Universidade Presbiteriana Mackenzie. A Arquitetura do Escritório Forte Gandolfi

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Universidade Presbiteriana Mackenzie. A Arquitetura do Escritório Forte Gandolfi 1962-1973"

Transcrição

1 Universidade Presbiteriana Mackenzie A Arquitetura do Escritório Forte Gandolfi Michelle Schneider Santos 2011

2 Apresentação A análise das obras dos arquitetos Luiz Forte Netto e José Maria Gandolfi é o principal objetivo desta pesquisa, com enfoque na produção enquanto sócios no escritório Forte Gandolfi Arquitetos Associados (1962 a 1973[4]); O interesse no trabalho destes arquitetos surgiu, primeiramente, na admiração pela qualidade tectônica do edifício do Instituto da Previdência do Estado do Paraná (1967), o qual resiste às intervenções inevitáveis dos edifícios públicos brasileiros. A relevância do estudo das obras dos arquitetos paulistas está na possibilidade de evidenciar e divulgar a importância destes profissionais no cenário paranaense e nacional, tendo-os como pioneiros na difusão do ideário moderno.

3 Recorte Temporal :

4 Metodologia Coleta de dados primários sobre as obras Acervo Luiz Forte Netto Acervo Roberto Gandolfi Acervo Orlando Busarello Acervo Instituições (IPE, Petrobrás ) Coleta de dados secundários sobre as obras Arquivo Paulo Pacheco Bibliografia existente O material empregado nas análises foi coletado nas bases primárias e consta de projetos, desenhos e fotografias originais 41 (quarenta e uma) obras no total. A pesquisa procurou também englobar todas as obras que obtiveram alguma premiação e/ou publicação em livros/ periódicos 35 (trinta e cinco) obras. Foram consideradas prioritárias e analisadas em maior profundidade as obras mais importantes e aquelas em que foi possível dispor de maiores informações e por permitirem uma maior facilidade de acesso. As demais obras também foram incluídas no estudo, de maneira sumária, nas fichas 35 (trinta e cinco) obras.

5 Estrutura da Pesquisa Dividida em duas partes: Primeira parte: trajetória do arquitetos desde sua formação na Universidade Mackenzie ( ); estágios em escritórios importantes em São Paulo; as parcerias estabelecidas em concursos de arquitetura ( ); a mudança para Curitiba e seu estabelecimento na cidade (1962); rompimento da sociedade (1973). Ao longo desta parte são inseridas algumas obras significativas do escritório. Segunda parte: produção arquitetônica do escritório Forte Gandolfi - a qual se teve acesso aos arquivos de projeto e de publicações. Foram encontradas trinta e cinco obras que datam desde o início do escritório em 1962 até o seu fim, em 1973.

6 Estrutura da Pesquisa Introdução Primeira Parte: 1. Formação Estabelecimento Reconhecimento e Dispersão Segunda Parte: 4. Produção Arquitetônica Conclusões Referências Bibliográficas Apêndices Anexos

7 1. Formação Arquitetos Luiz Forte Netto 1936 Nasceu em São Paulo, capital, em 19 de fevereiro; Estudou no colégio Dante Aglieri com Francisco Petracco; 1958 Formou-se em Arquitetura na Universidade Mackenzie (SP); Trabalhou com Fabio Penteado no edifício do IAB-SP; 1960 Veio a Curitiba, a convite de Franscico Moreira; 1961 Se estabeleceu em Curitiba; 1962 Fundou o escritório Forte Gandolfi; Venceu o concurso para a nova sede do Santa Mônica; Participou da implantação do Curso de Arquitetura da UFPR, onde iniciou sua carreira de docente. José Maria Gandolfi 1933 Nasceu em São Paulo, capital; 1958 Formou-se em Arquitetura na Universidade Mackenzie (SP); Trabalhou com Pedro Paulo de Melo Saraiva; 1962 Fundou, em Curitiba, o escritório Forte Gandolfi Arquitetos Associados; Venceu o concurso para a nova sede do Santa Mônica Clube de Campo.

8 Universidade Mackenzie - Stockler das Neves e o sistema Beaux Arts - a prancheta era o objetivo do curso (PETRACCO, 2009 ) - Estágios e Concursos de Arquitetura (Plano Piloto de Brasília com Pedro Paulo M. Saraiva) Início da atividade profissional - IAB/SP Artigas, Carlos Millan, Kneese de Melo, [...] em São Paulo - Escritório Pedro Paulo M. Saraiva. - Escritório Fábio Penteado. Arquitetura de tendência - o apelo à expressividade do concreto (SEGAWA, 1997) Brutalista - As principais características da Arquitetura Paulista Brutalista: preferência pela solução em monobloco, o contraste visual em relação ao entorno, franqueza dos acessos, horizontalidade, vazios verticais internos, e jogos de níveis, emprego quase exclusivo de estruturas em concreto armado, pilares com desenho trabalhado... (ZEIN, 2005). Clube Harmonia de Tênis (1958), São Paulo. Fonte: Acrópole n junho 1960

9 2. Estabelecimento Antecedentes Paranaenses - Frederico Kirchgässner; Vilanova Artigas; Ayrton Lolô Cornelsen; Rubens Meister; Elgson Gomes. - Centro Cívico do Estado (1951). Curitiba, um destino - Residência José de Freitas Neto (1962) Afirmação: Clube de Campo Santa Mônica (1962) Maquete da primeira proposta para a Sede do Clube (1962) Fonte: Arquivo Roberto Gandolfi Escola Itanhaém ( ): repetição da estrutura. José Moscardi. ARTIGAS, 1997, p. 90. Fonte: foto

10 Movimento de 1964: Monumento à Fundação de Goiânia (1964) Monumento à Fundação de Goiânia (1964), Goiânia. Forte e Gandolfi. Fonte: ACRÓPOLE, n. 312 nov-dez 1964 Monumento Playa de Giron (1962), Cuba. Fábio Penteado e equipe. Fonte: PENTEADO, 1998.

11 Conquistando o território: Residência Mário Petrelli (1964) Ensino de Arquitetura: Universidade Federal do Paraná Desenho da cidade: IPPUC (1965) Alcançando o Litoral: Residência Guido Weber Caiobá (1965) Vista do ponto de apoio Fonte: arquivo Paulo Chiesa Elevação Leste/ Elevação Oeste. Fonte: desenho da autora sobre projeto original Vista lateral do Ginásio de Guarulhos ( ), Vilanova Artigas. Fonte: foto Nelson Kon (2G, n.54, 2010).

12 Os Concursos de Arquitetura: Centro Turístico Euro Kursaal (1965) Corte transversal da edificação térrea bi-apoiada. Fonte: Revista Arquitetura, n. 43, janeiro Palácio Quinta Avenida (1958), Pedro Paulo de Melo Saraiva Fonte: foto Pedro Kok, disponível em http//www.pedrokok.com.br. Balanço da edificação sobre a calçada pública. Fonte: Arquivo Roberto Gandolfi. Croquis Clube XV de Santos (1963)., Pedro Paulo M. Saraiva. Fonte: MENDONÇA, p. 106.

13 3. Reconhecimento e Dispersão Frutos do reconhecimento: Clube Curitibano (1966) e Clube Círculo Militar (1966) Vista aérea Sede Social do Clube Curitibano (1966), anterior a reforma de fechamento do terraço. Fonte: Acervo Luiz Forte Netto. Auditório do Conjunto Anhembi (1965), Jorge Wilheim e Miguel Juliano. Fonte: WILHEIM, 1985, p. 41. Corte do Ginásio do Círculo Militar (1963). Fonte: XAVIER, 1985, p. 71. Convention Hall ( ), Mies Van der Rohe. Fonte: ZEIN, 2005, p. 133.

14 Contribuição à Habitação Coletiva: Edifício Itapoã (1966) e Edifício Panorama (1966). Auge: Concurso Edifício Sede da Petrobrás no Rio de Janeiro ( ) Perspectiva e solução plástica (1ª proposta): preocupação com a monumentalidade. Fonte: Arquivo Roberto Gandolfi Plantas e Perspectiva (2ª Proposta). Fonte: Arquivo Roberto Gandolfi

15 Pragmatismo Projetual: Instituto da Previdência do Estado (1967) Acesso ao edifício e praça linear. Fonte: foto da autora, Planta Pavimento-Tipo (3º Pvto de acesso). Fonte: desenho da autora sobre projeto original. Modulor (1948), Le Cobusier Planta do 3º Pavto. Carpenter Center ( ) Le Corbusier. Fonte: GA;University n. 5, p. 68.

16 Moderno como Matriz: Academia da Polícia Militar do Paraná (1968) A participação na Bienal de Arquitetura de Paris (1969) - Complexo Turístico Brasil Paraguai Argentina Equipe: José Maria Gandolfi, Luiz Forte Netto, Roberto Gandolfi, Abraão Assad, José Sanchotene e Jaime Lerner Croquis e Maquete do projeto Complexo Turístico Brasil Paraguai Argentina de Fonte: Arquivo Roberto Luis Gandolfi.

17 A escassez dos concursos: Banco do Brasil de Caxias do Sul (1970) Dispersão do grupo: Clínica de Repouso João 23 (1973) Vista geral frontal Clínica de Repouso João 23 (1973). Fonte: XAVIER, 1985, p. 150 Implantação Clínica de Repouso João 23 (1976). Fonte: desenho da autora sobre projeto original. Croquis da Igreja Presbiteriana de Brasília (1964) Ubirajara Ribeiro. Fonte: ZEIN, 2005, p Fachada longitudinal - FAU-USP (1961), Vilanova Artigas. Fonte: ARTIGAS, p. 97.

18 4. Produção Arquitetônica Lista de obras fichamento 35 obras

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44 Conclusões Desde sua formação como arquitetos, em São Paulo, os arquitetos estiveram sempre envolvidos com as questões da profissão, ensino de arquitetura e a prática de projeto. Além disso, eles tiveram contato com importantes personagens da arquitetura paulista como Pedro Paulo de Melo Saraiva e Fábio Penteado. A realização de obras importantes em Curitiba, aliadas a sua participação no planejamento urbano e no ensino no primeiro curso de arquitetura do estado do Paraná (UFPR) são fatores que corroboram o seu sucesso profissional. Observou-se que os arquitetos tiveram intensa participação em concursos de arquitetura. Durante aproximadamente onze anos juntos, Forte Netto, José Maria e Roberto Gandolfi (entre ), com colaboradores como Joel Ramalho Jr, Vicente de Castro, Abraão Assad e Orlando e Dilva Busarello, conquistaram dezenove premiações. Essa participação sistemática em concursos é provavelmente uma prática que vinha sendo observada desde estudantes, na Mackenzie. A tradição acadêmica é forte no trabalho dos arquitetos Forte e Gandolfi, visto que buscavam referências precedentes em cada novo trabalho; em especial Le Corbusier, Louis Kahn, Mies Van der Rohe e Vilanova Artigas. Após a análise aprofundada da obra de Forte e Gandolfi pode-se afirmar que sua produção deriva da arquitetura paulista, com a qual estavam ligados no início de suas carreiras, e que ela compartilha características da Arquitetura Brutalista Paulista como: integração das funções em um único bloco ou hierarquia de um volume principal; procura pela horizontalidade; primazia pela ortogonalidade; superfícies rugosas em concreto aparente; vazios internos e jogo de níveis; predominância dos cheios sobre os vazios; francos acessos; uso frequente de recursos de iluminação zenital (lanternins); uso de vigas-calha e gárgulas; pilares com desenho acurado, etc..

45 Referências Bibliográficas (principal) BANHAM, Reyner. El Brutalismo en Arquitectura. Etica o Estética? Barcelona: Editorial Gustavo Gili, BASTOS, Maria Alice J. Pós-Brasília: Rumos da Arquitetura Brasileira: Discurso Prática e Pensamento. São Paulo: Perspectiva: Fapesp, (Estudos;190) BRUAND, Yves. Arquitetura Contemporânea no Brasil. 3ª Ed. São Paulo: Perspectiva, COMAS, Carlos Eduardo D. Precisões Brasileiras. Sobre um estado passado da arquitetura e urbanismo modernos. Tese (doutorado). Paris: Universidade de Paris VIII;Vincennes;St-Denis, 2002 DUDEQUE, Irã. Espirais de Madeira: uma história da arquitetura de Curitiba. São Paulo: Studio Nobel, GNOATO, Luis Salvador. Arquitetura do Movimento Moderno em Curitiba. Curitiba: Travessa dos Editores, (Coleção A Capital). Arquitetura e Urbanismo de Curitiba: transformações do movimento moderno. Tese (Doutorado em Arquitetura). São Paulo: FAU-USP, PACHECO, Paulo C. B. O Risco do Paraná e os Concursos Nacionais de Arquitetura Dissertação (Mestrado em Arquitetura). Curitiba: PROPAR UFRGS; PUC-PR, SEGAWA, Hugo. Arquiteturas no Brasil São Paulo: Edusp, XAVIER, Alberto. Arquitetura Moderna em Curitiba. São Paulo: PINI Curitiba: FCC, ZEIN, Ruth Verde. A Arquitetura da Escola Paulista Brutalista: Tese (Doutorado em Arquitetura). Porto Alegre: UFRGS; PROPAR, ZEIN, Ruth V.; BASTOS, Maria Alice J. Brasil: Arquiteturas após São Paulo: Perspectiva: ZEIN, Ruth Verde (coord.) Pesquisa sobre Arquitetura Brutalista Paulista. Disponível em http//www.arquiteturabrutalista.com.br. Acesso em 10/06/2009. PERIÓDICOS CONSULTADOS: Acrópole, Arquitetura, Arquitextos Vitruvius, Projeto, Projeto Design

Escritório Forte Gandolfi: um registro da sua produção arquitetônica (1962-1973).

Escritório Forte Gandolfi: um registro da sua produção arquitetônica (1962-1973). Escritório Forte Gandolfi: um registro da sua produção arquitetônica (1962-1973). Michelle Schneider SANTOS* *Mestre em Arquitetura e Urbanismo PPGAU- Mackenzie Rua Saldanha Marinho, 1923, ap. 1001, CEP

Leia mais

a arquitetura do escritório forte gandolfi 1962-1973 michelle schneider santos

a arquitetura do escritório forte gandolfi 1962-1973 michelle schneider santos a arquitetura do escritório forte gandolfi 1962-1973 michelle schneider santos UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE MICHELLE SCHNEIDER SANTOS A ARQUITETURA DO ESCRITÓRIO FORTE GANDOLFI 1962 1973 São Paulo

Leia mais

DO TRAÇO AO CONCRETO: ARQUITETURA BRUTALISTA NO PARANÁ

DO TRAÇO AO CONCRETO: ARQUITETURA BRUTALISTA NO PARANÁ X SEMINÁRIO DOCOMOMO BRASIL ARQUITETURA MODERNA E INTERNACIONAL: conexões brutalistas 1955-75 Curitiba. 15-18.out.2013 - PUCPR DO TRAÇO AO CONCRETO: ARQUITETURA BRUTALISTA NO PARANÁ Michelle Schneider

Leia mais

ARQUITETURA A PARTIR DOS ANOS DE 1950 AULA 04 - ARQUITETURA BRITÂNICA DO PÓS GUERRA new brutalism e urban structuring

ARQUITETURA A PARTIR DOS ANOS DE 1950 AULA 04 - ARQUITETURA BRITÂNICA DO PÓS GUERRA new brutalism e urban structuring ARQUITETURA A PARTIR DOS ANOS DE 1950 AULA 04 - ARQUITETURA BRITÂNICA DO PÓS GUERRA new brutalism e urban structuring ARQUITETURA BRITÂNICA ARQUITETURA DESENVOLVIMENTO DO BRUTALISMO URBANISMO REVISÃO E

Leia mais

A moderna Curitiba dos anos 1960: jovens arquitetos, concurseiros, planejadores

A moderna Curitiba dos anos 1960: jovens arquitetos, concurseiros, planejadores 8º SEMINÁRIO DOCOMOMO BRASIL Sessão Temática: O legado do Movimento Moderno na teoria, crítica e historiografia A moderna Curitiba dos anos 1960: jovens arquitetos, concurseiros, planejadores Autora MICHELLE

Leia mais

05/09/12. ANÁLISE DOS PROJETOS: ARQUITETÔNICO/ URBANO Guia para estudo do projeto e estudos de caso

05/09/12. ANÁLISE DOS PROJETOS: ARQUITETÔNICO/ URBANO Guia para estudo do projeto e estudos de caso TEORIA E HISTÓRIA DA ARQUITETURA V Profa. Dra Deusa Maria R. Boaventura ANÁLISE DOS PROJETOS: ARQUITETÔNICO/ URBANO Guia para estudo do projeto e estudos de caso REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS SUGESTÃO DE

Leia mais

Palácio da Inconfidência: Projeto original perspectiva externa. Palácio da Inconfidência: croqui sistema estrutural Fonte: Revista Acrópole nº 283

Palácio da Inconfidência: Projeto original perspectiva externa. Palácio da Inconfidência: croqui sistema estrutural Fonte: Revista Acrópole nº 283 O grande hall interno pretendia dar continuidade à praça externa para o visitante que seguia para o plenário. No memorial do projeto publicado pela Revista Acrópole nº 283, os arquitetos afirmaram que

Leia mais

Palavras-chave: Preservação do Patrimônio, Registro, Arquitetura Moderna.

Palavras-chave: Preservação do Patrimônio, Registro, Arquitetura Moderna. REGISTRO DE ARQUITETURA MODERNA: O EDIFÍCIO SEDE DO IPASE Juliana Peçanha (1) ; Marina Goldfarb (1) ; Nelci Tinem (3) Centro de Tecnologia/Departamento de Arquitetura/MONITORIA RESUMO O presente trabalho

Leia mais

Um Conceito em Concreto: Residência Jaime Lerner em Curitiba. Juliana Harumi Suzuki

Um Conceito em Concreto: Residência Jaime Lerner em Curitiba. Juliana Harumi Suzuki X SEMINÁRIO DOCOMOMO BRASIL ARQUITETURA MODERNA E INTERNACIONAL: conexões brutalistas 1955-75 Curitiba. 15-18.out.2013 - PUCPR Um Conceito em Concreto: Residência Jaime Lerner em Curitiba Juliana Harumi

Leia mais

Movimentos, tendências e conceitos da arquitetura e urbanismo contemporâneo O Modernismo na Arquitetura: Le Corbusier no Brasil

Movimentos, tendências e conceitos da arquitetura e urbanismo contemporâneo O Modernismo na Arquitetura: Le Corbusier no Brasil O Modernismo na Arquitetura: Le Corbusier no Brasil Super-quadra (Brasília) Palácio Gustavo Capanema (Min. Educação Rio de Janeiro) Lúcio Costa Brasília / Superquadras Arquitetura Brasileira Pós-Brasília:

Leia mais

A MODERNIDADE ESQUECIDA: Marcelo Saldanha Sutil 1. dossiê ART DÉCO

A MODERNIDADE ESQUECIDA: Marcelo Saldanha Sutil 1. dossiê ART DÉCO dossiê ART DÉCO A MODERNIDADE ESQUECIDA: O art déco em Curitiba Marcelo Saldanha Sutil 1 Modernidade era a palavra de ordem para aqueles que viveram as décadas de 20 e 30 do século passado. Sozinho, o

Leia mais

A ARQUITETURA. Professor H. Oliveira

A ARQUITETURA. Professor H. Oliveira A ARQUITETURA Professor H. Oliveira Quando os primeiros colonizadores portugueses fortificaram o litoral brasileiro e as ordens religiosas construíram os conventos e as igrejas, a arquitetura figurou como

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA ARQUITETURA E ESTÉTICA DO PROJETO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA ARQUITETURA E ESTÉTICA DO PROJETO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA ARQUITETURA E ESTÉTICA DO PROJETO PROGRAMA DA DISCIPLINA OPTATIVA AUH 129 ARQUITETURA MODERNA E CONTEMPORÂNEA

Leia mais

PRODUÇÃO DA ARQUITETURA BANCÁRIA EM PRESIDENTE PRUDENTE-SP

PRODUÇÃO DA ARQUITETURA BANCÁRIA EM PRESIDENTE PRUDENTE-SP PRODUÇÃO DA ARQUITETURA BANCÁRIA EM PRESIDENTE PRUDENTE-SP 212 Eduardo Guimarães Périco, Flórian Alonso, Lana Mika Ota, Natalia Catarine Tomé Marcondes, Mônica Iamashita, Fabrícia Dias da Cunha de Moraes

Leia mais

c) Colônia de Férias do Instituto de Resseguros do Brasil (IRB). Rio de Janeiro,

c) Colônia de Férias do Instituto de Resseguros do Brasil (IRB). Rio de Janeiro, c) Colônia de Férias do Instituto de Resseguros do Brasil (IRB). Rio de Janeiro, 1943. Arqs. MMM Roberto A obra dos irmãos Roberto 19 é importante em, pelo menos, três aspectos: o primeiro, revelado por

Leia mais

UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA Campus Ilha Centro Curso de Arquitetura e Urbanismo

UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA Campus Ilha Centro Curso de Arquitetura e Urbanismo UNIVERSIDADE DO SUL DE SANTA CATARINA Campus Ilha Centro Curso de Arquitetura e Urbanismo IAU PLANO DE ENSINO Unidade de Aprendizagem: INTRODUÇÃO AO PROJETO DE ARQUITETURA E URBANISMO Ano/ Semestre Letivo:

Leia mais

FASE DE EMERGÊNCIA (1962-1966)

FASE DE EMERGÊNCIA (1962-1966) CAPÍTULO 2 FASE DE EMERGÊNCIA (1962-1966) No cenário internacional, o ano de 1962 (início da Fase de Emergência) é marcado pelos primeiros movimentos da construção da National Galerie de Berlim [fig.402],

Leia mais

3.3. O Conjunto Habitacional Zezinho de Magalhães Prado

3.3. O Conjunto Habitacional Zezinho de Magalhães Prado 6 3.3. O Conjunto Habitacional Zezinho de Magalhães Prado 3.3.. O projeto: Implantação e áreas livres de uso comum Os materiais não se podem construir em si mesmo. São os homens que projetam e executam.

Leia mais

EDIFÍCIO SEDE DA ELETROSUL, EM FLORIANÓPOLIS: O REQUINTE DO MONOLITO

EDIFÍCIO SEDE DA ELETROSUL, EM FLORIANÓPOLIS: O REQUINTE DO MONOLITO X SEMINÁRIO DOCOMOMO BRASIL ARQUITETURA MODERNA E INTERNACIONAL: conexões brutalistas 1955-75 Curitiba. 15-18.out.2013 - PUCPR EDIFÍCIO SEDE DA ELETROSUL, EM FLORIANÓPOLIS: O REQUINTE DO MONOLITO Gilberto

Leia mais

O papel da preservação arquitetônica na busca de uma identidade local o caso de Rubens Gil de Camilo em Campo Grande/MS

O papel da preservação arquitetônica na busca de uma identidade local o caso de Rubens Gil de Camilo em Campo Grande/MS O papel da preservação arquitetônica na busca de uma identidade local o caso de Rubens Gil de Camilo em Campo Grande/MS Autor: Gilfranco Medeiros Alves* Co-autor: Juliana Couto Trujillo** *Possui graduação

Leia mais

Paulo Mendes da Rocha Obra Completa

Paulo Mendes da Rocha Obra Completa Paulo Mendes da Rocha Obra Completa O livro com maior relevância sobre a obra da vida do arquiteto de Paulo Mendes da Rocha é lançando pela editora GGBrasil. Um estudo profundo em que o autor Daniele Pisani

Leia mais

GALERIA METRÓPOLE E CENTRO METROPOLITANO DE COMPRAS

GALERIA METRÓPOLE E CENTRO METROPOLITANO DE COMPRAS 1960 01 GALERIA METRÓPOLE E CENTRO METROPOLITANO DE COMPRAS HISTÓRIA 02 O edifício Metrópole e Centro Metropolitano de Compras, projetado pelos arquitetos Salvador Candia e Gian Carlo Gasperini, é um importante

Leia mais

Mies e Artigas: a delimitação do espaço através de uma única cobertura 1

Mies e Artigas: a delimitação do espaço através de uma única cobertura 1 Mies e Artigas: a delimitação do espaço através de uma única cobertura 1 Marcio Cotrim A delimitação do espaço através de uma única cobertura, e da projeção da sombra resultante, esteve presente ao longo

Leia mais

ATIVIDADE COMPLEMENTAR A FAU/CEATEC PUC-CAMPINAS 2º SEMESTRE 2012

ATIVIDADE COMPLEMENTAR A FAU/CEATEC PUC-CAMPINAS 2º SEMESTRE 2012 ATIVIDADE COMPLEMENTAR A FAU/CEATEC PUC-CAMPINAS 2º SEMESTRE 2012 Unidade Acadêmica: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Titulo da Atividade: Viagem de Estudos a Belo Horizonte e Inhotim - MG Ano: 2º

Leia mais

Capítulo 4. Foram desenvolvidos componentes pré-moldados especiais. para o fechamento lateral que permitem a formação de

Capítulo 4. Foram desenvolvidos componentes pré-moldados especiais. para o fechamento lateral que permitem a formação de Capítulo 4 Foram desenvolvidos componentes pré-moldados especiais para o fechamento lateral que permitem a formação de espaços internos, utilizados para abrigar as instalações elétricas, telefônicas e

Leia mais

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA A CASA HUBBE, PROJETADA POR MIES VAN DER ROHE, POSSUI

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA A CASA HUBBE, PROJETADA POR MIES VAN DER ROHE, POSSUI FUNCIONAL ENTORNO IDENTIFICAR A RELAÇÃO DO EDIFÍCIO COM OS ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS EDIFICADAS, RELAÇÕES DE PROXIMIDADE, DIÁLOGO, INTEGRAÇÃO OU AUTONOMIA ESQUADRIAS/PANOS

Leia mais

Arquitetura Moderna faz escola? A História do Curso de Arquitetura e Urbanismo através da produção de professores e ex-alunos Profa. Dra.

Arquitetura Moderna faz escola? A História do Curso de Arquitetura e Urbanismo através da produção de professores e ex-alunos Profa. Dra. Projeto de Pesquisa Projeto de Pesquisa Arquitetura Moderna faz escola? A História do Curso de Arquitetura e Urbanismo através da produção de professores e ex-alunos Profa. Dra. Josilena MZ Gonçalves Resumo

Leia mais

DIÁLOGOS DO PROJETO DE ARQUITETURA: CENTRAL DE DEPARTAMENTOS E ADMINISTRAÇÃO DA FAAC/ UNESP, BAURU (BRASIL)

DIÁLOGOS DO PROJETO DE ARQUITETURA: CENTRAL DE DEPARTAMENTOS E ADMINISTRAÇÃO DA FAAC/ UNESP, BAURU (BRASIL) DIÁLOGOS DO PROJETO DE ARQUITETURA: CENTRAL DE DEPARTAMENTOS E ADMINISTRAÇÃO DA FAAC/ UNESP, BAURU (BRASIL) AMARAL, Claudio Silveira; GHIRARDELLO, Nilson; MASSERAN, Paulo Roberto; GOMES, Samir Hernandes

Leia mais

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA

FUNCIONAL ENTORNO ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS TOPOGRAFIA FUNCIONAL ENTORNO IDENTIFICAR A RELAÇÃO DO EDIFÍCIO COM OS ELEMENTOS DE ENTORNO, CONSIDERANDO OS ATRIBUTOS DO LUGAR - MASSAS EDIFICADAS, RELAÇÕES DE PROXIMIDADE, DIÁLOGO, INTEGRAÇÃO OU AUTONOMIA MURO CERCA

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA ARQUITETURA E ESTÉTICA DO PROJETO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA ARQUITETURA E ESTÉTICA DO PROJETO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA ARQUITETURA E ESTÉTICA DO PROJETO PROGRAMA DA DISCIPLINA OPTATIVA AUH 129 ARQUITETURA MODERNA E CONTEMPORÂNEA

Leia mais

Arquiteto Jorge Bomfim Análise Projetual - Edifícios Village e Gropius 1

Arquiteto Jorge Bomfim Análise Projetual - Edifícios Village e Gropius 1 Arquiteto Jorge Bomfim Análise Projetual - Edifícios Village e Gropius 1 Luiz BOSCARDIN*, Ruth Verde ZEIN a, Maria Isabel VILLAC b *Arquiteto e Urbanista (Universidade Presb. Mackenzie, 2003), Mestrando

Leia mais

História da Arquitetura

História da Arquitetura História da Arquitetura Subdivisão da História da Arte - estudo da evolução histórica da arquitetura. Seus princípios Idéias Realizações História da arte Evolução das expressões artísticas, a constituição

Leia mais

CHÂTELET, A.-M. La naissance de l architecture scolaire. Lês écoles élémentaires parisiennes de 1870-1914. Paris: Honoré Champion, 1999.

CHÂTELET, A.-M. La naissance de l architecture scolaire. Lês écoles élémentaires parisiennes de 1870-1914. Paris: Honoré Champion, 1999. CHÂTELET, A.-M. La naissance de l architecture scolaire. Lês écoles élémentaires parisiennes de 1870-1914. Paris: Honoré Champion, 1999. Ana Paula Pupo Correia* O livro de Anne-Marie Châtelet, 1 O nascimento

Leia mais

Paulo Cesar Braga Pacheco orientador Prof. Dr. CARLOS EDUARDO DIAS COMAS

Paulo Cesar Braga Pacheco orientador Prof. Dr. CARLOS EDUARDO DIAS COMAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ FACULDADE DE ARQUITETURA PROGRAMA DE PESQUISA E GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA, PROPAR MESTRADO Paulo Cesar Braga Pacheco

Leia mais

Levantamento Histórico

Levantamento Histórico Praça Roosevelt Levantamento Histórico Até o final do século XIX, o local onde se encontra a Praça Roosevelt era a chácara de Dona Veridiana Prado. Este local teve diversos usos durante este período, desde

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS MODERNISMO BRASILEIRO E A DEVOLUÇÃO DO PATRIMÔNIO À SOCIEDADE: AS INTERVENÇÕES EM SÃO MIGUEL DAS MISSÕES E SOLAR DO UNHÃO Daniela José da Silva (UEG) 1 (danijdesigner@gmail.com) Maíra Teixeira Pereira(UEG)

Leia mais

Artigo publicado em 17 de dezembro de 2008-12-17 www.partes.com.br ISSN 1678-8419. Arquitetura Moderna: A UFSM como protagonista deste cenário.

Artigo publicado em 17 de dezembro de 2008-12-17 www.partes.com.br ISSN 1678-8419. Arquitetura Moderna: A UFSM como protagonista deste cenário. Artigo publicado em 17 de dezembro de 2008-12-17 www.partes.com.br ISSN 1678-8419 Arquitetura Moderna: A UFSM como protagonista deste cenário. Leila Adriana Baptaglin 1 Introdução As vezes convivemos em

Leia mais

INTERVENÇÕES METÁLICAS EM EDIFICAÇÕES DE VALOR HISTÓRICO E CULTURAL: ESTUDOS DE CASO DE INTERFACES

INTERVENÇÕES METÁLICAS EM EDIFICAÇÕES DE VALOR HISTÓRICO E CULTURAL: ESTUDOS DE CASO DE INTERFACES INTERVENÇÕES METÁLICAS EM EDIFICAÇÕES DE VALOR HISTÓRICO E CULTURAL: ESTUDOS DE CASO DE INTERFACES Profª. Msc. Carolina Albuquerque de Moraes Prof. Dr. Luiz Fernando Loureiro Ribeiro São Paulo, Brasil

Leia mais

1.ª CERTIFICAÇÃO DE HABILIDADE ESPECÍFICA DE 2010 Prova de Habilidades Específicas

1.ª CERTIFICAÇÃO DE HABILIDADE ESPECÍFICA DE 2010 Prova de Habilidades Específicas Universidade de Brasília sala n.º máscara 1.ª CERTIFICAÇÃO DE HABILIDADE ESPECÍFICA DE 2010 Prova de Habilidades Específicas Arquitetura e Urbanismo Gráfica e Teste L E I A C O M A T E N Ç Ã O A S I N

Leia mais

d) Park Hotel São Clemente. Nova Friburgo - RJ, 1944. Arq. Lucio Costa

d) Park Hotel São Clemente. Nova Friburgo - RJ, 1944. Arq. Lucio Costa d) Park Hotel São Clemente. Nova Friburgo - RJ, 1944. Arq. Lucio Costa Projetado por Lucio Costa três anos depois da Residência Saavedra, o Park Hotel é uma das mais importantes realizações da arquitetura

Leia mais

SECRETARIA DE OBRAS E PLANEJAMENTO URBANO

SECRETARIA DE OBRAS E PLANEJAMENTO URBANO III CONCURSO DE ESTUDANTES DA FAU FATEA Faculdades Integradas Teresa D Ávila - LORENA Concurso de projetos para Praças da área urbana, da cidade de Lorena - SP Apresentação: A Prefeitura Municipal de Lorena,

Leia mais

O aeroporto Santos Dumont como símbolo de modernidade no Brasil nos anos 1950 Lila Ribeiro Mota 1

O aeroporto Santos Dumont como símbolo de modernidade no Brasil nos anos 1950 Lila Ribeiro Mota 1 Resumo O aeroporto Santos Dumont como símbolo de modernidade no Brasil nos anos 1950 Lila Ribeiro Mota 1 O emblemático terminal de passageiros do aeroporto Santos Dumont foi o primeiro a ser construído

Leia mais

A ARQUITETURA DO NOVO BRUTALISMO

A ARQUITETURA DO NOVO BRUTALISMO A ARQUITETURA DO NOVO BRUTALISMO Um dos fatores, no campo da arquitetura, com maior destaque na Europa principalmente na experiência britânica posterior à II Guerra Mundial é o forte predomínio da tecnologia

Leia mais

Arquitetura brasileira, tradição moderna, cultura contemporânea

Arquitetura brasileira, tradição moderna, cultura contemporânea I ENANPARQ Encontro Nacional da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo Arquitetura, Cidade, Paisagem e Território: percursos e prospectivas Eixo temático: Teoria, História

Leia mais

Andressa Francielli Rocha. MUSEU DE ARTE DE LONDRINA: Antiga estação rodoviária

Andressa Francielli Rocha. MUSEU DE ARTE DE LONDRINA: Antiga estação rodoviária Andressa Francielli Rocha MUSEU DE ARTE DE LONDRINA: Antiga estação rodoviária Londrina 2013 Andressa Francielli Rocha MUSEU DE ARTE DE LONDRINA: Antiga estação rodoviária Trabalho apresentado à disciplina

Leia mais

Palavras-chave: metodologia, linguagem, projeto arquitetônico

Palavras-chave: metodologia, linguagem, projeto arquitetônico æ ensaios A linguagem ideogrâmica como elemento de intermediação reflexiva entre o programa de necessidades e o estudo preliminar Arquiteto, Prof. Dr. Paulo Corrêa O artigo traz, à discussão sobre metodologia

Leia mais

alceu medeiros olegário de sa rubens matuck ernani maia julio abe reinaldo coser marcio kogan mauricio chianca gil fialho pedro mendes da rocha

alceu medeiros olegário de sa rubens matuck ernani maia julio abe reinaldo coser marcio kogan mauricio chianca gil fialho pedro mendes da rocha alceu medeiros olegário de sa rubens matuck ernani maia julio abe reinaldo coser marcio kogan mauricio chianca gil fialho pedro mendes da rocha deborah roig pedro telecki fgmf arquitetos sergio rodrigues

Leia mais

INVENTÁRIO DE ARQUITETURA INDUSTRIAL EXEMPLARES INDUSTRIAIS EM SANTO ANDRÉ, SÃO BERNARDO DO CAMPO E SÃO CAETANO DO SUL (1947 1970)

INVENTÁRIO DE ARQUITETURA INDUSTRIAL EXEMPLARES INDUSTRIAIS EM SANTO ANDRÉ, SÃO BERNARDO DO CAMPO E SÃO CAETANO DO SUL (1947 1970) INVENTÁRIO DE ARQUITETURA INDUSTRIAL EXEMPLARES INDUSTRIAIS EM SANTO ANDRÉ, SÃO BERNARDO DO CAMPO E SÃO CAETANO DO SUL (1947 1970) Denivaldo Pereira Leite Mestre em Arquitetura (Mackenzie 2008), professor

Leia mais

MASP. -Museu de Arte de São Paulo - Bruna Gimenez Maria Fernanda Piccoli Leandro Portela Thaís Fernandes

MASP. -Museu de Arte de São Paulo - Bruna Gimenez Maria Fernanda Piccoli Leandro Portela Thaís Fernandes -Museu de Arte de São Paulo - Bruna Gimenez Maria Fernanda Piccoli Leandro Portela Thaís Fernandes LINA BO BARDI Achillina Bo nasce em Roma a 5 de dezembro de 1914 Iniciado sua vida profissional, muda-se

Leia mais

APLICABILIDADE DE ESTRUTURAS EM AÇO EM EDIFÍCIO RESIDENCIAL VERTICAL DE MÉDIO PADRÃO NO MUNICÍPIO DE PRESIDENTE PRUDENTE-SP

APLICABILIDADE DE ESTRUTURAS EM AÇO EM EDIFÍCIO RESIDENCIAL VERTICAL DE MÉDIO PADRÃO NO MUNICÍPIO DE PRESIDENTE PRUDENTE-SP APLICABILIDADE DE ESTRUTURAS EM AÇO EM EDIFÍCIO RESIDENCIAL VERTICAL DE MÉDIO PADRÃO NO MUNICÍPIO DE PRESIDENTE PRUDENTE-SP Autores: Nayra Yumi Tsutsumoto (1); Cesar Fabiano Fioriti (2) (1) Aluna de Graduação

Leia mais

ARQUITETURA MODERNA BRASILEIRA (a partir de 1944)

ARQUITETURA MODERNA BRASILEIRA (a partir de 1944) ARQUITETURA MODERNA BRASILEIRA (a partir de 1944) Lúcio Costa e Oscar Niemeyer TEORIA E HISTÓRIA DA ARQUITETURA IV Profa. Dra. Deusa Maria R. Boaventura Profa. Isabela Ferrante 1. Arquitetura Moderna Brasileira

Leia mais

CASA VARANDA. Implantação e Partido Formal

CASA VARANDA. Implantação e Partido Formal CASA VARANDA Local Itanhangá, Rio de Janeiro Ano 2008 Escritório Carla Juaçaba Arquitetura Autoras: Cristina Piccoli e Natasha Oltramari Implantação e Partido Formal A Casa Varanda é um refúgio de 140,40

Leia mais

design arquitetura tendência

design arquitetura tendência design arquitetura tendência HOME office mall Lindóia Lindóia ( ) A Melnick Even apresenta mais um produto da linha (HOM), baseado em um conceito inovador: o Mixed Use. Considerados uma solução de grande

Leia mais

ARQUITETURA E URBANISMO COORDENADOR DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO

ARQUITETURA E URBANISMO COORDENADOR DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO ARQUITETURA E URBANISMO TURMA AN5AU ENIO MORO JUNIOR COORDENADOR DO CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO Graduação (1983), Mestrado (1999) e Doutorado (2005) em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura

Leia mais

Universidade de Brasília Decanato de Extensão/Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Instituto de Arquitetos do Brasil - Distrito Federal

Universidade de Brasília Decanato de Extensão/Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Instituto de Arquitetos do Brasil - Distrito Federal Universidade de Brasília Decanato de Extensão/Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Instituto de Arquitetos do Brasil - Distrito Federal ELEA/Encontro Latino Americano de Estudantes Arquitetura Brasília

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO ROTEIRO BÁSICO DE RELATÓRIO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO ROTEIRO BÁSICO DE RELATÓRIO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Departamento de Projetos ESTÁGIO SUPERVISIONADO ROTEIRO BÁSICO DE RELATÓRIO Professores: JOSÉ CARLOS CAMPOS e

Leia mais

HISTÓRIA, EDUCAÇÃO E ARQUITETURA: UM DIÁLOGO POSSÍVEL.

HISTÓRIA, EDUCAÇÃO E ARQUITETURA: UM DIÁLOGO POSSÍVEL. HISTÓRIA, EDUCAÇÃO E ARQUITETURA: UM DIÁLOGO POSSÍVEL. Maria Helena Pupo Silveira 1 Secretaria de Estado da Educação do Paraná maripupo@ig.com.br EIXO: Patrimônio educativo e cultura material escolar PALAVRAS-CHAVE:

Leia mais

Arquiteto Jorge Bomfim Análise Projetual - Edifícios FAECO e FAFIL

Arquiteto Jorge Bomfim Análise Projetual - Edifícios FAECO e FAFIL X SEMINÁRIO DOCOMOMO BRASIL ARQUITETURA MODERNA E INTERNACIONAL: conexões brutalistas 1955-75 Curitiba. 15-18.out.2013 - PUCPR Arquiteto Jorge Bomfim Análise Projetual - Edifícios FAECO e FAFIL Luiz Boscardin

Leia mais

CHAMADA DE TRABALHOS

CHAMADA DE TRABALHOS CHAMADA DE TRABALHOS IV Seminário DOCOMOMO SUL, com o tema PEDRA, BARRO E METAL: norma e licença na arquitetura moderna do cone sul americano. 1930-1970, promovido pelo PROPAR- UFRGS (Programa de Pesquisa

Leia mais

Casa Tugendhat. A Casa Tugendhat foi projectada pelo Arquitecto Ludwing Mies Van Der Rohe ( 1886-1969) e localiza-se em Brno, na República Checa.

Casa Tugendhat. A Casa Tugendhat foi projectada pelo Arquitecto Ludwing Mies Van Der Rohe ( 1886-1969) e localiza-se em Brno, na República Checa. Casa Tugendhat Casa Tugendhat A Casa Tugendhat foi projectada pelo Arquitecto Ludwing Mies Van Der Rohe ( 1886-1969) e localiza-se em Brno, na República Checa. O ARQUITECTO Ludwing Mies Van der Rohe nasceu

Leia mais

EDITAL Nº 01/2012. Art. 1º O processo seletivo compreende o acesso de professores para ao quadro de docentes da Estácio FIC.

EDITAL Nº 01/2012. Art. 1º O processo seletivo compreende o acesso de professores para ao quadro de docentes da Estácio FIC. EDITAL Nº 01/2012 Processo Seletivo de Docentes dos Cursos de Arquitetura e Urbanismo, Design de Moda, Design Gráfico da Estácio FIC 2012. A DIRETORA GERAL da Faculdade Estácio do Ceará - Estácio FIC,

Leia mais

O ROMPIMENTO DA TRADIÇAO NA ARQUITETURA CONTEMPORANEA PETER EISENMAN

O ROMPIMENTO DA TRADIÇAO NA ARQUITETURA CONTEMPORANEA PETER EISENMAN 369 O ROMPIMENTO DA TRADIÇAO NA ARQUITETURA CONTEMPORANEA PETER EISENMAN Natalia Catarine Tomé Marcondes¹, Bruna Bertoldo Marcondes¹, Eduardo Guimaraes¹, Fernando Piffer¹, Juliana Elaine dos Santos¹, Korina

Leia mais

ANÁLISE DE OBRAS ARQUITETÔNICAS DA PRAÇA DOS GIRASSÓIS, PALMAS/TO COM ÊNFASE NA RELAÇÃO ENTRE A ARQUITETURA E A GEOMETRIA.

ANÁLISE DE OBRAS ARQUITETÔNICAS DA PRAÇA DOS GIRASSÓIS, PALMAS/TO COM ÊNFASE NA RELAÇÃO ENTRE A ARQUITETURA E A GEOMETRIA. ANÁLISE DE OBRAS ARQUITETÔNICAS DA PRAÇA DOS GIRASSÓIS, PALMAS/TO COM ÊNFASE NA RELAÇÃO ENTRE A ARQUITETURA E A GEOMETRIA. Érica CARDOSO (1); Kamila Cristina de SOUZA (2); Thaíssa Fernandes Santana MACENA

Leia mais

Proposta de Preservação da Arquitetura Moderna em Curitiba

Proposta de Preservação da Arquitetura Moderna em Curitiba Proposta de Preservação da Arquitetura Moderna em Curitiba IPPUC (shistori@ippuc.curitiba.pr.gov.br) Luís Salvador Petrucci Gnoato (salvagno@netpar.com.br) Departamento de Arquitetura e Urbanismo CCET

Leia mais

Rafael Moneo. Centro Cultural e Auditório do Kursaal San Sebastian, Espanha

Rafael Moneo. Centro Cultural e Auditório do Kursaal San Sebastian, Espanha Rafael Moneo Centro Cultural e Auditório do Kursaal San Sebastian, Espanha Universidade Presbiteriana Mackenzie Curso de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo Teoria e Metodologia do Projeto Arquitetônico

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO DE ARQUITETURA ANO - 2015

CORPO DOCENTE DO CURSO DE ARQUITETURA ANO - 2015 CORPO DOCENTE DO CURSO DE ARQUITETURA ANO - 2015 Alcyr de Morrisson Faria Neto (Graduado) Regime de Trabalho: Horista Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Pará (2001).

Leia mais

A Arquitetura Moderna e o Sesquicentenário de Emancipação Política do Paraná: o Tombamento de Marcos de Referência da Arquitetura Moderna Paranaense

A Arquitetura Moderna e o Sesquicentenário de Emancipação Política do Paraná: o Tombamento de Marcos de Referência da Arquitetura Moderna Paranaense A Arquitetura Moderna e o Sesquicentenário de Emancipação Política do Paraná: o Tombamento de Marcos de Referência da Arquitetura Moderna Paranaense Josilena Maria Zanello Gonçalves (josilena@arquit.ufpr.br)

Leia mais

MÉTODOS DE ANÁLISE DE PROJETOS HABITACIONAIS Dois exemplos contemporâneos

MÉTODOS DE ANÁLISE DE PROJETOS HABITACIONAIS Dois exemplos contemporâneos 3. EVALUACIÓN Y CERTIFICADOS Cássia Bartsch Nagle y Leandro Silva Medrano I Campinhas, Brasil MÉTODOS DE ANÁLISE DE PROJETOS HABITACIONAIS Dois exemplos contemporâneos Introdução Nas últimas décadas, intensificou-se

Leia mais

Estação Guanabara 2001

Estação Guanabara 2001 Anexo 1.30 Estação Guanabara 2001 1. EDIFÍCIO HISTÓRICO Endereço: Rua Mário Siqueira, Campinas SP, Brasil. Autoria: desconhecida. Data do Projeto: desconhecida. Data da Construção: 1915. Área do Terreno:

Leia mais

Escola de Comunicações e Artes Universidade de São Paulo 20 a 23.08.2013 CENTRO DE ESTUDOS DE LITERATURA GRÁFICA PROJETO PARA UMA GIBITECA EM CURITIBA

Escola de Comunicações e Artes Universidade de São Paulo 20 a 23.08.2013 CENTRO DE ESTUDOS DE LITERATURA GRÁFICA PROJETO PARA UMA GIBITECA EM CURITIBA CENTRO DE ESTUDOS DE LITERATURA GRÁFICA PROJETO PARA UMA GIBITECA EM CURITIBA RESUMO Cíntia Negrão Nogueira Universidade Federal do Paraná Departamento de Arquitetura e Urbanismo Curitiba, Paraná, Brasil

Leia mais

Dorsal Nome Equipa Tipo Nome da Equipa 101 Lucio Gustavo Coelho Pina individual Individual - 102 Diogo Gonçalves Azuribike Mangualde Team Individual

Dorsal Nome Equipa Tipo Nome da Equipa 101 Lucio Gustavo Coelho Pina individual Individual - 102 Diogo Gonçalves Azuribike Mangualde Team Individual Dorsal Nome Equipa Tipo Nome da Equipa 101 Lucio Gustavo Coelho Pina individual Individual - 102 Diogo Gonçalves Azuribike Mangualde Team Individual - 103 Hugo Neves Dão Nelas Btt/Livestrong Individual

Leia mais

Contato: tel.: (11) 3456-9505 / (11) 97682-8675 arquitetacristina.mb@gmail.com

Contato: tel.: (11) 3456-9505 / (11) 97682-8675 arquitetacristina.mb@gmail.com Contato: tel.: (11) 3456-9505 / (11) 97682-8675 arquitetacristina.mb@gmail.com DADOS PESSOAIS: Nacionalidade: Brasileira Nascida em: 05/03/1990 Estado Civil: Casada Endereço: Rua Rubens Coelho de Godói

Leia mais

ARQUITETURA PARAIBANA NA PRIMEIRA DÉCADA DO SÉCULO XXI

ARQUITETURA PARAIBANA NA PRIMEIRA DÉCADA DO SÉCULO XXI ARQUITETURA PARAIBANA NA PRIMEIRA DÉCADA DO SÉCULO XXI Autoria: Manoel Brito de Farias Segundo (orientador) Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas (FACISA) Caio Méssala da Silva Faustino - Faculdade de

Leia mais

ACERVO CARTOGRÁFICO DE EGON BELZ ACERVO CENTRO DE MEMÓRIA UNIVERSITÁRIA BU/FURB

ACERVO CARTOGRÁFICO DE EGON BELZ ACERVO CENTRO DE MEMÓRIA UNIVERSITÁRIA BU/FURB ACERVO CARTOGRÁFICO DE EGON BELZ ACERVO CENTRO DE MEMÓRIA UNIVERSITÁRIA BU/FURB CATEGORIA Cartografia OBJETO 108 pranchas: Elevação 01-02; Corte e elevação da escada interligação 1; Escada 2 planta substitutiva;

Leia mais

ZANETTINI ARQ. SIEGBERT ZANETTINI EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

ZANETTINI ARQ. SIEGBERT ZANETTINI EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL ARQ. SIEGBERT ZANETTINI EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Siegbert Zanettini (São Paulo, 12/10/1934) é Arquiteto Urbanista e Professor Titular pela FAU- USP 1959. Titular da Zanettini Arquitetura, com mais de 53

Leia mais

Leonardo Gandolpho A R Q U I T E T U R A Soluções Corporativas APRESENTAÇÃO DE PROJETOS CORPORATIVOS

Leonardo Gandolpho A R Q U I T E T U R A Soluções Corporativas APRESENTAÇÃO DE PROJETOS CORPORATIVOS Leonardo Gandolpho A R Q U I T E T U R A Soluções Corporativas APRESENTAÇÃO DE PROJETOS CORPORATIVOS 2 0 1 3 Leonardo Gandolpho A R Q U I T E T U R A Soluções Corporativas Escritório com 22 anos de atuação,

Leia mais

Arquitetura e Urbanismo nas Cidades Brasileiras Contemporâneas. Embu das Artes

Arquitetura e Urbanismo nas Cidades Brasileiras Contemporâneas. Embu das Artes Arquitetura e Urbanismo nas Cidades Brasileiras Contemporâneas Embu das Artes A produção literária referente à arquitetura e urbanismo sempre foi caracterizada pela publicação de poucos títulos, baixa

Leia mais

Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé

Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé c a p a Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé Arquitetura histórica é ressaltada pela luz Por Claudia Sá Fotos: Andrés Otero EM COMEMORAÇÃO AOS 200 ANOS DA CHEGADA DA FAMÍLIA real portuguesa ao Brasil, um

Leia mais

Organização e Manutenção do Acervo Arquitetônico de Theo Wiederspahn

Organização e Manutenção do Acervo Arquitetônico de Theo Wiederspahn 2155 X Salão de Iniciação Científica PUCRS Organização e Manutenção do Acervo Arquitetônico de Theo Wiederspahn Helga Pfeifer Koelln (bolsista apresentador), Paulo Renato Silveira Bicca (orientador) Faculdade

Leia mais

Aprovado no CONGRAD: 25.09.2007 Vigência: ingressos a partir de 2008/1. CÓD. 243 - CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 05

Aprovado no CONGRAD: 25.09.2007 Vigência: ingressos a partir de 2008/1. CÓD. 243 - CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 05 Aprovado no CONGRAD: 25.09.2007 Vigência: ingressos a partir de 2008/1 CÓD. 243 - CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO MATRIZ CURRICULAR Currículo nº 05 I - NÚCLEO DE CONHECIMENTOS DE FUNDAMENTAÇÃO Estética,

Leia mais

CASAS ITARARÉ (2006-2009) Campina Grande, Paraíba, Brasil

CASAS ITARARÉ (2006-2009) Campina Grande, Paraíba, Brasil CASAS ITARARÉ (2006-2009) Campina Grande, Paraíba, Brasil CONJUNTO DE CASAS ITARARÉ, Campina Grande-PB (2006-2009) Estilo reto, estilo caixa, estilo americano, estilo moderno ou, o mais usual, estilo

Leia mais

ECO SHOPPING LAGOA DO PERI

ECO SHOPPING LAGOA DO PERI Boletim do Investimento Urbano Sustentável ECO SHOPPING LAGOA DO PERI A agenda estratégica de desenvolvimento sustentável Floripa 2030, constitui um marco para a mudança das formas de uso e ocupação do

Leia mais

ACERVO CARTOGRÁFICO DE EGON BELZ ACERVO CENTRO DE MEMÓRIA UNIVERSITÁRIA BU/FURB

ACERVO CARTOGRÁFICO DE EGON BELZ ACERVO CENTRO DE MEMÓRIA UNIVERSITÁRIA BU/FURB ACERVO CARTOGRÁFICO DE EGON BELZ ACERVO CENTRO DE MEMÓRIA UNIVERSITÁRIA BU/FURB CATEGORIA Cartografia OBJETO 10 pranchas: Estudo 1; Estudo 2; Estudo 2 sobreloja; Planta baixa; Planta baixa; Pavimento térreo;

Leia mais

Lajesrasgadas criam imagem corporativa e integram andares

Lajesrasgadas criam imagem corporativa e integram andares Athié Wohnrath e Reinach Mendonça Escritório de advocacia, São Paulo Lajesrasgadas criam imagem corporativa e integram andares Equipes de dois estúdios realizaram projeto em parceria 1 A escada, a passarela

Leia mais

Arquitetura: Projeto e Pesquisa e Ensino - um percurso

Arquitetura: Projeto e Pesquisa e Ensino - um percurso Arquitetura: Projeto e Pesquisa e Ensino - um percurso Rafael Perrone 1 Ana Gabriela Godinho Lima 2 Abilio Guerra 3 Cecília Rodrigues dos Santos 4 Daniela Büchler 5 Michael Biggs 6 Ruth Verde Zein 7 Angelo

Leia mais

Uma Experiência de Arquitetura Pública: o Projeto Habitat - Consultório Móvel de Arquitetura 1

Uma Experiência de Arquitetura Pública: o Projeto Habitat - Consultório Móvel de Arquitetura 1 Uma Experiência de Arquitetura Pública: o Projeto Habitat - Consultório Móvel de Arquitetura 1 SANTANA, Marcela Maciel. Arquiteta e Urbanista/UFV. Rua Virgílio Val, nº 08/03. Centro, Viçosa-MG. Cep: 36570-000.

Leia mais

2º Concurso de estudantes revista AE, arquitetura & estilo de vida

2º Concurso de estudantes revista AE, arquitetura & estilo de vida 2º Concurso de estudantes revista AE, arquitetura & estilo de vida REGULAMENTO A Revista AE abre as inscrições para o 2º Concurso de Arquitetura Categoria estudante 2013 /publicação ano 2014, uma promoção

Leia mais

Camila Fernandes Malito

Camila Fernandes Malito Rua Nara Leão, 115 Condomínio Villa Branca, Jacareí - SP CEP: 12301-347 (11) 96219780, (12) 81894103 arquitetura@camilamalito.com.br Camila Fernandes Malito Formação (1996-1998) 2º Grau (Ensino Médio)

Leia mais

APLICAÇÃO DE SOFTWARE DE MODELAGEM PARA RESTAURAÇÃO DE BENS IN- TEGRADOS O CASO DA ESCADARIA DO ANTIGO HOTEL SETE DE SETEMBRO

APLICAÇÃO DE SOFTWARE DE MODELAGEM PARA RESTAURAÇÃO DE BENS IN- TEGRADOS O CASO DA ESCADARIA DO ANTIGO HOTEL SETE DE SETEMBRO Revista Brasileira de Arqueometria, Restauração e Conservação. Vol.1, No.4, pp. 210-214 Copyright 2007 AERPA Editora APLICAÇÃO DE SOFTWARE DE MODELAGEM PARA RESTAURAÇÃO DE BENS IN- TEGRADOS O CASO DA ESCADARIA

Leia mais

BASE CURRICULAR 2010/1 Noturno CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO UNICRUZ

BASE CURRICULAR 2010/1 Noturno CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO UNICRUZ BASE CURRICULAR 2010/1 Noturno CURSO DE ARQUITETURA E URBANISMO UNICRUZ 1º PERÍODO Introdução à Arquitetura e Urbanismo 04 60 História e Teoria da Arquitetura e do Urbanismo I - Panorama Mundial 04 60

Leia mais

PAC CIDADES HISTÓRICAS. Natal /RN

PAC CIDADES HISTÓRICAS. Natal /RN PAC CIDADES HISTÓRICAS Natal /RN INTRODUÇÃO O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), iniciado em 2007, é uma inciativa do governo federal coordenada pelo Ministério do Planejamento que promoveu a

Leia mais

MEMÓRIA URBANA DE PALMAS-TO: LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES E MATERIAL SOBRE O PLANO DE PALMAS E SEUS ANTECEDENTES

MEMÓRIA URBANA DE PALMAS-TO: LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES E MATERIAL SOBRE O PLANO DE PALMAS E SEUS ANTECEDENTES MEMÓRIA URBANA DE PALMAS-TO: LEVANTAMENTO DE INFORMAÇÕES E MATERIAL SOBRE O PLANO DE PALMAS E SEUS ANTECEDENTES Tânia de Sousa Lemos 1 ; Ana Beatriz Araujo Velasques 2 1 Aluna do Curso de Arquitetura e

Leia mais

Projeto II Trabalho 1: Residência Unifamiliar (300m²) 1ª Etapa: Pesquisa, Programa e Implantação

Projeto II Trabalho 1: Residência Unifamiliar (300m²) 1ª Etapa: Pesquisa, Programa e Implantação 1ª Etapa: Pesquisa, Programa e Implantação Pesquisa: Tema (Residência); Região (histórico da ocupação, exemplares arquitetônicos); Legislação Urbanística. Precedentes arquitetônicos. Programa: Descrição

Leia mais

V ENCONTRO DE HISTÓRIA DA ARTE IFCH / UNICAMP 2009. FOTOGRAFIAS DE MARCEL GAUTHEROT SOBRE A CONSTRUÇÃO DE BRASÍLIA NA REVISTA MÓDULO Heloisa Espada 1

V ENCONTRO DE HISTÓRIA DA ARTE IFCH / UNICAMP 2009. FOTOGRAFIAS DE MARCEL GAUTHEROT SOBRE A CONSTRUÇÃO DE BRASÍLIA NA REVISTA MÓDULO Heloisa Espada 1 FOTOGRAFIAS DE MARCEL GAUTHEROT SOBRE A CONSTRUÇÃO DE BRASÍLIA NA REVISTA MÓDULO Heloisa Espada 1 Esta apresentação é um resultado parcial das pesquisas realizadas no âmbito da tese Como fotografar Brasília:

Leia mais

Museu Aberto da Ferrovia Paranapiacaba 2007

Museu Aberto da Ferrovia Paranapiacaba 2007 Anexo 1.50 Museu Aberto da Ferrovia Paranapiacaba 2007 1. EDIFÍCIO HISTÓRICO Endereço: acesso pela rodovia SP 122 Ribeirão Pires Paranapiacaba, Santo André SP, Brasil. Autoria: a vila foi construída pela

Leia mais

DEBATES SOBRE PATRIMÔNIO CULTURAL

DEBATES SOBRE PATRIMÔNIO CULTURAL DEBATES SOBRE PATRIMÔNIO CULTURAL I fórum aberto de projetos e pesquisas recentes programa 21.05 ABERTURA PATRIMÔNIO E MODERNIDADE 21.05 PATRIMÔNIO ARQUITETÔNICO: INVENTÁRIO E IDENTIFICAÇÃO 28.05 PATRIMÔNIO

Leia mais

I Encontro Nacional da Associação Nacional de Pesquisa e Pósgraduação em Arquitetura e Urbanismo

I Encontro Nacional da Associação Nacional de Pesquisa e Pósgraduação em Arquitetura e Urbanismo I Encontro Nacional da Associação Nacional de Pesquisa e Pósgraduação em Arquitetura e Urbanismo Centro Histórico de São Paulo: documentação e estudos de reabilitação Universidade Presbiteriana Mackenzie

Leia mais

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2013 E MÓDULO III DO PISM TRIÊNIO 2010-2012 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA ARQUITETURA E URBANISMO

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2013 E MÓDULO III DO PISM TRIÊNIO 2010-2012 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA ARQUITETURA E URBANISMO PAVILHÕES Os edifícios para grandes exposições têm marcado a história da Arquitetura desde 1851, com a construção do Palácio de Cristal, concebido por Joseph Paxton para a primeira Exposição Universal,

Leia mais

Museu da Inconfi dência

Museu da Inconfi dência c a s e Museu da Inconfi dência Por Claudia Sá Fotos: Gustavo Xavier Luz suave e pontual revela traçado colonial ANTIGA CASA DE CÂMARA E CADEIA DE VILA RICA, O casarão que abriga o Museu da Inconfidência,

Leia mais

Patrimônio da FAU-USP

Patrimônio da FAU-USP Patrimônio da FAU-USP FONTE: http://www.cimentoitambe.com.br/patrimonio-da-arquitetura-de-sppredio-da-fau-sera-restaurado/ FAU Edifício Artigas Bibliografia sobre o edifício ALBUQUERQUE, Roberto

Leia mais