Falência da técnica em HD - papel da DP e do transplante

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Falência da técnica em HD - papel da DP e do transplante"

Transcrição

1 Helena Oliveira Sá

2 Falência da técnica em HD - papel da DP e do transplante Imagens retiradas de folheto DP em e

3 Falência da técnica em DP - papel da HD e do transplante Imagens retiradas de 0.

4 Falência do enxerto renal - papel da DP e da HD Imagens retiradas de

5 *Aos 3 anos a sobrevida na técnica em DP é da ordem dos 35-50%.

6 Causas de falência da técnica em DP Figure 1. Reasons for therapy change to hemodialysis in long-term peritoneal dialysis patients in the 1990s. Guo A. KI 2003; 64 (Suppl 88): S3-S12 Gokal R. J Am Soc Nephrol 2002; 13: S104-S116.

7 Follow up of patients starting dialysis in period Média anual Doentes prevalentes em DP n=1400 e em HD n=3200. Huisman R M et al. Nephrol. Dial. Transplant. 2002;17: European Renal Association European Dialysis and Transplant Association

8 Peritoneal Dialysis in the 21st Century: An Analysis of Current Problems and Future Developments Gokal R JASN 2002;13:S104-S115 Imagens retiradas de Kidneybuzz.com e Kidney Foundation of Canada

9 Diagnóstico precoce/prevenção da Peritonite esclerosante encapsulante Peritonite esclerosante antes e após cirurgia de enterólise. Biópsias peritoneais: transformação fibroblasto-like, desnudação mesotélio com acumulação fibrina. TAC abdominal: calcificações intestinais, espessamento ansas e obstrução intestinal. Fluido loculado. Encapsulating Peritoneal Sclerosis By Joerg Latus, Christoph Ulmer, Martin Kimmel, M. Dominik Alscher and Niko Braun DOI: /56052

10 Transformação epitelio-mesenquimal (mesotélio) Encapsulating Peritoneal Sclerosis By Joerg Latus, Christoph Ulmer, Martin Kimmel, M. Dominik Alscher and Niko Braun OI: /56052

11 Hemodialysis and vascular access in the 21st Century: From pathogenesis to pathology to novel therapies. Roy-Chaudhury P et al. JASN 2006;17: by American Society of Nephrology

12 Causas globais determinantes da seleção de modalidade de DP Indicações e Contraindicações clínicas e não clínicas para DP 78% dos doentes são elegíveis para DP* (Estudo prospectivo n= 1303 dts, idade média 65,9 anos, 57 % homens, 47,4% diabetes; EUA) 94,6% 78% 53% *Mendelssohn DC et al. Nephrol Dial Transplant (2009) 24:

13

14 Integrated managed care of ESRD patient Gokal R JASN 2002;13:S104-S115 Transplant PD Hemodialysis Figure 2. Schematic representation of the role of peritoneal dialysis (PD) in an integrated renal replacement therapy program where (A) patients are referred early, receive full education and therapy choice, and, on the basis of medical conditions and patient choice, are perhaps managed initially by PD by American Society of Nephrology

15 DP com aumento significativo sobrevida versus HD nos 1. os 24 M Am J Kidney Dis Sep;30(3): Fenton SA et al.

16 Netherlands Cooperative Study on the Adequacy of Dialysis (multicenter, prospective, observational, cohort study (HD, n = 742; PD, n = 480) Figure 1. Unadjusted death rates and relative risk of death for hemodialysis (HD), compared with peritoneal dialysis (PD), according to time since the initiation of dialysis treatment (astreated censoring). Termorshuizen F et al. JASN 2003;14: by American Society of Nephrology

17 Kaplan Meier survival curves adjusted for age, sex, race, and diabetes examining survival among peritoneal dialysis (PD) and hemodialysis (HD) patients (modality is defined on day 90) for incident dialysis patients initiating dialysis from July of 2001 to June of 2004 (n=23 718) Lukowsky L R et al. CJASN 2013;8: by American Society of Nephrology

18 There is no consensus in the literature regarding the most appropriate choice of dialysis method. Hemodialysis (HD) and peritoneal dialysis (PD) are interchangeable and complementary renal replacement therapy (RRT) modalities. Although there are advantages and disadvantages of both treatment methods, it is recommended to start the treatment with PD as the first-line renal replacement modality in the absence of special conditions (contraindications) and later switch to hemodialysis. 1. Lameire N, Van Biesen W, Vanholder R. The role of peritoneal dialysis as first modality in an integrative approach to patients with end-stage renal disease. Perit Dial Int 2000;(20):S Van Biesen W, Vanholder R, Lameire N. The role of peritoneal dialysis as first-line renal replacement modality. Perit Dial Int 2000;(20):

19 Peritoneal Dialysis Implementing NICE guidance July 2011 NICE clinical guideline 125

20 Providing information and support Information should also involve a discussion about how treatment fits into peoples daily lives including: - how the access point on the body may restrict physical activity - ability to carry out and adjust treatment - impact on body image and flexibility of regimen - home modifications - distance and time spent travelling - any additional support needed NICE clinical guideline 125 Image reproduced with kind permission of: University Hospital Coventry and Warwickshire NHS Trust (Dr David Bennett-Jones).

21 Choosing dialysis Offer all patients a choice of PD or HD, but consider peritoneal dialysis as the first choice of treatment modality for: - children 2 years old or younger - people with residual renal function - adults without significant associated comorbidities. Before starting PD, offer all patients a choice, if appropriate, between CAPD and APD (or aapd if necessary) For children for whom peritoneal dialysis is appropriate, offer APD in preference to CAPD if they are on a liquid diet. NICE clinical guideline 125

22 Savings per 100,000 population Recommendations with significant savings Consider peritoneal dialysis as the first choice of treatment modality for adults without significant associated comorbidities Potential savings after 5 years ( per year) 7,979 Estimated saving of implementation 7,979 Recommendations with significant savings Consider peritoneal dialysis as the first choice of treatment modality for adults without significant associated comorbidities Savings at optimal uptake (est. 20 yrs) ( per year) 38,233 Estimated saving of implementation 38,233 NICE clinical guideline 125

23 Example of basic treatment information provided to all participants. Winterbottom A E et al. Nephrol. Dial. Transplant. 2012;27: The Author Published by Oxford University Press on behalf of ERA-EDTA. All rights reserved. For Permissions, please

24 Consulta de esclarecimento modalidades TSFR/DRC 5 (pólo HUC) Janeiro 2014, com permissão.

25

26

27 Imagens retiradas de

28

29

30

31 Qual o prognóstico em termos de sobrevida da técnica e do doente após switching de modalidade? HD DP

32 Estudo retrospetivo n= 299 dts em DP, Istambul, Turquia ( ) Grupo 1: DP após HD (n=48) Grupo 2: DP first (n=251) Sobrevida média: Grupo 1: 49 meses Grupo 2: 55,5 meses (p<0,001) Causa morte mais fequente: Grupo 1: CV Grupo 2: peritonite/sepsis Koc Y et al.

33 Estudo retrospetivo n= 68 dts em DP, China ( ) Grupo 1: DP após HD (n=28) Mot.principal transf.: causas CV Grupo 2: DP first (n=40) Mortalidade no final período follow-up: Grupo 1: mortalidade 39% Grupo 2: mortalidade 15% (p=0,03) X. Zhang (letter to editor) PDI, May 2008.

34 Estudo retrospetivo n= 417 dts (n=223 HD e n=194 DP), Gent, Bélgica ( ) Grupo 1: HD após DP (n=32, integrative care patients) Grupo 2: DP após HD (n=35) Grupo 3: HD (n=188) Grupo 4: DP (n=162) BIESEN W V et al. JASN 2000;11:

35 Log-rank analysis of initial modality survival in patients surviving more than 48 mo on their initial modality (with exclusion of transferred patients). Solid line, patients started on HD; dotted line, patients started on PD. P = N = event numbers BIESEN W V et al. JASN 2000;11: by American Society of Nephrology

36 Log-rank analysis of patient intention-to-treat survival. Solid line, patients started on HD and transferred to PD; dotted line, patients started on PD and transferred to HD. P < N = event numbers. BIESEN W V et al. JASN 2000;11: by American Society of Nephrology

37 Estudo retrospetivo n= 264 dts em DP, Gdansk, Polónia ( ) Grupo 1: DP após HD (n=67) Grupo 2: DP first (n=197) Sem diferença na sobrevida média entre os 2 grupos. Sobrevida na técnica inferior no Grupo 1 (maior incidência peritonite e desadequação dialitica). Liberek T et al. Nephrol Dial Transplant (2009) 24:

38 Estudo retrospetivo (matched case-control study) n= 475 dts em DP, China ( ) Grupo 1: DP após HD (n=33) Grupo 2: DP first (n=442/66 matched na proporção 1:2). A unica diferença entre os grupos era a FRR. Sem diferença na sobrevida média entre os 2 grupos nem na sobrevida na técnica. Zhang L et al. Peritoneal Dialysis International, Vol. 33, pp

39 While 1 ml/min may not seem such a remarkable result, extrapolating for the RRF studies, this could translate into a possible 25% annual reduction in mortality!! Nephrol Dial Transplant (2005) 20: Unadjusted (A) and adjusted (B) residual glomerular filtration rate (rgfr) values. Symbols: (dashed lines) values in the PD patients; (solid lines) rgfr values in the HD patients. van den Berg R et al. NDT Plus 2008;1:iv14-iv17

40 Qual o prognóstico em termos de sobrevida da técnica e do doente após switching de modalidade? HD Tr

41 ESRD: Chapter Five Mortality United States Renal Data System 2013 Annual Data Report

42 Adjusted all-cause mortality in the ESRD & general populations, by age, 2011 Figure 5.2 (Volume 2) Prevalent ESRD patients from day one, 2011, & general Medicare (non-esrd) patients with at least one month of Medicare eligibility in Adj: gender/race; ref: Medicare patients, 2011.

43 Adjusted all-cause mortality rates (from day 1 and day 90), by modality & year of treatment Figure 5.1 (Volume 2) Incident ESRD patients. Adj: age/gender/race /primary diagnosis; ref: incident ESRD patients, 2010.

44 Adjusted all-cause mortality rates (from day 1 and day 90), by modality & year of treatment Figure 5.1 (continued; Volume 2) Incident ESRD patients. Adj: age/gender/race/primary diagnosis; ref: incident ESRD patients, 2010.

VIII Encontro Nacional de Prevenção da Doença Renal Crônica. Brasília 6 e 7 de dezembro de 2012

VIII Encontro Nacional de Prevenção da Doença Renal Crônica. Brasília 6 e 7 de dezembro de 2012 VIII Encontro Nacional de Prevenção da Doença Renal Crônica Brasília 6 e 7 de dezembro de 2012 Modelos de Prevenção Secundária da DRC : Modelo Público-Privado Paulo Luconi Dir técnico da ABCDT pauloluconi@uol.com.br

Leia mais

Grupo de Estudo- Empresa Jr EPM Leticia de Oliveira Grassi

Grupo de Estudo- Empresa Jr EPM Leticia de Oliveira Grassi Grupo de Estudo- Empresa Jr EPM Leticia de Oliveira Grassi Basicamente o sistema norte americano consiste em: Convênio médico Particular Programas governamentais como Medicaid e Medicare 2 grandes grupos

Leia mais

SABADOR. Apresentadora: Renée Sarmento de Oliveira Membro da equipe de Cardiologia/Coronária HBD. Professora de Clínica Médica da UNIRIO

SABADOR. Apresentadora: Renée Sarmento de Oliveira Membro da equipe de Cardiologia/Coronária HBD. Professora de Clínica Médica da UNIRIO SABADOR Prevenção Primária: em quem devemos usar estatina e aspirina em 2015? Apresentadora: Renée Sarmento de Oliveira Membro da equipe de Cardiologia/Coronária HBD Professora de Clínica Médica da UNIRIO

Leia mais

Doença renal crônica é um problema de saúde pública no Brasil. Emmanuel A. Burdmann Presidente da SBN

Doença renal crônica é um problema de saúde pública no Brasil. Emmanuel A. Burdmann Presidente da SBN Doença renal crônica é um problema de saúde pública no Brasil Emmanuel A. Burdmann Presidente da SBN 11 março de 2010 Chronic Kidney Disease Course Levey et al, KI 2005 Chronic Kidney Disease Definition

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA Coimbra, May 2013. Carlos Souza & Cristina Silva

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA Coimbra, May 2013. Carlos Souza & Cristina Silva ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA Coimbra, May 2013 Carlos Souza & Cristina Silva Population: 10,6 million. According to INE (National Institute of Statistics) it is estimated that more than 2 million

Leia mais

Diretrizes Assistenciais. Protocolo de Avaliação e Seguimento de Doadores Renais após a Doação

Diretrizes Assistenciais. Protocolo de Avaliação e Seguimento de Doadores Renais após a Doação Diretrizes Assistenciais Protocolo de Avaliação e Seguimento de Doadores Renais após a Doação 2011 Protocolo de Avaliação e Seguimento de Doadores Renais após a Doação Definição Todo paciente doador renal

Leia mais

EHJ: doi:10.1093/eurheartj/ehq277

EHJ: doi:10.1093/eurheartj/ehq277 EHJ: doi:10.1093/eurheartj/ehq277 FIBRINÓLISE 2010 = PROBLEMAS E REALIDADE Reperfusão em 60% Sangramento AVCH Contraindicações absolutas e relativas Ainda primeira opção em muitos países (5 a 85%) na Europa

Leia mais

Versão: 1.0. Segue abaixo, os passos para o processo de publicação de artigos que envolvem as etapas de Usuário/Autor. Figura 1 Creating new user.

Versão: 1.0. Segue abaixo, os passos para o processo de publicação de artigos que envolvem as etapas de Usuário/Autor. Figura 1 Creating new user. Órgão: Ministry of Science, Technology and Innovation Documento: Flow and interaction between users of the system for submitting files to the periodicals RJO - Brazilian Journal of Ornithology Responsável:

Leia mais

A AUSTERIDADE CURA? A AUSTERIDADE MATA?

A AUSTERIDADE CURA? A AUSTERIDADE MATA? A AUSTERIDADE CURA? A AUSTERIDADE MATA? 29.Nov.2013 Financiamento Sector público é a principal fonte de financiamento de cuidados de saúde. Apenas EUA e México apresentam menos de 50% de financiamento

Leia mais

Sobrevida de pacientes em diálise no SUS no Brasil. Survival analysis of dialysis patients in the Brazilian Unified National Health System.

Sobrevida de pacientes em diálise no SUS no Brasil. Survival analysis of dialysis patients in the Brazilian Unified National Health System. ARTIGO ARTICLE 415 Sobrevida de pacientes em diálise no SUS no Brasil Survival analysis of dialysis patients in the Brazilian Unified National Health System Daniele Araújo Campos Szuster 1 Waleska Teixeira

Leia mais

ANÁLISE ECONÔMICA E ETIOLÓGICA DE PACIENTES COM INSUFICIÊNCIA CARDÍACA E COMPLICAÇÕES RENAIS

ANÁLISE ECONÔMICA E ETIOLÓGICA DE PACIENTES COM INSUFICIÊNCIA CARDÍACA E COMPLICAÇÕES RENAIS ANÁLISE ECONÔMICA E ETIOLÓGICA DE PACIENTES COM INSUFICIÊNCIA CARDÍACA E COMPLICAÇÕES RENAIS MARTOS, Natália Martinez; HALBE, Ricardo natymm@gmail.com Centro de Pós-Graduação Oswaldo Cruz Resumo: O número

Leia mais

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt.

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. NORMAS PARA AUTORES As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. COPYRIGHT Um artigo submetido à Revista Portuguesa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE PROCISA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE PROCISA UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE PROCISA THALES FREDERICO RIBEIRO FONSECA O SIGNIFICADO DAS VIVÊNCIAS E PERCEPÇÕES DE PACIENTES

Leia mais

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA EAbrief: Medida de incentivo ao emprego mediante o reembolso da taxa social única EAbrief: Employment incentive measure through the unique social rate reimbursement Portaria n.º 229/2012, de 03 de Agosto

Leia mais

Intellectual Property. IFAC Formatting Guidelines. Translated Handbooks

Intellectual Property. IFAC Formatting Guidelines. Translated Handbooks Intellectual Property IFAC Formatting Guidelines Translated Handbooks AUTHORIZED TRANSLATIONS OF HANDBOOKS PUBLISHED BY IFAC Formatting Guidelines for Use of Trademarks/Logos and Related Acknowledgements

Leia mais

OUTRA FORMA DE VER? A CONSTRUÇÃO DO AUTOCONCEITO DE CRIANÇAS CEGAS E AMBLIOPES

OUTRA FORMA DE VER? A CONSTRUÇÃO DO AUTOCONCEITO DE CRIANÇAS CEGAS E AMBLIOPES UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA CENTRO REGIONAL DE BRAGA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS OUTRA FORMA DE VER? A CONSTRUÇÃO DO AUTOCONCEITO DE CRIANÇAS CEGAS E AMBLIOPES II Ciclo de Estudos em Ciências da

Leia mais

Condições de Participação no Evento. Licenças. Equipamentos Regulamentos ( Bicicletas) Equipamento ( Vestuário ) Seguros. Entradas - Espectadores

Condições de Participação no Evento. Licenças. Equipamentos Regulamentos ( Bicicletas) Equipamento ( Vestuário ) Seguros. Entradas - Espectadores Condições de Participação no Evento De acordo com os Regulamentos da UCI Ciclismo de Pista Veteranos 3.9.001. Estes regulamentos estão disponíveis no site da UCI em www.uci.ch. Clicar sobre Rules e seguidamente

Leia mais

Self-reported diabetes: a feasible solution for national surveys in developing countries as Brazil.

Self-reported diabetes: a feasible solution for national surveys in developing countries as Brazil. Self-reported diabetes: a feasible solution for national surveys in developing countries as Brazil. Valéria M. Azeredo Passos, Janaina Caldeira Pereira, Sandhi Maria Barreto INTRODUCTION Type 2 diabetes

Leia mais

Vaccines for Your Children

Vaccines for Your Children Vaccines for Your Children Vaccines help prevent disease. Babies born in the United States may have their first vaccine right after birth. Future vaccines are given at well child check-ups with your child

Leia mais

IMPLANTE DE CATÉTER PARA DP PELO NEFROLOGISTA

IMPLANTE DE CATÉTER PARA DP PELO NEFROLOGISTA IMPLANTE DE CATÉTER PARA DP PELO NEFROLOGISTA Domingos Candiota Chula Hospital Universitário Evangélico de Curi7ba Hospital de Clínicas da UFPR Brasil 2012 Aproximadamente 97.000 pacientes em diálise (es7ma7va).

Leia mais

Caracterização dos doentes toxicodependentes observados pela equipa de Psiquiatria de Ligação - análise comparativa dos anos de 1997 e 2004

Caracterização dos doentes toxicodependentes observados pela equipa de Psiquiatria de Ligação - análise comparativa dos anos de 1997 e 2004 Caracterização dos doentes toxicodependentes observados pela equipa de Psiquiatria de Ligação - análise comparativa dos anos de 1997 e 2004 Joana Alexandre *, Alice Luís ** Resumo Analisaram-se as características

Leia mais

Cultural Identity of Young Volunteers Differences and understanding Empowering People. Volunteer Profile Questionnaire

Cultural Identity of Young Volunteers Differences and understanding Empowering People. Volunteer Profile Questionnaire Volunteer Profile Questionnaire 1 Índice 1 VOLUNTEER PROFILE QUESTIONNAIRE... 1.1 Country... 1. AGE... 1. GENDER... 1..1 GENDER vs... 1. Qualification... 1..1 QUALIFICATION GREECE VS PORTUGAL... 1. Are

Leia mais

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE MEDICINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA TROPICAL. Ana Wieczorek Torrens

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE MEDICINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA TROPICAL. Ana Wieczorek Torrens UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA FACULDADE DE MEDICINA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA TROPICAL Ana Wieczorek Torrens EFETIVIDADE DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA NA CURA DA TUBERCULOSE BRASÍLIA 2015 I EFETIVIDADE

Leia mais

Comunicação Breve RESUMO ABSTRACT. Recebido em 09/11/07 / Aprovado em 20/02/08

Comunicação Breve RESUMO ABSTRACT. Recebido em 09/11/07 / Aprovado em 20/02/08 Comunicação Breve Tratamento da Doença Renal Crônica: Estratégias para o Maior Envolvimento do Paciente em seu Auto-Cuidado Chronic Kidney Disease Treatment: Strategies for Increasing the Patient s Participation

Leia mais

2 - to raise awareness of the nature, extent, complexity and consequences of misuse of alcohol and other drugs occorring among doctors

2 - to raise awareness of the nature, extent, complexity and consequences of misuse of alcohol and other drugs occorring among doctors Working Group on the Misuse of Alcohol and Other Drugs by Doctor - British Medical Association - 1998 Ênfase : "...the protection of patients by recognising and dealing firmly and fairly with dysfunctional

Leia mais

Os Mais Importantes Estudos de Quimioterapia Neo-adjuvante. O que ha de novo?

Os Mais Importantes Estudos de Quimioterapia Neo-adjuvante. O que ha de novo? Os Mais Importantes Estudos de Quimioterapia Neo-adjuvante O que ha de novo? Carlos H. Barrios Professor, PUCRS School of Medicine Director, Oncology Research Center, Hospital São Lucas Director, Instituto

Leia mais

Mortalidade entre Usuários de Drogas Injetáveis versus Homens que fazem Sexo com Homens vivendo com HIV/AIDS:

Mortalidade entre Usuários de Drogas Injetáveis versus Homens que fazem Sexo com Homens vivendo com HIV/AIDS: Fundação Oswaldo Cruz Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Mortalidade entre Usuários de Drogas Injetáveis versus Homens que fazem Sexo com Homens vivendo com HIV/AIDS: Análise de Sobrevida no Contexto

Leia mais

Título: - Diagnóstico e análise da rede social: o caso da prestação de cuidados continuados a crianças com diabetes.

Título: - Diagnóstico e análise da rede social: o caso da prestação de cuidados continuados a crianças com diabetes. Título: - Diagnóstico e análise da rede social: o caso da prestação de cuidados continuados a crianças com diabetes. Palavras-chave : Análise Redes Sociais, Criança com Diabetes, Cuidados Continuados,

Leia mais

DATE July 04 th and 05 th, 2009. VENUE Ginásio Gilberto Cardoso Maracanãzinho Rua Professor Eurico Rabelo, S/Nr. Rio de Janeiro/RJ Brasil

DATE July 04 th and 05 th, 2009. VENUE Ginásio Gilberto Cardoso Maracanãzinho Rua Professor Eurico Rabelo, S/Nr. Rio de Janeiro/RJ Brasil DATE July 04 th and 05 th, 2009. VENUE Ginásio Gilberto Cardoso Rua Professor Eurico Rabelo, S/Nr Rio de Janeiro RJ Brazil ORGANIZER Confederação Brasileira de Judô Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro

Leia mais

Perguntas & Respostas

Perguntas & Respostas Perguntas & Respostas 17 de Abril de 2008 Versão Portuguesa 1. O que é uma Certidão Permanente?...4 2. Como posso ter acesso a uma Certidão Permanente?...4 3. Onde posso pedir uma Certidão Permanente?...4

Leia mais

NOVAS VANTAGENS NEW BENEFITS

NOVAS VANTAGENS NEW BENEFITS NOVO PREMIUM O SEU CARTÃO DE SAÚDE YOUR HPA HEALTH GROUP CARD NOVAS VANTAGENS BENEFITS Oferta de Check-Up Básico anual Oferta de Check-Up Dentário anual Descontos entre 10% e 30% nos serviços do Grupo

Leia mais

A. Situação / Situation

A. Situação / Situation A. Situação / Situation A Assembleia Mundial da Saúde (OMS) aprova em 1969 o Regulamento Sanitário Internacional, revisto pela quarta vez em 2005. Esta última versão entrou em vigor no plano internacional

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD 1) Gabarito oficial definitivo - Questão 1 A) Quando o candidato redigiu: The users can have control of their data and they determine what data they want to reveal, rather than be forced. Quando o candidato

Leia mais

User Guide Manual de Utilizador

User Guide Manual de Utilizador 2400 DPI OPTICAL GAMING MOUSE User Guide Manual de Utilizador 2014 1Life Simplify it All rights reserved. www.1-life.eu 2 2400 DPI OPTICAL GAMING MOUSE ENGLISH USER GUIDE...4 MANUAL DE UTILIZADOR PORTUGUÊS...18

Leia mais

Luis G. Modelli de Andrade Daniela Ponce Gabriel Luis Cuadrado Martin Andréia Pessoa da Cruz André Luis Balbi Jacqueline T. Caramori Pasqual Barretti

Luis G. Modelli de Andrade Daniela Ponce Gabriel Luis Cuadrado Martin Andréia Pessoa da Cruz André Luis Balbi Jacqueline T. Caramori Pasqual Barretti Sobrevida em Hemodiálise no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu Unesp: Comparação Entre a Primeira e a Segunda Metades da Década de 90 RESUMO Objetivo: Comparar a sobrevida em hemodiálise

Leia mais

ONLINE SUBMISSION Revisor

ONLINE SUBMISSION Revisor ONLINE SUBMISSION Revisor O Brazilian Journal of Medical and Biological Research é parcialmente financiado por: LOG IN Log In REVISOR Brazilian Journal of Medical and Biological O Brazilian Journal Research

Leia mais

O Presente e o Futuro da Segurança no Cuidado ao Paciente Resultados da Acreditação no Novo Cenário Econômico e Populacional

O Presente e o Futuro da Segurança no Cuidado ao Paciente Resultados da Acreditação no Novo Cenário Econômico e Populacional II CONGRESSO DE ACREDITAÇÃO INTERNACIONAL O Presente e o Futuro da Segurança no Cuidado ao Paciente Resultados da Acreditação no Novo Cenário Econômico e Populacional Painel A importância da segurança

Leia mais

Lung Cancer. Risk Factors

Lung Cancer. Risk Factors Lung Cancer The lungs are the organs that help us breathe. They help to give oxygen to all the cells in the body. Cancer cells are abnormal cells. Cancer cells grow and divide more quickly than healthy

Leia mais

ANEURISMAS CEREBRAIS CLIP? COIL? Marcos Barbosa Serviço de Neurocirurgia. Hospitais da Universidade de Coimbra Coimbra, Portugal

ANEURISMAS CEREBRAIS CLIP? COIL? Marcos Barbosa Serviço de Neurocirurgia. Hospitais da Universidade de Coimbra Coimbra, Portugal ANEURISMAS CEREBRAIS CLIP? COIL? Marcos Barbosa Serviço de Neurocirurgia. Hospitais da Universidade de Coimbra Coimbra, Portugal XXIII Congresso da SPNC Lisboa 2007 Clip? Coil? Clip ou Coil Clip e Coil

Leia mais

Í N D I C E G E R A L. v i i A B R E V I A T U R A S E S I G L A S. v i i i L I S T A D E T A B E L A S E F I G U R A S ix

Í N D I C E G E R A L. v i i A B R E V I A T U R A S E S I G L A S. v i i i L I S T A D E T A B E L A S E F I G U R A S ix Í N D I C E : Í N D I C E G E R A L. v i i A B R E V I A T U R A S E S I G L A S. v i i i L I S T A D E T A B E L A S E F I G U R A S ix R E S U M O. x A B S T R A C T... xi I - I N T R O D U Ç Ã O - 1

Leia mais

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education *5148359301* PORTUGUESE 0540/03 Paper 3 Speaking Role Play Card One 1 March 30 April 2013 No

Leia mais

PROGRAM FOR 3 DAYS in Faial and S. Jorge Islands, Azores

PROGRAM FOR 3 DAYS in Faial and S. Jorge Islands, Azores PROGRAM FOR 3 DAYS in Faial and S. Jorge Islands, Azores THIS PROGRAM AIMS TO TOAST OUR CUSTOMERS WITH THE OPPORTUNITY TO DISCOVER AND EXPLORE THE FAIAL AND S. JORGE ISLANDS. WE HAVE A WIDE RANGE OF CULTURAL

Leia mais

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO PROJECTO PROVAS EXPERIMENTAIS DE EXPRESSÃO ORAL DE LÍNGUA ESTRANGEIRA - 2005-2006 Ensino Secundário - Inglês, 12º ano - Nível de Continuação 1 1º Momento GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

Leia mais

Diabetes e Hipogonadismo: estamos dando a devida importância?

Diabetes e Hipogonadismo: estamos dando a devida importância? Diabetes e Hipogonadismo: estamos dando a devida importância? por Manuel Neves-e-Castro,M.D. Clinica de Feminologia Holistica Website: http://neves-e-castro.pt Lisboa/Portugal Evento Cientifico Internacional

Leia mais

La Salete Martins. Hospital Santo António, CHP Porto

La Salete Martins. Hospital Santo António, CHP Porto Registos da transplantação em Portugal transplante pancreático La Salete Martins Unidade de Transplante Reno-Pancreático Hospital Santo António, CHP Porto Portugal Reunião SPT, Curia, de 27/11 a 28/11/2009

Leia mais

Português 207 Portuguese for Business

Português 207 Portuguese for Business Português 207 Portuguese for Business Spring 2012: Porugal and the EU Instructor: Jared Hendrickson Office: 1149 Van Hise Office Hours: Monday and Thursday, 11:00 am-12:00 pm e-mail: jwhendrickso@wisc.edu

Leia mais

8º SIMPÓSIO DE CARDIOLOGIA INTERVENCIONISTA PARA O CLÍNICO

8º SIMPÓSIO DE CARDIOLOGIA INTERVENCIONISTA PARA O CLÍNICO 8º SIMPÓSIO DE CARDIOLOGIA INTERVENCIONISTA PARA O CLÍNICO ESTADO ATUAL E PERSPECTIVAS DA INTERVENÇÃO CORONÁRIA EM PACIENTES COM LESÃO DE TRONCO NÃO PROTEGIDO JOÃO BATISTA L.LOURES LESÃO DE TCE NÃO PROTEGIDO

Leia mais

O grande desafio é aumentar os níveis de atividade física na população em ambientes comunitários ", mas, como fazê-lo?

O grande desafio é aumentar os níveis de atividade física na população em ambientes comunitários , mas, como fazê-lo? O grande desafio é aumentar os níveis de atividade física na população em ambientes comunitários ", mas, como fazê-lo? The challenger is Increase levels of physical activity in the population in community

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática São Paulo 2010 JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

Leia mais

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades

GUIÃO A. Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho. 1º Momento. Intervenientes e Tempos. Descrição das actividades Ano: 9º Domínio de Referência: O Mundo do Trabalho GUIÃO A 1º Momento Intervenientes e Tempos Descrição das actividades Good morning / afternoon / evening, A and B. For about three minutes, I would like

Leia mais

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education PORTUGUESE 0540/03

UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education PORTUGUESE 0540/03 UNIVERSITY OF CAMBRIDGE INTERNATIONAL EXAMINATIONS International General Certificate of Secondary Education PORTUGUESE 0540/03 Paper 3 Speaking/Listening Role Play Card One No Additional Materials are

Leia mais

Estado Nutricional, Depressão e Qualidade de Vida de Pacientes em Hemodiálise

Estado Nutricional, Depressão e Qualidade de Vida de Pacientes em Hemodiálise 1163 Estado Nutricional, Depressão e Qualidade de Vida de Pacientes em Hemodiálise Annerose Barros, Domingos Otávio Lorenzoni D Avila (orientador) Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde

Leia mais

The Indigenous Population of Brazil 1991 Population Census

The Indigenous Population of Brazil 1991 Population Census The Indigenous Population of Brazil 1991 Population Census Authors: Nilza Oliveira Martins Pereira (principal author), Tereza Cristina Nascimento Araujo, Valéria Beiriz, Antonio Florido- IBGE The definition

Leia mais

XV REUNIÃO SECÇÃO DE PEDIATRIA AMBULATÓRIA SOCIEDADE PORTUGUESA DE PEDIATRIA. Doença Inflamatória Intestinal Pediátrica: cada vez mais comum

XV REUNIÃO SECÇÃO DE PEDIATRIA AMBULATÓRIA SOCIEDADE PORTUGUESA DE PEDIATRIA. Doença Inflamatória Intestinal Pediátrica: cada vez mais comum XV REUNIÃO SECÇÃO DE PEDIATRIA AMBULATÓRIA SOCIEDADE PORTUGUESA DE PEDIATRIA Doença Inflamatória Intestinal Pediátrica: cada vez mais comum João Nascimento 1, Filipa Neiva 1, Henedina Antunes 1,2 1 Unidade

Leia mais

NAS TRAMAS DO COTIDIANO: ADULTOS E CRIANÇAS CONSTRUINDO A EDUCAÇÃO INFANTIL

NAS TRAMAS DO COTIDIANO: ADULTOS E CRIANÇAS CONSTRUINDO A EDUCAÇÃO INFANTIL Silvia Néli Falcão Barbosa NAS TRAMAS DO COTIDIANO: ADULTOS E CRIANÇAS CONSTRUINDO A EDUCAÇÃO INFANTIL Dissertação de Mestrado DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO Programa de Pós-Graduação em Educação Rio de Janeiro

Leia mais

IMMIGRATION Canada. Study Permit. São Paulo Visa Office Instructions. Table of Contents. For the following country: Brazil IMM 5849 E (04-2015)

IMMIGRATION Canada. Study Permit. São Paulo Visa Office Instructions. Table of Contents. For the following country: Brazil IMM 5849 E (04-2015) IMMIGRATION Canada Table of Contents Document Checklist Study Permit (disponible en Portuguese) Study Permit São Paulo Visa Office Instructions For the following country: Brazil This application is made

Leia mais

1) O exame eco doppler abdominal deve ser efetuado nas seguintes situações (excetuam-se as indicações hepatológicas):

1) O exame eco doppler abdominal deve ser efetuado nas seguintes situações (excetuam-se as indicações hepatológicas): NÚMERO: 029/2011 DATA: 30/09/2011 ATUALIZAÇÃO: 13/07/2015 ASSUNTO: Eco Doppler Abdominal: Indicações Clínicas e Metodologia de Execução PALAVRAS-CHAVE: Eco doppler PARA: Médicos do Sistema de Saúde CONTACTOS:

Leia mais

Project Management Activities

Project Management Activities Id Name Duração Início Término Predecessoras 1 Project Management Activities 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 2 Plan the Project 36 dias Sex 05/10/12 Sex 23/11/12 3 Define the work 15 dias Sex 05/10/12

Leia mais

Serviços - pressão de Inverno

Serviços - pressão de Inverno Serviços - pressão de Inverno Data: 11/08/2004 Autor: Cláudia Conceição (claudiac@esoterica.pt) Este documento procura mostrar, a partir de publicações que, pelo menos para alguns serviços, parece haver

Leia mais

SAP Best Practices Informações sobre disponibilidade e download para Clientes SAP e Parceiros SAP. Know-how setorial e global pré-configurado

SAP Best Practices Informações sobre disponibilidade e download para Clientes SAP e Parceiros SAP. Know-how setorial e global pré-configurado SAP Best Practices Informações sobre disponibilidade e download para Clientes SAP e Parceiros SAP Know-how setorial e global pré-configurado Índice 1.Disponibilidade dos pacotes SAP Best Practices 2.Efetuar

Leia mais

Somatropina no adulto. Fernando Baptista Serviço de Endocrinologia Diabetes e Metabolismo. Hospital de Santa Maria. Lisboa

Somatropina no adulto. Fernando Baptista Serviço de Endocrinologia Diabetes e Metabolismo. Hospital de Santa Maria. Lisboa Somatropina no adulto Fernando Baptista Serviço de Endocrinologia Diabetes e Metabolismo. Hospital de Santa Maria. Lisboa Secreção de GH Concentração integrada de GH nas 24h em 173 indivíduos de ambos

Leia mais

Co-infecção HIV/HCV no Brasil. HEPATOAIDS São Paulo 2014

Co-infecção HIV/HCV no Brasil. HEPATOAIDS São Paulo 2014 Co-infecção HIV/HCV no Brasil HEPATOAIDS São Paulo 2014 Gerusa Figueiredo Professora Doutora do Instituto de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo Contato: gfigueiredo@usp Conflito de interesse:

Leia mais

Institutional Skills. Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS. Passo a passo. www.britishcouncil.org.br

Institutional Skills. Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS. Passo a passo. www.britishcouncil.org.br Institutional Skills Sessão informativa INSTITUTIONAL SKILLS Passo a passo 2 2 British Council e Newton Fund O British Council é a organização internacional do Reino Unido para relações culturais e oportunidades

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS 1º EXAME

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS 1º EXAME SISTEMAS DISTRIBUÍDOS 1º EXAME Ano Lectivo: 2005/2006 Data: 12 de Junho de 2006 Ano Curricular: 4º Ano 2º Semestre Duração: 2h00 INFORMAÇÕES GERAIS 1. O exame encontra-se em Inglês devido à existência

Leia mais

Visitor, is this is very important contact with you. WATH DO WE HERE?

Visitor, is this is very important contact with you. WATH DO WE HERE? Visitor, is this is very important contact with you. I m Gilberto Martins Loureiro, Piraí s Senior Age Council President, Rio de Janeiro State, Brazil. Our city have 26.600 habitants we have 3.458 senior

Leia mais

Boletim Científico. Preditores de disfunção ventricular esquerda, após plastia mitral: efeitos da fibrilação atrial e hipertensão pulmonar.

Boletim Científico. Preditores de disfunção ventricular esquerda, após plastia mitral: efeitos da fibrilação atrial e hipertensão pulmonar. Boletim Científico SBCCV 01/09/2014 Número 04 Preditores de disfunção ventricular esquerda, após plastia mitral: efeitos da fibrilação atrial e hipertensão pulmonar. Predicting early left ventricular dysfunction

Leia mais

IN RE: GUARDIAN ADVOCATE OF/ REF: CURATELA ESPECIAL DE

IN RE: GUARDIAN ADVOCATE OF/ REF: CURATELA ESPECIAL DE IN THE CIRCUIT COURT FOR ORANGE COUNTY, FLORIDA PROBATE DIVISION IN RE: GUARDIAN ADVOCATE OF/ REF: CURATELA ESPECIAL DE Case No / N o do Caso: ANNUAL GUARDIAN ADVOCATE REPORT ANNUAL GUARDIAN ADVOCATE PLAN

Leia mais

II Simpósio Internacional de Trombose e Anticoagulação

II Simpósio Internacional de Trombose e Anticoagulação Page 1 of 8 Início Conheça a revista II Simpósio Internacional de Trombose e Anticoagulação Publicado por Marcos Vinhal em 9 de outubro, 2009 II Simpósio Internacional de Trombose e Anticoagulação destaca

Leia mais

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET 2015 1 e-mail:mario@labma.ufrj.br Tables BR-EMS, mortality experience of the Brazilian Insurance Market, were constructed,

Leia mais

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese

Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Portuguese Lesson A Welcome to Lesson A of Story Time for Portuguese Story Time is a program designed for students who have already taken high school or college courses or students who have completed other

Leia mais

O papel da intervenção coronária percutânea no tratamento da angina estável e isquemia silenciosa

O papel da intervenção coronária percutânea no tratamento da angina estável e isquemia silenciosa O papel da intervenção coronária percutânea no tratamento da angina estável e isquemia silenciosa Marcelo J C Cantarelli, MD, PhD, FACC, FSCAI H. Bandeirantes H. Leforte H. Rede D Or São Luiz Anália Franco

Leia mais

TÍTULO DA APRESENTAÇÃO

TÍTULO DA APRESENTAÇÃO UniversityofMinho 1974 (39 years) 2 Campi Campus de Gualtar (380.000 m 2 ) Braga Campus de Azurém (270.000 m 2 ) Guimarães Teaching 53 graduate courses 130 masters courses 22 PhD courses 18.500 students

Leia mais

6 Não será permitido o uso de dicionário.

6 Não será permitido o uso de dicionário. 1 2 3 4 5 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DOS DISTÚRBIOS TIREOIDIANOS EM USUÁRIOS DE UM LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS

CLASSIFICAÇÃO DOS DISTÚRBIOS TIREOIDIANOS EM USUÁRIOS DE UM LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS CLASSIFICAÇÃO DOS DISTÚRBIOS TIREOIDIANOS EM USUÁRIOS DE UM LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLÍNICAS Kamila Karoliny Ramos de Lima 1, Josimar dos Santos Medeiros 2. Resumo Entre as principais doenças de evolução

Leia mais

Dr. Felipe José Fernández Coimbra Depto. De Cirurgia Abdominal - Cirurgia Oncológica

Dr. Felipe José Fernández Coimbra Depto. De Cirurgia Abdominal - Cirurgia Oncológica Dr. Felipe José Fernández Coimbra Depto. De Cirurgia Abdominal - Cirurgia Oncológica Duodenopancreatectomia Howard JM, 1968 Morbimortalidade pancreatectomia Fhurman GM, et al. Ann. Surg. 1996. Leach SD,

Leia mais

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL JOÃO CRESTANA President of Secovi SP and CBIC National Commission of Construction Industry SIZE OF BRAZIL Population distribution by gender, according to age group BRAZIL 2010

Leia mais

Diálise Pediátrica: Experiência de 20 anos

Diálise Pediátrica: Experiência de 20 anos Artigo Original Rev Port Nefrol Hipert 2004; 18 (4): 215-225 Diálise Pediátrica: Experiência de 20 anos Conceição Mota, Alzira Sarmento, Filipa Vasconcelos, Teresa Costa, Maria Sameiro Faria, Elói Pereira

Leia mais

Anemia e Insuficiência Renal Crônica. Estágios 1 a 4

Anemia e Insuficiência Renal Crônica. Estágios 1 a 4 Anemia e Insuficiência Renal Crônica Estágios 1 a 4 National Kidney Foundation s Kidney Disease Outcomes Quality Initiative (Iniciativa de Qualidade em Resultados de Insuficiência Renal da Fundação Nacional

Leia mais

MAUS TRATOS NA POPULAÇÃO IDOSA INSTITUCIONALIZADA

MAUS TRATOS NA POPULAÇÃO IDOSA INSTITUCIONALIZADA Universidade de Lisboa Faculdade de Medicina de Lisboa MAUS TRATOS NA POPULAÇÃO IDOSA INSTITUCIONALIZADA Catarina Isabel Fonseca Paulos Mestrado em Medicina Legal e Ciências Forenses 2005 Esta dissertação

Leia mais

RcPDV. 2015 Rica Informática

RcPDV. 2015 Rica Informática RcPDV Note: To change the product logo for your ow n print manual or PDF, click "Tools > Manual Designer" and modify the print manual template. Title page 1 Use this page to introduce the product by Rica

Leia mais

Vantagem de Adesão AMERICAN SOCIETY OF PLASTIC SURGEONS Como se Tornar um Membro Internacional:

Vantagem de Adesão AMERICAN SOCIETY OF PLASTIC SURGEONS Como se Tornar um Membro Internacional: Vantagem de Adesão AMERICAN SOCIETY OF PLASTIC SURGEONS Como se Tornar um Membro Internacional: Se você está ativamente envolvido na prática da Cirurgia Plástica ou Reconstrutiva por menos de três (3)

Leia mais

Implementing and monitoring an. Open Access mandate: the Minho Experience

Implementing and monitoring an. Open Access mandate: the Minho Experience Implementing and monitoring an Open Access mandate: the Minho Experience Eloy Rodrigues eloy@sdum.uminho.pt Agenda Introduction University of Minho Open Access @UMinho Open Access Policy @UMinho: incentive

Leia mais

Componentes Cerâmicos em Substituições Articulares Protéticas: Onde estamos hoje?

Componentes Cerâmicos em Substituições Articulares Protéticas: Onde estamos hoje? Venha buscar o seu Voucher para 1 Pendrive. Para todos os participantes. Componentes Cerâmicos em Substituições Articulares Protéticas: Onde estamos hoje? Simpósio 4 de Setembro de 2015, das 12:30 as 14:00

Leia mais

Lesson 6 Notes. Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job. Language Notes

Lesson 6 Notes. Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job. Language Notes Lesson 6 Notes Eu tenho um irmão e uma irmã Talking about your job Welcome to Fun With Brazilian Portuguese Podcast, the podcast that will take you from beginner to intermediate in short, easy steps. These

Leia mais

Biogas from coffee waste

Biogas from coffee waste Biogas from coffee waste Two case studies Problem about 4 ton/day of coffee waste (solid content between 13 e 22%) from coffee substitutes production Inicially disposed on land Waste composition Waste

Leia mais

Cristiana Andreia Rodrigues Tavares

Cristiana Andreia Rodrigues Tavares Cristiana Andreia Rodrigues Tavares Técnicas de Recobrimento Radicular Universidade Fernando Pessoa Faculdade de Ciências da Saúde Porto, 2013 Cristiana Andreia Rodrigues Tavares Técnicas de Recobrimento

Leia mais

CIENCIA VIVA. A Portuguese initiative for scientific and technological culture

CIENCIA VIVA. A Portuguese initiative for scientific and technological culture CIENCIA VIVA A Portuguese initiative for scientific and technological culture OUR MISSION CIENCIA VIVA IN SCHOOLS Science Education, practical work in partnership with research institutions NATIONAL SCIENTIFIC

Leia mais

ANNUAL REPORT 2011-12-13

ANNUAL REPORT 2011-12-13 ANNUAL REPORT 2011-12-13 Member organizationʼs name: Beraca Sabará Quimicos e Ingredientes - Divisão HPC Main address: Rua Emilia Marengo, 682 segundo andar Jardim Analia Franco, São Paulo SP Brasil CEP

Leia mais

Educação Vocacional e Técnica nos Estados Unidos. Érica Amorim Simon Schwartzman IETS

Educação Vocacional e Técnica nos Estados Unidos. Érica Amorim Simon Schwartzman IETS Educação Vocacional e Técnica nos Estados Unidos Érica Amorim Simon Schwartzman IETS Os principais modelos Modelo europeu tradicional: diferenciação no secundário entre vertentes acadêmicas e técnico-profissionais

Leia mais

Rafaella Cristhine Pordeus de Lima Concluinte do mestrado em Ciências da Nutrição UFPB Especialista em Nutrição Clínica UGF-RJ

Rafaella Cristhine Pordeus de Lima Concluinte do mestrado em Ciências da Nutrição UFPB Especialista em Nutrição Clínica UGF-RJ Rafaella Cristhine Pordeus de Lima Concluinte do mestrado em Ciências da Nutrição UFPB Especialista em Nutrição Clínica UGF-RJ REDUÇÃO DA INGESTÃO ENERGÉTICA SUPLEMENTAÇÃO NUTRICIONAL APROPRIADA INGESTÃO

Leia mais

TRATAMENTO CIRÚRGICO da DOENÇA DE PEYRONIE CORPOROPLASTIA DE ALONGAMENTO

TRATAMENTO CIRÚRGICO da DOENÇA DE PEYRONIE CORPOROPLASTIA DE ALONGAMENTO TRATAMENTO CIRÚRGICO da DOENÇA DE PEYRONIE CORPOROPLASTIA DE ALONGAMENTO Nuno Tomada, MD, PhD Unidade de Medicina Sexual e Cirurgia Reconstrutiva Génito-Urinária do Serviço de Urologia do Hospital S. João

Leia mais

LÍNGUA INGLESA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Reading - Typographic Marks

LÍNGUA INGLESA CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA AULA. Conteúdo: Reading - Typographic Marks Conteúdo: Reading - Typographic Marks Habilidades: Utilizar as Marcas Tipográficas para facilitar a compreensão e também chamar a atenção do leitor. Typographic Marks O que são marcas tipográficas? As

Leia mais

Prova Escrita de Inglês

Prova Escrita de Inglês PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho Prova Escrita de Inglês 6º Ano de Escolaridade Prova 06 / 2.ª Fase 7 Páginas Duração da Prova: 90 minutos. 2014 Prova 06/ 2.ª F.

Leia mais

A COMUNICAÇÃO NA TRANSIÇÃO PARA CUIDADOS PALIATIVOS:

A COMUNICAÇÃO NA TRANSIÇÃO PARA CUIDADOS PALIATIVOS: BIOÉTICA ANA BERNARDO SEARA CARDOSO A COMUNICAÇÃO NA TRANSIÇÃO PARA CUIDADOS PALIATIVOS: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO DA REALIDADE PORTUGUESA Resumo da dissertação apresentada para a obtenção do grau de Mestre

Leia mais

VaIN II II e III há indicação para tratamentos não- excisionais?

VaIN II II e III há indicação para tratamentos não- excisionais? Trocando Idéias XIV - 2009 VaIN II II e III há indicação para tratamentos não- excisionais? Walquíria Quida Salles Pereira Primo Doutorado e Mestrado UnB Professora da Pós-graduação UnB Unidade de Ginecologia

Leia mais

Certificação de software Precisa-se se de uma Política... Manuel Lousada MDIC/STI

Certificação de software Precisa-se se de uma Política... Manuel Lousada MDIC/STI Certificação de software Precisa-se se de uma Política... Manuel Lousada MDIC/STI Imagino que outros já tenham mostrado o panorama internacional... Mas pode ser interessante olhar dados recentes Recomendo

Leia mais

Cavalcanti DR.* * Desiree R. Cavalcanti (Doutoranda do Departamento de Estomatologia FOUSP - dcavalcanti@usp.br)

Cavalcanti DR.* * Desiree R. Cavalcanti (Doutoranda do Departamento de Estomatologia FOUSP - dcavalcanti@usp.br) Pan-American Family Medicine Clinics Vol. 1/2005 41 COMUNICAÇÃO DO DIAGNÓSTICO DE DOENÇA GRAVE (CÂNCER) AO PACIENTE: QUEM? QUANDO? COMO? POR QUE? CRITICAL ILLNESS (CÂNCER) DIAGNOSIS COMMUNICATION. TELLING

Leia mais

Technical Information

Technical Information Subject Ballast Water Management Plan To whom it may concern Technical Information No. TEC-0648 Date 14 February 2006 In relation to ballast water management plans, we would advise you that according to

Leia mais

Systematic Review Protocol

Systematic Review Protocol Systematic Review Protocol Title: Effect of Temporomandibular Disorder Therapy on Otologic Signs and Symptoms: a Systematic Review Keywords: Otologic signs and symptoms; temporomandibular joint disorders;

Leia mais

Declaro não haver nenhum conflito de interesse.

Declaro não haver nenhum conflito de interesse. Declaro não haver nenhum conflito de interesse. Faculdade de Medicina do ABC Disciplina de Ginecologia Serviço do Prof. Dr. César Eduardo Fernandes Setor de Mastologia IVO CARELLI FILHO Maior dilema da

Leia mais