_Plano Anual de Formação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "_Plano Anual de Formação"

Transcrição

1 _Plano Anual de Formação

2 Plano de Formação 2011 Índice 1. Introdução Metodologia Prioridades para Propostas de formação dos serviços Projectos de formação Avaliação da formação Orçamento Divulgação... 8 Anexos Introdução O presente documento apresenta o Plano Anual de Formação do INSA, IP (PAF) para o ano de 2011 e que corresponde a um instrumento de gestão articulado com o Plano de Acção 2011 e com o Plano de Desenvolvimento Estratégico (PDE) do Instituto. Tem por missão operacionalizar as opções estratégicas em matéria de investimento nas competências sócio-profissionais dos seus recursos humanos. O PAF 2011 responde ainda a requisitos legais sobre formação profissional dos activos e, em particular, na administração pública. A sua elaboração foi orientada por procedimentos internos (GF- PE01), previstos no Sistema de Gestão da Qualidade implementado no Instituto. O actual contexto de contenção orçamental e as consequentes medidas de gestão 1 adoptadas pelo Conselho Directivo do INSA, conduziram à procura de soluções 2 que garantissem, a menor custo, o continuado investimento nos recursos humanos, conforme previsto no PDE Entre as soluções encontradas, inclui-se o financiamento da formação através de receitas geradas pela oferta formativa do INSA,IP e a mobilização de formadores internos que assegurassem em áreas da sua especialidade a difusão do conhecimento e experiência adquiridos em projectos e trabalhos de investigação em curso. 2. Metodologia Conforme previsto no procedimento GF-PE01, a elaboração do PAF 2011 acompanhou a elaboração do Plano de Acção para 2011, tendo terminado no início de Abril de O seu conteúdo reflecte três principais entradas de informação: - solitações do Conselho Directivo visando o apoio directo a objectivos estratégicos constantes no PDE propostas das assessorias técnicas e de outros serviços em particular, do Gabinete da Qualidade, para consolidar o sistema de gestão da qualidade implementado no INSA; do Gabinete de Segurança, Ambiente, Higiene e Saúde no Trabalho, para cumprir os requisitos legais nesta 1 Despachos do CD nº22/2010, de 29 de Junho (alínea 15) e nº41/2010, de 20 de Outubro (alínea 2).; 2 Despacho do CD n.º41/2010, de 20 de Outubro. 2

3 matéria e promover uma cultura de Segurança no INSA; e da Biblioteca para optimizar as competências dos colaboradores, em particular, dos investigadores na pesquisa de documentação científica; - propostas dos departamentos contextualizadas nos respectivos planos de acção para 2011, resultantes de processos de diagnósticos individuais de necessidades e comunicadas ao GF através de formulário próprio. 3. Prioridades para 2011 O PDE constitui a principal referência no estabelecimento de prioridades formativas no INSA. A redução das verbas para a formação do pessoal (-27,6% em relação a 2010), consequência das actuais medidas de contenção orçamental, obrigou a um esforço acrescido por parte dos serviços na hierarquização das necessidades de formação quanto à sua relevância e premência. Neste contexto, optou-se por manter as prioridades definidas para 2010 e acrescentar uma terceira, a última na lista que se segue: Promover o desenvolvimento de competências em Saúde Pública possibilitando aos colaboradores a participação em iniciativas integradas no Plano de Oferta Formativa 2011 do INSA e que visam promover nos destinatários competências em domínios actuais e relevantes da Saúde Pública, da responsabilidade e especialidade dos departamentos técnico-científicos do Instituto; Apoiar a investigação científica promovendo competências nas áreas científica para um acompanhamento e apropriação das evoluções tecnológicas e das técnicas em desenvolvimento. transversal no domínio da informática para utilizadores, em higiene e segurança no trabalho (para cumprimento da legislação em vigor), na área da gestão e pesquisa de informação científica. Melhorar o diálogo interno através da partilha entre os colaboradores de experiência e conhecimento adquiridos, quer em contexto de investigação quer através da prestação de serviços; Reforçar a capacidade instalada no que respeita ao sistema integrado de qualidade implementado no INSA, consolidando competências na aplicação dos referenciais normativos e dos procedimentos existentes. 4. Propostas de formação dos serviços Em conformidade com os procedimentos (GF-PE01_02) em vigor e após o desenvolvimento de actividades de diagnóstico de necessidades, os serviços organizaram os respectivos Programas Anuais de Formação (GF-IM22) para 2011 e enviaram-nos para o GF. Os elementos recebidos foram classificados e reorganizados pelo GF de acordo com a sua natureza: iniciativas de informação/actualização científica (anexo 1) e de formação (anexo 2). O processo ficou concluído no dia 13 de Abril. 5. Projectos de formação Para responder às necessidades de formação e propostas dos serviços, o INSA adopta os seguintes tipos de resposta: 3

4 o recurso a outras entidades no exterior do INSA para a formação especializada nas áreas técnicocientíficas.- cabe a cada departamento/direcção/centro identificar a oferta que melhor corresponde às suas necessidades específicas, mais especializadas. Também a participação em eventos de informação/actualização científica (ex: congressos, jornadas) poderá ser motivada ou fazer-se acompanhar de apresentações de trabalhos e resultados da investigação científica (v. anexo 1 propostas de participação em eventos de informação e actualização científica). Ficam excluídas em 2011 (Despacho do CD n.º 22/2010, de 29 de Junho) todas as participações que impliquem deslocações ao estrangeiro e que se traduzam em custos directos para o INSA. - a definição de projectos de informação e actualização técnico-científica são da iniciativa dos departamentos, contam com o apoio do GF e recorrem ao conhecimento e experiência acumulados dos colaboradores (incluindo bolseiros). Concretizam-se na realização de sessões de natureza técnico-científica de curta duração (entre 1,5 e 2,5 horas) abertas aos colaboradores interessados e visam a partilha de informação e o debate em torno dos trabalhos em curso no despartamentos. Sessões técnico-científicas do DAN Encontros com Ciência do DAN 28 de Janeiro Estimativa da flora microbiana e eventuais patogénicos em saladas minimamente processadas prontas para consumo. Maria Isabel Santos 25 de Fevereiro Implementação de um Sistema da Qualidade de Excelência num Serviço Público. Luisa Oliveira. 25 de Março (Porto) Desenvolvimento de metodologias moleculares em combinação com métodos culturais para a detecção de Yersinia enterocolitica em carne de porco. Ana Luísa Costa 29 de Abril Precursores Aromáticos em Uvas: Influência da Casta e Sistemas de Condução da Vinha no Perfil Aromático de Vinhos do Porto. Luísa Sousa 27 de Maio (Porto) Avaliação de métodos de higienização de alfaces por quantificação de indicadores microbiológicos (Germes Aeróbios Mesófilos e Enterobactereaceae). Isabel Soares Sousa. Dia 29 de Julho Avaliação da qualidade microbiológica de sushi, pronto para consumo, comercializado na ciadade de Lisboa. Denise Mendes Dia 30 de Setembro Avaliação das condições higiénicas e estruturais de estabelecimentos de restauração 4

5 Sessões técnico-científicas do DAN colectiva. Nuno Rosa Dia 28 de Outubro Aplicação da nanotecnologia às embalagens alimentares e potenciais riscos para a saúde. Ana Teresa Silva Dia 25 de Novembro Determinação de Crómio (Cr), Níquel (Ni), Arsénio (As), Cádmio (Cd) e Chumbo (Pb) em rolhas de cortiça aglomerada pela técnica de ICP-MS. Sandra Gueifão Ribeiro Dia 16 de Dezembro Composição em ácidos gordos de batatas fritas de pacote comercializadas em Portugal e sua importância na nutrição. Tânia Albuquerque Nº previsto de formandos: 190 Custos: s/ custos Seminário de Actualização Análise Microbiológica de Alimentos e Esfregaços com Zaragatoas em Superfícies. Fundamento dos métodos e expressão de resultados 18 de Março (10:00 às 12.30) Contagem de Microrganismos a 30 ºC (ISO 4833:2003), (TEMPO TVC - BIO 12/15 09/05); Contagem de Enterobacteriaceae (ISO : 2004), (TEMPO EB - BIO 12/21 12/06). Luísa Sousa Contagem de Escherichia coli (ISO : 2001), (TEMPO EC - BIO 12/13 09/05). Carla Maia 25 de Março (14:00 às 16:30) Pesquisa de Enterobacter sakazakii (ISO/TS 22964: 2006). Rosália Furtado Contagem de Bacillus cereus (ISO 7932: 2004). Nuno Rosa 01 de Abril (10:00 às 12:30) Contagem de Estafilococos coagulase positiva. (ISO : 1999; Amd 1: 2003). Cristina Correia Pesquisa de Listeria monocytogenes (VIDAS LMO2 Bio 12/1 03/04), (ISO :1996, Amd:2004), (EN ISO :1998, Amd1:2004). Susana Santos 08 de Abril (10:00 às 12:30) Pesquisa de Salmonella spp (VIDAS SLM-BIO 12/0 04/94), (ISO 6579:2002). Anabela Coelho Contagem de Clostridium perfringens (ISO 7937:2004). Fernanda Oliveira Nº previsto de formandos: 12 Custos: s/ custos Sessões técnico-científicas do DSA 27 de Abril (09:00-17:00) Iluminação de postos de trabalho no interior de edifícios: avaliação dos níveis de 5

6 Sessões técnico-científicas do DSA iluminância. Ana Nogueira 21 de Junho (09:00-17:30) Incertezas em medições e ensaios. Ana Nogueira Nº previsto de formandos: 8 Custos: s/ custos a definição de projectos de formação interna de natureza transversal são organizados principalmente pelo Gabinete de Formação (muito embora também haja lugar a participações individuais, em regime de formação externa ou através de e-learning). Em 2011, em resposta às prioridades formativas (vide ponto 3) e considerando as propostas dos departamentos, das assessorias técnicas e da Biblioteca bem como as orientações do Conselho Directivo, definiram-se 4 projectos de formação transversal, a saber: Informática para Utilizadores e Estatística Visa habilitar os participantes com ferramentas estatísticas importantes para a recolha, organização, resumo e análises dos dados recolhidos experimentalmente. MS Access avançado horas, 1 edição em Lisboa Excel avançado horas, 1 edição em Lisboa. Destinários: todos os interessados Local de realização: sala de informática do INSA, em Lisboa. N.º de formandos: 16 Custo previsto: 1.820,00 Qualidade Este projecto de formação tem como finalidade consolidar o sistema de gestão da qualidade implementado no INSA, promovendo a aplicação adequada de metodologias e ferramentas adequadas aos processos de melhoria da Qualidade dos serviços NP EN ISO h, 1 edição em Lisboa NP EN ISO h, 1 edição em Lisboa Auditorias da Qualidade 35h, 1 edição em Lisboa Introdução à Metrologia e Calibração 7h; 1 edição em Lisboa Destinários: gestores da qualidade (prioridade) r outros interessados. Local de realização: salas de formação do INSA, em Lisboa. N.º de formandos: 56 formandos Custo previsto: 5.802,00 Segurança e Higiene do Trabalho Trata-se de, em cumprimento do disposto na legislação em vigor sobre segurança no trabalho, promover uma cultura e práticas de segurança no INSA. 6

7 Avaliação e controlo de riscos em laboratório 14h; Combate a incêndios com extintores 7h; Primeiros socorros 12h; Destinatários: gestores de segurança e outros interessados; Locais de realização: salas de formação e espaços exteriores do INSA, em Lisboa e no Porto N.º de formandos: 72 Custo previsto: 4.250,00. B-on Visa promover competências no domínio da gestão e pesquisa de informação científica. 1. Indicadores bibliométrocis / bibliometria; 2. Web of Science ; Destinatários: todos os interessados; Locais de realização: no INSA, em Lisboa N.º de formandos: 12 Custo previsto: Avaliação da formação Conforme definido nos procedimentos em vigor (GF-PE01_02), os projectos de formação do pessoal do INSA organizados pelo GF são sujeitos a 3 tipos de avaliação: avaliação-reacção (nível 1), na última sessão de todas as acções e com recurso ao questionário GF-IM07; avaliação das aprendizagens (nível 2), para acções com mais de 21 horas (exclusive) e de acordo com a metodologia definida pelo formador; avaliação da eficácia (nível 3), através do preenchimento individual e validação pela chefia directa dos instrumentos GF-IM13 e INSA-IM33, consoante a natureza da iniciativa, e da elaboração do relatório final (GF-IM30) por cada Departamento. 7. Orçamento Para o PAF 2011 foram considerados no orçamento do INSA (menos 27,6% que em 2010) destinados a inscrições em eventos de formação e de actualização científica e ainda despesas com as deslocações, estadias e ajudas de custo. Coube à Direcção de Recursos Financeiros a distribuição da verba pelos departamentos técnico-científicos e serviços de apoio. Departamentos DDI DAN DSA DEP DPS DG T:

8 Serviços de apoio CJM 1570,68 CGF 2006,98 Conselho Directivo 959,86 DRT 2356,02 DRH 1832,46 DRF 2356,02 GAEQ 174,00 GF 261,78 GQ 87,26 GHS 261,78 GAI 0,00 GC 174,52 GJ 87,26 GPAG 0,00 T: Divulgação A aprovação do PAF 2011 é dada a conhecer a todos os colaboradores do INSA após a sua aprvação pelo Conselho Directivo e através de correio eletrónico interno. Depois, ficará acessível também para o público externo através do website do INSA, IP (secção Apoio Técnico -> Formação). 8

9 Anexos Anexo 1 Participações em iniciativas de informação/actualização científica a) Departamento de Genética Eventos de informação/actualização científica N.º participantes Apresentação de trabalho 10th International Symposium on Lysosomal Storage Disease (Madrid) 12th International Congress of Human Genetics (Canadá) 15ª Reunião Anual da SPGH (Lisboa) ª Convenção Nacional de Compras Públicas 2nd GABBA Symposium on Iron Biology, IBMC, Porto 3rd European Phenylketonuria Group Symposium (Lisboa) 2-3rd Scientific Symposium on Niemann-Pick tipo C: Progressing from Research to Clinical Benefit, Praga 2-3rd Symposium on Disorders of Sex Development 8th European Cytogenetics Conference - Porto Congresso da Associação Portuguesa Diagnóstico Pré-Natal 2 2 Congresso Eurasnet, Granda 1 1 European Association for Cancer Research, Estocolmo 2 2 Congresso European Iron Club, Bélgica 1 1 Congresso RNA Congresso SINAL2011, Coimbra 2 2 Congresso Sociedade Alemã de Biologia Celular, Bonn 1 1 Congresso SPGH 2 2 Course in Genetics, Ethics and the Law 24th Course of Medical Genetics Genetics Education Workshop (Reino Unido) MENTAL RETARDATION: from clinic to gene and back Methods of DNA analysis: state of the art (2nd Edition) MPN&MPNr-EuroNet course Reunião anual da Comissão Executiva do Programa Nacional de Diagnóstico Precoce com os Centros de Tratamento,Coimbra Reunião Conjunta dos Grupos de Estudo de Biologia Celular e Genética Cardiovascular e Cardiopatias Congénitas da SPC Reunião da EuroGlycanet Reunião da rede Europeia de Neuroblastoma - SIOPEN Reunião da SPEDNM 2 1 Reunião ENEP- European Nutritionist Expert Panel Reunião Formação internato médico Fragile-X & Mental Retardation (Berlin) 1 1 World Muscle Society

10 b) Departamento de Doenças Infecciosas Eventos de informação/actualização científica N.º participantes Apresentação de trabalho 11th International congress on toxoplasmosis 13th International CMV/BetaHerpesvirus Workshop 14th Annual Meeting of the European Society for Clinical Virology, Funchal 4-14th Annual Conference of the European BioSafety 3 - Assotiation, Estoril 14ªs Jornadas de Doenças Infecciosas na Medicina Familiar 3-1st annual meeting of diphteria survillance network, ECDC, Stockholm 20ª reunião ENIVD 2ª reunião anual da VBORNET 32th annual Congress of European Society of Mycobacteriology - Lubeck 6th International meeting on Riketsiæ and Riketsial diseases 2 - (Kreta) 7th european congress on tropical medicine and international health 7th European Meeting on Molecular Diagnostics 1 1 7th International Conference on Ticks and tick-borne 5 - pathogens, Zaragoza 8th International Conference on the pathogenesis of Mycobacterial infections 1 1 Basic parasitology, ESCMID postgraduate technical workshop, Ankara Conference on HIV infection among Hidden Groups 5 - Congresso 5 th trends in medical mycology (Valência, Espanha) 2 2 Congresso bi-anual de Chlamydia - California 2 - congresso de análises clínicas e saúde pública 5 - EQAEDeBa (Stokholm) 2 - Expert consultation on West Nile virus infection in Europe- Thessaloniki International meeting on emerging diseases and surveillance- IMED 2011, Viena International workshop on Helicobacter and related Bacteria in chronic digestive inflammation and gastric cancer Jornadas Aptac 2011 Aveiro 2 - Jornadas da BioMérieux Management of BSL3 containment facilities ECCMID, Milão Expert consultation on West Nile virus infection in Europe- Thessaloniki European conference of National Strategies for Chlamydia trachomatis and human Papillomavirus, Lituânia European conference of National Strategies for Chlamydia trachomatis and human Papillomavirus, Lituânia XII Jornadas Nacionais de VIH, Açores XII Jornadas Nacionais de Infecciologia Pediátrica 1 1 XII Curso Internacional de Dengue, Cuba 10

11 Eventos de informação/actualização científica N.º participantes Apresentação de trabalho workshop de difteria no Lab de Referência de Streptococcus e Diphteria do HPA, Londres VII Curso Pós-graduado em Tuberculose e Infecção por VIH Third annual meeting of the IBD-labnet consortium Ljubljana, Slovenia in 60 5 c) Departamento de Saúde Ambiental Eventos de informação/actualização científica N.º participantes Apresentação de trabalho International Conference on Occupational and Environmental Health 2011 (porto) 2 nd Joint Congress of the Portuguese and Spanish Microscopy Societies 2 1 2º Congresso Ibérico de Cianotoxinas 1 1 Seminário sobre Análise Microbiológica das Águas para Consumo e Águas Ambientais: métodos rápidos 2 - Encontro Nacional de Nanotoxicologia 2-8º Seminário sobre Águas Subterrâneas Encontro Internacional Poo&Spa Encontro Técnico de Acústica Human Population Studies with Genetics Biomarkers measure and exposure assessment of damage and detection of susceptibility 11 3 e) Departamento de Promoção da Saúde e Doenças Crónicas Eventos de informação/actualização científica N.º participantes Apresentação de trabalho Annual Meeting of the American Society of Human Genetics 1 1 Annual Meeting of the American Society of Human 1 1 Genetics* Community, Work and Family IV International Conference - - Tampere, Finlândia* BioIron, International BioIron Society Vancouver* 1 1 Congresso de Gastroenterologia - Congresso Português de Cardiologia 1 1 Reunião Anual da Sociedade Portuguesa de Genética 9 7 Humana Emerging Tools in Quantitative Fluorescence Microscopy for 1 1 Systems Biology European Society Cardiology Congress 1 1 III Congresso Nacional de Saúde Pública

12 Eventos de informação/actualização científica N.º participantes Apresentação de trabalho Reunião Anual da Sociedade Portuguesa de Genética 9 9 Humana Reunião Nacional de Drepanocitose 1 1 The Leukocyte in Cardiovascular Disease Conference f) Departamento de Alimentação e Nutrição Eventos de informação/actualização científica 11th European Nutrition Congress - A Nutritional Challenge for a Changing Europe N.º participantes Apresentação de trabalho 10th Food composition course 13th Workshop on Progress in Trace Metal Speciation for 2 - Enviromental Analytical Chemistry 2011 IAFP European Symposia on Food Safety 2-35th National Nutrient Databank Conference 2-9th Food International Conference 4 - Conferência "Microbiologia Alimentar - Métodos Alternativos - A problemática da Acreditação das Novas Tecnologias" Congresso internacional de alimentação, nutrição e segurança alimentar 2 - EB 2011 Estágio no âmbito do projecto de criação de um sistema de monitorização de ingestão de aditivos alimentares European Congress of Obesity European Winter Conference on Plasma Spectrochemistry 2 - Eurpean Congress of the European Childhood Obesity Group IARC - Formação sobre a estrutura, concepção e tabelas do EPIC-SOFT IMEKO 2 - International Congress on Analytical Proteomics 2 - Journey to Excellence Recent Advances in Food Analysis Seminário " chronic inflammation and immunomodulationadvanced course" SfAM Summer Conference 2011 Workshop " Avaliação dos riscos e beneficios associados ao consumo de produtos cárneos fumados tradicionais e pescado cozinhado: limitações e prespectivas Workshop, Recent developments in measurement uncertainty T: 33-12

13 Anexo 2 Formação transversal As iniciativas previstas por cada serviço nos respectivos Programas Anuais de Formação foram reagrupadas e classificadas de acordo com a Classificação Nacional das Áreas de Educação e Formação (Portaria n.º256/2005, de 16 de Março), referencial utilizado na elaboração do Relatório de Actividades de Formação da Administração Pública que anualmente 3 é enviado em formulário próprio para a DGAEP. Cada relatório reporta às actividades de formação desenvolvidas no ano civil anterior. Áreas de formação Serviços DAN DDI DG DPS DSA DEP Direcções GQ GJ GF GAI GSHT GCR GAEQ Total 1. Qualidade - CAE 34 Gestão de processos no âmbito da ISO 9001:2008 NP 4457: Sistemas de Gestão da IDI NP EN ISO NP EN ISO NP EN ISO 9001:2008 Análise de ocorrências e não conformidades Auditorias internas Ciências empresariais - CAE 34 Secretariado Gestão de stocks 3 3 Código do procedimento administrativo Nos termos do artigo 22.º do DL.º 50/98, de 11 de Março, os serviços da Administração Pública que realizem planos e acções de formação ou planos de frequência de acções de formação devem elaborar anualmente os respectivos relatórios de actividades de formação e enviá-los à Direcção-Geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP), órgão coordenador a que se refere o artigo 30.º daquele diploma. O DL n.º 29-A/2011, de 1 de Março, que estabelece as normas de execução do Orçamento de Estado para 2011, nos termos do n.º 5 do artigo 49.º ( Informação sobre efectivos e formação profissional na Administração do Estado ) veio reafirmar a obrigatoriedade do cumprimento do referido prazo legal. O incumprimento da referida norma determinará as penalizações constantes do artigo 51.º ( Incumprimento na prestação de informação ) INSA-IM60_04 Pág. 13 de 16

14 Serviços Áreas de formação DAN DDI DG DPS DSA DEP Direcções GQ GJ GF GAI GSHT GCR GAEQ Total 3. Metrologia - CAE 52 Metrologia e calibraçao Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho - CAE 52 Avaliação controlo de riscos Combate a incêndios com extintores Limpeza e esterilização de 1 1 materiais em laboratório Luminosidade no local de 4 4 trabalho Vibrações no corpo 1 1 humano 1ºs Socorros Informática para utilizadores (MS Office) CAE 48 Excel Fundamental Excel Avançado Power Point 1 1 SPSS 1 1 MS Project 1 1 Word Fundamental Word Avançado 1 1 Acess fundamental Access avançado LC/MS e Masslinks Estatística CAE 46 INSA-IM60_04 Pág. 14 de 16

15 Áreas de formação Serviços Ensaios: controlo da qualidade; cálculo de incertezas Avaliação, validação e análise estatística em epidemiologai Estatística aplicada a laboratórios de análises 7. Ciências da vida CAE 42 DAN DDI DG DPS DSA DEP Direcções GQ GJ GF GAI GSHT GCR GAEQ Total Biologia molecular e PCR em tempo real Micobacteriologia 3 3 Microbiologia e análises microbiológicas Tratamento de animais de 2 2 laboratório Infecções fúngicas 2 2 Práticas laboratoriais (BSL3 e BSL4) 8. Ciências físicas CAE 44 Cromatografia e métodos cromatográfico Espectroscopia / espectrofotometria Tecnologias separativas e analíticas Extracção de amostras/determinação analítica de micotoxinas Sistemas de informação geográfica 9. Saúde CAE 72 Técnicas de hematologia (estudo da hemostase) INSA-IM60_04 Pág. 15 de 16

16 Serviços Áreas de formação DAN DDI DG DPS DSA DEP Direcções GQ GJ GF GAI GSHT GCR GAEQ Total 10. Ciências sociais e do comportamento CAE 31 Atendimento Gestão de equipas e de conflitos Entrevista em profundidade 3 3 e focusgroup 11. Formação de formadores CAE 14 Formação pedagógica inicial 12. Linguas CAE Inglês 3 3 INSA-IM60_04 Pág. 16 de 16

Relatório de Atividades da ORPHANET-Portugal 2009-2012

Relatório de Atividades da ORPHANET-Portugal 2009-2012 Relatório de Atividades da ORPHANET-Portugal 2009-2012 ORPHANET-Portugal: Jorge Sequeiros (coordenador nacional) Jorge Pinto Basto (project manager) Sandra Peixoto (information scientist) 26 abril 2012

Leia mais

A Specanalítica organiza e desenvolve conteúdos programáticos ajustados às necessidades dos laboratórios e empresas, em áreas tão vastas como:

A Specanalítica organiza e desenvolve conteúdos programáticos ajustados às necessidades dos laboratórios e empresas, em áreas tão vastas como: PLANO DE FORMAÇÃO 2014 A Specanalítica, Equipamentos Científicos, Lda ter por objectivo oferecer condições que favoreçam a transmissão, o desenvolvimento e a aplicação de conhecimentos científicos e técnicos

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0427-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0427-1 Accreditation Annex nr. Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L427-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 1725:25 Endereço Address

Leia mais

Edital de abertura de concurso. Curso de Especialização Tecnológica (Nível IV) Gestão da Qualidade e Ambiente

Edital de abertura de concurso. Curso de Especialização Tecnológica (Nível IV) Gestão da Qualidade e Ambiente 1. Perfil Profissional Edital de abertura de concurso Curso de Especialização Tecnológica (Nível IV) Gestão da Qualidade e Ambiente O/A Técnico/a Especialista em Gestão da Qualidade e do Ambiente é o/a

Leia mais

SUMÁRIO DO CURRICULUM VITAE

SUMÁRIO DO CURRICULUM VITAE SUMÁRIO DO CURRICULUM VITAE Nome Completo: Lino Manuel Martins Gonçalves. Local e Data de Nascimento: Loulé - Portugal, 23 de Setembro de 1960. Estado civil: Casado Nacionalidade: Portuguesa Morada: Rua

Leia mais

Tipologia de Intervenção 6.4

Tipologia de Intervenção 6.4 Documento Enquadrador Tipologia de Intervenção 6.4 Qualidade dos Serviços e Organizações Acções de consultoria inseridas no processo que visa conferir uma certificação de qualidade às organizações que

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE ACREDITAÇÃO EM SAÚDE

PROGRAMA NACIONAL DE ACREDITAÇÃO EM SAÚDE PROGRAMA NACIONAL DE ACREDITAÇÃO EM SAÚDE 2009 3 ÍNDICE I INTRODUÇÃO 4 II MODELO NACIONAL DE ACREDITAÇÃO EM SAÚDE 5 III ÂMBITO DE APLICAÇÃO 8 IV OBJECTIVO GERAL 8 V OBJECTIVOS ESPECÍFICOS 8 VI ESTRATÉGIAS

Leia mais

Acrescenta Valor PLANO DE FORMAÇÃO 2015

Acrescenta Valor PLANO DE FORMAÇÃO 2015 Acrescenta Valor PLANO DE FORMAÇÃO 2015 Cursos de Actualização de Ativos Cursos de Informática Pós-Graduações Outros Curso Cursos de Atualização de Ativos Desenvolvimento Pessoal Gestão de Conflitos e

Leia mais

INFORMAÇÃO PESSOAL FORMAÇÃO ACADÉMICA JOÃO MIGUEL ALCOBIO CURVACHO 1. ESQ, 2300 TMR. jcurvacho@hotmail.com / joao.curvacho@ipt.pt.

INFORMAÇÃO PESSOAL FORMAÇÃO ACADÉMICA JOÃO MIGUEL ALCOBIO CURVACHO 1. ESQ, 2300 TMR. jcurvacho@hotmail.com / joao.curvacho@ipt.pt. C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome JOÃO MIGUEL ALCOBIO CURVACHO Correio electrónico Morada RUA JOSÉ RELVAS Nº. 532 A 538, 2090-106 ALPIARÇA/RUA PAULO OLIVEIRA N.º 44 1. ESQ, 2300 TMR

Leia mais

Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança

Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança 1. Denominação do curso de especialização tecnológica: Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança 2. Perfil profissional que visa preparar: Técnico (a) Especialista em Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança

Leia mais

PROGRAMA (Ação cofinanciada pelo Fundo Social Europeu PRO-EMPREGO) Nutrição Pediátrica da Primeira Infância à Adolescência

PROGRAMA (Ação cofinanciada pelo Fundo Social Europeu PRO-EMPREGO) Nutrição Pediátrica da Primeira Infância à Adolescência PROGRAMA (Ação cofinanciada pelo Fundo Social Europeu PRO-EMPREGO) 1. Designação da Ação de Formação: 2. Formador: Nutrição Pediátrica da Primeira Infância à Adolescência Dr.ª Vera Berbereia 3. Razões

Leia mais

M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E

M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Morada Ana Teresa Bernardo Guia RUA CENTRO REPUBLICANO, 70 2º ESQ 2300 359 TOMAR, PORTUGAL Telefone 966 166 243 Correio

Leia mais

Curriculum Vitae. Informação pessoal. Experiência profissional. Datas Desde 2013. Datas Desde 2009. Datas De 2009 a 2013. Datas De 2010 a 2013

Curriculum Vitae. Informação pessoal. Experiência profissional. Datas Desde 2013. Datas Desde 2009. Datas De 2009 a 2013. Datas De 2010 a 2013 Curriculum Vitae Informação pessoal Nome completo Nacionalidade Sandra Balseiro Portuguesa Data de nascimento 08/03/1978 Experiência profissional Função ou cargo ocupado Datas Desde 2013 Consultora Marcação

Leia mais

Raquel Azevedo Oliveira Almeirante Rua Dr. António Carlos Ferreira Soares, nº25, 2ºesq

Raquel Azevedo Oliveira Almeirante Rua Dr. António Carlos Ferreira Soares, nº25, 2ºesq Curriculum Vitae Informação pessoal Nome Morada Código Postal Correio(s) Electrónico(s) Raquel Azevedo Oliveira Almeirante Rua Dr. António Carlos Ferreira Soares, nº25, 2ºesq 4520 Santa Maria da Feira

Leia mais

Curso de Educação e Formação em Desenho Assistido por Computador / Construção Civil

Curso de Educação e Formação em Desenho Assistido por Computador / Construção Civil Curso de Educação e Formação em Desenho Assistido por Computador / Construção Civil Saída Profissional: Operador CAD Certificação ao nível do 9º Ano / Nível II Laboral Bem-Vindo/a à FLAG! A FLAG é uma

Leia mais

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM Pedro Jorge Richheimer Marta de Sequeira Marília Oliveira Inácio Henriques 1 P á g i n a 1. Enquadramento da Candidatura

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Técnico superior de um centro de formação profissional de reparação automóvel, tendo como principais responsabilidades:

CURRICULUM VITAE. Técnico superior de um centro de formação profissional de reparação automóvel, tendo como principais responsabilidades: CURRICULUM VITAE Tomé Pereira de Matos Canas Residência: Largo Carlos Selvagem, n.º 4, 1º D to. Código Postal: 1500-140 Lisboa Telefone: 21 7743434 Telemóvel: 96 4159509 E-mail: tome.canas@clix.pt Data

Leia mais

Europass-Curriculum Vitae

Europass-Curriculum Vitae Europass-Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Morada(s) Telemóvel: 914608043 Fax(es) Correio(s) electrónico(s) TEIXEIRA DA SILVA DUARTE, NUNO ALEXANDRE 102, RUA DA LAGE,

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA: OFICIAL DE PROGRAMAS PESCAS NO.VA/NPCA/11/25

ANÚNCIO DE VAGA: OFICIAL DE PROGRAMAS PESCAS NO.VA/NPCA/11/25 ANÚNCIO DE VAGA: OFICIAL DE PROGRAMAS PESCAS NO.VA/NPCA/11/25 A União Africana (UA), estabelecida como órgão singular continental Pan-Africano, procura assegurar a vanguarda do processo da rápida integração

Leia mais

CURSO CERTIFICAÇÃO/QUALIFICAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DO AMBIENTE ISO 14001:2004

CURSO CERTIFICAÇÃO/QUALIFICAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DO AMBIENTE ISO 14001:2004 CURSO CERTIFICAÇÃO/QUALIFICAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DO AMBIENTE ISO 14001:2004 O curso de Certificação/Qualificação de Auditores Internos é constituído por 2 módulos com avaliação escrita: 1. Interpretação

Leia mais

CURRICULUM VITAE. - Licenciatura em Engenharia da Produção de Óleos Alimentares, pela Escola Superior Agrária de Castelo Branco, concluído em 2002.

CURRICULUM VITAE. - Licenciatura em Engenharia da Produção de Óleos Alimentares, pela Escola Superior Agrária de Castelo Branco, concluído em 2002. CURRICULUM VITAE DADOS PESSOAIS NOME: Maria Luisa Cruz Baptista Fernandes Rodrigues DATA NASCIMENTO: 05/09/67 IDADE: 38anos MORADA: Rua Padre Américo, n.º 24 2º Esq. 3000 Coimbra TELEFONE: 239 72 45 28

Leia mais

Intérprete de Conferência Português, Inglês, Espanhol. Coimbra 31-08-1983 Nacionalidade Portuguesa. Intérprete de Conferência freelancer

Intérprete de Conferência Português, Inglês, Espanhol. Coimbra 31-08-1983 Nacionalidade Portuguesa. Intérprete de Conferência freelancer Europass Curriculum Vitae Intérprete de Conferência Português, Inglês, Espanhol Informação pessoal Nome Gisela Gambini Telemóvel +351-926177793 E-mail gambini.gisela@gmail.com Morada Data de Nascimento

Leia mais

O SERVIÇO DE ENGENHARIA SANITÁRIA NOS SERVIÇOS DE SAÚDE

O SERVIÇO DE ENGENHARIA SANITÁRIA NOS SERVIÇOS DE SAÚDE O SERVIÇO DE ENGENHARIA SANITÁRIA NOS SERVIÇOS DE SAÚDE 1. INTRODUÇÃO Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o conceito Saúde e Ambiente abarca as consequências para a saúde, das interacções entre

Leia mais

ALCOFORADO, MARIANA SANTOS RUA MALANGE 126, 3º ESQ, 2775 238 PAREDE, PORTUGAL Telemóvel: 911 019 015 marianalcoforado@hotmail.com

ALCOFORADO, MARIANA SANTOS RUA MALANGE 126, 3º ESQ, 2775 238 PAREDE, PORTUGAL Telemóvel: 911 019 015 marianalcoforado@hotmail.com MODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Morada Telefone Correio electrónico Nacionalidade Naturalidade Data de nascimento Número do B.I. Carta(s) de condução EMPREGO PRETENDIDO/ÁREA

Leia mais

A Nossa Oferta Formativa para a Administração Pública

A Nossa Oferta Formativa para a Administração Pública A Nossa Oferta Formativa para a Administração Pública 2011 DESIGNAÇÃO A inscrição poderá DO CURSO ser efectuada Nº através DE do PREÇO site POR www.significado.pt Para mais informações, por favor contacte

Leia mais

RELATÓRIO DE AUDITORIA

RELATÓRIO DE AUDITORIA Entidade Auditada: BIBLIOTECA MUNICIPAL SANTA MARIA DA FEIRA Tipo de Auditoria: Auditoria Interna Data da Auditoria: 09.12.2014 Duração: 1 dia Locais Auditados: Av. Dr. Belchior Cardoso da Costa / 4520-606

Leia mais

COMPETIR CATÁLOGO DE FORMAÇÃO 2010 - PLANO FORMATIVO. www.competiracores.com. Formação e Serviços, S.A. Design www.craveirodesign.

COMPETIR CATÁLOGO DE FORMAÇÃO 2010 - PLANO FORMATIVO. www.competiracores.com. Formação e Serviços, S.A. Design www.craveirodesign. Design www.craveirodesign.com COMPETIR Formação e Serviços, S.A. www.competiracores.com CATÁLOGO DE FORMAÇÃO 2010 - PLANO FORMATIVO Quem Somos A Competir-Açores está integrada no Grupo COMPETIR e estamos

Leia mais

SInASE <> Carla Gonçalves Pereira Fernando Rodrigues

SInASE <<TITULO APRESENTAÇÃO>> Carla Gonçalves Pereira Fernando Rodrigues Lisboa 28 28 de Junho 2011 Museu do Oriente Qualidade Risco em Saúde Carla Gonçalves Pereira Fernando Rodrigues 1º Estudo Nacional 11,1% admissões

Leia mais

O desafio de informar melhor. Juntos, uma comunicação de sucesso

O desafio de informar melhor. Juntos, uma comunicação de sucesso O desafio de informar melhor Juntos, uma comunicação de sucesso Janeiro 2006 1.Introdução Dar a conhecer à população (e sensibilizar os potenciais beneficiários) o papel que os financiamentos comunitários

Leia mais

Catálogo Serviços Auditorias - Consultadoria

Catálogo Serviços Auditorias - Consultadoria Catálogo Serviços Auditorias - Consultadoria Contactos: www.silliker.pt info@silliker.pt Tel: 227 150 820 Fax: 227 129 812 Auditorias Consultadoria A Silliker Portugal desenvolve soluções de consultadoria

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO 2015 Página 1 de 6

PLANO DE FORMAÇÃO 2015 Página 1 de 6 AMBIENTE ECONOMIA SOCIAL ENERGIA A Certificação da Gestão Florestal e Cadeia de Responsabilidade FSC ou PEFC Acompanhamento Ambiental em Obra e Gestão de RCD s (e-xz) Auditorias Ambientais (e-xz) Conformidade

Leia mais

Equiparada a Assistente do 1º triénio a tempo integral de Janeiro de 1999 a Julho de 2004.

Equiparada a Assistente do 1º triénio a tempo integral de Janeiro de 1999 a Julho de 2004. Curriculum Vitae 1. DADOS BIOGRÁFICOS Nome: Teresa Cristina Fernandes Ferreira Madureira Data Nasc.: 1970/06/08 Telem. 93 9358675 E-mail: teresa@esa.ipvc.pt 2. QUALIFICAÇÕES ACADÉMICAS Maio de 2004: Mestre

Leia mais

SEGURANÇA, HIGIENE E SAÚDE NO TRABALHO PROGRAMA DE FORMAÇÃO

SEGURANÇA, HIGIENE E SAÚDE NO TRABALHO PROGRAMA DE FORMAÇÃO FORMAÇÃO SEGURANÇA, HIGIENE E SAÚDE NO TRABALHO PROGRAMA DE FORMAÇÃO Introdução No actual quadro legislativo (Lei 7/2009 Código do Trabalho) e (Lei 102/2009 Regime jurídico da promoção da segurança e saúde

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Paulo Jorge Ferreira Gomes, casado, natural de Lisboa, Portugal, nascido a 11/11/72. R. Maria Almira Medina, nº26 2710-717 Sintra

CURRICULUM VITAE. Paulo Jorge Ferreira Gomes, casado, natural de Lisboa, Portugal, nascido a 11/11/72. R. Maria Almira Medina, nº26 2710-717 Sintra CURRICULUM VITAE 1. Dados Pessoais Nome Paulo Jorge Ferreira Gomes, casado, natural de Lisboa, Portugal, nascido a 11/11/72. Morada R. Maria Almira Medina, nº26 2710-717 Sintra Contactos 913482441 p11gomes@hotmail.com

Leia mais

Anabela de Sousa Fontoura. Rua da Banda Marcial de Gueifães, 350 1º esq. 4470-024 Maia

Anabela de Sousa Fontoura. Rua da Banda Marcial de Gueifães, 350 1º esq. 4470-024 Maia Curriculum Vitae Informação pessoal Nome Morada(s) Anabela de Sousa Fontoura Rua da Banda Marcial de Gueifães, 350 1º esq. 4470-024 Maia Correio(s) electrónico(s) anabela.fontoura@sapo.pt Telemóvel: 91

Leia mais

2011/07/07 MQ-01/02 01/02-2011/07/07

2011/07/07 MQ-01/02 01/02-2011/07/07 MQ-01/02 01/02-2011/07/07 2011/07/07 NOTA: No caso de imprimir este documento, o mesmo passa automaticamente a Cópia Não Controlada ; a sua utilização implica a confirmação prévia de que corresponde à

Leia mais

INOVAÇÃO E SOLUÇÃO INTEGRADA

INOVAÇÃO E SOLUÇÃO INTEGRADA INOVAÇÃO E SOLUÇÃO INTEGRADA A Formação no ISQ A actividade de Formação do ISQ tem sido uma forte aposta enquanto factor determinante para o desenvolvimento e melhoria de desempenho dos sectores tecnológicos

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Segurança e Higiene no Trabalho Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/7 ÁREA DE ACTIVIDADE OBJECTIVO

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0362-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0362-1 Accreditation Annex nr. Tel +351.212 948 21 Fax +351.212 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L362-1 A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo a norma NP EN ISO/IEC 1725:25 Endereço Address

Leia mais

Capítulo Descrição Página

Capítulo Descrição Página MANUAL DA QUALIIDADE ÍNDICE Capítulo Descrição Página 1 Apresentação da ILC Instrumentos de Laboratório e Científicos, Lda Dados sobre a ILC, sua história, sua organização e modo de funcionamento 2 Política

Leia mais

-AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS. A sua protecção, com os melhores especialistas.

-AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS. A sua protecção, com os melhores especialistas. -AUDITORIA- PROTECÇÃO DE DADOS PESSOAIS A sua protecção, com os melhores especialistas. Porquê a auditoria ao tratamento de dados pessoais? A regulamentação do tratamento de dados pessoais é uma área complexa

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Bacharel em Administração Autárquica pelo Instituto Superior Politécnico Portucalense, com média final de 15 valores (1993);

CURRICULUM VITAE. Bacharel em Administração Autárquica pelo Instituto Superior Politécnico Portucalense, com média final de 15 valores (1993); CURRICULUM VITAE I - Identificação Nome completo: José Manuel Vaz Marta de Sampaio e Melo Local e Data de Nascimento: Chavães Tabuaço, 11 de Janeiro de 1971 Morada Institucional: Instituto Superior de

Leia mais

Plano de Formação - 2011. Form + Lab. 2 Semestre

Plano de Formação - 2011. Form + Lab. 2 Semestre Plano de Formação - 2011 Form + Lab 2 Semestre Form + Lab O que é? O Form + Lab é um serviço de formação criado para apoiar os laboratórios na valorização e formação dos seus colaboradores dando resposta

Leia mais

Protocolo.com.pt. Acção de Formação para a ASP. 17 de Maio de 2008. Cristina Fernandes Susana Casanova http://protocolopt.blogspot.

Protocolo.com.pt. Acção de Formação para a ASP. 17 de Maio de 2008. Cristina Fernandes Susana Casanova http://protocolopt.blogspot. Acção de Formação para a ASP 17 de Maio de 2008 17 de Maio de 2008 Imagem Duração: 1 dia (7h) Carga horária: 09H30-13H00 14H30-18H00 17 de Maio de 2008 A importância da Imagem Uma imagem positiva é a soma

Leia mais

CURSO CERTIFICAÇÃO/QUALIFICAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DA QUALIDADE ISO 9001:2008

CURSO CERTIFICAÇÃO/QUALIFICAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DA QUALIDADE ISO 9001:2008 CURSO CERTIFICAÇÃO/QUALIFICAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DA QUALIDADE ISO 9001:2008 O curso de Certificação/Qualificação de Auditores Internos é constituído por 2 módulos com avaliação escrita: 1. Interpretação

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL DE TÉCNICO DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO

CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL DE TÉCNICO DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL DE TÉCNICO DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO 1/19 Programa do curso Módulo Designação Duração (h) Componente Sócio-Cultural 1 Legislação, regulamentos e normas de segurança,

Leia mais

Cursos de Formação Financiados

Cursos de Formação Financiados Cursos de Financiados Modular - Nível III Pós-Laboral Porto Área 213 - Audiovisuais e Produção dos Média Bem-Vindo/a à FLAG! A FLAG é uma empresa prestadora de serviços de formação profissional, especializada

Leia mais

Programa Pedro Hispano. Excelência e Internacionalização dos Estudos Doutorais da FCSH

Programa Pedro Hispano. Excelência e Internacionalização dos Estudos Doutorais da FCSH Programa Pedro Hispano Excelência e Internacionalização dos Estudos Doutorais da FCSH Objectivo do Programa Promover a qualidade, a interdisciplinaridade e a internacionalização dos estudos doutorais da

Leia mais

na Prevenção das Doenças Cardiovasculares 21 MARÇO AUDITÓRIO DA ESTeSL, LISBOA ORGANIZAÇÃO

na Prevenção das Doenças Cardiovasculares 21 MARÇO AUDITÓRIO DA ESTeSL, LISBOA ORGANIZAÇÃO ORGANIZAÇÃO Programa: 9:00 - Abertura do congresso Custódio César e Lino Mendes 9:15-10:00 - Obesidade, resistência à insulina e disfunção endotelial Sérgio Veloso 10:00-10:45 Papel da dieta na prevenção

Leia mais

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa

Direcção-Geral da Saúde Circular Informativa Assunto: Para: Organização de Serviços de Segurança e Saúde do Trabalho/Saúde Ocupacional (SST/SO) nos Cuidados Primários de Saúde - ACES e Sede de ARS(s) Todos os serviços do Ministério da Saúde Nº: 05/DSPPS/DCVAE

Leia mais

Curso de Educação e Formação de Adultos em Design Gráfico

Curso de Educação e Formação de Adultos em Design Gráfico Curso de Educação e Formação de Adultos em Design Gráfico Saída Profissional: Técnico / a de Desenho Gráfico Certificação ao nível do 12º Ano / Nível III Laboral Bem-Vindo/a à FLAG! A FLAG é uma empresa

Leia mais

Aprendizagem de Português L2 Criação e aplicação de estratégias e materiais conducentes ao sucesso educativo dos alunos PLNM

Aprendizagem de Português L2 Criação e aplicação de estratégias e materiais conducentes ao sucesso educativo dos alunos PLNM Aprendizagem de Português L2 Criação e aplicação de estratégias e materiais conducentes ao sucesso educativo dos alunos PLNM Luísa Solla, ILTEC/ESE Setúbal e Fabíola Santos, ILTEC luisa.solla@sapo.pt fabiola.santos@iltec.pt

Leia mais

O serviço Elaboramos propostas de formação de acordo com as reais necessidades dos laboratórios, sugerindo os seguintes temas:

O serviço Elaboramos propostas de formação de acordo com as reais necessidades dos laboratórios, sugerindo os seguintes temas: Form + Lab O que é? O Form + Lab é um serviço de formação criado para apoiar os laboratórios na valorização dos seus colaboradores e na resposta às necessidades do Sistema de Gestão da Qualidade. Recorrendo

Leia mais

ANÚNCIO DE VAGA: FUNCIONÁRIO SÉNIOR DE GESTÃO DE DADOS NO.VA/NPCA/12/08

ANÚNCIO DE VAGA: FUNCIONÁRIO SÉNIOR DE GESTÃO DE DADOS NO.VA/NPCA/12/08 www.nepad.org info@nepad.org Tel: +27 (0) 11 256 3600 Fax: +27 (0) 11 206 3762 P.O. Box 1234 Halfway House 1685 Midrand, Johannesburg South Africa ANÚNCIO DE VAGA: FUNCIONÁRIO SÉNIOR DE GESTÃO DE DADOS

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO / ESPECIALIZAÇÃO SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR

PÓS-GRADUAÇÃO / ESPECIALIZAÇÃO SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR PÓS-GRADUAÇÃO / ESPECIALIZAÇÃO SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR FORMAÇÃO SGS ACADEMY LOCAL: LISBOA, PORTO E FUNCHAL GRUPO SGS PORTUGAL O Grupo SGS Société Générale de Surveillance S.A é a maior

Leia mais

Europass- Curriculum Vitae. Informação pessoal. Carta de condução. Experiência profissional. Apelido (s) / Nome (s) próprio (s) Morada (s)

Europass- Curriculum Vitae. Informação pessoal. Carta de condução. Experiência profissional. Apelido (s) / Nome (s) próprio (s) Morada (s) Europass- Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido (s) / Nome (s) próprio (s) Morada (s) Pronto, Joana Nº 2 R/C D T O, Praceta S. Lazaro, 227-2000 Santarém Nº 5 1º D T O, Rua Actor Epifânio, 1750 -Lisboa

Leia mais

1. QUEM SOU 2. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

1. QUEM SOU 2. EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL 1. QUEM SOU Nome: Cristina Alexandra Marques Fernandes Morada: Estrada de Benfica, nº 446, 7º Dtº, Lisboa Telemóvel: +351 919 426 797 Data e Local de Nascimento: 13.01.1967, em Lisboa Email: cristina@cristinafernandes.com

Leia mais

O CHCB emprega mais de 1400 colaboradores;

O CHCB emprega mais de 1400 colaboradores; Inaugurado em 17 Janeiro de 2000, o CHCB foi construído segundo padrões de alta qualidade, sujeito às mais rigorosas exigências tecnológicas. É a maior e mais sofisticada Unidade de Saúde de toda a Região

Leia mais

Largo Ramos da Costa, 7520 Sines. Responsável pelos sectores de Eletricidade e de Serralharia da Autarquia.

Largo Ramos da Costa, 7520 Sines. Responsável pelos sectores de Eletricidade e de Serralharia da Autarquia. M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Oliveira, José Manuel Santana De Oliveira Morada Praceta Nau Roxo, Lote n.º 5 Sines 7520-268 SINES Telefone 961740416 Fax 269630239 Correio electrónico

Leia mais

CURSO DE TÉCNICO AUXILIAR DE SAÚDE

CURSO DE TÉCNICO AUXILIAR DE SAÚDE CURSO DE TÉCNICO AUXILIAR DE SAÚDE Em Portugal estão a abrir um conjunto muito vasto de equipamentos de saúde, nomeadamente unidades de cuidados continuados. Para este tipo de estabelecimento são necessários

Leia mais

Os Nossos Serviços. Learning is Changing! Project Management PMI

Os Nossos Serviços. Learning is Changing! Project Management PMI Learning is Changing! A actualidade apresenta-nos desafios constantes, que exigem novas respostas e soluções inovadoras, para um Futuro de Crescimento e Competitividade. Learning is Changing! reflecte

Leia mais

Patient Safety. Diagnóstico da Realidade Nacional. 1º Workshop Formativo sobre Segurança Clínica. Susana Ramos

Patient Safety. Diagnóstico da Realidade Nacional. 1º Workshop Formativo sobre Segurança Clínica. Susana Ramos Patient Safety 1º Workshop Formativo sobre Segurança Clínica Susana Ramos Junho 2008 : Projectos de Acreditação nos Hospitais 1999 Manual da Qualidade: Normas e Critérios área da Saúde Normas - Gestão

Leia mais

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DOS STIC SISTEMAS E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E DE COMUNICAÇÃO

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DOS STIC SISTEMAS E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E DE COMUNICAÇÃO DINSTITUTO SUPERIOR CURSOS PARA EXECUTIVOS E GESTÃO BANCÁRIA AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DOS STIC SISTEMAS E TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E DE COMUNICAÇÃO Início: 29 de Setembro de 2005 INSTITUTO SUPERIOR DE GESTÃO

Leia mais

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Terça-feira, 29 de julho de 2014. Série. Número 138

JORNAL OFICIAL. Sumário REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA. Terça-feira, 29 de julho de 2014. Série. Número 138 REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA JORNAL OFICIAL Terça-feira, 29 de julho de 2014 Série Sumário SECRETARIA REGIONAL DO PLANO E FINANÇAS Despacho n.º 203/2014 Nomeação, em regime de comissão de serviço, da licenciada

Leia mais

Centro de Formação Parlamentar e Interparlamentar. Relatório de Actividades

Centro de Formação Parlamentar e Interparlamentar. Relatório de Actividades Relatório de Actividades X LEGISLATURA 2005 2009 Centro de Formação Parlamentar e Interparlamentar 1 Relatório da Legislatura Introdução 3 Acções de Formação (Internas/Externas/E Learning) 5 Número de

Leia mais

Gestão da Comunicação e Informação Médica

Gestão da Comunicação e Informação Médica 1º Curso de Pós Graduação Executiva em Gestão da Comunicação e Informação Médica 2010-2011 MÓDULO I Clínica para não Clínicos 32h presenciais + 16h formação à distância Ver um doente Meios Complementares

Leia mais

CURRICULUM VITAE João Trabuco

CURRICULUM VITAE João Trabuco CURRICULUM VITAE João Trabuco Ponta Delgada, 1 de Março de 2008 1 DADOS BIOGRÁFICOS Nome: João Manuel Beliz Trabuco Filiação: Álvaro Velez Trabuco Catarina Lopes Beliz Data de nascimento: 20 de Abril de

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2009

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2009 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2009 1. Introdução A Rede de Língua Portuguesa de Avaliação de Impactos (REDE) é um projeto da APAI Associação Portuguesa de Avaliação de Impactes, única filiada de língua

Leia mais

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0398-1 Accreditation Annex nr.

Anexo Técnico de Acreditação Nº L0398-1 Accreditation Annex nr. Rua António Gião, 2-5º 2829-53 CAPARICA Portugal Tel +35.22 948 2 Fax +35.22 948 22 Anexo Técnico de Acreditação Nº L398- A entidade a seguir indicada está acreditada como Laboratório de Ensaios, segundo

Leia mais

Ano 3 n.º 12 3º trimestre 2007

Ano 3 n.º 12 3º trimestre 2007 editorial A. Sérgio Miguel Espero que todos os Colegas tenham tido um bom regresso ao trabalho, após umas férias repousantes e retemperadoras. Gostaria de destacar, neste Editorial, o nosso próximo Colóquio

Leia mais

Rua da Cruz Vermelha Cidacos - Apartado 1002 3720-126 Oliveira de Azeméis

Rua da Cruz Vermelha Cidacos - Apartado 1002 3720-126 Oliveira de Azeméis Rua da Cruz Vermelha Cidacos - Apartado 1002 3720-126 Oliveira de Azeméis Revisão Data Alterações na Revisão Elaborado Aprovado 0 07-06-2010 Edição original GQA CDIR Pág. 1 de 6 Índice Capítulo Assunto

Leia mais

DESPACHO. Estrutura Orgânica dos Serviços da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa.

DESPACHO. Estrutura Orgânica dos Serviços da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa. DESPACHO N.º07/2014 Data: 2014/02/11 Para conhecimento de: Pessoal Docente, Discente e Não Docente ASSUNTO: Estrutura Orgânica dos Serviços da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa. Os Estatutos

Leia mais

Departamento de Epidemiologia (DEP)

Departamento de Epidemiologia (DEP) O Dia do INSA 27 de Setembro de 2010 Auditório do Centro de Genética Médica Doutor Jacinto de Magalhães PORTO A Observação: função colaborativa Atribuições, actividades e perspectivas de colaboração Departamento

Leia mais

Sara Simões Pereira Rodrigues

Sara Simões Pereira Rodrigues Sara Simões Pereira Rodrigues Assistente (com equiparação a bolseira em 2004/2005) Habilitações Académicas Formação Pré-Graduada Licenciatura em Ciências da Nutrição Faculdade de Ciências da Nutrição e

Leia mais

ENQUADRAMENTO...3 DESTINATÁRIOS...3 INFORMAÇÕES...3 CANDIDATURAS...3 AVALIAÇÃO DAS ACÇÕES...4. PERGUNTAS FREQUENTES - FAQs...5 CALENDÁRIO DE ACÇÕES.

ENQUADRAMENTO...3 DESTINATÁRIOS...3 INFORMAÇÕES...3 CANDIDATURAS...3 AVALIAÇÃO DAS ACÇÕES...4. PERGUNTAS FREQUENTES - FAQs...5 CALENDÁRIO DE ACÇÕES. Empresa de Gestão Partilhada de Recursos da Administração Pública, EPE Instituto Nacional de Administração, IP Março 2010 Índice ENQUADRAMENTO...3 DESTINATÁRIOS...3 INFORMAÇÕES...3 CANDIDATURAS...3 AVALIAÇÃO

Leia mais

XXVIII. Qualidade do Novo Edifício Hospitalar ÍNDICE

XXVIII. Qualidade do Novo Edifício Hospitalar ÍNDICE XXVIII Qualidade do Novo Edifício Hospitalar ÍNDICE 1. Sistema de gestão de qualidade... 2 1.1 Objectivos do sistema... 2 1.2 Estrutura organizativa... 4 1.2.1 Organização interna... 4 1.2.2 Estrutura

Leia mais

Brainnovation ciclo de workshops Formador: Pedro Paiva

Brainnovation ciclo de workshops Formador: Pedro Paiva Formador: Pedro Paiva Ciclo de Criatividade: A Inovação é fundamental no mundo empresarial e nas vidas de todos nós, pois está associada à resolução de problemas e desafios, criando valor para as organizações

Leia mais

Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP

Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Programa Semana Aberta 2011 Organização: Ana Morais, Ana Rito, Ana Filipa Pires, Rita Cordeiro, Marta Barreto, Deborah Penque, Luciana Costa @: info@insa.min-saude.pt

Leia mais

GESTÃO DA QUALIDADE NA SAÚDE

GESTÃO DA QUALIDADE NA SAÚDE valor acrescentado para a sua carreira GESTÃO DA QUALIDADE NA SAÚDE Coordenação Científica: Prof. Doutor José Miguel Soares PÓS-GRADUAÇÃO 06/07 Pós-Graduação // Gestão da Qualidade na Saúde PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

O e-learning como etapa da universidade para o virtual

O e-learning como etapa da universidade para o virtual lmbg@ufp.pt & fergomes@ufp.pt O e-learning como etapa da universidade para o virtual Luis Borges Gouveia Fernando Gomes Universidade Fernando Pessoa e-learning como objectivo ou etapa? o e-learning como

Leia mais

Plano de Acção para a Segurança Infantil em Portugal

Plano de Acção para a Segurança Infantil em Portugal Plano de Acção para a Segurança Infantil em Portugal Coordenação oficial: Coordenação técnica: Apoio: I Enquadramento O Plano de Acção para a Segurança Infantil (PASI) enquadra-se no projecto Europeu Child

Leia mais

M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E

M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E M O D E L O E U R O P E U D E C U R R I C U L U M V I T A E INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Morada Correio electrónico Telefone 96 6257803 Nacionalidade Portuguesa Data de nascimento 08/ 06/1976 EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Leia mais

CURRICULUM VITÆ. Ana Isabel Abreu Godinho

CURRICULUM VITÆ. Ana Isabel Abreu Godinho CURRICULUM VITÆ de Ana Isabel Abreu Godinho CURRICULUM VITÆ Dados Biográficos: Nome: Ana Isabel Abreu Godinho Residência: Faro Telemóvel: 966547466 E-mail: ana_godinho580@hotmail.com Habilitações Literárias:

Leia mais

SÚMULA CURRICULAR Jaime da Cunha Branco

SÚMULA CURRICULAR Jaime da Cunha Branco SÚMULA CURRICULAR Jaime da Cunha Branco 1_ DADOS BIOGRÁFICOS E FORMAÇÃO ESCOLAR JAIME DA CUNHA BRANCO, filho de Francisco Rodrigues Branco e de Dorinda Maria da Cunha Claro Branco( ), nasceu em Lisboa,

Leia mais

Mesa - redonda. Programas Nacionais. Programa Nacional da Prevenção das Infecções Associadas aos Cuidados de Saúde

Mesa - redonda. Programas Nacionais. Programa Nacional da Prevenção das Infecções Associadas aos Cuidados de Saúde Mesa - redonda Programas Nacionais Programa Nacional da Prevenção das Infecções Associadas Cuidados de Saúde Cristina Costa Programa Nacional de Prevenção das Resistências antimicrobianos Ana Leça Moderadora

Leia mais

METODOLOGIAS UTILIZADAS PARA ANÁLISES MICROBIOLÓGICAS. Tipo de amostra Análises SIF - Método CQ - Método

METODOLOGIAS UTILIZADAS PARA ANÁLISES MICROBIOLÓGICAS. Tipo de amostra Análises SIF - Método CQ - Método METODOLOGIAS UTILIZADAS PARA ANÁLISES MICROBIOLÓGICAS Tipo de amostra Análises SIF Método CQ Método Água M 04 Contagem de Clostridium perfringens Membrana Filtrante M 08 Contagem de Coliforme Total Membrana

Leia mais

Identificação da Empresa. Missão. Visão

Identificação da Empresa. Missão. Visão Identificação da Empresa Designação social: Centro Hospitalar de Lisboa Central, EPE Sede: Rua José António Serrano, 1150-199 - Lisboa Natureza jurídica: Entidade Pública Empresarial Início de actividade:

Leia mais

Projecto SuGIK na UniCV Sessão de Abertura 1ª Edição do Curso

Projecto SuGIK na UniCV Sessão de Abertura 1ª Edição do Curso Projecto SuGIK na UniCV Sessão de Abertura 1ª Edição do Curso Marco Painho painho@isegi.unl.pt 19 de Janeiro de 2009 www.isegi.unl.pt SuGIK Workshop Sessão de Arranque Inaugural do Projecto Universidade

Leia mais

CONVOCATÓRIA PRÉMIO CGC CENTRO GENÉTICA CLÍNICA

CONVOCATÓRIA PRÉMIO CGC CENTRO GENÉTICA CLÍNICA CONVOCATÓRIA PRÉMIO CGC CENTRO GENÉTICA CLÍNICA Prémio CGC Genetics Professor Doutor Amândio Tavares, FWA PRÉMIO CGC Genetics Professor Doutor Amândio Tavares, FWA 1º. Prémio: 5.000 2º. Prémio: 2.000 3º.

Leia mais

Europass-Curriculum Vitae

Europass-Curriculum Vitae Europass-Curriculum Vitae Informação pessoal Nome Morada Tiago Miguel Santa Rita Simões de Pinho Escola Superior de Ciências Empresariais Instituto Politécnico de Viana do Castelo 4930-678 Valença Portugal

Leia mais

Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar á ficha modelo ACC 2

Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar á ficha modelo ACC 2 CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DE FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE ESTÁGIO, PROJECTO, OFICINA DE FORMAÇÃO E CÍRCULO DE ESTUDOS Formulário de preenchimento obrigatório,

Leia mais

Relatório e Parecer da Comissão de Execução Orçamental

Relatório e Parecer da Comissão de Execução Orçamental Relatório e Parecer da Comissão de Execução Orçamental Auditoria do Tribunal de Contas à Direcção Geral do Tesouro no âmbito da Contabilidade do Tesouro de 2000 (Relatório n.º 18/2002 2ª Secção) 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

Plano de Formação Promovida DTIM - 2011

Plano de Formação Promovida DTIM - 2011 à Informática Não se aplica Presencial 1 39 12 20-01-2011 03-03-2011 3ª e 5ª 09:30/12:30 Formação Inicial de Formadores Presencial 1 96 12 24-01-2011 13-04-2011 2ª, 4ª e 6ª 19:00/22:00 Vários módulos 375,00

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS: Módulo I - Noções de Estatística e Fiabilidade (30 Horas)! Obtenção, análise e classificação de amostras;! Tratamento

Leia mais

Av. Vasco da Gama, 19 Bloco C- R/ch Dto., 7800-397 BEJA

Av. Vasco da Gama, 19 Bloco C- R/ch Dto., 7800-397 BEJA C U R R I C U L U M V I T A E DADOS PESSOAIS Nome: João Jardim Fernandes Data de nascimento: 10 de Fevereiro de 1970 Naturalidade: África do Sul Nacionalidade: Portuguesa Estado civil: Casado Morada: Av.

Leia mais

Estatuto Orgânico do Ministério da Ciência e Tecnologia

Estatuto Orgânico do Ministério da Ciência e Tecnologia Estatuto Orgânico do Ministério da Ciência e Tecnologia Conselho de Ministros Decreto Lei n.º 15/99 De 8 de Outubro Considerando que a política científica tecnológica do Governo propende para uma intervenção

Leia mais

Braga, 10 de Janeiro de 2011.

Braga, 10 de Janeiro de 2011. Braga, 10 de Janeiro de 2011. Página 1 de 20 INDICE INTRODUÇÃO... 3 Págs. CARACTERIZAÇÃO DO SERVIÇO DE FORMAÇÃO... 10 BALANÇO DAS ACTIVIDADES DEP. FORMAÇÃO.11 PRIORIDADES DE MELHORIA. 15 CONCLUSÃO.. 16

Leia mais

Campanha Nacional de Higiene das MãosMinistério Resultados Nacionais

Campanha Nacional de Higiene das MãosMinistério Resultados Nacionais Campanha Nacional de Higiene das MãosMinistério da Saúde Resultados Nacionais Dia 5 de Maio, Compromisso Mundial de Higienização das mãos Direcção-Geral da Saúde Campanha Nacional de Higiene das mãos Situação

Leia mais

Programa Nacional de Diagnóstico Precoce: 30 anos

Programa Nacional de Diagnóstico Precoce: 30 anos Programa Nacional de Diagnóstico Precoce: 30 anos Programa Nacional de Diagnóstico Precoce Rastreio Neonatal O rastreio neonatal é um Programa sistemático destinado a todos os recém-nascidos, tendo como

Leia mais