Boletim GEAE. Grupo de Estudos Avançados Espíritas.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Boletim GEAE. Grupo de Estudos Avançados Espíritas. http://www.geae.inf.br"

Transcrição

1 Página 1 de 17 Boletim GEAE Grupo de Estudos Avançados Espíritas Fundado em 15 de outubro de 1992 Boletim Quinzenal de Distribuição Eletrônica "Fé inabalável é somente aquela que pode encarar a razão, face a face, em todas as épocas da humanidade", Allan Kardec Ano 11 - Número de maio de 2003 Editorial A Verdade, Pascal, Revista Espírita, maio 1865 Entrevista com a Dra. Marlene Nobre Artigos Enquanto Vivem na Escuridão, Rubens Santini, Brasil História & Pesquisa A Espiritologia e a Teoria Espírita dos Fenômenos Psíquicos, Paulo Toledo Machado, Brasil Memória Extra-Cerebral: Evidências a favor da Reencarnação, Carlos A.F. Guimarães, Brasil Radiofusão Espírita no Ceará, Marcus V. Monteiro, Brasil Questões e Comentários Curas Espirituais pelo Espírito do Dr. Matheus, Roberta Fernandes, Brasil Painel Ouvindo a Boa Nova pela Internet, Carlos Iglesia, Brasil 25o Aniversário do CECA Centro Espírita Caridade por Amor, CECA, Portugal Divaldo Franco e Raul Teixeira de volta aos Estados Unidos, Bezerra de Menezes Spiritist Society, EUA Editorial

2 Página 2 de 17 A Verdade, Pascal (Texto transcrito da Revista Espirita de Maio de In Dissertações Espíritas, EDICEL, tradução de Julio de Abreu Filho páginas 147 a 149. O texto faz parte de uma série de mensagens recebidas em Lyon em novembro de O nome do médium não foi publicado - Os Editores) A verdade, meu amigo, é uma dessas abstrações para as quais tende o espírito humano incessantemente, sem jamais poder atingí-la. É preciso que êle tenda para ela, é uma das condições do progresso, mas sua natureza imperfeita e só por isso que é imperfeita, não poderia alcançá-la. Seguindo a direção que segue a verdade em sua marcha ascendente, o espírito humano está na via providencial, mas não lhe é dado ver o seu têrmo. Compreender-me-ás melhor quando souberes que a verdade é, como o tempo, dividida em duas partes, pelo momento inapreciável que se chama o presente, a saber: o passado e o futuro. Assim, também há duas verdades: a verdade relativa e a verdade absoluta. A verdade relativa é o que é; a verdade absoluta é o que deveria ser. Ora, como o que deveria ser sôbre por graus até a perfeição absoluta, que é Deus, segue-se que, para os sêres criados e seguindo a rota ascencional do progresso, só há verdades relativas. Mas porque uma verdade relativa não é imutável, não é menos sagrada para o ser criado. Vossas leis, vossos costumes, vossas instituições são essencialmente perfectíveis e, por isto mesmo imperfeitas; mas suas imperfeições não vos libertam do respeito que lhes deveis. Não é permitido adiantar-se ao seu tempo e fazer leis fora das leis sociais. A humanidade é um ser coletivo, que deve marchar, senão em seu conjunto, ao menos por grupos, para o progresso do futuro. Aquêle que se destaca da sociedade humana para avançar como criança perdida, para verdades novas, sofre sempre em vossa terra a pena devida à sua impaciência. Deixai aos iniciadores, inspirados pelo Espírito de Verdade, o cuidado de proclamar as leis do futuro, submentendo-se à do presente. Deixai a Deus, que mede vossos progressos pelos esforços que houverdes feito para vos tornardes melhores, o cuidado de escolher o momento que julga útil para uma nova transição, mas não vos subtraiais nunca a uma lei senão quando ela fôr derrogada. Porque o Espiritismo foi revelado entre vós, não creiais num cataclismo das instituições sociais; até êsse dia êle terá realizado uma obra subterranea e inconsciente para aquêles que eram seus instrumentos. Hoje que êle aflora ao solo e chega à luz, a marcha do progresso, nem por isso, deve ser de uma lenta regularidade. Desconfiai dos Espíritos impacientes, que vos impelem para as vias perigosas do desconhecido. A eternidade que vos é prometida deve levar-vos a ter piedade das ambições tão efêmeras da vida. Sêde reservados até suspeitar, por vêzes, da voz dos Espíritos que se manifestam. Lembrai-vos disto: O Espírito humano se move e se agita sob a influência de três causas, que são: a reflexão, a inspiração e a revelação. A reflexão é a riqueza de vossas lembranças, que agitais voluntàriamente. Nela o homem encontra o que lhe é rigorosamente útil para satisfazer as necessidades de uma posição estacionária. A inspiração é a influência dos Espíritos extra-terrenos, que se mistura mais ou menos às vossas próprias reflexões, para vos impelir ao progresso, é a ingerência do melhor na insuficiência da passagem; é uma fôrça nova, que se junta a uma fôrça adquirida, para vos levar mais longe que o presente, é a prova irrecusável de uma causa oculta que vos impele para a frente, sem a qual ficaríeis estacionários; porque é regra física e moral que o efeito não poderia ser maiaor que sua causa, e quando isto acontece, como no progresso social, é que uma causa ignorada, inapercebida, juntou-se à causa primeira do vosso impulso. A revelação é a mais elevada das fôrças que agitam o espírito humano, porque vem de Deus e só se manifesta por sua vontade expressa; ela é rara, por vêzes mesmo inapreciável, algumas vêzes evidente para o que a experimenta a ponto de sentir-se involuntàriamente tomado de santo respeito. Repito, ela é rara e ordinàriamente dada como uma recompensa à fé sincera, ao coração devotado. Mas não vades tomar como revelação tudo quanto vos pode ser dado como tal. O homem exibe a amizade dos grandes, os Espíritos exibem uma permissão especial de Deus, a qual muitas vêzes lhe falta. Algumas vêzes

3 Página 3 de 17 fazem promessas que Deus nao ratifica, porque só êle sabe o que é e o que não é preciso. Eis, meu amigo, tudo quanto te posso dizer sôbre a verdade. Humilha-te ante o grande Ser, por quem tudo vive e se move na infinidade de mundos, que seu poder rege; pensa que se nêle se acha tôda a sabedoria, tôda a justiça e todo o poder, nêle também se acha tôda a verdade. Artigos Entrevista com a Dra. Marlene Nobre Editora Responsável da Folha Espírita e Presidente da Associação Médico-Espírita do Brasil (Conclusão do artigo iniciado no Boletim 455) Pascal GEAE: Muitos dos nossos amigos do GEAE participam de pequenos grupos espíritas nos países em que residem e muitos gostariam de iniciar atividades editoriais para uma divulgação mais efetiva da doutrina. Com base na experiência de seu trabalho na Folha Espírita que orientação lhes daria? Dra. Marlene: Creio que os responsáveis pela publicação deveriam começar escolhendo o que tem maior interesse para as pessoas do país onde vive; se forem temas, por exemplo, da área científica, é preciso recolher o material com os que gostam e pesquisam o assunto, e assim por diante. Fazer pauta é importante para dar ordenamento ao trabalho, procurando privilegiar assuntos atuais, tanto as notícias do nosso mundo, com o devido comentário do articulista, quanto as da comunidade espírita. Sempre que possível dar ênfase a reportagens, mesmo curtas, porque elas são a base de um jornal, tanto quanto de uma revista. Creio que é interessante também manter uma sessão de divulgação de eventos e de resenhas curtas de livros, para manter coeso o movimento e auxiliar quem está iniciando no conhecimento da Doutrina. Não creio que seja muito acertado transcrever pura e simplesmente uma mensagem mediúnica, nas páginas do jornal, a não ser que haja um motivo muito forte; penso que ela ficaria melhor, se colocada solta, dentro dele, para ser distribuída junto, aproveitando-se o espaço que ela ocuparia para dar maiores informações sobre o movimento. Não é que ela não seja importante, mas, do jornal, espera-se a notícia comentada. GEAE: A senhora poderia nos falar algo do histórico da AME-S.PAULO e da AME-Brasil? Há AMEs fora do Brasil? Dra. Marlene: A AME-S.Paulo foi fundada em 30 de março de 1968, por um grupo de médicos que se reunia, aos sábados, às 7 h da manhã, durante anos, em casa do médium Spartaco Ghilardi, na capital paulista, para estudo da Doutrina, orações e passe matinal, antes de se dirigirem às tarefas médicas, nos seus respectivos locais de trabalho. Através de Spartaco, os Espíritos Batuíra e Bezerra de Menezes começaram a alertar aos participantes, quanto às razões de estarem reunidos, ali, afirmando que não era por acaso, e que eles deveriam fundar uma Associação que congregasse os médicos espíritas paulistas. Eles puseram-se a campo e foi dessa forma que recebi, assim como outros colegas também, convite da Comissão

4 Página 4 de 17 Organizadora, encabeçada pelo Dr. Luiz Monteiro de Barros, um dos freqüentadores da casa de Spártaco, para participar das reuniões preliminares. Compareci, com meu marido Freitas Nobre, que se tornou o consultor jurídico da Associação em formação. Depois de muitas reuniões, fizemos um Encontro maior, em janeiro de 1968, no Sanatório Antonio Luiz Sayão, em Araras, para discutirmos e estudarmos os Estatutos, preparando tudo para a fundação que se deu em 30 de março, no anfiteatro do Hospital São Lucas, de propriedade do Dr. Eurico Branco Ribeiro, nosso colega da AME. Desde então, a AME- S.Paulo publicou Boletins, fez Simpósios, Jornadas, participou de campanhas memoráveis e procurou estudar em conjunto diversas obras. Atualmente, o presidente da AME-SP é o colega Sérgio Felipe de Oliveira, que realizará um Simpósio para tratar de Medicina e Espiritualidade, no dia 31 de maio, pela manhã, na sede do Instituto Oscar Freire, na USP, e, no mesmo dia, à tarde, na sede do Conselho Regional de Medicina (CRM), à rua Domingos de Morais, na Vila Mariana. A AME Brasil foi fundada em 17 de junho de 1995, durante o 3º Congresso Nacional, promovido pela Associação Médico-Espírita de São Paulo. A Diretoria desta Instituição, sob minha presidência, por inspiração de Bezerra de Menezes, sentiu-se impelida, desde 1990, a expandir o ideal médicoespírita, empenhando-se, na realização de eventos de âmbito nacional, iniciados em maio de 1991, com a finalidade de congregar colegas de vários Estados do país. Em junho de 1999, durante o 2º Congresso da Associação Médico-Espírita do Brasil foi fundada a AME-Internacional. Hoje, temos, no exterior, as AMEs: da Argentina, do Panamá e de Portugal. GEAE: Devido a sua participação na criação e desenvolvimento das Associações Médico-Espíritas, gostaríamos de perguntar-lhe algo sobre os ideais que motivaram esta obra. Qual é o papel de uma Associação Médico-Espírita? Dra. Marlene: Com o surgimento das AMEs, tornou-se necessária uma entidade que congregasse o movimento médico-espírita nacional, sendo esta, portanto, a missão básica da AME-Brasil. Além de congregar todas as AMEs, ela tem por objetivo contribuir para o estudo e a pesquisa científica no âmbito da Medicina e do Espiritismo; promover a difusão do paradigma médico-espírita, através do ensino e dos meios de comunicação, de livros e outras publicações; contribuir para a implantação desse paradigma, tanto nos cursos de formação médica, quanto em outros; incentivar o médico espírita no cumprimento de sua missão humanitária, apoiando as instituições beneficentes que visem a melhoria da saúde da coletividade, sobretudo, a dos mais carentes. O papel da AME é levar a alma para a Medicina, em seu duplo sentido. Ao mesmo tempo que estuda, pesquisa e procura comprovar a existência do Espírito e sua imortalidade, ressalta o valor do calor humano, da solidariedade, no amparo ao paciente. Sua proposta, portanto, é a de mudança de paradigma, tendo em vista que saúde e doença são muito mais atributos da alma do que do corpo físico. Na visão espírita, portanto, a constituição do ser humano muda, inteiramente; ele é visto como um ser muito mais complexo, porque é o resultado da integração do Espírito aos seus envoltórios: os sutis e o físico. É natural, portanto, que tenhamos alguns objetivos comuns às associações médicas tradicionais, mas que batalhemos por outros bem diferentes, tendo em vista que, para nós, os fenômenos espirituais são prioritários. GEAE: É possível conciliar a prática médica com a prática espírita? Qual é a relação do

5 Página 5 de 17 Espiritismo com a ciência médica de nossos dias? Qual é a relação das AMEs com os Conselhos Regionais de Medicina? Dra. Marlene: O médico espírita utiliza a prática médica que aprendeu na universidade, procurando, sempre que possível, atualizar-se na especialidade que exerce. A sua relação com a Medicina é de imenso amor, mas não se esquece de que o seu diploma pertence a Jesus, por isso, luta para ser médico não apenas na Terra, mas também no mundo espiritual, desenvolvendo, em sua vida profissional e particular, maior calor humano, humanismo e solidariedade. Procura, portanto, enfatizar a Espiritualidade do paciente, seja valorizando a religião que ele professa, seja ressaltando a fé que possui, independentemente de rótulos e rituais. As pessoas que desejam ser vistas como seres integrais: não apenas corpo, mas, sobretudo, Espírito, em geral, procuram profissionais que tenham essa visão. E sabem que os médicos espíritas, além de terem esta convicção, respeitam a individualidade do paciente e, naturalmente, sua convicção religiosa. Se ele é simpatizante do Espiritismo e aceita a Terapêutica Complementar Espírita, o colega da AME poderá encaminhá-lo às Casas Espíritas, onde obterá esse tratamento, gratuitamente. O que muda, portanto, na relação médico-paciente, é esta visão integral que estabelece maior empatia entre ambos, por estar lastreada, no respeito mútuo e na solidariedade. O Espiritismo tem muito a oferecer à Medicina, tanto no campo das revelações científicas quanto no do auxílio à melhoria do ser humano. Não sabemos qual a opinião dos colegas dos Conselhos Regionais de Medicina (CRMs) a nosso respeito. Cremos, no entanto, que eles sabem que somos íntegros, éticos, e sobre nós nada pesa ou consta em nossas atividades profissionais. GEAE: Para participar da AME é necessário ter diploma de médico? O que se espera de um associado? Dra. Marlene: Nos cargos de Diretoria das AMEs só temos médicos, mas muitas delas têm Departamentos, como os de Psicologia, Física e outros, que funcionam com seus Regimentos Internos, e integram-se, perfeitamente, ao trabalho, dentro do conceito holístico que abraçamos, fazendo parte das equipes multidisciplinares, tão necessárias aos nossos estudos, pesquisas e atividades em andamento. As AMEs em geral têm sócios colaboradores que não são médicos e podem assistir às reuniões programadas para eles, como cursos, por exemplo, montados para lhes dar maiores informações sobre saúde e espiritualidade. Espera-se que todos os associados cumpram o seu dever de colaborar para o êxito das tarefas e o engrandecimento espiritual da Associação. GEAE: Nas cidades em que não existem AMEs é possível criar uma? O que é necessário para fazêlo? Dra. Marlene: É perfeitamente possível criar uma AME, quer seja municipal, regional ou estadual. Se os médicos interessados necessitarem de modelo de Estatuto, podemos enviar. Basta solicitar.

6 Página 6 de 17 GEAE: Como os médicos espíritas vêem a medicina atual? Parece-nos que ela está cada vez mais se transformando em uma atividade empresarial e perdendo seu cunho humanitário (em contraste com os antigos médicos de família ou as Casas de Misericórdia de atendimento filantrópico? Nesta medicina há espaço para tratar-se do espírito eterno em complemento à matéria transitória? Dra. Marlene: De fato, o paradigma antigo que tem por base o materialismo reducionista continua a fazer estragos na prática médica atual. Pertencemos, no entanto, a uma das minorias criativas que tenta levar um novo paradigma para a medicina, uma nova visão do ser humano, que privilegia a alma e sua melhor forma de expressão, a bondade. Sabemos que não é tarefa fácil, porque vivemos em um mundo em convulsão, mas temos certeza de que a renovação se fará, para tanto, temos mil anos pela frente, com muitos Espíritos elevados dispostos a retornar à Terra para contribuir com suas ações renovadoras, em prol dessa Era Nova de Paz. Hoje, estamos apenas aplanando os caminhos iniciais. Reconheço-me, assim, muito pequenina diante deles e do trabalho que vão realizar e só tenho a agradecer a Jesus pela imensa bondade de me dar serviço, mesmo sabendo das minhas imperfeições. Tenho certeza absoluta de que o Bem triunfará sempre. O tempo não passa em vão... GEAE: Encerrando a entrevista, gostaria de agradecer-lhe em nome de todos os amigos do GEAE e pedir-lhe algumas palavras endereçadas aos amigos que nos lêem através da Internet. Dra. Marlene: Agradeço-lhes a paciência com que me acompanharam. Desejo-lhes muito êxito em suas abençoadas tarefas, através da Internet. Continuem firmes a divulgar o Espiritismo por esta via tão importante, cujos recursos só tendem a ampliar-se, cada vez mais. Parabéns pelo emprego útil do tempo! Muita Paz! Enquanto vivem na escuridão, Rubens Santini, Brasil Orientações Práticas para Atividades de Desobsessão Conclusão da série de artigos iniciada no Boletim 449 VENCERÁS Não desanimes. Persiste mais um tanto. Não cultives pessimismo. Centraliza-te no bem a fazer. Esquece as sugestões do medo destrutivo. Segue adiante, mesmo varando a sombra do próprios erros. Avança ainda que seja por entre lágrimas. Trabalha constantemente.

7 Página 7 de 17 Edifica sempre. Não consintas que o gelo do desencanto te entorpeça o coração. Não impressione a dificuldade. Convence-te de que a vitória espiritual é construção para o dia a dia. Não desistas da paciência. Não creias em realização sem esforço. Silêncio para a injúria. Olvido para o mal. Perdão às ofensas. Recorda que os agressores são doentes. Não permitas que os irmãos desequilibrados te destruam o trabalho ou te apaguem a esperança. Não menospreze o dever que a consciência te impõe. Se te enganaste em algum trecho do caminho, reajusta a própria visão e procura rumo certo. Não contes vantagens nem fracassos. Estuda buscando aprender. Não te voltes contra ninguém. Não dramatizes provocações ou problemas. Conserva o hábito da oração para que se te faça luz na vida íntima. Resguarda-te em Deus, persevera no trabalho que Deus te confiou. Ama sempre, fazendo pelos outros o melhor que possas realizar. Age auxiliando. Serve sem apego. E assim vencerás. (Emmanuel através de Chico Xavier) BIBLIOGRAFIA Fico muito feliz em poder estar contribuindo no excelente espaço de divulgação do Espiritismo, que é o GEAE. Mais uma vez gostaria de esclarecer que, meu único mérito neste trabalho, foi a leitura e a digitação dos textos que me chamaram a atenção, e que muito contribuiu no meu trabalho de Desobsessão que desenvolvo no Grupo Espirita Casa do Caminho (São Paulo). Devemos a nossa eterna gratidão aos autores e seus respectivos livros, utilizados nesta compilação, aos quais relaciono abaixo: (1) "Evangelho Segundo o Espiritismo" - Allan Kardec (2) "A Gênese" - Allan Kardec (3) "Diálogo com as sombras" - Hermínio C. Miranda (4) "Sementeira da Fraternidade" - Manoel Philomeno de Miranda (5) "Obsessão/Desobsessão" - Suely C. Shubert (6) "Doutrinação" - Roque Jacintho (7) "Desobsessão" - Roque Jacintho (8) "Diretrizes de Segurança" - Divaldo P. Franco / Raul Teixeira (9) "Desobsessão" - André Luiz através de Chico Xavier

8 Página 8 de 17 (10) "A obsessão e seu tratamento espírita" - Celso Martins (11) "Qualidade na prática mediúnica" - Projeto Manoel Philomeno Miranda (segunda parte - entrevista com Divaldo Franco) Desejo sucesso ao GEAE! Fique com a Paz do Cristo! Rubens Santini História & Pesquisa (Seção em parceria com a "Liga de Historiadores e Pesquisadores Espíritas" - Comitê Editorial da LIHPE) A Espiritologia e a Teoria Espírita dos Fenômenos Psíquicos, Paulo Toledo Machado, Brasil Parte I A Ciência do Espírito tem por objetivo a Investigação e o estudo do Fenômeno Espírita O Espiritismo, revelando a existência do mundo dos Espíritos, e, conseqüentemente, a pré-existência e a sobrevivência do Ser; que a morte não existe ou que esta é, simplesmente, a destruição do corpo material; a possibilidade da intercomunicabilidade entre o mundo material e o mundo espiritual, isto é, a comunicabilidade entre os chamados vivos e os chamados mortos, dimensionou o campo do Conhecimento. A Epistemologia Espírita traz novas luzes. À noção imprecisa, vaga, pouco clara, que herdamos acerca da vida futura, e que nos deixava não poucas dúvidas, com o Espiritismo desapareceu. A vida futura, para nós, espíritas, hoje é uma realidade. Identificando o Espírito como as individualidades dos seres extra-corpóreos, o Espiritismo no mostra "a vida da alma, o ser essencial, porque é o ser pensante, remontando no passado a uma época desconhecida, estendendo-se indefinidamente pelo futuro, de tal sorte que a vida terrena, mesmo de um século, não passa de um ponto nesse longo percurso" (RE, ano 1862, EDICEL, p. 192) e demonstrou a existência do perispírito, envoltório semi-material e inseparável do Espírito, que dele se serve para transmissão do seu pensamento. A Teoria Espírita dos Fenômenos Psíquicos se funda, pois, nos seguintes princípios: a existência do Espírito, sua preexistência e sobrevivência ao corpo físico, suas manifestações e a existência do perispírito. E, sendo assim, é válido lembrarmos, porque, esta verdade, é conhecida de todos os espíritas - que não há, para o Espiritismo, fenômeno psíquico sem ALMA ou ESPÍRITO, melhor dizendo. E é, por essa razão, que fenômeno psíquico, no Espiritismo, é chamado FENÔMENO ESPÍRITA. O FENÔMENO ESPÍRITA é abrangente, global, porque ele é resultante das manifestações do Espírito, encarnado ou desencarnado. O estudo cuidadoso da obra espírita, que codifica os ensinos dos Espíritos, compendiada por Allan Kardec, não nos deixa dúvidas. O Fenômeno Espírita

9 Página 9 de 17 O FENÔMENO ESPÍRITA, dissemos atrás, é abrangente, global e entendemos ser genérico. Ele abrange os fenômenos que se produzem com a intervenção dos Espíritos, encarnados ou desencarnados. No primeiro caso, temos os fenômenos espíritas anímicos ou da emancipação da alma e, no segundo caso, os fenômenos espíritas da mediunidade ou mediúnicos. Em ambos os casos o Espírito é sempre o agente ou a causa. É uma posição espírita e não psiquista. De fato, o nosso querido e sempre lembrado João Teixeira de Paula, muito escolástico, considerando o Fenômeno Psíquico genérico, considera o Fenômeno Espírita espécie (Enciclopédia de Parapsicologia, Metapsíquica e Espiritismo, ed.cultural Brasil Editora, Ltda., 1973, 3a. ed. V. 1, p. 117). Para ele o Fenômeno Psíquico abrange o Espírita ou Espirítico, assim como o Psicológico e o Anímico (ou Personismo). Allan Kardec adicionou ao título da "La Revue Spirite o subtítulo Journal d Études Psychologiques et de Spiritualisme Experimental", porque o quadro que ela abrangeria compreenderia "tudo quanto se ligasse ao conhecimento da parte metafísica do homem, "pois estudar a natureza dos Espíritos é estudar o homem" (RE, ano 1858, EDICEL, p. 5). A classificação que propomos poderá não ser pacífica nem entre os espíritas, em razão do cientificismo ou dogmatismo científico. Mas, se "a classificação dos fenômenos metapsíquicos depende, naturalmente, do ponto de vista em que nos colocamos, como nota "Flournoy" (Dr. Lobo VILELA, Revista de Metapsicologia, no. 4, ano 1951, p. 362) o nosso posicionamento, além de doutrinário, é espiriticamente didático. Allan Kardec emprega sempre a denominação Fenômeno Espírita, defendendo e explicando a hipótese espírita. Em "O Livro dos Médiuns", o insigne Mestre nos dá a explicação teórica dos Fenômenos Espíritas. Ele não se refere a Fenômeno Psíquico. Isto é, Kardec não emprega esta denominação. Para classificar o Fenômeno Espírita, Kardec o divide quanto aos seus efeitos. Assim, o Fenômeno Espírita, segundo Kardec, pode ser de efeitos físicos e de efeitos intelectuais. A denominação Fenômeno Espírita é genérica. Efeitos físicos e efeitos inteligentes são espécies (O Livro dos Médiuns, FEB, 1904, 5a. ed. p. 36). O Fenômeno Espírita de Efeitos Físicos são todos aqueles decorrentes de efeitos sensíveis, como os ruídos, o movimento e o deslocamento de corpos sólidos (o movimento circular das mesas conhecidas sob o nome de "mesas girantes") e as pancadas. O Fenômeno Espírita de Efeitos Inteligentes são todos aqueles que provam "qualquer ato livre e voluntário, exprimindo intenção, ou respondendo a um pensamento (ob. cit. p. 69). Mas, é importante observarmos, que Kardec estudou e aprofundou o seu trabalho com destaque para o Fenômeno Espírita da Mediunidade ou, se quiserem, o Fenômeno Espírita Mediúnico, que pode ser de efeitos físicos ou de, efeitos inteligentes, espontâneos ou provocados. O próprio título da obra O Livro dos Médiuns ou Guia dos Médiuns ou dos Evocadores, e o conteúdo dela relativamente ao "ensino especial dos Espíritos sobre a teoria de todos os gêneros de manifestações, os meios de comunicar com o mundo invisível, o desenvolvimento da mediunidade, as dificuldades e os escolhos que se encontram na prática do Espiritismo" (aqui cabe observar que Espiritismo é expressão usada em lugar de Mediunismo), situa o seu interesse, pelo menos o mais imediato. Mas, não temos dúvidas, que o trabalho de Kardec e o interesse dos Espíritos Codificadores, necessariamente, tinha que ser voltado para o Fenômeno Espírita da Mediunidade. E, também, não foi outra a preocupação de tantos cientistas que pesquisaram o Fenômeno Espírita. O Dr. Schrenck- Notzing escreveu uma obra com o título "Les Phénomènes Pshysiques de Ia Médiumnité", Edição Payot, Paris, 1925, com prefácio do Professor Charles Richet, que se soma a tantos outros trabalhos, tornando numerosa e rica a bibliografia espírita acerca dos Fenômenos Espíritas da Mediunidade.

10 Página 10 de 17 Não obstante, não podemos deixar de considerar, segundo o próprio Codificador, que o Espiritismo compreendendo, além da parte Filosófica, relativa às manifestações inteligentes, compreende uma parte Experimental, e que ela é relativa às manifestações em geral. E esta parte Experimental, no que diz respeito aos Fenômenos Espíritas Anímicos ou da Emancipação da Alma, reclama dos espíritas estudiosos dos nossos dias um interesse maior objetivando uma metodologia de pesquisa e uma sistematização de estudo, com base na alma encarnada, para explicação dos fenômenos psicológicos. E, sobretudo, para que o Espiritismo reconquiste as áreas invadidas pela Metapsíquica, Metagnomia, Metapsicologia, Parapsicologia, Psicotrônica, Metapsicofísica, Biopsíquica, Parafísica, e outras, e, como ciência espiritologia, dê claridades à Psicologia, fazendo dela uma verdadeira Espiritologia. O Espírito "L AME, l être immaterial et individuel qui reside em nous et qui survit au corpg" (Le Livre des Esprits, par Allan Kardec, Paris, E. Dentu, Librairie, 1857, p. 2), traduzindo, "a alma é o ser imaterial e individual que reside em nós e que sobrevive ao corpo" e que nós, espíritas, denominamos Espírito. Aliás, para ficar mais claro, devemos dizer que foram os próprios Espíritos que assim se declaram: "L être mysterieux qui repondait ainsi, interrogué sur sa nature, declara qu il était esprit ou génie, se donna um nom, et fournit divers renseignements surson compte"(ob. cit. p. 6) (O ser misterioso que respondia, interrogado sobre sua natureza, declarou que era Espírito ou Genio, deu seu nome e forneceu ainda diversas informações a seu respeito). O ser misterioso foi interrogado acerca de sua natureza, porque era desconhecida a natureza da causa dos fenômenos, das manifestações, que, então, se produziam. Assim, se identificou, para nós, espíritas, a causa e por que não dizermos o agente dos fenômenos psíquicos, e "comme ayant appartenu, pour quelques-uns du moins, aux hommes qui ont vécu sur Ia terre (ob. cit. p. 9) (e se apresentam como havendo pertencido, alguns deles pelo menos, a homens que viveram anteriormente na Terra). No entanto, como o propósito maior deste nosso trabalho é despertar o interesse dos estudiosos e pesquisadores espíritas com relação aos fenômenos espíritas anímicos ou de emancipação da alma, a questão da existência dos Espíritos se torna secundária, pois ela não constitui o ponto de partida. "Sendo os Espíritos as almas dos homens, o verdadeiro ponto de partida, está na existência da alma". (O Livro dos Médiuns, Allan Kardec, FEB, 1904, 5a. ed. p. 22). A Alma "A Alma", para nós espíritas, e segundo os Espíritos Codificadores, "é um Espírito encarnado" (Resposta à questão 81, de "Le Livre des Esprits", parallan Kardec, Paris, E. Dentu, Librairie, p. 53). Parece-nos que, hoje, não se discute a existência da Alma e que o estudo dos caracteres antagônicos de Alma e do corpo, resolve a questão da distinção entre um e outro. Mas, não é pacífica a idéia que filósofos e cientistas, desde tempos atrás até hoje, conceberam e concebem. "Alma, para os espiritualistas, é uma substância imaterial, distinta do corpo e capaz de existir por si só; para os materialistas, é uma simples função do organismo, do qual faz parte integrante e sem o qual não pode subsistir" (Noções de Psicologia, de lago Pimentel, Melhoramentos, S. Paulo, 1953, p. 7).

11 Página 11 de 17 Para os materialistas, a Alma é efeito; para os espiritualistas, a Alma é causa. Wilhelm Wundt, filósofo, psicólogo e fisiologista alemão ( ), não concorda com o conceito substancialista da Alma. Ele propõe um conceito atualista: "a Alma é a diversidade de acontecimentos enlaçados entre si" ("La Psicologia Contemporânea", de J. Vicente Viqueira, Barcelona, Editorial Labor, S/A, 1937, 2a. ed., p. 34). Para o fenomenismo a Alma é uma série de fenômenos, como sejam emoções, idéias, etc. "O que se chama Alma", diz Littré (Maximiliano Paulo Emílio Littré, filólogo e filósofo francês, discípulo de Augusto Conte, ) é, na realidade, o conjunto das funções do cérebro e da medula espinal. É o materialismo negando o substancialismo. Como se vê, não é fácil, para os não espíritas, definirem ou conceituarem a Alma. É vasta a imaginação. A existência da Alma para eles é, necessariamente, uma admissão, sem a qual os fatos da vida psíquica se tornam inexplicáveis. Está aqui, é óbvio, uma outra razão para que o Espiritismo, desenvolvendo o seu estudo e a sua pesquisa, posicione o seu ponto de vista acerca dos fenômenos psicológicos, sejam os chamados orgânicos -extensos e quantitativos, ou psíquicos - inextensos e qualitativos. E esse posicionamento demonstrará que esses fenômenos, embora de naturezas aparentemente diversas e irredutíveis, provêm de uma mesma "substância": a Alma ou Espírito encarnado, considerado o corpo etéreo ou perispiritual de que se reveste. O Fenômeno Psíquico O emaranhado vocabularismo da fenomenologia psíquica e a complexidade da classificação de sua nomenclatura constituem um sério problema. No campo das pesquisas psicológicas são enormes as divergências em torno das hipóteses formuladas. Nunca se formulou uma hipótese satisfatória. Os estudantes do Hipnotismo estão, como sempre estiveram, desde os dias de Mesmer, divididos. A teoria das emanações fluídicas de Mesmer, por ele chamada de "magnetismo animal" é contraditada por uns e aceita por outros. A teoria elétrica de Bove e Dods - pulmões positivos e sangue negativo - teve seus adeptos (A Lei dos Fenômenos Psíquicos, por Thonson Jay Hudson, traduzida por D. Santos, São Paulo, Livraria Liberdade, 1926, p. 5). A explicação fisiológica de Braid, de certas classes de fenômenos, "satisfaz aqueles que acreditam que no homem não existe coisa alguma que não possa ser pesada na balança ou dissecada com o escalpelo". A Escola de Salpetrière sustentou que o hipnotismo era uma moléstia do sistema nervoso, e que seus fenômenos era explicáveis pelos princípios fisiológicos. A Escola de Nancy sustentou que a sugestão era o fator ultra potente na produção de todos os fenômenos hipnóticos. Braid, a Escola de Salpetrière e a Escola de Nancy, contrariando antigos hipnotistas, negam a possibilidade de se produzirem "os altos fenômenos de hipnotismo, conhecidos como clarividência, transmissão de pensamento ou leitura mental' (ob. cit. p. 5). No entanto, o Fenômeno Psíquico (do gr. phainómenon, aparição; e psykhikós, alma),

12 Página 12 de 17 considerando-o genérico, é qualquer manifestação de ordem psíquica, ou fenômenos da Psique ou da Alma. Assim, simplificando diremos que a fenomenologia psíquica é dividida em FENÔMENOS NORMAIS e FENÔMENOS ANORMAIS. A primeira classe, que são habituais, entra nos quadros da Psicologia e muitas vezes nos da Psiquiatria. A segunda classe, de fenômenos inabituais, toma diversos nomes, como "o de Investigação Psíquica, Metapsíquica, Metapsicologia, Parapsíquica, Sexto Sentido, Percepção Extrasensorial, Metagnomia, Paranormal, ou Extra-normal e outros aplicáveis unicamente a determinados ramos, como Telepatia, Psicometria, Clarividência, Psicografia, etc." (Dicionário Esotérico, por Zaniah, Buenos Aires, Editorial Kier, 1962, p. 103). (Continua no próximo Boletim) Memória Extra-Cerebral: Evidências a favor da Reencarnação, Carlos A.F. Guimarães, Brasil Memória Extra-Cerebral... É este o termo técnico usado por cientistas e parapsicólogos para as lembranças espontâneas de crianças que, geralmente a partir do começo da fala ao redor dos dois anos, parecem demonstrar recordações referentes a pessoas e fatos existentes ou ocorridas antes de seu nascimento (STEVENSON, 1995; ANDRADE, 1993; SHRONDER, 2001). As crianças não dizem lembrar-se que vêem tais pessoas ou fatos, mas que são estas pessoas e que vivenciaram pessoalmente estes fatos. A memória extra-cerebral traz o incômodo paradoxo de que as lembranças narradas (e, em vários casos, posteriormente confirmadas através de documentos, etc.) não foram registradas através da aparelhagem neuropsicomotora do sujeito que as detêm, mas, a principio, pelo "cérebro" e demais órgãos sensoriais de uma outra pessoa, impreterivelmente morta à época em que a criança espontaneamente narra suas lembranças, muitas vezes referentes a outras famílias e em outros locais que não estão em relação com a família da criança hoje (STEVENSON, 1995; ANDRADE, 1993; SHRODER, 2001). Este fenômeno faz questionar se o modelo mecanicista da mente dominante na ciência não será limitado demais... Pois o fenômeno parece ter um substrato psíquico não necessariamente associado ao sistema nervoso da criança que recorda. Hoje, a pesquisa da Memória Extra-Cerebral adentra os corredores das universidades. Entre estas, temos de destacar as pesquisas iniciadas pelo Dr. Ian Stevenson na Universidade de Virgínia, Estados Unidos, onde foi professor de Psiquiatria e Psicologia e, mas recentemente, chefe da Divisão de Estudos da Personalidade. A Psychical Research Foundation, da mesma universidade, possui uma revista própria, científica, dedicada a todos os aspectos metodológicos da pesquisa que sugiram a sobrevivência após a morte do corpo físico, incluindo todos os fenômenos parapsicológicos, além dos estudos de casos de Memória Extra-Cerebral. A revista chama-se THETA, não sem razão o nome dado aos prováveis agentes não-físicos causadores de vários dos fenômenos paranormais ligados à teoria da sobrevivência (Poltergeists, Memória Extra-Cerebral, Aparições, etc.). As pesquisas neste sentido realizadas por pesquisadores da Universidade de Virgínia ganhou o nome de "Projeto THETA". Diversos fatores diferenciais são utilizados como métodos e técnicas de indícios de Reencarnação. Citemos: 1) Experiências de Regressão de Memória Artificialmente Provocadas quer seja através de hipnose ou de relaxamento profundo. Tem o incoveniente de que a sugestão da regressão possa provocar lembranças fictícias para atender a expectativa do hipnólogo, mas, ao mesmo tempo, pode atingir

13 Página 13 de 17 realmente instâncias profundas do inconsciente (PINCHERLE, 1990); 2) Regressão de Memória Espontânea. Caso raro em que certas pessoas entram em transe espontâneo e recordam de eventos prováveis de vidas passadas; 3) Memórias Espontâneas. Geralmente ocorrem em crianças e adolescentes que, em dado momento, começam a recordar nitidamente reminiscências ligadas a uma personalidade que elas dizem ser em outro tempo e lugar. Em algumas destas lembranças existem marcas de nascença que, de alguma forma, estão ligados a traumas físicos que elas dizem ter causado a morte na sua vida anterior. Entre os primeiros investigadores europeus a realizar estudos sobre memórias espontâneas ligadas a marcas de nascença, está o Dr. Resart Bayer, psiquiatra e presidente da Sociedade Turca de Parapsicologia. Fala o Dr. Bayer que "Certos sinais ou marcas congênitas, muito evidentes, como cicatrizes, etc., que não têm explicações dentro das leis biológicas mas que obrigatoriamente têm de ter uma causa" geralmente associadas às lembranças espontâneas em sua quase totalidade ligadas a ferimentos e traumas que causaram a morte em outra vida, e obrigam a ciência a ocupar-se com seriedade destes fenômenos. O Dr. Stevenson publicou um livro, em dois volumes, com mais de mil páginas, com casos documentados de memórias espontâneas ligadas a marcas de nascença (STEVENSON, 1997). Estes casos são muito raros, mas o conjunto de casos levantados por Stevenson e colaboradores não podem ser negligenciados como as melhores evidências a favor da hipótese da Reencarnação. Bibliografia - Andrade, Hernani Guimarães. Reencarnação no Brasil. Matão, 1993, Casa Editora O Clarim. - Shroder, Tom. Almas Antigas - A busca de evidências científicas da reencarnação. Rio de Janeiro, Sextante, Pincherle, Livio et al. Terapia de Vida Passada. São Paulo, Summus Editorial, Stevenson, Ian. Twenty Cases Suggestive of Reincarnation. Charlotteville, University Press of Virginia, Reincarnation and Biology, vol. 1: Birthmarks; Vol. 2: Birth Defects and Other Anomalies. Esport, Connecticut. Prager, 1997 Radiofusão Espírita no Ceará, Marcus V. Monteiro, Brasil Eduardo Carvalho Monteiro em seu artigo "Subsídios para a História da Radiodifusão Espírita", publicado no Anuário Espírita IDE, afirma que a primeira transmissão radiofônica oficial no Brasil deu-se a 7 de setembro de No entanto, considera-se que o Rádio brasileiro nasceu em 20 de abril de 1923 com a fundação da Rádio Sociedade do Rio de Janeiro (PRA-A) por Edgard Roquete Pinto e Henrique Moritze, apesar dos pernambucanos reivindicarem essa primazia, vez que no Recife, desde 6 de abril de 1919, funcionava a Rádio Clube de Pernambuco, que atuava no ramo da radiotelegrafia. E, cita os pioneiros da Radiodifusão Espírita no Rio de Janeiro e em São Paulo, com a ajuda de Abstal Lourei-ro, lembrando os nomes de Henrique Andrade, Leopoldo Machado, João Pinto de Souza, Mariano Rango D'Aragona, Carlos Imbassahy, Lins de Vasconcelos, General Araripe de Faria sem esquecer o excepcional pioneirismo do cearense João Torres ( ) resgatando notícia publicada na Revista Internacional de Espiritismo de 15 de junho de 1934, muito tempo antes do dia 9 de março de 1938, quando João Pinto de Souza levou ao ar a sua primeira Hora Espiritualista pela Rádio Transmissora do Rio, a PRE-3, contando com colaboração de outros pioneiros: Carlos Imbassahy, Leopoldo Machado, Deolindo Amorim e Jaime Rolemberg de Lima. Foi a semente que deu origem em 1º de junho de 1939, ao programa espírita de maior repercussão de

14 Página 14 de 17 sua geração, a Hora Espiritualista Radiofônica, que depois recebeu o nome de seu apresentador João Pinto de Sousa. Dez anos depois do nascimento do rádio no Brasil, no Ceará, em 1933, João Demétrio Dummar ( ) realizou o sonho de instalar a primeira emissora do Estado, a Ceará Rádio Clube. A data oficial é 30 de maio de 1934, quando foi reconhecida pelo governo Getúlio Vargas. Mas a primeira rádio de Fortaleza começou a funcionar alguns meses antes. No dia 20 de setembro de 1933, João Dummar realizou o sonho que acalentava desde já alguns anos e instalou a Ceará Rádio Clube, mais conhecida como PRE-9. Em 1941 começou a operar em ondas curtas. Foi a terceira a ter seu sinal chegando no restante do País e até no exterior - as outras eram a Rádio Clube de Pernambuco e a Rádio Nacional. Manoel Monteiro ( ) foi em Fortaleza o pioneiro do Espiritismo pelo Rádio, quando em 1956, manteve no ar, por quase três anos, na então emissora dos Diários e Rádios Associados de prefixo PRE-9 - Ceará Rádio Clube - a mesma fundada por João Dummar - o programa espírita ROTEIRO, com 30 minutos de apresentação semanal em horário nobre (das 19h30min às 20h). Serviu de base às comemorações do centenário de "O Livro dos Espíritos", em Fortaleza, no ano de O programa era escrito por Manoel Monteiro e seu filho autor destas linhas - adaptando textos da bibliografia espírita para a linguagem do rádio e notícias do movimento espírita em geral - apresentado ao vivo, nos estúdios da rádio pelos locutores da própria emissora, dentre os quais lembramos as vozes de João Ramos, Aderson Braz e Augusto Borges. ROTEIRO utilizava como característica, o fundo musical da abertura do Concerto Nº 1 do compositor russo Piotr Ilich Tchaikovsky ( ) e o locutor dizendo o texto que anunciava o programa: "Roteiro. O Evangelho pelo Rádio. Programa dos Espíritos para os espíritas cristãos, que leva ao seu lar a mensagem sublime do Meigo Nazareno". O Centro de Documentação Espírita do Ceará - CDEC tem em seu acervo uma gravação original desta abertura, feita em disco de acetato de alumínio com 78rpm, tal como era utilizado na época, pela emissora. É uma das peças históricas do futuro Museu Espírita do Ceará. O programa era mantido por contribuições de um grupo de espíritas, dentre os quais recordamos: Gen. Celso Freitas, Maj. Leite de Araújo, Mário Ciarlini, Manoel Anselmo da Silva, Manoel Monteiro, Aníbal Justa, Olívio Silva, Humberto Cruz, Isaías Ponte, Mário Rocha, Juracy de Carvalho Lima, José Peixoto, José Feliciano da Silva e muitos outros. Aqui fica o registro dos pioneiros na Radiodifusão Espírita no Ceará. Olá, Questões e Comentários Curas Espirituais pelo Espírito do Dr. Matheus, Roberta Fernandes, Brasil Passando pela Internet vi nessa página: uma pergunta sobre o Dr. Matheus, um espírito que trabalha na área de Duque de Caxias, RJ. As curas realizadas pelo intermédio deste espírito são verídicas, lembrando sempre que não basta querer ajudar quem não deixa e não quer ser ajudado. Se por um lado os espíritos vêm nos ajudar devemos ter a fé. Digo que 90% tem que ser a nossa fé. O Dr. Matheus é completamente diferente do Dr. Fritz uma vez que não realiza aquelas cirurgias

15 Página 15 de 17 com nenhum objeto cortante ou nenhum material que seja visto pelos nossos olhos. E acima de tudo não faz o mesmo espetáculo ás vistas dos sofredores que o buscam. É completamente mediúnico o processo. Em falando do tratamento dado por ele, é lógico que sendo um espírito evoluído jamais permitiria que um paciente abnegasse a medicina terrena e ficasse somente com a espiritual, visto que devemos cuidar do corpo material e espiritual. Desde já agradeço. Abraços fraternos, Roberta Fernandes Ouvindo a Boa Nova pela Internet, Carlos Iglesia, Brasil A Radio Boa Nova, emissora da Fundação André Luiz, é uma das mais conceituadas divulgadoras da mensagem espírita pela radiodifusão. Sua excelente programação, enriquecida pela presença de conferencistas e destacados representantes do movimento espírita, vem sendo transmitida em AM desde 1963 para a região de Guarulhos (cidade do Estado de São Paulo no Brasil), São Paulo e municípios próximos. De alguns anos para cá, passou também a ser recebida no restante do país pelo "Sistema de Parabólicas Abertas", e, mais recentemente, tem marcado sua presença na Internet. Através do site é possivel acompanhar a programação ao vivo (online) da rádio e ouvir os programas gravados (off-line). Por exemplo, estão disponíveis as gravações do programa "Clube do Ouvinte" - programa matinal onde são estudadas questões do Livro dos Espíritos com a participação dos ouvintes e tocadas as musicas solicitadas por eles - desde fevereiro de E o mesmo ocorre com os outros programas da rádio. O nível da programação é sempre muito bom, sendo dificil recomendar um programa em especial, assim nossa sugestão é que se visite o site e se procure conhecer toda a programação da Boa Nova. Muita Paz, Carlos Iglesia Painel 25o Aniversário do CECA Centro Espírita Caridade por Amor, CECA, Portugal O CECA - Centro Espírita Caridade por Amor, convida os companheiros de ideal espírita, seus familiares, amigos, imprensa e público em geral a participarem no seu 25º ANIVERSÁRIO. O Centro Espírita Caridade por Amor, fundado a 12 de Junho de 1978, situada na baixa portuense, à Rua da Picaria, nº 59, 1º Frente, , Porto, Portugal, com página na Internet comemora o seu vigésimo quinto aniversário durante o mês de Junho. Quatro anos após a queda da ditadura de Salazar e com a Liberdade restaurada (já que Salazar e a Pide perseguiram os espíritas), a 1 de Abril de 1978 são eleitos seus primeiros Corpos Sociais. A 12 de Junho do mesmo ano, no 5º Cartório Notarial do Porto é feita a escritura de sua constituição, oficializando-se como associação sócio-cultural de divulgação espírita, sem fins lucrativos, perante o Estado Português. Hoje, com uma equipa jovem e dinâmica, livre-pensadora, progressista e racional, tendo por bússola

16 Página 16 de 17 Allan Kardec e a ciência oficial, continua mais do que nunca, empenhado na difusão da Cultura Espírita, levando-a para dentro e fora de suas portas. No próximo mês de Junho, todas as sextas-feiras, à partir das 21H00, a título comemorativo da efeméride, o CECA levará acabo vários eventos tendo como Tema Principal "A Importância do Espiritismo na Sociedade Portuguesa". A entrada, como de habitual, é livre e totalmente gratuita: P R O G R A M A - 6 de Junho (sexta-feira) às 21h00 - Conferência com o Tema; "História do Movimento Espírita em Portugal e o CECA: Do séc. XIX à actualidade" Expositores: Mário Duarte, Luís de Almeida, Abel Duarte A abertura oficial do evento estará a cargo de Luís de Almeida, presidente do Conselho Directivo do CECA, engº e físico de profissão, que nos levará a uma viagem ao passado, desde os finais do sec. XIX, passando pela Monarquia, inicio da República, o período fascista de Salazar e a queda do Estado Novo. Seguir-se-á, Mário Duarte, funcionário público aposentado, um dos fundadores ainda vivos, que nos relatará "o quê, quem, quando, onde como e porquê" da fundação do CECA após a Liberdade restaurada a 25 de Abril de Abel Duarte, empresário e vice-presidente do Conselho Directivo do CECA, concluirá com as actuais actividades, apoios, intercâmbios e acessoria que a associação proporciona à comunidade portuguesa e mundial tais como a instituições estatais e privadas, Faculdades, Universidades, Bibliotecas e Imprensa de Junho (sexta-feira) às 21h00 - Workshop com o Tema: "O que é ser Espírita?" Expositores: Jáni Martins, Miguel Silva, Noémia Margarido e Ulisses Lopes Os jovens dirigentes e membros do Conselho Directivo do CECA, a educadora de infância Jáni Martins, e Miguel Silva estudante universitário, em conjunto com Noémia Margarido empresária e dirigente da Associação Sócio-Cultural Espírita de Braga, e Ulisses Lopes director comercial e presidente do Conselho Directivo da ADEP - Associação de Divulgadores de Espiritismo de Portugal - levarão ao público a temática de forma interactiva de Junho (sexta-feira) às 21h00 - Workshop com o Tema: "O Papel do Centro Espírita na Comunidade" Expositores: Cátia Martins, Lígia Almeida, António Moreira e Jorge Gomes As jovens dirigentes e membros do Conselho Directivo do CECA, a psicóloga Cátia Martins, e Lígia Almeida médica cardiologista e investigadora cardiogeriatra, em conjunto com António Moreira director comercial e presidente do Conselho Directivo da Comunhão Espírita Cristã de Rio Tinto, Gondomar, e o jornalista Jorge Gomes vice-presidente da ADEP, levarão ao auditório também a temática de forma a interagir com o público de Junho (sexta-feira) às 21h00 - Workshop com o Tema: "Porque sou Espírita" Expositores: Depoimento de todos os colaboradores do CECA Caberá a honra do encerramento do evento, a todos os colaboradores do CECA. Cada um com as

17 Página 17 de 17 mais variadas idades, mentalidades e profissões, irá explicar ao público, em formato de "Painel", "Porque sou espírita", transmitindo suas experiências, ansiedades, vivências e opções de vida. Mais informações em; Web: - Telefone: (+351) Pel'O Conselho Directivo do CECA Rua da Picaria, 59, 1º Frente Porto, Portugal Divaldo Franco e Raul Teixeira de Volta aos Estados Unidos, Bezerra de Menezes Spiritist Society, EUA (A informação sobre o evento nos foi enviada pelo GRUPO ESPÍRITA BEZERRA DE MENEZES - Rockville, MD, EUA - Venha celebrar conosco! Por ocasião da comemoração dos 50 anos do Templo Espírita São José, Divaldo Franco e Raul Teixeira proferirão conferência e seminário imperdíveis! Datas: - 11 de julho (sexta-feira), das 19 às 22 horas (conferência) - 13 de julho (domingo), das 11 às 20 horas (seminário) Local: - Palácio Europa New York Avenue, Newark, New Jersey Maiores informações: - Templo Espírita São José - tel ; - Grupo Espírita Amor e Luz - tel ; - Centro Espírita Allan Kardec - tel GRUPO DE ESTUDOS AVANÇADOS ESPÍRITAS Inscrição ou cancelamento de inscrição - Informações Gerais - Conselho Editorial - Coleção dos Boletins em Português - Coleção do "The Spiritist Messenger" - Coleção do "Mensajero Espírita" -

CONVERSANDO COM OS ESPÍRITOS

CONVERSANDO COM OS ESPÍRITOS THEREZINHA OLIVEIRA CONVERSANDO COM OS ESPÍRITOS NA REUNIÃO MEDIÚNICA CAMPINAS SP 2009 SUMÁRIO Apresentação...1 PRIMEIRA PARTE CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES 1. O diálogo com os espíritos...5 2. Como Kardec

Leia mais

Instituição Beneficente A Luz Divina Grupo da Fraternidade CONDUTA DOS MÉDIUNS 07 / 08 / 2015

Instituição Beneficente A Luz Divina Grupo da Fraternidade CONDUTA DOS MÉDIUNS 07 / 08 / 2015 Instituição Beneficente A Luz Divina Grupo da Fraternidade CONDUTA DOS MÉDIUNS 07 / 08 / 2015 Durante os meus estudos, fiquei me perguntando, o que trazer de muito especial para compartilhar com os irmãos,

Leia mais

Palestra Virtual. Tema: Espiritismo e Espiritualismo. Palestrante: Altivo Pamphiro. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.

Palestra Virtual. Tema: Espiritismo e Espiritualismo. Palestrante: Altivo Pamphiro. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org. Palestra Virtual Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Espiritismo e Espiritualismo Palestrante: Altivo Pamphiro Rio de Janeiro 01/08/2003 Organizadores da Palestra: Moderador:

Leia mais

AULA RESUMIDA DE CONCEITOS DA DOUTRINA ESPÍRITA

AULA RESUMIDA DE CONCEITOS DA DOUTRINA ESPÍRITA CASA ESPÍRITA FRANCISCO DE PAULA VÍTOR AULA RESUMIDA DE CONCEITOS DA DOUTRINA ESPÍRITA ÚTIL PARA DAR UMA VISÃO DE CONJUNTO DOS PRINCIPAIS PONTOS DOUTRINÁRIOS DO ESPIRITISMO, QUANDO SE FOR INICIAR UM CURSO

Leia mais

1518 CINQÜENTA ANOS DEPOIS - 8 CD 0 - FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER

1518 CINQÜENTA ANOS DEPOIS - 8 CD 0 - FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER Página 1 1876 5 SEMINARIO SESQUICENTENARIO DA RE 1 3292 7 MINUTOS COM EMMANUEL 05 002 HDD - HAROLDO DUTRA DIAS 3293 7 MINUTOS COM EMMANUEL 4 002 HDD - HAROLDO DUTRA DIAS 1862 A FE ESPIRITA E OS NOVOS TEMPOS

Leia mais

O TRATAMENTO BIO-PSICO-SÓCIO-ESPIRITUAL

O TRATAMENTO BIO-PSICO-SÓCIO-ESPIRITUAL O TRATAMENTO BIO-PSICO-SÓCIO-ESPIRITUAL Roberto Lúcio Vieira de Souza Ciência e religião... são amigas, não adversárias, na busca comum por conhecimento. John Polkinghorne Físico e Teólogo Se estás doente,

Leia mais

ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA CÉLIA XAVIER DEPARTAMENTO DE MEDIUNIDADE REGIMENTO INTERNO

ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA CÉLIA XAVIER DEPARTAMENTO DE MEDIUNIDADE REGIMENTO INTERNO ASSOCIAÇÃO ESPÍRITA CÉLIA XAVIER DEPARTAMENTO DE MEDIUNIDADE REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I MISSÃO Art. 1º - Em consonância com o Regimento Interno da AECX, e sob a premissa de que a mediunidade é coisa

Leia mais

O QUE É SER ESPÍRITA?

O QUE É SER ESPÍRITA? Suzane Câmara O QUE É SER ESPÍRITA? pessoa vinculada ao Espiritismo. os espíritas "mexem" com os mortos outros temem, outros permanecem indiferentes ir ao Centro, tomar passe, ouvir ou fazer palestras,

Leia mais

Preparação para o trabalho

Preparação para o trabalho Preparação para o trabalho Em Seara dos Médiuns, Emmanuel afirma: Ser médium é ser ajudante do Mundo Espiritual. E ser ajudante em determinado trabalho é ser alguém que auxilia, espontaneamente, descansando

Leia mais

ESPIRITA FELIZ - COMO FAZER PARA EVOLUIR NA ESCALA ESPIRITA - ESPIRITA FELIZ COMO FAZER PARA EVOLUIR NA ESCALA ESPIRITA ESPIRITISMO BENEFÍCIOS

ESPIRITA FELIZ - COMO FAZER PARA EVOLUIR NA ESCALA ESPIRITA - ESPIRITA FELIZ COMO FAZER PARA EVOLUIR NA ESCALA ESPIRITA ESPIRITISMO BENEFÍCIOS ESPIRITA FELIZ - COMO FAZER PARA EVOLUIR NA ESCALA ESPIRITA - ESPIRITA FELIZ COMO FAZER PARA EVOLUIR NA ESCALA ESPIRITA ESPIRITISMO BENEFÍCIOS MENSAGENS ESPIRITAS E-BOOK C.E.S. JOVEM ESPIRITA FELIZ COMO

Leia mais

Palestra Virtual. Tema: Perda dos Entes Queridos. Palestrante: Mauro Operti. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.

Palestra Virtual. Tema: Perda dos Entes Queridos. Palestrante: Mauro Operti. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org. Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Perda dos Entes Queridos Palestrante: Mauro Operti Rio de Janeiro 08/05/1998 Organizadores da palestra: Moderador: Macroz (nick:

Leia mais

Palestra Virtual. Tema: Diferentes tipos de mediunidade. Palestrante: Rafael Bilhar. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.

Palestra Virtual. Tema: Diferentes tipos de mediunidade. Palestrante: Rafael Bilhar. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org. Palestra Virtual Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Diferentes tipos de mediunidade Palestrante: Rafael Bilhar Rio de Janeiro 18/03/2005 Organizadores da Palestra: Moderador:

Leia mais

INFORMATIVO DE LUZ. Editorial NOSSOS HORÁRIOS:

INFORMATIVO DE LUZ. Editorial NOSSOS HORÁRIOS: ASSOCIAÇÃO ESPIRITUAL, CULTURAL E ASSISTENCIAL POLO DA LUZ Fundada em 03.04.93 CNPJ: 92413384/0001.92 Rua Geraldina Dinarte, 334 - Erechim - RS INFORMATIVO DE LUZ Boletim Informativo do Polo da Luz Abril

Leia mais

Palestra Virtual. Tema: O Programa do Senhor. Palestrante: Oswaldo Cruz. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.

Palestra Virtual. Tema: O Programa do Senhor. Palestrante: Oswaldo Cruz. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org. Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: O Programa do Senhor Palestrante: Oswaldo Cruz Rio de Janeiro 22/12/2000 Organizadores da palestra: Moderador: [HELENA] (nick: [Moderador])

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

U m h o m e m q u e v i v e u c o m o e x e m p l o r e a l d e t u d o a q u i l o q u e t r a n s m i t i u e m s u a s m e n s a g e n s...

U m h o m e m q u e v i v e u c o m o e x e m p l o r e a l d e t u d o a q u i l o q u e t r a n s m i t i u e m s u a s m e n s a g e n s... U m h o m e m q u e v i v e u c o m o e x e m p l o r e a l d e t u d o a q u i l o q u e t r a n s m i t i u e m s u a s m e n s a g e n s... Aqui não estão as mensagens mediúnicas, mas algumas palavras

Leia mais

O Centro Espírita e seus Trabalhadores

O Centro Espírita e seus Trabalhadores FidelidadESPÍRITA Abril 2007 O Centro Espírita e seus Trabalhadores por Therezinha Oliveira 42 Uma publicação do Centro de Estudos Espíritas Nosso Lar Campinas/SP Abril 2007 FidelidadESPÍRITA Toda religião

Leia mais

CLAYTON LEVY ESPÍRITOS DIVERSOS DIRETRIZES ESPÍRITAS. 4 a EDIÇÃO

CLAYTON LEVY ESPÍRITOS DIVERSOS DIRETRIZES ESPÍRITAS. 4 a EDIÇÃO CLAYTON LEVY ESPÍRITOS DIVERSOS DIRETRIZES ESPÍRITAS 4 a EDIÇÃO CAMPINAS SP 2007 Sumário Mensagem de Bezerra...XI Apresentação...XIII Capítulo I Diretrizes Doutrinárias O papel do Espiritismo...3 Caráter

Leia mais

UNIDADE 2 AÇÃO FLUÍDICA. AULA 11 Animismo e Espiritismo

UNIDADE 2 AÇÃO FLUÍDICA. AULA 11 Animismo e Espiritismo UNIDADE 2 AÇÃO FLUÍDICA AULA 11 Animismo e Espiritismo 1 2 PERCEPÇÃO E AÇÃO DO ESPÍRITO 3 Todas as percepções constituem atributos do Espírito e lhe são inerentes ao ser. Quando revestido por um corpo

Leia mais

ESDE. Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita

ESDE. Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita Unidade 2 Sub-unidade 3 ESDE Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita O Livro dos Espíritos trata da imortalidade da alma, da natureza dos Espíritos e de suas relações com os homens, das leis morais,

Leia mais

SEARA DOS MÉDIUNS. Emmanuel. Estudos e dissertações em torno da substância religiosa de O livro dos médiuns, de Allan Kardec.

SEARA DOS MÉDIUNS. Emmanuel. Estudos e dissertações em torno da substância religiosa de O livro dos médiuns, de Allan Kardec. SEARA DOS MÉDIUNS Estudos e dissertações em torno da substância religiosa de O livro dos médiuns, de Allan Kardec Pelo Espírito Emmanuel Sumário Seara dos médiuns... 9 01 Num século de Espiritismo... 11

Leia mais

THEREZINHA OLIVEIRA CHEGANDO À CASA ESPÍRITA

THEREZINHA OLIVEIRA CHEGANDO À CASA ESPÍRITA THEREZINHA OLIVEIRA CHEGANDO À CASA ESPÍRITA Campinas SP 2013 CHEGANDO À CASA ESPÍRITA Alma irmã que estás chegando a esta Casa pela primeira vez, sê bem-vinda. Esta é uma Casa cujas atividades se baseiam

Leia mais

Reunião Pública - 07/05/2015 Tema: Espiritualidade no Brasil Palestrante: Maria Stela de Barros Guimarães ESPIRITUALIDADE NO BRASIL

Reunião Pública - 07/05/2015 Tema: Espiritualidade no Brasil Palestrante: Maria Stela de Barros Guimarães ESPIRITUALIDADE NO BRASIL Reunião Pública - 07/05/2015 Tema: Espiritualidade no Brasil Palestrante: Maria Stela de Barros Guimarães ESPIRITUALIDADE NO BRASIL Espiritualidade prática da crença, viver de acordo com a fé. Espiritualista

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br. Tema: Medicina Espírita e Mediunidade de Cura

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br. Tema: Medicina Espírita e Mediunidade de Cura Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Medicina Espírita e Mediunidade de Cura Palestrante: Altivo Pamphiro Rio de Janeiro 13/10/2000 Organizadores da palestra: Moderador:

Leia mais

FILOSOFIA ESPÍRITA E MEDIUNIDADE

FILOSOFIA ESPÍRITA E MEDIUNIDADE FILOSOFIA ESPÍRITA E MEDIUNIDADE 11ª. AULA GRAUS DE MEDIUNIDADE E CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO: CONHECIMENTO OU SENSO COMUM? AutorIa: Projeto Estudos Filosóficos Espíritas GRAU DA MEDIUNIDADE É POSSÍVEL MENSURAR

Leia mais

COMO NOS LIBERTARMOS??

COMO NOS LIBERTARMOS?? COMO NOS LIBERTARMOS?? 1 / 9 O Espiritismo veio ensinar o processo de libertação. O modo de se libertar de todas as servidões inferiores. Suely Caldas Schubert - /Desobsessão Eu sou a porta. A verdade

Leia mais

A Casa e a Causa Espírita, com Allan Kardec.

A Casa e a Causa Espírita, com Allan Kardec. A Casa e a Causa Espírita, com Allan Kardec. Agradecimentos: Aos meus pais, Maria da Conceição e Heitor, que me deram mais uma oportunidade de evolução nesta vida, às minhas três irmãs - tão diferentes

Leia mais

Em conversa com os Espíritos

Em conversa com os Espíritos Em conversa com os Espíritos Idnei Gomes Ramos Em conversa com os Espíritos 1ª edição Matão - SP 2013 1ª edição 6.000 exemplares Janeiro - 2013 Capa: Rogério Mota Casa Editora O Clarim (Propriedade do

Leia mais

Curso OAM Turma 6 Módulo 2 1º Semestre 2015. LEI DIVINA ou NATURAL e LEI DE ADORAÇÃO

Curso OAM Turma 6 Módulo 2 1º Semestre 2015. LEI DIVINA ou NATURAL e LEI DE ADORAÇÃO Curso OAM Turma 6 Módulo 2 1º Semestre 2015 LEI DIVINA ou NATURAL e LEI DE ADORAÇÃO José Aparecido 18.03.2015 CURSO DOUTRINARIO OAM Turma 6 Módulo 2 1º Semestre 2015 Aulas Curso Doutrinário OAM Turma 6

Leia mais

Texto de abertura do 6o. ENLIHPE: memória de uma jornada (por Jáder dos Reis Sampaio)

Texto de abertura do 6o. ENLIHPE: memória de uma jornada (por Jáder dos Reis Sampaio) Texto de abertura do 6o. ENLIHPE: memória de uma jornada (por Jáder dos Reis Sampaio) Estamos na 6ª. edição do Encontro Nacional da Liga de Pesquisadores do Espiritismo e ao olhar para trás, vejo uma trajetória

Leia mais

Profilaxia da Obsessão

Profilaxia da Obsessão Profilaxia da Obsessão Fernanda Alencar e Meg Barros Objetivo Conhecer os meios de prevenção para a obsessão. 1 Pululam em torno da terra os maus Espíritos, em consequência da inferioridade moral de seus

Leia mais

14/08/2013. Entender o processo do desdobramento natural e provocado como grande recurso de renovação moral e auxilio aos trabalhos da Casa Espírita.

14/08/2013. Entender o processo do desdobramento natural e provocado como grande recurso de renovação moral e auxilio aos trabalhos da Casa Espírita. Entender o processo do desdobramento natural e provocado como grande recurso de renovação moral e auxilio aos trabalhos da Casa Espírita. 1 Espontâneo * Sono * Cochilo Induzido * Auto induzido * Hipnótico

Leia mais

O CONSOLADOR PROMETIDO. Cleto Brutes Apresentação disponível em www.searadomestre.com.br

O CONSOLADOR PROMETIDO. Cleto Brutes Apresentação disponível em www.searadomestre.com.br O CONSOLADOR PROMETIDO Cleto Brutes Apresentação disponível em www.searadomestre.com.br O Consolador Prometido... Se me amais, guardai os meus mandamentos; e Eu rogarei a meu Pai e Ele vos enviará outro

Leia mais

LEI DE JUSTIÇA, AMOR E CARIDADE

LEI DE JUSTIÇA, AMOR E CARIDADE CAPÍTULO 11 LEI DE JUSTIÇA, AMOR E CARIDADE Justiça e direitos naturais Direito de propriedade. Roubo Caridade e amor ao próximo Amor maternal e filial JUSTIÇA E DIREITOS NATURAIS 873 O sentimento de justiça

Leia mais

CONHECENDO AS SEITAS

CONHECENDO AS SEITAS CONHECENDO AS SEITAS RELIGIÃO: deriva do termo latino "Re-Ligare", que significa "religação" com o divino. SEITA: é um grupo que afirma ser cristão, porém nega uma verdade essencial do cristianismo bíblico.

Leia mais

Há... Mas quem sou eu senão uma formiguinha das menores, que anda pela terra cumprindo sua obrigação.

Há... Mas quem sou eu senão uma formiguinha das menores, que anda pela terra cumprindo sua obrigação. Há... Mas quem sou eu senão uma formiguinha das menores, que anda pela terra cumprindo sua obrigação. Apostila ESTEM - Programa 2 Apostila COEM 29ª S. Teórica vl.2 Objetivo: Apresentar a necessidade do

Leia mais

CONHECIMENTO DA LEI NATURAL. Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural

CONHECIMENTO DA LEI NATURAL. Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural CONHECIMENTO DA LEI NATURAL Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural O que é a Lei Natural? Conceito de Lei Natural A Lei Natural informa a doutrina espírita é a

Leia mais

Autores de Obras Espíritas. Léon Denis:

Autores de Obras Espíritas. Léon Denis: Autores de Obras Espíritas A Doutrina Espírita tem sua base na Codificação Kardecista. Kardec foi o pioneiro, entretanto, ao longo do tempos outros trabalhos tem surgido, multiplicando os assuntos abordados.

Leia mais

DEPRESSÃO Terapêutica espírita

DEPRESSÃO Terapêutica espírita DEPRESSÃO Terapêutica espírita Escola de Evangelização de Pacientes Grupo Espírita Guillon Ribeiro Face às suas cáusticas manifestações, a terapia de emergência faz-se imprescindível, embora, os métodos

Leia mais

Segurança Doutrinária

Segurança Doutrinária Autor desconhecido Segurança Doutrinária Tu, porém, fala o que convém à sã doutrina. Paulo (Tito, 2:1) Quem deseje tornar-se versado numa ciência tem que a estudar metodicamente, começando pelo princípio

Leia mais

1ª Carta de João. A Palavra da Vida. Deus é luz. Nós somos pecadores. Cristo, nosso defensor junto a Deus

1ª Carta de João. A Palavra da Vida. Deus é luz. Nós somos pecadores. Cristo, nosso defensor junto a Deus 1ª Carta de João A Palavra da Vida 1 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e o que as nossas mãos apalparam da Palavra da Vida 2 vida esta que

Leia mais

Falando sobre mediunidade

Falando sobre mediunidade Falando sobre mediunidade Para início de conversa, é preciso fazer uma distinção entre mediunidade e espiritismo, já que não foi este quem a inventou. Desta forma, temos médiuns e fenômenos mediúnicos

Leia mais

Doutrina Espírita ESDE

Doutrina Espírita ESDE Federação Espírita Brasileira Orientação ao Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita ESDE Organização e Coordenação: Carlos Campetti Colaboradores: Iracema Fernandes, Maria do Socorro Sousa Rodrigues,

Leia mais

O homem da mão mirrada

O homem da mão mirrada FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo IV Aprendendo com as Curas O homem da mão mirrada Roteiro 4 Objetivo Explicar a cura do

Leia mais

Sumário. Pausa para Reflexão... 11

Sumário. Pausa para Reflexão... 11 CAMPINAS SP 2003 Sumário Pausa para Reflexão... 11 1. Campo Fluídico... 15 2. Calma Ativa... 19 3. Fé Raciocinada... 23 4. Luz Indispensável... 27 5. Ondas Viciadas... 31 6. Perante a Dúvida... 37 7. Sem

Leia mais

CENTRO ESPÍRITA CASA DE JESUS

CENTRO ESPÍRITA CASA DE JESUS CENTRO ESPÍRITA CASA DE JESUS Rua 600 n 123- Centro Bal. Camboriú - SC Área da Atividade Mediúnica DEEM Estudo Teórico da Mediunidade ETM ESTUDO da MEDIUNIDADE e EDUCAÇÃO dos MÉDIUNS Programa 2012/2013:

Leia mais

Comissão Diocesana da Pastoral da Educação ***************************************************************************

Comissão Diocesana da Pastoral da Educação *************************************************************************** DIOCESE DE AMPARO - PASTORAL DA EDUCAÇÃO- MARÇO / 2015 Todo cristão batizado deve ser missionário Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos e fazei-me conhecer a vossa estrada! Salmo 24 (25) Amados Educadores

Leia mais

Explicar o significado de bem e de mal, segundo as orientações espíritas.

Explicar o significado de bem e de mal, segundo as orientações espíritas. Roteiro 1 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo III Os vícios e as virtudes Conceituar bem e mal Explicar o

Leia mais

ESCALA DE PALESTRAS / 2012 REUNIÕES PÚBLICAS: DOMINGOS / INICIO: 10H00MIN.

ESCALA DE PALESTRAS / 2012 REUNIÕES PÚBLICAS: DOMINGOS / INICIO: 10H00MIN. CENTRO ESPÍRITA FRANCISCO DE ASSIS - CEFA ESCALA DE PALESTRAS / 2012 REUNIÕES PÚBLICAS: DOMINGOS / INICIO: 10H00MIN. DIA TEMA CONTEUDO EXPOSITOR 01/01/2012 O HOMEM DE BEM Evangelho Seg. Espíritismo 08/01/2012

Leia mais

A Liderança do Espírito

A Liderança do Espírito A Liderança do Espírito Autor : Andrew Murray Para muitos Cristãos a liderança do Espírito é considerada como uma sugestão de pensamentos para nossa orientação. Eles almejam e pedem por ela em vão. Quando

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: A Mulher e o Lar Palestrante: Vânia de Sá Earp Rio de Janeiro 06/10/2000 Organizadores da palestra: Moderador: "jaja" (nick: Moderador

Leia mais

EDUCAÇÃO, CAPACITAÇÃO, PREPARO E CUIDADO DO TRABALHADOR DA REUNIÃO MEDIUNICA. Amanda e Denise

EDUCAÇÃO, CAPACITAÇÃO, PREPARO E CUIDADO DO TRABALHADOR DA REUNIÃO MEDIUNICA. Amanda e Denise EDUCAÇÃO, CAPACITAÇÃO, PREPARO E CUIDADO DO TRABALHADOR DA REUNIÃO MEDIUNICA OBJETIVOS: Explicar como se realiza a educação do médium; Destacar a importância da capacitação contínua do trabalho do grupo

Leia mais

A ASSISTÊNCIA ESPIRITUAL PARTE 01 DE 02

A ASSISTÊNCIA ESPIRITUAL PARTE 01 DE 02 ALIANÇA ESPÍRITA EVANGÉLICA REGIONAL ABC A ASSISTÊNCIA ESPIRITUAL PARTE 01 DE 02 COORDENADORIA DE ESTUDOS 01/11/2008 VERSÃO 05/02/2012 A ASSISTÊNCIA ESPIRITUAL É um conjunto de atividades organizadas

Leia mais

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014

CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 CELEBRAÇÃO PARA O DIA DO CATEQUISTA 2014 NO CAMINHO DO DISCIPULADO MISSIONÁRIO, A EXPERIÊNCIA DO ENCONCONTRO: TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO INTRODUÇÃO Queridos/as Catequistas! Com nossos cumprimentos

Leia mais

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015

Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Celebração do Dia Nacional do Catequista 30 de agosto de 2015 Introdução: Educar na fé, para a paz, a justiça e a caridade Este ano a Igreja no Brasil está envolvida em dois projetos interligados: a lembrança

Leia mais

Celebrar e viver o Concílio Vaticano II

Celebrar e viver o Concílio Vaticano II Celebrar e viver o Concílio Vaticano II Nota Pastoral da Conferência Episcopal Portuguesa Celebrar os 50 anos da abertura do Concílio no Ano da Fé 1. Na Carta apostólica A Porta da Fé, assim se exprime

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo VI Aprendendo com Fatos

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo VI Aprendendo com Fatos FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo VI Aprendendo com Fatos Extraordinários Objetivos Explicar o fenômeno de transfiguração,

Leia mais

1. Fatos Espíritas através dos Tempos... 11 2. Kardec e a Codifi cação... 21 3. O Que o Espiritismo Prega... 29 4. Diferenças Fundamentais...

1. Fatos Espíritas através dos Tempos... 11 2. Kardec e a Codifi cação... 21 3. O Que o Espiritismo Prega... 29 4. Diferenças Fundamentais... CAMPINAS-SP 2003 Sumário A Doutrina 1. Fatos Espíritas através dos Tempos...11 O anúncio de uma nova era...12 Em Hydesville, o primórdio...13 O neo-espiritualismo...17 2. Kardec e a Codificação...21 Primeiras

Leia mais

Emmanuel, mentor e amigo

Emmanuel, mentor e amigo Emmanuel, mentor e amigo Durante os vários anos de mediunidade, Chico Xavier sempre pôde contar com a ajuda desse companheiro inseparável para ter forças e prosseguir na missão de levar a palavra espírita

Leia mais

7 E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade. 8 Porque três são os que dão testemunho: o Espírito, e a água, e o sangue; e

7 E o Espírito é o que dá testemunho, porque o Espírito é a verdade. 8 Porque três são os que dão testemunho: o Espírito, e a água, e o sangue; e I João 1 1 O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam, a respeito do Verbo da vida 2 (pois a vida foi manifestada, e nós

Leia mais

AÇÕES ADMINISTRATIVAS LIGADAS AO TRABALHO FEDERATIVO

AÇÕES ADMINISTRATIVAS LIGADAS AO TRABALHO FEDERATIVO AÇÕES ADMINISTRATIVAS LIGADAS AO TRABALHO FEDERATIVO ANO - 1884 01 de Janeiro Fundação da FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA, por Augusto Elias da Silva, sendo seu primeiro presidente Ewerton Quadros. 02 de

Leia mais

A Doutrina Espírita e seus Postulados

A Doutrina Espírita e seus Postulados 26 Simpósio Espírita Instituição Beneficente A Luz Divina A Doutrina Espírita e seus Postulados O mês de abril é um mês de comemorações para nós espíritas. Há 155 anos, em 18 de abril de 1857, foi lançada

Leia mais

A DOUTRINA ESPÍRITA, À LUZ DA FÉ RACIOCINADA,

A DOUTRINA ESPÍRITA, À LUZ DA FÉ RACIOCINADA, Matéria Ufologiade capa A DOUTRINA ESPÍRITA, À LUZ DA FÉ RACIOCINADA, EXPLICA QUEM SÃO OS SERES ANGELICAIS Entrevista realizada pelo site www.irc-espiritismo.org.br Eles existem? Aorigem da idéia de que

Leia mais

ESTUDANDO O LIVRO DOS ESPÍRITOS

ESTUDANDO O LIVRO DOS ESPÍRITOS ESTUDANDO O LIVRO DOS ESPÍRITOS OBJETIVO GERAL: Com base em O Livro dos Espíritos, também eixo gerador das demais quatro obras básicas da Codificação Espírita, estudar a Doutrina Espírita, estudar ALLAN

Leia mais

Natureza / Características / Etapas / Organização / Funcionamento. Marlene Valéria - Emerson

Natureza / Características / Etapas / Organização / Funcionamento. Marlene Valéria - Emerson Natureza / Características / Etapas / Organização / Funcionamento Marlene Valéria - Emerson Entender o que é uma reunião mediúnica. Saber identificar uma reunião mediúnica pela sua natureza e característica.

Leia mais

O ESPÍRITO DA VERDADE

O ESPÍRITO DA VERDADE Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira O ESPÍRITO DA VERDADE Estudos e dissertações em torno de O evangelho segundo o espiritismo, de Allan Kardec por Espíritos diversos Sumário Em teu nome, Senhor!......

Leia mais

PROJETO EDUCAÇÃO DO ESPÍRITO CURSO DE ORIENTAÇÃO E EDUCAÇÃO DOS PAIS

PROJETO EDUCAÇÃO DO ESPÍRITO CURSO DE ORIENTAÇÃO E EDUCAÇÃO DOS PAIS PROJETO EDUCAÇÃO DO ESPÍRITO CURSO DE ORIENTAÇÃO E EDUCAÇÃO DOS PAIS Marcus De Mario 2014 CONTATO COM MARCUS DE MARIO E-mail: marcusdemario@gmail.com Telefones: (21) 3381-1429 / 99397-1688 Site: www.marcusdemario.com.br

Leia mais

FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER VERDADE E AMOR ESPÍRITOS DIVERSOS

FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER VERDADE E AMOR ESPÍRITOS DIVERSOS VERDADE E AMOR FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER VERDADE E AMOR ESPÍRITOS DIVERSOS SUMÁRIO VERDADE E AMOR DESDE PEDRO LEOPOLDO...9 1 PAI NOSSO...12 2 NOSSA MÃE...14 CORNÉLIO PIRES 3 VERDADE E AMOR...16 4 MÃE E

Leia mais

Sobre esta obra, você tem a liberdade de:

Sobre esta obra, você tem a liberdade de: Sobre esta obra, você tem a liberdade de: Compartilhar copiar, distribuir e transmitir a obra. Sob as seguintes condições: Atribuição Você deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante

Leia mais

A EDUCAÇÃO ESPÍRITA. Roteiro 5. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas

A EDUCAÇÃO ESPÍRITA. Roteiro 5. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas A EDUCAÇÃO ESPÍRITA Roteiro 5 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas 1 Objetivos Indicar as diferenças existentes entre instrução e

Leia mais

EVANGELIZAÇÃO É AMOR E LUZ É JESUS NO CORAÇÃO

EVANGELIZAÇÃO É AMOR E LUZ É JESUS NO CORAÇÃO EVANGELIZAÇÃO É AMOR E LUZ É JESUS NO CORAÇÃO Lenildo Solano EVANGELIZAÇÃO EM MÚSICA - Sequência Musical: 01- Aula de Evangelização 02- Deus 03- Jesus 04- Anjos da Guarda 05- Oração 06- Espiritismo 07-

Leia mais

MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE

MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE MISSA DE ABERTURA DA CATEQUESE XXV domingo do tempo comum 23/09/2012 Igreja de Cedofeita ENTRADA Eu vi meu Deus e Senhor, aleluia, aleluia. Cantai ao amor, cantai, aleluia, aleluia. ADMONIÇÃO DE ENTRADA

Leia mais

PARA LER E RELER PÁGINAS ESCOLHIDAS

PARA LER E RELER PÁGINAS ESCOLHIDAS THEREZINHA OLIVEIRA PARA LER E RELER PÁGINAS ESCOLHIDAS CAMPINAS SP 2008 SUMÁRIO Apresentação... 1 Em louvor do livro espírita... 3 Graças a Allan Kardec... 7 1. Ser espírita... 11 2. Programa... 15 3.

Leia mais

Yvonne, uma heroína silenciosa (Pedro Camilo) cap. 2 e 5. Sublimação (Yvonne A. Pereira/Charles e Léon Tolstoi) cap. 2, 5 e 6

Yvonne, uma heroína silenciosa (Pedro Camilo) cap. 2 e 5. Sublimação (Yvonne A. Pereira/Charles e Léon Tolstoi) cap. 2, 5 e 6 CENTRO ESPÍRITA ILDEFONSO CORREIA O ENSINO ESPÍRITA NA OBRA DE YVONNE PEREIRA BIBLIOGRAFIA 1.UM ESTUDO SOBRE REENCARNAÇÃO 1.1 Yvonne do Amaral Pereira vida e obras dados biográficos principais a mediunidade:

Leia mais

PROGRAMA FUNDAMENTAL TOMO II

PROGRAMA FUNDAMENTAL TOMO II PROGRAMA FUNDAMENTAL TOMO II MÓDULO VIII Lei Divina ou Natural Roteiro 1 Lei natural : definição e caracteres Objetivos Específicos Definir lei natural. /Identificar as características fundamentais da

Leia mais

Fraternidade Espírita Lar de Luz - FELLUZ

Fraternidade Espírita Lar de Luz - FELLUZ PROGRAMAÇÃO JANEIRO 2008 07 10 14 17 21 24 28 31 20:30 21:30 ANO NOVO: COMPROMISSOS E IDEALIZAÇÕES PARA O ANO QUE SE INICIA Salim 20:30 21:30 MEDIUNIDADE COM JESUS Regina Bedeschi 20:30 21:30 O HOMEM NO

Leia mais

Laboratório do Mundo Invisível. Maria José e Denise

Laboratório do Mundo Invisível. Maria José e Denise Laboratório do Mundo Invisível Maria José e Denise OBJETIVOS Informar sobre a vida e organização no plano espiritual. Compreender de que forma os Espíritos manipulam os fluidos na formação de objetos e

Leia mais

PSIQUIATRIA MODO DE USAR SAÚDE MENTAL CENTRO HOSPITALAR DE SÃO JOÃO

PSIQUIATRIA MODO DE USAR SAÚDE MENTAL CENTRO HOSPITALAR DE SÃO JOÃO 1963 2013 S E R V I Ç O PSIQUIATRIA CENTRO HOSPITALAR DE SÃO JOÃO SAÚDE MENTAL MODO DE USAR 2 COLABORAÇÕES Álvaro de CARVALHO, Director do Programa Nacional de Saúde Mental D. Manuel CLEMENTE, Bispo do

Leia mais

Palestra Virtual. Tema: Doação de Orgãos. Palestrante: José Roberto Santos. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.

Palestra Virtual. Tema: Doação de Orgãos. Palestrante: José Roberto Santos. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org. Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Doação de Orgãos Palestrante: José Roberto Santos Vitória 26/02/1999 Organizadores da palestra: Moderador: Luno (nick: [Moderador])

Leia mais

As três revelações divinas: Moisés, Jesus e Kardec

As três revelações divinas: Moisés, Jesus e Kardec FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo I Metodologia para o estudo do Evangelho à luz da Doutrina Espírita As três revelações

Leia mais

CENTRO ESPÍRITA CAMINHANDO PARA JESUS Rua Dr. Machado, 168 - Campo Grande - Recife - PE - www.cecpj.org.br PROGRAMAÇÃO: DEZEMBRO/2015 QUADRO DE AVISOS

CENTRO ESPÍRITA CAMINHANDO PARA JESUS Rua Dr. Machado, 168 - Campo Grande - Recife - PE - www.cecpj.org.br PROGRAMAÇÃO: DEZEMBRO/2015 QUADRO DE AVISOS CENTRO ESPÍRITA CAMINHANDO PARA JESUS Rua Dr. Machado, 168 - Campo Grande - Recife - PE - www.cecpj.org.br PROGRAMAÇÃO: DEZEMBRO/2015 QUADRO DE AVISOS DATAS AUDITÓRIO B TEMA BIBLIOGRAFIA BÁSICA LEGENDA

Leia mais

6. Pergunta de Transição: Quem é o meu próximo? 7. Frase de Transição: Quando usamos de misericórdia estamos agindo para a salvação.

6. Pergunta de Transição: Quem é o meu próximo? 7. Frase de Transição: Quando usamos de misericórdia estamos agindo para a salvação. 1 SERMÃO EXPOSITIVO TITULO: UM MINISTÉRIO DE COMPAIXÃO Lucas 10:25-37. INTRODUÇÃO 1. Saudações: Saúdo a todos os irmãos e amigos desta igreja com a paz do Senhor Jesus e a certeza na esperança de sua breve

Leia mais

Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina

Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina Associação Tenda Espírita Pai Joaquim D Angola e Vovó Cambina Psicografias Outubro de 2014 Sumário Cavaleiro da Chama-Vermelha.... 2 Dr. Emanuel.... 2 João Augusto... 3 Mago Horax... 3 Caravana de Koré....

Leia mais

Marlon (Espírito) Psicofonia compilada por Maria José Gontijo Revisão Filipe Alex da Silva

Marlon (Espírito) Psicofonia compilada por Maria José Gontijo Revisão Filipe Alex da Silva Comunicação Espiritual J. C. P. Novembro de 2009 Marlon (Espírito) Psicofonia compilada por Maria José Gontijo Revisão Filipe Alex da Silva Resumo: Trata-se de uma comunicação pessoal de um amigo do grupo

Leia mais

Grupos de Estudos 2016

Grupos de Estudos 2016 Grupos de Estudos 2016 VISÃO GERAL 1 Dias e Horários: Domingos: 10h Segundas: 19h45 Terças: 20h Quartas: 14h Sábados: 15:30hs Período: Domingos: Segundas: Terças: Quartas: Sábados: 14 Fev a 04 Dez 15 Fev

Leia mais

Roteiro 7 Fenômenos psíquicos no Evangelho

Roteiro 7 Fenômenos psíquicos no Evangelho FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro 1 Cristianismo e Espiritismo Módulo II O Cristianismo Roteiro 7 Fenômenos psíquicos no Evangelho Objetivos Conceituar milagre

Leia mais

Estudo Espírita. Promovido pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Centro Espírita Léon Denis http://www.celd.org.

Estudo Espírita. Promovido pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Centro Espírita Léon Denis http://www.celd.org. Estudo Espírita Promovido pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Centro Espírita Léon Denis http://www.celd.org.br Tema: O Livro dos Espíritos - questões 223 a 232 Expositor: Andreia Azevedo

Leia mais

PROGRAMA I PRÁTICA MODULO II

PROGRAMA I PRÁTICA MODULO II PROGRAMA I / MODULO I ROTEIROS: 3 E 4 PROGRAMA I PRÁTICA MODULO II MARIA JOSÉ, REJANE, ROBERTO OBJETIVOS Conceituar passe, prece e irradiação Apresentar os tipos de prece e seus benefícios Esclarecer sobre

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

Na Luz da Mediunidade

Na Luz da Mediunidade THEREZINHA OLIVEIRA Na Luz da Mediunidade (Os mortos vivem e se comunicam) Campinas-SP 2007 Sumário 1. Vida, Sempre Vida! A vida é um mistério...1 O temor da morte...2 Vida paralela à vida...3 Haverá vida

Leia mais

Planeta Terra: A nova civilização já está chegando!

Planeta Terra: A nova civilização já está chegando! Planeta Terra: A nova civilização já está chegando! Rubens Santini abril/2012. 2 Índice Geral I Esta é a nossa reencarnação mais importante...4 II Diferenças entre Mundo Expiação/Provas e Regeneração...5

Leia mais

C A P R I C Ó R N I O : A L U Z D A V I V Ê N C I A

C A P R I C Ó R N I O : A L U Z D A V I V Ê N C I A PLENILÚNIO DE CAPRICÓRNIO (Lua Cheia 5/1/2015 às 1:53 hora de local Argentina e Brasil (nos locais com horário de verão acrescentar uma hora) C A P R I C Ó R N I O : A L U Z D A V I V Ê N C I A Aquele

Leia mais

Quando vi Fátima pela primeira vez

Quando vi Fátima pela primeira vez ... Quando vi Fátima pela primeira vez Texto de Fernando Ben, falando resumidamente sobre sua experiência nos primeiros encontros mediúnicos com Fátima. As religiões são janelas para ver o céu. Você pode

Leia mais

O tema desta edição do EVP em Notícias é: Conexões

O tema desta edição do EVP em Notícias é: Conexões O tema desta edição do EVP em Notícias é: Conexões Nosso entrevistado é o Prof. Dr. Rogério da Costa, da PUC-SP. A partir de um consistente referencial teórico-filosófico, mas em uma linguagem simples,

Leia mais

O temor da morte. Roteiro 1

O temor da morte. Roteiro 1 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo II A Morte e seus Mistérios Roteiro 1 O temor da morte Objetivo Explicar

Leia mais

* * * Relação dos livros psicografados por Chico Xavier... 287 Cronologia... 299 Bibliografia... 305 Agradecimentos... 315

* * * Relação dos livros psicografados por Chico Xavier... 287 Cronologia... 299 Bibliografia... 305 Agradecimentos... 315 SUMáRIO Prefácio... 07 Introdução... 09 CAPÍTULO I Infância difícil... 13 CAPÍTULO II Centro Espírita Luiz Gonzaga... 27 CAPÍTULO III Parnaso de Além-túmulo... 41 CAPÍTULO IV Emmanuel... 57 CAPÍTULO V

Leia mais

Proposta da Doutrina Espírita para a Educação do Homem. Claudia Werdine claudiawerdine@hotmail.com

Proposta da Doutrina Espírita para a Educação do Homem. Claudia Werdine claudiawerdine@hotmail.com Proposta da Doutrina Espírita para a Educação do Homem Claudia Werdine claudiawerdine@hotmail.com Como vai o nosso mundo? Como poderemos transformar esta triste realidade? O progresso intelectual

Leia mais