Advisor. Lean Operator. O próximo passo na gestão dos negócios das operadoras de telecomunicações

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Advisor. Lean Operator. O próximo passo na gestão dos negócios das operadoras de telecomunicações"

Transcrição

1 Foco Eficiência Operacional Tecnologia Sistemas de Suporte à Operação Setor Telecomunicações Geografia América Latina Advisor Independent business analysis of technology trends for ICT decision makers Lean Operator O próximo passo na gestão dos negócios das operadoras de telecomunicações

2 Outubro, 2009 Sumário Introdução O mercado atual as operadoras no Brasil Cenário pede operadoras mais eficientes Como fazer isso? Caso prático de Lean Operator Considerações finais Advisor Independent business analysis of technology trends for ICT decision makers

3 Introdução O conceito lean e a aplicação no mercado das operadoras O lean manufacturing refere-se ao sistema de produção usado pela Toyota desde meados do século 20. Consiste em propor melhorias nas etapas do processo de fabricação (processamento, inspeção, transporte e armazenagem) e em eliminar os sete pontos de perdas ou desperdícios (superprodução, transporte, processamento, produtos defeituosos, movimento, espera e estoque). Dessa forma, a empresa consegue aproveitar melhor seus recursos e produzir de maneira mais eficiente e com custo menor. O modelo mostrou-se tão eficaz que se tornou um clássico nos livros e cursos de gestão no mundo todo e tem sido adaptado a outros segmentos da economia. O conceito lean aplicado aos negócios das operadoras o lean operator consiste em eliminar os desperdícios das atividades dessas empresas para que consigam manter a competitividade em meio à complexidade do mercado. Lean Operator O próximo passo na gestão dos negócios das operadoras de telecomunicações 3

4 O mercado atual as operadoras no Brasil O mercado de operadoras no Brasil passa por uma profunda transformação. No fim da década de 90, a privatização redefiniu as regras do mercado, impulsionou investimentos da ordem de R$148 bilhões em dez anos e resultou na ampliação das ofertas de serviço e na explosão do número de usuários do sistema. Ao mesmo tempo, a privatização pavimentou o caminho para a consolidação que vemos hoje e que constitui outro aspecto impactante para o mercado. Para as empresas que estão se unindo, de um lado, o processo pode ser benéfico, uma vez que amplia a abrangência do negócio; por outro lado, há todas as questões de integração que resultam de uma fusão. Para quem está de fora, a consolidação impõe obstáculos à competitividade e, em alguns casos, à própria sobrevivência do negócio. Outra questão importante é a massificação dos serviços de telecomunicações. Como referência, podemos utilizar os números da telefonia celular em 1998, o Brasil tinha cerca de 7,3 milhões de celulares. No primeiro trimestre de 2009, já eram 152 milhões de aparelhos, com previsão de alcançar 170 milhões de aparelhos até Trata-se de um avanço de mais de vinte vezes em doze anos. A penetração da banda larga móvel também tem aumentado significativamente. De acordo com o IDC, no início de 2007 havia 300 mil usuários do serviço no Brasil. Em setembro do ano seguinte, esse número chegou a 1,8 milhão um crescimento de trezentos por cento, principalmente ligado à maior gama de celulares com acesso à tecnologia e à oferta de modems para notebooks. Além disso, há a necessidade de cumprir as exigências da recente legislação de call center, que causou profundo impacto nas operadoras de telecom, uma vez que impõe grandes investimentos no atendimento ao consumidor uma das principais linhas de OpEx (Operating Expenses) das operadoras. Ao mesmo tempo que há necessidade de aumento de investimento, há pressões para a redução do CapEx (Capital Expenses) e do OpEx. É preciso levar em consideração também que boa parte das operadoras conta com um mix de infraestrutura tecnológica e de sistemas extremamente complexos e de difícil integração. Assim, as empresas enfrentam obstáculos em vários pontos da operação, desde a criação de novos serviços até o atendimento ao consumidor, no caso de alguma falha de serviço, por exemplo. Outro ponto a ser levado em conta nessa análise é a gestão da planta. As operadoras trabalham com equipes terceirizadas, que dão a oportunidade de ganhar no custo, mas cujo suporte traz maior complexidade em aspectos como identidade e padronização do serviço. Alta rotatividade, pressão constante para a redução de custos e dificuldade na homogeneização do conhecimento são alguns dos aspectos que fazem da terceirização da operação um aspecto de elevada criticidade. 4 Advisor Independent business analysis of technology trends for ICT decision makers

5 "Ao mesmo tempo que há necessidade de aumento de investimento, há pressões para a redução do CapEx (Capital Expenses) e do OpEx." Figura 1 Desdobramento dos desafios do mercado em desafios de operação Desafios de competitividade no mercado de telecomunicações Desafios específicos para as operadoras Mercado Pressão constante por margens Crise e consequente restrição de orçamentos de investimentos e custos Clientes Aumento do consumo de serviços Maior nível de exigência por qualidade Expansão de serviços e de cobertura Penetração de telefonia móvel e banda larga Ofertas multi-play Ampliação da cobertura geográfica Consolidação de players e reposicionamento Fusões e aquisições Reestruturações internas Outsourcing Venda Criação de bundles de serviços Preço Cobertura dos serviços Atendimento e suporte Ponto único de contato com o cliente Qualidade do atendimento Integração de aplicações e processos Operação de redes Disponibilidade e qualidade dos serviços Proatividade para resolução de problemas Automação de atividades Integração de plataformas e sistemas Planta externa Interface de contato com o cliente Gestão de desempenho de equipes Automação de atividades e otimização de procedimentos Equilíbrio entre qualidade e custos Fonte: PromonLogicalis Lean Operator O próximo passo na gestão dos negócios das operadoras de telecomunicações 5

6 Cenário pede operadoras mais eficientes O cenário da figura anterior mostra a complexidade em que estão inseridas as operadoras. De um lado, a necessidade de ampliação de lucratividade e redução de CapEx e OpEx; de outro, as pressões pela manutenção de investimento em infraestutura, melhoria no atendimento e lançamento de novos serviços. Para buscar maior lucratividade e manter o ritmo do mercado, as operadoras precisam expandir os serviços e a cobertura. Esse crescimento exige reorganização das ofertas e melhoria dos processos. Para abordar os desafios de qualidade e eficiência do serviço, somados aos de expansão do portfólio e cobertura, entra o conceito de lean operator. Essa abordagem visa identificar os pontos de desperdício nas atividades de uma operadora, propor melhorias e identificar métricas que vão verificar se essas melhorias foram realmente eficientes. Para melhor compreender o conceito de lean operator, podemos traçar um paralelo com os avanços do setor automotivo, guardadas as diferenças temporais. Até alguns anos atrás, linhas telefônicas constituíam ativos de grande valor e eram declaradas em imposto de renda. Na parábola, podemos compará-las a Rolls Royces, montados individualmente de maneira artesanal. Não havia padronização, os processos fabris eram lentos e tinham alto custo. O mercado apresentava pouca competição. Figura 2 Questões críticas na gestão dos negócios das operadoras Flexibilizar a oferta de produtos e serviços e ao mesmo tempo oferecer planos simplificados de precificação. Estar em conformidade com marcos regulatórios. Construir uma visão de processo fim a fim independentemente das barreiras departamentais da empresa. Buscar ganhos de redução de custos e investimentos sem impactar indicadores de qualidade do atendimento. Identificar e estabelecer métricas de desempenho (KPIs e metas) que gerem incentivos reais de melhoria. Evoluir e integrar a arquitetura de OSS para uma estrutura flexível, mas considerando o legado e as restrições do orçamento. Buscar equilíbrio na terceirização de processos, balanceando os ganhos de custo e de maior foco no negócio com o distanciamento e perda de controle das atividades terceirizadas. Solucionar ou evitar problemas a partir de abordagens proativas. Fonte: PromonLogicalis 6 Advisor Independent business analysis of technology trends for ICT decision makers

7 "Para abordar os desafios de qualidade e eficiência do serviço, somados aos de expansão do portfólio e cobertura, entra o conceito de lean operator." O momento seguinte para as telcos foi a privatização, a massificação das ofertas e a competição em preços. Na indústria automotiva, foi a produção em massa, iniciada com o Ford T no início do século 20, que proporcionou rapidez e custo mais baixo, porém com apenas um produto. O mercado passou a competir nos preços, mas ainda não oferecia flexibilidade. Atualmente, as operadoras precisam oferecer soluções customizáveis e flexíveis, e novas ofertas como vídeo e banda on demand. Para fazer isso sem perder de vista a lucratividade, é preciso incrementar significativamente a produtividade, identificando os gargalos da prestação de serviços e os desperdícios nas operações, propondo ajustes que tornem as operações mais eficientes e menos custosas. Em outras palavras: é preciso que as operadoras deem o próximo passo na evolução de seus modelos de negócios e adotem a abordagem de eliminação de desperdícios em seus processos. É preciso que elas alcancem o modelo lean. Motivos para isso não faltam. De acordo com análises da PromonLogicalis, a abordagem lean operator leva a uma diminuição de algo entre vinte e quarenta por cento no tempo dos processos, a uma redução de até sessenta por cento dos erros em atividades e à queda de dez a vinte por cento na alocação de recursos (e, consequentemente, dos custos) para a realização de processos. Figura 3 Benefícios da adoção da abordagem lean operator (exemplos de projetos) Ganhos competitivos tangíveis Mais rápido Mais certo Mais barato Redução de lead times de processos Diminuições entre 20 e 40% do tempo de processos (ex.: resolução de falhas ou aprovisionamento) Minimização de erros e retrabalho Reduções de 30 a 60% de erros em atividades (ex.: aprovisionamento de serviços) Redução de custos de processos Diminuição de 10 a 20% da alocação de recursos para realização de processos (ex.: reparos remotos de falhas) Redução de 20 a 40% no lead-time Redução de 30 a 60% em erros Redução de 10 a 20% nos custos Fonte: PromonLogicalis Lean Operator O próximo passo na gestão dos negócios das operadoras de telecomunicações 7

8 Como fazer isso? A identificação de melhorias nos processos pode ser buscada através da aplicação de conceitos na operação, de forma a levantar as oportunidades, e de uma metodologia estruturada para colocá-la em prática. Visão do processo fim a fim: o ótimo local pode não ser o ótimo global do processo. Melhorias localizadas, embora aparentemente bem-vindas, podem atrapalhar o fluxo do processo como um todo. Exemplo bastante ilustrativo é o de um primeiro nível de atendimento (de call center ou centro de gerência de redes) que, para atender indicadores locais de desempenho como lead-time de processo, repassa suas atividades (bilhetes de defeito, por exemplo) para outros níveis de atendimento, em geral mais caros. O ótimo local torna o processo mais caro quando analisado fim a fim. Padronização de atividades: reduz erros e aumenta a eficiência. A busca por processos padronizados e documentados diminui a dependência de recursos específicos (conhecimento represado na memória de alguns poucos profissionais), além de facilitar esforços de capacitação e mensuração de desempenho. Para padronizar as atividades, é bem-vinda a busca de práticas discutidas conjuntamente no mercado (como o etom enhanced Telecom Operations Map ou o ITIL IT Infrastructure Library). A padronização é útil para melhorar a comunicação tanto interna quanto externamente (com vendors, prestadores de serviço e integradores de sistema). Automação e correlação: elimina atividades manuais e possibilita correlação de informações para correções e ações proativas. A padronização de processos permite a automação de atividades manuais e, consequentemente, a redução dos custos dos processos. Além da eliminação pura e simples de atividades manuais, a automação permite o cruzamento de informações (históricas e de projeções futuras) para correlacionar falhas em diferentes equipamentos aos serviços utilizados por um cliente, agilizando a correção e melhorando a qualidade do atendimento. A automação e a correlação em conjunto permitem, por exemplo, associar ligações de reclamação originadas de usuários de uma mesma região com a provável falha de um equipamento, e criar prompts que proativamente forneçam informações a esses usuários. Visualização de KPIs (key performance indicators) dos processos: não se gerencia o que não se mede. O desenho dos processos permite a seleção dos indicadores mais adequados para medir o desempenho da operação. O estabelecimento dos KPIs serve para identificar focos de melhoria e, em outra perspectiva, fornecer insumos bastante úteis no estabelecimento de metas para processos, equipes e indivíduos (para a criação de políticas de incentivos e penalizações). A aplicação do conceito lean começa com a avaliação dos processos que fazem parte das atividades da empresa, de que maneira esses processos estão interligados e onde estão os gargalos e oportunidades de melhoria. Essas oportunidades são transformadas em projetos, nos quais os potenciais de ganho são calculados, bem como a necessidade de recursos para aplicar as melhorias. As diversas oportunidades devem ser então priorizadas, avaliando relações como a de precedência-dependência entre os projetos, os ganhos e a complexidade de implementação. 8 Advisor Independent business analysis of technology trends for ICT decision makers

9 Caso prático de Lean Operator O método descrito pode ser ilustrado com um caso hipotético de avaliação de processos de atendimento em uma operadora. Este exemplo se aplica, sem perda de generalidade, tanto aos fluxos de reclamações de falhas de serviços com entrada de chamadas por um call center e reparo remoto ou encaminhamento até uma equipe de campo, quanto para fluxos de correções de falhas de equipamentos, no qual falhas são identificadas no centro de gerência de redes e tratadas remotamente ou por equipes de campo. Experiências de casos similares mostram que os primeiros níveis de atendimento, sejam eles de call centers ou de centros de gerência de redes, sofrem com a existência de uma multiplicidade de sistemas para lidar com as diferentes redes, com as dificuldades de capacitação em processos e tecnologias e com a falta de integração com outras áreas. Contudo, os problemas mencionados podem ser considerados, sob outra perspectiva, como oportunidades de melhoria. Figura 4 Fluxo de atendimento de serviço e alarmes de rede 1º nível Campo Visão cliente Reclamações de clientes Call center de atendimento a falhas de serviços Equipes de campo para planta externa e suporte ao cliente Visão rede Alarmes de rede Centro de gerência de redes (CGR ou NOC) Equipes de campo para manutenção de rede Proporção de custo por solicitação Fonte: PromonLogicalis Lean Operator O próximo passo na gestão dos negócios das operadoras de telecomunicações 9

10 Além da análise local, uma avaliação fim a fim pode trazer à tona oportunidades adicionais de ganho. O custo do reparo de um problema por uma equipe de campo pode ser de cinco a dez vezes o de um reparo remoto, feito pelo call center ou centro de gerência. "Além da análise local, uma avaliação fim a fim pode trazer à tona oportunidades adicionais de ganho. O custo do reparo de um problema por uma equipe de campo pode ser de cinco a dez vezes o de um reparo remoto, feito pelo call center ou centro de gerência." Essa constatação traz ao primeiro nível de atendimento o desafio adicional de aumentar a retenção de bilhetes, além de melhorar seus processos. Por outro lado, a avaliação do retorno dos investimentos em melhoria no primeiro nível pode ser mais positiva se for considerado o custo total do processo de reparo. Caso uma ação de melhoria (adição de funcionalidades de testes, por exemplo) possibilite maior retenção, terá como ganhos esperados não só a maior eficiência local, mas também a redução do custo de reparo em campo, na proporção de 1:5 a 1:10. Por fim, a busca de melhoria no processo de campo completa a análise. O diagnóstico pode trazer oportunidades de otimização do processo, como gestão de indicadores das empresas contratadas, automação de procedimentos de teste e reparo, automação e otimização do despacho de equipes, entre outras. Utilizando também uma perspectiva fim a fim, a melhoria do processo de reparo pode diminuir a reincidência de reclamações, reduzindo o custo de atendimento do primeiro nível. 10 Advisor Independent business analysis of technology trends for ICT decision makers

11 Figura 5 Oportunidade de melhoria nos processos fim a fim Redução da quantidade de processos (bilhetes) repassados maior % de retenção no 1º nível. Redução de custo total do processo (custo de troubleshooting remoto de 1:5 a 1:10 do custo de field services). Field services Visão fim a fim das operações. Redução do custo total do processo. Menor carga de trabalho por processo. Menor quantidade de processos. Processos mais baratos. Padronização, automação e gestão dos processos. Redução de reincidências e feedback positivo para redução de atendimentos no 1º nível. 1º nível de troubleshooting (NOC ou call center) Treinamento em tecnologias e processos. Automação de testes e rotinas de troubleshooting. Integração de ferramentas (workflow e ferramentas de troubleshooting). Revisão de KPIs locais (tempo de tratamento e problemas) versus globais (retenção em troubleshooting remoto). Redução de repasses indevidos. Workforce management das equipes de campo. Checklists de melhores práticas. Automação de despacho e fechamento. Roteirização e divisão em regiões de atuação. Negociação de contratos e SLAs. Controle de repasses indevidos. Antifraude. Fonte: PromonLogicalis Lean Operator O próximo passo na gestão dos negócios das operadoras de telecomunicações 11

12 Considerações finais A complexidade do mercado de telecomunicações no Brasil apresenta diversas questões que as operadoras devem equacionar a consolidação do mercado, os marcos regulatórios, as constantes pressões para redução de CapEx e OpEx, o crescimento explosivo do número de usuários e a necessidade de trabalhar com novas ofertas são alguns deles. A própria estrutura interna das empresas apresenta diversos obstáculos, como sistemas legados que devem se comunicar com o restante dos aplicativos e, em alguns casos, a necessidade de integração depois de um processo de fusão ou aquisição. Para orquestrar todos esses itens, uma abordagem possível é a adoção do conceito de lean operator. O modelo tem como premissa mapear a situação da empresa, avaliar seus processos de maneira integrada e global, identificar os gargalos nas atividades e propor soluções para eliminar o desperdício, tudo isso com o apoio das melhores práticas de mercado. 12 Advisor Independent business analysis of technology trends for ICT decision makers

13 Nesse processo, é essencial que as empresas contem com uma visão especializada e imparcial, com o objetivo de ter ao seu alcance as melhores práticas, preservando a neutralidade em relação a soluções específicas de vendors. A PromonLogicalis está pronta para ajudar as operadoras a identificarem essas oportunidades de melhoria e auxiliar as empresas a implementá-las, oferecendo aos seus clientes recomendações do que eles realmente precisam. Além disso, a PromonLogicalis é uma empresa que tem presença em toda a América Latina, o que lhe permite compreender profundamente o cenário e os desafios locais. Dessa forma, é o parceiro ideal para assessorar as empresas na definição de prioridades e soluções, levando em consideração suas necessidades e características locais. Lean Operator O próximo passo na gestão dos negócios das operadoras de telecomunicações 13

14 Advisor é uma publicação da PromonLogicalis. Este documento contém informações de titularidade ou posse da PromonLogicalis, de suas controladas ou coligadas, e são protegidas pela legislação vigente. Reprodução total ou parcial desta obra apenas com prévia autorização da PromonLogicalis. As informações contidas nesta publicação são baseadas em conceitos testados e empregados no desenvolvimento de projetos específicos e estão sujeitas a alterações de acordo com o cenário de mercado e os objetivos de cada projeto. YASSUKI TAKANO Gerente de Consultoria Com mais de 10 anos de experiência em consultoria, atuou em inúmeros projetos de desenho e implementação de novos modelos de serviços e operação, e no desenvolvimento de soluções de automação de processos. Com passagem como Consultor pela Roland Berger, é Engenheiro pelo ITA e Mestrando em Administração de Empresas pela FGV. THIAGO LANÇONI Consultor Engenheiro pela Unicamp, atuou em projetos de assessment de processos, desenvolvimento de novos produtos e reestruturação de portólio de serviços para grandes operadoras de telecomunicações. +55 (11) (11) Para saber mais sobre este e outros assuntos e conhecer o que podemos fazer por sua empresa, entre em contato conosco: Diretor Responsável Luis Minoru 14 Advisor Independent business analysis of technology trends for ICT decision makers

15 A PromonLogicalis Com mais de trinta anos de experiência, a PromonLogicalis tem ampla experiência na gestão de redes de telecomunicações e oferece serviços de consultoria que auxiliam operadoras de telecomunicações na otimização de seus processos de operação de redes. Utilizando sua experiência em redes e melhores práticas de processos de gestão de tecnologia, a PromonLogicalis desenvolve projetos de análise e identificação de oportunidades de melhoria em processos, equipes/ capacitação e ferramentas de suporte à operação. Com recomendações realistas e visibilidade de impactos tangíveis na operação, a abordagem consultiva da PromonLogicalis concilia a demanda de melhoria nos negócios com inovações tecnológicas. Lean Operator O próximo passo na gestão dos negócios das operadoras de telecomunicações 15

16 Argentina Brasil Chile Paraguai Peru Uruguai Copyright 2009 PromonLogicalis All rights reserved.

CPM Braxis Capgemini reduz custos em 18% com CA Business Service Insight

CPM Braxis Capgemini reduz custos em 18% com CA Business Service Insight CUSTOMER SUCCESS STORY CPM Braxis Capgemini reduz custos em 18% com CA Business Service Insight PERFIL DO CLIENTE Indústria: Serviços de TI Companhia: CPM Braxis Capgemini Empregados: 6500+ Faturamento:

Leia mais

panorama do mercado brasileiro de Cloud Comput

panorama do mercado brasileiro de Cloud Comput panorama do mercado brasileiro de Cloud Comput Cloud Conf 2012 Agosto de 2012 Sobre a Frost & Sullivan - Consultoria Global com presença nos 4 continentes, em mais de 25 países, totalizando 40 escritórios.

Leia mais

Sourcing de TI. Eficiência nas iniciativas de sourcing de TI Como alcançá-la? Conhecimento em Tecnologia da Informação

Sourcing de TI. Eficiência nas iniciativas de sourcing de TI Como alcançá-la? Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação Sourcing de TI Eficiência nas iniciativas de sourcing de TI Como alcançá-la? 2010 Bridge Consulting Apresentação Apesar de ser um movimento de grandes dimensões,

Leia mais

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança.

EMC Consulting. Estratégia visionária, resultados práticos. Quando a informação se reúne, seu mundo avança. EMC Consulting Estratégia visionária, resultados práticos Quando a informação se reúne, seu mundo avança. Alinhando TI aos objetivos de negócios. As decisões de TI de hoje devem basear-se em critérios

Leia mais

TIM Brasil Padroniza Testes e Antecipa Erros em Aplicações com CA LISA

TIM Brasil Padroniza Testes e Antecipa Erros em Aplicações com CA LISA CUSTOMER SUCCESS STORY Maio 2014 TIM Brasil Padroniza Testes e Antecipa Erros em Aplicações com CA LISA PERFIL DO CLIENTE Indústria: Telecomunicações Empresa: TIM Brasil Colaboradores: 12,167 mil EMPRESA

Leia mais

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti

Governança AMIGA. Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti e d a id 4 m IN r fo a n m Co co M a n ua l Governança AMIGA Para baixar o modelo de como fazer PDTI: www.microsoft.com/brasil/setorpublico/governanca/pdti Um dos grandes desafios atuais da administração

Leia mais

Migração de sistemas antigos. Avançando para um futuro competitivo

Migração de sistemas antigos. Avançando para um futuro competitivo Migração de sistemas antigos Avançando para um futuro competitivo A automação e controle é um dos mais importantes investimentos para garantir o sucesso da manufatura de qualquer indústria. Porém, por

Leia mais

Profa. Gislaine Stachissini. Unidade II GOVERNANÇA DE TI

Profa. Gislaine Stachissini. Unidade II GOVERNANÇA DE TI Profa. Gislaine Stachissini Unidade II GOVERNANÇA DE TI Estratégia e governança em TI Estratégia empresarial A palavra estratégia vem do grego strategus = "o general superior ou "generalíssimo. Strategia

Leia mais

Internacionalização e Localização de Software AGENDA

Internacionalização e Localização de Software AGENDA Internacionalização e Localização de Software ExpoGestão - 2006 for International Software Business Ernani Ferrari AGENDA Planejando-se a Internacionalização Razões para internacionalizar Abordagens e

Leia mais

qual é o segredo para obter PPM de forma fácil e econômica em quatro semanas?

qual é o segredo para obter PPM de forma fácil e econômica em quatro semanas? RESUMO DA SOLUÇÃO Pacote CA Clarity PPM on Demand Essentials for 50 Users qual é o segredo para obter PPM de forma fácil e econômica em quatro semanas? agility made possible Agora a CA Technologies oferece

Leia mais

Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo

Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo Economia Móvel América Latina 2013 A GSMA representa os interesses da indústria mundial de comunicações móveis. Presente em mais de 220 países, a GSMA

Leia mais

Uma visão abrangente dos negócios. Solução para superar barreiras e otimizar recursos na sua empresa

Uma visão abrangente dos negócios. Solução para superar barreiras e otimizar recursos na sua empresa Uma visão abrangente dos negócios Solução para superar barreiras e otimizar recursos na sua empresa Negócios sem barreiras O fenômeno da globalização tornou o mercado mais interconectado e rico em oportunidades.

Leia mais

RHIND Group. Rhind Group. Nossa Equipe. Nosso objetivo

RHIND Group. Rhind Group. Nossa Equipe. Nosso objetivo Rhind Group É uma empresa estruturada para prover soluções em consultoria e assessoria empresarial aos seus clientes e parceiros de negócios. Com larga experiência no mercado, a Rhind Group tem uma trajetória

Leia mais

TIM Brasil Padroniza Testes e Antecipa Erros em Aplicações com CA Service Virtualization

TIM Brasil Padroniza Testes e Antecipa Erros em Aplicações com CA Service Virtualization CUSTOMER SUCCESS STORY Junho 2014 TIM Brasil Padroniza Testes e Antecipa Erros em Aplicações com CA Service Virtualization PERFIL DO CLIENTE Indústria: Telecomunicações Empresa: TIM Brasil Colaboradores:

Leia mais

Adicionando valor na produção

Adicionando valor na produção Adicionando valor na produção Em um mercado global altamente competitivo e em constantes transformações, a otimização do resultado dos processos de produção é fundamental. Pressões ambientais e de custo,

Leia mais

CompuStream Representação

CompuStream Representação Por Maximilian Immo Orm Gorissen Gerenciamento dos técnicos de campo Uma visão estratégica do business intelligence associado às operações de serviço a produtos. Nos últimos anos, o conceito de atendimento

Leia mais

Grupo Seres Adota CA Cloud Service Management para Automatizar e Gerenciar Chamados de Service Desk

Grupo Seres Adota CA Cloud Service Management para Automatizar e Gerenciar Chamados de Service Desk CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Grupo Seres Adota CA Cloud Service Management para Automatizar e Gerenciar Chamados de Service Desk PERFIL DO CLIENTE Indústria: Consultoria Empresa: Grupo Seres Colaboradores:

Leia mais

Grupo Seres Adota CA Nimsoft Service Desk para Automatizar e Gerenciar Chamados de Service Desk

Grupo Seres Adota CA Nimsoft Service Desk para Automatizar e Gerenciar Chamados de Service Desk CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Grupo Seres Adota CA Nimsoft Service Desk para Automatizar e Gerenciar Chamados de Service Desk PERFIL DO CLIENTE Indústria: Consultoria Empresa: Grupo Seres Colaboradores:

Leia mais

De Boas Ideias para Uma Gestão Baseada em Processos

De Boas Ideias para Uma Gestão Baseada em Processos De Boas Ideias para Uma Gestão Baseada em Processos O que você vai mudar em sua forma de atuação a partir do que viu hoje? Como Transformar o Conteúdo Aprendido Neste Seminário em Ação! O que debatemos

Leia mais

Governança de TI. Focos: Altas doses de Negociação Educação dos dirigentes das áreas de negócios

Governança de TI. Focos: Altas doses de Negociação Educação dos dirigentes das áreas de negócios Governança de TI Parte 3 Modelo de Governança v2 Prof. Luís Fernando Garcia LUIS@GARCIA.PRO.BR Modelo de Governança de TI Modelo adaptação para qualquer tipo de organização Componentes do modelo construídos/adaptados

Leia mais

UM RESUMO EXECUTIVO. Organizado para empresas:construindo um modelo operacional contemporâneo de TI

UM RESUMO EXECUTIVO. Organizado para empresas:construindo um modelo operacional contemporâneo de TI UM RESUMO EXECUTIVO Organizado para empresas:construindo um modelo operacional contemporâneo de TI Ao longo da última década, a TI da EMC tem passado por uma transformação para se tornar uma parceira estrategicamente

Leia mais

Ementários. Disciplina: Gestão Estratégica

Ementários. Disciplina: Gestão Estratégica Ementários Disciplina: Gestão Estratégica Ementa: Os níveis e tipos de estratégias e sua formulação. O planejamento estratégico e a competitividade empresarial. Métodos de análise estratégica do ambiente

Leia mais

Reduza custos. Potencialize o valor da TI em seus negócios.

Reduza custos. Potencialize o valor da TI em seus negócios. Reduza custos. Potencialize o valor da TI em seus negócios. Autor: Douglas Marcos da Silva 7 Sumário Executivo Nas últimas décadas, a evolução tecnológica, a interdependência dos mercados e a intensificação

Leia mais

TRIAD SYSTEMS DESTAQUES. Desenvolvimento para Dispositivos Móveis. Metodologia Ágil. Expertise em. Fábrica de Testes Mobile.

TRIAD SYSTEMS DESTAQUES. Desenvolvimento para Dispositivos Móveis. Metodologia Ágil. Expertise em. Fábrica de Testes Mobile. Expertise em Metodologia Ágil Desenvolvimento para Dispositivos Móveis Fábrica de Testes Mobile Aderência a Cloud e Big Data DESTAQUES TRIAD SYSTEMS Nós somos a TRIAD SYSTEMS, uma empresa de TI, 100% brasileira,

Leia mais

Oracle Financing: A Maneira Mais Rápida e Acessível de Adquirir Soluções de TI

Oracle Financing: A Maneira Mais Rápida e Acessível de Adquirir Soluções de TI Oracle Financing: A Maneira Mais Rápida e Acessível de Adquirir Soluções de TI Para competir com eficácia, as empresas da atualidade precisam se adaptar a um ambiente tecnológico que sofre rápidas mudanças.

Leia mais

AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI

AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI CUSTOMER SUCCESS STORY Março 2014 AT&S Ganha Eficiência e Agilidade de Negócio com Melhor Gestão de TI PERFIL DO CLIENTE Indústria: Manufatura Empresa: AT&S Funcionários: 7.500 Faturamento: 542 milhões

Leia mais

Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio?

Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio? Como obter resultados em TI com gestão e governança efetivas direcionadas a estratégia do negócio? A Tecnologia da Informação vem evoluindo constantemente, e as empresas seja qual for seu porte estão cada

Leia mais

Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte

Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte IBM Global Technology Services Manutenção e suporte técnico Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável de Suporte Uma abordagem inovadora em suporte técnico 2 Crescendo e Inovando com um Parceiro Confiável

Leia mais

Como Sistemas de Suporte a Operação podem auxiliar na Manutenção das Linhas de Transmissão

Como Sistemas de Suporte a Operação podem auxiliar na Manutenção das Linhas de Transmissão Como Sistemas de Suporte a Operação podem auxiliar na Manutenção das Linhas de Transmissão Fabio Hashimoto Gerente de Portifólio Rio de Janeiro, 18 de Março de 2010 Copyright 2009 PromonLogicalis. Todos

Leia mais

Itaú BBA protege operações e transações financeiras com soluções CA Service Assurance

Itaú BBA protege operações e transações financeiras com soluções CA Service Assurance CUSTOMER SUCCESS STORY Itaú BBA protege operações e transações financeiras com soluções CA Service Assurance PERFIL DO CLIENTE Indústria: Serviços Financeiros Companhia: Itaú BBA Grupo Itaú Unibanco Empregados:

Leia mais

PORTIFÓLIO DE CONSULTORIA E ASSESSORIA

PORTIFÓLIO DE CONSULTORIA E ASSESSORIA PORTIFÓLIO DE CONSULTORIA E ASSESSORIA SUMÁRIO DE PROJETOS WORKFLOW... 03 ALINHAMENTO ESTRATÉGICO... 04 IDENTIDADE CORPORATIVA... 04 GESTÃO DE COMPETÊNCIAS... 05 TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO... 05 REMUNERAÇÃO...

Leia mais

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1

SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 SPEKTRUM SOLUÇÕES DE GRANDE PORTE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS SPEKTRUM SAP Partner 1 PROSPERE NA NOVA ECONOMIA A SPEKTRUM SUPORTA A EXECUÇÃO DA SUA ESTRATÉGIA Para as empresas que buscam crescimento

Leia mais

ITIL na Prática. Quais são os fatores críticos de sucesso para obter valor a partir de um Service Desk? Conhecimento em Tecnologia da Informação

ITIL na Prática. Quais são os fatores críticos de sucesso para obter valor a partir de um Service Desk? Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação ITIL na Prática Quais são os fatores críticos de sucesso para obter valor a partir de um Service Desk? Conhecimento em Tecnologia da Informação 2010 Bridge Consulting

Leia mais

Advisor. Data Centers. A pressão por redução de custos e otimização de recursos

Advisor. Data Centers. A pressão por redução de custos e otimização de recursos Foco Redução de Custos Tecnologia Data Centers Setor Grandes Corporações Geografia América Latina Advisor Independent business analysis of technology trends for ICT decision makers Data Centers A pressão

Leia mais

Líder em consultoria no agronegócio

Líder em consultoria no agronegócio MPRADO COOPERATIVAS mprado.com.br COOPERATIVAS 15 ANOS 70 Consultores 25 Estados 300 cidade s 500 clientes Líder em consultoria no agronegócio 1. Comercial e Marketing 1.1 Neurovendas Objetivo: Entender

Leia mais

Questão em foco: Gerenciamento do Portfólio de Produto em uma estratégia de PLM. Fechando o ciclo de planejamento do produto

Questão em foco: Gerenciamento do Portfólio de Produto em uma estratégia de PLM. Fechando o ciclo de planejamento do produto Questão em foco: Gerenciamento do Portfólio de Produto em uma estratégia de PLM Fechando o ciclo de planejamento do produto Tech-Clarity, Inc. 2010 Sumário Introdução à questão... 3 As Primeiras Coisas

Leia mais

Balanced Scorecard. Planejamento Estratégico através do. Curso e- Learning

Balanced Scorecard. Planejamento Estratégico através do. Curso e- Learning Curso e- Learning Planejamento Estratégico através do Balanced Scorecard Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste material sem a permissão expressa

Leia mais

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia P ORTFÓ FÓLIO Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia versão 1.1 ÍNDICE 1. A EMPRESA... 3 2. BI (BUSINESS INTELLIGENCE)... 5 3. DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS... 6 3.1. PRODUTOS

Leia mais

INFORMAÇÕES GERENCIADAS

INFORMAÇÕES GERENCIADAS INFORMAÇÕES GERENCIADAS Gerenciamento de projeto sobre o qual é possível criar Soluções Primavera para engenharia e construção ORACLE É A EMPRESA Melhore o desempenho de projeto, a lucratividade e os resultados

Leia mais

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS. Finanças

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS. Finanças COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS Finanças DESCRIÇÕES DOS NÍVEIS APRENDIZ Aprende para adquirir conhecimento básico. É capaz de pôr este conhecimento em prática sob circunstâncias normais, buscando assistência

Leia mais

Atendimento, Front Office, Back Office......o que observar e melhorar para o futuro

Atendimento, Front Office, Back Office......o que observar e melhorar para o futuro Atendimento, Front Office, Back Office......o que observar e melhorar para o futuro As pressões do novo momento de relacionamento com o cliente... Gestão da Experiência do Cliente Níveis de serviço focando

Leia mais

clientes milhões relatórios mil linhas detalhados +de +de +de +de recuperados em negociações gerenciadas por mês por mês

clientes milhões relatórios mil linhas detalhados +de +de +de +de recuperados em negociações gerenciadas por mês por mês A TeleGestão, especialista em gestão de telecomunicações, dedica-se há mais de 20 anos ao desafio de adequar recursos de telefonia ao perfil corporativo de diversos setores. As soluções da TeleGestão,

Leia mais

Administração de Ativos de TI. Prof. André Montevecchi

Administração de Ativos de TI. Prof. André Montevecchi Administração de Ativos de TI Prof. André Montevecchi Introdução a ITIL Em um mundo altamente competitivo, de mudanças constantes e inesperadas, é preciso ter flexibilidade e agilidade suficientes para

Leia mais

Módulo 4. Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios

Módulo 4. Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios Módulo 4 Visão geral dos controles do COBIT aplicáveis para implantação da Sarbanes, o papel de TI, a importância dos softwares e exercícios Estruturas e Metodologias de controle adotadas na Sarbanes COBIT

Leia mais

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico

Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico CUSTOMER SUCCESS STORY Abril 2014 Solução CA Technologies Garante Entrega de Novo Serviço de Notícias do Jornal Valor Econômico PERFIL DO CLIENTE Indústria: Mídia Companhia: Valor Econômico Funcionários:

Leia mais

INNOVA. Soluções de software que capacitam os processadores de aves a...

INNOVA. Soluções de software que capacitam os processadores de aves a... INNOVA Soluções de software que capacitam os processadores de aves a... Maximizar o rendimento e a produtividade Estar em conformidade com os padrões de qualidade e garantir a segurança dos alimentos Obter

Leia mais

Governança de TI com COBIT, ITIL e BSC

Governança de TI com COBIT, ITIL e BSC {aula #2} Parte 1 Governança de TI com melhores práticas COBIT, ITIL e BSC www.etcnologia.com.br Rildo F Santos rildo.santos@etecnologia.com.br twitter: @rildosan (11) 9123-5358 skype: rildo.f.santos (11)

Leia mais

Scitum reduz em 50% o tempo de produção de relatórios com CA Business Service Insight

Scitum reduz em 50% o tempo de produção de relatórios com CA Business Service Insight CUSTOMER SUCCESS STORY Scitum reduz em 50% o tempo de produção de relatórios com CA Business Service Insight PERFIL DO CLIENTE Indústria: Serviços de TI Empresa: Scitum Funcionários: 450+ EMPRESA Empresa

Leia mais

Otimizada para Crescimento:

Otimizada para Crescimento: Quinta Pesquisa Anual de Mudança na Cadeia de Suprimentos RESUMO REGIONAL: AMÉRICA LATINA Otimizada para Crescimento: Executivos de alta tecnologia se adaptam para se adequar às demandas mundiais INTRODUÇÃO

Leia mais

Alinhamento entre Estratégia e Processos

Alinhamento entre Estratégia e Processos Fabíola Azevedo Grijó Superintendente Estratégia e Governança São Paulo, 05/06/13 Alinhamento entre Estratégia e Processos Agenda Seguros Unimed Modelo de Gestão Integrada Kaplan & Norton Sistema de Gestão

Leia mais

Em 2004 iniciou suas atividades como Diretor de Outsourcing and Services Solutions na Alcatel Telecomunicações no Brasil.

Em 2004 iniciou suas atividades como Diretor de Outsourcing and Services Solutions na Alcatel Telecomunicações no Brasil. O Outsourcing aplicado a Operadoras de Telecomunicações Este tutorial apresenta os conceitos básicos e características do Outsourcing aplicado às Operadoras de Serviços de Telecomunicações. Pascal Daniel

Leia mais

Terceirização total ou terceirização parcial: qual delas escolher? Dialetto Comunicação Estratégica

Terceirização total ou terceirização parcial: qual delas escolher? Dialetto Comunicação Estratégica Terceirização total ou terceirização parcial: qual delas escolher? Dialetto Comunicação Estratégica Índice Introdução Capítulo 1 - Por que terceirizar a montagem de placas? Capítulo 2 - Como escolher a

Leia mais

fornecendo valor com inovações de serviços de negócios

fornecendo valor com inovações de serviços de negócios fornecendo valor com inovações de serviços de negócios A TI é grande. Tantos bits no universo digital quanto estrelas em nosso universo físico. é arriscada. Dois terços dos projetos de TI estão em risco,

Leia mais

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic

Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic CUSTOMER SUCCESS STORY Globalweb otimiza oferta e entrega de serviços a clientes com CA AppLogic PERFIL DO CLIENTE Indústria: Serviços de TI Companhia: Globalweb Outsourcing Empregados: 600 EMPRESA A Globalweb

Leia mais

Outsourcing em Telecom. BI Telecom. Gestão em Telecomunicações. Tarifação e Administração de Ligações. SGTC Corporativo. Auditoria em Telecom

Outsourcing em Telecom. BI Telecom. Gestão em Telecomunicações. Tarifação e Administração de Ligações. SGTC Corporativo. Auditoria em Telecom Sobre a TeleGestão A TeleGestão, especialista em gestão de telecomunicações, dedica-se há mais de 20 anos ao desafio de adequar recursos de telefonia ao perfil corporativo de diversos setores. As soluções

Leia mais

INFORMAÇÕES CONECTADAS

INFORMAÇÕES CONECTADAS INFORMAÇÕES CONECTADAS Resolvendo problemas de negócios para o setor de petróleo e gás Primavera Project Portfolio Management Solutions ORACLE É A EMPRESA Alcançando metas estratégicas no complexo mundo

Leia mais

O valor da performance. Capex investido em qualidade de rede melhora desempenho financeiro das operadoras

O valor da performance. Capex investido em qualidade de rede melhora desempenho financeiro das operadoras O valor da performance Capex investido em qualidade de rede melhora desempenho financeiro das operadoras Abril de 2014 CONTEÚDO RESUMO INTRODUÇÃO 3 MELHOR PERFORMANCE DE REDE 4 IMPLICAÇÕES ESTRATÉGICAS

Leia mais

PLANEJAMENTO DE CAPACIDADE EM INFRA-ESTRUTURAS SUPORTADAS POR SERVIÇOS TERCEIRIZADOS DE REDE DE COMUNICAÇÃO DE DADOS

PLANEJAMENTO DE CAPACIDADE EM INFRA-ESTRUTURAS SUPORTADAS POR SERVIÇOS TERCEIRIZADOS DE REDE DE COMUNICAÇÃO DE DADOS PLANEJAMENTO DE CAPACIDADE EM INFRA-ESTRUTURAS SUPORTADAS POR SERVIÇOS TERCEIRIZADOS DE REDE DE COMUNICAÇÃO DE DADOS Roosevelt Belchior Lima Neste artigo será apresentada uma proposta de acompanhamento

Leia mais

CONCEITOS RELACIONADOS ÀS ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS NOS EPISÓDIOS 1, 2 E 3.

CONCEITOS RELACIONADOS ÀS ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS NOS EPISÓDIOS 1, 2 E 3. CONCEITOS RELACIONADOS ÀS ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS NOS EPISÓDIOS 1, 2 E 3. PROBLEMA: É UM OBSTÁCULO QUE ESTÁ ENTRE O LOCAL ONDE SE ESTÁ E O LOCAL EM QUE SE GOSTARIA DE ESTAR. ALÉM DISSO, UM PROBLEMA

Leia mais

VERTICALIZAÇÃO OU UNIÃO ESTRATÉGICA

VERTICALIZAÇÃO OU UNIÃO ESTRATÉGICA VERTICALIZAÇÃO OU UNIÃO ESTRATÉGICA ABRAMGE-RS Dr. Francisco Santa Helena Presidente da ABRAMGE-RS Sistema ABRAMGE 3.36 milhões de internações; 281.1 milhões de exames e procedimentos ambulatoriais; 16.8

Leia mais

BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos

BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos Terceirização de Processos Empresariais da Capgemini Um componente da área de Serviços Públicos da Capgemini As concessionárias de serviços

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Tecnologia da Informação: Otimizando Produtividade e Manutenção Industrial

Tecnologia da Informação: Otimizando Produtividade e Manutenção Industrial Tecnologia da Informação: Otimizando Produtividade e Manutenção Industrial Por Christian Vieira, engenheiro de aplicações para a América Latina da GE Fanuc Intelligent Platforms, unidade da GE Enterprise

Leia mais

Soluções CA Technologies suportam a governança de TI na Marisa

Soluções CA Technologies suportam a governança de TI na Marisa CUSTOMER SUCCESS STORY Soluções CA Technologies suportam a governança de TI na Marisa PERFIL DO CLIENTE Indústria: Varejo Companhia: Marisa Lojas S/A Empregados: aproximadamente 15 mil Receita líquida

Leia mais

IBM Software IBM Business Process Manager Simples e Poderoso

IBM Software IBM Business Process Manager Simples e Poderoso IBM Software IBM Business Process Manager Simples e Poderoso Uma única plataforma BPM que oferece total visibilidade e gerenciamento de seus processos de negócios 2 IBM Business Process Manager Simples

Leia mais

Projeto de Monitoração e Melhoria Contínua com Six-Sigma, IoT e Big Data

Projeto de Monitoração e Melhoria Contínua com Six-Sigma, IoT e Big Data Projeto de Monitoração e Melhoria Contínua com Six-Sigma, IoT e Big Data Contexto As pressões do mercado por excelência em qualidade e baixo custo obrigam as empresas a adotarem sistemas de produção automatizados

Leia mais

Gerenciamento da produção

Gerenciamento da produção 74 Corte & Conformação de Metais Junho 2013 Gerenciamento da produção Como o correto balanceamento da carga de dobradeiras leva ao aumento da produtividade e redução dos custos (I) Pedro Paulo Lanetzki

Leia mais

Questão em foco: O ROI do Gerenciamento de Portfólio de Produto. O Guia para prever o retorno do investimento do PPM

Questão em foco: O ROI do Gerenciamento de Portfólio de Produto. O Guia para prever o retorno do investimento do PPM Questão em foco: O ROI do Gerenciamento de Portfólio de Produto O Guia para prever o retorno do investimento do PPM Tech-Clarity, Inc. 2008 Sumário Introdução à questão... 3 Cálculo dos benefícios do Gerenciamento

Leia mais

Terceirização de Serviços de TI

Terceirização de Serviços de TI Terceirização de Serviços de TI A visão do Cliente PACS Quality Informática Ltda. 1 Agenda Terceirização: Perspectivas históricas A Terceirização como ferramenta estratégica Terceirização: O caso específico

Leia mais

GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com

GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com GESTÃO DE T.I. José Luís Padovan jlpadovan@gmail.com Conceito Com base nas definições podemos concluir que: Governança de de TI TI busca o compartilhamento de de decisões de de TI TI com os os demais dirigentes

Leia mais

15/09/2011. Historico / Conceito. Lean Production é um programa corporativo ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO II. Evolucao do Conceito LEAN THINKING

15/09/2011. Historico / Conceito. Lean Production é um programa corporativo ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO II. Evolucao do Conceito LEAN THINKING Historico / Conceito Lean : década de 80 James Womack (MIT) Projeto de pesquisa: fabricantes de motores automotivos; ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO II Lean Production é um programa corporativo composto por

Leia mais

Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem. Serviços HP Cloud Professional

Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem. Serviços HP Cloud Professional Folheto Acelere sua jornada rumo à nuvem Professional Folheto Professional A HP oferece um portfólio abrangente de serviços profissionais em nuvem para aconselhar, transformar e gerenciar sua jornada rumo

Leia mais

Conexões mais Fortes. Novas Possibilidades. www.level3.com

Conexões mais Fortes. Novas Possibilidades. www.level3.com Conexões mais Fortes. Novas Possibilidades. www.level3.com Hoje em dia, as empresas valorizam mais os resultados. E procuram tecnologia de próxima geração para gerar ganhos tanto na produtividade como

Leia mais

DOW BUSINESS SERVICES Diamond Value Chain Consulting

DOW BUSINESS SERVICES Diamond Value Chain Consulting DOW BUSINESS SERVICES Diamond Value Chain Consulting Soluções personalizadas para acelerar o crescimento do seu negócio Estratégia Operacional Projeto e Otimização de Redes Processos de Integração Eficácia

Leia mais

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br Corporativo Transformar dados em informações claras e objetivas que possibilitem às empresas tomarem decisões em direção ao sucesso. Com essa filosofia a Star Soft Indústria de Software e Soluções vem

Leia mais

GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS

GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS GESTÃO DE TI NAS ORGANIZAÇÕES CONTEMPORÂNEAS WALLACE BORGES CRISTO 1 JOÃO CARLOS PEIXOTO FERREIRA 2 João Paulo Coelho Furtado 3 RESUMO A Tecnologia da Informação (TI) está presente em todas as áreas de

Leia mais

ITIL V3 GUIA DE MELHORES PRÁTICAS EM GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS

ITIL V3 GUIA DE MELHORES PRÁTICAS EM GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS ITIL V3 GUIA DE MELHORES PRÁTICAS EM GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO ITIL V3 1.1. Introdução ao gerenciamento de serviços. Devemos ressaltar que nos últimos anos, muitos profissionais da

Leia mais

Brazil IT Snapshot 2013

Brazil IT Snapshot 2013 Brazil IT Snapshot 2013 Um panorama sobre a maturidade da TIC corporativa brasileira Principais atribuições e benefícios de TIC de acordo com os entrevistados Lucro Inovação Automação Resultados Agilidade

Leia mais

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG)

Material de Apoio. Sistema de Informação Gerencial (SIG) Sistema de Informação Gerencial (SIG) Material de Apoio Os Sistemas de Informação Gerencial (SIG) são sistemas ou processos que fornecem as informações necessárias para gerenciar com eficácia as organizações.

Leia mais

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment

Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral da solução Forneça a próxima onda de inovações empresariais com o Open Network Environment Visão geral À medida que tecnologias como nuvem, mobilidade, mídias sociais e vídeo assumem papéis

Leia mais

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS?

PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? PÚBLICA, PRIVADA OU HÍBRIDA: QUAL É A MELHOR NUVEM PARA SEUS APLICATIVOS? As ofertas de nuvem pública proliferaram, e a nuvem privada se popularizou. Agora, é uma questão de como aproveitar o potencial

Leia mais

Pessoas e Negócios em Evolução

Pessoas e Negócios em Evolução Empresa: Atuamos desde 2001 nos diversos segmentos de Gestão de Pessoas, desenvolvendo serviços diferenciados para empresas privadas, associações e cooperativas. Prestamos serviços em mais de 40 cidades

Leia mais

LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA

LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA LOGÍSTICA MADE DIFFERENT LOGÍSTICA ENTREGA ESPECIAL Na economia globalizada 24/7 de hoje, a logística e a gestão de armazéns eficientes são essenciais para o sucesso operacional. O BEUMER Group possui

Leia mais

Importância do GED. Implantação de um Sistema de GED

Importância do GED. Implantação de um Sistema de GED Implantação de um Sistema de GED Gerenciamento Eletrônico de Documentos Importância do GED O GED tem uma importante contribuição na tarefa da gestão eficiente da informação; É a chave para a melhoria da

Leia mais

PromonLogicalis: mais de 10 mil equipamentos gerenciados com CA Nimsoft Monitor

PromonLogicalis: mais de 10 mil equipamentos gerenciados com CA Nimsoft Monitor CUSTOMER SUCCESS STORY PromonLogicalis: mais de 10 mil equipamentos gerenciados com CA Nimsoft Monitor CUSTOMER PROFILE Empresa: PromonLogicalis Indústria: Tecnologia da Informação e Comunicações Funcionários:

Leia mais

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS IS/TI

COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS IS/TI COMPETÊNCIAS FUNCIONAIS IS/TI DESCRIÇÕES DOS NÍVEIS APRENDIZ Aprende para adquirir conhecimento básico. É capaz de pôr este conhecimento em prática sob circunstâncias normais, buscando assistência se necessário.

Leia mais

Proposta ITIL V3 HAND S ON. Apresentação Executiva. ITIL V3 Hand s ON

Proposta ITIL V3 HAND S ON. Apresentação Executiva. ITIL V3 Hand s ON ITIL V3 HAND S ON Apresentação Executiva 1 Os treinamentos de ITIL Hand s On, abordam os processos da gestão de serviços de TI do ITIL v3 e são recomendados e necessários, para quem quer ser tornar um

Leia mais

agility made possible

agility made possible RESUMO DA SOLUÇÃO Otimizando o ciclo de vida dos aplicativos como posso fazer as equipes de desenvolvimento e operações trabalharem juntas para acelerar a entrega e melhorar o desempenho de aplicativos,

Leia mais

Visão estratégica para compras

Visão estratégica para compras Visão estratégica para compras FogStock?Thinkstock 40 KPMG Business Magazine Mudanças de cenário exigem reposicionamento do setor de suprimentos O perfil do departamento de suprimentos das empresas não

Leia mais

Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente: aplicativos integrados. slide 1

Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente: aplicativos integrados. slide 1 Conquistando excelência operacional e intimidade com o cliente: aplicativos integrados slide 1 Objetivos de estudo Como os sistemas integrados ajudam as empresas a conquistar a excelência operacional?

Leia mais

RESUMO DA SOLUÇÃO Aperfeiçoando o planejamento de capacidade com o uso do gerenciamento de desempenho de aplicativos

RESUMO DA SOLUÇÃO Aperfeiçoando o planejamento de capacidade com o uso do gerenciamento de desempenho de aplicativos RESUMO DA SOLUÇÃO Aperfeiçoando o planejamento de capacidade com o uso do gerenciamento de desempenho de aplicativos como posso assegurar uma experiência excepcional para o usuário final com aplicativos

Leia mais

BUSINESS PARTNER EMC SERVICES PARTNER PROGRAM ESCOLHA. FLEXIBILIDADE. OPORTUNIDADE.

BUSINESS PARTNER EMC SERVICES PARTNER PROGRAM ESCOLHA. FLEXIBILIDADE. OPORTUNIDADE. BUSINESS PARTNER EMC SERVICES PARTNER PROGRAM ESCOLHA. FLEXIBILIDADE. OPORTUNIDADE. TRANSFORME SEU RELACIONAMENTO COM O CLIENTE E SUA RENTABILIDADE O EMC Services Partner Program fornece aos parceiros

Leia mais

ADM 250 capítulo 3 - Slack, Chambers e Johnston

ADM 250 capítulo 3 - Slack, Chambers e Johnston ADM 250 capítulo 3 - Slack, Chambers e Johnston 1 Perguntas que se esperam respondidas ao final do capítulo 3 O que é estratégia? Estratégia da produção Qual a diferença entre as visões de cima para baixo

Leia mais

Agregando valor com Business Service Innovation

Agregando valor com Business Service Innovation Agregando valor com Business Service Innovation A TI é enorme. Existem tantos bits no universo digital quanto estrelas em nosso universo físico. é arriscada. Dois terços dos projetos de TI estão em risco,

Leia mais

David Vicentin (dvicentin@setecnet.com.br) Gerente de Lean Six Sigma

David Vicentin (dvicentin@setecnet.com.br) Gerente de Lean Six Sigma Carta do Leitor Por: David Vicentin (dvicentin@setecnet.com.br) Gerente de Lean Six Sigma Engenheiro de produção pela Escola Politécnica da USP e especialista em PNL pela SBPNL. Gerente da área de Lean

Leia mais

REDES CORPORATIVAS. Soluções Avançadas para Comunicação Empresarial

REDES CORPORATIVAS. Soluções Avançadas para Comunicação Empresarial REDES CORPORATIVAS Presente no mercado há 31 anos, a Compugraf atua em vários segmentos da comunicação corporativa, oferecendo serviços e soluções de alta tecnologia, com reconhecida competência em diversos

Leia mais

RESOLUÇÃO - TCU Nº 247, de 7 de dezembro de 2011

RESOLUÇÃO - TCU Nº 247, de 7 de dezembro de 2011 RESOLUÇÃO - TCU Nº 247, de 7 de dezembro de 2011 Dispõe sobre a Política de Governança de Tecnologia da Informação do Tribunal de Contas da União (PGTI/TCU). O TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO, no uso de suas

Leia mais

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011

Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Janeiro 2011 Exclusivamente para empresas de médio porte Por dentro do mercado de médio porte: Uma perspectiva para 2011 Relatório para o Brasil Panorama global: Pesquisa com 2.112 líderes do mercado de

Leia mais

Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens

Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens Academia de Tecnologia da IBM White paper de liderança de pensamento Novembro de 2010 Estratégias para avaliação da segurança da computação em nuvens 2 Proteção da nuvem: do desenvolvimento da estratégia

Leia mais

Como ter sucesso no desenvolvimento e suporte de nuvens híbridas

Como ter sucesso no desenvolvimento e suporte de nuvens híbridas BOLETIM INFORMATIVO Como ter sucesso no desenvolvimento e suporte de nuvens híbridas Oferecido por: HP Gard Little Julho de 2014 Elaina Stergiades OPINIÃO DA IDC Ao planejar a adoção de novas tecnologias

Leia mais