PRÁTICA TRABALHISTA PARA A PROVA DA OAB 2ª FASE

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PRÁTICA TRABALHISTA PARA A PROVA DA OAB 2ª FASE"

Transcrição

1 PRÁTICA TRABALHISTA PARA A PROVA DA OAB 2ª FASE O livro ideal para o candidato que irá prestar a prova da OAB em direito do trabalho Teoria e modelos de peças já com a visão do novo CPC 2016! E ainda 341 questões dissertativas com as respostas!

2

3 GLEIBE PRETTI Advogado e sociólogo. Professor de direito e processo do trabalho de universidades e cursos preparatórios. Pós-graduado em Direito do Trabalho e Direito Constitucional. Mestre pela Universidade de Guarulhos. Autor de mais de 40 livros na área trabalhista. PRÁTICA TRABALHISTA PARA A PROVA DA OAB 2ª FASE O livro ideal para o candidato que irá prestar a prova da OAB em direito do trabalho Teoria e modelos de peças já com a visão do novo CPC 2016! E ainda 341 questões dissertativas com as respostas!

4 R EDITORA LTDA. Todos os direitos reservados Rua Jaguaribe, 571 CEP São Paulo, SP Brasil Fone (11) Junho, 2016 Produção Gráfica e Editoração Eletrônica: RLUX Projeto de capa: FÁBIO GIGLIO Impressão: PIMENTA Versão impressa LTr ISBN Versão digital LTr ISBN Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Pretti, Gleibe Prática trabalhista para a prova da OAB 2ª fase / Gleibe Pretti. São Paulo : LTr, O livro ideal para o candidato que irá prestar a prova da OAB Direito do trabalho 2. Direito do trabalho Brasil 3. Ordem dos Advogados do Brasil Exames, questões etc. I. Título CDU-34: (81)(079.1) Índice para catálogo sistemático: 1. Prática trabalhista : Exame de Ordem : Ordem dos Advogados do Brasil : Direito do trabalho 34: (81)(079.1) 2. Prática trabalhista : Ordem dos Advogados do Brasil : Exames de Ordem : Direito do trabalho 34: (81)(079.1)

5 Agradeço a Deus por mais essa inspiração e ao Nosso Senhor Jesus Cristo e todos os mensageiros do bem que se aproximam de mim. Não poderia me esquecer da base da minha educação que é a minha família, meu Pai, Mãe e Irmã. Um beijo e agradecimento carinhoso a minha esposa e aos meus filhos, sem vocês eu nada conseguiria. Por fim, a todos os envolvidos no meu trabalho, tanto na sala de aula como no escritório e demais atividades.

6

7 Dedico a minha esposa e aos meus filhos. Amo vocês.

8

9 ÍNDICE Abreviaturas e siglas Apresentação Dicas para elaboração de uma boa peça na prova da OAB Capítulo 1 Ação trabalhista e procedimentos Capítulo 2 Respostas trabalhistas Capítulo 3 Recursos trabalhistas Capítulo 4 Execução trabalhista Capítulo 5 Procedimentos especiais trabalhistas Capítulo 6 69 problemas para identificar as peças Capítulo questões de direito e processo do trabalho bons estudos Referências bibliográficas Prática Trabalhista para a Prova da OAB 2ª Fase 9

10

11 ABREVIATURAS E SIGLAS ADCT Ato das Disposições Constitucionais Transitórias AFT Auditor Fiscal do Trabalho ASO Atestado de Saúde Ocupacional BTN Bônus do Tesouro Nacional CAGED Cadastro Geral de Empregados e Desempregados CAT Comunicação de Acidentes de Trabalho CC Código Civil CCP Comissão de Conciliação Prévia CDC Código de Defesa do Consumidor CEF Caixa Econômica Federal CF Constituição Federal CIPA Comissão Interna de Prevenção de Acidentes CIPATR Comissão Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho Rural CLT Consolidação das Leis do Trabalho CTPS Carteira de Trabalho e Previdência Social D.O.U Diário Oficial da União DARF Documento de Arrecadação da Receita Federal DRT Delegacia Regional do Trabalho DSR Descanso Semanal Remunerado EPC Equipamento de Proteção Coletivo EPI Equipamento de Proteção Individual EPP Empresa de Pequeno Porte FGTS Fundo de Garantia do Tempo de Serviço GFIP Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social GRFP Guia de Recolhimento Rescisório do FGTS e Informação à Previdência Social IN Instrução Normativa INSS Instituto Nacional de Seguro Social IRRF Imposto de Renda Retido na Fonte LEP Lei de Execução Penal ME Microempresa MT Ministério do Trabalho MTE Ministério do Trabalho e Emprego NIT Número de Inscrição do Trabalhador NR Normas Regulamentadoras OGMO Órgão Gestor de mão de obra OIT Organização Internacional do Trabalho Prática Trabalhista para a Prova da OAB 2ª Fase 11

12 OJ Orientação Jurisprudencial ONU Organização das Nações Unidas PASEP Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público PAT Programa de Alimentação do Trabalhador PIS Programa de Integração Social PPRA Programa de Prevenção de Riscos Ambientais RAIS Relação Anual de Informações Sociais RIT Regulamento da Inspeção do Trabalho SDC Seção de Dissídio Individual SDI Seção de Dissídio Individual SEFIP Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações a Previdência Social SESMT Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho SHF Sistema Financeiro da Habitação SINE Sistema Nacional de Emprego SSMT Secretaria de Segurança e Medicina do Trabalho STF Supremo Tribunal Federal SUS Sistema Único de Saúde TRT Tribunal Regional do Trabalho TST Tribunal Superior do Trabalho UFIR Unidade Fiscal do Imposto de Renda 12 GLEIBE PRETTI

13 APRESENTAÇÃO A presente obra tem o objetivo de preparar o candidato na 2ª fase da OAB em direito do trabalho. Com a prova unificada, em todo o Brasil, aplicada pela FGV o foco da avaliação mudou. Hoje em dia é mais exigido do aluno o raciocínio jurídico, a estrutura da peça e seu silogismo. Este livro tem o intuito de demonstrar ao aluno, mesmo que nunca tenha feito uma peça trabalhista, a base para fazer uma boa prova na 2ª fase. Qual é a estrutura deste livro? Primeiro colocamos a teoria da peça e do procedimento (ação trabalhista, ritos, local do ajuizamento, estrutura da peça, respostas, audiência, recursos, execução e procedimentos especiais), pois de nada valeria falar da peça sem antes estudarmos a teoria. Ao final, seguem 341 questões dissertativas que darão base para as questões da prova. Assim, temos um livro que se inova no mercado editorial, pois não está somente limitado às peças, mas sim com o foco no direito processual do trabalho como um todo. Fico muito feliz com essa obra; ela é fruto das perguntas dos alunos feitas em sala de aula e diante dessas indagações conheço o que os candidatos precisam. Bons estudos. São Paulo, primavera de Prof. Gleibe Pretti Bacharel em Direito pela Universidade São Francisco Pós-Graduado em Direito Constitucional pela UNIFIA Pós-Graduado em Direito e processo do Trabalho pela UNIFIA Licenciado em Sociologia pela Faculdade São José Mestre pela UNG Universidade de Guarulhos Advogado e Professor de cursos preparatórios e faculdades Perito Judicial Autor de diversas obras na área trabalhista Prática Trabalhista para a Prova da OAB 2ª Fase 13

14

15 DICAS PARA ELABORAÇÃO DE UMA BOA PEÇA NA PROVA DA OAB Antes de darmos início a teoria, se faz necessário algumas dicas acerca da prova de direito e processo do trabalho, referente à 2ª fase da OAB. Algumas perguntas e frases feitas pelos alunos: 1. Eu nunca fiz uma peça! 2. Tenho medo de não identificar a peça! 3. Como inicio uma peça? 4. Quantos livros tenho que comprar? 5. Eu não sei nada de direito do trabalho, vou conseguir? Saiba que essas dúvidas são normais e pertinentes. Isso é normal diante do ensino jurídico que temos no Brasil hoje. Infelizmente. Mas para essas situações vamos encontrar uma saída juntos. Você está lendo o livro certo. Primeiro, quais livros você terá que comprar? Um vademecum atualizado e indico também a CLT Organizada da LTr, pois seu índice é muito bom. Pelo provimento 136/09 da OAB o candidato somente poderá levar esses livros. Sem problemas, vamos fazer as peças assim mesmo. Livros para estudo em casa temos como exemplo resumos jurídicos, CLT comentadas, manuais de processo do trabalho, manuais de direito do trabalho, súmulas comentadas. Esses livros você encontrará de nossa autoria. Mas temos muitos autores que escrevem muito bem e aproveite o que você tem em casa e ler e aprender nunca é demais. Voltando a peça. A identificação da mesma, na prova da OAB, salvo raras exceções, é simples; normalmente é uma ação trabalhista, contestação ou recurso ordinário. Mas sabemos que a OAB poderá pedir outras peças, como ação de consignação em pagamento, embargos para a SDI-1, dentre outras. O importante nesse ponto é lembrar bem a linha do tempo e também a característica de cada peça, principalmente se for uma ação, defesa ou recurso. O que estou querendo dizer? Sabendo fazer uma ação trabalhista você saberá fazer qualquer petição inicial (rescisória, mandado de segurança, ação monitória, etc.), assim como a contestação. Nessa linha de pensamento, sabendo bem fazer um recurso ordinário, você saberá fazer qualquer recurso; a estrutura é a mesma. Desta forma, você tem que saber fazer uma ação trabalhista, contestação e recurso ordinário. As outras peças são em decorrência destas. Quanto a fundamentação da peça você deverá ter um silogismo. Mas o que é isso? É a lógica na apresentação de sua tese. Vou tentar ser mais claro. Quando começar a escrever deve existir um começo, meio e fim. O que chamo, de fato, fundamento e conclusão. Exemplo, numa ação trabalhista você irá pleitear horas extras, como fazer isso? Abra um título: DO CABIMENTO DAS HORAS EXTRAS E SEUS REFLEXOS LEGAIS. Logo abaixo você cita o problema da OAB, ex. O reclamante laborou na reclamada e jamais recebeu horas extras. Na linha de baixo, você aponta a fundamentação legal, seguindo sempre a ordem: CF, CLT, leis especiais, súmulas e OJ s. Fica assim: Conforme o fato acima descrito, a CF em seu art. 7, inciso XVI, determina o pagamento Prática Trabalhista para a Prova da OAB 2ª Fase 15

16 do adicional de horas extras com acréscimo de 50% sobre a hora normal. Corrobora com esse entendimento o art. 59 da CLT, em que assegura o recebimento do adicional de horas extras pelo reclamante. Terminada essa linha, logo abaixo você deverá descrever a fundamentação jurídica, em que nada mais é do que a explicação do artigo que você escreveu acima. Fica assim, Como fundamentação jurídica, o adicional de 50% das horas extras são devidos, tendo em vista o esforço realizado pelo reclamante. Nesse tópico deve-se colocar princípios. Por fim, temos o pedido na linha de baixo, que fica assim: Por fim, requer deste D. Juízo a condenação da reclamada ao pagamento do adicional de horas extras com os reflexos legais. Para entender bem esse ponto segue o modelo como ficaria na peça: DO CABIMENTO DAS HORAS EXTRAS E SEUS REFLEXOS LEGAIS O reclamante laborou na reclamada e jamais recebeu horas extras. Conforme o fato acima descrito, a CF em seu art. 7, inciso XVI, determina o pagamento do adicional de horas extras com acréscimo de 50% sobre a hora normal. Corrobora com esse entendimento o art. 59 da CLT, em que assegura o recebimento do adicional de horas extras pelo reclamante. Como fundamentação jurídica, o adicional de 50% das horas extras são devidos, tendo em vista o esforço realizado pelo reclamante. Por fim, requer deste D. Juízo a condenação da reclamada ao pagamento do adicional de horas extras com os reflexos legais. Fácil, não é? Você acabou de descobrir o segredo para a aprovação na prova da OAB, 2ª fase em direito do trabalho. Por fim, o tempo de prova para a OAB são 5 horas. Minha sugestão é: dedique-se a primeira hora nas questões e as outras quatro na peça. Assim você não perderá tempo em vão. Outros pontos que os alunos me perguntam são quais as matérias sempre exigidas nas provas. Bom, de direito do trabalho estude remuneração e jornada de trabalho. De processo do trabalho, importante estudar sobre rito sumaríssimo, audiência e recursos. Estudando os temas acima descritos, vão prepará-lo para as questões. São 4 questões em que cada uma vale 1,25 pontos. Sugiro que você responda às questões de forma objetiva e sempre fundamente com artigo de lei, súmulas ou OJ s do TST. Diante dessas primeiras informações vamos à teoria e às peças práticas. 16 GLEIBE PRETTI

Aula 9 de Processo do Trabalho I. Segundo a redação do artigo 840 da Consolidação das Leis do Trabalho a petição inicial poderá ser escrita ou verbal.

Aula 9 de Processo do Trabalho I. Segundo a redação do artigo 840 da Consolidação das Leis do Trabalho a petição inicial poderá ser escrita ou verbal. Aula 9 de Processo do Trabalho I Petição Inicial. Segundo a redação do artigo 840 da Consolidação das Leis do Trabalho a petição inicial poderá ser escrita ou verbal. No 2º do referido artigo, está a maneira

Leia mais

O que o trabalhador espera do agente homologador

O que o trabalhador espera do agente homologador O que o trabalhador espera do agente homologador Conhecimento da legislação trabalhista e inclusive CC ou ACT; Prática de cálculos rescisórios; Segurança; Linguagem fácil; Boa comunicação; Orientar sobre

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o EMENTA: Recursos Trabalhistas. Execução Trabalhista. Dissídio Coletivo. Procedimentos Especiais. OBJETIVOS GERAIS Proporcionar ao aluno o conhecimento sobre o processamento dos recursos, execução, dissídio

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2 a REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2 a REGIÃO 5ª TURMA - PROCESSO TRT/SP Nº 00338006220095020021 RECURSO ORDINÁRIO - 21ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO RECORRENTE : FAZENDA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO RECORRIDO : MARIA NEUZA DOS SANTOS 1. Contra

Leia mais

DECRETO-LEI Nº 5.452, DE 1º DE MAIO DE 1943

DECRETO-LEI Nº 5.452, DE 1º DE MAIO DE 1943 DECRETO-LEI Nº 5.452, DE 1º DE MAIO DE 1943 Aprova a Consolidação das Leis do Trabalho... TÍTULO II DAS NORMAS GERAIS DE TUTELA DO TRABALHO CAPÍTULO V DA SEGURANÇA E DA MEDICINA DO TRABALHO Seção I Disposições

Leia mais

SUMÁRIO O AUTOR... 5 DEDICATÓRIA... 7 AGRADECIMENTOS... 9 APRESENTAÇÃO... 17. Parte I PEÇAS PRÁTICO-PROFISSSIONAL... 19 INTRODUÇÃO GERAL...

SUMÁRIO O AUTOR... 5 DEDICATÓRIA... 7 AGRADECIMENTOS... 9 APRESENTAÇÃO... 17. Parte I PEÇAS PRÁTICO-PROFISSSIONAL... 19 INTRODUÇÃO GERAL... Sumário 11 SUMÁRIO O AUTOR... 5 DEDICATÓRIA... 7 AGRADECIMENTOS... 9 APRESENTAÇÃO... 17 Parte I PEÇAS PRÁTICO-PROFISSSIONAL... 19 INTRODUÇÃO GERAL... 21 Capítulo I PETIÇÃO INICIAL DE AÇÃO PELO RITO ORDINÁRIO...

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS...

SUMÁRIO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS... SUMÁRIO CAPÍTULO I CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 13 Processo X procedimento... 13 Ritos no processo de cognição... 13 Procedimento comum... 14 Procedimento especial... 14 Atividade jurisdicional estrutura...

Leia mais

PARTE I ESTRATÉGIA PASSO A PASSO PARA REALIZAÇÃO DA PROVA OAB/2ª FASE EMPRESARIAL

PARTE I ESTRATÉGIA PASSO A PASSO PARA REALIZAÇÃO DA PROVA OAB/2ª FASE EMPRESARIAL Sumário PARTE I ESTRATÉGIA PASSO A PASSO PARA REALIZAÇÃO DA PROVA OAB/2ª FASE EMPRESARIAL Capítulo 1 Projeto de Estudo... 3 Capítulo 2 Material de Trabalho... 7 2.1. Legislação... 7 2.2. Doutrina indicada

Leia mais

VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PRIMEIRAS IMPRESSÕES

VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PRIMEIRAS IMPRESSÕES VIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PRIMEIRAS IMPRESSÕES PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL - ENDEREÇAMENTO: EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DO TRABALHO DA 90ª VARA DO TRABALHO DE CAMPINAS/SP - Processo Nº 1598-73.2012.5.15.0090

Leia mais

MANUAL DE PREENCHIMENTO DO RELATÓRIO PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO

MANUAL DE PREENCHIMENTO DO RELATÓRIO PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO MANUAL DE PREENCHIMENTO DO RELATÓRIO PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO 2003 PROCESSO DE PREENCHIMENTO DO PPP - PERFIL PROFISSIOGRÁFICO PREVIDENCIÁRIO De acordo com a Instrução Normativa INSS/DC nº

Leia mais

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL E RECURSOS HUMANOS CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DOS CARGOS DO QUADRO DE PESSOAL TÉCNICO-ADMINISTRATIVO

Leia mais

Isabelli Gravatá. Especialista em Direito e Processo do Trabalho pela Universidade Cândido Mendes Centro.

Isabelli Gravatá. Especialista em Direito e Processo do Trabalho pela Universidade Cândido Mendes Centro. CLT organizada Isabelli Gravatá Bacharel em Direito pela Faculdade Cândido Mendes Centro. Mestre em Direito Público pela UNESA. Especialista em Direito Empresarial pela Faculdade Cândido Mendes Centro.

Leia mais

Para interposição de recurso especial e de recurso ordinário em mandado de segurança são devidos porte de remessa e retorno dos autos e custas.

Para interposição de recurso especial e de recurso ordinário em mandado de segurança são devidos porte de remessa e retorno dos autos e custas. DÚVIDAS FREQÜENTES RECOLHIMENTO DAS CUSTAS E DO PORTE DE REMESSA E RETORNO DOS AUTOS DO RECURSO ESPECIAL E DO RECURSO ORDINÁRIO DE COMPETÊNCIA DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA Para interposição de recurso

Leia mais

PEÇA: RT PURA - NOTA: 5.0... 2 PEÇA: CONTESTAÇÃO - NOTA: 1,4... 8 PEÇA: RECLAMAÇÃO TRABALHISTA - NOTA: 3,7... 16

PEÇA: RT PURA - NOTA: 5.0... 2 PEÇA: CONTESTAÇÃO - NOTA: 1,4... 8 PEÇA: RECLAMAÇÃO TRABALHISTA - NOTA: 3,7... 16 ESPELHOS E PROVAS 1 Sumário PEÇA: RT PURA - NOTA: 5.0... 2 PEÇA: CONTESTAÇÃO - NOTA: 1,4... 8 PEÇA: RECLAMAÇÃO TRABALHISTA - NOTA: 3,7... 16 PEÇA: RECLAMAÇÃO TRABALHISTA - NOTA: 2,0... 21 PEÇA: RECLAMAÇÃO

Leia mais

1-Da preliminar de inépcia: O reclamante postulou a condenação da reclamada ao pagamento de diferenças salariais decorrentes de equiparação.

1-Da preliminar de inépcia: O reclamante postulou a condenação da reclamada ao pagamento de diferenças salariais decorrentes de equiparação. EXMO. DR JUIZ DO TRABALHO DA VARA DE Processo número Concreto Duro, já qualificada, vem, respeitosamente, perante V. Exa, por meio de seu advogado, com endereço profissional na, com fundamento no art.

Leia mais

1. PRINCÍPIOS DO PROCESSO DO TRABALHO 1) PRINCÍPIO DO DEVIDO PROCESSO LEGAL 2) PRINCÍPIO DA IMPACIALIDADE DO JUIZ

1. PRINCÍPIOS DO PROCESSO DO TRABALHO 1) PRINCÍPIO DO DEVIDO PROCESSO LEGAL 2) PRINCÍPIO DA IMPACIALIDADE DO JUIZ 1 1. PRINCÍPIOS DO 1) PRINCÍPIO DO DEVIDO PROCESSO LEGAL A justa composição da lide só pode ser alcançada quando a tutela jurisdicional for prestada dentro dos moldes delimitados pelas normas processuais.

Leia mais

esocial Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (Decreto nº 8.373, 11/12/2014 )

esocial Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (Decreto nº 8.373, 11/12/2014 ) O que é o? esocial Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (Decreto nº 8.373, 11/12/2014 ) É um projeto do governo federal que vai unificar o envio de informações

Leia mais

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO NOME DO CURSO: DIREITO

CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO NOME DO CURSO: DIREITO 1. IDENTIFICAÇÃO PERÍODO: 6º CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA Evolução Histórica: breves

Leia mais

Proposta para: Instrução Normativa ABRAFIT I.N.ABFT

Proposta para: Instrução Normativa ABRAFIT I.N.ABFT Proposta para: Instrução Normativa ABRAFIT I.N.ABFT Orientações de parâmetros e procedimentos para a realização de Perícia Judicial Trabalhista e Previdenciária realizada por Fisioterapeuta do Trabalho

Leia mais

ACÓRDÃO 0023000-98.2002.5.04.0009 AP Fl. 1. DESEMBARGADOR LUIZ ALBERTO DE VARGAS Órgão Julgador: Seção Especializada em Execução

ACÓRDÃO 0023000-98.2002.5.04.0009 AP Fl. 1. DESEMBARGADOR LUIZ ALBERTO DE VARGAS Órgão Julgador: Seção Especializada em Execução 0023000-98.2002.5.04.0009 AP Fl. 1 DESEMBARGADOR LUIZ ALBERTO DE VARGAS Órgão Julgador: Seção Especializada em Execução Agravante: Agravado: EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE S.A. - TRENSURB - Adv.

Leia mais

PAT PROGRAMA DE ALIMENTAÇÃO DO TRABALHADOR

PAT PROGRAMA DE ALIMENTAÇÃO DO TRABALHADOR PAT PROGRAMA DE ALIMENTAÇÃO DO TRABALHADOR MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO Secretaria de Inspeção do Trabalho INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 96, DE 16 DE JANEIRO DE 2012 - Dispõe sobre procedimentos para a divulgação

Leia mais

Desafios da Fiscalização na Área da Engenharia de Segurança a do Trabalho

Desafios da Fiscalização na Área da Engenharia de Segurança a do Trabalho Desafios da Fiscalização na Área da Engenharia de Segurança a do Trabalho Samuel Lishinsky Eng. Eletricista e de Segurança do Trabalho samuel@crea-rj.org.br DEFINIÇÕES PPP - Perfil Profissiográfico Previdenciário

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL V EXAME UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA PROVA DO DIA 4/12/2011 DIREITO EMPRESARIAL

CONSELHO FEDERAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL V EXAME UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA PROVA DO DIA 4/12/2011 DIREITO EMPRESARIAL DIREITO EMPRESARIAL PEÇA PRÁTICO-PROFISSIONAL O examinando deverá elaborar uma petição simples cuja nomenclatura e/ou conteúdo deve remeter à ideia de refutação à contestação, sendo, contudo, consideradas

Leia mais

CF / 1988 ATUALIZADA PELA LEI N , DE

CF / 1988 ATUALIZADA PELA LEI N , DE ATUALIZADA PELA LEI N. 13.103, DE 2-3-2015 CF / 1988 Código Civil Código de Processo Civil Legislação Complementar Súmulas Orientações Jurisprudenciais Precedentes Normativos Enunciados das Jornadas Trabalhistas

Leia mais

Peça 1 EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA... REGIÃO

Peça 1 EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA... REGIÃO Observação: os espaços entre os tópicos das peças têm a única função de facilitar a visualização. Ressalte-se que não aconselhamos pular linhas no exame. Peça 1 Certa empresa é condenada, por decisão de

Leia mais

PORTARIA DO MINISTÉRIO DO TRABALHO EMPREGO - MTE Nº 2.685 DE 26.12.2011 D.O.U: 27.12.2011

PORTARIA DO MINISTÉRIO DO TRABALHO EMPREGO - MTE Nº 2.685 DE 26.12.2011 D.O.U: 27.12.2011 PORTARIA DO MINISTÉRIO DO TRABALHO EMPREGO - MTE Nº 2.685 DE 26.12.2011 D.O.U: 27.12.2011 Altera a Portaria nº 1.621, de 14 de julho de 2010, que aprovou os modelos de Termos de Rescisão de Contrato de

Leia mais

REMUNERAÇÃO FGTS JORNADA DE TRABALHO

REMUNERAÇÃO FGTS JORNADA DE TRABALHO REMUNERAÇÃO FGTS JORNADA DE TRABALHO Gleibe Pretti Pós-graduado em Direito e Processo do Trabalho e Direito Constitucional pela UNIFIA. Mestre pela Universidade Guarulhos. Doutorando em educação pela

Leia mais

Prática Jurídica Trabalhista - Professor: José Ivanildo Simões RECURSO ORDINÁRIO / CONTRARRAZÕES / RECURSO ORDINÁRIO ADESIVO

Prática Jurídica Trabalhista - Professor: José Ivanildo Simões RECURSO ORDINÁRIO / CONTRARRAZÕES / RECURSO ORDINÁRIO ADESIVO FACULDADE DE DIREITO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO Renata Valera - 4º BN - 4º bimestre Prática Jurídica Trabalhista - Professor: José Ivanildo Simões RECURSO ORDINÁRIO / CONTRARRAZÕES / RECURSO ORDINÁRIO ADESIVO

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES CUSTAS JUDICIAIS

PERGUNTAS FREQUENTES CUSTAS JUDICIAIS PERGUNTAS FREQUENTES CUSTAS JUDICIAIS 1- Como proceder com relação aos Mandados de Segurança?... 2 2- É possível distribuir um feito sem recolher custas iniciais?... 2 3- É necessário recolher custas referentes

Leia mais

CONCURSO PGE-SP: ANÁLISE COMPLETA DOS

CONCURSO PGE-SP: ANÁLISE COMPLETA DOS CONCURSO PGE-SP: ANÁLISE COMPLETA DOS CONCURSOS ANTERIORES Considerações Inicias Em sequência a análise do concurso PGE SP analisaremos os três últimos certames realizados: 2002, 2009 e 2010. Com essa

Leia mais

EXMO DR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE

EXMO DR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE EXMO DR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE Processo número: Concreto Duro, já qualificada, vem, respeitosamente, perante Vossa Excelência, por meio de seu advogado, com endereço profissional na, com fundamento

Leia mais

www.concursovirtual.com.br

www.concursovirtual.com.br Processo do Trabalho Professor Leandro Antunes (FCC - 2013 - TRT - 9ª REGIÃO (PR) - Técnico Judiciário - Área Administrativa) Quanto ao processo judiciário do trabalho, é correto afirmar: a) Nos casos

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Estágio Profissional Supervisionado Núcleo de Prática Jurídica Faculdade de Direito

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo Estágio Profissional Supervisionado Núcleo de Prática Jurídica Faculdade de Direito Núcleo de Prática Jurídica EMENTAS DAS ÁREAS DE NPJ III 2º semestre/2013 Processo Penal EMENTA: O Curso de Direito Penal do Núcleo de Prática Jurídica III, ministrado no 8 Semestre do Curso do Direito,

Leia mais

Bloco Recursos Humanos

Bloco Recursos Humanos Bloco Recursos Humanos Ponto Eletrônico Objetivo O objetivo deste artigo é dar uma visão geral sobre o Módulo Ponto Eletrônico, que se encontra no Bloco Recursos Humanos. Todas informações aqui disponibilizadas

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROF. CRISTIANO SALMEIRÃO 2014

PLANO DE ENSINO PROF. CRISTIANO SALMEIRÃO 2014 PLANO DE ENSINO PROCESSO PENAL I PROCESSO PENAL I PROF. CRISTIANO SALMEIRÃO 2014 MISSÃO E OBJETIVOS DA INSTITUIÇÃO Promover a formação integral do homem, com valores éticos e cristãos. Preparar profissionais

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 / 2011.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 / 2011. GOVERNO MUNICIPAL DE CAUCAIA Secretaria de Finanças e Planejamento INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01 / 2011. Dispõe sobre os procedimentos a serem adotados com relação ao indeferimento da opção e da exclusão do

Leia mais

O mercado de trabalho para os engenheiros. Engenheiro Civil Valter Fanini

O mercado de trabalho para os engenheiros. Engenheiro Civil Valter Fanini para os engenheiros Engenheiro Civil Valter Fanini Formação do salário dos engenheiros O contexto macro-econômico O mercado de trabalho As informações do mercado (RAIS) As normas legais O contexto macro-econômico

Leia mais

Código de Processo Administrativo Contencioso Anotado

Código de Processo Administrativo Contencioso Anotado 書 名 : Título: 出 版 語 言 : Edição: 作 者 : Autor: 出 版 : Editor: 封 面 : Capa: 排 版 及 印 刷 : Composição e impressão: 發 行 量 : Tiragem: 出 版 日 期 : Data de edição: 國 際 書 號 : ISBN: 售 價 : Preço: 行 政 訴 訟 法 典 註 釋 Código

Leia mais

Cronograma Emergencial 1ª Fase XV Exame OAB 30 dias

Cronograma Emergencial 1ª Fase XV Exame OAB 30 dias Cronograma Emergencial 1ª Fase V Exame OAB 30 dias Entenda a Matemática para sua Aprovação A prova de 1ª Fase do Exame de Ordem possui 80 questões objetivas que abrangem as 17 matérias contempladas no

Leia mais

AULA 1 O QUE É CONCURSO PÚBLICO

AULA 1 O QUE É CONCURSO PÚBLICO AULA 1 O QUE É CONCURSO PÚBLICO CONCURSO PÚBLICO NA CONSTITUIÇÃO FEDERAL CF, 88 Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos

Leia mais

[Digite aqui] GUIA PARA OS CMDCAS A RESPEITO DA RESOLUÇÃO 164/2014

[Digite aqui] GUIA PARA OS CMDCAS A RESPEITO DA RESOLUÇÃO 164/2014 GUIA PARA OS CMDCAS A RESPEITO DA RESOLUÇÃO 164/2014 O que os Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente CMDCA precisam saber a respeito do Registro da Entidade e a Inscrição dos Programas

Leia mais

esocial esocial Compartilhar informações integradas e atualizadas através de um único banco de dados entre os órgãos envolvidos;

esocial esocial Compartilhar informações integradas e atualizadas através de um único banco de dados entre os órgãos envolvidos; Ref.: nº 34/2013 esocial 1. Conceito O esocial é um projeto do Governo Federal que vai coletar as informações descritas em seu objeto, armazenando-as em Ambiente Nacional, possibilitando aos órgãos participantes,

Leia mais

PROCURADORIA A GERAL DO ESTA T DO DE SÃO PA P ULO

PROCURADORIA A GERAL DO ESTA T DO DE SÃO PA P ULO PROCURADORIA GERAL DO ESTADO DE SÃO PAULO V Curso de Aperfeiçoamento e Prática Forense dos Estagiários da Procuradoria Judicial da Capital 06/11/2014 PREVIDENCIÁRIO DE PENSÃO POR MORTE CONCEDIDO EM DESCONFOMIDADE

Leia mais

TABELA DE INCIDÊNCIA TRIBUTÁRIA

TABELA DE INCIDÊNCIA TRIBUTÁRIA DE 01/08//97 A 10/12/97 DE 11/12/97 A 21/05/98 A PARTIR DE 22/05/98 ATÉ 31/07/97 VIGÊNCIA DA MP 1.523-7/97 VIGÊNCIA DA LEI Nº 9.528/97 VIGÊNCIA DA MP 1.586-9/98 TABELA DE INCIDÊNCIA TRIBUTÁRIA EVENTOS

Leia mais

PONTO 1: Competência. Novas 20 orientações jurisprudenciais da SDI, nº 353 a 373.

PONTO 1: Competência. Novas 20 orientações jurisprudenciais da SDI, nº 353 a 373. 1 PROCESSO DO TRABALHO PONTO 1: Competência Inovações na seara trabalhista: Novas 20 orientações jurisprudenciais da SDI, nº 353 a 373. Lei 11.648/08. Centrais Sindicais sempre existiram no mundo fático,

Leia mais

CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO

CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO 44ª edição Homenagem a Armando Casimiro Costa 1918-2014 1ª Edição 1979 2ª Edição 1980 3ª Edição 1981 4ª Edição 1982 5ª Edição 1983 6ª Edição 1984 7ª Edição 1984 8ª Edição

Leia mais

SUMÁRIO. Agradecimentos... 15. Apresentação... 17

SUMÁRIO. Agradecimentos... 15. Apresentação... 17 SUMÁRIO Agradecimentos... 15 Apresentação... 17 PREPARAÇÃO PARA CONCURSO PÚBLICO Breve relato da minha experiência durante a preparação para o concurso... 19 1. A decisão... 20 2. A preparação... 21 3.

Leia mais

RELATÓRIO DE AÇÕES TRABALHISTAS AJUIZADAS PELO SINDADOS/MG CONTRA A PRODEMGE

RELATÓRIO DE AÇÕES TRABALHISTAS AJUIZADAS PELO SINDADOS/MG CONTRA A PRODEMGE RELATÓRIO DE AÇÕES TRABALHISTAS AJUIZADAS PELO SINDADOS/MG CONTRA A PRODEMGE Processo nº 0000809-32.2011.5.03.0022 Distribuído em 05/05/2011, refere-se ao pleito das quantias devidas em razão da Participação

Leia mais

A contestação na prova da 2ª fase da OAB (Direito do Trabalho)

A contestação na prova da 2ª fase da OAB (Direito do Trabalho) 1 A contestação na prova da 2ª fase da OAB (Direito do Trabalho) Carlos Augusto Marcondes de Oliveira Monteiro * Mais uma segunda fase se aproxima. Conforme mencionei no artigo anterior, 3 são as principais

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA I. Curso: DIREITO / BACHARELADO II. Disciplina: PROGRAMA DE DISCIPLINA DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO (D-50) Área: Ciências Sociais Período: 9º - Nono Turno: Matutino/Noturno Ano: 2010.2 Carga Horária:

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Escritório de Assistência Jurídica EAJ CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Escritório de Assistência Jurídica EAJ CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS REGULAMENTO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA Escritório de Assistência Jurídica EAJ Dispõe sobre a estruturação e operacionalização do Núcleo de Prática Jurídica (Escritório de Assistência Jurídica EAJ).

Leia mais

Parte 1 AUDIÊNCIA TRABALHISTA

Parte 1 AUDIÊNCIA TRABALHISTA SUMÁRIO Parte 1 AUDIÊNCIA TRABALHISTA Capítulo 1 - Procedimentos (Ritos) - Ordinário, Sumaríssimo e Sumário... 2 1.1. Rito Ordinário.....................................................................................

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 748, DE 2 JULHO DE 2015.

RESOLUÇÃO Nº 748, DE 2 JULHO DE 2015. RESOLUÇÃO Nº 748, DE 2 JULHO DE 2015. Disciplina o pagamento do Abono Salarial referente ao exercício de 2015/2016. O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador - CODEFAT, no uso das atribuições

Leia mais

www.srtconsultoria.com.br srtconsultoria@gmail.com 1 NORMA REGULAMENTADORA 1 DISPOSIÇÕES GERAIS (101.000-0)

www.srtconsultoria.com.br srtconsultoria@gmail.com 1 NORMA REGULAMENTADORA 1 DISPOSIÇÕES GERAIS (101.000-0) NORMA REGULAMENTADORA 1 DISPOSIÇÕES GERAIS (101.000-0) 1.1. As Normas Regulamentadoras - NR, relativas à segurança e medicina do trabalho, são de observância obrigatória pelas empresas privadas e públicas

Leia mais

Mestre Anderson Nogueira Oliveira Prática Jurídica I PETIÇÃO INICIAL

Mestre Anderson Nogueira Oliveira Prática Jurídica I PETIÇÃO INICIAL PETIÇÃO INICIAL 1. ENDEREÇAMENTO a) Fundamentação I Art. 42 a 53 do Novo CPC II Art. 108 e 109 da Constituição Federal de 1988 2. EXEMPLOS DE ENDEREÇAMENTOS VARA CÍVEL ESTADUAL Excelentíssimo Senhor Doutor

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA PLANO DE ENSINO - 2015

FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA PLANO DE ENSINO - 2015 FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA PLANO DE ENSINO - 2015 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1 PROFESSOR: Iara Marthos Águila 1.2 DEPARTAMENTO: Direito Privado 1.3 DISCIPLINA: Direito do Trabalho 1.4 SÉRIE: 5º. Ano TURMAS:

Leia mais

Elaboração do Plano de Gestão de Logística Sustentável do Senado Federal - PGLS

Elaboração do Plano de Gestão de Logística Sustentável do Senado Federal - PGLS Elaboração do Plano de Gestão de Logística Sustentável do Senado Federal - PGLS Sustentabilidade Contexto Aumento no número de pessoas Maior quantidade de recursos explorados Produção e consumo: compras

Leia mais

GUIA PARA O ODONTÓLOGO SERVIDOR PÚBLICO, APOSENTADORIA ESPECIAL.

GUIA PARA O ODONTÓLOGO SERVIDOR PÚBLICO, APOSENTADORIA ESPECIAL. GUIA PARA O ODONTÓLOGO SERVIDOR PÚBLICO, APOSENTADORIA ESPECIAL. O QUE É A APOSENTADORIA ESPECIAL? A aposentadoria especial é um benefício previdenciário concedido ao segurado exposto permanentemente a

Leia mais

Tempo de Guarda para Documentos Fiscais, Contábeis e Trabalhistas

Tempo de Guarda para Documentos Fiscais, Contábeis e Trabalhistas Tempo de Guarda para Documentos Fiscais, Contábeis e Trabalhistas A presente tabela contém os principais documentos fiscais, contábeis e trabalhistas das empresas com o tempo que deve ser mantido em arquivo

Leia mais

Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Rio de Janeiro

Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Rio de Janeiro Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Rio de Janeiro Aprendizagem, Legislação e Prática: I - Cotas de Aprendizagem; II Cadastro Nacional de Aprendizagem Profissional - CNAP; III - CATÁLOGO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 1a Turma ADICIONAL DE INSALUBRIDADE - Restou comprovado o ingresso regular pelo autor em câmaras frias ou de resfriamento sem a devida proteção, pelo que, resta cabível a condenação da ré no pagamento

Leia mais

PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL

PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL PRÁTICA PROCESSUAL CIVIL Programa (60 horas) I CONSULTA JURÍDICA 1.1 Consulta jurídica 1.2 Tentativa de resolução amigável 1.3 Gestão do cliente e seu processo II ACESSO AO DIREITO 2.1 Modalidades de acesso

Leia mais

Trabalhista/Previdenciária Mês: 08/2016

Trabalhista/Previdenciária Mês: 08/2016 Trabalhista/Previdenciária Mês: 08/2016 Dia: 05 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Empregado comissionista puro como tratar se não atingir o piso da categoria

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Empregado comissionista puro como tratar se não atingir o piso da categoria Empregado comissionista puro como tratar se não atingir o piso da categoria 05/05/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3

Leia mais

Cronograma 1ª Fase XV Exame OAB 90 dias

Cronograma 1ª Fase XV Exame OAB 90 dias Cronograma 1ª Fase V Exame OAB 90 dias Entenda a Matemática para sua Aprovação A prova de 1ª Fase do Exame de Ordem possui 80 questões objetivas que abrangem as 17 matérias contempladas no edital. Apesar

Leia mais

OAB 2010.3 GABARITO COMENTADO SEGUNDA FASE EMPRESARIAL. Artigo 9º e 4º do artigo 10 Lei 11.101/2005, procuração, CPC e estatuto da OAB.

OAB 2010.3 GABARITO COMENTADO SEGUNDA FASE EMPRESARIAL. Artigo 9º e 4º do artigo 10 Lei 11.101/2005, procuração, CPC e estatuto da OAB. OAB 2010.3 GABARITO COMENTADO SEGUNDA FASE EMPRESARIAL PEÇA PRÁTICO PROFISSIONAL Artigo 9º e 4º do artigo 10 Lei 11.101/2005, procuração, CPC e estatuto da OAB. Trata-se de uma habilitação de crédito retardatária.

Leia mais

PALESTRA HOMOLOGNET PALESTRANTE ALLAN MACIEL SANTOS

PALESTRA HOMOLOGNET PALESTRANTE ALLAN MACIEL SANTOS PALESTRA HOMOLOGNET PALESTRANTE ALLAN MACIEL SANTOS O HomologNet é um sistema de homologação das rescisões contratuais on-line instituído pela portaria do MTE n 1.620 de 14/07/2010. Os cálculos automáticos

Leia mais

Capítulo I Responsabilidade Civil do Estado... 1

Capítulo I Responsabilidade Civil do Estado... 1 SUMÁRIO Capítulo I Responsabilidade Civil do Estado................. 1 1. Modelo de Peça: Ação de Conhecimento Indenizatória por Danos Materiais e/ou Morais...1 2. Doutrina Descomplicada Responsabilidade

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Av. Presidente Antonio Carlos,251 6o andar - Gab. NÃO PAGAMENTO CORRETO DE VERBAS RESCISÓRIAS. INSCRIÇÃO NO SERASA E SPC. DANO MORAL PRESENTE. Os documentos juntados a fl. 1 comprovam que o não pagamento

Leia mais

- 2. Debates em grupo de casos concretos com a apresentação dos resultados para análise conjunta da turma.

- 2. Debates em grupo de casos concretos com a apresentação dos resultados para análise conjunta da turma. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e/ou da Coordenação. DISCIPLINA: DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO-DPT PROFESSOR TITULAR: CARLOS HENRIQUE BEZERRA LEITE PROFESSORA ASSISTENTE:

Leia mais

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS

FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS IMPLICAÇÕES DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL NO DIREITO TRIBUTÁRIO 1º SEMESTRE DE 2016 FUNDAÇÃO GETULIO VARGAS A Fundação Getulio Vargas (FGV) deu início a suas atividades em 1944 com o objetivo de preparar

Leia mais

DEPARTAMENTO PESSOAL, RH E CÁLCULOS TRABALHISTAS

DEPARTAMENTO PESSOAL, RH E CÁLCULOS TRABALHISTAS DEPARTAMENTO PESSOAL, RH E CÁLCULOS TRABALHISTAS Instrutor(a): CLAUDIO SALDANHA Brasília(DF) - 10 e 11/09/2015 Quer esse curso Incompany para sua empresa ou órgão público? Clique no botão e solicite uma

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Rendimentos Recebidos Acumuladamente x Licença Maternidade

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Rendimentos Recebidos Acumuladamente x Licença Maternidade 02/01/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 5 5. Informações Complementares... 5 6. Referências... 6 7.

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Análise Comparativa RAIS ANO BASE 2013 x ANO BASE 2014

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Análise Comparativa RAIS ANO BASE 2013 x ANO BASE 2014 Análise Comparativa RAIS ANO BASE 2013 x ANO BASE 2014 14/01//2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 5 5.

Leia mais

Relatório Trabalhista

Relatório Trabalhista Rotinas de Pessoal & Recursos Humanos www.sato.adm.br - sato@sato.adm.br - fone (11) 4742-6674 Desde 1987 Legislação Consultoria Assessoria Informativos Treinamento Auditoria Pesquisa Qualidade Relatório

Leia mais

GUIA PRÁTICO PARA APROVAÇÃO EM CONCURSOS PÚBLICOS

GUIA PRÁTICO PARA APROVAÇÃO EM CONCURSOS PÚBLICOS GUIA PRÁTICO PARA APROVAÇÃO EM CONCURSOS PÚBLICOS Wilton Vieira Junior GUIA PRÁTICO PARA APROVAÇÃO EM CONCURSOS PÚBLICOS LIVROS Copyright by 2013 Wilton Vieira Jr. Projeto editorial: Wilbett Oliveira

Leia mais

ATENÇÃO: OS DIAS E HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO PARA COMPROVAÇÃO DAS BOLSAS DO PROUNI PARA O 2º SEMESTRE DE 2014 NA FEAD SERÃO:

ATENÇÃO: OS DIAS E HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO PARA COMPROVAÇÃO DAS BOLSAS DO PROUNI PARA O 2º SEMESTRE DE 2014 NA FEAD SERÃO: ATENÇÃO: OS DIAS E HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO PARA COMPROVAÇÃO DAS BOLSAS DO PROUNI PARA O 2º SEMESTRE DE 2014 NA FEAD SERÃO: Dia 29-07-2014 De 9 as 18h; Dia 30-07-2014 De 9 as 18h; INFORMAÇÕES, RELAÇÃO

Leia mais

Silvana Inês de Oliveira

Silvana Inês de Oliveira CURSO DE ATUALIZAÇÃO Gestão das Condições de Trabalho e Saúde dos Trabalhadores da Saúde REESTRUTURAÇÃO DO FLUXO DO ATENDIMENTO AO TRABALHADOR DO SUS ADOECIDO OU ACIDENTADO NO TRABALHO DO MUNICÍPIO DE

Leia mais

Planilha de Custos e Formação de Preços. Dia: às horas DADOS DO PROPONENTE

Planilha de Custos e Formação de Preços. Dia: às horas DADOS DO PROPONENTE 1-"Solicito que sejam verificadas as planilhas de formação de preços, pois ao fazermos nossa planilha houve divergências com os modelos fornecidos pelo edital! Os valores de custos, lucros e tributos,

Leia mais

Circular CEF nº 314 de 31/10/07 DOU 05/11/07

Circular CEF nº 314 de 31/10/07 DOU 05/11/07 Circular CEF nº 314 de 31/10/07 DOU 05/11/07 Estabelece procedimentos referentes à retificação de informações cadastrais e financeiras, junto ao FGTS, por meio dos formulários Retificação de Dados do Empregador

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO A C Ó R D Ã O 5ª T U R M A RESPONSABILIDADE SUBSIDIÁRIA DA 2ª RECLAMADA Mesmo em se tratando de terceirização lícita, embora não se estabeleça vínculo entre a tomadora e a empregada - que se forma exclusivamente

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA BOLSA DE ESTÁGIO SECRETARIA DE AÇÃO SOCIAL E CIDADANIA

CONCURSO PÚBLICO PARA BOLSA DE ESTÁGIO SECRETARIA DE AÇÃO SOCIAL E CIDADANIA CONCURSO PÚBLICO PARA BOLSA DE ESTÁGIO SECRETARIA DE AÇÃO SOCIAL E CIDADANIA NOME COMPLETO: RG: CPF: INSTRUÇÕES Leia atentamente e cumpra rigorosamente as instruções que se seguem: Os telefones celulares

Leia mais

Roteiro de Estudos para 1ª Fase do XIX Exame OAB 30 dias

Roteiro de Estudos para 1ª Fase do XIX Exame OAB 30 dias Roteiro de Estudos para 1ª Fase do I Exame OAB 30 dias Entenda a Matemática para sua Aprovação A prova de 1ª Fase do Exame de Ordem possui 80 questões objetivas que abrangem as 17 matérias contempladas

Leia mais

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE

ÍNDICE CURSO DE DEPARTAMENTO PESSOAL. DEPARTAMENTO PESSOAL ONLINE ÍNDICE INTRODUÇÃO... 008 DISPOSIÇÕES GERAIS... 009 Conceito de empregador... 009 Conceito de empregado... 009 Direitos do empregado... 010 ASSÉDIO MORAL E SEXUAL NO TRABALHO... 014 Assédio moral no trabalho...

Leia mais

A Intervenção do Ministério Público do Trabalho na Condução Estratégica de RH. Wolnei Tadeu Ferreira abril / 2013

A Intervenção do Ministério Público do Trabalho na Condução Estratégica de RH. Wolnei Tadeu Ferreira abril / 2013 A Intervenção do Ministério Público do Trabalho na Condução Estratégica de RH Wolnei Tadeu Ferreira abril / 2013 O QUE É O MPT? O Ministério Público do Trabalho é uma instituição independente, que atua

Leia mais

Programa Competências Transversais

Programa Competências Transversais Programa Competências Transversais o Consumo Consciente de Energia o Desenho Arquitetônico o Educação Ambiental o Empreendedorismo o Fundamentos de Logística o Finanças Pessoais o Legislação Trabalhista

Leia mais

PROJETO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA EM COMUNICAÇÃO E PUBLICIDADE INSTITUCIONAL 2013-2014. Nathalia Fagundes Jornalista

PROJETO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA EM COMUNICAÇÃO E PUBLICIDADE INSTITUCIONAL 2013-2014. Nathalia Fagundes Jornalista PROJETO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA EM COMUNICAÇÃO E PUBLICIDADE INSTITUCIONAL 2013-2014 Nathalia Fagundes Jornalista O presente material apresenta os trabalhos realizados através da Prestação

Leia mais

PETIÇÃO INICIAL. ENDEREÇAMENTO QUALIFICAÇÃO PRELIMINAR MÉRITO PEDIDOS REQUERIMENTOS FINAIS Valor da causa!!!!!

PETIÇÃO INICIAL. ENDEREÇAMENTO QUALIFICAÇÃO PRELIMINAR MÉRITO PEDIDOS REQUERIMENTOS FINAIS Valor da causa!!!!! PETIÇÃO INICIAL ENDEREÇAMENTO QUALIFICAÇÃO PRELIMINAR MÉRITO PEDIDOS REQUERIMENTOS FINAIS Valor da causa!!!!! ENDEREÇAMENTO EXCELENTISSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE... art. 651 do CPC QUALIFICAÇÃO

Leia mais

IMPUGNAÇÃO 1 PREGÃO 09/2016

IMPUGNAÇÃO 1 PREGÃO 09/2016 MEC Ministério da Educação Uasg 150002 IMPUGNAÇÃO 1 PREGÃO 09/2016 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 09/2016 Processo nº 23000.004587/2016-05 Trata-se de peça impugnatória impetrada por empresa interessada em participar

Leia mais

31 Código Sindical 32 CNPJ e Nome da Entidade Sindical Laboral DISCRIMINAÇÃO DAS VERBAS RESCISÓRIAS VERBAS RESCISÓRIAS

31 Código Sindical 32 CNPJ e Nome da Entidade Sindical Laboral DISCRIMINAÇÃO DAS VERBAS RESCISÓRIAS VERBAS RESCISÓRIAS ANEXO I TERMO DE RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO IDENTIFICAÇÃO DO EMPREGADOR 01 02 Razão Social/ 03 Endereço (logradouro, nº, andar, apartamento) 05 Município 06 UF 07 CEP 08 CNAE IDENTIFICAÇÃO DO TRABALHADOR

Leia mais

INDICADORES e METAS Planejamento Estratégico

INDICADORES e METAS Planejamento Estratégico INDICADORES e METAS Planejamento Estratégico INDICADOR 1: Índice de satisfação do cliente Percentual de satisfação dos usuários com os serviços prestados pelo TRT, e dos magistrados e servidores com a

Leia mais

DICAS FINAIS DE DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PARA A PROVA DO TRT/BA (01/12/2013) PROF. BRUNO KLIPPEL. Meu canal no Youtube com vídeos de revisão:

DICAS FINAIS DE DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PARA A PROVA DO TRT/BA (01/12/2013) PROF. BRUNO KLIPPEL. Meu canal no Youtube com vídeos de revisão: DICAS FINAIS DE DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO PARA A PROVA DO TRT/BA (01/12/2013) PROF. BRUNO KLIPPEL Meu canal no Youtube com vídeos de revisão: https://www.youtube.com/user/brunoagklippel Conheça os

Leia mais

ÍNDICE. 1. Tabela Progressiva - a partir de Abril/2015... 2. 2. Exemplos Práticos... 3. 2.1. Declarante 1 Empregador pessoa física...

ÍNDICE. 1. Tabela Progressiva - a partir de Abril/2015... 2. 2. Exemplos Práticos... 3. 2.1. Declarante 1 Empregador pessoa física... ÍNDICE 1. Tabela Progressiva - a partir de Abril/2015.... 2 2. Exemplos Práticos... 3 2.1. Declarante 1 Empregador pessoa física... 3 2.2. Declarante 2 Rendimento pago ao exterior Fonte pagadora pessoa

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE ANÁLISE DE CURRICULO E ENTREVISTA DESTINADO A CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

PROCESSO SELETIVO DE ANÁLISE DE CURRICULO E ENTREVISTA DESTINADO A CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR PROCESSO SELETIVO DE ANÁLISE DE CURRICULO E ENTREVISTA DESTINADO A CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL N 010/01 UNEMAT/EMERGENCIAL A, no uso de suas atribuições legais e em

Leia mais

DOM DE 03/09/2014 Republicada, no DOM de 09/09/2014, por ter saído incompleta. Alterada pela IN nº 36/2014, no DOM de 15/10/2014.

DOM DE 03/09/2014 Republicada, no DOM de 09/09/2014, por ter saído incompleta. Alterada pela IN nº 36/2014, no DOM de 15/10/2014. DOM DE 03/09/2014 Republicada, no DOM de 09/09/2014, por ter saído incompleta. Alterada pela IN nº 36/2014, no DOM de 15/10/2014. INSTRUÇÃO NORMATIVA SEFAZ/DGRM Nº 29/2014 Dispõe sobre os procedimentos

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO

ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO Este documento tem por objetivo orientar a estruturação e formatação do relatório de estágio. O texto está dividido em duas partes: 1) Normas de formatação,

Leia mais

Manual de Segurança a e Saúde no Trabalho para a Indústria da Construção

Manual de Segurança a e Saúde no Trabalho para a Indústria da Construção Manual de Segurança a e Saúde no Trabalho para a Indústria da Construção Civil - Edificações Apresentação na 4ª Reunião da Comissão Tripartite de Saúde e Segurança no Trabalho (CT-SST) São Paulo, 19 de

Leia mais

MUNICÍPIO DE MARECHAL CÂNDIDO RONDON ESTADO DO PARANÁ

MUNICÍPIO DE MARECHAL CÂNDIDO RONDON ESTADO DO PARANÁ CONCURSO PÚBLICO EDITAL Nº 001/2016 PUBLICAÇÃO Nº 002/2016 Dispõe sobre a retificação da tabela do subitem 2.1, com relação às vagas dos cargos de Analista Técnico, Enfermeiro, Engenheiro Agrônomo, Engenheiro

Leia mais