma com um mínimo de dificuldade (realize os exercícios diariamente durante 2 x 10 minutos). 15. Rodar os pés (para a direita, para a esquerda, em sentidos opostos) 16. Exercício em bicos de pés com os dois pés ao mesmo tempo 17. Puxar os dedos dos pés para cima 18. Balançar os pés, do calcanhar para os dedos dos pés, alternadamente Flebologia Meias de compressão 31

32 Dicas para pacientes com edema Informações importantes para si 1. Roupa e jóias As roupas não devem ser muito apertadas, nem comprimir o corpo (p. ex. soutiens, corpetes, bodies). Não use relógio nem jóias no braço afectado. 2. Próteses para a mama O uso de uma prótese mamária leve com um soutien especial proporciona alívio. 3. Humor Evite o stress o mais possível, pois isso pode provocar a constrição dos vasos ou mesmo espasmos. 4. Ferimentos, cuidados com a pele e as unhas e tratamento médico Para evitar ferimentos ao trabalhar em casa ou no jardim, use luvas para a lida doméstica sempre que possível. Evite escoriações, cortes, arranhões e dentadas de animais domésticos. Ao cuidar das unhas, tenha muita atenção para não ferir a cutícula. Cuide regularmente da sua pele, p. ex. com medi DAY, NIGHT, SOFT & FRESH. Não deixe que o seu médico lhe meça a tensão arterial, não pratique acupunctura, não aplique injecções ou tratamento térmico no membro afectado. 5. Dieta Pratique uma alimentação equilibrada com muitas fibras, p. ex. produtos integrais, vegetais crus, frutas e legumes. Beba, pelo menos, 2 litros por dia, de preferência bebidas não açucaradas, água mineral ou chá. 6. Férias e calor Evite fazer férias em locais muito quentes, em especial nas regiões subtropicais. Evite fontes de calor, como saunas, banhos de sol e banhos quentes. 32 Meias de compressão Flebologia

33 Flebologia Meias de compressão 33

34 Como calçar a meia? Antes de calçar as suas meias de compressão, tire sempre primeiro o relógio e as jóias e use luvas de borracha para evitar danos no tecido. As luvas de borracha ajudam ainda a aderir ao tecido, tornando muito mais fácil segurar a meia e colocá-la. Ao calçar a meia, evite esticá-la demasiado puxando-a com muita força, pois a seguir não vai assentar devidamente na perna. Em consequência disso, a pressão não é bem distribuída, a meia escorrega e vai descair até ao joelho. Isto pode levar a constrição. 1. Enfie a mão pela meia com a luva de borracha e agarre o calcanhar. 2. Vire a meia do avesso até ao calcanhar. 3. Calce a meia sobre o peito do pé até ao calcanhar. 4. Agarre a ponta de cima do tecido a meio do pé. 34 Meias de compressão Flebologia

35 5. Puxe a dobra do tecido de forma a passar por cima do tornozelo. 6. Volte a agarrar no tecido pendente com ambas as mãos. 7. Ajuste o tecido uniformemente sobre a barriga da perna. 8. Puxe a meia aos poucos até ao joelho. 9. Agarre de novo o tecido e passe-o por cima do joelho. 10. Verifique se a meia ou collant assenta convenientemente. Flebologia Meias de compressão 35

36 36 Meias de compressão Flebologia

37 Auxiliares medi para calçar e descalçar Calçar meias com o medi butler tão fácil como o abc O medi butler é um auxiliar para calçar patenteado, especificamente desenvolvido para pacientes com menos mobilidade. O medi-butler estica o tecido, o que facilita a entrada do pé. Depois, basta puxar pelas pegas com cuidado para trazer a meia até ao joelho. Existem vários modelos do medi Butler, que podem ser prescritos pelo seu médico. medi 2em1 auxiliar para calçar e descalçar Os utilizadores de meias de compressão vão ficar surpreendidos com a sua facilidade de utilização. É um tipo de lenço feito de um material semelhante a seda para balões. Graças ao seu material especialmente fino e macio, a malha da meia de compressão quase que desliza sozinha por cima do peito do pé e do calcanhar. A meia pode ser calçada e descalçada com muito menos esforço. Uma vez calçada a meia, o medi 2em1 pode ser facilmente puxado para fora. Independentemente do tamanho do calçado, o medi 2em1 facilita o calçar e descalçar de meias com e sem biqueira, de todos os comprimentos e tamanhos. Também pode ser usado para vestir e despir mangas. Além disso, o medi 2em1 é tão compacto que pode ser levado para qualquer lado, em qualquer altura. Visite para ver um pequeno filme que mostra como é fácil usar o medi 2em1. Flebologia Meias de compressão 37

38 medi 2em1 o auxiliar para calçar Veja com os seus próprios olhos as vantagens do primeiro auxiliar medi 2 em 1 para calçar 1. para todos os comprimentos para biqueira aberta e fechada para utilizadores de meias de compressão que viajam com frequência não ocupa espaço 2. A sua introdução à terapia de compressão! Descalçar as meias com a ajuda do mediven Butler Off Mesmo os pacientes com menos mobilidade conseguem tirar as meias com o Butler Off. O auxiliar para descalçar é fácil de usar, protege o material da meia e evita esforçar as costas. O medi Butler Off ajuda a meia a descer e a sair pelo calcanhar sem ter de ser dobrar, nem puxar com força. Também poderá ser usado como calçadeira. 38 Meias de compressão Flebologia

39 medi Butler / calçadeira com pegas compridas A pega comprida assegura estabilidade máxima ao calçar meias de compressão. medi Big Butler Graças ao maior diâmetro do estribo, o medi Big Butler é mais fácil de usar em pernas com perímetros maiores. medi Butler com pegas variáveis Comprimento da pega ajustável (cerca de 37 a 57 cm) para ajuste individual à sua altura. Flebologia Meias de compressão 39

40 medi Butler para collant O segundo estribo permite o deslizamento, ao mesmo tempo e sem esforço, para as duas pernas do collant. medi Reha Butler O novo mecanismo basculante permite calçar a meia sem ter de esticar os dedos dos pés. medi travel Butler O companheiro ideal para qualquer viagem. Pode ser desmontado em peças individuais e inclui um prático saco de viagem. 40 Meias de compressão Flebologia

41 medi Butler com pegas curtas Perfeitamente adequado para vestir mangas devido ao tamanho reduzido da pega. medi Arm Butler/ medi Arm Big Butler Este Butler ajuda-o a vestir as mangas sem ajuda. Pode escolher entre 2 tamanhos, dependendo do perímetro do seu braço. Flebologia Meias de compressão 41

42 medi Butler Instruções de utilização Antes de mais, coloque o medi Butler numa superfície firme, com a parte mais larga da base virada para si e a abertura da haste semicircular curvada virada no sentido oposto ao seu. 1. Coloque a meia de compressão no estribo, com a ponta da meia voltada para a frente. Volte o rebordo superior da meia do avesso sobre a estrutura. 2. Faça deslizar a meia para baixo sobre o estribo até que o calcanhar apareça na ponta do estribo. 3. Coloque agora o medi Butler no chão. Enfie o pé na biqueira da meia. Recomendamos que se encoste a um objecto firme (uma mesa, uma parede) para ficar mais apoiado. 4. Agora pise o apoio rígido. Verifique se os dedos do pé e o calcanhar estão bem posicionados. 42 Meias de compressão Flebologia

43 5. Puxando alternadamente as pegas, pode fazer deslizar a meia para cima, na direcção do joelho. 6. Quando a meia estiver mesmo abaixo do joelho, incline o medi butler ligeiramente para trás e retire-o da meia. 7. Por fim, alise a meia de compressão de baixo para cima. Alivie a meia para cima pouco a pouco, sem rugas nem pregas até ao remate superior. Flebologia Meias de compressão 43

44 44 Meias de compressão Flebologia

45 Cuidados medi para a pele Cuidados para todas as situações Os produtos de cuidados clássicos da medi personalizados para a sua terapia de compressão. medi day gel de cuidados para o dia Cuidado profundo para uma pele macia e para as suas veias Acção refrescante Reduz a sensação de tensão e a sensibilidade da pele Para usar antes de calçar a meia Com castanha-da-índia para paredes venosas mais firmes, mentol para maior frescura e hamamélis para uma estrutura mais estável do tecido Bisnaga de 50 ml/frasco de 150mL medi night gel de cuidados para a noite Cuidado hidratante para a pele em harmonia com as suas meias de compressão De absorção rápida e completa As meias de compressão podem ser calçadas logo a seguir Melhora a aderência das meias de compressão com um remate superior Bisnaga de 50 ml/frasco de 150mL Flebologia Meias de compressão 45

46 medi fresh spray refrescante Uma onda de frescura Aplicar as vezes que forem necessárias durante o dia Pulverize directamente a meia Com mentol para dar frescura Frasco de 100 ml medi soft - espuma cremosa Cuidado hidratante para a pele em harmonia com as suas meias de compressão De absorção rápida e completa As meias de compressão podem ser calçadas logo a seguir Melhora a aderência das meias de compressão com banda de fixação Frasco de 125 ml 46 Meias de compressão Flebologia

47 Flebologia Meias de compressão 47

48 Exercitador de veias medi O exercitador de veias medi é uma ajuda activa para a terapia de compressão passiva. Exercícios simples treinam os seus músculos e são o estímulo ideal para o retorno do sangue venoso. Terapia O exercitador de veias medi é usado para exercícios activos em: Pacientes imobilizados Doenças venosas avançadas Rigidez pós-trombótica da articulação do tornozelo Prevenção O exercitador de veias medi é ideal para a activação específica dos músculos do pé e da perna. Isso alivia o esforço das veias e aumenta a massa muscular. Desta maneira, passa a estar mais em forma, com uma sensação de bem-estar. O exercitador de veias medi é fácil de usar quando está confortavelmente sentado no sofá à noite ou durante uma pausa no trabalho. 48 Meias de compressão Flebologia

49 Exercitador de veias medi programa de exercício Posição inicial Calce meias por cima das suas meias de compressão ou das meias antiembolismo e segure nas extremidades do exercitador com as duas mãos. Para todos os exercícios, certifique-se de que está numa posição confortável e com as costas direitas. Comece o exercício 1 com uma ligeira tensão no exercitador. Depois de 10 movimentos de balanço para esticar devidamente os tendões e os músculos, pode ir puxando cada vez mais até sentir a tensão. 1. Faça 10 movimentos de balanço para esticar, depois vá puxando com mais força até sentir a tensão. Mantenha esta posição durante cerca de 10 segundos, depois vá puxando com menos força. 2. Estique a perna e descreva vários círculos com o pé. Puxe pelo lado esquerdo ou direito do exercitador para reforçar o movimento. 3. Ponha o pé no chão e balance o pé do calcanhar ao dedo e vice-versa. Durante o exercício, vá puxando o exercitador cada vez com mais força. Flebologia Meias de compressão 49

50 4. Ponha o calcanhar no chão a cerca de 30 cm em frente da cadeira. Puxe o antepé para cima, dobre e estique os dedos dos pé alternadamente. 5. Sentado na cadeira, balance a parte inferior da perna para trás e para a frente fazendo tensão. 6. Deite-se de costas com uma perna levantada. Nesta posição, balance o pé fazendo tensão. 7. Deite-se de costas, levante a perna, dobre e estique o joelho fazendo tensão. 50 Meias de compressão Flebologia

51 8. Balance os dedos do pé no sentido do calcanhar e vice-versa, contra a tensão (pode aumentar a eficácia deste exercício se puser qualquer coisa sob os dedos do pé, p. ex. um jornal ou um livro aumentando gradualmente a espessura). 9. Dobre e estique as pernas contra a tensão no exercitador. 10. Estique a perna lateralmente contra a tensão, ponha o pé no chão e traga-o de volta no sentido do corpo, volte a pousar o pé no chão e repita o exercício. Vá puxando cada vez mais o exercitador. Flebologia Meias de compressão 51

52 52 Meias de compressão Flebologia

53 mediven A marca da terapia venosa. A medi pensa na saúde venosa de forma integral. Por isso, pode confiar nos produtos mediven. Foram feitos para se adaptarem da melhor maneira e garantirem, assim, o melhor sucesso do tratamento. Temos a meia de compressão certa para todas as indicações. As meias mediven são fabricadas segundo as mais recentes tecnologias e estão equipadas para proporcionar o maior conforto de utilização e uma sensação de bem-estar. Isso é, de longe, a forma mais confortável de conseguir a eficácia medicinal. Além disso, a vasta gama de acessórios mediven torna o tratamento ainda mais simples: por exemplo, sortido até 20 cores standard e em voga e 3 motivos de cristal Swarovski. Flebologia Meias de compressão 53

54 mediven Características do produto Perfect Fit Clima Comfort Fio de alta tecnologia para uma elasticidade natural Elevada elasticidade nos dois sentidos (longitudinal e transversal) Excelente conforto na utilização Fácil de calçar e de descalçar Assentamento perfeito, sem rugas Transparência e delicadeza muito atraentes. Clima Comfort Transporte da humidade Climatização fiável Respiração bastante activa Impede o odor desagradável Clima Fresh Clima Fresh para maior frescura Acção antibacteriana Impede os odores Técnica de fiação especial, de modo que o efeito não desaparece com a lavagem Integração na meia mediven forte e mediven mondi. 54 Meias de compressão Flebologia

55 Variety Cores para melhor qualidade de vida Todas as cores standard disponíveis de imediato. As cores mais em voga são entregues num período de 10 dias úteis. Soft Elastic Soft Elastic Um conforto de utilização ainda maior com muito mais espaço para meias com os dedos fechados. Menor pressão na zona do antepé. Fio forte para a pressão sobre áreas maiores Pressão de actuação profunda sobre áreas maiores. Estável, com menor elasticidade para o tratamento do edema. Material de respiração muito activo. Esquema de tamanhos de 7 ou 10 assegura a melhor adaptação Doseamento exacto da pressão. Excelentes condições de cuidados médicos. Medidas especiais para necessidades pessoais Peças individuais feitas por medida para casos graves, formas de perna invulgares ou características especiais. Qualidade têxtil em conformidade com a norma Oeko-Tex 100 Flebologia Meias de compressão 55

56 mediven elegance O lado elegante da compressão. Cuida da saúde das suas veias sem compromisso e de uma forma moderna e elegante. A mais fina transparência é tão atractiva que se adapta perfeitamente ao seu guarda-roupa e até aos seus acessórios mais vistosos para a noite. A grande variedade de cores combina com qualquer estilo, o cuidado e a precisão inerentes ao seu fabrico garantem a sua durabilidade. Dê uma vista de olhos nas nossas tonalidades actuais mais recentes junto do seu vendedor especializado! 56 Meias de compressão Flebologia

57 Classe de compressão CCL 1, 2 Versões disponíveis 10 cores standard e 10 cores actuais Como meia até ao joelho, meia até à coxa, collant e collant de gravidez Características Clima Comfort Clima Fresh Indicações Após escleroterapia das veias varicosas Varicose na gravidez com tendência ligeira a moderada para formação de edema Distúrbios venosos inflamatórios (tromboflebite superficial, varicoflebite) em que haja, ou não, uma ligeira tendência para edema Insuficiência venosa crónica, estadio I, em que haja, ou não, uma ligeira tendência para edema Insuficiência venosa crónica, estadio II com edema ligeiro Varicose primária e secundária com tendência ligeira a moderada para edema Profilaxia da trombose em pacientes com mobilidade Soft Elastic Perfect Fit Variety A mediven elegance combina a eficácia medicinal com a variedade da moda Graças à sua transparência, dificilmente se distingue das meias de vidro A ampla gama de cores combina com qualquer moda e estilo Ideal para mulheres que gostam de estar na moda Flebologia Meias de compressão 57

58 mediven plus Versátil, para ele e para ela. A comprovada meia de compressão para ele e para ela é extremamente robusta e confortável com biqueira elástica para maior bem-estar; na versão de biqueira aberta, há um remate de ponta macia extra-plano. O rebordo superior da meia até ao joelho também é macio e, por isso, especialmente suave para a pele. O tecido opaco esconde veias varicosas e telangiectasias. Mediven plus é especialmente confortável para quem tenha uma coxa sensível ou grande. 58 Meias de compressão Flebologia

59 Classe de compressão CCL 1, 2, 3 Versões disponíveis 3 cores standard e 3 cores modernas Como meia até ao joelho, meia até à coxa com banda de fixação, meia com cinto, collant, collant para homem, collant de gravidez ou collant de uma só perna Características Clima Comfort Clima Fresh Indicações Após escleroterapia das veias varicosas Episódios trombóticos (trombose venosa profunda, síndrome pós-trombótico) com ligeira tendência para edema Varicose na gravidez com tendência moderada a grave para edema Doenças venosas inflamatórias (tromboflebite superficial, varicoflebite) com tendência moderada para edema Insuficiência venosa crónica, estadios I, II (atrofia branca, dermatosclerose) e III (úlcera crural), depois de úlceras menores e tendência moderada para edema, depois de úlceras graves recorrentes e tendência ligeira a moderada para edema Varicose primária e secundária com tendência moderada a grave para edema Profilaxia da trombose em pacientes com mobilidade Perfect Fit A meia de compressão discreta e elegante para homens e mulheres Opaca e durável Variety Para doenças venosas ligeiras a moderadas Também para coxas sensíveis e muito grandes Remate macio extra-plano com biqueira aberta Rebordo superior macio para meias até ao joelho Biqueira elástica para maior bem-estar Flebologia Meias de compressão 59

60 mediven comfort Os melhores cuidados para a vida. A mediven comfort oferece um equilíbrio invulgar entre suavidade e eficácia. A classe de conforto da mediven garante a máxima comodidade na utilização e grande facilidade no calçar e descalçar, e tudo isto sem sacrificar a eficácia clínica. Materiais inovadores e a mais recente tecnologia asseguram o seu bem-estar. 60 Meias de Compressão Flebologia

61 Classe de compressão CCL 1, 2 Variantes disponíveis 3 cores standard e 1 cor moderna Como meia até ao joelho, meia até à coxa, e collant Características Clima Comfort Clima Fresh Indicações Após escleroterapia de veias varicosas/ cirurgia Doenças venosas inflamatórias (tromboflebite superficial, varicoflebite) com tendência ligeira para edema Insuficiência venosa crónica, estadios I, II (atrofia branca, dermatosclerose) e tendência ligeira para edema Varicose primária e secundária com tendência moderada a grave para edema Profilaxia da trombose em pacientes com mobilidade Perfect Fit Material muito macio, agradável para a pele Assenta de forma justa e suave sobre a pele Opaca e moderna Esconde até os maiores distúrbios venosos A introdução ideal à terapia de compressão, em qualquer idade Para ele e para ela Variety Variety Flebologia Meias de compressão 61

62 mediven active A meia de desporto num canelado atraente. Os materiais de alta qualidade asseguram o maior conforto na utilização e grande durabilidade. O remate macio acaricia a perna em vez de a irritar. 62 Meias de Compressão Flebologia

63 Classe de compressão CCL 2 Variantes disponíveis Indicações Distúrbios venosos inflamatórios (tromboflebite superficial, varicoflebite) com tendência ligeira a moderada para edema Insuficiência venosa crónica, estadios I, II (atrofia branca, dermatosclerose) e III (úlcera crural) depois de úlceras menores e tendência moderada para edema Varicose primária e secundária com tendência ligeira a moderada para edema Em 4 cores Como meia até ao joelho Características Clima Comfort Perfect Fit Clima Fresh Transporte activo da humidade pelo fio de alta tecnologia Graças ao atraente aspecto canelado, é indicada para o escritório, para o desporto e para as actividades de lazer. De elevada duração Para ele e para ela Flebologia Meias de compressão 63

64 mediven forte A meia de malha circular mediven mais forte. Máxima estabilidade de compressão durante todo o dia, elevada pressão de trabalho para uma acção profunda e durabilidade extrema: isso traduz-se numa terapia de confiança para casos mais graves, graças à mediven forte. A meia sem costuras, elástica nos dois sentidos, é altamente flexível e não escorrega. 64 Meias de compressão Flebologia

65 Indicações Episódios trombóticos (trombose venosa profunda, síndrome pós-trombótico) com tendência moderada a grave para edema Varicose na gravidez com tendência grave para edema Distúrbios venosos inflamatórios (tromboflebite superficial, varicoflebite) com tendência grave para edema Insuficiência venosa crónica, estadios I, II (atrofia branca, dermatosclerose) e III (úlcera crural), depois de úlceras menores e tendência grave para edema, depois de úlceras graves recorrentes e tendência grave para edema Varicose secundária com tendência grave para edema Lipoedema, estadio I Linfedema, estadio I limitado Classe de compressão CCL 2, 3 Variantes disponíveis Em 2 cores Como meia até ao joelho, meia até à coxa com banda de fixação ou cinto, collant,collant de gravidez e collant para homem. Características Clima Comfort Perfect Fit Clima Fresh Variety Variety Elevada pressão de trabalho para uma acção profunda ainda melhor Indicada para cuidados flebológicos e linfológicos Pressão estável durante todo o dia Remate confortável em tecido para o rebordo superior da meia até ao joelho Dois tamanhos de pé com biqueiras fechadas. Flebologia Meias de compressão 65

66 mediven ulcer kit Dois componentes para um tratamento de sucesso. Uma das características mais vantajosas do mediven kit para úlceras é a incorporação do elemento de prata. O mediven kit para úlceras consiste em duas meias: uma mediven ulcer (com 1% de prata) e uma mediven plus. Assim, mesmo que uma das meias mediven ulcer necessite de ser lavada, há sempre outra para um cuidado de compressão contínuo. 66 Meias de compressão Flebologia

67 Indicações Úlcera crural da perna Úlcera com sinais de inflamação Variantes disponíveis Meia até ao joelho Características Calçar rápido e fácil da mediven ulcer e da mediven plus Inspecção simples da ferida Tempo de tratamento mais curto devido a um eficaz cuidado de compressão Confortável de usar Abertura para inspecção na sola do pé para verificar o estado da circulação sanguínea. Melhor higiene entre os dedos dos pés Ainda menos risco de deslizar Impede o aumento de pressão em redor da parte anterior da sola do pé A marcação colorida na malha permite o posicionamento exacto da zona do calcanhar no pé do paciente. A forma da malha na zona do calcanhar permite uma excelente redução da pressão O rebordo de remate macio permite uma boa aderência e evita constrições dolorosas Flebologia Meias de compressão 67

68 mediven visão global dos produtos, malha circular mediven para distúrbios venosos mediven elegance mediven plus Produto O lado elegante da compressão Versátil, para ele e para ela CCL 1, 2 1, 2, 3 Comprimentos Padrão: AD, AG, AM, AM/U (normal e curta) Fabrico por medida: AD, AF, AG, AM, AM/U Padrão: AD, AG, AM, AM/U, AM/H (normal e curta) Fabrico por medida: AD, AF, AG, AM, AM/U, AM/H Cores Branco, areia, moda, siena, Moda, caramelo, preto caramelo, montana, azul marinho, preto, diamante, antracite Cores da moda 10 3 Tamanhos I VII I VII Standard/fabrico por medida standard e fabrico por medida standard e fabrico por medida pé Biqueira aberta e fechada, tamanhos do calçado Biqueira aberta e fechada, tamanhos do calçado Banda de fixação MfB, NoB, SeB, NoM NoB, MfB, SeB, NoM Versões especiais Possível Possível Palavras-chave Clima Comfort, Soft Elastic, reforço do calcanhar Clima Comfort Reforço do calcanhar Opaco, Clima Fresh Instruções acerca dos cuidados a ter g z 9-1 g z 9-1 Por prescrição Sim Sim Composição do material Elastano poliamida Elastano poliamida CCL 1 CCL 2 CCL 3 29% 71% 35% 65% 25% 75% 31% 69% 37% 63% AM: collant; AM/U: collant de gravidez: AM/H: collant para homem 68 Meias de compressão Flebologia

69 mediven comfort mediven active mediven forte Os melhores cuidados para a vida A meia de desporto num canelado atraente. 1, 2 2 2, 3 Padrão: AD, AG, AM (normal e curta) Fabrico por medida: AD, AG, AM Moda, areia, preto AD (normal e curta) Branco, azul marinho, castanho, preto 1 II VI II VI I VII A meia de malha circular mediven mais forte Padrão: AD, AG, AM (normal e curta) Fabrico por medida: AD, AF, AG, AM, AM/U, AM/H, collant de uma só perna Standard; fabrico por medida: também é possível em preto Standard e fabrico por medida Standard e fabrico por medida Standard e fabrico por medida Biqueira aberta e fechada, tamanhos do calçado Biqueira fechada Tamanhos do calçado Biqueira aberta NoB, MfB, SeB NoB, MfB, Possível Não é possível Possível Clima Comfort, Clima Fresh, reforço do calcanhar Clima Comfort, aspecto canelado g z 9-1 g z 9-1 g z 9-1 Sim Sim Sim Pressão de estabilidade máxima para casos graves, Clima Comfort, Clima Fresh Elastano poliamida Elastano poliamida Elastano poliamida 34% 66% 37% 63% 39% 61% 21% 79% 26% 74% AD: meia até ao joelho; A/F: coxa curta: AG: meia até à coxa Flebologia Meias de compressão 69

70 70 Meias de compressão Flebologia

71 mediven a marca da terapia do edema Alguns tipos de tumefacção não se tratam espontaneamente pelo contrário, agravam-se cada vez mais. Essa congestão pode ter várias causas. Uma peça indicada para usar todos os dias, que assente na perfeição e que seja o mais eficaz possível é especialmente importante para quem usa meias para linfedema e lipoedema. As peças de compressão mediven são fabricadas individualmente; foram concebidas para uma maior adesão por parte do paciente e para melhorar a qualidade de vida. Flebologia Meias de compressão 71

72 mediven mondi esprit Elegância discreta com reflexos suaves. Mangas e luvas para um tratamento fiável do edema. Muitos estilos diferentes com uma gama de opções de fixação para peças individuais. A malha aconchegante, de respiração activa e elástica nos dois sentidos assegura uma utilização confortável. O fio de alta tecnologia assegura uma menor captação de humidade e partículas de sujidade e uma excelente estabilidade de pressão durante todo o dia. A máxima qualidade com elegância discreta e reflexos suaves. 72 Meias de compressão Flebologia

73 Classe de compressão Fabrico por medida: CCL 1, 2, 3 Variantes disponíveis Cores: areia, caramelo e preto 8 tamanhos diferentes, desde a luva comprida à manga 5 luvas diferentes, desde a luva sem dedos e com abertura para o polegar até à luva completamente fechada Opções de fixação: tira para o ombro, tira para o soutien e banda de fixação em silicone. Características Indicações Clima Comfort Perfect Fit Linfedema primário e secundário nos estadios I e II Lipoedema nos estadios I e II Edema pós-operatório e pós-traumático Peças para quelóide, p. ex., após queimaduras Variety Variety Costuras especialmente planas Peças de vestuário com costura, produzidas individual e anatomicamente Cotovelo anatómico e rebordo do ombro Qualidade testada em conformidade com a norma Oeko-Tex 100 Possibilidade de incorporação de chumaços, chumaços linfáticos, fechos de correr ou de Velcro Possibilidade de estilos de uma ou duas partes (luva e manga tricotadas juntas ou em separado) Indicadas para os programas delicados das máquinas de lavar e de secar Superfície macia que desliza facilmente sobre a pele e assenta bem Cores brilhantes suaves que conferem elegância e um aspecto atraente Flebologia Meias de compressão 73

74 mediven 550 braço O especialista para todos os tipos de edema. A manga com luva e com costura é fabricada para satisfazer os requisitos anatómicos individuais. Assegura uma terapia fiável do edema, tem costuras especialmente planas, um cotovelo de forma anatómica e um remate superior para o ombro. A malha robusta, de respiração activa e elástica nos dois sentidos maximiza o conforto de utilização e a estabilidade de pressão durante todo o dia. 74 Meias de Compressão Flebologia

75 Classe de compressão Fabrico por medida: CCL 1, 2, 3 Variantes disponíveis Cores: areia, caramelo e preto 8 tamanhos diferentes, desde a luva comprida à manga 5 luvas diferentes, desde a luva sem dedos e com abertura para o polegar até à luva completamente fechada Opções de fixação: tira para o ombro, tira para o soutien e banda de fixação em silicone. Características Indicações Linfedema primário e secundário, estadios I, II e III Estadios I, II e III do lipoedema Edema pós-operatório e pós-traumático Peças para quelóide, p. ex., após queimaduras Clima Comfort Variety Perfect Fit Rebordos anatómicos Também recomendadas para as formas mais graves de edema ou tecidos conjuntivos frouxos Um fio de alta tecnologia absorve até as mais pequenas quantidades de humidade e sujidade Qualidade testada em conformidade com a norma Oeko-Tex e, por isso, especialmente agradável para a pele Possibilidade de incorporação de chumaços, almofadas linfáticas, fechos de correr ou de Velcro Possibilidade de estilos de uma ou duas partes (luva e manga tricotadas juntas ou em separado) Indicadas para os programas delicados das máquinas de lavar e de secar Flebologia Meias de compressão 75

76 mediven mondi A suave linha para edemas até ao estadio II. A meia de costura mais fina para quem começa agora a usar estes produtos e para pacientes com edema ligeiro. O fabrico anatómico individual torna possível o fornecimento de diversas versões especiais. A malha fina, de respiração activa e elástica nos dois sentidos assegura o conforto de utilização e uma excelente estabilidade de pressão durante todo o dia. O fio antibacteriano impede a colonização por bactérias e outros micro-organismos minimizando, assim, o risco de infecções cutâneas (p. ex. erisipela e pé de atleta). 76 Meias de Compressão Flebologia

77 Classe de compressão Fabrico por medida: CCL 2, 3 Variantes disponíveis Cores: caramelo, preto e branco Como meia até ao joelho, meia acima do joelho, meia até à coxa com banda de fixação ou cinto, collant e outras variantes especiais Características Clima Comfort Clima Fresh Indicações Linfedema primário e secundário nos estadios I e II Lipoedema nos estadios I e II Edema pós-operatório e pós-traumático Peças para quelóide, p. ex., após queimaduras Indicações flebológicas graves Perfect Fit Variety Variety Inúmeros extras a pedido: marcações na malha sobre o peito do pé e na coxa para um assentamento perfeito. Podem ser incorporados na costura fechos de correr ou de Velcro Parte de cima da cueca e remate superior da meia de forma anatómica Qualidade testada em conformidade com a norma Oeko-Tex e, por isso, especialmente agradável para a pele Clima Fresh em toda a perna reduz o risco de infecções cutâneas Recomendado para tecidos conjuntivos mais firmes Flebologia Meias de compressão 77

78 mediven 550 perna Uma variedade praticamente ilimitada para todas as formas de edema. Estas peças com costura produzidas de forma individual e anatómica são especialmente indicadas para o tratamento do edema. Tal como acontece com mediven mondi, as características determinantes são o conforto de utilização, a estabilidade máxima de compressão ao longo do dia e a resistência ao desgaste. O seu ponto forte: a grande variedade! 78 Meias de Compressão Flebologia

79 Indicações Linfedema primário e secundário, estadios I, II e III Estadios I, II e III do lipoedema Elefantíase Para doenças venosas pronunciadas Disfunção venosa grave depois do tratamento de úlceras crurais ou trombose Pós-operatório para tratamento de quelóide Classe de compressão Standard: CCL 2 (AD) Fabrico por medida: CCL 1, 2, 3, 4 Variantes disponíveis Cores: caramelo e preto Disponível como peúga, meia até ao joelho, meia acima do joelho, meia até à coxa com banda de fixação ou cinto, collant, collant de gravidez, collant para homem e outras variantes especiais, como calções de ciclismo ou polainas Características Clima Comfort Clima Fresh Perfect Fit Para além dos extras, como os reforços no peito do pé, joelho e coxa, esta versão oferece vários comprimentos de perna à frente e atrás e biqueiras macias. Podem ser incorporados na costura fechos de correr ou de Velcro Incorporação de chumaços e almofadas linfáticas Costura plana resistente à fricção e ao desgaste Rebordos anatómicos Variety Variety Malha robusta, de respiração activa para uma utilização confortável Qualidade testada em conformidade com a norma Oeko-Tex e, por isso, especialmente agradável para a pele Lavar e usar (indicadas para os programas delicados das máquinas de lavar e de secar) Flebologia Meias de compressão 79

80 mediven Biqueira Classe de compressão CCL 1, 2, 3 Variantes disponíveis Indicações Edema do pé e dos dedos do pé Disponível em caramelo e preto Com e sem o dedo mais pequeno do pé e com biqueira aberta ou fechada Características Fabrico por medida, malha plana Ao incorporar entretelas entre os dedos do pé, a costura é reposicionada acima e abaixo dos mesmos Lavar e usar (indicadas para o programa de roupa delicada das máquinas de lavar e de secar) 80 Meias de compressão Flebologia

81 Flebologia Meias de compressão 81

82 mediven visão global dos produtos, malha plana mediven para linfedema/ lipoedema mediven mondi esprit mediven 550 Braço Produto Elegância discreta com reflexos suaves O especialista para todos os tipos de edema CCL 1, 2, 3 1, 2, 3 Comprimentos AC 1 até AG/AG 1 e CD/CG 1 AC 1 até AG/AG 1 e CD até CG/CG 1 Cores Areia, caramelo, preto Areia, caramelo, preto Tamanhos Standard / fabrico por medida fabrico por medida fabrico por medida pé Banda de fixação NoB estreita, larga, NoM NoB estreita, larga, NoM, PrB Variantes especiais Possível Posível Palavras-chave Excelente estabilidade de pressão, o máximo da qualidade com reflexos discretos Terapia de confiança para linfedema Instruções acerca dos cuidados a ter g z 9-1 g z 9-1 Por prescrição Sim Sim Composição do material Elastano poliamida Elastano poliamida CCL 1 CCL 2 CCL 3 CCL 4 14% 86% 20% 80% 32% 68% 14% 86% 20% 80% 32% 68% AM: Collant; AM/U: Collant de gravidez; AM/H: Collant para homem; * custos extra 82 Meias de compressão Flebologia

83 mediven mondi mediven 550 Perna mediven 550 Biqueira A suave linha para edemas até ao estadio II Uma variedade praticamente ilimitada para todas as formas de edema 2, 3 Standard: 2 Fabrico por medida: 1, 2, 3, 4 AD, AF, AG, AM, AME, BM, CM, EM, FM Caramelo, preto, branco* Standard: AD Fabrico por medida: AB, AB 1, AD, AF, AG, AM, AME, AM/U, AM/H, BM, CM, EM, FM, biqueiras Caramelo, preto também pode ser feito por medida 4 14 Modelo especial para linfedema dos dedos dos pés 1, 2, 3 Caramelo, preto Fabrico por medida Standard e fabrico por medida Fabrico por medida Pé aberto, fechado, oblíquo Pé aberto, fechado, oblíquo Biqueiras abertas e fechadas com e sem o dedo mais pequeno do pé PrB, SeB,NoB, NoM PrB, SeB,NoB, NoM Possível Possível Possível Qualidade aconchegante com fio antibacteriano para a terapia do edema A terapia de confiança para linfedema, lipoedema Modelo especial para linfedema dos dedos do pé g z 9-1 g z 9-1 g z 9-1 Sim Sim Sim Elastano poliamida Elastano poliamida Elastano poliamida 24% 76% 28% 72% 23% 77% 25% 75% 28% 72% 32% 68% 14% 86% 20% 80% 32% 68% AD: meia até ao joelho; AF: meia até meio da coxa; AG: meia até à coxa Flebologia Meias de compressão 83

84 84 Meias de compressão Flebologia

85 mediven Meias activas Para além de se preocupar com os pacientes com distúrbios venosos ou linfáticos, a medi presta a mesma atenção à profilaxia de pessoas activas com veias saudáveis. As meias activas de venda livre, como as mediven motion e as mediven travel, destinam-se a utilizadores diferentes e satisfazem as suas necessidades. Flebologia Meias de compressão 85

86 medi motion A meia activa para pernas saudáveis. Com um belo aspecto canelado e reforço especial em pelúcia no tendão de Aquiles, no calcanhar e na sola. A mediven motion exerce a maior parte da pressão no tornozelo. Para uma sensação duradoura de bem-estar e apoio ideal para as veias. 86 Meias de compressão Flebologia

87 Variantes disponíveis Nas cores preto, castanho-escuro e branco Como meia até ao joelho, com um belo aspecto canelado Características Clima Comfort Clima Fresh Gradiente de pressão controlado, que decresce a partir do tornozelo Activa o bombeamento muscular e a circulação sanguínea Reforço especial em pelúcia para o tendão de Aquiles e a sola do pé Costura reforçada especialmente plana a fechar a biqueira Também como prevenção para viagens de avião e de carro Lavar e usar, indicadas para as máquinas de lavar e de secar g z 9-1 Fácil de calçar e de descalçar Remate agradável Clima Comfort: permite uma boa respiração e o transporte da humidade Efeito antibacteriano com Clima Fresh Flebologia Meias de compressão 87

88 medi travel A meia de viagem elegante e transparente. A meia de viagem atraente para quem não tem problemas venosos. Produto profiláctico clinicamente testado para a prevenção da trombose do viajante. Minimiza o risco de trombose do viajante em viagens longas de avião, autocarro e carro. 88 Meias de compressão Flebologia

89 Variantes disponíveis Nas cores preto e caramelo Como meia até ao joelho com um aspecto transparente Características Clima Comfort Clima Fresh Clinicamente testada Gradiente de pressão controlado, que decresce a partir do tornozelo Activa o bombeamento muscular e a circulação sanguínea Protecção eficaz contra a trombose do viajante e pernas inchadas Lavar e usar, indicadas para as máquinas de lavar e de secar g z 9-1 Fácil de calçar e de descalçar Remate agradável Clima Comfort: permite uma boa respiração e o transporte da humidade Efeito antibacteriano com Clima Fresh Scurr JH Lancet 2001 Vol Flebologia Meias de compressão 89

SEGURANÇA NO LOCAL DE TRABALHO

SEGURANÇA NO LOCAL DE TRABALHO SEGURANÇA NO LOCAL DE TRABALHO Adaptação da obra: Higiene e Segurança do Trabalho Fundação Roberto Marinho Colecção Telecurso 2000 Rio de Janeiro, 1999 I - Acidente de Trabalho - Introdução O que é acidente?

Leia mais

MANUAL DE ALEITAMENTO MATERNO

MANUAL DE ALEITAMENTO MATERNO MANUAL DE ALEITAMENTO MATERNO 1 MANUAL DE ALEITAMENTO MATERNO Edição Comité Português para a UNICEF/Comissão Nacional Iniciativa Hospitais Amigos dos Bebés Edição Revista de 2008 2 Leonor Levy e Helena

Leia mais

Manual formação pme HIGIENE E SEGURANÇA NO TRABALHO

Manual formação pme HIGIENE E SEGURANÇA NO TRABALHO Manual formação pme HIGIENE E SEGURANÇA NO TRABALHO Índice: Fundamentos da Higiene e Segurança 3 Introdução 3 Definições 4 Acidentes de Trabalho 5 Factores que afectam a Higiene e Segurança 8 As Perdas

Leia mais

O seu guia para o tratamento com BOTOX (Toxina Botulínica Tipo A)

O seu guia para o tratamento com BOTOX (Toxina Botulínica Tipo A) O seu guia para o tratamento com BOTOX (Toxina Botulínica Tipo A) Este folheto irá fornecer-lhe mais informações sobre BOTOX e a forma como este pode ser utilizado em tratamentos médicos. Índice Leia este

Leia mais

Guias de Treinamento Guia de Treinamento de Tênis

Guias de Treinamento Guia de Treinamento de Tênis Guias de Treinamento Guia de Treinamento de Tênis Planejando uma temporada de treinamento e competição de tênis Planejando uma temporada de treinamento e competição de tênis Definindo metas Componentes

Leia mais

N. O. T. A P. R. É. V. I. A

N. O. T. A P. R. É. V. I. A N. O. T. A P. R. É. V. I. A F. I. C. H. A Ficha Técnica T. É. C. N. I. C. A Título A Protecção Civil em Casa Copyrigth Serviço Nacional de Protecção Civil 6 Autor SNPC Design gráfico Ricardo Nogueira Pré-impressão

Leia mais

A luz certa. em sua casa

A luz certa. em sua casa A luz certa em sua casa Índice Luz certa e energeticamente eficiente Luz certa e energeticamente eficiente 2-3 Exemplos 4-19 Sala de estar 4-5 Cozinha 6-7 Sala de jantar 8 Átrios e escadarias 9 Casa de

Leia mais

Prevenção de Úlceras de Pressão. Guia de Consulta Rápido

Prevenção de Úlceras de Pressão. Guia de Consulta Rápido de Úlceras de Pressão Guia de Consulta Rápido Introdução Este Guia de consulta rápido sumariza as linhas de orientação baseadas na evidência para a e Tratamento das Úlceras de Pressão. Foi desenvolvido

Leia mais

Eficiência energética nos edifícios residenciais

Eficiência energética nos edifícios residenciais Manual do Consumidor 1 Eficiência energética nos edifícios residenciais Textos Pieraldo Isolani Membros do Grupo de Trabalho Transnacional que colaboraram: Riccardo Comini - Adiconsum, Itália Florence

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE QUIMIOTERAPIA

ORIENTAÇÕES SOBRE QUIMIOTERAPIA Este Manual foi elaborado pela Equipe de Enfermagem e Com o apoio da Equipe Médica da Clínica ONCOSUL. MANUAL DO PACIENTE ORIENTAÇÕES SOBRE QUIMIOTERAPIA Equipe de Enfermagem: Rozilda Maurício Enfermeira

Leia mais

Guia de referência rápida - Prevenção

Guia de referência rápida - Prevenção Introdução Este guia de referência rápida sumariza as linhas de orientação baseadas na evidência na prevenção e tratamento das úlceras de pressão. Foi desenvolvido ao longo de quatro anos de colaboração

Leia mais

Espondilite Anquilosante

Espondilite Anquilosante Espondilite Anquilosante CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO: Comissão de Espondiloartrites CREDITO IMAGEM DA CAPA: http://omurtlak.bloguez.com/ EDITORAÇÃO: Rian Narcizo Mariano PRODUÇÃO: www.letracapital.com.br

Leia mais

Guia Prático do Cuidador

Guia Prático do Cuidador MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Atenção à Saúde Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde Guia Prático do Cuidador Série A. Normas e Manuais Técnicos. Brasília - DF 2008 2008 Ministério

Leia mais

VIVER APÓS UM ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL

VIVER APÓS UM ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL Autocuidados na Saúde e na Doença Guias para as Pessoas Idosas 2 VIVER APÓS UM ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL Recomendado aos Prestadores de Cuidados Informais Direcção-Geral da Saúde Lisboa 2000 PALA ALAVRAS-CHA

Leia mais

V A L I D A Ç Ã O primeiros_socorros.p65 1 2/8/2005, 11:26

V A L I D A Ç Ã O primeiros_socorros.p65 1 2/8/2005, 11:26 primeiros_socorros.p65 1 V A L I D A Ç Ã O CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA CNI Armando de Queiroz Monteiro Neto Presidente SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL SENAI Conselho nacional Fernando

Leia mais

LOGAN MANUAL DE PROPRIETÁRIO

LOGAN MANUAL DE PROPRIETÁRIO LOGAN MANUAL DE PROPRIETÁRIO Bem-vindo a bordo do seu veículo Este manual do usuário e manutenção fornece as informações que lhe permitirão: conhecer bem o seu veículo para melhor utilizá-lo e obter os

Leia mais

Caderneta de Saúde da Criança Menino

Caderneta de Saúde da Criança Menino MINISTÉRIO DA SAÚDE Caderneta de Menino PASSAPORTE DA CIDADANIA 8ª edição Brasília DF 2013 sumário Parabéns! Acaba de nascer um cidadão brasileiro... Identificação... Mudanças de endereço... Registro civil

Leia mais

APOSTILA FISIOLOGIA DO TRABALHO

APOSTILA FISIOLOGIA DO TRABALHO APOSTILA FISIOLOGIA DO TRABALHO Autor: Eduardo Concepción Batiz Doutor em Ciências Técnicas, Engenheiro Industrial Prof. de Ergonomia, Segurança e Higiene Ocupacional, Biossegurança. 2003 SUMARIO Capítulo

Leia mais

Guias de treinamento Bem-Vindo à pagina de Bocha da Special Olympics

Guias de treinamento Bem-Vindo à pagina de Bocha da Special Olympics Guias de treinamento Bem-Vindo à pagina de da Special Olympics Reconhecimentos A Special Olympics deseja agradecer os profissionais, voluntários, técnicos e atletas que ajudaram na produção do Guia do

Leia mais

M. Books do Brasil Editora Ltda. 2002. Este livro foi escrito com uma profunda humildade e respeito pelo Grande Médico.

M. Books do Brasil Editora Ltda. 2002. Este livro foi escrito com uma profunda humildade e respeito pelo Grande Médico. M. Books do Brasil Editora Ltda. 2002 Este livro foi escrito com uma profunda humildade e respeito pelo Grande Médico. É com grande veneração e apreço que dedico este livro à mais bela manifestação da

Leia mais

Manual de Primeiros Socorros no Trânsito

Manual de Primeiros Socorros no Trânsito Manual de Primeiros Socorros no Trânsito DETRAN/GO 2 Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CPI) Biblioteca Goiandira Ayres de Couto Departamento Estadual de Trânsito de Goiás. Manual de primeiros

Leia mais

Emília Nunes João Breda

Emília Nunes João Breda Emília Nunes João Breda Fundos Estruturais MINISTÉRIO DA SAÚDE Direcção-Geral da Saúde MINISTÉRIO DA SAÚDE Direcção-Geral da Saúde Emília Nunes João Breda Autores Emília Nunes - Médica de Saúde Pública,

Leia mais

Bem-vindo a bordo de seu veículo

Bem-vindo a bordo de seu veículo Bem-vindo a bordo de seu veículo Este manual de usuário e manutenção coloca à sua disposição as informações que permitem: conhecer bem seu veículo para melhor uso e obter o pleno benefício, e nas melhores

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES Canil Pugs Marines www.pugsmarines.com.br Tel.: (21) 3518-9123/ (21) 7893-6366 Priscila Cristina / José Claudio Manual de Instruções - Canil Pugs Marines Página 1 MENU Cuidados Gerais

Leia mais

O Carburador. O que é um carburador?

O Carburador. O que é um carburador? O Carburador O que é um carburador? É um aparelho ou dispositivo, que a partir de um combustível líquido e do ar da atmosfera, prepara e fornece para todos os regimes de trabalho do motor, uma mistura

Leia mais

MINISTÉRO DA SAÚDE COMO AJUDAR AS MÃES A AMAMENTAR F. SAVAGE KING

MINISTÉRO DA SAÚDE COMO AJUDAR AS MÃES A AMAMENTAR F. SAVAGE KING MINISTÉRO DA SAÚDE COMO AJUDAR AS MÃES A AMAMENTAR F. SAVAGE KING TRADUÇÃO: Zuleika Thomsom Orides Navarro Gordon Brasília 2001 1998. Ministério da Saúde 1985 African Medical and Research Foundation 4ª

Leia mais

Manual de pequenos reparos em livros 2 edição

Manual de pequenos reparos em livros 2 edição 13 Manual de pequenos reparos em livros Robert J. Milevsky a 2 edição CONSERVAÇÃO PREVENTIVA EM BIBLIOTECAS E ARQUIVOS Robert J. Milevski Manual de pequenos reparos em livros 2 a edição Rio de Janeiro

Leia mais

Incentivando a boa higiene e o saneamento

Incentivando a boa higiene e o saneamento Incentivando a boa higiene e o saneamento Guia PILARES Escrito por Isabel Carter Pelos Idiomas Locais: Associação em REcursoS Incentivando a boa higiene e o saneamento Guia PILARES Escrito por Isabel Carter

Leia mais