TREINAMENTO. Estar posicionada entre as maiores e melhores provedoras de solução de gestão empresarial do Brasil.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TREINAMENTO. Estar posicionada entre as maiores e melhores provedoras de solução de gestão empresarial do Brasil."

Transcrição

1 TREINAMENTO Visão Estar posicionada entre as maiores e melhores provedoras de solução de gestão empresarial do Brasil. Missão Desenvolvimento e fornecimento de soluções e serviços através de softwares para tornar nossos clientes mais eficazes. Política Estamos comprometidos com a melhora contínua no desenvolvimento de soluções tecnológicas compatíveis com a legislação e com as mais modernas técnicas de gestão proporcionando aos nossos clientes negócios mais eficientes e rentáveis APOSTILA PARA O CURSO WCONT Contabilidade Alterdata Essa apostila poderá ser impressa e utilizada no treinamento do sistema. Deverão ser utilizadas folhas de ofício no formato A4. Página 1

2 SUMÁRIO WPHD...3 CADASTROS BÁSICOS...3 CADASTRO DE BUREAU...3 CADASTRO DE EMPRESAS...3 VÍNCULO DE SÓCIOS...5 PLANO DE CONTAS...7 WCONT...11 CADASTRO...11 EMPRESAS...11 HISTÓRICO PADRÃO...13 LANÇAMENTOS AUTOMÁTICOS...13 LANÇAMENTOS FIXOS...14 LANÇAMENTOS TEMPORÁRIOS...16 CONSULTAS...18 MOVIMENTO...18 SALDOS...19 RESULTADO...20 DIFERENÇA...20 RELATÓRIOS...21 RAZÃO...21 DIÁRIO...22 BALANÇO...23 DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO...24 ANÁLISE CRÍTICA...25 OUTROS...25 FERRAMENTAS...26 OPÇÕES...26 ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO...27 DESFAZER ENCERRAMENTO...28 PROGRAMA DO CURSO DE CONTÁBIL...29 Atenção: Os exemplos e imagens utilizados na geração das apostilas são meramente ilustrativos e servem apenas como material didático. Página 2

3 WPHD CADASTROS BÁSICOS FERRAMENTAS/ OPÇÕES CADASTRO DE BUREAU Começamos o uso dos sistemas Alterdata preenchendo os cadastros do sistema WPHD, pois os mesmos serão utilizados em vários locais dos sistemas da linha pack automação contábil, inclusive na validação de documentos legais junto a entidades do Governo. No momento do primeiro acesso ao sistema WPHD será necessário o preenchimento do Bureau, este por sua vez é o responsável pela contabilidade da empresa. Estes dados serão de grande importância para diversos relatórios gerados no sistema de Contabilidade pois serão utilizados para a geração de documentos por meio magnético. WPHD. Após o preenchimento das informações do cadastro do bureau iremos preencher o cadastro da empresa no CADASTRO DE EMPRESAS Como podemos observar abaixo temos a primeira aba, Básico, nesta aba iremos colocar informações do Nome, endereço e atividade da empresa. Temos a opção Empresa desativada, estando marcada, como o próprio nome indica, esta empresa não Página 3

4 estará mais ativa para efetuar nenhuma movimentação ou processamento, e seus dados serão mantidos para futuras consultas. Nesta segunda aba Complementar, iremos informar dados mais específicos da empresa, como por exemplo o CNPJ, Natureza Jurídica, inicio das atividades, etc. Vale a pena ressaltar que estas informações são gerais, ou seja, serão utilizados por todos os sistemas. Temos que Observar o Campo Código NIRE, que necessariamente deverá estar preenchido. para empresas que estão obrigadas a geração do SPED contábil ( Escrituração Contábil Digital). Podemos observar que o NIRE é o mesmo número da Junta Comercial da Empresa. Então, se a empresa for Registrada em Cartório, não terá que preencher esse campo. Página 4

5 Temos algumas informações mais específicas como a aba de Informações para o Contábil ou Manad que serão utilizadas pelos sistemas Wdp e Wcont. Na Aba Informações para o Contábil, temos três opções. - Lançamentos Automáticos, Centro de Custo e Nome Completo. - Se as opções de Lançamento Automático e Centro de Custo estiverem desmarcadas, o sistema não vai reconhecer que trabalha com essas opções, com isso, vai desabilitar as duas opções no sistema Contábil. O campo Nome Completo será utilizado para colocarmos a Razão Social Completa da empresa sem abreviações, caso seja extensa e não caiba no campo Nome na aba Básico. Esse nome completo só sairá nos Livros Contábeis, se no cadastro de empresas no Contábil, estiver marcado a opção Utiliza razão social completo nos relatórios Legais. Na aba Manad, caso a empresa precise gerar esse arquivo, deverão ser preenchidos os campos com data início e fim de prestação de serviços de informática e de contabilidade, sem essas informações não será possível a geração do arquivo no sistema Contábil. Temos ainda a aba Observação, que poderá ser utilizada pelo usuário no preenchimento de informações específicas da empresa, que não serão impressas em nenhum relatório, somente serão utilizadas para uma consulta futura. Temos também a aba Logotipo onde o usuário poderá adicionar o logotipo da empresa para que seja impressa nos relatórios. VÍNCULO DE SÓCIOS Ainda no cadastro da empresa, será necessário vincular os sócios na empresa, para isso, primeiramente precisamos efetuar o cadastro dos sócios (WPHD - Sócios), em seguida poderemos vincular o sócio à empresa. Página 5

6 Nesta vinculação é importante verificarmos os campos Administrador e Responsável pelo CNPJ pois o sócio que estiver com essas opções marcadas será levado como responsável para assinar os relatórios como RESCISÃO (Wdp), LIVROS CONTÁBEIS (Wcont - WAtivo). Outros campos importantes são o Valor Pró-labore e Indexador, pois é através do preenchimento destes campos, que o sistema irá calcular o Pró-Labore, multiplicando as informações dos campos para encontrar o valor do salário do Sócio. Temos os campos de Admissão/Entrada, CBO 2002, Cód. Retenção do IR, como campos importantes a serem preenchidos, pois serão utilizados em outros sistemas. Na aba Receita Federal, temos que vincular o Percentual de Capital Votante, a Qualificação do Sócio, isso para gerarmos a DIPJ no sistema, para geração do Arquivo SPED, temos que vincular o Código da função do mesmo para o SPED. Página 6

7 OBS.: Existem outros cadastros que devem ser preenchidos, como por exemplo a tabela de INDEXADORES, IRRF, de acordo com os valores vigentes. PLANO DE CONTAS Este Módulo será utilizado para cadastramento das contas que serão utilizadas nos sistemas de Contabilidade, Ativo, Fiscal. As contas vinculadas no Plano de Contas, serão utilizadaa na hora da Movimentação dos sistemas citados acima, bem como na configuração para integração entre os mesmos. O plano de Contas pode ser utilizado de maneira contínua ( Um plano para todos as empresas ), ou de maneira individual, criando uma plano de contas com as configurações e necessidade da mesmas. Abaixo podemos verificar como é configurado o Plano de Contas: 1 tela - Configuração Página 7

8 Nesta tela será configurada a máscara ( Classificação do Plano ). Essa configuração servirá para definir os níveis das contas no sistema, onde cada uma irá entrar. Conforme Exemplo Abaixo: 1 Ativo 1-1 Circulante Disponível Numerário de Caixa Caixa Conta Banco Movimento Banco Itaú Banco Real Banco HSBC 2 Tela Definição Página 8

9 A aba Definição é um das mais importantes no cadastro de Plano de Contas. Pois é através dela que iremos definir os Níveis dentro do Sistema. OBS.: O Nível do ATIVO e PASSIVO não podem ser alterados. ( Ativo sempre 1. Passivo sempre 2 ). Caixa. Nível do Disponível será vinculado nessa tela para mostrar a disponibilidade da empresa ao imprimir o Livro Nível do Pat. Líquido definirá a conta sintética do grupo Patrimônio Líquido. Que irá mostrar no Relatório Balanço a conta passivo a descoberto, quando o Patrimônio líquido for negativo. OBS.: "De acordo com as resoluções CFC 847/1999 e CFC 1.049/2005, quando o Patrimônio Líquido possui um valor negativo, ou seja, quando o valor das obrigações para com terceiros é superior ao valor dos ativos, utiliza-se a expressão "Passivo a Descoberto". Esta resolução foi revogada a partir de , pela Resolução CFC 1.283/2010. Para as demonstrações contábeis encerradas a partir da publicação do novo texto normativo, não será mais necessário alterar a nomenclatura do Patrimônio Líquido quando ele se tornar negativo. O sistema Contábil Alterdata já está preparado para emitir o Balanço de acordo com esta nova resolução. Para isto, deverá ser desabilitada na tela de emissão do balanço a utilização da opção "Pass. descoberto nível passivo" (Lembrando que como a nossa legislação é alterada constantemente, antes de efetuar essa configuração, consultar a legislação vigente) Contas de Resultado - Neste ponto, temos a possibilidade de padronizar as contas de resultado utilizada por esse plano de contas. Esses contas serão utilizadas ao fazer o encerramento do Execício. Depois de cadastrar as informações acima, podemos selecionar o plano e clicarmos na palavra contas acima dos botões de atalho, para visualizarmos as contas do plano de contas. Será exibido a tela a seguir: Página 9

10 Ao Clicar no ícone de Novo Cadastro ou Editar, podemos criar novas contas ou editar contas já existentes, será exibido a seguinte tela: Página 10

11 WCONT CADASTRO ARQUIVO/TABELAS/EMPRESAS Após efetuado o cadastramento da empresa no WPHD será necessário a vinculação e o preenchimento dos dados complementares no sistema Wcont. Nesta primeira aba Dados, devemos informar se esta empresa irá trabalhar com lançamentos temporários, também conhecido como lotes. Nesta configuração, o usuário poderá separar a sua movimentação em lotes de trabalho. Deixando a opção desmarcada, o usuário estará trabalhando de forma otimizada, nesse caso, todos os lançamentos estarão sendo movimentados juntos, sendo separados somente no momento da geração do relatório, pois é definido o período que deseja verificar. Ainda nessa tela podemos definir se a empresa irá utilizar ou não a Razão Social Completa nos relatórios. Isso significa que, se estiver marcado, o sistema irá pegar o nome completo da empresa cadastrado no WPHD -Empresas Aba Complementar Sub aba Informações para o Contábil. Podemos definir também nesta tela, se a empresa está obrigada a geração do arquivo SPED Contábil ( ECD Escrituração Contábil Digital). Temos que informar também o plano de contas que iremos trabalhar, conforme configurado anteriormente, precisaremos informar os dados do contador para que o mesmo apareça na impressão dos Livros Contábeis dentro do sistema Wcont. A data de fechamento é a data do encerramento do exercício da empresa que será definida no momento do seu processamento. Outro campo importante é a data de processamento, este por sua vez é uma proteção criada no sistema para informar o período atual dos lançamentos efetuados para esta empresa e caso o usuário efetue o lançamento, com Página 11

12 data diferente à informada nesse campo, o sistema irá criticar questionando se o lançamento está sendo efetuado no período correto. Temos também campo de s dos usuários que devem receber os relatórios este é utilizado para o PACKWEB enviar os relatórios. O PACKWEB é um sistema criado pela Alterdata para o envio e recebimento de documentos. Através deste sistema o usuário poderá enviar os livros como: Razão, Diário, Livro Caixa, enfim, todos os relatórios que o usuário queira enviar para outra pessoa e que possua a configuração para tal. Desta forma estará economizando o custo da impressão e entrega dos documentos, e estará agilizando todos os processos que dependem da aceitação do cliente. Na aba Livro\ Termos, podemos definir primeiramente o número do livro Contábil já impressos em outro sistema por exemplo. Além disso, definir o Termos de acordo com cada empresa. Página 12

13 ARQUIVO/TABELAS/HISTÓRICO PADRÃO Este cadastro será bastante importante para exemplificar os itens que estão sendo movimentados. Poderemos descrever, e efetuar um complemento a informação. ARQUIVO/TABELAS/LANÇAMENTOS AUTOMÁTICOS Através dos lançamentos automáticos poderemos definir alguns lançamentos que serão utilizados com frequência na contabilidade sem a definição de um valor Fixo. Desta forma, iremos facilitar e agilizar os Movimentos Contábeis. Ao selecionar o lançamento criado, basta clicar no Menu Lançamentos para configurar as contas. Dentro deste cadastro iremos informar o plano de contas que estaremos trabalhando, a conta devedora, a conta credora e o Histórico padrão, criado anteriormente. Estas informações dos lançamentos automáticos, poderão ser utilizadas por qualquer empresa, desde que trabalhe com o mesmo plano de contas. Página 13

14 ARQUIVO/TABELAS/LANÇAMENTOS FIXOS Através dos lançamentos fixos poderemos definir os lançamentos que serão sempre utilizados com um valor Fixo. Desta forma, não será necessário informar o valor na hora de fazer a movimentação. Página 14

15 Dentro deste cadastro iremos informar o plano de contas que estaremos trabalhando, o VALOR, a conta devedora, a conta credora e o Histórico padrão, criado anteriormente. Além disso, para criação desse fixo, podemos utilizar um lançamento automático criado anteriormente, pois como foi visto, o lançamento automático é o recurso onde podemos padronizar um lançamento. E podemos também vincular a esse lançamento fixo um Centro de Custo, caso queira um controle por departamento. Depois de configurado os lançamentos Fixos, temos que transportar os mesmos para movimentação contábil do sistema. Para isso, basta clicar no Menu Transportes de Fixos. Nesta tela será informado a descrição do lançamento (Se trabalhar com lotes, será o nome do mesmo) e vincular um ou mais fixos para o transporte. Página 15

16 ARQUIVO/LANÇAMENTOS TEMPORÁRIOS/NOVOS LANÇAMENTOS Após termos efetuado todas as configurações no sistema Wcont e no sistema Wphd poderemos efetuar a movimentação de todas as contas. Para isso basta clicar com o botão direito na tela demonstrada acima e clicar em novo lançamento, desta forma estará aparecendo uma nova tela permitindo o usuário definir como irá movimentar determinada conta. Através dessa tela, poderemos informar o período, o valor e um lançamento automático a que se refere este lançamento. Página 16

17 OBS.: Podemos cadastrar conta a conta sem a necessidade de informar o Lançamento Automático. Nesse exemplo, podemos verificar um cadastramento utilizando um lançamento Automático. Atualmente podemos verificar na própria tela de lançamentos, o saldo de cada Conta, conforme a imagem acima. Com isso, irá facilitar uma análise melhor sobre a conta lançada. Ao clicar no botão Movimentos, irá abrir uma tela onde podemos verificar em um determinado período, todos os lançamentos feitos nessa conta até o saldo Atual. Na tela inicial de lançamentos temos o Botão referente a Múltiplos, que será muito utilizado para lançamentos com várias contas, ou seja, um Débito para dois Crédito. Um Crédito para dois Débitos ou Vários Créditos para vários Débitos. Conforme exemplo abaixo: Podemos verificar que Temos um lançamento de 8.500,00 (Crédito) para Zerar a Diferença. OBS.: o Botão GRAVAR só ficará habilitado quando não tiver mais diferença. Após efetuarmos todos os movimentos poderemos gerar as consultas e emitir os relatórios referentes. Página 17

18 CONSULTAS MOVIMENTO Utilizando esta consulta poderemos verificar todos os movimentos efetuados para uma determinada conta e dentro de um período específico. Esta modalidade de consulta tem como função agilizar o processo de localização de um determinado lançamento, que possa estar errado, duplicado ou para simples conferência Um dos grandes diferenciais do Consultas - Movimentos é que através dele, poderá ser feito a conferência e até mesmo a edição do lançamento sem a necessidade de entrar no Lote ou nos Lançamentos Otimizados. Para isso, basta dar um duplo clique sobre o lançamento que quer acertar. Irá abrir um nova tela, onde poderá alterar: Data, Valor ou Contas. Página 18

19 CONSULTAS/SALDOS A consulta de saldos é utilizada para uma verificação anual de determinada conta, pois através dela poderá selecionar um conta e verificar a movimentação que teve nos meses do Ano Selecionado. Conforme podemos ver abaixo: Nesse exemplo, vamos verificar a conta Caixa no ano de 2010, toda movimentação de Março. Página 19

20 CONSULTAS/RESULTADO Outra consulta que podemos utilizar é a consulta de resultado, através desta consulta iremos verificar o valor do Ativo, Passivo, Receita e Despesa para o período selecionado, estas informações auxiliarão a encontrar alguma diferença, caso tenha, em determinado período, conforme demonstrado abaixo. A Consulta de Resultado é um grande recurso do sistema, que proporciona uma análise geral do exercício, dispensando a emissão de relatórios para obter-se os valores referentes ao lucro ou prejuízo da empresa no exercício. CONSULTAS/DIFERENÇA Página 20

21 A consulta de diferença tem o objetivo de mostrar alguma diferença em determinado período para uma empresa. Essa diferença pode ser facilmente encontrada para quem opta em trabalhar com lote, pois nos dá uma localização exata da Diferença. Conforme podemos ver na imagem acima. RELATÓRIOS RAZÃO Dentre todos os relatórios utilizados no sistema Wcont podemos exemplificar o Razão, que tem como finalidade evidenciar os movimentos existentes em uma determinada conta contábil e qual o valor que tal conta possui em uma determinada data, pois é através do Razão que iremos identificar quais são os valores de cada conta do patrimônio e após iremos elaborar os balancetes e balanços. Relatório Razão Impresso: Página 21

22 DIÁRIO Temos o Diário, onde serão impressos todos os fatos contábeis que afetam o patrimônio de uma pessoa. Tais fatos serão lançados diariamente e em ordem cronológica. As finalidades principais para esse tipo de livro são as seguintes: Primeiro, uma forma de pesquisa levando em consideração o dia do fato. Isso permite, no futuro, uma pesquisa tendo como ponto de referência apenas a data para identificar os lançamentos efetuados naquele dia determinado. A segunda finalidade é propiciar rigidez nos controles patrimoniais, já que, pondo em ordem de data, sem qualquer linha em branco, impedirá que, passado algum tempo, alguém fraude os registros contábeis interpondo lançamentos posteriores. Relatório Diário Impresso: Página 22

23 BALANÇO Podemos efetuar a impressão também do balanço patrimonial que é a demonstração contábil destinada a evidenciar, quantitativa e qualitativamente, numa determinada data, a posição patrimonial e financeira da entidade. Para a emissão do Balanço Patrimonial, o usuário deverá ter feito todas as rotinas para o encerramento do exercício. Serão demonstrados neste Balanço, os saldos das contas de Ativo e Passivo, com a confrontação do saldo do exercício anterior. Há, ainda, a possibilidade de edição do texto de abertura e encerramento dos livros. Relatório Balanço Impresso: Página 23

24 DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADO Através deste relatório será apurado o resultado de lucro ou prejuízo, sendo confrontados os níveis Receitas, Despesas e Custos. Podendo ser emitido no curso do exercício, para levantamentos antecipados, ou após o encerramento do exercício. Página 24

25 ANÁLISE CRÍTICA Outro relatório que podemos gerar, é o relatório de Análise Crítica que será usado para demonstrar se existem divergências entre os dados informados no cadastro da conta e a movimentação da conta em determinado período. Por exemplo, se informarmos que uma conta terá periodicidade mensal e não existirem lançamentos para esta conta em um determinado período, o sistema incluirá a conta neste relatório, demonstrando o fato ocorrido como SEM MOVIMENTO e se o valor de Determinada conta está com o Saldo INVERTIDO, por exemplo: a Conta é de Débito e está com Saldo Credor. Conforme podemos ver Abaixo: OUTROS Teremos a possibilidade de emitir diversos relatórios no sistema Wcont. Como por exemplo: Balancete Balancete Orçamentário Balancete em outros moedas Balancete Anual por Centro de Custo Livro Caixa Termos de Abertura e Encerramento Relatórios Personalizados Número de Lançamentos Centro de Custo Livros Personalizados. Página 25

26 FERRAMENTAS OPÇÕES Na aba Geral do módulo Ferramentas > Opções, iremos efetuar as configurações necessárias para criar um modo de funcionamento do sistema voltado para os seus objetivos específicos de utilização. Permite que o sistema tenha uma certa individualização para os diversos usuários, aceitando que estes determinem como deverão funcionar alguns módulos de cadastro, cálculo e impressão. Dentre estas várias configurações poderemos destacar a Mudanças de campo na digitação do lote com "Enter", onde marcando este campo, no momento em que o usuário estiver digitando os lançamentos contábeis, a mudança de campo neste cadastramento poderá ser feita com a tecla "Enter", ao invés da tecla "Tab", que é o padrão do sistema, agilizando, desta maneira, a digitação dos lançamentos. Temos também a opção Repete a data na digitação do lote que ao digitar os lançamentos, o usuário poderá definir a repetição automática da data nos lançamentos, o que facilitará se houver vários lançamentos a serem efetuados com a mesma data. Podemos configurar também a opção Crítica em caso de diferença entre débito e crédito, na liberação dos lançamentos temporários que irá mostrar uma mensagem de diferença ao Liberar um lote caso haja alguma diferença entre as conta Crédito e Débito. Outra opção importante é a Permitir diferença entre débito e crédito na liberação dos lançamentos temporários, se estiver marcada, tendo diferença entre o total de débitos e total de créditos, o sistema permitirá a liberação dos lançamentos temporários normalmente. Entre outras opções que poderá ser utilizada da maneira que o usuário achar mais conveniente. Conforme podemos ver abaixo: Página 26

27 ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO Este módulo será utilizado para zerar as contas de Receitas de Despesas e jogar os saldos para a Conta de Resultados, apurando então o Lucro e/ou Prejuízo da empresa. OBS.: Na primeira tela, temos que informar a empresa que terá o encerramento realizado. Caso as contas de resultados estejam configuradas no Plano de Contas no WPHD, o sistema pegará automaticamente as mesmas. Porém se não estiverem vinculadas, poderão ser incluídas manualmente neste ponto. OBS.: Na Segunda tela, temos que informar a data do Encerramento. ( Lembrando que pode ser mensalmente, trimestralmente e anualmente ). A opção Gravar data do encerramento como data de fechamento da empresa, será utilizado para fazer o controle do encerramento do exercício. Se estiver marcado, o sistema irá preencher o campo Data de Fechamento no cadastro de empresas. E por último, colocar o Histórico referente ao Encerramento. Página 27

28 DESFAZER ENCERRAMENTO Este módulo será utilizado para desfazer o encerramento de exercício caso o cliente tenha que alterar alguns lançamentos contábeis referentes a um exercício para o qual já foi feito encerramento. Ainda no Menu Ferramentas do sistema, podemos realizar outros procedimentos, Tais como: - Geração dos arquivos magnéticos SPED, FCONT, SINCO, DIPJ, BACEN e MANAD. - Auditoria ( Recurso onde ficará registrado os procedimentos efetuados no sistema por seus usuários ) - Backup ( Recurso onde será feito a cópia da base de dados ) Página 28

29 PROGRAMA DO CURSO DE CONTÁBIL 09:00 h - Início do Curso WPHD 1 - Cadastro de Bureau 2 - Sócios 3 - Empresas 4 - Vínculo do sócio à empresa 5 - Plano de contas 6 - Usuários 7 - Diretório da base de dados 8 - Instalação da base de dados 9 - Vincula Plano referencial 10 -Backup 11 -Ajuda 12 -Efetuar Logoff de WCONT 13 - Arquivos\ tabelas Empresas Histórico Padrão Lançamentos Automáticos Lançamentos Fixos 13.5 Trava Contábil 14 - Arquivos\ Lançamentos temporários Abrir Lançamentos 10:30 hs- Intervalo para Lanche (15 minutos) Novos Lançamentos Lançamentos Otimizados 14.4 Alteração de contas 12:00 h Intervalo para Almoço (60 minutos) 15 - Consultas Análise Gráfica Movimentos Saldos Resultado Diferença Localiza Lançamentos Conciliação Bancária Balancete Dinâmico Análise Crítica Conciliação de lançamentos 16 - Relatórios Razão Diário 16.3 Balancete 16.4 Balancete Anual por centro de custo Balanço Livro caixa Demonstrativo de Resultado 15:15 h - Intervalo para Lanche (15 minutos) Termos de Abertura e encerramento Analise Critica Número de Lançamentos Relatórios por Centro de custo Livros personalizados 17 - Ferramentas Opções Encerramento Demonstrativo Programado 17.4 Arquivos gerados pelo sistema: SPED, FCONT, DIPJ, SINCO, BACEN, MANAD Pesquisar conta Auditoria do sistema Backup Ajuda 17:00 hs Término do Curso ESTE CRONOGRAMA PODERÁ SOFRER PEQUENAS ALTERAÇÕES AO LONGO DO CURSO. Página 29

APOSTILA PARA O CURSO DE ATIVO ATIVO IMOBILIZADO ALTERDATA

APOSTILA PARA O CURSO DE ATIVO ATIVO IMOBILIZADO ALTERDATA Visão Estar posicionada entre as maiores e melhores provedoras de solução de gestão empresarial do Brasil. Missão Desenvolvimento e fornecimento de soluções e serviços através de softwares para tornar

Leia mais

APOSTILA PARA O CURSO WCOBRANÇA COBRANÇA FÁCIL ALTERDATA

APOSTILA PARA O CURSO WCOBRANÇA COBRANÇA FÁCIL ALTERDATA Visão Estar posicionada entre as maiores e melhores provedoras de solução de gestão empresarial do Brasil. Missão Desenvolvimento e fornecimento de soluções e serviços através de softwares para tornar

Leia mais

APOSTILA PARA O CURSO WFISCAL

APOSTILA PARA O CURSO WFISCAL TREINAMENTO Visão Estar posicionada entre as maiores e melhores provedoras de solução de gestão empresarial do Brasil Missão Desenvolvimento e fornecimento de soluções e serviços através de softwares para

Leia mais

APOSTILA PARA O CURSO WDP DEPARTAMENTO DE PESSOAL

APOSTILA PARA O CURSO WDP DEPARTAMENTO DE PESSOAL Visão Estar posicionada entre as maiores e melhores provedoras de solução de gestão empresarial do Brasil Missão Desenvolvimento e fornecimento de soluções e serviços através de softwares para tornar nossos

Leia mais

1. Controle de exercício

1. Controle de exercício 1 1. Controle de exercício Para realizar lançamentos e emitir relatório o módulo Contabil obriga a criação de exercícios, que na verdade representam os anos de atividade da empresa. Confira algumas dicas

Leia mais

MANUAL ELETRÔNICO SUMÁRIO

MANUAL ELETRÔNICO SUMÁRIO SUMÁRIO 1 OPÇÕES... 6 1.1 Selecionar Empresa... 7 1.2 Conexão... 9 1.3 Autorização... 10 1.4 Controle de Acesso... 11 1.4.1 Controle de Acessos... 11 1.4.2 Configura Acesso... 16 1.5 Outro Usuário... 19

Leia mais

É necessário que a contabilidade de 2013 da empresa esteja com o período encerrado.

É necessário que a contabilidade de 2013 da empresa esteja com o período encerrado. Geração do SPED ECD e FCONT referente ao exercício de 2013. É necessário que a contabilidade de 2013 da empresa esteja com o período encerrado. Porém antes de encerrar o exercício, efetue os procedimentos

Leia mais

TREINAMENTO APOSTILA PARA O SISTEMA PACK STUDENT D E PA R TAM E N T O D E P E S S O A L

TREINAMENTO APOSTILA PARA O SISTEMA PACK STUDENT D E PA R TAM E N T O D E P E S S O A L TREINAMENTO Visão Estar posicionada entre as maiores e melhores provedoras de solução de gestão empresarial do Brasil Missão Desenvolvimento e fornecimento de soluções e serviços através de softwares para

Leia mais

TUTORIAL WINTHOR CONTABIL PARAMETRIZAÇÃO CONTABIL

TUTORIAL WINTHOR CONTABIL PARAMETRIZAÇÃO CONTABIL TUTORIAL WINTHOR CONTABIL PARAMETRIZAÇÃO CONTABIL Tutorial do Sistema WinThor Módulo Contábil Copyright - PC Informática Ltda. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total por qualquer

Leia mais

Treinamento Módulo Contas a Pagar

Treinamento Módulo Contas a Pagar Contas a Pagar Todas as telas de cadastro também são telas de consultas futuras, portanto sempre que alterar alguma informação clique em Gravar ou pressione F2. Teclas de atalho: Tecla F2 Gravar Tecla

Leia mais

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos.

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos. VERSÃO 5 Outubro/2012 Release Notes Não deixe de atualizar o seu sistema Planejamos a entrega ao longo do exercício de 2012 com mais de 140 melhorias. Mais segurança, agilidade e facilidade de uso, atendendo

Leia mais

Tópicos: Acessar o módulo Domínio Contabilidade:

Tópicos: Acessar o módulo Domínio Contabilidade: Tópicos: *acessar o modulo domínio contabilidade; *definir parâmetros *cadastrar plano de contas, históricos, entre outros *efetuar lançamentos contábeis *conciliação bancária e conciliação cliente/fornecedor

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA WCONTÁBIL GERAÇÃO DO ARQUIVO FCONT

MANUAL DO SISTEMA WCONTÁBIL GERAÇÃO DO ARQUIVO FCONT MANUAL DO SISTEMA WCONTÁBIL GERAÇÃO DO ARQUIVO FCONT Página 1 INTRODUÇÃO Este material traz as informações necessárias de como proceder a preparação os dados e configuração do sistema Wcontábil na geração

Leia mais

Manual Operacional Versão 2.2

Manual Operacional Versão 2.2 1 Manual Operacional Versão 2.2 2 SUMÁRIO 1) Assistente de configuração 4 2) Módulo Geral 9 2.1) Administradora 9 2.2) Empresa 9 2.3) Grupo de Empresa 12 2.4) Responsável 13 2.5) CEP 13 2.6) Configurações

Leia mais

NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR

NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR NOVO PROCESSO DE CENTRO DE CUSTO DO WINTHOR Todos os direitos reservados. PC Sistemas 1.0 - Data: 28/08/2012 Página 1 de 47 Sumário Apresentação... 4 1. PROCEDIMENTOS INICIAIS... 5 1.1. Realizar Atualizações...

Leia mais

CONTABILIDADE COM MÚLTIPLOS PLANOS DE CONTAS

CONTABILIDADE COM MÚLTIPLOS PLANOS DE CONTAS CONTABILIDADE COM MÚLTIPLOS PLANOS DE CONTAS As mudanças ocorridas com a publicação da lei 11.638/07 e alterações da lei 11.941/09 exigiram das empresas uma adequação em sua estrutura de balanços e demonstrações

Leia mais

Treinamento Sistema Condominium Módulo III

Treinamento Sistema Condominium Módulo III Financeiro (Lançamentos Despesas e Saldos) Nesse módulo iremos apresentar os principais recursos da área contábil do sistema. Contábil> Lançamentos Nessa tela é possível lançar as despesas dos condomínios,

Leia mais

Guia rápido para configuração e geração do SPED Contábil

Guia rápido para configuração e geração do SPED Contábil Guia rápido para configuração e geração do SPED Contábil Acessar no módulo Domínio Contabilidade o menu controle/parâmetros e marcar a opção Gera informativo SPED. No campo Plano de contas referencial

Leia mais

Cordilheira Escrita Fiscal 2.109A

Cordilheira Escrita Fiscal 2.109A LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro

PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro PRONIM ED - EDUCAÇÃO Financeiro SUMÁRIO 1. FINANCEIRO... 5 1.1. ED - SECRETARIA... 5 1.2. ED - ESCOLA... 5 1.3. USUÁRIOS POR ENTIDADE NO ED SECRETARIA E ESCOLA... 6 2. FINANCEIRO - SECRETARIA... 7 2.1.

Leia mais

ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL

ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL ECF ESCRITURAÇÃO CONTÁBIL FISCAL Geração da ECF para empresas optantes pelo Lucro Presumido Informações importantes A Escrituração Contábil Fiscal é uma nova obrigação acessória, cuja primeira entrega

Leia mais

CONHECENDO O BANCO DE DADOS DPCOMP COMO PROCEDER PARA FAZER BACKUP S

CONHECENDO O BANCO DE DADOS DPCOMP COMO PROCEDER PARA FAZER BACKUP S CONHECENDO O BANCO DE DADOS DPCOMP Atualmente, a DpComp, visando ampliar a capacidade corporativa de seus clientes, acompanha a evolução tecnológica e trabalha hoje com o banco de dados MySQL, um dos bancos

Leia mais

Demonstração dos Fluxos De Caixa. (DFC)

Demonstração dos Fluxos De Caixa. (DFC) Demonstração dos Fluxos De Caixa. (DFC) Índice 1. DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXAS - DFC... 1 1.1. Objetivo... 1 1.2. Obrigatoriedade e Período de Apuração... 1 1.3. Definições... 1 1.4. Método e Estrutura

Leia mais

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 2013 GVDASA Sistemas Caixa AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

Leia mais

Criar nova ECF(Escrituração Contabil Fiscal) e recuperar dados da ECD no PVA(Validador do SPED)

Criar nova ECF(Escrituração Contabil Fiscal) e recuperar dados da ECD no PVA(Validador do SPED) Criar nova ECF(Escrituração Contabil Fiscal) e recuperar dados da ECD no PVA(Validador do SPED) Tabela de Conteudo - Indices 1 - Criando Nova declaração... 3 1.1 - Procedimentos Iniciais... 3 1.2 - Recuperando

Leia mais

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo

O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo O Oficina Integrada é um sistema completo para o controle e gerenciamento de oficinas mecânicas. É o primeiro e único software que controla o fluxo em sua oficina. O sistema foi desenvolvido para ser utilizado

Leia mais

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição

SSE 3.0. Guia Rápido. Módulo Secretaria. Nesta Edição SSE 3.0 Guia Rápido Módulo Secretaria Nesta Edição 1 Acessando o Módulo Secretaria 2 Cadastros Auxiliares 3 Criação de Modelos Definindo o Layout do Modelo Alterando o Layout do Cabeçalho 4 Parametrização

Leia mais

Manual Ciaf NFC-e Gratuito. Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17

Manual Ciaf NFC-e Gratuito. Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17 Manual Ciaf NFC-e Gratuito Cadastro de Clientes 2 Cadastro de Produtos 4 Caixa Diário 9 Cadastro de formas de Pagamento NFCe 13 Emissão NFC-e 17 1 Cadastro de Clientes Nesta opção iremos armazenar no sistema

Leia mais

MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE

MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE C o n t r o l e E m p r e s a r i a l MANUAL DO USUARIO SISTEMA TOTEM MODULO DE ESTOQUE s i s t e m a s SUMÁRIO INTRODUÇÃO CONCEITOS... 3 ENTRADA DIRETA DE PRODUTOS... 3 INCLUSÃO DE FORNECEDORES E CLIENTES...

Leia mais

Criar nova ECF(Escrituração Contabil Fiscal) e recuperar dados da ECD no PVA(Validador do SPED)

Criar nova ECF(Escrituração Contabil Fiscal) e recuperar dados da ECD no PVA(Validador do SPED) Criar nova ECF(Escrituração Contabil Fiscal) e recuperar dados da ECD no PVA(Validador do SPED) TABELA DE CONTEUDO - INDICES 1 - Criando Nova declaração... 3 1.1 - Procedimentos Iniciais... 3 1.2 - Recuperando

Leia mais

Roteiro Básico de Utilização

Roteiro Básico de Utilização Neste roteiro apresentamos alguns passos iniciais para quem nunca utilizou o sistema ter uma noção básica de por onde começar a utilizar o Account. Cadastramento da Empresa base do Exercício O cadastro

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2 BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO - CORDILHEIRA VERSÃO 2 Cordilheira Recursos Humanos CRH 2.85A As rotinas de Retiradas de Pró-labore e Autônomos tiveram diversas alterações, com o objetivo

Leia mais

SPED Escrituração Contábil Fiscal (ECF)

SPED Escrituração Contábil Fiscal (ECF) SPED Escrituração Contábil Fiscal (ECF) Este tutorial destina-se a empresas de Regime Lucro Presumido. A exportação para o SPED Escrituração Contábil Fiscal (ECF) no Sistema LedWin, deverá ser feita da

Leia mais

Integração Persona x Contábil

Integração Persona x Contábil Integração Persona x Contábil A integração contábil do Persona Gold pode ser efetuada de duas formas: Através do Persona Gold A integração é efetuada pelo desenvolvimento de lotes de lançamentos contábeis,

Leia mais

Tutorial contas a pagar

Tutorial contas a pagar Tutorial contas a pagar Conteúdo 1. Cadastro de contas contábeis... 2 2. Cadastro de conta corrente... 4 3. Cadastro de fornecedores... 5 4. Efetuar lançamento de Contas à pagar... 6 5. Pesquisar Lançamento...

Leia mais

1. FCONT CONTROLE FISCAL CONTÁBIL DE TRANSIÇÃO

1. FCONT CONTROLE FISCAL CONTÁBIL DE TRANSIÇÃO 1. FCONT CONTROLE FISCAL CONTÁBIL DE TRANSIÇÃO Conforme disciplina a Instrução Normativa RFB nº 949/09, O FCONT é uma escrituração, das contas patrimoniais e de resultado, em partidas dobradas, que considera

Leia mais

MANUAL DECRETO 52.665/2008 - SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA.

MANUAL DECRETO 52.665/2008 - SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. MANUAL DECRETO 52.665/2008 - SP SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA. Neste manual serão demonstradas as alterações efetuadas no Sistema E-Fiscal para atender ao decreto 52.665/2008 - SP. Foi inserida a opção Apuração

Leia mais

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Parte A INICIANDO E CONFIGURANDO (5 passos)

Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Parte A INICIANDO E CONFIGURANDO (5 passos) Primeiros Passos para o Simulador de Ações do FinanceDesktop. Seja bem-vindo(a) ao Simulador de Ações FinanceDesktop. Seu propósito é oferecer um ambiente completo e fácil de usar que permita o registro

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento do Imposto sobre

Leia mais

Treinamento Sistema Condominium Módulo V

Treinamento Sistema Condominium Módulo V Módulo V Prestação de Contas Condomínio> Prestação de Contas Em Prestação de Contas Serão impressos todos os relatórios que irão compor sua Pasta mensal. Estão disponíveis diversos modelos para balancete,

Leia mais

SIAGRI ERP AGRIMANAGER META DE VENDAS

SIAGRI ERP AGRIMANAGER META DE VENDAS SIAGRI ERP AGRIMANAGER META DE VENDAS SUMÁRIO BENEFICIAMENTO DE SEMENTES... 3 1. Projeto Meta de Vendas... 3 1.1 Itens de Configuração Alterados... 3 2. Planejamento de Vendas... 3 2.1 Meta de Vendas...

Leia mais

Foram criadas três empresas padrões que podem ser importadas na criação de novas siglas no SIGER, sendo uma para cada forma de tributação.

Foram criadas três empresas padrões que podem ser importadas na criação de novas siglas no SIGER, sendo uma para cada forma de tributação. Foram implementadas no módulo de Contabilidade do ERP SIGER, a partir da versão 15.30a, melhorias que visam agilizar e facilitar principalmente o trabalho dos Escritórios Contábeis e também poderá ser

Leia mais

Sistema de Contabilidade Empresa Administradora de Fundos

Sistema de Contabilidade Empresa Administradora de Fundos Sistema de Contabilidade Empresa Administradora de Fundos 29/03/2013 Sumário 1. Objetivo... 3 2. Configurações... 3 2.1. Módulo Parâmetros...... 4 2.1.1. Cadastro de Administradora de Fundos (ver Fluxo)...

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO. ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL. Manual de Operação do SIMPLES 1

MANUAL DE OPERAÇÃO. ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL. Manual de Operação do SIMPLES 1 Manual de Operação do SIMPLES 1 MANUAL DE OPERAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. Manual de Operação do SIMPLES 2 A Empresa A ASP Desenvolvimento de Softwares

Leia mais

Manual Sistema Curumim. Índice

Manual Sistema Curumim. Índice Versão 1.0 Índice 1. Instalação do Sistema... 3 2. Botões e Legenda... 4 3. Login do Sistema... 5 4. Tela Principal... 6 5. Dados Cadastrais da Empresa... 7 6. Aluno Cadastro... 8 7. Aluno - Cadastro de

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Vendas e Caixa) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 Vendas... 3 1.1

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

Movimento. Financeiro. Bancário. Contas a Pagar. Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber. Lançamento de Contas a Receber (simples)

Movimento. Financeiro. Bancário. Contas a Pagar. Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber. Lançamento de Contas a Receber (simples) Movimento Financeiro Contas a Pagar Lançamento de Contas a Pagar (simples) Contas a Receber Lançamento de Contas a Receber (simples) Movimento de Caixa Fechamento Caixa Bancos Apropriações de Centros de

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA. Documento de Arrecadação Estadual DAE. Manual do Usuário. Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 1 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA Documento de Arrecadação Estadual DAE Manual do Usuário Versão 1.0.0 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA 66.053-000 Av. Visconde de Souza Franco, 110 Reduto Belém PA Tel.:(091)

Leia mais

Índice 1.Auditoria Financeira...2 2.Parametrizações do Sistema...3 2.1.Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Forma de controle das notas na Auditoria

Índice 1.Auditoria Financeira...2 2.Parametrizações do Sistema...3 2.1.Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Forma de controle das notas na Auditoria Índice 1.Auditoria Financeira...2 2.Parametrizações do Sistema...3 2.1.Cadastro da Empresa...3 2.1.1.Forma de controle das notas na Auditoria Financeira...4 2.1.2.Formas de Registro do Pagamento e Recebimento

Leia mais

Neste bip. EFD Contribuições. Você sabia? Prazo final para entrega dos arquivos ECD e FCONT. edição 22 Junho de 2012

Neste bip. EFD Contribuições. Você sabia? Prazo final para entrega dos arquivos ECD e FCONT. edição 22 Junho de 2012 Neste bip EFD Contribuições... 1 Prazo final para entrega dos arquivos ECD e FCONT... 1 Configuração da Demonstração do Fluxo de Caixa... Configuração do Plano de Contas de acordo com a Lei 11.638/07...

Leia mais

Portaria Conjunta STN/SOF nº 3/2008 Manual de Despesa Nacional;

Portaria Conjunta STN/SOF nº 3/2008 Manual de Despesa Nacional; Código: MAP-DIFIN-001 Versão: 00 Data de Emissão: XX/XX/XXXX Elaborado por: Gerência de Contabilidade Aprovado por: Diretoria de Finanças e Informações de Custos 1 OBJETIVO Estabelecer os procedimentos

Leia mais

Neste bip. Férias Coletivas. Você Sabia? Edição 53 Janeiro de 2015

Neste bip. Férias Coletivas. Você Sabia? Edição 53 Janeiro de 2015 Neste bip Férias Coletivas... 1 Configurar Tarefas Automáticas... 2 Pedido de Rescisão e Interrupção do Aviso Prévio... 3 Cadastro NIS em Lote... 3 Erro ao Gerar a Depreciação de Um Período... 5 Férias

Leia mais

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município

E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica. Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município E&L Nota Fiscal de Serviços Eletrônica Manual do Ambiente do Prestador de Serviços do Município Após receber a confirmação de aceite do Credenciamento via e-mail já é possível efetuar o login no sistema

Leia mais

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013

Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Principais Novidades Abril/2013 a Junho/2013 Sumário 1. Ambiente Group Shopping... 3 2. Alteração na Tela de Contratos e Controle de Edições... 7 3. Propagação de Contratos... 10 4. Configuração de Impressora

Leia mais

jfinanç as Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015

jfinanç as Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015 jfinanças Pessoal Versão 2.0 - Fevereiro/2015 Índice 1 INTRODUÇÃO E VISÃO GERAL... 1 2 INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO INICIAL DO JFINANÇAS PESSOAL... 2 2.1 Download... 3 2.2 Instalação do jfinanças Pessoal...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO DO M3

MANUAL DO USUÁRIO DO M3 MANUAL DO USUÁRIO DO M3 1 CADASTROS 1.1 Clientes Abre uma tela de busca na qual o usuário poderá localizar o cadastro dos clientes da empresa. Preencha o campo de busca com o nome, ou parte do nome, e

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Sumário: Tópico: Página: 2 Apresentação: O Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços ou SIG-ISS é um sistema para gerenciamento

Leia mais

Manual de Relação de Pontos por Indicação

Manual de Relação de Pontos por Indicação Manual de Relação de Pontos por Indicação Sumário 1. Verificando se o parâmetro das funções está ativo... 3 2. Efetuando o cadastro da faixa de indicação... 5 2.1. Cadastro de faixas com intervalos...

Leia mais

PARAMETRIZACAO MODULO ESCRITA FISCAL

PARAMETRIZACAO MODULO ESCRITA FISCAL PARAMETRIZACAO MODULO ESCRITA FISCAL Primeiro passo: importar impostos, para isso proceda da seguinte maneira: entre na empresa EXEMPLO, no menu Arquivos clique em Impostos, logo após, do lado direito

Leia mais

APLICAÇÕES WEB GUIA DO USUÁRIO

APLICAÇÕES WEB GUIA DO USUÁRIO Parte:...................................... Gabarito Assunto:............................ Atualização: Original........................ Página: 1 SIA 7.5 - Sistema Integrado de Arrecadação APLICAÇÕES

Leia mais

APOSTILA PROVISÃO E CONTABILIZAÇÃO

APOSTILA PROVISÃO E CONTABILIZAÇÃO APOSTILA PROVISÃO E CONTABILIZAÇÃO ANO 2004 1 ÍNDICE 1 - Provisão de 13º Salário e Férias Preparando a Provisão 1.1 Cadastro de Provisão de férias 1.2 Cadastro de provisão de 13º Salário 1.3 Relatório

Leia mais

Para fazer uma prestação de contas no sistema deverá seguir os seguintes passos:

Para fazer uma prestação de contas no sistema deverá seguir os seguintes passos: Prestação de Contas Para fazer uma prestação de contas no sistema deverá seguir os seguintes passos: Acessar o Sistema NEGOCIUS. Clicar em Tesouraria do menu lateral esquerdo, em seguida clicar em Prestação

Leia mais

Sumário. www.samisistemas.com.br Porto Alegre 51 3254.5454 Florianópolis 48 3094.1775 São Paulo 11 3076.499 Rio de Janeiro 21 3031.

Sumário. www.samisistemas.com.br Porto Alegre 51 3254.5454 Florianópolis 48 3094.1775 São Paulo 11 3076.499 Rio de Janeiro 21 3031. Sumário Legenda... 3 1. Cadastros e Lançamentos... 4 1.1. Recebimento de Doc s... 4 1.2. Baixa de Proprietários... 7 1.3. Lançamento em Lote (Manual)... 10 1.4. Alteração/ Exclusão de Lançamentos... 11

Leia mais

SUPORTE TÉCNICO EBS. E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@ebs.com.br.

SUPORTE TÉCNICO EBS. E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@ebs.com.br. C S C SUPORTE TÉCNICO EBS Horário de atendimento: Das 08h30min às 18h, de Segunda a Sexta-feira. Formas de atendimento: E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@ebs.com.br. Suporte On-Line

Leia mais

Material Didático Módulo Financeiro e Ferramentas. Manual prático de utilização

Material Didático Módulo Financeiro e Ferramentas. Manual prático de utilização Material Didático Módulo Financeiro e Ferramentas. Manual prático de utilização O treinamento do Prodap Profissional GP tem como objetivo orientar o usuário no uso do software. Esse treinamento contem

Leia mais

Neste bip. Prisão do Empregado e os reflexos no Contrato de Trabalho. Você Sabia? edição 26 Outubro de 2012

Neste bip. Prisão do Empregado e os reflexos no Contrato de Trabalho. Você Sabia? edição 26 Outubro de 2012 Neste bip Prisão do Empregado e os reflexos no Contrato de Trabalho... Novo Documento para Cadastro de Trabalhador... 2 Tomador de Serviços... 2 Lançamento de Créditos Anteriores - EFD Contribuições...

Leia mais

2015 GVDASA Sistemas Contabilidade 1

2015 GVDASA Sistemas Contabilidade 1 2015 GVDASA Sistemas Contabilidade 1 2015 GVDASA Sistemas Contabilidade 2 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso

Leia mais

SOFTWARE DE GESTÃO EMPRESARIAL. Instrução Alterações ECD (Layout 2.00)

SOFTWARE DE GESTÃO EMPRESARIAL. Instrução Alterações ECD (Layout 2.00) Página 1 de 6 1 Objetivo Orientar os usuários do sistema Consultor s referente alterações na geração da Escrituração Contábil Digital (ECD) atendendo a versão 2.00 do layout (a partir do ano-calendário

Leia mais

ETEP TÉCNICO EM CONTABILIDADE MÓDULO 3 INFORMÁTICA 3 2012 PÓS MÉDIO

ETEP TÉCNICO EM CONTABILIDADE MÓDULO 3 INFORMÁTICA 3 2012 PÓS MÉDIO 2012 TÉCNICO EM CONTABILIDADE MÓDULO 3 INFORMÁTICA 3 PÓS MÉDIO 1 AULA 1 Verificação de Erros cometidos no Domínio Escrita Fiscal Para verificar o que já foi realizado no domínio escrita fiscal (e também

Leia mais

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque)

SuperStore. Sistema para Automação de Óticas. MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque) SuperStore Sistema para Automação de Óticas MANUAL DO USUÁRIO (Módulo Estoque) Contato: (34) 9974-7848 http://www.superstoreudi.com.br superstoreudi@superstoreudi.com.br SUMÁRIO 1 ACERTO DE ESTOQUE...

Leia mais

Apostila nº 32 Contas a Pagar e a Receber; Como localizar, Incluir, Alterar, Eliminar, Baixar, reabrir e imprimir

Apostila nº 32 Contas a Pagar e a Receber; Como localizar, Incluir, Alterar, Eliminar, Baixar, reabrir e imprimir Apostila nº 32 Contas a Pagar e a Receber; Como localizar, Incluir, Alterar, Eliminar, Baixar, reabrir e imprimir Sumário Contas á Receber...3 Como atualizar a pesquisa no contas á receber?...3 Como efetuar

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Manual de Utilização Índice 1 Introdução...2 2 Acesso ao Sistema...3 3 Funcionamento Básico do Sistema...3 4 Tela Principal...4 4.1 Menu Atendimento...4 4.2 Menu Cadastros...5 4.2.1 Cadastro de Médicos...5

Leia mais

Help Contabilização Rápida E&L Produções de Software

Help Contabilização Rápida E&L Produções de Software Help Contabilização Rápida Note: To change the product logo for your ow n print manual or PDF, click "Tools > Manual Designer" and modify the print manual template. Contents 5 Table of Contents Foreword

Leia mais

SUPORTE TÉCNICO EBS. E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@ebs.com.br.

SUPORTE TÉCNICO EBS. E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@ebs.com.br. SUPORTE TÉCNICO EBS Horário de atendimento: Das 08h30min às 18h, de Segunda a Sexta-feira. Formas de atendimento: E-mail: Envie-nos suas dúvidas e/ou sugestões para suporte@ebs.com.br. Suporte On-Line

Leia mais

LINX POSTOS AUTOSYSTEM

LINX POSTOS AUTOSYSTEM LINX POSTOS AUTOSYSTEM Manual Sumário 1 CONCEITO... 4 2 REQUISITOS... 4 3 CONFIGURAÇÕES... 4 3.1 Permissões de Acesso... 4 3.2 Plano de Contas... 5 3.2.1 Parcelado... 6 3.2.2 Parcelamento Notas a Prazo...

Leia mais

SCPI 8.0. Novas funcionalidades. Conciliação Bancária Automática:

SCPI 8.0. Novas funcionalidades. Conciliação Bancária Automática: SCPI 8.0 Novas funcionalidades A partir de agora o SCPI conta com algumas novas funcionalidades que valem a pena serem comentadas, e dar uma breve introdução de seu funcionamento. Entre elas podemos destacar:

Leia mais

O que é um inventário?

O que é um inventário? Com a chegada do fim de ano e os encerramentos fiscais e contábeis, as empresas fazem o processo de inventário do seu estoque. O que é um inventário? Inventário basicamente é uma lista de bens e materiais

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO MASTER VENDAS

MANUAL DE UTILIZAÇÃO MASTER VENDAS MANUAL DE UTILIZAÇÃO MASTER VENDAS 1. CONCEITO Master Vendas não é somente um sistema, e sim, um novo conceito de gestão para sua empresa. Foi desenvolvido por profissionais de informática juntamente com

Leia mais

Bloco Contábil e Fiscal

Bloco Contábil e Fiscal Bloco Contábil e Fiscal Contabilidade e Conciliação Contábil Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre os Módulos Contabilidade e Conciliação Contábil, que fazem parte do Bloco Contábil

Leia mais

ECF- Escrituração Contábil Fiscal 2015

ECF- Escrituração Contábil Fiscal 2015 ECF- Escrituração Contábil Fiscal 2015 Versão 1.4 (03/09/2015) Prazo de entrega 2015-30/09/2015. Instrução Normativa RFB nº 1524, de 08 de dezembro de 2014) Art. 3º A ECF será transmitida anualmente ao

Leia mais

Manual Prático de Acesso Novo Hamburgo/RS. ISS.Net Emissor de Nota Fiscal Eletrônica

Manual Prático de Acesso Novo Hamburgo/RS. ISS.Net Emissor de Nota Fiscal Eletrônica Novo Hamburgo/RS ISS.Net Emissor de Nota Fiscal Eletrônica SUMÁRIO Página LOGIN AO SISTEMA...3 EMITIR NOTA FISCAL ELETRÔNICA...7 CONSULTAR NOTA FISCAL ELETRÔNICA...12 CONSULTAR SOLICITAÇÕES DE CANCELAMENTO

Leia mais

Resumo Socion das configurações no JB Cepil para geração da ECF

Resumo Socion das configurações no JB Cepil para geração da ECF Resumo Socion das configurações no JB Cepil para geração da ECF 1 - Configurações Necessárias Empresa Lucro Real: 1.1 Pacote 3000 Apontar o plano referencial a ser utilizado pela empresa; 1.2 Pacote 3012

Leia mais

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1

Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 Treinamento GVcollege Módulo Financeiro 1 AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação

Leia mais

BVP WEB. Manual de Operações. Novembro / 2012. São Paulo - SP

BVP WEB. Manual de Operações. Novembro / 2012. São Paulo - SP BVP WEB Manual de Operações Novembro / 2012 São Paulo - SP Índice Geral 1. Introdução... 2 2. Visão Geral... 3 2.1. Funcionalidades... 3 2.1.1. Autenticação e Autorização de Acesso... 3 2.1.2. Operações...

Leia mais

Manual do Usuário SUMÁRIO

Manual do Usuário SUMÁRIO SUMÁRIO VISUAL LIVRO CAIXA 1. Noções Gerais 1.1. Objetivo... 03 1.2. Sistema com Fundamento Legal Atualizado...03 1.3. Assistência Técnica... 03 1.3.1. Suporte Técnico... 03 1.3.2. Office Service... 03

Leia mais

Página 1. Manual Rotinas. Emissão de contratos. Suporte T.I

Página 1. Manual Rotinas. Emissão de contratos. Suporte T.I Página 1 Manual Rotinas Emissão de contratos Página 2 Sumário 595 Contrato... 03 316 Digitar pedido de venda... 08 329 Cancelamentos de pedidos... 13 9014 Agrupamento de pedidos... 14 3323 Agrupar pedido

Leia mais

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços.

Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. Sistema Integrado de Gerenciamento de Imposto Sobre Serviços. 1 Sumário: Tópico: Página: Apresentação: 02 Método de Acesso ao Sistema Sig Iss: 02 Tela de Abertura: 03 Modo de Acesso: 04 Botões e Telas

Leia mais

Instruções SPED Fiscal ECF

Instruções SPED Fiscal ECF Instruções SPED Fiscal ECF DESENVOLVENDO SOLUÇÕES Autora: Laila Maria Doc. Vrs. 02 Revisão: Aprovado em: Agosto de 2015. Nota de copyright Copyright 2015 Teorema Informática, Guarapuava. Todos os direitos

Leia mais

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X.

Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Caso já seja usuário do SCAW siga as instruções a partir da página X. Para iniciar o sistema dê um duplo clique no ícone, que se encontra na área de trabalho. 1 Login do sistema. Esta é a tela de login

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE EMISSÃO DE NOTA FISCAL ELETRÔNICA Apresentação Este sistema faz parte do Portal NFS Digital e tem o intuito de ser utilizado por emissores de Nota Fiscal de Serviços

Leia mais

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio.

AVISO. O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. AVISO O conteúdo deste documento é de propriedade intelectual exclusiva da GVDASA Sistemas e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida nem transmitida

Leia mais

(SIACE/PCA) Manual de Utilização. Sistema Informatizado de Apoio ao Controle Externo Prestação de Contas Anual. Entidades regidas pela Lei n. 6.

(SIACE/PCA) Manual de Utilização. Sistema Informatizado de Apoio ao Controle Externo Prestação de Contas Anual. Entidades regidas pela Lei n. 6. Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais Sistema Informatizado de Apoio ao Controle Externo Prestação de Contas Anual (SIACE/PCA) Entidades regidas pela Lei n. 6.404/76 E X E R C Í C I O Manual de

Leia mais

Corrigir detalhamento das Contas Correntes.

Corrigir detalhamento das Contas Correntes. Corrigir detalhamento das Contas Correntes. A seguir, tem-se o Informativo AUDESP-SP, publicado no dia 24/09/2014, no site do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo 1 : VARIAÇÃO NA NATUREZA DO SALDO

Leia mais

MANUAL PARA IMPLANTAÇÃO DO SALDO DA DISPONIBILIDADE FINANCEIRA

MANUAL PARA IMPLANTAÇÃO DO SALDO DA DISPONIBILIDADE FINANCEIRA MANUAL PARA IMPLANTAÇÃO DO SALDO DA DISPONIBILIDADE FINANCEIRA Para controlar o novo grupo da disponibilidade financeira do PCASP (grupo 8), temos que primeiramente apurar a disponibilidade do Órgão e

Leia mais

PRACTICO LIVE! FINANCEIRO CONCILIAÇÃO BANCÁRIA

PRACTICO LIVE! FINANCEIRO CONCILIAÇÃO BANCÁRIA PRACTICO LIVE! FINANCEIRO CONCILIAÇÃO BANCÁRIA O que é? É um comparativo entre as movimentações existentes em uma conta bancária e as existentes no controle financeiro. Todos sabem, por exemplo, que existe

Leia mais

Digitação de Centros de Custo pela movimentação de produtos dos documentos fiscais (Pacotes: 3102,3103,3270,3271,3272).

Digitação de Centros de Custo pela movimentação de produtos dos documentos fiscais (Pacotes: 3102,3103,3270,3271,3272). Lista completa das atualizações JBCepil: Inovações: Digitação de Centros de Custo pela movimentação de produtos dos documentos fiscais (Pacotes: 3102,3103,3270,3271,3272). Disponibilizada no sistema nova

Leia mais

Neste bip. Arquivos XML. Você Sabia? edição 36 Agosto de 2013

Neste bip. Arquivos XML. Você Sabia? edição 36 Agosto de 2013 Neste bip Arquivos XML... 1 Quais Demonstrações Contábeis devo apresentar? 2 Contabilização da folha... 3 Atenção ao salário família... 4 Conferência das compensações de INSS... 4 Workshop online... 5

Leia mais

MANUAL INTEGRAÇÃO CONTABILIDADE - MATERIAIS E PATRIMÔNIO

MANUAL INTEGRAÇÃO CONTABILIDADE - MATERIAIS E PATRIMÔNIO MANUAL INTEGRAÇÃO CONTABILIDADE - MATERIAIS E PATRIMÔNIO MANUAL - TABELAS CONTÁBEIS E ORÇAMENTÁRIAS SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO...3 2 TABELAS A SEREM PREENCHIDAS PARA A INTEGRAÇÃO DO PATRIMÔNIO. 4 2.1 CLASSIFICAÇÃO...4

Leia mais