Física Geral III Capítulo 1 Carga elétrica

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Física Geral III Capítulo 1 Carga elétrica"

Transcrição

1 Física Geral III Capítulo 1 Carga elétrica (Cap. 23 halliday, Cap. 21 Sears, Cap 29 Tipler vol 2) (1 ª Aula/2 Aula) Sumário: 1.1 Introdução 1.2 A carga Elétrica A carga Elétrica e a Estrutura da Matéria 1.4 Condutores e Isolantes 1.5 A lei de Coulomb 1.6 As constantes da Física

2 1.1 Introdução Porque estudar Eletricidade e Magnetismo? Você já imaginou sua vida sem Eletricidade e Magnetismo

3 Neste capítulo damos início ao estudo do eletromagnetismo, ou seja o estudo das interações elétricas e magnéticas. Vamos observar que estas interações envolvem partículas que possuem uma grandeza chamada carga elétrica, que é uma propriedade da matéria tão fundamental quanto a massa

4 1.2 A carga Elétrica Nossa percepção da existência da carga elétrica começa como uma observação bastante simples: Alguns corpos atritados podem atrair pequenos objetos!

5 De onde vem esta idéia?? De fato, primeiras observações remontam a Grécia antiga Tales de Mileto ( A.C.) âmbar quando atritado atraia pequenos objetos. Elétrico, do grego elektron ou âmbar! Por sua vez, a palavra magnética vem de Magnésia região onde se encontrava magnetita.

6 Sec XVI Willian Guilbert Mostrou que outros materiais além do âmbar, quando atritados também tinham propriedades atrativas Reconheceu com clareza a diferença entre atração elétrica e atração magnética Descobriu o comportamento da agulha magnética.

7 1729 Stephen Gray Descobriu que era possível transferir para outros corpos a eletricidade produzida no vidro, por atrito, através de um grupo de materiais. Foi o descobridor da eletrização por indução, preferencialmente observada em corpos metálicos. Explicou também as prioridades de condutores e isolantes.

8 1733 Charles François du Fay Descobriu duas espécies de eletricidade:vítrea e resinosa. Admitiu a existência de dois fluidos (virtude elétrica) que se separavam pelo atrito e, eram, neutralizados quando se combinavam Objetos com carga de mesmo sinal se repelem Objetos com carga de sinal opostos (diferentes) se atraem

9 1747 Benjamin Franklin Propôs um modelo de um só fluido para os fenômenos elétricos: Todo corpo tem uma quantidade normal de eletricidade. Quando um corpo é atritado contra outro, parte desta eletricidade é transferida de um para o outro; um fica com excesso e o outro com igual deficiência. Excessos e deficiências podem ser caracterizado pelos sinais positivo e negativo Importante aspecto: lei da conservação de carga a carga elétrica não criada pelo atrito, é somente transferida Um bastão de vidro atritado adquire um excesso de eletricidade e é positivo, enquanto o de ambar torna-se negativo

10 1747 Joseph Priestley Franklim observou que bolinhas de cortiça no interior de um cálice metálico não eram afetas pela eletricidade do cálice. Pediu a Priestley para estudar o fato... Concluiu que a força entre duas cargas variava com o inverso do quadro da distância entre elas, assim como a força gravitacional entre massas Demonstrou não haver eletricidade no interior de um vaso metálico oco (exceto nas vizinhança de uma abertura)

11 , 1784 Charles Augustin Coulomb A lei do inverso do quadrado da distância para as interações elétricas foi confirmada, usando-se uma balança d torção

12 Século XIX : grande avanço nos conhecimentos da eletricidade e magnetismo Experimentos de Michael Faraday James Clerk Maxwell teoria do eletromagnetismo

13 1837 J.J.Thomson Mostrou que todas as substâncias contém partículas que têm a mesma razão entra a carga elétrica e a massa Elétrons

14 1909 Robert Millikan (nobel de Física de 1923) Descobriu que a carga elétrica sempre aparecia como múltiplo inteiro de uma unidade fundamental A carga é quantizada:

15 Deste rápido apanhado histórico podemos tirar três importantes propriedades da carga elétrica: A carga se conserva A carga é quantizada e e A força entre cargas elétricas puntiformes varia com o inverso do quadrado da distância entre as cargas

16 1.3 - A carga Elétrica e a Estrutura da Matéria Leucipo e Democritus: a matéria só pode ser dividida até sua menor parte: O Átomo

17 Modelos Atômicos O modelo de Thomson; Pudim de Passas e O modelo de Rutherford 1A As cargas positivas concentradas em um ponto massivo central, chamado núcleo, e os elétrons (negativos) situados em pontos remotos afastados cerca de 1 A do núcleo.

18 O modelo de Bohr O elétron de carga e e massa m descreve órbita circular ao redor do núcleo de carga Ze, obedecendo as leis de Newton Quantização do momento angular Elétrons ganham ou perdem energia quando transitam entre órbitas permitidas

19

20 1.4 Condutores e Isolantes Condutores: materiais que apresentam cargas negativas movendo-se livremente Isolantes:materiais nos quais nenhuma carga pode mover-se livremente

21 Quando os átomos de um condutor, como o cobre, se reunem para formar o sólido, alguns de seus elétrons mais externos (assim mais fracamente ligados) não permanecem exatamente ligados aos seus respectivos átomos, mas sim podem se deslocar livremente através do volume do sólido (H&R). Estes elétrons são chamados elétrons de condução E(eV) E(eV) E(eV) BC BC BC GAP Energia GAP BV BV BV Condutor Semicondutor Isolante

22 Elétrons (carga negativa) é que se movem!! Um objeto torna-se carregado positivamente através da remoção de cargas negativas!!

23

24 1.5 A lei de Coulomb A lei de Coulomb expressa a força eletrostática de atração ou repulsão, entre duas cargas puntiformes, q1 e q2 separadas por uma distância r, que em módulo é dada por: Semelhança com lei de gravitação de Newton Diferença: Força Gravitacional somente atrativa ; Força elétrica atrativa ou repulsiva, dependendo do sinal da carga

25 Unidade de carga no SI: Coulomb Um Coulomb é a quantidade de carga que atravessa em um segundo a seção reta de um fio percorrido por uma corrente de um Ampère Princípio da superposição: Onde por exemplo partícula 4 é a força sobre a partícula 1 devido a presença da

26 1.6 As constantes da Física Constante de estrutura fina: e hc 1 137

27 Exemplos:

FÍSICA (Eletricidade e Eletromagnetismo) Cap. I - CARGA ELÉTRICA E LEI DE COULOMB

FÍSICA (Eletricidade e Eletromagnetismo) Cap. I - CARGA ELÉTRICA E LEI DE COULOMB Cap. I - CARGA ELÉTRICA E LEI DE COULOMB FÍSICA (Eletricidade e Eletromagnetismo) A eletrostática é um ramo da Física que estuda os fenômenos relacionados com cargas elétricas em repouso. Um dos primeiros

Leia mais

CARGAS ELÉTRICAS. Por Jonathan T. Quartuccio

CARGAS ELÉTRICAS. Por Jonathan T. Quartuccio CARGAS ELÉTRICAS Por Jonathan T. Quartuccio Há muito tempo o homem vem estudando fenômenos relacionados a eletricidade. Na Grécia antiga, o fenômeno de atração entre corpos já era observado quando se atritava

Leia mais

Luz Polarizada. Luz natural. Luz Polarizada. Luz polarizada

Luz Polarizada. Luz natural. Luz Polarizada. Luz polarizada Óptica Polarização da luz Luz Polarizada Luz natural Luz Polarizada Luz polarizada Dupla refração ou Birrefringência Sólidos amorfos: átomos distribuídos aleatoriamente. A velocidade da luz é a mesma em

Leia mais

1. História do Eletromagnetismo A Eletricidade e o Magnetismo eram conhecidos desde a antiguidade.

1. História do Eletromagnetismo A Eletricidade e o Magnetismo eram conhecidos desde a antiguidade. FÍSICA (Eletricidade e Eletromagnetismo Cap.I Prof. Dr. Sergio Turano de Souza 1. História do Eletromagnetismo A Eletricidade e o Magnetismo eram conhecidos desde a antiguidade. Elétron do grego elektron

Leia mais

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 08 ELETRIZAÇÃO E FORÇA ELÉTRICA REVISÃO

FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 08 ELETRIZAÇÃO E FORÇA ELÉTRICA REVISÃO FÍSICA - 2 o ANO MÓDULO 08 ELETRIZAÇÃO E FORÇA ELÉTRICA REVISÃO Fixação 1) (CESGRANRIO) No modelo mais elementar do átomo de hidrogênio (modelo de Bohr), o elétron gira em órbita circular em torno do próton

Leia mais

Eletricidade e Magnetismo I

Eletricidade e Magnetismo I Eletricidade e Magnetismo I Eletrostática Victor O. Rivelles Instituto de Física da Universidade de São Paulo Edifício Principal, Ala Central, sala 314 e-mail: Victor@fma.if.usp.br http://www.fma.if.usp.br/~rivelles

Leia mais

Título: Professor: Turma: 2ª Lista de Física II Tadeu 3ª Ano

Título: Professor: Turma: 2ª Lista de Física II Tadeu 3ª Ano Título: Professor: Turma: 2ª Lista de Física II Tadeu 3ª Ano Questão 1 Três esferas metálicas iguais estão carregadas eletricamente e localizadas no vácuo. Inicialmente, as esferas A e B possuem, cada

Leia mais

A Carga Elétrica e a Lei de Coulomb Aula - 1

A Carga Elétrica e a Lei de Coulomb Aula - 1 A Carga Elétrica e a Lei de Coulomb Aula - 1 Prof. Paulo Krebs Departamento de Física IFM - UFPEL História O estudo da eletricidade e do magnetismo remonta aos gregos antigos e tomou grande impulso no

Leia mais

CARGA ELÉTRICA. Unidade de medida no S.I.: Coulomb (C) 1 Coulomb é a carga elétrica de 6,25. 10 18 prótons (ou elétrons).

CARGA ELÉTRICA. Unidade de medida no S.I.: Coulomb (C) 1 Coulomb é a carga elétrica de 6,25. 10 18 prótons (ou elétrons). Introdução à Eletrostática DISCIPLINA: Física NOME: N O : TURMA: PROFESSOR: Glênon Dutra DATA: NOTA: ASS: INTRODUÇÃO Na Grécia antiga (séc. IV ac) algumas pessoas observaram que um pedaço de âmbar, atritado

Leia mais

Atração fatal. Ernesto atritou um canudo de refresco com. A força elétrica como um vetor

Atração fatal. Ernesto atritou um canudo de refresco com. A força elétrica como um vetor A U A UL LA Atração fatal Ernesto atritou um canudo de refresco com um pedaço de papel higiênico. Depois colocou o canudo contra uma parede, enquanto Roberto observava. - Olha como ele fica grudado! -

Leia mais

www.pontodosconcursos.com.br Prof. Guilherme Neves 1

www.pontodosconcursos.com.br Prof. Guilherme Neves 1 Aula 00 Física Professor: Guilherme Neves www.pontodosconcursos.com.br 1 Apresentação Olá, pessoal! Em breve teremos o concurso para Polícia Civil do Distrito Federal. A banca organizadora será o IADES.

Leia mais

ELETROSTÁTICA wagnumbers.com.br O UNIVERSO PODE SER CARACTERIZADO POR GRANDEZAS FUNDAMENTAIS: MATÉRIA / MASSA, ENERGIA, ESPAÇO,

ELETROSTÁTICA wagnumbers.com.br O UNIVERSO PODE SER CARACTERIZADO POR GRANDEZAS FUNDAMENTAIS: MATÉRIA / MASSA, ENERGIA, ESPAÇO, ELETROSTÁTICA wagnumbers.com.br O UNIVERSO PODE SER CARACTERIZADO POR GRANDEZAS FUNDAMENTAIS: MATÉRIA / MASSA, ENERGIA, ESPAÇO, E TEMPO. A MATÉRIA É CONSTITUÍDA POR PARTÍCULAS MUITO PEQUENAS CHAMADAS DE

Leia mais

Aula 1: A carga elétrica e a lei de Coulomb

Aula 1: A carga elétrica e a lei de Coulomb Aula : A carga elétrica e a lei de Coulomb Curso de Física Geral III F-38 º semestre, 04 F38 S04 O eletromagnetismo Eletricidade (eletrostática) Fenômeno já conhecido na Grécia antiga. Ao serem atritados,

Leia mais

Aula 2: Estrutura Atômica

Aula 2: Estrutura Atômica Aula 2: Estrutura Atômica Histórico u Grécia Antiga: Alquimistas (400 a.c.) - Matéria consiste de partículas distintas indivisíveis (átomos) - Ausência de evidências experimentais u Teoria Atômica dos

Leia mais

Lista de exercícios de Física / 2 Bimestre Unidades 1, 2 e 3

Lista de exercícios de Física / 2 Bimestre Unidades 1, 2 e 3 Nota Lista de exercícios de Física / 2 Bimestre Unidades 1, 2 e 3 Data: 18 de maio de 2012 Curso: Ensino Médio 3 ano A Professora: Luciana M.A. Teixeira Nome: Nº Instruções gerais Para a resolução desta

Leia mais

Interacções fundamentais

Interacções fundamentais Eletricidade Interacções fundamentais As interacções entre os constituintes mais elementares da matéria, conhecidos até ao presente, podem ser classificadas em 4 tipos (em ordem crescente da intensidade

Leia mais

Lei de Gauss e Condutores em Equilíbrio Eletrostático

Lei de Gauss e Condutores em Equilíbrio Eletrostático Lei de Gauss e Condutores em Equilíbrio Eletrostático 2008 Fluxo Elétrico: Está relacionado com o número líquido de linhas de força que atravessam uma superfície. φ e = EA 1 ou φ e = EA 2 cosθ = E ˆnA2

Leia mais

Introdução à Física Elétrica. Prof. Marco Simões

Introdução à Física Elétrica. Prof. Marco Simões Introdução à Física Elétrica Prof. Marco Simões Primeiras observações da eletricidade Por volta de 600 a.c. o filósofo grego Tales de Mileto notou que ao se atritar pele animal com o âmbar, ele passava

Leia mais

Prof. Fábio de Oliveira Borges

Prof. Fábio de Oliveira Borges Carga elétrica e a lei de Coulomb Prof. Fábio de Oliveira Borges Curso de Física II Instituto de Física, Universidade Federal Fluminense Niterói, Rio de Janeiro, Brasil https://cursos.if.uff.br/!fisica2-0117/doku.php

Leia mais

Tema de Física Eletrostática Força elétrica e campo elétrico Prof. Alex S. Vieira

Tema de Física Eletrostática Força elétrica e campo elétrico Prof. Alex S. Vieira Tema de Física Eletrostática Força elétrica e campo elétrico 1) Se, após o contato e posterior separação, F 2 é o módulo da força coulombiana entre X e Y, podese afirmar corretamente que o quociente F

Leia mais

Professor: Douglas/ Wesley Assunto: Eletrostática ( Carga Elétrica, Processo de Eletrização, Força Elétrica e Campo Elétrico ) ELETROSTÁTICA

Professor: Douglas/ Wesley Assunto: Eletrostática ( Carga Elétrica, Processo de Eletrização, Força Elétrica e Campo Elétrico ) ELETROSTÁTICA Curso: Engenharia Básica Professor: Douglas/ Wesley Assunto: Eletrostática ( Carga Elétrica, Processo de Eletrização, Força Elétrica e Campo Elétrico ) ELETROSTÁTICA A eletrostática é basicamente descrita

Leia mais

Física (Eletricidade e Eletromagnetismo) Automação Industrial Segundo Semestre APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. Dr. Sérgio Turano de Souza

Física (Eletricidade e Eletromagnetismo) Automação Industrial Segundo Semestre APRESENTAÇÃO DO CURSO. Prof. Dr. Sérgio Turano de Souza Física (Eletricidade e Eletromagnetismo) Automação Industrial Segundo Semestre APRESENTAÇÃO DO CURSO Prof. Dr. Sérgio Turano de Souza FATEC ITAQUERA Faculdade de Tecnologia de Itaquera Prof. Miguel Reale

Leia mais

Exercícios sobre Força de Coulomb

Exercícios sobre Força de Coulomb Exercícios sobre Força de Coulomb 1-Duas cargas elétricas iguais de 10 6 C se repelem no vácuo com uma força de 0,1 N. Sabendo que a constante elétrica do vácuo é de 9 10 9 N m /C, qual a distância entre

Leia mais

Prof. Marcelo França

Prof. Marcelo França Prof. Marcelo França CARGA ELÉTRICA O estudo da Eletricidade remonta à antiga Grécia com as observações de Thales de Mileto (580 a.c. - 546 a.c.). Thales descreve a atração de pequenas sementes pelo (

Leia mais

Prof. A.F.Guimarães Questões de Eletricidade 1 Carga Elétrica

Prof. A.F.Guimarães Questões de Eletricidade 1 Carga Elétrica Questão 1 rof..f.guimarães Questões de Eletricidade 1 Carga Elétrica (UFG) Dadas as afirmações: I. O elétron é uma partícula que apresenta a menor carga elétrica conhecida e repele prótons. II. O próton

Leia mais

CARGA ELÉTRICA. 1.1 Introdução ao Eletromagnetismo

CARGA ELÉTRICA. 1.1 Introdução ao Eletromagnetismo Bertolo Eletromagnetismo 1 CARGA ELÉTRICA 1.1 Introdução ao Eletromagnetismo exceção do relâmpago, as manifestações ordinárias da Natureza, desde o congelamento da água até o crescimento de uma planta,

Leia mais

Exercícios de Eletrostática Lista 1

Exercícios de Eletrostática Lista 1 Exercícios de Eletrostática Lista 1 1. Se tivermos um balão de borracha com uma carga positiva distribuída sobre sua superfície, podemos afirmar que (A) na região externa ao balão o campo elétrico é nulo.

Leia mais

LISTA ELETROSTÁTICA 3ª SÉRIE

LISTA ELETROSTÁTICA 3ª SÉRIE 1. (Pucrj 013) Duas cargas pontuais q1 3,0 μc e q 6,0 μc são colocadas a uma distância de 1,0 m entre si. Calcule a distância, em metros, entre a carga q 1 e a posição, situada entre as cargas, onde o

Leia mais

Aula 12.2 Conteúdo: Magnetismo: Campo magnético e suas características. Os fenômenos magnéticos Experiência de Oersted. INTERATIVIDADE FINAL

Aula 12.2 Conteúdo: Magnetismo: Campo magnético e suas características. Os fenômenos magnéticos Experiência de Oersted. INTERATIVIDADE FINAL Aula 12.2 Conteúdo: Magnetismo: Campo magnético e suas características. Os fenômenos magnéticos Experiência de Oersted. 2 Habilidades: Identificar as características próprias dos campos magnéticos e suas

Leia mais

A Natureza Elétrica da Matéria

A Natureza Elétrica da Matéria A Natureza Elétrica da Matéria Você já parou para pensar que toda matéria na natureza é eletricamente neutra? Pelo menos no planeta Terra podemos afirmar isso! Talvez tenha sido essa observação que levou

Leia mais

I O átomo é constituído por duas regiões distintas: o núcleo e a eletrosfera.

I O átomo é constituído por duas regiões distintas: o núcleo e a eletrosfera. Atividade extra Questão 1 Cecierj - 2013 Como não é possível ver os átomos, Dalton, Thomson e Rutherford elaboraram modelos para ilustrá-los, em função de resultados obtidos em experiências realizadas

Leia mais

Evolução dos Modelos Atômicos A DESCOBERTA DO ÁTOMO

Evolução dos Modelos Atômicos A DESCOBERTA DO ÁTOMO Evolução dos Modelos Atômicos A DESCOBERTA DO ÁTOMO A DESCOBERTA DAS PARTÍCULAS SUBATÔMICAS Após Dalton ter apresentado sua teoria atômica, em 1808, na qual sugeria que os átomos eram indivisíveis, maciços

Leia mais

Eletricidade e Magnetismo I (Eletromagnetismo)

Eletricidade e Magnetismo I (Eletromagnetismo) Eletricidade e Magnetismo I (Eletromagnetismo) Histórico 1 Fenômenos elétricos - Eletricidade Inpe: 1.672 pessoas morreram no país atingidas por raios entre 2000 e 2013. Ao menos 30 pessoas morreram atingidas

Leia mais

COLÉGIO RESSURREIÇÃO NOSSA SENHORA LISTA DE EXERCÍCIOS DE REVISÃO ESPELHOS PLANOS PROF.: DUDUNEGÃO

COLÉGIO RESSURREIÇÃO NOSSA SENHORA LISTA DE EXERCÍCIOS DE REVISÃO ESPELHOS PLANOS PROF.: DUDUNEGÃO COLÉGIO RESSURREIÇÃO NOSSA SENHORA LISTA DE EXERCÍCIOS DE REVISÃO ESPELHOS PLANOS PROF.: DUDUNEGÃO 01. Duas cargas puntiformes encontram-se no vácuo a uma distância de 10cm uma da outra. As cargas valem

Leia mais

Evolução dos Modelos Atômicos

Evolução dos Modelos Atômicos Evolução dos Modelos Atômicos 1. (Puc - RS) O átomo, na visão de Thomson, é constituído de a) níveis e subníveis de energia. b) cargas positivas e negativas. c) núcleo e eletrosfera. d) grandes espaços

Leia mais

Física Elétrica Cargas Elétrica e Eletrização Prof. Marco Simões. Exercícios 1

Física Elétrica Cargas Elétrica e Eletrização Prof. Marco Simões. Exercícios 1 Física Elétrica Cargas Elétrica e Eletrização Prof. Marco Simões Exercícios 1 1. Um corpo inicialmente neutro recebe 10 milhões de elétrons. Este corpo adquire uma carga de: (considere! = 1,6 10!!"!).

Leia mais

Leupico a matéria é discreta ou contínua? - átomos

Leupico a matéria é discreta ou contínua? - átomos Estrutura Atômica A descoberta da estrutura atômica Os gregos antigos foram os primeiros a postular que a matéria é constituída de elementos indivisíveis. Thales água Anaxímenes ar Heráclito fogo Empédocles

Leia mais

Campo Magnético. Prof a. Michelle Mendes Santos michelle.mendes@ifmg.edu.br

Campo Magnético. Prof a. Michelle Mendes Santos michelle.mendes@ifmg.edu.br Campo Magnético Prof a. Michelle Mendes Santos michelle.mendes@ifmg.edu.br O Magnetismo O magnetismo é um efeito observado e estudado há mais de 2000 anos. O magnetismo descreve o comportamento de objetos

Leia mais

Capítulo 2 Estrutura Atômica

Capítulo 2 Estrutura Atômica Capítulo 2 Estrutura Atômica Teoria atômica da matéria John Dalton: Cada elemento é composto de átomos. Todos os átomos de um elemento são idênticos. Nas reações químicas, os átomos não são alterados.

Leia mais

FÍSICA MÓDULO 1. Carga Elétrica. Professor Sérgio Gouveia

FÍSICA MÓDULO 1. Carga Elétrica. Professor Sérgio Gouveia FÍSICA Professor Sérgio Gouveia MÓDULO 1 Carga Elétrica INTRODUÇÃO Se atritarmos um pente de plástico com um pedaço de flanela verificaremos que o pente se torna capaz de atrair objetos leves como fios

Leia mais

NOTAS DE AULAS DE FÍSICA MODERNA

NOTAS DE AULAS DE FÍSICA MODERNA NOTAS DE AULAS DE FÍSICA MODERNA Prof. Carlos R. A. Lima CAPÍTULO 4 MODELOS ATÔMICOS E VELHA TEORIA QUÂNTICA Edição de janeiro de 2009 CAPÍTULO 4 MODELOS ATÔMICOS E VELHA TEORIA QUÂNTICA ÍNDICE 4.1- Primórdios

Leia mais

Tópicos da História da Física Clássica

Tópicos da História da Física Clássica Tópicos da História da Física Clássica Eletromagnetismo Victor O. Rivelles Instituto de Física da Universidade de São Paulo Edifício Principal, Ala Central, sala 314 e-mail: rivelles@fma.if.usp.br http://www.fma.if.usp.br/~rivelles

Leia mais

Eletrização e Força Elétrica

Eletrização e Força Elétrica Parte I Eletrização e Força Elétrica 1. (Unicamp 014) A atração e a repulsão entre partículas carregadas têm inúmeras aplicações industriais, tal como a pintura eletrostática. As figuras abaixo mostram

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL YVONE PIMENTEL CURITIBA - PARANÁ DISCIPLINA: FÍSICA

COLÉGIO ESTADUAL YVONE PIMENTEL CURITIBA - PARANÁ DISCIPLINA: FÍSICA COLÉGIO ESTADUAL YVONE PIMENTEL CURITIBA - PARANÁ DISCIPLINA: FÍSICA - Professor: Ronald Wykrota (wykrota@uol.com.br) EJA INDIVIDUAL - 3ª SÈRIE AULAS 01 e 02 ELETRICIDADE: É a parte da Física que estuda

Leia mais

PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO

PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO O Introdução Histórica sábio grego Tales de Mileto (640-546 AC) observou que um pedaço de âmbar (substância resinosa, amarela e fossilizada) atritado com um pano atraia corpos

Leia mais

Introdução à Eletricidade

Introdução à Eletricidade G10CK/ALAMY/EASYPIX BRASIL Introdução à Eletricidade Eletricidade é uma palavra derivada do grego élektron, que significa âmbar. Resina vegetal fossilizada Ao ser atritado com um pedaço de pele de animal,

Leia mais

Propriedades Elétricas do Materiais

Propriedades Elétricas do Materiais Propriedades Elétricas do Materiais Por que estudar propriedades elétricas dos materiais? Apreciação das propriedades elétricas de materiais é muitas vezes importante, quando na seleção de materiais e

Leia mais

www.professormazzei.com - ATOMÍSTICA Folha 04 João Roberto Mazzei

www.professormazzei.com - ATOMÍSTICA Folha 04 João Roberto Mazzei Questão 01 Rutherford idealizou um modelo atômico com duas regiões distintas. Esse modelo pode ser comparado a um estádio de futebol com a bola no centro: a proporção entre o tamanho do estádio em relação

Leia mais

LINHA DO TEMPO DO ELETROMAGNETISMO CLÁSSICO

LINHA DO TEMPO DO ELETROMAGNETISMO CLÁSSICO LINHA DO TEMPO DO ELETROMAGNETISMO CLÁSSICO 600 a.c. Tales de Mileto observou que o âmbar (elektron em grego) atritado atraía pequenos objetos e, que a magnetita, Fe 3 O 4, (nome devido a um distrito Norte

Leia mais

Exercícios de Física Carga Elétrica

Exercícios de Física Carga Elétrica Questão 01 Uma partícula está eletrizada positivamente com uma carga elétrica de 4.10 15 C. Como o módulo da carga do elétron é 1,6.10 19 C, essa partícula: a) ganhou 2,5.10 4 elétrons b) perdeu 2,5.10

Leia mais

EFEITO FISIOLÓGICO DA CORRENTE ELÉTRICA PROTEÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

EFEITO FISIOLÓGICO DA CORRENTE ELÉTRICA PROTEÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS EFEITO FISIOLÓGICO DA CORRENTE ELÉTRICA PROTEÇÃO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS Os cabos elétricos da rede pública de energia que "transportam" a corrente elétrica até nossas casas são constituídos por três

Leia mais

Eletricidade e Magnetismo

Eletricidade e Magnetismo Eletricidade e Magnetismo De Gilbert à Faraday e Maxwell Victor O. Rivelles Instituto de Física da Universidade de São Paulo e-mail: rivelles@fma.if.usp.br http://www.fma.if.usp.br/~rivelles Convite à

Leia mais

Modelos atômicos. Modelo de Bohr

Modelos atômicos. Modelo de Bohr Modelos atômicos Modelo de Bohr O modelo de Bohr apresenta limitações significativas, não servindo para explicar vários dos fenômenos nos quais estão envolvidos elétrons. As deficiências do modelo de Bohr

Leia mais

A lei de Coulomb descreve a força elétrica (em Newtons) entre dois corpos carregados com carga Q 1 e Q 2 (em Coulombs) da seguinte maneira: =

A lei de Coulomb descreve a força elétrica (em Newtons) entre dois corpos carregados com carga Q 1 e Q 2 (em Coulombs) da seguinte maneira: = A lei de Coulomb descreve a força elétrica (em Newtons) entre dois corpos carregados com carga Q 1 e Q 2 (em Coulombs) da seguinte maneira: = sendo d a distância (em metros) entre os centros dos corpos

Leia mais

Principais modelos atômicos. Modelo Atômico de Thomson (1898)

Principais modelos atômicos. Modelo Atômico de Thomson (1898) Principais modelos atômicos Modelo Atômico de Thomson (1898) Com a descoberta dos prótons e elétrons, Thomson propôs um modelo de átomo no qual os elétrons e os prótons, estariam uniformemente distribuídos,

Leia mais

aplicada à força sentida por uma carga q 0, devida à N cargas q 1 q 2 q n

aplicada à força sentida por uma carga q 0, devida à N cargas q 1 q 2 q n Eletricidade O Campo eléctrico Consideremos a equação aplicada à força sentida por uma carga q 0, devida à N cargas q 1 q 2 q n onde é a distância desde a carga até o ponto do espaço onde se encontra a

Leia mais

MÓD. 2 FORÇA ELÉTRICA/LEI DE COULOMB

MÓD. 2 FORÇA ELÉTRICA/LEI DE COULOMB MÓD. FORÇA ELÉTRICA/LEI DE COULOMB 1. (Fgv 010) Posicionadas rigidamente sobre os vértices de um cubo de aresta 1 m, encontram-se oito cargas elétricas positivas de mesmo módulo. Sendo k o valor da constante

Leia mais

AULA 2- CARGA ELÉTRICA PROF: RAFAEL M. SANTOS

AULA 2- CARGA ELÉTRICA PROF: RAFAEL M. SANTOS AULA 2- CARGA ELÉTRICA PROF: RAFAEL M. SANTOS CARGAS ELÉTRICAS CAPÍTULO 21 21.1 - O QUE É FÍSICA? 21.2 - CARGAS ELÉTRICAS 21.3 - CONDUTORES E ISOLANTES 21.4 - LEI DE COULOMB 21.5 - A CARGA É QUANTIZADA

Leia mais

A Astronomia da Antiguidade aos Tempos Modernos

A Astronomia da Antiguidade aos Tempos Modernos A Astronomia da Antiguidade aos Tempos Modernos Introdução à Astronomia Fundamental A renascença chegou na astronomia através dos estudos de Nicolau Copérnico, que propôs um modelo heliocêntrico do Universo

Leia mais

PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO

PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO PROCESSOS DE ELETRIZAÇÃO Noções de Carga Elétrica No século VI a.c., o matemático e filósofo grego Tales, natural da cidade de Mileto, observou que ao atritar uma resina fóssil (o âmbar) com tecido, esta

Leia mais

Prof. Renato. SESI Carrão. Física 3ª. Série 2011. Aula 25. Eletromagnetismo

Prof. Renato. SESI Carrão. Física 3ª. Série 2011. Aula 25. Eletromagnetismo Aula 25 1. James C. Maxwell Teoria do (~ 1870); Compilação das teorias sobre eletricidade, magnetismo e eletromagnetismo construídas até então (1600 a 1870); Desenvolvimento da Lei de Ampère; Previsão

Leia mais

IBM1018 Física Básica II FFCLRP USP Prof. Antônio Roque Aula 7

IBM1018 Física Básica II FFCLRP USP Prof. Antônio Roque Aula 7 Potencial Elétrico Quando estudamos campo elétrico nas aulas passadas, vimos que ele pode ser definido em termos da força elétrica que uma carga q exerce sobre uma carga de prova q 0. Essa força é, pela

Leia mais

ESTRUTURA ELETRÔNICA DOS ÁTOMOS

ESTRUTURA ELETRÔNICA DOS ÁTOMOS ESTRUTURA ELETRÔNICA DOS ÁTOMOS MECÂNICA QUÂNTICA E OS ORBITAIS ATÔMICOS 1926 Físico austríaco Erwin Schrödinger Equação de onda de Schrödinger Incorpora tanto o comportamento ondulatório como o de partícula

Leia mais

FÍSICA. Prof. SÉRGIO GOUVEIA PROMILITARES AFA/EFOMM/EN MÓDULO 1 SUMÁRIO

FÍSICA. Prof. SÉRGIO GOUVEIA PROMILITARES AFA/EFOMM/EN MÓDULO 1 SUMÁRIO SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 3. A DESCRIÇÃO DE ALGUNS EXPERIMENTOS 3 3. LEI DE COULOMB 5 4. A GRANDEZA CARGA ELÉTRICA (Q) 7 5. A FÓRMULA DE COULOMB 8 6. UNIDADE SI 9 7. UMA TEORIA PARA OS FENÔMENOS DESCRITOS

Leia mais

Física Geral e Experimental -4 Eletricidade

Física Geral e Experimental -4 Eletricidade Física Geral e Experimental -4 Eletricidade Ementa do Curso Introdução: Processos de Eletrização Lei de Coulomb e aplicações Campos Elétricos de distribuições discretas/contínuas de cargas A Lei de Gauss

Leia mais

A magnetostática. A lei de Biot e Savart O potencial escalar magnético. A lei da indução de Faraday.

A magnetostática. A lei de Biot e Savart O potencial escalar magnético. A lei da indução de Faraday. A magnetostática Nesta aula discutiremos algumas leis e conceitos físicos que são muito úteis para o entendimento do eletromagnetismo e se apresentam em várias inovações a aplicações tecnológicas. São

Leia mais

Ensino: Médio Professor: Renato Data:, de 2010. Trabalho de Recuperação de Física (1 e 2º Bimestres) Instruções:

Ensino: Médio Professor: Renato Data:, de 2010. Trabalho de Recuperação de Física (1 e 2º Bimestres) Instruções: Uma Escola ensando em Você luno(a): nº Série: 3 ano Disciplina: Física Ensino: Médio rofessor: Renato Data:, de 010 Trabalho de Recuperação de Física (1 e º imestres) Instruções: 1. O trabalho deverá ser

Leia mais

DISCIPLINA: FISICA II - Eletricidade e Magnetismo. INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

DISCIPLINA: FISICA II - Eletricidade e Magnetismo.  INFORMAÇÕES IMPORTANTES: DISCIPLINA: FISICA II - Eletricidade e Magnetismo http://cursos.if.uff.br/fisica2 INFORMAÇÕES IMPORTANTES: 1. Plano do curso: o que será visto em cada aula 2. As datas de todos exames 3. Os critérios de

Leia mais

Profª.. Carla da Silva Meireles

Profª.. Carla da Silva Meireles Estrutura eletrônica dos átomos Profª.. Carla da Silva Meireles O que fazem os elétrons? Como eles se mantém em órbita? As leis da física eram insatisfatórias para descrever movimento de partículas tão

Leia mais

Lei de Coulomb. Fig.33.1

Lei de Coulomb. Fig.33.1 Lei de Coulomb 1 Fig.33.1 33.1. O único meio que ternos de detectar e medir cargas elétricas que não se deslocam é observar a interação entre corpos eletrizados, ou seja, medindo a força que um exerce

Leia mais

Condução elétrica, Lei de Coulomb, campo, potencial, tensão e energia elétrica, corrente elétrica, resistores e instrumentos de medida

Condução elétrica, Lei de Coulomb, campo, potencial, tensão e energia elétrica, corrente elétrica, resistores e instrumentos de medida É melhor lançar-se à luta em busca do triunfo, mesmo expondo-se ao insucesso, do que ficar na fila dos pobres de espírito, que nem gozam muito nem sofrem muito, por viverem nessa penumbra cinzenta de não

Leia mais

Física Eletricidade. 2-Composição da Matéria. Modelos Atômicos

Física Eletricidade. 2-Composição da Matéria. Modelos Atômicos Física Eletricidade 1-Introdução No desenvolvimento da ciência, não há uma ordem cronológica; as coisas vão sendo descobertas, pesquisadas, pela necessidade e até mesmo por acaso. Assim foi com a eletricidade

Leia mais

TP064 - CIÊNCIA DOS MATERIAIS PARA EP. FABIANO OSCAR DROZDA

TP064 - CIÊNCIA DOS MATERIAIS PARA EP. FABIANO OSCAR DROZDA TP064 - CIÊNCIA DOS MATERIAIS PARA EP FABIANO OSCAR DROZDA fabiano.drozda@ufpr.br 1 AULA 02 ESTRUTURA ATÔMICA e LIGAÇÃO ATÔMICA CAPÍTULO 02 CALLISTER 5 a Ed. 2 ESTRUTURA ATÔMICA Modelo atômico de Bohr

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS. Prof. Bruno Farias

INFORMAÇÕES GERAIS. Prof. Bruno Farias CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA AGROALIMENTAR UNIDADE ACADÊMICA DE TECNOLOGIA DE ALIMENTOS DISCIPLINA: FÍSICA III INFORMAÇÕES GERAIS Prof. Bruno Farias Conteúdo Programático Arquivo em anexo: CONTEÚDO_PROGRAMÁTICO_FisicaIII.docx

Leia mais

ELETRICIDADE 1 ELETROSTÁTICA. Estrutura atômica, Carga Elétrica e Eletrização

ELETRICIDADE 1 ELETROSTÁTICA. Estrutura atômica, Carga Elétrica e Eletrização ELETRICIDADE 1 ELETROSTÁTICA Estrutura atômica, Carga Elétrica e Eletrização Professor: Danilo Carvalho de Gouveia Slides elaborados a partir da aula do prof. Amaury Menezes e referências complementares

Leia mais

ELETRICIDADE. Professor Paulo Christakis, M.Sc. 20/10/2016 1

ELETRICIDADE. Professor Paulo Christakis, M.Sc. 20/10/2016 1 ELETRICIDADE 20/10/2016 1 Eletricidade é dividida em: Eletrostática: parte da Eletricidade que estuda as cargas elétricas em repouso. Eletrodinâmica: parte da Eletricidade que estuda as cargas elétricas

Leia mais

Atomística (I parte):

Atomística (I parte): Atomística (I parte): O estudo histórico do átomo Histórico do Átomo: Modelo dos gregos - Atomismo; Modelo de 1808 - Dalton Modelo de 1898 Thompson Modelo de 1911 Rutherford Modelo de 1913 Bohr Modelo

Leia mais

Figura 1 - O pente que foi utilizado para pentear os cabelos atrai pequenos pedaços

Figura 1 - O pente que foi utilizado para pentear os cabelos atrai pequenos pedaços CAPÍTULO 1 CARGAS ELÉTRICAS, ISOLANTES E CONDUTORES Cargas elétricas Em 1600, William Gilbert publicou um livro sobre eletricidade e magnetismo que é considerado o início da história moderna da eletricidade

Leia mais

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 01 TURMA ANUAL. 05. Item A

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 01 TURMA ANUAL. 05. Item A RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS 01. Item B AULA 01 TURMA ANUAL I Correto. Ao passar para um nível mais interno o elétron emite energia na forma de luz. II Falso. Rutherford não propôs um átomo maciço,

Leia mais

PLANO DE ENSINO ANUAL 2014

PLANO DE ENSINO ANUAL 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃOAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CEDUC - CENTRO DE EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DA EDUCAÇÃO BÁSICA COLÉGIO DE APLICAÇÃO PLANO DE ENSINO ANUAL 2014 DISCIPLINA SÉRIE TURMA ANO LETIVO

Leia mais

O mundo do átomo. Era hora do lanche e Maristela foi comer sua. 1/2 maçã... 1/4 de maçã... 1/8 de maçã... 1/16 de maçã...maçã?

O mundo do átomo. Era hora do lanche e Maristela foi comer sua. 1/2 maçã... 1/4 de maçã... 1/8 de maçã... 1/16 de maçã...maçã? A U A UL LA O mundo do átomo Era hora do lanche e Maristela foi comer sua maçã. Pegou uma faquinha e cortou a maçã ao meio. Depois cortou-a ao meio outra vez, e mais outra. De repente, passou-lhe pela

Leia mais

5910170 Física II Ondas, Fluidos e Termodinâmica USP Prof. Antônio Roque Aula 14

5910170 Física II Ondas, Fluidos e Termodinâmica USP Prof. Antônio Roque Aula 14 Ondas 5910170 Física II Ondas, Fluidos e Termodinâmica USP Prof. Antônio Roque Introdução: elementos básicos sobre ondas De maneira geral, uma onda é qualquer sinal que se transmite de um ponto a outro

Leia mais

2/27/2015. Física Geral III. Prof. Marcio R. Loos

2/27/2015. Física Geral III. Prof. Marcio R. Loos Física Geral III Aula Teórica 01 (Cap. 3): 1) Eletricidade, Magnetismo e Eletromagnetismo ) Carga elétrica 3) Condutores, Isolantes, Semicondutores e Supercondutores 4) Lei de Coulomb 5) Princípio da Superposição

Leia mais

Introduzir o conceito de carga elétrica e as interações entre corpos eletricamente carregados.

Introduzir o conceito de carga elétrica e as interações entre corpos eletricamente carregados. Aula 4 INTERAÇÃO ELÉTRICA META Introduzir o conceito de carga elétrica e as interações entre corpos eletricamente carregados. OBJETIVO A partir do conceito de carga elétrica ser capaz de caracterizar um

Leia mais

Paaaai, o chuveiro pifou!

Paaaai, o chuveiro pifou! A U A UL LA Paaaai, o chuveiro pifou! Era sábado, dia de baile, noite fria e chuvosa, quando o garotão deu esse grito desesperado. Todo molhado, tiritando de frio, Ernesto fazia o seu protesto: - Esse

Leia mais

Prof. Thiago Miranda de Oliveira

Prof. Thiago Miranda de Oliveira Prof. Thiago Miranda de Oliveira Dentre todos os fenômenos que ocupavam os físicos, a eletricidade foi o que trouxe mais contribuições fundamentais para a física no século XVIII. Os primeiros registros

Leia mais

Metais. Grande número de entidades iguais mantidas coesas em um retículo cristalino.

Metais. Grande número de entidades iguais mantidas coesas em um retículo cristalino. Ligações Metálicas Grande número de entidades iguais mantidas coesas em um retículo cristalino. Metais Não pode ser explicado pela teoria das ligações covalentes o arranjo dos metais não segue o padrão

Leia mais

Sejam todos bem-vindos! Física III. Prof. Dr. Cesar Vanderlei Deimling

Sejam todos bem-vindos! Física III. Prof. Dr. Cesar Vanderlei Deimling Sejam todos bem-vindos! Física III Prof. Dr. Cesar Vanderlei Deimling O segundo semestre O plano de ensino Bibliografia: A natureza e os tipos de carga Tipos de materiais Força entre cargas elétricas (A

Leia mais

Sejam todos bem-vindos! Física III. Prof. Dr. Cesar Vanderlei Deimling

Sejam todos bem-vindos! Física III. Prof. Dr. Cesar Vanderlei Deimling Sejam todos bem-vindos! Física III Prof. Dr. Cesar Vanderlei Deimling O segundo semestre O plano de ensino Bibliografia: A natureza e os tipos de carga Tipos de materiais Força entre cargas elétricas (A

Leia mais

GRAVITAÇÃO E MOVIMENTO PLANETÁRIO. Colégio Contato Farol Disciplina: Física (9º ano) Professora Thaís Freitas Capítulo 6 2º bimestre

GRAVITAÇÃO E MOVIMENTO PLANETÁRIO. Colégio Contato Farol Disciplina: Física (9º ano) Professora Thaís Freitas Capítulo 6 2º bimestre GRAVITAÇÃO E MOVIMENTO PLANETÁRIO Colégio Contato Farol Disciplina: Física (9º ano) Professora Thaís Freitas Capítulo 6 2º bimestre Como é possível um objeto se manter girando em torno de outro corpo?

Leia mais

ANALOGIA NO ENSINO DA FÍSICA

ANALOGIA NO ENSINO DA FÍSICA ANALOGIA NO ENSINO DA FÍSICA Wilton Jorge Depto. de Ciências Físicas UFU Uberlândia MG Analogia é um processo comparativo de fenômenos diferentes através de suas semelhanças. Assim, pela simples mudança

Leia mais

A Teoria de Cordas e a Unificação das Forças da Natureza p. 1

A Teoria de Cordas e a Unificação das Forças da Natureza p. 1 A Teoria de Cordas e a Unificação das Forças da Natureza Victor O. Rivelles Instituto de Física Universidade de São Paulo rivelles@fma.if.usp.br 40 Anos da Sociedade Brasileira de Física, 02-03/10/2006

Leia mais

Teoria Atômica da Matéria

Teoria Atômica da Matéria Teoria Atômica da Matéria Breve Histórico Leucipo e Demócrito ( 400 a.c.) descontinuidade da matéria (átomo). Alquimia ( 300 a.c. 500 d.c.) civilizações árabes e gregas. Paracelsus ( 500 d.c.) Iatroquímica.

Leia mais

FILÓSOFOS GREGOS. Tales de Mileto (625-547) Anaxímenes (séc. VI a.c.) Empédocles (480-430 a.c.) Aristóteles (séc. IV a.c.

FILÓSOFOS GREGOS. Tales de Mileto (625-547) Anaxímenes (séc. VI a.c.) Empédocles (480-430 a.c.) Aristóteles (séc. IV a.c. FILÓSOFOS GREGOS Tales de Mileto (65-547) A ÁGUA é a essência de tudo. Anaxímenes (séc. VI a.c.) O AR seria o elemento que constituiria O universo. Heráclito (540-480 a.c.) O FOGO é o terceiro elemento

Leia mais

IF Eletricidade e Magnetismo I

IF Eletricidade e Magnetismo I I 43070 Eletricidade e Magnetismo I Carga elétrica A matéria comum, que estamos acostumados a tratar, é formada por partículas. Átomos, moléculas e estruturas mais sofisticadas são conglomerados estados

Leia mais

Física aplicada à engenharia elétrica

Física aplicada à engenharia elétrica ísica aplicada à engenharia elétrica Endereço com material http://sites.google.com/site/disciplinasrgvm/ Ementa Campo elétrico e potencial elétrico. Introdução à circuitos elétricos. Campo magnético, força

Leia mais

Professora FLORENCE. Resposta: [B]

Professora FLORENCE. Resposta: [B] 1. (Uftm 2012) Em uma festa infantil, o mágico resolve fazer uma demonstração que desperta a curiosidade das crianças ali presentes. Enche uma bexiga com ar, fecha-a, e, a seguir, após esfregá-la vigorosamente

Leia mais

Aula 15 Campo Elétrico

Aula 15 Campo Elétrico 1. (Fatec 2010) Leia o texto a seguir. Técnica permite reciclagem de placas de circuito impresso e recuperação de metais Circuitos eletrônicos de computadores, telefones celulares e outros equipamentos

Leia mais

Força elétrica e Campo Elétrico

Força elétrica e Campo Elétrico Força elétrica e Campo Elétrico 1 Antes de Física III, um pouco de Física I... Massas e Campo Gravitacional 2 Força Gravitacional: Força radial agindo entre duas massas, m 1 e m 2. : vetor unitário (versor)

Leia mais

FÍSICA III Lista de Problemas 10 Momento de dipolo magnético e torque; lei de Faraday

FÍSICA III Lista de Problemas 10 Momento de dipolo magnético e torque; lei de Faraday FÍSICA III Lista de Problemas 10 Momento de dipolo magnético e torque; lei de Faraday A C Tort 5 de Junho de 2008 Problema 1 O campo de um dipolo elétrico é dado por, veja suas notas de aula: E = 1 4πǫ

Leia mais