Sistema Modular e Compacto CGMCOSMOS com isolamento integral a gás Até 24 kv

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistema Modular e Compacto CGMCOSMOS com isolamento integral a gás Até 24 kv"

Transcrição

1 Aparelhagem de MT Distribuição Secundária Sistema Modular e Compacto CGMCOSMOS com isolamento integral a gás Até 24 kv

2 Depósito legal: SS0032/04

3 Índice Sistema CGMCOSMOS Descrição Geral 3 Características Principais 3 Normas Aplicadas 4 Tipos de Módulos ORMALINK 18 Segurança de Operação 18 Funções de Protecção 19 Funções de Detecção, Automatismo e Controlo Família ekorsys Accionamentos 32 Ligações de Cabos 34 Instalação e Obra de Engenharia Civil 37 Elementos Auxiliares 38 Tabela de Opções do Sistema CGMCOSMOS 40

4 A qualidade dos produtos concebidos, fabricados e instalados está assente na implementação e certificação de um sistema de gestão da qualidade, baseado na norma internacional ISO 9001:2000. O nosso compromisso com o meio ambiente é reafirmado pela implementação e certificação de um sistema de gestão ambiental de acordo com a norma internacional ISO Como consequência da constante evolução das normas e das novas concepções, as características dos elementos contidos neste catálogo estão sujeitas a alterações sem aviso prévio. Estas características, bem como a disponibilidade dos materiais, apenas são válidas após a confirmação do nosso Departamento Técnico Comercial. 2

5 Sistema CGMCOSMOS DESCRIÇÃO GERAL O sistema CGMCOSMOS é formado por um conjunto de celas modulares, unifuncionais ou multifuncionais, de reduzidas dimensões, para a configuração de diferentes esquemas de distribuição eléctrica secundária até 24 kv, tanto pública como privada. A experiência acumulada com o sistema CGMCGC, assim como a aplicação de tecnologias inovadoras e de materiais novos e ainda o cumprimento da normativa IEC, permitiu a evolução para o sistema CGMCOSMOS, que oferece melhorias em aspectos funcionais como maior compacticidade, a ergonomia na instalação e uso, a expansão da gama e uma maior fiabilidade e segurança. CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS Isolamento integral a gás SF6, proporcionando insensibilidade perante ambientes agressivos (incluindo inundações), grande vida útil e ausência de manutenção das partes activas. Modularidade total e possibilidade de ampliação futura, em ambas as direcções, através do conjunto ORMALINK. Protecção contra arco interno, protegendo as pessoas e em conformidade à norma IEC Dimensões e pesos reduzidos, facilitando as tarefas de manipulação e instalação. Operação simples e segura, grande ergonomia dos elementos de manobra, possibilidade de montar acessórios e realizar testes sob tensão, fusíveis na posição horizontal, encravamentos adicionais e alarme sonoro em caso de operações inadequadas. A união eléctrica entre os diferentes módulos é realizada através do conjunto ORMALINK (patenteado em 1991 pela Ormazabal), o que permite um elevado número de combinações, cobrindo todas as necessidades de operação e protecção em Postos de Transformação. Tanto os elementos de corte e ligação como o barramento encontramse dentro de uma cuba de aço inoxidável, cheia de gás, totalmente estanque e vedada para a vida, constituindo assim um equipamento de isolamento integral (IP 67 IEC 6029). A envolvente metálica de cada cela, fabricada com chapa de aço galvanizado, apresenta rigidez mecânica, o que garante a indeformabilidade e protecção nas condições de serviço previstas. Os equipamentos do sistema CGMCOSMOS dispõem de uma tampa dianteira, devidamente encaixada, que permite tanto o acesso aos terminais de cabos como aos portafusíveis (em disposição horizontal) de uma forma prática e segura. Facilidade de ligação de cabos, através de fichas encaixáveis ou aparafusáveis e sem necessidade de fosso ou colocação de bastidores adicionais na obra. Condições normais de serviço no interior, segundo a norma IEC Para outros valores, consultar o nosso departamento Técnico Comercial. Opcionalmente, podem também ser fornecidos isoladores de passagem para as entradas de cabos das partes laterais. Integram o ekorvpis que indica permanentemente a presença de tensão nos equipamentos. Como opção, podem ser dotados de um alarme sonoro ekorsas que emite um sinal audível em caso de tentativa de operação com o seccionador de ligação à terra que possa provocar uma quebra de tensão na linha. 3

6 NORMAS APLICADAS O sistema CGMCOSMOS cumpre as exigências das seguintes normas: IEC Aparelhagem com envolvente metálica para corrente alterna de tensões atribuídas superiores a 1 kv e inferiores a 2 kv. O sistema CGMCOSMOS foi concebido e ensaiado com protecção contra arco interno, de acordo com o anexo AA. IEC 6026 Interruptores de alta tensão. Parte 1: Interruptores de alta tensão para tensões atribuídas superiores a 1 kv e inferiores a 2 kv. IEC Seccionadores e seccionadores de ligação à terra de corrente alterna. IEC Combinações interruptorfusíveis de corrente alterna para alta tensão. IEC Estipulações comuns para as normas de aparelhagem de alta tensão. IEC Disjuntores de corrente alterna para alta tensão. IEC 602 Relés eléctricos. O sistema CGMCOSMOS supera o ensaio de imersão a uma pressão de 3 metros de coluna de água, durante 24 horas à tensão nominal e teste de isolamento a frequência industrial. *Nota: Actualmente, as normas IEC seguem um processo de renovação, pelo que em alguns casos aparecem diferentes tipos de nomenclatura. 4

7 Sistema CGMCOSMOS TIPOS DE MÓDULOS CGMCOSMOSL CGMCOSMOSS CGMCOSMOSSPt_ CGMCOSMOSP CGMCOSMOSV CGMCOSMOSM CGMCOSMOSRC_ CGMCOSMOSRB_ CGMCOSMOSRB_Pt CGMCOSMOS2LP CGMCOSMOSRLP CGMCOSMOS2L CGMCOSMOS3LP CGMCOSMOS2L2P CGMCOSMOS3L2P

8 TIPOS DE MÓDULOS FUNÇÃO DE LINHA CARACTERÍSTICAS ELÉCTRICAS CGMCOSMOSL Cela modular, função de linha ou ligação, provida de um interruptorseccionador de três posições (ligado, seccionado e ligado à terra). Utilizada para a ligação de entrada ou saída dos cabos de MT, permitindo comunicar com o barramento do conjunto geral de celas. Possibilidade de ampliação: Direita, esquerda e ambos os lados. Tensão nominal Intensidade nominal Em barras e interligação de celas [A] Ligação de linha [A] Tensão suportada nominal à frequência industrial ( Hz 1 min ) Ligação à terra entre fases e entre bornes do seccionador aberto [kv] eficaz À distância de seccionamento [kv] eficaz. Tensão suportada à onda de choque ( 1,2/ µs ) Ligação à terra entre fases e entre bornes do seccionador aberto [kv] crista À distância de seccionamento [kv] crista Intensidade de curta duração (circuito principal) Valor eficaz 1 s [ka] Valor eficaz 3 s [ka] Valor de crista [ka] Poder de corte de corrente principalmente activa [A] Poder de corte de cabos em vazio [A] Poder de corte de linhas em vazio [A] Poder de corte em anel fechado [A] Poder de corte de defeito homopolar [A] Poder de corte de defeito homopolar em cabos em vazio [A] Poder de fecho do interruptor principal (valor de crista) [ka] Categoria do interruptor conforme a IEC E2 [A/kA] (manual) E3 [A/kA] (motor) E3 [A/kA] (motor) Intensidade de curta duração (circuito de terras) Valor eficaz 1 s [ka] Valor eficaz 3 s [ka] Valor de crista [ka] Poder de fecho do seccionador de terra (valor de crista) [ka] Categoria do seccionador de terra conforme a IEC N.º de fechos em curtocircuito (*) Testes realizados com intensidade de 21 ka / 2, ka (#) Testes realizados com tensão de 24 kv 12 kv / / /40 # 630/ # /2 E2 M0 24 kv /* /* 400/40 # 630/ # 40/* 40/* E2 M0 CARACTERÍSTICAS FÍSICAS A pedido Altura mm Largura mm Profundidade mm Peso kg NOTA: As funcionalidades adicionais de protecção, medição, controlo e automatismo são pormenorizadas no seu ponto correspondente, assim como no da Família ekorsys. 6

9 Sistema CGMCOSMOS CGMCOSMOSS Cela modular, função de interruptor passante, provida de um interruptorseccionador de duas posições (ligado e seccionado). Utilizada para a interrupção em carga do barramento principal do posto de transformação. Possibilidade de ampliação: Ambos os lados. FUNÇÃO DE INTERRUPTOR PASSANTE CARACTERÍSTICAS ELÉCTRICAS Tensão nominal Intensidade nominal Em barras e interligação de celas [A] Tensão suportada nominal à frequência industrial ( Hz 1 min ). Ligação à terra entre fases e entre bornes do seccionador aberto [kv] eficaz. À distância de seccionamento [kv] eficaz Tensão suportada à onda de choque ( 1,2/ µs ) Ligação à terra entre fases e entre bornes do seccionador aberto [kv] crista À distância de seccionamento [kv] crista Intensidade de curta duração (circuito principal) Valor eficaz 1 s [ka] Valor eficaz 3 s [ka] Valor de crista [ka] Poder de corte de corrente principalmente activa [A] Poder de corte de cabos em vazio [A] Poder de corte de linhas em vazio [A] Poder de corte em anel fechado [A] Poder de fecho do interruptor principal (valor de crista) [ka] Categoria do interruptor conforme a IEC E2 [A/kA] (manual) E3 [A/kA] (motor) E3 [A/kA] (motor) (*) Testes realizados com intensidade de 21 ka / 2, ka (#) Testes realizados com tensão de 24 kv 12 kv / / /40 # 630/ # 24 kv /* 1. 40/* 400/40 # 630/ # CARACTERÍSTICAS FÍSICAS Altura mm Largura mm Profundidade mm Peso kg NOTA: As funcionalidades adicionais de protecção, medição, controlo e automatismo são pormenorizadas no seu ponto correspondente, assim como no da Família ekorsys. 7

10 TIPOS DE MÓDULOS Cela modular, função de interruptor passante com ligação à terra, provida de um interruptorseccionador de três posições (ligado, seccionado e ligado à terra). CGMCOSMOSSPtd CGMCOSMOSSPti Utilizada para a interrupção em carga do barramento principal do posto de transformação e respectiva ligação à terra do lado direito (Ptd) ou esquerdo (Pti) do corte. Possibilidade de ampliação: Ambos os lados. FUNÇÃO DE INTERRUPTOR PASSANTE COM LIGAÇÃO À TERRA CARACTERÍSTICAS ELÉCTRICAS Tensão nominal Intensidade nominal Em barras e interligação de celas [A] Tensão suportada nominal à frequência industrial ( Hz 1 min ) Ligação à terra entre fases e entre bornes do seccionador aberto [kv] eficaz À distância de seccionamento [kv] eficaz. Tensão suportada à onda de choque ( 1,2/ µs ) Ligação à terra entre fases e entre bornes do seccionador aberto [kv] crista À distância de seccionamento [kv] crista Intensidade de curta duração (circuito principal) Valor eficaz 1 s [ka] Valor eficaz 3 s [ka] Valor de crista [ka] Poder de corte de corrente principalmente activa [A] Poder de corte de cabos em vazio [A] Poder de corte de linhas em vazio [A] Poder de corte em anel fechado [A] Poder de corte de defeito homopolar [A] Poder de corte de defeito homopolar em cabos em vazio [A] Poder de fecho do interruptor principal (valor de crista) [ka] Categoria do interruptor conforme a IEC E2 [A/kA] (manual) E3 [A/kA] (motor) E3 [A/kA] (motor) Intensidade de curta duração (circuito de terras) Valor eficaz 1 s [ka] Valor eficaz 3 s [ka] Valor de crista [ka] Poder de fecho do seccionador de terra (valor de crista) [ka] Categoria do seccionador de terra conforme a IEC N.º de fechos em curtocircuito (*) Testes realizados com intensidade de 21 ka / 2, ka (#) Testes realizados com tensão de 24 kv 12 kv / / /40 # 630/ # /2 E2 M0 24 kv /* /* 400/40 # 630/ # 40/* 40/* E2 M0 CARACTERÍSTICAS FÍSICAS Altura mm Largura mm Profundidade mm Peso kg NOTA: As funcionalidades adicionais de protecção, medição, controlo e automatismo são pormenorizadas no seu ponto correspondente, assim como no da Família ekorsys. 8

11 Sistema CGMCOSMOS CGMCOSMOSP Cela modular, função de protecção com fusíveis, provida de um interruptorseccionador de três posições (ligado, seccionado e ligado à terra, antes e depois dos fusíveis) e protecção com fusíveis limitadores. Utilizada para as manobras de ligação, corte e protecção, permitindo comunicar com o barramento do conjunto geral de celas. Possibilidade de ampliação: Direita, esquerda e ambos os lados. FUNÇÃO DE PROTECÇÃO COM FUSÍVEIS CARACTERÍSTICAS ELÉCTRICAS Tensão nominal Intensidade nominal Em barras e interligação de celas [A] Saída para Transformador [A] Tensão suportada nominal à frequência industrial ( Hz 1 min ). Ligação à terra entre fases e entre bornes do seccionador aberto [kv] eficaz. À distância de seccionamento [kv] eficaz. Tensão suportada à onda de choque ( 1,2/ µs ) Ligação à terra entre fases e entre bornes do seccionador aberto [kv] crista À distância de seccionamento [kv] crista Intensidade de curta duração (circuito principal) Valor eficaz 1 s [ka] Valor eficaz 3 s [ka] Valor de crista [ka] Poder de corte de corrente principalmente activa [A] Poder de fecho do interruptor principal (valor de crista) [ka] Categoria do interruptor conforme a IEC E3 [A/kA] Poder de abertura de curtocircuito (fusíveis) [ka] Intensidade de curta duração (circuito de terras) Valor eficaz 1 s [ka] Valor eficaz 3 s [ka] Valor de crista [ka] Poder de fecho do seccionador de terra (valor de crista) [ka] Categoria do seccionador de terra conforme a IEC N.º de fechos em curtocircuito Corrente de intersecção combinado interruptorrelé ekorrpt (I máxima de corte conforme a norma TD IEC 60420) [A] Corrente de transferência combinado interruptorfusível (I máxima de corte conforme a norma TD 4 IEC 60420) [A] (*) Testes realizados com intensidade de 21 ka / 2, ka (#) Testes realizados com tensão de 24 kv 12 kv / /40 # 1/3 1/3 2./7. 2./7. E2 M kv /* /* 400/40 # 1/3 1/3 2./7. 2./7. E2 M CARACTERÍSTICAS FÍSICAS A pedido Altura mm Largura mm Profundidade mm Peso kg NOTA: As funcionalidades adicionais de protecção, medição, controlo e automatismo são pormenorizadas no seu ponto correspondente, assim como no da Família ekorsys. 9

12 TIPOS DE MÓDULOS Cela modular, função de protecção com disjuntor, provida de um disjuntor de corte em vácuo em série com o seccionador de três posições (ligado, seccionado e ligado à terra). CGMCOSMOSV Utilizada para as manobras de ligação, desligamentocorte e protecção geral da instalação, permitindo ligar com o barramento do conjunto geral de celas. Possibilidade de ampliação: Direita, esquerda e ambos os lados. FUNÇÃO DE PROTECÇÃO COM DISJUNTOR CARACTERÍSTICAS ELÉCTRICAS Tensão nominal Intensidade nominal Em barras e interligação de celas [A] Ligação de linha [A] Tensão suportada nominal à frequência industrial ( Hz 1min ). Ligação à terra entre fases e entre bornes do seccionador aberto [kv] eficaz. À distância de seccionamento [kv] eficaz. Tensão suportada à onda de choque ( 1,2/ µs ) Ligação à terra entre fases e entre bornes do seccionador aberto [kv] crista À distância de seccionamento [kv] crista Intensidade de curta duração (circuito principal) Valor eficaz 1 s [ka] Valor eficaz 3 s [ka] Valor de crista [ka] Categoria do disjuntor conforme a IEC Poder de corte de corrente principalmente activa [A] Poder de fecho do interruptor principal (valor de crista) [ka] Poder de abertura [ka] Intensidade de curta duração (circuito de terras) Valor eficaz 1 s [ka] Valor eficaz 3 s [ka] Valor de crista [ka] 12 kv /20 16/20 40/ E2 40/ 16/20 16/20 16/20 40/ 24 kv /20 16/20 40/ E2 40/ 16/20 16/20 16/20 40/ CARACTERÍSTICAS FÍSICAS Altura mm Largura mm Profundidade mm Peso kg SEQUÊNCIAS DE MANOBRA A (Aberto) 0.3 s 0.3 s 3 min CA (FechadoAberto) 1 s 3 min 3 min CA (FechadoAberto) NOTA: As funcionalidades adicionais de protecção, medição, controlo e automatismo são pormenorizadas no seu ponto correspondente, assim como no da Família ekorsys. 10

13 Sistema CGMCOSMOS CGMCOSMOSM Cela modular, função de medição. Utilizada para alojar os transformadores de medição da tensão e intensidade, permitindo comunicar com o barramento do conjunto geral de celas, através de cabo seco. FUNÇÃO DE MEDIÇÃO CARACTERÍSTICAS ELÉCTRICAS Tensão Nominal 12 kv 24 kv CARACTERÍSTICAS FÍSICAS Altura mm Largura mm Profundidade mm Peso kg (vazia) Os esquemas tipo mais frequentes para a montagem de transformadores são: Ref. 03 Ref. 04 Ref. 11 Ref. 12 Ref. 13 Ref. 14 Ref. 1 Ref. 16 Ref. 17 Nota: Para outras esquemas, consulte o nosso Departamento Técnico Comercial. TRANSFORMADORES NORMALIZADOS TENSÃO ARTECHE LABORATÓRIO ELECTROTÉCNICO ACTARIS UCH12, VCL24, VCJ24 UCL24, UCJ24, UXN24 UXJ24, VXJ24 VKPE12, VKPE24 VCF24 U24Bha, E24Bha U24Bma, E24Bma INTENSIDADE ACD12, ACF12, ACD24 ACF24, ACJ24 AED12, AEB24P AED24, AER24 J24BM, J24BR J24BQ Nota: Para outros modelos e mercados, consulte o nosso Departamento Técnico Comercial. 11

14 TIPOS DE MÓDULOS CGMCOSMOSRCd CGMCOSMOSRCi Cela modular, função de subida de cabos para o barramento. Utilizada para alojar os cabos de ligação ao barramento do conjunto geral de celas, pela direita (RCd) ou pela esquerda (RCi). FUNÇÃO DE SUBIDA DE CABOS CARACTERÍSTICAS ELÉCTRICAS Tensão nominal 12 kv 24 kv CARACTERÍSTICAS FÍSICAS Altura mm Largura mm Profundidade mm Peso kg CGMCOSMOSR2Cd CGMCOSMOSR2Ci Cela modular, função de subida de duplo cabo para o barramento. Utilizada para alojar os cabos de ligação ao barramento do conjunto geral de celas, pela direita (R2Cd) ou pela esquerda (R2Ci). FUNÇÃO DE SUBIDA DE DUPLO CABO CARACTERÍSTICAS ELÉCTRICAS Tensão nominal 12 kv 24 kv CARACTERÍSTICAS FÍSICAS Altura mm Largura mm Profundidade mm Peso kg

15 Sistema CGMCOSMOS CGMCOSMOSRBd CGMCOSMOSRBa Cela modular, função de subida de barras, com isolamento a gás. Possibilidade de ampliação: Direita e ambos os lados. Utilizada para a ligação de entrada ou saída dos cabos de Média Tensão, permitindo comunicar com o barramento do conjunto geral de celas, tanto pela direita (RBd), como por ambos os lados (RBa). FUNÇÃO DE SUBIDA DE BARRAS CARACTERÍSTICAS ELÉCTRICAS Tensão nominal Intensidade nominal Ligação e interligação de celas [A] CARACTERÍSTICAS FÍSICAS 12 kv 24 kv Altura mm Largura mm Profundidade mm Peso kg CGMCOSMOSRBdPt CGMCOSMOSRBaPt Cela modular, função de subida de barras, com isolamento a gás, provida de um seccionador de ligação à terra. Possibilidade de ampliação: Direita e ambos os lados. Utilizada para a ligação de entrada ou saída dos cabos de Média Tensão, tanto pela direita (RBdPt), como por ambos os lados (RBaPt), e para a ligação à terra dos cabos e do barramento do conjunto geral de celas. FUNÇÃO DE SUBIDA DE BARRAS COM LIGAÇÃO À TERRA CARACTERÍSTICAS ELÉCTRICAS Tensão nominal Intensidade nominal Em barras e interligação de celas [A] Ligação de linha [A] Tensão suportada nominal à frequência industrial ( Hz 1 min ). Ligação à terra entre fases e entre bornes do seccionador aberto [kv] eficaz À distância de seccionamento [kv] eficaz Poder de fecho do seccionador de terra (valor de crista) [ka] Categoria do seccionador de terra conforme a IEC N.º de fechos em curtocircuito (*) Testes realizados com intensidade de 2, ka 12 kv E2M0 24 kv 60 40/* E2M0 CARACTERÍSTICAS FÍSICAS Altura mm Largura mm Profundidade mm Peso kg

16 TIPOS DE MÓDULOS CGMCOSMOS2LP Cela compacta, duas funções de linha e uma de protecção com fusíveis, que inclui tanto as prestações das celas de linha como das de protecção, albergadas numa única cuba. Possibilidade de ampliação: Direita, esquerda, ambos os lados ou nenhum. FUNÇÃO DE LINHA E PROTECÇÃO COM FUSÍVEIS CARACTERÍSTICAS ELÉCTRICAS Tensão nominal Intensidade nominal Em barras e interligação de celas [A] Ligação de linhas [A] Saída para Transformador [A] Tensão suportada nominal à frequência industrial ( Hz 1 min ). Entre fases e entre fases e terra [kv] eficaz À distância de seccionamento [kv] eficaz Tensão suportada à onda de choque ( 1,2/ µs ) Entre fases e entre fases e terra [kv] crista À distância de seccionamento [kv] crista Intensidade de curta duração (circuito principal) Valor eficaz 1 s [ka] Valor eficaz 3 s [ka] Valor de crista [ka] Poder de corte de corrente principalmente activa [A] Poder de corte de cabos em vazio[a] Poder de corte de linhas em vazio [A] Poder de corte em anel fechado [A] Poder de corte de defeito homopolar [A] Poder de corte de defeito homopolar em cabos em vazio[a] Poder de fecho do interruptor principal [ka] Categoria do interruptor conforme a IEC E2 [A/kA] E3 [A/kA] E3 [A/kA] Poder de abertura de curtocircuito (fusíveis) [ka] Intensidade de curta duração (circuito de terras) Valor eficaz 1 s [ka] Valor eficaz 3 s [ka] Valor de crista [ka] Poder de fecho do seccionador de terra (valor de crista) [ka] Categoria do seccionador de terra conforme a IEC N.º de fechos em curtocircuito Corrente de intersecção combinado interruptorrelé ekorrpt (I máxima de corte conforme a norma TD IEC 60420) [A] Corrente de transferência combinado interruptorfusível (I máxima de corte conforme a norma TD 4 IEC 60420) [A] (*) Testes realizados com intensidade de 21 ka / 2, ka (#) Testes realizados com tensão de 24 kv CARACTERÍSTICAS FÍSICAS A pedido Linha Protecção Fusíveis 12 kv / /62, 400/40 # 630/ # /2 E2M NOTA: As funcionalidades adicionais de protecção, medição, controlo e automatismo são pormenorizadas no seu ponto correspondente, assim como no da Família ekorsys / /40 # 1/3 1/3 2./7. 2./7. E2M Linha Protecção Fusíveis 24 kv / /62, 400/40 # 630/ # /2 E2M / /40 # 1/3 1/3 2./7. 2./7. E2M Altura mm Largura mm Profundidade mm Peso kg

17 Sistema CGMCOSMOS Cela compacta, uma função de subida de barras, uma de protecção com fusíveis e uma de linha, que inclui tanto as prestações das celas de subida, como das de protecção com fusíveis e linha, albergadas numa única cuba. 1 CGMCOSMOSRLP FUNÇÃO DE SUBIDA DE BARRAS, LINHA E PROTECÇÃO COM FUSÍVEIS CARACTERÍSTICAS ELÉCTRICAS Subida Remonte Linha Tensão nominal Intensidade nominal Em barras e interligação de celas [A] Ligação de linhas [A] Saída para Transformador [A] Tensão suportada nominal à frequência industrial ( Hz 1 min ). Entre fases e entre fases e terra [kv] eficaz À distância de seccionamento [kv] eficaz 12 /24kV 12 kv Tensão suportada à onda de choque ( 1,2/ µs ) Entre fases e entre fases e terra [kv] crista À distância de seccionamento [kv] crista 7 8 Intensidade de curta duração (circuito principal) Valor eficaz 1 s [ka] Valor eficaz 3 s [ka] Valor de crista [ka] Poder de corte de corrente principalmente activa [A] Poder de corte de cabos em vazio[a] Poder de corte de linhas em vazio [A] Poder de corte em anel fechado [A] Poder de corte de defeito homopolar [A] / Poder de corte de defeito homopolar em cabos em vazio[a] Poder de fecho do interruptor principal [ka] Categoria do interruptor conforme a IEC E2 [A/kA] E3 [A/kA] E3 [A/kA] Poder de abertura de curtocircuito (fusíveis) [ka] Intensidade de curta duração (circuito de terras) Valor eficaz 1 s [ka] Valor eficaz 3 s [ka] Valor de crista [ka] Poder de fecho do seccionador de terra (valor de crista) [ka] Categoria do seccionador de terra conforme a IEC N.º de fechos em curtocircuito Corrente de intersecção combinado interruptorrelé ekorrpt (I máxima de corte conforme a norma TD IEC 60420) [A] Corrente de transferência combinado interruptorfusível (I máxima de corte conforme a norma TD 4 IEC 60420) [A] (*) Testes realizados com intensidade de 21 ka / 2, ka (#) Testes realizados com tensão de 24 kv CARACTERÍSTICAS FÍSICAS Possibilidade de ampliação: Direita, esquerda, ambos os lados ou nenhum. 630/ /40 # 630/ # /2 E2M0 Protecção Fusíveis / /40 # 1/3 1/3 2./7. 2./7. E2M Subida Linha / / /40 # 630/ # /2 E2M0 Protecção Fusíveis 24 kv Altura mm Largura mm Profundidade mm Peso kg NOTA: As funcionalidades adicionais de protecção, medição, controlo e automatismo são pormenorizadas no seu ponto correspondente, assim como no da Família ekorsys / /40 # 1/3 1/3 2./7. 2./7. E2M

18 TIPOS DE MÓDULOS CGMCOSMOS2L Cela compacta, duas funções de linha, que inclui as prestações das celas de linha, albergadas numa única cuba. Possibilidade de ampliação: Direita, esquerda, ambos os lados. FUNÇÕES DE LINHA CARACTERÍSTICAS ELÉCTRICAS Tensão nominal Intensidade nominal Em barras e interligação de celas [A] Ligação de linha [A] Tensão suportada nominal à frequência industrial ( Hz 1 min ). Ligação à terra entre fases e entre bornes do seccionador aberto [kv] eficaz À distância de seccionamento [kv] eficaz Tensão suportada à onda de choque Ligação à terra entre fases e entre bornes do seccionador aberto [kv] crista À distância de seccionamento [kv] crista Intensidade de curta duração (circuito principal) Valor eficaz 1 s [ka] Valor eficaz 3 s [ka] Valor de crista [ka] Poder de corte de corrente principalmente activa [A] Poder de corte de cabos em vazio [A] Poder de corte de linhas em vazio [A] Poder de corte em anel fechado [A] Poder de corte de defeito homopolar [A] Poder de corte de defeito homopolar em cabos em vazio [A] Poder de fecho do interruptor principal (valor de crista) [ka] Categoria do interruptor conforme a IEC E2 [A/kA] (manual) E3 [A/kA] (motor) E3 [A/kA] (motor) Intensidade de curta duração (circuito de terras) Valor eficaz 1 s [ka] Valor eficaz 3 s [ka] Valor de crista [ka] Poder de fecho do seccionador de terra (valor de crista) [ka] Categoria do seccionador de terra conforme a IEC N.º de fechos em curtocircuito (*) Testes realizados com intensidade de 21 ka / 2, ka (#) Testes realizados com tensão de 24 kv 12 kv / / /40 # 630/ # /2 E2M0 24 kv /* /* 400/40 # 630/ # 40/* 40/* E2M0 CARACTERÍSTICAS FÍSICAS A pedido Altura mm Largura mm Profundidade mm Peso kg NOTA: As funcionalidades adicionais de protecção, medição, controlo e automatismo são pormenorizadas no seu ponto correspondente, assim como no da Família ekorsys. 16

19 Sistema CGMCOSMOS CONJUNTOS PADRÃO CGMCOSMOS3LP/2L2P/3L2P Agrupamento de módulos para formar uma relé, composta por duas ou três funções de linha e uma ou duas de protecção com fusíveis, dependendo de cada caso, que incluem tanto as prestações das celas de linha como as de protecção. Possibilidade de ampliação: Direita, esquerda, ambos os lados ou nenhum. CARACTERÍSTICAS ELÉCTRICAS Linha Protecção Fusíveis Tensão nominal 12 kv Intensidade nominal Em barras e interligação de celas [A] Ligação de linhas [A] Saída para Transformador [A] 200 Tensão suportada nominal à frequência industrial ( Hz 1min ). Entre fases e entre fases e terra [kv] eficaz À distância de seccionamento [kv] eficaz Tensão suportada à onda de choque ( 1,2/ µs ) Entre fases e entre fases e terra [kv] crista À distância de seccionamento [kv] crista Intensidade de curta duração (circuito principal) Valor eficaz 1 s [ka] Valor eficaz 3 s [ka] Valor de crista [ka] Poder de corte de corrente principalmente activa [A] Poder de corte de cabos em vazio [A] Poder de corte de linhas em vazio [A] Poder de corte em anel fechado [A] Poder de corte de defeito homopolar [A] Poder de corte de defeito homopolar em cabos em vazio [A] Poder de fecho do interruptor principal [ka] Categoria do interruptor conforme a IEC E2 [A/kA] E3 [A/kA] E3 [A/kA] Poder de abertura de curtocircuito (fusíveis) [ka] Intensidade de curta duração (circuito de terras) Valor eficaz 1 s [ka] Valor eficaz 3 s [ka] Valor de crista [ka] Poder de fecho do seccionador de terra (valor de crista) [ka] Categoria do seccionador de terra conforme a IEC N.º de fechos em curtocircuito Corrente de intersecção combinado interruptorrelé ekorrpt (I máxima de corte conforme a norma TD IEC 60420) [A] Corrente de transferência combinado interruptorfusível (I máxima de corte conforme a norma TD 4 IEC 60420) [A] (*) Testes realizados com intensidade de 21 ka / 2, ka (#) Testes realizados com tensão de 24 kv 17 CARACTERÍSTICAS FÍSICAS CGMCOSMOS3LP CGMCOSMOS2L2P CGMCOSMOS3L2P ( e ) A pedido / / /40 # 630/ # /2 E2M0 1740/ 1300 e 1740/ 1300 e 1740/ 1300 e / /40 # /3 1/3 2./7. 2./7. E2M Linha Protecção Fusíveis 24 kv / / /40 # 630/ # /2 E2M NOTA: As funcionalidades adicionais de protecção, medição, controlo e automatismo são pormenorizadas no seu ponto correspondente, assim como no da Família ekorsys / /40 # 1/3 1/3 2./7. 42./7. E2M Altura mm Largura mm Profundidade mm Peso kg 38/ 3 430/ 400 2/ 490

20 ORMALINK A união eléctrica entre os diferentes módulos do sistema CGMCOSMOS é realizada através do conjunto ORMALINK, patenteado em 1991 pela Ormazabal. Em termos construtivos, as celas extensíveis dispõem de isoladores de passagem fêmea laterais, que servem para a ligação entre os respectivos barramentos principais através deste conjunto, permitindo a passagem de corrente e controlando, por sua vez, o campo eléctrico através das capas isolantes elastoméricas correspondentes, livres de descargas parciais. Não obstante, enquanto não se realize a ampliação do posto de transformação, as celas extensíveis dispõem de elementos de vedação para os isoladores de passagem fêmeas, que posteriormente devem ser retirados. Devido ao desenho do conjunto ORMALINK, é criado no seu interior uma zona equipotencial onde se alojam uma série de contactos dispostos em círculo para a ligação aos isoladores de passagem fêmea. Desta forma, conseguese uma continuidade eléctrica altamente fiável e resistente, inclusivamente à passagem de uma corrente de curtocircuito. Outros aspectos importantes são a facilidade e rapidez de instalação, inclusivamente em postos de transformação com pisos irregulares, e a capacidade de manter as mesmas características funcionais das celas. SEGURANÇA DE OPERAÇÃO ENCRAVAMENTOS O sistema CGMCOSMOS dispõe de uma série de encravamentos que permitem um serviço fiável e seguro, de acordo com as exigências da norma IEC Está garantido, por concepção e pelos encravamentos dispostos adicionalmente, que o interruptorseccionador e o seccionador de ligação à terra não podem ser fechados em simultâneo. Um encravamento accionado pelo seccionador de ligação à terra impede a abertura da tampa de acesso aos terminais dos cabos de MT, evitando operações inseguras. Além disso, o acesso aos portafusíveis nas funções de protecção, também está assegurado pelo mesmo encravamento. Qualquer operação de manobra com estes equipamentos não poderá ser realizada sem os compartimentos de cabos devidamente fechados. As celas do sistema CGMCOSMOS permitem o bloqueio de manobras por cadeado (até três), tanto do interruptor como do seccionador de ligação à terra. Opcionalmente, será possível dispor de dispositivos de encravamento de manobras com fechadura para qualquer das operações. 18

ekorrpci UNIDADES DE PROTECÇÃO, MEDIDA E CONTROLO

ekorrpci UNIDADES DE PROTECÇÃO, MEDIDA E CONTROLO IG-157-PT Instruções Gerais UNIDADES DE PROTECÇÃO, MEDIDA E CONTROLO LIB Postos de Transformação Equipamentos de Distribuição Secundária Equipamentos de Distribuição Primária Protecção e Automatização

Leia mais

projecto de postos de transformação

projecto de postos de transformação 123 Henrique Ribeiro da Silva Dep. de Engenharia Electrotécnica (DEE) do Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) projecto de postos de transformação {2.ª Parte - Postos em Cabine} Os postos de

Leia mais

Acti 9. A eficiência que você merece

Acti 9. A eficiência que você merece Acti 9 A eficiência que você merece Acti 9, a eficiência que você merece Apresentação Acti 9, Eficiente Acti 9, Seguro Acti 9, Simples & inteligente Conclusão 2 40 Anos de experiência e atenção aos nossos

Leia mais

José Matias, Ludgero Leote, Automatismos industriais - Comando e regulação, Didáctica Editora

José Matias, Ludgero Leote, Automatismos industriais - Comando e regulação, Didáctica Editora AUTOMAÇÃO (M323) CAPÍTULO III Sistemas Eléctricos 2013/2014 Bibliografia José Matias, Ludgero Leote, Automatismos industriais - Comando e regulação, Didáctica Editora Dores Costa, Fé de Pinho, Comando

Leia mais

Transformadores secos encapsulados. Trihal

Transformadores secos encapsulados. Trihal Transformadores secos encapsulados tipo é um transformador trifásico do tipo seco com bobinagens encapsuladas e moldadas no vazio numa resina époxy contendo uma carga activa. É esta carga activa, composta

Leia mais

Postos de transformação. PFS Cabinas Subterrâneas para Postos de Transformação Até 36 kv

Postos de transformação. PFS Cabinas Subterrâneas para Postos de Transformação Até 36 kv Postos de transformação PFS Cabinas Subterrâneas para Postos de Transformação Até 36 kv PFS CABINAS SUBTERRÂNEAS PARA POSTOS DE TRANSFORMAÇÃO DESCRIÇÃO A cabina PFS é uma envolvente monobloco de betão

Leia mais

Sistema de ligação para electroválvulas e distribuidores, compatíveis com bus de terreno PROFIBUS-DP, INTERBUS-S, DEVICE-NET

Sistema de ligação para electroválvulas e distribuidores, compatíveis com bus de terreno PROFIBUS-DP, INTERBUS-S, DEVICE-NET ValveConnectionSystem Sistema de ligação para electroválvulas e distribuidores, compatíveis com bus de terreno PROFIBUS-DP, INTERBUS-S, DEVICE-NET P20.PT.R0a O SISTEMA V.C.S. O sistema VCS é um conjunto

Leia mais

TRANSFORMADORES DE MEDIDA

TRANSFORMADORES DE MEDIDA TRANSFORMADORES DE MEDIDA Transformadores de tensão MT e de 60 kv Características e ensaios Elaboração: DNT Homologação: conforme despacho do CA de 2007-02-13 Edição: 2ª. Substitui a edição de Outubro

Leia mais

DATA LOGGERS SÉRIE SIMPLE LOGGER II

DATA LOGGERS SÉRIE SIMPLE LOGGER II DATA LOGGERS SÉRIE SIMPLE LOGGER II Modos de programação de registo; Intervalos de registo programáveis; Capacidade de memória para 240.000 medidas; Alimentação por pilhas alcalinas; Ligação a computador

Leia mais

Série Quasar. Quadro Geral de Baixa Tensão Quadro de Distribuição Centro de Controle de Motores Inteligente. www.altus.com.br

Série Quasar. Quadro Geral de Baixa Tensão Quadro de Distribuição Centro de Controle de Motores Inteligente. www.altus.com.br Série Quasar Quadro Geral de Baixa Tensão Quadro de Distribuição Centro de Controle de Motores Inteligente www.altus.com.br Na medida exata para seu negócio Modular: ampla variedade de configurações para

Leia mais

CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC. Modelo FP4-4 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO

CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC. Modelo FP4-4 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC Modelo FP4-4 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO Introdução A FP4 é uma Central de Detecção de Incêndio Convencional, equipada com 4 zonas de detecção,

Leia mais

CABINES METÁLICAS PRÉ-FABRICADAS DESTINADAS À MEDIÇÃO,PROTEÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DE ENERGIA

CABINES METÁLICAS PRÉ-FABRICADAS DESTINADAS À MEDIÇÃO,PROTEÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DE ENERGIA CABINES METÁLICAS PRÉ-FABRICADAS DESTINADAS À MEDIÇÃO,PROTEÇÃO E TRANSFORMAÇÃO DE ENERGIA ROMAGNOLE Produtos Elétricos S.A. 1 2 ROMAGNOLE Produtos Elétricos S.A. A energia é o núcleo dos acontecimentos,

Leia mais

Sunny String Monitor - Cabinet

Sunny String Monitor - Cabinet Sunny String Monitor - Cabinet Dados Técnicos O Sunny String Monitor-Cabinet, ou SSM-C na sua forma abreviada, da SMA monitoriza, de forma pormenorizada, o seu gerador fotovoltaico, de acordo com os padrões

Leia mais

Características Técnicas Série Quasar

Características Técnicas Série Quasar Descrição do Produto A Série Quasar é uma linha de painéis tipo CCMi (centro de controle de motores inteligente) para baixa tensão e correntes até 3150 A, ensaiados conforme a norma NBR/IEC 60439-1 - TTA

Leia mais

CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC. Modelo FAP2 2 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO

CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC. Modelo FAP2 2 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO CENTRAL DETECÇÃO INCÊNDIO YAZIC Modelo FAP2 2 Zonas Programáveis MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO Introdução A FAP2 é uma Central de Detecção de Incêndio Convencional, equipada com 2 zonas de detecção,

Leia mais

PAINÉIS COMPACTOS DE MÉDIA TENSÃO SÉRIE BEPAC MINISYS

PAINÉIS COMPACTOS DE MÉDIA TENSÃO SÉRIE BEPAC MINISYS PAINÉIS COMPACTOS DE MÉDIA TENSÃO SÉRIE BEPAC MINISYS IND. E COM. S./A MATRIZ Rua Cantagalo, 2187-03319-901 - Tatuapé - São Paulo - SP Fone: (011) 2942-4500 - Fax: (011) 2294-9371 - ligação gratuíta -

Leia mais

INSTALAÇÕES AT E MT. SUBESTAÇÕES DE DISTRIBUIÇÃO

INSTALAÇÕES AT E MT. SUBESTAÇÕES DE DISTRIBUIÇÃO INSTALAÇÕES AT E MT. SUBESTAÇÕES DE DISTRIBUIÇÃO Armários de comando e controlo Características Elaboração: GTRPT Homologação: conforme despacho do CA de 2007-02-13 Edição: 1ª Emissão: EDP Distribuição

Leia mais

Medium voltage products HD4/R Disjuntores de MT em gás para distribuição secundária. Power and productivity for a better world TM

Medium voltage products HD4/R Disjuntores de MT em gás para distribuição secundária. Power and productivity for a better world TM Medium voltage products HD4/R Disjuntores de MT em gás para distribuição secundária Power and productivity for a better world TM Índice 4 1. Descrição 9 2. Escolha e pedido dos disjuntores 48 3. Características

Leia mais

CERTIFICADO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO

CERTIFICADO DO SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE ISO 1 Empresa 08 de maio de 1971 - O Engº Paschoal Graziano, com vasta experiência no mercado de eletroeletrônica, e o filho Engº Nunziante Graziano Neto, com a garra e a determinação de um jovem engenheiro,

Leia mais

Manual de Execução de Trabalhos em Equipamento de Contagem de Energia e de Controlo de Potência em instalações BTN ÍNDICE

Manual de Execução de Trabalhos em Equipamento de Contagem de Energia e de Controlo de Potência em instalações BTN ÍNDICE Manual de Execução de Trabalhos em Equipamento de Contagem de Energia e de Controlo de Potência em instalações BTN ÍNDICE 1. Localização e montagem... 2 1.1. Equipamento de contagem... 2 1.2. Dispositivos

Leia mais

Contadores de energia

Contadores de energia módulo Permitem a medição de energia em redes monofásicas, fazendo a leitura directa até A. Existe uma versão com saída impulsional. A grande vantagem destes produtos é a sua reduzida dimensão, de apenas

Leia mais

ISEL. Subestação de Sacavém. Relatório de Visita de Estudo. 6 Dezembro 2005. Secção de Sistemas de Energia

ISEL. Subestação de Sacavém. Relatório de Visita de Estudo. 6 Dezembro 2005. Secção de Sistemas de Energia ISEL INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELECTROTÉCNICA E AUTOMAÇÃO Relatório de Visita de Estudo 6 Dezembro 2005 Secção de Sistemas de Energia Março 2006 Índice 1. Enquadramento

Leia mais

PowerValue 31 7,5-10 - 15-20 kva (Tri/Mono)

PowerValue 31 7,5-10 - 15-20 kva (Tri/Mono) Descrição Técnica PowerValue 31 7,5-10 - 15-20 kva (Tri/Mono) Trifásica, On-line de Dupla-Conversão, VFI Fonte de Alimentação Não Interruptível (UPS) EFACEC Sistemas de Electrónica, S. A. Rua Eng.º Frederico

Leia mais

SILECTRIS Sistemas de Energia Eléctrica, Lda

SILECTRIS Sistemas de Energia Eléctrica, Lda SILECTRIS Sistemas de Energia Eléctrica, Lda Rua João Eloy do Amaral, 116 2900-414 Setúbal Tel.: 265 229 180 Fax: 265 237 371 www.silectris.pt SISTEMAS E EQUIPAMENTOS DE PROTECÇÃO, CONTROLO, MEDIDA E AUTOMAÇÃO

Leia mais

ANALISADOR DE QUALIDADE DE ENERGIA MODELO PQM-701 CLASSE A SEGUNDO NORMA 6100-4-30

ANALISADOR DE QUALIDADE DE ENERGIA MODELO PQM-701 CLASSE A SEGUNDO NORMA 6100-4-30 ANALISADOR DE QUALIDADE DE ENERGIA MODELO PQM-701 CLASSE A SEGUNDO NORMA 6100-4-30 Suporte redes do tipo: Monofásico; Bifásico, com neutro comum; Trifásico com ligação estrela com e sem neutro Trifásico

Leia mais

ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA.

ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA. ISOTRANS IND. DE TRANSFORMADORES LTDA. TRANSFORMADORES MONOFÁSICOS DE ISOLAÇÃO COM BLINDAGEM APLICAÇÃO Os transformadores monofásicos de isolação com blindagens, magnética e eletrostática, foram desenvolvidos

Leia mais

Posto de transformação compacto de manobra interior MT/BT até 1000 kva - 24/36 KV KIOBLOC. índice. apresentação 2. características 3.

Posto de transformação compacto de manobra interior MT/BT até 1000 kva - 24/36 KV KIOBLOC. índice. apresentação 2. características 3. Posto de transformação compacto de manobra interior MT/BT até 1000 kva - 24/36 KV KIOBLOC índice apresentação 2 características 3 componentes 4 instalação 5 gama 6 escolha 8 planos 10 MERLIN GERIN 3 apresentação

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Relés de Sobrecarga Térmico Linha RW

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Relés de Sobrecarga Térmico Linha RW Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas Relés de Sobrecarga Térmico Linha RW Relés de Sobrecarga Térmico RW Informações Gerais - Local para identificação - Tecla Reset + Multifunção

Leia mais

Sistema cgm.3 Celas de média tensão isoladas em gás SF 6 até 40,5 kv

Sistema cgm.3 Celas de média tensão isoladas em gás SF 6 até 40,5 kv IG-136-BR Instruções gerais Sistema cgm.3 isoladas em gás SF 6 até 40,5 kv LIB Centros de transformação Aparelhagem distribuição primária Aparelhagem distribuição secundária Proteção e automação Quadros

Leia mais

INSTALAÇÕES AT E MT. SUBESTAÇÕES DE DISTRIBUIÇÃO

INSTALAÇÕES AT E MT. SUBESTAÇÕES DE DISTRIBUIÇÃO INSTALAÇÕES AT E MT. SUBESTAÇÕES DE DISTRIBUIÇÃO Sistemas de iluminação, tomadas interiores, extracção de fumos, ar condicionado, centrais de intrusão e incêndio Regras de execução Elaboração: GTRPT Homologação:

Leia mais

TRANSFORMADOR A SECO Geafol de 75 a 25.000 kva

TRANSFORMADOR A SECO Geafol de 75 a 25.000 kva Com a linha Geafol, obteve-se um transformador com excelentes características elétricas, mecânicas e térmicas que, adicionalmente, ainda é ecológico. São produzidos sob certificação DQS, ISO 9001 e ISO

Leia mais

Instrumentação Industrial e Medidas Eléctricas - IPT - DEE Carlos Ferreira

Instrumentação Industrial e Medidas Eléctricas - IPT - DEE Carlos Ferreira Sensores Amedição das grandezas físicas é uma necessidade. Para essa função são utilizados sensores estes convertem a grandeza a medir noutra. No caso da instrumentação a variável de saída é normalmente

Leia mais

Painel sinóptico BAT 100 LSN. Guia de instruções

Painel sinóptico BAT 100 LSN. Guia de instruções Painel sinóptico BAT 100 LSN pt Guia de instruções Painel sinóptico Índice pt 3 Índice 1 Instruções de segurança 4 2 Descrição funcional 4 3 Vista geral do sistema 6 4 Instalação 7 5 Ligação 11 6 Manutenção

Leia mais

Folha de dados - SRB 201ZHX3-24VDC

Folha de dados - SRB 201ZHX3-24VDC 11.09.2012-02:01:05h Folha de dados - SRB 201ZHX3-24VDC Comandos bimanual / Supervisão de comandos bimanuais de acordo com a norma EN 574 III A / SRB 201ZHX3 Supervisão de comandos bimanuais de acordo

Leia mais

CONDIÇÕES A OBSERVAR PARA O ESTEBELECIMENTO DE POSTO DE TRANSFORMACÃO PRIVATIVO

CONDIÇÕES A OBSERVAR PARA O ESTEBELECIMENTO DE POSTO DE TRANSFORMACÃO PRIVATIVO CONDIÇÕES A OBSERVAR PARA O ESTEBELECIMENTO DE POSTO DE TRANSFORMACÃO PRIVATIVO 1 CONDIÇÕES PRÉVIAS Antes de iniciar qualquer trabalho de montagem, ou antes de adquirir um posto de transformação (PT),

Leia mais

Nobreak. 160 e 300 kva. senoidal on-line trifásico PERFIL PROTEÇÕES

Nobreak. 160 e 300 kva. senoidal on-line trifásico PERFIL PROTEÇÕES Nobreak senoidal on-line trifásico dupla convers o 60 a 300 kva 60 kva de 80 a 120 kva 160 e 300 kva PERFIL Os nobreaks on-line de dupla conversão da linha Gran Triphases foram desenvolvidos com o que

Leia mais

LINHA DOUBLE WAY MONOFÁSICA

LINHA DOUBLE WAY MONOFÁSICA 42BEspecificação Técnica LINHA DOUBLE WAY MONOFÁSICA 3 / 6 / 8 / 10 / 12 / 15 / 20 kva 38BEngetron Engenharia Eletrônica Ind. e Com. Ltda Atendimento ao consumidor: (31) 3359-5800 Web: Hwww.engetron.com.br

Leia mais

Sistemas de Accionamento Electromecânico

Sistemas de Accionamento Electromecânico Sistemas de Accionamento Electromecânico Comando e protecção de motores Introdução SISTEMAS de ACCIONAMENTO ELECTROMECÂNICO, O que são? Sistemas capazes de converter energia eléctrica em energia mecânica

Leia mais

CADASTRO TÉCNICO DE FORNECEDORES SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO MATERIAIS PADRONIZADOS APLICADOS EM CÂMARA DE TRANSFORMAÇÃO 15KV - ATENDIMENTO COLETIVO

CADASTRO TÉCNICO DE FORNECEDORES SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO MATERIAIS PADRONIZADOS APLICADOS EM CÂMARA DE TRANSFORMAÇÃO 15KV - ATENDIMENTO COLETIVO SISTEMA NORMATIVO CORPORATIVO CADASTRO TÉCNICO CÓDIGO TÍTULO VERSÃO CD.DT.PDN.03.14.001 03 APROVADO POR MARCELO POLTRONIERI ENGENHARIA E CADASTRO (DEEE) SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. HISTÓRICO DAS REVISÕES...

Leia mais

VIESMANN VITOSOLIC. Dados técnicos VITOSOLIC 100 VITOSOLIC 200. Controlador para sistemas de energia solar

VIESMANN VITOSOLIC. Dados técnicos VITOSOLIC 100 VITOSOLIC 200. Controlador para sistemas de energia solar VIESMANN VITOSOLIC Controlador para sistemas de energia solar Nº de referência e preços: ver lista de preços VITOSOLIC 100 Controlador electrónico por diferença de temperatura Para sistemas com produção

Leia mais

cpg.0 e cpg.1 Reliable innovation. Personal solutions. Sistema de tipo GIS de painel de barramento simples e duplo www.ormazabal.

cpg.0 e cpg.1 Reliable innovation. Personal solutions. Sistema de tipo GIS de painel de barramento simples e duplo www.ormazabal. Aparelhagem de MT para cpg.0 e cpg.1 Sistema de tipo GIS de painel de barramento simples e duplo Até 40,5 kv Até 38 kv Normas IEC Normas IEEE Reliable innovation. Personal solutions. www.ormazabal.com

Leia mais

EDITAL DE PREGÃO N.º 50/15 RETIFICADO EM 07/12/2015

EDITAL DE PREGÃO N.º 50/15 RETIFICADO EM 07/12/2015 SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO - SAAE CNPJ: 21.260.443/0001-91 - Inscrição Estadual: isento Rua Nonô Ventura, 394, CEP 35680-205, Bairro Lourdes - Itaúna/MG EDITAL DE PREGÃO N.º 50/15 RETIFICADO EM

Leia mais

MINICOLUNAS. www.simon.pt. Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões

MINICOLUNAS. www.simon.pt. Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões MINICOLUNAS ÍNDICE Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões Descrição Minicolunas para instalações elétricas de châo para

Leia mais

CCM. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão. Painéis metálicos fabricados em aço carbono.

CCM. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão. Painéis metálicos fabricados em aço carbono. Centro de Controle de Motores Conjunto de manobra e controle de baixa tensão Painéis metálicos fabricados em aço carbono. Definição ( montado): é uma combinação de dispositivos e equipamentos de manobra,

Leia mais

PRODUTOS SERIADOS. ME30 infobox

PRODUTOS SERIADOS. ME30 infobox PRODUTOS SERIADOS ME30 infobox SISTEMA DE PROCESSAMENTO DE SINAIS Adquirir, processar e visualizar de 8 a 40 alarmes ou indicadores de estado Funções de alarme configuráveis Anunciadores com possibilidade

Leia mais

OUTRAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

OUTRAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS OUTRAS INSTALAÇÕES ELÉTRICAS Documento complementar ao Guia de medição, leitura e disponibilização de dados Regras relativas à instalação, manutenção e verificação de equipamentos de medição, cabos e outros

Leia mais

GreenControl GreenHouse Control System Manual de InstaladorV6.0

GreenControl GreenHouse Control System Manual de InstaladorV6.0 GreenControl GreenHouse Control System Manual de InstaladorV6.0 ProBoard Engenharia Electrotécnica, Lda. Lugar das Caldas, nº12 Tel/Fax : +351 253 924 633 4730 457 Vila de Prado e-mail: info@proboard.pt

Leia mais

APARELHOS DE ILUMINAÇÃO ELÉCTRICA E ACESSÓRIOS

APARELHOS DE ILUMINAÇÃO ELÉCTRICA E ACESSÓRIOS APARELHOS DE ILUMINAÇÃO ELÉCTRICA E ACESSÓRIOS Reguladores de fluxo luminoso Condições de instalação Elaboração: DTI Homologação: conforme despacho do CA de 2010-01-20 Edição: 1ª Emissão: EDP Distribuição

Leia mais

INSTALAÇÕES AT E MT. SUBESTAÇÕES DE DISTRIBUIÇÃO

INSTALAÇÕES AT E MT. SUBESTAÇÕES DE DISTRIBUIÇÃO INSTALAÇÕES AT E MT. SUBESTAÇÕES DE DISTRIBUIÇÃO Função de automatismo: pesquisa de terras resistentes Especificação funcional Elaboração: INTS, ICTS, ISTS e DNT Homologação: conforme despacho CA de 2007-02-13

Leia mais

OSCILOSCÓPIO DIGITAIS COMPACTOS PORTÁTEIS DE 2 CANAIS ISOLADOS MODELOS OX 5022 E OX 5042

OSCILOSCÓPIO DIGITAIS COMPACTOS PORTÁTEIS DE 2 CANAIS ISOLADOS MODELOS OX 5022 E OX 5042 OSCILOSCÓPIO DIGITAIS COMPACTOS PORTÁTEIS DE 2 CANAIS ISOLADOS MODELOS OX 5022 E OX 5042 Pontos-chave: 2 Canais isolados; Três instrumentos num só: osciloscópio de 20 ou 40 MHz, multímetro TRMS / analisador

Leia mais

Produtos de Média Tensão. Is-limiter Limitador de corrente extra rápido

Produtos de Média Tensão. Is-limiter Limitador de corrente extra rápido Produtos de Média Tensão Is-limiter Limitador de corrente extra rápido Is-limiter O limitador de corrente extra rápido reduz os custos das instalações resolve problemas de curto-circuito em instalações

Leia mais

SYNCHROTACT 5. Sistemas e equipamentos de sincronização e paralelismo para redes e máquinas síncronas

SYNCHROTACT 5. Sistemas e equipamentos de sincronização e paralelismo para redes e máquinas síncronas SYNCHROTACT 5 Sistemas e equipamentos de sincronização e paralelismo para redes e máquinas síncronas Aplicação SYNCHROTACT 5 é a quinta geração dos equipamentos para sincronização produzidos pela ABB Switzerland

Leia mais

COMISSÃO TÉCNICA DE NORMALIZAÇÃO ELETROTÉCNICA CTE 64 Instalações Elétricas em Edifícios

COMISSÃO TÉCNICA DE NORMALIZAÇÃO ELETROTÉCNICA CTE 64 Instalações Elétricas em Edifícios COMISSÃO TÉCNICA DE NORMALIZAÇÃO ELETROTÉCNICA CTE 64 Instalações Elétricas em Edifícios ESQUEMAS TIPO DE UNIDADES DE PRODUÇÃO PARA AUTOCONSUMO (UPAC) março 2015 A secção 712: Instalações Solares Fotovoltaicas

Leia mais

Usina de Inovações Brasil Novembro 2008 SIPLUX E SIVACON S4

Usina de Inovações Brasil Novembro 2008 SIPLUX E SIVACON S4 Usina de Inovações Brasil Novembro 2008 SIPLUX E SIVACON S4 Painéis de distribuição e Centro de Controle de Motores para todas as aplicações em Baixa Tensão. O que se espera de um painel de Baixa tensão?

Leia mais

Disjuntores a vácuo SION 3AE5 e 3AE1. Equipamento de média tensão. Totally Integrated Power SION. Catálogo HG 11.02. Edição 2015. siemens.

Disjuntores a vácuo SION 3AE5 e 3AE1. Equipamento de média tensão. Totally Integrated Power SION. Catálogo HG 11.02. Edição 2015. siemens. Disjuntores a vácuo SION AE5 e AE1 Equipamento de média tensão Totally Integrated Power SION Catálogo HG 11.0 Edição 015 siemens.com/sion Disjuntores a vácuo SION AE5 e AE1 R-HG11-8.tif Siemens HG 11.0

Leia mais

Mezzo Compensação. cozinhas. Hottes > hottes tradicionais grande conforto. descrição técnica. p. 926. hotte de cozinha tradicional Conforto.

Mezzo Compensação. cozinhas. Hottes > hottes tradicionais grande conforto. descrição técnica. p. 926. hotte de cozinha tradicional Conforto. Hottes > hottes tradicionais grande conforto cozinhas Mezzo Compensação hotte de cozinha tradicional Conforto vantagens Compensação integrada. Filtros de choque montados de série. Iluminação encastrada

Leia mais

Índice. 1 Sistema DaisaTest. 1. Porquê instalar um Sistema DaisaTest? 2. Funções de um Sistema DaisaTest. 3. Elementos de um Sistema DaisaTest

Índice. 1 Sistema DaisaTest. 1. Porquê instalar um Sistema DaisaTest? 2. Funções de um Sistema DaisaTest. 3. Elementos de um Sistema DaisaTest 1 Sistema DaisaTest Índice 1. Porquê instalar um Sistema DaisaTest? 2. Funções de um Sistema DaisaTest 3. Elementos de um Sistema DaisaTest 3.1 Instalação e guia para a cablagem 3.2 Luminárias de emergência

Leia mais

Limited Internal SISTEMA DE RETIFICADORES EM 48 VCC TIPO BZAB 348 06/0403 ÍNDICE 2 FUNCIONALIDADE... 3 3 CONEXÃO DOS CABOS DE ALARME...

Limited Internal SISTEMA DE RETIFICADORES EM 48 VCC TIPO BZAB 348 06/0403 ÍNDICE 2 FUNCIONALIDADE... 3 3 CONEXÃO DOS CABOS DE ALARME... DESCRIÇÃO 1 (18) SISTEMA DE RETIFICADORES EM 48 VCC TIPO BZAB 348 06/0403 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 2 2 FUNCIONALIDADE... 3 3 CONEXÃO DOS CABOS DE ALARME... 5 4 BACKBOARD... 8 5 SUBSTITUIÇÃO DE RETIFICADORES...

Leia mais

100% electricidade. Relés de controle automático para grupo gerador

100% electricidade. Relés de controle automático para grupo gerador 100% electricidade Relés de controle automático para grupo gerador RGAM 10 Relé controle automático para g l Entradas VCA : concessionária L1-L2/N-L3, gerador L1-L2/N l 4 entradas digitais, 5 relés saída.

Leia mais

GA-2 Dispositivo de Alarme de Separador de Massa Lubrificante com dois sensores Instruções de instalação e funcionamento

GA-2 Dispositivo de Alarme de Separador de Massa Lubrificante com dois sensores Instruções de instalação e funcionamento Labkotec Oy Myllyhaantie 6 FI-33960 PIRKKALA FINLAND Tel: + 358 29 006 260 Fax: + 358 29 006 1260 19.1.2015 Internet: www.labkotec.fi 1/12 GA-2 Dispositivo de Alarme de Separador de Massa Lubrificante

Leia mais

Manual de Execução de Trabalhos em Equipamento de Contagem de Energia em instalações MT e BTE

Manual de Execução de Trabalhos em Equipamento de Contagem de Energia em instalações MT e BTE Manual de Execução de Trabalhos em Equipamento de Contagem de Energia em instalações MT e BTE 1 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. CONTAGEM DE ENERGIA ELÉCTRICA EM MÉDIA E BAIXA TENSÃO ESPECIAL... 3 2.1. Características

Leia mais

ANALISADOR DE QUALIDADE DE ENERGIA QUALISTAR MODELO CA 8332

ANALISADOR DE QUALIDADE DE ENERGIA QUALISTAR MODELO CA 8332 ANALISADOR DE QUALIDADE DE ENERGIA QUALISTAR MODELO CA 8332 Especialmente concebido para serviços de controlo e manutenção de edifícios industriais ou administrativos, o Qualistar CA 8332 permite obter

Leia mais

SUNNY CENTRAL. 1 Introdução. Avisos relativos à operação de um gerador fotovoltaico ligado à terra

SUNNY CENTRAL. 1 Introdução. Avisos relativos à operação de um gerador fotovoltaico ligado à terra SUNNY CENTRAL Avisos relativos à operação de um gerador fotovoltaico ligado à terra 1 Introdução Alguns fabricantes de módulos recomendam ou exigem a ligação à terra negativa ou positiva do gerador fotovoltaico

Leia mais

www.siemens.com/sion Disjuntores a vácuo SION 3AE5 e 3AE1 Equipamento de média tensão Catálogo HG 11.02 2014 Answers for infrastructure and cities.

www.siemens.com/sion Disjuntores a vácuo SION 3AE5 e 3AE1 Equipamento de média tensão Catálogo HG 11.02 2014 Answers for infrastructure and cities. www.siemens.com/sion Disjuntores a vácuo SION AE5 e AE1 Equipamento de média tensão Catálogo HG 11.0 014 Answers for infrastructure and cities. Disjuntores a vácuo SION AE5 e AE1 R-HG11-8.tif Siemens HG

Leia mais

17,5kV P/V-17 Painel de Distribuição CA em Caixa Metálica. MSA CONTROL Indústria Elétrica Ltda.

17,5kV P/V-17 Painel de Distribuição CA em Caixa Metálica. MSA CONTROL Indústria Elétrica Ltda. GE Energy Management Industrial Solutions MSA CONTROL - (11) 3961-1171 - comercial@msacontrol.com.br Gear 17,5kV P/V-17 Painel de Distribuição CA em Caixa Metálica MSA CONTROL Indústria Elétrica Ltda.

Leia mais

TRANSFORMADORES DE DISTRIBUIÇÃO TRANSFORMADORES DE DISTRIBUIÇÃO ELÉCTRICA IMERSOS EM DIELÉCTRICO LÍQUIDO

TRANSFORMADORES DE DISTRIBUIÇÃO TRANSFORMADORES DE DISTRIBUIÇÃO ELÉCTRICA IMERSOS EM DIELÉCTRICO LÍQUIDO IG-168-ES 12.05.2011 INSTRUÇÕES GERAIS DE IG-168-PT Instruções Gerais TRANSFORMADORES DE DISTRIBUIÇÃO TRANSFORMADORES DE DISTRIBUIÇÃO ELÉCTRICA IMERSOS EM DIELÉCTRICO LÍQUIDO LIB Centros de Transformação

Leia mais

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Soluções em Energia Solar

Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas. Soluções em Energia Solar Motores Automação Energia Transmissão & Distribuição Tintas www.weg.net Tecnologia para minimizar o consumo das indústrias. Sustentabilidade para maximizar a qualidade de vida das pessoas. O sol é uma

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA: 79/2014 COMPRASNET

COTAÇÃO ELETRÔNICA: 79/2014 COMPRASNET COTAÇÃO ELETRÔNICA: 79/2014 COMPRASNET Especificação Técnica 1. Objeto Aquisição de 1 (um) NOBREAK DE POTÊNCIA 5 kva Obs.: Os atributos técnicos abaixo relacionados são de atendimento obrigatório. A nomenclatura

Leia mais

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5

Relé de Proteção do Motor RPM ANSI 37/49/50/77/86/94 CATÁLOGO. ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 CATÁLOGO ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/5 INTRODUÇÃO O Relé de Proteção de Motores RPM foi desenvolvido para supervisionar até 2 (dois) grupos ventiladores/motores simultaneamente, é utilizado

Leia mais

CAIXA DE CALIBRAÇÃO DE RELÉS DE PROTEÇÃO CE-6003

CAIXA DE CALIBRAÇÃO DE RELÉS DE PROTEÇÃO CE-6003 CE 6003 CAIXA DE CALIBRAÇÃO DE RELÉS DE PROTEÇÃO CE-6003 APLICAÇÕES: Testes manuais em relés (eletromecânicos, estáticos, numéricos) Testes automáticos em relés. Testes dinâmicos em relés com reprodução

Leia mais

GE Energy Industrial Solutions. Série MT. Novos Analisadores de Rede. GE imagination at work

GE Energy Industrial Solutions. Série MT. Novos Analisadores de Rede. GE imagination at work GE Energy Industrial Solutions Série MT Novos Analisadores de Rede Compacto Inteligente Versátil GE imagination at work Analisadores de Rede Novos Analisadores de Rede Devido ao aumento do custo de produção

Leia mais

ACS2000 Sistema de contagem de eixos universal

ACS2000 Sistema de contagem de eixos universal ACS2000 Sistema de contagem de eixos universal PT ACS2000 Sistema de contagem de eixos universal Amigável ao cliente e comprovado Com a implementação do ACS2000 há alguns anos, foram estabelecidos novos

Leia mais

Sistema de Monitoramento e Supervisão de Vibração HYMV05

Sistema de Monitoramento e Supervisão de Vibração HYMV05 Sistema de Monitoramento e Supervisão de Vibração Revisão 1 Mai2005 O é um sistema inteligente de Monitoramento, Aquisição de Dados e Supervisão Local para utilização com os softwares da linha Dynamic.

Leia mais

Proposta Técnica NOBREAK CLASSIC-DSP

Proposta Técnica NOBREAK CLASSIC-DSP Proposta Técnica NOBREAK CLASSIC-DSP Informações A linha de nobreaks Classic-DSP é um avançado Sistema Ininterrupto de Potência (UPS) do tipo on-line de dupla conversão (de acordo com a NBR 15014:2003),

Leia mais

Instruções de Utilização. Equalizador Instabus de 4 vias 0531 00

Instruções de Utilização. Equalizador Instabus de 4 vias 0531 00 Instruções de Utilização Equalizador Instabus de 4 vias 531 Informações acerca do sistema Este aparelho é um produto do Sistema EIB Instabus e está em conformidade com as normas EIBA. Para a compreensão

Leia mais

Registos Corta Fumo. Modelo JZ-RS PI/4/17/P/1. CONTIMETRA Lisboa. SISTIMETRA Porto

Registos Corta Fumo. Modelo JZ-RS PI/4/17/P/1. CONTIMETRA Lisboa. SISTIMETRA Porto PI/4/17/P/1 Registos Corta Fumo Modelo JZ-RS Rua do Proletariado15-B 2795-648 CARNAXIDE tel. 214 203 900 fax 214 203 902 contimetra@contimetra.com www.contimetra.com Rua Particular de São Gemil 85 4425-164

Leia mais

PVing Parks. Coberturas solares para autoconsumo. Tecnologia para eficiência energética

PVing Parks. Coberturas solares para autoconsumo. Tecnologia para eficiência energética PVing Parks Coberturas solares para autoconsumo Tecnologia para eficiência energética PVing parks A diminuição no custo das instalações solares fotovoltaicas, juntamente com o aumento do custo da energia

Leia mais

Comandos. Comando domótico de 3 canais estéreo com sintonizador FM. Ecrã táctil. Sintonizador FM com RDS e 12 Memórias de FM.

Comandos. Comando domótico de 3 canais estéreo com sintonizador FM. Ecrã táctil. Sintonizador FM com RDS e 12 Memórias de FM. Para que tenha prazer ao desfrutar do sistema Comandos O comando é o seu principal ponto de acesso a todas as funcionalidades do sistema PRIMUS. Para isto a AKP desenhou e desenvolveu todos os seus comandos

Leia mais

Capacitores Correção do Fator de Potência. Motores Automação Energia Tintas

Capacitores Correção do Fator de Potência. Motores Automação Energia Tintas Capacitores Correção do Fator de Potência Motores Automação Energia Tintas Unidade Capacitiva Monofásica - UCW g As unidades capacitivas monofásicas WEG, tipo UCW, são produzidas com filme de polipropileno

Leia mais

Sistema cgm.3 Celas de média tensão isoladas com gás SF 6 até 40,5 kv

Sistema cgm.3 Celas de média tensão isoladas com gás SF 6 até 40,5 kv IG-136-PT Instruções gerais Sistema cgm.3 Celas média tensão isoladas com gás SF 6 até 40,5 kv LIB Postos Postos transformação transformação Equipamentos Equipamentos distribuição distribuição primária

Leia mais

Módulo de Alimentação de Controlo do Motor LQSE-4M-D Controlador de Motor CA 4 saídas. Unidade do. Painel de parede seetouch QSR.

Módulo de Alimentação de Controlo do Motor LQSE-4M-D Controlador de Motor CA 4 saídas. Unidade do. Painel de parede seetouch QSR. LUTRON Módulo de de Controlo do Motor Controlador de Motor CA 4 saídas Módulo de de Controlo do Motor O módulo de alimentação de controlo do motor consiste numa interface que disponibiliza a integração

Leia mais

NOVOS ANALISADORES DE QUALIDADE DE ENERGIA SÉRIE QUALISTAR MODELOS CA 8331 CA 8333 CA 8336 CA 8435 PARA USO EXTERNO, COM ÍNDICE IP 67

NOVOS ANALISADORES DE QUALIDADE DE ENERGIA SÉRIE QUALISTAR MODELOS CA 8331 CA 8333 CA 8336 CA 8435 PARA USO EXTERNO, COM ÍNDICE IP 67 NOVOS ANALISADORES DE QUALIDADE DE ENERGIA SÉRIE QUALISTAR MODELOS CA 8331 CA 8333 CA 8336 CA 8435 PARA USO EXTERNO, COM ÍNDICE IP 67 Nota prévia: os três analisadores de qualidade de energia da série

Leia mais

Ficha Técnica Designação Especificação Especialidade

Ficha Técnica Designação Especificação Especialidade Nº Definir os criterios de aceitação /rejeição das instalações de Eléctricos. Lista de Deficiências - Orgão - Quadro de Serviços omuns A alimentação do Quadro da asa das Máquinas não possui protecção contra

Leia mais

1 Indicações de segurança

1 Indicações de segurança Actuador regulador universal 1 canal, 50-210 W com entrada binária N.º art. 3210 UP Manual de instruções 1 Indicações de segurança A instalação e a montagem de aparelhos eléctricos apenas devem ser realizadas

Leia mais

PICCOLO. Empresa. Relatório de Ensaio. Características Gerais. Características Construtivas

PICCOLO. Empresa. Relatório de Ensaio. Características Gerais. Características Construtivas Empresa 08 de maio de 1971 - O Engº Paschoal Graziano, com vasta experiência no mercado de eletroeletrônica, e o filho Engº Nunziante Graziano Neto, com a garra e a determinação de um jovem engenheiro,

Leia mais

DIRETORIA DE OPERAÇÃO - DO

DIRETORIA DE OPERAÇÃO - DO ANEXO VI ESPECIFICAÇÃO DISPOSITIVOS ELETRÔNICOS INTELIGENTES A6. Dispositivos Eletrônicos Inteligentes IED s (Relés Microprocessados) A6.1 Introdução Esta especificação técnica tem como objetivo estabelecer

Leia mais

2. DISPOSITIVOS DE COMANDO E CHAVES DE PARTIDA

2. DISPOSITIVOS DE COMANDO E CHAVES DE PARTIDA 2. DISPOSITIVOS DE COMANDO E CHAVES DE PARTIDA A instalação de máquinas diversas requer uma grande gama de dispositivos que possibilitem o perfeito funcionamento, de preferência o mais automatizado possível,

Leia mais

OPEL MOVANO (X62) 112 SINAL DO TRAVÃO DE MÃO TRAVÃO DE MÃO

OPEL MOVANO (X62) 112 SINAL DO TRAVÃO DE MÃO TRAVÃO DE MÃO OPEL MOVANO (X6) SINAL DO TRAVÃO DE MÃO Antes de qualquer intervenção no veículo, deve ser consultada a ficha técnica "Ligações eléctricas". O sinal para o travão de mão está na massa com o travão de mão

Leia mais

RADIOBAND. jcmtechnologies. sistema de comunicação via rádio para bandas de segurança. elementos de segurança

RADIOBAND. jcmtechnologies. sistema de comunicação via rádio para bandas de segurança. elementos de segurança ES01 sistema para bandas de segurança aplicáveis ás portas enrolável basculantes deslizantes batentes seccionadas guilhotina rápidas barreiras RADIOBAND sistema de comunicação via rádio para bandas de

Leia mais

CLIMATIZAÇÃO. Relação de Entradas e Saídas

CLIMATIZAÇÃO. Relação de Entradas e Saídas CLIMATIZAÇÃO O exemplo apresentado aqui controla um sistema que envolve bombas, torres, chillers e fan-coils para climatização ambiente para conforto térmico. Pode-se montar controles para sistemas dos

Leia mais

DATA LOGGER PARA REGISTO DE TEMPERATURAS COM LIGAÇÃO USB

DATA LOGGER PARA REGISTO DE TEMPERATURAS COM LIGAÇÃO USB DATA LOGGER PARA REGISTO DE TEMPERATURAS COM LIGAÇÃO USB AVISO PRÉVIO A partir de 1 de Janeiro de 2014 os data loggers deixam de ser fornecidos com CD-ROM com software. O software continua a ser gratuito

Leia mais

www.siemens.com.br/3nj4 Sentron 3NJ4 e 3NJ5 Seccionadores Fusíveis Verticais Maior segurança em soluções compactas

www.siemens.com.br/3nj4 Sentron 3NJ4 e 3NJ5 Seccionadores Fusíveis Verticais Maior segurança em soluções compactas www.siemens.com.br/3nj4 Sentron 3NJ4 e 3NJ5 Seccionadores Fusíveis Verticais Maior segurança em soluções compactas Verticais SENTRON Maior segurança em soluções compactas SENTRON: Dispositivos para distribuição

Leia mais

Capacitores para Correção do Fator de Potência Bobinas de polipropileno metalizado, auto-regenerativo e com dielétrico seco Perdas dielétricas

Capacitores para Correção do Fator de Potência Bobinas de polipropileno metalizado, auto-regenerativo e com dielétrico seco Perdas dielétricas Capacitores para Correção do Fator de Potência Bobinas de polipropileno metalizado, auto-regenerativo e com dielétrico seco Perdas dielétricas menores que 0,4 W/kvar Dispositivo interruptor de segurança

Leia mais

ANSI - 23 26 45 49 49I 62 74 77 94

ANSI - 23 26 45 49 49I 62 74 77 94 ELECTRON TECNOLOGIA DIGITAL LTDA Página 1/7 INTRODUÇÃO O Monitor de Temperatura MASTERTEMP foi desenvolvido para monitorar a temperatura de óleo e enrolamento, comandar a ventilação e proteger transformadores

Leia mais

Chaves 3 KU Seccionadoras e Comutadoras

Chaves 3 KU Seccionadoras e Comutadoras haves 3 KU Seccionadoras e omutadoras haves Seccionadoras e omutadoras Seccionadoras s chaves Seccionadoras E tipo 3KU1, para cargas de 12 a 1000 em 00 Vca 0- Hz, são apropriadas para uso como chaves gerais

Leia mais

Invólucros Metálicos. Cajas Salientes

Invólucros Metálicos. Cajas Salientes Invólucros Metálicos. Cajas Salientes ÍNDICE Descrição Aplicações Referências Exemplo de configuração Instalação Informação ténica Exemplos de compatibilidade Dimensões Descrição Caixa metálica para instalação

Leia mais

110,5 x 22,5 x 114 (term. mola)

110,5 x 22,5 x 114 (term. mola) Supervisão de parada de emergência e monitoramento de portas Supervisão de sensores de segurança magnéticos codificados Entrada para 1 ou 2 canais Categoria de Segurança até 4 conforme EN 954-1 Para aplicações

Leia mais

W o r l d w i d e P a r t n e r

W o r l d w i d e P a r t n e r GE Consumer & Industrial Power Protection W o r l d w i d e P a r t n e r Série CB Contactores até 45kW NOVIDADE Série PB Unidades de Comando e Sinalização GE imagination at work Série CB Contactores Tipo

Leia mais

Protecção contra sobretensões. Descarregadores de sobretensões

Protecção contra sobretensões. Descarregadores de sobretensões Protecção contra Descarregadores Protecção contra As podem muitas vezes causar danos irreparáveis nas instalações eléctricas, bem como, nos equipamentos eléctricos e electrónicos. Os descarregadores são

Leia mais

Mód. 32 SD Relé NA - "Check Before Operate"

Mód. 32 SD Relé NA - Check Before Operate 1. Descrição do Produto O módulo AL-3202 é uma interface de saída digital, de 32 pontos, a relé, microprocessada, cuja principal característica é implementar a operação com "check before operate", sendo

Leia mais