EDITAL 01/2014 CREDENCIAMENTO E RECREDENCIAMENTO DE DOCENTES

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EDITAL 01/2014 CREDENCIAMENTO E RECREDENCIAMENTO DE DOCENTES"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL 01/2014 CREDENCIAMENTO E RECREDENCIAMENTO DE DOCENTES A Comissão de Pós-Graduação (COMPÓS), do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEDU), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), no uso de suas atribuições regimentais, faz saber que estarão abertas as inscrições para credenciamento e recredenciamento de docentes pesquisadores para o Programa, no período de 01 de julho a 18 de agosto de 2014, conforme disposto neste edital e em acordo com a Resolução 01/2013 (Anexo 1). Artigo 1º - O processo de recredenciamento de que trata este edital se destina aos docentes pesquisadores credenciados no Programa, com credenciamento vencido ou a vencer no ano de Parágrafo único Os docentes pesquisadores com credenciamento a vencer no ano de 2015 poderão antecipar seu pedido de recredenciamento. Artigo 2º - O processo de credenciamento de que trata este edital destina-se a novos docentes pesquisadores, que não mantém vínculo com o PPGEDU, mas vinculados à UFRGS, lotados em quaisquer unidades dessa Universidade, e que desejem atuar no âmbito deste Programa. Artigo 3º - O processo de credenciamento e recredenciamento atenderá o calendário fixado por este edital, conforme Anexo 2. Artigo 4º - O processo de credenciamento e recredenciamento, objeto deste edital, se fará nas seguintes fases: 1) divulgação do edital; 2) solicitação de (re)credenciamento pelo interessado; 3) análise e emissão de parecer pela Comissão Especial de Assessoramento à Avaliação Docente; 4) decisão e homologação dos pareceres pela COMPÓS; 5) (re)credenciamento pela Câmara de Pós-Graduação da UFRGS. Artigo 5º - A não solicitação de recredenciamento de professor pesquisador com credenciamento vencido ou a vencer até 31 de dezembro de 2014, implicará o descredenciamento do quadro do PPGEDU. I DO RECREDENCIAMENTO DE DOCENTES PESQUISADORES Artigo 6º O pedido individual de recredenciamento de docentes pesquisadores deverá ser entregue na Secretaria do PPGEDU em horário ordinário de funcionamento no período de 01 de julho a 18 de agosto de 2014 até às 18 horas deste dia. Parágrafo primeiro O pedido individual deverá conter os seguintes documentos: I carta de solicitação de recredenciamento conforme modelo (Anexo 3); II cópia do Relatório de Atividades da UFRGS (Portal do Servidor Informações Funcionais Atividades Docentes Período: desde 01/01/2011 até a data do pedido); III cópia dos comprovantes de artigos aceitos para publicação em periódicos (apenas os não publicados).

2 Parágrafo segundo O docente pesquisador deverá ter atualizado o seu currículo na Plataforma Lattes até a data de 18 de agosto de Parágrafo terceiro Serão consideradas, para fins de avaliação da produção bibliográfica e demais requisitos de que trata o artigo 3º da Resolução 01/2013, as informações registradas no Currículo Lattes como documento suficiente. Artigo 7º - A Secretaria do PPGEDU considerará os dias imediatamente posteriores ao dia 19 de agosto de 2014 para a impressão do respectivo currículo do docente pesquisador que solicitar recredenciamento. Artigo 8º - A Comissão Especial de Assessoramento à Avaliação Docente analisará os pedidos com base na documentação fornecida pelo solicitante (parágrafo 1º do artigo 6º) e no Currículo Lattes impresso pela Secretaria, considerando os critérios estabelecidos na Resolução 01/2013. Artigo 9º - Serão consideradas as produções bibliográficas registradas no Currículo Lattes a contar do ano de 2011 e incluídas aquelas de A Comissão levará em conta, ainda, os artigos aceitos para publicação, desde que devidamente registrados no Lattes. O solicitante deverá fornecer cópia da comprovação de aceite. Não serão considerados livros ou capítulos de livros em preparação. Parágrafo único Para a avaliação geral do pedido será considerado o total da produção bibliográfica no período. Para o recredenciamento, observar-se-á o atendimento ao estabelecido na Resolução 01/2013 (Anexo 1), desde que as informações registradas no Currículo Lattes estejam corretas e completas (especialmente título do trabalho, título do livro ou periódico, ISBN ou ISSN, página inicial e final, ordem e nome dos autores). Artigo 10 A Comissão Especial de Assessoramento à Avaliação Docente emitirá relatório geral sobre as solicitações de recredenciamento com pareceres individuais de cada solicitação nos quais recomendará ou não o recredenciamento com as devidas justificativas. Artigo 11 A COMPÓS deliberará em reunião sobre os pareceres individuais e encaminhará à Câmara de Pós-Graduação da UFRGS os pedidos de recredenciamentos aprovados. Parágrafo primeiro Os recredenciamentos terão início imediato e validade até 30 de junho de Parágrafo segundo - Serão aplicadas as disposições do artigo 5º, da Resolução 01/2013, para os docentes que não atenderem às exigências de produção previstas na referida resolução.

3 II DO CREDENCIAMENTO DE NOVOS DOCENTES PESQUISADORES Artigo 12 O pedido individual de credenciamento de docentes pesquisadores deverá ser entregue na Secretaria do PPGEDU em horário ordinário de funcionamento no período de 01 de julho a 18 de agosto de 2014 até às 18 horas deste dia. Parágrafo primeiro O pedido individual deverá conter os seguintes documentos: I carta de solicitação de credenciamento conforme modelo (Anexo 4); II cópia do relatório de atividades da UFRGS (Portal do Servidor Informações Funcionais Atividades Docentes Período: desde 01/01/2011 até a data do pedido); III plano de atividades na Pós-Graduação conforme modelo (Anexo 5); IV termo de concordância do Departamento onde está lotado; V comprovante de vínculo com a UFRGS para docentes aposentados; VI carta convite de uma linha de pesquisa, assinada por seus componentes; VII caso o docente já esteja credenciado em outro Programa da UFRGS ou de outra instituição, deverá anexar carta do referido Programa que indique ciência quanto ao possível credenciamento no PPGEdu/UFRGS; VIII cópia dos comprovantes de artigos aceitos para publicação em periódicos (apenas os não publicados). Parágrafo segundo O docente pesquisador deverá ter atualizado o seu Currículo Lattes até a data de 18 de agosto de Parágrafo terceiro Serão consideradas, para fins de avaliação da produção e demais requisitos de que trata o artigo 1º da Resolução 01/2013, as informações registradas no Lattes como documento suficiente. Artigo 13 - A Secretaria do PPGEDU considerará os dias imediatamente posteriores ao dia 19 de agosto de 2014 para a impressão do respectivo currículo do docente pesquisador que solicitar credenciamento. Artigo 14 - A Comissão Especial de Assessoramento à Avaliação Docente analisará os pedidos com base na documentação fornecida pelo solicitante (parágrafo 1º do artigo 12) e no Currículo Lattes impresso pela Secretaria, considerando os critérios estabelecidos na Resolução 01/2013. Artigo 15 - Serão consideradas as produções bibliográficas registradas no Currículo Lattes a contar do ano de 2011 e incluídas aquelas de A Comissão levará em conta, ainda, os artigos aceitos para publicação, desde que devidamente registrados no Lattes. O solicitante deverá fornecer cópia da comprovação de aceite. Não serão considerados livros ou capítulos de livros em preparação. Parágrafo único Para a avaliação geral do solicitante será considerado o total da produção bibliográfica no período Para o credenciamento observar-se-á o atendimento ao estabelecido na Resolução 01/2013 (Anexo 1), desde que as informações registradas no Currículo Lattes estejam corretas e completas (especialmente título do trabalho, título do livro ou periódico, ISBN ou ISSN, página inicial e final, ordem e nome dos autores).

4 Artigo 16 A Comissão Especial de Assessoramento à Avaliação Docente emitirá relatório geral sobre as solicitações de credenciamento com pareceres individuais de cada solicitação nos quais recomendará ou não o credenciamento com as devidas justificativas. Artigo 17 A COMPÓS deliberará em reunião sobre os pareceres individuais e encaminhará à Câmara de Pós-Graduação da UFRGS os pedidos de credenciamento aprovados. Parágrafo único Os novos credenciamentos terão início em 01 de janeiro de 2015 e validade até 30 de junho de III DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Artigo 18 A Coordenação do Programa informará individualmente aos solicitantes sobre o resultado da avaliação. Artigo 19 Para subsidiar os interessados no credenciamento junto ao PPGEdu, a COMPÓS realizará Reunião de esclarecimentos no dia 07 de julho de 2014, das 17h às 18h, na sala 703 da Faculdade de Educação, na qual apresentará o Programa e as exigências para integrar o corpo docente. Artigo 20 São parte integrante deste edital, para todos os efeitos, os seguintes anexos: I Resolução 01/2013 II Cronograma III Modelo carta de solicitação de recredenciamento IV Modelo de carta de solicitação de credenciamento V Modelo de Plano de Trabalho para o triênio (somente para credenciamentos novos) Artigo 21 A solicitação de credenciamento ou recredenciamento implica na ciência e acordo do solicitante às normas deste edital, seus anexos, ao regimento do PPGEDU e à legislação da Universidade. Artigo 22 Os casos omissos serão resolvidos pela COMPÓS Porto Alegre, 10 de junho de Professora Maria Stephanou Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação

5 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL 01/2014 CREDENCIAMENTO E RECREDENCIAMENTO DE DOCENTES ANEXO I RESOLUÇÃO N 01/2013 Modifica a Resolução 01/2011 que regulamenta o ingresso e a permanência de docentes no Programa de Pós-Graduação em Educação da FACED/UFRGS, institui a Comissão Especial de Assessoramento à Avaliação Docente e dá outras providências. O Conselho do Programa de Pós-Graduação em Educação da FACED/UFRGS, em sessão de 14 de outubro de 2013, no uso de suas atribuições e considerando a necessidade de atender ao disposto no Regimento do Programa, Artigo 6 letra l, que prevê uma Resolução específica sobre a matéria. RESOLVE estabelecer NORMAS REGULADORAS para ingresso e permanência de docentes no Programa de Pós-Graduação em Educação da FACED/UFRGS e instituir Comissão Especial de Assessoramento à Avaliação Docente. Capítulo 1 Do ingresso de docentes no Programa Artigo 1º - O docente candidato a se credenciar no Programa de Pós-Graduação em Educação da UFRGS poderá ser credenciado para o Curso de Mestrado Acadêmico e para o Curso de Doutorado quando atender às exigências referentes à qualificação, produção e experiência na Pós-Graduação exigidas para cada nível. Parágrafo primeiro O candidato ao credenciamento como orientador de mestrado deverá preencher os seguintes requisitos: I título de Doutor, com tempo mínimo de titulação de três anos; II formação compatível com a área de conhecimento do Programa; III produção bibliográfica regular, comprovada por meio da apresentação de, no mínimo três publicações qualificadas, conforme descrito abaixo, no triênio imediatamente anterior ao pedido. São consideradas publicações qualificadas, para efeitos deste inciso: no mínimo, três artigos de periódicos qualificados entre A1 e B5, sendo, pelo menos, dois entre A1 e B2; OU

6 no mínimo, três publicações qualificadas, sendo dois artigos publicados (um entre A1 e B5 e um entre A1 e B1) e um capítulo ou livro compatível com o perfil L4 ou L3. IV disponibilidade de carga horária para desenvolvimento de atividades curriculares, de docência, orientação e pesquisa, bem como para a participação em outras atividades do Programa; V projeto de pesquisa atualizado e em andamento, devidamente aprovado e cadastrado nas instâncias competentes da Universidade, bem como na Plataforma Brasil, se for o caso; VI comprovação de pelo menos um dos itens abaixo relacionados: a) participação em congressos internacionais; b) publicação em periódicos estrangeiros ou em anais de congressos internacionais; c) participação em acordo de cooperação com instituições estrangeiras; d) participação em projeto de pesquisa, conforme previsto no Inciso V deste Artigo, com financiamento de agências de fomento. Parágrafo segundo O candidato ao credenciamento como orientador de Mestrado e Doutorado deverá preencher os seguintes requisitos: I título de Doutor, com tempo mínimo de titulação de três anos; II formação compatível com a área de conhecimento do Programa; III produção bibliográfica regular, comprovada por meio da apresentação de, no mínimo, seis publicações qualificadas, conforme descrito abaixo, no triênio imediatamente anterior ao pedido. São consideradas publicações qualificadas, para efeitos deste inciso: no mínimo, seis artigos de periódicos qualificados entre A1 e B5, sendo, pelo menos, três qualificados entre A1 e B2; OU no mínimo, seis publicações qualificadas, sendo 4 artigos (3 entre A1 e B1 e 1 entre A1 a B5) e 2 capítulos de livros ou livros compatíveis com o perfil L4 ou L3 ; IV preferencialmente, experiência em orientação na Pós-Graduação stricto sensu, comprovada por, no mínimo, duas orientações de mestrado concluídas; V disponibilidade de carga horária para desenvolvimento de atividades curriculares, de docência, orientação e pesquisa, bem como para a participação em outras atividades do Programa; VI projeto de pesquisa atualizado e em andamento, devidamente aprovado e cadastrado nas instâncias competentes da Universidade; bem como na Plataforma Brasil, se for o caso; VII comprovação de pelo menos um dos itens abaixo relacionados: a) participação em congressos internacionais; b) publicação em periódicos estrangeiros ou em anais de congressos internacionais; c) participação em acordo de cooperação com instituições estrangeiras; d) participação em projeto de pesquisa, previsto no Inciso V deste Artigo, com financiamento de agências de fomento.

7 Artigo 2º - O ingresso de docentes no PPGEDU se efetivará em uma das Linhas de Pesquisa já existentes. Parágrafo único O candidato ao credenciamento deverá apresentar os seguintes documentos: I - carta de indicação do docente, encaminhada por uma Linha de Pesquisa, acompanhada do Currículo Lattes do indicado; II - proposta de credenciamento na qual esteja detalhado, em relação ao postulante: a trajetória de produção em pesquisa, o projeto de pesquisa para o triênio, alternativas para oferta de disciplinas, disponibilidade para orientação discente e engajamento nas atividades do PPGEDU e previsão da produção científica para o triênio. Capítulo 2 Da permanência dos docentes no Programa Artigo 3º - A permanência de docentes no Programa, independente da data de ingresso no PPGEdu, será avaliada ao final de cada triênio de avaliação da Área de Educação/CAPES. Parágrafo único Para fins de recredenciamento, deverão ser atendidas as exigências abaixo, as quais deverão ser devidamente comprovadas: I produção intelectual definida no Artigo 1, Parágrafos Primeiro e Segundo desta Resolução, relativa ao triênio de avaliação; II oferta de, pelo menos, uma disciplina aberta, não exclusiva para orientandos, por ano do triênio; III orientações concluídas nos prazos estabelecidos pelo Regimento do PPGEDU, excetuando os casos de justificativa grave, por motivos de saúde ou desistência do curso; IV regularidade no processo de orientação, mantendo o mínimo de três e o máximo de oito orientandos a cada ano; V incorporação de discentes em projetos de pesquisa, publicações e participação em eventos qualificados da área; VI desenvolvimento de projeto de pesquisa, participação em bancas e apresentação de trabalhos em eventos de âmbito nacional e internacional. Artigo 4º - A COMPÓS, com base no parecer analítico apresentado pela Comissão Especial de Assessoramento à Avaliação Docente, prevista no Capítulo 3 desta Resolução, deliberará sobre o pedido de permanência do docente como credenciado no Programa. Artigo 5º - O docente que não satisfizer as condições estipuladas no parágrafo único do Artigo 3º desta Resolução continuará a integrar o corpo docente do Programa, durante um ano, na condição de Docente Colaborador, mas não poderá ofertar novas vagas discentes, independente do nível de orientação. Artigo 6º - Após o ano referido no Artigo 5 desta Resolução, o docente poderá solicitar nova avaliação para fins de permanência no Programa. No caso de uma segunda avaliação consecutiva que não atenda às condições exigidas, haverá o descredenciamento do (a) professor (a) do quadro docente.

8 Parágrafo único - O docente descredenciado poderá solicitar novo ingresso no Programa após o prazo de três anos. Capítulo 3 Da constituição e competências da Comissão Especial de Assessoramento à Avaliação Docente Artigo 7º - Fica instituída uma Comissão Especial de Assessoramento à Avaliação Docente para fins de ingresso, permanência e descredenciamento de docentes no Programa, com a função de analisar os processos pertinentes e emitir parecer analítico sobre os mesmos. Artigo 8º - A Comissão Especial de Assessoramento à Avaliação Docente será composta por cinco representantes, sendo um membro da COMPÓS, dois professores do Programa e dois membros externos à UFRGS. Parágrafo único Os membros da Comissão serão indicados pelo Conselho do Programa e designados por Portaria da Coordenação. Artigo 9º - Cabe à Comissão Especial de Assessoramento à Avaliação Docente assessorar a COMPÓS nos processos de credenciamento, recredenciamento e descredenciamento de docentes do Programa. Parágrafo único - São atividades da Comissão Especial de Assessoramento Docente: I definição das formas e instrumentos para a realização do assessoramento à avaliação docente, encaminhando suas proposições ao exame e deliberação da COMPÓS; II análise da documentação encaminhada pelos postulantes a credenciamento e recredenciamento; III requisição de informações complementares que a Comissão Especial de Assessoramento à Avaliação Docente julgar necessárias para o cumprimento de suas funções; IV recomendação do descredenciamento de docente. Artigo 10 - A Comissão Especial de Assessoramento à Avaliação Docente será presidida por um dos seus membros, designado pelo Coordenador do Programa. Parágrafo Único - Compete ao presidente da Comissão Especial de Assessoramento à Avaliação Docente: I convocar e presidir as reuniões da Comissão; II participar das reuniões da COMPÓS quando solicitado; III manter registro das reuniões e pareceres da Comissão. Artigo 11 - Compete à Comissão Especial de Assessoramento à Avaliação Docente emitir Parecer circunstanciado sobre as candidaturas de ingresso e às solicitações de permanência como docente no Programa de Pós-Graduação em Educação.

9 Parágrafo Único - Com base no que dispõe esta Resolução e nas avaliações a que proceder, a Comissão deve contribuir com recomendações para o incremento da produção acadêmica no Programa. Artigo 12 - Os membros da Comissão Especial de Acompanhamento à Avaliação Docente serão definidos a cada avaliação, obedecendo ao que dispõe o Artigo 8º desta Resolução. Artigo 13 A COMPÓS realizará uma avaliação periódica de acompanhamento de todos os docentes. Esta avaliação terá como objetivo constituir um quadro avaliativo do Programa; preparar os docentes para o recredenciamento; incentivar a produção qualificada. Parágrafo primeiro - A COMPÓS divulgará cronograma e providências necessárias para o encaminhamento dos pedidos de recredenciamento de docentes do Programa, para o cumprimento deste artigo. Parágrafo segundo Os professores que não atenderem às exigências dispostas nesta Resolução serão descredenciados do Programa, em conformidade com o que dispõe o Artigo 5. Artigo 14 - Os casos omissos serão decididos pela Comissão de Pós-Graduação. Artigo 15 - Esta Resolução entra em vigor na data de sua aprovação, revogando-se a Resolução 01/2011 e as disposições em contrário. Porto Alegre, 14 de outubro de Maria Stephanou Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação

10 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL 01/2014 CREDENCIAMENTO E RECREDENCIAMENTO DE DOCENTES ANEXO II CRONOGRAMA Evento Período Divulgação do Edital 10 de junho de 2014 Reunião aberta aos interessados em novos credenciamentos 07 de julho de 2014 das 17h às 18h Inscrições 01 de julho a 18 de agosto de 2014 Secretaria: impressão Currículos Lattes A partir de 19 de agosto de 2014 Trabalhos da Comissão Especial 01 a 05 de setembro de 2014 de Assessoramento à Avaliação Docente Homologação pela COMPÓS 08 de setembro de 2014 Divulgação individual dos resultados A partir de 09 de setembro de 2014

11 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL 01/2014 CREDENCIAMENTO E RECREDENCIAMENTO DE DOCENTES ANEXO III MODELO DE CARTA DE SOLICITAÇÃO DE RECREDENCIAMENTO Local e data Ilma. Professora Venho, por meio desta, solicitar recredenciamento no âmbito do edital 01/2014 do qual dou ciência e acordo. Em anexo envio a cópia do Relatório de Atividades Docentes extraído do Portal da UFRGS, com data de 01/01/2011 a XXXXXXX e cópia dos comprovantes de artigos aceitos para publicação em periódicos (quando for o caso). Desde já agradeço sua atenção, subscrevendo-me. Nome completo e assinatura Ilma. Professora Dra. Maria Stephanou Coordenadora Programa de Pós-Graduação em Educação UFRGS

12 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL 01/2014 CREDENCIAMENTO E RECREDENCIAMENTO DE DOCENTES ANEXO IV MODELO DE CARTA DE SOLICITAÇÃO DE CREDENCIAMENTO Local e data Ilma. Professora Venho, por meio desta, solicitar credenciamento no âmbito do edital 01/2014 do qual dou ciência e acordo. Em anexo envio os seguintes documentos: 1) cópia do Relatório de Atividades Docentes extraído do Portal da UFRGS, com data de 01/01/2011 a XXXXXXX; 2) Plano de atividades na Pós- Graduação conforme modelo (Anexo 5); 3) Termo de concordância do Departamento XXXXXXX; 4) Comprovante de vínculo com a UFRGS; (somente para docentes aposentados); 5) Carta convite da Linha de Pesquisa XXXXXX, devidamente assinada; 6) carta de outro Programa que indique ciência quanto ao possível credenciamento no PPGEdu/UFRGS (quando for o caso); 7) cópia dos comprovantes de artigos aceitos para publicação em periódicos (quando for o caso). Desde já agradeço sua atenção, subscrevendo-me Nome completo e assinatura Ilma. Professora Dra. Maria Stephanou Coordenadora Programa de Pós-Graduação em Educação UFRGS

13 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL 01/2014 CREDENCIAMENTO E RECREDENCIAMENTO DE DOCENTES ANEXO V MODELO DE PLANO DE TRABALHO (somente para novos credenciamentos) I. Folha de rosto II. Dados de identificação III. Projeto de Pesquisa (cadastrado no sistema UFRGS e aprovado pela respectiva COMPESQ) IV. Proposta de seminários avançados abertos para o triênio ( ) V. Disponibilidade de carga horária e disponibilidade de oferta de orientação para o triênio ( ) VI. Projeção de publicações para o triênio, ( ) explicitando: produções aceitas para publicação; produções enviadas para publicação; e, produções a serem realizadas no período.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO N 02/2016

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO N 02/2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO RESOLUÇÃO N 02/2016 Modifica a Resolução 01/2013 que regulamenta o ingresso e a permanência de docentes

Leia mais

EDITAL 01/2016 CREDENCIAMENTO DE DOCENTES

EDITAL 01/2016 CREDENCIAMENTO DE DOCENTES UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL 01/2016 CREDENCIAMENTO DE DOCENTES A Comissão de Pós-Graduação (COMPÓS), do Programa de Pós-Graduação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL 03/2018 CREDENCIAMENTO DE DOCENTES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL 03/2018 CREDENCIAMENTO DE DOCENTES EDITAL 03/2018 CREDENCIAMENTO DE DOCENTES A Comissão de Pós-Graduação (COMPÓS) do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEDU) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), no uso de suas atribuições

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTÁGIO DE PÓS-DOUTORADO COM BOLSA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO (PNPD/CAPES)

EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTÁGIO DE PÓS-DOUTORADO COM BOLSA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO (PNPD/CAPES) EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTÁGIO DE PÓS-DOUTORADO COM BOLSA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO (PNPD/CAPES) A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Letras (Ciência da Literatura) da UFRJ torna pública

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 001 - CPG, DE 17 DE MAIO DE 2013.

RESOLUÇÃO Nº. 001 - CPG, DE 17 DE MAIO DE 2013. RESOLUÇÃO Nº. 001 - CPG, DE 17 DE MAIO DE 2013. Estabelece critérios para o credenciamento, descredenciamento, recredenciamento, enquadramento e habilitação de docentes, bem como a coorientação no âmbito

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA 001/2018

INSTRUÇÃO NORMATIVA 001/2018 INSTRUÇÃO NORMATIVA 001/2018 Regulamenta o ingresso e a permanência de docentes no Programa de Pós- Graduação em Geografia do Instituto de Geografia, Desenvolvimento e Meio Ambiente IGDEMA da UFAL, institui

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE PPG QUALISAÚDE

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE PPG QUALISAÚDE EDITAL Nº 001/2016 do Mestrado Profissional Gestão da Qualidade em Serviços de Saúde (PPG QualiSaúde) de 07 de junho de 2016 para Credenciamento de Docentes A Coordenação do Programa de Pós-Graduação Gestão

Leia mais

REGIMENTO INTERNO SOBRE A ORGANIZAÇÃO DA PESQUISA DO CNM

REGIMENTO INTERNO SOBRE A ORGANIZAÇÃO DA PESQUISA DO CNM 1 REGIMENTO INTERNO SOBRE A ORGANIZAÇÃO DA PESQUISA DO CNM DISPÕE SOBRE A PROPOSIÇÃO, ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES DE PESQUISA NO DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado, conforme anexo, o Regulamento de Monitoria para os cursos de graduação das Faculdades Integradas Sévigné.

R E S O L U Ç Ã O. Fica aprovado, conforme anexo, o Regulamento de Monitoria para os cursos de graduação das Faculdades Integradas Sévigné. RESOLUÇÃO CSA 08/2009 APROVA O REGULAMENTO DE MONITORIA PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO DAS. O Presidente do Conselho Superior de Administração CSA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 6º, II, do

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE BIBLIOTECONOMIA E COMUNICAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE BIBLIOTECONOMIA E COMUNICAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE BIBLIOTECONOMIA E COMUNICAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO RESOLUÇÃO 01/2016 O Conselho do Programa de Pós-Graduação em Comunicação

Leia mais

Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas

Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2013-PPGCF/UNICENTRO - UEPG Regulamentar os critérios para o credenciamento, recredenciamento e descredenciamento de docentes no Programa de Pós-Graduação em Considerando a Reunião

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática

Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática Faculdade de Física Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática Regulamento Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Zoologia

Programa de Pós-Graduação em Zoologia Faculdade de Biociências Programa de Pós-Graduação em Zoologia Regulamento Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1º - O Programa de Pós-Graduação em Zoologia (PPGZoo), vinculado à Faculdade

Leia mais

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL Nº 02/PPGEDU/2016

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL Nº 02/PPGEDU/2016 UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL Nº 02/PPGEDU/2016 CONTRATAÇÃO DE DOCENTE PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO O Pró-Reitor Acadêmico

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL 002/2016

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL 002/2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL 002/2016 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA CONCESSÃO DE BOLSA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ENGENHARIA ELÉTRICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI TÍTULO I

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ENGENHARIA ELÉTRICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI TÍTULO I REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM ENGENHARIA ELÉTRICA DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DA FEI TÍTULO I DAS CARACTERÍSTICAS DO PROGRAMA E SEUS OBJETIVOS Art. 1º - Este Regulamento complementa

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 014/2016, DE 23 DE MARÇO DE 2016.

RESOLUÇÃO Nº 014/2016, DE 23 DE MARÇO DE 2016. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS Conselho Superior Avenida Vicente Simões, 1111 Bairro Nova Pouso Alegre 37550-000 - Pouso Alegre/MG Fone:

Leia mais

RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 153/2004

RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 153/2004 RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 153/2004 Aprova o Programa de Financiamento da Pesquisa Docente na UnC O Reitor da Universidade do Contestado, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 25 do Estatuto da Universidade

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Ouro Preto Escola de Minas Departamento de Engenharia Civil

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Ouro Preto Escola de Minas Departamento de Engenharia Civil PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL - PROPEC EDITAL PROPEC No. 01, DE 03 DE JUNHO DE 2016 Dispõe sobre o Processo de Seleção de 2016 para o Programa Nacional de Pós-Doutorado - PNPD/CAPES, no

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-DOUTORADO

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-DOUTORADO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-DOUTORADO A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, no uso de suas atribuições, regulamenta procedimentos para a participação no programa de pós-doutorado da Universidade

Leia mais

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DO SISTEMA TERRESTRE

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DO SISTEMA TERRESTRE REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DO SISTEMA TERRESTRE TÍTULO I DA ORGANIZAÇÃO Art. 1 - O Curso de Doutorado em Ciência do Sistema Terrestre do INPE tem como objetivo a formação de recursos

Leia mais

PROGRAMA DE APOIO A PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS EINSTEIN DE LIMEIRA PAPIC- EINSTEIN

PROGRAMA DE APOIO A PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS EINSTEIN DE LIMEIRA PAPIC- EINSTEIN PROGRAMA DE APOIO A PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA DAS FACULDADES INTEGRADAS EINSTEIN DE LIMEIRA PAPIC- EINSTEIN EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS DO PAPIC- EINSTEIN Nº 01/2015 A Comissão Científica do

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE SAÚDE PÚBLICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA NUTRIÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA 2015

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE SAÚDE PÚBLICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA NUTRIÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA 2015 UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE SAÚDE PÚBLICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA NUTRIÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA 2015 NORMAS PARA CONCESSÃO DE BOLSAS - CAPES/CNPq Todos os pedidos de concessão de bolsas

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FARMÁCIA

ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FARMÁCIA ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FARMÁCIA O artigo 8º da RESOLUÇÃO CNE/CES 2, DE 19 DE FEVEREIRO DE 2002 do CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR institui que o projeto pedagógico

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO Nº /2014-CONSUN, de de de 2014. Estabelece normas gerais, para a atribuição de carga horária em projetos de pesquisa na Universidade

Leia mais

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA

REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA REGIMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO APLICADA TÍTULO I - DOS OBJETIVOS E FINALIDADES Art 1º - O Curso de pós-graduação em Computação Aplicada, doravante referido como Curso, mantém programas

Leia mais

EDITAL Nº 001 / 2008

EDITAL Nº 001 / 2008 PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS EDITAL Nº 001 / 2008 A comunica aos interessados que estão abertas as inscrições para seleção simplificada de candidatos(as) para preencher cadastro reserva para contratação

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA

UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL UNISC CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE GRADUAÇÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º Este Regulamento estabelece a normatização das disciplinas de

Leia mais

R E S O L U Ç Ã O. Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogando disposições contrárias. Bragança Paulista, 16 de dezembro de 2010.

R E S O L U Ç Ã O. Esta Resolução entra em vigor nesta data, revogando disposições contrárias. Bragança Paulista, 16 de dezembro de 2010. RESOLUÇÃO CONSEPE 62/2010 ALTERA O REGULAMENTO DO COMPONENTE CURRICULAR ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE MEDICINA, CAMPUS BRAGANÇA PAULISTA, DA UNIVERSIDADE SÃO FRANCISCO. O Presidente do Conselho

Leia mais

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ EDITAL 141/Vice-Reitoria de Pós-Graduação/2015 Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Turismo e Hotelaria Mestrado Acadêmico e Doutorado em Turismo e Hotelaria O Vice-Reitor de Pós-Graduação, Pesquisa,

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS- DOUTORADO-PNPD/CAPES 2016

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS- DOUTORADO-PNPD/CAPES 2016 EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS- DOUTORADO-PNPD/CAPES 2016 BOLSA DE PÓS-DOUTORADO JUNTO AO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PRODUÇÃO VEGETAL DO CCTA/UENF O Programa de Pós-Graduação

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO

PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA DE PÓS-DOUTORADO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA Área de Concentração: Processos de Avaliação e Intervenção em Fisioterapia Via Washington

Leia mais

EDITAL No. 418 - PROCESSO DE SELEÇÃO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GEOLOGIA DO QUATERNÁRIO

EDITAL No. 418 - PROCESSO DE SELEÇÃO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GEOLOGIA DO QUATERNÁRIO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GEOLOGIA DO QUATERNÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO QUINTA DA BOA VISTA S/N. SÃO CRISTÓVÃO CEP 20940-040 RIO DE JANEIRO, RJ BRASIL Tel: (21) 3938-1179 geoquater@mn.ufrj.br

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM EDUCAÇÃO (PPGE) MESTRADO ACADÊMICO EM EDUCAÇÃO

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM EDUCAÇÃO (PPGE) MESTRADO ACADÊMICO EM EDUCAÇÃO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM EDUCAÇÃO (PPGE) MESTRADO ACADÊMICO EM EDUCAÇÃO Recomendado pela CAPES e Reconhecido pelo CNE: Parecer n. 122/2009

Leia mais

Norma para Trabalho de Conclusão de Curso em. CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares

Norma para Trabalho de Conclusão de Curso em. CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Norma para Trabalho de Conclusão de Curso em Engenharia Elétrica Robótica e Automação Industrial CAPÍTULO I Das Disposições Preliminares Art. 1 Art. 2 A presente norma tem como objetivo regulamentar a

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado e Doutorado em Educação

Universidade Estadual de Maringá Programa de Pós-Graduação em Educação Mestrado e Doutorado em Educação EDITAL Nº 019/2016-PPE A Professora Dr.ª Elma Júlia Gonçalves de Carvalho, Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes da Universidade Estadual de

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO BACHARELADO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Osasco 2013 Apresentação O presente instrumento regulamenta o exercício e a validação dos Estágios Supervisionados Curriculares e

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE CURSOS E ATIVIDADES DE EXTENSÃO DA USP

ORIENTAÇÕES SOBRE CURSOS E ATIVIDADES DE EXTENSÃO DA USP ORIENTAÇÕES SOBRE CURSOS E ATIVIDADES DE EXTENSÃO DA USP FORMAÇÃO PROFISSIONAL Prática Programa de Residência Profissionalizante Atualização Graduação Sim Não Sim Concluída Carga horária mínima Definida

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ÍTALO BRASILEIRO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ÍTALO BRASILEIRO CENTRO UNIVERSITÁRIO ÍTALO BRASILEIRO PROGRAMA DE AUXÍLIO À PESQUISA 2014 PROGRAMA DE AUXÍLIO À PESQUISA O objetivo principal do Programa de Auxílio à Pesquisa é propiciar condições favoráveis ao desenvolvimento

Leia mais

EDITAL N 017/2015 PPGL PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADA PARA ALUNO ESPECIAL ENTRADA 1º SEMESTRE DE 2016

EDITAL N 017/2015 PPGL PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADA PARA ALUNO ESPECIAL ENTRADA 1º SEMESTRE DE 2016 UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS CÂMPUS DE ARAGUAÍNA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LETRAS: ENSINO DE LÍNGUA E LITERATURA Av. Paraguai, s/nº, Setor Cimba 77823-838 Araguaína/TO (63) 2112-2255 www.uft.edu.br/ppgl

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 181 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011.

RESOLUÇÃO Nº. 181 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. RESOLUÇÃO Nº. 181 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº76/2011

Leia mais

EDITAL 01 / 2016 SELEÇÃO DE BOLSISTA PARA ESTÁGIO PÓS-DOUTORAL

EDITAL 01 / 2016 SELEÇÃO DE BOLSISTA PARA ESTÁGIO PÓS-DOUTORAL Programa de Pós-Graduação em Serviço Social Mestrado em Serviço Social TEL. (032) 2102-3569 EMAIL: mestrado.ssocial@ufjf.edu.br Juiz de Fora/MG, 28 de Junho de 2016 EDITAL 01 / 2016 SELEÇÃO DE BOLSISTA

Leia mais

Resolução N 0 02/2011 Edital de Ingresso 1º Semestre de 2012

Resolução N 0 02/2011 Edital de Ingresso 1º Semestre de 2012 UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA UNIDADE ACADÊMICA DE ENGENHARIA QUÍMICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO Resolução N 0 02/2011 Edital de Ingresso 1º Semestre de 2012 O Colegiado

Leia mais

ORDEM DE SERVIÇO 3 - CRITÉRIOS PARA A CONCESSÃO E RENOVAÇÃO

ORDEM DE SERVIÇO 3 - CRITÉRIOS PARA A CONCESSÃO E RENOVAÇÃO OS-006 /SR-1/2013 01/05 1 - FINALIDADE A presente Ordem de Serviço tem como finalidade modificar a OS-006-/SR-1/08 e regulamentar a operacionalização do Programa de Estágio Interno Complementar. 2 - OBJETIVO

Leia mais

Disposições preliminares

Disposições preliminares REGIMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DA FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS DA UNICAMP Disposições preliminares Art. 1º O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é atividade obrigatória do Curso

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E FINALIDADES DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1 - O Estágio Supervisionado,

Leia mais

CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO R E S O L U Ç Ã O nº. 072/2009 Regulamenta, no âmbito da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), o serviço de Professor Colaborador Voluntário,

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO BOLSAS DEMANDA SOCIAL/2013

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO BOLSAS DEMANDA SOCIAL/2013 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS CENTRO DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS HUMANAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO ESPECIAL EDITAL DO PROCESSO SELETIVO BOLSAS DEMANDA SOCIAL/2013 O Programa de Pós-Graduação

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA APCN - 2016

ORIENTAÇÕES PARA APCN - 2016 Identificação Área de Avaliação: Saúde Coletiva Coordenador de Área: Guilherme Loureiro Werneck (UERJ) Coordenador-Adjunto de Área: Hillegonda Maria Dutilh Novaes (USP) Coordenador-Adjunto de Mestrado

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA EDITAL N. 1/2012

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA EDITAL N. 1/2012 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA EDITAL N. 1/2012 PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS AO CURSO DE DOUTORADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA NO PRIMEIRO SEMESTRE LETIVO DE

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS MÉDICAS COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS MÉDICAS COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS MÉDICAS COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM MEDICINA Resolução Nº 001/2010 Aprova o Regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do Curso de Graduação

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PÓS-DOUTORADO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGIA 2013 PELO PNDP-CAPES Instituto Carlos Chagas / FIOCRUZ

PROCESSO SELETIVO PÓS-DOUTORADO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGIA 2013 PELO PNDP-CAPES Instituto Carlos Chagas / FIOCRUZ PROCESSO SELETIVO PÓS-DOUTORADO EM BIOCIÊNCIAS E BIOTECNOLOGIA 2013 PELO PNDP-CAPES / FIOCRUZ O da Fundação Oswaldo Cruz (ICC/FIOCRUZ, Curitiba, PR) torna público, para conhecimento dos interessados, o

Leia mais

Universidade CEUMA REITORIA Gerência de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão

Universidade CEUMA REITORIA Gerência de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão EDITAL DE APOIO A PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS E TECNOLÓGICOS, ESTÁGIOS DE CURTA DURAÇÃO E CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EDITAL No. _020/GPG/2016 A Universidade CEUMA, por meio da (GPG),

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2014 PREÂMBULO

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2014 PREÂMBULO EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 01/2014 PREÂMBULO Assunto: Inscrição de profissionais formados em comunicação, publicidade ou marketing, ou que atuem em uma dessas áreas, objetivando constituir subcomissão

Leia mais

EDITAL Nº 0021/2014 DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA BOLSA NO MESTRADO DESTINADO AOS PROFESSORES DO CENTRO UNIVERSITÁRIO EURO-AMERICANO

EDITAL Nº 0021/2014 DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA BOLSA NO MESTRADO DESTINADO AOS PROFESSORES DO CENTRO UNIVERSITÁRIO EURO-AMERICANO EDITAL Nº 0021/2014 DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO INTERNO PARA BOLSA NO MESTRADO DESTINADO AOS PROFESSORES DO CENTRO UNIVERSITÁRIO EURO-AMERICANO A Magnífica Senhora Reitora do CENTRO UNIVERSITÁRIO

Leia mais

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais,

O CONSELHO FEDERAL DE CONTABILIDADE, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, RESOLUÇÃO CFC N.º 1.373/2011 Regulamenta o Exame de Suficiência como requisito para obtenção ou restabelecimento de Registro Profissional em Conselho Regional de Contabilidade (CRC). O CONSELHO FEDERAL

Leia mais

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica Júnior BIC Jr. PIBIC/UFRGS - 2015/2016 Educação Básica

Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica Júnior BIC Jr. PIBIC/UFRGS - 2015/2016 Educação Básica Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica Júnior BIC Jr. PIBIC/UFRGS - 2015/2016 Educação Básica A Universidade Federal do Rio Grande do Sul, por intermédio da Pró-Reitoria de

Leia mais

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA EDITAL DRE n 071/16

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA EDITAL DRE n 071/16 PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA EDITAL DRE n 071/16 A PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS, por intermédio do Departamento de Relações Externas, torna pública

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA RESOLUÇÃO/UEPB/CONSEPE/032/2009. Dispõe sobre o Trabalho de Conclusão de Curso - TCC e dá outras providências O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO CONSEPE, da UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA (UEPB),

Leia mais

Anexo 03 Normas para a realização de Estágio

Anexo 03 Normas para a realização de Estágio Anexo 03 Normas para a realização de Estágio REGULAMENTO DE ESTÁGIO DO CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Capítulo I DA NATUREZA Art. 1º. O Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia Civil do Setor de Tecnologia

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FAMIPAR

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FAMIPAR REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FAMIPAR Artigo 1º - O Programa de Iniciação Científica (PIC/FAMIPAR) tem por finalidade despertar o interesse e incentivar vocações para atividades de pesquisa

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO- SEDUC

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO- SEDUC SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO- SEDUC EDITAL DE CONCURSOS PÚBLICOS N 1/013 DIVULGA O PRAZO E LOCAL DE ENTREGA DOS DOCUMENTOS COMPROBATÓRIOS PARA A PROVA DE TÍTULOS E PRESTA OUTROS ESCLARECIMENTOS O Secretário

Leia mais

REGIMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGIMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE MARECHAL RONDON REGIMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ENFERMAGEM São Manuel 2016 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM DA FMR As Atividades Complementares, conforme

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. EDITAL 05/2016 Propit/Unifesspa

UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. EDITAL 05/2016 Propit/Unifesspa UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ PRÓ-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EDITAL 05/2016 Propit/Unifesspa PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À PRODUÇÃO ACADÊMICA Piapa A

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E HUMANAS CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA PROCESSO SELETIVO PARA O CARGO DE PROFESSOR EDITAL N 09/2016

PRÓ-REITORIA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E HUMANAS CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA PROCESSO SELETIVO PARA O CARGO DE PROFESSOR EDITAL N 09/2016 PRÓ-REITORIA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE E HUMANAS CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA PROCESSO SELETIVO PARA O CARGO DE PROFESSOR EDITAL N 09/2016 O Reitor da UNIVERSIDADE SEVERINO SOMBRA (USS), no uso de suas atribuições,

Leia mais

Art. 1º Estabelecer orientações para a implementação no âmbito do Projeto Bolsa- Formação dos ciclos especiais de capacitação:

Art. 1º Estabelecer orientações para a implementação no âmbito do Projeto Bolsa- Formação dos ciclos especiais de capacitação: PORTARIA MJ Nº 183, DE 9 DE FEVEREIRO DE 2010 Regulamenta os arts. 9º, 10 e 15 do Decreto nº 6.490, de 19 de junho de 2008, alterados pelo Decreto nº 7.081, de 26 de janeiro de 2010, e dá outras providências.

Leia mais

Edital ICESP/PROMOVE: 01/2016 - Programa Institucional Interno de Criação, Consolidação e Apoio a Grupos de Pesquisa

Edital ICESP/PROMOVE: 01/2016 - Programa Institucional Interno de Criação, Consolidação e Apoio a Grupos de Pesquisa Edital ICESP/PROMOVE: 0/06 - Programa Institucional Interno de Criação, Consolidação e Apoio a Grupos de Pesquisa A Faculdade ICESP/Faculdades Integradas Promove de Brasília (ICESP / PROMOVE), por intermédio

Leia mais

SERVIÇO DE CAPACITAÇÃO EM MÉTODOS QUANTITATIVOS EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA (ESTATÍSTICA)

SERVIÇO DE CAPACITAÇÃO EM MÉTODOS QUANTITATIVOS EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA (ESTATÍSTICA) SERVIÇO DE CAPACITAÇÃO EM MÉTODOS QUANTITATIVOS EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSISTA (ESTATÍSTICA) De ordem da Senhora Diretora do Centro de Pesquisas René Rachou (CPqRR), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz Minas),

Leia mais

Professor Jaime Arturo Ramírez Presidente do Conselho Universitário

Professor Jaime Arturo Ramírez Presidente do Conselho Universitário RESOLUÇÃO COMPLEMENTAR N o 02/2014, DE 10 DE JUNHO DE 2014 Dispõe sobre regimes de trabalho docente; encargos docentes; concessão, reversão de classe e alteração de regime de trabalho de vaga de magistério

Leia mais

CAPÍTULO II DOS OBJETIVOS DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

CAPÍTULO II DOS OBJETIVOS DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Versão final MANUAL DE PROCEDIMENTOS PARA O ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS DE LICENCIATURA DA UNOESC CAPÍTULO I DO ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO Art. 1º O Estágio Curricular Supervisionado

Leia mais

RESOLUÇÃO CGRAD 020/08, DE 16 DE JULHO DE 2008

RESOLUÇÃO CGRAD 020/08, DE 16 DE JULHO DE 2008 RESOLUÇÃO CGRAD 020/08, DE 16 DE JULHO DE 2008 Aprova o Regulamento Geral dos Estágios Curriculares dos Cursos de Graduação do CEFET-MG A PRESIDENTE DO DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COLEGIADO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS RESOLUÇÃO Nº 01/2010-COORCON

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COLEGIADO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS RESOLUÇÃO Nº 01/2010-COORCON UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COLEGIADO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS RESOLUÇÃO Nº 01/2010-COORCON Regulamenta o estágio supervisionado obrigatório e

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIC/UNIMAR CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO E OBJETIVOS

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIC/UNIMAR CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO E OBJETIVOS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PIC/UNIMAR CAPÍTULO I CONCEITUAÇÃO E OBJETIVOS Art. 1 O Programa Institucional de Iniciação Científica (PIC) tem como meta promover a participação de acadêmicos

Leia mais

CAPÍTULO II DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS

CAPÍTULO II DA NATUREZA E DOS OBJETIVOS REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente instrumento dispõe sobre as normas e procedimentos a serem observados

Leia mais

REQUISITOS PARA O DISCENTE PESQUISADOR DE GRADUAÇÃO

REQUISITOS PARA O DISCENTE PESQUISADOR DE GRADUAÇÃO DIRETORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO, PESQUISA E EXTENSÃO NORMAS PARA SELEÇÃO DE PESQUISADORES DISCENTES O Conselho de Ensino e Pesquisa - CONSEPE do Centro Ensino Unificado de Teresina CEUT vem disciplinar as normas

Leia mais

REDE METODISTA DE EDUCAÇÃO DO SUL CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO

REDE METODISTA DE EDUCAÇÃO DO SUL CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO REDE METODISTA DE EDUCAÇÃO DO SUL CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA IPA REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE DIREITO PORTO ALEGRE 2014 SUMÁRIO CAPÍTULO I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E SUAS

Leia mais

RESOLUÇÃO CNRM 01, de 03 de janeiro de 2006

RESOLUÇÃO CNRM 01, de 03 de janeiro de 2006 RESOLUÇÃO CNRM 01, de 03 de janeiro de 2006 Dispõe sobre a estrutura, organização e funcionamento das Comissões Estaduais de Residência Médica O PRESIDENTE DA COMISSÃO NACIONAL DE RESIDÊNCIA MÉDICA - CNRM,

Leia mais

EDITAL N.º 248/2015 PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL: SELEÇÃO DE TUTOR PET PRODUÇÃO E POLÍTICA CULTURAL

EDITAL N.º 248/2015 PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL: SELEÇÃO DE TUTOR PET PRODUÇÃO E POLÍTICA CULTURAL EDITAL N.º 248/215 PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL: SELEÇÃO DE TUTOR PET PRODUÇÃO E POLÍTICA CULTURAL A REITORA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, considerando

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS PARA DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES NO NÚCLEO DE PROJETOS COMUNITÁRIOS DA PUCPR

EDITAL DE SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS PARA DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES NO NÚCLEO DE PROJETOS COMUNITÁRIOS DA PUCPR EDITAL DE SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS PARA DESENVOLVIMENTO DE ATIVIDADES NO NÚCLEO DE PROJETOS COMUNITÁRIOS DA PUCPR O Núcleo de Projetos comunitários (NPC) da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR),

Leia mais

Colegiado dos Cursos de Graduação em Arquitetura e Urbanismo Escola de Arquitetura da UFMG

Colegiado dos Cursos de Graduação em Arquitetura e Urbanismo Escola de Arquitetura da UFMG RESOLUÇÃO n 004/2013 CCGAU Institui o Regulamento do Trabalho de Curso (TC) do Curso de Graduação em Arquitetura e Urbanismo Diurno da Escola de Arquitetura da UFMG, alterando dispositivos da Resolução

Leia mais

EDITAL Nº01/2016 SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA DE DOUTORADO SANDUÍCHE NO EXTERIOR CAPES

EDITAL Nº01/2016 SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA DE DOUTORADO SANDUÍCHE NO EXTERIOR CAPES EDITAL Nº01/2016 SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA O PROGRAMA DE DOUTORADO SANDUÍCHE NO EXTERIOR CAPES O Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (PPGSC), no uso de suas atribuições e tendo em vista o que estabelece

Leia mais

Regulamento para a participação de trabalhos científicos e acadêmicos no 6º Congresso Internacional CBL do Livro Digital - 2016

Regulamento para a participação de trabalhos científicos e acadêmicos no 6º Congresso Internacional CBL do Livro Digital - 2016 Regulamento para a participação de trabalhos científicos e acadêmicos no 6º Congresso Internacional CBL do Livro Digital - 2016 1 DISPOSIÇÕES GERAIS 1.1 O CONGRESSO INTERNACIONAL CBL DO LIVRO DIGITAL CONGRESSO,

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO DE SELEÇÃO 2ª Turma Especialização Lato Sensu em Docência na Educação Infantil

EDITAL DO PROCESSO DE SELEÇÃO 2ª Turma Especialização Lato Sensu em Docência na Educação Infantil EDITAL DO PROCESSO DE SELEÇÃO 2ª Turma Especialização Lato Sensu em Docência na Educação Infantil A Universidade Federal do Tocantins - UFT, por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação PROPESQ,

Leia mais

V DOS REQUISITOS NECESSÁRIOS PARA INSCRIÇÃO DOS CANDIDATOS. 5.1 Os candidatos devem cumprir os procedimentos, critérios e prazos:

V DOS REQUISITOS NECESSÁRIOS PARA INSCRIÇÃO DOS CANDIDATOS. 5.1 Os candidatos devem cumprir os procedimentos, critérios e prazos: EDITAL Nº XXX/2011/PROGRAD/CAPES A Pró-Reitoria de Ensino de Graduação PROGRAD no uso de suas atribuições legais, estatutárias e regimentais, torna pública a abertura das inscrições para selecionar acadêmicos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 003 / 2015

RESOLUÇÃO Nº 003 / 2015 RESOLUÇÃO Nº 003 / 2015 EMENTA: Dispõe sobre os Planos Individuais de Trabalho (PIT) Docente, o Regimes e Horários de Trabalho e a distribuição da Carga Horária do Docentes da Faculdade de Comunicação

Leia mais

Fundação Oswaldo Cruz FIOCRUZ Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz - CPqGM Pós-Graduação em Biotecnologia em Saúde e Medicina Investigativa - PGBSMI

Fundação Oswaldo Cruz FIOCRUZ Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz - CPqGM Pós-Graduação em Biotecnologia em Saúde e Medicina Investigativa - PGBSMI PROCESSO SELETIVO - PÓS-DOUTORADO EM BIOTECNOLOGIA EM SAÚDE E MEDICINA INVESTIGATIVA - PNPD/CAPES (PORTARIA Nº 086, DE 03 DE JULHO DE 2013) O Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia e Medicina Investigativa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE TECNOLOGIA COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA MECATRÔNICA RESOLUÇÃO Nº 02/2013-CMCA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE TECNOLOGIA COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA MECATRÔNICA RESOLUÇÃO Nº 02/2013-CMCA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE TECNOLOGIA COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA MECATRÔNICA RESOLUÇÃO Nº 02/2013-CMCA Regulamenta a atividade acadêmica específica de Trabalho de Conclusão

Leia mais

1 O Seminário do Programa de Pós- Graduação em Engenharia Civil da UTFPR, Campus Pato Branco

1 O Seminário do Programa de Pós- Graduação em Engenharia Civil da UTFPR, Campus Pato Branco 15 e 16 de setembro de 2016 1. Introdução O programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil realizará entre 15 e 16 de setembro de 2016 o 1 o Seminário do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil da.

Leia mais

3. VALIDADE O processo seletivo é válido para o primeiro semestre de 2016.

3. VALIDADE O processo seletivo é válido para o primeiro semestre de 2016. A SUB-REITORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA SR-2, da UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO UERJ, torna público o Edital simplificado de abertura de inscrições e as normas para o processo seletivo do

Leia mais

Regimento de Atividades Complementares do Bacharelado em Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Catarina.

Regimento de Atividades Complementares do Bacharelado em Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Catarina. Regimento de Atividades Complementares do Bacharelado em Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Catarina. CAPÍTULO I Das Disposições Iniciais Art.1º - Observando o disposto no Artigo 08º da Resolução

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA PARA ASSUNTOS DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL PROGRAMA DE AUXÍLIO FINANCEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS EM EVENTOS CIENTÍFICOS E TECNOLÓGICOS - 2016

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA/FISIOLOGIA VEGETAL

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA/FISIOLOGIA VEGETAL REGULAMENTO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM AGRONOMIA/FISIOLOGIA VEGETAL O Programa de Pós-Graduação em Agronomia, com área de concentração em Fisiologia Vegetal (PPGFV), nos níveis de mestrado e de doutorado,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO EDITAL Nº 001/2014- PPGGP PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM GESTÃO PÚBLICA TURMA 2014 A Coordenação do torna público que estarão abertas as inscrições ao Processo Seletivo

Leia mais

Sábado, 27 de fevereiro de 2016 - Diário Oficial Poder Executivo - Seção I - São Paulo, 126 (37) 53

Sábado, 27 de fevereiro de 2016 - Diário Oficial Poder Executivo - Seção I - São Paulo, 126 (37) 53 Em preto - Resolução Unesp nº 12/2016. Em azul - Esclarecimentos da PROPe através da videoconferência realizada com as Seções Técnicas Acadêmicas em 22/02/2016) Em vermelho - Esclarecimentos da PROPe enviados

Leia mais

CHAMADA INTERNA Nº 14/2016/PROPPI

CHAMADA INTERNA Nº 14/2016/PROPPI CHAMADA INTERNA Nº 14/2016/PROPPI CHAMADA INTERNA PARA CONTINUIDADE DO AFASTAMENTO INTEGRAL PARA CURSOS DE MESTRADO E DOUTORADO COM CONCESSÃO DE PROFESSOR SUBSTITUTO. EXECUÇÃO: 2016/2 ATÉ 2017/1 APRESENTAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO - UNIVASF PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PRPPGI

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO - UNIVASF PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO E INOVAÇÃO PRPPGI EDITAL Nº 06/2016 PROCESSO SELETIVO PARA BOLSA PNPD PÓS-GRADUAÇÃO CIÊNCIAS DA SAÚDE E BIOLÓGICAS DA UNIVASF O Programa de Pós-Graduação Ciências da Saúde e Biológicas PPGCSB da Universidade Federal do

Leia mais

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO, DESTINADO À CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR N^ 02/2015

EDITAL DO PROCESSO SELETIVO, DESTINADO À CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR N^ 02/2015 krotof EDITAL DO PROCESSO SELETIVO, DESTINADO À CONTRATAÇÃO DE PROFESSOR N^ 02/2015 O Grupo Kroton Anhanguera Educacional torna público, para conhecimento dos interessados, os procedimentos e normas que

Leia mais

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NEW BRANDING INNOVATION MBA EAD 2º Semestre de 2016

EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NEW BRANDING INNOVATION MBA EAD 2º Semestre de 2016 EDITAL DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO NEW BRANDING INNOVATION MBA EAD 2º Semestre de 2016 As FACULDADES INTEGRADAS RIO BRANCO, na forma regimental torna público o presente Edital, estabelecendo as normas para

Leia mais

EDITAL N 002/2015 CURSO DE BIOLOGIA (EaD) SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIO

EDITAL N 002/2015 CURSO DE BIOLOGIA (EaD) SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIO UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS CÂMPUS DE PORTO NACIONAL CURSO DE LICENCIATURA EM BIOLOGIA (EaD) Rua 03, Quadra 17, s/nº, Jardim dos Ipês 77500-000 Porto Nacional/TO (63) 2112-2216 www.uft.edu.br coordbioead@uft.edu.br

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UFJF/IF SUDESTE MG N O 01/2015

EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UFJF/IF SUDESTE MG N O 01/2015 Universidade Federal de Juiz de Fora Instituto de Ciências Exatas Departamento de Física Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física Polo 24- UFJF/IF Sudeste MG EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UFJF/IF SUDESTE

Leia mais