Justificativas de alteração do gabarito de itens (com base nos modelos de provas disponíveis no sítio do CESPE/UnB)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Justificativas de alteração do gabarito de itens (com base nos modelos de provas disponíveis no sítio do CESPE/UnB)"

Transcrição

1 BANCO CENTRAL DO BRASIL DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE ANALISTA E DE TÉCNICO Justificativas de alteração do gabarito de itens (com base nos modelos de provas disponíveis no sítio do CESPE/UnB) CONHECIMENTOS BÁSICOS PARA OS CARGOS 1 a 2 e 4 a 5 29 C Deferido c/ anulação Apesar de o artigo 6º da lei 4.595, de 1964, não ter sido revogado explicitamente, ele foi tacitamente revogado pela lei 9.069, de 1995, cujos integrantes e condições para deliberações diferem das definidas pelo artigo 6º da lei anterior. Por esse motivo, opta se pela anulação do item. 31 E C Deferido c/ alteração O conteúdo do item está correto, pois, se o argumento 2 for válido, então a proposição Q3 será verdadeira. Por este motivo, opta se pela alteração do gabarito. 36 C Deferido c/ anulação Por haver divergência na literatura com relação ao assunto do item, opta se por sua anulação. 44 E Deferido c/ anulação A redação do item prejudicou o entendimento objetivo, uma vez que descreve uma variável não especificada no comando, não sendo possível recuperá la. Por este motivo, opta se pela anulação. 50 C Deferido c/ anulação O termo últimas décadas prejudicou o julgamento objetivo do item. Por este motivo, opta se pela anulação. CONHECIMENTOS BÁSICOS PARA O CARGO 3 26 E C Deferido c/ alteração O conteúdo do item está correto, pois, se o argumento 2 for válido, então a proposição Q3 será verdadeira. Por este motivo, opta se pela alteração do gabarito. 31 C Deferido c/ anulação Por haver divergência na literatura com relação ao assunto do item, opta se por sua anulação. 44 C Deferido c/ anulação Apesar de o artigo 6º da lei 4.595, de 1964 não ter sido revogado explicitamente, ele foi tacitamente revogado pela lei 9.069, de 1995, cujos integrantes e condições para deliberações diferem das definidas pelo artigo 6º da lei anterior. Por esse motivo, opta se pela anulação do item. CONHECIMENTOS BÁSICOS PARA O CARGO 6 31 C Deferido c/ anulação Apesar de o artigo 6º da lei 4.595, de 1964 não ter sido revogado explicitamente, ele foi tacitamente revogado pela lei 9.069, de 1995, cujos integrantes e condições para deliberações diferem das definidas pelo artigo 6º da lei anterior. Por esse motivo, opta se pela anulação do item. 36 E Deferido c/ anulação

2 A redação do item prejudicou o entendimento objetivo, uma vez que descreve uma variável não especificada no comando, não sendo possível recuperá la. Por este motivo, opta se pela anulação. 38 C E Deferido c/ alteração A demanda do consumidor pelo bem 1 não é dada por x p,p,w 4p. Dessa forma, opta se pela alteração do gabarito do item. 44 C Deferido c/ anulação O termo últimas décadas prejudicou o julgamento objetivo do item. Por este motivo, opta se pela anulação. 47 E C Deferido c/ alteração O conteúdo do item está correto, pois, se o argumento 2 for válido, então a proposição Q3 será verdadeira. Por este motivo, opta se pela alteração do gabarito. CONHECIMENTOS BÁSICOS PARA OS CARGOS 7 e 8 19 C E Deferido c/ alteração O gabarito do item deve ser alterado para errado, pois o presidente do BACEN tem status de ministro e a comunicação adequada, na situação descrita pelo item, não seria o ofício. 48 C Deferido c/ anulação A redação do item, no que se refere ao termo se, tornou o item ambíguo, motivo pelo qual se opta pela sua anulação. 57 C E Deferido c/ alteração Na situação hipotética do item, o valor de todas as notas em que a numeração contém pelo menos uma vogal não é superior a 4 trilhões de reais. Por este motivo, opta se pela alteração do gabarito. CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Analista Área 1: ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS 52 C E Deferido c/ alteração Existem arquiteturas em que o programa em alto nível é transformado diretamente em linguagem de máquina. Por essa razão, opta se pela alteração do gabarito. 55 C Deferido c/ anulação Devido a divergências na literatura acerca da camada física existir ou não no modelo TCP/IP, opta se pela anulação do item. 58 C Deferido c/ anulação O item extrapolou os objetos de avaliação do edital, portanto, opta se pela sua anulação. 67 C E Deferido c/ alteração A mudança de servidor da aplicação web, citada na redação do item, não pode ser considerada como manutenção adaptativa. Dessa forma, opta se pela alteração do gabarito. 91 C E Deferido c/ alteração O item tornou se incorreto ao afirmar que a modalidade overloading de polimorfismo só ocorre por meio da herança. Diante disso, opta se pela alteração do item.

3 95 C Deferido c/ anulação A versão do Concordion requerida na prova não corresponde à versão exigida no edital. Desta forma, opta se pela anulação do item. 106 C E Deferido c/ alteração Para que o sistema de buscas do Google restrinja a busca de documentos a um domínio DNS específico, não é suficiente realizar o procedimento expresso no item. Dessa forma, opta se pela alteração do gabarito. 109 C Deferido c/ anulação O item deve ser anulado, pois a forma como está redigido gera dúvidas entre os conceitos de BI e ETL. 118 C E Deferido c/ alteração A indicação do início do fluxo não demonstra o que acontece ao longo de sua execução. Dessa forma, opta se pela alteração do gabarito. Analista Área 2: SUPORTE À INFRAESTRUTURA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO 64 C E Deferido c/ alteração O termo página em sítio da internet prejudicou o julgamento objetivo do item. Por este motivo, opta se pela anulação. 73 C E Deferido c/ alteração O comando de execução do script sem a especificação da variável adequada torna assertiva incorreta. Por esse motivo, opta se pela alteração do item. 101 C Deferido c/ anulação No item, o termo hots deveria ser host, fato que prejudicou o julgamento do item. Por este motivo, opta se pela anulação. Analista Área 3: POLÍTICA ECONÔMICA E MONETÁRIA 63 C E Deferido c/ alteração A variância da estimativa da média não foi superior a Por este motivo, opta se pela alteração do gabarito. 64 C Deferido c/ anulação O enunciado, por omitir a estatística que seria trabalhada para o julgamento do item, prejudicou o julgamento objetivo. Por este motivo, opta se pela anulação. 68 E C Deferido c/ alteração O item está correto, pois, de fato, a probabilidade de se obter retorno diário igual a R$10,00 ou R$ 100,00 é maior que 73%. Por este motivo, opta se pela alteração do gabarito. 71 C E Deferido c/ alteração Se a média de uma série temporal é constante e sua função de autocovariância depende somente da defasagem, não se diz que a série é estritamente estacionária, como informado no item. Dessa forma, opta se pela alteração do gabarito.

4 Analista Área 4: CONTABILIDADE E FINANÇAS 51 C E Deferido c/ alteração No caso descrito pelo item, as perdas não podem ser incluídas como renda. Portanto, opta se pela alteração do gabarito do item. 52 E Deferido c/ anulação O item pode ter induzido o candidato ao erro, pois, onde se lê títulos de valores mobiliários, deveria ser títulos e valores mobiliários. Portanto, opta se pela anulação do item. 58 C E Deferido c/ alteração Diferentemente do afirmado no item, a instituição financeira não deverá registrar o valor correspondente aos juros em conta patrimonial de rendas antecipadas. Portanto, opta se pela alteração do gabarito do item. 59 E C Deferido c/ alteração O conteúdo do item está correto, motivo pelo qual se opta pela sua alteração. 61 C Deferido c/ anulação A expressão a controladora do nível seguinte conferiu ambiguidade ao item, pois não especifica a qual nível se refere. Dessa forma, opta se pela sua anulação. 69 C Deferido c/ anulação A redação não especifica a referência pela qual deverá ser analisado o item, se pelo COSIF ou IFRS. Portanto, optase pela sua anulação. 86 C E Deferido c/ alteração A variação do preço de uma opção de compra não é menor que a variação percentual do preço de compra da ação. Por este motivo, opta se pela alteração do gabarito do item. 102 C Deferido c/ anulação O item foi omisso quanto à necessidade de observância da Lei nº 9.613/1998 ou Decreto nº 2.799/1998. Portanto, opta se pela sua anulação. 112 C Deferido c/ anulação O assunto abordado no item extrapola os conteúdos exigidos no edital. Portanto, opta se pela anulação do item. 114 C Deferido c/ anulação No comando agrupador, houve equívoco de digitação da definição da função de probabilidade acumulada, que prejudicou o julgamento objetivo do item. Por este motivo, opta se pela anulação. 115 C Deferido c/ anulação No comando agrupador, houve equívoco de digitação da definição da função de probabilidade acumulada, que prejudicou o julgamento objetivo do item. Por este motivo, opta se pela anulação. 116 E Deferido c/ anulação No comando agrupador, houve equívoco de digitação da definição da função de probabilidade acumulada, que prejudicou o julgamento objetivo do item. Por este motivo, opta se pela anulação. Analista Área 5: INFRAESTRUTURA E LOGÍSTICA 70 C Deferido c/ anulação O assunto sistema de amortização francês extrapola previsão editalícia. Por este motivo, opta se pela anulação.

5 71 E Deferido c/ anulação O assunto sistema de amortização francês extrapola previsão editalícia. Por este motivo, opta se pela anulação. 72 C Deferido c/ anulação O assunto sistema de amortização francês extrapola previsão editalícia. Por este motivo, opta se pela anulação. 93 C Deferido c/ anulação A redação do item prejudicou seu julgamento objetivo, pois, onde se lê comsum, deveria ser cumsum. Dessa forma, opta se pela anulação do item. 94 C Deferido c/ anulação Houve prejuízo do julgamento objetivo do item, pois, onde se lê IHC EViews 8, deveria ser IHS EViews 8. Dessa forma, opta se pela anulação do item. 113 C Deferido c/ anulação O equívoco de concordância na palavra reduzido prejudicou o julgamento objetivo do item. Dessa forma, opta se pela anulação. Analista Área 6: GESTÃO E ANÁLISE PROCESSUAL 60 C Deferido c/ anulação O uso do verbo dever no contexto da assertiva possibilitou duplo julgamento, podendo ter induzido os candidatos a erro. Dessa forma, opta se pela anulação do item. 76 C E Deferido c/ alteração Diferentemente do que afirma o item, alguns aspectos na execução da estratégia não podem ou não devem ser medidos o tempo todo. Dessa forma, opta se pela alteração do gabarito. 78 C Deferido c/ anulação A redação do item possibilitou duplo julgamento, sobretudo, no que se refere à Escola de Frankfurt. Diante disso, opta pela anulação. 82 C Deferido c/ anulação A redação do item permite múltiplas interpretações no que se refere ao assunto abordado. Portanto, opta se pela sua anulação. 104 C E Deferido c/ alteração Diferentemente do apresentado no item, conforme jurisprudência do STJ, é possível revogar a adjudicação, mesmo após a celebração do contrato. Portanto, opta se pela alteração do gabarito do item. 113 C Deferido c/ anulação A redação do comando impossibilitou o julgamento objetivo do item. Dessa forma, opta se pela anulação. 114 E Deferido c/ anulação A redação do comando impossibilitou o julgamento objetivo do item. Dessa forma, opta se pela anulação. 115 E Deferido c/ anulação A redação do comando impossibilitou o julgamento objetivo do item. Dessa forma, opta se pela anulação.

6 Técnico Área 1: SUPORTE ADMINISTRATIVO 68 E C Deferido c/ alteração O conteúdo do item está correto, motivo suficiente para a alteração do gabarito. 86 C Deferido c/ anulação A redação apresenta dados controversos acerca da instabilidade do mercado, por esse motivo, opta se pela anulação do item. 110 C E Deferido c/ alteração Na linguagem popular, há possibilidade de os termos balanço e inventário físico serem sinônimos. No entanto, a afirmação de que "o balanço é um inventário físico" não é acurada, uma vez que o balanço inclui o inventário, mas não se limita a ele. Diante disso, opta se pela alteração do gabarito. 120 C E Deferido c/ alteração A palavra divulgação torna o item errado, pois não condiz com a natureza de documentos sigilosos. Diante disso, opta se pela anulação do item. Técnico Área 2: SEGURANÇA INSTITUCIONAL 65 C E Deferido c/ alteração No trecho diminuição do impacto sobre a receita; perda de participação de mercado da empresa, o ponto e vírgula após a palavra receita deixou o item incorreto, motivo pelo qual se opta pela alteração de seu gabarito. 117 E Deferido c/ anulação Faltam informações que possibilitem o julgamento objetivo do item, motivo pelo qual se opta por sua anulação.

Justificativas de manutenção e alteração do gabarito de itens (com base nos modelos de provas disponíveis no sítio do CESPE/UnB)

Justificativas de manutenção e alteração do gabarito de itens (com base nos modelos de provas disponíveis no sítio do CESPE/UnB) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR, DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO E DE NÍVEL FUNDAMENTAL TÉCNICO-ADMINISTRATIVO EM EDUCAÇÃO Justificativas

Leia mais

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS Concurso público nacional para provimento de vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de nível superior e de nível médio

Leia mais

JUSTIFICATIVAS PARA ALTERAÇÃO DE GABARITO

JUSTIFICATIVAS PARA ALTERAÇÃO DE GABARITO INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL (INSS) CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE ANALISTA DO SEGURO SOCIAL E DE TÉCNICO DO SEGURO SOCIAL Edital n.º 1 INSS, de 26 de dezembro de 2007 JUSTIFICATIVAS

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul QUESTÃO: 28 Prezada comissão, solicito revisão para a questão de número 28 referente a prova do edital IFRS - 011/2013 - Área: Informática - Informática Geral. A questão de número 28 solicita que realize

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 001/2014 EDITAL DE COMUNICAÇÃO CECP Nº 005/2015

CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 001/2014 EDITAL DE COMUNICAÇÃO CECP Nº 005/2015 CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 001/2014 EDITAL DE COMUNICAÇÃO CECP Nº 005/2015 A COMISSÃO ESPECIAL DO CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE PALESTINA DE GOIÁS, Estado de Goiás, no uso de suas atribuições

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 4/2013-EBSERH/HUCAM-UFES PARECERES DOS RECURSOS DEFERIDOS ÁREA ADMINISTRATIVA

CONCURSO PÚBLICO 4/2013-EBSERH/HUCAM-UFES PARECERES DOS RECURSOS DEFERIDOS ÁREA ADMINISTRATIVA O Instituto AOCP, no uso de suas atribuições legais, TORNA PÚBLICO os pareceres dos recursos deferidos, de acordo com o subitem 11.16 do Edital de Abertura nº 04/2013 da EBSERH/HUCAM-UFES, interpostos

Leia mais

Luciano Silva Rosa Contabilidade 22

Luciano Silva Rosa Contabilidade 22 Luciano Silva Rosa Contabilidade 22 SUSEP 2010 sugestões de recursos Olá, colegas Abaixo, algumas sugestões de recursos da prova de contabilidade geral do concurso da SUSEP, aplicado pela ESAF. Prova 2.

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 4/2013-EBSERH/HU - UFS PARECERES DOS RECURSOS DEFERIDOS ÁREA ADMINISTRATIVA

CONCURSO PÚBLICO 4/2013-EBSERH/HU - UFS PARECERES DOS RECURSOS DEFERIDOS ÁREA ADMINISTRATIVA O Instituto AOCP, no uso de suas atribuições legais, TORNA PÚBLICO os pareceres dos recursos deferidos, de acordo com o subitem 11.16 do Edital de Abertura nº 04/2013 da EBSERH/HU UFS, interpostos contra

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF PARECERES DOS RECURSOS DEFERIDOS ÁREA ADMINISTRATIVA RETIFICADO

CONCURSO PÚBLICO 03/2015-EBSERH/HU-UFJF PARECERES DOS RECURSOS DEFERIDOS ÁREA ADMINISTRATIVA RETIFICADO O Instituto AOCP, no uso de suas atribuições legais, TORNA PÚBLICO os pareceres dos recursos deferidos, de acordo com o subitem 12.16 do Edital de Abertura n 04/2015 EBSERH/HU-UFJF, interpostos contra

Leia mais

IFRS EM DEBATE: Aspectos gerais do CPC da Pequena e Média Empresa

IFRS EM DEBATE: Aspectos gerais do CPC da Pequena e Média Empresa IFRS EM DEBATE: Aspectos gerais do CPC da Pequena e Média Empresa outubro/2010 1 SIMPLIFICAÇÃO DOS PRONUNCIAMENTOS: Pronunciamento CPC PME - Contabilidade para Pequenas e Médias Empresas (225 páginas)

Leia mais

FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA

FUNDAÇÃO CASA DE RUI BARBOSA O Instituto AOCP, no uso de suas atribuições legais, TORNA PÚBLICO os pareceres dos recursos deferidos, de acordo com o subitem 20.16 do Edital de Abertura nº 02/2013 da Fundação Casa de Rui Barbosa, interpostos

Leia mais

AGÊNCIA DE PROMOÇÃO DE EXPORTAÇÕES DO BRASIL (Apex-Brasil) PROCESSO SELETIVO PÚBLICO 1/2009 - Apex-Brasil

AGÊNCIA DE PROMOÇÃO DE EXPORTAÇÕES DO BRASIL (Apex-Brasil) PROCESSO SELETIVO PÚBLICO 1/2009 - Apex-Brasil AGÊNCIA DE PROMOÇÃO DE EXPORTAÇÕES DO BRASIL (Apex-Brasil) PROCESSO SELETIVO PÚBLICO 1/2009 - Apex-Brasil PROVAS OBJETIVAS REALIZADAS EM 26/4/2009 - EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR JUSTIFICATIVAS PARA ANULAÇÃO/ALTERAÇÃO

Leia mais

PROVA: AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO RECURSOS DE QUESTÕES DA VAGA 2-5-11-15

PROVA: AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO RECURSOS DE QUESTÕES DA VAGA 2-5-11-15 Edital nº 026/2015 PROVA: AUXILIAR EM ADMINISTRAÇÃO RECURSOS DE QUESTÕES DA VAGA 2-5-11-15 ## PROTOCOLO: 65 Inscrição: 0501375 Campus: Feliz Dt.Envio: 18/04/2016 12:01:16 Questão: 1 Bibliografia: lei 8112

Leia mais

DELIBERAÇÃO CVM Nº 728, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2014

DELIBERAÇÃO CVM Nº 728, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2014 Aprova o Documento de Revisão de Pronunciamentos Técnicos nº 06 referente aos Pronunciamentos CPC 04, CPC 05, CPC 10, CPC 15, CPC 22, CPC 25, CPC 26, CPC 27, CPC 28, CPC 33, CPC 38, CPC 39 e CPC 46 emitidos

Leia mais

CURSO ON-LINE PROFESSOR: VÍTOR MENEZES

CURSO ON-LINE PROFESSOR: VÍTOR MENEZES Caríssimos. Recebi muitos e-mails pedindo ajuda com eventuais recursos para as provas do BACEN. Em raciocínio lógico, eu não vi possibilidade de recursos, apesar de achar que algumas questões tiveram o

Leia mais

1 Questão 213 Participações societárias obrigatoriedade de elaboração de demonstrações contábeis consolidadas

1 Questão 213 Participações societárias obrigatoriedade de elaboração de demonstrações contábeis consolidadas 1 QUESTÃO 213 PARTICIPAÇÕES SOCIETÁRIAS OBRIGATORIEDADE DE ELABORAÇÃO DE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS CONSOLIDADAS... 1 2 QUESTÃO 218 ANÁLISE DE BALANÇOS ALAVANCAGEM FINANCEIRA ÍNDICE DE COBERTURA DAS DESPESAS

Leia mais

CURSO ON-LINE PROFESSOR: VÍTOR MENEZES. Comentários sobre as provas de estatística e financeira ICMS RJ

CURSO ON-LINE PROFESSOR: VÍTOR MENEZES. Comentários sobre as provas de estatística e financeira ICMS RJ Comentários sobre as provas de estatística e financeira ICMS RJ Caríssimos, Acabei de voltar de uma longa auditoria em que visitamos inúmeros assentamentos federais do INCRA no interior do estado. Ou seja:

Leia mais

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL

IMPUGNAÇÃO AO EDITAL IMPUGNAÇÃO AO EDITAL Pregão Eletrônico n. 327/2012 Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no Estado do Tocantins SR- TO/DNIT. Impugnante: Vivo S/A A (o) Sr.(a)

Leia mais

www.concursovirtual.com.br

www.concursovirtual.com.br Simulado Virtual para o Concurso da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL Edital Virtual O Presidente da Comissão de Simulado torna pública a realização de Simulado Virtual para Ingresso no Quadro de Pessoal da CAIXA

Leia mais

Ajustes de Avaliação Patrimonial.

Ajustes de Avaliação Patrimonial. Ajustes de Avaliação Patrimonial. (Lei 6.404/76, art. 178 2 ) Prof. MSc. Wilson Alberto Zappa Hoog i Resumo: Apresentamos um breve comentário sobre a conta Ajustes de Avaliação Patrimonial, criada pela

Leia mais

Parecer sobre os recursos / Análise e julgamento

Parecer sobre os recursos / Análise e julgamento HOSPITAL SANTO ANTÔNIO - GUARAMIRIM/SC Concurso Público n.º 01/2015 Parecer sobre os recursos / Análise e julgamento Apresentado o gabarito provisório, os(as) candidatos(as) interessados(as) apresentaram

Leia mais

Pesquisador em Informações Geográficas e Estatísticas A I SISTEMA FINANCEIRO LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO.

Pesquisador em Informações Geográficas e Estatísticas A I SISTEMA FINANCEIRO LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 9 EDITAL N o 04/2013 LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 01 - O candidato recebeu do fiscal o seguinte material: a) este CADERNO DE QUESTÕES, com os enunciados das 8 (oito) questões discursivas, sem

Leia mais

REQUERIMENTO: O Candidato requer revisão da questão nº. 09, alegando que a mesma possui erros em sua formulação.

REQUERIMENTO: O Candidato requer revisão da questão nº. 09, alegando que a mesma possui erros em sua formulação. RECORRENTE: ANA LUCIA DE OLIVEIRA B DA SILVA INSCRIÇÃO Nº. 0360 CANDIDATO AO CARGO: AUXILIAR DE SERVICOS GERAIS QUESTÃO: 09 MATÉRIA: RACIOCÍNIO LÓGICO REQUERIMENTO: O Candidato requer revisão da questão

Leia mais

Elaboração do Projeto de Pesquisa

Elaboração do Projeto de Pesquisa Elaboração do Projeto de Pesquisa Pesquisa Pesquisa é um conjunto de atividades, que tem como finalidade solucionar e esclarecer dúvidas e problemas; comprovar hipóteses; Utiliza procedimentos próprios,

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO TIPO DE AUDITORIA : AUDITORIA DE GESTÃO EXERCÍCIO : 2006 PROCESSO Nº : 23087.000109/2007-14 UNIDADE AUDITADA

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO VESTIBULINHO/2016 CURSOS DE ENSINO MÉDIO INTEGRADO AO TÉCNICO

EDITAL PROCESSO SELETIVO VESTIBULINHO/2016 CURSOS DE ENSINO MÉDIO INTEGRADO AO TÉCNICO EDITAL PROCESSO SELETIVO VESTIBULINHO/2016 CURSOS DE ENSINO MÉDIO INTEGRADO AO TÉCNICO Define e regulamenta o Processo Seletivo, para provimento de vagas oferecidas para os cursos de Ensino Médio Integrado

Leia mais

QUESTÕES DE CONCURSOS FISCAL DE RENDAS ICMS/RJ - 2010

QUESTÕES DE CONCURSOS FISCAL DE RENDAS ICMS/RJ - 2010 QUESTÕES DE CONCURSOS FISCAL DE RENDAS ICMS/RJ - 2010 01 A respeito da validade dos atos administrativos, assinale a alternativa correta. a) A Administração Pública do Estado do Rio de Janeiro pode convalidar

Leia mais

RESPOSTA AO RECURSO DE PONTUAÇÃO

RESPOSTA AO RECURSO DE PONTUAÇÃO NÚMERO DE INSCRIÇÃO DO CANDIDATO: 401194 MOTIVO ALEGADO PELO CANDIDATO: Ao fazer a contagem dos acretos da prova, após a divulgação do gabarito final, contei 24 acertos, número pelo qual eu poderia ser

Leia mais

RESPOSTA AO RECURSO. 11110011+00010001 = 100000100 que corresponde a 260 decimal, alternativa A.

RESPOSTA AO RECURSO. 11110011+00010001 = 100000100 que corresponde a 260 decimal, alternativa A. QUESTÃO: 12 Na questão 12 referente a conhecimentos específicos da área de "Informática: Banco de dados e programação" 11110011+00010001 = 100000100 que corresponde a 260 decimal, alternativa A. RESPOSTA:

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 001/2011 AMESP ASSOCIAÇÃO DOS MUN. DA MICRORREGIÃO DO MÉDIO SAPUCAÍ

PROCESSO SELETIVO 001/2011 AMESP ASSOCIAÇÃO DOS MUN. DA MICRORREGIÃO DO MÉDIO SAPUCAÍ RESPOSTA AO RECURSO Nº. 001 RECORRENTE: ALEXANDRE AUGUSTO NEPOMUCENO SANTOS INSCRIÇÃO Nº. 0070 CANDIDATO AO CARGO: NUTRICIONISTA QUESTÃO: 04 MATÉRIA: ESPECÍFICA REQUERIMENTO: O Candidato requer a anulação

Leia mais

Cargo Servidores Técnico do Banco Central do Brasil 861 Analista do Banco Central do Brasil 5.309 Procurador do Banco Central do Brasil 300 Total

Cargo Servidores Técnico do Banco Central do Brasil 861 Analista do Banco Central do Brasil 5.309 Procurador do Banco Central do Brasil 300 Total 1. O Banco Central Quadro de servidores definido em lei A Lei N 9650 de 27 de maio de 1998 estabelece o plano de carreira dos servidores do Banco Central do Brasil e determina outras providências como

Leia mais

CPF DO CANDIDATO (A): DATA: 17/11/2014. NOME DO CANDIDATO (A): PROVA ESCRITA

CPF DO CANDIDATO (A): DATA: 17/11/2014. NOME DO CANDIDATO (A): PROVA ESCRITA CPF DO CANDIDATO (A): DATA: 17/11/2014. NOME DO CANDIDATO (A): PROVA ESCRITA Processo Seletivo para Curso de Especialização em Controladoria e Finanças Edital nº 04/2014 INSTRUÇÕES: A prova é individual,

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO Questão : 53 68 92 A questão 53 do código 70, que corresponde à questão 68 do código 80 e à questão 92 do código 90 Nº de Inscrição: 4030064 4030237 4030023 4030131 4030244 4030126 Com base no circuito

Leia mais

FAS 109, FIN 48, FAS 5, CPC 25 e IAS 37

FAS 109, FIN 48, FAS 5, CPC 25 e IAS 37 FAS 109, FIN 48, FAS 5, CPC 25 e IAS 37 Thais R. Bandeira de Mello Rodrigues Associada 55 21 2127-4236 trodrigues@mayerbrown.com Março, 2015 Tauil & Chequer Advogados is associated with Mayer Brown LLP,

Leia mais

O recurso argumenta que a opção D também poderia ser assinalada como correta.

O recurso argumenta que a opção D também poderia ser assinalada como correta. DEFENSORIA PÚBLICA ESTADO DO TOCANTINS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS NOS CARGOS DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO E NÍVEL SUPERIOR Analista em Gestão Especializado Administração Disciplina: Conhecimentos

Leia mais

ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA SECRETARIA DE ESTADO DA JUSTIÇA E DA CIDADANIA

ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA SECRETARIA DE ESTADO DA JUSTIÇA E DA CIDADANIA RESOLUÇÃO CONJUNTA Nº 001/2007-SEAP/SEJU OS SECRETÁRIOS DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA E DA JUSTIÇA E DA CIDADANIA, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 45, inciso XIV

Leia mais

Redação um de texto dissertativo, de ate 30 linhas, a respeito de um tema relacionado aos conhecimentos específicos dos respectivos cargos

Redação um de texto dissertativo, de ate 30 linhas, a respeito de um tema relacionado aos conhecimentos específicos dos respectivos cargos MPOG - Cargo: Analista de Tecnologia da Informação 2015 Inscrições Data: 16/06/2015 a 06/07/2015 Observação:Via GRU Confirmação de Inscrição: Até dia 29/07/2015. Provas Data de aplicação: 30 de agosto

Leia mais

RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPETRADOS CONTRA A PROVA OBJETIVA E GABARITO OFICIAL

RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPETRADOS CONTRA A PROVA OBJETIVA E GABARITO OFICIAL O Instituto AOCP, no uso de suas atribuições legais, TORNA PÚBLICO os pareceres dos recursos deferidos e indeferidos, de acordo com o subitem 14.18 do Edital de Abertura nº 0001/2012 do Tribunal Regional

Leia mais

PODER JUDICIáRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO WILDO

PODER JUDICIáRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO WILDO REMESSA EX OFFICIO EM AÇÃO CÍVEL Nº 526414/CE (2009.81.00.014498-7) PARTE A : BERCHRIS MOURA REQUIÃO NETO ADV/PROC : MARCUS CLAUDIUS SABOIA RATTACASO E OUTROS PARTE R : UNIÃO FEDERAL REMTE : JUÍZO FEDERAL

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS EDITAL PRORH Nº 126/2010

PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS EDITAL PRORH Nº 126/2010 PRÓ-REITORIA DE RECURSOS HUMANOS EDITAL PRORH Nº 126/20 A PRÓ-REITOR DE RECURSOS HUMANOS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA, no uso de suas atribuições estatutárias e regimentais, para atender à

Leia mais

EDITAL Nº 004/DG/CRFI/IFB, DE 20 DE MARÇO DE 2015

EDITAL Nº 004/DG/CRFI/IFB, DE 20 DE MARÇO DE 2015 EDITAL Nº 004/DG/CRFI/IFB, DE 20 DE MARÇO DE 2015 PROCESSO SELETIVO PARA DESLOCAMENTO INTERNO DE SERVIDOR EFETIVO PARA A COORDENAÇÃO DE REGISTRO ACADÊMICO DO CAMPUS RIACHO FUNDO O DIRETOR GERAL DO CAMPUS

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA VAGA DE EMPREGO PÚBLICO - CRECI-PR EDITAL 001/2013

PROCESSO SELETIVO PARA VAGA DE EMPREGO PÚBLICO - CRECI-PR EDITAL 001/2013 PROCESSO SELETIVO PARA VAGA DE EMPREGO PÚBLICO - CRECI-PR EDITAL 001/2013 O PRESIDENTE DA COMISSÃO DE SELEÇÃO PÚBLICA DO CRECI/PR, no uso de suas atribuições, resolve: Art. 1º. Tornar público o julgamento

Leia mais

DIREITO PREVIDENCIÁRIO PARA O CONCURSO DO INSS

DIREITO PREVIDENCIÁRIO PARA O CONCURSO DO INSS DIREITO PREVIDENCIÁRIO PARA O CONCURSO DO INSS Primeira Parte Elementos básicos do Direito Previdenciário Célio Cruz Marcos Elesbão Mapas mentais Resumos esquematizados Legislação previdenciária atualizada

Leia mais

Coordenação Pedagógica Fiscal - Dezembro de 2014. Prof. Darlan Barroso. FUNDAMENTOS PARA RECURSOS Escrevente Técnico Judiciário TJ/SP

Coordenação Pedagógica Fiscal - Dezembro de 2014. Prof. Darlan Barroso. FUNDAMENTOS PARA RECURSOS Escrevente Técnico Judiciário TJ/SP Coordenação Pedagógica Fiscal - Dezembro de 2014 Prof. Darlan Barroso FUNDAMENTOS PARA RECURSOS Escrevente Técnico Judiciário TJ/SP Orientações de interposição do recurso O candidato poderá apresentar

Leia mais

Qual a principal diferença entre o Enem tradicional e o novo Enem?

Qual a principal diferença entre o Enem tradicional e o novo Enem? SAIBA TUDO SOBRE O ENEM 2009 Qual a principal diferença entre o Enem tradicional e o novo Enem? Até 2008, o Enem era uma prova clássica com 63 questões interdisciplinares, sem articulação direta com os

Leia mais

ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA SECRETARIA DE ESTADO DA JUSTIÇA E DA CIDADANIA

ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA SECRETARIA DE ESTADO DA JUSTIÇA E DA CIDADANIA RESOLUÇÃO CONJUNTA Nº 001/2011-SEAP/SEJU OS SECRETÁRIOS DE ESTADO DA ADMINISTRAÇÃO E DA PREVIDÊNCIA E DA JUSTIÇA E DA CIDADANIA, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 45, inciso XIV

Leia mais

CONSEP - Consultoria e Estudos Pedagógicos LTDA.

CONSEP - Consultoria e Estudos Pedagógicos LTDA. RESULTADO DOS RECURSOS CONTRA O GABARITO DA PROVA OBJETIVA DA CÂMARA MUNICIPAL DE FLORIANO 1) s de Matemática Nível Fundamental (Auxiliar de Serviços Gerais e Vigia). 13 18 Candidato(a) Alega que questão

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE AREIÓPOLIS-SP CONCURSO Nº 001/2016 JULGAMENTO DE RECURSOS DAS PROVAS APLICADAS DIA 22/05

PREFEITURA MUNICIPAL DE AREIÓPOLIS-SP CONCURSO Nº 001/2016 JULGAMENTO DE RECURSOS DAS PROVAS APLICADAS DIA 22/05 Específicas PREFEITURA MUNICIPAL DE AREIÓPOLIS-SP CONCURSO Nº 001/2016 JULGAMENTO DE RECURSOS DAS PROVAS APLICADAS DIA 22/05 1) Cargo Chefe de Vigilância Epidemiológica Questão 28: Somente a alternativa

Leia mais

Conhecimentos bancários Parte 1

Conhecimentos bancários Parte 1 Conhecimentos bancários Parte 1 Prezados Amigos Seguem minhas análises sobre a prova do Banrisul. Contudo, entendam que uma assertiva para estar certa não precisa ser verdade. Na minha visão as seguintes

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO FICHA DE RESPOSTA AO RECURSO CARGO: TÉCNICO DA FAZENDA MUNICIPAL

CONCURSO PÚBLICO FICHA DE RESPOSTA AO RECURSO CARGO: TÉCNICO DA FAZENDA MUNICIPAL CARGO: TÉCNICO DA FAZENDA MUNICIPAL QUESTÃO Nº 13 Gabarito divulgado: D Mantemos o gabarito apresentado na alternativa D. A candidata indicou a alternativa correta, ou seja a alternativa D. Recurso improcedente.

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Professor Mário Antônio Verza Código: 164 Município: Palmital Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Logística

Leia mais

EXAME DE SUFICIÊNCIA DE CONHECIMENTOS PARA OS CURSOS DE TECNOLOGIA DA FATEC SÃO CAETANO DO SUL - EDITAL 001/2015 -

EXAME DE SUFICIÊNCIA DE CONHECIMENTOS PARA OS CURSOS DE TECNOLOGIA DA FATEC SÃO CAETANO DO SUL - EDITAL 001/2015 - EXAME DE SUFICIÊNCIA DE CONHECIMENTOS PARA OS CURSOS DE TECNOLOGIA DA FATEC SÃO CAETANO DO SUL - EDITAL 001/2015 - A Diretora da Unidade FATEC São Caetano do Sul, no uso de suas atribuições legais, torna

Leia mais

REGULAMENTO DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO JOVEM DA FREGUESIA DE SÃO TEOTÓNIO (1ª ALTERAÇÃO)

REGULAMENTO DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO JOVEM DA FREGUESIA DE SÃO TEOTÓNIO (1ª ALTERAÇÃO) DA FREGUESIA DE SÃO TEOTÓNIO (1ª ALTERAÇÃO) Órgão Executivo, Órgão Deliberativo, Em de 2015 Em de 2015 Preâmbulo A freguesia de São Teotónio tem um compromisso estabelecido com a população de cumprir a

Leia mais

Neste artigo comentarei 06 (seis) questões da ESAF, para que vocês, que estão estudando para a Receita Federal, façam uma rápida revisão!!

Neste artigo comentarei 06 (seis) questões da ESAF, para que vocês, que estão estudando para a Receita Federal, façam uma rápida revisão!! Olá concurseiros (as)! Neste artigo comentarei 06 (seis) questões da ESAF, para que vocês, que estão estudando para a Receita Federal, façam uma rápida revisão!! Vamos lá!!! 01. (ESAF Analista da Receita

Leia mais

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES EDITAL Nº 056/2013 Prêmio Emerald/Capes 2013 de Pesquisa nas áreas de Ciência da Informação e Administração e Gestão A Fundação Coordenação

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000571 - TECNOL.GESTAO FINANCEIRA Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 000571 - TECNOL.GESTAO FINANCEIRA Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 000571 - TECNOL.GESTAO FINANCEIRA Nivel: Superior Area Profissional: ECONOMIA Area de Atuacao: GESTAO FINANCEIRA/ECONOMIA Administrar os

Leia mais

Questões comentadas e atualizadas com a jurisprudência do STF e STJ

Questões comentadas e atualizadas com a jurisprudência do STF e STJ Questões comentadas e atualizadas com a jurisprudência do STF e STJ LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 1 Essa obra, abrange todo o aspecto legal sobre Licitações e Contratos da Administração Pública;

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE FORMAÇÃO TÉCNICA EM TESTES DE SOFTWARE PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE FORMAÇÃO TÉCNICA EM TESTES DE SOFTWARE PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO DE FORMAÇÃO TÉCNICA EM TESTES DE SOFTWARE PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA 1. APRESENTAÇÃO Este regulamento apresenta as regras e os critérios estabelecidos pelo Núcleo

Leia mais

NBC TSP 10 - Contabilidade e Evidenciação em Economia Altamente Inflacionária

NBC TSP 10 - Contabilidade e Evidenciação em Economia Altamente Inflacionária NBC TSP 10 - Contabilidade e Evidenciação em Economia Altamente Inflacionária Alcance 1. Uma entidade que prepara e apresenta Demonstrações Contábeis sob o regime de competência deve aplicar esta Norma

Leia mais

GASTAR MAIS COM A LOGÍSTICA PODE SIGNIFICAR, TAMBÉM, AUMENTO DE LUCRO

GASTAR MAIS COM A LOGÍSTICA PODE SIGNIFICAR, TAMBÉM, AUMENTO DE LUCRO GASTAR MAIS COM A LOGÍSTICA PODE SIGNIFICAR, TAMBÉM, AUMENTO DE LUCRO PAULO ROBERTO GUEDES (Maio de 2015) É comum o entendimento de que os gastos logísticos vêm aumentando em todo o mundo. Estatísticas

Leia mais

101 Analista de Atividades Culturais Administração Prova Tipo B. 101 Analista de Atividades Culturais Administração Prova Tipo C

101 Analista de Atividades Culturais Administração Prova Tipo B. 101 Analista de Atividades Culturais Administração Prova Tipo C CONCURSO PÚBLICO DA SECRETARIA DA CULTURA DO DF / 2014 JUSTIFICATIVAS PARA A ALTERAÇÃO DE GABARITO E ANULAÇÃO DE QUESTÕES (Gabarito definitivo das provas objetivas divulgado em 14/7/2014) 101 Analista

Leia mais

Orientação para elaboração de provas de acordo com o ENADE

Orientação para elaboração de provas de acordo com o ENADE Orientação para elaboração de provas de acordo com o ENADE Alexandre Porto de Araujo São José dos Campos, abril de 2014 Estrutura do item de múltipla escolha Item de múltipla escolha utilizado nos testes

Leia mais

22/6/2014 - das 14h às 18h. Número de identidade Órgão expedidor Número da inscrição LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO.

22/6/2014 - das 14h às 18h. Número de identidade Órgão expedidor Número da inscrição LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. UNITINS CONCURSO PÚBLICO N 001/2014 NÍVEL SUPERIOR COMISSÃO DE CONCURSO E SELEÇÃO REDAÇÃO 22/6/2014 - das 14h às 18h Número de identidade Órgão expedidor Número da inscrição LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES

Leia mais

ORÇAMENTO ESTÁTICO x ORÇAMENTO FLEXÍVEL ORÇAMENTO

ORÇAMENTO ESTÁTICO x ORÇAMENTO FLEXÍVEL ORÇAMENTO ORÇAMENTO ESTÁTICO x ORÇAMENTO FLEXÍVEL ORÇAMENTO É a etapa do processo do planejamento estratégico em que se estima (projeta) e determina a melhor relação entre resultados e despesas para atender às necessidades

Leia mais

Análise e Resolução da prova de Analista do Tesouro Estadual SEFAZ/PI Disciplinas: Matemática Financeira e Raciocínio Lógico Professor: Custódio

Análise e Resolução da prova de Analista do Tesouro Estadual SEFAZ/PI Disciplinas: Matemática Financeira e Raciocínio Lógico Professor: Custódio Análise e Resolução da prova de Analista do Tesouro Estadual SEFAZ/PI Disciplinas: Matemática Financeira e Raciocínio Lógico Professor: Custódio Nascimento Análise e Resolução da prova de ATE SEFAZ/PI

Leia mais

Prefeitura Municipal de Navegantes Processo Seletivo Edital 005/2014 - PROCESSO SELETIVO

Prefeitura Municipal de Navegantes Processo Seletivo Edital 005/2014 - PROCESSO SELETIVO ATO 014/iobv/005/14/PS JULGAMENTO DOS RECURSOS CONTRA QUESTÕES E PROVA ESCRITA EDITAL Nº 005/2014 DO PROCESSO SELETIVO (Inclui recurso da questão de nº 20 do cargo de Médico Clínico Geral) O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

AGENTE UNIVERSITÁRIO DE NÍVEL SUPERIOR

AGENTE UNIVERSITÁRIO DE NÍVEL SUPERIOR CORDENADORIA GERAL DE CONCURSOS E PROCESSOS SELETIVOS EDITAL Nº 058/2013 COGEPS PUBLICAÇÃO DO DA ANÁLISE DOS RECURSOS CONTRA OS S DA PROVA ESCRITA DO 1º PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO ESPECIAL 2013 PARA

Leia mais

Prezado(a) Concurseiro(a),

Prezado(a) Concurseiro(a), Prezado(a) Concurseiro(a), A prova do TCM/RJ foi realizada no último final de semana e vou aproveitar para resolver as questões de Contabilidade Geral de forma simplificada e objetiva (nos cursos online,

Leia mais

CONTABILIDADE SOCIETÁRIA AVANÇADA Revisão Geral BR-GAAP. PROF. Ms. EDUARDO RAMOS. Mestre em Ciências Contábeis FAF/UERJ SUMÁRIO

CONTABILIDADE SOCIETÁRIA AVANÇADA Revisão Geral BR-GAAP. PROF. Ms. EDUARDO RAMOS. Mestre em Ciências Contábeis FAF/UERJ SUMÁRIO CONTABILIDADE SOCIETÁRIA AVANÇADA Revisão Geral BR-GAAP PROF. Ms. EDUARDO RAMOS Mestre em Ciências Contábeis FAF/UERJ SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. PRINCÍPIOS CONTÁBEIS E ESTRUTURA CONCEITUAL 3. O CICLO CONTÁBIL

Leia mais

Tecnologia em Gestão Pública Desenvolvimento de Projetos - Aula 9 Prof. Rafael Roesler

Tecnologia em Gestão Pública Desenvolvimento de Projetos - Aula 9 Prof. Rafael Roesler Tecnologia em Gestão Pública Desenvolvimento de Projetos - Aula 9 Prof. Rafael Roesler Introdução Objetivos da Gestão dos Custos Processos da Gerência de Custos Planejamento dos recursos Estimativa dos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUL DE MINAS GERAIS EDITAL Nº 09/2014 AUXÍLIO PARA PUBLICAÇÃO EM EVENTOS

Leia mais

RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPETRADOS CONTRA A PROVA OBJETIVA E GABARITO PRELIMINAR

RESPOSTAS AOS RECURSOS IMPETRADOS CONTRA A PROVA OBJETIVA E GABARITO PRELIMINAR A AOCP Assessoria em Organização de Concursos Públicos Ltda., no uso de suas atribuições legais, TORNA PÚBLICO os pareceres dos recursos deferidos, de acordo com o subitem 15.16 do Edital de Abertura nº

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO

COMANDO DA AERONÁUTICA ESCOLA DE ESPECIALISTAS DE AERONÁUTICA SUBDIVISÃO DE ADMISSÃO E DE SELEÇÃO Questão: 42 78 73 A questão 42 do código 79, que corresponde à questão 78 do código 81 e à questão 73 do código 83 Nº de Inscrição: 4031501 4031582 4031603 4080078 4080084 4120043 4160174 4740109 Sabendo-se

Leia mais

Artigo - 10 de julho de 2006 comentários das Questões 29 e 30 da prova de AFRF/2005 (DOAR) 1 INTRODUÇÃO...1 2 QUESTÃO 29 DOAR...2

Artigo - 10 de julho de 2006 comentários das Questões 29 e 30 da prova de AFRF/2005 (DOAR) 1 INTRODUÇÃO...1 2 QUESTÃO 29 DOAR...2 1 INTRODUÇÃO...1 2 QUESTÃO 29 DOAR...2 2.1 ENUNCIADO...3 2.2 RESOLUÇÃO E COMENTÁRIOS...3 2.3 GABARITO...5 3 QUESTÃO 30 DOAR...6 3.1 ENUNCIADO...6 3.2 RESOLUÇÃO E COMENTÁRIOS...6 3.3 GABARITO...9 4 FECHAMENTO...9

Leia mais

Gabarito 1: Gabarito 2: Gabarito 3: Gabarito 4: 87 B 90 B 65 B 65 B PARECER

Gabarito 1: Gabarito 2: Gabarito 3: Gabarito 4: 87 B 90 B 65 B 65 B PARECER Prova Objetiva Disciplina: D6 - DIREITO EMPRESARIAL Gabarito 1: Gabarito 2: Gabarito 3: Gabarito 4: 87 B 90 B 65 B 65 B PARECER Primeiramente, ressalta-se que boa parte dos recursos interpostos pelos candidatos

Leia mais

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES. Disponibilizo abaixo a resolução resumida das questões dos cargos 4 e 5 da prova da ANTAQ.

RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES. Disponibilizo abaixo a resolução resumida das questões dos cargos 4 e 5 da prova da ANTAQ. RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES Caro aluno, Disponibilizo abaixo a resolução resumida das questões dos cargos 4 e 5 da prova da ANTAQ. Caso você entenda que cabe recurso em relação a alguma questão, não hesite

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ COORDENADORIA DE CONCURSOS CCV Conhecimentos Específicos Questão 21 Em face da argumentação apresentada, a Comissão defere o recurso e anula a questão. Conhecimentos Específicos Questão 25 Em face da argumentação apresentada, a Comissão

Leia mais

ITEM GABARITO PRELIMINAR GABARITO DEFINITIVO SITUAÇÃO

ITEM GABARITO PRELIMINAR GABARITO DEFINITIVO SITUAÇÃO ANCINE 2013 Concurso público para provimento de vagas nos cargos de Analista Administrativo e Especialista em Regulação da Atividade Cinematográfica e Audiovisual Justificativas de alteração do gabarito

Leia mais

GESTÃO ADMINISTRATIVA

GESTÃO ADMINISTRATIVA GESTÃO ADMINISTRATIVA A Andrade s Consultoria em Gestão Empresarial é uma empresa que desenvolve projetos de consultoria customizados de acordo com as necessidades de cada cliente. Nossos projetos são

Leia mais

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas e empresas de pequeno porte nas contratações públicas de

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Exame Nacional do Ensino Médio ENEM 2013

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Exame Nacional do Ensino Médio ENEM 2013 Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Exame Nacional do Ensino Médio ENEM 2013 Balanço ENEM 2012 ENEM 2012 INSCRITOS / PARTICIPANTES (milhões) ENEM

Leia mais

APOSTILA DE AVALIAÇÃO DE EMPRESAS POR ÍNDICES PADRONIZADOS

APOSTILA DE AVALIAÇÃO DE EMPRESAS POR ÍNDICES PADRONIZADOS UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA ESCOLA SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E GERÊNCIA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS PROGRAMA DE EXTENSÃO: CENTRO DE DESENVOLVIMENTO EM FINANÇAS PROJETO: CENTRO DE CAPACITAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO WORKFLOW DIGITAL ENTENDENDO A PÓS-PRODUÇÃO

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO WORKFLOW DIGITAL ENTENDENDO A PÓS-PRODUÇÃO REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NO CURSO WORKFLOW DIGITAL ENTENDENDO A PÓS-PRODUÇÃO 1. APRESENTAÇÃO Este regulamento apresenta as regras e os critérios estabelecidos pelo Núcleo de Gestão do Porto Digital

Leia mais

Contabilidade Geral Correção da Prova 2 Analista Técnico Controle e Fiscalização - Susep 2010 Prof. Moraes Junior CONTABILIDADE GERAL

Contabilidade Geral Correção da Prova 2 Analista Técnico Controle e Fiscalização - Susep 2010 Prof. Moraes Junior CONTABILIDADE GERAL CONTABILIDADE GERAL 1 - A legislação vigente sobre as sociedades anônimas estabelece o que deve ser computado na determinação do resultado do exercício. Diz a lei que devem ser incluídas as receitas e

Leia mais

Nome: Login: CA: Cidade: UF CARTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA

Nome: Login: CA: Cidade: UF CARTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 3º PERÍODO - 6º MÓDULO AVALIAÇÃO A2 DATA 02/07/2009 SISTEMAS EMPRESARIAIS Dados de identificação do Acadêmico: Nome: Login: CA: Cidade: UF CARTÃO RESPOSTA

Leia mais

BANCO CENTRAL DO BRASIL DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS CONCURSO PÚBLICO PARA O CARGO DE ANALISTA EDITAL DE RE-RATIFICAÇÃO

BANCO CENTRAL DO BRASIL DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS CONCURSO PÚBLICO PARA O CARGO DE ANALISTA EDITAL DE RE-RATIFICAÇÃO BANCO CENTRAL DO BRASIL DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS CONCURSO PÚBLICO PARA O CARGO DE ANALISTA EDITAL DE RE-RATIFICAÇÃO O CHEFE DO DEPARTAMENTO DE GESTÃO DE PESSOAS DO BANCO CENTRAL DO BRASIL, tendo

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FORMAÇÃO PARA CAPACITAÇÃO DE CAPITAL HUMANO EM LÍNGUA INGLESA DO PORTO DIGITAL

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FORMAÇÃO PARA CAPACITAÇÃO DE CAPITAL HUMANO EM LÍNGUA INGLESA DO PORTO DIGITAL REGULAMENTO DO PROGRAMA DE FORMAÇÃO PARA CAPACITAÇÃO DE CAPITAL HUMANO EM LÍNGUA INGLESA DO PORTO DIGITAL 1. APRESENTAÇÃO Este regulamento apresenta as regras e os critérios estabelecidos pelo Núcleo de

Leia mais

Comunicado. Edital de Concurso para Admissão de Estagiários de Direito para a Procuradoria Regional da Grande São Paulo Seccional de Osasco

Comunicado. Edital de Concurso para Admissão de Estagiários de Direito para a Procuradoria Regional da Grande São Paulo Seccional de Osasco Comunicado Edital de Concurso para Admissão de Estagiários de Direito para a Procuradoria Regional da Grande São Paulo Seccional de Osasco O Procurador do Estado Chefe da Procuradoria Regional da Grande

Leia mais

Análise da Prova ADMINISTRAÇÃO GERAL E PÚBLICA

Análise da Prova ADMINISTRAÇÃO GERAL E PÚBLICA Concurso de Auditor da Receita Análise da Prova ADMINISTRAÇÃO GERAL E PÚBLICA I. A liderança, a direção e a gerência são um mesmo papel que necessariamente deve ser desempenhado pelo administrador. II.

Leia mais

Curso Extensivo de Contabilidade Geral

Curso Extensivo de Contabilidade Geral Curso Extensivo de Contabilidade Geral Adelino Correia 4ª Edição Enfoque claro, didático e objetivo Atualizado de acordo com a Lei 11638/07 Inúmeros exercícios de concursos anteriores com gabarito Inclui

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO CONTROLADORIA-REGIONAL DA UNIÃO NO ESTADO DE RORAIMA

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO CONTROLADORIA-REGIONAL DA UNIÃO NO ESTADO DE RORAIMA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA FEDERAL DE CONTROLE INTERNO CONTROLADORIA-REGIONAL DA UNIÃO NO ESTADO DE RORAIMA TIPO DE AUDITORIA : AUDITORIA DE GESTÃO EXERCÍCIO : 2006

Leia mais

Etapas para a elaboração do Balanço Patrimonial e consequentemente, das Demonstrações Financeiras.

Etapas para a elaboração do Balanço Patrimonial e consequentemente, das Demonstrações Financeiras. Etapas para a elaboração do Balanço Patrimonial e consequentemente, das Demonstrações Financeiras. Prof. MSc. Wilson Alberto Zappa Hoog Resumo: Apresenta-se uma breve análise sobre as vinte etapas para

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSOS

JULGAMENTO DE RECURSOS JULGAMENTO DE RECURSOS Conforme Edital n 01/2013 do Concurso Público da Prefeitura Municipal de Datas/MG, a empresa organizadora torna público o Julgamento dos Recursos referente ao Gabarito das Provas

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NA SEGUNDA FASE DO CURSO DE FORMAÇÃO PARA CERTIFICAÇÃO DE CAPITAL HUMANO EM LÍNGUA INGLESA

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NA SEGUNDA FASE DO CURSO DE FORMAÇÃO PARA CERTIFICAÇÃO DE CAPITAL HUMANO EM LÍNGUA INGLESA REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO NA SEGUNDA FASE DO CURSO DE FORMAÇÃO PARA CERTIFICAÇÃO DE CAPITAL HUMANO EM LÍNGUA INGLESA 1. APRESENTAÇÃO Este regulamento apresenta as regras e os critérios estabelecidos

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE SALVADOR. Estado da Bahia

CÂMARA MUNICIPAL DE SALVADOR. Estado da Bahia qw CÂMARA MUNICIPAL DE SALVADOR Estado da Bahia P R I M E I R O T E R M O D E R E T I F I C A Ç Ã O D O E D I T A L D E A B E R T U R A N º 0 1 / 2 0 1 1 A Câmara Municipal de Salvador, Estado da Bahia,

Leia mais

O RECURSO: A candidata alega que a questão 05 apresenta falhas em sua elaboração.

O RECURSO: A candidata alega que a questão 05 apresenta falhas em sua elaboração. CARGOS: TODOS NIVEL MÉDIO/SUPERIOR (PROVA DE LINGUA PORTUGUESA) CANDIDATOS: ANA CAROLINA DA SILVA MORAES. O RECURSO: A candidata alega que a questão 05 apresenta falhas em sua elaboração. RESULTADO: Em

Leia mais

Demonstrações Financeiras UPCON SPE 17 Empreendimentos Imobiliários S.A.

Demonstrações Financeiras UPCON SPE 17 Empreendimentos Imobiliários S.A. Demonstrações Financeiras UPCON SPE 17 Empreendimentos Imobiliários S.A. 31 de dezembro de 2014 com o relatório dos auditores independentes Demonstrações financeiras Índice Relatório dos auditores independentes

Leia mais

BACEN Técnico 2010 Fundamentos de Contabilidade Resolução Comentada da Prova

BACEN Técnico 2010 Fundamentos de Contabilidade Resolução Comentada da Prova Conteúdo 1 Questões Propostas... 1 2 Comentários e Gabarito... 1 2.1 Questão 41 Depreciação/Amortização/Exaustão/Impairment... 1 2.2 Questão 42 fatos contábeis e regime de competência x caixa... 2 2.3

Leia mais

Curso DSc. Você no curso certo. Concurso Público: Carreiras Correlatas - Bacen, CVM e SUSEP

Curso DSc. Você no curso certo. Concurso Público: Carreiras Correlatas - Bacen, CVM e SUSEP Curso DSc Você no curso certo Concurso Público: Carreiras Correlatas - Bacen, CVM e SUSEP Concurso Público Planejamento de Médio Prazo Não é Vestibular Foco no Edital Questões sorteadas Não cai tudo Não

Leia mais