SYSLOG Sistema de Logística

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SYSLOG Sistema de Logística"

Transcrição

1 SYSLOG Sistema de Logística Termo de Abertura - Versão 1.1 Equipe Grupo 3 Douglas Antony Gerente Bruno Oliveira Rodrigues Erika Silva Nascimento Horácio Granjeiro Neto Isaque Jerônimo Barbosa Paulo Henrique Roriz Rodrigo Carvalho de Lima

2 1. Sumário A empresa WD Logística e Distribuição atuante no mercado do Distrito Federal há mais de dez anos é uma empresa sólida no ramo de logística e distribuição e vem a cada ano conquistando mais o mercado com sua competência em administrar bem a distribuição dos seus produtos. Mas, com o crescimento deste mesmo mercado surgiram novas demandas exigindo que a empresa busque um software moderno e eficaz para melhor atender sua clientela com eficiência e eficácia como sempre fez. O serviço de distribuição e logística de cartões telefônicos resultará em um melhor gerenciamento a partir do momento que entrar em operação o novo software destinado à logística e distribuição, proporcionando melhorias no tocante aos custos / benefícios, eficácia e efetividade, além de poder satisfazer as necessidades do cliente de forma mais incisiva. O projeto de implantação de um novo software trará a empresa WD Logística maior desempenho concernente à distribuição dos seus produtos aprimorando assim a competitividade da empresa e o aumento da capacidade produtiva agregando um maior valor aos seus serviços e aumentando a satisfação dos seus clientes. É buscando fazer e ser o melhor que a empresa WD Logística está implantando no mercado um produto inovador onde o cliente está em primeiro lugar. E é visando à satisfação desse cliente e uma maior competitividade que o Projeto SYSLOG será desenvolvido e implantado.

3 1.1. Nome do Projeto: SYSLOG Sistema de Logística 1.2. Objetivo Geral Contribuir para aumentar a eficácia e eficiência da empresa WD Logística. Objetivo Específico Desenvolver sistema para controle de distribuição de cartões telefônicos no Distrito Federal Custo estimado: O projeto terá um custo de R$ ,00 (Duzentos e trinta e dois mil, novecentos e trinta e oito reais) Prazo estimado: O projeto terá duração de seis (6) meses Descrição do produto O sistema apresentará as seguintes definições: Contará com uma tela de login intuitiva com os campos nome de usuário e senha localizados de forma centralizados seguidos do botão OK que depois de pressionado e obtendo a confirmação do Banco de dados de que são credenciais autênticas carregarão as telas relativas ao perfil previamente cadastrado. A tela de manter usuários contará com os seguintes campos distribuídos em tela de maneira lógica, de forma a agilizar a inserção de informações: nome completo, login, senha, matrícula, CPF, endereço, sexo, fone 1, fone 2 (Opcional). A tela de manter fornecedores contará com os campos referentes a este cadastro e também distribuídos em tela de maneira lógica, de forma a agilizar a inserção de informações: código, nome, razão social, CNPJ, endereço ou logradouro, bairro, cidade, UF, CEP, fone 1, fone 2(Opcional). Contará com uma tela referente a cadastro de produtos onde os campos abaixo serão distribuídos de forma a facilitar este cadastramento: código, descrição, grupo, fornecedor, preço de custo, preço de venda. No cadastro de vendas a tela trabalhará com a inserção, consulta e cancelamento das vendas efetuadas diariamente, onde agrega detalhes referente a transação, nome do vendedor e comissões equivalentes, agilizando assim o processo. Possui os seguintes campos: código, data, cliente, tipo de pagamento, almoxarifado, vendedor, produto, quantidade, valor unitário e valor total. Na tela de compras, requisito responsável pela inserção, consulta, alteração e exclusão das solicitações de mercadorias junto aos seus fornecedores, com o intuito de suprir as necessidades do estoque de forma breve, fácil e organizada, será desenvolvida tela de fácil utilização com os seguintes campos: código, fornecedor, data, produto, prazo, quantidade, valor unitário e valor total. Com o módulo cliente, responsável pela inserção, consulta, alteração e exclusão dos dados de clientes, será facilitado o acesso e a gestão dessas informações, de forma a agilizar o processo em futuras transações. Campos incluídos: código, data do cadastro, nome fantasia, razão social, CNPJ, segmento de atuação, endereço, bairro, cidade, UF, ponto de referência, pessoa de contato, fone 1, fone 2, tabela de preço e rota.

4 1.6. Benefícios esperados O software proporcionará os seguintes benefícios: Programar e executar a distribuição dos seus produtos com maior rapidez; Controlar estoque; Controlar suas contas a pagar e receber; Melhorar o desempenho das suas vendas e entregas. 2. PREMISSAS A infraestrutura atual da empresa deverá suportar o sistema a ser implantado. O cliente deverá disponibilizar agenda e espaço físico equipado e adequado para a realização de treinamento dos funcionários que utilizarão o sistema. Comprometimento suficiente por parte do cliente. Não haverá rotatividade da equipe. Sistema de atividades completamente implantadas e com dados consistentes Restrições O projeto deverá ser entregue em no máximo 6 (seis) meses a partir da data de assinatura do contrato. Prestar suporte especializado durante um período de 6 (seis) meses. Confeccionar tutoriais para uma boa execução dos softwares. Será usado a linguagem Delphi 7 Funcionará em ambiente local em uma rede LAN Utilizará o SGBD 2008

5 3. ANÁLISE DOS STAKEHOLDERS (OU PARTES INTERESSADAS) Identificação Responsabilidades Stakeholders (nomes dos contatos) Necessidades Favorável Logística de Entrega Gestão das Entregas Área: Logística Sidney Soares Romaneio das entregas Roteirização Faturamento de Pedidos Favorável Comercial Gestão de Indicadores Comerciais Chico Anízio Análise de Vendas Análise de Metas Favorável Área: Comercial Compras/Controle de estoque Gestão das Compras e Controle do Estoque Área: Compra/Estoque Ricardo Silva Gestão das compras Controle do estoque Favorável Financeiro Gestão do Fluxo de Caixa Pagamentos e Recebimentos Área: Financeiro Rosa das Flores Prestação de Contas Controle de contas a Pagar Controle de Contas a Receber Fluxo de caixa Favorável Vendas Automatização da Força de Vendas Área: Vendas Michael Jackson Roteirização Pedido on-line Atualização das informações de clientes em tempo real Favorável Administrativo Controle de Acesso Marcos Senna Cadastro de usuários Controle de níveis de acesso Favorável

6 4. CICLO DE VIDA E ESTRATÉGIA DE IMPLANTAÇÃO 4.1. Principais fases do projeto e resultados esperados em cada uma: 4.2. Descrever como o projeto está colocado em prática O SYSLOG, desenvolvido pela empresa Ideal Solutions, tem como objetivo sanar as falhas encontradas na atual metodologia utilizada pela WD Logística e Distribuição no controle de logística. Para um melhor direcionamento de suas vendas e estoques, será proposta uma implantação de controle de logística e distribuição visando atingir melhor eficiência, eficácia e efetividade no gerenciamento e procurando interligar os setores da empresa para melhor distribuir os recursos por ela almejados. O SYSLOG tem como premissa atender às demandas da empresa WD Logística nos departamentos de compras, estoque, logística, financeiro e vendas. O sistema é dividido em módulos e integrado por uma base de dados única, utilizado por todos os módulos. O sistema agrega funcionalidades que aperfeiçoarão os processos realizados pela empresa, proporcionando maior agilidade nas operações. O SYSLOG é um sistema voltado para o controle de logística que, visando atender as necessidades desejadas, possuirá características que serão desenvolvidas em módulos distintos, porém integrados e harmônicos, proporcionando à empresa WD Logística as seguintes funcionalidades: Manutenção de usuário; Compras; Comercial; Logística de entrega; Financeiro; Relatórios Gerenciais. O SYSLOG terá integração com os seguintes módulos, pois não englobará:

7 Recursos Humanos; Contábil; Fiscal; Business Intelligence; AFV Automação da Força de Vendas. O projeto iniciará com o esforço da equipe que se dividirá em blocos (estratégica, tática e operacional) identificando as necessidades do cliente e propondo às soluções para serem desenvolvidas. A identificação das necessidades é de fundamental importância para o sucesso do projeto, tendo em vista ser essas necessidades que nortearão o desenvolvimento do projeto. Em seguida a execução do projeto pondo em prática os estudos levantados e por fim, a conclusão do projeto. 5. ESCOPO 5.1. Declaração de Escopo do Projeto Objetivo Geral Contribuir para aumentar a eficácia e eficiência da empresa WD Logística. Objetivo Específico Desenvolver sistema para controle de distribuição de cartões telefônicos no Distrito Federal Detalhamento do Escopo do Projeto A finalidade norteadora do projeto se aplica ao Sistema de Logística - SYSLOG. O projeto SYSLOG tem por objetivo melhorar a eficiência e a eficácia das entregas de mercadorias, estoque e informações gerenciais da empresa WD Logística e Distribuição Ltda., tendo em vista até o presente momento a WD Logística utilizar um modelo arcaico tanto na distribuição dos seus produtos como também no controle de estoque e informações gerenciais. O projeto contará com um Módulo de AFV (Automação de Força de Venda), onde os pedidos gerados através dos PDA s serão transmitidos via internet para o CD (Centro de Distribuição), que através do SYSLOG será capaz de faturar e roteirizar os pedidos de venda. Proporcionando um ganho de tempo no que tange o faturamento das vendas e na roteirização que antecede a distribuição. No SYSLOG a empresa poderá controlar também seu estoque de forma eficaz através de relatórios gerados por um sistema integrado. O estoque anteriormente era controlado através de planilhas, o que ocasionava insegurança nas informações levantadas e consequentemente nos relatórios emitidos. O SYSLOG contará também com os Módulos: Financeiro (contas a pagar e receber) e Compras (Pedido de Compra, Entrada de Mercadoria). O financeiro é responsável pela parte contábil

8 da WD Logística. Nele serão desempenhadas as funções pertinentes ao controle de contas, fluxo de caixa, etc. Suas principais atribuições são: Prestação de contas; Controle de contas a pagar; Controle de contas a receber. O setor de compras é responsável pela gestão de compras em seu sentido amplo, através dele poderá ser identificado se há produto disponível, quantidade de produto e estoque. Suas principais atribuições são: Gestão de compras; Manutenção de fornecedores; Controle de estoque; Relatório de estoque Plano de Gerenciamento do Escopo As mudanças decorrentes da estrutura orçamentária bem como quantitativo ou qualitativo de qualquer serviço ou produto prestado pela WD logística e Distribuição ficam tratadas na gestão de mudança desse projeto na qual o Gerente ficará incumbido de elencar os devido pormenores. A verificação do escopo é o processo de aceitar formalmente o trabalho do projeto, conforme definido em sua documentação, no escopo do projeto, ou no contrato, quando for o caso. A aceitação formal exige a assinatura para aceitação do produto. A verificação do escopo do projeto ocorre em determinados momentos: No final do projeto; No final de fase do projeto; Na entrega dos principais produtos finais dentro do projeto.

9 6. PRAZO Nº Atividade Data Início Data Fim Responsável ETAPA 01 - Contratações de pessoal e levantamento de infraestrutura. 1 Contratações de pessoal administrativo 1/08 5/08o Douglas Antony Precedência 2 Treinamento 6/08 7/08 Paulo Roriz 1 2 Aquisição de infraestrutura 8/08 11/08 3 Estruturação de ambiente 12/08 13/08 4 Contratações de corpo técnico 14/08 17/08 5 Levantamento de necessidades cliente 17/08 18/08 6 Regras de negócio 18/08 19/08 ETAPA 02 - Análise e especificação do projeto. 7 Elaborar especificações de casos de uso 20/08 22/08 8 Elaborar MER (conceitual) 23/08 24/08 9 Elaborar MER (lógico) 25/08 26/08 10 Elaborar MER (físico) 27/08 28/08 ETAPA 03 - Instalação de ambiente de testes Erika Nascimento Isaque Jerônimo Douglas Antony Horácio Grangeiro Douglas Antony Douglas Antony Isaque Jerônimo Isaque Jerônimo Isaque Jerônimo 11 Instalar Banco de dados (estrutura física) 1/set 9/set Rodrigo Lima 1,3,4 12 Instalar Banco de dados (estrutura lógica) 10/set 12/set Rodrigo Lima 1,3,4 ETAPA 04 - Desenvolvimento de software. 10 Desenvolvimento de protótipos 1/09 8/09 Bruno Sout 07,11,12 11 Testes 9/09 9/10 Paulo Roriz Homologação do cliente 9/10 30/11 Paulo Roriz 10,11 13 Produção 26/11 30/12 ETAPA 05 - Implantação do sistema 14 Finalização de software 1/01 7/01 15 Implantação do software 7/01 14/01 ETAPA 06 Treinamento Erika Nascimento Horácio Grangeiro Isaque Jerônimo Erika 16 Elaboração de manuais 15/01 16/01 6,12 Nascimento Impressão e montagem de 17 17/01 18/01 Paulo Roriz 6,12 demonstração 18 Treinamento 19/01 22/01 Paulo Roriz 16, ,4 5,6 5,

10 6.1. Cronograma Etapas Especificação Data início Data fim Levantamento e documentação Contratações Requisitos Regras de negócio Levantar custos Elaborar especificação de casos de uso. Elaborar o MER (conceitual, lógico e físico). Instalar BD. Desenvolvimento Testes Homologação Produção Finalização Implementação Elaboração de manuais Treinamento 1/ago 8/set Especificações Técnicas 9/set 9/out Desenvolvimento 10/out 30/nov Implementação do sistema 26/nov 30/dez Treinamento de usuários 20/dez 22/jan 7. CUSTOS 7.1. Previsão de Recursos Mão de obra 1. Gerente de projeto 2. Desenvolvedores 3. Supervisor de desenvolvimento 4. Analistas (requisitos, redes) 5. DBA 6. Testador Instalações 1. Fábrica de softwares Equipamentos Materiais de consumo estações de trabalho 2. 1 Servidor Dell Power Edge T Impressoras Laserjet HP P Papel A4 2. Envelopes pardo 3. Clips 4. Canetas 5. Grampeadores / Grampos

11 6. Água 7. Copos descartáveis Serviços de terceiros 1. Link ADSL 2. Linha telefônica 7.2. Estimativas de custos Atividade Qtd. Valor Unit. Mão de obra - (hora) Valor Total (mês) Valor total (projeto) Gerente de projeto Desenvolvedores (4 meses) Supervisor de desenvolvimento (4 meses) Analistas (requisitos, redes) (4 meses) DBA Testador Instalações - sala/mês - Fábrica de softwares Equipamentos - aluguel/mês - Estações de trabalho Servidor Dell Power Edge T Impressoras Laserjet HP P Materiais de consumo Papel A Envelopes pardo Clips Canetas Grampeadores / Grampos Água Copos descartáveis Serviços de terceiros Link ADSL Linha telefônica Custo do projeto Média (Mês) Total/contrato

12 7.3. Orçamento 8. PESSOAS 8.1. Organograma 8.2. Matriz de Responsabilidades SYSLOG Bruno Douglas Isaque Érika Horácio Paulo Rodrigo Diretoria RS RP RS RS RS RS RS Administrativo RS RS RS RS RS RP RS Logística de Entrega RS RS RS RS RP RS RS Comercial RS RS RS RS RS RS RP Financeiro RS RS RP RS RS RS RS

13 Compras e Controle de Estoque RP RS RS RS RS RS RS Vendas RS RS RS RP RS RS RS RP = responsabilidade principal RS = responsabilidade de suporte 8.3. Recrutamento

14 8.4. Plano de Gerenciamento da Equipe A equipe será administrada e monitorada pelo DBA ou responsável de mesmo grau hierárquico cabendo, dentre outra prerrogativas, acompanhar todo o andamento e auxiliar nas devidas dúvidas deste documento, que definirá o plano de trabalho e horários, mas que terão suas metas definidas conforme o planejamento definido pelo gerente do projeto que terá total autonomia de manipulação, observando o melhor desenvolvimento do projeto. O grupo estará desenvolvendo todas as tarefas de forma coesa e síncrona para evitar qualquer falha no decorrer do projeto. A divisão da carga horária vai ser dividida da seguinte forma. 40 horas por semanais Todos os integrantes da equipe iniciarão seus trabalhos na preliminar do início do projeto fazendo os estudos de caso nas respectivas áreas de especialização

15 9. RISCOS 9.1. Identificação dos riscos Anexo I 10. QUALIDADE 10.1 Especificações funcionais do produto No. Descrição Prioridade do Cliente Observações (Crítico, Útil e Importante) 1 Romaneio das entregas Crítico Documento com a relação das entregas 2 Roteirização Crítico Roteirização das entregas 3 Faturamento de Pedidos Crítico Movimenta estoque e gera contas a receber 4 Análise de Vendas Útil Relatórios com informações de vendas diárias 5 Análise de Metas Crítico De acordo com as metas estabelecidas no sistema esse relatório faz um acompanhamento diário 6 Gestão das compras Crítico Relatório de compras da empresa 7 Controle do estoque Crítico Relatório de estoque por almoxarifado 8 Prestação de Contas Útil 9 Controle de contas a Pagar Crítico Controle de contas a pagar 10 Controle de Contas a Receber Crítico Controle de contas a receber 11 Fluxo de caixa Crítico Consultas por período de débito e crédito 12 Roteirização dos clientes Crítico Controle de visitas por dia e ordem 13 Pedido on-line Crítico Transmissão das vendas on-line 14 Atualização das informações de clientes em tempo real Crítico Atualização de informações toda vez que é sincronizado o PDA 15 Cadastro de Usuários Crítico Cadastro de usuários ao sistema 16 Controle de níveis de acesso Útil Controle de permissões ao sistema 10.2 Indicadores de sucesso do projeto Comprimento do Cronograma, produtos entregues conforme planejado Reuniões quinzenais; Relatórios de produção e acompanhamento; Número de produtos realizados no período; Número de produtos previstos no período;

16 Número de vezes que um produto foi refeito ou não homologado; Número de requisitos corretos e definidos; Pesquisa de satisfação do cliente Procedimento e método para garantir a qualidade do produto e do projeto Será usado o Atestado de Conformidade, que atestará o fornecimento dos produtos referente à entrega e serviços prestados em total conformidade com as especificações técnicas exigidas, os prazos e termos firmados na contratação. Assegurando a qualidade do serviço prestado. Este documento tem validade de um ano a partir da data de emissão. 11. COMUNICAÇÃO 11.1 Documentos a serem gerados ao longo do projeto: Agenda e atas de reuniões; Cronogramas; Relatórios de acompanhamento; Contatos de colaboradores e fornecedores; Detalhamento de rotinas administrativas dos usuários; Atestado de homologação das fases do projeto; Notas fiscais de serviços e materiais Necessidade de comunicação a serem atendidas Cliente Relatórios de acompanhamento. Relatórios de homologação. Cronogramas de atividades. Agenda e atas de reuniões. Fornecedores Colaboradores Cronogramas de atividades. Relatórios de homologação. Contratada (gerente de projetos) Agenda e atas de reuniões.

17 Cronogramas. Relatórios de acompanhamento. Contatos de colaboradores e fornecedores. Detalhamento de rotinas administrativas dos usuários. Relatórios de homologação das fases do projeto. Notas fiscais de serviços e materiais Plano de Distribuição de Informações Interessado Documento Tipo Momento Relatório de acompanhamento Ofício Etapa/Solicitação Cliente Relatório de homologação Ofício Etapa Cronograma de atividades Ofício Início Agenda e ata de reuniões Ata/Ofício Início/Etapa/Solicitação Cronograma de atividades Circular/Memorando Início Relatório de homologação Circular/Memorando Etapa Colaboradores Detalhamento de rotinas Circular/Memorando administrativas dos usuários Início Agenda e ata de reuniões - Sempre Cronograma de atividades - Sempre Relatório de acompanhamento - Sempre Contratada (gerente de projetos) Contatos (colaboradores e - fornecedores) Sempre Detalhamento de rotinas - administrativas dos usuários Sempre Relatório de homologação - Sempre Notas fiscais de serviços e materiais - Sempre

18 11.4 Programação de Reuniões Etapas Especificação Data início Horários Interessado Levantamento e documentação Especificações Técnicas Desenvolvimento Implementação do sistema Treinamento de usuários Contratações 2/ago 08 as 12/14 as 18 Colaboradores - Gerente -RH Requisitos 3/ago 09:30 hs Colaboradores - Gerente -Cliente Regras de negócio 4 a 7 de agosto 14hs Cliente - Gerente Levantar custos 8/ago 09:30 hs Financeiro - Gerente Elaborar especificação de casos de uso. 9/set 08:15 hs Elaborar o MER (conceitual, lógico e 20 a 30 de set 08:15 hs Colaboradores - Gerente físico). Instalar BD. 03 a 09 de out 08:15 hs Relatórios de etapa 9/out 14:30 hs Cliente - Gerente Desenvolvimento Testes Homologação Produção Relatórios de etapa 10, 15 e 30/nov 30/nov 08:30 hs 14:30 hs Colaboradores - Gerente Cliente - Gerente Finalização Implementação Relatórios de etapa 26/nov 30/dez 08:30 hs 14:30 Colaboradores - Gerente Cliente - Gerente Elaboração de manuais Treinamento Relatórios de etapa - Entrega final 20/dez 27/jan 08:40 hs 09:30 hs Colaboradores - Gerente Cliente - Gerente 12. FORNECEDORES Equipamentos Código Discriminação Qtde Valor Unit. Valor Total Estações de trabalho Servidor Dell Power Edge T Impressoras Laserjet HP P Valor total estimado para Equipamentos R$ Material de Consumo Código Discriminação Qtde Valor Unit. Valor Total Papel A4 Caixa Envelope pardo Clips Canetas Grampeadores / Grampos Água galão de 20 litros Copos descartáveis Tonner colorido Tonner preto Valor total estimado para Material de Consumo R$ Serviço de Terceiros Código Discriminação Valor Total Link ADSL Linha telefônica Valor total estimado para Serviço de Terceiros R$ 0 Fornecedores Potenciais Código Discriminação Valor Total

19 00015 Mobiliária Athenas CTIS Papelaria Ritz GVT Valor total estimado para Fornecedores Potenciais R$ 12.1 Plano de Suprimentos Fornecedor Tipo Mod alidade de contratação Imob iliária Athenas CTIS S ala Equipamentos de informática Menor preço/boa localização (Menor orçamento) Custo/benefício (Menor orçamento) Papelaria Ritz Materiais de consumo Custo/benefício (Menor orçamento) GVT Serviço banda larga e de telefon ia Largura de banda e plano de voz (Menor orçamento) Concordo com os termos apresentados. Douglas Antony Gerente de Projetos Ideal Solutions Marcelo Persegona Projetos 1 Faculdade Senac

20 13. ANEXOS

21 Item 9.1 Riscos Conseqüências Fator FDA Impacto Probabilidade Responsável Perder o código fonte Perder todo o trabalho realizado Queda de luz Alto Média Desenvolvedor Plano de Contingência Plano de Ação Usar no-break e fazer backup Imprevistos com colaboradores, impossibilitando a continuidade temporária ou permanente do projeto Atraso na entrega das etapas Falta do pessoal Alto Média Gerente do Projeto Manter contato com número extra de colaboradores para haver tempo de substituição provisória ou permanente Pessoal qualificado para execução do projeto Baixa qualidade do produto e Insatisfação do cliente Seleção de pessoal Alto Baixa Gerente do Projeto Substituir por profissional qualificado Custos acima do previsto Indisponibilidade dos recursos para finalizar o projeto Planejamento com falha Alto Baixa Gerente do projeto Realizar um planejamento detalhado e total controle de todas as atividades Atraso no cronograma Entrega do produto fora do prazo Controle das atividades e acompanhamento com falhas Alto Médio Desenvolvedor e Analista de Sistemas Acompanhar e controlar as atividades Invalidação dos artefatos concluídos Realizar novos levantamentos dos requisitos Levantamento das falhas dos requisitos Alto Médio Analista de Requisitos Acompanhar e atestar que o levantamento dos requisitos está de acordo 21

22 com a necessidade do cliente Alterar requisitos do projeto Alteração no cronograma, tempo e custo no projeto Especificações novas solicitadas pelo cliente Médio Média Analista de Requisitos Reuniões com o cliente para feedback Ausência e saída de membros da equipe Atraso no cronograma do projeto Insatisfação profissional e perfil do profissional não adequado Média Médio Gerente do projeto Infraestrutura adequada para a equipe Desistência de contratante durante o projeto O Projeto não será finalizado Alto risco e custo Alto Baixo Gerente do projeto Elaborar os documentos Termo de Abertura e Declaração do Escopo de forma clara 22

SYSLOG Sistema de Logística. Modelo do Projeto

SYSLOG Sistema de Logística. Modelo do Projeto SYSLOG Sistema de Logística Modelo do Projeto Fac Senac Sumário 1. Título do Projeto... 3 2. Equipe de Elaboração do Projeto... 3 3. Apresentação... 3 4. Justificativa... 3 a. Benefícios esperados... 3

Leia mais

SYSLOG Sistema de Logística Documento de Visão. Versão 2.3

SYSLOG Sistema de Logística Documento de Visão. Versão 2.3 Documento de Visão Versão 2.3 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 25/02/2011 1.0 Versão Inicial Douglas Antony dos Santos 04/03/2011 1.1 Revisão RF e NF Douglas Antony dos Santos 04/03/2011

Leia mais

Projeto Disciplinar de Infraestrutura de Software SYSLOG SISTEMA DE LOGÍSTICA. Professor Orientador da disciplina Infra-Estrutura de Software

Projeto Disciplinar de Infraestrutura de Software SYSLOG SISTEMA DE LOGÍSTICA. Professor Orientador da disciplina Infra-Estrutura de Software 1 Projeto Disciplinar de Infraestrutura de Software SYSLOG SISTEMA DE LOGÍSTICA EDILBERTO SILVA 1, DOUGLAS ANTONY DOS SANTOS (1023144) 2, PAULO HENRIQUE RORIZ (1023554) 2,HORÁCIO GRANJEIRO NETO (1023148)

Leia mais

Cláudia Araújo Coordenadora Diego Macêdo Programador Marcelo Rodrigues Suporte

Cláudia Araújo Coordenadora Diego Macêdo Programador Marcelo Rodrigues Suporte BCON Sistema de Controle de Vendas e Estoque Declaração de escopo Versão 1.0 Histórico de Revisão Elaborado por: Filipe de Almeida do Amaral Versão 1.0 Aprovado por: Marcelo Persegona 22/03/2011 Time da

Leia mais

Declaração de Escopo

Declaração de Escopo 1/9 Elaborado por: Adriano Marra, Bruno Mota, Bruno Leite, Janaina Versão: 1.4 Lima, Joao Augusto, Paulo Takagi, Ricardo Reis. Aprovado por: Porfírio Carlos Roberto Junior 24/08/2010 Time da Equipe de

Leia mais

Projeto. SysTrack. Grupo 01 - SysTrack. Maio 2011 Página 1

Projeto. SysTrack. Grupo 01 - SysTrack. Maio 2011 Página 1 Projeto SysTrack Grupo 01 - SysTrack Maio 2011 Página 1 Sumário 1. Título do Projeto... 3 2. Apresentação... 3 3. Equipe de Elaboração do Projeto... 3 3.1 Organograma de empresa Tech House... 4 4. Justificativa...

Leia mais

SISCVP SISTEMA DE CONTROLE VARANDAS

SISCVP SISTEMA DE CONTROLE VARANDAS SISCVP SISTEMA DE CONTROLE VARANDAS DECLARAÇÃO DE ESCOPO SCOPE STATEMENT Preparado por CCPD- Companhia de Criação, Programação e Desenvolvimento 1.3 Aprovado por Erick Richards Data 08/08/2010 I - Time

Leia mais

CRM GESTÃO DOS SERVIÇOS AOS CLIENTES

CRM GESTÃO DOS SERVIÇOS AOS CLIENTES Página 1 de 6 Este sistema automatiza todos os contatos com os clientes, ajuda as companhias a criar e manter um bom relacionamento com seus clientes armazenando e inter-relacionando atendimentos com informações

Leia mais

SYSLOG - Sistema de Logística

SYSLOG - Sistema de Logística Integrantes (Grupo 3) Douglas Antony (Gerente) Bruno Sout Erika Nascimento Horácio Grangeiro Isaque Jerônimo Paulo Roriz Rodrigo Lima Versão:01.00 Data:18/05/2011 Identificador do documento:lr Versão do

Leia mais

1 SOBRE O PORTAL TRANSPES (e-transp)

1 SOBRE O PORTAL TRANSPES (e-transp) SUMÁRIO 1 SOBRE O PORTAL TRANSPES (e-transp)... 3 2 REQUISITOS PARA UTILIZAÇÃO DO SISTEMA... 4 3 ACESSO AO SISTEMA (ATORES: TRANSPES/ CLIENTE)... 5 4 PRIMEIROS PASSOS (CADASTROS)... 7 4.1 Cadastros de

Leia mais

Sistema de Armazenamento de Dados Eleitorais - SisElege

Sistema de Armazenamento de Dados Eleitorais - SisElege Faculdade de Tecnologia Senac DF Sistema de Armazenamento de Dados Eleitorais - SisElege Documento de Visão Versão 4.0 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 05/09/2014 1.0 Versão Inicial do

Leia mais

Sistema de Automação Comercial de Pedidos

Sistema de Automação Comercial de Pedidos Termo de Abertura Sistema de Automação Comercial de Pedidos Cabana - Versão 1.0 Iteração 1.0- Release 1.0 Versão do Documento: 1.5 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011

Leia mais

Termo de Abertura. Projeto: SysTrack. Documento: 1.0

Termo de Abertura. Projeto: SysTrack. Documento: 1.0 Termo de Abertura Projeto: SysTrack Documento: 1.0 1 Nome do Projeto: SysTrack Centro de Custo: XXXX Gerente do Projeto: Renato Santos Empresa contratante: Hórus Empresa contratada: TechHouse Método de

Leia mais

Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1

Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1 Termo de Abertura Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1 Iteração 1.0- Release 1.0 Versão do Documento: 1.1 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011 1.0 Versão

Leia mais

InfoMix Tecnologia. Soluções em Tecnologia da Informação. SYSFARM Sistema de Gerenciamento de Farmácias

InfoMix Tecnologia. Soluções em Tecnologia da Informação. SYSFARM Sistema de Gerenciamento de Farmácias SYSFARM Sistema de Gerenciamento de Farmácias Documento de Visão Versão 3.0 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 06/08/2009 1.0 Levantamento das necessidades do cliente, e planejamento das

Leia mais

Declaração do Escopo do Projeto. SysTrack

Declaração do Escopo do Projeto. SysTrack Declaração do Escopo do Projeto SysTrack Nome do Projeto: SysTrack Versão do Documento: 1.0 Elaborado por: André Ricardo, André Luiz, Daniel Augusto, Diogo Henrique, João Ricardo e Roberto Depollo. Revisado

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

Documento de Visão. Sistema de Ponto Eletrônico A2MEPonto. Versão 1.0

Documento de Visão. Sistema de Ponto Eletrônico A2MEPonto. Versão 1.0 Documento de Visão Sistema de Ponto Eletrônico A2MEPonto Versão 1.0 HISTÓRICO DE REVISÕES Data Versão Descrição Autor 23/10/2010 #1 Elaboração do documento. Eduardo Neto Versão 1.0 Documento de Visão A2ME

Leia mais

InfoMix Tecnologia. Soluções em Tecnologia da Informação. SYSFARM Sistema de Gerenciamento de Farmácias. Documento Requisitos Versão 1.

InfoMix Tecnologia. Soluções em Tecnologia da Informação. SYSFARM Sistema de Gerenciamento de Farmácias. Documento Requisitos Versão 1. SYSFARM Sistema de Gerenciamento de Farmácias Documento Requisitos Versão 1.1 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 06/09/2009 1.0 Elaboração da para análise da 1º versão Marcos Silva do documento

Leia mais

1.Introdução. 2. Posicionamento

1.Introdução. 2. Posicionamento 1.Introdução 1.1 Finalidade Este documento tem o objetivo de demonstrar as necessidades e problemas que a rede de clínicas de vacinação IMUNIZA encontra em seu dia a dia, propondo após um levantamento

Leia mais

POLÍTICA ORGANIZACIONAL

POLÍTICA ORGANIZACIONAL POLÍTICA ORGANIZACIONAL PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE NA DR TECH Data 01/03/2010 Responsável Doc ID Danielle Noronha PoliticaOrg_DR_V003 \\Naja\D\Gerenciamento\Política Localização Organizacional Versão

Leia mais

Sistemas de Informações. Daniel Gondim

Sistemas de Informações. Daniel Gondim Sistemas de Informações Daniel Gondim Roteiro da Aula SPT Sistema de Processamento de Transações Visão geral; métodos e objetivos Atividades no processamento de transações Controle de Administração Aplicações

Leia mais

Av. Santos Dumont, 505 - Sala 203 Londrina-PR CEP 86039-090 Tel.: 43 3029 4544 e-mail: comercial@arandusistemas.com.br Site:

Av. Santos Dumont, 505 - Sala 203 Londrina-PR CEP 86039-090 Tel.: 43 3029 4544 e-mail: comercial@arandusistemas.com.br Site: ARANDU SISTEMAS O objetivo principal da Arandu é oferecer ferramentas que facilitem a GESTÃO EMPRESARIAL, que sejam inteligentes, viáveis e rápidos, procurando sempre a plena satisfação do Cliente. As

Leia mais

Grupo 05 EAP e Dicionário Versão 3.0 2º Semestre Gestão de TI Unidade 903 Sul

Grupo 05 EAP e Dicionário Versão 3.0 2º Semestre Gestão de TI Unidade 903 Sul 1.1 Definir Termo de Abertura do Projeto 1.2 Definir Documento de Visão 1.0 Início 1.3 Levantar Requisitos 1.4 Validar Requisitos 1.5 Definir Escopo 1.6 Definir Regra de Negócio 2.0 Elaboração 2.1 Definir

Leia mais

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software EMPRESA PERSONAL LAPTOP S SISTEMA INTEGRADO COMERCIAL

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software EMPRESA PERSONAL LAPTOP S SISTEMA INTEGRADO COMERCIAL Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software EMPRESA PERSONAL LAPTOP S SISTEMA INTEGRADO COMERCIAL EDILBERTO SILVA, CLEYCIONE (9245) 2, JONATHAN CAVALCANTE (9288) 2, MARCELO GOMES (9240) 2, NILTON

Leia mais

METODOLOGIA DE IMPLANTAÇÃO INFOECIA. Introdução

METODOLOGIA DE IMPLANTAÇÃO INFOECIA. Introdução Introdução O objetivo deste documento é descrever de uma forma simplificada, o processo implantação de sistemas corporativos da Infoecia. Neste documento é apresentado o ciclo de vida padrão dos projetos

Leia mais

MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO DO MÓDULO NOTA FISCAL ELETRONICA

MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO DO MÓDULO NOTA FISCAL ELETRONICA MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO DO MÓDULO NOTA FISCAL ELETRONICA MARKANTY INFORMÁTICA Sistemas para Automação Comercial Gestão Empresarial e Fábrica de Software (Específicos) Princípios de nossos Profissionais:

Leia mais

Sistema Datachk. Documento de Requisitos. Versão <1.2> Z u s a m m e n a r b e i t I d e i a s C o l a b o r a t i v a s

Sistema Datachk. Documento de Requisitos. Versão <1.2> Z u s a m m e n a r b e i t I d e i a s C o l a b o r a t i v a s Documento de Requisitos Versão Z u s a m m e n a r b e i t I d e i a s C o l a b o r a t i v a s 2010 2 Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autores 27/04/2010 1.0 Criação da primeira versão

Leia mais

Codificar Sistemas Tecnológicos

Codificar Sistemas Tecnológicos Codificar Sistemas Tecnológicos Especificação dos Requisitos do Software Sistema de gestão para a Empresa Cliente SlimSys Autor: Equipe Codificar Belo Horizonte MG Especificação dos Requisitos do Software

Leia mais

Guia Rápido do Usuário

Guia Rápido do Usuário Guia Rápido do Usuário 1 Apresentação Auxiliar o cliente Mesa01 de forma rápida e eficaz é o objetivo deste Manual Através dele, você conseguirá esclarecer dúvidas do dia-a-dia na utilização do sistema

Leia mais

MANUAL DA EMPRESA DESENVOLVEDORA DE PROGRAMA APLICATIVO FISCAL - PAF-ECF (RESPONSÁVEL TÉCNICO)

MANUAL DA EMPRESA DESENVOLVEDORA DE PROGRAMA APLICATIVO FISCAL - PAF-ECF (RESPONSÁVEL TÉCNICO) SECRETARIA DA FAZENDA DE GOIÁS SUPERINTENDÊNCIA DA RECEITA ESTADUAL GEAF - GERÊNCIA DE ARRECADAÇÃO E FISCALIZAÇÃO COAF - COORDENAÇÃO DE AUTOMAÇÃO FISCAL MANUAL DA EMPRESA DESENVOLVEDORA DE PROGRAMA APLICATIVO

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DO M3

MANUAL DO USUÁRIO DO M3 MANUAL DO USUÁRIO DO M3 1 CADASTROS 1.1 Clientes Abre uma tela de busca na qual o usuário poderá localizar o cadastro dos clientes da empresa. Preencha o campo de busca com o nome, ou parte do nome, e

Leia mais

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento Aumente a eficiência de seu negócio O Versa é um poderoso software de gestão de negócios para editoras, distribuidoras e livrarias. Acessível e amigável, o sistema foi desenvolvido especificamente para

Leia mais

Estudo de Caso. Projeto Correspondência Eletrônica nos Correios S.A.

Estudo de Caso. Projeto Correspondência Eletrônica nos Correios S.A. Estudo de Caso Projeto Correspondência Eletrônica nos Correios S.A. A Presidência dos Correios vislumbrou a possibilidade da Empresa apresentar aos seus clientes um novo serviço, que foi denominado de

Leia mais

IV PLANO DE GERENCIAMENTO DE TEMPO

IV PLANO DE GERENCIAMENTO DE TEMPO IV PLANO DE GERENCIAMENTO DE TEMPO 1 - Descrição do Plano de Gerenciamento detempo (PMBOK) O gerenciamento de tempo do projeto inclui os processos necessários para realizar o término do projeto no prazo.

Leia mais

Especificação do Caso de Uso. Manter Cliente. Versão 1.0

Especificação do Caso de Uso. Manter Cliente. Versão 1.0 Especificação do Caso de Uso Manter Cliente Versão 1.0 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 27/05/2011 1.0 Elaboração do documento Isaque J. Barbosa Índice 1. Manter Cliente 3 1.1 Breve Descrição...

Leia mais

Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Universidade Estadual do Oeste do Paraná Universidade Estadual do Oeste do Paraná Estudo de Requisitos de um software para uma loja de lentes de contato Bruno Eduardo Soares Leonardo Zanotto Baggio Maykon Valério da Silva Cascavel, 10 de Junho

Leia mais

SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE TRANSAÇÕES (SPT) PARADA OBRIGATÓRIA!!! SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (SPT, SIG e ERP) CONTEÚDO DA AULA

SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE TRANSAÇÕES (SPT) PARADA OBRIGATÓRIA!!! SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (SPT, SIG e ERP) CONTEÚDO DA AULA PROF.ª MARCIA CRISTINA DOS REIS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 14/08/2012 Aula 4 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO (SPT, SIG e ERP) PARADA OBRIGATÓRIA!!! LEITURA DO LIVRO DO TURBAN, RAINER JR E POTTER Sistemas SPT p. 212

Leia mais

Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários

Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários Secretaria De Estado de Fazenda Superintendência de Gestão da Informação Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários DECLARAÇÃO DE COMPRA

Leia mais

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX)

CEP 2 100 99010-640 0 (XX) 54 3316 4500 0 (XX) ANEXO 2 INFORMAÇÕES GERAIS VISTORIA 1. É obrigatória a visita ao hospital, para que a empresa faça uma vistoria prévia das condições, instalações, capacidade dos equipamentos, migração do software e da

Leia mais

Gestor Empresarial - Financeiro. Release Versão 1.076

Gestor Empresarial - Financeiro. Release Versão 1.076 Gestor Empresarial - Financeiro Release Versão 1.076 Maio/2013 Produto : AeroSoft Gestor Empresarial - Financeiro Versão : v1.076 Data Liberação : 21/04/2013 A seguir são apresentadas as novas funções

Leia mais

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA Manual do Usuário SisCommercePDV NFC-e Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA MANUAL DO USUÁRIO SisCommercePDV Emissor de Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) *Manual em desenvolvimento

Leia mais

NEW VISION TECNOLOGIA DIGITAL LTDA CNPJ: 07.192.212/0001-67 PRAÇA AFRANIO MELO FRANCO, 75 - CENTRO PARACATU MG

NEW VISION TECNOLOGIA DIGITAL LTDA CNPJ: 07.192.212/0001-67 PRAÇA AFRANIO MELO FRANCO, 75 - CENTRO PARACATU MG NEW VISION TECNOLOGIA DIGITAL LTDA CNPJ: 07.192.212/0001-67 PRAÇA AFRANIO MELO FRANCO, 75 - CENTRO PARACATU MG 38600-000 (38) 3671-7141 // 0800 095 7070 1. APRESENTAÇÃO Queremos neste momento expressar

Leia mais

DOCUMENTO DE REQUISITOS

DOCUMENTO DE REQUISITOS 1/38 DOCUMENTO DE REQUISITOS GED Gerenciamento Eletrônico de Documentos Versão 1.1 Identificação do Projeto CLIENTE: NOME DO CLIENTE TIPO DO SISTEMA OU PROJETO Participantes Função Email Abilio Patrocinador

Leia mais

ENGENHARIA DE SOFTWARE

ENGENHARIA DE SOFTWARE Pág. 1 0. ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...2 2. OBJETIVOS....2 3. ESTIMATIVAS DO PROJETO....4 4. RISCOS DO PROJETO....5 4.1. Identificação e Análise dos Riscos....5 4.1.1. Riscos de Projeto...6 4.1.2. Riscos Técnicos....6

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

PROJETO DO SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS

PROJETO DO SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS Universidade Federal de Pernambuco Departamento de Informática Curso de Especialização em Tecnologia da Informação Turma 3 PROJETO DO SISTEMA DE ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS Professor: Alexandre Vasconcelos

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Sistemas de Processamento de Transações

Sistemas de Processamento de Transações Sistemas de Processamento de Transações Ampliando o Conceito SPT - Conceito Sistemas de Processamento de Transações processam os dados necessários para a automação das tarefas operacionais de uma organização.

Leia mais

TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO DE SUBLICENÇA DE USO, INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DO SOFTWARE PAY&GO

TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO DE SUBLICENÇA DE USO, INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DO SOFTWARE PAY&GO TERMO DE ADESÃO AO CONTRATO DE SUBLICENÇA DE USO, INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DO SOFTWARE PAY&GO IDENTIFICAÇÃO VENDA Razão Social: Nome Fantasia: CNPJ (MF): Insc.Est.: Endereço: Nº: Compl.: Bairro: CEP: Cidade:

Leia mais

Elaboração dos documentos

Elaboração dos documentos Estudo de Caso Área de conhecimento Gerência de Escopo Projeto Correspondência Eletrônica nos Correios S.A. A Presidência dos Correios vislumbrou a possibilidade da Empresa apresentar aos seus clientes

Leia mais

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA.

VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. VIAÇÃO SÃO BENTO LTDA. SISTEMA AUTOMÁTICO DE BILHETAGEM ELETRÔNICA MANUAL DO VTWEB CLIENT CADASTROS /PEDIDOS E PROCEDIMENTOS Resumo Esse manual tem como o seu objetivo principal a orientação de uso do

Leia mais

Gerência do Posto Fiscal Novo Portal de Notas

Gerência do Posto Fiscal Novo Portal de Notas Gerência do Posto Fiscal Novo Portal de Notas ESCOPO A Oi, através do seu Posto Fiscal, está implementando o novo Portal de Notas Fiscais! Com o objetivo de melhorias nos processos, garantias fiscais e

Leia mais

Módulo 14. CgaInformatica. NFe. NFe para o Sistema Retwin

Módulo 14. CgaInformatica. NFe. NFe para o Sistema Retwin Módulo 14 CgaInformatica NFe NFe para o Sistema Retwin 2 Sumário O que é... 3 Benefícios... 3 Requisitos para Instalação e Implantação... 3 Obrigação Backup... 4 Configuração Geral do Sistema... 5 Cadastro

Leia mais

Sistema de Devolução Web

Sistema de Devolução Web Manual Sistema de Devolução Web Usuário Cliente ÍNDICE Sumário 1. Prazos...3 2. Solicitação de Devolução... 4 3. Autorização de Devolução... 4 4. Coleta de Mercadoria... 4 5. Acompanhamento da Devolução...

Leia mais

Relacionamento Clientes

Relacionamento Clientes FENÍCIA CRM & SRM O Fenícia CRM (Customer Relationship Management - Sistema de Gerenciamento do Relacionamento com os Clientes) é uma ferramenta de gestão com foco no cliente, essencial para angariar e

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE MANUAL PARA REQUISITANTES

SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE MANUAL PARA REQUISITANTES UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO UNIVERSITÁRIO DIRETORIA GERAL DE ADMINISTRAÇÃO SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE MANUAL PARA REQUISITANTES SISTEMA 1ª EDIÇÃO SETEMBRO/2013

Leia mais

NEW VISION TECNOLOGIA DIGITAL LTDA CNPJ: 07.192.212/0001-67 PRAÇA AFRANIO MELO FRANCO, 75 - CENTRO PARACATU MG

NEW VISION TECNOLOGIA DIGITAL LTDA CNPJ: 07.192.212/0001-67 PRAÇA AFRANIO MELO FRANCO, 75 - CENTRO PARACATU MG NEW VISION TECNOLOGIA DIGITAL LTDA CNPJ: 07.192.212/0001-67 PRAÇA AFRANIO MELO FRANCO, 75 - CENTRO PARACATU MG 38600-000 (38) 3671-7141 // 0800 095 7070 1. APRESENTAÇÃO Queremos neste momento expressar

Leia mais

INTRODUÇÃO REQUISITOS TECNOLÓGICOS E DE AMBIENTE

INTRODUÇÃO REQUISITOS TECNOLÓGICOS E DE AMBIENTE INTRODUÇÃO Na intenção de realizar um novo sistema financeiro para a gestão de recursos de convênios celebrados pela Academia Brasileira de Ciências, o setor de informática juntamente com o setor financeiro

Leia mais

Sistema Gerenciador de Locadora Documento de Visão

Sistema Gerenciador de Locadora Documento de Visão Documento de Visão Sistema Gerenciador de Locadora Documento de Visão Versão 1.2 Responsável: Gustavo Teles DV01 Documento de Visão 01 Página 1 de 8 Controle de Alteração: Data Versão Descrição Autor 09/03/2012

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Para dar mais agilidade e segurança à administração tributária, os Estados brasileiros, o Distrito Federal e o

Leia mais

Cloud Ability PLANO DE GERENCIAMENTO DE RECURSOS HUMANOS

Cloud Ability PLANO DE GERENCIAMENTO DE RECURSOS HUMANOS Cloud Ability PLANO DE GERENCIAMENTO DE RECURSOS HUMANOS Preparado por Erik de Oliveira Souza Diretor Presidente Versão: 1.0 Aprovado por João Victor Alves Barbosa Diretor Financeiro Data: 06-Nov-12 Douglas

Leia mais

Documento de Visão. Versão 2.5 Projeto SysTrack - Grupo 01

Documento de Visão. Versão 2.5 Projeto SysTrack - Grupo 01 Documento de Visão Versão 2.5 Projeto SysTrack - Grupo 01 Junho de 2011 Histórico de revisão: DATA VERSÃO DESCRIÇÃO AUTORES 19/02/2011 1.0 Versão inicial. João Ricardo, Diogo Henrique. 24/02/2011 2.0 Modificação

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

Procedimento Operacional

Procedimento Operacional 1/ 13 Contratos Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão Integral do PO Demais envolvidos na análise e aprovação Área / Processo Responsável Rubrica Diretoria de Engenharia

Leia mais

o GUIA COMPLETO da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica

o GUIA COMPLETO da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica o GUIA COMPLETO da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica sumário >> Introdução... 3 >> Nota fiscal eletrônica: o começo de tudo... 6 >> Nota fiscal de consumidor eletrônica (NFC-e)... 10 >> Quais as vantagens

Leia mais

2. Principais documentos relativos ao levantamento de dados do sistema

2. Principais documentos relativos ao levantamento de dados do sistema 1. Prefácio O sistema informatizado Folha de Pagamento Doméstica (GFD), vem sendo desenvolvido visando atender inicialmente a Organização Contábil Santa Rita Ltda., mas posteriormente, poderá favorecer

Leia mais

Estabelecer os procedimentos para o gerenciamento dos sistemas e demais aplicações informatizadas do TJAC.

Estabelecer os procedimentos para o gerenciamento dos sistemas e demais aplicações informatizadas do TJAC. Código: MAP-DITEC-001 Versão: 00 Data de Emissão: 01/01/2013 Elaborado por: Gerência de Sistemas Aprovado por: Diretoria de Tecnologia da Informação 1 OBJETIVO Estabelecer os procedimentos para o gerenciamento

Leia mais

Proposta Comercial. Empresa «Nome_da_empresa» Solução BPO Business Process Outsourcing. Número Proposta «Numero_Proposta» - «Versao»

Proposta Comercial. Empresa «Nome_da_empresa» Solução BPO Business Process Outsourcing. Número Proposta «Numero_Proposta» - «Versao» Proposta Comercial Empresa «Nome_da_empresa» Solução BPO Business Process Outsourcing Número Proposta «Numero_Proposta» - «Versao» Data 14 de setembro de 2012 Preparado para: «Nome» «Sobrenome» 1. Objetivo

Leia mais

Documentação de Controle de Acesso Descrição das opções disponíveis

Documentação de Controle de Acesso Descrição das opções disponíveis Módulo Cadastro SIGLA Digital Relação de Controles de Acesso Página 1 de 22 Documentação de Controle de Acesso Descrição das opções disponíveis Agenda Telefônica Cadastro simplificado de telefones. Tem

Leia mais

Conteúdo programático: Formação Gestão de Materiais

Conteúdo programático: Formação Gestão de Materiais Conteúdo programático: Formação Gestão de Materiais Informações gerais Família de Gestão: Gestão de Materiais Carga Horária: 172 horas (96 horas presencial + 76 horas e-learning) Objetivo: Proporcionar

Leia mais

1. INTRODUÇÃO 3 2. ESCOPO DO SERVIÇO DE CUSTOMIZAÇÃO 3

1. INTRODUÇÃO 3 2. ESCOPO DO SERVIÇO DE CUSTOMIZAÇÃO 3 2 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 3 2. ESCOPO DO SERVIÇO DE CUSTOMIZAÇÃO 3 2.1. OBJETIVO DOS SERVIÇOS DE CUSTOMIZAÇÕES 3 2.2. NÃO SE COMPREENDE COMO SERVIÇOS DE CUSTOMIZAÇÕES 3 2.3. RESPONSABILIDADE SOBRE ARTEFATOS

Leia mais

Política comercial Válida a partir de Novembro de 2015

Política comercial Válida a partir de Novembro de 2015 1 de 5 Política comercial Válida a partir de Novembro de 2015 1. Introdução A mobilidade corporativa deixou de ser uma tendência para fazer parte da ação estratégica das empresas. Hoje, o profissional

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Objeto. 2. Antecedentes. 3. Objeto da Licitação

TERMO DE REFERÊNCIA. 1. Objeto. 2. Antecedentes. 3. Objeto da Licitação TERMO DE REFERÊNCIA 1. Objeto 1.1. Contratação de empresa especializada em auditoria de tecnologia da informação e comunicações, com foco em segurança da informação na análise de quatro domínios: Processos

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2014 SCLCS - SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES, CONTRATOS E SERVIÇOS N.º 01/2014 Versão: 01 Data de aprovação: 7 de outubro de 2014. Ato de aprovação: Resolução n.º 112 /2014 Unidade

Leia mais

Realizando Vendas no site do Cartão BNDES

Realizando Vendas no site do Cartão BNDES Realizando Vendas no site do Cartão BNDES Fornecedor Atualizado em 16/07/2013 Pág.: 1/23 Introdução Este manual destina-se a orientar os fornecedores que irão registrar as vendas no site do Cartão BNDES,

Leia mais

Histórico da Revisão. Data Versão Descrição Autor

Histórico da Revisão. Data Versão Descrição Autor Sistema de Gerenciamento de Loja - SIGEL Documento de Visão Versão 1.0.0 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 13/01/2011 0.1 Versão preliminar do levantamento de requisitos funcionais e não

Leia mais

REQUISIÇÃO DE PROPOSTA. 1.1 Desenvolver o Plano de Continuidade de Negócios - PCN com base na ISO 22301.

REQUISIÇÃO DE PROPOSTA. 1.1 Desenvolver o Plano de Continuidade de Negócios - PCN com base na ISO 22301. REQUISIÇÃO DE PROPOSTA Esta Requisição de Proposta foi elaborada pela Gerência de Segurança Empresarial - GESEM da Cartão BRB e tem como objetivo fornecer aos interessados as especificações do objeto abaixo,

Leia mais

BCON BUSINESS CONTROL

BCON BUSINESS CONTROL BCON BUSINESS CONTROL DOCUMENTO DE REGRAS DE NEGÓCIOS VERSÃO 1.0 HISTÓRICO DE REVISÃO Data Versão Descrição Autor 10/05/11 1.0 Versão Inicial Filipe Almeida Documento de Requisitos Sumário 1. INTRODUÇÃO...

Leia mais

ÍNDICE. 1.1 Em Login do Administrador o usuário do sistema vai digitar seu Nome de Usuário e a senha, que foi criado anteriormente.

ÍNDICE. 1.1 Em Login do Administrador o usuário do sistema vai digitar seu Nome de Usuário e a senha, que foi criado anteriormente. ÍNDICE Descrição 1.0 Acessos ao Sistema 1.1 Login do Administrador 1.2 Login do Fiscal 1.3 Login do Contribuinte 2.0 Menu Principal 2.1 Gerar NFS-e 2.1.1 Gerar NFS-e 2.2 Cadastros 2.2.1 Cadastro de Atividades

Leia mais

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS

SISTEMAS DE NEGÓCIOS. a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1 SISTEMAS DE NEGÓCIOS a) SISTEMAS DE APOIO EMPRESARIAIS 1. COLABORAÇÃO NAS EMPRESAS Os sistemas colaborativos nas empresas nos oferecem ferramentas para nos ajudar a colaborar, comunicando idéias, compartilhando

Leia mais

NeXT ERP Manual do usuário. Resumo das principais funcionalidades. Dezembro/2009. NeXT Software

NeXT ERP Manual do usuário. Resumo das principais funcionalidades. Dezembro/2009. NeXT Software NeXT ERP Manual do usuário Resumo das principais funcionalidades Dezembro/2009 NeXT Software Página 1 de 33 Índice Iniciando NeXT ERP...3 Tela inicial...3 Interface padrão do NeXT ERP...3 Interface - Cadastro

Leia mais

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM CNPJ: 10.793.118/0001-78 Projeto T2Ti ERP. Módulo Comercial. Vendas e Faturamento

T2Ti Tecnologia da Informação Ltda T2Ti.COM CNPJ: 10.793.118/0001-78 Projeto T2Ti ERP. Módulo Comercial. Vendas e Faturamento Módulo Comercial Vendas e Faturamento Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Comercial Vendas e Faturamento. Todas informações aqui disponibilizadas foram retiradas no todo

Leia mais

SOFTWARE PARA ADMINISTRAÇÃO DE SALÕES DE BELEZA. O seu salão já está utilizando os recursos que o sistema TEODORA oferece?

SOFTWARE PARA ADMINISTRAÇÃO DE SALÕES DE BELEZA. O seu salão já está utilizando os recursos que o sistema TEODORA oferece? SOFTWARE PARA ADMINISTRAÇÃO DE SALÕES DE BELEZA O seu salão já está utilizando os recursos que o sistema TEODORA oferece? Não? Então conheça o sistema que é a maior inovação tecnológica voltada para o

Leia mais

CDSOFT GerConstrução O SOFWARE DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO. CDSOFT Tecnologia

CDSOFT GerConstrução O SOFWARE DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO. CDSOFT Tecnologia CDSOFT GerConstrução O SOFWARE DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO. O GerConstrução é um software de Gestão Empresarial (ERP) especializado em soluções para processos e negócios da Indústria da Construção Civil.

Leia mais

Manual do Usuário Alteração de Autônomo

Manual do Usuário Alteração de Autônomo Manual do Usuário Alteração de Autônomo Empro - Tecnologia & Informação São José do Rio Preto, São Paulo Sumário Introdução... 3 Acesso... 4 Alteração de autônomo... 6 Etapa 1 - Autônomo... 8 Etapa 2 -

Leia mais

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS E OPERACIONAIS

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS E OPERACIONAIS LANA INFORMÁTICA Declaração de conformidade CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS E OPERACIONAIS Este sistema de software está sob proteção da lei Nº 9.609, de fevereiro de 1998, tendo seu uso e aplicação definido

Leia mais

Manual para Transportadoras

Manual para Transportadoras Índice 1 Objetivo... 3 2 O Projeto e-suprir... 3 3 Introdução... 3 4 Informações Básicas... 4 4.1 Painel de Controle Compras... 4 5 Acessando o Pedido... 5 6 Digitando o Espelho de Nota Fiscal... 7 6.1

Leia mais

gesacad GESTÃO ACADÊMIDA DE ESCOLAS

gesacad GESTÃO ACADÊMIDA DE ESCOLAS gesacad GESTÃO ACADÊMIDA DE ESCOLAS Mais de uma década de experiência e evolução é o que dá ao sistema uma vasta gama de funcionalidades. Esse conhecimento que faz total diferença para sua empresa. xp+

Leia mais

Manual Wincall Atualizado em 19/09/2007 Pág. 1

Manual Wincall Atualizado em 19/09/2007 Pág. 1 MANUAL CALL CENTER Pág. 1 INTRODUÇÃO AO MODULO CALL CENTER Esse módulo do Sistema gerencia todo relacionamento da empresa com seus clientes, registrando todos os contatos realizados, controlando todo o

Leia mais

Versão <1.0> Documento de Requisitos. Documento de Requisitos. Equipe:

Versão <1.0> Documento de Requisitos. Documento de Requisitos. Equipe: Versão Documento de Requisitos Documento de Requisitos Equipe: Bruno Harada (bhhc) Edilson Augusto Junior (easj) José Ivson Soares da Silva (jiss) Pedro Rodolfo da Silva Gonçalves (prsg) Raphael

Leia mais

www.sistemainfo.com.br Há 20 anos desenvolvendo soluções para a gestão de transporte e logística. Processo de transporte e logística Objetivo

www.sistemainfo.com.br Há 20 anos desenvolvendo soluções para a gestão de transporte e logística. Processo de transporte e logística Objetivo Há 20 anos desenvolvendo soluções para a gestão de transporte e logística. Agilidade, segurança e flexibilidade nos processos são os compromissos da Sistema Informática com seus clientes. Sediada em Criciúma,

Leia mais

gessind GESTÃO INTEGRADA DE SINDICATOS, ASSOCIAÇÕES E FEDERAÇÕES

gessind GESTÃO INTEGRADA DE SINDICATOS, ASSOCIAÇÕES E FEDERAÇÕES gessind GESTÃO INTEGRADA DE SINDICATOS, ASSOCIAÇÕES E FEDERAÇÕES Mais de uma década de experiência e evolução é o que dá ao sistema uma vasta gama de funcionalidades. Esse conhecimento que faz total diferença

Leia mais

Manual de Orientações às Empresas. Programa Aprendizagem: Gestão e Negócios. Manual de Orientações às Empresas. Carga horária: 1.

Manual de Orientações às Empresas. Programa Aprendizagem: Gestão e Negócios. Manual de Orientações às Empresas. Carga horária: 1. Manual de Orientações às Empresas Programa Aprendizagem: Gestão e Negócios Carga horária: 1.333 horas Fls: [ 1 ] / [ 12] Prezado(a) Senhor(a) O Senac São Paulo está empenhado em reafirmar, em todas as

Leia mais

Tecnologia da Informação CAASP. DIS Departamento de Informática e Sistemas. Relatório Anuário 2008 Att. Gerência Geral e Diretoria CAASP

Tecnologia da Informação CAASP. DIS Departamento de Informática e Sistemas. Relatório Anuário 2008 Att. Gerência Geral e Diretoria CAASP Tecnologia da Informação CAASP DIS Relatório Anuário 2008 Att. Gerência Geral e Diretoria CAASP Introdução...03 Projetos e Fatos Relevantes 2008...03 Raio X de Investimentos e Custos...10 Considerações

Leia mais

1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino

1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino 1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino O SIE é um sistema aplicativo integrado, projetado segundo uma arquitetura multicamadas, cuja concepção funcional privilegiou as exigências da Legislação

Leia mais

jfisc al Versão 3.0 - Fevereiro/2015

jfisc al Versão 3.0 - Fevereiro/2015 jfiscal Versão 3.0 - Fevereiro/2015 Índice 1 INTRODUÇÃO E VISÃO GERAL... 1 2 INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INICIAL DO JFISCAL... 2 2.1 Download... 3 2.2 Instalação do jfiscal... 3 3 ADQUIRIR UMA LICENÇA DO

Leia mais

PLANEJAMENTO DO PROJETO

PLANEJAMENTO DO PROJETO PLANEJAMENTO DO PROJETO 1 APRESENTAÇÃO DO PROJETO O presente projeto foi aberto para realizar a gestão de todos os processos de prestação de serviços de informática, fornecimento de licença de uso perpétua,

Leia mais

NEW VISION TECNOLOGIA DIGITAL LTDA CNPJ: 07.192.212/0001-67 PRAÇA AFRANIO MELO FRANCO, 75 - CENTRO PARACATU MG

NEW VISION TECNOLOGIA DIGITAL LTDA CNPJ: 07.192.212/0001-67 PRAÇA AFRANIO MELO FRANCO, 75 - CENTRO PARACATU MG NEW VISION TECNOLOGIA DIGITAL LTDA CNPJ: 07.192.212/0001-67 PRAÇA AFRANIO MELO FRANCO, 75 - CENTRO PARACATU MG 38600-000 (38) 3671-7141 // 0800 095 7070 1. APRESENTAÇÃO Queremos neste momento expressar

Leia mais

Sumário. INSTRUÇÕES IMPORTANTES SOBRE UTILIZAÇÃO NOTA FISCAL ELETRÔNICA (NF-e)

Sumário. INSTRUÇÕES IMPORTANTES SOBRE UTILIZAÇÃO NOTA FISCAL ELETRÔNICA (NF-e) Sumário INTRODUÇÃO...2 CRONOGRAMA DE REQUISITOS...3 1ª FASE...3 2ª FASE...4 Perguntas Frequentes...5 a) Existe no site da NF-e informações de perguntas frequentes quanto à NF-e federal?...5 b) Existe algum

Leia mais