Cap 15 Managing Database Performance. Pedro F. Carvalho DBA Oracle

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Cap 15 Managing Database Performance. Pedro F. Carvalho DBA Oracle contato@pedrofcarvalho.com.br www.pedrofcarvalho.com.br"

Transcrição

1 Cap 15 Managing Database Performance

2 Objectives After completing this lesson, you should be able to: Monitor the performance of sessions and services Use the SQL Tuning Advisor to: Identify SQL statements that are using the most resources Tune SQL statements that are using the most resources Use the SQL Access Advisor to tune a workload

3 Monitoramento de Performance Página inicial Gráficos mais detalhados

4 Monitoramento de Performance

5 Monitoramento de Performance

6 LAB Simular um Lock Abrir duas sessões (sys/hr) por um terminal no sqlplus Ambas realizar um update na tabela hr.department Observar o gráfico Kill em uma das sessões

7 Oracle Wait Events

8 Oracle Wait Events

9 Oracle Wait Events

10 Oracle Wait Events

11 Oracle Wait Events

12 -- banco lento consultar evets em espera SELECT gv$session_wait.seconds_in_wait tempo, gv$session.username usuario, gv$session.status status, gv$session_wait.sid sid, gv$session.serial#, gv$session_wait.event eventos, gv$session_wait.wait_class classe, gv$session.terminal, gv$session.machine, gv$session.module, gv$session.action FROM gv$session_wait, gv$session where gv$session_wait.sid = gv$session.sid(+) and STATUS = 'ACTIVE' and username is not null ORDER BY gv$session_wait.seconds_in_wait desc; Oracle Wait Events

13 Views de desempenho V$SYSSTAT statistic# name class value stat_id V$SYSTEM_WAIT_CLASS wait_class_id wait_class# wait_class total_waits time_waited V$SGASTAT pool name bytes V$EVENT_NAME event_number event_id name parameter1 parameter2 parameter3 wait_class V$SYSTEM_EVENT event total_waits total_timeouts time_waited average_wait time_waited_micro

14 Performance de sessão

15 Displaying Session-Related Statistics V$STATNAME statistic# name class V$SESSION_EVENT sid event total_waits total_timeouts time_waited average_wait max_wait time_waited_micro event_id V$SESSTAT sid statistic# value V$EVENT_NAME event# name parameter1 parameter2 parameter3 V$SESSION sid serial# username command osuser seq# event# event p1/2/3text p1/2/3 p1/2/3raw wait_class wait_time seconds_in_wait state...

16 Tuning Views Instance/Database V$DATABASE V$INSTANCE V$PARAMETER V$SPPARAMETER V$SYSTEM_PARAMETER V$PROCESS V$BGPROCESS V$PX_PROCESS_SYSSTAT V$SYSTEM_EVENT Memory V$BUFFER_POOL_STATISTICS V$LIBRARYCACHE V$SGAINFO V$PGASTAT Disk V$DATAFILE V$FILESTAT V$LOG V$LOG_HISTORY V$DBFILE V$TEMPFILE V$TEMPSEG_USAGE V$SEGMENT_STATISTICS Contention V$LOCK V$UNDOSTAT V$WAITSTAT V$LATCH

17 Automatic Workload Repository MMON ADDM finds top problems. SGA In-memory statistics SYSAUX 6:00 AM 7:00 AM 8:00 AM 9:00 AM Snapshot 1 Snapshot 2 Snapshot 3 Snapshot 4 9:30 AM

18 Relatório ASH

19 Relatório SNAPSHOT

20 SQL Tuning

21 Aonde identificar os Selects Lentos Ou por snapshot ou por ASH

22 Advisors SQL

23 Plano de Execução

Análise de Relatórios AWR / Statspack 9iR2 a 12cR1

Análise de Relatórios AWR / Statspack 9iR2 a 12cR1 Análise de Relatórios AWR / Statspack 9iR2 a 12cR1 Ricardo Portilho Proni ricardo@nervinformatica.com.br Esta obra está licenciada sob a licença Creative Commons Atribuição-SemDerivados 3.0 Brasil. Para

Leia mais

Aula 2 Arquitetura Oracle

Aula 2 Arquitetura Oracle Aula 2 Arquitetura Oracle Instancia Oracle Uma instância Oracle é composta de estruturas de memória e processos. Sua existência é temporária na memória RAM e nas CPUs. Quando você desliga a instância em

Leia mais

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas contato@pedrofcarvalho.com.br www.pedrofcarvlho.com.br AULA 12 MANUTENÇÃO DE BANCO DE DADOS

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas contato@pedrofcarvalho.com.br www.pedrofcarvlho.com.br AULA 12 MANUTENÇÃO DE BANCO DE DADOS AULA 12 MANUTENÇÃO DE BANCO DE DADOS Estatisticas de Objetos Nível de Tabela DBA_TABLES Numero de Linhas de uma Tabela Numero de Blocos(usados e nunca usados) alocados para a tabela A quantidade de espaço

Leia mais

Novidades Oracle 11g. Rio Grande Energia - RGE

Novidades Oracle 11g. Rio Grande Energia - RGE Novidades Oracle 11g Daniel Güths Rio Grande Energia - RGE 1 Agenda Oracle Database 11g new features SQL e PL/SQL new features Performance e gerenciamento de recursos Gerenciamento de mudanças Gerenciamento

Leia mais

Performance Tuning. O que é, por onde começar e o que fazer? Fábio Prado. www.fabioprado.net

Performance Tuning. O que é, por onde começar e o que fazer? Fábio Prado. www.fabioprado.net Performance Tuning O que é, por onde começar e o que fazer? Fábio Prado Visão geral Nesta apresentação veremos: O que é Tuning? Objetivos do tuning Problemas mais comuns Onde e por que tunar? Atividades

Leia mais

Oracle Performance Diagnostics & Tuning Ricardo Portilho Proni

Oracle Performance Diagnostics & Tuning Ricardo Portilho Proni Oracle Performance Diagnostics & Tuning Ricardo Portilho Proni Mitificação Métodos antigos o o o o o o Experiência Intuição Imprecisão Tempo Sorte Recursos Top Tuning Verificar maior consumidor de CPU

Leia mais

Oracle Tuning. Este PDF está disponível em Ricardo Portilho Proni Nerv Informática

Oracle Tuning. Este PDF está disponível em  Ricardo Portilho Proni Nerv Informática Oracle Tuning Este PDF está disponível em http://nervinformatica.com.br/t.pdf Ricardo Portilho Proni ricardo@informatica.com.br Nerv Informática Quem sou eu Ricardo Portilho Proni - Consultor e Instrutor

Leia mais

Cada banco de dados Oracle possui uma lista de usuários válidos, identificados por USERNAMES.

Cada banco de dados Oracle possui uma lista de usuários válidos, identificados por USERNAMES. SEGURANÇA DE USUÁRIOS Cada banco de dados Oracle possui uma lista de usuários válidos, identificados por USERNAMES. Todos os usuários são cadastrados no Dicionário de Dados do Banco em tabelas e views

Leia mais

Tuning de Banco de Dados

Tuning de Banco de Dados AULA 06 Tuning de Banco de Dados INTRODUÇÃO AO OWI Na aula anterior... Começamos a estudar OWI, vimos que todo o nosso problema associado a lentidão está sempre ligado a gargalos em banco de dados. Para

Leia mais

Tuning de Banco de Dados

Tuning de Banco de Dados AULA 08 Tuning de Banco de Dados ANALISANDO EVENTOS NO TEMPO Na aula anterior... Estudamos os eventos de espera ligados ao processo de gravação do controlfile, analisamos como a geração de redolog influencia

Leia mais

Introdução à linguagem SQL

Introdução à linguagem SQL Introdução à linguagem SQL 1 Histórico A linguagem de consulta estruturada (SQL - Structured Query Language) foi desenvolvida pela empresa IBM, no final dos anos 70. O primeiro banco de dados comercial

Leia mais

Carga Horária 40 horas. Requisitos Servidor Oracle 10G Ferramenta para interação com o banco de dados

Carga Horária 40 horas. Requisitos Servidor Oracle 10G Ferramenta para interação com o banco de dados Oracle 10g - Workshop de Administração I Objetivos do Curso Este curso foi projetado para oferecer ao participante uma base sólida sobre tarefas administrativas fundamentais. Neste curso, você aprenderá

Leia mais

Tuning em queries em Banco de Dados

Tuning em queries em Banco de Dados Tuning em queries em Banco de Dados Alison K. L. Leite 1, Izabella C. A. M. S. Bosco 1, Juliana M. Massoni 1, Patrícia B. Ribeiro 1 1 Curso de Tecnologia em Banco de Dados - Faculdade de Tecnologia de

Leia mais

Oracle Database 11g: Novos Recursos para Administradores

Oracle Database 11g: Novos Recursos para Administradores Oracle Database 11g: Novos Recursos para Administradores Course O11NFA 5 Day(s) 30:00 Hours Introduction Este curso de cinco dias oferece a você a oportunidade de conhecer e fazer exercícios com os novos

Leia mais

Manual de Integração Oracle R12 x DFe. Versão 1.6 Outubro/2012

Manual de Integração Oracle R12 x DFe. Versão 1.6 Outubro/2012 Manual de Integração Oracle R12 x DFe Versão 1.6 Outubro/2012 Copyright 1991. Synchro Sistemas de Informação Ltda Manual para Integração Oracle R12 x Dfe 1 Índice 1. Revisão... 2 2. Escopo... 3 3. Público

Leia mais

SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela

SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela SQL Server Triggers Aprenda a utilizar triggers em views e auditar as colunas atualizadas em uma tabela Certamente você já ouviu falar muito sobre triggers. Mas o quê são triggers? Quando e como utilizá-las?

Leia mais

Advanced IT S/A. EM10g Grid Control. Introdução. Introdução. Agenda. Como alcança estes objetivos Grid Control Home Page Pode gerenciar:

Advanced IT S/A. EM10g Grid Control. Introdução. Introdução. Agenda. Como alcança estes objetivos Grid Control Home Page Pode gerenciar: Agenda Advanced IT S/A EM10g Grid Control Denise Cunha Advanced IT S/A - DBA Gerenciando Deployments (distribuições) Estendendo o EM Sistema de Jobs Start e Stop do EM Objetivos Extrair informações críticas

Leia mais

Sumário. Capítulo 2 Conceitos Importantes... 32 Tópicos Relevantes... 32 Instance... 33 Base de Dados... 36 Conclusão... 37

Sumário. Capítulo 2 Conceitos Importantes... 32 Tópicos Relevantes... 32 Instance... 33 Base de Dados... 36 Conclusão... 37 7 Sumário Agradecimentos... 6 Sobre o Autor... 6 Prefácio... 13 Capítulo 1 Instalação e Configuração... 15 Instalação em Linux... 15 Instalação e Customização do Red Hat Advanced Server 2.1... 16 Preparativos

Leia mais

Triggers. um trigger permite que uma determinada sequência de comandos SQL seja accionada quando um determinado evento ocorre.

Triggers. um trigger permite que uma determinada sequência de comandos SQL seja accionada quando um determinado evento ocorre. Triggers um trigger permite que uma determinada sequência de comandos SQL seja accionada quando um determinado evento ocorre. o evento pode ser INSERT, UPDATE, ou DELETE. o trigger pode ser accionado imediatamente

Leia mais

Banco de Dados com PHP

Banco de Dados com PHP Linguagem de Programação III Banco de Dados com PHP Conceitos de Banco de Dados - é uma coleção de dados interrelacionados, representando informações sobre um domínio específico - sempre que for possível

Leia mais

Workshop Oracle Tuning

Workshop Oracle Tuning Workshop Oracle Tuning Ricardo Portilho Proni ricardo@nervinformatica.com.br Esta obra está licenciada sob a licença Creative Commons Atribuição-SemDerivados 3.0 Brasil. Para ver uma cópia desta licença,

Leia mais

Oracle Database 10g: Workshop de Administração II Release 2: Nova Versão

Oracle Database 10g: Workshop de Administração II Release 2: Nova Versão Oracle University Entre em contato: 0800 891 6502 Oracle Database 10g: Workshop de Administração II Release 2: Nova Versão Duração: 5 Dias Objetivos do Curso Este curso proporciona a você mais condições

Leia mais

Triggers e Regras. Fernando Lobo. Base de Dados, Universidade do Algarve

Triggers e Regras. Fernando Lobo. Base de Dados, Universidade do Algarve Triggers e Regras Fernando Lobo Base de Dados, Universidade do Algarve 1 / 14 Triggers Um trigger permite que uma determinada sequência de comandos SQL seja accionada quando um determinado evento ocorre.

Leia mais

Comparativo entre DBSE e DBEE

<Insert Picture Here> Comparativo entre DBSE e DBEE Comparativo entre DBSE e DBEE Oracle Database Oracle Database Standard Edition Disponível para ambientes com até 4 processadores, possui features limitadas e não oferece possibilidade

Leia mais

Projeto de Otimização de Performance e Redução de Custos. Sistema On-line. Empresa de Serviços

Projeto de Otimização de Performance e Redução de Custos. Sistema On-line. Empresa de Serviços Projeto de Otimização de Performance e Redução de Custos Sistema On-line Empresa de Serviços PROJETO DE OTIMIZAÇÃO Objetivo do Projeto Comprovar a viabilidade de ganhos de performance e redução de custos

Leia mais

Administração de Banco de Dados

Administração de Banco de Dados Administração de Banco de Dados Aula 2 Prof. Marcos Alexandruk Aula 2 Estruturas Físicas do Oracle: Arquivos Arquivos de dados Arquivos de redo log Arquivos de controle Arquivos de log arquivados Arquivos

Leia mais

Performance de Sistemas

Performance de Sistemas Performance de Sistemas Dicas de Tuning desenvolvimento Gustavo Braga Tópicos APRESENTAÇÃO INTRODUÇÃO PROBLEMA CAUSAS SOLUÇÕES DICAS CONCLUSÃO OBJETIVO: APRESENTAR CASOS E TÉCNICAS PARA AJUDAR A ENTENDER

Leia mais

Treinamento sobre SQL

Treinamento sobre SQL Treinamento sobre SQL Como Usar o SQL Os dois programas que você mais utilizara no SQL Server são: Enterprise Manager e Query Analyzer. No Enterprise Manager, você pode visualizar e fazer alterações na

Leia mais

melhorado; mais eficiente; maior facilidade; e

melhorado; mais eficiente; maior facilidade; e Capa Oracle Melhore o desempenho de seu banco de dados Oracle De vento em popa Com uma configuração esperta e seleções SQL com velocidade otimizada é possível melhorar o desempenho do aplicativo de dados

Leia mais

O que é uma sessão. maneira de preservar dados através de acessos subsequentes.

O que é uma sessão. maneira de preservar dados através de acessos subsequentes. Sessões em PHP O que é uma sessão Suporte a sessões no PHP: maneira de preservar dados através de acessos subsequentes. Características: permite a criação de aplicações mais personalizadas; permite que

Leia mais

Oracle R12 x DFE Integration Installation procedures

Oracle R12 x DFE Integration Installation procedures Oracle R12 x DFE Integration Installation procedures Version 1.6 October/2012 Copyright 1991. Synchro Sistemas de Informação Ltda Manual para Integração Oracle R12 x Dfe 1 Table of Contents 1. Revision...

Leia mais

In-Memory OLTP Cenários de Utilização

In-Memory OLTP Cenários de Utilização MVP ShowCast Virtual Community Series WEBCASTS 15 set a 2 0 1 4 09 out #mvpbr Organizado por MVPs com apoio da Microsoft #mvpshowcast Nível: 300 In-Memory OLTP Cenários de Utilização Palestrante: Luan

Leia mais

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 2

PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 2 ABRIR CONEXÃO PHP INTEGRAÇÃO COM MYSQL PARTE 2 Professor: Leonardo Pereira Email: leongamerti@gmail.com Facebook: leongamerti Material de Estudo: http://www.leonti.vv.si Antes de podermos acessar informações

Leia mais

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET PROJETO DE BANCO DE DADOS

TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET PROJETO DE BANCO DE DADOS Exemplos de Scripts SQL (PostgreSQL) Pizzaria 1 2 Criação de BANCO DE DADOS CREATE DATABASE nome_do_banco; CREATE DATABASE pizzaria; Criação de TABELAS SOMENTE COM CHAVE PRIMÁRIA CREATE TABLE nome_da_tabela

Leia mais

UNINOVE Tec. Adm. e Des. de Sistemas. Administracão de Banco de Dados. ORACLE Backup / Recovery AULA 11

UNINOVE Tec. Adm. e Des. de Sistemas. Administracão de Banco de Dados. ORACLE Backup / Recovery AULA 11 UNINOVE Tec. Adm. e Des. de Sistemas Administracão de Banco de Dados ORACLE Backup / Recovery AULA 11 Prof. MsC. Eng. Marcelo Bianchi AULA 09 A ARQUITETURA DO ORACLE O conhecimento da arquitetura Oracle

Leia mais

Oracle Performance Diagnostics & Tuning 9iR1 a 11gR2

Oracle Performance Diagnostics & Tuning 9iR1 a 11gR2 Oracle Performance Diagnostics & Tuning 9iR1 a 11gR2 Ricardo Portilho Proni ricardo@nervinformatica.com.br Esta obra está licenciada sob a licença Creative Commons Atribuição-SemDerivados 3.0 Brasil. Para

Leia mais

Treinamento PostgreSQL - Aula 03

Treinamento PostgreSQL - Aula 03 Treinamento PostgreSQL - Aula 03 Eduardo Ferreira dos Santos SparkGroup Treinamento e Capacitação em Tecnologia eduardo.edusantos@gmail.com eduardosan.com 29 de Maio de 2013 Eduardo Ferreira dos Santos

Leia mais

Procedimento para reconstruir o Active ou a base de dados em standby na central principal devido fora da sincronização

Procedimento para reconstruir o Active ou a base de dados em standby na central principal devido fora da sincronização Procedimento para reconstruir o Active ou a base de dados em standby na central principal devido fora da sincronização Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes Utilizados Informações de

Leia mais

EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO N.º 142/TJPA/2014 Processo: PA-PRO-2014/00984

EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO N.º 142/TJPA/2014 Processo: PA-PRO-2014/00984 EDITAL DO PREGÃO ELETRÔNICO N.º 142/TJPA/2014 Processo: PA-PRO-2014/00984 O TJPA, CNPJ nº. 04.567.897/0001-90, por meio da Pregoeira, designada pela Portaria nº. 009/2014-SA, publicada no Diário Oficial

Leia mais

Tópicos Avançados de Bases de Dados

Tópicos Avançados de Bases de Dados Tópicos Avançados de Bases de Dados Henrique Madeira Exercícios práticos Transacções e Controlo de Concorrência Nota importante: Antes de fazer estes exercícios é preciso garantir que têm uma conta Oracle

Leia mais

Laboratório 3. Base de Dados II 2008/2009

Laboratório 3. Base de Dados II 2008/2009 Laboratório 3 Base de Dados II 2008/2009 Plano de Trabalho Lab. 3: Programação em Transact-SQL MYSQL Referências www.mysql.com MICROSOFT SQL SERVER - Procedimentos do Lado do Servidor (Stored Procedures)

Leia mais

Um objeto de estatística contém informações de distribuição de valores de uma ou mais colunas de uma tabela ou view indexada

Um objeto de estatística contém informações de distribuição de valores de uma ou mais colunas de uma tabela ou view indexada Desvendando Estatísticas do SQL Server Parte 1 Nesta série de artigos vamos dar um mergulho profundo nas Teorias Probabilísticas (mais conhecido como estatísticas) do SQL Server. Introdução Estatísticas

Leia mais

Quando se seleciona os modos OS ou XML, arquivos são criados com os registros de auditoria, eles se localizam parâmetro audit_file_dest.

Quando se seleciona os modos OS ou XML, arquivos são criados com os registros de auditoria, eles se localizam parâmetro audit_file_dest. Auditoria é a habilidade do banco de dados Oracle poder gerar logs de auditoria (XML, tabelas, arquivos de SO, ) em atividades suspeitas do usuário, como por exemplo: monitorar o que um determinado usuário

Leia mais

Autenticação e Controle de Acesso em Forms e Reports via Oracle Internet Directory. Daniel Murara Barcia danielbarcia@hotmail.com

Autenticação e Controle de Acesso em Forms e Reports via Oracle Internet Directory. Daniel Murara Barcia danielbarcia@hotmail.com Autenticação e Controle de Acesso em Forms e Reports via Oracle Internet Directory. Daniel Murara Barcia danielbarcia@hotmail.com INTRODUÇÃO As aplicações corporativas de um importante órgão público do

Leia mais

Tecnologia de Grid Computing utilizando Banco de Dados Oracle

Tecnologia de Grid Computing utilizando Banco de Dados Oracle IV Congresso Brasileiro de Computação CBComp 2004 Brasil Tecnologia de Grid Computing utilizando Banco de Dados Oracle C. H. P. de Oliveira FIAP - Faculdade de Informática e Administração Paulista, Brasil,

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza ROTEIRO Introdução App de exemplo Implementação do exemplo Testes realizados

Leia mais

Regras de Negócios é com o Elefante!

Regras de Negócios é com o Elefante! Regras de Negócios é com o Elefante! HARDWARE SOFTWARE Pesquisa Quantas camadas? Regras na Aplicação? Regras numa Camada Intermediária? Regras no Banco de Dados? Explain / Plano de Consulta? E as minhas

Leia mais

O essencial do comando mysqladmin, através de 18 exemplos

O essencial do comando mysqladmin, através de 18 exemplos O essencial do comando mysqladmin, através de 18 exemplos Elias Praciano O mysqladmin é uma ferramenta de linha de comando que vem junto com a instalação do servidor MySQL e é usada por administradores

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza ROTEIRO Introdução App de exemplo Implementação do exemplo Testes realizados

Leia mais

Banco de Dados Oracle 11g: Visão geral do Real Application Testing e da capacidade de gerenciamento. White paper Oracle Junho de 2007

Banco de Dados Oracle 11g: Visão geral do Real Application Testing e da capacidade de gerenciamento. White paper Oracle Junho de 2007 Banco de Dados Oracle 11g: Visão geral do Real Application Testing e da capacidade de gerenciamento White paper Oracle Junho de 2007 Observação: Este texto tem a finalidade de descrever o direcionamento

Leia mais

Preparação. Linguagem de Manipulação de Dados (DML) Estudo Dirigido 10/12/2013

Preparação. Linguagem de Manipulação de Dados (DML) Estudo Dirigido 10/12/2013 Linguagem de Manipulação de Dados (DML) Estudo Dirigido A Linguagem SQL Preparação Criar um banco de dados denominado Escola ; Criar a tabela, como especificado abaixo: # RA Numeric(8) Nome Serie Turma

Leia mais

Developing Microsoft SQL Server 2014 Databases (20464)

Developing Microsoft SQL Server 2014 Databases (20464) Developing Microsoft SQL Server 2014 Databases (20464) Formato do curso: Presencial Localidade: Lisboa Com certificação: MCSE: Data Platform Data: 13 Mar. 2017 a 24 Mar. 2017 Preço: 1550 Horário: Pós-laboral

Leia mais

Developing Microsoft SQL Server 2014 Databases (20464)

Developing Microsoft SQL Server 2014 Databases (20464) Developing Microsoft SQL Server 2014 Databases (20464) Formato do curso: Presencial Localidade: Porto Com certificação: MCSE: Data Platform Data: 25 Set. 2017 a 29 Set. 2017 Preço: 1550 Horário: Laboral

Leia mais

Banco de Dados Oracle. Faculdade Pernambucana - FAPE

Banco de Dados Oracle. Faculdade Pernambucana - FAPE Faculdade Pernambucana - FAPE Visão Geral dos Componentes Principais da Arquitetura Oracle Servidor Oracle É o nome que a Oracle deu ao seu SGBD. Ele consiste de uma Instância e um Banco de Dados Oracle.

Leia mais

Treinamento. DBA Oracle 11g. Duração: 120 horas

Treinamento. DBA Oracle 11g. Duração: 120 horas Treinamento DBA Oracle 11g Duração: 120 horas Neste curso no primeiro módulo (Introdução ao Oracle 11g SQL e PL_SQL) é oferecido um curso introdutório à tecnologia do banco de dados Oracle 11g. Também

Leia mais

Estatísticas. Quando coletar? Quanto coletar? Como coletar? Ricardo Portilho Proni Nerv Informática

Estatísticas. Quando coletar? Quanto coletar? Como coletar? Ricardo Portilho Proni Nerv Informática Estatísticas Quando coletar? Quanto coletar? Como coletar? Ricardo Portilho Proni ricardo@informatica.com.br Nerv Informática Isenção de responsabilidade Não acredite em tudo o que lê. Por algo estar escrito,

Leia mais

Developing Microsoft Azure Solutions (20532)

Developing Microsoft Azure Solutions (20532) Developing Microsoft Azure Solutions (20532) Formato do curso: Presencial Localidade: Porto Com certificação: MCSD: Azure Solutions Architect Data: 03 Jul. 2017 a 06 Jul. 2017 Preço: 1350 Horário: Laboral

Leia mais

Instructions. Instruções

Instructions. Instruções Instructions ENGLISH Instruções PORTUGUÊS This document is to help consumers in understanding basic functionality in their own language. Should you have any difficulty using any of the functions please

Leia mais

Banco de Dados. Conversão para o Banco de Dados SisMoura

Banco de Dados. Conversão para o Banco de Dados SisMoura Banco de Dados Conversão para o Banco de Dados SisMoura Objetivo : Converter as informações contidas em um determinado banco de dados para o banco de dados do Sismoura. Restaurar Banco de Dados em branco

Leia mais

Manter estatísticas atualizadas é uma das regras de ouro na busca por performance.

Manter estatísticas atualizadas é uma das regras de ouro na busca por performance. Atualização de Estatísticas Um objeto de estatística pode ser atualizado manualmente pelo usuário, através dos comandos SP_UPDATESTATS e/ou UPDATE STATISTICS. Enquanto que a procedure SP_UPDATESTATS atualiza

Leia mais

Linguagem de Consulta - SQL

Linguagem de Consulta - SQL Complementos da Linguagem SQL - Eliminando Tuplas Repetidas Exemplo: Obter o código das editoras que têm livros publicados CodEditora Titulo Publicacao... 04 Banco de Dados 1989 02 Análise 2000 01 XML

Leia mais

CONCORRÊNCIA. 1. Introdução. Recursos exclusivos. Não necessita controle. Abundância de recursos compartilhados. Controle necessário mas mínimo

CONCORRÊNCIA. 1. Introdução. Recursos exclusivos. Não necessita controle. Abundância de recursos compartilhados. Controle necessário mas mínimo CONCORRÊNCIA 1. Introdução Recursos exclusivos Não necessita controle Abundância de recursos compartilhados Controle necessário mas mínimo Harmonia, provavelmente não haverá conflito Recursos disputados

Leia mais

António Rocha Nuno Melo e Castro

António Rocha Nuno Melo e Castro António Rocha Nuno Melo e Castro SQL- Strutured Query Language é a linguagem mais usada nas bases dados relacionais. Originalmente desenvolvida pela IBM Actualmente é um standard, o mais recente é o SQL:2003

Leia mais

BD SQL Server. Licenciatura em Engenharia Informática e Computação. Bases de Dados 2003/04

BD SQL Server. Licenciatura em Engenharia Informática e Computação. Bases de Dados 2003/04 BD SQL Server SGBD SQL Server Licenciatura em Engenharia Informática e Computação Bases de Dados 2003/04 BD SQL Server Criação da Ligação ao SGBD Entrar no Microsoft SQL Server / Enterprise Manager Criar

Leia mais

Solicitação de Mudança 01

Solicitação de Mudança 01 Solicitação de Mudança 01 Refatorar a especificação da linha de produtos Crisis Management System permitindo que o suporte ao registro de LOG seja opcional. Isso significa que o comportamento descrito

Leia mais

Replicação de servidores de banco de dados

Replicação de servidores de banco de dados Replicação de servidores de banco de dados Cresce cada vez mais dentro das organizações a necessidade de garantir a alta disponibilidade das informações. Como a base de dados de qualquer empresa é seu

Leia mais

Linguagem SQL - Structured Query Language

Linguagem SQL - Structured Query Language Linguagem SQL - Structured Query Language Breve introdução aos comandos: insert delete update select Alguns casos práticos: 1 Marca nome país nºpontos Carro nºcarro peso potência velocidademáxima Piloto

Leia mais

Universidade Federal de Mato Grosso-UFMT Sistemas de Informação Laboratório de Banco de Dados Prof. Clóvis Júnior. Áreas de Trabalho (Tablespace)

Universidade Federal de Mato Grosso-UFMT Sistemas de Informação Laboratório de Banco de Dados Prof. Clóvis Júnior. Áreas de Trabalho (Tablespace) Universidade Federal de Mato Grosso-UFMT Sistemas de Informação Laboratório de Banco de Dados Prof. Clóvis Júnior Áreas de Trabalho (Tablespace) Estruturado Bancode Dados Estruturas de Memória Instância

Leia mais

SQL Introdução ao Oracle

SQL Introdução ao Oracle SQL Introdução ao Oracle Estagiários: Daniel Feitosa e Jaqueline J. Brito Sumário Modelo de armazenamento de dados Modelo físico Modelo lógico Utilizando o SQL Developer Consulta de Sintaxe Sumário Modelo

Leia mais

SQL CREATE DATABASE. MySQL, SQL Server, Access, Oracle, Sybase, DB2, e outras base de dados utilizam o SQL.

SQL CREATE DATABASE. MySQL, SQL Server, Access, Oracle, Sybase, DB2, e outras base de dados utilizam o SQL. LINGUAGEM SQL SQL CREATE DATABASE MySQL, SQL Server, Access, Oracle, Sybase, DB2, e outras base de dados utilizam o SQL. SQL CREATE TABLE SQL NOT NULL O valor NOT NULL obriga que o campo contenha sempre

Leia mais

Oracle EBS Por onde começar? Conceitos, trilhas e primeiros passos Thomas F. Glufke

Oracle EBS Por onde começar? Conceitos, trilhas e primeiros passos Thomas F. Glufke Oracle EBS Por onde começar? Conceitos, trilhas e primeiros passos Thomas F. Glufke Agenda Overview Trilhas a Seguir Tecnologias Envolvidas Estruturas Básicas Onde estudar Perguntas / Dúvidas História

Leia mais

BD Oracle. Licenciatura em Engenharia Informática e Computação. Bases de Dados 2003/04

BD Oracle. Licenciatura em Engenharia Informática e Computação. Bases de Dados 2003/04 BD Oracle SGBD Oracle Licenciatura em Engenharia Informática e Computação Bases de Dados 2003/04 BD Oracle Introdução aos SGBD Base de Dados Colecção de dados que descrevem alguma realidade Sistema de

Leia mais

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE FERRAMENTAS PARA TUNING EM BANCO DE DADOS 1 EVALUATION OF TOOL PERFORMANCE FOR TUNING IN DATABASE

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE FERRAMENTAS PARA TUNING EM BANCO DE DADOS 1 EVALUATION OF TOOL PERFORMANCE FOR TUNING IN DATABASE Disciplinarum Scientia. Série: Ciências Naturais e Tecnológicas, Santa Maria, v. 13, n. 2, p. 201-211, 2012. Recebido em: 06.08.2013. Aprovado em: 26.09.2013. ISSN 2176-462X AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE

Leia mais

MySQL para DBAs Oracle

MySQL para DBAs Oracle MySQL para DBAs Oracle Ricardo Portilho Proni ricardo@nervinformatica.com.br Esta obra está licenciada sob a licença Creative Commons Atribuição-SemDerivados 3.0 Brasil. Para ver uma cópia desta licença,

Leia mais

Marcando os pontos. O ExtSQL fornece estatísticas de uso detalhadas dos sistemas de banco de dados MySQL e PostgreSQL.

Marcando os pontos. O ExtSQL fornece estatísticas de uso detalhadas dos sistemas de banco de dados MySQL e PostgreSQL. Controle de estatísticas do SQL com o ExtSQL ANÁLISE Marcando os pontos O ExtSQL fornece estatísticas de uso detalhadas dos sistemas de banco de dados MySQL e PostgreSQL. por John Murtari O MySQL e o PostgreSQL

Leia mais

AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS

AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS POSTGRESQL O PostgreSQL é um sistema gerenciador de banco de dados dos mais robustos e avançados do mundo. Seu código é aberto e é totalmente gratuito,

Leia mais

Este é o primeiro Percurso de um conjunto de dois, que formam o Percurso Administração de Base de Dados Oracle.

Este é o primeiro Percurso de um conjunto de dois, que formam o Percurso Administração de Base de Dados Oracle. Técnico de Base de Dados Oracle Oracle Com certificação Nível: Iniciado Duração: 99h Sobre o curso Este programa tem como principal objetivo proporcionar a obtenção da certificação Oracle Certified Associate

Leia mais

Lendas do Oracle. Ricardo Portilho Proni ricardo@nervinformatica.com.br. TITLE Speaker

Lendas do Oracle. Ricardo Portilho Proni ricardo@nervinformatica.com.br. TITLE Speaker TITLE Speaker Lendas do Oracle Ricardo Portilho Proni ricardo@nervinformatica.com.br Esta obra está licenciada sob a licença Creative Commons Atribuição-SemDerivados 3.0 Brasil. Para ver uma cópia desta

Leia mais

Introdução à Engenharia da Computação. Banco de Dados Professor Machado

Introdução à Engenharia da Computação. Banco de Dados Professor Machado Introdução à Engenharia da Computação Banco de Dados Professor Machado 1 Sistemas isolados Produção Vendas Compras Banco de Dados Produtos... Banco de Dados Produtos... Banco de Dados Produtos... Desvantagens:

Leia mais

Uma solução possível para garantir, em ambiente APEX, a consistência duma estrutura ISA, total e disjuntiva.

Uma solução possível para garantir, em ambiente APEX, a consistência duma estrutura ISA, total e disjuntiva. Uma solução possível para garantir, em ambiente APEX, a consistência duma estrutura ISA, total e disjuntiva. Seja então o conjunto de entidades pessoa, com os atributos bi_pessoa, nome_pessoa e morada_pessoa,

Leia mais

SQL SQL BANCO DE DADOS 2. Componentes do SQL (1) Componentes do SQL (2) DDL Criação de banco de dados. Padrões de SQL

SQL SQL BANCO DE DADOS 2. Componentes do SQL (1) Componentes do SQL (2) DDL Criação de banco de dados. Padrões de SQL BANCO DE DADOS 2 SQL (CREATE TABLE, CONSTRAINTS, DELETE, UPDATE e INSERT) Prof. Edson Thizon SQL SQL ( structured query language ) é uma linguagem comercial de definição e manipulação de banco de dados

Leia mais

Deploying and Managing Windows 10 Using Enterprise Services ( )

Deploying and Managing Windows 10 Using Enterprise Services ( ) Deploying and Managing Windows 10 Using Enterprise Services (20697-2) Formato do curso: Presencial Com certificação: Microsoft Certified Solutions Associate (MCSA) Preço: 1590 Nível: Intermédio Duração:

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE CONTEÚDO BANCO DE DADOS

RECUPERAÇÃO DE CONTEÚDO BANCO DE DADOS RECUPERAÇÃO DE CONTEÚDO BANCO DE DADOS No Instituto Federal do Paraná tounou-se necessário o armazenamento de certas informações para controle de pessoal. Para armazenar tais dados é necessário saber que:

Leia mais

AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS

AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS AULA 2 INTERAÇÃO COM O BANCO DE DADOS BANCO DE DADOS POSTGRESQL O PostgreSQL é um sistema gerenciador de banco de dados dos mais robustos e avançados do mundo. Seu código é aberto e é totalmente gratuito,

Leia mais

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas contato@pedrofcarvalho.com.br. RMAN: Ambiente de backup

Pedro F. Carvalho Analista de Sistemas contato@pedrofcarvalho.com.br. RMAN: Ambiente de backup RMAN: Ambiente de backup Olá amigos! Após algumas séries de colunas explicando os conceitos e modos que o RMAN pode trabalhar, iremos aprender a utilizar essa ferramenta para auxiliar os serviços administrativos

Leia mais

Structured Query Language (SQL)

Structured Query Language (SQL) SQL Histórico Structured Query Language (SQL) Foi desenvolvido pela IBM em meados dos anos 70 como uma linguagem de manipulação de dados (DML - Data Manipulation Language) para suas primeiras tentativas

Leia mais

Programação SQL. Manipulação de Dados. DML Data Manipulation Language

Programação SQL. Manipulação de Dados. DML Data Manipulation Language Programação SQL Manipulação de Dados DML Data Manipulation Language Manipulação de Dados (DML) Os comandos INSERT, UPDATE, DELETE, são normalmente classificados como pertencendo a uma sublinguagem da linguagem

Leia mais

SQL TGD/JMB 1. Projecto de Bases de Dados. Linguagem SQL

SQL TGD/JMB 1. Projecto de Bases de Dados. Linguagem SQL SQL TGD/JMB 1 Projecto de Bases de Dados Linguagem SQL SQL TGD/JMB 2 O que é o SQL? SQL ("ess-que-el") significa Structured Query Language. É uma linguagem standard (universal) para comunicação com sistemas

Leia mais

Bases de Dados. Lab 1: Introdução ao ambiente. Figura 1. Base de dados de exemplo

Bases de Dados. Lab 1: Introdução ao ambiente. Figura 1. Base de dados de exemplo Departamento de Engenharia Informática 2013/2014 Bases de Dados Lab 1: Introdução ao ambiente 1º semestre O ficheiro bank.sql contém um conjunto de instruções SQL para criar a base de dados de exemplo

Leia mais

ESTRATÉGIAS DE OTIMIZAÇÃO NO SGBD MICROSOFT SQL SERVER 2008 R2 IREMAR NUNES DE LIMA 2

ESTRATÉGIAS DE OTIMIZAÇÃO NO SGBD MICROSOFT SQL SERVER 2008 R2 IREMAR NUNES DE LIMA 2 ESTRATÉGIAS DE OTIMIZAÇÃO NO SGBD MICROSOFT SQL SERVER 2008 R2 RAMON FELIPE MOREIRA DIAS DE SOUZA 1 IREMAR NUNES DE LIMA 2 Resumo: Este artigo identifica e discute diversas estratégias que podem ser utilizadas

Leia mais

BANCO DE DADOS -INTRODUÇÃO AO SQL. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br

BANCO DE DADOS -INTRODUÇÃO AO SQL. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br BANCO DE DADOS -INTRODUÇÃO AO SQL Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br Os comandos SQL podem ser agrupados em 3 classes: DDL Data Definition Language Comandos para a Definição

Leia mais

Implementing Data Models and Reports with SQL Server 2014 (20466)

Implementing Data Models and Reports with SQL Server 2014 (20466) Implementing Data Models and Reports with SQL Server 2014 (20466) Formato do curso: Presencial Localidade: Lisboa Com certificação: MCSE: Business Intelligence Data: 11 Set. 2017 a 22 Set. 2017 Preço:

Leia mais

MySQL. Prof. César Melo. com a ajuda de vários

MySQL. Prof. César Melo. com a ajuda de vários MySQL Prof. César Melo com a ajuda de vários Banco de dados e Sistema de gerenciamento; Um banco de dados é uma coleção de dados. Em um banco de dados relacional, os dados são organizados em tabelas. matricula

Leia mais

Bases de Dados. Lab 1: Introdução ao ambiente. Figura 1. Base de dados de exemplo

Bases de Dados. Lab 1: Introdução ao ambiente. Figura 1. Base de dados de exemplo Departamento de Engenharia Informática 2012/2013 Bases de Dados Lab 1: Introdução ao ambiente 1º semestre O ficheiro bank.sql contém um conjunto de instruções SQL para criar a base de dados de exemplo

Leia mais

Oracle9i: Tuning de Aplicações. Oracle9i: Tuning de Aplicações

Oracle9i: Tuning de Aplicações. Oracle9i: Tuning de Aplicações Oracle9i: Tuning de Aplicações Oracle9i: Tuning de Aplicações I Oracle9i: Tuning de Aplicações Sumário 1. Seguindo uma Metodologia de Tuning... 1-1 Objetivos...1-2 Visão Geral...1-3 Gerenciando a Performance...1-4

Leia mais

Bases de Dados. Lab 1: Introdução ao ambiente. Figura 1. Base de dados de exemplo

Bases de Dados. Lab 1: Introdução ao ambiente. Figura 1. Base de dados de exemplo Departamento de Engenharia Informática 2014/2015 Bases de Dados Lab 1: Introdução ao ambiente 1º semestre O ficheiro bank.sql contém um conjunto de instruções SQL para criar a base de dados de exemplo

Leia mais

Banco de dados. Linguagens de Banco de Dados II. Wedson Quintanilha da Silva - www.assembla.com/spaces/objetivobd/documents

Banco de dados. Linguagens de Banco de Dados II. Wedson Quintanilha da Silva - www.assembla.com/spaces/objetivobd/documents Banco de dados Linguagens de Banco de Dados II 1 Linguagem de Definição de Dados - DDL Comandos utilizados para criação do esquema de dados; Um DDL permite ao utilizador definir tabelas novas e elementos

Leia mais