FIT-BH: A HISTÓRIA BIA MORAIS. FIT-BH: The history

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FIT-BH: A HISTÓRIA BIA MORAIS. FIT-BH: The history"

Transcrição

1 FIT-BH: A HISTÓRIA BIA MORAIS FIT-BH: The history

2 12 O FIT teve sua primeira edição em Suas raízes, contudo, devem ser buscadas anos antes, em uma série de transformações na vida cultural de Belo Horizonte entre o fim dos anos 1980 e o início da década de Até fins dos anos 80, cultura e turismo integravam uma só pasta na esfera pública municipal. Em 1989, nasceu a Secretaria Municipal de Cultura (SMC), atual Fundação Municipal de Cultura. Ancorada no conceito proposto pela Constituição de o reconhecimento do direito de acesso da população à produção e ao consumo de cultura - o órgão já surgiu com a diretriz de reorientar as atividades culturais do município. Nesse contexto novo e fértil, começou a ser idealizado, em 1993, o Festival Internacional de Teatro Palco & Rua de Belo Horizonte - FIT-BH. Desde 1990, o Grupo Galpão promovia, com apoio da SMC, o Festin - Festival Internacional de Teatro de Rua. A nova direção do Teatro Francisco Nunes, que assumiu em 1993, tinha a proposta de promover um festival de teatro de palco. Buscando concentrar força de trabalho, verbas, tempo e energia, a então secretária Municipal de Cultura, Maria Antonieta Cunha, propôs a fusão das duas propostas criando um único e grande evento. Nascia aí o FIT-BH. Sua primeira edição, de 2 a 12 de junho de 1994, teve promoção da Prefeitura de Belo Horizonte e realização conjunta do Teatro Francisco Nunes e do Grupo Galpão. Com espetáculos no palco e na rua, programação descentralizada e atividades de formação e reflexão, o FIT-BH marcou presença a partir daí. A receptividade do público foi automática: apesar de interferirem no cotidiano da cidade, fazendo muito barulho e alterando a ordem aparente, os grupos foram acolhidos, aplaudidos e festejados, causando agradável impressão - especialmente nos artistas de fora. O impacto na cidade Divinas Palavras Da Rin Produções Artísticas/Bahia/ 1998 (Foto: Guto Muniz) Logo na abertura, a versão moderna de uma horda primitiva, precedida por um cachorro metálico incandescente e um trio elétrico, rolava tambores em pleno centro de Belo Horizonte, anunciando que nem a cidade, nem as artes cênicas locais seriam mais as mesmas. Era o grupo francês Générik Vapeur, que com Bivouac arrastou pelas ruas um público assombrado, enlouquecido e maravilhado. Duas prioridades nortearam a concepção do evento: democratização do acesso e descentralização da programação. Na primeira edição, além de teatros e espaços abertos da região Centro-Sul, bairros como Santa Tereza e Santa Efigênia, ônibus e metrô foram palco de espetáculos e intervenções. Foram instituídos, também, os eventos especiais, com programação totalmente gratuita, visando formação e atualização dos profissionais das artes cênicas. Na primeira edição, destaque para o seminário de reflexão sobre estética teatral, exposições, mostras de vídeo, oficinas, entre as quais uma de interpretação, com base no método do Centro de Pesquisa Teatral, com o diretor Antunes Filho. Dois temas abordados na primeira edição iriam se tornar presentes em edições subseqüentes: o teatro de rua e a relação entre política e estética na América Latina. Depois de cada dia de muito trabalho, a diversão e a descontração têm sido a tônica do FIT-BH desde seu início: após as apresentações de espetáculos, artistas, equipe e público curtem a noite em eventos programados pelo festival. Em 1994, a equipe programou o Lulu em Off (com apresentações artísticas no antigo Bar do Lulu, que na época era um dos locais mais agitados da noite belo-horizontina), a FIT Festa Belas Artes e o Fiesta Show Baile. Inicialmente freqüentadas apenas por integrantes do campo das artes cênicas, as noites do FIT-BH foram aos poucos conquistando outros segmentos. Prova disso é que, na última edição, realizada em 2006, nos 11 dias do festival, em torno de pessoas de todas as classes sociais, tribos, idades e regiões da cidade compareceram, a cada noite, ao ponto de encontro no Parque Municipal. É proposta do FIT-BH, desde seu lançamento, pro-

3 gramar atividades também nos anos em que o evento não se realiza, o que aconteceu por duas ocasiões: a primeira em junho de 1995, numa prévia da segunda edição: o grupo francês Les Cousins fez, no Teatro Marília, duas apresentações gratuitas do espetáculo Ça n'a pas Été Facile!. Em agosto, foi a vez do grupo espanhol La Puppa apresentar, no mesmo teatro, No Comment. Ainda naquele ano, o ator e diretor Cacá Carvalho ministrou uma oficina e apresentou, no Centro Cultural UFMG, o espetáculo O Homem com a Flor na Boca. Expansão Na segunda edição do evento, em 1996, teve início a longa parceria com a Associação Movimento Teatro de Grupo de Minas Gerais, integrada por importantes grupos profissionais mineiros. Essa parceria com o MTG se repetiu nas edições de 1997, 1998, 2000 e Em 1996, o FIT se expandiu no tempo, no espaço, em número de espetáculos, de apresentações e em equipe. Ampliado para 15 dias, alcançou também Betim, Contagem e Mariana, cidades próximas a Belo Horizonte. Pesquisa feita junto ao público, durante o evento, revelou 88% de avaliação positiva, 7% de avaliação regular, 5% de desconhecimento e 0% de avaliação negativa. O grupo Comediants, da Espanha, fez o espetáculo de abertura: Dimonis, uma espécie de ritual demoníaco, na Praça da Estação, às escuras, proclamava o triunfo do instinto, levando o público ao delírio. Cada uma das nove regiões administrativas da capital recebeu uma apresentação de rua, num exercício de ampliação da descentralização do festival. Novos temas entraram em debate nos eventos especiais: a possibilidade de cooperação entre festivais internacionais de teatro (com a realização do segundo encontro dos diretores dos eventos brasileiros do gênero), política editorial, pressões do mercado, perspectivas e tendências, temas abordados no Encontro de Editores de Cadernos de Cultura. 13 Hibrid - Sémola Teatre/Espanha/1996) (Foto: Guto Muniz)

4 14 Edição especial Nas origens do FIT, ficou estabelecido que sua periodicidade seria bienal. Apesar disso, na condição de evento cultural de maior aceitação popular em Belo Horizonte, ele não poderia ficar de fora da programação do centenário da cidade, em Uma edição especial e compacta foi realizada, contando com a participação de sete grupos internacionais, seis nacionais e uma co-produção Brasil/Índia. Não Desperdice sua Única Vida - Cia Luna Lunera/BH/2006) (Foto: Kika Antunes) Além de valorizar a diversidade estética e a qualidade, a edição procurou homenagear grupos com passagem marcante pela história do FIT: o Générik Vapeur, da França, por exemplo, reapresentou Bivouac, dessa vez com participação do Bloco Afro Porto de Minas, e trouxe o novo espetáculo Coche Porque? Porque Coche?; o também francês Flash Marionnettes, muito festejado desde 1996, pelo gesto simpático de transpor para o português o texto de A Corte dos Vagabundos, tornando-o acessível, foi novamente convidado, assim como a dupla espanhola Boni & Caroli, que reapresentou Side Car. Duas presenças marcantes: o Teatro Circular de Montevideo, criado em 1954, além do espetáculo Aeroplanos, de Carlos Gorostiza, promoveu um encontro com o tema Circular: 43 Anos de Jornada e uma exposição retrospectiva, com fotos da história do grupo; a outra foi o grupo Teatro Mínimo (Brasil/Índia), que apresentou ao público, além do espetáculo Kathakali - Teatro Sagrado do Malabar (inspirado no Mahabharata), uma demonstração da técnica do Kathakali, reelaboração de uma das formas cênicas mais antigas do mundo. Em 1997, o MTG-MG, afirmando a condição de artistas de seus integrantes, produziu uma grande intervenção urbana, propondo a retomada da cidade para a conquista da cidadania cultural. A Expedição Zum Zum Zum Lá No Meio do Mar reuniu 18 grupos de Belo Horizonte e 700 atores. O resultado foi uma grande celebração em plena Praça Sete, no Centro da cidade. Formato ideal A quarta edição, em 1998, traz como novidades produções da Ásia, África e América Central. O ano marca, também, a busca de um formato ideal para o festival, livre de carências e excessos. Tanto cuidado era para evitar o risco do gigantismo e, conseqüentemente, a perda do controle operacional e da qualidade. A agenda foi reduzida para 11 dias. Na abertura, o grupo francês Plasticiens Volants mobilizou grande público, que, extasiado, conduziu Ézili, deusa egípcia da fertilidade, enorme criatura inflável, por vários quarteirões da cidade, até a Praça da Estação. O grupo voltou a encantar o público com o espetáculo Dom Quixote, sempre num verdadeiro desafio às leis da gravidade. Na programação dos Eventos Especiais, sete oficinas foram ministradas, algumas abordando temas inéditos no festival, como crítica teatral, comédia, voz, antiteatro. Duas exposições, demonstrações de métodos e encontros completaram a programação. Na busca por espaços alternativos, o FIT- BH tem desempenhado, também, a função de reativador de espaços. Depois de recolocar para funcionar a Serraria Souza Pinto, em 1994, o festival programou, para o complexo de galpão, quadras e auditório da Rede Ferroviária Federal, que se encontrava desativado, o primeiro Estação em Movimento, que substituiu o Bar do FIT como ponto de encontro. Todas as noites, depois dos espetáculos, participantes, equipe e público se reuniam para conversar, dançar, ouvir música e assistir a intervenções.

5 Primeiro balanço A quinta edição do festival, em 2000, foi também a oportunidade para um primeiro balanço: em sete anos de realização, o FIT-BH havia recebido 87 grupos, quase 50 espetáculos internacionais e um total de 459 apresentações (250 de palco, 209 de rua), que atingiram em torno de 450 mil pessoas nas nove regiões administrativas de Belo Horizonte. Somam-se aos espetáculos os eventos especiais, com a realização de 29 oficinas inteiramente gratuitas, além de mostras de vídeo e debates, conferências, entre outras atividades. A abertura foi marcada por um lance de ousadia: a direção do FIT-BH programou um espetáculo inesperado, O Bracelete de Jade e Outras Árias de Ópera Chinesa, com o grupo Chinese Theatre Circle, de Singapura. O enorme público que compareceu à Praça da Estação, acostumado a montagens com grandes efeitos visuais, itinerantes, com muito barulho e movimento, assistiu, reverente, aos 90 minutos da apresentação, revelando maturidade para conviver com a diversidade cultural. A edição foi uma oportunidade para homenagear o Circo Irmãos Simões, integrado pela quarta geração de uma família de artistas do picadeiro, que luta para manter viva a chama da arte circense. O grupo apresentou o espetáculo Debaixo da Lona. O Estação em Movimento passou a funcionar, a partir dessa edição, no Parque Municipal, onde permaneceu desde então. A Mostra Off, uma seleção de intervenções cênicas e musicais de jovens artistas mineiros, foi programada para o local. Pela segunda vez, atividades foram programadas para o ano entre duas edições. Em maio de 2001, entre a quinta e a sexta edições, foi lançado, no Teatro Francisco Nunes, o livro de Guto Muniz e Kika Antunes, Rever o FIT, com fotos dos festivais anteriores. O Asno - Grupo Fora do Sério/São Paulo/1994 (Foto: Eugênio Sávio)

6 16 Público recorde Em 2002, o FIT-BH atingiu um público recorde de pessoas, superando a expectativa inicial de 150 mil. A abertura ficou a cargo do grupo Close-Act, da Holanda, com Malaya, em que acrobatas se balançavam em cordas suspensas por cima do público e atores em pernas-de-pau invadiam a platéia, tendo ao fundo fogos de artifício. Dois brasileiros, André Curti e Arthur Ribeiro, que têm uma companhia de teatro na França, a Dos à Deux, foram responsáveis por um dos momentos mais marcantes dessa edição, com Aux Pieds de la Lettre, um espetáculo de teatro gestual, de rara beleza. Textos de Nelson Rodrigues estiveram presentes, mais uma vez, com Perdoa-me por me Traíres, da Cia. Luna Lunera (BH), e Meu Destino é Pecar, da Cia. dos Atores (RJ), e o mais popular texto de Dias Gomes, O Pagador de Promessas, foi apresentado pelo Depósito de Teatro (RS). Novo avanço na meta de descentralizar: cada uma das nove administrações regionais recebeu em seus bairros entre duas e quatro apresentações gratuitas de espetáculos. A percepção da sensível queda na produção de teatro de rua em Belo Horizonte levou a produção do Festival a programar o FIT-BH Rua, uma série de atividades para discutir as possíveis razões do fato. Diretores e atores foram convidados a apresentar roteiros que, depois de aprovados, receberam uma verba para montagem de micropeças de rua que integraram a grade principal. Outra novidade foi a promoção, no Ponto de Encontro, no Parque Municipal, da 1ª Mostra Movimentos Urbanos, um painel das manifestações populares tradicionais e contemporâneas que ocorrem na cidade. Grandes projetos Na sétima edição, em 2004, o evento completou dez anos de existência. Seu parceiro de realização foi a Soama - Sociedade dos Amigos do Teatro Marília, em substituição ao MTG. O grupo Strange Fruit, da Austrália, abriu a programação com The Spheres, um espetáculo noturno, na Praça da Estação, no Centro da cidade, onde atores performáticos se apresentaram sobre grandes esferas brilhantes, com elementos de grande força visual. A programação foi organizada em projetos, entre os quais o do CICT - Centro Internacional de Criação Teatral - o Théâtre des Bouffes du Nord Peter Brook (França), que constou de apresentação do espetáculo Tierno Bokar, com direção de um dos mais importantes encenadores contemporâneos do mundo, Peter Brook, aulas práticas, mostra de vídeos, bate-papos com o elenco e conferência com o diretor; Homenagem a Álvaro Apocalypse e Terezinha Veloso, criadores do Giramundo Teatro de Bonecos (BH), com apresentação de Cobra Norato e o I Seminário do Boneco; o Teatro da Vertigem, com apresentação da Trilogia Bíblica (O Paraíso Perdido, O Livro de Jó e Apocalipse 1, 11) e oficinas de aperfeiçoamento técnico, com acompanhamento de montagem e preparação dos espetáculos, sob a coordenação do Teatro da Vertigem e do Galpão Cine Horto. Houve, nessa edição, a continuidade da proposta de incentivo à produção do teatro de rua, com a criação do Prêmio Fomento à Montagem de Espetáculos de Rua. O Grupo Galpão, que nunca se apresentara no FIT-BH, trouxe dois espetáculos, O Inspetor Geral e Um Molière Imaginário. Foi lançado, também, o projeto FIT Escola, com apresentações teatrais e debates a cargo da Graduação em Teatro da UFMG, do Teatro Universitário da UFMG e do Centro de Formação Artística da Fundação Clóvis Salgado. Um milhão de pessoas A 8ª edição do FIT-BH, em 2006, atingiu um público direto de mais de 120 mil pessoas. Com os números das sete edições anteriores, foi alcançada a marca de um milhão de espectadores desde que o evento foi criado. Durante 11 dias, o festival movimentou, além de Belo Horizonte, cinco cidades do interior de Minas Gerais (Lagoa Santa, Betim, Contagem,

7 Itaúna e Ouro Branco), marcando presença em teatros, espaços alternativos, praças, ruas e parques. A abertura do FIT-BH 2006 se deu em duas etapas. No Palácio das Artes, foi apresentado, para convidados, o espetáculo As Folhas que Resistem ao Vento, da Companhia Koffi Kôkô, do Benin. Em seguida, o grupo Ósmego Dnia, da Polônia, na Praça da Estação, mostrou Arka, em que grandes portais em chamas passavam entre as pessoas. A programação produziu, mais uma vez, reflexão ética e estética e, ainda que não inten-cionalmente, refletiu a realidade universal con-temporânea, falando de temas como guerras, migrações impostas, exílio e violência, mas tam-bém trazendo lirismo, poesia e muitas gargalhadas. Nessa edição, o FIT-BH deu seqüência ao projeto de incentivo à produção de teatro de rua, iniciado em A novidade foi a criação do Ateliê de Produção, que deu suporte às montagens vencedoras na confecção de cenários, figurino e objetos de cena, estilo, maquiagem. Foram incluídas, também, atividades reflexivas sobre teatro de rua. Alguns números Edições Apresentações Público geral (8) (palco, rua e (espetáculos espaços e atividades) alternativos) FIT-BH/ FIT-BH/ FIT-BH/ FIT-BH/ FIT-BH/ FIT-BH/ FIT-BH/ FIT-BH/ TOTAL O Bracelete de Jade e outras árias de ópera chinesa Chinese Theatre Circle/Singapura/2000 (Foto: Kika Antunes)

8 18 Assim é o FIT-BH Realização: Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura, em parceria com o setor privado, através de captação de recursos via leis de incentivo à cultura, ou por outros meios. Desde 2006, o festival tem como parceira de realização a Associação de Amigos da Fundação de Educação Artística - Flama. Periodicidade: bienal, em anos pares: 1994, 1996, 1997 (edição especial Centenário de Belo Horizonte), 1998, 2000, 2002, 2004, 2006, Duração: 11 dias. Conceito: festival não temático. Sua programação busca unir diversidade de linguagens à qualidade artística. Há o cuidado de evitar o gigantismo e a superficialidade de eventos espetaculosos. Grade: mínimo de 22 e máximo de 30 espetáculos. Média de 100 a 120 apresentações. Média de 60% de espetáculos internacionais, 20% nacionais e 20% locais. Grade cuidadosamente elaborada, sem superposição de horários, para permitir ao público assistir a todos os espetáculos; e, aos integrantes de grupos participantes, a possibilidade de assistir a espetáculos de outros grupos. Democratização: para oferecer amplo e democrático acesso da população aos espetáculos, é programada uma média de 50% de apresentações em espaços abertos (ruas, praças, parques), totalmente gratuitas; o restante da programação ocorre em teatros e espaços alternativos, com acesso por meio de ingressos que podem ser adquiridos, antecipadamente, em pacotes, por preços extremamente acessíveis à maioria da população ou, mais próximo ao evento, por preços normalmente praticados nos teatros da cidade. Descentralização: programação de um mínimo de cinco apresentações em cada um dos bairros das nove Administrações Regionais de Belo Horizonte. Programação também em cidades da Região Metropolitana da capital. Eventos Especiais: programação totalmente gratuita de oficinas especializadas e livres, exposições, debates, lançamentos de livros, palestras, mesas-redondas, mostras de vídeos e exposições de método de trabalho dos grupos, entre outras atividades. Ponto de Encontro: espaço de confraternização entre público, artistas e equipe. Funciona todas as noites, durante o FIT-BH, no Parque Municipal, no Centro da cidade. Pontos-de-venda de comidas e bebidas. A mostra Movimentos Urbanos funciona no Ponto de Encontro, com programação diversificada que busca estimular e difundir o trabalho de artistas e grupos representantes da cultura popular tradicional e contemporânea da cidade. O FIT-BH integra o Núcleo dos Festivais Internacionais, ao lado do Festival Internacional de Londrina - Filo (Paraná), Porto Alegre em Cena (Rio Grande do Sul), Riocenacontemporânea (Rio de Janeiro), Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto (São Paulo) e Cena Contemporânea (Distrito Federal). Esses eventos têm em comum a parceria público-privada. Aux Pieds de La Lettre Cie Dos à deux/ Brasil-França/2002 (Foto: Guto Muniz)

9 COMENTÁRIO Marcelo Castilho Avellar A trajetória do Festival Internacional de Teatro Palco e Rua de Belo Horizonte é exemplar da maneira como produtores culturais e público se influenciam mutuamente e são influenciados pelo ambiente. É como se os dois lados participassem de um jogo de estímulos, respostas e interações, em que cada jogador propõe suas idéias e desejos sobre o que é arte, mas, ao mesmo tempo, modifica essas idéias e desejos a partir do que percebe na jogada do outro. Vamos examinar alguns exemplos. Podemos aceitar que a primeira versão do FIT-BH tenha surgido por inteiro da cabeça de seus idealizadores, Carlos Rocha, Eid Ribeiro e o pessoal do Galpão; que tenha surgido do que eles consideravam necessário mostrar ao público de Belo Horizonte, do que eles apreciavam em suas andanças pelo mundo e queriam nos mostrar, do que eles julgavam importante fazer parte de nosso cotidiano. Esse juízo, contudo, era construído a partir de impressões mais ou menos difusas, não havia sido experimentado no confronto com a realidade do público. mesmo quando não eram adequados à proposta deles, decepcionando-se nas manifestações mais contemplativas quando rea-lizadas em espaço público. E as versões posteriores do FIT-BH dariam particular trabalho a seus organizadores, numa busca constante de grandes espetáculos que pudessem saciar aquele vício. Bendito preço. Belo Horizonte tem, hoje, um público surpreendentemente bem treinado para a diversidade cultural. Seus artistas, expostos a essa diversidade, passariam a considerá-la, cada vez mais, um valor estético em si mesmo. Num processo nitidamente evolucionista, precisaram se adaptar àqueles gostos que se transformavam em função do evento. E até o próprio FIT-BH, em sua ânsia de responder à demanda, tomaria seu próprio destino nas mãos, decidindo interferir no ambiente, em vez de ser conduzido por ele - em momentos de recessão no mercado de espetáculos de rua, por exemplo, o festival passaria de consumidor a fomentador da produção, garantindo a si mesmo a capacidade de responder às demandas de seu público. Essa experiência foi surpreendente. Ninguém - organizadores do festival, artistas, espectadores - imaginava o choque que Bivouac, do grupo francês Générik Vapeur, produziria naquele fim de tarde de 2 de junho de Ninguém estava preparado para uma intervenção que praticamente paralisou a cidade, ninguém estava preparado para a interação que o público estabeleceu com a performance, ninguém imaginava que um festival de artes pudesse se integrar tão subitamente à vida belo-horizontina. Houve um preço a pagar. O Générik Vapeur e outros grupos que viriam depois se sentiriam frustrados ao não encontrar, em outros lugares, platéias tão interativas como as de Belo Horizonte, como se a própria idéia da intervenção houvesse, aqui, ganhado uma concretude final. Boa parte do público ficaria viciada em processos interativos, tentando produzi-los em outros espetáculos, O que seria de nós sem as coisas que não existem SP/Brasil/Itália/2006 (Foto: Guto Muniz)

10 20 FIT had its first edition in Its origins, however, should be found some years before, in a series of transformations in the cultural life of Belo Horizonte between the late 1980s and the early 1990s. Up until the end of the 80s, culture and tourism integrated the same branch in the city public sphere. In 1989 the Secretaria Municipal de Cultura - SMC (Municipal Secretariat of Culture) was founded, and is now known as Fundação Municipal de Cultura (Municipal Foundation of Culture). Anchored on the concept proposed by the Constitution of the recognition of the population's right to have access to the production and consumption of culture - the organism was created with the intention of reorienting the cultural activities of the city. In this new and fertile context the Festival Internacional de Teatro Palco & Rua de Belo Horizonte - FIT-BH begun to be conceived in Since 1990 Grupo Galpão, supported by the SMC, had promoted the Festin - Festival Internacional de Teatro de Rua. The new direction of Francisco Nunes Theater, which had taken over in 1993, had the purpose of promoting a festival of stage theater. Seeking to concentrate work force, contingency, time and energy, the Municipal Secretary of Culture at the time, Maria Antonieta Cunha, proposed to join both proposals by creating a unique and big event. FIT-BH was born then. Its first edition, from June 2 to 12, 1994, was promoted by the City Administration of Belo Horizonte and was a joint event by the Francisco Nunes Theater and Grupo Galpão. With spectacles on stage and on the streets, decentralized programming and formation and reflection activities, FIT- BH has been a highlight since then. Receptivity from the audience was automatic: although they interfere in the city's everyday life, making a lot of noise and modifying the Aeroplanos - Teatro Circular de Montevidéu/Uruguai/1997 (Foto: Fred erico Antoniazzi) apparent order, the groups were welcomed, applauded and acclaimed, causing a very agreeable impression - especially among the foreign artists. Impact on the city Right from the start the modern version of a primitive horde, preceded by an incandescent metallic dog and a sound truck, rolled drums in the city center, announcing that neither Belo Horizonte nor the local performing arts would be the same anymore. It was the French group Générik Vapeur, which with Bivouac dragged down an astonished, crazed and amazed crowd over the streets. Two priorities were the guides for the conception of the event: democratization of access and decentralized programming. In the first edition, besides theaters and open spaces of the Center-South region, neighborhoods such as Santa Tereza and Santa Efigênia, buses and the metropolitan train became stages for spectacles and interventions. Special Events were also created with totally free-of-charge shows, aiming at the formation and update of performing arts professionals. In the first edition, the reflection seminar about theater aesthetics, exhibitions, video displays, workshops, one of them over interpretation based on the method from Centro de Pesquisa Teatral, with director Antunes Filho, were the highlights. Two themes touched in the first edition would be present in the following editions: the street theater and the relationship between politics and aesthetics in Latin America. After each hard work day, fun and good times have been the motto of FIT-BH since its beginning: after spectacles, artists, staff and the audience enjoy the night in events programmed by the Festival. In 1994 the production programmed Lulu em Off (with artistic performances at Bar do Lulu - which was at that time one of the most crowded bars in Belo Horizonte), the FIT Festa Belas Artes and the Fiesta Show Baile (two party events). Initially attended only by members of the performing arts, little by little the FIT-BH nights conquered other fields. An evidence of this is that, in the last edition, occured in 1996, in 11 days of Festival, around people from all social classes, tribes, ages and city regions showed up every night at the meeting point, the Parque Municipal (Municipal Park). Programming activities in the years in which the event does not happen is also a proposal of FIT-BH, and this has occurred twice: the first in June 1995, in a previous for the second edition: the French group Les Cousins gave at the Marília Theater two free shows of the spectacle Ça n'a pas Été Facile!. In August, Spanish group La Puppa presented No Comment, also at the same theater. Still in that year, actor and director Cacá Carvalho gave a workshop and presented the spectacle O Homem com a Flor na Boca at Centro Cultural UFMG (Cultural Center of the Minas Gerais Federal University).

11 Expansion In the second edition of the event, in 1996, was initiated the long partnership with Associação Movimento Teatro de Grupo de Minas Gerais (Minas Gerais Group Theater Movement Association), integrated by important professional groups from the state of Minas Gerais. This partnership was repeated in the 1997, 1998, 2000 and 2002 editions. In 1996 FIT expanded itself in time, in space, in number of spectacles, shows and staff. Extended to 15 days, it also reached Betim, Contagem and Mariana, cities close to Belo Horizonte. A research done with the audience during the event showed 88% of positive evaluation, 7% of regular, 5% of ignorance and 0% of negative opinion. The Comediants group from Spain made the opening spectacle: Dimonis, a kind of demoniac ritual, at Praça da Estação (Station Square), in the darkness, proclaiming the triumph of instinct and taking the public to a state of delirium. Every one of the nine administrative regions of the capital received one street show, in an exercise of expanding the Festival decentralization. New themes came into question in the Special Events: the possibility of cooperation between international theater festivals (with the second meeting of directors of Brazilian events of the genre), editorial policies, market pressure, perspectives and tendencies, all discussed at Encontro de Editores de Cadernos de Cultura (Newspaper Culture Section Editors' Meeting). Special edition In the origins of FIT it was established that its periodicity would be biennial. In spite of this, in the condition of the cultural event with the most popular acceptance in Belo Horizonte, it could not be left out of the program of the city centennial in One special and compact edition was promoted, counting on the presence of seven international groups, six national ones and a Brazil/India co-production. In addition to valuing aesthetic diversity and quality, the edition paid homage to groups with remarkable passages in FIT history: Générik Vapeur, from France, for instance, showed Bivouac again, this time with the participation of Bloco Afro Porto de Minas, and brought the new spectacle Coche Porque? Porque Coche?; the also French group Flash Marionnettes, acclaimed since 1996 for the nice gesture of translating into Portuguese the text of A Corte dos Vagabundos and thus making it accessible, was invited again, and so was the Spanish duo Boni & Caroli, who presented Side Car once more. Two remarkable presences: in addition to the spectacle Aeroplanos by Carlos Gorostiza the Teatro Circular de A Lenda de um Povo que Perdeu o Mar (Teatro de Los Andes Bolívia ) (Foto: Eugênio Savio) Montevideo, created in 1954, promoted a meeting with the theme Circular: 43 Anos de Jornada and a retrospective exhibition that presented to the audience, besides the spectacle Kathakali - Teatro Sagrado do Malabar (inspired in Mahabharata), a demonstration of the Kathakali technique, a re-elaboration of one of the world oldest performing features. In 1997 MTG-MG affirmed the artist condition of its members and produced a great urban intervention proposing the recapture of the city for the conquest of cultural citizenship. The Expedição Zum Zum Zum Lá no Meio do Mar reunited 18 groups from Belo Horizonte and 700 actors. The result was a great celebration at Praça Sete (Sete Square) in the city center. Ideal format The fourth edition in 1998 brought new productions from Asia, Africa and Central America. That year also marks the pursue of an ideal format for the Festival, with no lacks or excesses. Such care had the intention of avoiding the risk of becoming a giant Festival and consequently losing operational control and quality. The programming was reduced to 11 days. At the opening French group Plasticiens Volants attracted a great audience, who, astonished, drove Ézili, the Egyptian goddess of fertility, a huge inflatable creature, down over several blocks of the city until the Praça da Estação. The group again pleased the public with the spectacle Dom Quixote, always in a true challenge to gravity laws. In the Special Events program seven workshops were offered, some of them dealing with fresh themes in the Festival such as theater critique, comedy, voice, anti-theater. Two exhibitions, demonstration of methods and meetings completed the program. Searching for alternative spaces, FIT-BH has also played the role of reactivating spaces. After reinstating Serraria 21

12 22 Retrato da Avareza, da Luxúria e da Morte Teatro de La Abadia/Espanha/1997 (Foto: Kika Antunes) Souza Pinto (a Municipal space for events), in 1994, the Festival programmed, for the area formed by a hangar, squares and the auditorium of the Rede Ferroviária Federal (Federal Train Network), which was out of operation, the first Estação em Movimento, which replaced the Bar do FIT as meeting point. Every night, after spectacles, performers, staff and the public got together to talk, dance, listen to music and watch interventions. First balance The fifth edition of the Festival, in 2000, was also the opportunity for a first balance: in seven years of existence, FIT- BH had received 87 groups, almost 50 international spectacles and a total of 459 shows (250 on stages, 209 on the streets), which had reached about 450 thousand people in the nine administrative regions of Belo Horizonte. In addition to the spectacles there were the Special Events that had offered 29 free workshops, video shows, debates and conferences, among other activities. The opening was marked by a courage act: FIT-BH direction booked an unexpected spectacle, O Bracelete de Jade e Outras Árias de Ópera Chinesa, with the group Chinese Theater Circle, from Singapore. The huge audience who came to Praça da Estação and was used to itinerant productions with great lighting effects, lots of noise and movement, reverently watched the 90 minutes of the show, revealing a maturity to live together with cultural diversity. The edition was an opportunity to homage the Circo Irmãos Simões, formed by the fourth generation of a family of circus ring artists, working hard to keep alive the fire of circus art. The group presented the spectacle Debaixo da Lona. Since this edition the meeting point Estação em Movimento started functioning at the Parque Municipal, where it has remained. Mostra Off, a selection of scenic and musical interventions by young artists from the state of Minas Gerais, was booked for the place. For the second time, activities were programmed for the year between the two editions. In May 2001, between the fifth and sixth editions, the book Rever o FIT, by Guto Muniz and Kika Antunes with pictures of the previous Festivals, was released at Francisco Nunes Theater. Record audience In 2002, FIT-BH reached a record public of people, overcoming the initial prediction of 150 thousand people. The opening was given to group Close-Act, from Holland, with the show Malaya, in which acrobats would balance themselves in suspended ropes above the public, and actors on stilts invaded the audience space, with fireworks in the background. Two Brazilian artists, André Curti and Arthur Ribeiro, who have a theater company in France, Dos à Deux, were responsible for one of the most remarkable moments of this edition, with Aux Pieds de la Lettre, a spectacle of gesture theater of rare beauty. Texts by playwright Nelson Rodrigues were present once again, with Perdoa-me por me Traíres, by Cia. Luna Lunera (BH), and Meu Destino é Pecar, by Cia. Dos Atores (RJ); and the most popular text by Dias Gomes, O Pagador de Promessas, was staged by Depósito de Teatro (RS). A step forward in the decentralization goal: each of the nine regional administrations received from two to four free performances in its neighborhoods. The sensible perception of decrease in the production of street theater in Belo Horizonte led the Festival producers to book FIT-BH Rua, a series of activities aiming at discussing the possible reasons for that fact. Directors and actors were invited to present screenplays that, after approved, would get funds to set micro street plays which would make part of the main schedule. Another new thing was the promotion at the meeting point in Parque Municipal of the 1ª Mostra Movimentos Urbanos (1st Urban Movement Show), a panel of traditional and contemporary popular manifestations which take place in the city. Great projects In its seven edition in 2004 the event celebrated ten years. Soama - Sociedade dos Amigos do Teatro Marília (Marília Theater Friends Society) replaced MTG as its production partner. Group Strange Fruit from Australia opened the program with The Spheres, a night show at Praça da Estação, in the city center, where performing actors presented themselves on shining spheres with elements of great visual force. The program was organized in projects, among which the CICTs (Centro Internacional de Criação Teatral) - the

13 Théâtre des Bouffes du Nord Peter Brook (France), featuring the performance Tierno Bokar, directed by one of the world most important contemporary theater directors, Peter Brook, as well as practical classes, a video show, talks with the cast and a conference with the director; Homenagem a Álvaro Apocalypse e Terezinha Veloso (a homage to the creators of Giramundo Puppet Theater from Belo Horizonte), featuring Cobra Norato and the I Seminário do Boneco; the Teatro da Vertigem, presenting the Biblical Trilogy (O Paraíso Perdido, O Livro de Jó and Apocalipse 1, 11) and workshops on technical improvement with stage setting and performance preparation, under the coordination of Teatro da Vertigem and Galpão Cine Horto. In this edition there was the continuity of the proposal of fostering the production of street theater with the creation of Prêmio Fomento à Montagem de Espetáculos de Rua (Street Theater Fostering Award, an incentive to the stage setting of street shows). Grupo Galpão, who had never presented at FIT-BH, brought two performances, O Inspetor Geral and Um Molière Imaginário. Project FIT Escola was also released, with theater shows and debates coordinated by the theater professors at the Minas Gerais Federal University, Teatro Universitário and the Centro de Formação Artística da Fundação Clóvis Salgado (Clóvis Salgado Foundation Artistic Formation Center). One million people The 8th FIT-BH edition in 2006 reached a direct public of over 120 thousand people. Adding the seven previous editions, it marked a total of one million spectators since the event was created. For eleven days the Festival shook Belo Horizonte as well as five cities in the interior of the state of Minas Gerais (Lagoa Santa, Betim, Contagem, Itaúna and Ouro Branco), with activities in theaters, alternative spaces, squares, streets and parks. The opening of FIT-BH 2006 occurred in two moments. At Palácio das Artes the performance As Folhas que Resistem ao Vento, by the Koffi Kôkô Company from Benin, was showed for guests only. After that, the group Ósmego Dnia, from Poland, presented at Praça da Estação the performance Arka in which great burning portals moved around the attending audience. The program once again produced an ethic and aesthetic reflection and, even if not intentionally, mirrored the contemporary universal reality, discussing themes such as wars, imposed migrations, exile and violence, but also raising lyricism, poetry and laughter. In that edition, FIT-BH continued with the project of incentive to the production of street theater started in The news was the creation of Ateliê de Produção (Production Atelier), which supported the winning productions by building the sets, making costumes and scene objects, style and make-up. Reflection activities on street theater were also included. Some numbers 23 Paraíso Perdido Teatro da Vertigem/SP/2004 (Foto: Guto Muniz) Editions Shows General audience (8) (stage, street (performances and alternative and activities) spaces) FIT-BH/ FIT-BH/ FIT-BH/ FIT-BH/ FIT-BH/ FIT-BH/ FIT-BH/ FIT-BH/ TOTAL

14 A Máquina - produção independente/ba/2000 (Foto: Guto Muniz) 24 This is FIT-BH Promotion: Belo Horizonte City Hall, represented by the Fundação Municipal de Cultura, in partnership with the private sector by means of culture incentive laws or other ways. Since 2006, the Festival has the Associação de Amigos da Fundação de Educação Artística - Flama (Association of Friends of the Artistic Education Foundation) as its production partner. Periodicity: biennial, in even years: 1994, 1996, 1997 (Belo Horizonte Centenanial special edition), 1998, 2000, 2002, 2004, 2006, Duration: 11 days. Concept: non-thematic festival. The program tries to bring together diversity of languages and artistic quality, being careful to avoid overgrowing and the superficiality of flashy events. Program: minimum 22 and maximum 30 spectacles.. Average 100 to 120 performances.. Average 60% international performances, 20% national, 20% local.. Carefully elaborated timetable with no superposition of show times, allowing the audience to watch all performances and enable the members of participating groups the possibility of watching the other groups' performances. Democratization: in order to offer the population wide and democratic access to the performances, an average 50% of the shows are programmed free of charge in open spaces (streets, squares and parks); the remaining attractions occur in theaters and alternative spaces, with access by means of tickets which can be bought in advance in packs at prices very accessible to most of the population or, in the days near the event, with prices usually practiced by the theaters in the city. Decentralization: a minimum of five shows are programmed in every neighborhood of the nine Belo Horizonte Regional Administrations. There is also a programming in the cities around the capital. Special Events: a totally free program with specialized, free workshops, exhibits, debates, book releases, lectures, round tables, video shows and demonstrations of the groups' work methods, among other activities. Meeting Point: a space for the public, artists and staff to get together every night, during FIT-BH, at Parque Municipal in the city center. Food and drinks are sold there. The display Movimentos Urbanos happens at the Meeting Point, with a diverse program aiming at stimulating and disseminating the work of artists and groups who represent the traditional and contemporary popular culture of the city. FIT-BH is a member of the Núcleo dos Festivais Internacionais (International Festivals Association), along with Festival Internacional de Londrina - Filo (state of Paraná), Porto Alegre em Cena (Rio Grande do Sul), Riocenacontemporânea (Rio de Janeiro), Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto (São Paulo) and Cena Contemporânea (Brasília). These events share the public-private partnership system.

15 COMMENT Marcelo Castilho Avellar The trajectory of the Festival Internacional de Teatro Palco e Rua de Belo Horizonte is exemplary in the way that cultural producers and the audience influence each other and are influenced by the environment. It is as if both sides take part in a game of stimulus, response and interaction, in which each player proposes their ideas and wishes about what art is, but at the same time modifies these ideas and wishes from what they notice in the other participant's moves. Let us take a look at some examples. We can accept the fact that the first version of FIT came totally from its creators' minds, Carlos Rocha, Eid Ribeiro and the people from Galpão; that it appeared from what they considered necessary to show to the public of Belo Horizonte, from what they appreciated in their travels around the world and wanted to show us, from what they judged important to be part of our daily life. This judgment, however, was construed from more or less diffuse impressions, and had not yet been experimented on the confrontation with the reality of the public. This was a surprising experience. Nobody - the Festival organizers, artists, spectators - could imagine the shock that Bivouac, by French group Générik Vapeur, would produce in that late afternoon on June 2, Nobody was prepared for an intervention that practically paralyzed the city, nobody was prepared for the interaction the public had with the performance, nobody imagined that an arts festival could be so suddenly integrated in the life of Belo Horizonte. There was a price to pay. Générik Vapeur and other groups which came later would be frustrated for not finding in other places such interactive audiences as in Belo Horizonte, as if the idea of the intervention itself had gained here a final concreteness. The better part of the public would be addicted to interactive processes, trying to produce them in other performances even when they were not adequate to their proposals, becoming disappointed with the more contemplative manifestations carried out in public spaces. And the later versions of FIT-BH would make its organizers work particularly hard, in a constant search for great performances which could satisfy that addiction. Na Solidão dos Campos de Algodão - Art in Obra/RJ/1997) (Foto: Guto Muniz) A blessed price that was. Belo Horizonte has today a surprisingly well-trained audience for cultural diversity. Its artists, exposed to this diversity, started to consider it, more and more, as an aesthetic value in itself. In a clearly evolutionary process, they needed to adapt themselves to those tastes which transformed themselves according to the event. And even FIT-BH itself, in its desire to respond to the demand, would take its own destiny in its hands, deciding to interfere in the environment instead of being conducted by it - in moments of recession in the market of street spectacles, for example, the Festival would shift from being a consumer to becoming a promoter of productions, guaranteeing the capacity of answering the demands of its public.

16 Quando a Vida Eterna se Acabar - La Zaranda - Teatro Inestable de Andalucía la Baja/Espanha/2000 (Foto: Kika Antunes)

Preposições em Inglês: www.napontadalingua.hd1.com.br

Preposições em Inglês: www.napontadalingua.hd1.com.br Preposições na língua inglesa geralmente vem antes de substantivos (algumas vezes também na frente de verbos no gerúndio). Algumas vezes é algo difícil de se entender para os alunos de Inglês pois a tradução

Leia mais

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho GUIÃO A 1º Momento Intervenientes e Tempos Descrição das actividades Good morning / afternoon / evening, A and B. For about three minutes, I would like

Leia mais

Compartilhando Energia Humana. Sharing Human Energy

Compartilhando Energia Humana. Sharing Human Energy Compartilhando Energia Humana Sharing Human Energy A Chevron Brasil tem como estratégia e valor um plano de investimento social voltado para o incentivo à qualificação profissional e ao empreendedorismo

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática São Paulo 2010 JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

Leia mais

Prova Escrita de Inglês

Prova Escrita de Inglês PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho Prova Escrita de Inglês 6º Ano de Escolaridade Prova 06 / 2.ª Fase 7 Páginas Duração da Prova: 90 minutos. 2014 Prova 06/ 2.ª F.

Leia mais

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO PROJECTO PROVAS EXPERIMENTAIS DE EXPRESSÃO ORAL DE LÍNGUA ESTRANGEIRA - 2005-2006 Ensino Secundário - Inglês, 12º ano - Nível de Continuação 1 1º Momento GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

Leia mais

Olaria Projetos de Arte e Educação

Olaria Projetos de Arte e Educação Olaria Projetos de Arte e Educação Lia Marchi Lia Marchi é cineasta, pesquisadora, professora e produtora. Iniciou suas atividades artísticas com o teatro em 1990 e, logo depois, com a música e o universo

Leia mais

Guião M. Descrição das actividades

Guião M. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Inovação Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do trabalho Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO Guião M Intervenientes

Leia mais

DECO FILIGREE COUTURE BLOSSOM

DECO FILIGREE COUTURE BLOSSOM Eleuterio no Salão JCK Luxury em Las Vegas ELEUTERIO IN THE LUXURY JCK LAS VEGAS SHOW 2015 foi o ano que assinalou o início da presença da marca Eleuterio na feira de joalharia JCK, em Las Vegas. Durante

Leia mais

Young Talent for Sciences Program

Young Talent for Sciences Program 1 Young Talent for Sciences Program J. B. M. Maria, Oliveira P. R. M., Oliveira P. A. W, M. S. Dahmouche, V. Cascon (presenter), V. F. Guimarães and P.C. B. Arantes Fundação CECIERJ Rua Visconde de Niterói,

Leia mais

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

Teoria Económica Clássica e Neoclássica

Teoria Económica Clássica e Neoclássica Teoria Económica Clássica e Neoclássica Nuno Martins Universidade dos Açores Jornadas de Estatística Regional 29 de Novembro, Angra do Heroísmo, Portugal Definição de ciência económica Teoria clássica:

Leia mais

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET 2015 1 e-mail:mario@labma.ufrj.br Tables BR-EMS, mortality experience of the Brazilian Insurance Market, were constructed,

Leia mais

SUMÁRIO VOLUME 1 LÍNGUA INGLESA

SUMÁRIO VOLUME 1 LÍNGUA INGLESA SUMÁRIO VOLUME 1 "No mar tanta tormenta e dano, Tantas vezes a morte apercebida, Na terra, tanta guerra, tanto engano, Tanta necessidade aborrecida." Os Lusíadas, p. 106, Luís Vaz de Camões Lesson 1 -

Leia mais

Bárbara Rodrigues da Silva 3ALEN, 2015

Bárbara Rodrigues da Silva 3ALEN, 2015 Pets reality There are about 30 millions abandoned pets only in Brazil. Among these amount, about 10 millions are cats and the other 20 are dogs, according to WHO (World Health Organization). In large

Leia mais

GUIÃO A. What about school? What s it like to be there/here? Have you got any foreign friends? How did you get to know them?

GUIÃO A. What about school? What s it like to be there/here? Have you got any foreign friends? How did you get to know them? GUIÃO A Prova construída pelos formandos e validada pelo GAVE, 1/7 Grupo: Chocolate Disciplina: Inglês, Nível de Continuação 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas 1º Momento Intervenientes

Leia mais

Visitor, is this is very important contact with you. WATH DO WE HERE?

Visitor, is this is very important contact with you. WATH DO WE HERE? Visitor, is this is very important contact with you. I m Gilberto Martins Loureiro, Piraí s Senior Age Council President, Rio de Janeiro State, Brazil. Our city have 26.600 habitants we have 3.458 senior

Leia mais

Descrição das actividades

Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Em Acção Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho Duração da prova: 15 a 20 minutos Guião D 1.º MOMENTO Intervenientes

Leia mais

Trabalho de Compensação de Ausência - 1º Bimestre

Trabalho de Compensação de Ausência - 1º Bimestre Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio Regular. Rua Cantagalo 313, 325, 337 e 339 Tatuapé Fones: 2293-9393 e 2293-9166 Diretoria de Ensino Região LESTE 5 Trabalho de Compensação de Ausência

Leia mais

Searching for Employees Precisa-se de Empregados

Searching for Employees Precisa-se de Empregados ALIENS BAR 1 Searching for Employees Precisa-se de Empregados We need someone who can prepare drinks and cocktails for Aliens travelling from all the places in our Gallaxy. Necessitamos de alguém que possa

Leia mais

Inglês. Guião. Teste Intermédio de Inglês. Parte IV Interação oral em pares. Teste Intermédio

Inglês. Guião. Teste Intermédio de Inglês. Parte IV Interação oral em pares. Teste Intermédio Teste Intermédio de Inglês Parte IV Interação oral em pares Teste Intermédio Inglês Guião Duração do Teste: 10 a 15 minutos De 25.02.2013 a 10.04.2013 9.º Ano de Escolaridade D TI de Inglês Página 1/ 7

Leia mais

apresenta presents ENCONTRO INTERNACIONAL DE OFICINAS E FORMADORES DE CINEMA DE ANIMAÇÃO 15 e 16 de Março 2013 Fundação Calouste Gulbenkian LISBOA

apresenta presents ENCONTRO INTERNACIONAL DE OFICINAS E FORMADORES DE CINEMA DE ANIMAÇÃO 15 e 16 de Março 2013 Fundação Calouste Gulbenkian LISBOA apresenta presents ENCONTRO INTERNACIONAL DE OFICINAS E FORMADORES DE CINEMA DE ANIMAÇÃO 15 e 16 de Março 2013 Fundação Calouste Gulbenkian LISBOA INTERNATIONAL MEETING OF WORKSHOPS AND TRAINERS OF ANIMATION

Leia mais

LÍNGUA INGLESA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Reading - Typographic Marks

LÍNGUA INGLESA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Reading - Typographic Marks Conteúdo: Reading - Typographic Marks Habilidades: Utilizar as Marcas Tipográficas para facilitar a compreensão e também chamar a atenção do leitor. Typographic Marks O que são marcas tipográficas? As

Leia mais

Conteúdo Programático Anual

Conteúdo Programático Anual INGLÊS 1º BIMESTRE 5ª série (6º ano) Capítulo 01 (Unit 1) What s your name? What; Is; My, you; This; Saudações e despedidas. Capítulo 2 (Unit 2) Who s that? Who; This, that; My, your, his, her; Is (afirmativo,

Leia mais

Inglês 17 Past Perfect

Inglês 17 Past Perfect Inglês 17 Past Perfect O Past Perfect é um tempo verbal utilizado quando temos duas ações que ocorreram no passado, porém uma delas ocorreu antes da outra. When you called, she had just received the bad

Leia mais

OPEN CALL 2014. O PLANO LISBOA é uma associação sem fins lucrativos fundada com o propósito de promover a experimentação

OPEN CALL 2014. O PLANO LISBOA é uma associação sem fins lucrativos fundada com o propósito de promover a experimentação OPEN CALL 2014 PT O PLANO LISBOA é uma associação sem fins lucrativos fundada com o propósito de promover a experimentação e discussão através de exposições, publicações, encontros e eventos variados em

Leia mais

Erasmus Student Work Placement

Erasmus Student Work Placement Erasmus Student Work Placement EMPLOYER INFORMATION Name of organisation Address Post code Country SPORT LISBOA E BENFICA AV. GENERAL NORTON DE MATOS, 1500-313 LISBOA PORTUGAL Telephone 21 721 95 09 Fax

Leia mais

Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014. 1.º Momento. 4 (A), are you a health-conscious person?

Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014. 1.º Momento. 4 (A), are you a health-conscious person? Prova Oral de Inglês Duração da Prova: 20 a 25 minutos 2013/2014 GUIÃO A Disciplina: Inglês, Nível de Continuação 11.º ano Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho 1.º Momento Intervenientes e Tempos

Leia mais

EFDeportes.com, Revista Digital. Buenos Aires - Año 16 - Nº 158 - Julio de 2011. http://www.efdeportes.com/

EFDeportes.com, Revista Digital. Buenos Aires - Año 16 - Nº 158 - Julio de 2011. http://www.efdeportes.com/ Motivos para a prática do handebol no município de Rebouças, PR 1 Motivos para la práctica del balonmano en el municipio de Rebouzas, PR Reasons for the practice of handball in the city of Rebouças, PR

Leia mais

Inglês 22 Passive Voice

Inglês 22 Passive Voice Inglês 22 Passive Voice A voz passiva é muito utilizada em inglês. Por sorte, ela não é difícil de entender. Observe como ela é organizada. To be + Participle = Passive Usando-se então o verbo to be, em

Leia mais

SALA DE MONITORAMENTO DO ATENDIMENTO AO TURISTA TOURISM DATA MONITORING OFFICE. Max. 26 C/ 78,8 F 15 C/ 59 F JOGOS DE HOJE/ TODAY S MATCHES

SALA DE MONITORAMENTO DO ATENDIMENTO AO TURISTA TOURISM DATA MONITORING OFFICE. Max. 26 C/ 78,8 F 15 C/ 59 F JOGOS DE HOJE/ TODAY S MATCHES SALA DE MONITORAMENTO Max. Min. 26 C/ 78,8 F 15 C/ 59 F DO ATENDIMENTO AO TURISTA TOURISM DATA MONITORING OFFICE JOGOS DE HOJE/ TODAY S MATCHES BRA ME CRO CAM 17:00 NATAL 13:00 Quartafeira, 12 de junho

Leia mais

Grupo de pesquisa em Estudos Olímpicos / Universidade Federal do Paraná (GPEO / UFPR)

Grupo de pesquisa em Estudos Olímpicos / Universidade Federal do Paraná (GPEO / UFPR) Grupo de pesquisa em Estudos Olímpicos / Universidade Federal do Paraná (GPEO / UFPR) Letícia Godoy leticiagodoy@ufpr.br Grupo de Pesquisa em Estudos Olímpicos Universidade Federal do Paraná Brasil 0 Abstract

Leia mais

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS 01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS OBS1: Adaptação didática (TRADUÇÃO PARA PORTUGUÊS) realizada pelo Prof. Dr. Alexandre Rosa dos Santos. OBS2: Textos extraídos do site: http://www.englishclub.com

Leia mais

[E F@BULATIONS / E F@BULAÇÕES

[E F@BULATIONS / E F@BULAÇÕES EXPOSIÇÃO BONECAS EXHIBITION DOLLS 6 A BONECA ANTIGA FRANCESA SÉC. XIX Maria João Pires Faculdade de Letras Universidade do Porto Apesar de o coleccionismo de bonecas se ter desenvolvido logo no século

Leia mais

A Modernização Tecnológica no Setor Público: a experiência de cooperação

A Modernização Tecnológica no Setor Público: a experiência de cooperação A Modernização Tecnológica no Setor Público: a experiência de cooperação Clarice Stella Porciuncula 1 Analista de Sistemas da PUC-RS Especialista em Sistemas de Informação e Telemática na UFRGS Analista

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014 TEXTO Brazil Leads Decline Among World's Biggest Companies THE losses OF São Paulo's stock market AND THE decline OF Brazil's real made Brazilian companies THE biggest losers among THE world's major companies,

Leia mais

Mashup e o Novo Jeito de Criar no Século XXI

Mashup e o Novo Jeito de Criar no Século XXI Vitor de Azevedo Lopes Mashup e o Novo Jeito de Criar no Século XXI Dissertação de mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre pelo Programa de Pós-Graduação

Leia mais

MARLI DA COSTA RAMOS SCATRALHE FAMÍLIA E ESCOLA: DOIS SISTEMAS INTERDEPENDENTES NA COMPREENSÃO DOS SIGNIFICADOS NO PROCESSO ESCOLAR DO FILHO/ALUNO

MARLI DA COSTA RAMOS SCATRALHE FAMÍLIA E ESCOLA: DOIS SISTEMAS INTERDEPENDENTES NA COMPREENSÃO DOS SIGNIFICADOS NO PROCESSO ESCOLAR DO FILHO/ALUNO MARLI DA COSTA RAMOS SCATRALHE FAMÍLIA E ESCOLA: DOIS SISTEMAS INTERDEPENDENTES NA COMPREENSÃO DOS SIGNIFICADOS NO PROCESSO ESCOLAR DO FILHO/ALUNO CENTRO UNIVERSITÁRIO FIEO Osasco 2009 MARLI DA COSTA RAMOS

Leia mais

Lesson 6 Notes. Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job. Language Notes

Lesson 6 Notes. Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job. Language Notes Lesson 6 Notes Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job Welcome to Fun With Brazilian Portuguese Podcast, the podcast that will take you from beginner to intermediate in short, easy steps. These

Leia mais

Proposta de programação cultural nos Centros Unificados de Educação

Proposta de programação cultural nos Centros Unificados de Educação CULTURA NOS CEUs Proposta de programação cultural nos Centros Unificados de Educação Resumo São Paulo, março de 2013. Por Ney Piacentini O projeto CULTURA NOS CEUs pretende levar às instalações culturais

Leia mais

Diálogos entre a universidade e as comunidades populares: território saúde e meio ambiente, programa conexões de saberes

Diálogos entre a universidade e as comunidades populares: território saúde e meio ambiente, programa conexões de saberes Diálogos entre a universidade e as comunidades populares: território saúde e meio ambiente, programa conexões de saberes Marianne de Souza Nunes 1 ; Daiani Mayer Ribeiro 2 ; Kátia Valença Correia Leandro

Leia mais

DORA LONGO BAHIA IMAGENS CLARAS X IDEAS VAGAS

DORA LONGO BAHIA IMAGENS CLARAS X IDEAS VAGAS VERMELHO DORA LONGO BAHIA IMAGENS CLARAS X IDEAS VAGAS CONTATO / CONTACT INFO@GALERIAVERMELHO.COM.BR / INFO@GALERIAVERMELHO.COM.BR END / ADDRESS TEL / PHONE WEB RUA MINAS GERAIS. 350. CEP:01224-010. HIGIENÓPOLIS.

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 74/2013

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 74/2013 PASSO A PASSO DO DYNO Ao final desse passo a passo você terá o texto quase todo traduzido. Passo 1 Marque no texto as palavras abaixo. (decore essas palavras, pois elas aparecem com muita frequência nos

Leia mais

Eventos Internacional

Eventos Internacional Eventos Internacional Site Inspection Novembro 2014 Apoio Elisabete Sorrentino, Cintia Hayashi Evento: ESOMAR Latin American Conference Entidade Apoiada: World Association of Research Professionals -ESOMAR-

Leia mais

Palavras-chave: Oficinas de Teatro; Grupos Teatrais Brasileiros, Teatro e Comunidade.

Palavras-chave: Oficinas de Teatro; Grupos Teatrais Brasileiros, Teatro e Comunidade. NETTO, Maria Amélia Gimmler. Artistas-oficineiros: da criação teatral como processo de aprendizagem. Porto Alegre: UFRGS. UFPel, Professora Assistente Nivel I. UFRGS, Mestrado, Clóvis Dias Massa. Resumo:

Leia mais

IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DEMOCRÁTICA DOS RECURSOS PÚBLICOS DESTINADOS À EDUCAÇÃO

IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DEMOCRÁTICA DOS RECURSOS PÚBLICOS DESTINADOS À EDUCAÇÃO IMPORTÂNCIA DA GESTÃO DEMOCRÁTICA DOS RECURSOS PÚBLICOS DESTINADOS À EDUCAÇÃO GIRO, Susana. Discente da Faculdade de Ciências Jurídicas de Garça./ACEG E-mail:Susana_giro@hotmail.com BARBOSA, Reginaldo

Leia mais

Título. LogLine (Português) Sinopse (1000 caracteres com espaço) Plano de Produção (1000 caracteres com espaço)

Título. LogLine (Português) Sinopse (1000 caracteres com espaço) Plano de Produção (1000 caracteres com espaço) Nota: Por se tratar de um evento de negócios e restrito a profissionais do setor, menores de 18 anos, mesmo que acompanhados, não serão admitidos. Note: Since this is a business event and is restricted

Leia mais

Rio de Janeiro Por que essa cidade é tão especial? Por Tatiane Bertucci

Rio de Janeiro Por que essa cidade é tão especial? Por Tatiane Bertucci Post blog em português: Rio de Janeiro Por que essa cidade é tão especial? Por Tatiane Bertucci O Brasil é o maior país da América Latina e conta com destinos incríveis, com paisagens exuberantes, clima

Leia mais

Serviços: API REST. URL - Recurso

Serviços: API REST. URL - Recurso Serviços: API REST URL - Recurso URLs reflectem recursos Cada entidade principal deve corresponder a um recurso Cada recurso deve ter um único URL Os URLs referem em geral substantivos URLs podem reflectir

Leia mais

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM.

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS Prova-modelo Instruções Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. A prova é avaliada em 20 valores (200 pontos). A prova é composta

Leia mais

RESUMO. Palavras-chave: Teatro em Comunidades. ZAP 18. Pedagogia do Teatro. ABSTRACT

RESUMO. Palavras-chave: Teatro em Comunidades. ZAP 18. Pedagogia do Teatro. ABSTRACT SILVA, Renata Patrícia. ZAP Teatro Escola & Afins: práticas em Teatro em Comunidades. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais; Mestranda em Artes; Maurílio Andrade Rocha. Atriz e Teatro-Educadora.

Leia mais

quem? NOVA JOIA é coordenado por Mirla Fernandes e Renata Porto.

quem? NOVA JOIA é coordenado por Mirla Fernandes e Renata Porto. quem? NOVA JOIA é coordenado por Mirla Fernandes e Renata Porto. Com um percurso muito parecido, ambas fizeram sua descoberta da Art Jewellery na Europa. Renata Porto no Ar.Co em Lisboa, e Mirla Fernandes

Leia mais

62 Christina Oiticica

62 Christina Oiticica Christina Oiticica A arte de Christina Oiticica Todo artista que trabalha na natureza não é um land artist e não se interessa, necessariamente, pela paisagem (G. Tiberghein). Depois da Land Art, vários

Leia mais

personal details profile

personal details profile personal details name: Paulo Vitor Fernandes Bastos nationality: Brazilian / Portuguese date of birth: 02/27/1987 e-mail: paulovitorfb@gmail.com phone: +55 (21) 99777-4854 portfolio: www.pvbastos.com profile

Leia mais

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Portuguese Lesson A Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Story Time is a program designed for students who have already taken high school or college courses or students who have completed other

Leia mais

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education *5148359301* PORTUGUESE 0540/03 Paper 3 Speaking Role Play Card One 1 March 30 April 2013 No

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO Questão: 26 30 41 A questão 26 do código 02, que corresponde à questão 30 do código 04 e à questão 41 do código 06 Nº de Inscrição: 2033285 2041257 2030195 2033529 2032517 2080361 2120179 2120586 2037160

Leia mais

TEATRO MUNICIPAL DE SÃO PAULO: HISTÓRICO DE PROJETOS E ANÁLISE ESTRUTURAL

TEATRO MUNICIPAL DE SÃO PAULO: HISTÓRICO DE PROJETOS E ANÁLISE ESTRUTURAL SORAYA ARIDA KATCHVARTANIAN TEATRO MUNICIPAL DE SÃO PAULO: HISTÓRICO DE PROJETOS E ANÁLISE ESTRUTURAL SÃO PAULO 2015 SORAYA ARIDA KATCHVARTANIAN TEATRO MUNICIPAL DE SÃO PAULO: HISTÓRICO DE PROJETOS E ANÁLISE

Leia mais

O EXPOSYSTEMS The Exposystems

O EXPOSYSTEMS The Exposystems O EXPOSYSTEMS The Exposystems Em sua 10ª edição, o ExpoSystems, consolidado como principal evento Sul-Americano da Indústria de feiras e eventos, é imperdível para empresas que buscam incrementar e globalizar

Leia mais

Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding

Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding Interactive Internet TV Architecture Based on Scalable Video Coding Pedro Gomes Moscoso Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia de Redes de Comunicações Presidente: Orientador: Co-Orientador:

Leia mais

O ÊXODO RURAL E A BUSCA PELA EDUCAÇÃO DENTRO DA EEEFM HONÓRIO FRAGA.

O ÊXODO RURAL E A BUSCA PELA EDUCAÇÃO DENTRO DA EEEFM HONÓRIO FRAGA. O ÊXODO RURAL E A BUSCA PELA EDUCAÇÃO DENTRO DA EEEFM HONÓRIO FRAGA. TORREZANI, Samuel Paulo 1 PAZINATO, Mateus Francisco 2 TRINDADE, Flavio Hubner 3 NEVES, Bianca Pereira das 4 RESUMO: O presente trabalho

Leia mais

Responsabilidade Social no Ensino em Administração: um estudo exploratório sobre a visão dos estudantes de graduação

Responsabilidade Social no Ensino em Administração: um estudo exploratório sobre a visão dos estudantes de graduação Renata Céli Moreira da Silva Responsabilidade Social no Ensino em Administração: um estudo exploratório sobre a visão dos estudantes de graduação Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa

Leia mais

Perguntas & Respostas

Perguntas & Respostas Perguntas & Respostas 17 de Abril de 2008 Versão Portuguesa 1. O que é uma Certidão Permanente?...4 2. Como posso ter acesso a uma Certidão Permanente?...4 3. Onde posso pedir uma Certidão Permanente?...4

Leia mais

MÁRCIA BRAGA TRABALHO DA MULHER NO BRASIL E SEUS ASPECTOS SOCIAIS

MÁRCIA BRAGA TRABALHO DA MULHER NO BRASIL E SEUS ASPECTOS SOCIAIS MÁRCIA BRAGA TRABALHO DA MULHER NO BRASIL E SEUS ASPECTOS SOCIAIS 2014 MÁRCIA BRAGA TRABALHO DA MULHER NO BRASIL E SEUS ASPECTOS SOCIAIS Porque a justiça social somente se alcança com a igualdade. À minha

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA COMUNIDADE NO CONTEXTO EDUCACIONAL

A IMPORTÂNCIA DA COMUNIDADE NO CONTEXTO EDUCACIONAL A IMPORTÂNCIA DA COMUNIDADE NO CONTEXTO EDUCACIONAL SANTOS, Ananda Ribeiro dos Discente do Curso de Pedagogia da Faculdade de Ciências Sociais e Agrárias de Itapeva CERDEIRA, Valda Aparecida Antunes Docente

Leia mais

RENAN A. CREMONESf1; VALÉRIA S. HAMMES2; FAGONI F. CALEGARI03 N 0902021

RENAN A. CREMONESf1; VALÉRIA S. HAMMES2; FAGONI F. CALEGARI03 N 0902021 EDUCAÇÃO AMBIENTAL: O PLANEJAMENTO COMO INSTRUMENTO DE ORGANIZAÇÃO DOS PRODUTORES DA REGIÃO DE ATIBAIA, JARI NU E VALlNHOS-SP, PARA A ADOÇÃO DE PRÁTICAS SUSTENTÁVEIS NA PRODUÇÃO DE MORANGO. Resumo RENAN

Leia mais

CIENCIA VIVA. A Portuguese initiative for scientific and technological culture

CIENCIA VIVA. A Portuguese initiative for scientific and technological culture CIENCIA VIVA A Portuguese initiative for scientific and technological culture OUR MISSION CIENCIA VIVA IN SCHOOLS Science Education, practical work in partnership with research institutions NATIONAL SCIENTIFIC

Leia mais

SEMINÁRIO GESTÃO DE LEGADOS DE MEGA-EVENTOS ESPORTIVOS: PONTOS DE CONVERGÊNCIAS

SEMINÁRIO GESTÃO DE LEGADOS DE MEGA-EVENTOS ESPORTIVOS: PONTOS DE CONVERGÊNCIAS SEMINÁRIO GESTÃO DE LEGADOS DE MEGA-EVENTOS ESPORTIVOS: PONTOS DE CONVERGÊNCIAS SEMINAR MANAGEMENT OF LEGACIES OF SPORTS MEGA-EVENTS : SOME POINTS OF CONVERSION (May, 2008) Bernardo Villano, Dirce Maria

Leia mais

Excellence in Algarve. ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS LOULÉ/FARO (Association of Municipalities of Loulé/Faro)

Excellence in Algarve. ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS LOULÉ/FARO (Association of Municipalities of Loulé/Faro) 01 Excellence in Algarve ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS LOULÉ/FARO (Association of Municipalities of Loulé/Faro) Apresentação Introduction 02 Após o sucesso da organização do Euro 2004, o Estádio Algarve afirma-se

Leia mais

OUTRA FORMA DE VER? A CONSTRUÇÃO DO AUTOCONCEITO DE CRIANÇAS CEGAS E AMBLIOPES

OUTRA FORMA DE VER? A CONSTRUÇÃO DO AUTOCONCEITO DE CRIANÇAS CEGAS E AMBLIOPES UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA CENTRO REGIONAL DE BRAGA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS OUTRA FORMA DE VER? A CONSTRUÇÃO DO AUTOCONCEITO DE CRIANÇAS CEGAS E AMBLIOPES II Ciclo de Estudos em Ciências da

Leia mais

O INTÉRPRETE EM SEU MEIO PROFISSIONAL

O INTÉRPRETE EM SEU MEIO PROFISSIONAL Rebecca Frances Atkinson O INTÉRPRETE EM SEU MEIO PROFISSIONAL Por uma voz mais alta Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pósgraduação em Letras da PUC-Rio como requisito parcial

Leia mais

Hoje trago um texto traduzido para vocês com um tema quentíssimo para todos os certames: O programa Mais Médicos.

Hoje trago um texto traduzido para vocês com um tema quentíssimo para todos os certames: O programa Mais Médicos. Hi, students! Hoje trago um texto traduzido para vocês com um tema quentíssimo para todos os certames: O programa Mais Médicos. Além disso, tenho uma super novidade para vocês: minha página no facebook!

Leia mais

3 o ANO ENSINO MÉDIO. Prof. a Christiane Mourão Prof. a Cláudia Borges

3 o ANO ENSINO MÉDIO. Prof. a Christiane Mourão Prof. a Cláudia Borges 3 o ANO ENSINO MÉDIO Prof. a Christiane Mourão Prof. a Cláudia Borges Avaliação da unidade III Pontuação: 7,5 pontos 2 LEIA O TEXTO A SEGUIR E RESPONDA AS QUESTÕES 1 E 2. Does the color red really make

Leia mais

CREPÚSCULO DOS ÍDOLOS. Jarbas Jácome

CREPÚSCULO DOS ÍDOLOS. Jarbas Jácome CREPÚSCULO DOS ÍDOLOS Jarbas Jácome Mesmo o mais corajoso de nós raras vezes tem a coragem para o que realmente sabe... O que justifica o ser humano é sua realidade ela o justificará eternamente. Pois

Leia mais

Getting married! magazine. ideias e inspiração. www.simplesmentebranco.com

Getting married! magazine. ideias e inspiração. www.simplesmentebranco.com Getting married! magazine ideias e inspiração 04 nº www.simplesmentebranco.com JoaNNa & Luca 14 de JULho de 2012 por/by The Wedding Company os Nossos ForNEcEdorEs / our VENdors: convites e materiais gráficos

Leia mais

NCE/11/01206 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos

NCE/11/01206 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/11/01206 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos NCE/11/01206 Decisão de apresentação de pronúncia - Novo ciclo de estudos Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da

Leia mais

Exercícios extras. Na aula de hoje, você deverá arregaçar as

Exercícios extras. Na aula de hoje, você deverá arregaçar as Exercícios extras Assunto do dia Na aula de hoje, você deverá arregaçar as mangas e entrar de cabeça nos exercícios extras, que têm como tema tudo que vimos nas aulas do Segundo Grau. Atenção: 3, 2, 1...

Leia mais

Português 207 Portuguese for Business

Português 207 Portuguese for Business Português 207 Portuguese for Business Spring 2012: Porugal and the EU Instructor: Jared Hendrickson Office: 1149 Van Hise Office Hours: Monday and Thursday, 11:00 am-12:00 pm e-mail: jwhendrickso@wisc.edu

Leia mais

Inglês 11 The Present Perfect.

Inglês 11 The Present Perfect. Inglês 11 The Present Perfect. O Present Perfect é um tempo verbal em inglês que mostra uma ação que ocorreu no passado, mas os efeitos estão no presente. My grandfather has recovered from his illness.

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 75/2013

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 75/2013 PASSO A PASSO DO DYNO Ao final desse passo a passo você terá o texto quase todo traduzido. Passo 1 Marque no texto as palavras abaixo. (decore essas palavras, pois elas aparecem com muita frequência nos

Leia mais

1. Usa-se o Simple Present para falar de hábitos, rotina, acontecimentos ou ações que acorrem regularmente, com frequência. Ex: I always use the

1. Usa-se o Simple Present para falar de hábitos, rotina, acontecimentos ou ações que acorrem regularmente, com frequência. Ex: I always use the 1. Usa-se o Simple Present para falar de hábitos, rotina, acontecimentos ou ações que acorrem regularmente, com frequência. Ex: I always use the computer at night. My brother goes to work every day. 2.

Leia mais

assumptions of that particular strengthening the participation of families and local communities in the strategic direction of schools, not taking

assumptions of that particular strengthening the participation of families and local communities in the strategic direction of schools, not taking Agradecimentos A dissertação do Mestrado que adiante se apresenta resulta na concretização de um projecto que me parecia difícil mas não impossível de alcançar. Foram meses seguidos de trabalho de investigação,

Leia mais

SUMMARY 9 STORES 10 PUBLICITY 11 PITSTOPS 12 MEDIA CLIPPING 13 INSTAGRAM 14 FACEBOOK 15 RESULTS

SUMMARY 9 STORES 10 PUBLICITY 11 PITSTOPS 12 MEDIA CLIPPING 13 INSTAGRAM 14 FACEBOOK 15 RESULTS SUMMARY The biggest event of fashion, art, tecnology and culture of Barra da Tijuca. It was with this maxim that was born RIO DESIGN EXPERIENCE, an unprecedented Marketing Campaign where event and promotion

Leia mais

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt.

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. NORMAS PARA AUTORES As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. COPYRIGHT Um artigo submetido à Revista Portuguesa

Leia mais

Teatro Científico e Ensino da Química

Teatro Científico e Ensino da Química DEPARTAMENTO DE QUÍMICA Teatro Científico e Ensino da Química DISSERTAÇÃO SUBMETIDA À FACULDADE DE CIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO PARA OBTENÇÃO DO GRAU DE MESTRE EM QUÍMICA PARA O ENSINO Cláudia Correia

Leia mais

GABARITO ITA - 2013/2014

GABARITO ITA - 2013/2014 GABARITO ITA - 2013/2014 INGLÊS PORTUGUÊS 01. A 21. B 02. E 22. C 03. A 23. A 04. B 24. D 05. B 25. A 06. A 26. C 07. E 27. B 08. E 28. E 09. E 29. D 10. D 30. E 11. C 31. C 12. B 32. B 13. D 33. A 14.

Leia mais

ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/02477 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

FREAK SHOWS - EVENTOS CONTEMPORÂNEOS REALIZADOS POR ADEPTOS DA BODY MODIFICATION.

FREAK SHOWS - EVENTOS CONTEMPORÂNEOS REALIZADOS POR ADEPTOS DA BODY MODIFICATION. 1 FREAK SHOWS - EVENTOS CONTEMPORÂNEOS REALIZADOS POR ADEPTOS DA BODY MODIFICATION. FREAK SHOWS - CONTEMPORARY EVENTS CARRIED OUT BY ADEPTS OF BODY MODIFICATION Beatriz Ferreira Pires 1 RESUMO: O primeiro

Leia mais

Consultoria em Direito do Trabalho

Consultoria em Direito do Trabalho Consultoria em Direito do Trabalho A Consultoria em Direito do Trabalho desenvolvida pelo Escritório Vernalha Guimarães & Pereira Advogados compreende dois serviços distintos: consultoria preventiva (o

Leia mais

10 Edição. Um dos maiores eventos de moda de África / One of the biggest fashion show in Africa

10 Edição. Um dos maiores eventos de moda de África / One of the biggest fashion show in Africa a 10 Edição Um dos maiores eventos de moda de África / One of the biggest fashion show in Africa 10 a Edição Retorno ao Patrocinador / Return Primeiramente ter a imagem de sua marca/produto aliada a um

Leia mais

COMO PATROCINAR / HOW TO SPONSOR

COMO PATROCINAR / HOW TO SPONSOR INTERNATIONAL MONEY TRANSFER CONFERENCES BRASIL 2014 27 th to 28 th March, 2014 (pre-conference 26 th ) Hotel Golden Tulip / Paulista Plaza - São Paulo, SP - Brasil www.imtcbrasil.com COMO PATROCINAR /

Leia mais

VOUCHERS POUSADAS DE PORTUGAL

VOUCHERS POUSADAS DE PORTUGAL 2 presentes em 1 2 gifts in 1 Válidos para 2 pessoas / Valid for 2 people Válido 1 ano após a data de compra / Valid until 1 year after purchased date CENTRAL DE RESERVAS CONTACT CENTER FOR RESERVATIONS

Leia mais

OFFICE. Office Background

OFFICE. Office Background OFFICE Office Background Since it was founded in 2001, steady growth has been registered by the office in the Brazilian market of corporate law, a field in which our services are exemplary. The consolidation

Leia mais

PRODUTOR CULTURAL EM DANÇA: APONTAMENTOS DE UMA EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL CULTURAL PRODUCER IN DANCE: NOTES OF A PROFESSIONAL EXPERIENCE

PRODUTOR CULTURAL EM DANÇA: APONTAMENTOS DE UMA EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL CULTURAL PRODUCER IN DANCE: NOTES OF A PROFESSIONAL EXPERIENCE PRODUTOR CULTURAL EM DANÇA: APONTAMENTOS DE UMA EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Mariana Bittencourt Oliveira (UFRJ) i RESUMO: A partir da minha experiência no projeto de pesquisa Arriscado : um diálogo entre

Leia mais

Criança e jornalismo: um estudo sobre as relações entre crianças e mídia impressa especializada infantil

Criança e jornalismo: um estudo sobre as relações entre crianças e mídia impressa especializada infantil Josy Fischberg Criança e jornalismo: um estudo sobre as relações entre crianças e mídia impressa especializada infantil Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção

Leia mais

Duistt Duistt Collection Duistt Collection Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt

Duistt Duistt Collection Duistt Collection Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Duistt Created in Oporto in 2014, Duistt is a furniture brand specialized in upholstery. Like the city, the company breaths history and modernity. It blends ancient knowledge and techniques with modern

Leia mais

A eficiência do signo empresarial e as estratégias de legitimação do campo do design

A eficiência do signo empresarial e as estratégias de legitimação do campo do design Marcelo Vianna Lacerda de Almeida A eficiência do signo empresarial e as estratégias de legitimação do campo do design Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pós- Graduação em Design

Leia mais

Present Simple Exercises

Present Simple Exercises Present Simple Exercises Antes de fazer as atividades, você pode querer ler as dicas dos links abaixo. Nelas você encontra explicações sobre os usos e as conjugações dos verbos no Present Simple. Ø www.bit.ly/psimple1

Leia mais

Phrasal Verbs, What for?

Phrasal Verbs, What for? Phrasal Verbs, What for? Um dos maiores problemas que o estudante da língua inglesa enfrenta para entender conversas cotidianas, filmes ou músicas em inglês é o uso dos chamados Phrasal Verbs, que tornam

Leia mais

EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO BRASIL CONTEXTO HISTÓRICO E CONTEMPORANEIDADE RESUMO

EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO BRASIL CONTEXTO HISTÓRICO E CONTEMPORANEIDADE RESUMO EDUCAÇÃO INCLUSIVA NO BRASIL CONTEXTO HISTÓRICO E CONTEMPORANEIDADE Maricélia Tomáz de Souto 1 (mariceliatomaz@gmail.com) Beatriz da Silva Lima 1 (beatrizslima7@gmail.com) Erica Domingos Pereira 1 (ericadp.domingos@gmail.com)

Leia mais