ULCN Utah Linux Center Network

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ULCN Utah Linux Center Network"

Transcrição

1 CURSO ADL MÓDULO 02 LPIC 102/ ULCN Utah Linux Center Siga-nos no Twitter. Utah Networxs Curta Nossa Página.

2 Apresentação: O Curso é desenvolvido em quatro módulos sendo eles: ULCT (Utah Linux Center Technician), ULCN (Utah Linux Center Network), ULCP (Utah Linux Center Professional), O ULCN (Utah Linux Center Network) é definido como o segundo módulo da formação (ADL) e o ultimo módulo preparatório para a certificação LPIC nível 1, que é uma grande referência e padrão de mercado para profissionais Linux do mundo inteiro. O.treinamento.mantém.a.metodologia.de.não.ser.ficado.a.nenhuma distribuição Linux, de forma que o conhecimento adquirido possa ser utilizado para administrar qualquer sistema Linux não criando vínculos. É destinado a profissionais da área de T.I. que possuem conhecimento prévio do sistema operacional LINUX e/ou que já tenha cursado o ULCT/ Este módulo do curso insere o aluno em um Linux voltado para rede, dando ao mesmo uma visão geral de serviços, configurações além de abordar interface gráfica e dar uma introdução a Shel Script, Wirelles e MYSQL, conceitos estes introduzidos recentemente pela LPI em sua ultima modificação. Para os que não pretendem obter a certificação e desejam apenas aprofundar seus conhecimentos na administração de sistemas Linux, este também é o treinamento ideal, pois provê de maneira estruturada um guia de estudos para uso tanto em sala de aula quanto em casa ou no trabalho, servindo como um guia de referência posterior. A porta foi aberta e o café está na mesa, sirva-se e descubra o mundo de serviços que o Linux tem de a lhe oferecer. Bom apetite. Seja Livre, use Linux!

3 Certificação /LPI / /Linux /Professional /Institute As.certificações.LPI.são.promovidas.pela.Linux.Professional In stitute.e.consistem.em.certificações.com.base.nos conhecimentos e habilidades necessárias no dia-a-dia de um administrador.de.sistemas.linux.sendo.divididas.em.nível básico (LPIC-1), intermediário (LPIC-2) e avançado (LPIC-3). A Utah Networxs é Aproved Training Partner (ATP) nível nacional tendo seus instrutores e materiais de acordo com as exigências da LPI. Com 15 anos de atuação no mercado a Utah Networxs foi eleita nos últimos 12 anos como a melhor em Linux no Brasil tendo seu material utilizado em diversos Centros de Treinamentos. Não tenha dúvidas você está na melhor e caminha ao lado de gigantes!!! Carga Horária: O curso ULCN teve recentemente sua carga horária alterada devido às novas exigências da LPI. São 32 horas sendo divididas da seguinte maneira: 32 EAD A quem se destina este curso: O ULCN é destinado aos técnicos, consultores em rede, analista de rede, gerentes de tecnologia, e a todos que possuem conhecimento prévio em Linux ou já realizaram o treinamento ULCN. A todos que pretendem conquistar a Certificação Linux LPIC I e que estão se preparando para a prova 102/117. Aos.que.desejam.se.aprofundar.no.mundo.Linux.tendo.contato.com ferramentas intermediárias automatizando tarefas do dia a dia e aumento o nível de conhecimento nas soluções Linux. O ULCN é um curso de nível básico para o intermediário que fortalece o conhecimento do aluno e dá uma visão maior do que encontrará pela frente quando se fala em Linux.

4 Pré Requisitos Ter cursado o ULCT ou ter os conhecimentos equivalentes. Para ter acesso ao conteúdo WEB vem como assistir as aulas através do sistema EAD é necessário o aluno possuir: Computador. Navegador Mozilla Firefox 3.0 ou similar. Software Adobe Flash Player. Headset para interação junto ao professor nas aulas via EAD. Link de Internet ADSL ou dedicado. Por que estudar na Utah Networxs. A Utah Networxs já capacitou mais de alunos o que demonstra competência e qualidade nos cursos oferecidos. Eleita 12 anos como a melhor em Linux do Brasil. Materiais atualizados desenvolvidos segundo critérios internacionais. Metodologia de ensino com eficiência comprovada. Certificador e Parceiro Oficial da LPI no Brasil. Maior carga horária do mercado para a formação Linux. Atividades extras preparatórias para certificação. Simulados com critérios de classificação. In strutores Certificados LPI, RHCE e CEH. Aulas Funny onde o aluno se diverte ao aprender e o conteúdo fica muito mais simples. Laboratório de Testes Ambiente que coloca o aluno em situações do cotidiano. Aluno em campo Você pode atuar juntamente com a Utah Networxs na prestação de serviços de consultoria, colocando em prática o que foi ensinado em sala de aula. E muito mais... Material do Curso: Login de Acesso ao Sistema EAD

5 Conteúdo programático: Scripts Shell e Gerenciamento de Dados! Usando e Customizando o Ambiente Shell. Principais áreas de conhecimento: Denifir variáveis de ambiente para uma nova sessão (Ex. PATH) ou.em ambiente de execução. Desenvolver scripts em Shell usando o bash para rotinas frequentemente utilizadas. Manter e conhecer o diretório /etc/skel para a criação de novas contas de usuários. Definir comando de buscas usando o caminho do diretório apropriado. Usar padrão de escrita do shel sh (loops, tests). Usar comando de substituições em shell Testar valores retornos provenientes dos comando podendo ser erros, sucesso e falhas. Realizar testes condicionais usando o superusuário Selecionar corretamente o interpretador do script através da linha de comando (#!) shebang. Gerenciar a localização, o donos e os direitos de execução dos scripts. / etc/profile env export set unset ~/.bash_profile ~/.bash_login ~/.profile ~/.bashrc ~/.bash_logout function alias lists Use standard sh syntax (loops, tests). Use command substitution. Test return values for success or failure or other information provided by a command. Perform conditional mailing to the superuser.

6 Correctly select the script interpreter through the shebang (#!) line. Manage the location, ownership, execution and suid-rights of scripts. for while test if read seq Gerenciando dados em SQL. Usar comandos básicos da linguagem SQL. Realizar a manipulação básica de dados. insert update select delete from where group by order by join Interface Gráfica e Área de Trabalho! Instalar e Configurar X11. Verificar dispositivos de vídeo e monitores suportados pelo servidor X. Conscientização e Entendimento do Servidor X Conhecimento básico do Servidor X e seus principais arquivos de configuração / etc/x11/xorg.conf xhost DISPLAY xwininfo xdpyinfo

7 X Configuração de um Gerenciador de Visualização. Desativar ou ativar um determinado gerenciador de visualização Alterar a saudação do gerenciador de visualização Alterar as configurações padrões de profundidade do gerenciador de visualização Configurar o gerenciador de visualização para ser usador por X-stations. / etc/inittab xdm configuration files k dm configuration files gdm configuration files Acessibilidade. Alterando configurações de acessibilidades do teclado. Alterando configurações de vídeos e temas. Keyboard Accessibility Settings Visual Settings and Themes Tecnologia Assistida (ATs) Sticky/Repeat Keys Slow/Bounce/Toggle Keys Mouse Keys High Contrast Desktop Themes Large Print Desktop Themes Screen Reader Braille Display Screen Magnifier On-Screen Keyboard Gestures Orca GOK emacspeak

8 Ferramentas Administrativas! Gerenciar contas usuários e grupos com os arquivos do sistema relacionados. Adicionar, modificar e remover usuários e grupos. Gerenciar informações de usuários e grupos no banco de dados password/group Criar e gerenciar acessos específicos para contas limitadas / etc/passwd / etc/shadow / etc/group / etc/skel chage groupadd groupdel groupmod passwd useradd userdel usermod Automatização do sistemas, agendando tarefas. Gerenciando trabalhos com o cron e at.manage cron and at jobs. Configurando acessos para os usuários utilizarem o cron e o at. / etc/cron / etc/at.deny / etc/at.allow / etc/crontab / etc/cron.allow / etc/cron.deny / var/spool/cron/* crontab at atq atrm

9 Localização e Internacionalização. Configurar Localização (Locale). Configurar Fuso horário. / etc/timezone / etc/localtime / usr/share/zoneinfo Environment variables / usr/bin/locale tzselect tzconfig date iconv UTF-8 ISO ASCII Unicode Serviços Essenciais do Sistema! Mantendo o sistema de horas. Definir data e hora do sistema. Definir horário do hardware atual usando o sistema UTC. Configurar corretamente o fuso horário. Configuração básica do NTP. Conhecimento do uso do serviço pool.ntp.org. / usr/share/zoneinfo / etc/timezone / etc/localtime zetc/ntp.conf date hwclock ntpd ntpdate pool.ntp.org

10 Sistema de Mensagens de Alerta (logs). Configurar arquivos do syslog. syslog Funcionamento padrão do syslog, prioridade e ações. syslog.conf syslogd k logd logger Agente Básico de Transferência de Mensagens (MTA) Criar apelidos (aliases) de s. Configurar encaminhamento de Conhecer os programas MTA mais comuns ((postfix, sendmail, qmail, exim) (não configuração)). Termos e Utilitários ~/.forward sendmail emulation layer commands newaliases mail mailq postfix sendmail exim qmail Gerenciar impressoras e impressão. Principais áreas de conhecimento: Configurar CUPS de forma básica (para impressoras locais e remotas). Gerenciar requisições de impressão dos usuários. Solucionar problemas gerais de impressão. Adicionar e remover trabalhos na fila de impressão. CUPS config files, tools and utils

11 / etc/cups lpd legacy interface (lpr, lprm, lpq) Fundamentos de Rede! Fundamentos de Protocolos da Internet. Principais áreas de conhecimento. Demonstrar conhecimentos em máscaras de rede. Conhecer as diferenças entre privado e publica. Configurar rotas padrão. Conhecer o básico sobre TCP and UDP ports (20, 21, 22, 23, 25, 53, 80, 110, 119, 139, 143, 161, 443, 465, 993, 995). Conhecer as diferenças das principais características entre UDP, TCP e ICMP. Conhecer as principais diferenças entre IPV4 e IPV6. / etc/services ftp telnet host ping dig traceroute tracepath Configuração básica de rede. Configurar interfaces de rede de forma manual e automática. Configuração básica TCP/IP / etc/hostname / etc/hosts / etc/resolv.conf / etc/nsswitch.conf ifconfig ifup ifdown route

12 ping Solucionando problemas básico de rede. Configuração automática e manual das interfaces de rede e tabelas de rotas, incluindo adição e remoção de rotas, parada, inicialização e reinicialização dos serviços e reconfiguração das interfaces. Alterando, visualizando e modificando tabelas de rotas de forma correta definindo rota padrão manualmente. Depurar problemas associados com configuração de rede. ifconfig ifup ifdown route host hostname dig netstat ping traceroute Configuração do cliente DNS. Demonstrar o uso do DNS local no sistema. Modificar ordem dos mecanismos de resolução de nomes. / etc/hosts / etc/resolv.conf / etc/nsswitch.conf Segurança! Executar tarefas administrativas de segurança: Auditar sistema na busca de arquivos com suid/sgid habilitados. Definir ou alterar senhas de usuários definindo tempo de expiração. Usar o nmap e o nstat para descobrir portas abertas no sistema. Estabelecer limites para logins de usuários, processos e uso de memória.

13 Uso e configuração básica do sudo. find passwd lsof nmap chage netstat sudo / etc/sudoers su usermod ulimit Definir segurança do computador. Principais áreas de conhecimento: Conhecer o funcionamento do arquivo de senhas /etc/shadow Desabilitar serviços não usados. Entender o papel do TCP wrapper. / etc/nologin / etc/passwd / etc/shadow / etc/xinetd.d/* / etc/xinetd.conf / etc/inetd.d/* / etc/inetd.conf / etc/inittab / etc/init.d/* / etc/hosts.allow* / etc/hosts.deny Segurança e criptografia de dados. Perform basic OpenSSH 2 client configuration and usage. Understand the role of OpenSSH Perform basic GnuPG configuration and usage. Understand SSH port tunnels (including X11 tunnels).

14 ssh ssh-keygen ssh-agent ssh-add ~/.ssh/id_rsa id_rsa.pub ~/.ssh/id_dsa id_dsa.pub / etc/ssh/ssh_host_rsa_key ssh_host_rsa_key.pub / etc/ssh/ssh_host_dsa_key ssh_host_dsa_key.pub ~/.ssh/authorized_keys / etc/ssh_known_hosts gpg ~/.gnupg/*

GUIA DE ESTUDO LPI 102 Montado seguindo os objetivos retirados direto do Site da LPI

GUIA DE ESTUDO LPI 102 Montado seguindo os objetivos retirados direto do Site da LPI GUIA DE ESTUDO LPI 102 Montado seguindo os objetivos retirados direto do Site da LPI http://www.lpi.org/eng/certification/the_lpic_program/lpic_1/exam_102_detailed_objectives 1 1. TOPICO 105 - Shells,

Leia mais

Fuctura Tecnologia Rua Nicarágua, 159 Espinheiro (81) 3221.9116 / 3088.0992 www.fuctura.com.br

Fuctura Tecnologia Rua Nicarágua, 159 Espinheiro (81) 3221.9116 / 3088.0992 www.fuctura.com.br Topic 105: Kernel 1.105.1 Gerenciando módulos do Kernel Descrição: Um administrador deve ter a habilidade de gerenciar e obter informações de módulos do Kernel. /lib/modules/kernel-version/modules.dep

Leia mais

a) O mercado de Linux cresce 30% ao ano segundo o IDG Now (portal de notícias em Tecnologia)

a) O mercado de Linux cresce 30% ao ano segundo o IDG Now (portal de notícias em Tecnologia) 5 Passos para Passar na Prova da LPI com sucesso! Guia de Certificação Linux para prova LPIC-1 Por Prof. Uirá Ribeiro Autor do livro Certificação Linux Muita coisa melhorou desde que escrevi meu primeiro

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO LINUX ESSENTIALS Presencial (40h) - À distância (48h) Conhecendo um Novo Mundo Introdução ao GNU/Linux Distribuições GNU/Linux Linux Inside: Instalação Desktop Debian e CentOS Primeiros

Leia mais

CURSO ERL- ENGENHEIRO DE REDES LINUX MÓDULO 04 LPIC 202/217 ULCE. Utah Linux Center Engineer. @utah_networxs Siga-nos no Twitter.

CURSO ERL- ENGENHEIRO DE REDES LINUX MÓDULO 04 LPIC 202/217 ULCE. Utah Linux Center Engineer. @utah_networxs Siga-nos no Twitter. CURSO ERL- ENGENHEIRO DE REDES LINUX MÓDULO 04 LPIC 202/217 ULCE Utah Linux Center Engineer @utah_networxs Siga-nos no Twitter. Utah Networxs Curta Nossa Página. Apresentação: O Curso Engenheiro de Redes

Leia mais

Exame de Certificação 2 Objetivos: LX0-102

Exame de Certificação 2 Objetivos: LX0-102 Exame de Certificaçã 2 Objetivs: LX0-102 INTRODUÇÃO A certificaçã CmpTIA Linux+ [Pwered by LPI] é uma credencial de frnecedr neutr. Para receber a certificaçã CmpTIA Linux+, candidat devem passar em dis

Leia mais

PROJETO INTERDISCIPLINAR I

PROJETO INTERDISCIPLINAR I PROJETO INTERDISCIPLINAR I Linux e LPI www.lpi.org João Bosco Teixeira Junior boscojr@gmail.com Certificação LPIC-1 Prova 102 105 Shell, Scripting, e Gerenciamento de Dados 106 Interface com usuário e

Leia mais

Gerenciamento de Grupos e Usuários no Linux

Gerenciamento de Grupos e Usuários no Linux Gerenciamento de Grupos e Usuários no Linux Material desenvolvido por Rafael Fernando Diorio Última revisão em 04/08/2013 www.diorio.com.br rafael@diorio.com.br Tópicos Introdução Arquivos de grupos e

Leia mais

Alfamídia Linux: Administração de Redes em ambiente Linux I

Alfamídia Linux: Administração de Redes em ambiente Linux I Alfamídia Linux: Administração de Redes em ambiente Linux I UNIDADE 1 - CONCEITOS BÁSICOS DE REDES... 3 1.1 TCP/IP - O INÍCIO... 3 1.2 ENTENDENDO O IP... 3 1.3 ENTENDENDO O GATEWAY DE REDE... 5 1.4 O SERVIDOR

Leia mais

LCN LINUX CENTER NETWORK

LCN LINUX CENTER NETWORK LCN LINUX CENTER NETWORK O curso Linux Center Network capacita os alunos na administração dos principais serviços de rede no sistema operacional Linux. É voltado aos profissionais de TI que já possuem

Leia mais

MANDRIVA CONECTIVA LINUX - ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS E REDES

MANDRIVA CONECTIVA LINUX - ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS E REDES www.lanuniversity.com.br MANDRIVA CONECTIVA LINUX - ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMAS E REDES Preparatório para certificações Mandriva Systems Administrator, Mandriva Network Administrator, e exames do LPI Nível

Leia mais

CURSO ERL- ENGENHEIRO DE REDES LINUX MÓDULO 03 LPIC 201/21717 ULCP. Utah Linux Center Professional. @utah_networxs Siga-nos no Twitter.

CURSO ERL- ENGENHEIRO DE REDES LINUX MÓDULO 03 LPIC 201/21717 ULCP. Utah Linux Center Professional. @utah_networxs Siga-nos no Twitter. CURSO ERL- ENGENHEIRO DE REDES LINUX MÓDULO 03 LPIC 201/21717 ULCP Utah Linux Center Professional @utah_networxs Siga-nos no Twitter. Utah Networxs Curta Nossa Página. Apresentação: O Curso Engenheiro

Leia mais

2 horas são de ambientação para apresentação do curso, do plano de aula TripleClass e do ambiente de ensino à distância da 4Linux, chamado NetClass.

2 horas são de ambientação para apresentação do curso, do plano de aula TripleClass e do ambiente de ensino à distância da 4Linux, chamado NetClass. Carga Horária A carga horária do curso varia de acordo com a modalidade: Curso presencial: 40 horas Noturno: 2 semanas de segunda a sexta, 4 horas diárias. Diurno: 1 semana de segunda a sexta, 8 horas

Leia mais

Confguração básica da rede

Confguração básica da rede Confguração básica da rede www.4linux.com.br - Sumário Capítulo 1 Confguração básica da rede...3 1.1. Objetivos... 3 1.2. Mãos a obra...4 Capítulo 2 Gerenciando... 13 2.1. Objetivos... 13 2.2. Troubleshooting...

Leia mais

OpenSSH WWW.LINUXCLASS.COM.BR

OpenSSH WWW.LINUXCLASS.COM.BR OpenSSH WWW.LINUXCLASS.COM.BR OpenSSH: Introdução: O projeto OpenSSH veio para substituir antigos métodos inseguros de comunicação e autenticação, podemos dizer que o OpenSSH é um substituto direto do

Leia mais

Gerenciar usuário, contas de grupo e sistema de arquivos

Gerenciar usuário, contas de grupo e sistema de arquivos Gerenciar usuário, contas de grupo e sistema de arquivos - 2 Sumário Capítulo 1 Gerenciar usuário, contas de grupo e sistema...3 1.1. Objetivos... 3 1.2. Mãos a obra...4 Capítulo 2 Gerenciando... 14 2.1.

Leia mais

Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto

Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto Sistema Operacional Unidade 12 Comandos de Rede e Acesso Remoto Curso Técnico em Informática SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 Protocolo de rede... 3 Protocolo TCP/IP... 3 Máscara de sub-rede... 3 Hostname... 3

Leia mais

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito

Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Sistema Operacional Linux > Configuração de Redes www.labcisco.com.br ::: shbbrito@labcisco.com.br Prof. Samuel Henrique Bucke Brito Introdução O Linux foi criado por Linus Torvalds em 1991, na época em

Leia mais

Linux Administração. Sobre o curso. Destinatários. Redes e Sistemas - Sistemas Operativos

Linux Administração. Sobre o curso. Destinatários. Redes e Sistemas - Sistemas Operativos Linux Administração Redes e Sistemas - Sistemas Operativos Localidade: Braga Data: 08 Aug 2016 Preço: 1050 ( Os valores apresentados não incluem IVA. Oferta de IVA a particulares e estudantes ) Horário:

Leia mais

LCE LINUX CENTER ENGINEER

LCE LINUX CENTER ENGINEER LCE LINUX CENTER ENGINEER O Curso Linux Center Engineer baseia-se em tarefas mais avançadas de administração de sistemas Linux, formando profissionais de mais alto nível no mercado em relação à administração

Leia mais

Administração de Sistemas Operacionais Não-Proprietários II

Administração de Sistemas Operacionais Não-Proprietários II Faculdade Senac Porto Alegre - FSPOA Administração de Sistemas Operacionais Não-Proprietários II UC: Administração de Redes Aula 01 1/15 Faculdade Senac Porto Alegre - FSPOA Revisão 2/15 Linux e Distribuições

Leia mais

Fundamentos de Administração de Sistemas

Fundamentos de Administração de Sistemas Fundamentos de Administração de Sistemas Este curso tem como objetivo ensinar aos alunos conceitos de administração de um sistema Linux. Isto inclui o gerenciamento de contas de usuários, automação de

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO DE LABORATÓRIO / ÁREA INFORMÁTICA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO DE LABORATÓRIO / ÁREA INFORMÁTICA CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO DE LABORATÓRIO / ÁREA INFORMÁTICA 26. Considerando o sistema de numeração Hexadecimal, o resultado da operação 2D + 3F é igual a: a) 5F b) 6D c) 98 d) A8 e) 6C 27. O conjunto

Leia mais

Administrando o sistema linux TCP/IP

Administrando o sistema linux TCP/IP TCP/IP Principais Ferramentas para Redes - ifconfig Configura Interfaces (ethernet, atm, tun, pppoe e etc.) Ex.: ifconfig eth0 192.168.0.10 netmask 255.255.255.0 ifconfig eth0 ifconfig eth0 up ifconfig

Leia mais

Atualizações na LPIC. por Luiz Carlos Guidolin

Atualizações na LPIC. por Luiz Carlos Guidolin Atualizações na LPIC por Luiz Carlos Guidolin Elaboração das Provas Job Analysis: 1999 2006 determinar tópicos relevantes; determinar a relevância dos tópicos. Elaboração das Provas Job Analysis: 1999

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VMWARE WORKSTATION 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do

Leia mais

SUMÁRIO EXAME 102...2

SUMÁRIO EXAME 102...2 Linux Professional SUMÁRIO EXAME 102...2 Customizar e usar o ambiente shell...2 Customizar ou escrever scripts simples...3 Gestão de Dados SQL...6 Instalar e Configurar o X11...6 Configurar um Gerenciador

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

Conteúdo 1 Comandos Básicos. Questão 1: Que comando permite encerrar o sistema definitivamente?

Conteúdo 1 Comandos Básicos. Questão 1: Que comando permite encerrar o sistema definitivamente? Conteúdo 1 Comandos Básicos Questão 1: Que comando permite encerrar o sistema definitivamente? a) shutdawn b) shutdown t now c) shutdown r now d) shutdwon h now e) shutdown h now Questão 2: Que comando

Leia mais

Administração de Sistemas

Administração de Sistemas Administração de Sistemas Orlando Sousa Aula 9 Configuração e administração básica em Linux Configuração e gestão de volumes lógicos (LVM) LVM (Logic Volume Partition) Permite gerir partições activas (outra

Leia mais

Gerenciamento de usuários e grupos

Gerenciamento de usuários e grupos Gerenciamento de usuários e grupos Todo sistema de gerência de usuário possui um id registrado no sistema. Com as informações de registro o Linux pode gerenciar o acesso aos usuários e as suas permissões

Leia mais

Administração de Redes I Linux Prof: Frederico Madeira Lista de Exercícios 3

Administração de Redes I Linux Prof: Frederico Madeira <fred@madeira.eng.br> Lista de Exercícios 3 Administração de Redes I Linux Prof: Frederico Madeira Lista de Exercícios 3 1. Qual dos seguintes comandos linux não inclui a capacidade de listar o PID das aplicações que estão

Leia mais

Aula 1 Sistema Operacional Windows. Prof.: Roberto Franciscatto

Aula 1 Sistema Operacional Windows. Prof.: Roberto Franciscatto Sistemas Operacionais 2 Aula 1 Sistema Operacional Windows Prof.: Roberto Franciscatto Introdução Porque é preciso saber gerenciar/administrar o sistema operacional Windows? Quais versões encontrarei no

Leia mais

TCP é um protocolo de TRANSMISSÃO, responsável pela confiabilidade da entrega da informação.

TCP é um protocolo de TRANSMISSÃO, responsável pela confiabilidade da entrega da informação. Protocolo TCP/IP PROTOCOLO é um padrão que especifica o formato de dados e as regras a serem seguidas para uma comunicação a língua comum a ser utilizada na comunicação. TCP é um protocolo de TRANSMISSÃO,

Leia mais

Configuração de Rede

Configuração de Rede Configuração de Rede 1. Configuração de rede no Windows: A finalidade deste laboratório é descobrir quais são as configurações da rede da estação de trabalho e como elas são usadas. Serão observados a

Leia mais

Fundamentos dos protocolos internet

Fundamentos dos protocolos internet Fundamentos dos protocolos internet - 2 Sumário Capítulo 1 Fundamentos dos protocolos internet...3 1.1. Objetivos... 3 1.2. Mãos a obra...4 Capítulo 2 Gerenciando... 14 2.1. Objetivos... 14 2.2. Troubleshooting...

Leia mais

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização

Senha Admin. Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Manual do Nscontrol Principal Senha Admin Nessa tela, você poderá trocar a senha do administrador para obter acesso ao NSControl. Inicialização Aqui, você poderá selecionar quais programas você quer que

Leia mais

Ferramentas de Administração Linux

Ferramentas de Administração Linux Faculdade Senac Porto Alegre - FSPOA Ferramentas de Administração Linux Parte 4 1/11 Ferramentas de Administração Linux Ambiente do usuário Configuração do ambiente O comando 'su' O comando 'sudo' Referências

Leia mais

Linux System Administration 455

Linux System Administration 455 Linux System Administration 455 Nome do curso que é modificado no Slide Mestre Slide 1 2 Nome do curso que é modificado no Slide Mestre Slide 1 3 Há basicamente quatro formas de configurar o servidor X,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 04/2010

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 04/2010 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE SECRETARIA DE RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE PESSOAS EDITAL CGDP/SRH Nº 04/2010 ABERTURA E DISPOSIÇÕES GERAIS DO CURSO DE INFORMÁTICA

Leia mais

ETI/Domo. Português. www.bpt.it. ETI-Domo Config 24810180 PT 29-07-14

ETI/Domo. Português. www.bpt.it. ETI-Domo Config 24810180 PT 29-07-14 ETI/Domo 24810180 www.bpt.it PT Português ETI-Domo Config 24810180 PT 29-07-14 Configuração do PC Antes de realizar a configuração de todo o sistema, é necessário configurar o PC para que esteja pronto

Leia mais

Sistemas Operacionais de Redes. Aula: Gerenciamento de usuários e grupos Professor: Jefferson Silva

Sistemas Operacionais de Redes. Aula: Gerenciamento de usuários e grupos Professor: Jefferson Silva Sistemas Operacionais de Redes Aula: Gerenciamento de usuários e grupos Professor: Jefferson Silva Agenda Entender o que são usuários e grupos Conhecer os arquivos onde essas informações ficam salvas Utilizar

Leia mais

SolarWinds Kiwi Syslog Server

SolarWinds Kiwi Syslog Server SolarWinds Kiwi Syslog Server Monitoramento de syslog fácil de usar e econômico O Kiwi Syslog Server oferece aos administradores de TI o software de gerenciamento mais econômico do setor. Fácil de instalar

Leia mais

LISTA DE COMANDOS DO LINUX 1

LISTA DE COMANDOS DO LINUX 1 LISTA DE COMANDOS DO LINUX 1 Comandos para manipulação de diretório 1. ls Lista os arquivos de um diretório. 2. cd Entra em um diretório. Você precisa ter a permissão de execução para entrar no diretório.

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMSI ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX

ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMSI ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX ADMSI ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMINISTRAÇÃO DE SERVIÇOS PARA INTERNET ADMSI ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX ESCOLA SENAI SUIÇO BRASILEIRA ENVIO DE E-MAILS - POSTFIX OBJETIVOS: Ao final dessa

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 16

REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 16 REDES DE COMPUTADORES E TELECOMUNICAÇÕES MÓDULO 16 Índice 1. SISTEMA OPERACIONAL DE REDE...3 1.1 O protocolo FTP... 3 1.2 Telnet... 4 1.3 SMTP... 4 1.4 SNMP... 5 2 1. SISTEMA OPERACIONAL DE REDE O sistema

Leia mais

Sumário. Parte I - Linux básico... 19. 1 O início de tudo... 21. 2 Visão geral do Linux... 27. 3 Comandos básicos... 37

Sumário. Parte I - Linux básico... 19. 1 O início de tudo... 21. 2 Visão geral do Linux... 27. 3 Comandos básicos... 37 Sumário O autor... 6 Aviso importante!...15 Prefácio... 17 Parte I - Linux básico... 19 1 O início de tudo... 21 O Unix... 21 O Linux... 23 2 Visão geral do Linux... 27 O Linux como sistema operacional

Leia mais

Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula)

Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula) Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula) Prof. Luís Rodrigo lrodrigo@lncc.br http://lrodrigo.lncc.br 2013.09 v2 2013.09.10 (baseado no material de Jim Kurose e outros) Arquiteturas

Leia mais

Protocolo. O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta

Protocolo. O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta Protocolo O que é um protocolo? Humano: que horas são? eu tenho uma pergunta Máquina: Definem os formatos, a ordem das mensagens enviadas e recebidas pelas entidades de rede e as ações a serem tomadas

Leia mais

Entregar um relatório respondendo as questões propostas e principais observações feitas durante a prática (para os itens 1, 3, 4, 5, 6 e 7).

Entregar um relatório respondendo as questões propostas e principais observações feitas durante a prática (para os itens 1, 3, 4, 5, 6 e 7). EN3611 Segurança de Redes Prof. João Henrique Kleinschmidt Prática 2 Certificados digitais e Linux-TCP/IP Entregar um relatório respondendo as questões propostas e principais observações feitas durante

Leia mais

Apresentação. Objetivo. Dados Principais. Tecnologia Abordada Linux

Apresentação. Objetivo. Dados Principais. Tecnologia Abordada Linux Apresentação Dados Principais Objetivo Este curso fornecerá o conhecimento técnico e administrativo necessário ao desenvolvimento, administração e manutenção de estações e servidores baseados na plataforma

Leia mais

DESCRIÇÃO live config contém os scripts que configuram um sistema Debian Live durante o processo de inicialização (userspace tardio).

DESCRIÇÃO live config contém os scripts que configuram um sistema Debian Live durante o processo de inicialização (userspace tardio). NOME live config Scripts para Configuração do Sistema DESCRIÇÃO live config contém os scripts que configuram um sistema Debian Live durante o processo de inicialização (userspace tardio). CONFIGURAÇÃO

Leia mais

Módulos...2 Shell...3

Módulos...2 Shell...3 Cesar Kállas cesarkallas@gmx.net Curso GNU/Linux Realização CAECOMP Puc Campinas 2004 Capítulo 2 O Kernel...2 Módulos...2 Shell...3 Scripts...3 Bourne Shell sh...3 Bourne-Again Shell bash...3 Korn Shell

Leia mais

Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk. Redes de Computadores e Telecomunicações. Camada de Aplicação. Camada de Aplicação

Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk. Redes de Computadores e Telecomunicações. Camada de Aplicação. Camada de Aplicação Alan Menk Santos alanmenk@hotmail.com www.sistemasul.com.br/menk Redes de Computadores e Telecomunicações. A camada da aplicação serve como a janela na qual os utilizadores e processos da aplicação podem

Leia mais

Sistemas Operacionais de Redes. Aula: Gerenciamento de rede Professor: Jefferson Igor D. Silva

Sistemas Operacionais de Redes. Aula: Gerenciamento de rede Professor: Jefferson Igor D. Silva Sistemas Operacionais de Redes Aula: Gerenciamento de rede Professor: Jefferson Igor D. Silva Agenda Conhecer o funcionamento do mecanismo de rede Configurar as configurações básicas de rede Compreender

Leia mais

ANEXO 9 DO PROJETO BÁSICO DA FERRAMENTA DE MONITORAMENTO, SEGURANÇA E AUDITORIA DE BANCO DE DADOS

ANEXO 9 DO PROJETO BÁSICO DA FERRAMENTA DE MONITORAMENTO, SEGURANÇA E AUDITORIA DE BANCO DE DADOS ANEXO 9 DO PROJETO BÁSICO DA FERRAMENTA DE MONITORAMENTO, SEGURANÇA E AUDITORIA DE BANCO DE DADOS Sumário 1. Finalidade... 2 2. Justificativa para contratação... 2 3. Premissas para fornecimento e operação

Leia mais

Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais

Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais Laboratório de Redes de Computadores e Sistemas Operacionais Linux: Adicionando Usuários Fabricio Breve Introdução Administradores precisam ter um entendimento completo de como funcionam contas Linux Contas

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX NETDEEP SECURE COM VIRTUAL BOX 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep Secure em um

Leia mais

Gerenciamento de Processos

Gerenciamento de Processos - Um Processo é um Programa em Execução com todos os recursos necessários para este fim. - Cada Processo, quando em execução, enxergar como sendo possuidor de todos os recursos do sistema. - O Linux é

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

Capítulo 20 Servidor X

Capítulo 20 Servidor X Servidor X - 296 Capítulo 20 Servidor X 201 Objetivos Configurar a interface gráfica para os usuários comuns; Conhecer o arquivo de configuração; Instalar e configurar os Display Managers; Instalar e configurar

Leia mais

1 INTRODUÇÃO À GERÊNCIA DE REDES...15

1 INTRODUÇÃO À GERÊNCIA DE REDES...15 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO À GERÊNCIA DE REDES...15 1.1 INTRODUÇÃO À GERÊNCIA DE REDES DE COMPUTADORES...16 1.2 O PAPEL DO GERENTE DE REDES...18 1.3 VOCÊ: O MÉDICO DA REDE...20 1.4 REFERÊNCIAS...23 1.4.1 Livros...23

Leia mais

ULCT Utah Linux Center Technician

ULCT Utah Linux Center Technician CURSO ADL MÓDULO 01 LPIC 101/117 ULCT Utah Linux Center Technician @utah_networxs Siga-nos no Twitter. Utah Networxs Curta Nossa Página. Apresentação: O Curso é desenvolvido em quatro módulos sendo eles:

Leia mais

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2009.

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2009. Guia de Instalação do SolidWorks 2009 INTRODUÇÃO A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2009. O SolidWorks pode ser instalado

Leia mais

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross

Redes. Pablo Rodriguez de Almeida Gross Redes Pablo Rodriguez de Almeida Gross Conceitos A seguir serão vistos conceitos básicos relacionados a redes de computadores. O que é uma rede? Uma rede é um conjunto de computadores interligados permitindo

Leia mais

Novo instalador, com menos etapas, tornado a instalação do Desktop Paraná mais simples para o usuário;

Novo instalador, com menos etapas, tornado a instalação do Desktop Paraná mais simples para o usuário; Debian 5.0 Lenny Este novo lançamento Debian possui vários pacotes de software a mais do que o seu predecessor etch; a distribuição inclui mais de 7.700 novos pacotes, num total de mais de 23.200 pacotes.

Leia mais

Introdução Fourth level à Tecnologia Cisco

Introdução Fourth level à Tecnologia Cisco Instituto Federal do Ceará IFCE Campus de Canindé Prof. DSc. Rodrigo Costa - rodrigo.costa@ifce.edu.br Introdução à Tecnologia Cisco Definições Básicas Mercado em Redes Componentes Básicos Funcionamento

Leia mais

Para testar se as variáveis foram carregadas, utilize o comando #export

Para testar se as variáveis foram carregadas, utilize o comando #export Configurando Proxy Debian Abra o arquivo /etc/profile: #nano /etc/profile No final do arquivo, adicione as seguintes linhas: export http_proxy=http://172.16.3.1:3128 export https_proxy=http://172.16.3.1:3128

Leia mais

Protocolos, DNS, DHCP, Ethereal e comandos em Linux

Protocolos, DNS, DHCP, Ethereal e comandos em Linux Redes de Computadores Protocolos, DNS, DHCP, Ethereal e comandos em Linux Escola Superior de Tecnologia e Gestão Instituto Politécnico de Bragança Março de 2006 Endereços e nomes Quaisquer duas estações

Leia mais

Implantação de Sistemas de Segurança com Linux

Implantação de Sistemas de Segurança com Linux LSI TEC (c) 2000 1 Implantação de Sistemas de Segurança com Linux Volnys Borges Bernal Frank Meylan Adilson Guelfi Matteo Nava {volnys,meylan,guelfi,ilnava}@lsi.usp.br Núcleo de Segurança e Redes de Alta

Leia mais

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2010.

INTRODUÇÃO. A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2010. Guia de Instalação do SolidWorks 2010 INTRODUÇÃO A SKA preparou este documento técnico com o objetivo de auxiliar seus clientes a realizar a instalação do SolidWorks 2010. O SolidWorks pode ser instalado

Leia mais

Laboratório. Assunto: endereçamento IP e roteamento.

Laboratório. Assunto: endereçamento IP e roteamento. Assunto: endereçamento IP e roteamento. Laboratório Objetivo: verificar conectivade básica com a rede, atribuir (estaticamente) endereços IP, adicionar rotas (manualmente) e verificar o caminho seguido

Leia mais

cio Roteamento Linux

cio Roteamento Linux Exercício cio Roteamento Linux Edgard Jamhour Exercícios práticos para configuração de roteamento usando Linux Esses exercícios devem ser executados através do servidor de máquinas virtuais: espec.ppgia.pucpr.br

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V

GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V GUIA DE INSTALAÇÃO NETDEEP SECURE COM HYPER-V 1- Visão Geral Neste manual você aprenderá a instalar e fazer a configuração inicial do seu firewall Netdeep

Leia mais

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani

Redes de Dados e Comunicações. Prof.: Fernando Ascani Redes de Dados e Comunicações Prof.: Fernando Ascani Camada de Aplicação A camada de Aplicação é a que fornece os serviços Reais para os usuários: E-mail, Acesso a Internet, troca de arquivos, etc. Portas

Leia mais

Mobile Command. Diego Armando Gusava. Orientador: Mauro Marcelo Mattos

Mobile Command. Diego Armando Gusava. Orientador: Mauro Marcelo Mattos Mobile Command Diego Armando Gusava Orientador: Mauro Marcelo Mattos Roteiro Introdução Objetivos Fundamentação teórica Desenvolvimento Implementação Conclusão Extensões Introdução O que me motivou? Solução

Leia mais

Ferramentas Livres para Monitoramento de Redes

Ferramentas Livres para Monitoramento de Redes Ferramentas Livres para Monitoramento de Redes Sobre os autores Marjorie Roberta dos Santos Rosa Estudante de graduação do curso de Bacharelado em Informática Biomédica da Universidade Federal do Paraná

Leia mais

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br

Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Claudivan C. Lopes claudivan@ifpb.edu.br Introdução ao protocolo TCP/IP Camada de aplicação Camada de transporte Camada de rede IFPB/Patos - Prof. Claudivan 2 É o protocolo mais usado da atualidade 1 :

Leia mais

SysLog: Sistema de log

SysLog: Sistema de log SysLog: Sistema de log A rastreabilidade é um importante princípio para a administração dos sistemas. O que é um LOG? E para que serve? "A record of activities performed within a program, or changes in

Leia mais

Gerenciamento de Processos

Gerenciamento de Processos - Um Processo é um Programa em Execução com todos os recursos necessários para este fim. - Cada Processo, quando em execução, enxergar como sendo possuidor de todos os recursos do sistema. - O Linux é

Leia mais

REDES DE COMPUTADORES

REDES DE COMPUTADORES REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com ENLACE X REDE A camada de enlace efetua de forma eficiente e com controle de erros o envio

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ Centro de Educação Aberta e a Distância CEAD/UFPI. Prova Específica Cargo Suporte Técnico

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ Centro de Educação Aberta e a Distância CEAD/UFPI. Prova Específica Cargo Suporte Técnico UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ Centro de Educação Aberta e a Distância CEAD/UFPI Rua Olavo Bilac 1148 - Centro CEP 64.280-001 Teresina PI Brasil Fones (86) 3215-4101/ 3221-6227 ; Internet: www.uapi.edu.br

Leia mais

Guia do Aplicativo Bomgar B200 Índice

Guia do Aplicativo Bomgar B200 Índice Guia do Aplicativo Bomgar B200 Índice Introdução 2 Configuração do Bomgar Box 2 Fundamentos 2 Armazenamento 3 Minha conta 3 Configuração do IP 4 Rotas estáticas 5 Administração de aplicativo 5 Configuração

Leia mais

Tutorial para Instalação do Ubuntu Server 10.04

Tutorial para Instalação do Ubuntu Server 10.04 Tutorial para Instalação do Ubuntu Server 10.04 Autor: Alexandre F. Ultrago E-mail: ultrago@hotmail.com 1 Infraestrutura da rede Instalação Ativando o usuário root Instalação do Webmin Acessando o Webmin

Leia mais

Linux Uma breve introdução Parte 2 de 2

Linux Uma breve introdução Parte 2 de 2 Linux Uma breve introdução Parte 2 de 2 Diego Viégas Consultor em Projetos de Software Livre 1 Agenda Quarta-feira, 08/12/2004, de 14 às 18: Introdução ao sistema operacional Linux. OK Distribuições. OK

Leia mais

Gerência e Administração de Redes

Gerência e Administração de Redes Gerência e Administração de Redes IFSC UNIDADE DE SÃO JOSÉ CURSO TÉCNICO SUBSEQUENTE DE TELECOMUNICAÇÕES! Prof. Tomás Grimm Agenda! Apresentação da disciplina! Introdução! Tipos de Gerência! Ferramentas

Leia mais

Troubleshooting em rede básica

Troubleshooting em rede básica Troubleshooting em rede básica - 2 Sumário Capítulo 1 Troubleshooting em rede básica... 3 1.1. Objetivos... 3 1.2. Mãos a obra...4 Capítulo 2 Gerenciando... 14 2.1. Objetivos... 14 2.1. Troubleshooting...

Leia mais

Especificações da oferta Remote Infrastructure Monitoring

Especificações da oferta Remote Infrastructure Monitoring Visão geral do Serviço Especificações da oferta Remote Infrastructure Monitoring Este serviço oferece o Dell Remote Infrastructure Monitoring ("Serviço" ou "Serviços" RIM), como apresentado mais especificamente

Leia mais

Curso Firewall. Sobre o Curso de Firewall. Conteúdo do Curso

Curso Firewall. Sobre o Curso de Firewall. Conteúdo do Curso Curso Firewall Sobre o Curso de Firewall Este treinamento visa prover conhecimento sobre a ferramenta de Firewall nativa em qualquer distribuição Linux, o "iptables", através de filtros de pacotes. Este

Leia mais

Curso Técnico de Redes de Computadores Disciplina de Fundamentos de Rede

Curso Técnico de Redes de Computadores Disciplina de Fundamentos de Rede Curso Técnico de Redes de Computadores Disciplina de Fundamentos de Rede CAMADA DE APLICAÇÃO Professora: Juliana Cristina de Andrade E-mail: professora.julianacrstina@gmail.com Site: www.julianacristina.com

Leia mais

OURO MODERNO www.ouromoderno.com.br. Web Designer APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo)

OURO MODERNO www.ouromoderno.com.br. Web Designer APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) Web Designer APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) 1 Índice Aula 1 FTP... 3 FTP e HTTP... 4 Exercícios... 6 2 Aula 1 FTP FTP significa File Transfer Protocol, traduzindo Protocolo

Leia mais

Introdução ao Sistema. Características

Introdução ao Sistema. Características Introdução ao Sistema O sistema Provinha Brasil foi desenvolvido com o intuito de cadastrar as resposta da avaliação que é sugerida pelo MEC e que possui o mesmo nome do sistema. Após a digitação, os dados

Leia mais

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br ADMINISTRAÇÃO TCP/IP. Fernando Albuquerque 061-2733589 fernando@cic.unb.br

Fernando Albuquerque - fernando@cic.unb.br ADMINISTRAÇÃO TCP/IP. Fernando Albuquerque 061-2733589 fernando@cic.unb.br ADMINISTRAÇÃO TCP/IP Fernando Albuquerque 061-2733589 fernando@cic.unb.br Protocolos TCP/IP - Tópicos Introdução IP Endereçamento Roteamento UDP, TCP Telnet, FTP Correio DNS Web Firewalls Protocolos TCP/IP

Leia mais

Sistemas Operacionais de Rede. Configuração de Rede

Sistemas Operacionais de Rede. Configuração de Rede Sistemas Operacionais de Rede Configuração de Rede Conteúdo Programático! Interfaces de rede! Ethernet! Loopback! Outras! Configuração dos parâmetros de rede! Dinâmico (DHCP)! Manual! Configuração de DNS

Leia mais

Redes de Computadores I Conceitos Básicos

Redes de Computadores I Conceitos Básicos Redes de Computadores I Conceitos Básicos (6 a. Semana de Aula) Prof. Luís Rodrigo lrodrigo@lncc.br http://lrodrigo.lncc.br 2011.02 v1 2011.09.05 (baseado no material de Jim Kurose e outros) Arquiteturas

Leia mais

TeamViewer 9 Manual Management Console

TeamViewer 9 Manual Management Console TeamViewer 9 Manual Management Console Rev 9.2-07/2014 TeamViewer GmbH Jahnstraße 30 D-73037 Göppingen www.teamviewer.com Sumário 1 Sobre o TeamViewer Management Console... 4 1.1 Sobre o Management Console...

Leia mais

Capítulo 8 Introdução a redes

Capítulo 8 Introdução a redes Linux Essentials 450 Slide - 1 Capítulo 8 Quando falamos de redes de computadores, estamos falando de muitos hosts interconectados por alguns aparelhos especiais chamados roteadores. Vamos aprender um

Leia mais

TRAINING PARTNER TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO OFICIAL ZABBIX

TRAINING PARTNER TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO OFICIAL ZABBIX TRAINING PARTNER TREINAMENTO E CERTIFICAÇÃO OFICIAL ZABBIX A VANTAGE Educacional é parceira oficial da ZABBIX SIA para oferecer o Treinamento e Certificação Oficial Zabbix Certified Specialist e Certified

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO

MANUAL DO USUÁRIO SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Home -------------------------------------------------------------------------------------------------------- 7 2. Cadastros -------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

ServiceHD. Javier Abad Álvarez Iván Darío Otero López 1

ServiceHD. Javier Abad Álvarez Iván Darío Otero López 1 Javier Abad Álvarez Iván Darío Otero López 1 Índice: 1. Introdução 1.1. A empresa 1.2. Objectivos 2. InstalaçãoTrês computadores na mesma rede, IPs, nomes, gateway 2.1.1 Windows 7 2.1.2 Ubuntu 3.DNS alias

Leia mais