GUSTAVO ANDRIOLLI DE SIQUEIRA CAVALCANTI

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GUSTAVO ANDRIOLLI DE SIQUEIRA CAVALCANTI"

Transcrição

1 GUSTAVO ANDRIOLLI DE SIQUEIRA CAVALCANTI ESTÁGIO CURRICULAR I E II DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE CADASTRO PARA LOJAS EMPRESA: Method Comércio e Serviços de Informática SETOR: Desenvolvimento SUPERVISOR: Eder Prestini ORIENTADOR: Rafael Rodrigues Obelheiro CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS - CCT UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA UDESC JOINVILLE SANTA CATARINA - BRASIL JUNHO 2011

2 CRONOGRAMA FÍSICO E REAL PERÍODO 1 ATIVIDADE Treinamento na metodologia do trabalho P P R R R Visitas aos Clientes Criação de Cadastros Criação de Relatórios R R P P P P P P R R R P P P P Criação de Rotinas P P P P P Testes e Validações P 1 20 horas por período. P Previsto. R Realizado.

3

4 2 RESUMO O objetivo deste relatório é descrever o trabalho desenvolvido durante o período de Abril a Junho de 2011 na empresa Method Informática. As atividades realizadas estão focadas no desenvolvimento de um sistema de cadastro de clientes, fornecedores, vendedores, transportadoras, produtos, grupos e ramos de atividades, geração de relatórios e rotinas para lojas, utilizando o framework.net, as linguagens C# e Silverlight e o ambiente de desenvolvimento Visual Studio, visando atender as necessidades dos clientes que necessitam de um rápido treinamento de seus funcionários em sistemas funcionais e intuitivos, melhorando assim, as suas atividades desempenhadas. Além do desenvolvimento do projeto, foi realizado visitas aos clientes com o objetivo de realizar treinamentos, conversões implantações de sistemas, para se ter uma enfoque mais claro das regras de negócio e do trabalho desempenhado pela Method.

5 3 1 INTRODUÇÃO A principal finalidade deste trabalho é descrever as atividades desenvolvidas pelo acadêmico durante o Estágio Supervisionado, disciplina integrante do Currículo do Curso de Graduação em Ciência da Computação, do Centro de Ciências Tecnológicas da Universidade do Estado de Santa Catarina. Os objetivos desta disciplina consistem em colocar o acadêmico em contato com a prática, avaliando quanto o meio acadêmico prepara-o para a sua carreira, bem como para a evolução da mesma. Para o desenvolvimento do Estágio, inicialmente é definido um Plano de Estágio, apresentado anteriormente, onde foi definido as atividades a serem desenvolvidas durante o mesmo. Este relatório apresenta o desenvolvimento destas atividades. No dia 11 de Abril, iniciou-se o estágio curricular na Method Informática, orientado pelo Professor Rafael Rodrigues Obelheiro, do curso de Ciência da Computação UDESC. Os principais objetivos ao participar desse estágio são aprofundar os conhecimentos já vistos em sala de aula, realizar novas experiências, interagir com o local de trabalho e, o mais importante, colocar em prática o conhecimento adquirido durante o processo de graduação. Neste relatório, são apresentadas de forma sucinta as experiências mais relevantes realizadas durante o período do estágio OBJETIVOS Geral Desenvolver uma aplicação para cadastro de clientes, fornecedores, vendedores, transportadoras, itens, grupos e ramo de atividades de lojas, utilizando o framework.net e as linguagens C# e Silverlight, no ambiente Visual Studio.

6 Específicos - Aprender a usar as tecnologias do framework.net, C#, Silverlight e Visual Studio. - Criar cadastros básicos do sistema, utilizando a padronização interna aplicada pela empresa, como clientes, fornecedores, transportadoras, grupos de itens, itens, vendedores e ramos de atividades - Geração de relatório, referente aos cadastros criados anteriormente, e a possibilidade de exportação para os formatos.doc,.xls e.pdf. - Implementar as rotinas de entrada e saída de estoque e pedido de compra, validando as tabelas relacionadas, inclusive com a criação de consultas e impressão. Movimentação de entrada e saída para ajustes de estoque, com a atualização do estoque, diretamente no cadastro de item. pedido de compra, com lançamento do fornecedor e dos itens, gravando no produto a relação de últimas compras. - Validar os processos acima na forma de testes ORGANIZAÇÃO DO ESTUDO Este estudo é composto de quatro partes. Na primeira é dada uma motivação a leitura deste, são apresentados os objetivos gerais e específicos, e por fim um resumo de como o trabalho é apresentado. A segunda parte apresenta a empresa onde foi realizado o estágio, dando um breve histórico da mesma, seus principais produtos e clientes, quantidade de empregados, faturamento e outros. Na terceira parte são apresentadas as atividades desenvolvidas durante o estágio, onde é dada uma introdução, desenvolvimento das atividades necessárias para o desenvolvimento do sistema. Na última parte, são apresentadas as considerações finais onde se mostra, dentre outros, as principais dificuldades encontradas, disciplinas que mais contribuíram para o sucesso do estágio, e o atendimento aos objetivos estabelecidos no plano de estágio.

7 5 2 A EMPRESA 2.1. HISTÓRICO A Method Informática foi fundada em 1991, por Jair Bucci e Edílson Bucci, com o objetivo de desenvolver um software para automação de postos de combustíveis. A primeira linguagem usada pela empresa foi o Fortran, o qual foi substituído anos após pelo Genexus. Atividades posteriores foi desenvolver sistemas específicos e prestar consultoria em informática. Em 1995, com o crescimento da empresa, novos softwares foram integrados ao portifólio da empresa, dentre os quais se destacam os sistemas de frente de caixa e faturamento. Logo após, em 2000 surgiram os softwares nas áreas de usinagem e loja, bem como outros softwares específicos. Desde 2000 a Method Informática tem evoluído seus softwares junto ao mercado, possuindo várias maneiras de integração com softwares contábeis, e tendo como objetivo clientes em ascensão que desejam melhorar os processos de suas empresas clientes. A Method vem se destacando no mercado devido a qualidade e trabalho sério desenvolvido junto as atividades realizadas em cartórios, clínicas médicas, imobiliárias, lojas de peças e indústrias. Na medida em que o conhecimento destas atividades foi se desenvolvendo, a empresa foi aperfeiçoando suas instalações e seus profissionais sempre com o objetivo de alcançar a satisfação de seus clientes, desenvolvendo sempre um trabalho com muita qualidade e tecnologia PRINCIPAIS PRODUTOS A Method informática possui o mercado focado na região Norte de Santa Catarina, tendo alguns clientes no estado do Paraná e Ria Grande do Sul, atuando nas áreas de automação de postos de combustíveis, usinagem, faturamento, lojas e frente de caixa, cartórios, clínicas hospitalares e imobiliárias. A seguir são apresentadas os principais produtos.

8 6 O Posto tem como objetivo o controle e gerenciamento de postos de combustível, possuindo telas de fácil compreensão e com grande iteração com o usuário. As principais rotinas desse sistema são: os cadastros de produtos, clientes, tipo de pagamento, grupo, empregado, ramo de atividade, tanques, bombas, entre outros; as rotinas de conciliação de caixa, abertura de caixa, fechamento de caixa, livro de movimentação de combustível (LMC), registro de despesas, registros de contas a pagar, baixa automática de contas a pagar, movimento de clientes, baixa de movimento de clientes; os relatórios de clientes, empregados, produtos, tipo de pagamento, despesas, movimento de cliente, movimento de cheques, movimento de produtos. O Frente de Caixa tem como objetivo o controle de caixa com impressão de cupom fiscal (impressora Bematech). As principais rotinas são: os cadastros de produtos, clientes, condições de pagamento, grupo, alíquota de impostos, empregado, ramo de atividade, mensagens; as rotinas de vendas; os relatórios de clientes, empregados, produtos, condições de pagamento. O Auditor tem como objetivo o controle, faturamento e gerenciamento de comércio/indústria. As principais rotinas são: os cadastros de itens, composição de itens, grupo, classificação fiscal, ramo de atividade, vendedores, fornecedores, clientes, funcionários; as rotinas/consultas de pedido de compra, nota fiscal de entrada, consulta nota fiscal, movimentação de produtos, emissão de nota fiscal, consulta de nota fiscal; os relatórios de grupo, ramo de atividade, classificação fiscal, transportadora, fornecedores, mala direta clientes, mala direta - contas a receber, mala direta fornecedores, produtos em ponto de reposição. O Loja de tem como objetivo o controle e gerenciamento de lojas. As principais rotinas são: os cadastros de itens, composição de itens, grupo, classificação fiscal, ramo de atividade, vendedores, fornecedores, clientes, funcionários, transportadoras; as rotinas de movimentação de clientes, movimentação de clientes (devolução), pedidos de compra, nota fiscal de entrada, consulta nota fiscal de entrada; os relatórios de movimentação de clientes, grupo, ramo de atividade, classificação fiscal, fechamento de caixa, transportadora, fornecedores, mala direta clientes, mala direta - contas a receber, mala direta fornecedores.

9 PRINCIPAIS CLIENTES Por ser uma empresa de pequeno porte na área tecnológica, a Method Informática possui a maioria de seus clientes na região Norte de Santa Catarina, dentre os quais se destacam: Posto Bela Vista, Engepasa Ambiental, Calmec, Jjunckes, Rede de Postos Damiani, Rede de Postos Graciosa, Garuva Abrasivos, Vanessa Modas, Jay Flex, Rede Zandoná, Top Fusion, Reserplastic CONSIDERAÇÕES GERAIS A Method Informática possui hoje cerca de 200 clientes, com sua grande maioria espalhada pela região Norte do Estado de Santa Catarina. Sua área de atuação é focada na região Sul.

10 8 3 DESENVOLVIMENTO Em Abril de 2011 foi iniciado o estágio curricular obrigatório pela Universidade do Estado de Santa Catarina na Method Informática Ltda. O objetivo do estágio é desenvolver um sistema de cadastro para lojas, com geração de relatórios e implementação de rotinas. Neste capítulo são apresentadas as principais tecnologias utilizadas, as ferramentas e as principais atividades na implementação do sistema desenvolvida neste estágio. No final são apresentados as considerações gerais e as dificuldades encontradas em cumprir o cronograma no prazo estabelecido. Sobre essa dificuldade vale ressaltar que a realização do relatório ocorreu em paralelo com a execução do estágio, resultando em algumas horas sendo cumpridas em andamento até a data prevista no plano de estágio. 3.1 TECNOLOGIAS UTILIZADAS As tecnologias utilizadas para o desenvolvimento do estágio foram C# e Silverlight C# C# (C Sharp) é uma linguagem multiparadigma, estruturada, imperativa, orientada a objeto, dirigida a evento, funcional e genérica, criada e desenvolvida pela Microsoft, em 2001, e atualmente se encontra em sua quarta versão. Teve fortes influências do Java, C++, Eiffel, Modula-3 e Object Pascal. E, por sua vez, vem influenciando linguagens como D, F#, Java 5, Nemerle e Vala. A sua tipagem pode ser estática, dinâmica, forte, segura e normativa. O principal objetivo do C# é implementar soluções de forma veloz, simples, eficientes. As principais características são: Velocidade e robustez; Paradigma de programação estruturado e/ou orientado a objetos; Similaridade na sintaxe com C/C++ e Java; Provê suporte aos princípios da engenharia de software; Portabilidade e independência estres os componentes;

11 9 O C# também possui uma ampla comunidade na Internet, com inúmeras listas de discussões, como a social.msdn.microsoft (lista oficial do C#). Estas listas são outras facilidades encontradas no C#, pois desta forma os desenvolvedores podem trocar experiências e encontrar soluções mais rapidamente para os problemas. Na Figura 1 temos a representação da arquitetura do C#. [STELLMAN; GREENE, 2008] Figura 1 - Arquitetura do C# [KOSTARAS, 2008] Silverlight O Silverlight é uma aplicação de framework desenvolvida pela Microsoft em 2007, e atualmente está na sua versão estável 4. Suporta os sistemas operacionais Microsoft Windows, Mac OS X, Windows Phone 7, Windows Embedded Compact e Symbian OS. Foi desenvolvida para executar em navegadores, através de plug-ins, e para prover aplicações de Internet rica. Disponível para vários navegadores, como o IE e Firefox, o Silverlight é focado no desenvolvimento de programas de streaming de mídias, multimídias, animações, gráficos e suportar desenvolvimentos de linguagens CLI (Command Line Interface) e outras

12 10 ferramentas. O Silverlight executa como uma sandbox (ambiente onde desenvolvedores utilizam serviços para permitir testes e validações de códigos), e há algumas bibliotecas que possibilitam a extensão de controles, web services, componentes de comunicação de rede e LINQ (Language Integrated Query) [ABREU, 2010]. Entre outras vantagens, estão: Controles para a construção de interfaces; Desenvolvimento de aplicações LOB (Line of Business); Possibilidade de interação com o restante do código mantido na página HTML e JavaScript; Possibilidade de usar linguagens dinâmicas (como Python e Ruby) na construção de aplicações; Possibilidades de instalar as aplicações que estão executando no navegador na máquina local do próprio usuário. Na Figura 2 é representado a arquitetura do Silverlight. Figura 2 - Arquitetura do Silverlight [PATEL, 2010]. 3.2 FERRAMENTAS

13 11 As principais ferramentas utilizadas no estágio foram: framework.net, Visual Studio, Telerik e Devmidia Framework.Net Desenvolvido pela Microsoft em 2002, o.net é um framework de desenvolvimento para ambientes Windows, principalmente. Atualmente na versão estável 4.0, operando nos sistemas Windows 98 e NT 4.0, ou mais recentes, sob a licença MS-EULA. Inclui uma vasta biblioteca e suporta várias linguagens de programação, e a interoperabilidade entre elas. O ambiente onde essas linguagens são executadas é conhecido como CLR (Commom Language Runtime), que é uma máquina virtual que proporciona serviços importantes como segurança, administração de memória e ocorrência de exceções. A biblioteca inclusa e o CLR compõem o framework.net. A BCL (Base Class Library) provê a interface com o usuário, acesso à dados, conectividade com uma base de dados, criptografia, desenvolvimento de aplicações web, algoritmos numéricos e comunicação de rede. Na Figura 3 é representado a arquitetura do framework.net [.NETF, 2011]. Figura_3_-_Arquitetura do framework.net [SANCHEZ, 2010].

14 Visual Studio Desenvolvido pela Microsoft em 1997, o Visual Studio foi projetado para que os seus desenvolvedores construíssem rapidamente aplicações com interface de console ou interface gráfica. Atualmente na versão estável 2010, nativamente suporta desenvolvimento em com interface Windows Form, web sites, aplicações web e web services, para todas as plataformas suportadas pelos Microsoft Windows, Windows Mobile, Windows CE, framework.net,.net Compact Framework e Silverlight. O Visual Studio oferece excelentes suportes para codificação, como o IntelliSense, capaz de identificar e autocompletar trechos de códigos pré digitados, e a refatoração de código. Há um debbuger interno, muito útil na hora de testar códigos, e uma ferramenta para construção de GUI (Graphical User Interface), no formato de clique-e-arraste, facilitando o trabalho de desenvolvimento de uma aplicação com interface simples e rápida. Dentre as linguagens suportadas pelo Visual Studio, temos C/C++ (Visual C++), VB.Net, Visual Basic.Net, C# (Visual C#), e F#, com suporte para M, Python e Ruby. Há suporte também para XML/XSLT, HTML/XHTML, JavaScript e CSS [VS, 2010]. As vantagens desta ferramenta são: Coloração do código; Interoperabilidade, uma vez que há a necessidade de interação entre aplicações mais antigas e as recentes; Assistente de código completa de nome de funções (nativas e definidas pelo usuário), variáveis, classes; Árvore com listas de funções/classes definidas pelo usuário; Organização de projetos; Parser identifica possíveis erros léxicos e sintáticos antes da execução dos scripts; Browser interno; Organização de tarefas para o grupo de trabalho; Tags de documentação; Potabilidade, sendo cross-plataform, ou seja, um programa escrito usando o framework deve ser executado em qualquer plataforma suportada pelo.net. ; Possibilidade de expansão do ambiente através da inclusão de novos plugins.

15 13 Figura 4 - Uma janela de programação no Visual Studio Componentes Telerik e DevExpress Os componentes desenvolvidos pela Telerik e pela Developer Express são usados para aumentar o rendimento na programação e desenvolvimento de aplicações.net. Dentre os componentes oferecidos, temos objetos como gráficos, controles de abas, listas, estilos, imagens e texto. São usados para criar relatórios LOB, como de vendas mensais, inventários e ordens. Suportam dados que são originário de certos sistemas, como ADO.Net, Microsoft SQL Server, MsSQL, Oracle, Microsoft Access, OLE DB, XML e web services. Os componentes de ambas as empresas formam programas reutilizáveis. A proposta deste tipo de programação é de aumentar eficiência e a qualidade do desenvolvimento de aplicações customizadas [RAJU, 2009] [DEVEXPRESS, 2011].

16 TRABALHOS DESENVOLVIDOS Durante um período de duas semanas, foram realizadas visitas aos clientes da Method. Tais visitas são resultado de um novo projeto implementado pela empresa, com o objetivo de familiarizar o estagiário com o processos da empresa. Por ser um projeto novo da empresa, não estavam previstas no cronograma inicial tais visitas, mas foi visto tal a importância de suas realizações, uma vez que há uma maior interação do estagiário não só da criação do software, mas também de sua implementação e adaptação para os usuários finais. Na fase de implantação, o sistema é instalado, possivelmente já alterado para as necessidades específicas da empresa cliente. Para a implementação são analisadas as configurações de computadores utilizados pela empresa. Caso tenham os requisitos necessários, é escolhido um computador servidor, que hospedará a base de dados, e os computadores clientes, que terão interface com os funcionários da empresa cliente. Se os requisitos não forem satisfeitos, é feito um pedido de compra de um computador que seja adequado ao funcionamento do programa. Logo após a implementação, é feito um processo de treinamento com os funcionários da empresa cliente. Os funcionários são treinados a usar o sistema, o que muitas vezes pode ser desafiador, uma vez que pode ser uma preocupação nova da empresa de implantar um sistema deste tipo, e os funcionários não estejam familiarizados com este processo de funcionamento. O treinamento pode ser feito para todos os funcionários, mas, como na maior parte das vezes a empresa cliente não pode dispor de todos os funcionários ao mesmo tempo, vários dias de treinamentos são necessários, para que todo o quadro de funcionários possa passar pelo treinamento. Em alguns casos, o treinamento só é realizado com os gerentes, ou chefes de loja, que irão treinar os seus próprios funcionários. Finalmente, outro processo é o de suporte aos sistemas que já passaram pelas fases anteriores. O processo de suporte se subdivide em dois, não sendo necessário que um ocorra para se ter o outro. O primeiro deles ocorre quando um cliente levanta um problema ou uma necessidade específica. Nestes casos, pode ter ocorrido falha no software, onde será feita uma análise do ocorrido e o seu posterior tratamento, ou quando as necessidades do cliente se alteram ou não o satisfazem mais, onde é feito um novo levantamento e viabilidade das alterações. O segundo processo realizado é a conversão do sistema. Ele é realizado quando o cliente possui uma versão anterior do software da Method. Para que ocorra de forma rápida, este processo é automatizado por um script,

17 15 que converte dados e campos de uma base de dados, para que assim a integração com o programa continue funcionando. A instalação do programa utilizado também é parte deste processo, quando a atualização da base de dados não é suficiente Treinamento nas tecnologias e ferramentas Foi iniciado o treinamento das linguagens e tecnologias primeiramente com o C#, já utilizando o framework.net e o Visual Studio. A primeira fase deste treinamento ocorreu com a visualização de vídeos, realizados pela DevMedia, com o objetivo de inserir rapidamente conceitos da linguagem C# 4.0, o framework.net e o seu ambiente de desenvolvimento Visual Studio Foi visto nestes vídeos desde os funcionalidades mais básicas do C#, como conceitos de repetição, condicionais, encapsulamentos, classes, heranças, abstrações, propriedades, eventos e delegates. Paralelamente ao treinamento com os vídeos, foram realizados programas demostrativos de cada conceito, para uma maior fixação dos paradigmas vistos. A segunda parte do treinamento com C# foi com base no livro Use a Cabeça! C# [STELLMAN; GREENE, 2008], onde, de uma forma mais aprofundada, são vistos os conceitos mais importantes para o desenvolvimentos de aplicações, conforme os padrões visados. Dentre o que foi estudado no livro há os tipos primitivos, objetos, passagem de valor e referência, interface, enumerações, tratamento de exceções e LINQ. Junto ao estudo do livro, foram realizados vários programas, com o objetivo de ver o funcionamento dos conceitos mostrados no livro de forma mais dinâmica, para aumentar o rendimento de sua leitura Modelagem da Base de dados Para a implementação do sistema de cadastramento, baseado na web, foi realizada uma modelagem de dados diferente da existente deste módulo no ambiente Windows. Após a verificação das regras de negócio, foi realizada uma normalização de dados para se chegar às novas entidades e relacionamentos. Desta maneira houve um ganho em desempenho no sistema web. O sistema gerenciador de banco de dados utilizado foi o PostgreSQL, para a criação das base de dados, através da entrada de instruções SQL. Desta maneira foram criadas as novas tabelas localmente para testes durante a implementação.

18 16 Para a implantação do sistema de cadastramento no servidor foi gerado todas as instruções SQL referentes as novas tabelas e suas propriedades. De posse desse conjunto de instruções, foi utilizado o Visual Studio para a criação das tabelas no servidor. A modelagem de dados deste módulo pode ser visualizada no Anexo. Foram criadas as seguintes tabelas: Participante: nesta tabelas estão armazenadas as informações básicas sobre uma pessoa, que pode ser um cliente, um funcionário, um fornecedor ou uma transportadora, campos incluem dados como nome, telefones, ; Ramo de Atividade: nesta tabela ficam armazenadas informações sobre o campo de atividade do participante, e as observações para cada uma dessas interações; Item: nesta tabela são armazenadas informações sobre produtos ou serviços, tendo vários campos, como preços de compra, custo e venda, quantidade em estoque e data de cadastramento. Grupo: itens pertencem a grupos de itens. Nesta tabela é guardado a descrição de cada grupo. Na Figura 5 é apresentada as tabelas do banco de dados modelado Definição das funções e interface Após a modificação da base de dados, inserindo as novas tabelas, foi dado início à implementação do módulo. Em um primeiro momento foram definidas as principais funções do sistema baseado no modelo de negócio. Estas funções, em sua grande maioria, trabalham com uma conexão ao banco de dados fazendo operações de seleção. As funções foram centralizadas em um único arquivo, desta forma as regras de negócio ficaram praticamente todas neste arquivo de funções, facilitando a manutenção do código. Dentre as principais funções destacam-se: verificação de senha: esta função fará a verificação da senha digitada pelo funcionário. Esta senha utiliza o algoritmo de criptografia MD5; validação de id: para inserir um novo registro é necessário que se tenha um identificar para ele, somente. Estes id's são campos únicos na tabela, ou seja, não pode haver outro registro com o mesmo telefone; inserção/alteração do registro: função que realiza a inserção de um novo registro ou a alteração de um já existente;

19 17 Figura 5 - Tabelas referentes ao sistema de cadastro. detalhamento do cadastro: o funcionário irá detalhar os campos do cadastro, e deixar uma observação. Na Figura 6 é mostrado uma janela da interface do sistema de cadastro.

20 18 Figura 6 - Interface do sistema de cadastro. Para a interface foram utilizados os padrões já existentes no ambiente, para que o usuário se sinta mais familiarizado com o ambiente. Estes padrões representam as cores no ambiente, os estilos de interação, em destaque as guias (abas) para divisão dos dados por interesse e semelhança. A Figura 7 mostra o código da tela.

21 19 gura 7 - Parte do código XAML da interface do sistema. Fi Para as funções foram utilizados técnicas de boas práticas de desenvolvimento C# e Silverlight, processo bastante simplificado com o ambiente de desenvolvimento Visual Studio. A Figura 8 mostra o código usado em code-behind (separação do código de design do código de comportamento). 3.4 CONSIDERAÇÕES Durante a realização do estágio, foi implementado o projeto recente da empresa de visitas aos clientes, que busca uma maior integração da estagiário com as atividades diárias da empresa. Com o foco desse projeto e o do treinamento das linguagens, tecnologias e ferramentas, que introduzem um processo de criação de software relativamente diverso do que foi estudado até então pelo estagiário, a maior parte do tempo previsto teve que ter uma alteração para poder encaixar estas necessidades que foram percebidas.

22 20 Figura 8 - Parte do código code-behind (C#). Conforme o Cronograma Físico e Real, como o relatório foi produzido durante o decorrer estágio, sem que esse estivesse com o total de horas satisfeito, e as visitas aos clientes não estavam inicialmente planejadas, parte do sistema referente à geração de relatórios, criação de rotinas e testes, ficará para a segunda parte do estágio, que compreende as últimas horas restantes.

23 22 CONCLUSÃO Durante o período de estágio realizado na empresa Method Informática foi inicialmente realizado um estudo sobre as tecnologias utilizadas pela empresa, o framework.net, C#, Silverlight e Visual Studio, através de leitura de manuais, livros e acompanhamento de fóruns de discussão. Esta etapa foi importante para o conhecimento do sistema, suas funções e ferramentas. Na segunda etapa, a definição modelo de negócio para a Sistema de Cadastro para Lojas, foi realizada discussões sobre o projeto com o supervisor do estágio para traçar estratégias e definir as principais funções a serem implementadas nesta primeira versão do módulo. Após definido o modelo de negócio foi realizada a criação das tabelas na base de dados testes, para chegar a este ponto foram realizadas normalizações dos dados sobre a base de dados do sistema Windows existente. A codificação do sistema trouxe mais conhecimento sobre o ambiente de desenvolvimento Visual Studio, programação com C# e Silverlight. O período de estágio foi de grande importância para o início das atividades profissionais, pois foi possível avaliar quais as disciplinas lecionadas no decorrer da graduação foram mais relevantes para essa atuação no mercado de trabalho. As disciplinas que mais contribuíram para as atividades realizadas no estágio foram: Introdução a Ciência da Computação, Linguagem de Programação I, Linguagem de Programação II e Desenvolvimento de Aplicações Web. Introdução a Ciência da Computação: através da introdução dos conceitos de estruturas (sequenciais, de seleção e de repetição), conceito de erros (sintaxe e lógica), conceito de dados primitivos, operadores (aritméticos, lógicos e relacionais) e conceitos de variáveis (declaração, tipo e manipulação); Linguagem de Programação I: através da lógica de programação, conceitos de funções e passagem de parâmetros, utilização de estruturas de

24 23 decisão (if...else, switch...case) e estrutura de repetição (while, for, do... while) e quebra de fluxo (continue, break), e vetores (unidimensionais e multidimensionais); Desenvolvimento de Aplicações Web: através da introdução a conceitos de web-standards (HTML, JavaScript, CSS). A apresentação de trabalhos sobre tecnologias web, como o Silverlight, proporcionou uma melhor visão e experiência; Linguagem de Programação II: através de conceitos de orientação a objetos, heranças, abstração de classes, propriedades, elementos, encapsulamentos, coerções. Algumas dificuldades fizeram parte deste processo. Uma delas foi a utilização de linguagens de programação não muito conhecidas pelo estagiário, inclusive o Silverlight, que, apesar de ter tido um primeiro contato em uma apresentação em sala de aula, é uma forma relativamente nova de programar. Outra dificuldade foi conciliar as matérias feitas paralelamente, pois o tempo para realizar o estágio ficou muito escasso, levando em consideração que a carga horária nas matérias matriculadas no semestre em questão está de acordo com a carga horária normal de um semestre do curso. Considera-se que a experiência de estágio foi muito válida e extremamente enriquecedora e durante este tempo pode aprender muitas coisas. Também conheceu pessoas interessantes e divertidas durante esse tempo, que ajudaram a aprender mais quando teve dúvidas, e que transformaram o ambiente num lugar leve e agradável, dando mais prazer ao trabalho, que às vezes é uma atividade não tão prazerosa.

25 24 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ABREU, Luis, Silverlight 4.0: Curso Completo. ed. Lisboa: FCA Editora de Informática, DEVEXPRESS. Overview. Disponível em: <http://www.devexpress.com/products/net/reporting/> Acesso em: 20 mai KOSTARAS, John. Java vs C#. Disponível em: <http://jkost.ergoway.gr/jnkjavaconnection/java_vs_csharp.html> Acesso em: 20 mai MSDN..Net Framework Developer Center. Disponível em: <http://msdn.microsoft.com/netframework> Acesso em: 20 mai MSDN. Visual Studio. Disponível em: <http://msdn.microsoft.com/vstudio> Acesso em: 20 mai PATEL, Shaneesh. Silverlight Architcture. Disponível em: <http://www.shaneeshpatel.co.in/2010/10/silverlight-architecture.html> Acesso em: 20 mai RAJU, Phani. Reporting with ADO.NET Data Services and Telerik Report Viewer. Disponível em: <http://blogs.msdn.com/b/phaniraj/archive/2009/05/04/reporting-with-ado-netdata-services-and-telerik-report-viewer.aspx> Acesso em: 20 mai SANCHEZ, Fabrício. Recursos para Internet com.net: Parte 1. Disponível em: <http://fabriciosanchez.com.br/site/?p=132> Acesso em: 20 mai STELLMAN, Andrew; GREENE, Jennifer., Use a Cabeça!: C#. ed. Rio de Janeiro: Alta Books, 2008.

Informática para Gestão de Negócios Linguagem de Programação III. Prof. Me. Henrique Dezani dezani@fatecriopreto.edu.br. Agenda

Informática para Gestão de Negócios Linguagem de Programação III. Prof. Me. Henrique Dezani dezani@fatecriopreto.edu.br. Agenda Informática para Gestão de Negócios Linguagem de Programação III Prof. Me. Henrique Dezani dezani@fatecriopreto.edu.br Professor Apresentação Agenda Ementa, Objetivo, Conteúdo Programático, Bibliografia,

Leia mais

Fundament n os s da platafo f rm r a. NE N T André Menegassi

Fundament n os s da platafo f rm r a. NE N T André Menegassi Fundamentos da plataforma.net André Menegassi O que é o.net Framework?.NET é uma plataforma de software para desenvolvimento de aplicações que conecta informações, sistemas, pessoas e dispositivos através

Leia mais

Microsoft.NET. Desenvolvimento Baseado em Componentes

Microsoft.NET. Desenvolvimento Baseado em Componentes Microsoft.NET Lirisnei Gomes de Sousa lirisnei@hotmail.com Jair C Leite jair@dimap.ufrn.br Desenvolvimento Baseado em Componentes Resolução de problemas específicos, mas que podem ser re-utilizados em

Leia mais

Conteúdo Programático de PHP

Conteúdo Programático de PHP Conteúdo Programático de PHP 1 Por que PHP? No mercado atual existem diversas tecnologias especializadas na integração de banco de dados com a WEB, sendo o PHP a linguagem que mais se desenvolve, tendo

Leia mais

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO

LEI DE ACESSO A INFORMAÇÃO DIREITO DO CIDADÃO DESCRIÇÃO DO SIGAI O SIGAI (Sistema Integrado de Gestão do Acesso à Informação) é uma solução de software que foi desenvolvida para automatizar os processos administrativos e operacionais visando a atender

Leia mais

Com relação às áreas de conhecimento de projetos conforme o. PMBoK, julgue os itens subseqüentes.

Com relação às áreas de conhecimento de projetos conforme o. PMBoK, julgue os itens subseqüentes. De acordo com o comando a que cada um dos itens de 1 a 70 se refira, marque, na folha de respostas, para cada item: o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo designado com

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicação Windows Mobile Acessando um WebService

Desenvolvimento de Aplicação Windows Mobile Acessando um WebService Faculdade de Negócios e Administração de Sergipe Disciplina: Integração Web Banco de Dados Professor: Fábio Coriolano Desenvolvimento de Aplicação Windows Mobile Acessando um WebService Professor: Fabio

Leia mais

Ferramentas Web para controle e supervisão: o que está por vir

Ferramentas Web para controle e supervisão: o que está por vir Artigos Técnicos Ferramentas Web para controle e supervisão: o que está por vir Marcelo Salvador, Diretor de Negócios da Elipse Software Ltda. Já faz algum tempo que ouvimos falar do controle e supervisão

Leia mais

Automação do Processo de Instalação de Softwares

Automação do Processo de Instalação de Softwares Automação do Processo de Instalação de Softwares Aislan Nogueira Diogo Avelino João Rafael Azevedo Milene Moreira Companhia Siderúrgica Nacional - CSN RESUMO Este artigo tem como finalidade apresentar

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição Intensiva de Férias

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição Intensiva de Férias CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição Intensiva de Férias O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma Orientado a Objetos

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2009

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2009 CURSO DESENVOLVEDOR JAVA Edição 2009 O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma Orientado a Objetos e com o uso

Leia mais

19/05/2009. Módulo 1

19/05/2009. Módulo 1 ASP.NET Módulo 1 Objetivo Mostrar os conceitos fundamentais da plataforma Microsoft.Net e suas ferramentas; Apresentar os conceitos fundamentais de aplicações web e seus elementos; Demonstrar de forma

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Ponta Grossa 2012 ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Trabalho elaborado pelo

Leia mais

Introdução. à Linguagem JAVA. Prof. Dr. Jesus, Edison O. Instituto de Matemática e Computação. Laboratório de Visão Computacional

Introdução. à Linguagem JAVA. Prof. Dr. Jesus, Edison O. Instituto de Matemática e Computação. Laboratório de Visão Computacional Introdução à Linguagem JAVA Prof. Dr. Jesus, Edison O. Instituto de Matemática e Computação Laboratório de Visão Computacional Vantagens do Java Independência de plataforma; Sintaxe semelhante às linguagens

Leia mais

FERRAMENTAS NECESSÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO EM C#

FERRAMENTAS NECESSÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO EM C# FERRAMENTAS NECESSÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO EM C# Camila Sanches Navarro 1,2, Willian Magalhães 2 ¹Universidade paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil sanchesnavarro@gmail.com wmagalhaes@unipar.br

Leia mais

ESTÁGIO CURRICULAR I DETALHAMENTO DAS ATIVIDADES REALIZADAS DURANTE O ESTÁGIO CURRICULAR NA OPENCORE TECNOLOGIA EM SOFTWARE

ESTÁGIO CURRICULAR I DETALHAMENTO DAS ATIVIDADES REALIZADAS DURANTE O ESTÁGIO CURRICULAR NA OPENCORE TECNOLOGIA EM SOFTWARE BRUNO PEREIRA DAMASCENO ESTÁGIO CURRICULAR I DETALHAMENTO DAS ATIVIDADES REALIZADAS DURANTE O ESTÁGIO CURRICULAR NA OPENCORE TECNOLOGIA EM SOFTWARE EMPRESA: OPENCORE TECNOLOGIA EM SOFTWARE SETOR: DESENVOLVIMENTO

Leia mais

01. Módulo de Cadastros: 01.1 Telas

01. Módulo de Cadastros: 01.1 Telas O GERIR MICROEMPRESA é um software simples e objetivo que não contempla a parte fiscal da empresa, voltado para pequenos negócios comerciais e industriais. Produto voltado para ambiente Windows XP ou superior,

Leia mais

INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa

INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa INTEGRE Diversas fontes de informações em uma interface intuitiva que exibe exatamente o que você precisa ACESSE Informações corporativas a partir de qualquer ponto de Internet baseado na configuração

Leia mais

Av. Santos Dumont, 505 - Sala 203 Londrina-PR CEP 86039-090 Tel.: 43 3029 4544 e-mail: comercial@arandusistemas.com.br Site:

Av. Santos Dumont, 505 - Sala 203 Londrina-PR CEP 86039-090 Tel.: 43 3029 4544 e-mail: comercial@arandusistemas.com.br Site: ARANDU SISTEMAS O objetivo principal da Arandu é oferecer ferramentas que facilitem a GESTÃO EMPRESARIAL, que sejam inteligentes, viáveis e rápidos, procurando sempre a plena satisfação do Cliente. As

Leia mais

Adobe Flex. Cainã Fuck dos Santos Thiago Vieira Puluceno Jonathan Kuntz Fornari Gustavo Nascimento Costa

Adobe Flex. Cainã Fuck dos Santos Thiago Vieira Puluceno Jonathan Kuntz Fornari Gustavo Nascimento Costa Adobe Flex Cainã Fuck dos Santos Thiago Vieira Puluceno Jonathan Kuntz Fornari Gustavo Nascimento Costa O que é Flex? Estrutura de Código aberto para a criação de aplicativos Web Utiliza o runtime do Adobe

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS AVANÇADO DE ARACATI PROJETO DE PESQUISA

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS AVANÇADO DE ARACATI PROJETO DE PESQUISA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CAMPUS AVANÇADO DE ARACATI PROJETO DE PESQUISA IMPLEMENTAÇÃO DE SOLUÇÃO PARA AUTOMATIZAR O DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE UTILIZANDO A LINGUAGEM C#.NET

Leia mais

Aplicativo de referência em tecnologias Microsoft

Aplicativo de referência em tecnologias Microsoft Aplicativo de referência em tecnologias Microsoft André Luis Voltolini Sousa Prof. Everaldo Artur Grahl- Orientador Roteiro Introdução Objetivos Fundamentação teórica Especificação Implementação Operacionalidade

Leia mais

Manual de Instalação, Administração e Uso do Sistema Elétric

Manual de Instalação, Administração e Uso do Sistema Elétric Manual de Instalação, Administração e Uso do Sistema Elétric Versão 1.0 Autores Bruna Cirqueira Mariane Dantas Milton Alves Robson Prioli Nova Odessa, 10 de Setembro de 2013 Sumário Apoio 1. Licença deste

Leia mais

SISTEMA GERENCIAL TRATORPLAN

SISTEMA GERENCIAL TRATORPLAN SISTEMA GERENCIAL TRATORPLAN SIGET Fabrício Pereira Santana¹, Jaime William Dias¹, ², Ricardo de Melo Germano¹ ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil fabricioblack@gmail.com germano@unipar.br

Leia mais

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA WEB E FLEX Setembro de 2010 à Janeiro de 2011

CURSO DESENVOLVEDOR JAVA WEB E FLEX Setembro de 2010 à Janeiro de 2011 CURSO DESENVOLVEDOR JAVA WEB E FLEX Setembro de 2010 à Janeiro de 2011 O curso foi especialmente planejado para os profissionais que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas seguindo o paradigma

Leia mais

EMENTA DO CURSO. Tópicos:

EMENTA DO CURSO. Tópicos: EMENTA DO CURSO O Curso Preparatório para a Certificação Oracle Certified Professional, Java SE 6 Programmer (Java Básico) será dividido em 2 módulos e deverá ter os seguintes objetivos e conter os seguintes

Leia mais

ShoeSystem 1.0 Sistema para loja de calçados

ShoeSystem 1.0 Sistema para loja de calçados Artigo apresentado ao UNIS, como parte dos requisitos para obtenção do título de tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 1 ShoeSystem 1.0 Sistema para loja de calçados André Luis dos Reis Revair,

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO DA GESTÃO OPERACIONAL DE PEQUENA E MÉDIA PLATAFORMA COM EFICIÊNCIA E BAIXO CUSTO

IMPLEMENTAÇÃO DA GESTÃO OPERACIONAL DE PEQUENA E MÉDIA PLATAFORMA COM EFICIÊNCIA E BAIXO CUSTO IMPLEMENTAÇÃO DA GESTÃO OPERACIONAL DE PEQUENA E MÉDIA PLATAFORMA COM EFICIÊNCIA E BAIXO CUSTO Flávio Luis de Oliveira (flavio@celepar.pr.gov.br) Helio Hamilton Sartorato (helio@celepar.pr.gov.br) Yuri

Leia mais

Principais características

Principais características .Net Framework O que é.net? Proprietário da Microsoft Versão simplificada para Linux Versão compacta para dispositivos móveis Plataforma de desenvolvimento e execução Interface com usuário, conectividade

Leia mais

Especificação do KAPP-PPCP

Especificação do KAPP-PPCP Especificação do KAPP-PPCP 1. ESTRUTURA DO SISTEMA... 4 1.1. Concepção... 4 2. FUNCIONALIDADE E MODO DE OPERAÇÃO... 5 3. TECNOLOGIA... 7 4. INTEGRAÇÃO E MIGRAÇÃO DE OUTROS SISTEMAS... 8 5. TELAS E RELATÓRIOS

Leia mais

UM FRAMEWORK PARA DESENVOLVIMENTO DE

UM FRAMEWORK PARA DESENVOLVIMENTO DE UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE INFORMÁTICA UM FRAMEWORK PARA DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS EM WINDOWS MOBILE. PROPOSTA DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO Aluno:

Leia mais

FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C#

FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C# FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C# Camila Sanches Navarro 1,2, Wyllian Fressatti 2 ¹Universidade paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil sanchesnavarro@gmail.com wyllian@unipar.br Resumo. Este artigo

Leia mais

Ementário das Disciplinas

Ementário das Disciplinas Ementário das Disciplinas As ementas das disciplinas estão agrupadas em semestres para uma melhor visualização da organização da matriz curricular. As referências bibliográficas serão especificadas no

Leia mais

ASP.NET 2.0 e PHP. Autor: Glauber de Almeida e Juarez Fernandes

ASP.NET 2.0 e PHP. Autor: Glauber de Almeida e Juarez Fernandes ASP.NET 2.0 e PHP Autor: Glauber de Almeida e Juarez Fernandes Linguagens pesquisadas ASP.NET 2.0 e PHP. 1 - ASP.NET 2.0 ASP.NET não é nem uma linguagem de programação como VBScript, php, nem um servidor

Leia mais

Curso C# + Framework.NET

Curso C# + Framework.NET Curso C# + Framework.NET Objetivo 1ª Módulo De forma bastante prática, o participante alcançará o conhecimento conceitual da Framework.Net, utilizando C#.Net como ferramenta para este propósito. O treinamento

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET MATRIZ CURRICULAR

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET MATRIZ CURRICULAR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET MATRIZ CURRICULAR 1º SEMESTRE P101 Desenvolvimento Web 80 CE05 CE06 P102 Língua Portuguesa 40 CG08 CG13 P103 Algoritmos e Lógica de Programação 80

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: TÉCNICO EM INFORMÁTICA Qualificação:

Leia mais

Anexo IV PLANILHA DESCRITIVA DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Anexo IV PLANILHA DESCRITIVA DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Anexo IV PLANILHA DESCRITIVA DE ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS Requisito Descrição 6.1 - Produtos de Hardware 6.1.1. GRUPO 1 - IMPRESSORA TIPO I (MONOCROMÁTICA 20PPM - A4) 6.1.1.1. TECNOLOGIA DE IMPRESSÃO 6.1.1.1.1.

Leia mais

PARTE I A Linguagem C#

PARTE I A Linguagem C# PARTE I A Linguagem C# Capítulo 1, C# 3.0 e o.net 3.5 Capítulo 2, Iniciando: Hello World Capítulo 3, Fundamentos da Linguagem C# Capítulo 4, Classes e Objetos Capítulo 5, Herança e Polimorfismo Capítulo

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD) SISTEMAS PARA INTERNET INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 68 A disciplina estuda a área da informática como um todo e os conceitos fundamentais, abrangendo

Leia mais

OPORTUNIDADES CWI: Analista de Sistemas Sênior

OPORTUNIDADES CWI: Analista de Sistemas Sênior OPORTUNIDADES CWI: Analista de Sistemas Sênior - Experiência em levantamento de requisitos. - Elaboração de especificação funcional. - Desejável conhecimento em logística e transporte. Analista de Testes

Leia mais

Etec Monsenhor Antonio Magliano. Plano de Trabalho Docente 2014. Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em Informática

Etec Monsenhor Antonio Magliano. Plano de Trabalho Docente 2014. Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de Técnico em Informática Etec Monsenhor Antonio Magliano Plano de Trabalho Docente 2014 Etec: Monsenhor Antonio Magliano Ensino Técnico Código: 088 Município: Garça Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional:

Leia mais

Tudo o que Você Sempre Quis Saber Sobre Linguagens de Programação* (*Mas Tinha Medo de Perguntar) Diego Padilha Rubert FACOM

Tudo o que Você Sempre Quis Saber Sobre Linguagens de Programação* (*Mas Tinha Medo de Perguntar) Diego Padilha Rubert FACOM Tudo o que Você Sempre Quis Saber Sobre Linguagens de Programação* (*Mas Tinha Medo de Perguntar) Diego Padilha Rubert FACOM Por quê? O aprendizado em Algoritmos e Programação visa lógica de programação

Leia mais

Programando em C# Orientado a Objetos. By: Maromo

Programando em C# Orientado a Objetos. By: Maromo Programando em C# Orientado a Objetos By: Maromo Agenda Módulo 1 Plataforma.Net. Linguagem de Programação C#. Tipos primitivos, comandos de controle. Exercícios de Fixação. Introdução O modelo de programação

Leia mais

Ambientes Visuais. Ambientes Visuais

Ambientes Visuais. Ambientes Visuais Ambientes Visuais Inicialmente, apenas especialistas utilizavam os computadores, sendo que os primeiros desenvolvidos ocupavam grandes áreas e tinham um poder de processamento reduzido. Porém, a contínua

Leia mais

Documento de Requisitos Projeto SisVendas Sistema de Controle de Vendas para Loja de Informática.

Documento de Requisitos Projeto SisVendas Sistema de Controle de Vendas para Loja de Informática. Documento de Requisitos Projeto SisVendas Sistema de Controle de Vendas para Loja de Informática. 1 Introdução 1.1 Propósito O propósito deste documento de especificação de requisitos é definir os requisitos

Leia mais

Aplicativo web para definição do modelo lógico no projeto de banco de dados relacional

Aplicativo web para definição do modelo lógico no projeto de banco de dados relacional Aplicativo web para definição do modelo lógico no projeto de banco de dados relacional Juarez Bachmann Orientador: Alexander Roberto Valdameri Roteiro Introdução Objetivos Fundamentação teórica Desenvolvimento

Leia mais

PAV - PORTAL DO AGENTE DE VENDAS AGL Versão 2.0.6. Manual de Instalação e Demonstração AGL Sistemas Corporativos

PAV - PORTAL DO AGENTE DE VENDAS AGL Versão 2.0.6. Manual de Instalação e Demonstração AGL Sistemas Corporativos PAV - PORTAL DO AGENTE DE VENDAS AGL Versão 2.0.6 Manual de Instalação e Demonstração AGL Sistemas Corporativos Add-on responsável pela integração do SAP Business One com o setor comercial através da internet.

Leia mais

Engenharia de Software I

Engenharia de Software I Engenharia de Software I Rogério Eduardo Garcia (rogerio@fct.unesp.br) Bacharelado em Ciência da Computação Aula 05 Material preparado por Fernanda Madeiral Delfim Tópicos Aula 5 Contextualização UML Astah

Leia mais

DOCUMENTO DE REQUISITOS

DOCUMENTO DE REQUISITOS DOCUMENTO DE REQUISITOS ID documento: Data: / / Versão : Responsável pelo documento: ID Projeto: HISTÓRICO DE REVISÕES Data de criação/ atualização Descrição da(s) Mudança(s) Ocorrida(s) Autor Versão do

Leia mais

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning www.pwi.com.br 1 Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado,

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO CST ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 68 A disciplina estuda a área da informática como um todo e os conceitos fundamentais, abrangendo desde a

Leia mais

Introdução ao C# . Visão geral do.net Framework

Introdução ao C# . Visão geral do.net Framework Introdução ao C# Microsoft.NET (comumente conhecido por.net Framework - em inglês: dotnet) é uma iniciativa da empresa Microsoft, que visa uma plataforma única para desenvolvimento e execução de sistemas

Leia mais

ANEXO 11. Framework é um conjunto de classes que colaboram para realizar uma responsabilidade para um domínio de um subsistema da aplicação.

ANEXO 11. Framework é um conjunto de classes que colaboram para realizar uma responsabilidade para um domínio de um subsistema da aplicação. ANEXO 11 O MATRIZ Para o desenvolvimento de sites, objeto deste edital, a empresa contratada obrigatoriamente utilizará o framework MATRIZ desenvolvido pela PROCERGS e disponibilizado no início do trabalho.

Leia mais

OPORTUNIDADES CWI: Principais atividades: - Análise e desenvolvimento de sites Cross-plataform (IE/Firefox/Chrome/Safari).

OPORTUNIDADES CWI: Principais atividades: - Análise e desenvolvimento de sites Cross-plataform (IE/Firefox/Chrome/Safari). OPORTUNIDADES CWI: Analista - Experiência mínima de 2 anos com ASP.NET (C Sharp). - Experiência com atendimento a usuários na resolução de problemas com sistemas já existentes. - Experiência em desenvolvimento

Leia mais

Sistemas de controle para processos de bateladas

Sistemas de controle para processos de bateladas Sistemas de controle para processos de bateladas Por Alan Liberalesso* Há algum tempo os processos de batelada deixaram de ser um mistério nas indústrias e no ambiente de automação. O cenário atual nos

Leia mais

Cogent DataHub v7.0. A próxima geração em soluções para troca de dados em tempo real

Cogent DataHub v7.0. A próxima geração em soluções para troca de dados em tempo real Cogent DataHub v7.0 A próxima geração em soluções para troca de dados em tempo real Cogent é reconhecida como uma líder no segmento de soluções de middleware no domínio do tempo real. E, com a introdução

Leia mais

Geração e execução de scripts de teste em aplicações web a partir de casos de uso direcionados por comportamento 64

Geração e execução de scripts de teste em aplicações web a partir de casos de uso direcionados por comportamento 64 direcionados por comportamento 64 5 Estudo de caso Neste capítulo serão apresentadas as aplicações web utilizadas na aplicação da abordagem proposta, bem como a tecnologia em que foram desenvolvidas, o

Leia mais

Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural

Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural Sobre entidades externas ao sistema Quais sistemas externos devem ser acessados? Como serão acessados? Há integração com o legado a ser feita?

Leia mais

Desenvolvendo Aplicações Web com NetBeans

Desenvolvendo Aplicações Web com NetBeans Desenvolvendo Aplicações Web com NetBeans Aula 3 Cap. 4 Trabalhando com Banco de Dados Prof.: Marcelo Ferreira Ortega Introdução O trabalho com banco de dados utilizando o NetBeans se desenvolveu ao longo

Leia mais

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 SUMÁRIO DEFINIÇÃO DE REQUISITOS 4 1. INTRODUÇÃO 4 1.1 FINALIDADE 4 1.2 ESCOPO 4 1.3 DEFINIÇÕES, ACRÔNIMOS

Leia mais

Introdução ao Delphi. Introdução. Edições do Software. Capítulo 1. InforBRás - Informática Brasileira Ltda. O Que é o Delphi.

Introdução ao Delphi. Introdução. Edições do Software. Capítulo 1. InforBRás - Informática Brasileira Ltda. O Que é o Delphi. Capítulo 1 O Que é o Delphi Diferenças entre Delphi Client/Server do Delphi for Windows Características que compõem o Integrated Development Invironment (IDE) Como o Delphi se encaixa na família Borland

Leia mais

XDR. Solução para Big Data.

XDR. Solução para Big Data. XDR Solução para Big Data. ObJetivo Principal O volume de informações com os quais as empresas de telecomunicações/internet têm que lidar é muito grande, e está em constante crescimento devido à franca

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE FACULDADE DE COMPUTAÇÃO E INFORMÁTICA

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE FACULDADE DE COMPUTAÇÃO E INFORMÁTICA EDITAL DO PROGRAMA DE CERTIFICAÇÕES EM COMPUTAÇÃO MACK COMPUTING CERTIFICATION MCC 2º SEMESTRE DE 2014 O Diretor da Faculdade de Computação e Informática (FCI), no uso de suas atribuições estatutárias

Leia mais

Introdução ao ERP Microsiga Protheus da Totvs

Introdução ao ERP Microsiga Protheus da Totvs Por Edilberto Souza Introdução ao ERP Microsiga Protheus da Totvs Agenda Introdução a alguns conceitos de ERP; Noções sobre o mercado de ERP; Arquitetura do Microsiga Protheus; Visão geral do ambiente

Leia mais

ANEXO 05 ARQUITETURAS TECNOLÓGICAS PROCERGS

ANEXO 05 ARQUITETURAS TECNOLÓGICAS PROCERGS ANEXO 05 ARQUITETURAS TECNOLÓGICAS PROCERGS Este anexo apresenta uma visão geral das seguintes plataformas: 1. Plataforma Microsoft.NET - VB.NET e C#; 2. Plataforma JAVA; 3. Plataforma Android, ios e Windows

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Desenvolvimento de Software. Trabalho Interdisciplinar Semestral. 2º semestre 2011.2

Curso Superior de Tecnologia em Desenvolvimento de Software. Trabalho Interdisciplinar Semestral. 2º semestre 2011.2 Curso Superior de Tecnologia em Desenvolvimento de Software Trabalho Interdisciplinar Semestral 2º semestre 2011.2 Um por todos e todos por um 1. Apresentação Geral Todo e qualquer projeto gerido por uma

Leia mais

ARANDU SISTEMAS. Apresentamos a ARANDU SISTEMAS empresa sediada em Londrina no Paraná, com mais de 15 anos de experiência no varejo.

ARANDU SISTEMAS. Apresentamos a ARANDU SISTEMAS empresa sediada em Londrina no Paraná, com mais de 15 anos de experiência no varejo. ARANDU SISTEMAS Apresentamos a ARANDU SISTEMAS empresa sediada em Londrina no Paraná, com mais de 15 anos de experiência no varejo. A ARANDU SISTEMAS tem primado pela excelência e eficácia de seus produtos

Leia mais

Violin Tours Management

Violin Tours Management vtm Violin Tours Management Violin Tours Management tm vviolin Tours Management Visão Geral Bem-vindo ao Violin Tours Management, uma aplicação completa para que você automatize canais de relacionamento,

Leia mais

Cursos e Treinamentos Profissionais

Cursos e Treinamentos Profissionais Cursos e Treinamentos Profissionais Vinicius A. de Souza va.vinicius@gmail.com (12) 8124-6853 http://videsouza.scienceontheweb.net Cursos oferecidos Curso de Desenvolvimento de Software Com Java... 1 Curso

Leia mais

Palavras-Chaves: Arquitetura, Modelagem Orientada a Objetos, UML.

Palavras-Chaves: Arquitetura, Modelagem Orientada a Objetos, UML. MODELAGEM ORIENTADA A OBJETOS APLICADA À ANÁLISE E AO PROJETO DE SISTEMA DE VENDAS ALTEMIR FERNANDES DE ARAÚJO Discente da AEMS Faculdades Integradas de Três Lagoas ANDRE LUIZ DA CUNHA DIAS Discente da

Leia mais

Agenda. A Empresa História Visão Conceito dos produtos

Agenda. A Empresa História Visão Conceito dos produtos Agenda A Empresa História Visão Conceito dos produtos Produto Conceito Benefícios Vantagens: Criação Utilização Gestão Segurança Integração Mobilidade Clientes A empresa WF História Em 1998, uma ideia

Leia mais

Jan.2012. Características Gerais do Sistema:

Jan.2012. Características Gerais do Sistema: Jan.2012 Características Gerais do Sistema: O Software Global Cartórios traz um conceito novo em uma plataforma inovadora que reúne todas as especialidades em um único sistema. O Global Cartórios é um

Leia mais

Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP com foco nas tecnologias de software livre / código aberto

Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP com foco nas tecnologias de software livre / código aberto UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina CTC Centro Tecnológico INE Departamento de Informática e Estatística INE5631 Projetos I Prof. Renato Cislaghi Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP

Leia mais

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento HOME O QUE É TOUR MÓDULOS POR QUE SOMOS DIFERENTES METODOLOGIA CLIENTES DÚVIDAS PREÇOS FALE CONOSCO Suporte Sou Cliente Onde sua empresa quer chegar? Sistemas de gestão precisam ajudar sua empresa a atingir

Leia mais

DELEGAÇÃO REGIONAL DO ALENTEJO CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE ÉVORA REFLEXÃO 4

DELEGAÇÃO REGIONAL DO ALENTEJO CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE ÉVORA REFLEXÃO 4 REFLEXÃO 4 Módulos 0776, 0780, 0781, 0786 e 0787 1/10 8-04-2013 Esta reflexão tem como objectivo partilhar e dar a conhecer o que aprendi nos módulos 0776 - Sistema de informação da empresa, 0780 - Aplicações

Leia mais

Programação de Computadores II: Java. / NT Editora. -- Brasília: 2014. 82p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm.

Programação de Computadores II: Java. / NT Editora. -- Brasília: 2014. 82p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm. Autor José Jesse Gonçalves Graduado em Licenciatura em Matemática pela Universidade Estadual de São Paulo - UNESP, de Presidente Prudente (1995), com especialização em Análise de Sistemas (1999) e mestrado

Leia mais

SUPERÀTO DIVULGA: ANALISTA DE SISTEMAS / LÍDER DE PROJETOS

SUPERÀTO DIVULGA: ANALISTA DE SISTEMAS / LÍDER DE PROJETOS SUPERÀTO DIVULGA: ANALISTA DE SISTEMAS Superior completo em Sistemas de Informação, Ciências da Computação ou áreas afins; CONHECIMENTOS: OO (Orientação Objeto) UML ASP.Net (Framework 2.0 e/ou superior)

Leia mais

MD CONSULTORIA EM RECURSOS HUMANOS SITE WWW.MDRH.COM.BR E-MAIL MDRH@MDRH.COM.BR TELEFONE 49 3323 5804 CADASTRO TOTALMENTE GRATUITO

MD CONSULTORIA EM RECURSOS HUMANOS SITE WWW.MDRH.COM.BR E-MAIL MDRH@MDRH.COM.BR TELEFONE 49 3323 5804 CADASTRO TOTALMENTE GRATUITO SELECIONA: Farmacêutico Descrição: Para responder tecnicamente pela distribuição dos medicamentos, auxiliar os representantes nas orientações necessárias, auxiliar os clientes, fornecer treinamentos quanto

Leia mais

Figura 1 - Arquitetura multi-camadas do SIE

Figura 1 - Arquitetura multi-camadas do SIE Um estudo sobre os aspectos de desenvolvimento e distribuição do SIE Fernando Pires Barbosa¹, Equipe Técnica do SIE¹ ¹Centro de Processamento de Dados, Universidade Federal de Santa Maria fernando.barbosa@cpd.ufsm.br

Leia mais

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR

ORGANIZAÇÃO CURRICULAR ORGANIZAÇÃO CURRICULAR O curso Técnico em Informática, em Nível Médio Subseqüente, será organizado de forma semestral, com aulas presenciais, compostos por disciplinas, com conteúdos estabelecidos, tendo

Leia mais

Informática. Informática. Valdir

Informática. Informática. Valdir Informática Informática Valdir Questão 21 A opção de alterar as configurações e aparência do Windows, inclusive a cor da área de trabalho e das janelas, instalação e configuração de hardware, software

Leia mais

Impressão e Fotolito Oficina Gráfica da EDITORA VIENA. Todos os direitos reservados pela EDITORA VIENA LTDA

Impressão e Fotolito Oficina Gráfica da EDITORA VIENA. Todos os direitos reservados pela EDITORA VIENA LTDA Autores Karina de Oliveira Wellington da Silva Rehder Consultores em Informática Editora Viena Rua Regente Feijó, 621 - Centro - Santa Cruz do Rio Pardo - SP CEP 18.900-000 Central de Atendimento (0XX14)

Leia mais

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração Desenvolvimento em PHP usando Frameworks Elton Luís Minetto Agenda Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração Ambiente Web É o ambiente formado

Leia mais

Thin Clients : aumentando o potencial dos sistemas SCADA

Thin Clients : aumentando o potencial dos sistemas SCADA Artigos Técnicos Thin Clients : aumentando o potencial dos sistemas SCADA Tarcísio Romero de Oliveira, Engenheiro de Vendas e Aplicações da Intellution/Aquarius Automação Industrial Ltda. Um diagnóstico

Leia mais

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento

versa A solução definitiva para o mercado livreiro. Aumente a eficiência de seu negócio Tenha uma solução adequada para cada segmento Aumente a eficiência de seu negócio O Versa é um poderoso software de gestão de negócios para editoras, distribuidoras e livrarias. Acessível e amigável, o sistema foi desenvolvido especificamente para

Leia mais

Índice EMPRESA... 03 ESPECIALIDADES... 03 TRABALHOS REALIZADOS... 04 PRODUTOS... 05 SERVIÇOS... 06

Índice EMPRESA... 03 ESPECIALIDADES... 03 TRABALHOS REALIZADOS... 04 PRODUTOS... 05 SERVIÇOS... 06 Apresentação Índice EMPRESA... 03 ESPECIALIDADES... 03 TRABALHOS REALIZADOS... 04 PRODUTOS... 05 SERVIÇOS... 06 2 EMPRESA CDN&T Informática e Suporte Ltda, empresa que atua a mais de 15 anos no mercado

Leia mais

NeXT ERP Sistema de gestão empresarial A solução integrada e eficiente para sua empresa

NeXT ERP Sistema de gestão empresarial A solução integrada e eficiente para sua empresa Gerencie facilmente seu negócio com o NeXT ERP O que é o NeXT Software? - Um avançado software integrado capaz de automatizar e integrar os processos de negócio de sua empresa - Possibilita que as informações

Leia mais

Autores/Grupo: TULIO, LUIS, FRANCISCO e JULIANO. Curso: Gestão da Tecnologia da Informação. Professor: ITAIR PEREIRA DA SILVA GESTÃO DE PESSOAS

Autores/Grupo: TULIO, LUIS, FRANCISCO e JULIANO. Curso: Gestão da Tecnologia da Informação. Professor: ITAIR PEREIRA DA SILVA GESTÃO DE PESSOAS Autores/Grupo: TULIO, LUIS, FRANCISCO e JULIANO Curso: Gestão da Tecnologia da Informação Professor: ITAIR PEREIRA DA SILVA GESTÃO DE PESSOAS ORGANOGRAMA FUNCIANOGRAMA DESENHO DE CARGO E TAREFAS DO DESENVOLVEDOR

Leia mais

Sistema de Automação Comercial de Pedidos

Sistema de Automação Comercial de Pedidos Termo de Abertura Sistema de Automação Comercial de Pedidos Cabana - Versão 1.0 Iteração 1.0- Release 1.0 Versão do Documento: 1.5 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011

Leia mais

ANEXO 09 PERFIS PROFISSIONAIS MÍNIMOS

ANEXO 09 PERFIS PROFISSIONAIS MÍNIMOS ANEXO 09 PERFIS PROFISSIONAIS MÍNIMOS As qualificações técnicas exigidas para os profissionais que executarão os serviços contratados deverão ser comprovados por meio dos diplomas, certificados, registros

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa Manual do Usuário Sistema Financeiro e Caixa - Lançamento de receitas, despesas, gastos, depósitos. - Contas a pagar e receber. - Emissão de cheque e Autorização de pagamentos/recibos. - Controla um ou

Leia mais

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração O livro

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração O livro Desenvolvimento em PHP usando Frameworks Elton Luís Minetto Agenda Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração O livro Ambiente Web É o ambiente

Leia mais

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia P ORTFÓ FÓLIO Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia versão 1.1 ÍNDICE 1. A EMPRESA... 3 2. BI (BUSINESS INTELLIGENCE)... 5 3. DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS... 6 3.1. PRODUTOS

Leia mais

Comércio Eletrônico. Aula 01. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho

Comércio Eletrônico. Aula 01. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Comércio Eletrônico Aula 01 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos multimídia

Leia mais

UMA ABORDAGEM COMPARATIVA ENTRE AS LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO JAVA E C#

UMA ABORDAGEM COMPARATIVA ENTRE AS LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO JAVA E C# UMA ABORDAGEM COMPARATIVA ENTRE AS LINGUAGENS DE PROGRAMAÇÃO JAVA E C# Robson Bartelli¹, Wyllian Fressatti¹. ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil robson_lpbartelli@yahoo.com.br,wyllian@unipar.br

Leia mais

vgf Violin Gerenciador de Franquias

vgf Violin Gerenciador de Franquias vgf Violin Gerenciador de Franquias Violin Gerenciador de Franquias vgf Violin Gerenciador de Franquias Visão Geral Bem-vindo ao Violin Gerenciador de Franquias, uma poderosa aplicação vertical que dá

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057 INTRODUÇÃO SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO EMPRESARIAL E A ADMINISTRAÇÃO DE PATRIMÔNIO ALUNO: SALOMÃO DOS SANTOS NUNES MATRÍCULA: 19930057 Há algum tempo, podemos observar diversas mudanças nas organizações,

Leia mais