Círculo de Artes Plásticas de Coimbra. O Rio Voador. Março, 2012.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Círculo de Artes Plásticas de Coimbra. O Rio Voador. Março, 2012."

Transcrição

1 O Rio Voador Março,

2 2

3 O Rio Voador Francisco Queirós Gonçalo Pena Inês Botelho Miguel Palma Pedro Cabral Santo Pedro Cabrita Reis Pedro Tudela Pedro Valdez Cardoso Rodrigo Oliveira

4 Publicação apoiada pelo Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra no âmbito do projecto Eau comme Patrimoine experiences et savoir-faire dans la réhabilitation des villes d eau et des paysages fluviaux. 4

5 Páginas Índice 7 O Rio Voador António Olaio 10 Fly-River-Land River Pedro Pousada 58 Ficha técnica das obras expostas 61 O Rio Voador no Museu da Água Alunos de Arquitectura e de Design e Multimédia da Universidade de Coimbra 5

6 6

7 Não há rios que não sejam voadores, como aliás quaisquer conceitos. Mas, aqui, a evocação do rio faz-nos lembrar que ele divide a cidade em duas, com ele a cidade passa a ser duas, um lugar que é pelo menos dois. Por outro lado, provocando um intervalo na cidade, o rio pode ser encarado como uma espécie de suspensão da realidade. E, como todos sabemos, corre para outros lados Nesta capacidade de abstracção que a experiência de um rio potencia, esbatendo os contornos de um lugar físico ou mental, um rio é sobretudo uma experiência estética. Para esta exposição os artistas foram convidados a participar com obras que partissem da ideia de rio voador. Ou, melhor, foram colocados perante o facto de a exposição se chamar O Rio Voador, apresentando obras que habitassem este contexto. Assim, as peças aqui expostas, sendo explícita ou não a ideia de rio, usando a imagem do rio nas potencialidades metafóricas de um rio, situam-se sobretudo num universo que a possibilidade de um rio voador abre. António Olaio 7

8 8

9 All rivers are airborne as any other thought. But here recalling the river reminds us that it gulfs the city in two banks; the city becomes twofold; a place disembodied, atomized into its double. Still, making a gap in the city, the river may be understood as a suspension of reality. And as we all know, it runs to other places. In this ability to abstract from tangible things, blurring the bodily and the spiritual, an ability powered by the river itself, what prevails as a totality, the river as a whole, is the aesthetic experience. For this particular display the artists were invited to participate with works that related to the concept of Flying River, actually, they were confronted with an exhibition title, Rio Voador and produced art objects able to dwell into that specific background. In conclusion and independently of the fact that they relate or not to the idea of a river, the art objects presented here, happen to use every metaphorical scope of a river, putting themselves in a productive universe opened up by the concept of a flying river. António Olaio 9

10 Fly-River-Land River Um rio aerotransportado, um fenómeno oximórico de vapor e de torrente, um corredor de usos e de mediações sobreponíveis, reversíveis: vídeo, instalação, escultura, desenho, pintura, arquitectura, o habitat processual da Arte expondo o paradigma cultural (o rio em terra firme, o pacto e a sociabilidade não escrita entre alteridade e permanência) às distorções e expansões conceptuais da sua fata morgana (a vida quotidiana nas suas margens inconstantes). A intenção de Arte encarna-se nos inúmeros inícios que marcam a ocupação do edifício germinal do CAPC. Uma ocupação em que a Arte existe apenas no singular, imagem no espelho, imagem fora do espelho mas imagem singular: Hommage à Mondego d aprés Promio, a familiaridade e estranhamento perceptivo de um cinema do espanto adâmico e do voyeurismo collage dos surrealistas, o maneirismo de uma imagem em movimento que já não existe, sem narrativa, sem a saturação de um estilo, uma imagem ainda irreconhecível, uma promenade ontológica proposta por Pedro Cabral Santo em torno das diferentes motricidades e inadequações da percepção (porque será que este filme recorda o The Bowery in two inadequate descriptive systems, , de Martha Rosler? A autenticidade da coisa-em-si, Coimbra vista do Mondego, é apenas o repertório de uma experiência diferida, incompleta, substituída pelos seus vários nomes ). Na sala ao lado um ruído devorante incrusta-se no fundo cénico da instalação Vácuo de Miguel Palma, modificando a nossa presença, o tropismo da nossa presença, não conseguimos pensar : um motor tenta encher de ar um caiaque insuflável sob um pesado tronco de árvore que talvez flutuasse outrora sobre as águas, mas que aqui afirma o seu peso na sua severidade de tronco cartesiano, limpo, agnóstico. Nas paredes presentificam-se desenhos de uma frota invisível constituída sobretudo de navios de pesca, desenhos preenchidos com recomendações técnicas para os donos da obra; expõem-se estratégias representacionais que, naquele cubículo, existem como objectos em si, desconexos da sua finalidade: está suspenso o valor de verdade daqueles cortes e alçados, o seu sentido deixa de constituir uma necessidade operativa e novas significações assim como um esforço de aprendizagem do espectador/ leitor tornam mais forte o realismo destes desenhos, é preciso olhar bem para eles, os detalhes, a escala, a condição intermédia de algo que foi útil mas de que a imagem é a primeira construção, e, depois, como numa alegoria, estas imagens interrompem a 10

11 Fly-River-Land River An airborne (unborn) river, an oxymoron of steam and stream; a strip of overlapping and reversible mediations giving us the full spectrum of twentieth century visual arts accomplishments: video, installation, sculpture, drawing, painting, architecture. The habitat of artistic condition exposing the cultural paradigm to the conceptual distortions and openings of its Fata Morgana (daily life, the non-transcendental, transient and repetitive Beyt deplored, beloved and re-represented by Russian modernists).the unwritten social pact between alterity (not-self, the cultural other) and permanence (self, the accepted identity) has to collide with the mundane facts of dirt and compulsion so Art can become a life factor. Here, at CAPC s original dwelling in Rua Castro Matoso, the inadequate, unfinished, over determined noun that we call Art keeps pace with that pact and with that impact; it happens as a permanent mirroring back, as a self-emulation motivated to find its otherness. Art works, here, as a single multidimensional object, as an environment. Hommage à Mondego d aprés Promio, Pedro Cabral Santo video, reinvents and at the same time estranges our perception of Mondego s river banks; his video exerts the techniques and cinematic exploitations of the founding fathers of moving pictures, it produces a collage between what was then the adamic wonder of the camera-eye discovering the unperceived parts of lived life, (learning by doing the optical and cinematic complexities of representing with in or beyond an identity; of storytelling the world as a living object), and the surrealist culture of voyeurism and vigilambulism; the savage-aphasic mind of the beholder and the automatism of the machine find common ground in this contemporary object; through a mannerism of film recording we have a new anti-natural disunified viewpoint (Mondego in the early XXIth century enacted as if it was still possible to capture life and its haptic contents with the tools and techniques of early XXth century filmmaking). As we cross to the next room we realize that a consuming row is the welding energy putting together the disaffected parts of Miguel Palma installation Vácuo (Vacuum); and this row becomes the tropism of our presence: We cannot think, objects repel interpretation: an electrical engine fills with air an inflatable Kayak subdued by a massive sawed tree trunk, a Cartesian tree trunk, cleaned, agnostic, which is off and on lifted up and deposed. The walls of the room are filled with blueprints of an invisible naval fleet, mainly fishing boats. The blue prints have been aestheticized and no longer work as a read- 11

12 possibilidade de um fechamento porque já são mais do que aquilo que deixam ver, esperam um segundo autor e uma segunda biografia para a sua materialidade. O ruído não tem espaço para comunicar, não é inteligível apesar da sua monotonia; o tema náutico, moderno, técnico do papel de parede, a configuração trademark da canoa, a madeira serrada, a agitação pulmonar do motor tornam-se adereços amplificadores da teatralidade e do artifício com que, aqui, a natureza humana fala da sobrenatureza da linguagem artística. Prosseguindo o nosso vigilambulismo, encontramos no corredor desta casa, de ambos os lados, encostados ao fundo, dois painéis concebidos a sangue-frio por Gonçalo Pena, o pictórico como a comensalidade da boa vizinhança entre hesitação, improvisação, mimetismo e rasura. Um encastelamento secular sem descodificador. Noutra sala um televisor emite o vídeo Introduction to a devout life, (2007), de Francisco Queirós: um homem pesca nas intermitências da normalidade (ou o absurdo como colete de sinalização do lugar comum), o incidente registado de um homem a pescar, de um homem convidado a pescar num bote quase como se estivesse em cima de um muro à espera de qualquer coisa, a cartoonização do isto, aqui mesmo, é real do vídeo, o vídeo de uma batalha fútil entre a cana de um anónimo e uma superfície líquida sossegada, um triângulo cronometrado com sons fluviais e canoros. Ao seu lado uma peça escultórica de Inês Botelho, Maladjusted (2012), ergue-se como um desprendimento, a musculação de uma corrente indeterminista, quântica, um par-impar ferroso, um objecto epistemológico sobre a traição do aparente : o que devia regressar à sua memória morfológica, colocar-se inerte, surge, afinal, intacto, em transe recusando a queda, indeferindo a primeira lei de Newton. Escondido nas escadas que acedem à cave do CAPC, no quase anonimato de mais um objecto, de apenas um objecto, confrontamo-nos com as intermitências do natural, do fluorescente e do incandescente, tratadas subtilmente como categorias de uma ascese, é O facto de descer (2012) de Pedro Cabrita Reis. Num salto colocamo-nos no primeiro piso e sentimos que há uma clivagem talvez inconsciente entre as duas partes públicas do edifício; na parte já percorrida há uma dimensão prometeica (o pós-humano questionando ou inquietando-se com os limites do real) ligada à derrisão e crítica do rastreio passivo, empático, a parte térrea é menos submissa a um mundo totalmente feito para ser visto, sentido, percepcionado, a um mundo que se (sa- 12

13 able denotative surface; the construction specifications, the whole core of projective and technical representations, has lost its unambiguous input, its use value: the wall presents us found icons and a double bind between the realism of these drawings and the efforts that the viewer/spectator will have to make a narrative out of them: one has to keep an attentive and curious eye in order to read what goes on in the abstract inorganic rhythm of the lines, like in poetry pasting together detached and reified meanings. The nautical modern wallpaper theme, the trademark Kayak, the sawed tree trunk, the pulmonary functioning of the objects display, amplify our perception of artistic ambiguity; here human nature speaks of the artificial condition of artistic language. Our path crosses two paintings conceived on site and in cold-blood by Gonçalo Pena, they stand opposite to each other at the main ground floor corridor, they present us a sort of pictorial commensalism made out of indecision, invention, mimesis and palimpsest (taking food benefits from Historical and Vernacular painting as we will see upwards in our travel into other of his paintings). Still on the ground floor we visit a small room where a TV/Video set plays Francisco Queirós video, Introduction to a devout life, (2007): an anonymous man does his fishing within the erratic voids of routine (or, as a subtitle, absurdity standing as a signal vest for common place); so here we have a dull incident, a man is fishing on a boat, a man invited, summoned (by the artist) to fish on a boat, is doing it as if he was standing on a brick wall waiting for something to happen. In short we have the cartoonization of video realism; This, right here, right now, is really happening tells us about the pointless battle between a fishing cane and a quiet pool like surface; a geometry made out of silence, expectation, river bank soundtracks and birds singing. Next to this video stands a sculpture piece, Maladjusted (2012), by Inês Botelho, an iron chain built as a cocked muscle. Special effects inserted in a chain of events. This structure is heavily codified by its refusal to abide to Newton s First Law as if we were facing a visual and epistemological analogy on the deception of the real. Rain drops from shallow ground. Hidden in the staircases that lead into CAPC s basement, in the anonymity of another object, of just another object, we have Pedro Cabrita Reis s luminous piece O facto de descer (the fact of stepping down), (2012), where natural light flowing from the basement windows, fluorescent and glowing electrical light trespassing the quietness of the wooden rundown stairs function as discontinuous parts of an historical and human clash between incompleteness and self-perfection. We reach 13

14 tis) faz dentro do seu próprio sentido; em baixo um nominalismo carismático de que o site-specific de Pedro Cabrita Reis constitui um momento decisivo; no piso de cima as intenções repousam numa materialidade onde predomina o artefacto, o feito à mão, mas uma marca autoral que coloca a obra em movimento como uma locomotiva velocíssima entregue durante anos ao delírio de uma floresta virgem (André Breton). Uma marca autoral capaz de entregar o objecto desejado pelo artista ao objecto encontrado por nós, uma marca autoral capaz de subtrair a obra das expectativas do mundo, desrealizando-o mesmo. O mundo problematizado por um diorama antropológico: cestaria neoplasticista no caso de Rodrigo Oliveira, Garimpos (Posicionamentos geoestratégicos) (2011), a escada para o Universal de que falava Rosalind Krauss escrutinando a alteridade do rio de Heraclito, beleza e caos, ordem e utilidade colocados na mesma bacia de garimpeiro; nas paredes erguem-se duas composições de Gonçalo Pena, a imitação da imitação como modo de emprego da superfície pictórica:piero della Francesca, Hyeronimus Bosch, Van Eyck, Poussin, Velasquez, sujidade, carnalidade, nudez e erotismo reunidos como uma tentativa de compreender a fisicalidade da superfície, de tatuá-la até um ponto em que o acto de pintar se torna autenticamente real como o acto de deformar, de corrigir o rosto, o corpo, a figura, a presença do outro, e desse modo, talvez desse modo a matéria que antes de ser forma, de ser profundidade, de ser ilusão, é superfície, consiga vencer a sua condição de ícone, de imagem perdida na híper-mediação do mundo. A imagem mais forte é sem dúvida aquela onde um parente fluvial de Nietzsche se encontra numa posição anfíbia, contemplando, convivendo com uma figura indígena, num padrão cénico quase homérico, a etnicidade do selvagem de Rousseau diante de um adversário do utilitarismo burguês? Do outro lado da sala uma peça sonora e física de Pedro Tudela, Don t walk away (2012), ninhos estereofónicos, uma lança feita pelo artista exposta como um objecto vático, a raridade do engenho quase-infantil simulando a secularidade sensorial de um tiro ao nível do ventre numa mente educada; noutro compartimento as peças de Pedro Valdez Cardoso, Marlow s Journey (the boat) (2012), Lodo (2012), o Livro (Heart of Darkness de Joseph Conrad) cauterizado, cicatrizado, dois objectos narrativos que provocam a incerteza do espectador que questionam o seu narcisismo através de dissonâncias cognitivas e sensoriais. Ter- 14

15 the upper floor and as we do so we come about with this awkward feeling that there s a probably unconscious unlikeness between the two levels. In the ground floor we sense that objects, videos and installations are attached to a critical and non-compliant stance before an optical and tactile understanding of the world. They don t reflect meaning, they induce it; it s not the poetics of the object but the law of the beholder; downstairs a magnetic nominalism which is clearly inferred in Pedro Cabrita Reis site-specific. In the upper floor objects have an handmade currency, an authorship encryption which puts the work of art in motion as if it was a high speed train engulfed by the delirious of a virgin forest (André Breton). An authorship encryption able to rescue the work of art from the expectations of the world but, a contradiction in terms, also able to carry the object desired and designed by the artist into the core of the object found by the beholders. In the main room the world pours out as an anthropological diorama: Garimpos (Posicionamentos geoestratégicos) (2011), neoplasticist Amerindian baskets, the visuality proposed by Rodrigo Oliveira, The stair steps into the Universal, The Malevitch/Mondrian bottleneck with the Absolute as referred by Rosalind Krauss, gold digs the alterity of Heraclito s river; beauty and chaos, order and usefulness washing the same basin. On the wall two paintings of Gonçalo Pena; their figurative expressiveness reverberates different historical understandings of how the pictorial surface becomes an image of resemblance: Piero della Francesca, Hyeronimus Bosch, Van Eyck, Poussin, Velasquez among others tattoo these surfaces and work for Goncalo s pictorial attitude as reminders that the act of painting is a process of becoming. Carnality, dirtiness, nudity and eroticism are active principles defining his act of painting; defining each surface as a wall to be touched, altered, corrected. Matter becomes form becomes image but it s also clear that in Gonçalo s paintings image has memory and it strives to preserve itself from amnesia. On one of the paintings, clearly the strongest one, we see, foregrounding an Homeric like landscape, an amphibious kinsman of Friederich Nietzsche entertaining an Amazonian Indian; two unsubmissive faces of human nature come together, Rousseau s behavioral scheme of the uncorrupt, untouched by egocentrism, natural man and the philosophical enemy of bourgeois utilitarianism; on the opposite side of the room the sound and material piece of Pedro Tudela, Don t walk away (2012), made out of stereophonic nests, a spear made by the artist himself with a boy s knife at the tip, an almost childish instru- 15

16 minamos nesta Argos sobremoderna encalhada (feita de plástico e angústia) imaginando braços decepados como heráldica do Estado Livre do Congo, o canibalismo de Leopoldo II da Bélgica e o positivismo de Júlio Verne de que uma enciclopédia faz a civilização no lugar mais infecto mas também nutre um imperialista no seu coração luminoso. A beleza convulsiva terá de ser erótico- -velada, explosivo fixa, mágico-circunstancial ou não será beleza (André Breton). Pedro Pousada 16

17 ment playing the grownups game of shooting at belly s height into an educated mind. Beyond this place beware of dragons. Finally the last room with Pedro Valdez Cardoso pieces, Marlow s Journey (the boat) (2012), Lodo (Mud), (2012), the book (Heart of Darkness from Joseph Conrad) burned, marked; both works have a narrative and provocative nature, grabbing the viewer s narcisism by the throat, through sensory and cognitive dissonances. We finish our stroll before this late modern bogged nocturnal Argos (made out of canvas, plastic and torment) thinking about chopped off arms illuminating the heraldic of Free State of Congo, recollecting the philanthropic cannibalism of Belgium s Leopold II and reminding Julio Verne s doctrine that an Encyclopedia in a castaway s arms surely will bring about civilization in the most infected of all places but will also cocoon an imperialist on his hearth. Convulsive beauty will be veiled-erotic, fixed-explosive, magic-circumstantial, or it will not be (André Breton). Pedro Pousada 17

18 18 Pedro Cabral Santo.

19 19

20 20

21 21

22 22 Miguel Palma.

23 23

24 24

25 25

26 26 Gonçalo Pena.

27 27

28 28 Francisco Queirós & Inês Botelho.

29 29

30 30 Inês Botelho.

31 31

32 32

33 33

34 34 Francisco Queirós.

35 35

36 36

37 37

38 38 Pedro Cabrita Reis.

39 39

40 40

41 41

42 42 Gonçalo Pena.

43 43

44 44 Rodrigo Oliveira.

45 45

46 46

47 47

48 48 Pedro Tudela.

49 49

50 50

51 51

52 52

53 53 Pedro Valdez Cardoso.

54 54

55 55

56 56

57 57

58 Pedro Cabral Santo Gonçalo Pena Hommage à Mondego d aprés Promio Imagem projectada, S/título & S/Título Acrílico sobre tela cm 2012 Miguel Palma Inês Botelho Vácuo Caiaque insuflável, tronco de madeira e motor cm Desenhos de construção naval, anos 50 e Maladjusted Ferro e tinta de esmalte cm 2012 Inês Botelho Gonçalo Pena S/título & S/Título Acrílico sobre tela 2,91 126cm 2012 To be maladjusted #2 Tinta da china sobre papel de algodão ,5cm

59 Francisco Queirós Pedro Tudela Introduction to a devout life sd video; pal; 16:9; cor; som dur: 3:57min 2007 Don t Walk Away Tec: madeira, viroc, plástico, metais, borracha, agrafos, grafite, 2 altifalantes, cabos e cd áudio (14 02 ) 2012 Pedro Cabrita Reis Pedro Valdez Cardoso O facto de descer Site Specific Luz natural, lâmpada incandescente, lâmpada fluorescente 2012 Rodrigo Oliveira Marlow s Journey (the boat) Plástico, madeira, corda, pasta de enchimento e tecido camuflado cm 2012 Garimpos (Posicionamentos geoestratégicos) Acrílico sobre peça de madeira colecionada e folheada com folha de ouro Dimensões e número de peças variáveis cada peça: cm 2011 Lodo Livro (Heart of Darkness de Joseph Conrad) costurado e rasgado cm

60 60

61 No Museu da Água, as peças dos alunos de Arquitectura e de Design e Multimédia da Universidade de Coimbra, na proximidade do rio Mondego, surgem como sendo seu eco e deriva. Os alunos de Desenho II, do curso de arquitetura (trabalhos coordenados por mim e por Pedro Pousada), criaram uma peça suspensa estendendo-se longitudinalmente na sala de exposições, azul, linear, como abstracção ou síntese da ideia de rio, feita da junção de peças criadas individualmente por cada aluno. Este rio voador, assim autonomizado, nasce da ideia de um rio que concentra em si as próprias margens, síntese da ideia de que um rio inclui as suas margens. E, na contaminação da ideia de arquitectura, este rio é um rio construído. Solidez tornada fluida, nestas formas que se estendem como um rio. E, nas paredes, os trabalhos dos alunos dos cursos de Design e Multimédia: Os alunos de Desenho e Representação (trabalhos coordenados pela professora Alice Geirinhas), em papel recortado, fazem eco do curso linear deste rio imaginado, em silhuetas que se espelham como margens que se reflectem, mas o reflexo é outra coisa, num rio que cria a sua própria realidade. Os meus alunos de Estudos de Composição, em imagens projectadas, mostram-nos composições de letras que, em vez 61

62 de produzir texto, significado, produzem o sentido de um fluxo de formas. Evocando o sentido de um discurso, mas sendo sobretudo exploração plástica de uma condição pré-discursiva. De facto, em qualquer produção plástica, a essência é sempre o pensamento. E, aqui, o pensamento encontra na ideia de rio uma tradução simbólica eloquente. No rio onde nos podemos espelhar para nos vermos, reconhecermos, mas em imagens cujos contornos se tornam mutáveis, dinâmicos, por força da superfície de um espelho em permanente movimento. António Olaio 62

63 In the Water Museum sited on Mondego s embankment, the University of Coimbra s Architecture and Multimedia Design students present their works which appear as an reverberation and drift form the river itself. The Drawing II Students of the Architecture Course (in works that were coached by me and Pedro Pousada) have shaped a suspended multiple which was sprawled lengthwise at the exhibition room; from the top we scan a blue line made out of the combination of individual pieces separately created by each student. This flying river, this selfcontained entity is born out of the idea that a river contains its ridges as a significant part of its singularity, a river is also its inversion, its embankment so this is a built river, i.e, a decisive image of mass melting into liquid, changeability becoming architectonic. On the exhibition room, the Multimedia Design students of Drawing and Representation tutored by their teacher Alice Geirinhas, have filled the walls with a figure ground strip, a black and white paper cut narrative about an imagined river. A river becomes a graphic shadow language. Through an all-over wall video display my Composition students show us how font compositions can become visual and ambiguous before becoming textual and meaningful; a flow of forms becomes mes- 63

64 sage. These compositions play with the appearance of meaning but are above all a visual survey on the pre-verbal state of all visible things. In fact thought is the essence of any visual production. And, here, thought finds in the idea of river an eloquent and symbolic translation. A river where we can mirror us back as a recognizable but also altered and vibrant image. An image triggered by the fact that a river is also a stirring looking glass. António Olaio 64

65 65

66 Ana Beatriz Correia Ana Eduarda Penha Ana Filipa Pereira Ana Francisca Loureiro Ana Luisa Fernandes Ana Patricia Gomes Ana Raquel Relvas Ana Rita Carvalho Ana Sofia Silva André Gomes André Alves Andreia Sofia L. Ribeiro Angela Coelho António Cruz António Jorge Alexandre Augusto Lopes Bela Santos Bruna Sousa Bruno Barbosa Bruno Rito Carolina Grave Carolina Vieira Cátia Pereira Cláudia Handem Daniela Pereira David Cruz Diana Fernandes Diana Martins Diego Cal Elisabete Gonçalves Evanildo Oliveira Evgheni Polisciuc Fábio Silva Filipe Coelho Flavio Pena Francisco Andrade Gilberto Gameiro Goncalo Pereira Gustavo Barroso Helena Rodrigues Inês Marques Inês Ribeiro Irina Pereira Jessica Mendes Joana Ferreira João Cunha João Santos Joaquim Borges Jorge Dias José Araújo José Maria Cunha José Pedro Lima Juliana Ferreira Leonor Mesquita 66

67 Mabilda Almeida Maria Inês Almeida Mariana Parracho Mariana Rojao Mariana Santos Marília Santos Marta Espirito Santo Miguel Almeida Nádia Duarte Natalino Marques Neuza Oliveira Nide Santos Nuno Almeida Patrícia Sobreira Paulo Martins Pedro Caiado Pedro Neves Pedro Afonso Pedro Santos Pedro Teixeira Raquel Serra Renato Rosário Ricardo Fragoso Rui Martins Ruslan Kamolov Sara Baião Sergio Rebelo Stefanie Hoffman Susana Aguiar Teotónio Caires Tiago Martins Tomás Dias Victor Mota 67

68 68

69 69

70 70

71 71

72 72

73 73

74 74

75 75

76 76

77 77

78 78

79 Concepção António Olaio Carlos Antunes Pedro Pousada Textos António Olaio Pedro Pousada Fotografia António Olaio Valdemar Santos Produção e secretariado Ivone Cláudia Antunes Transporte Câmara Municipal de Coimbra Paulo Abrantes Montagem Design Gráfico José Maria Cunha Direcção de Arte Artur Rebelo Lizá Ramalho João Bicker Tipografia Outsiders, desenhada em 2010 por Henrik Kubel, a2-type. Direcção Carlos Antunes Désirée Pedro Alexandre Pedro Valdemar Santos Círculo Sede Rua Castro Matoso, Coimbra Visita por marcação Círculo Sereia Piso -1 da Casa Municipal da Cultura Parque de Santa Cruz Jardim da Sereia 3000 Coimbra Horário de Funcionamento: 3ª a sábado, das 14h às 18h Todos os direitos reservados. Este livro não pode ser reproduzido, no todo ou em parte, por qualquer forma ou quaisquer meios electrónicos, mecânicos ou outros, incluindo fotocópia, gravação magnética ou qualquer processo de armazenamento ou sistema de recuperação de informação, sem prévia autorização escrita dos editores e dos artistas. Impresso em Coimbra, Portugal. Exposição integrada no projecto Eau comme Patrimoine experiences et savoir-faire dans la réhabilitation des villes d eau et des paysages fluviaux, e na XIV Semana Cultural da Universidade de Coimbra. O Círculo de Artes Plásticas e os artistas agradecem: Galeria Graça Brandão Galeria Filomena Soares António Melo Patrícia Valdez Paulo Peixoto Conselho Artístico António Olaio Alice Geirinhas Assembleia Geral Victor Diniz João Humberto Silva José Manuel Oliveira 79

80 Patrocínio & Apoio 80

81 81

82 82

83 83

84 84

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13948 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Gabriela Pedro Fernandes Escola Básica n.º 2 de São Pedro do Sul 13933 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Júlia Capela Pinto Escola Básica n.º 2 de São Pedro do

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA CLASSIFICAÇÕES DO SEGUNDO TESTE E DA AVALIAÇÃO CONTINUA Classificações Classificação Final Alex Santos Teixeira 13 13 Alexandre Prata da Cruz 10 11 Aleydita Barreto

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA ESCOLA BÁSICA DE CAMPIA MATEMÁTICA - 2013/2014 (3.º período) 2.º Ciclo - TABUADA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA ESCOLA BÁSICA DE CAMPIA MATEMÁTICA - 2013/2014 (3.º período) 2.º Ciclo - TABUADA 2.º Ciclo - TABUADA 1.ºs 6.º Ac 7 Fernando Miguel L. Fontes 100,0 6.º Ac 8 Francisca Vicente Silva 100,0 6.º Bc 2 Daniel Henriques Lourenço 99,6 3.ºs 5.º Bc 16 Simão Pedro Tojal Almeida 99,6 5.º Ac 10

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014 5º1 1 ANA CATARINA R FREITAS SIM 2 BEATRIZ SOARES RIBEIRO SIM 3 DIOGO ANTÓNIO A PEREIRA SIM 4 MÁRCIO RAFAEL R SANTOS SIM 5 MARCO ANTÓNIO B OLIVEIRA SIM 6 NÁDIA ARAÚJO GONÇALVES SIM 7 SUNNY KATHARINA G

Leia mais

II ENCONTRO INTER-ESCOLAS DE BRAGA DESPORTO ESCOLAR DE NATAÇÃO CLASSIFICAÇÕES

II ENCONTRO INTER-ESCOLAS DE BRAGA DESPORTO ESCOLAR DE NATAÇÃO CLASSIFICAÇÕES II ENCONTRO INTER-ESCOLAS DE BRAGA DESPORTO ESCOLAR DE NATAÇÃO CLASSIFICAÇÕES PROVA 25m Livres femininos Class Escola Nome Escalão Tempo Obs. EBS Vieira de Araújo Mariana Fonseca Infantis A 20:2 2 EBS

Leia mais

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre Jorge Costelha Seabra 2 18,2 110402182 Ana Catarina Linhares

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13008 10 E Técnico de Instalações Elétricas Carlos Jorge Oliveira Rodrigues Escola Secundária de São Pedro do Sul 13791 10 E Técnico de Instalações Elétricas Daniel dos Santos Rodrigues Escola Secundária

Leia mais

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos 3452 - Escola E.B.2,3 do Cávado Turma : A 2002 1 Ana Catarina Loureiro Silva S 171 2 André Eduardo Dias Santos S 173 3 Ângelo Rafael Costa e Silva S S 2007 4 Bruno da Silva Gonçalves S 20 5 Catarina Daniela

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14320023 ALEXANDRE VAZ MARQUES VASCONCELOS Colocado em 1105 Universidade do Porto - Faculdade de Engenharia 9897 Ciências de Engenharia - Engenharia de Minas e Geoambiente 13840715 ANA CLÁUDIA DIAS MARTINS

Leia mais

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos 3452 - Escola E.B.2,3 do Cávado : A 137 1 Adriana Manuela Gomes Pinheiro 14 S S 20 2 Alexandra Pereira Ferreira 28 3 Ângelo Rafael Araújo Gomes S 28 4 Beatriz da Costa Oliveira S 2 5 Domingos Gonçalo Ferreira

Leia mais

CENTRO POPULAR DE CULTURA E DESPORTO 13º Torneio de Natação

CENTRO POPULAR DE CULTURA E DESPORTO 13º Torneio de Natação Prova Nº: 1 25Livres Fem. 146 BEATRIZ COSTA UAP I 1 00:24,81 1 4 MATILDE PEREIRA CPCD I 1 00:27,55 2 3 Mª CAROLINA AFONSO CPCD I 1 00:29,22 3 2 MARGARIDA VICENTE CPCD I 1 00:31,37 4 1 BEATRIZ MURALHA CPCD

Leia mais

LISTA DE ORDENAÇÃO ENSINO INGLÊS ANO LETIVO 2012-2013

LISTA DE ORDENAÇÃO ENSINO INGLÊS ANO LETIVO 2012-2013 LISTA DE ORDENAÇÃO ENSINO INGLÊS ANO LETIVO 2012-2013 OFERTA 2737 433133 2737 435006 2737 433645 2737 431145 2737 411431 2737 447993 2737 432457 2737 412330 2737 415973 2737 427952 2737 417413 2737 417268

Leia mais

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 2ª FASE - ECT SUPLENTE EXCLUÍDO LISTA DE CANDIDATOS SERIAÇÃO CARLA MARIA CARNEIRO ALVES Doutoramento em Didática de Ciências e Tecnologias 3,9 de 5 4 CARLOS EDUARDO DOS

Leia mais

Preposições em Inglês: www.napontadalingua.hd1.com.br

Preposições em Inglês: www.napontadalingua.hd1.com.br Preposições na língua inglesa geralmente vem antes de substantivos (algumas vezes também na frente de verbos no gerúndio). Algumas vezes é algo difícil de se entender para os alunos de Inglês pois a tradução

Leia mais

CIRCUITO PORTUGAL TOUR 2015 4ª ETAPA BIATLE - ABRANTES - 04.07.2015. APRENDIZ - 2007 + NOVOS Prova- corrida 200 mts + natação 50 mts + corrida 200 mts

CIRCUITO PORTUGAL TOUR 2015 4ª ETAPA BIATLE - ABRANTES - 04.07.2015. APRENDIZ - 2007 + NOVOS Prova- corrida 200 mts + natação 50 mts + corrida 200 mts CIRCUITO PORTUGAL TOUR 0 ª ETAPA BIATLE - ABRANTES - 0.0.0 APRENDIZ - 00 + NOVOS Prova- corrida 00 mts + natação 0 mts + corrida 00 mts A LUISA CUNHA Casa Benfica de Abrantes 00 0:: A0 INÊS IACHIMOVSCHI

Leia mais

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015 LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110 Ano Letivo - 2014/2015 CANDIDATOS ADMITIDOS: Nº Candidato NOME OSERVAÇÕES 1367130034 Alexandra

Leia mais

Alunos apurados para a 2ª fase do concurso: 7º ano

Alunos apurados para a 2ª fase do concurso: 7º ano DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS CONCURSO ORTOGRÁFICO DE INGLÊS - 3º CICLO 2011 /2012 Resultados da 1ª fase Alunos apurados para a 2ª fase do concurso: 7º ano 7º A 7º B Nº 1, André Santos Nº 2, André Matos Nº 4,

Leia mais

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS)

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS) Sala B5 KFS ALEXANDRE DE ALMEIDA SILVA ALEXANDRE HENRIQUE DA ROCHA OLIVEIRA ALEXANDRE MIGUEL DE ALMEIDA PEREIRA ALEXANDRE SILVA FIGUEIREDO ANA CATARINA GOMES MOREIRA ANA CATARINA MARQUES GOMES ANA MARGARIDA

Leia mais

Resultados da Candidatura a Alojamento

Resultados da Candidatura a Alojamento Resultados da Candidatura a Alojamento Unidade Orgânica: Serviços de Acção Social RESIDÊNCIA: 02 - ESE ANO LECTIVO: 2015/2016 2ª Fase - Resultados Definitivos >>> EDUCAÇÃO BÁSICA 14711 Ana Catarina Mendes

Leia mais

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º s de Castro Daire Turma : A 1498 1 Ana Catarina Costa Esteves 14920 2 Ana Francisca da Silva Fernandes 16292 3 Beatriz Monteiro Andrade 14409 4 Camila Almeida Oliveira

Leia mais

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51 Nº Horário: 51 4625160693 Sofia Margarida Santos Ferreira Admitido 7197226139 Mónica Sofia Jesus Mateus Admitido 6392341730 Gonçalo Jorge Fernandes Rodrigues Fiúza Admitido 7816555741 Dora Maria Gonçalves

Leia mais

Torneio Sete Cidades Rabo de Peixe, 8-11-2014. Prova 1 Masc., 50m Mariposa Cadetes 08-11-2014 Startlist

Torneio Sete Cidades Rabo de Peixe, 8-11-2014. Prova 1 Masc., 50m Mariposa Cadetes 08-11-2014 Startlist Prova 1 Masc., 50m Mariposa Cadetes 3 Henrique Silva Pereira 05 Clube Naval de Rabo de Peixe 57.46 4 Dinis da Silva Marques 04 Clube Naval de Ponta Delgada NT Prova 2 Femin., 50m Mariposa Absolutos Série

Leia mais

Artigo 23.º da Portaria 243/ 2012, de 10 de agosto 10.º ANO

Artigo 23.º da Portaria 243/ 2012, de 10 de agosto 10.º ANO Adriano Filipe Dias Sequeira Ana Carolina Leite da Silva 10.º ANO Ana Filipa Martins Façanha Marques Ana Laura Martins Dengucho Ana Luísa Marques Tomé Ana Sofia Tomé Vicente Andreia Cristina de Oliveira

Leia mais

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20%

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20% ALCATEIA Sec NIN NOME NIN NOME Lob 1215050143005 Alice Neto Santos Nascimento 1215050143015 Afonso da Fonseca Machado Lob 1215050143010 Amélia Maria Mesquita Aleixo Alves 1115050143010 Afonso Jesus Dias

Leia mais

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 1 FRANCISCO PEREIRA 36 SENIOR MASC. VITÓRIA S.C. 20.23 2 ANDRE SANTOS 48 SENIOR MASC. C.A.O.VIANENSE 20.27 3 JORGE CUNHA 3 SENIOR MASC. S.C.MARIA DA FONTE 21.14 4 DOMINGOS BARROS

Leia mais

AMIGOS DO PROJECTO. Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego

AMIGOS DO PROJECTO. Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego AMIGOS DO PROJECTO O projecto Ler Mais e Escrever Melhor nasceu a 17 de Julho de 2008. Encontra-se numa fase de vida a infância que

Leia mais

Certificado de Presença em Evento no ISEP

Certificado de Presença em Evento no ISEP *** Adam Silva *** ***c527078fe56b04280dcae9cc3541593d73d82015c12f65f060135ed5*** *** Adulcínio Adulcínio Duarte Rodrigues *** ***09d09b00214962ffdfefa4e2473001b55ffba6c7bbdc74ef3063ec95*** *** Alberto

Leia mais

Escola Secundária Alfredo dos Reis Silveira

Escola Secundária Alfredo dos Reis Silveira 7º ano Nomes Escola de Origem IMPORTANTE Rodrigo Fernandes Neves Informa-se os novos alunos que devem acompanhar os Bruna Filipa Soares Farinha Encarregados de Educação afim de se poder tirar Brenda Renata

Leia mais

aelousada.net AE Lousada Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2014

aelousada.net AE Lousada Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2014 ALBERTINO CLÁUDIO DE BESSA VIEIRA Colocado em 3138 Instituto Politécnico do Porto - Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Felgueiras ALBERTO RAFAEL SILVA PEIXOTO Colocado em 3064 Instituto Politécnico

Leia mais

Técnicos Especializados

Técnicos Especializados Nome da Escola : Data final da candidatura : Disciplina Projeto: Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano, Porto Nº Escola : 153000 2015-09-03 Nº Horário : 75 Escola de Referência para a Educação Bilingue

Leia mais

Lista de Resultados da 6ª Fase de Seleção - Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro - TAE-INEM 01/2015 NOTA 1ª F NOTA 2ª F

Lista de Resultados da 6ª Fase de Seleção - Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro - TAE-INEM 01/2015 NOTA 1ª F NOTA 2ª F Lista de Resultados da ase de Seleção - Curso de Tripulante de Ambulância de Socorro - TAE-INEM 01/2015 106 2165 02291253122165975318 Abílio Fernando Bragança Milheiro 15,250 14,050 18,400 12,000 12,900

Leia mais

Cursos Profissionais Turma 1P1 Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos

Cursos Profissionais Turma 1P1 Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos Turma 1P1 Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos Nome * Bruno Miguel de Sá Gonçalves b 3,818 TGPSI Fábio Daniel de Sá Gonçalves b 3,727 TGPSI Leandro Filipe da Silva Veiga b 3,364 TGPSI

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DA FONSECA

ESCOLA SECUNDÁRIA MANUEL DA FONSECA Sala A20 BTI PT2042004 15562026 AFONSO DOS SANTOS CORREIA BTI PT2042005 15956122 ALEXANDRA DUARTE DOS SANTOS BTI PT2042006 13956859 ALEXANDRE C. M. CHARNEQUINHO PEREIRA BTI PT2042007 14573469 ALEXANDRE

Leia mais

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28 LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600 Horário 28 Graduação Profissional Nº Candidato Nome 24,508 4716699811 Vanda Isabel do Vale Silva Almeida 24,203 8219102942 Cristina Maria da

Leia mais

SOPHIE WHETTNALL Endless landscape. Vera Cortês, Agência de Arte Inauguração dia 7 de Novembro às 22h

SOPHIE WHETTNALL Endless landscape. Vera Cortês, Agência de Arte Inauguração dia 7 de Novembro às 22h scroll down for English version SOPHIE WHETTNALL Endless landscape Vera Cortês, Agência de Arte Inauguração dia 7 de Novembro às 22h De dia 8 de Novembro a dia 6 de Dezembro Terça a sexta das 11h às 19h

Leia mais

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS

01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS 01-A GRAMMAR / VERB CLASSIFICATION / VERB FORMS OBS1: Adaptação didática (TRADUÇÃO PARA PORTUGUÊS) realizada pelo Prof. Dr. Alexandre Rosa dos Santos. OBS2: Textos extraídos do site: http://www.englishclub.com

Leia mais

Lista dos Aprovados - Ensino do Inglês

Lista dos Aprovados - Ensino do Inglês Lista dos Aprovados - Ensino do Inglês Nº de Oferta Ordem Pontuação Nome do Docente 2216 1 100 Cidália Maria Faria Mendes de Sousa 2216 2 100 Mariana Borges Dias Moreira 2216 3 100 Marta Raquel Cardoso

Leia mais

1 - Sessão Única 30-11-2008-15:00

1 - Sessão Única 30-11-2008-15:00 1 - Sessão Única 30-11-2008-15:00 Prova 1 Femin., 50m Livres 8-10 anos 30-11-2008-15:00 Resultados 1. PEREIRA, Joana Sousa 99 Académico de Leiria 39.35 222 2. REIS, Ana Miguel 00 Columbófila Cantanhedense

Leia mais

3242 Instituto Politécnico de Tomar - Escola Superior de Tecnologia de Tomar. Concurso Nacional de Acesso 2007-3ª Fase - Candidatos Colocados

3242 Instituto Politécnico de Tomar - Escola Superior de Tecnologia de Tomar. Concurso Nacional de Acesso 2007-3ª Fase - Candidatos Colocados 9089 Engenharia Civil 13354712 01 ANA CATARINA PIRES SIMÕES FERREIRA DE CAMPOS 13571627 01 ANA RITA PINHO SOUTO 13219144 01 ANDRÉ FILIPE DA SILVA AMORIM 13273974 01 ANTÓNIO FRANCISCO MERCÊ FRAGOSO 12806209

Leia mais

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião ELEIÇÃO PARA OS ÓRGÃOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA Ata da Quarta Reunião Ao sexto dia do mês de novembro de dois mil

Leia mais

Alberto Barbosa Vieira

Alberto Barbosa Vieira Alberto Barbosa Vieira Ana Tavares da Ponte Teixeira Amante Carlos Daniel P. e Silva Cilísia Ornelas Danilo Barcelos David Lopes Diva Antunes Freitas Martins da Cruz Edoardo Rietta Bottai Eduardo Jorge

Leia mais

Campeonato de Inverno de NS FIGURAS CATEGORIA INFANTIL Vila Franca de Xira, 10 de Abril de 2015

Campeonato de Inverno de NS FIGURAS CATEGORIA INFANTIL Vila Franca de Xira, 10 de Abril de 2015 FIGURAS CATEGORIA INFANTIL 1 131962 Maria Lazutina 2 126201 Beatriz Cerqueira Teixeira 3 125652 Maria Tribuzi Melo 4 126262 Mariana Goncalves Carvalho 5 128715 Rita Manuela Silva 6 125651 Mafalda Ventura

Leia mais

Alexandre Cunha Ribeiro

Alexandre Cunha Ribeiro Alexandre Cunha Ribeiro Ana Rita Areias de Sousa Pinto Ana Sofia Pereira da Fonseca Andrea Carolina Freitas Correia António Duarte Ribeiro Eusébio Armindo Pereira Magalhães Carlos Filipe Alves Reis da

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2015

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2015 15380448 AFONSO JORGE VAZ DA SILVA Colocado em 0501 9448 15216377 ALBA PARDO TEIXEIRA Colocada em 3063 9061 15360271 ALBERTO FILIPE ABREU CERQUEIRA Colocado em 3012 L021 15346058 ALEXANDRA MAIA DA SILVA

Leia mais

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Nome da Escola : Agrupamento de Escolas de Almancil, Loulé Horário n.º: 27-18 horas 2013-10-09 Grupo de Recrutamento: 420 - Geografia LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Ordenação Graduação

Leia mais

Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência

Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência Número Nome Nota Obs 10780 ALEXANDRE JOSÉ SIMÕES SILVA 15 11007 ALEXANDRE REIS MARTINS 7,7 11243 Álvaro Luis Cortez Fortunato 11,55

Leia mais

Mapa de Candidaturas com Pedidos de Residência da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas 2010/2011

Mapa de Candidaturas com Pedidos de Residência da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas 2010/2011 Candidatura Estado Aluno Nome Aproveitamento R. Candidatura 224563 Entregue 224378 Entregue 90874 Ana Luísa Vieira Soares Falta matrícula e 104407 Ana Manuela Matos Magalhães Sim Alojar 235605 Aberta 110101

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14286394 ALBANO LUIS ANDRADE PEREIRA Não colocado 14388714 ANA BEATRIZ MARTINS MACHADO Colocada em 3133 9104 14371141 ANA CATARINA MOREIRA LEAL Colocada em 7003 14319342 ANA CATARINA SOUSA RIBEIRO Colocada

Leia mais

HOTEL TIVOLI VICTÓRIA VILAMOURA, ALGARVE

HOTEL TIVOLI VICTÓRIA VILAMOURA, ALGARVE HOTEL TIVOLI VICTÓRIA VILAMOURA, ALGARVE ARTISTS ARTISTAS > Adelina Lopes, João Louro, Gabriela Albergaria, Mariana Viegas, Nuno Cera, Pedro Calapez, Ricardo Valentim GALLERIES GALERIAS > Cristina Guerra,

Leia mais

Enunciado do trabalho

Enunciado do trabalho Nome: Bruno José de Oliveira Santos 27363 Comprimento: 5.5 m, Altura de cada piso: 2.7 m, Lado de secção transversal do pilar: 33.3 cm, do piso: 25.4 cm, Módulo de Young do betão armado: 35.9 GPa, Número

Leia mais

Técnicos Especializados

Técnicos Especializados Técnicos Especializados Nome da Escola : Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano, Porto Nº Escola : 153000 Data final da candidatura : 2014-09-18 Nº Horário : 9 Disciplina Projeto: Tradução e Interpretação

Leia mais

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015. Página 1 de 8

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015. Página 1 de 8 MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 1ª FASE - ECVA SUPLENTE EXCLUÍDO LISTA DE CANDIDATOS SERIAÇÃO Nome completo Curso a que se candidata Classificação Ordenação Deliberação Observações LUIS ÂNGELO PEREIRA

Leia mais

E1 - Recuperação de Ativos (com avaliação)

E1 - Recuperação de Ativos (com avaliação) E1 - Recuperação de Ativos (com avaliação) 99203 NÉLIA VILARES VALENTE PR - 3 563 223 JOÃO MANUEL DE VASCONCELOS MACHADO TEIXEIRA ALVES JOSÉ MANUEL GONÇALVES OLIVEIRA FONSECA PA - 49 262 867 694 577 622

Leia mais

Iflfl flfl 5 95 12 39

Iflfl flfl 5 95 12 39 Ano Escolar 0 1 PORTUGAL 0 Ano de Escolaridade Turma D Estabelecimento de Ensino 0 Escola Básica de Vale de Milhaços 05 0 0 1 1 5 110 0 pg irncpp 51 105 0 1 01 001 0 1 01 05 001 11 1 055 ALINE VALENCE

Leia mais

O design de cartazes no Cinema Marginal e na Pornochanchada

O design de cartazes no Cinema Marginal e na Pornochanchada Simone Albertino da Silva O design de cartazes no Cinema Marginal e na Pornochanchada Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pós- Graduação em Design do Departamento de Artes e

Leia mais

COLOC A Ç ÕES DOS NOSSOS ALUNOS NA 1ª FAS E

COLOC A Ç ÕES DOS NOSSOS ALUNOS NA 1ª FAS E Alexandre Garcia Franco Ana Filipa dos Anjos Soares Ana Filipa Martins Antunes Ana Rita Fragoso Jordão André Daniel Andrade Nunes dos Santos Beatriz Alexandra da Silva Oliveira Beatriz Henriques Xavier

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE UM DOCENTE DO GRUPO DE RECRUTAMENTO 100

CONTRATAÇÃO DE UM DOCENTE DO GRUPO DE RECRUTAMENTO 100 CONTRATAÇÃO DE UM DOCENTE DO GRUPO DE RECRUTAMENTO 100 HORÁRIO 1 No âmbito do procedimento concursal lançado pelo Agrupamento de Escolas de Paço de Sousa para a contratação, no regime de contrato de trabalho

Leia mais

1-1ª Jornada 06-11-2010-16:00

1-1ª Jornada 06-11-2010-16:00 1-1ª Jornada 06-11-2010-16:00 Prova 1 Masc., 100m Estilos Cad B 06-11-2010-16:00 Resultados 1. Lucas Pereira BASTOS 00 Nautico/Matobra 1:25.91 206 2. Miguel Diogo AGOSTINHO 00 Fundacao Beatriz Santos 1:27.64

Leia mais

Agrupamento de Escolas n.º 2 de Beja. Nº Candidato Nome

Agrupamento de Escolas n.º 2 de Beja. Nº Candidato Nome Nome da Escola : Agrupamento de Escolas n.º 2 de Beja Data final da candidatura : 2015-05-06 Grupo de Recrutamento: 110-1º Ciclo do Ensino Básico Ficheiro gerado em : 07/05/2015 11:05:57 Ordenação Graduação

Leia mais

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos : A 12 1 Adriana Beatriz Pinto Pereira Cortez S 13078 2 Ana Francisca Conceição Costa S 136 3 Ana Francisca Rodrigues Preces 1307 4 António José da Silva Loreto S 13084 Beatriz Moura Neves Beja Facas S

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013 14870896 ANA CATARINA DE JESUS RIBEIRO Não colocada 14583084 ANA CATARINA DA ROCHA DIAS Não colocada 14922639 ANA CATARINA SOARES COUTO Colocada em 7230 Instituto Politécnico do Porto - Escola Superior

Leia mais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais A 796 Neuza Soraia Rodrigues Carvalhas Direito e Processual 729 Maria Teresa Barros Ferreira Direito e Processual 938 Rute Isabel Bexiga Ramos Direito e Processual 440 Inês Lopes Raimundo Direito e Processual

Leia mais

PEDRO SOUSA VIEIRA. Galeria Belo-Galsterer Rua Castilho 71, RC, Esq. 1250-068 Lisboa - Portugal

PEDRO SOUSA VIEIRA. Galeria Belo-Galsterer Rua Castilho 71, RC, Esq. 1250-068 Lisboa - Portugal PEDRO SOUSA VIEIRA Galeria Belo-Galsterer Rua Castilho 71, RC, Esq. 1250-068 Lisboa - Portugal www.belogalsterer.com galeria.belogalsterer@gmail.com +351-213815914 VITA Pedro Sousa Vieira Nasceu no Porto,

Leia mais

Direcção Regional de Educação Lisboa 121216 - Agrupamento de Escolas de Santo António 402746 - Escola Básica 2, 3 com Secundário de Santo António

Direcção Regional de Educação Lisboa 121216 - Agrupamento de Escolas de Santo António 402746 - Escola Básica 2, 3 com Secundário de Santo António 20 / 20 Turma : A 6876 1 Ângelo Miguel Borges Pereira Saúde 7802 2 Cíntia Eliane Sanches Freire 7700 3 Daniel Alexandre Laximi Martins 674 4 Débora Soraia Alves Belmonte 671 Eliana Filipa da Conceição

Leia mais

Direcção Regional de Educação Lisboa 121216 - Agrupamento de Escolas de Santo António 402746 - Escola Básica 2, 3 com Secundário de Santo António

Direcção Regional de Educação Lisboa 121216 - Agrupamento de Escolas de Santo António 402746 - Escola Básica 2, 3 com Secundário de Santo António 20 / 20 16 - Agrupamento de Escolas de Santo António 40246 - Escola Básica 2, 3 com Secundário de Santo António Turma : A 304 1 Ana Beatriz da Silva Costa 6668 2 Ana Carolina Pedroso Coimbra 6391 3 Ângelo

Leia mais

NOVO EDITAL - ALUNOS ERASMUS 2011/2012

NOVO EDITAL - ALUNOS ERASMUS 2011/2012 NOVO EDITAL - ALUNOS ERASMUS 2011/2012 UNIVERSITAT DE VALÈNCIA (E VALENCI 01) Odontology Sara Marilyn Pereira de Jesus 4º João Ricardo Oliveira Ferreira de Moura - 4º Psychology Sara Lúcia Maia Murillo

Leia mais

Concurso AEC - Música - Oferta n.º 2215-6 vagas. Lista de Ordenação Final

Concurso AEC - Música - Oferta n.º 2215-6 vagas. Lista de Ordenação Final Concurso AEC - Música - Oferta n.º 2215-6 vagas Lista de Ordenação 1 Carla Mariana Moura dos Santos 78 2 Ana Cláudia Salvador Seixo 70 3 Isabel Maria da Silva Santos 70 4 Ana Paula Cadilhe Cunha 70 5 Liliana

Leia mais

H764-AEC Lista de Aprovados-AFD

H764-AEC Lista de Aprovados-AFD H764-AEC Lista de Aprovados-AFD Ficheiro gerado em: 17/09/2015 11:27:39 Nº de Oferta Ordem Pontuação Nº do Docente Nome do Docente 764 1 100 1260917894 Nuno Tiago Teixeira 764 2 100 7752957046 Lino Manuel

Leia mais

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013

Ministério da Educação e Ciência Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2013 13897152 ALEXANDRE RIBEIRO DA SILVA Colocado em 0701 9011 11279428 ANA CATARINA MELO DE ALMEIDA Colocada em 0902 14423301 ANA CATARINA VITORINO DA SILVA Colocada em 0604 9229 14306028 ANA JOÃO REMÍGIO

Leia mais

Cartas de Curso para entrega - ESTGOH Nome. Curso

Cartas de Curso para entrega - ESTGOH Nome. Curso Cartas de para entrega - ESTGOH Nome ID Dipl. Nome Aluno(a) Grau Academico 102011 Filipe Dinis Mendes de Figueiredo Engenharia Civil e do Ambiente Bacharelato 102011 Filipe Dinis Mendes de Figueiredo Engenharia

Leia mais

Listas dos Aprovados - Ensino de Inglês

Listas dos Aprovados - Ensino de Inglês Listas dos Aprovados - Ensino de Inglês Nº de Oferta Ordem Pontuação Nome do Docente 758 1 100 Andreia Cristina de Sousa Gomes 758 2 100 Cidália Maria Faria Mendes de Sousa 758 3 100 Marta Raquel Cardoso

Leia mais

Clube de Teatro Escola EB - 2,3 de Perafita

Clube de Teatro Escola EB - 2,3 de Perafita 1 Clube de Teatro Escola EB - 2,3 de Perafita Ana Moreira, Coordenadora O Clube de Teatro da Escola E.B. 2,3 de Perafita apresentou-se em cena nos dias 21 e 24 de Maio, com o seu mais recente trabalho

Leia mais

Nº Escola : 145464. Nº Horário : 79. Nº Horas: 25. Tempo de Serviço antes da profissionalização. Data de Nascimento

Nº Escola : 145464. Nº Horário : 79. Nº Horas: 25. Tempo de Serviço antes da profissionalização. Data de Nascimento Nome da Escola : Agrupamento de Escolas Manuel Teixeira Gomes, Portimão Nº Escola : 145464 Data final da candidatura : 2016-01-19 Nº Horário : 79 Grupo de Recrutamento: 110-1º Ciclo do Ensino Básico Nº

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO COM ARMAS DE CAÇA. FOSSO UNIVERSAL CAMPEONATO REGIONAL NORTE - 2007 2ª. CONTAGEM - 24 e 25 de Março

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO COM ARMAS DE CAÇA. FOSSO UNIVERSAL CAMPEONATO REGIONAL NORTE - 2007 2ª. CONTAGEM - 24 e 25 de Março GERAL 1 1 129 00817 Herculano Lopes do Nascimento 8 C.C. Matosinhos S 25 24 25 25 1 99 2 113 00540 Rodrigo Dourado Fernandes 10 C.T. S. Pedro de Rates S 25 25 24 25 0 99 3 88 00588 Carlos Augusto Torres

Leia mais

Quadro Competitivo Xadrez CAE - Round 5

Quadro Competitivo Xadrez CAE - Round 5 List of Players Quadro Competitivo Xadrez CAE - Round 5 No Name Feder Club 1. Alexandre Aranda, Ini Conservatório de Música 2. Alexandre Alves, InfA Conservatório de Música 3. Alexandre Magalhães, InfA

Leia mais

VILA FRANCA DE XIRA, / / O Director de Turma: O Presidente do Conselho Executivo : 00001 ANDREIA SANTOS V CONCEIÇÃO - - - AM - 020682

VILA FRANCA DE XIRA, / / O Director de Turma: O Presidente do Conselho Executivo : 00001 ANDREIA SANTOS V CONCEIÇÃO - - - AM - 020682 00001 ANDREIA SANTOS V CONCEIÇÃO - - - AM - 020682 00002 ANDREIA FILIPA H LOPES - 2 4 9 10 AE 020742 00003 CARLA LIMA ALBUQUERQUE - - - - - 019398 00004 CATARINA SOUSA C PORTELA - - 7 10 10 AE 019695 00005

Leia mais

Mapa de Candidaturas com Pedidos de Residência da Faculdade de Ciências e Tecnologia 2010/2011

Mapa de Candidaturas com Pedidos de Residência da Faculdade de Ciências e Tecnologia 2010/2011 Candidatura Estado Aluno Nome Aproveitamento R. Candidatura 234203 Aberta 104975 ADRIANA FILIPA MATOS MONTEIRO 38 Alojar 235735 Aberta 133024 Alexander Antonius Simões van Halderen Falta matrícula e aproveitamento

Leia mais

4º Encontro Inter-Regional Zona A Oliveira de Azeméis

4º Encontro Inter-Regional Zona A Oliveira de Azeméis Dorsal Nome Categoria Equipa Licença Tempo º Manga Tempo 2º Manga Melhor Tempo 1º 26 Gabriel Baptista benjamins Seiça/Roriz 42421 1:25:55 0:59:50 0:59:50 2º 824 Daniel Ferraz benjamins Escolinha Gatõs

Leia mais

INCRIÇÕES validadas nas atividades limitadas a vagas

INCRIÇÕES validadas nas atividades limitadas a vagas INCRIÇÕES validadas nas atividades limitadas a vagas LabCV Oficina de Simulação de Entrevistas Visita ao Laboratório Águas do Mondego Visita ao Grupo Bial Visita à Farmalabor Visita à Labesfal Visita à

Leia mais

Acta da Comissão de Análise das candidaturas ao Curso de Especialização Tecnológica em Contabilidade

Acta da Comissão de Análise das candidaturas ao Curso de Especialização Tecnológica em Contabilidade Acta da Comissão de Análise das candidaturas ao Curso de Especialização Tecnológica em Contabilidade Aos seis dias do mês de Setembro de 2011, reuniu a Comissão Científica do Curso de Especialização Tecnológica

Leia mais

LISTA ORDENADA DOS CANDIDATOS DO CONCURSO PARA LECCIONAR A DISCIPLINA DE Inglês (1440) 6 Horas - Abelheira + NO 1º CICLO

LISTA ORDENADA DOS CANDIDATOS DO CONCURSO PARA LECCIONAR A DISCIPLINA DE Inglês (1440) 6 Horas - Abelheira + NO 1º CICLO A DISCIPLINA DE Inglês (1440) 6 Horas - Abelheira + NO 1º CICLO Elisabete Margarida Viana G. da Rocha 15,00 Deolinda Rosa Arantes Torres 15,00 Raquel Maria SantosB. Oliveira Silva 9,50 Eunice Calisto Soares

Leia mais

DESIG_CURSO NUMERO NOME ANOCURRICU MEDIA_APROV NUM_INSCRICOES/ ECTS_JA MEDIA_JA

DESIG_CURSO NUMERO NOME ANOCURRICU MEDIA_APROV NUM_INSCRICOES/ ECTS_JA MEDIA_JA DESIG_CURSO NUMERO NOME ANOCURRICU MEDIA_APROV NUM_INSCRICOES/ ECTS_JA MEDIA_JA MESTRADO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL:MULTIDEFICIÊNCIA E PROBLEMAS DE COGNIÇÃO 3940327 ISABEL MARIA SIMÕES VALE CANCELA 2 19,00 1

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. SANCHO I. Escola EB 2,3 Dr. Nuno Simões. Ano letivo 2012-2013. AEC - Atividade Física e Desportiva.

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. SANCHO I. Escola EB 2,3 Dr. Nuno Simões. Ano letivo 2012-2013. AEC - Atividade Física e Desportiva. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. SANCHO I Escola EB 2,3 Dr. Nuno Simões Ano letivo 2012-2013 AEC - Atividade Física e Desportiva Oferta nº 2384 Ordem Pontuação Nome do Docente 1 19 Joana Tavares da Rocha Melo

Leia mais

Searching for Employees Precisa-se de Empregados

Searching for Employees Precisa-se de Empregados ALIENS BAR 1 Searching for Employees Precisa-se de Empregados We need someone who can prepare drinks and cocktails for Aliens travelling from all the places in our Gallaxy. Necessitamos de alguém que possa

Leia mais

152729 - Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins 401535 - Escola Secundária Dr. Júlio Martins Relação de Alunos

152729 - Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins 401535 - Escola Secundária Dr. Júlio Martins Relação de Alunos : A 1248 1 Ana Garcia Amarante 1239 2 André Carneiro Rodrigues 124 3 Beatriz Branco Ramos 151 4 Camila Alves Salgado 16485 5 Daniel Emídio Costa dos Santos 1648 6 Débora Barroso Fernandes 16528 Hugo Paulo

Leia mais

Ana Isabel Rodrigues Cunha

Ana Isabel Rodrigues Cunha Ana Isabel Rodrigues Cunha Ana Sofia Lopes Mendes Andreia Susana Palma Fernandes Benedita Gonçalves dos Passos Bruno Miguel Rodrigues Pinto Ramos Carlos Manuel Cruz Ferreira Crespo Carmo de Jesus Ferreira

Leia mais

3 o ANO ENSINO MÉDIO. Prof. a Christiane Mourão Prof. a Cláudia Borges

3 o ANO ENSINO MÉDIO. Prof. a Christiane Mourão Prof. a Cláudia Borges 3 o ANO ENSINO MÉDIO Prof. a Christiane Mourão Prof. a Cláudia Borges Avaliação da unidade III Pontuação: 7,5 pontos 2 LEIA O TEXTO A SEGUIR E RESPONDA AS QUESTÕES 1 E 2. Does the color red really make

Leia mais

Universidade de Coimbra Faculdade de Ciências e Tecnologia Departamento de Física Caderno Eleitoral do Curso de Mestrado Integrado em Engenharia

Universidade de Coimbra Faculdade de Ciências e Tecnologia Departamento de Física Caderno Eleitoral do Curso de Mestrado Integrado em Engenharia Caderno Eleitoral do Curso de Curso Número Nome 2007106431 Aderito Jose Rodrigues Amaral 2006106020 ALVARO MOREIRA SERRA APARICIO CARVALHO 2007104050 Ana Alexandra Rebelo Cortez 2010137503 Ana Carolina

Leia mais

1 - Sábado, 8 de Fevereiro de 2014 08-02-2014-16:00

1 - Sábado, 8 de Fevereiro de 2014 08-02-2014-16:00 1 - Sábado, 8 de Fevereiro de 2014 08-02-2014-16:00 Prova 1 Femin., 400m Livres Senior 1. Teresa Neves Sporting CP 5:17.15 406 50m: 36.49 36.49 200m: 2:36.96 1:21.05 400m: 5:17.15 1:19.77 100m: 1:15.91

Leia mais

Ano Lectivo 2009/2010. Berçário Educadora Andreia Pinto Auxiliares Teresa Lopes e Elisa Silva

Ano Lectivo 2009/2010. Berçário Educadora Andreia Pinto Auxiliares Teresa Lopes e Elisa Silva Ano Lectivo 2009/2010 Berçário Andreia Pinto Teresa Lopes e Elisa Silva 1 Lídia Pinho Mourato 2 Alice Pina 3 Francisca de Freitas Meneses 4 Hugo Filipe Gomes Ferreira 5 Macedo Correia 6 Matilde Anastácio

Leia mais

Desportos Náuticos - Canoagem

Desportos Náuticos - Canoagem Desportos Náuticos - Canoagem Clube Náutico de Ponte de Lima Ponte de Lima 2 ESCOLAS PARTICIPANTES - EB2,3 de Sande- 5 Alunos - Escola Secundária Marco de Canavezes- 3 Alunos - Agrupamento de Escolas de

Leia mais

XI Torneio Inter Escolas de Pista Coberta. Escola Mestre Domingos Saraiva (Lisboa) Centro de Formação EB 2;3 S. Bartolomeu dos Mártires (Viana)

XI Torneio Inter Escolas de Pista Coberta. Escola Mestre Domingos Saraiva (Lisboa) Centro de Formação EB 2;3 S. Bartolomeu dos Mártires (Viana) XI Torneio Inter Escolas de Pista Coberta Escolas Inscritas EB 2;3 de EB 2;3 Sec. Sá de Miranda Colégio Teresiano EB 2;3 Prof. G. Sampaio EB 2;3 de Externato Delfim Ferreira Escola Mestre Domingos Saraiva

Leia mais

Pont. Nome Ano Turma Nº Out Nov Dez Jan Fev Mar Abr Mai Total

Pont. Nome Ano Turma Nº Out Nov Dez Jan Fev Mar Abr Mai Total Lin Yu 7º G 11 9 10 10 10 6 45 Vanessa Almeida 7º G 25 9 9 10 10 6 44 Paulo Ferreira 9º F 16 8 9 10 4 5 36 Samuel Marques 8º B 18 10 7 3 10 5 35 Bruno Silva 9º F 7 10 6 9 5 1 31 Maria Fernandes 7º G 13

Leia mais

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

------- Maria Conceição Leite Cabral --------------------------------------------------------------------------------------- ------- Maria José

------- Maria Conceição Leite Cabral --------------------------------------------------------------------------------------- ------- Maria José ATA Nº 6 ------- Aos cinco dias do mês de novembro do ano de dois mil e treze, nesta cidade de Matosinhos e Edifício dos Paços do Concelho, encontram-se reunidos: Dr.ª Clarisse Castro, Diretora do Departamento

Leia mais

Notas do exame da época de recurso de Contabilidade Financeira II 2008/09 Curso de Gestão

Notas do exame da época de recurso de Contabilidade Financeira II 2008/09 Curso de Gestão Notas do exame da época de recurso de Contabilidade Financeira II 2008/09 Curso de Gestão Exame Nota No. Nome Regime Recurso Final 22528 Adriana da Silva Afonso Ordinário 1.25 R 21342 Alexandra Crespo

Leia mais