REDAÇÃO 4º SIMULADO MODELO ENEM ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REDAÇÃO 4º SIMULADO MODELO ENEM - 2015. 3ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor:"

Transcrição

1 4º SIMULADO MODELO ENEM ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA REDAÇÃO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor:

2 INSTRUÇÕES 1. A REDAÇÃO SERÁ AVALIADA DE ACORDO COM OS SEGUINTES CRITÉRIOS: Competência 1: Demonstrar domínio da norma padrão da língua escrita. Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento, para desenvolver o tema dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos. 2. SERÁ ATRIBUÍDA UMA NOTA ENTRE 0 (ZERO) E 200 (DUZENTOS) PONTOS PARA CADA UMA DAS CINCO COMPETÊNCIAS, E A SOMA DESSES PONTOS COMPORÁ A NOTA TOTAL, QUE PODE CHEGAR A 1000 PONTOS. 3. A REDAÇÃO RECEBERÁ NOTA 0 (ZERO) SE APRESENTAR UMA DAS CARACTERÍSTICAS A SEGUIR: fuga total ao tema; não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa; texto com até 7 (sete) linhas; impropérios, desenhos ou outras formas propositais de anulação; desrespeito aos direitos humanos (desconsideração da Competência 5); e folha de redação em branco, mesmo que tenha sido escrita no rascunho. 4. A REDAÇÃO DEVERÁ APRESENTAR LETRA LEGÍVEL, PARA EVITAR DÚVIDAS NO MOMENTO DA AVALIAÇÃO. 5. O TÍTULO É UM ELEMENTO OPCIONAL NA PRODUÇÃO DA REDAÇÃO. 6. REDAÇÃO A LÁPIS NÃO SERÁ CORRIGIDA. 7. A REDAÇÃO DEVERÁ SER FEITA COM CANETA AZUL OU PRETA.

3 REDAÇÃO A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO em norma padrão da língua portuguesa sobre o tema: Os efeitos da (re)valorização do campo como forma de vida Apresente experiência ou proposta de ação social que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista. Texto I A valorização da agricultura familiar está associada à sustentabilidade, à geração de renda, à emancipação social e, acima de tudo, rompe com o histórico de que a cidade é a melhor alternativa de aquisição de bens e forma de vida. A vida contemporânea acelerada vê no campo o melhor viés para a longevidade, produção orgânica e relação com a natureza. Entretanto, para a consolidação do campo se efetivar, necessário se faz criar meios do homem do campo permanecer no campo e, mais, melhorá-lo. O papel do Estado para essa ação é crucial e o homem precisa exercer o desapego do meio urbano PT33&dq=exodo+rural+inverso&source=bl&ots=034U4r1hYX&sig=90hqqdmCFSk17E07C5G27b1oIZ8&hl=pt Texto II Trocar o campo pela cidade à procura de uma vida melhor sempre foi a opção mais comum. Porém, algumas famílias, cansadas do caos urbano, estão fazendo o caminho inverso, deixando os grandes centros para viver literalmente no meio do mato. São pessoas que cursaram faculdade, desfrutavam de um certo conforto na cidade, mas não aguentavam mais a correria, falta de liberdade, o trânsito e o excesso de consumo. Em busca de uma vida mais simples e saudável, elas não têm medo de encarar a enxada e descobrir um novo modo de sobreviver. Para a mineira Manuella Melo Franco, 34, a chegada do primeiro filho foi o empurrão que faltava para deixar a cidade e, finalmente, experimentar uma vida mais tranquila e autossustentável, ao lado do companheiro Hugo Ruax. "O nascimento do Tomé reforçou esse nosso desejo. Queríamos oferecer a ele uma infância mais próxima da natureza, longe dos valores consumistas e da loucura da cidade", diz a fotógrafa e jornalista. Texto III Ao sair do campo, o homem rompe com sua cultura de contato sustentável com a terra, levando-o a vislumbrar os atrativos dos grandes centros urbanos e a criar fantasias que serão posteriormente transformadas em frustração e exclusão. Ao se dirigir à cidade grande em busca de melhorias e sem qualificação, sem emprego, sem perspectivas, ele e sua família estarão condenados à inserção nas problemáticas periferias, na maioria dos casos sem direito a condições dignas de vida, ampliando os índices de dominação, exploração, degradação e alienação, já tão comuns na sociedade atual. Essa realidade torna imperiosa a discussão em torno da construção da sustentabilidade no campo, que deve se pautar principalmente pela valorização dos patrimônios cultural e natural das comunidades e seus habitantes, promovendo meios efetivos de fixação do agricultor familiar. Mas, para que isso ocorra, será necessário revisar os atuais padrões sociais vigentes no interior, propondo, inclusive, uma imediata transformação do processo de formação do cidadão rural que hoje se baseia em um modelo de educação convencional, que reproduz ideias historicamente concebidas na cidade. Neste sentido, é relevante lembrar que as dinâmicas e realidades presentes no meio rural são bastante diferentes das do contexto urbano. 1

4 RASCUNHO

5 REDAÇÃO - 4º SIMULADO ENEM Nome: Unidade: Turma: NOTA:

6 CORREÇÃO/AVALIAÇÃO SEGUNDO OS CRITÉRIOS DA PROVA DE REDAÇÃO DO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO - ENEM Competência 1 Demonstrar domínio da norma padrão da língua escrita Demonstra EXCELENTE domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa e de escolha de registro. Desvios 200 gramaticais ou de convenções da escrita serão aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizem reincidência. 160 BOM domínio da modalidade escrita formal, com poucos desvios gramaticais e de convenções. 120 Domínio MEDIANO da escrita formal, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita. 80 Domínio INSUFICIENTE da escrita formal, com muitos desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita. 40 Domínio PRECÁRIO da escrita formal, de forma sistemática, com diversificados e frequentes desvios. ZERO Demonstra DESCONHECIMENTO da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa. Competência 2 Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento, para desenvolver o tema dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo ZERO Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo, e apresenta EXCELENTE domínio do texto dissertativo-argumentativo.. Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta BOM domínio do texto dissertativoargumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta domínio MEDIANO do texto dissertativoargumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Desenvolve o tema recorrendo à cópia de trechos dos textos motivadores ou apresenta domínio insuficiente do texto dissertativo-argumentativo, não atendendo à estrutura com proposição, argumentação e conclusão. Apresenta o assunto, tangenciando o tema, ou demonstra domínio PRECÁRIO do texto dissertativo-argumentativo, com traços constantes de outros tipos textuais. Fuga ao tema/ não atendimento à estrutura dissertativo-argumentativa. Competência 3 Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista 200 Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, em defesa de um ponto de vista. 160 Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, em defesa de um ponto de vista. 120 Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, em defesa de um ponto de vista. 80 Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas desorganizados ou contraditórios e limitados aos argumentos dos textos motivadores, em defesa de um ponto de vista. 40 Apresenta informações, fatos e opiniões pouco relacionados ao tema ou incoerentes e sem defesa de um ponto de vista. ZERO Apresenta informações, fatos e opiniões não relacionados ao tema e sem defesa de um ponto de vista. Competência 4 Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação 200 Articula BEM as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos. 160 Articula as partes do texto com poucas inadequações e repertório diversificado de recursos coesivos. 120 Articula as partes do texto, de forma mediana, com inadequações e repertório pouco diversificado de recursos coesivos. 80 Articula as partes do texto, de forma insuficiente, com muitas inadequações e repertório limitado de recursos coesivos. 40 Articula as partes do texto de forma precária. ZERO Ausência de marcas de articulação, resultando em fragmentação das ideias. Competência 5 Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos 200 Elabora muito bem proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. 160 Elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. 120 Elabora, de forma mediana, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. 80 Elabora, de forma insuficiente, proposta de intervenção relacionada ao tema ou não articulada com a discussão desenvolvida no texto. 40 Apresenta proposta de intervenção vaga, precária ou relacionada apenas ao assunto. ZERO Não apresenta proposta de intervenção ou apresenta proposta não relacionada ao tema ou ao assunto. 4

7

8 JARDIM DA PENHA (27) JARDIM CAMBURI (27) PRAIA DO CANTO (27) VILA VELHA (27)

REDAÇÃO 3º SIMULADO MODELO ENEM ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor:

REDAÇÃO 3º SIMULADO MODELO ENEM ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: 3º SIMULADO MODELO ENEM - 2015 3ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA REDAÇÃO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: INSTRUÇÕES 1. A REDAÇÃO SERÁ AVALIADA DE

Leia mais

REDAÇÃO 1º SIMULADO MODELO ENEM - 2014. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor:

REDAÇÃO 1º SIMULADO MODELO ENEM - 2014. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: 1º SIMULADO MODELO ENEM - 2014 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA REDAÇÃO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: INSTRUÇÕES 1. A REDAÇÃO SERÁ AVALIADA DE ACORDO

Leia mais

1ª PROVA DE REDAÇÃO MODELO ENEM

1ª PROVA DE REDAÇÃO MODELO ENEM 1ª PROVA DE REDAÇÃO MODELO ENEM - 2016 3ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: Exame Nacional do Ensino Médio EDUCANDO PARA SEMPRE INSTRUÇÕES 1. A REDAÇÃO SERÁ

Leia mais

3º SIMULADO MODELO ENEM

3º SIMULADO MODELO ENEM 3º SIMULADO MODELO ENEM - 2016 3ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR REDAÇÃO 2º DIA NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: Exame Nacional do Ensino Médio EDUCANDO PARA SEMPRE INSTRUÇÕES 1. A REDAÇÃO

Leia mais

1º SIMULADO MODELO ENEM

1º SIMULADO MODELO ENEM 1º SIMULADO MODELO ENEM - 2016 3ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR REDAÇÃO 2º DIA NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: Exame Nacional do Ensino Médio EDUCANDO PARA SEMPRE INSTRUÇÕES 1. A REDAÇÃO

Leia mais

REDAÇÃO 1º SIMULADO MODELO ENEM ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor:

REDAÇÃO 1º SIMULADO MODELO ENEM ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: 1º SIMULADO MODELO ENEM - 2015 3ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA REDAÇÃO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: INSTRUÇÕES 1. A REDAÇÃO SERÁ AVALIADA DE

Leia mais

A REDAÇÃO NO ENEM INSTITUTO SANTA LUZIA COMPONENTE CURRICULAR: REDAÇÃO PROFESSOR: EDUARDO BELMONTE 2º ANO ENSINO MÉDIO

A REDAÇÃO NO ENEM INSTITUTO SANTA LUZIA COMPONENTE CURRICULAR: REDAÇÃO PROFESSOR: EDUARDO BELMONTE 2º ANO ENSINO MÉDIO A REDAÇÃO NO ENEM INSTITUTO SANTA LUZIA COMPONENTE CURRICULAR: REDAÇÃO PROFESSOR: EDUARDO BELMONTE 2º ANO ENSINO MÉDIO FATOS SOBRE A PROVA DE REDAÇÃO Todas as redações desenvolvidas no ENEM são avaliadas;

Leia mais

Não considerada: 0 pontos Precário: 40 pontos Insuficiente: 80 pontos Mediano: 120 pontos Bom: 160 pontos Ótimo: 200 pontos

Não considerada: 0 pontos Precário: 40 pontos Insuficiente: 80 pontos Mediano: 120 pontos Bom: 160 pontos Ótimo: 200 pontos Competências ENEM Antes de relacionarmos as cinco competências do ENEM, esclarecemos que a prova de redação vale 1000 pontos no total (dividindo esse valor entre os 5 aspectos, cada um deles tem peso de

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA REDAÇÃO DETALHAMENTO POR COMPETÊNCIA

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA REDAÇÃO DETALHAMENTO POR COMPETÊNCIA MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA REDAÇÃO DETALHAMENTO POR COMPETÊNCIA Motivos para atribuir nota zero à redação: Fuga total ao tema; Não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa; Texto com até 7 (sete)

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA REDAÇÃO DETALHAMENTO POR COMPETÊNCIA

MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA REDAÇÃO DETALHAMENTO POR COMPETÊNCIA MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA REDAÇÃO DETALHAMENTO POR COMPETÊNCIA COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa 200 160 120 GRADE DE CORREÇÃO DO ENEM Demonstra excelente

Leia mais

GÊNEROS TEXTUAIS: O CARTEIRO CHEGOU

GÊNEROS TEXTUAIS: O CARTEIRO CHEGOU PRODUÇÃO b DE TEXTOS E GÊNEROS TEXTUAIS: O CARTEIRO CHEGOU Profª. Ms. Rafaela C. Beleboni Coordenação Pedagógica da Formação Continuada NAME http://ww2.itau.com.br/itaucrianca/index.htm ROTEIRO DAS AULAS

Leia mais

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro..

Deve ainda ser tido em consideração o Despacho Normativo n.º 24-A/2012, de 6 de dezembro, bem como o Despacho n.º 15971/2012, de 14 de dezembro.. PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Prova Escrita de Físico-Química 9º Ano de Escolaridade Prova 11 / 1ª Fase Duração da Prova: 90 minutos. Informações da prova INTRODUÇÃO

Leia mais

SIMULADO 3º Ano G2 PROPOSTA DE REDAÇÃO. Texto I. Como ter saúde mental e física. Texto II

SIMULADO 3º Ano G2 PROPOSTA DE REDAÇÃO. Texto I. Como ter saúde mental e física. Texto II PROPOSTA DE A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua portuguesa sobre

Leia mais

INGLÊS PROVA ESCRITA. 1. Introdução. 2. Objeto de avaliação. A) Competências COLÉGIO LICEAL DE SANTA MARIA DE LAMAS

INGLÊS PROVA ESCRITA. 1. Introdução. 2. Objeto de avaliação. A) Competências COLÉGIO LICEAL DE SANTA MARIA DE LAMAS Informação - Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Básico de COLÉGIO LICEAL DE SANTA MARIA DE LAMAS Prova de Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Básico de: Prova 21 1ª Fase 2013 9º Ano

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS - PROVA ESCRITA e ORAL 2016 Prova 16 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012 de 5 de julho) O presente documento divulga informação relativa

Leia mais

INFORMAÇÃO SOBRE A PROVA ESCRITA

INFORMAÇÃO SOBRE A PROVA ESCRITA INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Inglês (Prova Escrita + Prova Oral) 2016 Prova 06 ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Flexibilização do currículo do Ensino Médio

Flexibilização do currículo do Ensino Médio Flexibilização do currículo do Ensino Médio Proposta de redação: Ensinar o verbo que precisa ser conjugado no presente e no futuro. Flexibilização do currículo do EM: Os adolescentes do novo milênio fazem

Leia mais

Admissão para Portador de Diploma de Curso Superior. 1. a DCS/2011 CIÊNCIAS SOCIAIS

Admissão para Portador de Diploma de Curso Superior. 1. a DCS/2011 CIÊNCIAS SOCIAIS assinatura do(a) candidato(a) Admissão para Portador de Diploma de Curso Superior. a DCS/0 Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. Confira atentamente se os dados pessoais transcritos

Leia mais

REDAÇÃO 4º SIMULADO MODELO ENEM - 2014. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor:

REDAÇÃO 4º SIMULADO MODELO ENEM - 2014. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: 4º SIMULADO MODELO ENEM - 2014 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA REDAÇÃO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: INSTRUÇÕES 1 A REDAÇÃO SERÁ AVALIADA DE ACORDO

Leia mais

3º ANO Ensino Médio LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS

3º ANO Ensino Médio LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS 3º ANO Ensino Médio LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS Ano 2016 REDAÇÃO - MINI APOSTILA - LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS e REDAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1 - Domínio da norma padrão da língua

Leia mais

CONCURSO DE REDAÇÃO. Tema: O QUE O PETRÓLEO DO PRÉ-SAL TEM A VER COMIGO? REALIZAÇÃO. Associação dos Engenheiros da Petrobrás

CONCURSO DE REDAÇÃO. Tema: O QUE O PETRÓLEO DO PRÉ-SAL TEM A VER COMIGO? REALIZAÇÃO. Associação dos Engenheiros da Petrobrás CONCURSO DE REDAÇÃO Tema: O QUE O PETRÓLEO DO PRÉ-SAL TEM A VER COMIGO? REALIZAÇÃO Associação dos Engenheiros da Petrobrás Secretaria de estado da Educação FEVEREIRO DE 2012 1 APRESENTAÇÃO Ciente da importância

Leia mais

COORDENAÇÃO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES OFICINAS 2015 MATRÍCULAS: DE 25 DE FEVEREIRO A 06 DE MARÇO

COORDENAÇÃO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES OFICINAS 2015 MATRÍCULAS: DE 25 DE FEVEREIRO A 06 DE MARÇO COORDENAÇÃO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES OFICINAS 2015 MATRÍCULAS: DE 25 DE FEVEREIRO A 06 DE MARÇO LÍNGUA ESTRANGEIRA ALEMÃO Prof.ª Luciane Probst Unidade de Ensino I Prédio Pedro Fabro, Sala 303 Unidade

Leia mais

8. Demonstrar conhecimento dos mecanismos Linguísticos necessários para a Construção da Argumentação. 9. Competência Elaborar proposta de intervenção

8. Demonstrar conhecimento dos mecanismos Linguísticos necessários para a Construção da Argumentação. 9. Competência Elaborar proposta de intervenção Sumário 1.apresentação 2. matrizes de referência para redação 2016 Detalhamento por competência 3. Competência Demonstrar domínio da Modalidade escrita formal da Língua Portuguesa. 4. Competência 5. Compreender

Leia mais

INGLÊS PROVA ESCRITA. 1. Introdução

INGLÊS PROVA ESCRITA. 1. Introdução Matriz da Prova de Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Básico de COLÉGIO LICEAL DE SANTA MARIA DE LAMAS Prova de Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Básico de: Prova 21 2016 9.º Ano de

Leia mais

Informação/Exame de Equivalência à Frequência. Ano letivo de 2012/2013

Informação/Exame de Equivalência à Frequência. Ano letivo de 2012/2013 ESCOLA MARTIM DE FREITAS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MARTIM DE FREITA Informação/Exame de Equivalência à Frequência Ano letivo de 2012/2013 Disciplina: Ciências da Natureza 2º Ciclo do Ensino Básico 1.-

Leia mais

A prova é constituída por duas partes, prova escrita e prova oral, a ter lugar em datas distintas.

A prova é constituída por duas partes, prova escrita e prova oral, a ter lugar em datas distintas. 2015/2016 ANO DE ESCOLARIDADE: 9º ANO DURAÇÃO DA PROVA ESCRITA: 90 minutos TOLERÂNCIA: 00 minutos DURAÇÃO DA PROVA ORAL: ± 15 MINUTOS INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 3.º CICLO - 1.ª e 2.ª

Leia mais

Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário

Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário INFORMAÇÃO EXAME DE APLICAÇÕES INFORMÁTICAS B 2016 12º ANO DE ESCOLARIDADE (DECRETO-LEI N.º 139/ 2012, DE 5 DE JULHO) Prova 163 Escrita e Prática

Leia mais

ENEM PROVA DE REDAÇÃO

ENEM PROVA DE REDAÇÃO ENEM PROVA DE REDAÇÃO EVOLUÇÃO DE TEMAS 1998 VIVER E APRENDER 1999 - CIDADANIA E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 2000 DIRETIOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE: COMO ENFRENTAR ESSE DESAFIIO NACIONAL? 2001 DESENVOLVIMENTO

Leia mais

TUTORIAL - COMO SUBMETER ARTIGOS

TUTORIAL - COMO SUBMETER ARTIGOS TUTORIAL - COMO SUBMETER ARTIGOS 9º Encontro Internacional de Formação de Professores e o 10º Fórum Permanente Internacional de Inovação Educacional Para ter acesso ao envio do artigo para o 9º Encontro

Leia mais

ESPANHOL Cont. Ano Letivo 2015/2016 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. 11º Ano de Escolaridade

ESPANHOL Cont. Ano Letivo 2015/2016 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. 11º Ano de Escolaridade Ano Letivo 2015/2016 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA ESPANHOL Cont. 11º Ano de Escolaridade Prova 368 2016 Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho 1. Objeto de avaliação A prova a que esta

Leia mais

PALESTRA SOBRE REDAÇÃO DO ENEM

PALESTRA SOBRE REDAÇÃO DO ENEM PALESTRA SOBRE REDAÇÃO DO ENEM Profa. Íris Cristine Odízio - O EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO. - REDAÇÃO. HISTÓRIA DO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO. O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi criado

Leia mais

Inglês. COTAÇÕES (Parte II) Atividade A... 50 pontos. Atividade B... 50 pontos. Teste Intermédio de Inglês. Parte II Produção e interação escritas

Inglês. COTAÇÕES (Parte II) Atividade A... 50 pontos. Atividade B... 50 pontos. Teste Intermédio de Inglês. Parte II Produção e interação escritas Teste Intermédio de Inglês Parte II Produção e interação escritas Teste Intermédio Inglês Duração do Teste: 40 minutos (Parte II) 22.02.2013 9.º Ano de Escolaridade COTAÇÕES (Parte II) Atividade A... 50

Leia mais

MANUAL DO PARTICIPANTE

MANUAL DO PARTICIPANTE MANUAL DO MENSAGEM DA PRESIDENTA Queridos estudantes, A partir da minha experiência de 42 anos em sala de aula, inclusive para alunos universitários, gostaria de me dirigir a vocês nesse momento em que

Leia mais

Curso de Especialização em GESTÃO E PROJETOS EM TURISMO

Curso de Especialização em GESTÃO E PROJETOS EM TURISMO Curso de Especialização em GESTÃO E PROJETOS EM TURISMO ÁREA DO CONHECIMENTO: Administração. Turismo. NOME DO CURSO: Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em Gestão e Projetos em Turismo. OBJETIVO

Leia mais

D e p a r t a m e n t o d e C i ê n c i a s E x p e r i m e n t a i s G r u p o 5 2 0 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Ano letivo de 2013/2014

D e p a r t a m e n t o d e C i ê n c i a s E x p e r i m e n t a i s G r u p o 5 2 0 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Ano letivo de 2013/2014 D e p a r t a m e n t o d e C i ê n c i a s E x p e r i m e n t a i s G r u p o 5 2 0 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Ano letivo de 2013/2014 Os critérios específicos presentes neste documento constituem uma base

Leia mais

Gêneros Textuais: conto e publicidade institucional impressa e folheto de divulgação. Escrita Contos e Minicontos Folheto de divulgação (Fôlder)

Gêneros Textuais: conto e publicidade institucional impressa e folheto de divulgação. Escrita Contos e Minicontos Folheto de divulgação (Fôlder) COLÉGIO ESTADUAL IRMÃO GERMANO RHODEN PLANO DE TRABALHO DOCENTE 2014 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSORA: ZENAIDE GOMES BILHAR 1º Bimestre Criar hipóteses interpretativas

Leia mais

Informação sobre a Prova de Exame de Equivalência à Frequência

Informação sobre a Prova de Exame de Equivalência à Frequência Informação sobre a Prova de Exame de Equivalência à Frequência Prova de Francês LEII 3º Ciclo do Ensino Básico Duração da Prova: 90 minutos (escrita); 15 minutos (oral) 1.Objeto de avaliação A prova a

Leia mais

Redação Profa. Raquel

Redação Profa. Raquel Aula Enem 2016 Redação Profa. Raquel O que sua dissertação deve apresentar: DISSERTAÇÃO Como você que será avaliado(a)? Competência 1 NORMA Demonstrar CULTA domínio da modalidade escrita formal da Língua

Leia mais

CURSO VOCACIONAL DE NÍVEL SECUNDÁRIO TÉCNICO DE AQUICULTURA COMUNICAR EM INGLÊS 11º 13 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO. SABER Interpretação e Produção de Texto

CURSO VOCACIONAL DE NÍVEL SECUNDÁRIO TÉCNICO DE AQUICULTURA COMUNICAR EM INGLÊS 11º 13 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO. SABER Interpretação e Produção de Texto CURSO VOCACIONAL DE NÍVEL SECUNDÁRIO TÉCNICO DE AQUICULTURA COMUNICAR EM INGLÊS 11º 13 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DOMÍNIOS CRITÉRIOS INDICADORES INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO Eficácia na aquisição e aplicação

Leia mais

EDITAL. Quadro I Relação dos Cursos, Turnos e Vagas. Total de vagas anuais. Nº de alunos por turma. noite 130 65 65 65. manhã 130 65 65 65

EDITAL. Quadro I Relação dos Cursos, Turnos e Vagas. Total de vagas anuais. Nº de alunos por turma. noite 130 65 65 65. manhã 130 65 65 65 EDITAL A Universidade FUMEC faz saber aos interessados, por meio do presente Edital, as normas de realização do Processo Seletivo 2013, com duas entradas, para preenchimento das vagas de seus cursos Superiores

Leia mais

Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei n.º 9.394 de 20 de dezembro de 1996

Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei n.º 9.394 de 20 de dezembro de 1996 Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional Lei n.º 9.394 de 20 de dezembro de 1996 Tramitação 1988 Promulgação da Constituição Federal 1988 a 1991 Início de discussão do projeto Jorge Hage na Câmara

Leia mais

EDITAL. Quadro I Cursos, turnos e vagas oferecidos. Total de vagas anuais. Manhã 120 60 60. Tarde 120 60 60. Manhã 130 65 65.

EDITAL. Quadro I Cursos, turnos e vagas oferecidos. Total de vagas anuais. Manhã 120 60 60. Tarde 120 60 60. Manhã 130 65 65. EDITAL A Universidade FUMEC faz saber aos interessados, por meio do presente Edital, as normas de realização do Processo Seletivo 2013, segundo semestre, para preenchimento das vagas de seus cursos Superiores

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA - UNILA EDITAL PROGRAD Nº 055/2015, DE 04 DE AGOSTO DE 2015

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA - UNILA EDITAL PROGRAD Nº 055/2015, DE 04 DE AGOSTO DE 2015 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA - UNILA EDITAL PROGRAD Nº 055/2015, DE 04 DE AGOSTO DE 2015 O Pró-Reitor de Graduação da Universidade Federal da Integração Latino-Americana,

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO A PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS EINSTEIN DE LIMEIRA PAPIC- EINSTEIN

PROGRAMA DE APOIO A PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS EINSTEIN DE LIMEIRA PAPIC- EINSTEIN PROGRAMA DE APOIO A PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS EINSTEIN DE LIMEIRA PAPIC- EINSTEIN EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DO PAPIC- EINSTEIN Nº 01/2015 A Comissão Científica do

Leia mais

EDITAL 1 DAS VAGAS. Nº de alunos por turma. Vagas para o segundo semestre. vagas anuais. noite 130 65 65. Gestão Comercial*** manhã 130 65 65

EDITAL 1 DAS VAGAS. Nº de alunos por turma. Vagas para o segundo semestre. vagas anuais. noite 130 65 65. Gestão Comercial*** manhã 130 65 65 EDITAL A Universidade FUMEC faz saber aos interessados, por meio do presente Edital, as normas de realização do Processo Seletivo 2012, segundo semestre, para preenchimento das vagas de seus cursos Superiores

Leia mais

Manual do Canditado Vestibular Senac 2º Semestre

Manual do Canditado Vestibular Senac 2º Semestre PROVAS Data das provas de conhecimentos gerais e redação: 26/06/2010 (sábado) - das 14 às 18 horas. As provas serão realizadas na cidade escolhida pelo candidato no ato da inscrição. Recomenda-se o comparecimento

Leia mais

SIMULADO 3º Ano G2 PROPOSTA DE REDAÇÃO. Status e amadurecimento. Um jovem morre vítima de álcool a cada 36 horas no Brasil

SIMULADO 3º Ano G2 PROPOSTA DE REDAÇÃO. Status e amadurecimento. Um jovem morre vítima de álcool a cada 36 horas no Brasil º Ano G2 PROPOSTA DE A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo da sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua

Leia mais

Exame de Equivalência à Frequência 2011/2012 Escola Secundária da Ramada

Exame de Equivalência à Frequência 2011/2012 Escola Secundária da Ramada Exame de Equivalência à Frequência 2011/2012 Escola Secundária da Ramada Ensino Básico INGLÊS INFORMAÇÃO-EXAME Ciclo 3º Ciclo do Ensino Básico Legislação Dec. Lei n.º6/2001, de 18 de janeiro Data 11 de

Leia mais

A FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL. Silvia Helena Vieira Cruz

A FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL. Silvia Helena Vieira Cruz A FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL Silvia Helena Vieira Cruz INTRODUÇÃO Os ganhos decorrentes das experiências vividas pelas crianças em creches e pré-escolas dependem diretamente

Leia mais

PROJETO ATUALIDADE EM FOCO

PROJETO ATUALIDADE EM FOCO Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha PRODUÇÃO TEXTUAL Nº3 ENTREGA: 17/ 03/ 2016 2º Ano do Ensino Médio Nome do aluno: Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

ESPANHOL Abril de 2015. Prova 15 2015

ESPANHOL Abril de 2015. Prova 15 2015 INFORMAÇÃO PROVA FINAL DE CICLO ESPANHOL Abril de 2015 Prova 15 2015 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Médio ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Área de conhecimento: Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias Componente Curricular: Língua Portuguesa

Leia mais

Tipo de Prova: Escrita e Oral

Tipo de Prova: Escrita e Oral INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS 2016 Prova 06 Tipo de Prova: Escrita e Oral 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 17/2016, de 4 de abril) Introdução O presente documento visa

Leia mais

apresenta: REDAÇÃO Receita de Bolo

apresenta: REDAÇÃO Receita de Bolo apresenta: REDAÇÃO Receita de Bolo Seus estão a um passo da sua. A importância da Redação no ENEM É a única área cuja nota varia entre 0 e 1000. A importância da Redação no ENEM É a única área cuja nota

Leia mais

EDITAL 006/2015 DG/CEPR PROCESSO CLASSIFICATÓRIO PARA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CURSOS TÉCNICOS - INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO - 2016

EDITAL 006/2015 DG/CEPR PROCESSO CLASSIFICATÓRIO PARA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CURSOS TÉCNICOS - INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO - 2016 EDITAL 006/2015 DG/CEPR PROCESSO CLASSIFICATÓRIO PARA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL CURSOS TÉCNICOS - INTEGRADOS AO ENSINO MÉDIO - 2016 A Direção Geral do Colégio Estadual do Paraná Ensino Fundamental, Médio e

Leia mais

A classificação do teste deve respeitar integralmente os critérios gerais e os critérios específicos a seguir apresentados.

A classificação do teste deve respeitar integralmente os critérios gerais e os critérios específicos a seguir apresentados. Teste Intermédio de Língua Portuguesa Teste Intermédio Língua Portuguesa 2.º Ano de Escolaridade Duração do Teste: 45 min (Caderno 1) + 30 min (pausa) + 45 min (Caderno 2) 03.06.2011 Decreto-Lei n.º 6/2001,

Leia mais

Fundamentos da Educação Infantil

Fundamentos da Educação Infantil FAAC Faculdade Afonso Cláudio Pólo Tijuca Rio de Janeiro Pós-graduação em Educação Fundamentos da Educação Infantil Rosane Tesch rosanetesch@gmail.com Educação Infantil: Fundamentos e Métodos Zilma Ramos

Leia mais

A REDAÇÃO NO ENEM 2012 GUIA DO PARTICIPANTE

A REDAÇÃO NO ENEM 2012 GUIA DO PARTICIPANTE A REDAÇÃO NO ENEM 2012 GUIA DO PARTICIPANTE Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) Diretoria de Avaliação da Educação Básica (DAEB) Brasília-DF

Leia mais

Simulado de Redação para o ENEM 2015: critérios de correção.

Simulado de Redação para o ENEM 2015: critérios de correção. Simulado de Redação para o ENEM 2015: critérios de correção. Equipe de Língua Portuguesa: Adilson Carlos Batista Gizeli Cristina Alves de Oliveira Vilma Lenir Calixto Objetivo: Verificar competências linguísticas

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA FINAL DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA CIÊNCIAS NATURAIS Abril de 2015

INFORMAÇÃO PROVA FINAL DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA CIÊNCIAS NATURAIS Abril de 2015 Agrupamento de Escolas da Gafanha da Encarnação INFORMAÇÃO PROVA FINAL DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA CIÊNCIAS NATURAIS Abril de 2015 Prova 02 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento

Leia mais

DISSERTAÇÃO E CRITÉRIOS DE CORREÇÃO. Curso Sorocaba

DISSERTAÇÃO E CRITÉRIOS DE CORREÇÃO. Curso Sorocaba DISSERTAÇÃO E CRITÉRIOS DE CORREÇÃO Curso Sorocaba Dissertar é expor ideias a respeito de um determina do assunto. É discutir essas ideias, analisá-las e apresentar provas que justifiquem e convençam o

Leia mais

Utilizando o Modelo Webquest para a Aprendizagem de Conceitos Químicos Envolvidos na Camada de Ozônio

Utilizando o Modelo Webquest para a Aprendizagem de Conceitos Químicos Envolvidos na Camada de Ozônio Utilizando o Modelo Webquest para a Aprendizagem de Conceitos Químicos Envolvidos na Camada de Ozônio Thiago do Nascimento Silva (IC) - thyaggo.nascimento@gmail.com Zara Íris Maciano de Andrada (IC) -

Leia mais

SARESP 2013 RESULTADOS GERAIS DAS REDES MUNICIPAIS

SARESP 2013 RESULTADOS GERAIS DAS REDES MUNICIPAIS SARESP 2013 RESULTADOS GERAIS DAS REDES MUNICIPAIS SARESP 2013 Participação dos Alunos das Redes Municipais Ano/Série Nº de Alunos % de Participação 2º EF 179.705 90,1 3º EF 181.160 90,2 Nº Escolas Nº

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO 2014 / 2015. PORTUGUÊS 5.º e 6.º Anos

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO 2014 / 2015. PORTUGUÊS 5.º e 6.º Anos Disciplina: PORTUGUÊS 5.º e 6.º Anos - Responsabilidade: (6%) assiduidade/pontualidade (2%) material (2%) organização do caderno diário (2%) - Comportamento: (5%) cumpre as regras estabelecidas - Empenho/Participação:

Leia mais

DESAFIOS PARA GARANTIR O TRABALHO DECENTE PARA OS/AS JOVENS, COM ESPECIAL ATENÇÃO ÀS QUESTÕES DE GÊNERO E RAÇA

DESAFIOS PARA GARANTIR O TRABALHO DECENTE PARA OS/AS JOVENS, COM ESPECIAL ATENÇÃO ÀS QUESTÕES DE GÊNERO E RAÇA DESAFIOS PARA GARANTIR O TRABALHO DECENTE PARA OS/AS JOVENS, COM ESPECIAL ATENÇÃO ÀS QUESTÕES DE GÊNERO E RAÇA FORUM NACIONAL TRABALHO DECENTE PARA OS JOVENS: FORTALECENDO A AGENDA NACIONAL DE TRABALHO

Leia mais

PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR - 2012 DISCIPLINA: GEOGRAFIA ENSINO FUNDAMENTAL

PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR - 2012 DISCIPLINA: GEOGRAFIA ENSINO FUNDAMENTAL PROPOSTA PEDAGÓGICA CURRICULAR - 2012 DISCIPLINA: GEOGRAFIA ENSINO FUNDAMENTAL 1. EMENTA: A importância do ensino da Geografia é levar o educando a perceber que as relações sociais e as relações do homem

Leia mais

LETRAS JAPONÊS (LICENCIATURA)

LETRAS JAPONÊS (LICENCIATURA) assinatura do(a) candidato(a) Admissão para Portador de Diploma de Curso Superior. a DCS/0 LETRAS JAPONÊS (LICENCIATURA) Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. Confira atentamente se

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA O LIVRO DIDÁTICO NO CONTEXTO DO ENSINO FUNDAMENTAL DE 09 ANOS maio de 2009. Ministério da Educação Ensino fundamental de 09 anos Lei nº 11.274, de 06/02/2006:

Leia mais

ESCOLA BAHIANA DE MEDICINA E SAÚDE PÚBLICA

ESCOLA BAHIANA DE MEDICINA E SAÚDE PÚBLICA ESCOLA BAHIANA DE MEDICINA E SAÚDE PÚBLICA EDITAL DO PROCESSO SELETIVO FORMATIVO SEGUNDO SEMESTRE LETIVO DE 2010.1 A Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (Bahiana), mantida pela Fundação Bahiana

Leia mais

Processo de seleção para alunos novos. 6º e 7º. ano do Ensino Fundamental

Processo de seleção para alunos novos. 6º e 7º. ano do Ensino Fundamental Processo de seleção para alunos novos 6º e 7º. ano do Ensino Fundamental 2016 Unidade Barra da Tijuca I ORIENTAÇÕES GERAIS a) As famílias que desejarem conhecer nossa proposta e inscrever seus filhos para

Leia mais

Todas as crianças possuem um conjunto de experiências e. saberes que foram acumulando ao longo da sua vida, no contacto

Todas as crianças possuem um conjunto de experiências e. saberes que foram acumulando ao longo da sua vida, no contacto I Descrição do Projecto Introdução Todas as crianças possuem um conjunto de experiências e saberes que foram acumulando ao longo da sua vida, no contacto como meio que as rodeia. Cabe à escola valorizar,

Leia mais

CONCURSO de PARÓDIAS - 2011

CONCURSO de PARÓDIAS - 2011 CONCURSO de PARÓDIAS - 2011 OBJETIVOS Inovar o trabalho com os alunos. Trabalhar a interdisciplinaridade com todo o Ensino Médio. Resgatar as virtudes da nossa sociedade como: carisma, espiritualidade,

Leia mais

PRÉ-VESTIBULAR SOLIDÁRIO FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO

PRÉ-VESTIBULAR SOLIDÁRIO FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO PRÉ-VESTIBULAR SOLIDÁRIO FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO 1 IDENTIFICAÇÃO: NOME COMPLETO ESTADO CIVIL: CPF: DATA DE NASCIMENTO: / / RG: ÓRGÃO EMISSOR: COR: Etnia: ( ) afro-descendente ( ) indígena ( ) outros FILIAÇÃO

Leia mais

Como as provas discursivas são corrigidas

Como as provas discursivas são corrigidas Como as provas discursivas são corrigidas O método de correção das provas aplicadas pelo Cespe/UnB busca diminuir a subjetividade na avaliação dos textos dos candidatos [Ciléia Pontes] Da Assessoria Técnica

Leia mais

EDITAL DE VAGAS REMANESCENTES 1º SEMESTRE DE 2013

EDITAL DE VAGAS REMANESCENTES 1º SEMESTRE DE 2013 EDITAL DE VAGAS REMANESCENTES 1º SEMESTRE DE 2013 O Diretor da, mantida pela Saint Paul Educacional Ltda., no uso de suas atribuições regimentais e da legislação vigente, por meio do presente Edital, torna

Leia mais

REDAÇÃO 3º SIMULADO MODELO ENEM - 2014. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor:

REDAÇÃO 3º SIMULADO MODELO ENEM - 2014. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: 3º SIMULADO MODELO ENEM - 2014 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA REDAÇÃO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: 1. A REDAÇÃO SERÁ AVALIADA DE ACORDO COM OS

Leia mais

ICEI Índice de Confiança do Empresário Industrial Julho/07 Interiorização da Sondagem

ICEI Índice de Confiança do Empresário Industrial Julho/07 Interiorização da Sondagem Resultado do ICEI - Índice de Confiança do Empresário Industrial - nas Regionais FIESP Projeto de de Opinião CNI (DEPAR/DEPECON) Introdução A Sondagem Industrial é uma pesquisa qualitativa realizada trimestralmente

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores METODOLOGIA CIENTÍFICA Redes de Computadores Metodologia e Introdução à Pesquisa AULA Inaugural AGENDA EMENTA OBJETIVOS GERAIS OBJETIVOS ESPECÍFICOS JUSTIFICATIVA COMPETÊNCIAS REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS

Leia mais

REGULAMENTO DOS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS DO ISEC

REGULAMENTO DOS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS DO ISEC REGULAMENTO DOS CURSOS TÉCNICOS SUPERIORES PROFISSIONAIS DO ISEC Artigo 1.º Âmbito O presente Regulamento estabelece o regime de funcionamento dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP) ministrados

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ALUNOS NOVOS. 1ª e 2ª séries do Ensino Médio 2016 Unidade Golfe Olímpico

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ALUNOS NOVOS. 1ª e 2ª séries do Ensino Médio 2016 Unidade Golfe Olímpico PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ALUNOS NOVOS 1ª e 2ª séries do Ensino Médio 2016 Unidade Golfe Olímpico I ORIENTAÇÕES GERAIS a) As famílias que desejarem conhecer nossa proposta e inscrever seus filhos para o

Leia mais

PROCESSO SELETIVO ENEM 2015.1 EDITAL Nº 02

PROCESSO SELETIVO ENEM 2015.1 EDITAL Nº 02 PROCESSO SELETIVO ENEM 2015.1 EDITAL Nº 02 SUMÁRIO 1. Da Validade... 4 2. Das Inscrições... 5 3. Do calendário... 5 4. Da Avaliação... 6 5. Da matrícula... 6 6. Do regime escolar e semestralidade... 7

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE CASTELO DO PIAUÍ CONCURSO PÚBLICO EDITAL 001 DE 2010 EDITAL Nº 02, DE 03.05.

ESTADO DO PIAUÍ PREFEITURA MUNICIPAL DE CASTELO DO PIAUÍ CONCURSO PÚBLICO EDITAL 001 DE 2010 EDITAL Nº 02, DE 03.05. A Prefeitura Municipal de Castelo do Piauí - PI, no uso de suas atribuições legais, torna pública as RETIFICAÇÕES dos itens do Edital Nº 001/2010, com extrato publicado no Diário Oficial dos Municípios,

Leia mais

PROPOSTA DE REDAÇÃO. Onda de Refugiados na Europa

PROPOSTA DE REDAÇÃO. Onda de Refugiados na Europa MARATONA DE ESTUDOS PROPOSTA DE REDAÇÃO Onda de Refugiados na Europa Refugiado é toda a pessoa que, em razão de fundados temores de perseguição devido a sua raça, religião, nacionalidade, associação a

Leia mais

A COERÊNCIA TEXTUAL Aspectos semânticos na construção do parágrafo argumentativo. Manoel Neves

A COERÊNCIA TEXTUAL Aspectos semânticos na construção do parágrafo argumentativo. Manoel Neves A COERÊNCIA TEXTUAL Aspectos semânticos na construção do parágrafo argumentativo Manoel Neves CONCEITO a coerência textual CONCEITO a coerência textual É o fator responsável pela produção de sen3do de

Leia mais

REDAÇÃO PARA O ENEM. PROFESSOR Pablo Jamilk. LIVRO REDAÇÃO PARA O ENEM.indd 1 15/04/ :58:37

REDAÇÃO PARA O ENEM. PROFESSOR Pablo Jamilk. LIVRO REDAÇÃO PARA O ENEM.indd 1 15/04/ :58:37 REDAÇÃO PARA O ENEM PROFESSOR Pablo Jamilk LIVRO REDAÇÃO PARA O ENEM.indd 1 15/04/2016 16:58:37 LIVRO REDAÇÃO PARA O ENEM.indd 2 15/04/2016 16:58:37 O AUTOR Pablo Jamilk é professor e escritor. O prof.

Leia mais

PROFESSORA: CLAUDIA ROSA

PROFESSORA: CLAUDIA ROSA PROFESSORA: CLAUDIA ROSA 1- DEMONSTRAR DOMÍNIO DA MODALIDADE ESCRITA DA LÍNGUA PORTUGUESA; Usar linguagem coloquial não rola Tipo assim, use a norma culta da gramática! 2 COMPREENDER A PROPOSTA DE REDAÇÃO

Leia mais

GUIA PRÁTICO ATENDIMENTO AÇÃO SOCIAL

GUIA PRÁTICO ATENDIMENTO AÇÃO SOCIAL Manual de GUIA PRÁTICO ATENDIMENTO AÇÃO SOCIAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/7 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Atendimento Ação Social (31 A V4.07) PROPRIEDADE

Leia mais

Admissão por Transferência Facultativa EDUCAÇÃO FÍSICA

Admissão por Transferência Facultativa EDUCAÇÃO FÍSICA assinatura do(a) candidato(a) Admissão por Transferência Facultativa. a Transferência Facultativa/0 Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. Confira atentamente se os dados pessoais transcritos

Leia mais

INTEGRAR ESCOLA E MATEMÁTICA

INTEGRAR ESCOLA E MATEMÁTICA INTEGRAR ESCOLA E MATEMÁTICA BONFIM, Isabela Prado 1 NETTO, Geisson Fernandes 2 SILVA, Élida Alves da 3 CUNHA, Juliana Bernardes Borges da 4 PALAVRAS-CHAVE: Educação, Matemática, Oficinas, Laboratório.

Leia mais

XI Concurso Jovens Escritores Regulamento /2016

XI Concurso Jovens Escritores Regulamento /2016 XI Concurso Jovens Escritores Regulamento /2016 O XI Concurso Jovens Escritores faz parte das atividades do XIV SALIPI, realizado em parceria pela Fundação Quixote e pelo Jornal O Dia que oportuniza a

Leia mais

CAPÍTULO II DOS OBJETIVOS DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

CAPÍTULO II DOS OBJETIVOS DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Versão final MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA O ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE LICENCIATURA DA UNOESC CAPÍTULO I DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Art. 1º O Estágio Curricular Supervisionado

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Extensão Esterina Placco Código: 091.01 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnica

Leia mais

Este documento deve ser dado a conhecer aos alunos para que fiquem devidamente informados sobre o exame que irão realizar.

Este documento deve ser dado a conhecer aos alunos para que fiquem devidamente informados sobre o exame que irão realizar. Exame de equivalência à frequência de Francês - 16 015 3.º Ciclo do Ensino Básico Informação Exame de Equivalência à Frequência 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características do exame

Leia mais

Objetivo geral: Construir a partir de dados históricos um conceito de globalização;

Objetivo geral: Construir a partir de dados históricos um conceito de globalização; UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES. DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID) I. Plano de Aula: Data:

Leia mais

EDITAL 3º PROCESSO SELETIVO 2014

EDITAL 3º PROCESSO SELETIVO 2014 EDITAL 3º PROCESSO SELETIVO 2014 CALENDÁRIO DO PROCESSO SELETIVO: ETAPAS DO PROCESSO SELETIVO Questionário Socioeconômico: Divulgação dos resultados: Matrícula: (SOMENTE SELECIONADOS RELACIONADOS NA LISTA

Leia mais

Informação-Prova de Equivalência à disciplina de: Aplicações Informáticas B. 1. Introdução. Ensino Secundário. Ano letivo de 2011/12

Informação-Prova de Equivalência à disciplina de: Aplicações Informáticas B. 1. Introdução. Ensino Secundário. Ano letivo de 2011/12 Informação-Prova de Equivalência à disciplina de: Aplicações Informáticas B Ensino Secundário Ano letivo de 2011/12 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de exame

Leia mais

GERÊNCIA DE ENSINO Coordenação do Curso de Licenciatura em Letras Português/Inglês CONCURSO DO PROJETO DE INTERVENÇÃO PPP III CIRCUITO 9

GERÊNCIA DE ENSINO Coordenação do Curso de Licenciatura em Letras Português/Inglês CONCURSO DO PROJETO DE INTERVENÇÃO PPP III CIRCUITO 9 GERÊNCIA DE ENSINO Coordenação do Curso de Licenciatura em Letras Português/Inglês CONCURSO DO PROJETO DE INTERVENÇÃO PPP III CIRCUITO 9 SALVADOR - BAHIA - BRASIL 2009 CONCURSO PARA ESCOLHA DO MELHOR PROJETO

Leia mais

Relação de Material 2015 6º ANO ENSINO FUNDAMENTAL

Relação de Material 2015 6º ANO ENSINO FUNDAMENTAL Relação de Material 2015 6º ANO ENSINO FUNDAMENTAL CENTRO EDUCACIONAL CHARLES DARWIN DISCIPLINA LIVROS / MATERIAIS As OBRAS LITERÁRIAS do 1º Período serão divulgadas no início do ano letivo. LÍNGUA PORTUGUESA

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS Pedagogia 5 a Série Fundamentos e Metodologia de Língua Portuguesa A atividade prática supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem desenvolvido

Leia mais

Manual para rematrícula on-line Ano 2016-Sem 2 LEIA ATENTAMENTE!

Manual para rematrícula on-line Ano 2016-Sem 2 LEIA ATENTAMENTE! Página 1 de 7 Manual para rematrícula on-line LEIA ATENTAMENTE! Considerações Financeiras Caso o aluno possua parcelas relativas ao primeiro semestre de 2016 em aberto, a renovação de matrícula estará

Leia mais