ATIVIDADES EM MIDDLEWARE DA RNP

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ATIVIDADES EM MIDDLEWARE DA RNP"

Transcrição

1 ATIVIDADES EM MIDDLEWARE DA RNP Maria Teresa Moura Maio 2001 RNP/REF/0236 Atividades 2000 RNP em Middleware da RNP

2 ATIVIDADES EM MIDDLEWARE DA RNP Índice Introdução Middleware A Experiência da RNP Intranet características Utilização de certificado digital Utilização de diretórios (LDAP) Estrutura do diretório da Intranet Visão geral Autenticação e Autorização na Intranet Situação atual das iniciativas da Internet2 HEPKI EduPerson LDAP-Recipe DoDHE Shibboleth Propostas da RNP

3 Introdução Middleware APLICAÇÃO (dns, smtp,...) MIDDLEWARE Identificadores Autenticação Autorização TRANSPORTE (tcp, udp) REDE (ip) Diretórios PKI FÍSICA

4 Introdução (cont.) Middleware Applications Developers MIDDLEWARE Padronização e Interoperabilidade Network Designers

5 A Experiência da RNP Intranet - características: Sistema de informações da RNP Apoio às tarefas de gestão Melhorar integração da equipe e comunicação com os PoPs Módulos de gerência administrativa, de recursos humanos e da informação Distribuída: núcleo de coordenação (RJ), núcleos de apoio (RC, CP e DF) e PoPs Acesso individualizado

6 A Experiência da RNP (cont.) Aplicação de recursos de middleware para suporte aos serviços de identificação, autenticação e autorização segura: Certificado digital (PKI) e Diretórios (LDAP)

7 A Experiência da RNP (cont.) Utilização de certificado digital: Alternativa para autenticação por login e senha Maior nível de segurança em transações pela Internet Certificado digital: - documento eletrônico de identificação - identifica unicamente um usuário - pode ser armazenado em disco rígido, disquete ou smartcard - formado por um par de chaves: pública e privada - emitidos e mantidos por uma CA (Certificate Authority) Utilização para autenticação de clientes web

8 A Experiência da RNP (cont.) Exemplo de certificado:

9 A Experiência da RNP (cont.) Utilização de Diretório (LDAP) Banco de dados especializado para armazenamento de informações em uma organização Principal suporte para a maioria dos serviços de middleware LDAP - Lightweigh Directory Access Protocol: - Protocolo para acesso a informações de diretório - Suporta TCP/IP

10 A Experiência da RNP (cont.) Estrutura do diretório da Intranet o=rnp.br ou=intranet cn=externo cn=func_pop cn=func_rnp cn=manutenção dn: objectclass: {top, person, organizationalperson, inetorgperson} cn: Teresa Moura sn: Moura givenname: Teresa ou: intranet uid: usercertificate;binary: MIICkzCCAflygAwIBAgIDAyrz...

11 A Experiência da RNP (cont.) Estrutura do diretório da Intranet cn=func_rnp cn=dg cn=dga cn=do cn=di cn=dap cn=ceo cn=sso cn=cais dn: cn=ceo, ou=intranet,o=rnp.br objectclass: groupofuniquenames cn: ceo givenname: Centro de Engenharia e Operações ou: intranet uniquemember: ou=intranet, o=rnp.br uniquemember: ou=intranet, o=rnp.br

12 A Experiência da RNP (cont.) Visão geral: Usuário Autoridade Certificadora Aplicação Políticas Serviço de Diretórios

13 A Experiência da RNP (cont.) Autenticação e autorização na Intranet: Senha local para acesso ao Certificado B R O W S E R U S U Á R I O Autenticação Autorização Sucesso! Disponibiliza informação/serviço Solicita autorização Autenticação OK Autenticação (Certificado Digital) 1 o Acesso - não autenticado I N T R A N E T Checa Autorização OK OK Checa Autenticação POLÍTICAS LDAP

14 Situação Atual das Iniciativas da Internet2 HEPKI: Higher Education PKI Esforço conjunto das organizações CREN, e Internet2 para apoiar o desenvolvimento de PKI para a comunidade científica Grupos de trabalho: - PAG Policy Activities Group -Define como uma CA deve operar - TAG Technical Activities Group - Pesquisa nas escolas envolvidas sobre estado atual da utilização de ferramentas relacionadas a PKI Formas de trabalho: - Conferências - Troca de - Aspectos técnicos tais como: - Utilização de código aberto ou soluções comerciais para CA - Portabilidade de certificados: smartcards

15 Situação Atual das Iniciativas da Internet2 (cont.) EduPerson Projeto para definição de uma classe de objetos padrão para um LDAP corporativo da comunidade científica Facilitar intercâmbio de aplicações e recursos entre instituições Suporte de várias universidades: Wisconsin, Georgetown, Washington, MIT Estado atual: - Versão eduperson 1.0 lançada em fev.2001 objectclasses: ( NAME 'eduperson' SUP 'inetorgperson' MAY ( edupersonaffiliation $ edupersonnickname $ edupersonorgdn $ edupersonorgunitdn $ edupersonprimaryaffiliation $ edupersonprincipalname $ )

16 Situação Atual das Iniciativas da Internet2 (cont.) LDAP Recipe Recomendações para configuração e operação de diretórios LDAP Garantir que os diretórios sejam configurados e povoados obedecendo a um esquema comum Algumas recomendações: - Esquema de nomes: dc (domain component) - Usar eduperson - Usar atributos padrões - DoDHE

17 Situação Atual das Iniciativas da Internet2 (cont.) DoDHE Directory of Directories for Higher Education Pesquisa e desenvolvimento de um serviço para directory searching ("Web of People") Não deve impor restrições à política de cada instituição Ênfase na cooperação com iniciativas similares Problemas a resolver: - Crescimento da comunidade Internet2 - Clientes LDAPv2

18 Situação Atual das Iniciativas da Internet2 (cont.) Shibboleth Projeto para criação de um serviço para autenticação e autorização na Web O problema: - Disponibilizar um recurso WWW usando credenciais das respectivas instituições Produto principal: - Módulo para o Apache Web Server que requisita autenticação e autorização remota Produtos open source

19 Propostas da RNP Projeto Serviço de Diretórios: - Estudar os padrões vigentes, levando-se em conta as tentativas internacionais e padronização dos atributos de usuários - Definir uma árvore de diretório LDAP para a RNP e implantar um serviço de diretórios na RNP - Propor um modelo de dados para diretório LDAP da comunidade de pesquisa

20 Propostas da RNP dc=br dc=rnp ou=people ou=nucleos ou=servicos ou=equips ou=projetos ou=grupos ou=backbone ou=intranet ou=people dc=na-cp cn=prints cn=ipv6 cn=dg cn=routers cn=conexoes cn=pops cn=servicos dc=na-df dc=na-rc cn=logística dc=nc=rj cn=hosts ou=núcleos cn=dap cn=adm cn=ci dc=na-cp cn=rh cn=finanças dc=na-df cn=compras dc=na-rc cn=planej. dc=br dc=br dc=rnp dc=rnp ou=grupos cn=dg cn=dap cn=dgi cn=do cn=logistica cn=adm cn=ci cn=ssi cn=cais cn=ceo cn=sso dc=pop-rj cn=rh cn=financas cn=prints cn=info cn=design cn=compras cn=capacita cn=hosts cn=planej. ou=backbone ou=equips cn=proxy ou=serviços cn=dgi cn=roters cn=conexões cn=info cn=design cn=capacita cn=documenta cn=ssi cn=documenta... ou=projetos cn=pops cn=cais cn=ceo cn=ipv6 cn=sso dc=pop-df dc=pop-rj cn=proxy dc=pop-mg... dc=pop-rs ou=intranet cn=do cn=serviços dc=pop-df dc=pop-mg dc=pop-rs... dc=nc-rj...

21 Propostas da RNP Iniciativa nacional de PKI para a comunidade de pesquisa: "Participation in the middleware arena will achieve high visibility and technology return, given that this area will enable the applications of the "next generation Internet" for usability between corporations as well as consumers. We believe this area of development may actually be the enabler of Internet technologies to the masses, and is likely to be a very hot area of research and development in the next 2 to 3 years.

Entendendo o OpenLDAP. Por GABRIEL STEIN

Entendendo o OpenLDAP. Por GABRIEL STEIN Por GABRIEL STEIN CONCEITOS ABORDADOS Conceito de diretório / Serviço de diretório Organização Hierárquica - Árvore LDAP Histórico Características Atributos ObjectClasses Schemas Entrada DNs Arquivos LDIF

Leia mais

Serviço de Diretórios com OpenLDAP. Marcos Sungaila marcos@savant.com.br

Serviço de Diretórios com OpenLDAP. Marcos Sungaila marcos@savant.com.br Serviço de Diretórios com OpenLDAP Marcos Sungaila marcos@savant.com.br LDAP Por que LDAP Conceitos básicos Instalando e Configurando o OpenLDAP Criando a estrutura do Diretório Trabalhando com senhas

Leia mais

LDAP. Laboratório de Computação Científica UFMG

LDAP. Laboratório de Computação Científica UFMG LDAP Laboratório de Computação Científica UFMG Sumário Diretórios Introdução ao LDAP Modelos do LDAP Formato LDIF Distribuição Replicação Diretórios Diretórios Visão Geral O que um diretório faz? O que

Leia mais

Elementos. Setores, departamentos, diretorias etc.

Elementos. Setores, departamentos, diretorias etc. O Active Directory Active directory Serviço de diretório extensível para gerenciar recursos da rede de modo eficiente Armazena informações detalhadas sobre cada recurso na rede Possibilidade de armazenar

Leia mais

Gestão de identidades e ICPEDU ou Como implementar uma AR na sua instituição? Jeroen van de Graaf Laboratório de Computação Científica UFMG

Gestão de identidades e ICPEDU ou Como implementar uma AR na sua instituição? Jeroen van de Graaf Laboratório de Computação Científica UFMG Gestão de identidades e ICPEDU ou Como implementar uma AR na sua instituição? Jeroen van de Graaf Laboratório de Computação Científica UFMG Utilidade de uma ICP Em processos administrativos deve ter não-repúdio,

Leia mais

V WSPPD 2007. Uma visão geral do OpenLDAP e Active Directory para autenticação de usuários em sistemas heterogêneos e distribuídos

V WSPPD 2007. Uma visão geral do OpenLDAP e Active Directory para autenticação de usuários em sistemas heterogêneos e distribuídos V WSPPD 2007 Uma visão geral do OpenLDAP e Active Directory para autenticação de usuários em sistemas heterogêneos e distribuídos Porto Alegre, Agosto de 2007. Guilherme Matte Macedo, Rafael Bohrer Ávila

Leia mais

LDAP: Usos e Aplicações

LDAP: Usos e Aplicações LDAP: Usos e Aplicações Daniel Novais Martins CNPTIA/Embrapa VI Seminário de Capacitação Interna dnovais@correionet.com.br LDAP: Usos e Aplicações Relembrando Vantagens/Limitações Elementos de uma solução

Leia mais

BSDDAY - 13 de Agosto SP/Brazil

BSDDAY - 13 de Agosto SP/Brazil BSDDAY - 13 de Agosto SP/Brazil Quem é o Dmux? Rafael Floriano Sousa Sales aka dmux - Paulistano, 22 anos, fundador e integrante do grupo Tompast, consultor UNIX, trabalhando com sistemas operacionais

Leia mais

MINICURSO WINDOWS SERVER 2008 UTILIZANDO O VMWARE PLAYER

MINICURSO WINDOWS SERVER 2008 UTILIZANDO O VMWARE PLAYER MINICURSO WINDOWS SERVER 2008 UTILIZANDO O VMWARE PLAYER TÁSSIO JOSÉ GONÇALVES GOMES tassiogoncalvesg@gmail.com MINICURSO WINDOWS SERVER 2008 TÁSSIO GONÇALVES - TASSIOGONCALVESG@GMAIL.COM 1 CONTEÚDO Arquitetura

Leia mais

Disponibilização do Serviço de Diretório (LDAP) para autenticação de usuários da comunidade UNICAMP

Disponibilização do Serviço de Diretório (LDAP) para autenticação de usuários da comunidade UNICAMP Disponibilização do Serviço de Diretório (LDAP) para autenticação de usuários da comunidade UNICAMP O que é Serviço de Diretório? Um serviço de diretório é um software que armazena e organiza informações

Leia mais

Windows 2008 Server. Windows 2008 Server IFSP Boituva Prof. Sérgio Augusto Godoy. www.profsergiogodoy.com sergiogutogodoy@hotmail.

Windows 2008 Server. Windows 2008 Server IFSP Boituva Prof. Sérgio Augusto Godoy. www.profsergiogodoy.com sergiogutogodoy@hotmail. Windows 2008 Server IFSP Boituva Prof. Sérgio Augusto Godoy www.profsergiogodoy.com sergiogutogodoy@hotmail.com Serviços DHCP Server: O DHCP ("Dynamic Host Configuration Protocol" ou "protocolo de configuração

Leia mais

OpenLDAP. Clodonil Honório Trigo UMA ABORDAGEM INTEGRADA. Novatec

OpenLDAP. Clodonil Honório Trigo UMA ABORDAGEM INTEGRADA. Novatec OpenLDAP UMA ABORDAGEM INTEGRADA Clodonil Honório Trigo Novatec 1CAPÍTULO Introdução ao LDAP Palavras agradáveis são como favo de mel, doces para a alma, e medicina para o corpo. Provérbios de Salomão

Leia mais

Segurança da Informação

Segurança da Informação Segurança da Informação Banco de Dados LDAP Rodrigo Rubira Branco - rodrigo@firewalls.com.br O que é Serviço de Diretorio? Banco de dados especializado em armazenar informações sobre objetos Caracteristicas

Leia mais

O que são DNS, SMTP e SNM

O que são DNS, SMTP e SNM O que são DNS, SMTP e SNM O DNS (Domain Name System) e um esquema de gerenciamento de nomes, hierárquico e distribuído. O DNS define a sintaxe dos nomes usados na Internet, regras para delegação de autoridade

Leia mais

Introdução ao Conceito de Redes e Infra estrutura Internet

Introdução ao Conceito de Redes e Infra estrutura Internet Introdução ao Conceito de Redes e Infra estrutura Internet Prof. José Alexandre da Costa Alves (MSc) O que é uma rede de Computadores Conjunto de unidades de processamento com capacidade de trocar informações

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

HYPERTEXT TRANSFER PROTOCOL

HYPERTEXT TRANSFER PROTOCOL REDES DE COMPUTADORES Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com HYPERTEXT TRANSFER PROTOCOL 1 HTTP Uma página WWW é composta de objetos e endereçado por uma

Leia mais

GT Diretórios: Uma Arquitetura de Autenticação e Autorização para a Universidade Brasileira

GT Diretórios: Uma Arquitetura de Autenticação e Autorização para a Universidade Brasileira GT Diretórios: Uma Arquitetura de Autenticação e Autorização para a Universidade Brasileira Osvaldo Carvalho Noemi Rodriguez Elias Procópio Duarte Jr. UFMG PUC-Rio UFPR Julho de 2003 Este documento tem

Leia mais

GT ICP-EDU Uma Infra-estrutura de Chaves Públicas para o Âmbito Acadêmico

GT ICP-EDU Uma Infra-estrutura de Chaves Públicas para o Âmbito Acadêmico GT ICP-EDU Uma Infra-estrutura de Chaves Públicas para o Âmbito Acadêmico Ricardo Felipe Custódio, Jeroen van de Graaf e Ricardo Dahab Julho de 2003 Este documento tem como objetivo descrever o projeto

Leia mais

Senado Federal Questões 2012

Senado Federal Questões 2012 Senado Federal Questões 2012 Sistemas Operacionais Prova de Analista de Sistemas Prof. Gustavo Van Erven Senado Federal Questões 2012 Rede Social ITnerante http://www.itnerante.com.br/ Vídeo Aulas http://www.provasdeti.com.br/

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 03. Prof. André Lucio

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 03. Prof. André Lucio FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 03 Prof. André Lucio Competências da aula 3 Conceito sobre o Active Directory. Instalação do Active Directory e serviços necessários

Leia mais

Rede Segura - UNIVATES Centro Universitário UNIVATES Lajeado RS

Rede Segura - UNIVATES Centro Universitário UNIVATES Lajeado RS Rede Segura - UNIVATES Centro Universitário UNIVATES Lajeado RS Luis Antônio Schneiders A UNIVATES Laboratórios, museus e salas especiais: 107 Número de alunos: Graduação: 7.398 Técnicos: 872 Extensão:

Leia mais

Reunião TCS. Esmeralda Câmara FCCN Luís Valente Universidade do Porto. Patrocínio: Apoio técnico e logístico:

Reunião TCS. Esmeralda Câmara FCCN Luís Valente Universidade do Porto. Patrocínio: Apoio técnico e logístico: Reunião TCS Patrocínio: Esmeralda Câmara FCCN Luís Valente Universidade do Porto Apoio técnico e logístico: Sumário 1. DCV Domain Control Validation O que é? Adaptações no sistema tcs.fccn.pt 2. Serviço

Leia mais

Política de Uso do JEMS para a CAFe

Política de Uso do JEMS para a CAFe Política de Uso do JEMS para a CAFe Julho de 2013 Conteúdo 1. Apresentação... 3 2. Definições... 3 3. Público Alvo... 3 4. Credenciamento... 3 5. Requisitos... 4 6. Termo de Uso... 4 7. Considerações Finais...

Leia mais

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima

INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET. Prof. Marcondes Ribeiro Lima INFORMÁTICA FUNDAMENTOS DE INTERNET Prof. Marcondes Ribeiro Lima Fundamentos de Internet O que é internet? Nome dado a rede mundial de computadores, na verdade a reunião de milhares de redes conectadas

Leia mais

Conceitos de relação de confiança www.jpinheiro.net jeferson@jpinheiro.net

Conceitos de relação de confiança www.jpinheiro.net jeferson@jpinheiro.net Conceitos de relação de confiança www.jpinheiro.net jeferson@jpinheiro.net Procedimento para criar uma árvore O procedimento usado para criar uma árvore com o Assistente para instalação do Active Directory

Leia mais

Criptografia de chaves públicas

Criptografia de chaves públicas Marcelo Augusto Rauh Schmitt Maio de 2001 RNP/REF/0236 Criptografia 2001 RNP de chaves públicas Criptografia Introdução Conceito É a transformação de um texto original em um texto ininteligível (texto

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática. Sistema Operacional Proprietário Windows Prof. Walter Travassos

FTIN Formação Técnica em Informática. Sistema Operacional Proprietário Windows Prof. Walter Travassos FTIN Formação Técnica em Informática Sistema Operacional Proprietário Windows Prof. Walter Travassos Aula 03 SISTEMA OPERACIONAL PROPRIETÁRIO WINDOWS Competências Instalação do Active Directory e serviços

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicações Web

Desenvolvimento de Aplicações Web Desenvolvimento de Aplicações Web André Tavares da Silva andre.silva@udesc.br Método de Avaliação Serão realizadas duas provas teóricas e dois trabalhos práticos. MF = 0,1*E + 0,2*P 1 + 0,2*T 1 + 0,2*P

Leia mais

Instalação e personalização do Debian Etch para servidores LDAP e Shibboleth.

Instalação e personalização do Debian Etch para servidores LDAP e Shibboleth. Instalação e personalização do Debian Etch para servidores LDAP e Shibboleth. Éverton Foscarini, Leandro Rey, Francisco Fialho, Carolina Nogueira 1 Universidade Federal do Rio Grande do Sul Centro de Processamento

Leia mais

Lightweight Directory Access Protocol LDAP

Lightweight Directory Access Protocol LDAP Carlos Fernando Papotti RA : 02131282 José Ricardo M. Bevilacqua RA : 02534626 Julio César Costa Marcondes RA : 02121069 Raul Baldin RA : 02088243 Lightweight Directory Access Protocol LDAP Tópicos em

Leia mais

Active Directory What s New. Windows Server 2008. Active Directory. Nuno Picado nuno.picado@rumos.pt NOVAS TECNOLOGIAS MICROSOFT

Active Directory What s New. Windows Server 2008. Active Directory. Nuno Picado nuno.picado@rumos.pt NOVAS TECNOLOGIAS MICROSOFT Active Directory What s New Windows Server 2008 Active Directory Nuno Picado nuno.picado@rumos.pt NOVAS TECNOLOGIAS MICROSOFT Evolução Active Directory Secure Branch-Office Improved Manageability & Administration

Leia mais

11 SEMINÁRIO RNP DE CAPACITAÇÃO E INOVAÇÃO RNP

11 SEMINÁRIO RNP DE CAPACITAÇÃO E INOVAÇÃO RNP UFBA SIUS Sistema Integrado de Usuários e Serviços Um Solução com LDAP UFBA Universidade Federal da Bahia Números: (www.proplad.ufba.br/relatorios-f.html) Alunos: 19.403 graduação 1.782 diplomados/semestre;

Leia mais

efagundes com Como funciona a Internet

efagundes com Como funciona a Internet Como funciona a Internet Eduardo Mayer Fagundes 1 Introdução à Internet A Internet é uma rede de computadores mundial que adota um padrão aberto de comunicação, com acesso ilimitado de pessoas, empresas

Leia mais

Política de uso da Federação CAFe: provedores de serviço. DAGSer Diretoria Adjunta de Gestão de Serviços

Política de uso da Federação CAFe: provedores de serviço. DAGSer Diretoria Adjunta de Gestão de Serviços Política de uso da Federação CAFe: provedores de serviço DAGSer Diretoria Adjunta de Gestão de Serviços Julho de 2011 Sumário 1. Apresentação...3 2. Definições...3 3. Público alvo...4 4. Credenciamento...4

Leia mais

Remote Authentication Dial in User Service (RADIUS) Rômulo Rosa Furtado

Remote Authentication Dial in User Service (RADIUS) Rômulo Rosa Furtado Remote Authentication Dial in User Service (RADIUS) Rômulo Rosa Furtado O que é RADIUS: RADIUS é uma rede de protocolo que fornece Autorização, Autenticação e Contabilidade (AAA). Para que serve? Ele serve

Leia mais

PIX/ASA: Autenticação de Kerberos e de servidor de autorização LDAP grupos para usuários de cliente VPN através do exemplo de configuração ASDM/CLI

PIX/ASA: Autenticação de Kerberos e de servidor de autorização LDAP grupos para usuários de cliente VPN através do exemplo de configuração ASDM/CLI PIX/ASA: Autenticação de Kerberos e de servidor de autorização LDAP grupos para usuários de cliente VPN através do exemplo de configuração ASDM/CLI Índice Introdução Pré-requisitos Requisitos Componentes

Leia mais

Transferindo a carga da autenticação remota dos servidores

Transferindo a carga da autenticação remota dos servidores Transferindo a carga da autenticação remota dos servidores Visão Geral Há três etapas usadas pela maioria dos computadores para proteger o acesso a operações, aplicativos e dados sensíveis: A identificação

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMA OPERACIONAL DE REDE (AULA 5)

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMA OPERACIONAL DE REDE (AULA 5) Prof. Breno Leonardo Gomes de Menezes Araújo brenod123@gmail.com http://blog.brenoleonardo.com.br ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMA OPERACIONAL DE REDE (AULA 5) Uma conta de usuário é um objeto de Active Directory,

Leia mais

Criação de um Servidor Windows

Criação de um Servidor Windows Laboratório de Processamento de Sinais Laboratório de Sistemas Embarcados Universidade Federal do Pará 30 de janeiro de 2012 Sumário 1 Introdução ao Windows Server 2 Algumas ferramentas 3 Instalação do

Leia mais

Líder em Soluções Samba 4 no Brasil

Líder em Soluções Samba 4 no Brasil Apresentação Líder em Soluções Samba 4 no Brasil A Vantage TI conta uma estrutura completa para atender empresas de todos os segmentos e portes, nacionais e internacionais. Nossos profissionais dedicam-se

Leia mais

Introdução ao Active Directory AD

Introdução ao Active Directory AD Introdução ao Active Directory AD Curso Técnico em Redes de Computadores SENAC - DF Professor Airton Ribeiro O Active Directory, ou simplesmente AD como é usualmente conhecido, é um serviço de diretórios

Leia mais

Firewall. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática

Firewall. Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes. Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Firewall Professor: João Paulo de Brito Gonçalves Disciplina: Serviços de Redes Campus Cachoeiro Curso Técnico em Informática Firewall (definições) Por que do nome firewall? Antigamente, quando as casas

Leia mais

PROTOCOLO 802.1X COM FRERADIUS FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

PROTOCOLO 802.1X COM FRERADIUS FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO WISLIY LOPES JULIANO PIROZZELLI TULIO TSURUDA LUIZ GUILHERME MENDES PROTOCOLO 802.1X COM FRERADIUS GOIÂNIA JUNHO DE 2014 Sumário 1.

Leia mais

APOSTILA BÁSICA SOBRE INTERNET

APOSTILA BÁSICA SOBRE INTERNET APOSTILA BÁSICA SOBRE INTERNET DEFINIÇÕES BÁSICAS A Internet é um conjunto de redes de computadores interligados pelo mundo inteiro, ue têm em comum um conjunto de protocolos e serviços. O ue permite a

Leia mais

LDAP Professor: Claudio Cavalcante

LDAP Professor: Claudio Cavalcante INTRODUÇÃO LDAP Professor: Claudio Cavalcante LDAP - Tópicos Introdução Definições Funcionamento Segurança Otimizações do LDAP Exemplos Conclusão 2 Introdução O que é um diretório? O que é o LDAP? História

Leia mais

CST em Redes de Computadores

CST em Redes de Computadores CST em Redes de Computadores Serviços de Rede Prof: Jéferson Mendonça de Limas Ementa Configuração de Serviços de Redes; Servidor Web; Servidor de Arquivos; Domínios; Servidor de Banco de Dados; SSH; SFTP;

Leia mais

Certificação. Conceitos de Segurança da Informação José Carlos Bacelar Almeida (jba@di.uminho.pt) Outra informação contida nos certificados:

Certificação. Conceitos de Segurança da Informação José Carlos Bacelar Almeida (jba@di.uminho.pt) Outra informação contida nos certificados: Certificação Conceitos de Segurança da Informação José Carlos Bacelar Almeida (jba@di.uminho.pt) Certificados digitais de chave pública Documento assinado contendo uma associação entre uma dada entidade

Leia mais

Rotina de Discovery e Inventário

Rotina de Discovery e Inventário 16/08/2013 Rotina de Discovery e Inventário Fornece orientações necessárias para testar a rotina de Discovery e Inventário. Versão 1.0 01/12/2014 Visão Resumida Data Criação 01/12/2014 Versão Documento

Leia mais

MCITP: ENTERPRISE ADMINISTRATOR

MCITP: ENTERPRISE ADMINISTRATOR 6292: INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO DO WINDOWS 7, CLIENT Objetivo: Este curso proporciona aos alunos o conhecimento e as habilidades necessárias para instalar e configurar estações de trabalho utilizando a

Leia mais

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta de DNS. dns_response série 1.6

CA Nimsoft Monitor. Guia do Probe Monitoramento de resposta de DNS. dns_response série 1.6 CA Nimsoft Monitor Guia do Probe Monitoramento de resposta de DNS dns_response série 1.6 Aviso de copyright do CA Nimsoft Monitor Este sistema de ajuda online (o Sistema ) destina-se somente para fins

Leia mais

FACSENAC. SISGEP SISTEMA GERENCIADOR PEDAGÓGICO DRP (Documento de Requisitos do Projeto de Rede)

FACSENAC. SISGEP SISTEMA GERENCIADOR PEDAGÓGICO DRP (Documento de Requisitos do Projeto de Rede) FACSENAC SISTEMA GERENCIADOR PEDAGÓGICO Versão: 1.2 Data: 25/11/2011 Identificador do documento: Documento de Visão V. 1.7 Histórico de revisões Versão Data Descrição Autor 1.0 03/10/2011 Primeira Edição

Leia mais

Resolução CC-52, de 23-6-2004

Resolução CC-52, de 23-6-2004 Resolução CC-52, de 23-6-2004 ANEXO I Institui a Política e o Plano Estratégico de Uso de Software na Administração Pública Estadual O Secretário-Chefe da Casa Civil, na qualidade de Presidente do Comitê

Leia mais

WatchKey. WatchKey USB PKI Token. Versão Windows. Manual de Instalação e Operação

WatchKey. WatchKey USB PKI Token. Versão Windows. Manual de Instalação e Operação WatchKey WatchKey USB PKI Token Manual de Instalação e Operação Versão Windows Copyright 2011 Watchdata Technologies. Todos os direitos reservados. É expressamente proibido copiar e distribuir o conteúdo

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: OEI/BRA/09/004 - Aprimoramento da

Leia mais

WiFi.UFSM. Projeto Básico

WiFi.UFSM. Projeto Básico WiFi.UFSM Projeto Básico Sistema Básico de Acesso Wireless Rede Institucional Acesso à internet Serviço LDAP Serviço de 802.1x UFSM INTERNET Portal de PONTO DE ACESSO Acesso limitado à internet Rede Pública

Leia mais

Processo para transformar a mensagem original em uma mensagem ilegível por parte de uma pessoa não autorizada

Processo para transformar a mensagem original em uma mensagem ilegível por parte de uma pessoa não autorizada Criptografia Processo para transformar a mensagem original em uma mensagem ilegível por parte de uma pessoa não autorizada Criptografia Onde pode ser usada? Arquivos de um Computador Internet Backups Redes

Leia mais

1969 ARPANet - Advanced Research Projects Agency Network

1969 ARPANet - Advanced Research Projects Agency Network FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Rafael D. Ribeiro, M.Sc,PMP. rafaeldiasribeiro@gmail.com http://www.rafaeldiasribeiro.com.br @ribeirord 1969 ARPANet - Advanced Research Projects Agency Network O

Leia mais

Aula 1 Windows Server 2003 Visão Geral

Aula 1 Windows Server 2003 Visão Geral Aula 1 Windows Server 2003 Visão Geral Windows 2003 Server Introdução Nessa Aula: É apresentada uma visão rápida e geral do Windows Server 2003. O Foco a partir da próxima aula, será no serviço de Diretórios

Leia mais

Capítulo 8 - Aplicações em Redes

Capítulo 8 - Aplicações em Redes Capítulo 8 - Aplicações em Redes Prof. Othon Marcelo Nunes Batista Mestre em Informática 1 de 31 Roteiro Sistemas Operacionais em Rede Modelo Cliente-Servidor Modelo P2P (Peer-To-Peer) Aplicações e Protocolos

Leia mais

tecnologias web e gestão de identidade

tecnologias web e gestão de identidade tecnologias web e gestão de identidade histórico serviços da era inicial da Internet telnet ftp gopher - estruturas hierárquicas www - hipertexto estudos sobre hipertexto e hipermídia sistemas locais www

Leia mais

Projeto de sistemas O novo projeto do Mercado Internet

Projeto de sistemas O novo projeto do Mercado Internet Projeto de sistemas O novo projeto do Mercado Internet Mercados em potencial de serviços Serviços da Web ftp,http,email,news,icq! Mercados em potencial de serviços FTP IRC Telnet E-mail WWW Videoconferência

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUIDOS

SISTEMAS DISTRIBUIDOS 1 2 Caracterização de Sistemas Distribuídos: Os sistemas distribuídos estão em toda parte. A Internet permite que usuários de todo o mundo acessem seus serviços onde quer que possam estar. Cada organização

Leia mais

Requisitos para a Federação de um serviço web. Serviço Utilizador RCTS Janeiro de 2010

Requisitos para a Federação de um serviço web. Serviço Utilizador RCTS Janeiro de 2010 Requisitos para a Federação de um serviço web Serviço Utilizador RCTS Janeiro de 2010 15 de Janeiro de 2010 Requisitos para a Federação de um serviço web Serviço Utilizador RCTS Janeiro de 2010 EXT/2010/Serviço

Leia mais

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo

TECNOLOGIA WEB. Principais Protocolos na Internet Aula 2. Profa. Rosemary Melo TECNOLOGIA WEB Principais Protocolos na Internet Aula 2 Profa. Rosemary Melo Tópicos abordados Compreender os conceitos básicos de protocolo. Definir as funcionalidades dos principais protocolos de Internet.

Leia mais

Sistema Gerenciador de Conteúdo OpenCms: um caso de sucesso no CEFET-MG

Sistema Gerenciador de Conteúdo OpenCms: um caso de sucesso no CEFET-MG Sistema Gerenciador de Conteúdo OpenCms: um caso de sucesso no CEFET-MG Marco T. A. Rodrigues*, Paulo E. M. de Almeida* *Departamento de Recursos em Informática Centro Federal de Educação Tecnológica de

Leia mais

Tutorial 02 Promovendo o Windows 2000/2003 Server a um Controlador de Domínio

Tutorial 02 Promovendo o Windows 2000/2003 Server a um Controlador de Domínio Tutorial 02 Promovendo o Windows 2000/2003 Server a um Controlador de Domínio Muitos tutoriais iniciam a explicação do processo em uma fase adiantada, ou seja, considerando que o leitor já sabe algumas

Leia mais

Desenvolvimento de Novos Produtos e Serviços para a Área Social

Desenvolvimento de Novos Produtos e Serviços para a Área Social Programa 0465 SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO - INTERNET II Objetivo Incrementar o grau de inserção do País na sociedade de informação e conhecimento globalizados. Público Alvo Empresas, usuários e comunidade

Leia mais

Camada de Aplicação. DNS Domain Name System. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz

Camada de Aplicação. DNS Domain Name System. Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camada de Aplicação Redes de Computadores Prof. Leandro C. Pykosz Camada de Aplicação A camada de aplicação fornece os serviços "reais" de rede para os usuários. Os níveis abaixo da aplicação fornecem

Leia mais

Redes de Computadores. Funcionamento do Protocolo DNS. Consulta DNS. Consulta DNS. Introdução. Introdução DNS. DNS Domain Name System Módulo 9

Redes de Computadores. Funcionamento do Protocolo DNS. Consulta DNS. Consulta DNS. Introdução. Introdução DNS. DNS Domain Name System Módulo 9 Slide 1 Slide 2 Redes de Computadores Introdução DNS Domain Name System Módulo 9 EAGS SIN / CAP PD PROF. FILIPE ESTRELA filipe80@gmail.com Ninguém manda uma e-mail para fulano@190.245.123.50 e sim para

Leia mais

Processo Seletivo Instrutor nº 03/2011

Processo Seletivo Instrutor nº 03/2011 l CRONOGRAMAS E TEMAS DAS Verifique o dia, o horário e o local das aulas práticas no quadro-resumo e nas tabelas seguintes de acordo com o seu número de inscrição e o seu cargo. QUADRO-RESUMO CARGO DESCRIÇÃO

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO DE LABORATÓRIO / ÁREA INFORMÁTICA

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO DE LABORATÓRIO / ÁREA INFORMÁTICA CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO DE LABORATÓRIO / ÁREA INFORMÁTICA 26. Considerando o sistema de numeração Hexadecimal, o resultado da operação 2D + 3F é igual a: a) 5F b) 6D c) 98 d) A8 e) 6C 27. O conjunto

Leia mais

Redes de Computadores. Ricardo José Cabeça de Souza www.ricardojcsouza.com.br ricardo.souza@ifpa.edu.br

Redes de Computadores. Ricardo José Cabeça de Souza www.ricardojcsouza.com.br ricardo.souza@ifpa.edu.br Redes de Computadores Ricardo José Cabeça de Souza www.ricardojcsouza.com.br www.ricardojcsouza.com.br CAMADA DE APLICAÇÃO Desempenha funções específicas de utilização dos sistemas Identificação de parceiros

Leia mais

provedores de identidade

provedores de identidade Política de uso da Comunidade Acadêmica Federada (CAFe): provedores de identidade DAGSer Diretoria Adjunta de Gestão de Serviços Julho de 2011 Sumário 1. Apresentação...3 2. Definições...3 3. Público alvo...4

Leia mais

Guia Rápido de Instalação

Guia Rápido de Instalação Guia Rápido de Instalação Conteúdo Passo 1 Download dos Arquivos de Instalação Passo 2 Tela de Boas Vindas Passo 3 Termos de Licença Passo 4 Local de Instalação Passo 5 Informações de Registro Passo 6

Leia mais

Gerência de Segurança

Gerência de Segurança Gerência de segurança envolve a proteção de dados sensíveis dos dispositivos de rede através do controle de acesso aos pontos onde tais informações se localizam Benefícios do processo de gerência de segurança

Leia mais

Guia de instalação básica do Sabre Red Workspace

Guia de instalação básica do Sabre Red Workspace Guia de instalação básica do Sabre Red Workspace Referência Rápida A N T E S D E C O M E Ç A R Este documento descreve uma instalação básica do The Sabre Red Workspace para usuários que: Podem baixar arquivos

Leia mais

Anexo VI Edital nº 03361/2008. Projeto de Integração das informações de Identificação Civil. 1. Definições de interoperabilidade adotadas pela SENASP

Anexo VI Edital nº 03361/2008. Projeto de Integração das informações de Identificação Civil. 1. Definições de interoperabilidade adotadas pela SENASP Anexo VI Edital nº 03361/2008 Projeto de Integração das informações de Identificação Civil 1. Definições de interoperabilidade adotadas pela SENASP A Senasp procura adotar os padrões de interoperabilidade

Leia mais

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 02. Prof. André Lucio

FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 02. Prof. André Lucio FTIN Formação Técnica em Informática Módulo Sistema Proprietário Windows AULA 02 Prof. André Lucio Competências da aula 2 Instalação e configuração dos sistemas operacionais proprietários Windows (7 e

Leia mais

O que é LDAP? Protocolo Lightweight Directory Access Protocol Conjunto de critérios, mecanismos e métodos TCP/IP Multiplataforma.

O que é LDAP? Protocolo Lightweight Directory Access Protocol Conjunto de critérios, mecanismos e métodos TCP/IP Multiplataforma. 1 / 23 O que é LDAP? Protocolo Lightweight Directory Access Protocol Conjunto de critérios, mecanismos e métodos TCP/IP Multiplataforma 2 / 23 Conceitos Serviço de Diretório Armazena, organiza e fornece

Leia mais

www.leitejunior.com.br 17/03/2011 15:04 Leite Júnior QUESTÕES FCC 2010 REDES (INTERNET/INTRANET)

www.leitejunior.com.br 17/03/2011 15:04 Leite Júnior QUESTÕES FCC 2010 REDES (INTERNET/INTRANET) QUESTÕES FCC 2010 REDES (INTERNET/INTRANET) CONCURSO: TRE AMAZONAS DATA: 31/01/2010 QUESTÃO 01 - O transporte de páginas Web entre um servidor e um cliente da Internet é realizado pelo protocolo (A) TCP.

Leia mais

Integrações com LDAP. Treinamento OTRS Help Desk

Integrações com LDAP. Treinamento OTRS Help Desk Integrações com LDAP Treinamento OTRS Help Desk Sumário Licenciamento deste Manual/Documento...3 Introdução... 4 # Autenticação de Atendentes...5 # Mapeamento de Propriedades dos Atendentes...6 # Relacionando

Leia mais

Teleprocessamento e Redes

Teleprocessamento e Redes Teleprocessamento e Redes Aula 21: 06 de julho de 2010 1 2 3 (RFC 959) Sumário Aplicação de transferência de arquivos de/para um host remoto O usuário deve prover login/senha O usa duas conexões TCP em

Leia mais

Intranets. FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO

Intranets. FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO Intranets FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO As intranets são redes internas às organizações que usam as tecnologias utilizadas na rede mundial

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web 2010

Introdução à Tecnologia Web 2010 IntroduçãoàTecnologiaWeb2010 Internet ÓrgãosRegulamentadores ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger Internet Órgãosregulamentadores Índice 1 Breve Histórico da Internet... 2 2 Surgimento

Leia mais

Data Autor Descrição Revisão Configuração HX600 via Rede Ethernet 1.0

Data Autor Descrição Revisão Configuração HX600 via Rede Ethernet 1.0 Data Autor Descrição Revisão 06/05/2009 Barbarini Configuração HX600 via Rede Ethernet 1.0 Page 1 / 12 Procedimento de Instalação 1 O módulo deverá ser fixado próximo ao medidor. Para alimentá-lo é necessária

Leia mais

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS

PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS Aulas : Terças e Quintas Horário: AB Noite [18:30 20:20hs] PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE INTRANETS 1 Conteúdo O que Rede? Conceito; Como Surgiu? Objetivo; Evolução Tipos de

Leia mais

Disciplina Fundamentos de Redes. Introdução ao Endereço IP. Professor Airton Ribeiro de Sousa Outubro de 2014

Disciplina Fundamentos de Redes. Introdução ao Endereço IP. Professor Airton Ribeiro de Sousa Outubro de 2014 Disciplina Fundamentos de Redes Introdução ao Endereço IP 1 Professor Airton Ribeiro de Sousa Outubro de 2014 PROTOCOLO TCP - ARQUITETURA Inicialmente para abordamos o tema Endereço IP, é necessário abordar

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUIDOS. Prof. Marcelo de Sá Barbosa

SISTEMAS DISTRIBUIDOS. Prof. Marcelo de Sá Barbosa Prof. Marcelo de Sá Barbosa SISTEMAS DISTRIBUIDOS Introdução e o Domain Name System Serviço de Diretório Estudo de caso: Global Name Service Estudo de caso: X.500 Directory Service Introdução SISTEMAS

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. PROFESSORA: Marissol Martins

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. PROFESSORA: Marissol Martins FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO PROFESSORA: Marissol Martins AUTENTICAÇÃO DE MAQUINAS USANDO SERVIDOR FREERADIUS ALEXANDRE WILLIE EDER VERISSIMO HANANNY GIANINNY Goiânia GO Dezembro/2014

Leia mais

Especialização. Redes TCP/IP. Prof. Edgard Jamhour. Redes TCP/IP

Especialização. Redes TCP/IP. Prof. Edgard Jamhour. Redes TCP/IP Especialização Redes TCP/ Prof. Edgard Jamhour Redes TCP/ Especialização Endereçamento Internet e Intranet Redes TCP/ Internet = REDE TCP/ Endereço de 32 bits Identificador da rede Identificador do host

Leia mais

Projeto OBAA. Relatório Técnico RT-OBAA-07 Grupo Agentes e Ontologias. Proposta de Federação de Repositórios de Objetos Educacionais.

Projeto OBAA. Relatório Técnico RT-OBAA-07 Grupo Agentes e Ontologias. Proposta de Federação de Repositórios de Objetos Educacionais. Edital MCT/FINEP/MC/FUNTTEL Plataformas para Conteúdos Digitais 01/2007 Projeto OBAA Relatório Técnico RT-OBAA-07 Grupo Agentes e Ontologias Proposta de Federação de Repositórios de Objetos Educacionais

Leia mais

PORTARIA N Nº 189 Rio de Janeiro, 17 de Abril de 2013.

PORTARIA N Nº 189 Rio de Janeiro, 17 de Abril de 2013. PORTARIA N Nº 189 Rio de Janeiro, 17 de Abril de 2013. ACRESCENTA À ARQUITETURA DE PADRÕES TECNOLÓGICOS DE INTEROPERABILIDADE -, NO SEGMENTO DISPOSITIVOS DE ACESSO, O PADRÃO TECNOLÓGICO CONFIGURAÇÃO MÍNIMA

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMA OPERACIONAL DE REDE (AULA 4)

ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMA OPERACIONAL DE REDE (AULA 4) Prof. Breno Leonardo Gomes de Menezes Araújo brenod123@gmail.com http://blog.brenoleonardo.com.br ADMINISTRAÇÃO DE SISTEMA OPERACIONAL DE REDE (AULA 4) Serviço de diretório Serviço de diretório é um conjunto

Leia mais

TCE-Login. Manual Técnico

TCE-Login. Manual Técnico TCE-Login Manual Técnico Índice 1. Introdução... 3 2. Características... 3 3. Usuários Envolvidos... 3 4. Utilização do TCE-Login... 4 4.1. Gerar um Novo Usuário... 4 4.2. Efetuar Login... 5 4.3. Lembrar

Leia mais

Sistemas Operacionais de Rede INTRODUÇÃO AO ACTIVE DIRECTORY

Sistemas Operacionais de Rede INTRODUÇÃO AO ACTIVE DIRECTORY Sistemas Operacionais de Rede INTRODUÇÃO AO ACTIVE DIRECTORY Conteúdo Programático! Introdução ao Active Directory (AD)! Definições! Estrutura Lógica! Estrutura Física! Instalação do Active Directory (AD)!

Leia mais

Manual de Instalação SafeNet Authentication Client 8.0. para utilização em MAC OS Snow Leopard

Manual de Instalação SafeNet Authentication Client 8.0. para utilização em MAC OS Snow Leopard Manual de Instalação SafeNet Authentication Client 8.0 para utilização em MAC OS Snow Leopard Manual de Instalação SafeNet Authentication Client 8.0 Sumário Certificação Digital 3 Sobre a Certisign 3 Introdução

Leia mais

Como implantar o iphone e o ipad Gerenciamento de Dispositivos Móveis

Como implantar o iphone e o ipad Gerenciamento de Dispositivos Móveis Como implantar o iphone e o ipad Gerenciamento de Dispositivos Móveis O ios suporta Gerenciamento de Dispositivos Móveis (MDM), o que ajuda as empresas a administrar implantações em escala do iphone e

Leia mais