Temas Livres Apresentados no

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Temas Livres Apresentados no"

Transcrição

1 Sociedade Brasileira de Cardiologia ISSN X Volume 101, Nº 3, Suplemento 2, Setembro 2013 Temas Livres Apresentados no 28 de setembro a 01 de outubro de 2013 Rio de Janeiro -

2

3 REVISTA DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA - Publicada desde 1948 Diretor Científico Luiz Alberto Piva e Mattos Editor-Chefe Luiz Felipe P. Moreira Editores Associados Cardiologia Clínica José Augusto Barreto-Filho Cardiologia Cirúrgica Paulo Roberto B. Evora Cardiologia Intervencionista Pedro A. Lemos Cardiologia Pediátrica/Congênitas Antonio Augusto Lopes Arritmias/Marcapasso Mauricio Scanavacca Métodos Diagnósticos Não-Invasivos Carlos E. Rochitte Pesquisa Básica ou Experimental Leonardo A. M. Zornoff Epidemiologia/Estatística Lucia Campos Pellanda Hipertensão Arterial Paulo Cesar B. V. Jardim Ergometria, Exercício e Reabilitação Cardíaca Ricardo Stein Primeiro Editor ( ) Jairo Ramos Brasil Adib D. Jatene () Alexandre A. C. Abizaid () Alfredo José Mansur () Álvaro Avezum () Amanda G. M. R. Sousa () André Labrunie (PR) Andrei Sposito (DF) Angelo A. V. de Paola () Antonio Augusto Barbosa Lopes () Antonio Carlos C. Carvalho () Antônio Carlos Palandri Chagas () Antonio Carlos Pereira Barretto () Antonio Cláudio L. Nóbrega () Antonio de Padua Mansur () Ari Timerman () Armênio Costa Guimarães (BA) Ayrton Klier Péres (DF) Ayrton Pires Brandão () Barbara M. Ianni () Beatriz Matsubara () Braulio Luna Filho () Brivaldo Markman Filho (PE) Bruce B. Duncan (RS) Bruno Caramelli () Carisi A. Polanczyk (RS) Carlos Alberto Pastore () Carlos Eduardo Negrão () Carlos Eduardo Rochitte () Carlos Eduardo Suaide Silva () Carlos Vicente Serrano Júnior () Celso Amodeo () Charles Mady () Claudio Gil Soares de Araujo () Cleonice Carvalho C. Mota (MG) Dalton Valentim Vassallo (ES) Décio Mion Jr () Denilson Campos de Albuquerque () Dikran Armaganijan () Djair Brindeiro Filho (PE) Domingo M. Braile () Edmar Atik () Edson Stefanini () Elias Knobel () Eliudem Galvão Lima (ES) Emilio Hideyuki Moriguchi (RS) Enio Buffolo () Conselho Editorial Eulógio E. Martinez Fº () Evandro Tinoco Mesquita () Expedito E. Ribeiro da Silva () Fábio Sândoli de Brito Jr. () Fábio Vilas-Boas (BA) Fernando A. P. Morcerf () Fernando Bacal () Flávio D. Fuchs (RS) Francisco Antonio Helfenstein Fonseca () Francisco Laurindo () Francisco Manes Albanesi Fº () Gilmar Reis (MG) Gilson Soares Feitosa (BA) Ínes Lessa (BA) Iran Castro (RS) Ivan G. Maia () Ivo Nesralla (RS) Jarbas Jakson Dinkhuysen () João Pimenta () Jorge Ilha Guimarães (RS) Jorge Pinto Ribeiro (RS) José A. Marin-Neto () José Antonio Franchini Ramires () José Augusto Soares Barreto Filho (SE) José Carlos Nicolau () José Geraldo de Castro Amino () José Lázaro de Andrade () José Péricles Esteves (BA) José Teles Mendonça (SE) Leopoldo Soares Piegas () Luís Eduardo Rohde (RS) Luiz A. Machado César () Luiz Alberto Piva e Mattos () Lurildo Saraiva (PE) Marcelo C. Bertolami () Marcia Melo Barbosa (MG) Marco Antônio Mota Gomes (AL) Marcus V. Bolívar Malachias (MG) Maria Cecilia Solimene () Mario S. S. de Azeredo Coutinho (SC) Maurício I. Scanavacca () Mauricio Wajngarten () Max Grinberg () Michel Batlouni () Nabil Ghorayeb () Nadine O. Clausell (RS) Nelson Souza e Silva () Orlando Campos Filho () Otávio Rizzi Coelho () Otoni Moreira Gomes (MG) Paulo A. Lotufo () Paulo Cesar B. V. Jardim (GO) Paulo J. F. Tucci () Paulo J. Moffa () Paulo R. A. Caramori (RS) Paulo R. F. Rossi (PR) Paulo Roberto S. Brofman (PR) Paulo Zielinsky (RS) Protásio Lemos da Luz () Renato A. K. Kalil (RS) Roberto A. Franken () Roberto Bassan () Ronaldo da Rocha Loures Bueno (PR) Sandra da Silva Mattos (PE) Sergio Almeida de Oliveira () Sérgio Emanuel Kaiser () Sergio G. Rassi (GO) Sérgio Salles Xavier () Sergio Timerman () Silvia H. G. Lage () Valmir Fontes () Vera D. Aiello () Walkiria S. Avila () William Azem Chalela () Wilson A. Oliveira Jr (PE) Wilson Mathias Jr () Exterior Adelino F. Leite-Moreira (Portugal) Alan Maisel (Estados Unidos) Aldo P. Maggioni (Itália) Cândida Fonseca (Portugal) Fausto Pinto (Portugal) Hugo Grancelli (Argentina) James de Lemos (Estados Unidos) João A. Lima (Estados Unidos) John G. F. Cleland (Inglaterra) Maria Pilar Tornos (Espanha) Pedro Brugada (Bélgica) Peter A. McCullough (Estados Unidos) Peter Libby (Estados Unidos) Piero Anversa (Itália)

4 Sociedade Brasileira de Cardiologia Presidente Jadelson Pinheiro de Andrade Vice-Presidente Dalton Bertolim Précoma Presidente-Eleito Angelo Amato Vincenzo de Paola Diretor Administrativo Marcelo Souza Hadlich Diretora Financeira Eduardo Nagib Gaui Diretor de Relações Governamentais Daniel França Vasconcelos Diretor de Comunicação Carlos Eduardo Suaide Silva Diretor de Qualidade Assistencial José Xavier de Melo Filho Diretor Científico Luiz Alberto Piva e Mattos Diretor de Promoção de Saúde Cardiovascular - SBC/Funcor Carlos Alberto Machado Diretor de Relações Estaduais e Regionais Marco Antonio de Mattos Diretor de Departamentos Especializados Gilberto Venossi Barbosa Diretor de Tecnologia da Informação Carlos Eduardo Suaide Silva Diretor de Pesquisa Fernando Bacal Editor-Chefe Arquivos Brasileiros de Cardiologia Luiz Felipe P. Moreira Editor do Jornal SBC Fábio Vilas-Boas Pinto Coordenador do Conselho de Projeto Epidemiológico David de Pádua Brasil Coordenadores do Conselho de Ações Sociais Alvaro Avezum Junior Ari Timerman Coordenadora do Conselho de Novos Projetos Glaucia Maria Moraes Oliveira Coordenador do Conselho de Aplicação de Novas Tecnologias Washington Andrade Maciel Coordenador do Conselho de Inserção do Jovem Cardiologista Fernando Augusto Alves da Costa Coordenador do Conselho de Avaliação da Qualidade da Prática Clínica e Segurança do Paciente Evandro Tinoco Mesquita Coordenador do Conselho de Normatizações e Diretrizes Harry Correa Filho Coordenador do Conselho de Educação Continuada Antonio Carlos de Camargo Carvalho Comitê de Atendimento de Emergência e Morte Súbita Manoel Fernandes Canesin Nabil Ghorayeb Sergio Timerman Comitê de Prevenção Cardiovascular Antonio Delduque de Araujo Travessa Sergio Baiocchi Carneiro Regina Coeli Marques de Carvalho Comitê de Planejamento Estratégico Fabio Sândoli de Brito José Carlos Moura Jorge Walter José Gomes Comitê de Assistência ao Associado Maria Fatima de Azevedo Mauro José Oliveira Gonçalves Ricardo Ryoshim Kuniyoshi Comitê de Relações Internacionais Antonio Felipe Simão João Vicente Vitola Oscar Pereira Dutra Presidentes das Estaduais e Regionais da SBC SBC/AL - Alfredo Aurelio Marinho Rosa SBC/AM - Jaime Giovany Arnez Maldonado SBC/BA - Augusto José Gonçalves de Almeida SBC/CE - Eduardo Arrais Rocha SBC/CO - Hernando Eduardo Nazzetta (GO) SBC/DF - Renault Mattos Ribeiro Junior SBC/ES - Antonio Carlos Avanza Junior SBC/GO - Luiz Antonio Batista de Sá SBC/MA - Magda Luciene de Souza Carvalho SBC/MG - Maria da Consolação Vieira Moreira SBC/MS - Sandra Helena Gonsalves de Andrade SBC/MT - José Silveira Lage SBC/NNE - Aristoteles Comte de Alencar Filho (AM) SBC/PA - Claudine Maria Alves Feio SBC/PB - Alexandre Jorge de Andrade Negri SBC/PE - Silvia Marinho Martins SBC/PI - Ricardo Lobo Furtado SBC/PR - Álvaro Vieira Moura SBC/ - Glaucia Maria Moraes Oliveira SBC/RN - Carlos Alberto de Faria SBC/RS - Justo Antero Sayão Lobato Leivas SBC/SC - Conrado Roberto Hoffmann Filho SBC/SE - Eduardo José Pereira Ferreira SBC/ - Carlos Costa Magalhães SBC/TO - Adalgele Rodrigues Blois Presidentes dos Departamentos Especializados e Grupos de Estudos SBC/DA - Hermes Toros Xavier () SBC/DCC - Evandro Tinoco Mesquita () SBC/DCM - Orlando Otavio de Medeiros (PE) SBC/DCC/CP - Estela Suzana Kleiman Horowitz (RS) SBC/DECAGE - Abrahão Afiune Neto (GO) SBC/DEIC - João David de Souza Neto (CE) SBC/DERC - Pedro Ferreira de Albuquerque (AL) SBC/DFCVR - José Carlos Dorsa Vieira Pontes (MS) SBC/DHA - Weimar Kunz Sebba Barroso de Souza (GO) SBC/DIC - Jorge Eduardo Assef () SBC/SBCCV - Walter José Gomes () SBC/SBHCI - Marcelo Antonio Cartaxo Queiroga Lopes (PB) SBC/SOBRAC - Adalberto Menezes Lorga Filho () SBC/DCC/GAPO - Daniela Calderaro () SBC/DCC/GECETI - João Fernando Monteiro Ferreira () SBC/DCC/GEECABE - Luis Claudio Lemos Correia (BA) SBC/DCC/GEECG - Carlos Alberto Pastore () SBC/DCP/GECIP - Angela Maria Pontes Bandeira de Oliveira (PE) SBC/DERC/GECE - Daniel Jogaib Daher () SBC/DERC/GECN - José Roberto Nolasco de Araújo (AL)

5 Arquivos Brasileiros de Cardiologia Volume 101 Nº 3, Suplemento 2, Setembro 2013 Indexação: ISI (Thomson Scientific), Cumulated Index Medicus (NLM), SCOPUS, MEDLINE, EMBASE, LILACS, SciELO, PubMed Av. Marechal Câmara, 160-3º andar - Sala Centro Rio de Janeiro, Brasil Tel.: (21) SciELO: Filiada à Associação Médica Brasileira APOIO Departamento Comercial Telefone: (11) Produção Editorial SBC - Núcleo Interno de Publicações Produção Gráfica e Diagramação SBC - Núcleo Interno de Design Impressão Imos Gráfica e Editora Tiragem exemplares Os anúncios veiculados nesta edição são de exclusiva responsabilidade dos anunciantes, assim como os conceitos emitidos em artigos assinados são de exclusiva responsabilidade de seus autores, não refletindo necessariamente a opinião da SBC. Material de distribuição exclusiva à classe médica. Os Arquivos Brasileiros de Cardiologia não se responsabilizam pelo acesso indevido a seu conteúdo e que contrarie a determinação em atendimento à Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº 96/08 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que atualiza o regulamento técnico sobre Propaganda, Publicidade, Promoção e informação de Medicamentos. Segundo o artigo 27 da insígnia, "a propaganda ou publicidade de medicamentos de venda sob prescrição deve ser restrita, única e exclusivamente, aos profissionais de saúde habilitados a prescrever ou dispensar tais produtos (...)". Garantindo o acesso universal, o conteúdo científico do periódico continua disponível para acesso gratuito e integral a todos os interessados no endereço:

6

7 Temas Livres Apresentados no 28 de setembro a 01 de outubro de 2013 Rio de Janeiro -

8 Temas Livres Prezados Colegas, recebam nossa saudação, A Sociedade Brasileira de Cardiologia apresenta com enorme satisfação as pesquisas originais aprovadas para apresentação no 68 Congresso da entidade, a ser realizado no Rio de Janeiro, (Centro de Convenções Riocentro) de 28 de setembro a 1º de outubro de O congresso brasileiro da SBC se constitui em um foro amplo que estimula e agrega inúmeros pesquisadores brasileiros, que atuam nas mais diversas áreas de atuação na análise das doenças cardiovasculares, e toda a sua plêiade, desde o diagnóstico ao tratamento. A SBC sente-se honrada por constituir-se nesta referência e se engala para sua apresentação. Neste ano, foram submetidas mais de mil pesquisas (1.067), sendo destes 945 da área médica e os demais de múltiplas áreas de atuação em saúde próximas do atendimento cardiovascular. Na comparação de um triênio (temas livres médicos), houve uma média com variação inferior a 10% (2011 = 954; 2012 = 1,029 e 2013 = 945). Os temas enviados foram revisados por 3 a 4 sócios da SBC, de maneira cega, que exararam uma nota final única, sendo a maior possível a ser obtida, 10. Duzentos e cinquenta e nove colegas atuaram neste processo, para os quais, expressamos nosso sincero agradecimento, listados na página 3 deste suplemento. O processo decorreu nos prazos estipulados e ao final foram aprovados 156 trabalhos para apresentação oral e 185 como pôsteres (36% daqueles enviados; n=341), pesquisas estas ostentando uma média aritmética maior ou igual a 6 pontos, valor de corte similar ao utilizado em Serão premiados os 5 melhores temas livres, sendo 2, como Melhores Temas Livres do Congresso SBC 2013 ; 2, como Melhores Temas Livres do Congresso SBC 2013/Jovem Pesquisador (<35 anos) e 1 como Melhor Tema Livre Categoria Pôster SBC 2013, perfazendo 18 trabalhos concorrentes. Confiram a banca julgadora e os dias destas apresentações na programação final do congresso, assim como na página 2, a divisão federativa dos temas livres aprovados para apresentação em Muito obrigado a todos e um ótimo e venturoso Congresso! Luiz Alberto Piva e Mattos Diretor Científico da Sociedade Brasileira de Cardiologia Pedro Beraldo de Andrade Coordenador de Temas Livres da Sociedade Brasileira de Cardiologia 1

9 Temas Livres TEMAS APROVADOS POR ESTADO Estados Nº Alagoas 2 Amazonas 3 Bahia 29 Ceará 6 Distrito Federal 9 Espírito Santo 1 Goiás 2 Maranhão 2 Minas Gerais 21 Mato Grosso 1 Mato Grosso do Sul 1 Paraíba 3 Pernambuco 6 Paraná 10 Rio de Janeiro 72 Rio Grande do Norte 3 Rio Grande do Sul 40 Santa Catarina 2 Sergipe 14 São Paulo 114 Total 341 2

10 Temas Livres COMISSÃO NACIONAL JULGADORA DE TEMAS LIVRES Abilio Augusto Fragata Filho Abrahao Afiune Neto Adalberto Menezes Lorga Filho Adriana Soares Xavier de Brito Alexandre Rouge Felipe Alexandre Siciliano Colafranceschi Alfredo Jose Mansur Alfredo Martins Sebastião Aloir Queiroz Araujo Sobrinho Alvaro Vieira Moura Amanda Guerra de Moraes Rego Sousa Ana Patricia Nunes de Oliveira Anderson Wilnes Simas Pereira Andre Labrunie Andre Volschan Andrea Araujo Brandão Andrea do Carmo Ribeiro Barreiros London Andrea Rocha de Lorenzo Andrei Carvalho Sposito Anis Rassi Junior Antonio Carlos de Camargo Carvalho Antonio Carlos Palandri Chagas Antonio Carlos Pereira Barretto Antonio Claudio Lucas da Nobrega Antonio de Padua Mansur Antonio Luiz Pinho Ribeiro Antonio Sergio Cordeiro da Rocha Ari Timerman Aristoteles Comte de Alencar Filho Armenio Costa Guimarães Artur Haddad Herdy Augusto Jose Gonçalves de Almeida Aurea Jacob Chaves Auristela Isabel de Oliveira Ramos Barbara Maria Ianni Bernardo Rangel Tura Brivaldo Markman Filho Bruno Caramelli Caio Cesar Jorge Medeiros Carisi Anne Polanczyk Carlos Alberto Machado Carlos Alberto Pastore Carlos Antonio Mascia Gottschall Carlos Augusto Cardoso Pedra Carlos Costa Magalhães Carlos Eduardo Negrão Carlos Eduardo Rochitte GO ES PR PR GO MG AM BA SC BA PE RS RS Carlos Scherr Carlos Vicente Serrano Junior Cesar Augusto da Silva Nascimento Cesar Augusto Esteves Cesar Jose Grupi Cesar Rocha Medeiros Citania Lúcia Tedoldi Clara Weksler Claudia Caminha Escosteguy Claudia Felicia Gravina Taddei Claudia Maria Rodrigues Alves Claudio Gil Soares de Araujo Claudio Pereira da Cunha Claudio Tinoco Mesquita Claudio Vieira Catharina Clerio Francisco de Azevedo Filho Constantino Gonzalez Salgado Cynthia Karla Magalhães Dalton Bertolim Précoma Daniel Born Daniel Franca Vasconcelos Daniel Jogaib Daher Daniel Xavier de Brito Setta Daniela Calderaro Dante Marcelo Artigas Giorgi Dany David Kruczan Dario C. Sobral Filho David Costa de Souza Le Bihan David de Pádua Brasil Decio Mion Junior Denilson Campos de Albuquerque Dikran Armaganijan Dimytri Alexandre de Alvim Siqueira Djair Brindeiro Filho Domingo Marcolino Braile Edileide de Barros Correia Edmar Atik Edmundo Clarindo Oliveira Eduardo Benchimol Saad Eduardo Keller Saadi Eduardo Marinho Tassi Eduardo Nagib Gaui Eduardo Nani Silva Elizabete Viana de Freitas Emilio Hideyuki Moriguchi Enio Buffolo Esmeralci Ferreira RS PR PR DF PE MG PE MG RS RS 3

11 Temas Livres Estela Suzana Kleiman Horowitz Estevão Lanna Figueiredo Euler Roberto Fernandes Manenti Evandro Tinoco Mesquita Expedito E. Ribeiro da Silva Fabio Biscegli Jatene Fabio Sândoli de Brito Fabio Sandoli de Brito Junior Fabio Vilas-Boas Pinto Fabricio Braga da Silva Fernanda Marciano Consolin Colombo Fernando Bacal Fernando Eugenio dos Santos Cruz Filho Fernando Luiz Benevides da R. Gutierrez Fernando Mendes Sant Anna Flavio Adolfo Aranha Japyassu Flavio Antonio de Oliveira Borelli Flavio Danni Fuchs Flávio Tarasoutchi Francisco Antonio Helfenstein Fonseca Francisco Carlos da Costa Darrieux Gabriel Leo Blacher Grossman Gilberto Venossi Barbosa Gilson Soares Feitosa Gilson Soares Feitosa Filho Gisela Martina Bohns Meyer Glaucia Maria Moraes Oliveira Guilherme Fenelon Gustavo Bernardes de Figueiredo Oliveira Gustavo Luiz Gouvea de Almeida Junior Harry Correa Filho Helder Jose Lima Reis Helio Germiniani Helio Roque Figueira Henrique Horta Veloso Henrique Murad Humberto Pierri Humberto Villacorta Junior Ilan Gottlieb Iran Castro Ivan Luiz Cordovil de Oliveira Jamil Abdalla Saad Jaqueline Scholz Issa Jeane Mike Tsutsui Joao Batista C. C. Serro Azul Joao David de Souza Neto Joao Luiz Fernandes Petriz Jose Armando Mangione Jose Ary Boechat e Salles RS MG RS BA PE RS RS RS BA BA RS SC PA PR RS MG CE Jose Carlos Moura Jorge Jose Carlos Nicolau Jose Eduardo Moraes Rego Sousa José Fernando Vilela Martin Jose Rocha Faria Neto Jose Teles de Mendonça Jose Wanderley Neto Kalil Lays Mohallem Leandro Ioschpe Zimerman Leila Beltrami Moreira Leopoldo Soares Piegas Lidia Ana Zytynski Moura Lucelia Batista N. Cunha Magalhães Luciana Vidal Armaganijan Luis Claudio Lemos Correia Luis Eduardo Paim Rohde Luis Henrique Weitzel Luiz Alberto Piva e Mattos Luiz Antonio de Almeida Campos Luiz Antonio Machado Cesar Luiz Aparecido Bortolotto Luiz Carlos do Nascimento Simões Luiz Felipe Pinho Moreira Luiz Fernando Salazar Oliveira Magaly Arrais Dos Santos Manoel Fernandes Canesin Marcelo Bueno da Silva Rivas Marcelo Chiara Bertolami Marcelo de Freitas Santos Marcelo Ferraz Sampaio Marcelo Heitor Vieira Assad Marcelo Imbroinise Bittencourt Marcelo Iorio Garcia Marcelo Westerlund Montera Marcia Bueno Castier Marcia de Melo Barbosa Marcia Maria Barbeito Ferreira Marcio Gonçalves de Sousa Marcio Jansen de Oliveira Figueiredo Marcio Kalil Marco Antonio de Mattos Marco V. Wainstein Marcus Vinícius Bolivar Malachias Marden André Tebet Maria Alayde Mendonca da Silva Maria Cristina de Oliveira Izar Maria Cristina Meira Ferreira Maria da Consolação Vieira Moreira Maria do Carmo Pereira Nunes PR PR SE AL RS RS PR BA BA RS PE PE PR PR MG MG RS MG AL MG MG 4

12 Temas Livres Maria Elizabeth Navegantes Caetano Maria Eulalia Thebit Pfeiffer Maria Hebe Dantas da Nobrega Marianna Deway Andrade Mario Ricardo Amar Martino Martinelli Filho Mauricio Batista Nunes Mauro Paes Leme de Sa Max Grinberg Miguel Antonio Moretti Miguel Gus Mucio Tavares de Oliveira Junior Nabil Ghorayeb Nadine Oliveira Clausell Odwaldo Barbosa e Silva Olga Ferreira de Souza Orlando Otavio de Medeiros Oscar Pereira Dutra Osvaldo Kohlmann Junior Oswaldo Passarelli Junior Otavio Celso Eluf Gebara Pablo Maria Alberto Pomerantzeff Paulo Cesar Brandão Veiga Jardim Paulo de Tarso Jorge Medeiros Paulo Roberto Pereira de Santana Paulo Roberto Schvartzman Pedro Beraldo de Andrade Pedro Paulo Nogueres Sampaio Pedro Rafael Salerno Plinio Resende do Carmo Júnior Protasio Lemos da Luz Raul Dias Dos Santos Filho Regina Coeli Marques de Carvalho Regina Elizabeth Muller PA RN BA BA RS RS PE PE RS GO RS PE CE Renata Christian Martins Felix Renato Abdala Karam Kalil Ricardo Luiz Ribeiro Ricardo Miguel Gomes C. Francisco Ricardo Mourilhe Rocha Ricardo Stein Ricardo Vivacqua Cardoso Costa Roberto Bassan Roberto Esporcatte Roberto Henrique Heinisch Roberto Luiz Marino Roberto Pozzan Rogerio Tasca Romeu Sergio Meneghelo Ronaldo de Souza Leao Lima Rui Fernando Ramos Rui Manuel Dos Santos Povoa Salvador Manoel Serra Salvador Rassi Sandro Gonçalves de Lima Serafim Ferreira Borges Sergio Tavares Montenegro Sergio Timerman Silas dos Santos Galvao Filho Silvia Helena Cardoso Boghossian Silvia Helena Gelas Lage Silvia Marinho Martins Tales de Carvalho Valdir Ambrósio Moisés Vinicius Borges Cardozo Esteves Vivian Lerner Amato William Azem Chalela Wolney de Andrade Martins RS RS SC MG GO PE PE PE SC 2 o Fórum de Educação Física em Cardiologia Coordenadores Camila Pena de Sousa Gustavo Gonçalves Cardozo Junia Cardoso Themis Moura Cardinot Julgadores Gustavo Casimiro Lopes Gustavo Gonçalves Cardozo Juliana Pereira Borges Junia Cardoso Luisa Ribeiro de Meirelles Paulo de Tarso Veras Farinatti Rafael Ayres Montenegro Ricardo Brandão de Oliveira Sandro Conceição de Souza Themis Moura Cardinot Thiago Rodrigues Gonçalves Vivian Liane Mattos Pinto Walace David Monteiro 5

13 Temas Livres 25 o Fórum de Enfermagem em Cardiologia Coordenadores Ana Carla Dantas Cavalcanti Ana Lúcia Cascardo Marins Carlos Cruz Tereza Cristina Felippe Guimarães Julgadores Ana Carolina Gurgel Câmara Ana Carla Dantas Cavalcanti Ana Lucia Cascardo Marins Alessandra Santana Nunes Carlos Cruz Dayse Mary da Silva Correia Iza Cristina Dos Santos Juliana de Melo Vellozo Pereira Karla Valéria Arco Verde Liana Amorim Correia Trotte Valéria Gonçalves Valeria Zadra de Mattos 15 o Fórum de Fisioterapia em Cardiologia Coordenadores João Carlos Moreno de Azevedo Marta Ramos de Queiroz Pimentel Mônica Quintão Julgadores Adalgiza Mafra Moreno Alba Fernandes Ana Carolina Azevedo de Carvalho Anny Karine Silva Simões Audrey Borghi-Silva AL Indianara Maria Araújo do Nascimento Iracema Ioco Kikuchi Umeda Karla Dames Luciana Duarte Novais Silva Mara Nasrala Maycon de Moura Reboredo Rodrigo Janisch Sérgio S. M. Chermont Solange Guizilini PE MG MT MG PR 17 o Fórum de Nutrição em Cardiologia Coordenadores Annie Bello Glorimar Rosa Jaqueline Farret Márcia Simas Julgadores Ana Luísa Kremer Faller Ana Paula Menna Barreto Annie Seixas Bello Moreira Célia Lopes da Costa Cristina Fajardo Diestel Glorimar Rocha Grazielle Vilas Boas Huguenin Henyse Gomes Valente Jacqueline Faria Farret Márcia Regina Simas Gonçalves Torres Maria Inês Barreto Silva Sergio Girão Barroso 25 o Fórum de Psicologia em Cardiologia Coordenadores Daniele Baptista dos Santos Maria Cristina Marques Pinho Mônica Campioli Vanessa B. P. Espíndola Julgadores Ana Lucia Ribeiro Freitas Andrea Placido Borges Barbara Borges Rodrigues BA DF BA Evelyn F. R. Vigueras Katya Masae Kitajima Borges Leopoldo Nelson F. Barbosa Luana Herek Marisa Decat de Moura Mônica Cristina de Carvalho Campioli Brandão Patrícia Pereira Ruschel Silvia Maria Cury Ismael RS PE PR MG RS 6

14 Concurso Melhor Tema Livre 68 SBC/2013 COMISSÃO JULGADORA DO CONCURSO MELHOR TEMA LIVRE 68 SBC/2013 Gilson Soares Feitosa BA Coordenador Arnaldo Rabischoffsky Julgador Carisi Anne Polanczyk RS Julgador Otavio Rizzi Coelho Julgador 7

15 28/09/13 15:00 16:30h Concurso Melhor Tema Livre 68 SBC/ Six-Month Intravascular Ultrasound Analysis of the DESolve NX Trial with a Novel PLLA-based Fully Biodegradable Drug-Eluting Scaffold JOSE RIBAMAR COSTA JUNIOR, STEFAN VERHEYE, DANIEL SILVA CHAMIE DE QUEIROZ, RODOLFO STAICO, JOHN ORMISTON, ANDREA CLAUDIA LEÃO DE SOUSA ABIZAID, AMANDA GUERRA DE MORAES REGO SOUSA, JOSE EDUARDO MORAES REGO SOUSA, RICARDO A. COSTA e ALEXANDRE ANTONIO CUNHA ABIZAID St Mercy, Auckaland, Nova Zelândia - Antwerp Cardiovascular Institute, Middelheim Hospita, Antuérpia, Bélgica - IDPC, São Paulo,, BRASIL. Aims: The DESolve Bioresorbable Scaffold is a novel drug-eluting device combining a PLLA-based scaffold coated with a bioresorbable polylactide-based polymer and a potent anti-proliferative sirolimus metabolite, the Novolimus. The drug dose is 5 mcg per mm of scaffold length. We aim to present the detailed IVUS findings for the subset of patients enrolled in the DESolve NX trial. Methods and Results: The DESolve NX is a prospective and multicentre trial, which enrolled 126 patients with de novo coronary lesions treated with a single scaffold available in three diameters (3.0, 3.25 and 3.5) and two lengths (14 and 18 mm). The first 40 patients enrolled in this trial also consented to an IVUS substudy, which consisted of a paired analysis of the automatic pullbacks performed at the end of the baseline procedure and at six-month follow-up (an additional 24 month follow up will also be performed). All analyses are being performed by an independent IVUS corelab. The mean age of the enrolled population was 61.9 years, being most patients men (68.2%) and 21% with diabetes. Pre procedure reference vessel diameter and lesion length were 11.2 ± 3.8mm and 3.06 ± 0.31, respectively. All 40 patients in the IVUS substudy had their scaffolds successfully deployed and IVUS performed at the end of the procedure. At baseline, average scaffold diameter and area were 2.72 ± 0.27mm and 5.86 ± 1.15mm 2, respectively, with 3 cases (7.5%) of acute incomplete strut apposition. No scaffold discontinuity (e.g. fracture) was observed in all 40 cases at the post procedure IVUS examination. Six-month IVUS follow-up was adequately obtained for all patients enrolled in the subset. The follow-up analysis is currently being processed and the results will be available at the time of the meeting. Conclusions: This DESolve NX trial was designed to assess the feasibility of the deployment of the DESolve bioresorbable scaffold in vessels with simple Type A and B lesions, and at the same time, by means of intravascular imaging, provide some understanding on the versatility of the device in regards to the scaffolding properties as well as the vascular response. O Strain, Avaliado pelo Speckle Tracking Bidimensional, Está Reduzido após Dois Anos do Tratamento com Antraciclina em Pacientes com Fração de Ejeção do Ventrículo Esquerdo Normal ANDRE LUIZ CERQUEIRA DE ALMEIDA, VIVIANE SILVA, ALBERTO TEOFILO DE SOUZA FILHO, VINICIUS GUEDES RIOS, EDVAL GOMES DOS SANTOS JÚNIOR, JOÃO RICARDO PINTO LOPES, SAMUEL OLIVEIRA AFONSECA, DANIEL DE CASTRO ARAÚJO CUNHA, MURILO OLIVEIRA DA CUNHA MENDES e AUGUSTO MOTA Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, BA, BRASIL - Hospital D. Pedro de Alcântara-Santa Casa de Misericórdia, Feira de Santana, BA, BRASIL - Unidade de Alta Complexidade em Oncologia - UNACON, Feira de Santana, BA, BRASIL. Fundamento: Cinco a 35% dos pacientes (pcts) que usam a doxorrubicina (DOX) desenvolvem disfunção ventricular ou insuficiência cardíaca (IC). A identificação precoce do comprometimento cardíaco facilita o manuseio destes pcts. O strain, avaliado pelo Speckle Tracking bidimensional (2D-STE), tem se mostrado útil na identificação de doença cardíaca subclínica. Objetivos: a) Investigar o papel do strain, avaliado pelo 2D-STE, na identificação de disfunção ventricular subclínica em pcts que usaram DOX; b) Investigar determinantes do comportamento do strain em sobreviventes do câncer. Métodos: Estudo transversal; examinados 81 participantes: 40 pcts que usaram a DOX há ± 2 anos e 41 controles (CTL). Dose total da DOX: 396mg (242mg/m²). Todos fizeram avaliação clínica e o ecocardiograma com 2D-STE. A função sistólica do VE foi avaliada pela FEVE (Simpson), assim como pelo strain longitudinal (ELL), circunferencial (ECC) e radial (ERR). Realizada análise de regressão linear multivariada (RLM-Stepwise). Variáveis independentes: variáveis com p<0,20 na análise univariada e aquelas com plausibilidade biológica para interferir no strain. Variáveis dependentes: ECC (modelo 1) e ELL (modelo 2). Todos tinham FEVE 55% e eram livres de IC (Framingham).Resultados: O percentual de HAS, DM, fumantes, negros, sobrepeso/obeso, dislipidêmicos e uso de álcool foi similar nos dois grupos, assim como a idade, FEVE, circunferência abdominal e IMC (p>0,05 para todos). A PAS e PAD foram maior no grupo CTL (p<0,05). O IMVE foi maior no DOX (p=0,005). O ELL foi menor no grupo DOX (12,4±2,6%) vs CTL (13,4±1,7%), p=0,044. O mesmo ocorreu em relação ao ECC: 12,1±2,7% (DOX) vs 16,7±3,6% (CTL), p<0,001. O ERR foi similar entre os grupos (p=0,885). Na RLM, a DOX foi preditora independente de redução do ECC (B=-4,429, p<0,001). DOX (B=-1,289, p=0,012) e idade (B=-0,057, p=0,029) foram marcadores independentes de redução do ELL.Conclusões: a) O ELL e o ECC, avaliados pelo 2D-STE, estão reduzidos nos pcts que usaram a DOX há ± 2 anos, apesar da FEVE ser normal, sugerindo presença de disfunção ventricular subclínica em um grupo considerado de alto risco para eventos cardiovasculares; b) DOX foi preditora independente de redução do ECC em sobreviventes do câncer; c) O uso prévio da DOX e idade foram marcadores independentes de redução do ELL Short-Term Impact of Surgery on Left Atrial Volume and Function in Symptomatic Non-Ischemic Mitral Regurgitation: a 3-Dimensional Echocardiography Study Strain Longitudinal ou Twist do Ventrículo Esquerdo? Qual se Correlaciona Melhor com a Fração de Ejeção Medida pelo Ecocardiograma Convencional? DAVID COSTA DE SOUZA LE BIHAN, ORLANDO CAMPOS FILHO, JORGE EDUARDO ASSEF, DORIVAL DELLA TOGNA, RODRIGO B. M. BARRETTO, AURISTELA ISABEL DE OLIVEIRA RAMOS, VALDIR AMBRÓSIO MOISÉS, CLAUDIO HENRIQUE FISCHER, CAMILO ABDULMASSIH NETO e AMANDA GUERRA DE MORAES REGO SOUSA MÁRCIO SILVA MIGUEL LIMA, MARIA CRISTINA DONADIO ABDUCH, MARTA FERNANDES LIMA, WILSON MATHIAS JUNIOR e JEANE MIKE TSUTSUI Instituto do Coração (InCor - HCFMU), São Paulo,, BRASIL. Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, São Paulo,, BRASIL - Universidade Federal de São Paulo, São Paulo,, BRASIL. Background: Left atrial (LA) dilation is associated with a worse prognosis in various Clínical situations, including chronic mitral regurgitation (MR). Real time threedimensional echocardiography (3DE) has allowed a better assessment of LA volume and function. Although LA reverse remodeling has been observed in studies focused on long-term outcome after surgery in non-ischemic MR, little is known about the behavior of LA structure and function in an early post-operative period in symptomatic patients. We aimed to analyze these aspects with 3DE. Methods: We prospectively studied 43 patients with symptomatic chronic MR who underwent valve repair (VR) or bioprosthetic valve replacement (BP). LA volume and function were analyzed before and 30 days after surgery by means of 3DE in all patients and in a control group of 20 healthy subjects. We studied maximum (Vmax), minimum (Vmin) and pre-atrial contraction (VpreA) volumes, and calculated total (TAEF), passive (PAEF) and active (AAEF) LA emptying fractions. Results: Before surgery patients had higher LA volumes (p<0.001) but smaller LA emptying fractions than controls (p<0.01 for all three LA empting fractions). After surgery, there was a reduction in all three LA volumes in both groups. Postoperative increase in AAEF occurred in both groups, although more pronounced in BP. Multivariate analysis showed that independent predictors of early postoperative LA reverse remodeling were diastolic blood pressure before surgery (Coefficient= ; p= 0.02), lateral mitral annulus early diastolic velocity (e ) before surgery (Coefficient=0.02; p=0.008) and mean transmitral diastolic gradient increment after surgery (Estimate= ; p < 0.001), but not the surgical technique. Besides, e was also the only variable independently associated with early recovery of AAEF (OR= 1.664, P=0.027). Conclusion: Diastolic blood pressure and left ventricular relaxation function before surgery along with transmitral gradient augmentation after surgery are variables related to early LA reverse remodeling and LA function improvement after successful mitral valve repair or replacement, in symptomatic patients with non-ischemic MR. Introdução: A avaliação da função sistólica pela fração de ejeção do ventrículo esquerdo (FEVE) é a principal indicação do exame ecocardiográfico. FEVE representa a força contrátil ventricular. O método de Speckle Tracking echocardiography (STE) é baseado no seguimento de padrões pontilhados do tecido miocárdico. Possibilita análises diversas da dinâmica de contração do VE como deslocamentos, rotações segmentares e twist (torção), além de deformações e taxas de deformações do miocárdio, os chamados strain e strain rate (SR), uma avaliação mais precisa da função contrátil do VE. Twist, strain e SR longitudinais são avaliações muito utilizadas em diversos estudos para uma investigação mais sensível da função sistólica do VE, complementar a FEVE. Contudo, até o momento, ainda não foi realizada uma comparação entre estes parâmetros para definir qual teria maior correlação com a FEVE. Objetivo: Correlacionar dados de twist e strain, SR, velocidade e deslocamento longitudinais com dados de FEVE, provenientes de pacientes com FEVE normal (> 0,55) e com disfunção sistólica em diversos níveis (FEVE < 0,55).Método: Pacientes com FEVE normal (> 0,55) e com disfunção sistólica (FEVE < 0,55) ao ecocardiograma convencional ambulatorial foram consecutivamente incluídos no estudo. Foram submetidos a novo ecocardiograma com aquisiçãao de imagens especificas para a técnica de STE. As imagens foram obtidas nas janela apical (strain e SR, velocidade e deslocamento longitudinais) e transversal (twist do VE). Análises posteriores foram realizadas utilizando o programa EchoPac (GE), de forma off-line, e os dados correlacionados entre eles pelo método estatístico de Pearson. Resultados: Cento e dezesseis pacientes foram incluídos no estudo. Foi observada uma melhor correlação da deformação longitudinal (strain longitudinal) em relação a todos os outros parâmetros estudados - Velocidade Longitudinal vs FEVE: R 2 0,438; Deslocamento Longitudinal vs FEVE: R 2 0,708; Strain Longitudinal vs FEVE R 2 0,887; SR Longitudinal vs FEVE R 2 0,727; Twist R 2 0,605. Conclusão: Strain longitudinal tem melhor correlação com a FEVE do que os demais parâmetros longitudinais, mostrando também superioridade em relação ao twist do VE. 8

16 28/09/13 15:00 16:30h Concurso Melhor Tema Livre 68 SBC/ Correlação entre o Índice de Massa do Ventrículo Esquerdo e a Função Endotelial em Pacientes Hipertensos Validação da Escala Issa como instrumento complementar a Escala de Fagerstrom para avaliação da dependência a nicotina FRANCISCO DAS CHAGAS MONTEIRO JUNIOR, RONALD LOPES BRITO, PEDRO ANTONIO MUNIZ FERREIRA, CACIONOR PEREIRA DA CUNHA JÚNIOR, JOSÉ ALDEMIR TEIXEIRA NUNES, FRANCIVAL LEITE DE SOUZA, JOYCE SANTOS LAGES, NATALIA RIBEIRO MANDARINO, JOSE BONIFACIO BARBOSA e NATALINO SALGADO FILHO Universidade Federal do Maranhão, São Luís, MA, BRASIL. Fundamento: Tanto a hipertrofia ventricular esquerda (HVE) como a disfunção endotelial, que tem sido avaliada de forma não invasiva pela técnica da dilatação mediada por fluxo da artéria braquial (DMF), representam importantes fatores de risco para morbidade e mortalidade cardiovascular. No entanto, a correlação entre HVE e DMF tem sido pouco explorada e ainda é motivo de controvérsias. Delineamento: Transversal.Objetivo: Correlacionar o índice de massa do ventrículo esquerdo (IMVE) com a DMF de artéria braquial em indivíduos hipertensos. Métodos: Trata-se de um estudo transversal envolvendo 94 pacientes hipertensos sem doença cardiovascular manifesta, com média de idade de 56, ,89 anos, sendo 68,1% do sexo feminino. Todos os participantes foram submetidos a exame clínico, pesquisa de fatores de risco cardiovascular, dosagens bioquímicas, ecodopplercardiografia para determinação do IMVE e à pesquisa da DMF de artéria braquial por ultra-sonografia de alta resolução. Utilizou-se a regressão linear múltipla para pesquisa da associação entre IMVE e DMF. Resultados: A média do IMVE foi de 104,4 ± 26,2 g/m 2 e a da DMF, de 5,2 ±5,7 %. À análise de regressão linear simples observou-se uma correlação inversa significativa entre o IMVE e a DMF (β= -0,389, P=0,007). Após análise de regressão multivariada a associação persistiu independentemente da pressão arterial, tanto sistólica quanto diastólica, proteína C-reativa ultra-sensível (PCR-US) e de outros fatores de risco cardiovascular. Conclusão: Observou-se uma correlação inversa significativa entre IMVE e DMF em pacientes hipertensos sem doença cardiovascular manifesta, independente da pressão arterial e do status inflamatório. JAQUELINA SCHOLZ ISSA, THIAGO PAVIN, NEUZA LOPES e ROZANA MESQUITA CICONELLI Instituto do Coração HC.FMU, São Paulo,, BRASIL - Escola Paulista de Medicina, São Paulo,, BRASIL. A dependência a nicotina é o maior desafiou que o fumante tem que enfrentar para deixar de fumar. A intensidade pode determinar maior ou menor facilidade para cessação. O uso da escala de Fagerstrom para avaliar a dependência nicotina é amplamente difundido, mas a sensibilidade para gradua-la diante de consumo reduzido de cigarros pode ser comprometida. Para avaliar melhor a dependência diante de consumo reduzido de cigarros, desenvolvemos a Escala da Issa. Ela avalia através de 4 perguntas, situações que o paciente percebe necessidade de fumar. Sua elaboração considerou mecanismo psicoativo de ação da nicotina em centros cerebrais específicos de recompensa e prazer. Quando a necessidade de fumar se faz presente nos quatros situações, paciente tem alta dependência; moderada quando reconhece 3 ou 2 situações; e baixa dependência quando percebe somente 1 situação. Analisamos 617 pacientes tratados em programa especializado de cessação,destes 144 (23%) apresentavam Fagerstrom menor que 6. Aplicando Escala Issa verificou-se que 19 (13%) foram reclassificados com alta dependência e 101 (70%) com moderada dependência. Esses 120 reclassificados foram tratados considerando a nova avaliação dependência. Dos 48 que tinham mínimo de 3 meses de tratamento em andamento, 39 (81%) estavam sem fumar. Esta taxa de cessação foi semelhantes a dos pacientes com Fagerstrom acima de 6 (97 pacientes 77% sem fumar). Concluímos que aplicação da Escala Issa permitiu reclassificar mais de 70% dos pacientes que tinham dependência baixa em moderada/elevada. Ao serem reclassificados, a aplicação de abordagem terapêutica semelhante a adotada para pacientes com Fagerstrom acima de 6, possibilitou taxa sucesso equiparáveis. A Escala Issa parece promissora para uso clínico, embora outros estudos para avaliar propriedades psicométricas sejam necessários. 9

17 Concurso Melhor Tema Livre 68 SBC/ Jovem Pesquisador COMISSÃO JULGADORA do Concurso Melhor Tema Livre 68 SBC/ Jovem Pesquisador Fernando Augusto Alves da Costa Coordenador - Dalton Bertolim Précoma - PR Julgador Fabio Vilas-Boas Pinto BA Julgador Paulo Roberto Schvartzman RS Julgador 10

18 28/09/13 11:00 12:30h Concurso Melhor Tema Livre 68 SBC/ Jovem Pesquisador Uso da Distensibilidade da Artéria Pulmonar pela Ressonância Magnética Cardíaca na Identificação do Paciente Portador de Hipertensão Arterial Pulmonar Vasorreativo ao Óxido Nítrico LUIS GUSTAVO PIGNATARO BESSA, MARCELO LUIZ DA SILVA BANDEIRA, MARCELO IORIO GARCIA, FLÁVIA PEGADO JUNQUEIRA, GUILHERME LAVALL, SERGIO SALLES XAVIER e DANIEL WAEDGE UF, Rio de Janeiro,, BRASIL. Fundamento: A reatividade aguda ao vasodilatador identifica os pacientes portadores de HAP com melhor prognóstico e com maior probabilidade de obter uma resposta benéfica contínua aos bloqueadores de canal de cálcio (BCC). Objetivo: Avaliar se a distensibilidade da artéria pulmonar (DAP) obtida pela ressonância magnética cardíaca (RMC) é um preditor de resposta ao teste de vasorreatividade pulmonar com óxido nítrico (ON), nos pacientes com HAP dos grupos I e IV submetidos ao cateterismo cardíaco direito (CCD). Métodos: Incluídos 30 pacientes com HAP dos gupos I e IV, que foram submetidos a avaliação hemodinâmica com CCD e a RMC. Avaliado a associação entre a DAP obtida pela RMC e a vasorreatividade ao ON obtida no CCD pelo teste de Mann-Whitney. Foi feita uma tentativa de identificar, segundo a curva ROC, um ponto ótimo de corte da capacidade da DAP diferenciar entre respondedores e não-respondedores no teste agudo de vasodilatação. Resultados: No estudo hemodinâmico com o CCD, a média da pressão arterial pulmonar média foi de 53,3 mmhg, do índice cardíaco de 2,1 L/min.m2 e a mediana da pressão atrial direita foi de 13,5 mmhg. Na população de 30 pacientes estudados, tivemos 4 (13%) pacientes com vasorreatividade positiva ao ON (3 pacientes com HAP idiopática e 1 paciente com colagenose dermatopolimiosite). A análise da associação entre a DAP obtida pela RMC e a vasorreatividade pulmonar ao ON no estudo hemodinâmico invasivo pelo teste de Mann-Withney foi significativa (p = 0,014), sendo a média da DAP no grupo de respondedores de 15,1% e no grupo de não respondedores de 7,7%. Ao se analisar a curva ROC, observa-se que um valor de DAP obtida pela RMC maior que 9,2% foi capaz de identificar os pacientes respondedores no teste de vasorreatividade ao ON, com uma S de 100%, uma E de 50%, um VPP de 36% e um VPN de 100%. Conclusão: Uma DAP de 9,2% foi capaz de identificar os pacientes respondedores no teste de vasorreatividade pulmonar ao ON. O alto valor preditivo negativo da DAP é útil na identificação de pacientes não elegíveis para o tratamento com BCC. Resultados Imediatos e de Seguimento a Médio Prazo de uma População de Mundo Real Submetida ao Implante de Prótese Aórtica Transcateter SEBASTIÁN LLUBERAS, JOSE RIBAMAR COSTA JUNIOR, DIMYTRI ALEXANDRE DE ALVIM SIQUEIRA, AURISTELA ISABEL DE OLIVEIRA RAMOS, DAVID COSTA DE SOUZA LE BIHAN, MAGALY ARRAIS DOS SANTOS, ANTONIO MASSAMITSU KAMBARA, ALEXANDRE ANTONIO CUNHA ABIZAID, AMANDA GUERRA DE MORAES REGO SOUSA e JOSE EDUARDO MORAES REGO SOUSA Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, São Paulo,, BRASIL Hospital do Coração, São Paulo,, BRASIL. Introdução: O implante de prótese transcateter (TAVR) é uma alternativa ao tratamento cirúrgico para a correção de estenose aórtica grave em pacientes com alto risco cirúrgico. O objetivo deste estudo é analisar o seguimento dos pacientes submetidos a TAVR e identificar possíveis preditores de mortalidade. Métodos: Entre 7/2009 e 3/2013, um total de 112 pacientes foram submetidos a TAVR por via femoral (91%) ou acesso alternativo (9%) com 3 diferentes tipos de próteses (CoreValve, Edwards SAPIEN XT e Acurate TF ) em 2 Instituições no Estado de. Os resultados imediatos e no seguimento foram analisados segundo o VARC2. Resultados: A média da idade foi 82,5±6,5 anos, 59% eram do sexo feminino, o EuroSCORE logístico foi de 23,6±13,5 e 79% estavam em classe funcional III-IV da NYHA. O sucesso do procedimento foi de 87%. A mortalidade em 30 dias foi de 14%. Houve uma melhora significativa do gradiente sistólico médio (54,7±15,3mmHg vs 11,7±4,0mmHg; p<0,01) e da área valvar aórtica (0,7±0,2cm2 vs 1,8±0,3cm2; p<0,01) pós TAVR. Dez pacientes (8,9%) morreram durante um tempo de seguimento de 16±11 meses. Após 1 ano de seguimento, a probabilidade de sobrevida foi de 81%, sendo de 75% após 2 e 3 anos. A presença de doença pulmonar obstrutiva crônica foi o único preditor de mortalidade em 30 dias (OR=4,7 [IC: 1,2-18,6]; p=0,025) e no seguimento (HR=6,37 [2,14-19,0]; p=0,001). A área valvar aórtica (1 ano=1,7±0,5; 2 anos=1,9±0,3 e 3 anos= 2,0±0,1cm2 ; p=0,3) e o gradiente sistólico médio (1 ano=10,9±5,3; 2 anos= 9,4±4,4 e 3 anos=9,5±2,1mmhg; p=0,1) não apresentaram variações significativas durante o seguimento, confirmando do benefício hemodinâmico do TAVR no médio prazo.conclusões: O TAVR é um procedimento seguro e eficaz para o tratamento da estenose aórtica grave em pacientes de alto risco cirúrgico, apresentando uma mortalidade acumulada de 22,9% durante o seguimento. Em nossa casuística, a presença de doença pulmonar obstrutiva crônica identificou-se como o único preditor de mortalidade no seguimento Ultrassonografia Pulmonar Prediz Internação em Pacientes Ambulatoriais Com Insuficiência Cardíaca MARCELO HAERTEL MIGLIORANSA, ROBERTO TOFFANI SANT`ANNA, MARCIANE MARIA ROVER, VITOR M MARTINS, AUGUSTO MANTOVANI, CRISTINA KLEIN WEBER, MARIA ANTONIETA P. DE MOARES, CARLOS JADER FELDMAN, RENATO ABDALA KARAM KALIL e TIAGO LUIZ L. LEIRIA Instituto de Cardiologia do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, BRASIL. Fundamento: Ultrassonografia pulmonar (LUS), através da identificação das linhas b, foi proposta recentemente como um método confiável e de fácil aplicação para o diagnóstico da congestão pulmonar em pacientes com insuficiência cardíaca (IC). Objetivo: Determinar o valor prognóstico da LUS na predição de eventos adversos em pacientes ambulatoriais com IC. Métodos: Coorte de pacientes em acompanhamento ambulatorial por IC moderada a grave. A LUS foi realizada de forma independente durante a consulta ambulatorial de rotina. O grau de congestão pulmonar foi obtido pela soma do número de linhas b identificadas em 28 janelas torácicas, na face anterior e lateral dos hemitorax direito e esquerdo, conforme previamente descrito. Resultados: 97 pacientes (61% homens, com idade média de 53±13 anos); 29% NYHA III-IV; fração de ejeção ventricular esquerda média 28±4%; 54% com miocardiopatia dilatada. A LUS foi viável em 100% dos casos em um tempo médio de 8,7±2min. Congestão pulmonar significativa pela LUS (numero total de linhas b>15) estava presente em 68% dos casos. Durante o seguimento de 106±12 dias (interval interquartil: dias), ocorreram 21 internações por edema pulmonar agudo. A severidade da congestão pulmonar pela LUS relacionou-se com os eventos (figura). Na análise multivariada, o grau de congestão pulmonar avaliada pela LUS (razão de risco 5,0; IC95% 1,8-13,8) foi o principal preditor de eventos quando comparado a fração de ejeção (ns), E/e (ns), pressão sistólica artrial pulmonar (ns), classe funcional NYHA (RR 2,5; IC95% 1,2-5,3) e NTproBNP (ns). Não ocorreram casos de edema pulmonar agudo em pacientes sem congestão pulmonar significativa à LUS. Conclusão: Em pacientes ambulatoriais com IC, o numero de linhas b avaliado pela LUS identifica os pacientes mais propensos a desenvolver edema pulmonar agudo. Esse exame simples ajuda a determinar os pacientes descompensados em que o tratamento deve ser intensificado. Preditores de Mortalidade em Endocardite de Prótese Valvar: Registro Unicêntrico de 100 Casos ANTONIO SERGIO DE SANTIS ANDRADE LOPES, FLÁVIO TARASOUTCHI, VITOR EMER EGYPTO ROSA, GUILHERME SOBREIRA INA, TARSO AUGUSTO DUENHAS ACCORSI, JOÃO RICARDO CORDEIRO FERNANDES, RONEY ORISMAR SAMPAIO, JOSÉ LEUDO XAVIER JÚNIOR, LUCAS JOSÉ TACHOTTI PIRES e MAX GRINBERG Instituto do Coração - InCor HCFMU, São Paulo,, BRASIL. Introdução: A endocardite de prótese valvar (EPV) é considerada uma grave complicação no período pós-operatório de cirurgia cardíaca valvar devido às altas taxas de mortalidade (até 70%). Métodos: O estudo incluiu 100 pacientes com EPV internados em um centro cardiológico de referência no período de 2006 a Os dados foram coletados retrospectivamente. Análise estatística: Variáveis foram analisadas por testes adequados a distribuição normal ou não-normal, como teste t e Kruskal-Wallis. Correlações foram estabelecidas por regressão logística e regressão linear. Resultados: A média de idade no momento do diagnóstico foi de 56,9 ± 16,7 anos, com predomínio do sexo masculino (73%). A prevalência de doença reumática foi de 48%. Quanto ao perfil microbiológico, Staphylococcus sp e Streptococcus sp apresentaram a mesma incidência (29%) seguidos por Enterococcus sp (8%), grupo HACEK (8%), fungos (2%) e outros agentes (4 %). O tratamento cirúrgico foi realizado em 58% dos pacientes, devido principalmente à insuficiência cardíaca e abscesso mitro-aórtico, com taxa de mortalidade de 41%. No grupo tratado Clínicamente a mortalidade foi de 38%. Os principais preditores de mortalidade foram choque circulatório na apresentação (p <0,001), sexo feminino (p = 0,02), níveis elevados de proteína C reativa (PCR) na apresentação (88,9 ± 55 mg / dl versus 124,2 ± 98,3 mg / dl, p <0,001), baixo nível de hemoglobina no diagnóstico (11,9 ± 2 g / dl versus 10,5 ± 2,1 g / dl, p = 0,002) e pressão sistólica de artéria pulmonar elevada (PSAP) (43,7 ± 11,7 mmhg versus 54,4 ± 16,7 mmhg, p = 0,007). Na análise multivariada, a presença de choque circulatório foi o único preditor independente de mortalidade (p = 0,05). Conclusões: Choque circulatório na apresentação inicial, sexo feminino, baixos níveis de hemoglobina, níveis elevados de PCR e PSAP foram preditores de mortalidade. O único preditor independente de mortalidade foi choque circulatório na apresentação clínica inicial. Fatores de risco comumente observados em outras coortes, como idade, insuficiência cardíaca e endocardite estafilocócica não foram associados com mortalidade. 11

19 28/09/13 11:00 12:30h Concurso Melhor Tema Livre 68 SBC/ Jovem Pesquisador Agentes Infecciosos em Miocárdio de Doadores e Pacientes com Miocardiopatia Dilatada Idiopática, Chagásica, Isquêmica e Outras Etiologias SANDRIGO MANGINI, MARIA DE LOURDES HIGUCHI, RENATA NISHIAMA IKEGAMI, JOYCE TIYEKO KAWAKAMI, MARCIA MARTINS REIS, SUELY PALOMINO, PABLO MARIA ALBERTO POMERANTZEFF, ALFREDO INACIO FIORELLI, FERNANDO BACAL e EDIMAR ALCIDES BOCCHI Incor HCFMU, São Paulo,, BRASIL. Introdução: Estudos clínicos e experimentais sugerem relação entre agentes infecciosos e miocardiopatia dilatada (MCD) idiopática, porém outros dados questionam este raciocínio. O objetivo deste estudo foi investigar a presença de agentes infecciosos em biópsia endomiocárdica (BEM) de pacientes com MCD idiopática e de outras etiologias específicas, em comparação a grupo controle de doadores de transplante cardíaco. Métodos e Resultados: entre 2008 e 2011 foram estudados fragmentos de BEM de pacientes hospitalizados com MCD idiopática em avaliação para transplante cardíaco, doadores e corações explantados de diferentes etiologias. 2 grupos foram definidos: doadores (29 casos) e MCD (55 casos, incluindo 32 de etiologia idiopática, 9 chagásica, 6 isquêmica e 8 de outras etiologias). Pela imunohistoquímica foram estudados: adenovírus, herpes simplex, Epstein-Barr, parvovírus B19, HHV6, hepatites B e C, micoplasma, clamídia e borrelia; os resultados foram apresentados como mediana, variação interquartil p25, p75 de porcentagem de área positiva, havendo uma maior expressão de antígenos de enterovírus em doadores em comparação à MCD [2(0,56 5,7) x 0,61 (0,28 2,45), p=0,0075], e maior expressão de antígenos de hepatite C [1,31(0,5-3,6) x 0,6 (0,37 1,41), p=0,02] na MCD em relação aos doadores. Por biologia molecular, foram pesquisados: adenovírus, Epstein-Barr, citomegalovírus, HHV6, parvovírus B19, micoplasma, clamídia e borrelia, sendo demonstrada elevada positividade de genoma de microorganismos, incluindo co-infecções, com maior positividade em doadores, em relação à MCD para adenovírus (83,3% x 58,7%, p=0,035) e HHV6 (86,4% x 49%, p=0,0015). De maneira inédita, este estudo demonstrou a presença de genoma de vírus no tecido cardíaco de MCD chagásica (adenovírus 55%, Epstein Barr 40%, CMV 20%, HHV6 75%, parvovírus B19 57%). Conclusão: a presença de agentes infecciosos no miocárdio de pacientes com MCD idiopática é freqüente, e da mesma forma em doadores e MCD de outras etiologias, incluindo chagásica e isquêmica. Com base em nossos resultados a relação causal entre a presença de agentes infecciosos no tecido cardíaco e o desenvolvimento de MCD é controversa. Estudos adicionais são necessários a fim de se determinar o real papel de agentes infecciosos na patogénese da MCD. 123I-mibg Cardíaco se Correlaciona Melhor que a Fração de Ejeção com a Gravidade dos Sintomas em Pacientes com Insuficiência Cardíaca Sistólica sem Tratamento Prévio SANDRA MARINA RIBEIRO DE MIRANDA, LEANDRO ROCHA MESSIAS, ANDERSON OLIVEIRA, SAMUEL DATUM MOSCAVITCH, PAULA LEMOS CRISÓSTOMO, RAPHAEL ALVES FREITAS, FERNANDA PEREIRA LEAL, MARCUS VINICIUS JOSE DOS SANTOS, EVANDRO TINOCO MESQUITA e CLAUDIO TINOCO MESQUITA Universidade Federal Fluminense, Niterói,, BRASIL - Hospital Pró- Cardíaco, Rio de Janeiro,, BRASIL. Fundamento: As interrelações entre ativação autonômica cardíaca, fração de ejeção do ventrículo esquerdo (FEVE) e manifestações clínicas em insuficiência cardíaca (IC) ainda são mal compreendidas. Objetivo: Comparar a correlação entre gravidade de sintomas e a atividade simpática cardíaca, através do I123-MIBG, com a correlação com a FEVE em pacientes com IC sistólica sem tratamento prévio com betabloqueador. Métodos: Trinta e um pacientes com IC sistólica, classe I a IV New York Heart Association (NYHA), sem tratamento prévio com betabloqueador, foram selecionados e submetidos a cintilografia com I123-MIBG e ventriculografia radioisotópica para a determinação da FEVE. A razão coração/mediastino (C/M) precoce e tardia, e a taxa de washout foram calculadas a partir do exame de cintilografia. Resultados: De acordo com a gravidade dos sintomas, os pacientes foram divididos em grupo A, 13 pacientes em classe funcional I-II; e grupo B, 18 pacientes em classe funcional III-IV. Comparado ao grupo B, o grupo A apresentou uma FEVE significativamente mais elevada (grupo A: 32% ± 7% vs. grupo B: 25% ± 12%, p = 0,04). As razões C/M precoce e tardia do grupo B foram inferiores aos do grupo A (respectivamente, C/M precoce: 1,49 ± 0,15 vs. 1,64 ± 0,14, p = 0,02; e, C/M tardia: 1,39 ± 0,13 vs. 1,58 ± 0,16, p = 0,001). A taxa de washout foi significativamente maior no grupo B (36% ± 17% vs. 30% ± 12%, p = 0,04). A variável com maior correlação com a classe funcional (NYHA) foi a razão C/M tardia (r = -0,585, p = 0,001), ajustado para idade e sexo. Conclusão: Este estudo mostrou que o I123-MIBG cardíaco se correlaciona melhor que a fração de ejeção com a gravidade dos sintomas em pacientes com IC sistólica sem tratamento prévio com betabloqueador. Estratégias terapêuticas que visem modular a ativação adrenérgica podem ser particularmente efetivas. 12

20 Concurso Melhor Pôster 68 SBC/2013 COMISSÃO JULGADORA do Concurso Melhor Pôster 68 SBC/2013 Eduardo Nagib Gaui Coordenador Fernando Oswaldo Dias Rangel Julgador Luiz Felipe Pinho Moreira Julgador 13

PROGRAMA IV BRASIL PREVENT & II LATIN AMERICAN PREVENT DATA: 05 A 07 DEZEMBRO 2013 BAHIA OTHON PALACE HOTEL SALVADOR BAHIA

PROGRAMA IV BRASIL PREVENT & II LATIN AMERICAN PREVENT DATA: 05 A 07 DEZEMBRO 2013 BAHIA OTHON PALACE HOTEL SALVADOR BAHIA PROGRAMA IV BRASIL PREVENT & II LATIN AMERICAN PREVENT DATA: 05 A 07 DEZEMBRO 2013 BAHIA OTHON PALACE HOTEL SALVADOR BAHIA Sábado 07 de Dezembro de 2013 09:00 10:30 Sessão 4 Novas Estratégias Para Prevenção

Leia mais

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS

TURMA 10 H. CURSO PROFISSIONAL DE: Técnico de Multimédia RELAÇÃO DE ALUNOS Técnico de Multimédia 10 H 7536 Alberto Filipe Cardoso Pinto 7566 Ana Isabel Lomar Antunes 7567 Andreia Carine Ferreira Quintela 7537 Bruno Manuel Martins Castro 7538 Bruno Miguel Ferreira Bogas 5859 Bruno

Leia mais

www.sohcierj.org.br Prezados Colega,

www.sohcierj.org.br Prezados Colega, www.sohcierj.org.br Prezados Colega, Está se aproximando a data do 13º Simpósio de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista da Sociedade de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista do Estado do Rio

Leia mais

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA

COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA COMÉRCIO INTERNACIONAL CURSO DE ECONOMIA CLASSIFICAÇÕES DO SEGUNDO TESTE E DA AVALIAÇÃO CONTINUA Classificações Classificação Final Alex Santos Teixeira 13 13 Alexandre Prata da Cruz 10 11 Aleydita Barreto

Leia mais

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino

Corrida da Saúde. Infantis A - Feminino Corrida da Saúde Classificação geral do corta-mato, realizado no dia 23 de Dezembro de 2007, na Escola E.B. 2,3 de Valbom. Contou com a participação dos alunos do 4º ano e do 2º e 3º ciclos do Agrupamento

Leia mais

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre

MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre MFIG - TRABALHO Codigo Nome turma Nota Trabalho 110402106 Adriana Castro Valente 2 15,0 110402107 Alex da Silva Carvalho 3 14,9 70402122 Alexandre Jorge Costelha Seabra 2 18,2 110402182 Ana Catarina Linhares

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014

ESCOLA E.B. 2,3 DE LAMAÇÃES 2013-2014 5º1 1 ANA CATARINA R FREITAS SIM 2 BEATRIZ SOARES RIBEIRO SIM 3 DIOGO ANTÓNIO A PEREIRA SIM 4 MÁRCIO RAFAEL R SANTOS SIM 5 MARCO ANTÓNIO B OLIVEIRA SIM 6 NÁDIA ARAÚJO GONÇALVES SIM 7 SUNNY KATHARINA G

Leia mais

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1

RESULTADOS. Nome Global ( /100) PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840719 ADÃO AZEVEDO MALHEIRO MATOS BARBOSA 94 B1 PT1840720 ADRIANA MORAIS SOUSA 52 A1 PT1840721 ADRIANA XAVIER DA SILVA FERNANDES 38 Pré-A1 PT1840722 ALEXANDRA FILIPA AZEVEDO SANTOS 52 A1 PT1840723

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13948 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Gabriela Pedro Fernandes Escola Básica n.º 2 de São Pedro do Sul 13933 5 A 2.º Ciclo do Ensino Básico Ana Júlia Capela Pinto Escola Básica n.º 2 de São Pedro do

Leia mais

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE

LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Nome da Escola : Agrupamento de Escolas de Almancil, Loulé Horário n.º: 27-18 horas 2013-10-09 Grupo de Recrutamento: 420 - Geografia LISTA ORDENADA POR GRADUAÇÃO PROFISSIONAL - DGAE Ordenação Graduação

Leia mais

SEQUÊNCIA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA

SEQUÊNCIA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA LISTA NOMINAL DOS CANDIDATOS APROVADOS 1 MAURO ROBERTO P. DUARTE 2 PAULO RENATO PEDRONI DE ALMEIDA 3 ALEX LOPES LYRIO 4 MARCOS ANDRE MURTA RIBEIRO 5 ALEXANDRE FERREIRA DE MENEZES 6 ADALBERTO GOMES DA SILVA

Leia mais

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ

11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 11º GRANDE PRÉMIO DE S.JOSÉ 1 FRANCISCO PEREIRA 36 SENIOR MASC. VITÓRIA S.C. 20.23 2 ANDRE SANTOS 48 SENIOR MASC. C.A.O.VIANENSE 20.27 3 JORGE CUNHA 3 SENIOR MASC. S.C.MARIA DA FONTE 21.14 4 DOMINGOS BARROS

Leia mais

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS)

Escola Secundária de S. Pedro do Sul (AESPS) Sala B5 KFS ALEXANDRE DE ALMEIDA SILVA ALEXANDRE HENRIQUE DA ROCHA OLIVEIRA ALEXANDRE MIGUEL DE ALMEIDA PEREIRA ALEXANDRE SILVA FIGUEIREDO ANA CATARINA GOMES MOREIRA ANA CATARINA MARQUES GOMES ANA MARGARIDA

Leia mais

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 2ª FASE - ECT SUPLENTE EXCLUÍDO LISTA DE CANDIDATOS SERIAÇÃO CARLA MARIA CARNEIRO ALVES Doutoramento em Didática de Ciências e Tecnologias 3,9 de 5 4 CARLOS EDUARDO DOS

Leia mais

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20%

ALCATEIA ACAGRUP 2014 - SIERRA NORTE - MADRID - ESPANHA PARTICIPANTES: 26 60% INCIDÊNCIA NO GRUPO 20% ALCATEIA Sec NIN NOME NIN NOME Lob 1215050143005 Alice Neto Santos Nascimento 1215050143015 Afonso da Fonseca Machado Lob 1215050143010 Amélia Maria Mesquita Aleixo Alves 1115050143010 Afonso Jesus Dias

Leia mais

Nome Curso Golos Amarelos Vermelhos

Nome Curso Golos Amarelos Vermelhos Nome Curso s Amarelos Vermelhos Carlos Júnior Mestrado 4 Jogo 15 Rui Nascimento Mestrado Jerónimo Mestrado 1 Jogo 15 Pedro Francês Mestrado 1 Andre Figueiredo Mestrado 3 Jogo6 Artur Daniel Mestrado 2 João

Leia mais

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016

Escola sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul Alunos Matriculados - 2015/2016 13008 10 E Técnico de Instalações Elétricas Carlos Jorge Oliveira Rodrigues Escola Secundária de São Pedro do Sul 13791 10 E Técnico de Instalações Elétricas Daniel dos Santos Rodrigues Escola Secundária

Leia mais

Hospital Sofia Feldman

Hospital Sofia Feldman Hospital Sofia ldman Relatório de Remuneração de Médicos Referente a Mês/Ano: 07/2015 NOME DO TRABALHADOR ROBERTO SALES MARTINS VERCOSA PAULO MAX GARCIA LEITE LUCAS BARBOSA DA SILVA JOAO BATISTA MARINHO

Leia mais

CURSO: ANIMADOR SOCIOCULTURAL LISTA PROVISÓRIA DE ALUNOS SELECIONADOS

CURSO: ANIMADOR SOCIOCULTURAL LISTA PROVISÓRIA DE ALUNOS SELECIONADOS CURSO: ANIMADOR SOCIOCULTURAL Adriana da Conceição Palhares Lopes Alexandra Rodrigues Barbosa Ana Salomé Lopes Queirós Andreia Dias da Costa Bianca Patricia Gonçalves Ramos Carina Filipa Monteiro Rodrigues

Leia mais

07 e 08 de Maio de 2010 Centro de Eventos Hotel Deville Porto Alegre - RS

07 e 08 de Maio de 2010 Centro de Eventos Hotel Deville Porto Alegre - RS 07 e 08 de Maio de 2010 Centro de Eventos Hotel Deville Porto Alegre - RS 07h00 07h55 Credenciamento Programação Dia 7 de Maio de 2010 - sexta-feira Boas Vindas e Introdução Rogério Sarmento-Leite (RS),

Leia mais

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28

LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600. Horário 28 LISTA DE GRADUAÇÃO DOS CANDIDATOS GRUPO DE RECRUTAMENTO 600 Horário 28 Graduação Profissional Nº Candidato Nome 24,508 4716699811 Vanda Isabel do Vale Silva Almeida 24,203 8219102942 Cristina Maria da

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO COM ARMAS DE CAÇA. FOSSO UNIVERSAL CAMPEONATO REGIONAL NORTE - 2007 2ª. CONTAGEM - 24 e 25 de Março

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO COM ARMAS DE CAÇA. FOSSO UNIVERSAL CAMPEONATO REGIONAL NORTE - 2007 2ª. CONTAGEM - 24 e 25 de Março GERAL 1 1 129 00817 Herculano Lopes do Nascimento 8 C.C. Matosinhos S 25 24 25 25 1 99 2 113 00540 Rodrigo Dourado Fernandes 10 C.T. S. Pedro de Rates S 25 25 24 25 0 99 3 88 00588 Carlos Augusto Torres

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 18, DE 15 DE OUTUBRO DE 2007

MINISTÉRIO DA SAÚDE AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 18, DE 15 DE OUTUBRO DE 2007 MINISTÉRIO DA SAÚDE AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 18, DE 15 DE OUTUBRO DE 2007 RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 17, DE 08 DE OUTUBRO DE 2007 - RESULTADO DO CURSO DE FORMAÇÃO

Leia mais

Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área

Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Autor Área Científica 1 Área Científica 2 Ordem Dia Hora Área Carina Coelho Cariologia/Med. dentária Preventiva Dentisteria Operatória 1 11 15h00-16h00 Investigação Isabel Roçadas Pires Cariologia/Med.

Leia mais

Processo seletivo - Programa Aprendiz CSN - Maio 2015 Selecionados - curso Mecânica Próxima etapa: Dinâmica de Grupo e Entrevista

Processo seletivo - Programa Aprendiz CSN - Maio 2015 Selecionados - curso Mecânica Próxima etapa: Dinâmica de Grupo e Entrevista ABRAHAO JUNIOR DE SOUZA PEREIRA ALAN SILVA DE ASSIS ALEXANDRE DE SOUZA PEREIRA FILHO ALYSSON DA COSTA ESTEVES ANA CLARA SILVA CABRAL ANDRE DA SILVA VIEIRA JUNIOR ANDRE LUIZ DE OLIVEIRA DOMINGOS ARTHUR

Leia mais

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015

LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS. Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110. Ano Letivo - 2014/2015 LISTA DE CANDIDATOS ADMITIDOS E NÃO ADMITIDOS Concurso Oferta de Escola para Contratação de Docente Grupo 110 Ano Letivo - 2014/2015 CANDIDATOS ADMITIDOS: Nº Candidato NOME OSERVAÇÕES 1367130034 Alexandra

Leia mais

PROCESSO SELETIVO Nº 206/2015

PROCESSO SELETIVO Nº 206/2015 PROCESSO SELETIVO Nº 206/2015 O Sesc em Minas comunica a relação nominal com as notas da prova ocorrida entre os dias 07/06/2015 à 14/06/2015 Considerando o que está previsto no subitem 5.1.3.1 do Descritivo

Leia mais

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos

151713 - Agrupamento de Escolas de Mosteiro e Cávado 346652 - Escola E.B.2,3 do Cávado. Relação de Alunos 3452 - Escola E.B.2,3 do Cávado : A 137 1 Adriana Manuela Gomes Pinheiro 14 S S 20 2 Alexandra Pereira Ferreira 28 3 Ângelo Rafael Araújo Gomes S 28 4 Beatriz da Costa Oliveira S 2 5 Domingos Gonçalo Ferreira

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA BANCO DO ESTADO DO PARÁ S.A. Homologação do Concurso N. 001/2013. Número de Publicação: CONCURSO PÚBLICO N 001/2013

SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA BANCO DO ESTADO DO PARÁ S.A. Homologação do Concurso N. 001/2013. Número de Publicação: CONCURSO PÚBLICO N 001/2013 SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA BANCO DO ESTADO DO PARÁ S.A Homologação do Concurso N. 001/2013 Número de Publicação: BANCO DO ESTADO DO PARÁ S.A CONCURSO PÚBLICO N 001/2013 O Diretor - Presidente do Banco

Leia mais

CERTIFICADO DE ATIVIDADE DE EXTENSÃO

CERTIFICADO DE ATIVIDADE DE EXTENSÃO Certificamos para os devidos que ESTEVÃO JÚNIOR participou da atividade de extensão de Simulado da OAB, promovida pelas Faculdades Kennedy de Minas Gerais, no dia 07 de outubro de 2015, com carga horária

Leia mais

Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência

Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência Análise Matemática I - Informática de Gestão Avaliação da 1ª frequência Número Nome Nota Obs 10780 ALEXANDRE JOSÉ SIMÕES SILVA 15 11007 ALEXANDRE REIS MARTINS 7,7 11243 Álvaro Luis Cortez Fortunato 11,55

Leia mais

Escola : Centro Profissionalizante Jornalista Cristiano Donato Curso : Francês Turno : Tarde

Escola : Centro Profissionalizante Jornalista Cristiano Donato Curso : Francês Turno : Tarde Escola : Centro Profissionalizante Jornalista Cristiano Donato Curso : Francês Turno : Colocação : 25 Aluno : Matheus Rodrigues Cavalcante Colocação : 26 Aluno : Ana Paula Santos Lira Colocação : 27 Aluno

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSO SELETIVO 2015 PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTO JURÍDICO DOUTORADO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DIREITO PROCESSO SELETIVO 2015 PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTO JURÍDICO DOUTORADO BANCA: D-01D LINHA DE PESQUISA: DIREITOS HUMANOS E ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO: FUNDAMENTAÇÃO, PARTICIPAÇÃO E EFETIVIDADE ÁREA DE ESTUDO: DIREITO POLÍTICO SALA: 501 Carlos Athayde Valadares Viegas Ricardo

Leia mais

FAETEC - Técnico de Nível Médio - 2º Semestre. 2ª Reclassificação - Ano Letivo de 2013

FAETEC - Técnico de Nível Médio - 2º Semestre. 2ª Reclassificação - Ano Letivo de 2013 CVT Cidade de Deus Curso Técnico Subsequente ao Ensino Médio - Edificações (Noturno) 38 314010966 SAMUEL JOSÉ FAUSTINO JUNIOR Página 1 de 28 CVT Itaboraí Curso Técnico Subsequente ao Ensino Médio - Edificações

Leia mais

Atendimento no sábado 06/11/2010. Grupo I 8h00 às 10h30. Local: Campus Samambaia. José Osvaldino da Silva Francisco Santos Sousa João Batista Quirino

Atendimento no sábado 06/11/2010. Grupo I 8h00 às 10h30. Local: Campus Samambaia. José Osvaldino da Silva Francisco Santos Sousa João Batista Quirino Atendimento no sábado 06/11/2010 Grupo I 8h00 às 10h30 NOME José Osvaldino da Silva Francisco Santos Sousa João Batista Quirino Edmilson de Araujo Cavalcante Alexandre Brito dos Santos Vacirlene Moura

Leia mais

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos

161718 - Agrupamento Escolas Castro Daire 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Castro Daire. Relação de Alunos 343717 - Escola Básica dos 2.º e 3.º s de Castro Daire Turma : A 1498 1 Ana Catarina Costa Esteves 14920 2 Ana Francisca da Silva Fernandes 16292 3 Beatriz Monteiro Andrade 14409 4 Camila Almeida Oliveira

Leia mais

REPRESENTANTES - 5ª CCR

REPRESENTANTES - 5ª CCR REPRESENTANTES - 5ª CCR Unidade Procurador(a) E-mail Telefones 5ªCCR Composição 5ª CCR Denise Vinci Túlio Coordenadora Rodrigo Janot Monteiro de Barros Membro-Titular Valquíria Oliveira Quixadá Nunes Membro-Titular

Leia mais

Resultados da Candidatura a Alojamento

Resultados da Candidatura a Alojamento Resultados da Candidatura a Alojamento Unidade Orgânica: Serviços de Acção Social RESIDÊNCIA: 02 - ESE ANO LECTIVO: 2015/2016 2ª Fase - Resultados Definitivos >>> EDUCAÇÃO BÁSICA 14711 Ana Catarina Mendes

Leia mais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais

31º Curso Normal de Magistrados para os Tribunais Judiciais A 796 Neuza Soraia Rodrigues Carvalhas Direito e Processual 729 Maria Teresa Barros Ferreira Direito e Processual 938 Rute Isabel Bexiga Ramos Direito e Processual 440 Inês Lopes Raimundo Direito e Processual

Leia mais

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática

Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Lista de Contactos do Departamento de Engenharia Informática Gabinete/Cargo Nome Extensão E-mail Diretor Luiz Felipe Rocha de Faria 1450 lef@isep.ipp.pt Sub-diretor(es) António Constantino Lopes 1462 acm@isep.ipp.pt

Leia mais

Relatório de Diplomas Registrados pela Universidade Federal de Minas Gerais Diplomas Registrados - 38ª Remessa. Assunto: Farmácia

Relatório de Diplomas Registrados pela Universidade Federal de Minas Gerais Diplomas Registrados - 38ª Remessa. Assunto: Farmácia 2640 RD.2013/2 11/09/2013 ACÁCIA TROTA 2013/09.00879 Universidade Federal de Minas Gerais 2666 RD.2013/2 12/09/2013 AILTON BATISTA JUNIOR Ciências Contábeis 2013/09.00916 Universidade Federal de Minas

Leia mais

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015. Página 1 de 8

MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015. Página 1 de 8 MESTRADOS E DOUTORAMENTOS - 2015 1ª FASE - ECVA SUPLENTE EXCLUÍDO LISTA DE CANDIDATOS SERIAÇÃO Nome completo Curso a que se candidata Classificação Ordenação Deliberação Observações LUIS ÂNGELO PEREIRA

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA ESCOLA BÁSICA DE CAMPIA MATEMÁTICA - 2013/2014 (3.º período) 2.º Ciclo - TABUADA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA ESCOLA BÁSICA DE CAMPIA MATEMÁTICA - 2013/2014 (3.º período) 2.º Ciclo - TABUADA 2.º Ciclo - TABUADA 1.ºs 6.º Ac 7 Fernando Miguel L. Fontes 100,0 6.º Ac 8 Francisca Vicente Silva 100,0 6.º Bc 2 Daniel Henriques Lourenço 99,6 3.ºs 5.º Bc 16 Simão Pedro Tojal Almeida 99,6 5.º Ac 10

Leia mais

Amanda Cardoso de Melo

Amanda Cardoso de Melo Aime Pinheiro Pires participou da palestra: Empreendedor De Sucesso, Amanda Cardoso de Melo Amanda Loschiavo Amoiré Santos Ribeiro Ana Carolina Pereira Pires Ana Carolina Pioto Magalhães Ana Cristina Angelo

Leia mais

Concurso Público - Prefeitura Municipal de Nova Friburgo - 2007 Resultado do Teste de Capacidade Física Segunda Oportunidade, em Ordem Alfabética

Concurso Público - Prefeitura Municipal de Nova Friburgo - 2007 Resultado do Teste de Capacidade Física Segunda Oportunidade, em Ordem Alfabética Concurso Público - Prefeitura Municipal de Nova Friburgo - 2007 Resultado do Teste de Capacidade Física Segunda Oportunidade, em Ordem Alfabética Cod038 Página 1 de 6 Cargo: C35 - GUARDA MUNICIPAL/FEMININO

Leia mais

Certificado. Prof. Thomas Buck Coordenador da Agência de Inovação. Prof. Marcelo Dultra Coordenador da Incubadora de Negócios

Certificado. Prof. Thomas Buck Coordenador da Agência de Inovação. Prof. Marcelo Dultra Coordenador da Incubadora de Negócios Certificamos que GLAUBER ARAUJO ALENCAR CARTAXO participou da PALESTRA INOVAÇÃO UNIFACS/ LANÇ. CONCURSO DE JOGOS (10h30min às 12h), na abertura da I Semana de Empreendedorismo e Inovação da UNIFACS, promovida

Leia mais

Notas do exame da época de recurso de Contabilidade Financeira II 2008/09 Curso de Gestão

Notas do exame da época de recurso de Contabilidade Financeira II 2008/09 Curso de Gestão Notas do exame da época de recurso de Contabilidade Financeira II 2008/09 Curso de Gestão Exame Nota No. Nome Regime Recurso Final 22528 Adriana da Silva Afonso Ordinário 1.25 R 21342 Alexandra Crespo

Leia mais

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião

COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA. Ata da Quarta Reunião ELEIÇÃO PARA OS ÓRGÃOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA FACULDADE DE CIÊNCIAS DA UNIVERSIDADE DO PORTO COMISSÃO ELEITORAL REDUZIDA Ata da Quarta Reunião Ao sexto dia do mês de novembro de dois mil

Leia mais

ADRIANO JOSÉ CAVALCANTI SILVA CRM AL 03616 ENDEREÇO: AV.HUMBERTO MENDES, 140 FAROL (82) 3326-6816

ADRIANO JOSÉ CAVALCANTI SILVA CRM AL 03616 ENDEREÇO: AV.HUMBERTO MENDES, 140 FAROL (82) 3326-6816 ADRIANO JOSÉ CAVALCANTI SILVA CRM AL 03616 ENDEREÇO: AV.HUMBERTO MENDES, 140 FAROL (82) 3326-6816 ALAN TEIXEIRA BARBOSA CRM AL 02229 RUA COMENDADOR PALMEIRA, 122 FAROL (82) 3223-5517 ALBERTO ANTUNES DOS

Leia mais

Planilha Mensal de Ajuda de Custo (Res. 03/2011) Período de junho/2015

Planilha Mensal de Ajuda de Custo (Res. 03/2011) Período de junho/2015 Crédito no dia 30/07/15 Planilha Mensal de Ajuda de Custo (Res. 03/2011) Período de junho/2015 NOME Nº DE PROCESSO ALEXANDRE DA FONSECA MORETH 0012546-17.2012.8.19.0211 ALEXANDRE DA FONSECA MORETH 0007033-68.2012.8.19.0211

Leia mais

Inscrição Nome Opção de Curso Status. 000000005133 RAQUEL REZENDE DANTAS EDUCACAO FISICA Aprovado

Inscrição Nome Opção de Curso Status. 000000005133 RAQUEL REZENDE DANTAS EDUCACAO FISICA Aprovado Processo Seletivo 2016/1 000000005133 RAQUEL REZENDE DANTAS EDUCACAO FISICA Aprovado 000000004960 VALERIA DIAS MIRANDA EDUCACAO FISICA Aprovado 000000005764 BRUNNO DE PAULA SILVA BARBOSA EDUCACAO FISICA

Leia mais

Quadro Competitivo Xadrez CAE - Round 5

Quadro Competitivo Xadrez CAE - Round 5 List of Players Quadro Competitivo Xadrez CAE - Round 5 No Name Feder Club 1. Alexandre Aranda, Ini Conservatório de Música 2. Alexandre Alves, InfA Conservatório de Música 3. Alexandre Magalhães, InfA

Leia mais

PROCESSO SELETIVO RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 CLASSIFICAÇÃO GERAL POR CURSO

PROCESSO SELETIVO RESIDÊNCIA MÉDICA 2015 CLASSIFICAÇÃO GERAL POR CURSO Inscrição GILBRAN COSTA GUIMARÃES 003020851100087 662,64 Cirurgia Geral 1 * MARCELA SILVA VIEIRA 003027851100098 655,49 Cirurgia Geral 2 * GUTENBERG DINIZ BORBOREMA 003021851100096 619,4 Cirurgia Geral

Leia mais

POSSE DA DIRETORIA SBC

POSSE DA DIRETORIA SBC No final deste ano, tomará posse a Nova Diretoria da Sociedade Brasileira de Cardiologia. Durante a Posse, serão apresentados os resultados alcançados na Gestão 2006/2007, presidida pelo Dr. José Péricles

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL REDA 001/2013 CANDIDATOS APROVADOS POR ORDEM DE CLASSIFICAÇÃO 678.244.125-04 806.514.025-49 668.468.

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL REDA 001/2013 CANDIDATOS APROVADOS POR ORDEM DE CLASSIFICAÇÃO 678.244.125-04 806.514.025-49 668.468. CARGO Área de Atuação Nº CPF NOME DO CANDIDATO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO - EDITAL REDA 001/2013 CANDIDATOS APROVADOS POR ORDEM DE CLASSIFICAÇÃO 678.244.125-04 BÁRBARA CRISTINA DOS CORREIA Nota Final

Leia mais

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51

Agrupamento de Escolas Professor Agostinho da Silva Nº Escola: 171888 Nº Horário: 51 Nº Horário: 51 4625160693 Sofia Margarida Santos Ferreira Admitido 7197226139 Mónica Sofia Jesus Mateus Admitido 6392341730 Gonçalo Jorge Fernandes Rodrigues Fiúza Admitido 7816555741 Dora Maria Gonçalves

Leia mais

Belo Horizonte, 28 de setembro 2015.

Belo Horizonte, 28 de setembro 2015. Certifico que, Ademir dos Santos Ferreira, participou da palestra Logística Urbana, ministrada pelo Certifico que, Almir Junio Gomes Mendonça, participou da palestra Logística Urbana, ministrada pelo Engenheiro

Leia mais

EDITAL Nº 42/2015 PROCESSO SELETIVO DISCENTE PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015/2 3ª CHAMADA IFRJ NOME DO CANDIDATO

EDITAL Nº 42/2015 PROCESSO SELETIVO DISCENTE PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015/2 3ª CHAMADA IFRJ NOME DO CANDIDATO EDITAL Nº 42/2015 PROCESSO SELETIVO DISCENTE PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO 2015/2 IFRJ Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Rio de Janeiro - IFRJ

Leia mais

Artigo 23.º da Portaria 243/ 2012, de 10 de agosto 10.º ANO

Artigo 23.º da Portaria 243/ 2012, de 10 de agosto 10.º ANO Adriano Filipe Dias Sequeira Ana Carolina Leite da Silva 10.º ANO Ana Filipa Martins Façanha Marques Ana Laura Martins Dengucho Ana Luísa Marques Tomé Ana Sofia Tomé Vicente Andreia Cristina de Oliveira

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TRIÂNGULO MINEIRO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA TRIÂNGULO MINEIRO ANEXO II INSCRIÇÕES HOMOLOGADAS CANDIDATOS AUTODECLARADOS NEGROS EDITAL 74 DE 03/12/2015 TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS EM ADUCAÇÃO INSCRICAO CAMPUS CARGO NOME 19941 CAMPUS PATROCÍNIO TÉCNICO EM ALEX DE SOUZA

Leia mais

Cancerologia Cirúrgica - 3 anos

Cancerologia Cirúrgica - 3 anos Cancerologia Cirúrgica - 3 anos IGOR FERREIRA PACHECO 801465 3º 60,079 SERGIO DA SILVA PEREIRA 803209 4º 58,241 UPE - UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO KERGINALDO JÁCOME DA COSTA FILHO 801616 5º 52,368 JERÔNIMO

Leia mais

VESTIBULAR 1º SEM 2015

VESTIBULAR 1º SEM 2015 Ampla Concorrência Curso : 012 Engenharia de Computação 1º 1448967 JOAO PAULO TINOCO ALVARENGA 93,0 Convocado 2º 1464090 GABRIEL BARROSO RUBIAO 89,0 Convocado 3º 1441526 ITALO NICOLA PONCE PASINI JUDICE

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ UESC SECRETARIA GERAL DE CURSOS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ UESC SECRETARIA GERAL DE CURSOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ UESC SECRETARIA GERAL DE CURSOS RESULTADO DAS SOLICITAÇÕES DE RETORNO AOS CURSOS DE GRADUAÇÃO PARA O 1º PERÍODO LETIVO DE 2016. BASE LEGAL: ARTIGO 103 DO REGIMENTO GERAL

Leia mais

RESULTADO PRELIMINAR DA AVALIAÇÃO CURRICULAR

RESULTADO PRELIMINAR DA AVALIAÇÃO CURRICULAR RESULTADO PRELIMINAR DA AVALIAÇÃO CURRICULAR O RECEBIMENTO DE RECURSO AO RESULTADO DA AVALIAÇÃO CURRICULAR SERÁ NO DIA 05 DE MARÇO DE 2012 CONUPE/IAUPE - Av. Agamenom Magalhães S/N, Bairro Santo Amaro,

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Resultados da 2ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14320023 ALEXANDRE VAZ MARQUES VASCONCELOS Colocado em 1105 Universidade do Porto - Faculdade de Engenharia 9897 Ciências de Engenharia - Engenharia de Minas e Geoambiente 13840715 ANA CLÁUDIA DIAS MARTINS

Leia mais

ALBERTINA MARIA DE SOUZA COSTA

ALBERTINA MARIA DE SOUZA COSTA Visas Estaduais ACRE AC ALBERTINA MARIA DE SOUZA COSTA Gerente Da Divisão De Vigilância Sanitária Estadual Rua Benjamim Constant, Nº 830, 4º Andar - Centro CEP: 69908-520 Rio Branco AC Tel.: (68) 3215-2774

Leia mais

UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO - UPE VESTIBULAR 2006 PAGINA - 1 CANDIDATOS REMANEJADOS POR CURSO (Data:21/02/2006) 102 - LETRAS (PORTUGUES E INGLES E

UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO - UPE VESTIBULAR 2006 PAGINA - 1 CANDIDATOS REMANEJADOS POR CURSO (Data:21/02/2006) 102 - LETRAS (PORTUGUES E INGLES E VESTIBULAR 2006 PAGINA - 1 102 - LETRAS (PORTUGUES E INGLES E SUAS LITERATURAS) ENTRADA: 02 TURNO: DIU FACULDADE DE FORMACAO DE PROFESSORES DE NAZARE DA MATA - FFPNM TAMYRYS THEREZA GONCALVES CIDRIM 1010447

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011

Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superio Resultados da 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso de 2011 14286394 ALBANO LUIS ANDRADE PEREIRA Não colocado 14388714 ANA BEATRIZ MARTINS MACHADO Colocada em 3133 9104 14371141 ANA CATARINA MOREIRA LEAL Colocada em 7003 14319342 ANA CATARINA SOUSA RIBEIRO Colocada

Leia mais

LOCAIS DE PROVA E INFORMAÇÕES GERAIS

LOCAIS DE PROVA E INFORMAÇÕES GERAIS Processo Seletivo do Programa de Pós-graduação em Engenharia Sanitária 2015 Mestrado em Engenharia Sanitária LOCAIS DE PROVA E INFORMAÇÕES GERAIS Comunicamos que a prova escrita do Processo Seletivo do

Leia mais

LISTA DE CLASSIFICADOS

LISTA DE CLASSIFICADOS LISTA DE CLASSIFICADOS Curso: Web Design Comparecer para a matrícula do dia (Segunda à Sexta) Horário:das 09h às 12h e 13h às 17h Ord Nome Candidato RG Pont Período Matrícula 1 Allana Araujo Baroni 235033068

Leia mais

II ENCONTRO INTER-ESCOLAS DE BRAGA DESPORTO ESCOLAR DE NATAÇÃO CLASSIFICAÇÕES

II ENCONTRO INTER-ESCOLAS DE BRAGA DESPORTO ESCOLAR DE NATAÇÃO CLASSIFICAÇÕES II ENCONTRO INTER-ESCOLAS DE BRAGA DESPORTO ESCOLAR DE NATAÇÃO CLASSIFICAÇÕES PROVA 25m Livres femininos Class Escola Nome Escalão Tempo Obs. EBS Vieira de Araújo Mariana Fonseca Infantis A 20:2 2 EBS

Leia mais

FORMANDOS 2014.1 CURSO MATRICULA NOME CIÊNCIAS CONTÁBEIS 30707811 ALESSANDRA AZEVEDO JORGE DIREITO 40821986 ALEXANDRE BRUNO GUEDES DE CARVALHO

FORMANDOS 2014.1 CURSO MATRICULA NOME CIÊNCIAS CONTÁBEIS 30707811 ALESSANDRA AZEVEDO JORGE DIREITO 40821986 ALEXANDRE BRUNO GUEDES DE CARVALHO CIÊNCIAS CONTÁBEIS 30707811 ALESSANDRA AZEVEDO JORGE DIREITO 40821986 ALEXANDRE BRUNO GUEDES DE CARVALHO CIÊNCIAS CONTÁBEIS 30903572 ALINE NEVES DO NASCIMENTO CIÊNCIAS CONTÁBEIS 41001664 AMANDA RODRIGUES

Leia mais

Atividades de Enriquecimento Curricular Ensino do Inglês. Candidatos Excluídos Oferta 923

Atividades de Enriquecimento Curricular Ensino do Inglês. Candidatos Excluídos Oferta 923 Atividades de Enriquecimento Curricular Ensino do Inglês Candidatos Excluídos Oferta 923 Motivo de Exclusão candidatos excluídos pela plataforma da DGRHE por não apresentaram dados válidos no preenchimento

Leia mais

Local SÍTIO DO SOSSEGO, CASIMIRO DE ABREU, RJ. Data 07 E 08 DE SETEMBRO DE 2012 PROVAS E COMPETIÇÕES BÍBLICAS 2012

Local SÍTIO DO SOSSEGO, CASIMIRO DE ABREU, RJ. Data 07 E 08 DE SETEMBRO DE 2012 PROVAS E COMPETIÇÕES BÍBLICAS 2012 Página 1 de 6 PROVAS E COMPETIÇÕES BÍBLICAS 2012 Data 07 E 08 DE SETEMBRO DE 2012 Local SÍTIO DO SOSSEGO, CASIMIRO DE ABREU, RJ PROVA DE MARCOS (Junior) 01 JUAN DA COSTA SOUZA IB EBENEZER EM STA LUZIA

Leia mais

Dorsal Nome Equipa Tipo Nome da Equipa 101 Lucio Gustavo Coelho Pina individual Individual - 102 Diogo Gonçalves Azuribike Mangualde Team Individual

Dorsal Nome Equipa Tipo Nome da Equipa 101 Lucio Gustavo Coelho Pina individual Individual - 102 Diogo Gonçalves Azuribike Mangualde Team Individual Dorsal Nome Equipa Tipo Nome da Equipa 101 Lucio Gustavo Coelho Pina individual Individual - 102 Diogo Gonçalves Azuribike Mangualde Team Individual - 103 Hugo Neves Dão Nelas Btt/Livestrong Individual

Leia mais

152729 - Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins 401535 - Escola Secundária Dr. Júlio Martins Relação de Alunos

152729 - Agrupamento de Escolas Dr. Júlio Martins 401535 - Escola Secundária Dr. Júlio Martins Relação de Alunos : A 1248 1 Ana Garcia Amarante 1239 2 André Carneiro Rodrigues 124 3 Beatriz Branco Ramos 151 4 Camila Alves Salgado 16485 5 Daniel Emídio Costa dos Santos 1648 6 Débora Barroso Fernandes 16528 Hugo Paulo

Leia mais

TREINAMENTO BOLSAS DE 100%

TREINAMENTO BOLSAS DE 100% S BOLSAS DE 100% Francisco Júnior Bruno da Silva Quintão Nelson França Gomes João Marcos Freitas Alves Raul Ramos Rodriguez Montador de Andaime BOLSAS DE 40% Peter David Marciano Erick Douglas Paulo Victor

Leia mais

CURSO TURNO NOME DO ALUNO CLASSIFICAÇÃO STATUS ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA noturno ANA CLÁUDIA ARAUJO DA MOTA 0 Desclassificado ENGENHARIA

CURSO TURNO NOME DO ALUNO CLASSIFICAÇÃO STATUS ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA noturno ANA CLÁUDIA ARAUJO DA MOTA 0 Desclassificado ENGENHARIA CURSO TURNO NOME DO ALUNO CLASSIFICAÇÃO STATUS ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA noturno ANA CLÁUDIA ARAUJO DA MOTA 0 Desclassificado ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA noturno ANDRÊSSA CAIXETA SOUZA 0 Desclassificado

Leia mais

PORTARIA Nº 77, DE 22 DE JANEIRO DE 2016

PORTARIA Nº 77, DE 22 DE JANEIRO DE 2016 PORTARIA Nº 77, DE 22 DE JANEIRO DE 2016 Concede autorização e renovação de autorização a estabelecimentos e equipes de saúde para retirada e transplante de órgãos. O Secretário de Atenção à Saúde, no

Leia mais

CENTRO INTEGRADO DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO LTDA - CIESF FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO - FAESF VESTIBULAR 2013.

CENTRO INTEGRADO DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO LTDA - CIESF FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO - FAESF VESTIBULAR 2013. CENTRO INTEGRADO DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO LTDA - CIESF FACULDADE DE ENSINO SUPERIOR DE FLORIANO - FAESF BACHARELADO EM DIREITO - NOTURNO 1 LUIZ HENRIQUE MORO ROSSO 86,5 APROVADO 2 RENÊ MOREIRA XAVIER

Leia mais

Relação de Candidatos Classificados INGLÊS TURMA A

Relação de Candidatos Classificados INGLÊS TURMA A Relação de Candidatos Classificados INGLÊS TURMA A 1 LUCIO GONÇALVES BRASIL NETO 2 BRUNA RENATA ROCHA FERNANDES 3 BARBARA ALEXANDRA COSTA GOMES 4 DAVI GOMES DE ALBUQUERQUE 5 FERNANDA MOREIRA LIMA 6 FILIPE

Leia mais

I - CURSOS DO CENTRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (CCT/UENF)

I - CURSOS DO CENTRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (CCT/UENF) I - CURSOS DO CENTRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (CCT/UENF) 0730087434 JEAN TAVARES PINTO 0730117621 SÉRGIO HERMAN BASTOS LIMA 0730324673 LARISSA DILLEM VIEIRA 0730364301 LUIZA ARTILLES DE ABREU ÁVILA 0730064510

Leia mais

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos

161342 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 340613 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova Relação de Alunos 1642 - Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova 3406 - Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova : A Processo Nome Idade EMR. Rep. LE1 LE2 NEE 440 1 André Daniel Almeida Pimentel 98 2 Daniel Gonçalves Tomé

Leia mais

AMIGOS DO PROJECTO. Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego

AMIGOS DO PROJECTO. Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego Ler é sonhar pela mão de outrem. Fernando Pessoa, Livro do Desassossego AMIGOS DO PROJECTO O projecto Ler Mais e Escrever Melhor nasceu a 17 de Julho de 2008. Encontra-se numa fase de vida a infância que

Leia mais

Ana Carolina Pereira Pires

Ana Carolina Pereira Pires Aimê Pinheiro Pires universidades e centros de pesquisa na geração de novos negócios, Ana Carolina Pereira Pires Ana Cristina Angelo Rocha Ana Paula Andrade Galvão Andre Araujo André Lopes Andre Luiz Santos

Leia mais

RELAÇÃO DAS SOLICITAÇÕES DEFERIDAS PARA INGRESSO COMO GRADUADO NO CURSO DE MEDICINA PERÍODO 2011.2

RELAÇÃO DAS SOLICITAÇÕES DEFERIDAS PARA INGRESSO COMO GRADUADO NO CURSO DE MEDICINA PERÍODO 2011.2 GRADUADO NO CURSO DE MEDICINA PERÍODO 2011.2 BRUNO BARBOSA DE MELO JOÃO MARCELO MEDEIROS FERNANDES MYLENA CAIAFFO COSTA VINICIUS FREITAS DE OLIVEIRA WALDILENE RODRIGUES FERREIRA MUDANÇA NO CURSO DE MEDICINA

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA Porto Corpo Docente 2013-2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA Porto Corpo Docente 2013-2014 Corpo Docente 2013-2014 Nome Grau Regime de Vínculo Regime de Prestação de Serviços Alberto Francisco Ribeiro de Almeida Doutor Tempo Integral Contrato de prestação de serviço docente Alberto Jorge dos

Leia mais

PALESTRA 1 DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO E DAS BIBLIOTECAS DO CPII. VAGAS: 60

PALESTRA 1 DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO E DAS BIBLIOTECAS DO CPII. VAGAS: 60 PALESTRA 1 DINÂMICA E ORGANIZAÇÃO DO SISTEMA DE DOCUMENTAÇÃO E DAS BIBLIOTECAS DO CPII. VAGAS: 60 Professor Responsável: MARTA REGINA DE JESUS Dias / Hora / Local: 6a. Feira - 09/08 das 9:00 às 12:00h

Leia mais

XI Torneio Inter Escolas de Pista Coberta. Escola Mestre Domingos Saraiva (Lisboa) Centro de Formação EB 2;3 S. Bartolomeu dos Mártires (Viana)

XI Torneio Inter Escolas de Pista Coberta. Escola Mestre Domingos Saraiva (Lisboa) Centro de Formação EB 2;3 S. Bartolomeu dos Mártires (Viana) XI Torneio Inter Escolas de Pista Coberta Escolas Inscritas EB 2;3 de EB 2;3 Sec. Sá de Miranda Colégio Teresiano EB 2;3 Prof. G. Sampaio EB 2;3 de Externato Delfim Ferreira Escola Mestre Domingos Saraiva

Leia mais

Listas dos Aprovados - Ensino de Inglês

Listas dos Aprovados - Ensino de Inglês Listas dos Aprovados - Ensino de Inglês Nº de Oferta Ordem Pontuação Nome do Docente 758 1 100 Andreia Cristina de Sousa Gomes 758 2 100 Cidália Maria Faria Mendes de Sousa 758 3 100 Marta Raquel Cardoso

Leia mais

CREA-RJ Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio de Janeiro Classificação Final dos Candidatos Aptos - Nível Médio

CREA-RJ Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio de Janeiro Classificação Final dos Candidatos Aptos - Nível Médio Local de atuação : ARMAÇÃO DE BUZIOS 1 15 Bárbara Audára Brito Gomes APTO 19/02/1965 11 8 9 6 34 2 22 Wellington Santos da Luz APTO 19/05/1976 10 7 9 6 32 segunda-feira, 18 de abril de 2005 Pag. 1 de 19

Leia mais

1772 FACULDADE NORDESTE

1772 FACULDADE NORDESTE Ministério da Educação Programa Universidade para Todos - ProUni Listagem de Candidatos Pré-Selecionados em Segunda Chamada - Processo 1º semestre de 2014-1ª Etapa Instituição de Ensino Superior: 1772

Leia mais

Local de Prova LICEU FRANCO BRASILEIRO, RUA DAS LARANJEIRAS, 13/15,, LARANJEIRAS, RIO DE JANEIRO - RJ / SALA: 18, PRÉDIO: B - ANDAR: TER

Local de Prova LICEU FRANCO BRASILEIRO, RUA DAS LARANJEIRAS, 13/15,, LARANJEIRAS, RIO DE JANEIRO - RJ / SALA: 18, PRÉDIO: B - ANDAR: TER LOCAIS DE PROVA - ENADE 2011 ARQUITETURA E URBANISMO ALINE ROCHA GONCALVES ANA CARLA GONZALEZ DE ARAUJO ANA CAROLINA SOUZA RODRIGUES DA SILVA ANITA LUIZA DE SOUSA SOARES CARLA DA SILVA SOUZA CARLOS JOSE

Leia mais

7. Título de Especialista Observar na ficha de inscrição o campo obrigatório para quem possui Título de Especialista.

7. Título de Especialista Observar na ficha de inscrição o campo obrigatório para quem possui Título de Especialista. INFORMAÇÕES GERAIS: 1. Local Rio Poty Hotel/Teresina Piauí Av. Marechal Castelo Branco, 555 Ilhotas CEP: 64001-810 Teresina PI Telefone: (86) 4009-4009 Site: http://www.riopoty.com Distâncias: Aeroporto:

Leia mais

LOCAL: Auditório CEAM- O candidato deve pegar um transporte alternativo e pedir ao motorista que o deixe no CEAM que fica logo após o Porto Itaguaí

LOCAL: Auditório CEAM- O candidato deve pegar um transporte alternativo e pedir ao motorista que o deixe no CEAM que fica logo após o Porto Itaguaí DINÂMICA DE GRUPO DIA: 11/08/2008 CARGO: APRENDIZ I - Operação Portuária 1. Aline Aparecida Ramos Muniz 2. Carla Cristina Gonçalves Silva 3. Carolina de Sousa 4. Douglas Leite Cardoso 5. Erick Rodrigo

Leia mais

Adriane Cristina de Jesus

Adriane Cristina de Jesus Adriane Cristina de Jesus Alexandre Coelho Rodrigues Gomes Alexandre Montenegro Nascimento Vilarinhos Ana Carolina Nogueira Ana Carolina Rodrigues Oliveira Ana Luiza de Paiva Silva Ana Luiza dos Anjos

Leia mais

Desenvolvimento e Mudanças na Gestão Pública

Desenvolvimento e Mudanças na Gestão Pública UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CEAD / UNIRIO PROGRAMA NACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PNAP CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA MUNICIPAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE ORGANIZAÇÃO

Leia mais

UFPE - COVEST - C O N C U R S O V E S T I B U L A R 2011 PAG 0001

UFPE - COVEST - C O N C U R S O V E S T I B U L A R 2011 PAG 0001 UFPE - COVEST - C O N C U R S O V E S T I B U L A R 2011 PAG 0001 GRUPO:05 - CURSO: LETRAS/LIC LINGUA FRANCESA PREFERENCIA: 16 - INSTITUICAO:U.F.PE. - ENTRADA 1 - TURNO:TARDE RECIFE 1282103 LUCINDA DA

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE SÃO MIGUEL

ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE SÃO MIGUEL ASSOCIAÇÃO DE ATLETISMO DE SÃO MIGUEL FOLHA DE RESULTADOS CORTA-MATO ESCOLAR 2013 PROVA: Corta-Mato Escolar - Fase de Ilha ORGANIZAÇÃO: S. Desporto de S. Miguel / A. Atletismo de S. Miguel DATA: 16 de

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Padrão da Légua, Matosinhos. Nome da Escola : Nº Escola : 151403. Nº Horário : 20. Ficheiro gerado em : 14/01/2013 10:01:50

Agrupamento de Escolas de Padrão da Légua, Matosinhos. Nome da Escola : Nº Escola : 151403. Nº Horário : 20. Ficheiro gerado em : 14/01/2013 10:01:50 Nome da Escola : Agrupamento de Escolas de Padrão da Légua, Matosinhos Nº Escola : 151403 Nº Horário : 20 Ficheiro gerado em : 14/01/2013 10:01:50 Data final da candidatura : 2013-01-08 Ordenação Graduação

Leia mais