Prezada Gestora, Cordialmente. Grupo da Educação Infantil PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Prezada Gestora, Cordialmente. Grupo da Educação Infantil PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR"

Transcrição

1 1 Secretaria Municipal da Educação e Cultura SMEC Coordenadoria de Ensino e Apoio Pedagógico CENAP PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR Prezada Gestora, Com a finalidade de auxiliar o professor/a no desenvolvimento das habilidades contidas nos Diários de Classe da Educação Infantil enviamos sugestões de atividades. Estas sugestões servirão de apoio à prática pedagógica dos professores de modo a favorecer os processos de desenvolvimento e aprendizagem. Esperamos que este material possa contribuir, significativamente, para o trabalho do/a professor/a em classe. Cordialmente. Grupo da Educação Infantil

2 2 Secretaria Municipal da Educação e Cultura SMEC Coordenadoria de Ensino e Apoio Pedagógico CENAP PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR Sugestão de atividades Educação Infantil 0 a 3 anos FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL Expressa seus desejos, desagrados, necessidades, preferências e vontades em brincadeiras e nas atividades cotidianas. 1. Rodinha (relatos cotidianos); 2. Faz-de-conta com a utilização de fantoches, dedoches e etc. 3. Brincadeiras de casinha, de dar comidinha, banho, etc. 4. Brincadeira com telefones de brinquedos; 5. Brincadeiras livres com os demais alunos do grupo. Reconhece progressivamente o próprio corpo e as diferentes sensações que produz. 1. Atividade com espelho (crianças fazendo caretas e se reconhecendo); 2. Relaxamento (músicas, massagens, observando ruídos externos e os próprios ruídos); 3. Caixa de reconhecimento (colocam variados objetos dentro de uma caixa e através do tato sem olhar a criança tenta adivinhar o objeto, em seguida, falar sobre suas sensações); 4. Alongamento; 5. Massagem. Identifica, progressivamente, algumas singularidades próprias e das pessoas com as quais convive no seu cotidiano em situações de interação. 1. Brincadeira em dupla: um aluno com os olhos vendados apalpa o colega de vendo reconhecer a parte que está apalpando; 2. Andar ao mesmo ritmo do colega trabalhando o respeito mútuo; 3. Atividade do trenzinho: Os demais alunos do trem imitam os movimentos da criança a frente da locomotiva; 4. Ajudar o colega em determinados exercícios físicos com o auxílio da professora; 5. Atividade da linha: Os alunos enfileirados em um traçado oval riscado no chão tocar a parte do corpo solicitado pela educadora. Pede ajuda nas situações em que isso se faz necessário. 1. Estímulos através de contos; 2. Ajudar os colegas a vestir-se;

3 3. Ajudar a ADI servir o lanche para os colegas; 4. Ajudante do dia; 5. Incentivar as crianças a pedir ajuda quando necessário utilizando teatro, histórias, etc. Realiza pequenas ações cotidianas ao seu alcance, adquirindo maior independência 1. Ajudar a arrumar a sala, sendo responsáveis por guardar seus pertences; 2. Trocar sua própria roupa com o auxílio de um adulto; 3. Ajudar a distribuir às atividades para os demais alunos; 4. Arrumar os brinquedos depois de usá-los; 5. Ajudar a distribuir o lanche para o grupo. 3 Interessa-se pelas brincadeiras e exploração de diferentes brinquedos. 1. Atividades com massa de modelar fazendo diversas explorações; 2. Brinquedos de encaixe; 3. Brincadeiras com materiais de sucatas (frascos e garrafas plásticas, caixas, rolos e etc.). Podemos explorar: abrir e fechar, empilhar, enfileirar e elaborar diversos objetos; 4. Quebra-cabeça para trabalhar concentração, raciocínio, coordenação motora e etc. 5. Revistas ou encartes: amassar, rasgar, fazer bolinhas, cortar em tiras, etc. Participa de brincadeiras de esconder e achar e brincadeiras de imitação. 1. Atividades com balde e bola: esconder a bola sob um balde para criança localizar. Aprende que as coisas existem apesar de não as ver; 2. A criança esconde um objeto para as outras crianças do grupo encontrar; 3. Atividade de imitações de animais e de representar diversas emoções (tristeza, alegria, zangado, etc.) 4. Reproduzir diversos sons; 5. Brincadeira de esconde-esconde: uma criança conta e as outras se escondem. Escolhe brinquedos objetos e espaços para brincar. 1. Brincadeiras livres; 2. Socialização de diversos brinquedos ( sucatas, encaixes, bonecas, carros, etc.) 3. Cantinhos diversificados; 4. Rodízios de historinhas para manuseio dos alunos (as crianças trocam historinhas entre eles). Participa, com interesse, de situações que envolvem a relação com o outro. 1. Atividades que envolvam os demais grupos da educação infantil; 2. Brincadeiras com outras crianças, ensinando o respeito mútuo em pequenos grupos; 3. Fazer algo juntas: dançar, fazer teatro, montar murais, colagens, etc.

4 4 4. Ajudar outra criança; 5. Receber visitas. Respeita regras simples de convívio social. 1. Aprender a ouvir: pode ser trabalhado na hora da rodinha através de conversas, músicas, histórias, etc. 2. Elaboração de regras em jogos coletivos; 3. Construção com os alunos dos combinados; 4. Andar sem fazer barulho; 5. Passar e dar passagem. Faz a higiene das mãos ainda que com ajuda. 1. Lavar e secar as mãos controlando o uso do sabão; 2. Saber quando está sujo ou limpo, trabalhar esses valores na rodinha; 3. Ensinar a lavar as mãos sempre que for ao banheiro; OBS: A professora, como recurso, pode contar história sobre a higiene das mão, teatros e músicas. Expressa desconforto relativo à presença de urina e fezes nas fraldas ou roupas pessoais. 1. Estimular as falas e indagações das crianças através de conversas; 2. Através de historinhas estimular as crianças a expressar desconforto à presença de fezes e urina. Interessa-se em despreender-se de fraldas. 1. Tirar a fralda das crianças e levá-las ao banheiro em um mesmo intervalo de tempo; 2. Estimular as crianças a pedir para ir ao banheiro. Alimenta-se com progressiva autonomia, experimentando novos tipos de alimento 1. Fazer alimentos com a participação da criança; 2. Lanche coletivo; 3. Trabalhar com os alunos a fim de que peguem o alimento sem deixar cair antes de levá-lo à boca; 4. Mastigar e deglutir bem os alimentos; 5. Ajudar pôr e a tirar a mesa. CONHECIMENTO DE MUNDO Movimento EXPRESSIVIDADE

5 5 Imita gestos simples (agitar os braços, por exemplo). 1. O jogo do macaco: os alunos se colocam em filas a partir de quatro componentes. O que fica na frente executa movimentos variados, deslocandose pelo ambiente. Os que os seguem tentam imitá-lo; 2. O espelho: em duplas. Uma toma a iniciativa e adota posturas diferentes que o outro tem reproduzir; 3. A educadora brinca de fazer de conta que está dormindo, chorando ou comendo e a criança tenta imitá-la; 4. A educadora de frente para os alunos faz movimentos simples para as crianças imitarem como: levantar os braços, a cabeça para baixo e para cima, levantar e abaixar; 5. Imitar algumas expressões faciais feitas pela educadora. Segue movimentos com os olhos e move a cabeça na direção de sons. 1. Brincadeiras que envolvem o canto e o movimento; 2. Atrair a atenção da criança para o objeto que produz sons: chocalho, melodia do brinquedo musical pendurado no berço; 3. Dirigir a curiosidade das crianças para os diversos objetos sonoros que existem ao seu redor e que usa frequentemente: a água da torneira, o prato e a colher etc. 4. Escutar sons do ambiente onde a criança está inserida: telefone, campainha, passos, vozes de crianças, de adultos, canto de pássaros, latido de cachorro, etc. Explora as possibilidades de gestos e ritmos corporais para expressar-se nas brincadeiras e nas demais situações de interação. 1. Brincar de mestre mandou, realizando ações simples como: pular, dançar, pôr a mão na cabeça, etc. 2. Dramatizar, sem falar, temas como: despedida ( acenar, mandar beijos); etc. 3. Realizar jogos cênicos e dramáticos ao espelho, como é ficar zangado, alegre, etc. 4. Participar em jogos cantados e em cantigas de rodas acompanhados de gestos próprios; 5. Fazer caretas, imitar animais com seus sons próprios. Explora as partes do corpo, identificando as qualidades do próprio corpo e do corpo dos outros, suas semelhanças e diferenças. Apropria-se da imagem de si mesmo. 1. Contornar o corpo de cada criança no papel pardo, com o nome de cada uma escrito e quantos anos tem; 2. Pedir que as crianças passeiem pelos contornos identificando as semelhanças e as diferenças; 3. Colocar ao centro da sala fios de lã de cores semelhantes às dos cabelos das crianças. Cada criança deverá identificar a cor da lã que mais parece com o seu

6 cabelo. Depois vão colar os cabelos nos contornos do corpo feitos na atividade anterior; 4. Trabalhar com gravuras e objetos para explorar simetrias proporcionalidades por exemplo: Estes óculos servem para este boneco? E no seu rosto? Etc; 5. Criar uma atividade, para qual às crianças devam trocar de roupa (explora cada roupa para cada parte do corpo. 6 EQUILIBRIO E COORDENAÇÃO Segura objetos por um tempo maior, por exemplo, segura um biscoito para comer. 1. Ajudar a professora a prender suas atividades; 2. Amassar papel utilizando as pontas dos dedos; 3. Trabalhar com pinça; 4. Separar objetos com a mesma cor utilizando os dedos. Senta em diferentes inclinações. 1. Pedir que os alunos na hora do relaxamento sentem um de costa para o outro, em duplas, para se apoiarem; 2. Trabalhar com os alunos a sentarem com as pernas cruzadas; 3. Pedir que os alunos sentem com as costas encostadas na parede para trabalhar postura; 4. Ensinar aos alunos a sentarem na cadeira de maneira correta. Deita em diferentes posições. 1. Deitar os alunos de frente observando algo pendurado no teto; 2. Colocar o aluno de bruço com algum objeto a sua frente que chame a sua atenção; 3. Com um rolo do lado apoiando as costas colocar a criança de lado. Mantem-se em pé apoiando-se em algo. 1. Manter-se de mãos dadas com a professora ou colegas; 2. Manter-se em pé apoiado em uma cadeira. Desloca-se no espaço engatinhando 1. Fazer percursos, contornar obstáculos; 2. Brincadeiras com bolas ou objetos que rolem; 3. Empurrar carrinhos e objetos. Desloca-se no espaço, andando ou saltando.

7 1. Brincadeiras como: pró posso ir, imitando os bichos e demais movimentos de acordo com os comandos dados pela educadora; 2. Atividades com cordas e fitas: andar por cima, saltá-las de várias maneiras ( sobre o chão, balançando-se, girando), fazer chicote, fazer espirais, fazer cobras, lançá-las no ar; 3. Enrolá-las em uma parte do corpo; 4. Saltar várias cordas ao mesmo tempo; 5. Pisar a corda que o colega arrasta. 7 Tira objetos de um recipiente e coloca em outro. 1. Encher e esvaziar cestas ou sacos com os mais diversos objetos; 2. Transportar líquido de um recipiente para o outro utilizando buchas; 3. Transportar tampinhas de garrafas de um recipiente para o outro, observando as cores; 4. Versar líquidos de uma jarra para um copo até a marca contida no mesmo; 5. Transportar contas com o auxílio de uma pinça. Envolve-se em brincadeiras de esconder, atirar uma pequena bola, etc. 1. Atividades com aros: passar de um ao outro fazendo-o rodar; 2. Atividade com balões: segurar entre duas crianças sem utilizar as mãos; 3. Atividade com boliche; 4. Brincadeira lá vai à bola, fazendo uma roda, cantando uma música e passando a bola; 5. Brincadeira de esconde-esconde com o grupo. Empurra carrinhos e caixas, marcha, dança, rola, sobe e desce de cadeiras, etc. 1. Puxar objetos pelo cordão ou corda; 2. Marchar ao ritmo de músicas, palmas e ao comando da educadora; 3. Andar sobre tábuas para trabalhar o equilíbrio; 4. Enrolar e desenrolar tapetes; 5. Empurrar caixas cheias e vazias de tamanhos variados. Empilha cerca de seis blocos ou outros objetos. 1. Atividade de empilhar cubos, cadeiras, latas vazias, etc; 2. Fazer torres; 3. Empilhar objetos de acordo com o tamanho. Explora e utiliza os movimentos de preensão, encaixe, lançamento, etc., através de experimentação de diferentes objetos. 1. Jogos de lançamento de argolas; 2. Brincar com os materiais no cantinho da construção; 3. Brincar com jogos como cubos de plástico ou de madeira para encaixe; 4. Boliche;

8 8 5. Quebra-cabeça simples. Música FAZER MUSICAL Manuseia objetos que produzem sons (ex.: pequenos tambores, chocalhos, recipientes de plásticos cheios de diferentes materiais). Explora materiais sonoros diversos. 1. Atividade com caixa: A educadora pode trabalhar a intensidade do som (forte/fraco) andando ou correndo, pisando forte ou fraco de acordo com o batuque da caixa; 2. Potes de iogurte ou danoninho e bolinhas de papel imitando um chocalho para trabalhar a duração do som (curto/longo); 3. Trabalhar com garrafa plástica imitando o som de um reco-reco; 4. O educador depois de ter trabalhado, separadamente, as construções dos instrumentos pode formar uma bandinha com as crianças; 5. Fazer uma comparação do som dos instrumentos instrumentais feitos com materiais recicláveis com o som dos instrumentos originais; 6. Trabalhar com a bandinha; 7. Fazer ruídos e sons com: pano, semente e plástico. Participa de brincadeiras e jogos cantados e rítmicos. 1. Fazer com que as crianças repitam sons generalizados, produzidos pelo próprio corpo e instrumentais; 2. Dançar ao ritmo das músicas, sozinhos em dupla, trio, ou pequenos grupos; 3. Ouvir músicas variadas, com ritmos variados; brincar de dança das cadeiras com diferentes ritmos; 4. Trabalhar com o corpo a partir de ritmos associados a melodias; 5. Brincar de completar a música cantada pela educadora. APRECIAÇÃO MUSICAL Escuta obras musicais variadas 1. A educadora canta melodias curtas, cantigas de ninar, encantados com o que ouvem os bebês tentam imitar e responder com balbucio; 2. Trabalhar com músicas de rodas e cirandas; 3. Atividades com musicas que utilizam instrumentos de percussão como chocalhos, tambores, etc; 4. Trabalhar com músicas instrumentais especialmente na hora do relaxamento; 5. Músicas educativas.

9 9 Escuta diversos tipos de som (Ex.: telefone, companhia, a água correndo, a chuva, o cachorro latindo, o avião, etc.) 1. Trabalhar com as crianças a observação de batimentos rítmicos corporais (palmas, batidas nas pernas, pés, etc.); 2. Escutar com atenção e diferenciar os diversos toques de um telefone; 3. Atividade com bacia e água: encher uma bacia com água. A educadora com as mãos, irá produzir alguns sons fazendo a diferença com o som produzido por uma água correndo; 4. Em um dia de chuva convidar os alunos a escutar o som produzido pela água da chuva no solo; 5. Atividade com papeis de revistas, encartes, etc: Pedir aos alunos para sacudir os papéis para ouvirem os sons produzidos. Participa de situações que integrem músicas, canções e movimentos corporais. 1. Bater palmas marcando o tempo, seguindo a música, ao sinal da educadora parar de bater palmas e cantar; 2. Brincadeira de roda; 3. Brincadeira da Estátua; 4. Fazer teatrinho utilizando a música como tema de acordo com a área de conhecimento a ser explorada; 5. Brincadeira da cadeira. Artes Visuais O FAZER ARTÍSTICO Manipula diferentes materiais, sentindo, rasgando, amassando, juntando, separando, sobrepondo, colando, etc. 1. Atividades que podem ser realizadas com argila, papel, massa de modelar, etc. 2. Fazer bolas amassá-las, furá-las, pressionar com os dedos indicadores e polegar, de dentro para fora, através de um oco central; 3. Fazer rolos independentes e criar uma forma; 4. Sobrepor fileiras de rolos em círculos; 5. Fazer cilindros, construir figuras livres Usa diversas consistências de tintas para pintura 1. Produzir tintas naturais, utilizando: carvão de churrasco, beterraba, terra vermelha, etc. 2. Utilizar batons vermelhos. Maquiagens, gravuras ou vídeos de índios e povos que pintam o próprio corpo;

10 3. Convidar as crianças a observar as cores embutidas na natureza: o verde da folha, cor do céu, da terra, vegetais, etc. 10 Movimenta o corpo no espaço, produzindo marcas na areia, pintando partes do corpo, reconhecendo a impressão das mãos e dos pés. 1. Andar na areia fofa; 2. Atividade com tinta e papel: pintar os pés das crianças e solicitar que pisem em uma folha em branco para fazer a impressão; 3. Pedir para as crianças se pintarem usando diferentes tipos de tintas produzidas por eles; 4. Fazer a impressão digital dos dedos utilizando tintas diversas; 5. Impressão da mão pintada com tinta de pintura a dedo em diferentes posições, com os dedos abertos ou fechados. Explora e manipula materiais como lápis e pincéis de diferentes texturas e espessuras, brochas, carvão, carimbo, etc., de meios, como tintas, água, areia, terra, argila, etc., e de variados suportes gráficos como jornal, papel, papelão, parede, chão, caixas, madeiras, etc. 1. Atividades de pintura com pincel, rolo ou esponja; 2. Impressões com diferentes elementos: madeira, folhas, pés, mãos, objetos; 3. Fazer respingos e pulverizações na parede (utilizando embalagens de perfume plásticas que tenham pulverizador); 4. Atividade livre com carvão; 5. Espalhar tinta sobre a mesa e com os dedos, os alunos irão desenhar livremente, depois colocar o papel ofício em cima do desenho feito. Cuida do próprio corpo no contato com os suportes e materiais de artes. Cuida do corpo dos colegas no contato com os suportes e materiais de artes. Cuida dos materiais, dos trabalhos e objetos produzidos individualmente. Cuida dos materiais, dos trabalhos e objetos produzidos coletivamente. OBS. Estas habilidades podem ser trabalhadas diariamente na sala de aula alertando os alunos para os cuidados acima na hora da realização das atividades propostas. APRECIAÇÃO EM ARTES VISUAIS Observa imagens diversas. 1. Leitura de imagens; 2. Leitura de obras de artes a partir da observação; 3. Atividades de apreciação de artes visuais e estabelecimento de correlação com as experiências pessoais;

11 Interage com a diversidade de produções artísticas, como desenhos, pintura, fotografias, ilustrações, etc. 1. Interagir com atividade de colagem com gravuras ou fotografias; 2. Interagir com atividade buchada; 3. Interagir com atividade de carvão. Aprecia suas produções e a dos outros, por meio da observação 1. Fazer exposição com a produção dos alunos; 2. Produzir murais em conjunto; 3. Troca de desenhos entre os alunos para observação. Linguagem Oral e Escrita 11 Usa a linguagem oral nas conversas e relatos de suas vivências. 1. Roda interativa; 2. Observar uma gravura apresentada e falar sobre ela, 3. Relato do final de semana socialização na rodinha; Expressa desejos, vontades, necessidades e sentimentos, nas diversas situações de interação presentes no cotidiano, utilizando a oralidade 1. Dramatização simples; 2. Faz-de-conta; 3. Conversas na rodinha; Participa de situações de leitura de diferentes gêneros feita pelos adultos como contos, poemas, parlendas e trava-línguas 1. Jogos de associação; 2. Adivinhas; 3. Narração de contos; 4. Leitura freqüente, pelo professor, de vários tipos de texto. Participa de situações cotidianas nas quais se faz necessário o uso da leitura e da escrita. 1. Atividades utilizando receitas, por exemplo: receita de bolo; 2. Contos; 3. Atividades com listas, ex: lista de compras; 4. Jornalzinho do dia (pode ser feito com gravuras ou desenhos), expor a atividade na sala. Observa e manuseia materiais impressos como livros, revistas, histórias em quadrinhos 1. Distribuição de material para os colegas;

12 2. Atividade no cantinho da leitura; 3. A hora do conto e reconto; 4. Procurar gravuras de acordo com o tema trabalhado em sala para fazer colagem. Realiza pseudo-leitura na identificação do próprio nome. 1. Escrever o nome das crianças com letras bastonadas, em tamanho, forma e cor e espalhar pela sala; 2. Desafiar a criança a encontrar seu próprio nome em fichas espalhadas pela sala; 3. Trabalhar com a ficha do nome. 12 Natureza e Sociedade Participa de atividades que envolvem histórias, brincadeiras, jogos e canções relacionadas às tradições culturais de sua comunidade e de outros grupos. 1. Brincadeira de roda; 2. Atividades no cantinho da história; 3. Utilizar fantoches e músicas relacionadas às tradições culturais; 4. Teatro. Explora diferentes objetos, suas propriedades e relações simples de causa e efeito. 1. Trabalhar com lixo reciclável; 2. Trabalhar o uso correto da água; 3. Trabalhar com as crianças o tom de voz para termos um ambiente mais harmonioso. Mantém contato com pequenos animais e plantas 1. Atividades de cultivo de horta; 2. Relato de convivência com bichos de estimação; 3. Quebra-cabeças com figuras de animais e plantas; 4. Terrário. Conhece de modo progressivo o próprio corpo por meio do uso e exploração de suas habilidades físicas, motoras e perceptivas. 1. Auto-retrato; 2. Trabalhar com relaxamento: Pedir que os educandos prestem atenção aos ruídos produzidos pelo próprio corpo; 3. Ginástica: professor de frente para os alunos faz movimentos simples com o corpo como: esticar os braços como quisesse pegar no teto, imitar uma bicicleta com os pés, etc. 4. Saltar entre várias linhas paralelas desenhadas no chão.

13 13 Matemática Utiliza a contagem oral em jogos, brincadeiras e músicas, junto com o professor e nos diversos contextos em que isso se faz necessário. 1. Atividade: em uma caixa colocar objetos e apresentar fichas com o numeral para a criança buscar na caixa o número de objetos correspondente à ficha; 2. Usar o telefone de brinquedo; 3. Que horas são? Atividade com relógio de brinquedo que possibilita o contato da criança com o numeral de forma bem natural; 4. Associar o número à quantidade: de colegas, de meninos, de meninas, de dedos, etc.; 5. Utilizar o calendário da sala para fazer a contagem de quantos dias faltam para acontecer um evento. Manipula objetos e brinquedos, observando as suas características, propriedades e possibilidades associativas: empilhar, rolar, transvasar, encaixar, etc. 1. Atividades de enfileirar objetos; 2. Atividades de construção de torres e pontes; 3. Atividades de transpor obstáculos; 4. Circuito atividade de percurso de acordo com a turma- obstáculos para subir, descer, pular, rolar, etc.

MARCOS DE APRENDIZAGEM EDUCAÇÃO INFANTIL 0 a 3 Anos

MARCOS DE APRENDIZAGEM EDUCAÇÃO INFANTIL 0 a 3 Anos Prefeitura Municipal do Salvador Secretaria Municipal da Educação e Cultura SMEC Coordenadoria de Ensino e Apoio Pedagógico CENAP MARCOS DE APRENDIZAGEM EDUCAÇÃO INFANTIL 0 a 3 Anos COMPETÊNCIA CONTEÚDO

Leia mais

MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações;

Leia mais

INFORMATIVO 2015 GRUPO 3

INFORMATIVO 2015 GRUPO 3 INFORMATIVO 2015 GRUPO 3 3 Considerar a criança como sujeito é levar em conta, nas relações que com ela estabelecemos, que ela tem desejos, ideias, opiniões, capacidade de decidir, de criar, e de inventar,

Leia mais

AVALIAÇÃO SEMESTRAL DO ALUNO Maternal I

AVALIAÇÃO SEMESTRAL DO ALUNO Maternal I Departamento Pedagógico Seção de Educação Infantil AVALIAÇÃO SEMESTRAL DO ALUNO Maternal I...a mudança da avaliação é fundamental para que deixe de atrapalhar a prática pedagógica e ajude a qualificá-la.

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL III - 2012 OBJETIVOS - CRIANÇAS DE TRÊS ANOS

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL III - 2012 OBJETIVOS - CRIANÇAS DE TRÊS ANOS CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL III - 2012 OBJETIVOS - CRIANÇAS DE TRÊS ANOS De acordo com o PCN e o Referencial Curricular da Educação Infantil, a instituição deve criar um ambiente

Leia mais

Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, 1621 - CEP 85.901-150 Toledo - Paraná

Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, 1621 - CEP 85.901-150 Toledo - Paraná Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, 1621 - CEP 85.901-150 Toledo - Paraná Plano de Trabalho Docente 2014 Educação Infantil Estimulação

Leia mais

Colégio Nossa Senhora da Soledade C O N T E Ú D O S. Eu vim para servir (cf.mc10,45) Grupo 2 EDUCAÇÃO INFANTIL

Colégio Nossa Senhora da Soledade C O N T E Ú D O S. Eu vim para servir (cf.mc10,45) Grupo 2 EDUCAÇÃO INFANTIL Colégio Nossa Senhora da Soledade C O N T E Ú D O S Eu vim para servir (cf.mc10,45) Grupo 2 EDUCAÇÃO INFANTIL Prezado(a) aluno(a): Novo ano, novas expectativas, novos desejos, novos anseios e um novo caminho

Leia mais

Diário de Classe. Educação Infantil - creche 0 a 3 anos

Diário de Classe. Educação Infantil - creche 0 a 3 anos Diário de Classe Educação Infantil - creche 0 a 3 anos DIÁRIO DE CLASSE Instituição: CRE: Ato de Inscrição: / / Grupo: Ano litivo: Turno: ( ) matutino ( ) vespertino ( ) integral Turma: Professor (a):

Leia mais

CURRÍCULO UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA BERÇÁRIO e INICIAL 1º BIMESTRE - BERÇÁRIO e INICIAL

CURRÍCULO UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA BERÇÁRIO e INICIAL 1º BIMESTRE - BERÇÁRIO e INICIAL CUÍCULO UNFCDO P DUCÇÃO BÁC BÇÁO e NCL 1º BM - BÇÁO e NCL Á OND CHG CONÚDO / VDD MMÁC o estabelecimento de aproximações a algumas noções matemáticas presentes no cotidiano. equência numérica por meio da

Leia mais

Composição de pequenas músicas a partir de outras já existentes e de versos; a partir de objetos, da voz, do corpo, do silêncio.

Composição de pequenas músicas a partir de outras já existentes e de versos; a partir de objetos, da voz, do corpo, do silêncio. MÚSICA A música é uma linguagem expressiva importante a ser incentivada desde os primeiros anos de vida. O trabalho com música na escola de Educação Infantil deve respeitar as diferenças regionais e suas

Leia mais

COLÉGIO MAGNUM BURITIS

COLÉGIO MAGNUM BURITIS COLÉGIO MAGNUM BURITIS ENSINO FUNDAMENTAL PROGRAMAÇÃO 1ª ETAPA / 2013 MATERNAL III PROGRAMAÇÃO DA 1ª ETAPA 2013 MATERNAL 3 ANOS Organize suas atividades de forma ordenada, dando a cada uma o seu tempo

Leia mais

Programação da 1ª Etapa Maternal 3 anos Educação Infantil

Programação da 1ª Etapa Maternal 3 anos Educação Infantil Programação da 1ª Etapa Maternal 3 anos Educação Infantil Prezados Pais: Nunca falamos tanto em autonomia, quando tratamos da educação dos mais novos. Está muito claro para nós que o processo de construção

Leia mais

INFORMATIVO 2015 GRUPO 1

INFORMATIVO 2015 GRUPO 1 INFORMATIVO 2015 GRUPO 1 3 Considerar a criança como sujeito é levar em conta, nas relações que com ela estabelecemos, que ela tem desejos, ideias, opiniões, capacidade de decidir, de criar, e de inventar,

Leia mais

Desenvolvimento Eixo movimento - crianças de 4 a 8 meses. Objetivos Dimensões Atividades Material Indicador. Reconhecimento progressivo de segmentos

Desenvolvimento Eixo movimento - crianças de 4 a 8 meses. Objetivos Dimensões Atividades Material Indicador. Reconhecimento progressivo de segmentos Desenvolvimento Eixo movimento - de 4 a 8 meses. Objetivos Dimensões Atividades Material Indicador. Reconhecimento progressivo de segmentos Papel laminado. Espelho de parede. e elementos do próprio Almofadas.

Leia mais

Aprender brincando e brincar aprendendo: zero a três anos

Aprender brincando e brincar aprendendo: zero a três anos Aprender brincando e brincar aprendendo: zero a três anos Brincadeiras são peças fundamentais na engrenagem da Educação Infantil. Não se trata de apenas distrair as crianças. Brincar contribui para o desenvolvimento

Leia mais

Atividades psicomotoras

Atividades psicomotoras Atividades psicomotoras ANDAR Andar de lado (passos laterais) Andar de lado (passos cruzados) Correr com as mãos na cabeça Correr com as mãos nos quadris Correr com as mão nas costas Saltitar com 2 pés

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2010. Infantil II Segmento I

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2010. Infantil II Segmento I Colégio Cor Jesu Brasília DF Plano de Curso 2010 Infantil II Segmento I PLANO DE CURSO 2009 INFANTIL II Disciplina: ARTES Série: INFANTIL II Segmento: I COMPETÊNCIAS HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS -

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA. Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio. Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150.

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA. Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio. Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150. COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio. Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150. PROJETO PRIMEIRAS SENSAÇÕES SÉRIE: Berçário A Berçário B PROFESSORAS:

Leia mais

COLÉGIO MAGNUM BURITIS

COLÉGIO MAGNUM BURITIS COLÉGIO MAGNUM BURITIS ENSINO FUNDAMENTAL PROGRAMAÇÃO 3ª ETAPA / 2014 MATERNAL II Srs. pais ou responsáveis, caros alunos, Vocês estão recebendo a programação da 3ª Etapa de 2014. Este material serve de

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL II OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

INFORMATIVO 2015 GRUPO

INFORMATIVO 2015 GRUPO INFORMATIVO 2015 GRUPO 5 Considerar a criança como sujeito é levar em conta, nas relações que com ela estabelecemos, que ela tem desejos, ideias, opiniões, capacidade de decidir, de criar, e de inventar,

Leia mais

ACOMPANHE O DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA

ACOMPANHE O DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA ACOMPANHE O DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA 1 Mês: Sucção vigorosa Levanta a cabeça e rasteja as pernas, se deitado de frente Sustenta a cabeça momentaneamente Preensão de objetos que vão à mão Aquieta-se com

Leia mais

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2010. Educação Infantil I Segmento I

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2010. Educação Infantil I Segmento I Colégio Cor Jesu Brasília DF Plano de Curso 2010 Educação Infantil I Segmento I Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA Ano: Infantil I Segmento: I COMPETÊNCIAS HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS - ALUNOS EIXOS TEMÁTICOS/CONTEÚDOS

Leia mais

ATIVIDADE PERMANENTE DE BERÇÁRIO

ATIVIDADE PERMANENTE DE BERÇÁRIO ATIVIDADE PERMANENTE DE BERÇÁRIO EIXO: MOVIMENTO PROFESSORA: Hanilene Prust P. Vernizzi DURAÇÃO: 1º semestre de 2013 NÍVEL: B III ORIENTADORA DE ESCOLA: CÁSSIA MARIA VIEIRA CONTEÚDO: Aperfeiçoamento dos

Leia mais

Área de Formação Pessoal e Social

Área de Formação Pessoal e Social Área de Formação Pessoal e Social Identidade/ Auto-estima Independência/ Autonomia Convivência democrática/ Cidadania Brincar com o outro (s); Ouvir os outros; Saber identificar-se a si e o outro; Esperar

Leia mais

INFORMATIVO 2015 GRUPO 4

INFORMATIVO 2015 GRUPO 4 INFORMATIVO 2015 GRUPO 4 Considerar a criança como sujeito é levar em conta, nas relações que com ela estabelecemos, que ela tem desejos, ideias, opiniões, capacidade de decidir, de criar, e de inventar,

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL. PRÉ I Professoras Caroline e Ana Lucia Habilidades vivenciadas no 2º bimestre 2011

EDUCAÇÃO INFANTIL. PRÉ I Professoras Caroline e Ana Lucia Habilidades vivenciadas no 2º bimestre 2011 EDUCAÇÃO INFANTIL Prezados Pais e/ou Responsáveis, Estamos vivenciando o segundo bimestre letivo e o processo de aprendizagem representa pra nós, motivo de alegria e conquistas diárias. Confiram as habilidades

Leia mais

MARCOS DE APRENDIZAGEM EDUCAÇÃO INFANTIL 4 e 5 Anos

MARCOS DE APRENDIZAGEM EDUCAÇÃO INFANTIL 4 e 5 Anos Prefeitura Municipal do Salvador Secretaria Municipal da Educação e Cultura SMEC Coordenadoria de Ensino e Apoio Pedagógico CENAP MARCOS DE APRENDIZAGEM EDUCAÇÃO INFANTIL 4 e 5 Anos COMPETÊNCIA CONTEÚDO

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL IV - 2012 OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL IV - 2012 OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL IV - 2012 OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Os PCNs indicam como objetivos da Educação Infantil que os alunos sejam capazes de: Expressar, manifestar

Leia mais

Conteúdo Curricular Nível Iniciação E

Conteúdo Curricular Nível Iniciação E 1. Classe Iniciação E Equivalente ao 1º ano do Ensino Fundamental 2. Objetivo Geral Proporcionar início de escolaridade especial a alunos com deficiência que necessitam de apoio pervasivo; Possibilitar

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL APRONIANO MARTINS DE OLIVEIRA

CENTRO EDUCACIONAL APRONIANO MARTINS DE OLIVEIRA OBJETIVOS GERAIS: Rua Emílio Castelar, 32 Fone/Fax: (0 84) 3316-9509 / 3314-0076 Mossoró/RN PROPOSTAS CURRICULARES EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma independente,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Salvador PMS Secretaria Municipal da Educação e Cultura de Salvador SMEC Coordenação de Ensino e Apoio Pedagógico CENAP

Prefeitura Municipal de Salvador PMS Secretaria Municipal da Educação e Cultura de Salvador SMEC Coordenação de Ensino e Apoio Pedagógico CENAP Prefeitura Municipal de Salvador PMS Secretaria Municipal da Educação e Cultura de Salvador SMEC Coordenação de Ensino e Apoio Pedagógico CENAP Sugestão de atividades 4 e 5 anos. FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL

Leia mais

É o canto dos pequenos cientistas...

É o canto dos pequenos cientistas... MOVIMENTO Um espaço que propicie à criança a exploração do corpo e seus movimentos com jogo de boliche, iô-iô, cordas, bambolês, bolas, pneus, elástico, jogos para acertar o alvo, amarelinha, caracol,

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL PLANO ANUAL DE ENSINO BERÇÁRIO E MATERNAL I (0 A 1 ANO E 11 MESES) JANEIRO. Matemática Natureza e sociedade Artes visuais Movimento

EDUCAÇÃO INFANTIL PLANO ANUAL DE ENSINO BERÇÁRIO E MATERNAL I (0 A 1 ANO E 11 MESES) JANEIRO. Matemática Natureza e sociedade Artes visuais Movimento EDUCAÇÃO INFANTIL PLANO ANUAL DE ENSINO BERÇÁRIO E MATERNAL I (0 A 1 ANO E 11 MESES) Linguagem oral e *Participar de várias situações de comunicação oral; Interagir e expressar desejos, necessidades e

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DA 1ª ETAPA MATERNAL 3 ANOS

PROGRAMAÇÃO DA 1ª ETAPA MATERNAL 3 ANOS Programação da 1ª Etapa Maternal 3 Educação Infantil PROGRAMAÇÃO O FATO DE DAR JÁ SUPÕE O MÉRITO DE RECEBER. Sto. Agostinho DA 3ª ETAPA Prezados Pais: Vocês estão recebendo a programação do trabalho pedagógico

Leia mais

Programação da 1ª Etapa Maternal 3 Educação Infantil

Programação da 1ª Etapa Maternal 3 Educação Infantil Programação da 1ª Etapa Maternal 3 Educação Infantil Prezados Pais: Vocês estão recebendo a programação do trabalho pedagógico que será desenvolvido com os alunos do Maternal 3, na 1ª Etapa. As atividades

Leia mais

O mundo da gente. Educação Infantil 1 (3 ou 4 anos) Organização da coleção, conteúdos e sugestões de atividades complementares

O mundo da gente. Educação Infantil 1 (3 ou 4 anos) Organização da coleção, conteúdos e sugestões de atividades complementares O mundo da gente Educação Infantil 1 (3 ou 4 anos) Organização da coleção, conteúdos e sugestões de atividades complementares Célia Cúnico Sandra Korso Kutzke 1 SUMÁRIO 1. Organização da coleção... 3 2.

Leia mais

Todas as atividades que seu(sua) filho(a) realiza na escola, em todas as áreas de conhecimento, estão relacionadas aos objetivos de aprendizagem.

Todas as atividades que seu(sua) filho(a) realiza na escola, em todas as áreas de conhecimento, estão relacionadas aos objetivos de aprendizagem. Brasília, 24 de fevereiro de 2014. Senhores Pais e/ou Responsáveis, Neste documento, listamos os conteúdos e objetivos referentes às aprendizagens pretendidas para os alunos do Maternal II, durante o 1º

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES Disciplina: Linguagem. Períodos: Infantil 4 1º, 2º, 3º. Conteúdo

DIRETRIZES CURRICULARES Disciplina: Linguagem. Períodos: Infantil 4 1º, 2º, 3º. Conteúdo Linguagem Letras do alfabeto Nome próprio, nome da escola, histórias Nome das profissões, histórias, músicas Histórias, nome das plantas Histórias em quadrinho, brincadeiras, nome dos brinquedos Nome dos

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMAÇARI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO TÉCNICA - PEDAGÓGICA PROINFÂNCIA 2009

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMAÇARI SECRETARIA DE EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO TÉCNICA - PEDAGÓGICA PROINFÂNCIA 2009 EXPECTATIVAS DE APRENDIZAGEM PARA EDUCAÇÃO INFANTIL I - CONHECENDO A SI MESMO E APRENDENDO A SE RELACIONAR Com relação à aprendizagem sobre si mesmo e sobre as relações espera-se que as crianças aprendam:

Leia mais

Programação da 1ª Etapa Maternal 2 Educação Infantil

Programação da 1ª Etapa Maternal 2 Educação Infantil Programação da 1ª Etapa Maternal 2 Educação Infantil Prezados Pais: Vocês estão recebendo a programação do trabalho pedagógico que será desenvolvido com os alunos do Maternal 2, na 1ª Etapa. As atividades

Leia mais

Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio. Eu me remexo muito. E onde eu chego?

Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio. Eu me remexo muito. E onde eu chego? Colégio Sagrado Coração de Maria - Rio Rua Tonelero, 56 Copacabana RJ site:www.redesagradorj.com.br / e-mail:cscm@redesagradorj.com.br Eu me remexo muito. E onde eu chego? Turma: Maternal II A Professora

Leia mais

OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL. A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades:

OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL. A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades: OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL V - 2012 A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades:

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DA 2ª 1ª ETAPA MATERNAL II

PROGRAMAÇÃO DA 2ª 1ª ETAPA MATERNAL II PROGRAMAÇÃO DA 2ª 1ª ETAPA MATERNAL II Srs. pais ou responsáveis, caros alunos, Vocês estão recebendo a programação da 2ª Etapa de 2014. Este material serve de apoio para o acompanhamento das habilidades

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 3 PROGRAMAÇÃO DE CONTEÚDOS 2º. VOLUME. Programação de conteúdos/conhecimentos privilegiados

EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 3 PROGRAMAÇÃO DE CONTEÚDOS 2º. VOLUME. Programação de conteúdos/conhecimentos privilegiados EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 3 PROGRAMAÇÃO DE CONTEÚDOS 2º. VOLUME Programação de conteúdos/conhecimentos privilegiados Unidade 4 O mundo secreto das tocas e dos ninhos Unidade 5 Luz, sombra e ação! Unidade

Leia mais

3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares

3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares 3. Encaminhamento metodológico e sugestões de atividades complementares UNIDADE 1 BICHO E GENTE, CADA UM TEM UM JEITO DIFERENTE! A proposta deste tema é estimular a criança a perceber as diferenças existentes

Leia mais

Descobertas no Berçário I Brincando nos cantinhos

Descobertas no Berçário I Brincando nos cantinhos Descobertas no Berçário I Brincando nos cantinhos Sandra Regina de Rizzo Depetri Ândrea Aline Ramos Prado Márcia Ap. Fagionato Salvini Daniele P. de Andrade Sylvestre Resumo No CEMEI Walter Blanco, no

Leia mais

verdenovo ESTUDOS ATIVIDADES PRÁTICAS PARA AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA

verdenovo ESTUDOS ATIVIDADES PRÁTICAS PARA AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA verdenovo ESTUDOS ATIVIDADES PRÁTICAS PARA AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA BRUXINHA E AS BRANCAS DE NEVE Faixa etária: 2 a 6 anos Materiais: Chapéu de bruxa Desenvolvimento: Uma criança será escolhida para ser

Leia mais

Como estimularo. desenvolvimento da. filho. linguagem

Como estimularo. desenvolvimento da. filho. linguagem Como estimularo desenvolvimento da linguagem do seu filho Primeiros 3 meses Ao nascer, sua audição já está bem desenvolvida. Atente para a importância de realizar o Teste da Orelhinha no seu filho, logo

Leia mais

O mundo da gente. Educação Infantil 2 (4 ou 5 anos) Organização da coleção, conteúdos e sugestões de atividades complementares

O mundo da gente. Educação Infantil 2 (4 ou 5 anos) Organização da coleção, conteúdos e sugestões de atividades complementares O mundo da gente Educação Infantil 2 (4 ou 5 anos) Organização da coleção, conteúdos e sugestões de atividades complementares Célia Cúnico Beatriz Müller Maria do Rocio Torres Sônia Marangon Veima Vecchiatto

Leia mais

Competências Gerais a Desenvolver no Pré-Escolar

Competências Gerais a Desenvolver no Pré-Escolar Competências Gerais a Desenvolver no Pré-Escolar ÁREA DA FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL SOCIALIZAÇÃO Desenvolver atitudes procedimentos e conceitos Interiorizar valores espirituais morais e críticos Desenvolver

Leia mais

COLÉGIO MAGNUM BURITIS

COLÉGIO MAGNUM BURITIS COLÉGIO MAGNUM BURITIS ENSINO FUNDAMENTAL PROGRAMAÇÃO 3ª ETAPA / 2014 MATERNAL III Srs. pais ou responsáveis, caros alunos, Vocês estão recebendo a programação da 3ª Etapa de 2014. Este material serve

Leia mais

CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE COLÉGIO CENECISTA PADRE MANOEL GOMEZ GONZALEZ Rua Oliveira Lima, 462 - Nonoai-RS Fone: (0xx54) 3362-1300

CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE COLÉGIO CENECISTA PADRE MANOEL GOMEZ GONZALEZ Rua Oliveira Lima, 462 - Nonoai-RS Fone: (0xx54) 3362-1300 CAMPANHA NACIONAL DE ESCOLAS DA COMUNIDADE COLÉGIO CENECISTA PADRE MANOEL GOMEZ GONZALEZ Rua Oliveira Lima, 462 - Nonoai-RS Fone: (0xx54) 3362-1300 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO. 1. Dados de identificação PLANO

Leia mais

PROJETO MAGIA DAS HISTÓRIAS INFANTIS

PROJETO MAGIA DAS HISTÓRIAS INFANTIS COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PROJETO MAGIA DAS HISTÓRIAS INFANTIS SÉRIE: Berçário A Berçário

Leia mais

A Prática Pedagógica no Berçário. Maria Carmen Silveira Barbosa

A Prática Pedagógica no Berçário. Maria Carmen Silveira Barbosa A Prática Pedagógica no Berçário "As pequenas atividades quotidianas tornam-se hábitos sobre os quais a criança fundamenta a sua autonomia" Tonucci Maria Carmen Silveira Barbosa As creches durante muitos

Leia mais

Fio Condutor Faz de conta Subtema(s): Branca de Neve Planejamento das atividades

Fio Condutor Faz de conta Subtema(s): Branca de Neve Planejamento das atividades Nome do bolsista: Priscila Barcellos Sabetta Escola em que atua: EMEI Sementinha Turma: Creche I Turno: Manhã Professora Supervisora: Milena Professora coordenadora do Subprojeto: Patrícia Pinho Fio Condutor

Leia mais

1) 2) 3) CD 4 Faixas: 80 80.

1) 2) 3) CD 4 Faixas: 80 80. 1ª Aula a) Cumprimentar cada criança cantando seu nome e dando um beijinho com fantoche. Nas primeiras aulas use sempre um fantoche na hora do cumprimento para ganhar a aproximação do aluno. Depois pode

Leia mais

24 Questionário para Meses

24 Questionário para Meses De 23 meses e 0 dia até 25 meses e 15 dias 24 Questionário para Meses Por favor, preencha o formulário abaixo. Use caneta preta ou azul e escreva em letra de forma. Data do preenchimento: D D M M A A A

Leia mais

Utilizar os números na contagem oral, organização da rotina e calendário; Desenvolver noções de tempo (antes, durante e depois);

Utilizar os números na contagem oral, organização da rotina e calendário; Desenvolver noções de tempo (antes, durante e depois); CRONOGRAMA 3ª ETAPA / 2009 - INFANTIL 2 Período: 28/09 a 09/10 Tema abordado: Dia Mundial da Paz e Cores Primárias e Secundárias. LNGUAGEM ORAL E ESCRITA Familiarizar-se aos poucos com a escrita por meio

Leia mais

PROJETO MEIO AMBIENTE E RECICLAGEM. CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL CRESCER

PROJETO MEIO AMBIENTE E RECICLAGEM. CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL CRESCER PROJETO MEIO AMBIENTE E RECICLAGEM. CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL CRESCER PERIODO: JULHO E AGOSTO JUSTIFICATIVA: A educação Ambiental não deve ser tratada como algo distante do cotidiano dos alunos,

Leia mais

PROJETO ANIMAIS. 1. Tema: O mundo dos animais. Área de abrangência: 2. Duração: 01/06 a 30/06. 3. Apresentação do projeto:

PROJETO ANIMAIS. 1. Tema: O mundo dos animais. Área de abrangência: 2. Duração: 01/06 a 30/06. 3. Apresentação do projeto: PROJETO ANIMAIS 1. Tema: O mundo dos animais Área de abrangência: (x) Movimento (x) Musicalização (x) Artes Visuais (x) Linguagem Oral e Escrita (x) Natureza e Sociedade (x) Matemática 2. Duração: 01/06

Leia mais

CONTEÚDO ANUAL 2015 EDUCAÇÃO INFANTIL

CONTEÚDO ANUAL 2015 EDUCAÇÃO INFANTIL COLÉGIO NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO Amado seja por toda parte o Sagrado Coração de Jesus CONTEÚDO ANUAL 2015 EDUCAÇÃO INFANTIL Ensinar não é construir conhecimento, mas criar as possibilidades para

Leia mais

Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, 1621 - CEP 85901-150 Toledo Paraná

Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, 1621 - CEP 85901-150 Toledo Paraná Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, 1621 - CEP 85901-150 Toledo Paraná Plano de Trabalho Docente 2014 Educação Infantil Pré Escolar

Leia mais

Planejamento Anual. Creche I. Educação Infantil. Prof. Maria Dilza

Planejamento Anual. Creche I. Educação Infantil. Prof. Maria Dilza Planejamento Anual Creche I Educação Infantil Prof. Maria Dilza Características Marcantes das Crianças 2 Características marcantes das crianças nessa idade O desenvolvimento de uma criança não ocorre de

Leia mais

Planificação Anual 1º Ano AEC Expressão Musical 2014/2015

Planificação Anual 1º Ano AEC Expressão Musical 2014/2015 Planificação Anual 1º Ano AEC Expressão Musical 2014/2015 Unidades Conteúdos Competências Actividades Recursos/Materiais Unidade 1 Unidade 2 Primeira Abordagem lúdica de Sensibilização e exploração do

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM (4 anos)

METAS DE APRENDIZAGEM (4 anos) METAS DE APRENDIZAGEM (4 anos) 1. CONHECIMENTO DO MUNDO Expressar curiosidade e desejo de saber; Reconhecer aspetos do mundo exterior mais próximo; Perceber a utilidade de usar os materiais do seu quotidiano;

Leia mais

CONTEÚDO ANUAL 2015 EDUCAÇÃO INFANTIL

CONTEÚDO ANUAL 2015 EDUCAÇÃO INFANTIL COLÉGIO NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO Amado seja por toda parte o Sagrado Coração de Jesus CONTEÚDO ANUAL 2015 EDUCAÇÃO INFANTIL Ensinar não é construir conhecimento, mas criar as possibilidades para

Leia mais

14. As áreas de conhecimento e o desenvolvimento da criança de até 6 anos

14. As áreas de conhecimento e o desenvolvimento da criança de até 6 anos 14. As áreas de conhecimento e o desenvolvimento da criança de até 6 anos Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil Volume III Âmbito de Conhecimento de Mundo Este volume do RCNEI orienta

Leia mais

PROJETO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

PROJETO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL PROJETO ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL 1. Tema: Boa alimentação Área de abrangência: (x) Movimento (x) Musicalização (x) Artes Visuais (x) Linguagem Oral e Escrita (x) Natureza e Sociedade (x) Matemática 2. Duração:

Leia mais

Pré-Escola 4 e 5 anos

Pré-Escola 4 e 5 anos PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR Secretaria Municipal da Educação e Cultura SMEC DIÁRIO DE CLASSE Educação Infantil Pré-Escola 4 e 5 anos DIÁRIO DE CLASSE ESCOLA: CRE: ATO DE CRIAÇÃO DIÁRIO OFICIAL / /

Leia mais

Escola: AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS

Escola: AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS e Comunicação Formação Pessoal e Social Escola: AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS Nome: Idade: 3 anos Sala: Educação pré-escolar Ano letivo / 1º período Assiduidade Presenças: Faltas: Sabe o seu primeiro nome.

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATERNAL I

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATERNAL I COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATERNAL I SÉRIE: EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR 2015/2016

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR 2015/2016 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR 2015/2016 Critérios de Avaliação da Educação Pré-Escolar Página 1 Introdução O princípio consensualmente partilhado de que a avaliação é um elemento integrante e regulador

Leia mais

Sugestões de Rotina Diária. Creche

Sugestões de Rotina Diária. Creche jck 'Un trk Sugestões de Rotina Diária.-- Pauta:15/02/2013 Creche Idade- De 1 a 3. > Eixo Temático- Linguagem Oral e Escrita, Formação; Objetivo- Inserir a criança no mundo letrado respeitando o conhecimento

Leia mais

Cores e Formas. Aplicando os conceitos da reciclagem, fazer uso das formas geométricas como materiais para a composição e decomposição de figuras.

Cores e Formas. Aplicando os conceitos da reciclagem, fazer uso das formas geométricas como materiais para a composição e decomposição de figuras. Cores e Formas 1) Objetivo Geral Aplicando os conceitos da reciclagem, fazer uso das formas geométricas como materiais para a composição e decomposição de figuras. 2) Objetivo Específico Reconhecimento,

Leia mais

Propiciar a socialização da criança através da participação numa comunidade mais ampla, onde descubra e domine regras próprias do convívio social.

Propiciar a socialização da criança através da participação numa comunidade mais ampla, onde descubra e domine regras próprias do convívio social. EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

ESCALA BEBÊ Questionário (3 18 meses)

ESCALA BEBÊ Questionário (3 18 meses) Nota: A validação (para pesquisa) e desenvolvimento de um sistema de pontuação (scoring) para o AHEMD-IS estão atualmente em progresso. Entretanto, o instrumento na sua forma atual é útil para avaliação

Leia mais

PROJETO RECICLAGEM. 1. Tema: Reciclar é bom, Reutilizar é melhor e Reduzir é melhor ainda. Área de abrangência: 2. Duração: 01 /03 a 31/03

PROJETO RECICLAGEM. 1. Tema: Reciclar é bom, Reutilizar é melhor e Reduzir é melhor ainda. Área de abrangência: 2. Duração: 01 /03 a 31/03 PROJETO RECICLAGEM 1. Tema: Reciclar é bom, Reutilizar é melhor e Reduzir é melhor ainda. Área de abrangência: (x) Movimento (x) Musicalização (x) Artes Visuais (x) Linguagem Oral e Escrita (x) Natureza

Leia mais

EDUCAÇÃO MUSICAL MATERNAL II

EDUCAÇÃO MUSICAL MATERNAL II EDUCAÇÃO MUSICAL MATERNAL II Músicas infantis. Danças, músicas e personagens folclóricos. Conhecer textos e melodias folclóricos; Entoar músicas do folclore brasileiro; Dançar músicas folclóricas; Imitar

Leia mais

Condutas psicomotoras: brinquedos tradicionais e diversões de antigamente ainda encantam?

Condutas psicomotoras: brinquedos tradicionais e diversões de antigamente ainda encantam? Condutas psicomotoras: brinquedos tradicionais e diversões de antigamente ainda encantam? Profª. Ms. Cláudia Yazlle Profª. Ms. Gabriela Maffei 5 e 6 de junho Objetivos da aula de hoje As crianças de 4

Leia mais

Relatório de Grupo. 1º Semestre/2015

Relatório de Grupo. 1º Semestre/2015 Relatório de Grupo 1º Semestre/2015 Turma: Maternal B Professora: Larissa Galvão de Lima Professora auxiliar: Giseli Jancoski Floriano Coordenação: Lucy Ramos Torres Professora: Eleonora Dantas Brum Professora

Leia mais

Programação da 3ª Etapa 2º Período Educação Infantil

Programação da 3ª Etapa 2º Período Educação Infantil Programação da 3ª Etapa 2º Período Educação Infantil Prezados Pais: Este material foi preparado com o objetivo de oferecer a vocês informações sobre o trabalho que será realizado com as crianças durante

Leia mais

Colégio Nossa Senhora da Soledade C O N T E Ú D O S. Eu vim para servir (cf.mc10,45) Grupo 3 EDUCAÇÃO INFANTIL

Colégio Nossa Senhora da Soledade C O N T E Ú D O S. Eu vim para servir (cf.mc10,45) Grupo 3 EDUCAÇÃO INFANTIL Colégio Nossa Senhora da Soledade C O N T E Ú D O S Eu vim para servir (cf.mc10,45) Grupo 3 EDUCAÇÃO INFANTIL Prezado(a) aluno(a): Novo ano, novas expectativas, novos desejos, novos anseios e um novo caminho

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DA 1ª ETAPA MATERNAL II DA EDUCAÇÃO INFANTIL

PROGRAMAÇÃO DA 1ª ETAPA MATERNAL II DA EDUCAÇÃO INFANTIL Programação da 1ª Etapa Maternal II - Educação Infantil A RAZÃO E A SABEDORIA FALAM. O ERRO E A IGNORÂNCIA GRITAM. Sto. Agostinho Prezados Pais: Vocês estão recebendo a programação do trabalho pedagógico

Leia mais

Jussara / Thaís TEMA TRANSVERSAL 2016: SOMENTE UM CORAÇÃO GENEROSO PODE AMAR O PRÓXIMO SEM MEDIDA!. EVENTO / DATA COMEMORATIVA:

Jussara / Thaís TEMA TRANSVERSAL 2016: SOMENTE UM CORAÇÃO GENEROSO PODE AMAR O PRÓXIMO SEM MEDIDA!. EVENTO / DATA COMEMORATIVA: TEMA TRANSVERSAL 2016: SOMENTE UM CORAÇÃO GENEROSO PODE AMAR O PRÓXIMO SEM MEDIDA!. PROGRAMAÇÃO DA 2ª ETAPA Jussara / Thaís MATERNAL II Ter fé é acreditar naquilo que você não vê; a recompensa por essa

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Abril2014

Atividades Pedagógicas. Abril2014 Atividades Pedagógicas Abril2014 II A Jogos As crianças da Turma dos Amigos, desde os primeiros dias de aula, têm incluídos em sua rotina as brincadeiras com jogos de encaixe. Vários jogos estão disponíveis

Leia mais

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I EDUCAÇÃO INFANTIL Maceió, 12 de março de 2015. GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I Senhores pais ou responsáveis Iniciamos esta semana os projetos pedagógicos do 1 Trimestre letivo. As turmas de Jardim

Leia mais

PIBID/FSDB. Autoras: Bolsistas ID da Educação Infantil

PIBID/FSDB. Autoras: Bolsistas ID da Educação Infantil PIBID/FSDB Autoras: Bolsistas ID da Educação Infantil PROJETO DIDÁTICO: BRINCANDO COM FORMAS E CORES Turma: Berçário II, Maternal I e II, Jardim I e II Duração: 2 meses. Objetivo Compartilhado: Aprofundar

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 4

EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 4 EDUCAÇÃO INFANTIL GRUPO 4 1º VOLUME ARTES VISUAIS O FAZER ARTÍSTICO Criação de desenhos, pinturas e colagens, com base em seu próprio repertório. Exploração das possibilidades oferecidas por diferentes

Leia mais

EXPRESSÃO E EDUCAÇÃO PLÁSTICA

EXPRESSÃO E EDUCAÇÃO PLÁSTICA EXPRESSÃO E EDUCAÇÃO PLÁSTICA PRINCÍPIOS ORIENTADORES A manipulação e experiência com os materiais, com as formas e com as cores permite que, a partir de descobertas sensoriais, as crianças desenvolvam

Leia mais

A importância da leitura na fase infantil.

A importância da leitura na fase infantil. EDIÇÃO II VOLUME 3 01/04/2011 A importância da leitura na fase infantil. O desenvolvimento de interesses e hábitos permanentes de leitura é um processo constante, que principia no lar, aperfeiçoa-se sistematicamente

Leia mais

O mundo da gente. Educação Infantil 3 (5 ou 6 anos) Organização da coleção, conteúdos e sugestões de atividades complementares

O mundo da gente. Educação Infantil 3 (5 ou 6 anos) Organização da coleção, conteúdos e sugestões de atividades complementares O mundo da gente Educação Infantil 3 (5 ou 6 anos) Organização da coleção, conteúdos e sugestões de atividades complementares Célia Cúnico Beatriz Müller Maria do Rocio Torres Sônia Marangon Veima Vecchiatto

Leia mais

Maternal B. A adaptação foi um período bastante especial para a turma do Maternal, com muitas novidades.

Maternal B. A adaptação foi um período bastante especial para a turma do Maternal, com muitas novidades. Relatório de Grupo Maternal B 2013 Neste relatório, desejamos compartilhar com vocês o início da história do nosso grupo, contando como foram os primeiros dias e as primeiras descobertas. A adaptação foi

Leia mais

Cumprimento das actividades definidas no Plano Curricular Anual

Cumprimento das actividades definidas no Plano Curricular Anual Cumprimento das actividades definidas no Plano Curricular Anual Áreas de Conteúdo Actividades planificadas e realizadas Actividades planificadas e não realizadas Actividades não planificadas e realizadas

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PROJETO PSICOMOTRICIDADE Educar é Brincar SÉRIE: Contraturno

Leia mais

Aprender brincando e brincar aprendendo: pré-escola

Aprender brincando e brincar aprendendo: pré-escola Aprender brincando e brincar aprendendo: pré-escola As brincadeiras são peças fundamentais na engrenagem da Educação Infantil. Não se trata de apenas distrair as crianças. Brincar contribui para o desenvolvimento

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA Balinha e Dentinho 2. EPISÓDIO TRABALHADO Situação delicada 3. SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO O episódio Situação delicada faz parte da série Balinha

Leia mais