UAb RELATÓRIO DE ATIVIDADES Universidade aberta Março de 2010 UAb

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UAb RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2009. Universidade aberta Março de 2010 UAb"

Transcrição

1 UAb RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2009 Universidade aberta Março de 2010 UAb

2 ÍNDICE INTRODUÇÃO NOTA INTRODUTÓRIA OFERTA PEDAGÓGICA da UNIVERSIDADE ABERTA Estudantes da UAb Centros locais de aprendizagem COOPERAÇÃO E RELAÇÕES COM O EXTERIOR RELAtórios dos serviços SERVIÇOS DE APOIO AO REITOR 11 Gabinete de desenvolvimento e Planeamento ESTRATÉGICO 12 Gabinete de Imagem 15 Gabinete de imprensa 27 Gabinete de relações internacionais 31 Serviço de informática e de documentação Serviços de documentação Serviços de informática Serviços desconcentrados 43 DELEGAÇÃO DO PORTO 44 DELEGAÇÃO DE COIMBRA 55 Serviços sob coordenação do administrador Serviços de apoio ao estudante Serviços operacionais e financeiros Serviços de apoio técnico Outras unidades orgânicas 76 Unidade de aprendizagem ao longo da vida 77 2

3 UNIDADE DE MULTIMÉDIA E TELEMÁTICA EDUCATIVAS Unidade de gestão de produção de conteúdos para ensino Centros locais de aprendizagem Abrantes Grandola Meda Ponte de Lima Praia da vitória Ribeira grande Sabugal Unidade de Missão para Acreditação dos Cursos da UAb Relatórios das unidades orgânicas DEPARTAMENTOS DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO e ensino a distância DEPARTAMENTO DE humanidades 176 DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS e de gestão 191 DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS E Tecnologia 200 Instituto coordenador de investigação ANEXOS Conselho científico (volume separado 3

4 NOTA INTRODUTÓRIA O documento que se apresenta cumpre o estipulado no Decreto-Lei nº 183/96, de 27 de setembro. Retrata o trabalho desenvolvido pelas diversas Unidades Ôrganicas, Outras Unidades Organizacionais e Serviços, que compõem a nova Estrutura Orgânica da Universiadde Aberta, publicitada no Diário da República, 2.ª série N.º de setembro de Em sequência, assinala-se a reorganização da estrutura da Universidade Aberta (UAb), e que está refletida na narrativa deste relatório. A missão da Universidade é: Universidade Aberta, universidade pública de ensino a distância, adiante designada por Universidade, tem como missão, no contexto universitário português e de acordo com a lei que o enquadra, a criação, transmissão e difusão da cultura, dos saberes, das artes, da ciência e da tecnologia, ao serviço da sociedade, através da articulação do estudo, do ensino, da aprendizagem, da investigação e da prestação de serviços. Para além do ensino a distância, a Universidade privilegia ainda atividades e intervenções no âmbito alargado e no quadro conceptual da educação a distância, bem como visando a aprendizagem ao longo da vida. A atividade do ano civil de 2009 visou dar corpo aos Objetivos Estratégicos da UAb delineados para o período de e que são: Re-identificação institucional; Desenvolvimento e inovação; Abertura; Cooperação. No ano de 2009 destacam-se os acontecimentos mais importantes na trajetória da UAb: O ensino, 1º.e 2º. Ciclos, passou definitivamente a ser ministrado em online, por força da aplicação do modelo virtual pedagógico com o recurso a tutorias; Início da implementação da nova Estrutura orgânica, Eleição dos órgãos de governo: Conselho Geral e Senado. Inicio ao processo da acredtação preliminar de toda a oferta formativa 1º.e 2º. Ciclos, tendo sido submetidos mais nove novos ciclos de estudo a acreditação prévia, Consolidação e criação de novos Centros Locais de Aprendizagem em vários 4

5 A OFERTA PEDAGÓGICA DA UNIVERSIDADE CURSOS DE 1º CICLO (LICENCIATURAS) Ciências da Informação e da Documentação Ciências do Ambiente Ciências Sociais Educação Estudos Artísticos Estudos Europeus Estudos Portugueses e Lusófonos Gestão História Informática Línguas Aplicadas Línguas, Literaturas e Culturas Estudos Portugueses Línguas, Literaturas e Culturas Variante de Línguas Estrangeiras Matemática e Aplicações CURSOS DE 2 º CICLO (MESTRADOS) Administração e Gestão Educacional Arte e Educação Cidadania Ambiental e Participação Ciências do Consumo Alimentar Comércio Eletrónico e Internet Comunicação em Saúde Estudos do Património Estudos Euro-Asiáticos Estudos Francófonos Estudos Ingleses e Americanos Estudos sobre as Mulheres Expressão Gráfica e Audiovisual Gestão / MBA Literatura e Cultura Portuguesas Pedagogia do E-Learning Relações Interculturais Supervisão Pedagógica Comunicação Educacional Multimédia Estatística, Matemática e Computação Estudos Portugueses Multidisciplinares Gestão da Informação e Bibliotecas Escolares 5

6 APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA Curso de Profissionalização em Serviço Semestre Vestibular Unidades Curriculares Isoladas PROGRAMAS PROFISSIONAIS Na área dos programas profissionais a UAb apresenta duas sub-áreas distintas de formação: A) Formação Profissional (ações de formação vocacionadas para a formação, para a empregabilidade e para o aperfeiçoamento profissional contínuo). Curso de Formação Multidisciplinar em Turismo Curso de Especialização em Documentação e Formação de Leitores Curso de Formação em Empreendedorismo e Gestão de Pequenos Negócios Programa de Formação em Ambiente e Sociedade Programa de Formação em Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho Curso de Formação de Formadores Online B) FORMAÇÃO CONTÍNUA DE PROFESSORES Curso de Profissionalização em Serviço 7ª Conferência EDEN Open Classroom Programa de Formação sobre Novos Programas de Português Programa de Formação sobre Educação Sexual, Saúde e Bem-Estar Programa de Formação na Área de Antropologia e Tecnologia Digital Programa de Formação sobre Temas do Património: A Cidade na História Programa de Formação em Tecnologias de Informação e Comunicação Programa de Formação em Física e Eletrónica Programa de Formação em Matemática Programa de Formação em Ciências Aplicadas, Ambiente e Sociedade 6

7 PROGRAMAS COMUNITÁRIOS Integram a formação no âmbito da Extensão Universitária e Cultural abrangendo: Os programas de oferta próprios da Universidade Aberta A prestação de serviços à comunidade, designadamente em articulação com os Planos Anuais de Atividade dos CLA, nomeadamente: Cursos livres, Cursos de verão ou sazonais, Palestras e conferências, Programas e eventos culturais, Colóquios e congressos. Ação sobre Cidadania e Participação Cívica Cursos Livres (2º Semestre) o Presenciais o e-learning Programa de Formação sobre Empreendedorismo, Cultura e Desenvolvimento PROGRAMAS DE ESTUDO INTEGRADOS OU COMPLEMENTARES Unidades Curriculares ou Seminários autónomos, simples ou em módulos, destinados ao complemento de habilitações. Contempla, também, formações conducentes à obtenção de um grau académico. Com enquadramento neste domínio salienta-se, ainda, a realização de intervenções junto de grupos com necessidades específicas de formação, no sentido de permitir e facilitar a sua integração/progressão na vida académica e profissional. - Curso em Gestão da Caça e do Espaço Rural 7

8 ESTUDANTES DA UNIVERSIDADE ABERTA Diplomados no ano civil de 2009 Tipologia do curso Total estudantes LICENCIATURA - 1º CICLO 357 LICENCIATURA EM ENSINO 83 (complemento de formação para professores) 49 Bacharelato MESTRADO 83 DOUTORAMENTO 0 TOTAL UAb 572 Fonte SAE Matriculados no ano civil de 2009 Tipologia do curso Total estudantes Ingressos Total estudantes 2008/ / /2010 LICENCIATURA - 1º CICLO ESPECIALIZAÇÃO PÓS- LICENCIATURA 2009/ LICENCIATURA EM ENSINO 2008/ MESTRADO DOUTORAMENTO APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA TOTAL DA UAb Fonte SAE Estudantes da UAb no ano civil de Total estudantes 2008/09 Ingressos 2009/10 Fonte SAE

9 CENTROS LOCAIS DE APRENDIZAGEM Dando corpo a uma importante medida do plano estratégico, a Aprendizagem ao Longo da Vida, a UAb inaugurou no ano letivo 2008/09 os seus primeiros Centros locais de Aprendizagem (CLA) Os CLA visam levar a presencialidade mediada pelas novas tecnologias da informação e comunicação e pela internet a setores sociais diferenciados e aos mais variados recantos de Portugal. Estes centros desenvolvem programas especiais e cursos de especialização e de formação através de acordos estabelecidos com instituições locais Tendo como objetivo alargar progressivamente a Rede dos Centros a todo o País, privilegiando concelhos do interior sem oferta de ensino superior, a UAb vai disponibilizar nos CLA o acesso à oferta pedagógica da Universidade, funcionando estes Centros como uma rede local de apoio à aprendizagem a distância, vocacionada para os novos ambientes virtuais. Os CLA poderão também levar a cabo localmente programas especiais e cursos de especialização/formação, através de acordos com as instituições locais exemplos: 9

10 dinamização de programas de ensino aberto e livre/extensão universitária; necessidades de formação específica de certos setores; educação permanente/aprendizagem ao longo da vida. COOPERAÇÃO E RELAÇÕES COM O EXTERIOR A cooperação e o intercâmbio científico, técnico e cultural com instituições congéneres nacionais e internacionais constituem uma das áreas estratégicas da Universidade Aberta. A sua aposta nas relações com o exterior, tem-se traduzido em inúmeros protocolos e parcerias, com entidades nacionais e estrangeiras, na participação ativa em projetos de formação, nos domínios do E-learning, assim como em atividades de mobilidade de docentes e estudantes. Uma outra vertente nestas relações, diz respeito à organização ou co/organização de encontros e conferências, contribuindo para uma projeção internacional da Universidade Aberta. 10

11 SERVIÇOS DE APOIO AO REITOR 11

12 SERVIÇOS DE APOIO AO REITOR Gabinete de Planeamento e de Gestão Estratégica 1. Nota Introdutória 1.1.O Gabinete de Planeamento e de Gestão Estratégica exerce a sua atividade nos domínios do apoio ao planeamento estratégico e da conceção, desenvolvimento e acompanhamento da execução de projetos nacionais, comunitários ou internacionais, em áreas de especial interesse e relevância para a Universidade nomeadamente: Apoia o Reitor e os demais órgãos de governo da Universidade na conceção e na ativação de planos de desenvolvimento estratégico, Faculta elementos de decisão que, baseando-se em análises orientadas nesse sentido, contribuam para uma cultura da qualidade, designadamente no que diz respeito à pedagogia do ensino a distância, em sintonia com as melhores práticas internacionais; Faculta elementos de decisão que, baseando -se em análises orientadas nesse sentido, fundamentem a renovação da oferta pedagógica da Universidade, tendo em atenção a missão institucional que estatutariamente se encontra definida; Acompanha a execução do plano estratégico da Universidade, bem como o desenvolvimento do seu projeto educativo, científico e cultural, de forma a facultar aos órgãos de governo elementos que permitam a sua tempestiva apreciação; Estuda as condições e os meios necessários para o estabelecimento de parcerias com outras instituições de ensino superior nacionais e estrangeiras, tendo em vista, entre outras valências, a racionalização das ofertas pedagógicas e a ponderada utilização dos recursos humanos, materiais, pedagógicos e financeiros disponíveis. 1.2 Orientações gerais do Serviço para 2009 Elaborar estudos, pesquisar, recolher e tratar informação, quando solicitado superiormente. Colaborar na elaboração do Plano e do Relatório de Atividades Colaborar e coordenar o processo da contratação de tutores de 2008/2009 Elaborar estudos, designadamente previsão de tutores para 2009/2010, número de inscrições em unidades curriculares para apoio à decisão da equipa reitoral. Colaboração na elaboração de relatórios financeiros a enviar às entidades financiadoras de projetos. 2. Atividades Desenvolvidas 2.1 Principais Atividades Desenvolvidas Elaboração de Relatório de Atividades de 2008 e do Plano de Atividades de 2009 Elaboração de relatório financeiro final do projeto Base de Dados sobre as Mulheres ; Elaboração de relatório financeiro final do projeto ECLAT

13 SERVIÇOS DE APOIO AO REITOR Gabinete de Planeamento e de Gestão Estratégica Coligir informação diversa para melhoria de processos e procedimentos contratos tutores/contratos direitos de autor; Acompanhamento da execução orçamental de atividades centro de Estudos das Migrações e das Relações Interculturais (CEMRI); Colaboração na preparação da Workshop Materiais Pedagógicos Digitais: e- manuais e Repositórios Abertos ; Apoio a solicitações da Reitoria Resposta ao Inquérito de Registo de Alunos, Matriculados, Inscritos e Diplomados no Ensino Superior (RAIDES) do Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação e Relações Internacionais do Ministério da Ciência Tecnologia e Ensino Superior, relativo ao ano letivo 2008/09. Apuramento, tratamento e avaliação dos dados referentes a inscrições, aprovações, por curso, por departamento e por disciplina; Participação nas reuniões de trabalho, em representação da Universidade Aberta, na Comissão Setorial para a Educação e Formação (CS/11), no Instituto Português da Qualidade; No âmbito da representação da Universidade Aberta na Comissão Setorial para a Educação e Formação (CS11), coordenação do grupo de trabalho para o Ensino Superior (GT2) e preparação do encontro A Prossecução de Bolonha na Qualidade do Ensino Superior, realizado a 20 de outubro de 2009 no Auditório da Universidade de Coimbra; Dinamização de Debates internos na Comissão Setorial Para a Educação e Formação: preparação e apresentação das seguintes temáticas: Empregabilidade: apresentação conjunta Univ. Católica, Univ. Coimbra, IST (outras) 17 de junho de 2009 Relatório de concretização do processo de Bolonha (DL n.º 107/2008 de 25 de junho): contributo de várias IES ; 15 de setembro de 2009 Participação na Unidade de Missão para Acreditação dos Ciclos de Estudo da UAb: Recolha e divulgação de legislação sobre acreditação; Servir de interlocutor com a Agência com vista ao bom andamento dos processos; Providenciar os elementos necessários para o preenchimento dos formulários, no que se refere a aspetos gerais da instituição; Apoiar os responsáveis da instituição pelos pedidos para a realização dos procedimentos necessários para o preenchimento dos formulários on/ine, na plataforma da A3ES; Preparação de trabalhos para apresentar em Congressos/Seminários: Sistemas de Qualidade nas Universidades Portuguesas outubro 2009, Brasil; 13

14 SERVIÇOS DE APOIO AO REITOR Gabinete de Planeamento e de Gestão Estratégica Apresentação da Universidade Aberta nos CLA, setembro 2009 Apresentação da Comissão Setorial para a Educação e Formação - outubro 2009, Caparica Comunicação no Encontro IberoAmericano de Educação Superior a Distância: Alexandra SEVINATE PONTES; Domingos CAEIRO, Proposta de Integração dos Indicadores de Qualidade do EaD (e-learning) com os Critérios de Avaliação do Ensino Superior Português, XIII Encuentro Iber-Americano de Enducación Superior a Distância, 16 a 18 septiembre, Lisboa. Participação em reuniões e no Processo de Avaliação de Desempenho (SIADAP) da UAb, Elaboração do Regulamento para o Conselho Coordenador de Avaliação da Universidade Aberta, Colaboração no processo eleitoral para a Comissão Paritária, como membro da comissão indigitado por Despacho Reitoral, Colaboração no processo eleitoral do órgão Senado, como membro da comissão indigitado por Despacho Reitoral, Colaboração no processo eleitoral do órgão Conselho Geral, como membro da comissão indigitado por Despacho Reitoral Afetação de Recursos Humanos 3 Técnicas Superiores 2.3 Ações de Formação Frequentadas, Congressos, Seminários Designação da Ação Nº de Participantes Seminário: Novas Abordagens na Gestão Estratégica 23 de 1 julho de 2009 O FUTURO de BOLONHA 10 ANOS DEPOIS, Fundação 1 Calouste Gulbenkian, 21 e 22 setembro 2009 Conferência internacional sobre creditação de qualificações não 1 formais no Ensino Superior 25 novembro 2009 Ação de Formação da agência de Avaliação e acreditação do 1 Ensino Superior A3ES 28/10/2009 A Prossecução de Bolonha na Qualidade do Ensino Superior, 1 realizado a 20 de outubro de º. Congresso Nacional da Administração Pública Estado e 1 Administração na Resposta à Crise, 10 e 11 de novembro de 2009 Seminário sobre Qualidade e Acreditação, Universidade de 1 Coimbra, 30 de abril de 2009 Forúm Educação, Diário Económico, 9 de julho de Avaliação Final 3.1 Breve análise da execução global do Plano de 2009 As atividades solicitadas foram executadas e cumpridos nos prazos para a sua apresentação. 14

15 SERVIÇOS DE APOIO AO REITOR Gabinete de Imagem 1. Nota Introdutória 1.1. Missão O Gabinete de Imagem [GI] exerce a sua ação nos domínios da promoção da imagem da Universidade Aberta [UAb] e na divulgação das suas ações e produtos, da investigação, das atividades culturais e de serviços à comunidade ou de outros serviços que a UAb pretenda desenvolver Orientações gerais do Serviço para 2009: Organização e acompanhamento de feiras a nível nacional e internacional; Organização e acompanhamento de Congressos, Colóquios, Workshops e Conferências; Elaboração de estratégias de comunicação para a divulgação da oferta pedagógica da UAb; Elaboração de conteúdos para anúncios de imprensa, banners e páginas em formato digital para divulgação da oferta pedagógica da UAb; Compra, negociação e reserva de espaços publicitários na Comunicação Social; Elaboração de conteúdos para cartazes, desdobráveis, brochuras, etc Organização e acompanhamento de todo o material promocional da instituição; Preparação e acompanhamento na divulgação dos diversos eventos da UAb; Envio, preparação e organização de diversos inquéritos recebidos de entidades, sobre a oferta pedagógica da UAb; Elaboração da Agenda da UAb; Organização de visitas externas/reuniões na UAb; Programação temática da montra da Universidade; Visitas guiadas ao Palácio Ceia. 2. Principais Atividades Desenvolvidas 2. PRINCIPAIS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS 2.1 FEIRAS de fevereiro de 2009, Exponor, Porto EXPOLÍNGUA 4-6 de março de 2009, Centro de Congressos de Lisboa 2ª Edição - Os Dias do Desenvolvimento (ODD) de abril de 2009, Centro de Congressos de Lisboa Feira Virtual - Universia Orienta 2009 maio a dezembro de 2009 Feira Internacional da Cortiça 15

16 SERVIÇOS DE APOIO AO REITOR Gabinete de Imagem de maio 2009, CLA de Coruche Dia Aberto Feira do Livro no Sabugal 4 de junho de 2009, CLA do Sabugal 4ª Edição - Jornadas de Inovação de junho de 2009, FIL, Parque das Nações, Lisboa 2. Principais Atividades Desenvolvidas (cont.) 2ª Feira Social de Peso da Régua de setembro de 2009, CLA de Peso da Régua Feira do Livro - Bienal de Artes e um festival de Gastronomia 2-8 de outubro de 2009, CLA de Coruche Feira do Livro - Bienal de Artes e um festival de Gastronomia 2-8 de outubro de 2009, CLA de Coruche Creative Learning Innovation Marketplace de outubro de 2009, Centro de Congressos de Lisboa Feira do Livro - Biblioteca Municipal de Grândola 27 de novembro a 8 de dezembro de 2009, CLA Grândola Planet Earth Lisbon Event PEL de novembro de 2009, Pavilhão do Conhecimento, Parque das Nações, Lisboa Feira do Livro Medieval Colóquio Internacional Afonso Henriques: em torno da Criação e Consolidação das Monarquias do Ocidente Europeu (Séc. XII e XIII) de dezembro de 2009, Faculdade de Letras de Lisboa 2.2 CONFERÊNCIAS, COLÓQUIOS, SEMINÁRIOS, WORKSHOPS Eventos que o Gabinete de Imagem organizou e/ou apoiou na realização: Workshop Open University & Universidade Aberta Change Management Consultancy janeiro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Seminário Matemática na ABERTA Rich Dynamics in Multi-strain Epidemiological Models 15 de janeiro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Departamento de Ciências e Tecnologias - DCeT Workshop Materiais Pedagógicos Digitais: e-manuais e Repositórios Abertos 22 de janeiro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Seminário Matemática na ABERTA A Probabilidade de Ruína no Modelo Actuarial de Risco Perturbado por Difusão 28 de janeiro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Departamento de Ciências e Tecnologias - DCeT Seminário Matemática na ABERTA Modelação e previsão em séries temporais. Bons modelos ou más séries? 26 de fevereiro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Departamento de Ciências e Tecnologias - DCeT Workshop Repositório AbERTO A Universidade e a Partilha do Conhecimento 16

17 SERVIÇOS DE APOIO AO REITOR Gabinete de Imagem 12 de março de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Seminário Matemática na ABERTA Soluções de viscosidade de equações de Hamilton-Jacobi e mecânica clássica 18 de março de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Departamento de Ciências e Tecnologias - DCeT 2. Principais Atividades Desenvolvidas (cont.) Seminário Matemática na ABERTA Geometria do mercado financeiro 22 de abril de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Departamento de Ciências e Tecnologias - DCeT 1ª Jornada de Literaturas Europeias 7 de maio de 2009, Palácio ceia, Lisboa Departamento de Humanidades - DH Conferência Interculturalidade Afro-atlântica: Processos de visibilização dos cabo-verdianos e afro-argentinos 14 de maio de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Laboratório de Antropologia Visual do CEMRI Centro de Estudos das Migrações e das Relações Interculturais Seminário Matemática na ABERTA Fogos Florestais em Portugal: Caracterização e Modelação 20 de maio de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Departamento de Ciências e Tecnologias - DCeT Seminário Matemática na ABERTA Métodos sem malha em problemas diretos e inversos 17 de junho de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Departamento de Ciências e Tecnologias - DCeT Workshop Matemática a Distância no Contexto Ibérico de junho de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Departamento de Ciências e Tecnologias - DCeT Seminário Matemática na ABERTA Fechar com Chave de Ouro 14 de julho de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Departamento de Ciências e Tecnologias - DCeT Seminário Matemática na ABERTA An algebraic aspect of multivalue logic. Some open problems on modules over integral domains. 23 de julho de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Departamento de Ciências e Tecnologias - DCeT XIII Encontro Ibero-Americano de Educação Superior a Distância de setembro de 2009 Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa & Câmara Municipal de Coruche, Coruche Seminário Matemática na ABERTA Caracterização e Modelação via Modelos de Classes Latentes 27 de outubro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Departamento de Ciências e Tecnologias - DCeT Colloque International Mobilité et littérature au Moyen Âge. Formes, enjeux et significations de outubro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa 17

18 SERVIÇOS DE APOIO AO REITOR Gabinete de Imagem Departamento de Humanidades - DH Ciclo de Seminários Ambiente de Sociedade Rotulagem nutricional 4 de novembro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Departamento de Ciências e Tecnologias - DCeT 4th Workshop on Statistics, Mathematics and Computation 9-10 de novembro de 2009, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa Departamento de Ciências e Tecnologias - DCeT 2. Principais Atividades Desenvolvidas (cont.) Seminário Matemática na ABERTA Um Problema de Bifurcações num Dispositivo de Cristais Líquidos 17 de novembro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Departamento de Ciências e Tecnologias - DCeT Colóquio Travessias Poéticas: A Poesia Contemporânea em Portugal e no Brasil de novembro de 2009, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa Departamento de Humanidades - DH Seminário Virtuais 25 de novembro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Departamento de Ciências e Tecnologias - DCeT 2º Workshop em Aquariofilia da Batalha de dezembro de 2009, Expo-Salão da Batalha Departamento de Ciências e Tecnologias - DCeT Seminário Matemática na ABERTA Matemática e Dinheiro 16 de dezembro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Departamento de Ciências e Tecnologias - DCeT Ciclo de Seminários Ambiente de Sociedade Plataforma contra a Obesidade Resultados e desafios 16 de dezembro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Departamento de Ciências e Tecnologias - DCeT 2.3. ASSINATURA DE PROTOCOLOS Entre a Universidade Aberta e as seguintes entidades: Protocolo de Colaboração com o Sindicato dos Professores da Grande Lisboa (SPGL) 10 de fevereiro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Protocolo de Colaboração com o Centro de Formação de Associação de Escolas do Alentejo Litoral 4 de março de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Protocolo de Colaboração com o Centro de Formação de Associação de Escolas (CFAE) CEFOPNA; (CFAE) MARGUA - Entre Mármore e Água; e o (CFAE) PROF SOR 4 de março de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Protocolo de Colaboração com o Centro de Formação Pêro de Alenquer Alenquer, Arruda dos Vinhos e Sobral de Monte Agraço 2 de junho de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Protocolo de Cooperação com a Federação Nacional dos Sindicatos da Educação (FNE) 18

19 SERVIÇOS DE APOIO AO REITOR Gabinete de Imagem 9 de julho de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Convénio de Cooperação Técnico-Científica com o Tribunal de Contas de Angola 16 de julho de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Protocolo de Cooperação com o ISCTE Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) 24 de novembro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa 2.4. ORGANIZAÇÃO DE REUNIÕES E OUTRAS ATIVIDADES Reunião O Ensino a Distância em Portugal, com a participação de um Painel Internacional 12 de janeiro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Inauguração da Exposição 20 Anos da UAb Em Qualquer Lugar do Mundo: dos Primórdios à Universidade Virtual 10 de março de 2009, no Museu das Comunicações, Lisboa Reunião do Projeto Internacional AQUA-TNET 4-5 de maio de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Reunião do Projeto Internacional E-NEEDD de junho de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Inauguração oficial do Centro de Ensino a Distância (CEAD) de Angola - localizado na Universidade Agostinho Neto (UAN) Vídeo-conferência, na UAb e na UAN, em Luanda 10 de setembro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Reunião do Conselho Directivo AIESAD âmbito do XIII Encontro da Associação Iberoamericana de Educação Superior a Distância 16 de setembro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Colloquium on Thermophysical Properties of Fluids: The contribution of Professor Sir William Wakeham 3 de outubro de 2009, Hotel Westin Campo Real em Turcifal, Torres Vedras Vice-Reitora da UAb, Profª Doutora Carla Padrel de Oliveira Reunião com o Conselho Académico e Administrativo da UAIA, Macau 7 de outubro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Reunião/Visita de Conselheiros e Técnicos do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC), do Rio de Janeiro 23 de outubro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa Lançamento do livro Educação em Angola. Novos Trilhos para o Desenvolvimento Prof. Doutor Filipe Zau 23 de novembro de 2009, Palácio Ceia, Lisboa OUTRAS ATIVIDADES realizadas pelo Gabinete de Imagem ao longo do ano de 2009: - Marcação de Espaços para eventos. - Organização de Portos de Honra. - Organização de coffee-breaks. - Organização e marcação de almoços e jantares. 19

20 SERVIÇOS DE APOIO AO REITOR Gabinete de Imagem - Visitas Guiadas ao Palácio Ceia INQUÉRITOS EXTERNOS sobre a Oferta Pedagógica da UAb Após preenchimento dos inquéritos pelos departamentos da UAb, o Gabinete de Imagem organiza e envia os ficheiros para as respetivas entidades: Guia Prático do Estudante º, 2º e 3º Ciclos Revista Fórum Estudante fevereiro de 2009 Guia do Estudante 2009 Cursos 2º e 3º Ciclos Suplemento de Formação Pós-Graduada do Expresso março de 2009 Formação para Executivos Caderno Especial Diário Económico maio de 2009 Guia do Estudante Cursos 1.º Ciclo Suplemento do Expresso maio de DIVULGAÇÃO / PUBLICIDADE, A NÍVEL NACIONAL, DOS CURSOS DA UAb. Negociação, compra e reserva de espaços publicitários CURSOS 1º CICLO Elaboração do PLANO de MEDIA Acesso, Maiores 23 Anos, Mudança de Curso, Transferências e Reingressos Campanha PORTAL SAPO = Total de Impressões - Campanha Marketing (pág. html) = impressões - Campanha Banner (Mrec), 30 dias, Portal Sapo = impressões - Campanha SMS (texto) = impressões - Campanha Sapo Mobile-Notícias (Gif), 30 dias = impressões Divulgação ONLINE Gabinete de Imagem - Centros de Novas Oportunidades, Bibliotecas e Câmaras Municipais: Marketing (pág. html) = envios Divulgação nas EMISSÕES de TV da Universidade Aberta - De fevereiro a 28 de março = 8 emissões Divulgação na IMPRENSA ESCRITA de expansão nacional - Anúncios = 10 inserções Distribuição de DESDOBRÁVEIS dos Cursos da UAb exemplares Distribuição de FLYERS - Candidaturas aos Cursos da UAb exemplares CARTAZES A2 (Impressos) - CLA s: Abrantes; Coruche; Grândola; Mêda; Peso da Régua; Ponte de Lima; Sabugal; Praia da Vitória; S. Miguel. CARTAZ DESDOBRÁVEL com os Cursos da UAb (ficheiros digitais) - CLA de Abrantes, Meda e Ponte de Lima. fevereiro de 2009 CARTAZES A3 (15 jun. a 10 jul. 09 / ficheiros digitais) 20

21 SERVIÇOS DE APOIO AO REITOR Gabinete de Imagem Candidatos: Mudança de Curso, Transferências e Reingressos - CLA s: Abrantes; Coruche; Grândola; Mêda; Peso da Régua; Ponte de Lima; Sabugal; Praia da Vitória; S. Miguel. OUTDOORS - Abertura de Candidaturas da UAb (ficheiros digitais) - CLA de Peso da Régua e Ponte de Lima. DESDOBRÁVEL com a Oferta Pedagógica do DCeT - Departamento de Ciências e Tecnologias exemplares CANDIDATURAS AOS CURSOS 2º CICLO CARTAZES para divulgação dos mestrados da UAb (ficheiros digitais): - Administração e Gestão Educacional - Comércio Eletrónico e Internet - Ciências do Consumo Alimentar - Cidadania Ambiental e participação - Comunicação em Saúde - Estudos sobre as Mulheres - Estatística matemática e computação - Gestão - Estudos de Cinema - Estudos do Património - Estudos Euro-Asiáticos - Estudos Portugueses Multidisciplinares - Expressão Gráfica e Audiovisual - Relações Interculturais - Supervisão pedagógica - Pós Graduação Português Língua Não Materna Divulgação nas EMISSÕES de TV da Universidade Aberta CURSOS DE APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA Elaboração de conteúdos para anúncios e desdobráveis. Negociação e compra de espaços na imprensa para anúncios. Divulgação da oferta pedagógica de ALV. Divulgação na IMPRENSA ESCRITA - Anúncios = 10 inserções Divulgação nas EMISSÕES de TV da Universidade Aberta Distribuição de DESDOBRÁVEIS dos cursos de ALV exemplares VÍDEOS PROMOCIONAIS da UAb Elaboração de conteúdos. Spot Publicitário da UAb Institucional 30 julho de 2009, CLA da Praia a Vitória Terceira Guião para vídeo institucional da UAb fevereiro de ENVIO DE MATERIAL PROMOCIONAL PARA DIVERSOS EVENTOS 21

Findo o segundo quadrimestre (janeiro- agosto 2011) da atividade do gabinete de

Findo o segundo quadrimestre (janeiro- agosto 2011) da atividade do gabinete de GABINETE DE FORMAÇÃO PRÓ-REITORIA PARA O DESENVOLVIMENTO E INTERNACIONALIZAÇÃO Volume 1 Número 2 MAIO/ AGOSTO 2011 Ficha Técnica Director: António José Silva 1 - EDITORIAL Equipa GFORM: Cristiana Rego,

Leia mais

REGULAMENTO DO PRIMEIRO CICLO DE ESTUDOS EM PUBLICIDADE E RELAÇÕES PÚBLICAS

REGULAMENTO DO PRIMEIRO CICLO DE ESTUDOS EM PUBLICIDADE E RELAÇÕES PÚBLICAS REGULAMENTO DO PRIMEIRO CICLO DE ESTUDOS EM PUBLICIDADE E RELAÇÕES PÚBLICAS REGULAMENTO DO PRIMEIRO CICLO DE ESTUDOS EM PUBLICIDADE E RELAÇÕES PÚBLICAS O presente regulamento foi homologado pelo Presidente

Leia mais

DESPACHO. Estrutura Orgânica dos Serviços da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa.

DESPACHO. Estrutura Orgânica dos Serviços da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa. DESPACHO N.º07/2014 Data: 2014/02/11 Para conhecimento de: Pessoal Docente, Discente e Não Docente ASSUNTO: Estrutura Orgânica dos Serviços da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa. Os Estatutos

Leia mais

Plano Estratégico da Universidade Aberta 2011-2015

Plano Estratégico da Universidade Aberta 2011-2015 Plano Estratégico da Universidade Aberta 2011-2015 Paulo Maria Bastos da Silva Dias Índice 1. Nota de Abertura... 1 2. Áreas de Intervenção e Desenvolvimento... 4 2.1 Formação e Aprendizagem ao Longo da

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação Especialização: Educação Intercultural Edição Instituto de Educação da Universidade de Lisboa julho de 2015

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Curso Pós-Graduado de Especialização em Educação Especialização: Liderança e Gestão Intermédia na Escola Edição Instituto de Educação

Leia mais

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES 2015 2 Formar gestores e quadros técnicos superiores, preparados científica e tecnicamente para o exercício de funções na empresa

Leia mais

Guia de Curso. Administração e Gestão Educacional. Mestrado em. 15ª Edição. Universidade Aberta Departamento de Educação e Ensino a Distância

Guia de Curso. Administração e Gestão Educacional. Mestrado em. 15ª Edição. Universidade Aberta Departamento de Educação e Ensino a Distância Universidade Aberta Sede R. da Escola Politécnica, 147 1269-001 Lisboa Campus do Taguspark Av. J. Delors, Edifício Inovação I 2740-122 Porto Salvo, Oeiras Coordenadora: Guia de Curso Lídia Grave-Resendes

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação Especialização: História da Educação (Regime a Distância) Edição Instituto de Educação da Universidade de

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO 2016-2019 INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA

PLANO ESTRATÉGICO 2016-2019 INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA PLANO ESTRATÉGICO 2016-2019 INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA FICHA TÉCNICA Publicação editada ao abrigo do novo Acordo Ortográfico, exceto a transposição de conteúdos de documentos elaborados

Leia mais

REGULAMENTO DO SEGUNDO CICLO DE ESTUDOS EM COMUNICAÇÃO E MARKETING

REGULAMENTO DO SEGUNDO CICLO DE ESTUDOS EM COMUNICAÇÃO E MARKETING REGULAMENTO DO SEGUNDO CICLO DE ESTUDOS EM COMUNICAÇÃO E MARKETING REGULAMENTO DO SEGUNDO CICLO DE ESTUDOS EM COMUNICAÇÃO E MARKETING O presente regulamento foi homologado pelo Presidente da ESEV, a 18

Leia mais

ANÁLISE SWOT DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS

ANÁLISE SWOT DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS ENCONTRO DA COMISSÃO SECTORIAL PARA A EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO CS/11 ANÁLISE SWOT DO ENSINO SUPERIOR PORTUGUÊS OPORTUNIDADES, DESAFIOS E ESTRATÉGIAS DE QUALIDADE APRESENTAÇÃO DO TRABALHO GT2 - Ensino Superior

Leia mais

Relatório de atividades do IPAM- Aveiro

Relatório de atividades do IPAM- Aveiro Relatório de atividades do IPAM- Aveiro 2013 2014 Índice INTRODUÇÃO... 4 1. Grau de cumprimento do plano estratégico e do plano anual e dos respetivos objetivos... 5 Enquadramento: plano e objetivos...

Leia mais

Critérios e metodologia de admissão e de classificação e ordenação dos candidatos

Critérios e metodologia de admissão e de classificação e ordenação dos candidatos CONCURSO DOCUMENTAL PARA UM LUGAR DE PROFESSOR COORDENADOR PARA O SETOR DE ÁREAS DISCIPLINARES DE CIÊNCIAS SOCIAIS ÁREA DISCIPLINAR DE SOCIOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO E DA MUDANÇA SOCIAL. Critérios e metodologia

Leia mais

Realização das Noites de Sociologia, encontro tertúlia subordinado a um tema, e que habitualmente se realiza em junho.

Realização das Noites de Sociologia, encontro tertúlia subordinado a um tema, e que habitualmente se realiza em junho. Índice 1. Introdução... 3 2. Atividades científicas, de formação e divulgação....3 3. Publicações.. 3 4. Internet... 4 5. Secções Temáticas e Núcleos Regionais 4 6. Outras atividades....4 2 1. Introdução

Leia mais

Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Programa de Acção. Luis Filipe Baptista

Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Programa de Acção. Luis Filipe Baptista Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique Programa de Acção Luis Filipe Baptista ENIDH, Setembro de 2013 Motivações para esta candidatura A sociedade actual está a mudar muito

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO EM CIDADANIA, CONFIANÇA E RESPONSABILIDADE SOCIAL

EDITAL MESTRADO EM COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO EM CIDADANIA, CONFIANÇA E RESPONSABILIDADE SOCIAL EDITAL MESTRADO EM COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO EM CIDADANIA, CONFIANÇA E RESPONSABILIDADE SOCIAL (Edição 2012-2014) Nos termos do Decreto-Lei nº 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei

Leia mais

Escola Superior de Educação João de Deus. Regulamento do Secretariado Gabinete de Comunicação Institucional Gabinete de Audiovisuais e Multimédia

Escola Superior de Educação João de Deus. Regulamento do Secretariado Gabinete de Comunicação Institucional Gabinete de Audiovisuais e Multimédia do Secretariado Gabinete de Comunicação Institucional Gabinete de Audiovisuais e Multimédia 1 Secretariado Capítulo I Funções Gerais Art. 1.º O Secretariado é um serviço da Escola Superior de Educação

Leia mais

REGULAMENTO DO PRIMEIRO CICLO DE ESTUDOS EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL

REGULAMENTO DO PRIMEIRO CICLO DE ESTUDOS EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL REGULAMENTO DO PRIMEIRO CICLO DE ESTUDOS EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL REGULAMENTO DO PRIMEIRO CICLO DE ESTUDOS EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL O presente regulamento foi homologado pelo Presidente da ESEV, a 18 de maio

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação Especialização: Administração Educacional Edição Instituto de Educação da Universidade de Lisboa julho de

Leia mais

Página 1 de 6 27-11- Cla Sabugal Página inicial Cla Sabugal Universidade A Cronologia Recente Estado Foto ou vídeo Evento da vida Cronologia Sobre Amigos 4382 Fotos Mais Atualizar informação Ver Registo

Leia mais

Estratégia de Dinamização e de Divulgação

Estratégia de Dinamização e de Divulgação Estratégia de Dinamização e de Divulgação Plano de Ação de 2015 FEVEREIRO 2015 1 Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. VISÃO DA BOLSA DE TERRAS... 4 3. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS - LINHAS GERAIS DA ESTRATÉGIA... 5

Leia mais

Programa de Graduação Internacional em Dupla Titulação GCUB/UC Edital GCUB nº. 002/2010

Programa de Graduação Internacional em Dupla Titulação GCUB/UC Edital GCUB nº. 002/2010 1 Programa de Graduação Internacional em Dupla Titulação GCUB/UC Edital GCUB nº. 002/2010 A Associação Grupo Coimbra de Dirigentes de Universidades Brasileiras (GCUB), formalmente constituída em 27 de

Leia mais

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL Diretor Geral O Diretor Geral supervisiona e coordena o funcionamento das unidades orgânicas do Comité Olímpico de Portugal, assegurando o regular desenvolvimento das suas

Leia mais

Plano de Atividades 2014

Plano de Atividades 2014 Plano de Atividades 2014 Escola de Ciências Universidade do Minho 1. Missão A Escola de Ciências tem como missão gerar, difundir e aplicar conhecimento no âmbito das Ciências Exatas e da Natureza e domínios

Leia mais

PEDIDO ESPECIAL DE RENOVAÇÃO DA ACREDITAÇÃO DE CICLO DE ESTUDOS NÃO-ALINHADO (PERA) Guião de apresentação do pedido

PEDIDO ESPECIAL DE RENOVAÇÃO DA ACREDITAÇÃO DE CICLO DE ESTUDOS NÃO-ALINHADO (PERA) Guião de apresentação do pedido PEDIDO ESPECIAL DE RENOVAÇÃO DA ACREDITAÇÃO DE CICLO DE ESTUDOS NÃO-ALINHADO (PERA) (Ensino Universitário e Politécnico) Guião de apresentação do pedido Versão 1.0 março de 2015 0. Âmbito do guião e síntese

Leia mais

2015/2016. Página 1 de 11 I. NOTA INTRODUTÓRIA 2. EIXOS ESTRATÉGICOS 2.1. OFERTA EDUCATIVA, NOVOS PÚBLICOS, ATRATIVIDADE. Código IMP.EM.EI.

2015/2016. Página 1 de 11 I. NOTA INTRODUTÓRIA 2. EIXOS ESTRATÉGICOS 2.1. OFERTA EDUCATIVA, NOVOS PÚBLICOS, ATRATIVIDADE. Código IMP.EM.EI. 2015/2016 I. NOTA INTRODUTÓRIA A missão, os princípios e os valores de uma instituição são fulcrais para a sua definição estratégica, conforme expresso nos seus estatutos. O Instituto Superior de Ciências

Leia mais

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Na Escola Superior de Educação

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Na Escola Superior de Educação IDENTIFICAÇÃO PESSOAL Maria Luísa de Solla Mendes da Fonseca Data de nascimento: 7 de Novembro de 1950 BI nº 6065179 Lisboa Rua Sacadura Cabral, 76, 1ºEsq.- Cruz Quebrada 1495-713 Lisboa Telefone: 965009978

Leia mais

REGULAMENTO ORGÂNICO DOS SERVIÇOS DO ISA

REGULAMENTO ORGÂNICO DOS SERVIÇOS DO ISA Deliberação nº /2011 Considerando que, nos termos do nº 3 do artigo 12º dos Estatutos do Instituto Superior de Agronomia, compete ao Conselho de Gestão do Instituto Superior de Agronomia (ISA), aprovar,

Leia mais

Regulamento Erasmus 2011/2012

Regulamento Erasmus 2011/2012 1. Preâmbulo O Programa Erasmus tem como objetivo geral apoiar a criação de um Espaço Europeu de Ensino Superior e reforçar o contributo do ensino superior para, entre outros, o processo de inovação a

Leia mais

REGULAMENTO DO CENTRO DE ATIVIDADES E RECURSOS CAR

REGULAMENTO DO CENTRO DE ATIVIDADES E RECURSOS CAR REGULAMENTO DO CENTRO DE ATIVIDADES E RECURSOS CAR INDÍCE A) Noção... 2 B) Objetivos... 2 C) Destinatários... 2 D) Serviços do Centro de Atividades e Recursos (C.A.R.)... 2 E) Atividades... 3 F) Condições

Leia mais

ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE ACEF/1112/03877 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Da Beira Interior A.1.a. Identificação

Leia mais

Regulamento de Transição Curricular e Plano de Creditações para o Ano Letivo 2015/2016

Regulamento de Transição Curricular e Plano de Creditações para o Ano Letivo 2015/2016 Regulamento de Transição Curricular e Plano de Creditações para o Ano Letivo 201/201 Os cursos de 1º ciclo da ESCS, estruturam- se num Plano de Estudos de seis semestres curriculares num total de 180 ECTS

Leia mais

ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Do Minho A.1.a. Identificação

Leia mais

CTSP e Pós-Graduações THE MARKETING SCHOOL. porto. aveiro. lisboa

CTSP e Pós-Graduações THE MARKETING SCHOOL. porto. aveiro. lisboa CTSP e Pós-Graduações THE MARKETING SCHOOL porto. aveiro. lisboa LICENCIATURA & MESTRADO THE MARKETING SCHOOL Somos uma escola vocacionada essencialmente para as empresas e mercados. Queremos qualificar

Leia mais

Diário da República, 2.ª série N.º 155 11 de agosto de 2015 22537. CAPÍTULO I Princípios gerais ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO DO ESTORIL

Diário da República, 2.ª série N.º 155 11 de agosto de 2015 22537. CAPÍTULO I Princípios gerais ESCOLA SUPERIOR DE HOTELARIA E TURISMO DO ESTORIL Diário da República, 2.ª série N.º 155 11 de agosto de 2015 22537 31 de agosto, e alterado pela Lei n.º 7/2010, de 13 de maio, autorizo a abertura dos seguintes concursos para recrutamento de professores:

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DE SANTARÉM - PLANO DE ATIVIDADES 2015 PLANO DE ATIVIDADES. Janeiro 2015

ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DE SANTARÉM - PLANO DE ATIVIDADES 2015 PLANO DE ATIVIDADES. Janeiro 2015 ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DE SANTARÉM - PLANO DE ATIVIDADES PLANO DE ATIVIDADES Aprovado em reunião de Assembleia da Escola de 07 de janeiro de Janeiro 1 ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DE SANTARÉM - PLANO DE

Leia mais

Vou entrar no Ensino Secundário. E agora? Que via escolher?

Vou entrar no Ensino Secundário. E agora? Que via escolher? Vou entrar no Ensino Secundário. E agora? Que via escolher? A publicação da Lei n.º 85/2009, de 27 de Agosto, estabelece o regime de escolaridade obrigatória para as crianças e jovens em idade escolar,

Leia mais

DESPACHO/SP/43/2014. Artigo 1.º

DESPACHO/SP/43/2014. Artigo 1.º DESPACHO/SP/43/2014 Aprovo a seguinte alteração ao Regulamento do Mestrado em Radiologia Especialização Ósteo-articular, ministrado na Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra (ESTeSC), homologado

Leia mais

PROGRAMA DE COOPERAÇÃO PARLAMENTAR ENTRE A ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA DE PORTUGAL E A ASSEMBLEIA NACIONAL DE CABO-VERDE 2015 2017

PROGRAMA DE COOPERAÇÃO PARLAMENTAR ENTRE A ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA DE PORTUGAL E A ASSEMBLEIA NACIONAL DE CABO-VERDE 2015 2017 PROGRAMA DE COOPERAÇÃO PARLAMENTAR ENTRE A ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA DE PORTUGAL E A ASSEMBLEIA NACIONAL DE CABO-VERDE 2015 2017 I ENQUADRAMENTO DO PROGRAMA No âmbito do Protocolo de Cooperação Parlamentar

Leia mais

Licenciatura em Informática Licenciatura em Engenharia Multimédia

Licenciatura em Informática Licenciatura em Engenharia Multimédia Ensinar a saber fazer Profissionais com Futuro desde 1990 L I C E N C I A T U R A S ADEQUADAS AO PROCESSO DE BOLONHA Licenciatura em Informática Licenciatura em Engenharia Multimédia A estratégia do ISTEC

Leia mais

ISEL INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA

ISEL INSTITUTO SUPERIOR DE ENGENHARIA DE LISBOA SUPLEMENTO AO DIPLOMA (versão em português) A estrutura do suplemento ao diploma segue o modelo elaborado pela Comissão Europeia, pelo Conselho da Europa e pela UNESCO/CEPES. Tem por objetivo fornecer

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM JOGO E MOTRICIDADE NA INFÂNCIA. (Edição 2012-2014)

EDITAL MESTRADO EM JOGO E MOTRICIDADE NA INFÂNCIA. (Edição 2012-2014) 1/10 EDITAL MESTRADO EM JOGO E MOTRICIDADE NA INFÂNCIA (Edição 2012-2014) Nos termos do Decreto-Lei nº 42/2005, de 22 de fevereiro, do Decreto-Lei nº 74/2006, de 24 de março, com as alterações que lhes

Leia mais

Eixos Domínios Intervenções

Eixos Domínios Intervenções I.1. Aprendizagem ligada ao Emprego e ao Empreendedorismo I.1.1. Consolidar o observatório da empregabilidade e inserção profissional dos diplomados I.1.2. Reforçar o IPBeja Empreendedorismo I.2.1. Criar

Leia mais

Regulamento Interno do Voluntariado AEVA SERVIR

Regulamento Interno do Voluntariado AEVA SERVIR O presente regulamento interno tem como principal objetivo regular e facilitar o processo de gestão de voluntários na, sendo facultada informação no que concerne à caraterização e princípios do voluntariado,

Leia mais

Processo de melhoria. Informação escolar. Processo de avaliação. Relatório de execução do plano de melhoria 2013-2014

Processo de melhoria. Informação escolar. Processo de avaliação. Relatório de execução do plano de melhoria 2013-2014 Processo de melhoria Relatório de execução do plano de melhoria 2013-2014 Recomendações do conselho pedagógico Não houve recomendações emanadas do Conselho Pedagógico. Data de apresentação à direção/ conselho

Leia mais

GUIA DE APOIO. Documento aprovado em sede do Conselho Diretivo Nacional da Ordem dos Engenheiros em 17 de setembro de 2013

GUIA DE APOIO. Documento aprovado em sede do Conselho Diretivo Nacional da Ordem dos Engenheiros em 17 de setembro de 2013 GUIA DE APOIO Documento aprovado em sede do Conselho Diretivo Nacional da Ordem dos Engenheiros em 17 de setembro de 2013 Gabinete de Qualificação Avenida António Augusto de Aguiar, 3D 1069-030 Lisboa

Leia mais

Programa Municipal de Intervenção Vocacional EU PERTENÇO AO MEU FUTURO 12º ANO

Programa Municipal de Intervenção Vocacional EU PERTENÇO AO MEU FUTURO 12º ANO Programa Municipal de Intervenção Vocacional EU PERTENÇO AO MEU FUTURO 12º ANO FAQ s - Lista de Questões Frequentes 1 - Já escolhi o curso superior que quero frequentar. Devo ainda assim inscrever-me no

Leia mais

Índice. Quadro Referencial Avaliação do Desempenho Docente. Índice 01. Introdução 02. Pressupostos 02. Dimensões da Avaliação 03

Índice. Quadro Referencial Avaliação do Desempenho Docente. Índice 01. Introdução 02. Pressupostos 02. Dimensões da Avaliação 03 Quadro Referencial Avaliação do Desempenho Docente Índice Página Índice 01 Introdução 02 Pressupostos 02 Dimensões da Avaliação 03 Domínios e Indicadores da Avaliação 03 Níveis de Desempenho da Avaliação

Leia mais

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO PARA OS MONUMENTOS, MUSEUS E PALÁCIOS

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO PARA OS MONUMENTOS, MUSEUS E PALÁCIOS PROGRAMA DE VOLUNTARIADO PARA OS MONUMENTOS, MUSEUS E PALÁCIOS DEPENDENTES DA DGPC CARTA DO VOLUNTÁRIO (MINUTA) VOLUNTARIADO NOS MONUMENTOS, MUSEUS E PALÁCIOS DA DGPC CARTA DO VOLUNTÁRIO DE MONUMENTOS,

Leia mais

ANEXO 1 INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO

ANEXO 1 INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO ANEXO 1 INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO De acordo com a alínea b) do n.º 2 do artigo 74.º-A do ECDU, a avaliação dos docentes deve considerar as quatro vertentes de actividade académica: a) Investigação; b) Ensino;

Leia mais

Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES/ Universidade de Lisboa

Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES/ Universidade de Lisboa Programa de Licenciaturas Internacionais / (23 Dezembro de 2011) 1. Introdução 2. Objectivos 3. Organização e procedimentos 4. Regime de Titulação do Programa de Licenciaturas Internacionais /UL 5. Regime

Leia mais

Detalhe de Oferta de Emprego

Detalhe de Oferta de Emprego Detalhe de Oferta de Emprego Caracterização da Oferta Código da Oferta: OE201307/0365 Tipo Oferta: Mobilidade Interna Estado: Activa Nível Orgânico: Ministério da Educação e Ciência Orgão / Serviço: Universidade

Leia mais

EXTERNATO COOPERATIVO DA BENEDITA * Oferta Educativa Ensino Secundário

EXTERNATO COOPERATIVO DA BENEDITA * Oferta Educativa Ensino Secundário 2014 / 2015 Ano Letivo EXTERNATO COOPERATIVO DA BENEDITA * Oferta Educativa Ensino Secundário * Estabelecimento de ensino integrado na rede pública. Financiado pelo Ministério da Educação ao abrigo do

Leia mais

REGULAMENTO DO MESTRADO EM DESPORTO

REGULAMENTO DO MESTRADO EM DESPORTO Instituto Politécnico de Santarém Escola Superior de Desporto de Rio Maior REGULAMENTO DO MESTRADO EM DESPORTO O presente regulamento decorre do Regulamento dos Segundos Ciclos de Estudos do Instituto

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DA JUSTIÇA REGULAMENTO. Objeto, duração e definições

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DA JUSTIÇA REGULAMENTO. Objeto, duração e definições CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO GESTÃO E ORGANIZAÇÃO DA JUSTIÇA REGULAMENTO Objeto, duração e definições Artigo 1.º Objecto do Curso 1. O Curso de Especialização em Gestão e Organização da Justiça é um Curso de

Leia mais

AGENDA 21 LOCAL CONDEIXA-A-NOVA

AGENDA 21 LOCAL CONDEIXA-A-NOVA AGENDA 21 LOCAL CONDEIXA-A-NOVA PLANO DE COMUNICAÇÃO E DIVULGAÇÃO Deliverable 4 Fase 2 Novembro 2008 1 P á g i n a Índice 1. Objectivos... 3 2. Públicos-alvo... 4 3. Estratégia de Comunicação... 5 3.1

Leia mais

MINISTÉRIOS DAS FINANÇAS E DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS

MINISTÉRIOS DAS FINANÇAS E DOS NEGÓCIOS ESTRANGEIROS Diário da República, 1.ª série N.º 118 20 de junho de 2012 3057 Designação dos cargos dirigentes ANEXO Mapa a que se refere o artigo 9.º Qualificação dos cargos dirigentes Grau Número de lugares Diretor

Leia mais

Ministério d. Decreto-lei n.º

Ministério d. Decreto-lei n.º A melhoria da qualidade do ensino constitui um dos desafios centrais da política do XIX Governo Constitucional. A valorização profissional dos docentes, através de um investimento na formação contínua,

Leia mais

19 de Dezembro de 2009

19 de Dezembro de 2009 UNIVERSIDADE DE CABO VERDE Assunto: Relatório da Missão da Universidade de Cabo Verde a França para a identificação de áreas de cooperação entre a Universidade de Cabo Verde (Uni-CV) e as Universidades

Leia mais

Gestão Bancária Gestão e Sistemas de Informação

Gestão Bancária Gestão e Sistemas de Informação Gestão Bancária Gestão e Sistemas de Informação O Instituto Superior de Gestão Bancária (ISGB) é um estabelecimento de ensino superior dirigido preferencialmente às necessidades de todo o Setor Financeiro.

Leia mais

EXAMES ÉPOCA ESPECIAL

EXAMES ÉPOCA ESPECIAL EXAMES ÉPOCA ESPECIAL ANO LETIVO 2014/2015 LICENCIATURAS MESTRADOS PÓS-GRADUAÇÃO EXAMES ÉPOCA ESPECIAL 2014/2015 LICENCIATURA // AUDIOVISUAL E MULTIMÉDIA 4º Semestre 1º Semestre Teorias da Comunicação

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES 2013

PLANO DE ACTIVIDADES 2013 PLANO DE ACTIVIDADES 2013 Documento elaborado por: Teresa Paiva Diretora da UDI Índice I. INTRODUÇÃO 1 1.1.Enquadramento, Missão e Estratégia 1 1.2.Breve caracterização do ambiente interno e externo 1

Leia mais

36070 Diário da República, 2.ª série N.º 245 18 de dezembro de 2013

36070 Diário da República, 2.ª série N.º 245 18 de dezembro de 2013 36070 Diário da República, 2.ª série N.º 245 18 de dezembro de 2013 c) Definição dos serviços a prestar e dos níveis indicativos a assegurar; d) Definição de requisitos e recursos, nomeadamente espaço

Leia mais

Apresentação de Resultados Plano de Ações de Melhoria. www.anotherstep.pt

Apresentação de Resultados Plano de Ações de Melhoria. www.anotherstep.pt Apresentação de Resultados Plano de Ações de Melhoria www.anotherstep.pt 2 Sumário Ponto de situação Plano de Ações de Melhoria PAM Enquadramento e planeamento Selecção das Ações de Melhoria Fichas de

Leia mais

Guião para a autoavaliação. Ciclo de estudos em funcionamento. (Ensino Universitário e Politécnico)

Guião para a autoavaliação. Ciclo de estudos em funcionamento. (Ensino Universitário e Politécnico) Guião para a autoavaliação Ciclo de estudos em funcionamento (Ensino Universitário e Politécnico) Guião ACEF 2014/2015 PT (Revisão aprovada em 26.03.2014) Caracterização do pedido A1. Instituição de ensino

Leia mais

Guia de Curso. Arte e Educação. Mestrado em. Universidade Aberta Departamento de Educação e Ensino a Distância

Guia de Curso. Arte e Educação. Mestrado em. Universidade Aberta Departamento de Educação e Ensino a Distância Universidade Aberta Sede R. da Escola Politécnica, 147 1269-001 Lisboa Coordenador e Vice Coordenador do Curso Amílcar Martins E-mail: Amilcar.Martins@uab.pt Guia de Curso Daniela Melaré Vieira Barros

Leia mais

design de jogos digitais o essencial da licenciatura

design de jogos digitais o essencial da licenciatura design de jogos digitais o essencial da licenciatura ÍNDICE ciclo de estudos plano de estudos metodologias de ensino perfil de saída candidaturas ipb virtual Dados do ciclo de estudos ciclo de estudos

Leia mais

ACEF/1314/21732 Relatório final da CAE

ACEF/1314/21732 Relatório final da CAE ACEF/1314/21732 Relatório final da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de Ensino Superior / Entidade Instituidora: Universidade De Lisboa A.1.a. Outras Instituições

Leia mais

EDITAL. MESTRADO EM COMÉRCIO ELECTRÓNICO (3ª Edição 2012/2014)

EDITAL. MESTRADO EM COMÉRCIO ELECTRÓNICO (3ª Edição 2012/2014) EDITAL MESTRADO EM COMÉRCIO ELECTRÓNICO (3ª Edição 2012/2014) Nos termos do Decreto-Lei nº 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei nº 74/200, de 24 de Março, com as alterações que lhes foram introduzidas

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO PLANO DE MELHORIA

ESCOLA SECUNDÁRIA MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO PLANO DE MELHORIA ESCOLA SECUNDÁRIA MARIA AMÁLIA VAZ DE CARVALHO PLANO DE MELHORIA 2012-2015 PLANO DE MELHORIA (2012-2015) 1. CONTEXTUALIZAÇÃO DO PROCESSO Decorreu em finais de 2011 o novo processo de Avaliação Externa

Leia mais

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA. Instituto Superior de Economia e Gestão

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA. Instituto Superior de Economia e Gestão UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA Instituto Superior de Economia e Gestão Faz -se saber que, perante o Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade Técnica de Lisboa (adiante designado por Instituto),

Leia mais

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015

.: Instrumentos de financiamento de apoio à competitividade no âmbito do Portugal 2020. 14 de Janeiro de 2015 14 de Janeiro de 2015 O que é o Portugal 2020? O Portugal 2020 é um Acordo de Parceria assinado entre Portugal e a Comissão Europeia, que reúne a atuação dos 5 fundos estruturais e de investimento europeus

Leia mais

O INSTITUTO POLITÉCNICO DE MACAU e os seus projectos no âmbito da Língua Portuguesa

O INSTITUTO POLITÉCNICO DE MACAU e os seus projectos no âmbito da Língua Portuguesa O INSTITUTO POLITÉCNICO DE MACAU e os seus projectos no âmbito da Língua Portuguesa Carlos Ascenso André Luciano Rodrigues de Almeida Vítor Silva Instituto Politécnico de Macau Obs. Macau não adoptou ainda

Leia mais

REGULAMENTO. Tesouraria. Elaborado por: Aprovado por: Versão Direção do ISPA - CRL. Direção do ISPA - CRL 1.14

REGULAMENTO. Tesouraria. Elaborado por: Aprovado por: Versão Direção do ISPA - CRL. Direção do ISPA - CRL 1.14 Tesouraria REGULAMENTO Elaborado por: Aprovado por: Versão Direção do ISPA - CRL Direção do ISPA - CRL O presidente da Direção do ISPA - CRL (Prof. Doutor Emanuel Gonçalves) O presidente da Direção do

Leia mais

1. Objectivos. 2. Destinatários. 3. Competências

1. Objectivos. 2. Destinatários. 3. Competências DEPARTAMENTO DE POLÍTICA E TRABALHO SOCIAL REGULAMENTO DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DE LIDERANÇA E GESTÃO DE EQUIPAMENTOS SOCIAIS 1ª EDIÇÃO 2013/2014. 1 1. Objectivos Na sociedade atual as organizações de

Leia mais

Relatório de Actividades de 2004

Relatório de Actividades de 2004 Relatório de Actividades de 2004 1. Direcção A direcção da ABIC, como é da sua competência, durante o ano de 2004 coordenou e desenvolveu as seguintes actividades no sentido de cumprir o plano de actividades

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM INFORMÁTICA APLICADA. (Edição 2015-2017)

EDITAL MESTRADO EM INFORMÁTICA APLICADA. (Edição 2015-2017) EDITAL MESTRADO EM INFORMÁTICA APLICADA (Edição 2015-2017) Nos termos do Decreto-Lei nº 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei nº 74/2006, de 24 de Março, com as alterações que lhes foram introduzidas

Leia mais

VISEU TERCEIRO. Programa de Apoio Direto à Cultura e Criatividade. Normas de Acesso e Apoio. Enquadramento

VISEU TERCEIRO. Programa de Apoio Direto à Cultura e Criatividade. Normas de Acesso e Apoio. Enquadramento VISEU TERCEIRO Programa de Apoio Direto à Cultura e Criatividade 2015 Normas de Acesso e Apoio Enquadramento A atividade de criação e programação exercida por entidades, grupos e pessoas singulares no

Leia mais

Relatório de atividades do Conselho Geral

Relatório de atividades do Conselho Geral ESCOLA SECUNDÁRIA DA RAMADA Relatório de atividades do Conselho Geral ESCOLA SECUNDÁRIA DA RAMADA Uma Educação de Qualidade para Construir o Futuro 2009/2011 RELATÓRIO DE ATIVIDADES DO CONSELHO GERAL (2009-2011)

Leia mais

Regulamento Interno Torres Vedras, 9 novembro de 2015

Regulamento Interno Torres Vedras, 9 novembro de 2015 Regulamento Interno Torres Vedras, 9 novembro de 2015 INDICE PREÂMBULO... 3 PARTE I - PRINCÍPIOS GERAIS... 3 PARTE II DIREÇÃO E GESTÃO... 6 Capítulo I - Estruturas de Direção e Gestão... 6 Capítulo II

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO REGULAMENTO DO DOUTORAMENTO EM CIÊNCIAS JURÍDICAS SEM CURSO DE DOUTORAMENTO

ESCOLA DE DIREITO REGULAMENTO DO DOUTORAMENTO EM CIÊNCIAS JURÍDICAS SEM CURSO DE DOUTORAMENTO ESCOLA DE DIREITO REGULAMENTO DO DOUTORAMENTO EM CIÊNCIAS JURÍDICAS SEM CURSO DE DOUTORAMENTO UNIVERSIDADE DO MINHO 2008 REGULAMENTO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE À OBTENÇÃO DO GRAU DE DOUTOR EM CIÊNCIAS

Leia mais

ACEF/1213/23052 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1213/23052 Relatório preliminar da CAE ACEF/1213/23052 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de Ensino Superior / Entidade Instituidora: ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa

Leia mais

Estatuto Orgânico do Ministério da Ciência e Tecnologia

Estatuto Orgânico do Ministério da Ciência e Tecnologia Estatuto Orgânico do Ministério da Ciência e Tecnologia Conselho de Ministros Decreto Lei n.º 15/99 De 8 de Outubro Considerando que a política científica tecnológica do Governo propende para uma intervenção

Leia mais

CURRICULUM VITAE IDENTIFICAÇÃO

CURRICULUM VITAE IDENTIFICAÇÃO CURRICULUM VITAE IDENTIFICAÇÃO NOME: Jorge Ferreira Dias de Figueiredo EMAIL : jfig@oniduo.pt e jfigueiredo@esce.ipvc.pt LOCAL E DATA DE NASCIMENTO: Póvoa de Varzim, 8 de Maio de 1965. FORMAÇÃO ESCOLAR

Leia mais

Escola Superior de Educação João de Deus. Regulamento de Estudos dos Cursos de Especialização Tecnológica (CET)

Escola Superior de Educação João de Deus. Regulamento de Estudos dos Cursos de Especialização Tecnológica (CET) Regulamento de Estudos dos Cursos de Especialização Tecnológica (CET) Preâmbulo A criação de oportunidades de formação para públicos diversos, com necessidades específicas, tem sido, desde sempre, uma

Leia mais

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM

CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM CANDIDATURA À DIRECÇÃO DA UNIDADE DE INVESTIGAÇÃO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM Pedro Jorge Richheimer Marta de Sequeira Marília Oliveira Inácio Henriques 1 P á g i n a 1. Enquadramento da Candidatura

Leia mais

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - ANO LETIVO 2011/2012

PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - ANO LETIVO 2011/2012 Biblioteca Escolar GIL VICENTE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS GIL VICENTE ESCOLA GIL VICENTE EB1 CASTELO BIBLIOTECA ESCOLAR PLANO ANUAL DE ATIVIDADES - ANO LETIVO 2011/2012 As atividades constantes do presente

Leia mais

Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES/UC

Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES/UC Programa de Licenciaturas Internacionais CAPES/ Edital nº 008/2011/CAPES A Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), por meio de sua Diretoria de Relações Internacionais,

Leia mais

Manual da Qualidade. Logo da certificação 05-11-2014 MQ-01/09

Manual da Qualidade. Logo da certificação 05-11-2014 MQ-01/09 Logo da certificação 1 Apresentação do Instituto Politécnico de Lisboa Os Serviços da Presidência do Instituto Politécnico Lisboa (IPL) apoiam o Presidente na coordenação das atividades das várias unidades

Leia mais

CET. Gestão Administrativa de Recursos Humanos Secretariado de Direção e Comunicação Empresarial Técnicas de Turismo Ambiental Gestão Comercial

CET. Gestão Administrativa de Recursos Humanos Secretariado de Direção e Comunicação Empresarial Técnicas de Turismo Ambiental Gestão Comercial CET Cursos de Especialização Tecnológica Gestão Administrativa de Recursos Humanos Secretariado de Direção e Comunicação Empresarial Técnicas de Turismo Ambiental Gestão Comercial GESTÃO ADMINISTRATIVA

Leia mais

REGULAMENTO. Estudante Internacional

REGULAMENTO. Estudante Internacional Estudante Internacional REGULAMENTO Elaboradopor: Aprovado por: Versão Gabinete de Apoio à Reitoria Reitor 1.1 Revisto e confirmadopor: de Aprovação Inicial Secretario Geral 11 de Agosto 2014 de aplicação

Leia mais

CURRICULUM VITAE. José Carlos Salgueiro Vasconcelos e Sá. Lisboa, Fevereiro de 2015

CURRICULUM VITAE. José Carlos Salgueiro Vasconcelos e Sá. Lisboa, Fevereiro de 2015 CURRICULUM VITAE DE José Carlos Salgueiro Vasconcelos e Sá Lisboa, Fevereiro de 2015 I - DADOS PESSOAIS NOME - José Carlos Salgueiro de Vasconcelos e Sá MORADA - Rua Prof. Henrique Vilhena 11, 1 - D 1600

Leia mais

VOLUNTARIADO REGULAMENTO INTERNO

VOLUNTARIADO REGULAMENTO INTERNO VOLUNTARIADO REGULAMENTO INTERNO INDICE 1. NOTA PRÉVIA... 3 2. VOLUNTARIADO... 4 3. VOLUNTÁRIO... 4 3.1. Direitos e Deveres do Voluntário... 5 4. MODELO DE GESTÃO DO VOLUNTARIADO... 7 4.1. Levantamento

Leia mais

MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA

MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA Pág.: 1/10 HISTÓRICO DO DOCUMENTO / EMISSÃO Data Ver. Objeto da Revisão Elab. / Verif. (Função / Nome / Assinatura(*)) C. Técnicocientífica/ S. Iglésias Aprovação (Função / Nome / Assinatura(*)) Diretora/

Leia mais

em - Corporate Reporting (1.ª Edição) Executive Master

em - Corporate Reporting (1.ª Edição) Executive Master www. indeg. iscte-iul. pt EXPERIÊNCIA DE IMERSÃO AVANÇADA NO STATE OF THE ART E NAS ALTERAÇÕES MAIS RECENTES NAS TEMÁTICAS, NORMATIVAS E MÉTODOS DE REPORTE INTEGRADO DAS ORGANIZAÇÕES VISANDO UM DESEMPENHO

Leia mais

AGÊNCIA DE AVALIAÇÃO E ACREDITAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR A3ES PARTICIPAÇÃO DOS ESTUDANTES NAS COMISSÕES DE AVALIAÇÃO EXTERNA - EXERCÍCIO EXPERIMENTAL -

AGÊNCIA DE AVALIAÇÃO E ACREDITAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR A3ES PARTICIPAÇÃO DOS ESTUDANTES NAS COMISSÕES DE AVALIAÇÃO EXTERNA - EXERCÍCIO EXPERIMENTAL - AGÊNCIA DE AVALIAÇÃO E ACREDITAÇÃO DO ENSINO SUPERIOR A3ES PARTICIPAÇÃO DOS ESTUDANTES NAS COMISSÕES DE AVALIAÇÃO EXTERNA - EXERCÍCIO EXPERIMENTAL - Sónia Cardoso e Sérgio Machado dos Santos Gabinete de

Leia mais

FICHA TÉCNICA. Título Estatísticas da Educação 2008/2009 - Adultos

FICHA TÉCNICA. Título Estatísticas da Educação 2008/2009 - Adultos FICHA TÉCNICA Título Estatísticas da Educação 2008/2009 - Adultos Autoria Gabinete de Estatística e Planeamento da Educação (GEPE) Direcção de Serviços de Estatística Edição Gabinete de Estatística e Planeamento

Leia mais