Explorando o Splunk. LINGUAGEM DE PROCESSAMENTO DE BUSCA (SPL) GUIA PRÁTICO Por David Carasso, Chief-Mind do Splunk

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Explorando o Splunk. LINGUAGEM DE PROCESSAMENTO DE BUSCA (SPL) GUIA PRÁTICO Por David Carasso, Chief-Mind do Splunk"

Transcrição

1

2 Explorando o Splunk LINGUAGEM DE PROCESSAMENTO DE BUSCA (SPL) GUIA PRÁTICO Por David Carasso, Chief-Mind do Splunk

3 Ressalva Este livro foi feito somente como um texto ou livro de referências. O real uso do software Splunk deve estar de acordo com sua licença de software e não com nada do que está escrito neste livro. A documentação dada pelos produtos do software Splunk, e não este livro, são a fonte de informação definitiva de como usar tais produtos. Apesar de um grande cuidado ter sido tomado para garantir a precisão e atemporalidade das informações neste livro, a Splunk não oferece nenhuma garantia da precisão ou atemporalidade das informações e o Splunk não se responsabiliza quanto aos resultados do uso das informações contidas neste livro. O leitor deve checar em docs.splunk.com para as descrições definitivas das funções e conteúdos do Splunk.

4 Sumário Prefácio... i Sobre Este Livro... ii O que está neste Livro?... iii Convenções... iv Avisos... v PARTE I EXPLORANDO SPLUNK A Historia do Splunk... 1 Splunk ao resgate do Data Center... 1 Splunk ao resgate do departamento de marketing... 2 Se aproximando do Splunk... 2 Splunk: A companhia e o Conceito... 5 Como o Splunk aperfeiçoou os dados de maquina no data Center... 6 Inteligência Operacional... 7 Inteligência operacional no trabalho Integrando os Dados O básico dos dados de maquina Tipos de dados que o Splunk consegue ler Fontes de dados do Splunk Baixando, Instalando e Iniciando o Splunk Baixando o Splunk Instalando o Splunk Starting Splunk Trazendo os dados para serem Indexados Entendendo como o Splunk Indexa os dados Buscando com o Splunk A Dashboard de Busca SPL : Linguagem de Processamento de Busca Pipes... 23

5 AND Implícito top user Campos Porcentagem O comando de busca Dicas para o uso do comando de busca Subpesquisas SPL: Linguagem de Processamento de Busca Organizando Resultados sort Filtrando Resultados where dedup head Agrupando Resultados transaction Reportando Resultados top stats chart timechart Filtrando, Modificando e Adicionando Campos fields replace eval rex lookup Enriquecendo seus dados Usando o Splunk para entender os dados Identificando campos: Olhando entre as peças do quebracabeça Explorando os dados para entender o escopo... 52

6 Preparando para reportagem e agregação Visualizando os Dados Criando Visualizações Criando Dashboards Criando Alertas Criando Alertas através do Instrutor Afinando Alertas Usando o Gerenciador Customizando as Ações para um Alerta O Gerenciador de Alertas PARTE II RECEITAS Receitas para monitoramentos e alertas Receitas de monitoramento Monitorando usuários concorrentes Monitorando hospedeiros inativos Reportando dados categorizados Comparando o principais valores com os do último mês Encontrando medidas que caíram em 10% na última hora. 75 Tabelando os resultados de semana a semana Identificando oscilações em seus dados Compactando uma tabulação baseada em tempo Reportando em campos dentro do XML ou JSON Extraindo campos de um evento Receitas de Alerta Alertar por quando o servidor atinge uma carga determinada Alertando quando a performance de um servidor está lenta Desligar instancias de EC2 desnecessárias Convertendo um monitoramento em um alerta Agrupando Eventos Introdução Receitas... 86

7 Unificando os nomes dos campos Encontrando Transações Incompletas Calculando o tempo dentro de transações Encontrando os últimos eventos Encontrando eventos repetidos Tempo entre transações Encontrando transações especificas Encontrando eventos perto de outros eventos Encontrando eventos depois de eventos Agrupando grupos Tabelas de Lookup Introdução lookup inputlookup outputlookup Leitura Posterior Receitas Colocando os Valores Padrões de Lookup Usando Lookups reversos Usando um lookup de duas camadas Usando lookups de múltiplos passos Criando uma tabela de lookup usando os resultados de uma busca Anexando resultados a tabelas de lookup Usando tabelas gigantes de lookup Comparando resultados com valores de lookup Controlando os encaixes da tabela de lookup Encaixando IPs Encaixando Coringas Apêndice A: Básico dos Dados de Maquina Logs de Aplicação

8 Logs de Acesso Web Logs de Proxy Web Registros de Detalhes de Chamadas Dados de Clickstream Enfileiramento de Mensagem Pacotes de Dados Arquivos de Configuração Logs de Auditoria de Bancos de Dados e Tabelas Logs de Auditoria do Sistema de Arquivos Gerenciamento e APIs de Log Medidas de OS, Estado e Comandos de Diagnostico Fontes de Dados de Outras Maquinas Apêndice B: Sensibilidade a Maiúsculas Apêndice C: Comandos Comuns Apêndice D: Recursos mais usados Apêndice E: Guia de Referencia Rápida do Splunk CONCEITOS COMANDOS COMUNS DE BUSCA Otimizando Buscas EXEMPLOS DE BUSCA FUNÇÔES EVAL FUNÇÕES COMUNS DO STATS EXPRESSÕES REGULARES FUNÇÕES COMUNS DO STRPTIME DO SPLUNK

9 Prefácio A Empresa de Software Splunk ( Splunk ) é provavelmente a ferramenta mais poderosa na assistência de busca e exploração de dados que você vai encontrar. Nós escrevemos este livro para fornecer uma introdução ao Splunk e tudo o que ele pode fazer. Este livro também seve como um ponto de partida de como ficar criativo com o Splunk O Splunk é geralmente usado por administradores de sistemas, administradores de redes e gurus da segurança, mas o seu uso não é restrito a estas audiências. Existe um grande valor de negócios escondido em dados corporativos que o Splunk pode liberar. Este livro foi feito para alcançar alem do típico entusiasta de tecnologia para os grupos de marketing e qualquer pessoa interessada em tópicos de Big Data e Inteligência Operacional. i

10 Sobre Este Livro O objetivo central deste livro é ajudar-lo a entender rapidamente o que o Splunk é e como ele pode te ajudar. Ele cumpre isto lhe ensinando sobre as partes mais importantes da Linguagem de Processamento de Busca do Splunk (SPL). O Splunk pode ajudar tecnólogos e empresários de diversas formas. Não espere aprender sobre o Splunk de uma vez. O Splunk não é como um canivete suíço, uma ferramenta simples que pode fazer várias coisas incríveis. Agora a questão é: Como este livro pode me ajudar? A resposta curta é que dando rapidamente um senso de o que você pode fazer com o Splunk e aponte para onde você pode aprender mais. Mas já não existe um monte de documentação sobre o Splunk? Sim: Se você checar você vai encontrar vários manuais com explicações detalhada do maquinário do Splunk. Se você checar você vai encontrar uma base de dados pesquisável com perguntas e respostas. Este tipo de conteúdo é valioso quanto você sabe um pouco sobre o Splunk e está tentando resolver um problema comum. Este livro cai entre estes dois níveis de documentação. Ele oferece um entendimento básico das partes mais importantes do Splunk e combina isso com soluções para problemas do mundo real. ii

11 O que está neste Livro? O capitulo 1 fala sobre o Splunk e como ele pode te ajudar. O capitulo 2 discute como baixar o Splunk e os primeiros passos para usar-lo. O capitulo 3 discute a interface de usuário para busca e como buscar usando o Splunk. O capitulo 4 cobre as partes mais usadas da SPL. O capitulo 5 explica como visualizar e enriquecer os seus dados com conhecimento. O capitulo 6 cobre as soluções e monitoramento e alertas mais comuns. O capitulo 7 cobre soluções para problemas que podem ser resolvidos através do grupamento de eventos. O capitulo 8 cobre muitas das formas que você pode usar as tabelas de lookup para resolver problemas comuns. Se você pensa que a Parte I (capítulos de 1 a 5) como um curso intensivo em Splunk, a Parte II (capítulos de 6 a 8) mostra como você fazer manobras mais avançadas combinando tudo isso, usando o Splunk para resolver alguns dos problemas mais comuns e interessantes. Revisando estas receitas - e experimentando algumas - irá lhe dar alguma idéia de como você usar o Splunk para responder a todos os mistérios do universo (ou pelo menos do data center). Os apêndices contornam o livro com algumas informações que podem ajudar. O apêndice A dispõe um resumo do básico dos dados de maquina para abrir seus olhos para as possibilidades e variedades de Big Datas. O apêndice B proporciona uma tabela sobre o que é e não é sensível a letras maiúsculas nas buscas do Splunk. O apêndice C proporciona uma olhada nas buscas mais comuns feitas com o Splunk (nós descobrimos isto usando o Splunk, só pra avisar). O apêndice E aponta para algumas das maiores fontes de aprendizagem relacionadas ao Splunk. O apêndice E é uma versão especialmente projetada do cartão de referências do Splunk, que á o documento educacional mais popular que nós temos. iii

12 Convenções Enquanto você for lendo este livro, você irá perceber que nós usamos varias fontes para apontar certos elementos: Elementos da UI aparecem em negrito. Comandos e nomes de campo estão largura constante. Se você for dito para selecionar a opção Y do menu X, ela estará escrita concisamente como selecione X» Y. iv

13 Avisos Este livro não seria possível se não fosse pela ajuda de inúmeras pessoas que emprestaram seu tempo e talentos. Para revisões cuidadosas dos rascunhos do manuscrito fazendo melhoramento valiosos, nós gostarias de agradecer especialmente Ledion Bitincka, Gene Hartsell, Gerald Kanapathy, Vishal Patelm, Alex Raitz, Stephen Sorkin, Sophy Ting e ao Steve Zhang, PhD; por me fornecer parte de seu tempo para uma entrevista: Maverick Garner; pela ajuda adicional: Jessica Law, Tera Mendonca, Rachel Perkins e Michael Wilde. v

14 PARTE I EXPLORANDO SPLUNK 1 A Historia do Splunk O Splunk é uma poderosa plataforma para análise de dados de maquina, dados que as maquinas emitem em grandes volumes mas que são raramente usados efetivamente. Os dados de maquina já são importantes para o mundo da tecnologia e estão se tornando cada vez mais importantes no mundo dos negócios. (Para aprender mais sobre dados de maquina, veja o Apêndice A.) A forma mais rápida de entender o poder e versatilidade do Splunk é considerar duas situações: uma no data Center e outra no departamento de marketing. Splunk ao resgate do Data Center São 2 da manha na quarta. O telefone toca. Seu chefe está ligando; o site está fora do ar. Por que ele falhou? Foi por culpa dos servidores, das aplicações dos servidores de dados, algum disco cheio ou algum balanceador de carga que fritou? Ele está gritando com você para que conserte isto agora. Está chovendo. Você está perdendo a cabeça. Relaxa. Você instalou Splunk no dia anterior. Você liga o Splunk. Em um único lugar, você pode procurar os arquivos de log de todos os seus servidores web, bancos de dados, firewalls, roteadores e balanceadores de carga, assim como buscar dentro de arquivos de configuração e dados de todos os outros dispositivos, sistemas operacionais ou aplicativos de interesse. (Isto é verdade, não importa em quantos Data Centers ou provedores de nuvem eles possam estar espalhados.) Você olha no gráfico de tráfego do servidor para ver quando o problema ocorreu. As 17:03, erros no servidor web tiveram um pico repentino. Você então olha para as 10 paginas com mais erros, a home page estava bem. A página de busca estava bem. A, mas o carrinho de comprar é o problema. Começando as 17:03, cada pedido na pagina estava produzindo um erro. Isto está custando dinheiro - impedindo vendas e afastando clientes - e isto tem que ser corrigido. Você sabe que o carrinho de comprar conta com um servidor de e-commerce conectado ao banco de dados. Uma olhada nos logs mostra que o banco de dados está online. Bom. Vamos checar os logs do servidor de e-commerce. As 17:03m o servidor de e-commerce começa a dizer que ele não consegue se conectar ao servidor de banco de dados. Você então busca por mudanças na configuração dos arquivos e vê que alguém mudou uma das configurações de rede. Você olha mais de perto; ela foi feita incorretamente. Você contata a pessoas que fez a mudanças, que faz o rollback, e o sistema começa a funcionar novamente. 1

15 Tudo isso pode levar menos de 5 minutos porque o Splunk já juntou todas as informações relevantes em um índice central que você pode pesquisar rapidamente. Splunk ao resgate do departamento de marketing Você trabalha no departamento de promoções de um grande varejista. Você afina a otimização e promoção do mecanismo de busca dos seus produtos para otimizar a carga de trafego que vem dele. Na ultima semana, os caras do data Center instalaram uma nova dashboard do Splunk que mostra (pelo ultima hora, dia e semana) todas os termos de pesquisa usados para encontrar o site. Olhando no gráfico pelas ultimas horas, você vê um pico de 20 minutos atrás. Buscas pelo nome de sua companhia e o seu ultimo produto estão bem altos; Você chega o relatório ao topo referenciando URLs na ultima hora e o Splunk mostra que uma celebridade publicou um tweet sobre o produto e com o link para sua home page. Você olha para outro gráfico que mostra a performance da maioria das páginas mais frequentadas. A página de busca está sobre carregada e está ficando mais lenta. Uma multidão de pessoas estão vindo ao seu site mas não podem achar chave do produto que eles estão procurando, então eles estão todos usando a busca. Você loga no sistema gerenciador de conteúdo do seu site e coloca uma propaganda promocional para o novo produto ao centro da home page. Você então volta e olha as paginas mais visitadas. O trafego de busca começa a diminuir, e o trafego na página do novo produto começa a subir, da mesma forma, o trafego da página do carrinho de compras. Você olha para a lista dos 10 produtos mais adicionados ao carrinho e os 10 produtos mais comprados; o novo produto se encontra no topo das listas. Você envia um recado para do departamento de RP para acompanhar o processo. O trafego que está chegando está sendo convertido em dinheiro ao invés de frustração, exatamente o que você quer que aconteça. Sua habilidade de fazer o máximo com uma oportunidade imprevista se tornou possível graças ao Splunk. Seu próximo passo é ter certeza de que você tem o suficiente deste produto em estoque, pois isto é um problema grave. Estes dois exemplos servem para mostrar como o Splunk pode providenciar uma janela detalhada do que está acontecendo com o dados da sua maquina. O Splunk também pode revelar padrões históricos, correlacionar múltiplas fontes de informação e ajudar em milhares de outras forma. Se aproximando do Splunk Enquanto você usa o Splunk para responder certas questões, você vai descobrir que você pode dividir a tarefa em três fases. Primeiro, identificar os dados que podem responder a sua questão. Segundo, transformar os dados em resultados que podem responder a sua questão. 2

16 Terceiro, mostrar a resposta em forma de um relatório, tabela interativa ou gráfico para tornar-la legível para uma audiência mais ampla. Comece com a questão que você quer responder: Por que este sistema falhou? Por que ele está tão lento ultimamente? Aonde as pessoas estão tendo problemas com o nosso site? Enquanto você fica melhor com o Splunk, fica mais obvio que tipos de dados e pesquisas ajudam a responder estas questões. Este livro vai acelerar o progresso da sua perícia. A questão então se torna: Os dados podem oferecer a resposta? Muitas vezes, quando iniciamos uma análise, não sabemos o que os dados podem nos dizer. Mas o Splunk também é uma poderosa ferramenta para a exploração e entendimento dos dados. Você pode descobrir a maioria dos valores mais comuns ou mais estranhos. Você pode sumarizar os dados com estatísticas ou agrupar eventos em transações, de forma que todos os eventos que fazem parte de uma reserva online em um hotel através de sistemas de registro. Você pode criar fluxos que começam com data set inteiro, então é filtrado dos eventos irrelevantes, analisando que sobrou. Então, talvez, adicionar algumas informações de uma fonte externa até então, depois em um número de passos simples, você tem somente os dados necessário para responder a sua questão. A figura 1-1 mostra o processo básico de análise do Splunk. 3

17 Figura Trabalhando com o Splunk 4

18 Splunk: A companhia e o Conceito A verdadeira razão pela qual as pessoas estão excitadas com o Splunk é porque ele ajuda a resolver problemas que os clientes sempre tiveram. A historia do Splunk começou em 2002, quando os co fundadores Erik Swan e Rob Das começaram a procurar pelo próximo desafio. Erik e Rob já haviam feito alguns projetos juntos e estavam procurando por uma nova aventura, então eles começaram a falar sobre as companhias e seus problemas. Erik e Rob perguntaram a possíveis clientes Como vocês resolvem os seus problemas na sua infra estrutura? continuamente, e ouviram sobre as experiências dos praticantes tentando resolver os problemas de TI e recuperar os dados na forma tradicional. Os dados estavam muito espalhados; eram difíceis de juntar e conseguir tirar algum sentido de tudo aquilo. Todo mundo estava tentando resolver os problemas verificando manualmente arquivos de log, algumas vezes escrevendo scripts para ajudar ao longo do processo. Os scripts caseiros eram fracos e as pessoas que faziam eles geralmente acabavam saindo das empresas depois de um tempo, levando com elas o conhecimento de como eles funcionavam, e com cada nova tentativa de explorar o problema iria acabar causando discussões, apontar culpados e a necessidade de refazer o script do zero, com vários plantões do departamento de TI para suprir a emergência. Estes praticantes disseram aos fundadores do Splunk que resolver problemas de infra estrutura era como rastejar lentamente para fora de um buraco (seus datacenters) com picaretas, iluminação ruim e navegação limitada (velhos scripts e tecnologia de gerenciamento de logs). Resumindo, era como minerar uma caverna desconhecida, e pensando na palavra Splunk (desbravador de cavernas) que eles escolheram dar o nome do sistema de Splunk. Entendendo a dificuldade da mineração digital, a única alternativa disponível para estas pessoas era procurar na internet para ver se outras companhias tinham problemas similares e haviam postado suas soluções online. Os fundadores estavam abismados que as pessoas estavam gastando dinheiro nestes problemas de conhecimento comum, e mesmo assim ninguém havia tentado construir uma solução. Erik e Rob perguntaram a si mesmos, Por que pesquisar dados de TI não pode ser tão fácil e intuitivo quanto uma pesquisa no Google? A primeira visão do Splunk estava direcionada em fazer um união e análise de dados mais fácil de ser feita e resolver os problemas de um data Center ou grandes redes ou ambientes computacionais. A missão do Splunk foi combinar a facilidade do uso das pesquisas web com o poder dos trabalhosos métodos caseiros que os profissionais de TI estavam usando para resolver os seus problemas. Erik e Rob juntaram os fundos e a primeira versão do Splunk foi estreada na LinuxWorld O produto foi um grande sucesso e imediatamente virou um viral, espalhado por sua disponibilidade como um download gratuito. Uma vez baixado, o Splunk começou a resolver os problemas de uma diversa gama de problemas impensados pelos clientes e acabou se espalhando de departamento em departamento e de companhia em companhia. Quando usuários perguntaram a gerência para comprar 5

19 ele, eles já poderiam apontar para uma lista de problemas que já haviam sido resolvidos com o Splunk. Originalmente pensado como uma forma de ajudar os gerentes de TI e datacenters a resolver problemas técnicos, o Splunk cresceu para se tornar uma plataforma extremamente útil para todos os tipos de empresas porque ele permite que eles pesquisem, coletem e organizem os dados de uma forma bem mais fácil de compreender e seja uma forma que consuma menos recursos que os bancos de dados tradicionais. O resultado é que temos novos pontos de vista e inteligência operacional que as organizações nunca tiveram antes. Como o Splunk aperfeiçoou os dados de maquina no data Center O primeiro lugar que o Splunk tomou, naturalmente, foi o data Center, que está submerso em dados de maquina. O Splunk se tornou popular com administradores de sistema, engenheiros de rede e desenvolvedores de aplicações como um mecanismo para rapidamente entender (e aumentar a utilidade dos) dados de maquina. Mas por que eles gostam tanto dele? Um exemplo que ajuda não somente a explicar a popularidade precoce do Splunk mas também ajuda-nos a entender a natureza dos dados de maquina, que é central para o valor que o Splunk agrega ao mundo dos negócios. Na maioria dos ambientes computacionais, muitos sistemas diferentes dependem um do outro. Sistemas de monitoramento enviam alertas depois de que algo deu errado. Por exemplo, a página principal de um site pode depender de servidores web, servidores de aplicação, servidores de dados, sistemas de arquivos, balanceadores de cargas, roteadores, aceleradores de aplicação, sistema de cache, etc. Quando algo da errado em algum destes sistemas, por exemplo o banco de dados, alarmes podem começar a apitar em todos o níveis. Quando isto acontece, um administrador de sistema ou especialista de aplicação deve encontrar a raiz do problema e consertar o que está causando ele. O problema é que os arquivos de log estão espalhados através de múltiplas maquinas, as vezes em múltiplas zonas de tempo e podem conter milhões de entradas que não tem nada a ver com o problema. Em adição, os registros relevantes - aqueles que indicam alguma falha do sistema - tendem a aparecer todos de uma vez. O desvio então é encontrar o problema que começou tudo isso. Vamos dar uma olhada em como o Splunk faz isso. O Splunk começa indexando, que significa juntar todos os dados de diversos locais e combinar eles em índices centralizados. Antes do Splunk, administradores de sistema teriam de criar um acesso a várias maquinas diferentes para alcançar toda a informação, ainda usando ferramentas muito menos poderosas. Usando os índices, o Splunk pode rapidamente procurar logs de todos os servidores e vasculhar por dentro onde o problema ocorreu. Com a sua velocidade, escala e usabilidade, o Splunk faz a determinação de quando o problema ocorreu muito mais rápida. 6

20 O Splunk pode se aprofundar no tempo em que o problema originalmente ocorreu e determinar a causa. Alertas podem ser criados para lidar com o problema no futuro. Através da indexação e agregação de arquivos de log de várias fontes para fazer elas pesquisáveis de forma centralizada, o Splunk se tornou popular entre os administradores de sistema e outras pessoas que comandam operações técnicas para empresas ao redor do mundo. Analistas de segurança usam o Splunk para farejar vulnerabilidades de segurança e ataques. Analistas de sistemas usam o splunk para descobrir ineficiências e gargalos em aplicações complexas. Analistas de rede usam o Splunk para encontrar as causas de deficiências de rede e gargalos de bandwidth. Esta discussão traz vários pontos chave sobre o Splunk: A criação de um repositório central é vital: Uma das maiores vitórias do Splunk é a forma que diversos tipos de dados de diferente fontes são centralizados para a pesquisa. O Splunk converte dados em respostas: O Splunk te ajuda a encontrar os aspectos escondidos nos dados. O Splunk ajuda a entender a estrutura e o significado dos dados: Quanto mais você entender seus dados, mais você vai ter aproveitamento deles. O Splunk também ajuda você a capturar o que você aprende e fazer futuras investigações mais fáceis e a compartilhar o que você aprendeu com o outros. A visualização fecha o loop: Toda essa indexação e pesquisa dão frutos eventualmente quando você vê uma tabela ou relatório que faz a respostas simples e obvia. Ser capaz de visualizar dados de formas diferentes acelera o entendimento e ajuda a compartilhar o seu entendimento com os outros. Inteligência Operacional Porque quase tudo que a gente faz é suportado de alguma forma por tecnologia, a informação coletada sobre cada um de nós cresceu drasticamente. Muitos dos eventos recordados pelos servidores na verdade representam o comportamento de clientes ou parceiros. Os clientes do Splunk perceberam bem cedo que os logs de acesso web poderiam ser usados não somente para diagnósticos de sistema mas também para melhor entender o comportamento das pessoas navegando um site. O Splunk tem sido a vanguarda em levantar a atenção sobre a inteligência operacional, uma nova categoria de métodos e tecnologias para o uso de dados de maquina para ganhar visibilidade dentro dos negócios de TI e o resto da empresa. A inteligência operacional não é um subproduto da inteligência de negócios (BI), mas uma nova aproximação baseada em fontes de informação não tipicamente dentro do escopo das soluções de BI. Os dados operacionais não são somente inacreditavelmente valiosos para o melhoramento das operações de TI, mas também fornece idéias para outras partes dos negócios. 7

21 A inteligência operacional permite que organizações: Usando dados de maquina para ganhar um entendimento mais profundo dos seus clientes: Por exemplo, se você observar as transações em um site, você o que as pessoas compraram. Mas olhando com atenção nos logs servidor web você pode ver todas as paginas que eles passaram antes de comprar, e, talvez elas sejam ainda mais importantes para os lucros, as paginas que as pessoas que não compraram passaram. (Lembram-se de nosso exemplo de busca para um novo produto no começo?) Revelar padrões importantes e dados analíticos derivados da correlação de várias fontes: Quando você pode rastrear os indicadores do comportamento de um consumidor de sites, chamar por detalhes dos registros, mídia social e informações de transações armazenadas, uma imagem bem mais completa do consumidor começa a surgir. E quanto mais e mais a interação com o cliente aparece nos dados de maquina, mais pode ser aprendido. Reduzir o tempo entre um evento importante e a sua detecção: Dados de maquina podem ser monitorados e co relatados em tempo real. Alavanque os feeds ao vivo e os dados históricos para fazer que está acontecendo agora fazer sentido, encontrar tendências e anomalias e tomar uma decisão mais informada baseada nesta informação: Por exemplo, o trafego criado pro uma promoção na internet pode ser medido em tempo real e comparado com promoções anteriores. Implementar uma solução rapidamente e entregar ela com a flexibilidade necessária para as organizações de hoje em dia e no futuro - quer dizer, a habilidade de entregar relatórios ad hoc, responder perguntas e adicionar novas fontes de dados: Os dados do Splunk podem ser apresentados em dashboards tradicionais que permitem aos usuários que eles explorem os eventos que continuem fazendo novas questões. Inteligência operacional no trabalho O Splunk faz algo que nenhum outro produto pode: capturar de forma eficiente e analisar enormes quantidade de dados de maquina não estruturados em series de tempo. Apesar dos departamentos de TI geralmente começarem usando o Splunk para resolver problemas tecnicamente esotéricos, eles rapidamente ganharão um entendimento valioso para todos os outros setores dos negócio. Usando dados de maquina no Splunk ajuda a resolver problemas irritantes de trabalho. Aqui estão alguns exemplos: Um time de operações implementou uma aplicação de atendimento ao cliente através da nuvem e usou o Splunk para fazer o diagnóstico. Eles logo perceberam que eles 8

22 poderiam acompanhar as estatísticas dos usuários e planejar melhor a capacidade - uma medida com profundas implicações nos negócios. Logs de trafego de um servidor web podem ser usados para acompanhar quantos carrinhos de compra estão sendo preenchidos e abandonados em tempo real. O departamento de marketing pode usar esta informação para determinar aonde os consumidores estão tendo problemas e que tipos de compras estão sendo abandonadas para que qualquer problema possa ser corrigido na hora e promoções possam se focar em itens que estão sendo abandonados. Organizações usando o Splunk para monitorar aplicações direcionadas a resolução de problemas acabaram percebendo que elas podem facilmente providenciar visões para os seus times de suporte de primeira linha para cuidas das chamadas dos clientes diretamente, ao invés de acumular estas ligações em custosos recursos de engenharia. Uma das principais companhias de utilidades foi capaz de eliminar as custosas taxas manutenção de software substituindo seis outras ferramentas de monitoramento e diagnóstico pelo Splunk. Uma das principais organizações de mídia publica reduziu o tempo que levava para capturar dados analíticos de extrema importância de meses para horas. Eles eram também capazes de acompanhar o seus componentes digitais com confiabilidade e precisão que eles não teriam de outra forma, resultando em uma melhor divisão de lucros e marketing de conteúdo. Um restaurante fast-food que vende taco conectou seus pontos de vendas (POS) ao Splunk, e dentro de uma hora, os analistas de negócios foram capazes de começar a responder perguntas como Quantas pessoas estão comprando tacos da meia noite as duas da manha, neste local, nesta época do ano? Finalmente, a inteligência operacional permite as organizações que elas façam as perguntas certa, levando a respostas que podem oferecer um entendimento melhor de negócio, usando combinações de tempo real e dados históricos, mostrados de forma fácil de digerir em dashboards e ferramentas gráficas. Existe um motivo de por que temos a tendência de chamar dados de maquina de big data. Ela é grande, é bagunçada e está lá, enterrada em algum lugar, ela é a chave para o futuro do seu negócio. Agora vamos em frente para o capítulo 2, onde você irá aprender como conseguir os dados no Splunk e começar a encontrar o ouro enterrado em meio aos seus dados. 9

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

CA Nimsoft Monitor para servidores

CA Nimsoft Monitor para servidores DOCUMENTAÇÃO TÉCNICA Setembro de 2012 CA Nimsoft Monitor para servidores agility made possible CA Nimsoft para monitoramento de servidores sumário CA Nimsoft Monitor para servidores 3 visão geral da solução

Leia mais

PAINEL MANDIC CLOUD. Mandic. Somos Especialistas em Cloud. Manual do Usuário

PAINEL MANDIC CLOUD. Mandic. Somos Especialistas em Cloud. Manual do Usuário Mandic. Somos Especialistas em Cloud. PAINEL MANDIC CLOUD Manual do Usuário 1 BEM-VINDO AO SEU PAINEL DE CONTROLE ESTE MANUAL É DESTINADO AO USO DOS CLIENTES DA MANDIC CLOUD SOLUTIONS COM A CONTRATAÇÃO

Leia mais

Microsoft Windows 7 / Vista / XP / 2000 / Home Server. Guia de Inicialização Rápida

Microsoft Windows 7 / Vista / XP / 2000 / Home Server. Guia de Inicialização Rápida Microsoft Windows 7 / Vista / XP / 2000 / Home Server Guia de Inicialização Rápida O ESET Smart Security fornece proteção de última geração para o seu computador contra código malicioso. Com base no ThreatSense,

Leia mais

Copyright 2015 Mandic Cloud Solutions - Somos Especialistas em Cloud. www.mandic.com.br

Copyright 2015 Mandic Cloud Solutions - Somos Especialistas em Cloud. www.mandic.com.br Sumário 1. Boas vindas... 4 2. Dashboard... 4 3. Cloud... 5 3.1 Servidores... 5 o Contratar Novo Servidor... 5 o Detalhes do Servidor... 9 3.2 Cloud Backup... 13 o Alteração de quota... 13 o Senha do agente...

Leia mais

Conheça o Projeto. Apresentação. Finalidade. Objetivo

Conheça o Projeto. Apresentação. Finalidade. Objetivo Manual do Usuário Índice Conheça o Projeto...3 Apresentação...3 Finalidade...3 Objetivo...3 Histórico...4 Usando o Portal...5 Efetuando o cadastro na biblioteca digital...5 Logando na Biblioteca Digital...6

Leia mais

Serviço técnico de Biblioteca e documentação BIBLIOTECA PROF. PAULO DE CARVALHO MATTOS P@RTHENON

Serviço técnico de Biblioteca e documentação BIBLIOTECA PROF. PAULO DE CARVALHO MATTOS P@RTHENON Serviço técnico de Biblioteca e documentação BIBLIOTECA PROF. PAULO DE CARVALHO MATTOS P@RTHENON Botucatu 2013 NOVA FERRAMENTA DE BUSCA INTEGRADA: P@RTHENON 1. Para acessar o P@rthenon: Há três possibilidades

Leia mais

Introdução ao X3. Exercício 1: Criando um registro de Contato

Introdução ao X3. Exercício 1: Criando um registro de Contato Introdução ao X3 Exercício 1: Criando um registro de Contato Inicie por adicionar um novo registro de Contato. Navegue para a tabela de Contato clicando na aba de Contato no alto da página. Existem duas

Leia mais

Documentos: Implementação de melhores práticas de solução de problemas de TI

Documentos: Implementação de melhores práticas de solução de problemas de TI Documentos: Implementação de melhores práticas de solução de problemas de TI Você pode aguardar o número de bilhetes de defeitos e o tempo para encerrar o bilhete e declinar à medida que a tecnologia de

Leia mais

Wi-Fi: como solucionar problemas com a conectividade Wi-Fi

Wi-Fi: como solucionar problemas com a conectividade Wi-Fi Wi-Fi: como solucionar problemas com a conectividade Wi-Fi Saiba como solucionar problemas de conectividade da rede Wi-Fi no seu Mac. OS X Mountain Lion 10.8.4 ou versões posteriores Use o aplicativo Diagnóstico

Leia mais

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA Você deve ter em mente que este tutorial não vai te gerar dinheiro apenas por você estar lendo, o que você deve fazer e seguir todos os passos

Leia mais

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Índice Como acessar o Moodle Editando seu PERFIL Editando o curso / disciplina no Moodle Incluindo Recursos

Leia mais

Atualização De Mapas GPS Apontador. 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito.

Atualização De Mapas GPS Apontador. 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito. Atualização De Mapas GPS Apontador 1º Acessar site: www.naviextras.com 2º Selecione o Idioma para Português no seu canto direito. 3º Clique na Opção Registrar 4º Selecione o Dispositivo Apontador e o Modelo

Leia mais

ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento

ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida. Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento ESET CYBER SECURITY PRO para Mac Guia de Inicialização Rápida Clique aqui para fazer o download da versão mais recente deste documento ESET Cyber Security Pro fornece proteção de última geração para seu

Leia mais

Gerenciador de portas de Switch (es)

Gerenciador de portas de Switch (es) Benefícios para os Negócios Controle Automatizado de Acesso a Portas de Switch(es) de Rede e Hosts Finais A capacidade de planejamento ao acompanhar portas livres, em uso e definidas por usuário. Encontre

Leia mais

Seu manual do usuário F-SECURE ONLINE BACKUP http://pt.yourpdfguides.com/dref/2859647

Seu manual do usuário F-SECURE ONLINE BACKUP http://pt.yourpdfguides.com/dref/2859647 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para F-SECURE ONLINE BACKUP. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual

Leia mais

Guia do Usuário do Cisco Unified CCX Web Chat Agent e Supervisor Desktop versão 9.0(1)

Guia do Usuário do Cisco Unified CCX Web Chat Agent e Supervisor Desktop versão 9.0(1) Guia do Usuário do Cisco Unified CCX Web Chat Agent e Supervisor Desktop versão 9.0(1) Cisco Unified Contact Center Express Maio de 2012 Matriz Américas Cisco Systems, Inc. 170 West Tasman Drive San Jose,

Leia mais

Utilizaremos a última versão estável do Joomla (Versão 2.5.4), lançada em

Utilizaremos a última versão estável do Joomla (Versão 2.5.4), lançada em 5 O Joomla: O Joomla (pronuncia-se djumla ) é um Sistema de gestão de conteúdos (Content Management System - CMS) desenvolvido a partir do CMS Mambo. É desenvolvido em PHP e pode ser executado no servidor

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Manual do Usuário Cyber Square

Manual do Usuário Cyber Square Manual do Usuário Cyber Square Criado dia 27 de março de 2015 as 12:14 Página 1 de 48 Bem-vindo ao Cyber Square Parabéns! Você está utilizando o Cyber Square, o mais avançado sistema para gerenciamento

Leia mais

NetMRI. Reduzir riscos e melhorar a eficiência da área de TI através de Configuração de rede automática e Gestão de mudança(s)

NetMRI. Reduzir riscos e melhorar a eficiência da área de TI através de Configuração de rede automática e Gestão de mudança(s) Benefícios para os Negócios Detecte e automatize mudanças de rede, e veja quem mudou o que, quando e onde, e monitore qual o impacto na condição e estabilidade da rede. Reduza as suposições com total descoberta,

Leia mais

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível

Versão 1.0 Janeiro de 2011. Xerox Phaser 3635MFP Plataforma de interface extensível Versão 1.0 Janeiro de 2011 Xerox Phaser 3635MFP 2011 Xerox Corporation. XEROX e XEROX e Design são marcas da Xerox Corporation nos Estados Unidos e/ou em outros países. São feitas alterações periodicamente

Leia mais

Guia de Instalação e Inicialização. Para WebReporter 2012

Guia de Instalação e Inicialização. Para WebReporter 2012 Para WebReporter 2012 Última revisão: 09/13/2012 Índice Instalando componentes de pré-requisito... 1 Visão geral... 1 Etapa 1: Ative os Serviços de Informações da Internet... 1 Etapa 2: Execute o Setup.exe

Leia mais

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook

Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Marketing Digital de resultado para Médias e Pequenas Empresas Facebook Analytics: Como mensurar e otimizar a presença da sua empresa no Facebook Ferramentas e experimentos para conseguir melhores resultados

Leia mais

Atualizando do Windows XP para o Windows 7

Atualizando do Windows XP para o Windows 7 Atualizando do Windows XP para o Windows 7 Atualizar o seu PC do Windows XP para o Windows 7 requer uma instalação personalizada, que não preserva seus programas, arquivos ou configurações. Às vezes, ela

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Introdução ao Windows 7

Professor: Macêdo Firmino Introdução ao Windows 7 Professor: Macêdo Firmino Introdução ao Windows 7 O hardware não consegue executar qualquer ação sem receber instrução. Essas instruções são chamadas de software ou programas de computador. O software

Leia mais

FileZilla Server. O FileZilla Server é um ótimo servidor FTP, conta com diversas funções e fácil instalação e configuração.

FileZilla Server. O FileZilla Server é um ótimo servidor FTP, conta com diversas funções e fácil instalação e configuração. FileZilla Server Já apresentei um tutorial sobre o FileZilla, um cliente FTP com versões para vários sistemas operacionais, agora vou falar sobre o FileZilla Server, um programa que transforma seu computador

Leia mais

Blog Agência Clinks Relatórios

Blog Agência Clinks Relatórios Blog Agência Clinks Relatórios Copyright 2014 by Clinks Agência Certificada Google AdWords - E-book Blog Agência Clinks Relatórios. All Rights Reserved. Sumário COMO CRIAR E PROGRAMAR RELATÓRIOS DE LINKS

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.2.2 18 de fevereiro de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é

Leia mais

Usando o Outlook MP Geral

Usando o Outlook MP Geral Usando o Outlook MP Geral Este guia descreve o uso do Outlook MP. Este guia é baseado no uso do Outlook MP em um PC executando o Windows 7. O Outlook MP pode ser usado em qualquer tipo de computador e

Leia mais

Sumário Aspectos Básicos... 3 Como Empresas usam o Facebook... 3 Introdução ao Facebook... 4 Criando um Cadastro... 5 Confirmando E-mail...

Sumário Aspectos Básicos... 3 Como Empresas usam o Facebook... 3 Introdução ao Facebook... 4 Criando um Cadastro... 5 Confirmando E-mail... FACEBOOK Sumário Aspectos Básicos... 3 Como Empresas usam o Facebook... 3 Introdução ao Facebook... 4 Criando um Cadastro... 5 Confirmando E-mail... 8 Características do Facebook... 10 Postagens... 11

Leia mais

MANUAL DO ANIMAIL 1.0.0.1142 Terti Software

MANUAL DO ANIMAIL 1.0.0.1142 Terti Software O Animail é um software para criar campanhas de envio de email (email Marketing). Você pode criar diversas campanhas para públicos diferenciados. Tela Principal do sistema Para melhor apresentar o sistema,

Leia mais

Manual de Operações Básicas. Thiago Passamani

Manual de Operações Básicas. Thiago Passamani Manual de Operações Básicas Thiago Passamani 1 - Entrando e saindo do sistema O Zimbra Suíte de Colaboração é um software de correio eletrônico open source com suporte para e-mail, contatos, calendário

Leia mais

Manual de Apoio ao Treinamento. Expresso

Manual de Apoio ao Treinamento. Expresso Manual de Apoio ao Treinamento Expresso 1 EXPRESSO MAIL É dividido em algumas partes principais como: Caixa de Entrada: local onde ficam as mensagens recebidas. O número em vermelho entre parênteses refere-se

Leia mais

LABORATÓRIO WIRESHARK HTTP. Tradução: Marjorie R. S. Rosa

LABORATÓRIO WIRESHARK HTTP. Tradução: Marjorie R. S. Rosa LABORATÓRIO WIRESHARK HTTP Tradução: Marjorie R. S. Rosa 2014 WIRESHARK - HTTP 1 WIRESHARK - HTTP Esse manual de laboratório é baseado em Wireshark Lab: HTTP, versão 2.0 (setembro de 2009), de J.F. Kurose,

Leia mais

Índice INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS WINDOWS...2 INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS LINUX...3 TESTANDO A CONEXÃO DA REDE LOCAL...

Índice INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS WINDOWS...2 INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS LINUX...3 TESTANDO A CONEXÃO DA REDE LOCAL... Índice INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS WINDOWS...2 INSTALAÇÃO DO SOFTWARE EM SISTEMAS LINUX...3 TESTANDO A CONEXÃO DA REDE LOCAL...4 Configurações iniciais...5 Arquivo sudoers no Sistema Operacional

Leia mais

AGÊNCIA VIRTUAL SAP GUIA DE INTRODUÇÃO

AGÊNCIA VIRTUAL SAP GUIA DE INTRODUÇÃO GUIA DE INTRODUÇÃO CONTEÚDO Introduction 3 Como Começar 5 Como Criar Campanhas E Material Promocional 8 Como Personalizar E Executar Uma Campanha Pré- Empacotada 10 Como Criar Suas Próprias Campanhas 12

Leia mais

Para funcionamento do Netz, alguns programas devem ser instalados e alguns procedimentos devem ser seguidos. São eles:

Para funcionamento do Netz, alguns programas devem ser instalados e alguns procedimentos devem ser seguidos. São eles: Instalação do Netz Para funcionamento do Netz, alguns programas devem ser instalados e alguns procedimentos devem ser seguidos. São eles: Instalação do Java SE 6, que pode ser instalado através da JDK.

Leia mais

[MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS]

[MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS] 2011 [MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS] Destinado a usuários que desejam vender conteúdo premium, disponível em sites de membros, através da plataforma Hotmart. Versão do documento: 1.0, 11/04/2011.

Leia mais

Firewalls. Prática de Laboratório. Maxwell Anderson INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA

Firewalls. Prática de Laboratório. Maxwell Anderson INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA Firewalls Prática de Laboratório Maxwell Anderson INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA Sumário Firewall do Windows... 2 O que é um firewall?... 2 Ativar ou desativar o Firewall

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

FAQ Perguntas Frequentes

FAQ Perguntas Frequentes FAQ Perguntas Frequentes 1. COMO ACESSO A PLATAFORMA DE ENSINO?... 2 2. NÃO CONSIGO REALIZAR O MEU CADASTRO NO AMBIENTE VIRTUAL DO MMA.... 4 3. FIZ MEU CADASTRO NO SITE E NÃO RECEBI O E-MAIL DE CONFIRMAÇÃO

Leia mais

Manual de Instalação e Configuração MG-Soft

Manual de Instalação e Configuração MG-Soft Manual de Instalação e Configuração MG-Soft V 1.5 www.pinaculo.com.br (51)3541-0700 Sumário APRESENTAÇÃO... 3 1. INSTALANDO O MG-SOFT SERVER... 3 1.1. CRIANDO / ATUALIZANDO BANCO DE DADOS... 6 2. CONFIGURANDO

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5

Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5 Manual do Teclado de Satisfação Online Web Opinião Versão 1.0.5 09 de julho de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Manual de Utilização Google Grupos Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução... 3 Página

Leia mais

5 O Joomla: Web Apache Banco de Dados MySQL http://www.joomla.org/ - 55 -

5 O Joomla: Web Apache Banco de Dados MySQL http://www.joomla.org/ - 55 - 5 O Joomla: O Joomla (pronuncia-se djumla ) é um Sistema de Gestão de Conteúdos (Content Management System - CMS) desenvolvido a partir do CMS Mambo. É desenvolvido em PHP e pode ser executado no servidor

Leia mais

Sistemas Enturma: Manual de Ferramentas do Usuário

Sistemas Enturma: Manual de Ferramentas do Usuário versão do manual: 1 1 Apresentação A evolução da tecnologia vem provocando uma revolução no ensino. O acesso à Internet e a disseminação do uso do computador vêm mudando a forma de produzir, armazenar

Leia mais

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares SENAI São Lourenço do Oeste Introdução à Informática Adinan Southier Soares Informações Gerais Objetivos: Introduzir os conceitos básicos da Informática e instruir os alunos com ferramentas computacionais

Leia mais

Solução de gerenciamento de sistemas Dell KACE K1000 Versão 5.5. Guia de gerenciamento de ativos. Julho de 2013

Solução de gerenciamento de sistemas Dell KACE K1000 Versão 5.5. Guia de gerenciamento de ativos. Julho de 2013 Solução de gerenciamento de sistemas Dell KACE K1000 Versão 5.5 Guia de gerenciamento de ativos Julho de 2013 2004-2013 Dell, Inc. Todos os direitos reservados. Qualquer forma de reprodução deste material

Leia mais

Manual Sistema de Autorização Online GW

Manual Sistema de Autorização Online GW Sistema de Autorização Online GW Sumário Introdução...3 Acesso ao sistema...4 Logar no sistema...4 Autorizando uma nova consulta...5 Autorizando exames e/ou procedimentos...9 Cancelamento de guias autorizadas...15

Leia mais

Montando um Site. Wordpress

Montando um Site. Wordpress Montando um Site Wordpress O Sistema Wordpress O Wordpress é uma plataforma de vanguarda para publicação pessoal, com foco na estética, nos Padrões Web e na usabilidade. Ao mesmo tempo um software livre

Leia mais

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO

Manual de Usuário do UnB Webmail Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Destinado aos usuários de e-mail da Universidade de Brasília MODO DINÂMICO Elaboração: Equipe de Suporte Avançado do CPD SA/SRS/CPD/UnB suporte@unb.br Universidade de Brasília Brasília / 2014 Resumo A

Leia mais

Arcserve Cloud. Guia de Introdução ao Arcserve Cloud

Arcserve Cloud. Guia de Introdução ao Arcserve Cloud Arcserve Cloud Guia de Introdução ao Arcserve Cloud A presente Documentação, que inclui os sistemas de ajuda incorporados e os materiais distribuídos eletronicamente (doravante denominada Documentação),

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008

Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Goiânia, 16/09/2013 Aluno: Rafael Vitor Prof. Kelly Instalando o IIS 7 no Windows Server 2008 Objetivo Esse tutorial tem como objetivo demonstrar como instalar e configurar o IIS 7.0 no Windows Server

Leia mais

Web & Marketing Digital

Web & Marketing Digital Web & Marketing Digital MANUAL DE UTILIZAÇÃO EMAIL MARKETING 1 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 1.1. ESTRUTURA DO SISTEMA...PG 03 2. CONTATOS...PG 04 2.1. CRIANDO LISTA DE CONTATOS...PG 04 2.2. IMPORTANDO LISTA DE

Leia mais

CHECKLIST: PASSO A PASSO PARA PROMOVER LANDING PAGES E ATRAIR LEADS

CHECKLIST: PASSO A PASSO PARA PROMOVER LANDING PAGES E ATRAIR LEADS CHECKLIST: PASSO A PASSO PARA PROMOVER LANDING PAGES E ATRAIR LEADS Elaborar uma oferta e criar uma Landing Page para converter os visitantes do site em Leads é estratégia fundamental nas ações de marketing

Leia mais

GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9

GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9 GLADIADOR INTERNET CONTROLADA v.1.2.3.9 Pela grande necessidade de controlar a internet de diversos clientes, a NSC Soluções em Informática desenvolveu um novo produto capaz de gerenciar todos os recursos

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO TOOLBOX.

GUIA DE INSTALAÇÃO TOOLBOX. GUIA DE INSTALAÇÃO TOOLBOX. Como instalar a ferramenta Naviextras Toolbox? Antes de baixar o instalador da página de Downloads, por favor, verifique se seu computador se encaixa nos requisitos mínimos

Leia mais

1. ACESSO AO SISTEMA. LOGIN E SENHA Para ter acesso ao painel administrativo de seu site, acesse o link: http://atualiza.urldosite.com.

1. ACESSO AO SISTEMA. LOGIN E SENHA Para ter acesso ao painel administrativo de seu site, acesse o link: http://atualiza.urldosite.com. Manual de uso 1. ACESSO AO SISTEMA LOGIN E SENHA Para ter acesso ao painel administrativo de seu site, acesse o link: http://atualiza.urldosite.com.br Após acessar o link acima, favor digitar seu LOGIN

Leia mais

Guia do Usuário do Aplicativo Web

Guia do Usuário do Aplicativo Web www.novell.com/documentation Guia do Usuário do Aplicativo Web Filr 1.2 Abril de 2015 Informações legais A Novell, Inc. não faz nenhuma representação ou garantia com relação ao conteúdo ou uso desta documentação

Leia mais

Omega Tecnologia Manual Omega Hosting

Omega Tecnologia Manual Omega Hosting Omega Tecnologia Manual Omega Hosting 1 2 Índice Sobre o Omega Hosting... 3 1 Primeiro Acesso... 4 2 Tela Inicial...5 2.1 Área de menu... 5 2.2 Área de navegação... 7 3 Itens do painel de Controle... 8

Leia mais

ANDRÉ ALENCAR 1 INFORMÁTICA INTERNET EXPLORER 9

ANDRÉ ALENCAR 1 INFORMÁTICA INTERNET EXPLORER 9 ANDRÉ ALENCAR 1 INFORMÁTICA INTERNET EXPLORER 9 1. JANELA PADRÃO Importante: O Internet Explorer não pode ser instalado no Windows XP. 2. INTERFACE MINIMALISTA Seguindo uma tendência já adotada por outros

Leia mais

O sistema operacional recomendado deve ser o Windows 2003, Windows 2000 ou Windows XP (nessa ordem de recomendação).

O sistema operacional recomendado deve ser o Windows 2003, Windows 2000 ou Windows XP (nessa ordem de recomendação). Módulo Nota Fiscal Eletrônica Sispetro Roteiro de Instalação Módulo Autenticador NFE Pré-Requisitos O sistema operacional recomendado deve ser o Windows 2003, Windows 2000 ou Windows XP (nessa ordem de

Leia mais

Kerio Exchange Migration Tool

Kerio Exchange Migration Tool Kerio Exchange Migration Tool Versão: 7.3 2012 Kerio Technologies, Inc. Todos os direitos reservados. 1 Introdução Documento fornece orientações para a migração de contas de usuário e as pastas públicas

Leia mais

Guia de início rápido do Powersuite

Guia de início rápido do Powersuite 2013 Ajuste e cuide do desempenho de seu computador com um aplicativo poderoso e ágil. Baixando e instalando o Powersuite É fácil baixar e instalar o Powersuite geralmente, demora menos de um minuto. Para

Leia mais

Instruções de Instalação do IBM SPSS Modeler (Licença de Usuário Autorizado)

Instruções de Instalação do IBM SPSS Modeler (Licença de Usuário Autorizado) Instruções de Instalação do IBM SPSS Modeler (Licença de Usuário Autorizado) Índice Instruções de Instalação....... 1 Requisitos do sistema........... 1 Código de autorização.......... 1 Instalando...............

Leia mais

Webmail UFMA Tutorial de Operações Básicas do Usuário Cliente Web

Webmail UFMA Tutorial de Operações Básicas do Usuário Cliente Web UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - NTI GERÊNCIA DE REDES - GEREDES Webmail UFMA Tutorial de Operações Básicas do Usuário Cliente Web São Luís 2014 1. INICIANDO...

Leia mais

Andarta - Guia de Instalação. Guia de Instalação

Andarta - Guia de Instalação. Guia de Instalação Guia de Instalação 29 de setembro de 2010 1 Sumário Introdução... 3 Os Módulos do Andarta... 4 Instalação por módulo... 6 Módulo Andarta Server... 6 Módulo Reporter... 8 Módulo Agent... 9 Instalação individual...

Leia mais

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes)

Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) Guia de Utilização do Microsoft Dynamics CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes) 1. Sobre o Microsoft Dynamics CRM - O Microsoft Dynamics CRM permite criar e manter facilmente uma visão clara dos clientes,

Leia mais

Moodlerooms Instructor Essentials

Moodlerooms Instructor Essentials Moodlerooms Instructor Essentials [Type the company address] 2015 Moodlerooms Índice VISÃO GERAL DO BOLETIM JOULE... 4 Benefícios do Boletim Joule... 4 Documentação do professor no Boletim Joule... 4 Acesso

Leia mais

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1

Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 Manual do Teclado de Satisfação Local Versão 1.4.1 26 de agosto de 2015 Departamento de Engenharia de Produto (DENP) SEAT Sistemas Eletrônicos de Atendimento 1. Introdução O Teclado de Satisfação é uma

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO. Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi FACULDADE DE TECNOLOGIA DE OURINHOS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Felipe Luiz Quenca Douglas Henrique Samuel Apolo Ferreira Lourenço Samuel dos Reis Davi ENDIAN FIREWALL COMMUNITY 2.5.1 OURINHOS-SP 2012 HOW-TO

Leia mais

XXIV SEMANA MATEMÁTICA

XXIV SEMANA MATEMÁTICA XXIV SEMANA ACADÊMICA DA MATEMÁTICA Minicurso: Criação e Desenvolvimento de Cursos Online via Moodle Projeto de Extensão: Uma Articulação entre a Matemática e a Informática como Instrumento para a Cidadania

Leia mais

6 Aplicações Ricas para Internet

6 Aplicações Ricas para Internet 6 Aplicações Ricas para Internet DESENVOLVIMENTO WEB II - 7136 6.1. Evolução das aplicações para web O crescente número de pessoas que usufruem da informatização das tarefas cotidianas, viabilizadas na

Leia mais

Guia de instalação e configuração do Alteryx Server

Guia de instalação e configuração do Alteryx Server Guia de referência Guia de instalação e configuração do Alteryx Server v 1.5, novembro de 2015 Sumário Guia de instalação e configuração do Alteryx Server Sumário Capítulo 1 Visão geral do sistema... 5

Leia mais

Guia definitivo da pesquisa de mercado online

Guia definitivo da pesquisa de mercado online Guia definitivo da pesquisa de mercado online Noções básicas de pesquisa de mercado e um guia para usar o Opinion Box Índice Introdução 3 1. O que é pesquisa de mercado 4 2. Como fazer uma pesquisa de

Leia mais

SAP VIRTUAL AGENCY GUIA DE INTRODUÇÃO: SELF SERVICE MARKETING

SAP VIRTUAL AGENCY GUIA DE INTRODUÇÃO: SELF SERVICE MARKETING GUIA DE INTRODUÇÃO: SELF SERVICE MARKETING SELF SERVICE MARKETING ÍNDICE Introdução 3 Iniciando 4 Criação de campanhas com recursos 8 Personalização e execução de campanhas pré-configuradas 10 Crie suas

Leia mais

Gerenciador de Mudanças automatizadas

Gerenciador de Mudanças automatizadas Benefícios para os Negócios Minimizando a dependência em processos manuais e reduzindo risco de erro humano Reduz o tempo, esforço e risco de erro humano que existem ao mudar a configuração em dispositivos

Leia mais

Tutorial do Iniciante. Excel Básico 2010

Tutorial do Iniciante. Excel Básico 2010 Tutorial do Iniciante Excel Básico 2010 O QUE HÁ DE NOVO O Microsoft Excel 2010 é um programa de edição de planilhas eletrônicas muito usado no mercado de trabalho para realizar diversas funções como;

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO. ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL. Manual de Operação do SIMPLES 1

MANUAL DE OPERAÇÃO. ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL. Manual de Operação do SIMPLES 1 Manual de Operação do SIMPLES 1 MANUAL DE OPERAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO COMERCIAL ASP Consultoria e Desenvolvimento de Softwares Ltda. Manual de Operação do SIMPLES 2 A Empresa A ASP Desenvolvimento de Softwares

Leia mais

Como criar. um artigo. em 1h ou menos. Por Natanael Oliveira

Como criar. um artigo. em 1h ou menos. Por Natanael Oliveira Como criar um artigo em 1h ou menos Por Natanael Oliveira 1 Como escrever um artigo em 1h ou menos Primeira parte do Texto: Gancho Inicie o texto com perguntas ou promessas, algo que prenda atenção do

Leia mais

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel Software de gerenciamento do sistema Intel do servidor modular Intel Declarações de Caráter Legal AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE DOCUMENTO SÃO RELACIONADAS AOS PRODUTOS INTEL, PARA FINS DE SUPORTE ÀS PLACAS

Leia mais

Wireshark Lab: Iniciando

Wireshark Lab: Iniciando Wireshark Lab: Iniciando Versão 1.1 2005 KUROSE, J.F & ROSS, K. W. Todos os direitos reservados 2008 BATISTA, O. M. N. Tradução e adaptação para Wireshark. Conte-me e esqueço. Mostre-me e eu lembro. Envolva-me

Leia mais

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial

INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial INSTALAÇÃO PRINTERTUX Tutorial 2 1. O Sistema PrinterTux O Printertux é um sistema para gerenciamento e controle de impressões. O Produto consiste em uma interface web onde o administrador efetua o cadastro

Leia mais

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Informática - Básico Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Índice Apresentação...06 Quais são as características do Windows?...07 Instalando o Windows...08 Aspectos Básicos...09 O que há na tela do Windows...10

Leia mais

Linux. Educacional. Tutorial Buzzword

Linux. Educacional. Tutorial Buzzword Linux Educacional Tutorial Buzzword Para trabalhar com o programa Buzzword online, é necessário que crie uma conta no site. Para isso acesse o endereço - https://buzzword.acrobat.com/ Para criar uma conta

Leia mais

b 1 Copyright 2008-2012 In9 Mídia Soluções Digitais Inc. All rights reserved.

b 1 Copyright 2008-2012 In9 Mídia Soluções Digitais Inc. All rights reserved. b 1 Conteúdo Capítulo 1... 3 Instalando o Neonews... 3 Neonews no Linux... 6 Capítulo 2... 7 Configurando o NeoNews... 7 Capítulo 3... 13 Teclas de Atalho do NeoNews Player... 13 2 Capítulo 1 Instalando

Leia mais

Estratégia para fazer cópias de segurança ( backup ) em nuvem

Estratégia para fazer cópias de segurança ( backup ) em nuvem 1 de 20 Estratégia para fazer cópias de segurança ( backup ) em nuvem Resolvi documentar uma solução que encontrei para fazer minhas cópias de segurança. Utilizo um software gratuito chamado Cobian Backup

Leia mais

Manual do Software. HP SimpleSave. Software de Backup Manual do Usuário. SimpleSave

Manual do Software. HP SimpleSave. Software de Backup Manual do Usuário. SimpleSave HP SimpleSave Software de Backup Manual do Usuário Manual do Software SimpleSave Para obter Ajuda Para mais ajuda com o seu drive, sua instalação e o software, entre em contato com: Suporte Web de Atendimento

Leia mais

Shavlik Protect. Guia de Atualização

Shavlik Protect. Guia de Atualização Shavlik Protect Guia de Atualização Copyright e Marcas comerciais Copyright Copyright 2009 2014 LANDESK Software, Inc. Todos os direitos reservados. Este produto está protegido por copyright e leis de

Leia mais

Documento de Instalação e Configuração do InfoGrid

Documento de Instalação e Configuração do InfoGrid Documento de Instalação e Configuração do InfoGrid Tecgraf/PUC Rio infogrid@tecgraf.puc rio.br 1.Introdução O objetivo deste documento é podermos registrar em um único local todas as informações necessárias

Leia mais

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter

Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter Índice Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter............... 1 Sobre a Instalação do IBM SPSS Modeler Server Adapter................ 1 Requisitos de

Leia mais

Núcleo Thomas Manual do usuário

Núcleo Thomas Manual do usuário Núcleo Thomas Manual do usuário Sua mais nova e aprimorada ferramenta online de avaliação e gerenciamento de pessoas Descubra a forma mais rápida e simples de gerenciar suas avaliações de funcionários

Leia mais

Parte 5 - Criação de cursos à distância no Modelo Fechado

Parte 5 - Criação de cursos à distância no Modelo Fechado Parte 5 - Criação de cursos à distância no Modelo Fechado Neste capítulo iremos estudar como montar um curso à distância que, embora acessível via a Internet, tenha acesso controlado. Para isto, teremos

Leia mais

Configurando o IIS no Server 2003

Configurando o IIS no Server 2003 2003 Ser ver Enterprise Objetivo Ao término, você será capaz de: 1. Instalar e configurar um site usando o IIS 6.0 Configurando o IIS no Server 2003 Instalando e configurando o IIS 6.0 O IIS 6 é o aplicativo

Leia mais

Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais

Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais Guia Definitivo de Ferramentas para Micro Empreendedores Individuais Introdução O Brasil já tem 4,7 milhões de microempreendedores individuais, segundo dados de janeiro de 2015 da Receita Federal. O incentivo

Leia mais

Guia do Usuário. Avigilon Control Center Móvel Versão 2.0 para Android

Guia do Usuário. Avigilon Control Center Móvel Versão 2.0 para Android Guia do Usuário Avigilon Control Center Móvel Versão 2.0 para Android 2011-2015 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. AVIGILON é marca comercial registrada e/ou não registrada da Avigilon

Leia mais

Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A

Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A Manual Digifort Evidence Versão 1.0.1 Rev. A Índice ANTES DE VOCÊ COMEÇAR... 4 PRÉ-REQUISITOS... 4 SCREEN SHOTS... 4 A QUEM SE DESTINA ESTE MANUAL... 4 COMO UTILIZAR ESTE MANUAL... 4 Introdução... 5 INSTALANDO

Leia mais