Uma Topologia para Educação a Distância: a Proposta da PUCRS VIRTUAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Uma Topologia para Educação a Distância: a Proposta da PUCRS VIRTUAL"

Transcrição

1 Uma Topologia para Educação a Distância: a Proposta da PUCRS VIRTUAL Prof. Dr. Gilberto Mucilo de Medeiros 1 Profa. Dra. Marilú Fontoura de Medeiros 2 RESUMO A Educação a Distância da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Brasil, fundamentada no sucesso de experiências desenvolvidas por renomadas universidades, propôs o uso desse suporte tecnológico para o desenvolvimento da aprendizagem (Topologia da PUCRS VIRTUAL). Neste trabalho, apresentamos a modalidade de Educação a Distância, no sul do Brasil, estruturada sob uma atmosfera de EAD que contempla uma proposta de uso de médias integradas que inclui videoconferência, teleconferência e, acesso de pontos remotos na modalidade de vídeo-on-demand, o uso intensivo de recursos, serviços e ferramentas e o uso da telefonia e sistema Todas estas mídias buscam atender as demandas de serviços e expectativas e necessidades dos estudantes na maior parte do País. ABSTRACT Distance Education at Pontifícia Universidade Católica of Rio Grande do Sul (PUCRS), in Brazil, based on the successful experience developed by renowned Universities, proposes the use of this technological support in learning environment (Topology of PUCRS Virtual). In this work, we present the modality of Distance Education in the south of Brazil structured learning atmospheres in EAD, contemplating a proposal for use the integrated media. In this case, the media in Virtual PUCRS includes the videoconference, the teleconference (broadcasting), the remote access to the classes for the modality of video on-demand, the intense use of the resources, services and tools provided by the Internet and the use of telephone and the free systems, as All these media attends the demands service, expectations and students' needs in the most hidden places of the Country Key words: TOPOLOGY IN DE; INTEGRATED MEDIAS IN DE; DE IN BRASIL; VIDEOCONFERENCE, TELECONFERENCE AND INTERNET; 1 Professor-pesquisador da PUCRS VIRTUAL. 2 Professora-pesquisadora da PUCRS VIRTUAL. Diretora da PUCRS VIRTUAL/PUCRS/BRASIL.

2 I. INTRODUÇÃO A proposta de educação a distância implementada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul/Brasil (PUCRS), em maio de 2000 e, relatada neste trabalho fundamenta-se, principalmente, na experiência de seu corpo docente e técnico das áreas de ensino e pesquisa, de tecnologia e de televisão. A decisão de recorrer ao segmento espacial como forma de geração (transmissão) das aulas tem seu significado nas dimensões territoriais brasileiras e na insuficiência de seus sistemas de comunicação, principalmente no que se denomina de ultima milha. Utilizando-se do conceito de educação independente de tempo e lugar, a PUCRS VIRTUAL implementou em seu campus, na cidade de Porto Alegre - Brasil, uma topologia para Educação a Distância capaz de gerar videoconferência e teleconferência, via satélite, através de linhas discada e Internet, contando com um suporte na rede pública e privada de Internet e de linhas de telefonia de acesso gratuito, de forma a promover o máximo possível de interatividade e socialização. Questões, como o problema dos custos das mídias; da seleção e escolha dos equipamentos; da qualificação dos professores; a da oferta de cursos; da implantação de salas de recepção distantes; da arquitetura de construção da aprendizagem foram, sem dúvida, os fatores que, no momento da implantação da rede tiveram que ser equacionados para garantir o alcance dos objetivos de uma real e significativa Educação a Distância. Ao propor uma topologia de geração via satélite, a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - Brasil, teve como meta a possibilidade de oferecer, na modalidade de educação a distância, cursos em qualquer tempo e lugar. A este propósito, outros foram sendo incorporados ao longo do processo de implantação da PUCRS VIRTUAL. Primeiro, a escolha do sistema de comunicação a ser utilizado deveria cobrir todo o território nacional. A Internet e a telefonia em função dos custos ou dificuldades técnicas foram dando lugar ao sistema de comunicação via satélite. O uso do segmento espacial não só atende o propósito de cobertura nacional mas, principalmente, a intenção de se reduzir significativamente os custos da educação. Um segundo aspecto considerado foi o problema da virtualidade. A topologia proposta prevê um processo de aprendizagem em que, o professor, apesar de distante, está na presença do aluno; os recursos pedagógicos estão disponíveis e o professor e seus alunos participam e interagem na construção do conhecimento. Por último, diferentemente do presencial, o ensino na modalidade a distância promovido por meio desta topologia, atende o aluno distante 24 horas por dia. Pode parecer inicialmente um paradoxo. Entretanto a estrutura apresentada pela PUCRS VIRTUAL permite um contato permanente com o aluno, seja através do professor, nos momentos de geração das aulas, no contato com os tutores ( alunos de Pós-Graduação) e monitores ou pela infra-estrutura de rede, através da Internet. II. PRESSUPOSTOS A Topologia implantada teve como objetivo atender uma população carente de educação e preferencialmente residente distante da Universidade. Esta população pode ser caracterizada como adulta, isto é, na faixa etária acima de 25 anos, que perdeu uma oportunidade educacional em um período apropriado de sua vida ou que deseja uma educação continuada. Para este público, a PUCRS VIRTUAL desenvolveu toda uma proposta para EAD capaz de não somente atendê-lo em suas expectativas e necessidades mas, de certa forma, mantê-lo permanentemente interessado no programa. Ao propor esta modalidade de educação, a PUCRS, identificou uma série de

3 questões que deveriam ser resolvidas a curto prazo, tais como: a) os diferentes meios e recursos tecnológicos já disponíveis no Brasil se ajustariam às exigências da Educação a Distância e à natureza do processo? b) os altos custos das telecomunicações e dos equipamentos poderiam ser suportados pela população a ser atendida no sentido de universalizar e democratizar a educação? c) a inexistência de experiências similares em universidades brasileiras não levariam as instituições de ensino importarem modelos estrangeiros? d) o suporte institucional necessário para o atendimento do aluno seria eficaz ou que infra-estrutura se faria necessária para tal? e) esta modalidade de ensino provocaria uma condição mais socializada e equânime de oferta de ensino em diferentes locais e espaços? f) como o quadro docente, técnico e administrativo dos diversificados setores e segmentos do sistema educacional presencial se capacitaria para enfrentar este novo desafio? Estas e outras questões que necessitaram ser respondidas e, o foram, na medida em que as estratégias propostas tiveram que garantir a qualidade da educação a distância como, por exemplo: a) O processo de seleção e treinamento de professores para a educação a distância; b) O tempo necessário para preparar e desenvolver disciplinas ou cursos nesta modalidade; c) O material instrucional, apresentados na forma gráfica ou o digitalizados, adequado e suficiente para atender a uma modalidade de ensino basicamente tutorada a distância; d) A disponibilidade de Biblioteca Virtual, de , de acesso ao mailbox, aliada a outros processos, que facilitassem o processo de aprendizagem em sua essência e, além disso, promovesse a interação professoraluno; e) O cumprimento de expectativas de Educação a Distância, atentando para a diferenciada formatação dos ambientes de aprendizagem e, principalmente, para uma ruptura com os padrões tradicionais e somativos de avaliação. Focado no cliente ou customizado - por meio do qual se buscou o atendimento de necessidades e expectativas socioindividuais, a Pucrs Virtual deu maior ênfase ao controle dos currículos e do processo de ensinoaprendizagem, propiciando educação em qualquer tempo e em qualquer lugar. Este controle se dá por meio de medidas que visam avaliar, permanentemente, o processo e o desempenho dos alunos, promovendo um maior contato entre professores e alunos, utilizando-se de técnicas efetivas de aprendizagem, desenvolvendo esforços na capacitação de seus professores, assegurando recursos didáticos adequados para a aprendizagem, bem como, monitorando o desempenho da infra-estrutura e dos meios tecnológicos disponíveis para que o processo de Educação a Distância realmente se efetive em suas complexas e múltiplas fases. Assumimos alguns fatores processuais considerados por pesquisas e experiência (http://www.uwex.educ/disted/qde/factors.ht ml) apresentados pela Clearing Education Clearinghouse essenciais ao sucesso de iniciativas vinculadas à Educação a Distância, como: a)voltar-se `as necessidades, interesses, expectativas de seus alunos e de seus potenciais alunos; b) Criar um processo de comprometimento e certa cumplicidade/parceria, entendida como suporte às ações, com o professor; c) Delinear e buscar incessantemente uma aprendizagem efetiva e ativa; d) Manter uma infra-estrutura técnica, operacionalmente voltada ao apoio do ensinoaprendizagem em sua consecução, aqui entendida como aprendizagem bem sucedida e com efetividade;

4 e) Buscar e, principalmente, manter um comprometimento administrativo; f) Avaliar permanentemente com vistas à um aperfeiçoamento contínuo. III. A TOPOLOGIA Segundo dados do Conselho de Credenciamento da Educação Superior, CHEA (1998[1]), as instituições que se estão utilizando da mediação da Educação a Distância, a grande maioria são representadas por Universidade e Colleges tradicionais no desenvolvimento de uma educação de alta qualidade, como Stanford, Harvard, Michigan, Berkeley, Penn State, entre outras. Semelhante iniciativa, em termos de modificações na legislação, vem sendo privilegiada pelo Governo Brasileiro, com a criação da UNIRED consórcio de universidades públicas como um dos veículos para criação de uma cultura que, de acordo dados do CHEA (1998[1]), implicam na melhoria do ensino providenciado pelo Campus em seu sentido tradicional; na ação colaborativa ou de consórcio entre grupos; na contratação de diferentes serviços para melhor prover a Educação a Distância; na assunção de padrões de Universidade Virtual, na qual se inserem exemplos, como a Open University, e a UNED, incluindo também, a possibilidade de socialização e democratização de conhecimento, instrumentos fundamentais à vida neste final de século. Outras ações (Gunawardena, 1998[2]; Moore e Kearsley, 1996[3]; Steiner, 1995[4]) vêm se delineando neste campo, como uma contínua preocupação com a qualidade, e se traduzem pela(o) a) seleção, credenciamento e treinamento dos professores no conteúdo específico, associado ao entendimento do papel da tecnologia nos processos de aprendizagem; b) foco no denominado time-on-task measures, implicando em um tempo mínimo, por semana, dedicado ao estudo em seu sentido tradicional e à realização de deveres de casa, sendo estes substituído por ações imprescindíveis de interação com o professor em diferenciadas plataformas de comunicação, virtualmente ofertadas em qualquer tempo; c) ênfase em objetivos programáticos e apoio/suporte com vistas aos resultados destes mesmos objetivos. Alguns estudos [5] por outro lado, evidenciam o processo de evolução da memória e da inteligência das ferramentas colocadas à disposição de EAD (Chartier, 1989 [6] Guadamuz, 1997 [7] Gunawardena, 1998 [8] apontando para a 5 a ou, provável, 6 a geração que estamos vivenciando, o que cria possibilidades gigantescas para o transporte e compartilhamento e interatividade de/entre informações com os produtos e ambientes multimídias interativos em um enfoque hipertexto e de necessárias redes de comunicação, assim como obriga a enfrentar as decorrentes resistências sociais em função dessa sociedade de informação. Moore e Kearsley,1996 [3] apresentam as gerações de EAD, dado também descrito por Rodrigues (1997[9]) e Barcia e Vianney (1998[10]): A EAD têm assumido ao longo de sua aplicação, diversificadas abordagens que vai de uma ênfase no transporte e aquisição da informação, para uma abordagem centrada na aprendizagem de significados, em uma perspectiva construtivista (Jonassen, 1994, apud Gunawardena, 1998[8]) e, nesse caso, adequando-se às nossas propostas, o ensino, também em EAD, passa a ser absorvido como não transmissão de informações sendo muito mais um processo de facilitação da exploração e criação de significados através de ações colaborativas (Garrison, 1993, apud Gunawardena, 1998[2]). E, nessa linha, estudos e propostas vinculadas aos paradigmas de aprendizagem vygotskianos, piagetianos e wallonianos (influência da perspectiva construtivista e pós-construtivista de Lev Vygotsky, Jean Piaget e Henri Wallon), aliada à dimensões sociointeracionistas e simbólicas são absorvidas tornando-se um desafio obrigatório a ser enfrentado.

5 Oferecendo uma arquitetura de aprendizagem apropriada a um público adulto e, exigindo do aluno não mais do que 10 horas de atividade semanal, toda a estrutura da PUCRS VIRTUAL está focada em um modelo de geração de aulas ao vivo, dispondo o aluno, ainda, de gravações em CD Rom ou em Video-on-Demand, além das gravações disponíveis na própria página de seu curso. Além destas possibilidades as aulas também são geradas via Internet possibilitando aqueles que dispõem de equipamentos ou servidores de qualidade acompanharem as aulas em sua própria residência. Com um segmento de 2 Mb, disponibilizado por um provedor de Internet privado, os alunos da PUCRS VIRTUAL tem a sua disposição através das páginas de seus Cursos todo um sistema de Estudos Orientados suportado pelos servidores Dell Computer (dois processadores Pentiun III 1,3 Mb com 1 Gb de memória ) com a finalidade de abrigar as páginas dos cursos, do WebCET, e dos materiais dos cursos oferecidos. Além destes a PUCRS VIRTUAL possui um servidor de Vídeo-on-Demand com processadores Xon 700 Mb com 2 Gb de memória. IV. GERAÇÃO POR H-331 A estrutura da PUCRS VIRTUAL permite definir, em que sistema - vídeo ou tele (broadcasting) serão distribuídas as aulas produzidas em uma das salas de Geração. Contando com uma banda de 2,5 Mhz, no satélite Intelsat B3, para broadcasting e três portadoras de videoconferência, com 256 Kbits cada uma, pode-se disponibilizar até quatro (4) programas ou cursos, simultaneamente. As linhas vermelhas e azuis representam, no esquema, a subida de sinais de vídeo e de tele, distribuídos via satélite, com cobertura em todo o território nacional. Hoje, a estrutura da PUCRS VIRTUAL permite que sejam geradas aulas, via satélite, de diferentes regiões do Estado do Rio Grande do Sul e, distribuídas ao vivo, através de teleconferência para todo o Brasil. O sistema de geração via satélite possui uma arquitetura diferenciada para TVRO (broadcasting) que utiliza equipamento TIERNAN TDR 777 IRD MPEG 2 dispondo de um Up Link com 140 watts de potência e ENCODER TE 300 A para recepção distante e, outro sistema de geração, em videoconferência, gerenciado pelo DAMA Network Terminal. As atividades de aula, em videoconferência, são assistidas pelo Chairman 1.16 que estabelece as redes de

6 conexão e permite o acesso de salas distantes às salas de geração ( G! ou G2 ) localizada em Porto Alegre, na PUCRS VIRTUAL. Esta arquitetura ou Topologia permite, além da distribuição dos sinais ( Vídeo ou Tele ), colocar as aulas, ao vivo, na Internet. Este modelo de mídias integradas funciona na modalidade de geração para pontos distantes ou de recepção de pontos distantes.esta situação permite redistribuir qualquer sinal recebido pela PUCRS VIRTUAL, seja ele de Televisão, de vídeo, de Internet ou de linha discada (ISDN) V. GERAÇÃO POR H-320 Com a finalidade de permitir maior flexibilidade à Rede, e propiciar ao aluno distante maiores oportunidades de educação, a PUCRS VIRTUAL buscou implantar outras soluções tecnológicas que pudessem atender as especificidades do projeto de EAD e, ao mesmo tempo, as expectativas e necessidades dos alunos distantes. Esta condição significou a abertura da Rede e a utilização de outras mídias e protocolos de comunicação. Primeiramente, se buscou uma alternativa de geração/recepção do sinal de vídeo, utilizando-se um sistema de linha discada (ISDN PRI) com a opção de velocidade de 2 x 128 Kbits ponto-a-ponto. Esta nova situação permitiu a distribuição deste sinal, agora, por satélite e com qualidade de Tv Digital. Da mesma forma, na sala de Geração adaptada para ISDN (Estúdio) foi implantado, também, o protocolo H-323 (Internet) com a mesma finalidade, isto é, gerar e/ou receber sinal de ponto distante. Toda a estrutura de geração de vídeo e teleconferência está suportado por equipamentos Vtel, bem como as salas distantes de videoconferência. GERAÇÃO POR H-323 O sistema de geração/recepção através da Internet foi amplantado a partir de 2002 com o objetivo de atender alunos matriculados nos cursos e residentes em localidades brasileira sem ponto de recepção ( Sala Distante). Para tanto, foi necessário contratar um provedor privado (Terra) para poder disponibilizar ao aluno distante

7 melhores condições de acesso às páginas da PUCRS VIRTUAL. Este acesso se dá através de uma banda de 2 Mb, permitindo ao aluno EAD navegar com qualidade sem a presença dos que acessam à PUCRS pela Rede Nacional de Pesquisa ( rede governamental). Utilizando a Internet, a PUCRS VIRTUAL passou a distribuir as aulas em diferentes protocolos de comunicação. A Internet abriu a possibilidade de, utilizando a PUCRSNET ATM - rede interna hoje com 622 Mb, fazer com que todos os terminais de Internet da Universidade possam ser, também, ambientes de geração, conforme ilustra o esquema apresentado. VI. CONCLUSÃO Além dessas alternativas de geração e de recepção foi incorporada, à estrutura da PUCRS VIRTUAL, a possibilidade de capturar sinais de vídeo e de som de satélites (linha verde) com cobertura sobre o território brasileiro. Este sinal pode ser, de imediato, colocado na rede de teleconferência e distribuído na salas de recepção ou, ainda, digitalizado, em real vídeo e disponibilizado pela Internet, como se produzido fosse na Universidade. Desta forma foram, ao longo de período 2000/2002, sendo ampliado os recursos, para que os alunos distantes contassem com melhores meios para acessar à PUCRS, bem como, diferentes modalidades de geração das aulas produzidas no campus da Universidade. Para finalizar, a Topologia construída pela PUCRS VIRTUAL permite, ainda, gravar, editar, digitalizar e duplicar todas as aulas produzidas para os cursos ao mesmo tempo em que estão sendo geradas. REFERÊNCIA [1] GUNAWARDENA, Charlotte N. Lani. Designing and Evaluating Web-based Distance education Courses. Paper presented at the ISTEC VIII General Assembly, Porto Alegre, Bra zil, 16/11/98, e acessado ml/sdl002.htm em 16/11/98. [2] MOORE, Michael e KEARSLEY, Greg. Distance Education: a system view. EUA, Wadsworth, [3] STEINER, Virginia. What is Distance Education? Distance Learning Resource Network, org/tie/dlrn/distance.html (1998). [4] Quality Distance Education (QDE): : Lessons Learned. Distance Education Bibliography Instructional Design. ml acessado em 03/11/98. [5 ]CARTIER, Michel. Les cultures et la formation à la distance. Les conditions nécessaires à la réalisation de futurs projets télématiques. Université du Québec à Montreal, Département des Communications, Ottawa, le 18 octobre Organisation Universitaire interaméricaine. [6 ]GUNAWARDENA, Charlotte., HILMAN, D. Learner-interface interaction in distance education: extension of contemporary models and strategies for practioners. In.: HOFFMANN, Jeff., MACKIN, Denise. The learner interaction model for the design of interactive television URL( acessado em ). [7] RODRIGUES, Rosângela. Modelo de avaliação para cursos no Ensino a Distância: estrutura, aplicação e avaliação. Florianópolis, PPGE/UFSC, Dissertação de Mestrado, maio [8] CHEA (1998[1]), (Gunawardena, 1998[2]; Moore e Kearsley, 1996[3]; Steiner, 1995[4]) [5] por outro lado, evidenciam o processo de evolução da memória e da inteligência das ferramentas colocadas à disposição de EAD (Chartier, 1989 [6] Guadamuz, 1997 [7] Gunawardena, 1998 [8] apontando 1 [[9] RODRIGUES, Rosângela. Modelo de avaliação para cursos no Ensino a Distância: estrutura, aplicação e avaliação. Florianópolis, PPGE/UFSC, Dissertação de Mestrado, maio 1998.

UM CENÁRIO EDUCACIONAL PARA A PUCRS VIRTUAL RESUMO UM CENÁRIO EDUCACIONAL PARA A PUCRS VIRTUAL

UM CENÁRIO EDUCACIONAL PARA A PUCRS VIRTUAL RESUMO UM CENÁRIO EDUCACIONAL PARA A PUCRS VIRTUAL 1 UM CENÁRIO EDUCACIONAL PARA A PUCRS VIRTUAL Prof. Dr. Gilberto Mucilo de Medeiros ( medeiros@pucrs.br) Profª. Dr.ª. Marilú Fontoura de Medeiros (marilu@pucrs.br) Prof. Dr. Rubem Mário Figueiró Vargas(rvargas@eq.pucrs.br)

Leia mais

Infraestrutura de EaD para apoio a cursos presenciais. Prof. ª Dra. Christine da Silva Schröeder ICEAC/SEaD/FURG christine1004sch@gmail.

Infraestrutura de EaD para apoio a cursos presenciais. Prof. ª Dra. Christine da Silva Schröeder ICEAC/SEaD/FURG christine1004sch@gmail. Infraestrutura de EaD para apoio a cursos presenciais Prof. ª Dra. Christine da Silva Schröeder ICEAC/SEaD/FURG christine1004sch@gmail.com Perspectivas de análise: EAD e mudança Perspectivas de análise:

Leia mais

Um modo de ser. em educação a distância. dinâmica do meio educacional

Um modo de ser. em educação a distância. dinâmica do meio educacional dinâmica do meio educacional 1 :: marilú fontoura de medeiros professora doutora em Educação/UFRGS Um modo de ser em educação a distância Percorrer o atual contexto da Educação a Distância é trilhar um

Leia mais

O que é educação a distância (*)

O que é educação a distância (*) O que é educação a distância (*) José Manuel Moran Professor da Universidade Bandeirante e das Faculdades Sumaré-SP Assessor do Ministério de Educação para avaliação de cursos a distância jmmoran@usp.br

Leia mais

UNIVERSIDADE VIRTUAL BRASILEIRA. w w w. u v b. b r

UNIVERSIDADE VIRTUAL BRASILEIRA. w w w. u v b. b r UNIVERSIDADE VIRTUAL BRASILEIRA w w w. u v b. b r João Vianney Diretor Executivo vianney@uvb.br A uvb.br Rede de cooperação universitária voltada para o desenvolvimento de competências nas áreas de Pesquisas,

Leia mais

Produção de Videoaulas de Física para a Internet Leonardo Senna Zelinski da Silva Silvia Leticia Ludke

Produção de Videoaulas de Física para a Internet Leonardo Senna Zelinski da Silva Silvia Leticia Ludke Instituto Federal do Paraná Licenciatura em Física Produção de Videoaulas de Física para a Internet Leonardo Senna Zelinski da Silva Silvia Leticia Ludke SUMÁRIO 1 Introdução... 2 2 Justificativa... 4

Leia mais

DIRETRIZES DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NO SISTEMA INTEGRADO DE FORMAÇÃO DA MAGISTRATURA DO TRABALHO - SIFMT

DIRETRIZES DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NO SISTEMA INTEGRADO DE FORMAÇÃO DA MAGISTRATURA DO TRABALHO - SIFMT DIRETRIZES DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NO SISTEMA INTEGRADO DE FORMAÇÃO DA MAGISTRATURA DO TRABALHO - SIFMT 1 SUMÁRIO 1. APRESENTAÇÃO 2. CENÁRIO PROFISSIONAL 3. CONCEPÇÃO DA APRENDIZAGEM E METODOLOGIA 4. ESTRATÉGIAS

Leia mais

UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA

UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA Quando focalizamos o termo a distância, a característica da não presencialidade dos sujeitos, num mesmo espaço físico e ao mesmo tempo, coloca se como um

Leia mais

POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA - NOR 350

POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA - NOR 350 MANUAL DE GESTÃO DE PESSOAS COD. 300 ASSUNTO: POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA APROVAÇÃO: Resolução DIREX nº 462, de 10/09/2012. VIGÊNCIA: 10/09/2012 POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA - NOR 350 1/6 ÍNDICE

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 8ª REGIÃO INTRODUÇÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 8ª REGIÃO INTRODUÇÃO Ser reconhecido como o melhor tribunal para se trabalhar e de melhores resultados. Visão de Futuro do TRT da 8ª Região. INTRODUÇÃO Prática adotada pelo Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região que consiste

Leia mais

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO PARA TUTORES - PCAT

PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO PARA TUTORES - PCAT 1 RESOLUÇÃO CONSU 2015 04 de 14/04/2015 PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO PARA TUTORES - PCAT Campus Virtual 2 A. JUSTIFICATIVA A vida universitária tem correspondido a um período cada vez mais

Leia mais

EDUCAÇÃO EXECUTIVA PARA O MERCADO FINANCEIRO MAIO / 2005 108-TC-B4

EDUCAÇÃO EXECUTIVA PARA O MERCADO FINANCEIRO MAIO / 2005 108-TC-B4 1 EDUCAÇÃO EXECUTIVA PARA O MERCADO FINANCEIRO MAIO / 2005 108-TC-B4 NADINE WASSMER TREINA E-LEARNING treina@treina.com.br ROSANA GOMES CONTEÚDOS E HABILIDADES EDUCAÇÃO CORPORATIVA DESCRIÇÃO DE PROJETO

Leia mais

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF)

TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) TREINAMENTO ONLINE PARA O SISTEMA DE APOIO À GESTÃO AMBIENTAL RODOVIÁRIA FEDERAL (SAGARF) Maio de 2007 Maria Rachel Barbosa Fundação Trompovsky (Apoio ao NEAD CENTRAN) rachel@centran.eb.br Vanessa Maria

Leia mais

RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 040/2007

RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 040/2007 RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 040/2007 Aprova a Reformulação do Regimento da Educação a Distância O Reitor da Universidade do Contestado, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 25 do Estatuto da Universidade

Leia mais

Elementos Centrais da Metodologia

Elementos Centrais da Metodologia Elementos Centrais da Metodologia Apostila Virtual A primeira atividade que sugerimos é a leitura da Apostila, que tem como objetivo transmitir o conceito essencial de cada conteúdo e oferecer caminhos

Leia mais

Curso de Especialização em Saúde da Família

Curso de Especialização em Saúde da Família MÓDULO: FAMILIARIZAÇÃO TECNOLÓGICA COM EAD UNIDADE 03 DOCÊNCIA E TUTORIA NA EAD Prof. Msc Rômulo Martins 2.1 Introdução A Educação a Distância, por meio dos inúmeros recursos didáticos e tecnológicos,

Leia mais

A Prática Educativa na EAD

A Prática Educativa na EAD A Prática Educativa na EAD A Prática Educativa na EAD Experiências na tutoria em EAD Disciplina de Informática Educativa do curso de Pedagogia da Ufal nos pólos de Xingó, Viçosa e São José da Laje (2002-2004).

Leia mais

Pedagogia. Objetivos deste tema. 3 Sub-temas compõem a aula. Tecnologias da informação e mídias digitais na educação. Prof. Marcos Munhoz da Costa

Pedagogia. Objetivos deste tema. 3 Sub-temas compõem a aula. Tecnologias da informação e mídias digitais na educação. Prof. Marcos Munhoz da Costa Pedagogia Prof. Marcos Munhoz da Costa Tecnologias da informação e mídias digitais na educação Objetivos deste tema Refletir sobre as mudanças de experiências do corpo com o advento das novas tecnologias;

Leia mais

Elementos Centrais da Metodologia

Elementos Centrais da Metodologia Elementos Centrais da Metodologia Apostila Virtual A primeira atividade que sugerimos é a leitura da Apostila, que tem como objetivo transmitir o conceito essencial de cada conteúdo e oferecer caminhos

Leia mais

O PAPEL DO TUTOR A DISTÂNCIA NO ENSINO DE INFORMÁTICA: A EXPERIÊNCIA DO CURSO DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET UAB/IFSUL

O PAPEL DO TUTOR A DISTÂNCIA NO ENSINO DE INFORMÁTICA: A EXPERIÊNCIA DO CURSO DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET UAB/IFSUL O PAPEL DO TUTOR A DISTÂNCIA NO ENSINO DE INFORMÁTICA: A EXPERIÊNCIA DO CURSO DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET UAB/IFSUL Pelotas RS Maio 2010 Letícia Marques Vargas IFSul le.mvargas@gmail.com Gabriela

Leia mais

Curso de Especialização em Saúde da Família

Curso de Especialização em Saúde da Família MÓDULO: FAMILIARIZAÇÃO TECNOLÓGICA COM EAD UNIDADE 02 PROCESSO DE INTERAÇÃO EM EAD Prof. Msc Rômulo Martins 2.1 Interação em EAD A partir das novas mídias e tecnologias, tais como a televisão, o telefone

Leia mais

ENSINO DE GEOMORFOLOGIA A DISTÂNCIA: ESTRATÉGIAS ADOTADAS NA LICENCIATURA EM GEOGRAFIA DO CEDERJ/UERJ

ENSINO DE GEOMORFOLOGIA A DISTÂNCIA: ESTRATÉGIAS ADOTADAS NA LICENCIATURA EM GEOGRAFIA DO CEDERJ/UERJ ENSINO DE GEOMORFOLOGIA A DISTÂNCIA: ESTRATÉGIAS ADOTADAS Afonso, A.E. 1 ; Silva, T.M. 2 ; 1 DGEO/FFP/UERJ Email:aniceafonso@gmail.com; 2 DEPTO. GEOGRAFIA/UFRJ Email:telmendes@globo.com; RESUMO: O ensino

Leia mais

Educação a Distância: uma alternativa para a UFBA? Introdução

Educação a Distância: uma alternativa para a UFBA? Introdução Educação a Distância: uma alternativa para a UFBA? Nicia Cristina Rocha Riccio nicia@ufba.br Introdução Com o advento das tecnologias de informação e comunicação (TICs) a Educação a Distância (EAD) ganha

Leia mais

Uma análise sobre a produção de conteúdo e a interatividade na TV digital interativa

Uma análise sobre a produção de conteúdo e a interatividade na TV digital interativa Uma análise sobre a produção de conteúdo e a interatividade na TV digital interativa Mariana da Rocha C. Silva Mariana C. A. Vieira Simone C. Marconatto Faculdade de Educação-Unicamp Educação e Mídias

Leia mais

Módulo 1. Introdução. 1.1 O que é EAD?

Módulo 1. Introdução. 1.1 O que é EAD? Módulo 1. Introdução Cada vez mais o mundo social e do trabalho necessitam de sujeitos capazes de fazer a diferença através de suas ações e atitudes. A utilização do ambiente virtual, como meio de interação

Leia mais

Educação a distância: desafios e descobertas

Educação a distância: desafios e descobertas Educação a distância: desafios e descobertas Educação a distância: Desafios e descobertas Conteudista: Equipe Multidisciplinar Campus Virtual Cruzeiro do Sul Você na EAD Educação a distância: desafios

Leia mais

Congresso CONSAD de Gestão Pública

Congresso CONSAD de Gestão Pública Congresso CONSAD de Gestão Pública Brasília DF, 26 a 28 de maio de 2008 Múltiplas Mídias na Formação e Desenvolvimento dos Servidores Públicos do diagnóstico ao modelo de capacitação: a experiência da

Leia mais

ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE A CAPACITAÇÃO DE PROFESSORES EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Beatriz Regina Tavares Franciosi * bea@inf.pucrs.

ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE A CAPACITAÇÃO DE PROFESSORES EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Beatriz Regina Tavares Franciosi * bea@inf.pucrs. ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE A CAPACITAÇÃO DE PROFESSORES EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Beatriz Regina Tavares Franciosi * bea@inf.pucrs.br * Anamaria Lopes Colla acolla@pucrs.br Marco Aurélio Souza Mangan * mangan@inf.pucrs.br

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ÃO INSTITUCIONAL 8º WRNP

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ÃO INSTITUCIONAL 8º WRNP APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL ÃO INSTITUCIONAL 8º WRNP QUEM SOMOS Criada em 2000 a HISPAMAR SATÉLITES é resultado da parceria de duas experientes empresas de telecomunicações e líderes em seus mercados. GRUPO

Leia mais

PERSPECTIVAS SOBRE O USO DO DESIGN INSTRUCIONAL PARA UMA EaD INCLUSIVA: POR ONDE ESTAMOS CAMINHANDO

PERSPECTIVAS SOBRE O USO DO DESIGN INSTRUCIONAL PARA UMA EaD INCLUSIVA: POR ONDE ESTAMOS CAMINHANDO PERSPECTIVAS SOBRE O USO DO DESIGN INSTRUCIONAL PARA UMA EaD INCLUSIVA: POR ONDE ESTAMOS CAMINHANDO Carlos Eduardo Rocha dos Santos Universidade Bandeirante Anhanguera carlao_santos@yahoo.com.br Oswaldo

Leia mais

Panorama da educação a distância na formação dos magistrados brasileiros

Panorama da educação a distância na formação dos magistrados brasileiros Panorama da educação a distância na formação dos magistrados brasileiros 7 e 8 de maio de 2015 Encontro de integração das Escolas da Magistratura Tema: Potencialidades e Desafios do Moodle um ambiente

Leia mais

O ENSINO DE ESPANHOL COMO LE COM OS RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS NA PLATAFORMA MOODLE*

O ENSINO DE ESPANHOL COMO LE COM OS RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS NA PLATAFORMA MOODLE* 1 O ENSINO DE ESPANHOL COMO LE COM OS RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS NA PLATAFORMA MOODLE* Resumo Este trabalho se propõe a analisar o curso de extensão universitária CESB (Curso de Espanhol Básico) para

Leia mais

O MUNDO MUDOU. #fato

O MUNDO MUDOU. #fato DO GIZ AO BYTE O MUNDO MUDOU #fato Sociedade da Informação Informação como recurso estratégico Uso intensivo das TIC Interação digital Diversas formas de fazer as mesmas, ou novas coisas Qual é a sua?

Leia mais

DISPOSITIVO TECNOLÓGICO COMO FERRAMENTA DE ENSINO-APRENDIZAGEM NO CURSO DE AGROECOLOGIA: ESTUDO DE CASO

DISPOSITIVO TECNOLÓGICO COMO FERRAMENTA DE ENSINO-APRENDIZAGEM NO CURSO DE AGROECOLOGIA: ESTUDO DE CASO DISPOSITIVO TECNOLÓGICO COMO FERRAMENTA DE ENSINO-APRENDIZAGEM NO CURSO DE AGROECOLOGIA: ESTUDO DE CASO Mércia Cardoso da Costa Guimarães 1, Henrique Oliveira da Silva 2 1 Instituto Federal de Pernambuco

Leia mais

SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ. A Revolução do Ensino a Distância

SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ. A Revolução do Ensino a Distância SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE CIÊNCIAS INTEGRADAS DA UNAERP CAMPUS GUARUJÁ A Revolução do Ensino a Distância Enir da Silva Fonseca Coordenador de Pólo EAD Campus Guarujá UNAERP - Universidade de Ribeirão Preto

Leia mais

UM RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE O USO DO SOFTWARE DE GESTÃO DE PROJETOS DOTPROJECT NA PRODUÇÃO DE MATERIAIS MULTIMÍDIA PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD

UM RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE O USO DO SOFTWARE DE GESTÃO DE PROJETOS DOTPROJECT NA PRODUÇÃO DE MATERIAIS MULTIMÍDIA PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD 1 UM RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE O USO DO SOFTWARE DE GESTÃO DE PROJETOS DOTPROJECT NA PRODUÇÃO DE MATERIAIS MULTIMÍDIA PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EAD Serra, 05/2009 Saymon Castro de Souza Ifes saymon@ifes.edu.br

Leia mais

MBA Executivo. Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça

MBA Executivo. Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça 1 O Instituto COPPEAD: O Instituto COPPEAD oferece o curso de especialização

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA DE CULTURA DAS PESSOAS COMO UM DOS FATORES DE SUCESSO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

A IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA DE CULTURA DAS PESSOAS COMO UM DOS FATORES DE SUCESSO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA A IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA DE CULTURA DAS PESSOAS COMO UM DOS FATORES DE SUCESSO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Elisa Maçãs IDÉIAS & SOLUÇÕES Educacionais e Culturais Ltda www.ideiasesolucoes.com 1

Leia mais

DA EDUCAÇÃO TRADICIONAL ÀS NOVAS TECNOLOGIAS APLICADAS À EDUCAÇÃO

DA EDUCAÇÃO TRADICIONAL ÀS NOVAS TECNOLOGIAS APLICADAS À EDUCAÇÃO 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 DA EDUCAÇÃO TRADICIONAL ÀS NOVAS TECNOLOGIAS APLICADAS À EDUCAÇÃO Natália Aguiar de Menezes 1 RESUMO: Observa-se que com o passar dos anos o ensino superior

Leia mais

FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM SERVIÇO E A DISTÂNCIA: O CASO VEREDAS BRANCO,

FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM SERVIÇO E A DISTÂNCIA: O CASO VEREDAS BRANCO, FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM SERVIÇO E A DISTÂNCIA: O CASO VEREDAS BRANCO, Juliana Cordeiro Soares Branco CEFET MG Juliana.b@ig.com.br OLIVEIRA, Maria Rita Neto Sales CEFET MG mariarita2@dppg.cefetmg.br

Leia mais

Duvidas administrativas dos cursos da EAD Metodista:

Duvidas administrativas dos cursos da EAD Metodista: Duvidas administrativas dos cursos da EAD Metodista: A metodista é credenciada pelo MEC para o oferecimento de cursos a distância? Sim. A Universidade Metodista de São Paulo recebeu o credenciamento do

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica Diretoria de Formulação de Conteúdos Educacionais Programa Nacional de Tecnologia Educacional

Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica Diretoria de Formulação de Conteúdos Educacionais Programa Nacional de Tecnologia Educacional Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica Diretoria de Formulação de Conteúdos Educacionais Programa Nacional de Tecnologia Educacional SEB DCE CGMID COGTEC PROINFO SEB SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

Leia mais

Educação a Distância: Opção Estratégica para Expansão do Ensino Superior Anaci Bispo Paim

Educação a Distância: Opção Estratégica para Expansão do Ensino Superior Anaci Bispo Paim Educação a Distância: Opção Estratégica para Expansão do Ensino Superior Anaci Bispo Paim Conselheira do Conselho Nacional de Educação Câmara de Educação Superior EAD NO BRASIL 1ª Fase: Década de 60 Ensino

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA ÁREA DA CONSTRUÇÃO CIVIL: UMA EXPERIÊNCIA PROMISSORA

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA ÁREA DA CONSTRUÇÃO CIVIL: UMA EXPERIÊNCIA PROMISSORA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NA ÁREA DA CONSTRUÇÃO CIVIL: UMA EXPERIÊNCIA PROMISSORA Maria Inês Franco Motti Sonia Maria José Bombardi Fundacentro Fundação Jorge Duprat de Segurança e Medicina do Trabalho O mundo

Leia mais

Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan.

Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan. Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan. A Professora Rosa Trombetta, Coordenadora de Cursos da FIPECAFI aborda o assunto elearning para os ouvintes da Jovem Pan Online. Você sabe o que

Leia mais

SOLUÇÕES EM EDUCAÇÃO 3.0

SOLUÇÕES EM EDUCAÇÃO 3.0 SOLUÇÕES EM EDUCAÇÃO 3.0 www.cisco.com.br/educação 2011 Cisco and/or its affiliates. All rights reserved. 1 Educação 1.0 Educação 2.0 Educação 3.0 Tecnológica Rural Tradicional 2011 Cisco and/or its affiliates.

Leia mais

ABRIL/2004 UMA FERRAMENTA PARA AUXILIAR O PROFESSOR NO ENSINO À DISTÂNCIA

ABRIL/2004 UMA FERRAMENTA PARA AUXILIAR O PROFESSOR NO ENSINO À DISTÂNCIA 1 ABRIL/2004 UMA FERRAMENTA PARA AUXILIAR O PROFESSOR NO ENSINO À DISTÂNCIA Andréa Pereira de Castro Universidade de Cruz Alta UNICRUZ, Cruz Alta andreap@unicruz.edu.br Adriana Pereira Cocco Universidade

Leia mais

RESOLUÇÃO N 012, de 02 de dezembro de 2008

RESOLUÇÃO N 012, de 02 de dezembro de 2008 CONSUC Parecer 12/2008 Aprovado em 02/12/2008 RESOLUÇÃO N 012, de 02 de dezembro de 2008 Cria o Núcleo de Educação a Distância (NEAD) e aprova seu Regimento Interno O DIRETOR GERAL DA FACULDADE DAS AMÉRICAS,

Leia mais

Prática Docente em EAD

Prática Docente em EAD Prática Docente em EAD Prof. Marco Pozam mpozam@gmail.com A U L A 0 4 Prática Docente em EAD R E V I S Ã O... Antes da avaliação Programação da Disciplina 22/Agosto: Bases teóricas da prática docente em

Leia mais

A Utilização de Softwares Livres no Desenvolvimento de Cursos de Educação a Distância (EAD) nas Universidades e a Inclusão Digital² RESUMO

A Utilização de Softwares Livres no Desenvolvimento de Cursos de Educação a Distância (EAD) nas Universidades e a Inclusão Digital² RESUMO 1 A Utilização de Softwares Livres no Desenvolvimento de Cursos de Educação a Distância (EAD) nas Universidades e a Inclusão Digital² Bruna Barçante¹ Aylla Barbosa Ribeiro¹ Fernanda Teixeira Ferreira Leite¹

Leia mais

Estratégias de e-learning no Ensino Superior

Estratégias de e-learning no Ensino Superior Estratégias de e-learning no Ensino Superior Sanmya Feitosa Tajra Mestre em Educação (Currículo)/PUC-SP Professora de Novas Tecnologias da Anhanguera Educacional (Jacareí) RESUMO Apresentar e refletir

Leia mais

DOCENCIA NA EAD: REFLEXÕES SOBRE O FAZER DOCENTE DA TUTORIA. Curitiba - PR - Outubro de 2014

DOCENCIA NA EAD: REFLEXÕES SOBRE O FAZER DOCENTE DA TUTORIA. Curitiba - PR - Outubro de 2014 1 DOCENCIA NA EAD: REFLEXÕES SOBRE O FAZER DOCENTE DA TUTORIA Curitiba - PR - Outubro de 2014 Fabio Maia - AVM Faculdade Integrada - fabiomaia.di@gmail.com Educação Superior Teorias e Modelos Inovação

Leia mais

Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa, a mediação pedagógica na educação a distância no acompanhamento virtual dos tutores

Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa, a mediação pedagógica na educação a distância no acompanhamento virtual dos tutores Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa, a mediação pedagógica na educação a distância no acompanhamento virtual dos tutores Caracterização do problema: No ano de 2006, o Ministério da Saúde e as Secretarias

Leia mais

Capacitação de Recursos Humanos para o Uso de Tecnologias no Ensino Fundamental

Capacitação de Recursos Humanos para o Uso de Tecnologias no Ensino Fundamental Programa 0042 ESCOLA DE QUALIDADE PARA TODOS Objetivo Melhorar a qualidade do ensino fundamental, mediante a democratização do acesso a novas tecnologias de suporte à formação educacional. Indicador(es)

Leia mais

Edna Misseno Universidade Católica de Goiás ednamisseno@ucg.br. Rose Mary Almas de Carvalho Universidade Católica de Goiás rose.cead@ucg.

Edna Misseno Universidade Católica de Goiás ednamisseno@ucg.br. Rose Mary Almas de Carvalho Universidade Católica de Goiás rose.cead@ucg. CURSO DE LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS LIBRAS ON-LINE: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA Edna Misseno Universidade Católica de Goiás ednamisseno@ucg.br Rose Mary Almas de Carvalho Universidade Católica de Goiás

Leia mais

O Monitoramento e a Tutoria como Promotor da Aprendizagem

O Monitoramento e a Tutoria como Promotor da Aprendizagem O Monitoramento e a Tutoria como Promotor da Aprendizagem Dr. Rubem Mário F. Vargas - engenharia- rvargas@pucrs.br Dra Marilú F.Medeiros - educação- marilu@pucrs.br Dra Maria Bernadette P.Herrlein - educação-

Leia mais

Estratégias de EAD na Vale

Estratégias de EAD na Vale Estratégias de EAD na Vale Mineradora pioneira que trabalha com paixão, transformando recursos minerais em ingredientes essenciais o dia-a-dia das pessoas. É a segunda maior mineradora diversificada do

Leia mais

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD): LIMITES E POSSIBILIDADES DA CRIAÇÃO DE UM NOVO MODELO PEDAGÓGICO

EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD): LIMITES E POSSIBILIDADES DA CRIAÇÃO DE UM NOVO MODELO PEDAGÓGICO EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD): LIMITES E POSSIBILIDADES DA CRIAÇÃO DE UM NOVO MODELO PEDAGÓGICO Eva Karolina Pereira Santos Isabela Almeida Valadares Marina Santos Silva Pedro Henrique Branco de Oliveira

Leia mais

3º. Seminário de Pesquisa em EAD 3º SePEAD A UAB e seus reflexos no ensino superior brasileiro Efeitos da EaD no presencial

3º. Seminário de Pesquisa em EAD 3º SePEAD A UAB e seus reflexos no ensino superior brasileiro Efeitos da EaD no presencial 3º. Seminário de Pesquisa em EAD 3º SePEAD A UAB e seus reflexos no ensino superior brasileiro Efeitos da EaD no presencial Profa. Dra. Denise Martins de Abreu e Lima SeaD UFSCar 3º. Seminário de Pesquisa

Leia mais

Perspectivas da Educação a Distância na Capacitação e Formação Permanente do Profissional

Perspectivas da Educação a Distância na Capacitação e Formação Permanente do Profissional Painel Setorial - Inmetro Perspectivas da Educação a Distância na Capacitação e Formação Permanente do Profissional Prof. Dr. Stavros Panagiotis Xanthopoylos Xerém, 31 de julho de 2009 Tópicos Os Novos

Leia mais

2 - Sabemos que a educação à distância vem ocupando um importante espaço no mundo educacional. Como podemos identificar o Brasil nesse contexto?

2 - Sabemos que a educação à distância vem ocupando um importante espaço no mundo educacional. Como podemos identificar o Brasil nesse contexto? A EDUCAÇÃO À DISTÂNCIA E O FUTURO Arnaldo Niskier 1 - Qual a relação existente entre as transformações do mundo educacional e profissional e a educação à distância? A educação à distância pressupõe uma

Leia mais

SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE CURSISTAS

SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE CURSISTAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO. PROGRAMA NACIONAL DE CAPACITAÇÃO DE CONSELHEIROS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO PRÓ-CONSELHO CURSO DE EXTENSÃO A DISTANCIA FORMAÇÃO

Leia mais

XVII SEMINÁRIO NACIONAL DE ENSINO DA MEDICINA VETERINÁRIA. 13 a 15 de agosto de 2008 Brasília - DF

XVII SEMINÁRIO NACIONAL DE ENSINO DA MEDICINA VETERINÁRIA. 13 a 15 de agosto de 2008 Brasília - DF XVII SEMINÁRIO NACIONAL DE ENSINO DA MEDICINA VETERINÁRIA 13 a 15 de agosto de 2008 Brasília - DF MODELOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EaD Informática como ferramenta pedagógica no ensino da Medicina Veterinária

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DA EDUCAÇÃO ONLINE NA UNIVERSIDADE GUARULHOS (UNG)

IMPLANTAÇÃO DA EDUCAÇÃO ONLINE NA UNIVERSIDADE GUARULHOS (UNG) IMPLANTAÇÃO DA EDUCAÇÃO ONLINE NA UNIVERSIDADE GUARULHOS (UNG) Maio/2007 Arnaldo Turuo Ono Universidade Guarulhos - aono@ung.br Fabio Henrique Bei Universidade Guarulhos - fbei@prof.ung.br Maurício Garcia

Leia mais

DESENHO PEDAGÓGICO PARA A EDUCAÇÃO MULTIPROFISSIONAL NO CURSO A DISTÂNCIA DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA DA UNA-SUS/UNIFESP

DESENHO PEDAGÓGICO PARA A EDUCAÇÃO MULTIPROFISSIONAL NO CURSO A DISTÂNCIA DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA DA UNA-SUS/UNIFESP DESENHO PEDAGÓGICO PARA A EDUCAÇÃO MULTIPROFISSIONAL NO CURSO A DISTÂNCIA DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA DA UNA-SUS/UNIFESP São Paulo - SP - maio 2011 Rita Maria Lino Tarcia, Universidade Federal

Leia mais

SOLUÇÕES INTERATIVAS DE VÍDEO E VIDEOCONFERÊNCIA INTEGRADOS AO MOODLE. Abril 2007

SOLUÇÕES INTERATIVAS DE VÍDEO E VIDEOCONFERÊNCIA INTEGRADOS AO MOODLE. Abril 2007 SOLUÇÕES INTERATIVAS DE VÍDEO E VIDEOCONFERÊNCIA INTEGRADOS AO MOODLE Abril 2007 Vítor O. Villas Bôas Secretaria da Educação do Estado da Bahia- voboas@sec.ba.gov.br Bruno Reis Portela Secretaria da Educação

Leia mais

Unidade I TECNOLOGIA. Material Instrucional. Profª Christiane Mazur

Unidade I TECNOLOGIA. Material Instrucional. Profª Christiane Mazur Unidade I TECNOLOGIA EDUCACIONAL EM EAD Material Instrucional Profª Christiane Mazur Ensinar Ensinar é, também, a arte de estimular o desejo de saber. EAD - Brasil 1904: Correspondência impressos; 1923:

Leia mais

AS VIDEOCONFERÊNCIAS NA EAD: um estudo a partir da experiência do NEAD-UFMA

AS VIDEOCONFERÊNCIAS NA EAD: um estudo a partir da experiência do NEAD-UFMA AS VIDEOCONFERÊNCIAS NA EAD: um estudo a partir da experiência do NEAD-UFMA Kellen Regina Moraes Coimbra 1, Reinaldo Portal Domingo 2 1 Mestranda em Educação UFMA. Técnica em Assuntos Educacionais Núcleo

Leia mais

Prof. Me. Gilson Aparecido Castadelli

Prof. Me. Gilson Aparecido Castadelli Projeto de Implantação do Núcleo Tecnológico de Educação Aberta - NTEA Prof. Me. Gilson Aparecido Castadelli Ourinhos - 2012 2 1- DADOS GERAIS 1.1 UNIDADE EXECUTORA FIO - FACULDADES INTEGRADAS DE OURINHOS

Leia mais

* As disciplinas por ocasião do curso, serão ofertadas aos alunos em uma sequência didática.

* As disciplinas por ocasião do curso, serão ofertadas aos alunos em uma sequência didática. MATRIZ CURRICULAR* Disciplina CH Integração 20 Planejamento e Gestão em Educação a Distância 40 Cultura Virtual, Pensamento e Construção do Conhecimento na Educação a Distância 40 Noções de Gestão de Projetos

Leia mais

Profa. Dra. Cleide Jane de Sá Araújo Costa Prof. Dr. Fábio Paraguaçu Duarte da Costa Profa. Dra. Anamelea de Campos Pinto Profa. Ms.

Profa. Dra. Cleide Jane de Sá Araújo Costa Prof. Dr. Fábio Paraguaçu Duarte da Costa Profa. Dra. Anamelea de Campos Pinto Profa. Ms. ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Profa. Dra. Cleide Jane de Sá Araújo Costa Prof. Dr. Fábio Paraguaçu Duarte da Costa Profa. Dra. Anamelea de Campos Pinto Profa. Ms. Maria Aparecida Viana

Leia mais

Projeto de Gestão Compartilhada para o Programa TV Escola. Projeto Básico

Projeto de Gestão Compartilhada para o Programa TV Escola. Projeto Básico Secretaria de Educação a Distância Departamento de Planejamento em EAD Coordenação Geral de Planejamento de EAD Programa TV Escola Projeto de Gestão Compartilhada para o Programa TV Escola Projeto Básico

Leia mais

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Faculdade Educacional da Lapa 1 FAEL RESULTADOS - AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012 O referido informativo apresenta uma súmula dos resultados da autoavaliação institucional, realizada no ano de 2012, seguindo

Leia mais

DLB TECNOLOGIA. Educação Corporativa on-line

DLB TECNOLOGIA. Educação Corporativa on-line DLB TECNOLOGIA Educação Corporativa on-line A EDUCAÇÃO CORPORATIVA As empresas tem procurado melhorar sua mão de obra para aumentar seus ganhos de produtividade e economizar tempo em seus processos internos

Leia mais

PROPOSTA PEDAGOGICA CENETEC Educação Profissional. Índice Sistemático. Capitulo I Da apresentação...02. Capitulo II

PROPOSTA PEDAGOGICA CENETEC Educação Profissional. Índice Sistemático. Capitulo I Da apresentação...02. Capitulo II Índice Sistemático Capitulo I Da apresentação...02 Capitulo II Dos objetivos da proposta pedagógica...02 Capitulo III Dos fundamentos da proposta pedagógica...02 Capitulo IV Da sinopse histórica...03 Capitulo

Leia mais

Fevereiro 2015 DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS DRH ESCOLA JUDICIÁRIA MILITAR EJM

Fevereiro 2015 DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS DRH ESCOLA JUDICIÁRIA MILITAR EJM Fevereiro DIRETORIA DE RECURSOS HUMANOS DRH ESCOLA JUDICIÁRIA MILITAR EJM 2 ÍNDICE PLANO ESTRATÉGICO DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO... 3 Apresentação... 3 Missão... 4 Visão de Futuro... 4 Valores... 4 PERSPECTIVAS...

Leia mais

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com.

FACULDADE ANHANGUERA DE INDAIATUBA Rua Claudio Dal Canton, 89 - Cidade Nova II - Indaiatuba -SP - CEP 13334-390 (19) 3885-6700 www.portalpos.com. A pós-graduação é fundamental para manter-se bem colocado no mercado de trabalho e para aperfeiçoar competências profissionais. Além de enriquecer o currículo, este tipo de especialização ajuda a melhorar

Leia mais

FACULDADE ZACARIAS DE GÓES

FACULDADE ZACARIAS DE GÓES FACULDADE ZACARIAS DE GÓES DIEGO DE JESUS BONFIM EDUCAÇÃO ONLINE Valença Bahia Dezembro 2011 DIEGO DE JESUS BONFIM EDUCAÇÃO ONLINE Resenha a ser apresentada como avaliação da disciplina EAD em Ambiente

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Guia de Estudos Metodologias Jovem de Futuro

Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Guia de Estudos Metodologias Jovem de Futuro Guia de Estudos Metodologias Jovem de Futuro Precisamos reinventar a forma de ensinar e aprender, presencial e virtualmente, diante de tantas mudanças na sociedade e no mundo do trabalho. Os modelos tradicionais

Leia mais

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade

O caminho para o sucesso. Promovendo o desenvolvimento para além da universidade O caminho para o sucesso Promovendo o desenvolvimento para além da universidade Visão geral Há mais de 40 anos, a Unigranrio investe em ensino diferenciado no Brasil para cumprir com seu principal objetivo

Leia mais

1 - Dos componentes da metodologia do Curso de Pedagogia a Distância CEAD/UAB

1 - Dos componentes da metodologia do Curso de Pedagogia a Distância CEAD/UAB RESOLUÇÃO INTERNA CEAD Nº 001/2013-CONCENTRO (ALTERADA RES.05/2014) Sistema de Educação a Distância Do CEAD para a oferta do Curso de Pedagogia a Distância/UAB Dispõe sobre a metodologia do Curso de Pedagogia

Leia mais

Parâmetros para avaliação de Cursos na modalidade EaD

Parâmetros para avaliação de Cursos na modalidade EaD Parâmetros para avaliação de Cursos na modalidade EaD Ana Maria Silveira Turrioni 1 Eliana de Fátima Souza Salomon Benfatti 2 João Batista Turrioni 3 Rita de Cássia Magalhães Trindade Stano 4 Resumo Neste

Leia mais

EDUCAÇÃO CONVENCIONAL X EDUCAÇÂO MEDIADA

EDUCAÇÃO CONVENCIONAL X EDUCAÇÂO MEDIADA EDUCAÇÃO CONVENCIONAL X EDUCAÇÂO MEDIADA por Anelise Pereira Sihler é Pedagoga, Especialista em Gestão de Pessoas, Gestão Educacional, Educação a Distância, Educação colaborativa, Relações Humanas, mestre

Leia mais

softwares que cumprem a função de mediar o ensino a distância veiculado através da internet ou espaço virtual. PEREIRA (2007)

softwares que cumprem a função de mediar o ensino a distância veiculado através da internet ou espaço virtual. PEREIRA (2007) 1 Introdução Em todo mundo, a Educação a Distância (EAD) passa por um processo evolutivo principalmente após a criação da internet. Os recursos tecnológicos oferecidos pela web permitem a EAD ferramentas

Leia mais

Curso de Formação Pedagógica para Docentes da FEI. Coordenação Prof. Dr. Marcos T. Masetto

Curso de Formação Pedagógica para Docentes da FEI. Coordenação Prof. Dr. Marcos T. Masetto Curso de Formação Pedagógica para Docentes da FEI Coordenação Prof. Dr. Marcos T. Masetto 1 Curso de Formação Pedagógica para Docentes da FEI Professor Doutor Marcos T. Masetto Objetivos Desenvolver competências

Leia mais

Universidade Ubíqua: a UFPB Virtual ao seu alcance

Universidade Ubíqua: a UFPB Virtual ao seu alcance Universidade Ubíqua: a UFPB Virtual ao seu alcance SEVERO¹, Ana Beatrice Santana SILVA², Danielle Rousy Dias da ANJOS 3, Eudisley Gomes dos PRESTES 4, Mateus Augusto Santos FERNANDES 5, Raul Felipe de

Leia mais

Panorama da educação a distância na formação dos magistrados brasileiros

Panorama da educação a distância na formação dos magistrados brasileiros Panorama da educação a distância na formação dos magistrados brasileiros 7 e 8 de maio de 2015 Encontro de integração das Escolas da Magistratura 1 Tema: Sistema de Gestão da EaD Práticas e desafios do

Leia mais

Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil. Fernando Jose Spanhol, Dr

Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil. Fernando Jose Spanhol, Dr Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil Fernando Jose Spanhol, Dr www.egc.ufsc.br www.led.ufsc.br O Sistema UAB Denominação representativa genérica para a rede

Leia mais

PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: CONSIDERAÇÕES A RESPEITO DA GESTÃO DE CURSOS EM EaD

PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: CONSIDERAÇÕES A RESPEITO DA GESTÃO DE CURSOS EM EaD PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: CONSIDERAÇÕES A RESPEITO DA GESTÃO DE CURSOS EM EaD Maringá PR Maio 2012 Camilla Barreto Rodrigues Cochia CESUMAR camilla.cochia@ead.cesumar.br José Renato de Paula Lamberti

Leia mais

Manual do. Aluno. Brasília Empreendimentos Educacionais

Manual do. Aluno. Brasília Empreendimentos Educacionais Brasília Empreendimentos Educacionais 3 Apresentação 4 A BEE 5 A Educação a Distância EaD 6 O curso 7 O Ambiente Virtual de Aprendizagem AVA 10 Como estudar na modalidade a distância 2 Apresentação Este

Leia mais

1 - HUGHES PROPRIETARY

1 - HUGHES PROPRIETARY PROJETO SEDUC-AMAZONAS 1 - HUGHES PROPRIETARY O CLIENTE O CLIENTE SEDUC-AM Secretaria de Educação do Estado do Amazonas Maior estado Brasileiro 1,5 milhões de km² Estado coberto pela floresta amazônica

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIAS NA GESTÃO DA EAD: NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA(UFSM) E NA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL(UAB).

RELATO DE EXPERIÊNCIAS NA GESTÃO DA EAD: NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA(UFSM) E NA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL(UAB). RELATO DE EXPERIÊNCIAS NA GESTÃO DA EAD: NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA(UFSM) E NA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL(UAB). Profa. Dra. Maria Medianeira Padoin 1 RESUMO: Relato e análise de experiências

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2007 (Do Sr. Inocêncio Oliveira) O Congresso Nacional decreta:

PROJETO DE LEI Nº, DE 2007 (Do Sr. Inocêncio Oliveira) O Congresso Nacional decreta: PROJETO DE LEI Nº, DE 2007 (Do Sr. Inocêncio Oliveira) Dispõe sobre a outorga de canais de televisão no Sistema Brasileiro de Televisão Digital para as entidades que menciona. O Congresso Nacional decreta:

Leia mais

A TUTORIA A DISTÂNCIA NA EaD DA UFGD

A TUTORIA A DISTÂNCIA NA EaD DA UFGD Ednei Nunes de Oliveira A TUTORIA A DISTÂNCIA NA EaD DA UFGD UFGD/Faculdade de Educação a Distância Dourados MS, E-mail: edneioliveira@ufgd.edu.br Professor da FACED, Bolsista PIBID/EaD/UFGD. RESUMO Esta

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR

DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Graduação e Educação Profissional DIRETRIZES CURRICULARES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR APROVADO PELA RESOLUÇÃO

Leia mais

Sala de aula presencial virtual a sala de aula do futuro?

Sala de aula presencial virtual a sala de aula do futuro? 1 Sala de aula presencial virtual a sala de aula do futuro? Maio de 2005 064-TC-D4 Rui Seabra Ferreira Júnior Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos Unesp rseabra@cevap.org.br Ana Silvia Sartori

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul ANEXO I MANUAL DE ALTERAÇÃO DE PPCs DE CURSOS SUPERIORES

Leia mais

V Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares

V Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares V Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares: uma política de apoio à gestão educacional Clélia Mara Santos Coordenadora-Geral

Leia mais