Santa Casa BH contribui para redução da fila de transplantes em Minas Gerais

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Santa Casa BH contribui para redução da fila de transplantes em Minas Gerais"

Transcrição

1 informativo do grupo santa casa bh nº 254 janeiro DE 2013 RODRIGO ALMEIDA Santa Casa BH contribui para redução da fila de transplantes em Minas Gerais página 5 Processo digital substitui armazenamento de papéis página 3

2 2 SANTA CASA NOTÍCIAs janeiro de 2013 Palavra do provedor Prezado(a) amigo(a), Começamos o ano sob o influxo de confiança. Temos nossas razões. Concluímos 2012 com resultados satisfatórios a despeito da crise da economia mundial que afeta o Brasil evidentemente, no tempo globalizado em que vivemos. Nesta primeira edição de 2013, destinamos algumas matérias a esse tema, porque os dados do exercício passado alicerçaram nossa convicção de boa performance no ano incipiente. Não se trata de previsão aleatória. Na realidade, foram imensos e intensos os trabalhos desenvolvidos no exercício findo para que tivéssemos êxito em planos, programas e realizações. Cumprimos nossos compromissos, transpondo obstáculos e permitindo que os projetos não sofressem solução de continuidade. Foi um período de grandes esforços, para cujo desenvolvimento contamos com o apoio de segmentos de governo, nas três esferas, e de empresas e pessoas interessadas em ajudar-nos em deveres sociais e humanos. O que conseguimos decorreu também da sensibilidade de nossos colaboradores, ao nosso lado nessa ininterrupta luta em favor daqueles que sofrem e precisam de assistência. A eles, que são mais do que funcionários, procuramos corresponder e retribuir, mantendo conquistas e ampliando benefícios já concedidos. Estamos certos de que eles continuarão conosco atuando em benefício da Instituição que nos congrega e dos ideais centenários que nos motivam. Entre os fatos que nos contentam está a continuidade do trabalho de transplantes de órgãos, que apresenta números expressivos e estende sua ação a novas áreas. Contribuímos, assim, para resolver problemas de nossos irmãos e reduzir as filas de transplante. Outra área que muito tem produzido na Instituição é a de Oncologia. Na Santa Casa, os pacientes encontram tratamento humanizado e integral, com tecnologia de ponta, aliando a ética a um alto nível de conhecimento científico. Isso é extremamente valioso destacar ao considerarmos que o câncer é uma das doenças mais comuns do mundo. Não menos relevante é a atuação da Neurocirurgia da Santa Casa BH, objeto também de matéria nesta edição. Com infraestrutura completa, realiza mais de cirurgias por ano. Simultaneamente com o trabalho clínico e cirúrgico, contamos também com um Centro de Pesquisa, cujo objetivo é estimular a produção científica da equipe, desenvolvida mediante treinamentos e orientações. Importante também registrarmos o início das obras de revitalização da fachada principal do Hospital São Lucas. O projeto, aprovado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura, conta com patrocínio do Banco BMG e do Centro Universitário UNA. Com a conclusão, recupera-se o aspecto externo da tradicional casa de saúde de Belo Horizonte que recentemente completou 90 anos. Por fim, chamamos especialmente a atenção para uma foto que publicamos nesta edição. Nela, registra-se a visita do presidente Juscelino à Santa Casa, em 1959, para inauguração de um conjunto de obras. Para consolidação da Instituição, para a qual tanto contribuíram ilustres brasileiros, inclusive presidentes da República como Wenceslau Brás e Delfim Moreira, estas visitas serão sempre valiosas ao assinalar a relevância da Santa Casa para a saúde de Minas Gerais. Saulo Levindo Coelho Provedor DOAÇÕES dezembro DE 2012 Receitas (em reais) Doações via contas da CEMIG ,17 Doações via boletos bancários 8.754,00 Doações em dinheiro 1.846,00 Doações via sentenças judiciais 940,40 TOTAL ,57 Fonte: Provedoria da Santa Casa BH Contribua com a Santa Casa BH. Faça contato com a Central de Doações: (31) Espaço leitor Sou estagiária da Santa Casa, técnica de enfermagem, e gostaria de agradecer, e ao mesmo tempo elogiar, a equipe técnica de enfermagem do 7 andar - ala A pelo profissionalismo, organização da equipe e carisma com colegas e pacientes. Obrigada a todos que nos receberam com tanta paciência e dedicação. Rosimary Silveira - Contagem - MG Gostaria de elogiar o atendimento que uma pessoa da minha família recebeu na Santa Casa. Somos gratos pelo atendimento de todos, das enfermeiras aos funcionários de serviços gerais. Agradeço também aos médicos, por sinal, de excelente qualidade. Agradeço ainda pelos serviços prestados e desejo que continuem sendo este grupo maravilhoso com todos os pacientes. Bom trabalho. Alinne Cristina - São José da Lapa - MG Expediente Conselho da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte Provedor Saulo Levindo Coelho 1º Secretário Lindolfo Coelho Paoliello 2º Secretário Roberto Otto Augusto de Lima Agostinho Patrus Filho, Carlos Batista Alves de Souza, Jésus Trindade Barreto Júnior, João Batista do Couto, José Ângelo Lima Duarte, José Fernando Aparecido de Oliveira, José Rafael Guerra Pinto Coelho, Luiz Fellipe de Lima Vieira, Maria Regina Calsolari, Newton Paiva Ferreira Filho, Olguinha Géo Leite Soares, Oswaldo Fortini Levindo Coelho, Reynaldo Arthur Ramos Ferreira, Wladimir Eustáquio Costa. Conselho Fiscal Amilcar Viana Martins, Carlos Ediber Richard Carvalhais, Christiano Renault, Delson de Miranda Tolentino, João Afonso Baeta da Costa Machado, Saulo Converso Lara Secretária da Irmandade Abadia Nunes do Nascimento Diretor Clínico Hermann Alexandre Vivacqua Von Tiesenhausen Vice-Diretor Clínico Francisco Eustáquio Valadares Comitê Executivo Operacional Superintendente-geral Porfírio Marcos Rocha Andrade Superintendente de Assistência à Saúde Guilherme Gonçalves Riccio Superintendente de Planejamento, Finanças e Recursos Humanos Gonçalo de Abreu Barbosa Santa Casa Notícias Informativo mensal do Grupo Santa Casa BH Registrado no Cartório de Pessoas Jurídicas de Belo Horizonte sob o número 911, Livro B, em Av. Francisco Sales, 1111 Santa Efigênia CEP Telefone: (31) Editor: Manoel Hygino dos Santos (MG JP) Jornalistas: Renata Jantsch (10.890/MG) / Almir Gomes (17.248/MG) Estagiário: Guilherme Lacerda Revisão: Rodrigo Almeida (5.817/MG) Projeto Gráfico: G30 MKT & COM Impressão: EGL Editores Gráficos Ltda Tiragem: 2500 exemplares Assessor de Comunicação Institucional Rodrigo Almeida O conteúdo deste informativo pode ser republicado por outros veículos de comunicação desde que citada a fonte: Santa Casa Notícias - Grupo Santa Casa BH.

3 janeiro DE 2013 SANTA CASA NOTÍCIAS 3 Digitalização substitui meio milhão de papéis Como parte do programa de modernização de processos administrativos, o Grupo Santa Casa BH concluiu a digitalização dos documentos de todos os empregados ativos e inativos. O acervo reúne mais de meio milhão de papéis. A partir de então, todos os dados passam a ser informatizados. Desde abril de 2011, a Gerência de Recursos Humanos está digitalizando os dossiês dos funcionários ativos, reduzindo consideravelmente o uso de papel. Toneladas de papéis e documentos estão sendo substituídos por arquivos digitais De acordo com o gerente de RH, Eduardo Swerts, a informatização dos documentos garante mais segurança aos dados pessoais e administrativos do setor. As informações vitais e estratégicas de uma organização necessitam ser preservadas e acessadas rapidamente. Portanto, todo o processo de seleção de dados, indexação, armazenamento e posterior recuperação, de forma eficiente, é um grande trunfo estratégico. Podemos agora utilizar de forma imediata as informações armazenadas, fazendo com que a tomada de decisões seja mais rápida, racional e, consequentemente, sustentável, declarou o gerente. A tecnologia de Gerenciamento de Documentos Eletrônicos implantada trouxe diversos benefícios ao Grupo Santa Casa BH. Ela permite gerenciamento do ciclo de vida de documentos e melhor recuperação, tratamento e organização da informação. café com o provedor Em sua primeira edição do ano, no dia 9 de janeiro, o Café com o Provedor contou com a participação especial do escritor, jornalista e ouvidor da Santa Casa BH, Manoel Hygino dos Santos. O provedor da Instituição, Saulo Levindo Coelho, recebeu os convidados para um bate-papo na Sala de Reuniões da Provedoria. Adriana Ferreira Malaquias, Alexandre Maia Lage, Amanda Martins Torchia, Ana Cristina de Souza Bento, Cristina Maria Brandão Pinheiro, Dinéia Pereira dos Santos, Dulcinéia Pereira de Souza, Eli Xisto da Silva, Elvis Antônio Miranda, Gabriela Santana Vasconcelos Coutinho, Jussara Cardoso Natalino, Kênia de Freitas Dias, Lady Lea Piedade Ferreira, Lucas Matos Fantoni, Luciana Cristina Pedrozo, Luiz Carlos Belo Júnior, Maria Auxiliadora da Silva, Marta Luiza Isidoro dos Santos, Reinaldo Antônio P. Rodrigues, Reinaldo Loiola Inácio, Rosana Geralda Barbosa de Almeida e Vitor Bruno Silva Nicácio são os funcionários convidados para o próximo Café com o Provedor que será realizado no dia 6 de fevereiro, às 9:30 h. ALMIR GOMES homenagem Em memória do provedor da Santa Casa de São José dos Campos (SP), Luís Roberto Monteiro Porto, falecido no dia 24 de dezembro do ano passado, o Grupo Santa Casa BH celebrou missa na capela da Instituição no dia 22 de janeiro. O provedor da Santa Casa BH, Saulo Levindo Coelho, recebeu a comitiva do interior paulista que prestigiou a homenagem. Entre os visitantes, o 1 secretário da Irmandade da SCSJC, dr. Benjamin Augusto Baracchini Bueno. 24ª edição do Café com o Provedor PREVENÇÃO E TRATAMENTO DE FERIDAS Luís Roberto Porto, advogado e empresário do setor de construção civil e agrícola, exerceu o cargo de provedor de 1990 a Fundada em 1898, a Santa Casa de São José dos Campos é contemporânea da de Belo Horizonte. Em 1932, serviu para receber os feridos da Revolução Constitucionalista. Até meados da década de 1960, era o único hospital da cidade. A Santa Casa BH, por meio do seu Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP), realizará no dia 23 de fevereiro o curso Prevenção e Tratamento de Feridas. O objetivo é oferecer aos profissionais de enfermagem os conhecimentos adequados para utilizar raciocínio e julgamento clínico na identificação do tipo de ferida e sua condição, associando-a ao histórico e ao quadro clínico do paciente e relacionando-os com os fatores que interferem na cicatrização. Com abordagem teórico-prática de assistência a paciente com feridas, o curso demonstrará a utilização de tecnologias em curativos considerando-se, também, os processos sistêmicos de assistência e os recursos disponíveis. O investimento é de R$ 60,00 para técnicos em enfermagem e alunos da Escola Técnica Santa Casa BH e de R$ 70,00 para acadêmicos de enfermagem e enfermeiros. Os interessados podem obter informações e realizar inscrições, até 22 de fevereiro, na secretaria da Escola Técnica da Santa Casa BH (rua Domingos Viera, Santa Efigênia), pelos telefones (31) / ou pelo Durante a celebração, Saulo Coelho enalteceu o trabalho do provedor Luís Porto

4 4 SANTA CASA NOTÍCIAs janeiro DE 2013 O reencontro de mãe e filho, 30 anos depois Há 3 décadas, Dona Santilha Maria de Souza, de 80 anos, não tinha contato nem notícias de um de seus 13 filhos, Délson Gonçalves de Souza. A última informação sobre seu paradeiro é de que ele estaria morando em Minas Gerais. No início deste ano, Délson, que morava sozinho na região de Venda Nova, sentiu-se mal e foi internado na Santa Casa BH. Sem parentes na capital mineira, o Serviço Social da Instituição, com a ajuda de amigos do paciente, localizou Dona Santilha em Eunápolis, na Bahia, cidade a 65 km de Porto Seguro. Délson, de 61 anos, sentiu-se mal na primeira quinzena de janeiro e foi atendido na UPA de Venda Nova, sendo transferido em seguida para a Santa Casa BH. O último contato com a família foi em 1982, ainda em Eunápolis. Na época, com 31 anos, trabalhava como comerciante e, após um desentendimento familiar, mudou-se sem comunicar seu destino. De acordo com sua cunhada, Cidália de Souza, após esse desentendimento ele desapareceu. A última informação é de que estaria em Minas Gerais, mas não sabíamos onde procurá-lo, afirmou. Dona Santilha: uma mãe nunca deixa de orar pelos filhos Durante o tempo que ficou sem contato com a família, Délson viveu em Minas Gerais. Nos últimos anos, morava e trabalhava como vendedor ambulante em Venda Nova, distrito de Belo Horizonte, onde fez amizades. Foi através de contatos com esses amigos que o Serviço Social da Santa Casa BH conseguiu localizar seus familiares. De acordo com a Assistente Social do CTI Clínico Adulto, Eliane Brandão, Délson chegou ao hospital sem acompanhante. Descobrimos que ele morava sozinho e não tinha ninguém com vínculo familiar na cidade. Seus amigos nos ajudaram e uma de suas amigas nos repassou papéis, encontrados entre seus pertences, que continham diversos números de telefone para os quais ligamos na esperança de localizar um parente. Nestas tentativas, ligamos para a senhora Maria de Lourdes, na cidade de Eunápolis. Ela nos disse que tinha uma amiga, sua vizinha, que não via o filho há cerca de 30 anos. Por fim, identificamos que se tratava do filho de dona Santilha, explicou. A família, então, viajou para Belo Horizonte para reencontrar Délson de Souza. O primeiro a chegar ao hospital foi o irmão Ademário de Souza, que confirmou o parentesco. No dia seguinte, sua esposa, Cidália, acompanhou a sogra para que pudesse reencontrar o filho. A emocionante visita foi assistida por médicos, uma psicóloga e pela assistente social Eliane Brandão. Ao deixar o CTI, dona Santilha afirmou: apesar de estar sedado, nós falamos com ele e percebemos que ele nos ouviu, ele reagiu. E eu ainda lhe disse Délson, são 30 anos que não nos vemos, mas ainda te amamos. Graças à Santa Casa BH conseguimos encontrá-lo. Durante todo este tempo, eu nunca perdi a esperança e sempre dizia que não morreria sem vê-lo novamente. Uma mãe nunca deixa de orar pelos filhos, completou emocionada. Ao ser internado no CTI da Santa Casa BH, Délson de Souza já apresentava um estado de saúde grave, com sério comprometimento infeccioso nos pulmões. Passados 4 dias após a primeira visita de seus familiares, o paciente sofreu um choque séptico e faleceu no dia 22 de janeiro. CENTRO DE PESQUISA EM NEUROCIRURGIA A Santa Casa BH possui um dos maiores e melhores serviços de neurocirurgia do Brasil. Dispondo de infraestrutura completa, realiza mais de cirurgias por ano, abrangendo todas as áreas da neurocirurgia. Com serviço de hemodinâmica, UTI neurocirúrgica e radiocirurgia, além de renomada equipe formada por 12 neurocirurgiões e 10 residentes, o Serviço de Neurocirurgia se destaca também pela produção de publicações científicas. Em dezembro de 2011, implantou o Centro de Pesquisa em Neurocirurgia, aprimorando a formação dos seus residentes e promovendo melhorias na assistência prestada aos pacientes. Neurocirurgia da Santa Casa BH: mais de cirurgias por ano Idealizado pelo coordenador da Residência Médica em Neurocirurgia, dr. Atos Alves de Sousa, e pelo residente dr. Júlio Leonardo Barbosa Pereira, o Centro de Pesquisa tem o objetivo de estimular a produção científica da equipe. O trabalho é desenvolvido por meio de treinamentos e orientações. Todas as etapas do trabalho científico, desde a elaboração do projeto de pesquisa até a publicação dos resultados, são realizadas sob supervisão da coordenação do Centro de Pesquisa, garantindo que os dados sejam confiáveis e que a segurança do sujeito de pesquisa seja preservada. Com apenas 1 ano de atividade, o Centro de Pesquisa publicou 11 artigos científicos em renomadas revistas, desenvolveu 4 aplicativos para smartphones (com mais de 9 mil downloads em português e inglês) e apresentou 15 trabalhos em congressos nacionais e internacionais, Atualmente, possui 10 projetos de pesquisa em andamento. Destes trabalhos, muitos são realizados em parceria com outras equipes das áreas de endocrinologia, otorrinolaringologia, anestesiologia, neurologia e terapia intensiva.

5 janeiro DE 2013 SANTA CASA NOTÍCIAS 5 Santa Casa BH contribui para redução da fila de transplantes em Minas Gerais O Grupo Santa Casa BH vem desempenhando papel fundamental na redução da fila de transplantes no Estado. Somente em 2012, a Clínica de Transplantes de Órgãos da Santa Casa BH realizou 139 procedimentos de córneas, 53 de rim, 3 de pâncreas-rim e 4 de medula óssea. Para transplantes de fígado, deverá ser inaugurado o Ambulatório de Fígado ainda no 1º trimestre deste ano. Para transplantes de córneas, a Santa Casa BH iniciou recentemente um procedimento menos invasivo: o transplante lamelar endotelial ou lamelar posterior, que apresenta vantagens ao paciente. Por receber parte da córnea (lamelas), somente a área do olho que está doente é tratada. No transplante mais comum, toda a córnea é transplantada. Nessa técnica, é preciso fazer um corte em toda a extensão do órgão e dar, no mínimo, 16 pontos. A recuperação do paciente é lenta e, em média, ele adquire de 4 a 5 graus de astigmatismo. Com o transplante lamelar posterior, com o qual é retirada apenas a parte interna do olho, não fazemos mais um corte de 360. É feito um corte no canto do olho para retirarmos o que está doente e transplantarmos a córnea sadia, com apenas 1 ou 2 pontos, explica o oftalmologista dr. Guilherme Mourão. Com investimentos na formação de equipes para identificação, captação e retirada de tecidos oculares na própria instituição, o programa de captação de globos oculares da Santa Casa BH alcançou, em 2012, o expressivo número de 682 córneas disponibilizadas ao Banco de Olhos do MG Transplantes. A Clínica de Transplantes conta com aproximadamente 60 funcionários, dos quais 50 são médicos. A meta para o próximo ano é fazer 100 transplantes de rim, 30 de pâncreas-rim, 30 de medula óssea, 20 de fígado e aumentar os de córnea. A contribuição da Santa Casa na área de transplante tem um impacto social muito grande. Estamos aumentando o índice de transplantes de rim, progressivamente, para também reduzir a fila de espera. No caso do transplante dos outros órgãos, para os quais somos credenciados, vamos contribuir para reduzir uma demanda enorme em Minas Gerais, declarou o chefe da Clínica de Transplantes, dr. Walter Pereira. Apesar de ter havido melhora na realização de transplantes em Minas Gerais, Dr. Walter Pereira afirma que é necessário ampliar o número de equipes transplantadoras. Não adianta termos muito órgão ofertado e não ter onde fazer o transplante. A maior dificuldade neste sentido, hoje, é formar equipes. São poucas as pessoas qualificadas e o treinamento é muito longo, completou. videolaparoscopia, procedimento semelhante a uma cirurgia de vesícula. Há uma pequena incisão no doador, diminuindo os sintomas de dor e facilitando sua recuperação, explica o dr. Walter Pereira, chefe da Clínica de Transplantes que também iniciou, em dezembro de 2012, os transplantes renais pediátricos. QUALIFICAÇÃO Dr. Walter Pereira, chefe da Clínica de Transplantes da Santa Casa BH Para contribuir com a qualificação de seus profissionais, a Santa Casa BH oferece diversos cursos de formação e especialização e está desenvolvendo novos cursos de mestrado voltados para a área de transplantes. Além disso, possui convênios e acordos de cooperação com instituições nacionais e internacionais, como os hospitais Albert Einstein, do Rim, Sírio Libanês, Incor, Société Francophone de Transplantation (Sociedade Francesa de Transplante) e Sociedade Portuguesa de Transplantação. A Santa Casa BH tem ainda acordo com alguns serviços nos Estados Unidos e na França. O intercâmbio de conhecimento com instituições que são referências mundiais qualifica e atualiza as equipes transplantadoras, beneficiando os pacientes. Para o provedor da Santa Casa BH, Saulo Coelho, a Clínica de Transplantes é uma vitória que se concretizou ao longo dos últimos anos: estamos promovendo agora o transplante de medula óssea em pacientes do SUS. É um fato que nos entusiasma, já que promovíamos com muito sucesso outros tipos de transplantes para a rede pública, completou. MEDULA ÓSSEA E RIM Em novembro de 2012 a Clínica de Transplantes iniciou procedimentos de medula óssea. De acordo com o dr. Wellington Moraes de Azevedo, hematologista e coordenador da Equipe de Transplantes de Medula Óssea da Santa Casa BH, o programa está bem estruturado e irá ajudar a atender a atual demanda por transplantes. Trata-se de um procedimento novo na Santa Casa BH e de alta complexidade. Há uma necessidade real e estamos muito entusiasmados, afirma. Nos transplantes de rim, a novidade é a retirada do órgão feita por Na ala pós-operatória de transplantes, leitos individuais com equipamentos de última geração PLANO FUNERÁRIO SANTA CASA BH Fácil pra quem tem, útil pra quem fica. Contrate já: (31)

6 6 SANTA CASA NOTÍCIAs janeiro DE 2013 revitalização da fachada do Hospital São Lucas Tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Cultural, o Hospital São Lucas iniciou, em janeiro deste ano, as obras de revitalização da sua fachada principal. O projeto, aprovado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura, está sendo realizado graças ao patrocínio do Banco BMG e do Centro Universitário UNA. A revitalização consiste na limpeza da fachada - que é revestida em pó de pedra conhecido como sirex, que marcou época na década de 20 em Belo Horizonte - e reparos na marquise do prédio. A previsão de finalização do projeto é de 2 meses. Em contrapartida, a empresa adotante pode vincular publicidade ao projeto durante o período das obras. O Grupo Santa Casa BH, do qual o Hospital São Lucas faz parte, tem outros projetos em fase de captação de recursos. As empresas que estiverem interessadas em firmar parcerias com a Instituição podem fazer contato pelo telefone (31) De acordo com o provedor da Santa Casa BH, Saulo Levindo Coelho, a conservação e preservação de uma edificação com caráter histórico-social é fundamental para a melhoria nas condições de atendimento ao público e para a manutenção de um marco referencial urbano. A adequação da área externa do Hospital São Lucas, mediante a restauração da sua arquitetura, representa não só a preservação das características originais que fizeram a sua história, mas a preservação do compromisso com a saúde e o bem-estar de todos, declarou. O programa Adote um Bem Cultural é um mecanismo criado pela Prefeitura de Belo Horizonte para incentivar parcerias entre o poder público e a iniciativa privada na restauração, conservação e promoção dos bens culturais sob proteção municipal. Revitalização da fachada preservará as características originais do edifício Câncer de pele lidera relatório do Inca No ranking das principais causas de morte da atualidade, o câncer ocupa a 1ª posição perfazendo 7,6 milhões de óbitos anuais em todo o mundo. Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que no Brasil haverá, somente em 2013, um total de novos casos da doença para o sexo masculino e para o sexo feminino. Estes dados, divulgados pelo Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) na publicação Estimativa Incidência de Câncer no Brasil, são válidos para o biênio 2012/2013. Baseando-se em magnitude e impacto, o Inca considerou 18 tipos específicos de câncer. Estima-se que os tipos mais incidentes entre os homens serão os cânceres de pele não melanoma, próstata, pulmão, cólon e reto e estômago. No caso das mulheres, cânceres de pele não melanoma, mama, colo do útero, cólon e reto e glândula tireoide. O câncer de pele é muito comum no Brasil e corresponde a 25% dos tumores malignos diagnosticados no mundo. Seus tipos mais comuns, e também os mais incidentes, são os carcinomas basocelular e epidermoide, ambos de menor gravidade. Em 2013, calcula-se mais de 62 mil novos casos da doença no país. Já os melanomas, apesar de menos frequentes, são mais graves devido ao maior risco de metástases. Nestes casos, a incidência estimada para este ano é de novos casos em homens e em mulheres. A principal causa do câncer de pele não melanoma é o excesso de exposição aos raios ultravioleta solares. Doenças imunossupressoras, sensibilidade da pele ao sol e exposição ocupacional também são outros fatores de risco para todos os tipos de câncer de pele. Pacientes imunocomprometidos, como os submetidos s transplante renal, têm maior risco de desenvolver o câncer de pele não melanoma por apresentarem uma diminuição no controle carcinogênico da pele. No tipo melanoma, há grande propensão para as pessoas com histórico familiar da doença. Serviço de Oncologia da Santa Casa BH Criado em 1973, o Serviço de Oncologia da Santa Casa BH foi o primeiro centro para o tratamento do câncer no país fora do eixo Rio-São Paulo. Especializado no tratamento do câncer de adultos e crianças, dispõe de estrutura completa e equipe multiprofissional com alto nível de conhecimento científico. A Oncologia da Santa Casa BH atende cerca de pacientes por mês e conta com alas distintas para pacientes adultos e pediátricos.

7 janeiro DE 2013 SANTA CASA NOTÍCIAS 7 GSCBH CUMPRE COMPROMISSOS COM FUNCIONÁRIOS Apesar do cenário econômico de grandes dificuldades, a nível mundial, refletido em todas as camadas da sociedade brasileira, o Grupo Santa Casa BH fechou 2012 com bons resultados. Superando os limites imputados em seu orçamento financeiro durante todo o ano, a Provedoria e a Superintendência da Instituição não pouparam esforços na captação de recursos para cumprir os compromissos assumidos com todos os funcionários. rodrigo almeida A continuidade dos processos de qualificação de profissionais possibilitou acesso aos programas de formação e qualificação da mão de obra, com novas adesões a cursos de graduação, formação profissional e pós-graduação. A política de assistência à infância foi continuada e houve grande esforço financeiro para a preservação do acesso ao plano Santa Casa Saúde, mantendo-se o subsídio aos pagamentos mensais, de acordo com o salário, sem comprometer a capacidade orçamentária de cada empregado. Na região hospitalar da Capital, cerca de 4,5 mil funcionários trabalham nas 8 unidades de negócio do Grupo Santa Casa BH O compromisso de pagamento dos salários até o 5º dia útil de cada mês - e de adiantamento quinzenal até o dia 20 - também foi cumprido. Através da política salarial da Instituição, foram concedidos aumentos com ganhos reais de 2% em janeiro e 2% em outubro, além do reajuste salarial em abril, pelo INPC, de 4,97%. Parte do 13º salário foi paga no 1º semestre, a metade no retorno de férias e a parcela restante foi repassada no início de dezembro. No retorno de férias, foram pagos 50% dos vencimentos aos empregados, representando um acréscimo de 17% acima dos 33% previstos em lei. Estas medidas colocaram os salários do Grupo Santa Casa BH como instituição de referência no setor de saúde. O vale-refeição foi mantido e, neste mês de janeiro, foi concedido ainda um vale adicional equivalente a 1 mês de refeição para cada colaborador (valor variável segundo critérios administrativos). Importante ressaltar que a implantação do vale-refeição foi um marco significativo que nivelou o quesito alimentação funcional no Grupo Santa Casa BH. Anteriormente, com restaurante próprio, eram atendidos diariamente cerca de 700 funcionários. Com o vale-refeição, mais de 4 mil funcionários passaram a ser contemplados. A tradicional festa de confraternização na Serraria Souza Pinto foi realizada e a relação de brindes sorteados no fim de ano foi ampliada, ocasiões nas quais, mais uma vez, constatou-se a satisfação demonstrada por todos os que participaram e a gratidão dos que foram premiados. Ao direcionar ações de incentivo a todos os seus funcionários - tanto nos aspectos salariais quanto na aplicação de melhorias operacionais - o Grupo Santa Casa BH continua se diferenciando no mercado de trabalho da área de saúde, transformando suas unidades de negócio em locais cada vez melhores para pacientes, clientes e todos os que nele trabalham. SANTA CASA SAÚDE promove melhorias no ATENDIMENTO aos clientes Unidade Av. Amazonas: modernos consultórios para usuários do Santa Casa Saúde Desde a sua fundação, em 1996, a operadora Santa Casa Saúde consolidou-se como uma das mais importantes unidades de negócios do Grupo Santa Casa BH e como um dos maiores planos assistenciais de Minas Gerais, prestando serviços para mais de 130 mil clientes com eficiência e profissionalismo. No empenho de aprimorar seus serviços, a operadora está promovendo melhorias significativas no atendimento aos seus clientes. O Centro Médico Santa Casa Saúde - unidade Av. Amazonas, inaugurado recentemente, ocupa grande parte do 18º andar do edifício Caxias com 7 modernos consultórios e funciona em horário estendido para atendimento a 18 especialidades clínicas. A rede credenciada foi reestruturada nos últimos meses e uma nova central de atendimento telefônico será implantada a partir de março. Ainda no primeiro semestre deste ano, a operadora pretende ampliar, por mais 2 andares, a unidade da av. Amazonas. Com equipe própria de 35 médicos e capacidade de atendimento para mais de 6 mil consultas por mês, o novo centro médico está estrategicamente localizado na região central de Belo Horizonte, próximo à estação Central do metrô (av. Amazonas, º andar). Seu funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8 às 21 h, e aos sábados das 8 às 13 h. Os beneficiários do Santa Casa Saúde podem agendar consultas pelos telefones (31) e (31)

8 8 SANTA CASA NOTÍCIAs janeiro 2013 REGISTRO HISTÓRICO O Grupo Santa Casa BH resgatou importante registro integrante do arquivo pessoal do fotógrafo mineiro José Goes: uma série de fotografias da inauguração do Bloco Cirúrgico da Santa Casa BH, realizada em 30 de abril de 1959 com a presença do presidente da República, Juscelino Kubitschek de Oliveira. As imagens, em preto e branco, apresentam diversas cenas da solenidade e do discurso do presidente ao lado de autoridades civis, eclesiásticas e militares. josé goes A inauguração do Bloco Cirúrgico promoveu a reunião de uma série de serviços que estavam distribuídos pelo 6º, 7º, 8º e 9º andares da Santa Casa. No 6º andar, funcionava a seção de esterilização; no 7º, havia 4 salas de operações, além de enfermarias de cirurgia. Mais 4 salas de operação encontravam-se no 8º andar, onde também funcionavam enfermarias de cirurgia, quartos e apartamentos. O 9 andar era ocupado por 4 apartamentos para contribuintes. Além de Juscelino Kubitschek, outras autoridades estiveram presentes na inauguração: cardeal Mota; o arcebispo de Belo Horizonte, dom João Resende Costa; general Odilo Denis; o representante do governador Bias Fortes, José Ribeiro Pena; prof. Souza Campos, autor do projeto; deputado José Maria Alkmim, provedor da Santa Casa; professores Lucas Machado, Melo Alvarenga, Bolivar Drumond, Carlos Martins Teixeira, Sálvio Nunes, Arlindo Polizzi e Geraldo Queiroga; e demais autoridades e personalidades mineiras. Na inauguração do Bloco Cirúrgico em 1959, o então presidente da república, Juscelino Kubitschek, visita as instalações da Santa Casa BH PARA USO DOS CORREIOS AUSENTE NÃO EXISTE O Nº INDICADO INFORMAÇÃO ESCRITA POR TERCEIROS MUDOU-SE NÃO PROCURADO DESCONHECIDO ENDEREÇO INSUFICIENTE RECUSADO ASSINATURA E Nº DO CARTEIRO: OUTROS: REMETENTE Grupo Santa Casa BH Av. Francisco Sales, 1111 Santa Efigênia Belo Horizonte - MG CEP

Santa casa. Unidade de Cuidados Prolongados Inaugurados 31 novos leitos no Hospital Central

Santa casa. Unidade de Cuidados Prolongados Inaugurados 31 novos leitos no Hospital Central Santa casa N O T Í C I A S informativo oficial do grupo santa casa bh nº 244 jan/fev 2012 Foto de Rodrigo Almeida Unidade de Cuidados Prolongados Inaugurados 31 novos leitos no Hospital Central Página

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM ONCOLOGIA - CURITIBA Unidade

Leia mais

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Escola Técnica de Saúde Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 Proposta de trabalho apresentada como pré-requisito para inscrição no processo

Leia mais

DO FIM AO RENASCIMENTO

DO FIM AO RENASCIMENTO Foto: Arquivo Sistema de Procura de Órgãos e Tecidos do Hospital das Clínicas (SPOT-HC) DO FIM AO RENASCIMENTO A MORTE DE UNS PODE SALVAR A VIDA DE OUTROS QUE ESTÃO EM RISCO 6 Não há lado bom quando uma

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

Melhorar sua vida, nosso compromisso Redução da Espera: tratar câncer em 60 dias é obrigatório

Melhorar sua vida, nosso compromisso Redução da Espera: tratar câncer em 60 dias é obrigatório Melhorar sua vida, nosso compromisso Redução da Espera: tratar câncer em 60 dias é obrigatório Maio de 2013 Magnitude do Câncer no Brasil 518 mil novos casos em 2013 Câncer de pele não melanoma deve responder

Leia mais

Centro de Saúde Escola

Centro de Saúde Escola Centro de Saúde Escola No plano de gestão de nossa Diretoria, apresentamos à comunidade acadêmica nossa disposição em trabalhar pela consolidação do Centro de saúde Escola (CSE) enquanto Unidade Auxiliar

Leia mais

I SEMINÁRIO NACIONAL DO PROGRAMA NACIONAL DE REORIENTAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISIONAL EM SAÚDE PRÓ-SAÚDE II

I SEMINÁRIO NACIONAL DO PROGRAMA NACIONAL DE REORIENTAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISIONAL EM SAÚDE PRÓ-SAÚDE II Ministério da Educação Secretaria de Ensino Superior Diretoria de Hospitais Univ ersitários e Residências em Saúde A articulação da Graduação em Saúde, dos Hospitais de Ensino e das Residências em Saúde

Leia mais

Diretoria de Marketing

Diretoria de Marketing Proposta de Candidatura Diretoria de Marketing Lucas Ferreira Rios 1. Dados Básicos de Identificação Nome: Lucas Ferreira Rios Idade: 25 anos Cargo Atual: Auxiliar Executivo de Marketing Ingresso na Empresa:

Leia mais

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Brasília, 02 de janeiro de 2015. Ministra Miriam Belchior, demais autoridades, parentes e amigos aqui presentes.

Leia mais

Portaria nº 339 de 08 de Maio de 2002.

Portaria nº 339 de 08 de Maio de 2002. Portaria nº 339 de 08 de Maio de 2002. O Secretário de Assistência à Saúde, no uso de suas atribuições legais, Considerando a Portaria GM/MS nº 866, de 09 de maio de 2002, que cria os mecanismos para organização

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE ACADÊMICOS PARA A LIGA ACADÊMICA ACRIANA DE ENFERMAGEM EM TRANSPLANTES

EDITAL PARA SELEÇÃO DE ACADÊMICOS PARA A LIGA ACADÊMICA ACRIANA DE ENFERMAGEM EM TRANSPLANTES EDITAL PARA SELEÇÃO DE ACADÊMICOS PARA A LIGA ACADÊMICA ACRIANA DE ENFERMAGEM EM TRANSPLANTES A (LAAET), fundada em 23 de Setembro de 2011, afiliada à Universidade Federal do Acre, Grupo HEPATO, Central

Leia mais

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Jornal de Brasília Data: 22/08/2009 Seção: Sociedade Pág.: 49 Assunto: Great Place to Work

Ass. de Comunicação www.ptexto.com.br. Veículo: Jornal de Brasília Data: 22/08/2009 Seção: Sociedade Pág.: 49 Assunto: Great Place to Work Veículo: Jornal de Brasília Data: 22/08/2009 Seção: Sociedade Pág.: 49 Assunto: Great Place to Work Veículo: Site Revista Making Of Data: 20/08/2009 Seção: Marketing Pág.: www.revistamakingof.com.br Assunto:

Leia mais

PRÊMIO ABF- AFRAS. Destaque em Responsabilidade Social WWW.DEPYLACTION.COM.BR. Elaborado por:

PRÊMIO ABF- AFRAS. Destaque em Responsabilidade Social WWW.DEPYLACTION.COM.BR. Elaborado por: PRÊMIO ABF- AFRAS Destaque em Responsabilidade Social Elaborado por: Depyl Action Franchising Av. Bias Fortes, 932 sl. 304 Lourdes CEP: 30170-011 Belo Horizonte / MG Fone: 31 3222-7701 Belo Horizonte,

Leia mais

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade.

b. Completar a implantação da Rede com a construção de hospitais regionais para atendimentos de alta complexidade. No programa de governo do senador Roberto Requião, candidato ao governo do estado pela coligação Paraná Com Governo (PMDB/PV/PPL), consta um capítulo destinado apenas à universalização do acesso à Saúde.

Leia mais

Câmara Municipal de São Paulo

Câmara Municipal de São Paulo DISCURSO PROFERIDO PELO VEREADOR NATALINI NA 126ª SESSÃO ORDINARIA, REALIZADA EM 24/03/10 GRANDE EXPEDIENTE O SR. NATALINI (PSDB) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Vereadores, telespectadores da TV Câmara

Leia mais

Ata de Reunião Análise Crítica do Sistema de Gestão da Qualidade da FDSM

Ata de Reunião Análise Crítica do Sistema de Gestão da Qualidade da FDSM FACULDADE DE DIREITO DO SUL DE MINAS Av. Dr. João Beraldo, 1075 Centro Pouso Alegre MG Fone: (35) 3449-8100 Fax: (35) 3499-8102 Rev.: 00 / / Form.: Aprov.: Pág 1 de 1 Ata de Reunião Crítica do Sistema

Leia mais

PORTARIA Nº 1.038, DE 09 DE DEZEMBRO DE 2013

PORTARIA Nº 1.038, DE 09 DE DEZEMBRO DE 2013 PORTARIA Nº 1.038, DE 09 DE DEZEMBRO DE 2013 A SECRETÁRIA-EXECUTIVA DO MINISTÉRIO DA SAÚDE, no uso das suas atribuições legais que lhe confere o art. 54 do Anexo I do Decreto n 8.065, de 7 de agosto de

Leia mais

I CIHDOTT Curso para Implantação de Comissão Intra Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes. Central de Transplantes de Goiás

I CIHDOTT Curso para Implantação de Comissão Intra Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes. Central de Transplantes de Goiás I CIHDOTT Curso para Implantação de Comissão Intra Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes Central de Transplantes de Goiás Ministério da Saúde Secretaria de Atenção à Saúde Sistema

Leia mais

FECOMÉRCIO VEÍCULO: TRIBUNA DO NORTE DATA: 14.10.15 EDITORIA: ECONOMIA

FECOMÉRCIO VEÍCULO: TRIBUNA DO NORTE DATA: 14.10.15 EDITORIA: ECONOMIA FECOMÉRCIO VEÍCULO: TRIBUNA DO NORTE DATA: 14.10.15 EDITORIA: ECONOMIA VEÍCULO: PORTAL NO AR DATA: 13.10.15 Em 13 de outubro de 2015 às 16:10 Cidades Sesc Saúde Mulher inicia atendimentos na Maternidade

Leia mais

O trabalho do CFN amplia o campo de atuação dos nutricionistas.

O trabalho do CFN amplia o campo de atuação dos nutricionistas. O trabalho do CFN amplia o campo de atuação dos nutricionistas. Quando o campo se expande, mais profissionais chegam ao mercado, mais áreas de atuação se formam e a categoria conquista mais visibilidade.

Leia mais

A letra Q, símbolo do programa de qualidade no serviço público Gespública, pelo qual a Seplan é certificada, figura em todos os seus documentos.

A letra Q, símbolo do programa de qualidade no serviço público Gespública, pelo qual a Seplan é certificada, figura em todos os seus documentos. Q A letra Q, símbolo do programa de qualidade no serviço público Gespública, pelo qual a Seplan é certificada, figura em todos os seus documentos. É uma alusão à essência e ao compromisso da Secretaria

Leia mais

A experiência do IRSSL com o Contrato de Gestão do HMIMJ

A experiência do IRSSL com o Contrato de Gestão do HMIMJ A experiência do IRSSL com o Contrato de Gestão do HMIMJ O contexto Sociedade Beneficente de Senhoras Hospital Sírio Libanês (2005) Assistencialismo Hospital Municipal Infantil Menino Jesus (2005) Responsabilidade

Leia mais

Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas - CMB FGV. Debates. As tendências do Sistema Único de Saúde

Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas - CMB FGV. Debates. As tendências do Sistema Único de Saúde Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas - CMB Debates FGV As tendências do Sistema Único de Saúde Hospitais sem fins lucrativos Estabelecimentos de saúde que

Leia mais

GOVERNO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA Centro Estadual de Oncologia. Salvador, 14 de março de 2013

GOVERNO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA Centro Estadual de Oncologia. Salvador, 14 de março de 2013 GOVERNO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA Centro Estadual de Oncologia Salvador, 14 de março de 2013 ROTEIRO O CICAN Breve Histórico Missão Perfil Ambulatórios Quimioterapia Centro Cirúrgico

Leia mais

informe 30 anos de história no RN COOPERATIVA ODONTOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE Outubro 2012 www.uniodontorn.com.

informe 30 anos de história no RN COOPERATIVA ODONTOLÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE Outubro 2012 www.uniodontorn.com. Outubro 2012 NATAL www.unirn.com.br (84) 4009-4664 Rua Açu, 665 - Tirol Natal/RN - CEP 59020-110 30 anos de história no RN www.unirn.com.br COOPERATIVA LÓGICA DO RIO GRANDE DO NORTE ANS - n.º 34531-8 Palavra

Leia mais

Trote Solidário INTRODUÇÃO

Trote Solidário INTRODUÇÃO 1 Trote Solidário Ana Claudia Muniz Douglas Ramos Teixeira Maria Marlene Antunes de Oliveira Marina de Fátima Batista Renata Chenchi 1 Maria Eliza Zandarim 2 Sumário: Introdução. 1. O Que é Trote Solidário.

Leia mais

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2008/prt1559_01_08_2008.html

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2008/prt1559_01_08_2008.html Página 1 de 5 ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 1.559, DE 1º DE AGOSTO DE 2008 Institui a Política Nacional

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENFERMAGEM RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR II REALIZADO NA UNIDADE BÁSICA DE SÁUDE VILA GAÚCHA PRISCILA DOS SANTOS LEDUR Porto Alegre 2011 PRISCILA DOS

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE SEGURANÇA DO

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

O lançamento aconteceu em 8 de março de 2004, Dia Internacional da Mulher.

O lançamento aconteceu em 8 de março de 2004, Dia Internacional da Mulher. Sinopse As últimas décadas marcaram o avanço do papel da mulher na economia. Cada vez mais mulheres são responsáveis pela administração de seus lares e é crescente sua participação no mercado de trabalho,

Leia mais

Ensino. Principais realizações

Ensino. Principais realizações Principais realizações Reestruturação dos Programas de ; Início do Projeto de Educação à Distância/EAD do INCA, por meio da parceria com a Escola Nacional de Saúde Pública ENSP/FIOCRUZ; Três novos Programas

Leia mais

ANMECC - AÉCIO NEVES

ANMECC - AÉCIO NEVES Mais Comunicação - Vende muito Mais, quem anuncia Mais! 1 de 8 16/04/2012 16:21 HOME GALERIA FOTOS FALE CONOSCO PORTFÓLIO AGRO MAIS Seja Bem-Vindo(a). Unaí, 16 de Abril de 2012 ANMECC - AÉCIO NEVES A Associação

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 156 DE 14 DE JANEIRO DE 2010.

LEI COMPLEMENTAR Nº 156 DE 14 DE JANEIRO DE 2010. LEI COMPLEMENTAR Nº 156 DE 14 DE JANEIRO DE 2010. Dispõe sobre a transformação da Universidade Virtual do Estado de Roraima UNIVIRR, para a categoria de Fundação Pública e dá outras providências. O GOVERNADOR

Leia mais

I Encontro de Prefeitos e Secretários de Finanças dos Municípios do Estado da Bahia

I Encontro de Prefeitos e Secretários de Finanças dos Municípios do Estado da Bahia I Encontro de Prefeitos e Secretários de Finanças dos Municípios do Estado da Bahia A Associação Transparência Municipal ATM foi fundada em 5 de abril de 2008 DEFINIÇÃO A ASSOCIAÇÃO TRANSPARÊNCIA MUNICIPAL

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 6 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 9 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM AUDITORIA EM SERVIÇOS

Leia mais

Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 02/09/2015. Semsa anuncia estratégias para diminuir filas nas UBSs, em Manaus

Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 02/09/2015. Semsa anuncia estratégias para diminuir filas nas UBSs, em Manaus Clipping Eletrônico Quarta-feira dia 02/09/2015 Portal D24 AM Saúde 03 de Setembro de 2015. Fonte: http://new.d24am.com/noticias/saude/semsa-anuncia-estrategias-paradiminuir-filas-ubss-manaus/139451 Semsa

Leia mais

Pesquisa. 40 INCA Relatório Anual 2005 Pesquisa

Pesquisa. 40 INCA Relatório Anual 2005 Pesquisa Pesquisa A pesquisa no INCA compreende atividades de produção do conhecimento científico, melhoria dos procedimentos diagnósticos e terapêuticos do câncer e formação de recursos humanos em pesquisa oncológica.

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

A Enfermagem no Atendimento das Feridas Oncológicas.

A Enfermagem no Atendimento das Feridas Oncológicas. A Enfermagem no Atendimento das Feridas Oncológicas. Tereza Giannini giannini.tereza@gmail.com sobenfee@sobenfee.org.br LESÕES NEOPLÁSICAS Lesões resistentes que se propagam no tecido epitelial devido

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social DISCURSO DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO, HENRIQUE PAIM Brasília, 3 de fevereiro de 2014 Hoje é um dia muito especial para mim. É um dia marcante em uma trajetória dedicada à gestão pública ao longo de vários

Leia mais

VAMOS JUNTOS POR UMA ODONTOLOGIA MELHOR!

VAMOS JUNTOS POR UMA ODONTOLOGIA MELHOR! Eleições 2014 Faculdade de Odontologia UFRJ VAMOS JUNTOS POR UMA ODONTOLOGIA MELHOR! PLANO DE TRABALHO EQUIPE - CHAPA 1: Diretor - Maria Cynésia Medeiros de Barros Substituto Eventual do Diretor - Ednilson

Leia mais

FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE NIVELAMENTO CAPÍTULO I DA NATUREZA

FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE NIVELAMENTO CAPÍTULO I DA NATUREZA FACULDADE MORAES JÚNIOR MACKENZIE RIO REGULAMENTO DO PROGRAMA DE NIVELAMENTO CAPÍTULO I DA NATUREZA Art. 1º. A Faculdade Moraes Júnior Mackenzie Rio FMJ Mackenzie Rio, proporcionará aulas de Nivelamento

Leia mais

APRESENTAÇÃO DIRETORIA

APRESENTAÇÃO DIRETORIA APRESENTAÇÃO Com mais de 50 anos de dedicação á SAÚDE, o Hospital São Marcos se tornou referência no assunto. Aliamos a vanguarda tecnológica com a tradição do maior e melhor corpo de profissionais do

Leia mais

PLANO DE TRABALHO EXERCÍCIO 2014. Dados de Identificação: Nome da Entidade: Associação de Cegos Louis Braille - ACELB. Bairro: Rubem Berta

PLANO DE TRABALHO EXERCÍCIO 2014. Dados de Identificação: Nome da Entidade: Associação de Cegos Louis Braille - ACELB. Bairro: Rubem Berta ASSOCIAÇÃO DE CEGOS LOUIS BRAILLE CNPJ. 88173968/0001-60 Endereço: Rua Braille, 480 Núcleo Residencial Costa e Silva Bairro: Rubem Berta POA-RS - CEP: 91150-140 e-mail: acelb@terra.com.br Fone: 3344-18-04-33406840

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 8. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 8. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 3 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 7 Cronograma de Aulas Pág. 8 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM DOR Unidade Dias e Horários

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Inverno Solidário Cocamar

Mostra de Projetos 2011. Inverno Solidário Cocamar Mostra de Projetos 2011 Inverno Solidário Cocamar Mostra Local de: Maringá Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Cocamar Inverno Solidário Cidade: Maringá Contato: thainara.melo@cocamar.br

Leia mais

Nº 3 - Nov/14 TRABALHO COMUNITÁRIO

Nº 3 - Nov/14 TRABALHO COMUNITÁRIO ! Nº 3 - Nov/14 o ã ç n e t a A T S PRE TRABALHO COMUNITÁRIO Apresentação Esta nova edição da Coleção Presta Atenção! apresenta pontos importantes para a implantação de projetos e programas de base comunitária.

Leia mais

BIBLIOTECAS PÚBLICAS

BIBLIOTECAS PÚBLICAS EDITAL DE FORTALECIMENTO DO SISTEMA NACIONAL DE CULTURA (SNC) 2014 BIBLIOTECAS PÚBLICAS Orientações aos Sistemas Estaduais de Bibliotecas Públicas (SEBPs) integrantes do SNC O que é o Sistema Nacional

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. A realização de um sonho

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei nº 5.152, de 21/10/1966 São Luís - Maranhão. A realização de um sonho 1 de 5 A realização de um sonho Natalino Salgado Filho É do poeta Paulo Leminski a frase: Haja hoje para tanto ontem. Ela se encaixa com perfeição na realização de um sonho embalado por tantos anos e agora

Leia mais

Escola de Gestão Pública de Palmas em novas instalações

Escola de Gestão Pública de Palmas em novas instalações Nº 08/2012 Av. Teotônio Segurado, Quadra 401 Sul, ACSU-SO 40, conjunto 1, Lote 17, 1º andar (prédio do antigo Sine) Escola de Gestão Pública de Palmas em novas instalações Diante da crescente procura por

Leia mais

Superando o tabu da doença: controle do câncer ganha destaque na mídia com campanhas de prevenção. Ano V - nº 18 - Rio Pesquisa 30

Superando o tabu da doença: controle do câncer ganha destaque na mídia com campanhas de prevenção. Ano V - nº 18 - Rio Pesquisa 30 Superando o tabu da doença: controle do câncer ganha destaque na mídia com campanhas de prevenção Ano V - nº 18 - Rio Pesquisa 30 31 Rio Pesquisa - nº 18 - Ano V SAÚDE Conhecer o passado para cuidar do

Leia mais

o artigo 13, VIII do Estatuto da UEPG;

o artigo 13, VIII do Estatuto da UEPG; Certifico que a presente Resolução foi disponibilizada neste local no dia 05/12/2014 Graziela de Fátima Rocha Secretaria da Reitoria RESOLUÇÃO UNIV. N o 43, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2014. Aprova o Regimento

Leia mais

Tendência da mortalidade da população paulista por neoplasias malignas

Tendência da mortalidade da população paulista por neoplasias malignas Resenha de Estatísticas Vitais do Ano 8 nº 3 Novembro 2007 Tendência da mortalidade da população paulista por neoplasias malignas O século XX se caracterizou, sob o ponto de vista da saúde, pela transição

Leia mais

TÍTULO: A DIMENSÃO TÉCNICO-OPERATIVO DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL: RELEITURA DOS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS UTILIZADOS NA PROFISSÃO

TÍTULO: A DIMENSÃO TÉCNICO-OPERATIVO DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL: RELEITURA DOS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS UTILIZADOS NA PROFISSÃO TÍTULO: A DIMENSÃO TÉCNICO-OPERATIVO DO TRABALHO DO ASSISTENTE SOCIAL: RELEITURA DOS INSTRUMENTOS E TÉCNICAS UTILIZADOS NA PROFISSÃO CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS SUBÁREA: SERVIÇO

Leia mais

Plano de Ação. Plano de Ação - 2013. Plano de Ação para o Ano de 2013: Finalidades Estatutárias. Objetivos. Origem dos Recursos.

Plano de Ação. Plano de Ação - 2013. Plano de Ação para o Ano de 2013: Finalidades Estatutárias. Objetivos. Origem dos Recursos. Plano de Ação 2013 Plano de Ação para o Ano de 2013: Finalidades Estatutárias Objetivos Origem dos Recursos Infraestrutura Público Alvo Capacidade de Atendimento Recursos Financeiros Utilizados Recursos

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 555 DE 30 DE NOVEMBRO DE 2011

RESOLUÇÃO Nº 555 DE 30 DE NOVEMBRO DE 2011 RESOLUÇÃO Nº 555 DE 30 DE NOVEMBRO DE 2011 Ementa: Regulamenta o registro, a guarda e o manuseio de informações resultantes da prática da assistência farmacêutica nos serviços de saúde. O Conselho Federal

Leia mais

Congresso Pernambucano de Municípios

Congresso Pernambucano de Municípios Congresso Pernambucano de Municípios O desenvolvimento dos municípios sustenta o crescimento do Brasil. José Coimbra Patriota Filho Presidente da Amupe RPPS: Sustentabilidade e Compensação Previdenciária

Leia mais

Projetos de Captação de Recursos do Ministério Público do Trabalho

Projetos de Captação de Recursos do Ministério Público do Trabalho Plano de Gestão 2015-2017 Projetos de Captação de Recursos do Ministério Público do Trabalho Superintendência de Planejamento e Gestão Outubro/2015 Introdução Os recursos oriundos de multas ou indenizações

Leia mais

Tamiris Cristine Teodoro de Souza. Rua General Jardim, 36-5º andar- Vila Buarque CEP: 01223-906 - São Paulo- SP. Email: sinasc@prefeitura.sp.gov.

Tamiris Cristine Teodoro de Souza. Rua General Jardim, 36-5º andar- Vila Buarque CEP: 01223-906 - São Paulo- SP. Email: sinasc@prefeitura.sp.gov. 2ªE di ç a or e v i s t aea mpl i a da F e v e r e i r o/2013 2013, Prefeitura do Município de São Paulo É permitida a reprodução total ou parcial desta obra, desde que citada a fonte. PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Família Secretaria Municipal de Saúde CASC - Centro de Atenção a Saúde Coletiva Administração Municipal Horizontina RS Noroeste do Estado Distante 520 Km da

Leia mais

Experiência: REDUÇÃO DA TAXA DE CANCELAMENTO DE CIRURGIAS ATRAVÉS DA OTIMIZAÇÃO DO PROCESSO ASSISTENCIAL

Experiência: REDUÇÃO DA TAXA DE CANCELAMENTO DE CIRURGIAS ATRAVÉS DA OTIMIZAÇÃO DO PROCESSO ASSISTENCIAL Experiência: REDUÇÃO DA TAXA DE CANCELAMENTO DE CIRURGIAS ATRAVÉS DA OTIMIZAÇÃO DO PROCESSO ASSISTENCIAL Hospital de Clínicas de Porto Alegre Ministério da Educação Responsável: Sérgio Carlos Eduardo Pinto

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

Gestão de Redes Assistenciais e o Impacto no Custeio da Assistência. Irene Minikovski Hahn

Gestão de Redes Assistenciais e o Impacto no Custeio da Assistência. Irene Minikovski Hahn Gestão de Redes Assistenciais e o Impacto no Custeio da Assistência Irene Minikovski Hahn novas tecnologias remuneração pela doença transição demográfica falta de incentivo para avaliação de qualidade

Leia mais

INCA - Relatório Anual 2003 - Ensino

INCA - Relatório Anual 2003 - Ensino 54 55 Ensino Principais realizações Início da primeira etapa do Projeto de Diagnóstico de Recursos Humanos em Oncologia no país. Implementação da inscrição informatizada. Início do Projeto de Educação

Leia mais

REGIMENTO DO CENTRO DE PESQUISA - CEPESq PROF. PASQUALE CASCINO

REGIMENTO DO CENTRO DE PESQUISA - CEPESq PROF. PASQUALE CASCINO REGIMENTO DO CENTRO DE PESQUISA - CEPESq CAPÍTULO I DA SEDE E FORO Artigo 1º - O CENTRO DE ENSINO E PESQUISA CEPESq PROF. PASQUALE CASCINO com sede e foro na cidade de São Paulo, à Avenida João Dias, 2046

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA CLÍNICA Unidade Dias e Horários

Leia mais

Plano de Ação. Plano de Ação - 2014. Plano de Ação para o Ano de 2014: Finalidades Estatutárias. Objetivos. Origem dos Recursos.

Plano de Ação. Plano de Ação - 2014. Plano de Ação para o Ano de 2014: Finalidades Estatutárias. Objetivos. Origem dos Recursos. Plano de Ação 2014 Plano de Ação para o Ano de 2014: Finalidades Estatutárias Objetivos Origem dos Recursos Infraestrutura Público Alvo Capacidade de Atendimento Recursos Financeiros Utilizados Recursos

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM HOTELARIA HOSPITALAR Unidade Dias e Horários

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM AUDITORIA EM SERVIÇOS DE SAÚDE Unidade

Leia mais

Quatorze anos de história

Quatorze anos de história OPINIÃO Quatorze anos de história Sicoob Engecred completa, no final de O setembro, 14 anos de efetivo funcionamento. Uma conquista que começou a ser construída em 17 de novembro de 1997, quando 25 engenheiros

Leia mais

PORTARIA No- 331, DE 14 DE ABRIL DE 2015

PORTARIA No- 331, DE 14 DE ABRIL DE 2015 PORTARIA No- 331, DE 14 DE ABRIL DE 2015 Concede autorização e renovação de autorização a estabelecimentos e equipes de saúde para retirada e transplante de órgãos. A Secretária de Atenção à Saúde, no

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM NEUROLOGIA CLÍNICA E INTENSIVA Unidade

Leia mais

OFICINA DE REESTRUTURACÃO DA REABRI Data: 14 de Maio de 2010 UNIDAVI - Rio do Sul

OFICINA DE REESTRUTURACÃO DA REABRI Data: 14 de Maio de 2010 UNIDAVI - Rio do Sul OFICINA DE REESTRUTURACÃO DA REABRI Data: 14 de Maio de 2010 UNIDAVI - Rio do Sul Moderação: Graciane Regina Pereira e Katiuscia Wilhelm Kankerski 13h Apresentação dos objetivos e da metodologia de trabalho.

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM CARDIOLOGIA PARA MÉDICOS

Leia mais

Vagas de Estágio. CLINICA NEFROLOGICA DE MINAS GERAIS Endereço: Avenida do Contorno, 10574 - Barro Preto - Belo Horizonte/MG - 30.

Vagas de Estágio. CLINICA NEFROLOGICA DE MINAS GERAIS Endereço: Avenida do Contorno, 10574 - Barro Preto - Belo Horizonte/MG - 30. Vagas de Estágio CLINICA NEFROLOGICA DE MINAS GERAIS Endereço: Avenida do Contorno, 10574 - Barro Preto - Belo Horizonte/MG - 30.110-140 Título: Acadêmico de Enfermagem Área de Atuação: Hemodiálise Divulgação:

Leia mais

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Nome da Escola : Agrupamento de Escolas de Almancil, Loulé Horário n.º: 27-18 horas 2013-10-09 Grupo de Recrutamento: 420 - Geografia LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Ordenação Graduação

Leia mais

Uma área em expansão. Radiologia

Uma área em expansão. Radiologia Uma área em expansão Conhecimento especializado e treinamento em novas tecnologias abrem caminho para equipes de Enfermagem nos serviços de diagnóstico por imagem e radiologia A atuação da Enfermagem em

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 2.031, DE 1999

PROJETO DE LEI Nº 2.031, DE 1999 COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMÍLIA PROJETO DE LEI Nº 2.031, DE 1999 Dispõe sobre o atendimento obrigatório aos portadores da Doença de Alzheimer no Sistema Único de Saúde - SUS, e dá outras providências.

Leia mais

Software. Bem vindo ao mundo do GED e Tecnologias Digitais. Gerenciamento Eletrônico de Documentos, Softwares, e muito mais...

Software. Bem vindo ao mundo do GED e Tecnologias Digitais. Gerenciamento Eletrônico de Documentos, Softwares, e muito mais... Software www.imagecomnet.com.br Bem vindo ao mundo do GED e Tecnologias Digitais Gerenciamento Eletrônico de Documentos, Softwares, e muito mais... A Empresa A Imagecom, uma empresa conceituada no ramo

Leia mais

FENEIS FEDERAÇÃO NACIONAL DE EDUCAÇÃO E INTEGRAÇÃO DOS SURDOS

FENEIS FEDERAÇÃO NACIONAL DE EDUCAÇÃO E INTEGRAÇÃO DOS SURDOS FENEIS FEDERAÇÃO NACIONAL DE EDUCAÇÃO E INTEGRAÇÃO DOS SURDOS Dia dos Surdos 2009 Apresentação No dia 26 de setembro, a Comunidade Surda Brasileira comemora o Dia Nacional do Surdo, data em que são relembradas

Leia mais

REQUERIMENTO DE INDICAÇÃO Nº, DE 2005. (Do Sr. Geraldo Resende)

REQUERIMENTO DE INDICAÇÃO Nº, DE 2005. (Do Sr. Geraldo Resende) REQUERIMENTO DE INDICAÇÃO Nº, DE 2005. (Do Sr. Geraldo Resende) Requer o envio de Indicação ao Excelentíssimo Sr. Ministro de Estado da Saúde, sugerindo o credenciamento de novas equipes para realização

Leia mais

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA O Desafio Criativos da Escola é um concurso promovido pelo Instituto Alana com sede na Rua Fradique Coutinho, 50, 11 o. andar, Bairro Pinheiros São Paulo/SP, CEP

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM NO SUPORTE À CIRURGIA ROBÓTICA

Leia mais

AVALIAÇÃO DA POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL: ESTUDO DE CASO DA FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO

AVALIAÇÃO DA POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL: ESTUDO DE CASO DA FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO Colocar foto de autor AVALIAÇÃO DA POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL: ESTUDO DE CASO DA FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO Autoras: Queiroz, Helena Maria Gomes Coelho, Michelle Queiroz Introdução Objetivo Geral:

Leia mais

Instituto Avon investe R$ 2,1 milhões em Minas Gerais para combate ao Câncer de Mama

Instituto Avon investe R$ 2,1 milhões em Minas Gerais para combate ao Câncer de Mama Instituto Avon investe R$ 2,1 milhões em Minas Gerais para combate ao Câncer de Mama São Paulo, 25 de julho de 2014 Minas Gerais recebeu um reforço de R$ 2,1 milhões na luta contra o câncer de mama. O

Leia mais

Turma de intercâmbio FAPPES na McGill University - Canadá

Turma de intercâmbio FAPPES na McGill University - Canadá Turma de intercâmbio FAPPES na McGill University - Canadá O Programa Futuro Executivo da FAPPES foi concebido para mudar sua vida Se você possui um perfil diferenciado e deseja estudar no exterior, esse

Leia mais

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R

W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R 8 DICAS ESSENCIAIS PARA ESCOLHER SUA CORRETORA W W W. G U I A I N V E S T. C O M. B R Aviso Importante O autor não tem nenhum vínculo com as pessoas, instituições financeiras e produtos, citados, utilizando-os

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE SERVIÇOS DE SAÚDE: ABORDAGEM

Leia mais

FICHA BIBLIOGRÁFICA. Título: Perfil da Mulher Metalúrgica do ABC. Autoria: Subseção DIEESE/Metalúrgicos do ABC

FICHA BIBLIOGRÁFICA. Título: Perfil da Mulher Metalúrgica do ABC. Autoria: Subseção DIEESE/Metalúrgicos do ABC FICHA BIBLIOGRÁFICA Título: Perfil da Mulher Metalúrgica do ABC Autoria: Subseção DIEESE/Metalúrgicos do ABC Equipe técnica responsável: Fausto Augusto Junior; Zeíra Mara Camargo de Santana; Warley Batista

Leia mais

Estágio Curricular Supervisionado

Estágio Curricular Supervisionado Estágio Curricular Supervisionado CURSO DE ENFERMAGEM O curso de bacharelado em Enfermagem do IPTAN apresenta duas disciplinas em seu plano curricular pleno relativas ao estágio: Estágio Supervisionado

Leia mais

A GESTÃO HOSPITALAR E A NOVA REALIDADE DO FINANCIAMENTO DA ASSISTÊNCIA RENILSON REHEM SALVADOR JULHO DE 2006

A GESTÃO HOSPITALAR E A NOVA REALIDADE DO FINANCIAMENTO DA ASSISTÊNCIA RENILSON REHEM SALVADOR JULHO DE 2006 A GESTÃO HOSPITALAR E A NOVA REALIDADE DO FINANCIAMENTO DA ASSISTÊNCIA RENILSON REHEM SALVADOR JULHO DE 2006 No passado, até porque os custos eram muito baixos, o financiamento da assistência hospitalar

Leia mais

Informativo FioSaúde

Informativo FioSaúde Informativo FioSaúde ANO VI / Nº 57 Março / Abril 2011 1 Informativo FioSaúde PUBLICAÇÃO DO FIOPREV ANO VI / NÚMERO 57 Março - Abril 2011 FioSaúde realiza reunião com usuários sobre nova tabela de preços

Leia mais

Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009

Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009 Veículo: Site Catho Data: 18/09/2009 Seção: Estilo&Gestão RH Pág.: www.catho.com.br Assunto: Entrevista Marly Vidal Marly Macedo ajuda a Sabin a ser uma das melhores empresas para trabalhar Tatiana Aude

Leia mais

Boletim de Serviço. Nº 06, 05 de janeiro de 2015. Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes

Boletim de Serviço. Nº 06, 05 de janeiro de 2015. Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes Boletim de Serviço Nº 06, 05 de janeiro de 2015 Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES EBSERH HOSPITAL UNIVERSITÁRIO CASSIANO ANTÔNIO MORAES Av. Marechal

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento.

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas. Coordenação Programa e metodologia; Investimento. SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula Cronograma de Aulas Pág. PÓS-GRADUAÇÃO EM GERONTOLOGIA Unidade Dias e Horários

Leia mais

ção Pública. Professor da PUC Minas Virtual leciona nos cursos de pós-graduação em Direito Público. Lecionou como Professor Assistente a Disciplina

ção Pública. Professor da PUC Minas Virtual leciona nos cursos de pós-graduação em Direito Público. Lecionou como Professor Assistente a Disciplina Jair Eduardo Santana Mestre em Direito do Estado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Advogado, parecerista e professor. Presta consultoria e assessoramento técnico para entidades

Leia mais