Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso - Ano XXXII - Cuiabá/MT DISPONIBILIZADO na Segunda-Feira, 9 de Junho de Edição nº 7870

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso - Ano XXXII - Cuiabá/MT DISPONIBILIZADO na Segunda-Feira, 9 de Junho de 2008 - Edição nº 7870"

Transcrição

1 Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso - Ano XXXII - Cuiabá/MT DISPONIBILIZADO na Segunda-Feira, 9 de Junho de Edição nº 7870 Poder Judiciário TRIBUNAL PLENO Des. Paulo Inácio Dias Lessa - Presidente Des. Benedito Pereira do Nascimento Desa. Shelma Lombardi de Kato Des. Licínio Carpinelli Stefani Des. Leônidas Duarte Monteiro Des. José Ferreira Leite Des. José Jurandir de Lima Des. Munir Feguri Des. Antônio Bitar Filho Des. José Tadeu Cury Des. Mariano Alonso Ribeiro Travassos Des. Orlando de Almeida Perri Des. Jurandir Florêncio de Castilho Des. Rubens de Oliveira Santos Filho Des. Manoel Ornellas de Almeida Des. Donato Fortunato Ojeda Des. Paulo da Cunha Des. José Silvério Gomes Des. Omar Rodrigues de Almeida Des. Diocles de Figueiredo Des. José Luiz de Carvalho Des. Sebastião de Moraes Filho Des. Juracy Persiani Des. Evandro Stábile Des. Márcio Vidal Des. Rui Ramos Ribeiro Des. Guiomar Teodoro Borges Desa. Maria Helena Gargaglione Póvoas Des. Juvenal Pereira da Silva Des. Carlos Alberto Alves da Rocha ÓRGÃO ESPECIAL Sessões: 2ª e 4ª - Quintas-feiras do mês Matéria Judiciária - Plenário 01 Sessões: 3ª - Quinta-feira do mês Matéria Administrativa - Plenário 01 Des. Paulo Inácio Dias Lessa - Presidente Des. Benedito Pereira do Nascimento Desa. Shelma Lombardi de Kato Des. Licínio Carpinelli Stefani Des. Leônidas Duarte Monteiro Des. José Ferreira Leite Des. José Jurandir de Lima Des. Munir Feguri Des. Antônio Bitar Filho Des. José Tadeu Cury Des. Mariano Alonso Ribeiro Travassos Des. Orlando de Almeida Perri Des. Jurandir Florêncio de Castilho Des. Rubens de Oliveira Santos Filho Des. Manoel Ornellas de Almeida Des. Donato Fortunato Ojeda Des. Paulo da Cunha Des. José Silvério Gomes CONSELHO DA MAGISTRATURA Sessões: 4ª - Sexta-feira do mês - Salão Oval da Presidência Des. Paulo Inácio Dias Lessa - Presidente Des. Rubens de Oliveira Santos Filho - Vice-Presidente Des. Orlando de Almeida Perri - Corredor-Geral de Justiça PRIMEIRA TURMA DE CÂMARAS CÍVEIS REUNIDAS Sessões: 1ª - Terça-feira do mês - Plenário 02 Des. Licínio Carpinelli Stefani Des. Munir Feguri Des. Antônio Bitar Filho Des. José Tadeu Cury Des. Jurandir Florêncio de Castilho Des. Donato Fortunato Ojeda Des. Evandro Stábile Des. Guiomar Teodoro Borges Desa. Maria Helena Gargaglione Póvoas SEGUNDA TURMA DE CÂMARAS CÍVEIS REUNIDAS Sessões: 3ª - Terça-feira do mês - Plenário 02 Des. Benedito Pereira do Nascimento - Presidente Des. Leônidas Duarte Monteiro Des. José Ferreira Leite Des. Mariano Alonso Ribeiro Travassos Des. José Silvério Gomes Des. Sebastião de Moraes Filho Des. Juracy Persiani Des. Márcio Vidal Des. Carlos Alberto Alves da Rocha TURMA DE CÂMARAS CRIMINAIS REUNIDAS Sessões: 1ª - Quinta-feira do mês - Plenário 02 Desa. Shelma Lombardi de Kato - Presidente Des. José Jurandir de Lima Des. Manoel Ornellas de Almeida Des. Paulo da Cunha Des. Omar Rodrigues de Almeida Des. Diocles de Figueiredo Des. José Luiz de Carvalho Des. Rui Ramos Ribeiro Des. Juvenal Pereira da Silva PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL Sessões: Segundas-feiras - Plenário 03 Des. Licínio Carpinelli Stefani - Presidente Des. José Tadeu Cury Des. Jurandir Florêncio de Castilho Dr. José Mauro Bianchini Fernandes Juiz Substituto de 2º grau SEGUNDA CÂMARA CÍVEL Sessões: Quartas-feiras - Plenário 02 Des. Antônio Bitar Filho - Presidente Des. Donato Fortunato Ojeda Desa. Maria Helena Gargaglione Póvoas Dra. Clarice Claudino da Silva Juíza Substituta de 2º grau TERCEIRA CÂMARA CÍVEL Sessões: Segundas-feiras - Plenário 02 Des. Munir Feguri - Presidente Des. Evandro Stábile Des. Guiomar Teodoro Borges Dr. Antonio Horácio da Silva Neto Juiz Substituto de 2º grau QUARTA CÂMARA CÍVEL Sessões: Segundas-feiras - Plenário 01 Des. Benedito Pereira do Nascimento - Presidente Des. José Silvério Gomes Des. Márcio Vidal Dra. Marilsen Andrade Adário Juíza Substituta de 2º grau QUINTA CÂMARA CÍVEL Sessões: Quartas-feiras - Plenário 01 Des. Leônidas Duarte Monteiro - Presidente Des. Sebastião de Moraes Filho Des. Carlos Alberto Alves da Rocha SEXTA CÂMARA CÍVEL Sessões: Quartas-feiras - Plenário 03 Des. José Ferreira Leite - Presidente Des. Mariano Alonso Ribeiro Travassos Des. Juracy Persiani Dr, Marcelo Souza de Barros Juiz Substituto de 2º grau PRIMEIRA CÂMARA CRIMINAL Sessões: Terças-feiras - Plenário 04 Desa. Shelma Lombardi de Kato - Presidente Des. Rui Ramos Ribeiro Des. Juvenal Pereira da Silva Dra. Graciema Ribeiro de Caravellas Juíza Substituta de 2º grau SEGUNDA CÂMARA CRIMINAL Sessões: Quartas-feiras - Plenário 04 Des. Manoel Ornellas de Almeida - Presidente Des. Paulo da Cunha Des. Omar Rodrigues de Almeida Dr. Carlos Roberto Correia Pinheiro Juiz Substituto de 2º grau TERCEIRA CÂMARA CRIMINAL Sessões: Segundas-feiras - Plenário 04 Des. José Jurandir de Lima - Presidente Des. Diocles de Figueiredo Des. José Luiz de Carvalho Dr. Cirio Miotto Juiz Substituto de 2º grau

2 Índice Tribunal de Justiça 5 Órgão Especial 5 Coordenadoria Judiciária 6 Primeira Câmara Cível 6 Terceira Câmara Cível 11 Quarta Câmara Cível 15 Quinta Câmara Cível 20 Sexta Câmara Cível 20 Primeira Câmara Criminal 24 Terceira Câmara Criminal 26 Segunda Turma de Câmaras Cíveis Reunidas 26 Turma de Câmaras Criminais Reunidas 27 Supervisão dos Juizados Especiais 27 2ª Turma Recursal 27 Comarcas 38 Terceira Entrância 38 Comarca de Alta Floresta 38 1ª Vara 38 2ª Vara 39 3ª Vara 39 5ª Vara 42 6ª Vara 43 Comarca de Barra do Garças 44 1ª Vara Cível 44 3ª Vara Cível 48 1ª Vara Criminal 49 2ª Vara Criminal 50 Comarca de Cáceres 51 1ª Vara Cível 51 4ª Vara Cível 52 5ª Vara Cível 54 Comarca de Sorriso 55 Diretoria do Fórum 55 3ª Vara 56 5ª Vara 63 6ª Vara 64 Comarca de Diamantino 68 1ª Vara Cível 68 Comarca de Tangará da Serra 69 1ª Vara Cível 69 2ª Vara Cível 74 3ª Vara Cível 76 5ª Vara Cível 81 Vara Especializada dos Juizados Especiais 82 Comarca de Primavera do Leste 85 2ª Vara Cível 85 Comarca de Sinop 88 1ª Vara Cível 88 2ª Vara Cível 91 3ª Var Cível 105 4ª Vara Cível 105 5ª Vara Cível 122 6ª Vara Cível 124 7ª Vara Juizado Especial 132 Segunda Entrância 136 Comarca de Água Boa 136 1ª Vara 136 2ª Vara 137 Comarca de Alto Araguaia 147 1ª Vara 147 2ª Vara 151 Comarca de Lucas do Rio Verde 160 2ª Vara 160 4ª Vara 161 Comarca de Poxoréo 161 1ª Vara 161 2ª Vara 162 Comarca de Mirassol D'Oeste 162 1ª Vara 162 2ª Vara 162 Juizado Especial Cível e Criminal 164 Comarca de Vila Rica 165 1ª Vara 165 Comarca de Nova Xavantina 165 1ª Vara 165 2ª Vara 178 Comarca de Paranatinga 178 2ª Vara 178 Comarca de Peixoto de Azevedo 180 1ª Vara 180 Comarca de Barra do Bugres 181 1ª Vara 181 Comarca de Campo Novo do Parecis 181 1ª Vara 181 2ª Vara 183 Comarca de Campo Verde 186 1ª Vara 186 2ª Vara 186 3ª Vara 189 Comarca de Canarana 195 Diretoria do Fórum 195

3 Comarca de Colíder 195 1ª Vara 195 3ª Vara 197 Juizado Especial Cível e Criminal 199 Comarca de Jaciara 200 3ª Vara 200 Comarca de Juara 200 1ª Vara 200 Juizado Especial Cível e Criminal 214 Comarca de Juína 214 1ª Vara 214 3ª Vara 216 Primeira Entrância 217 Comarca de Araputanga 217 Juizado Especial Cível e Criminal 217 Comarca de Nova Monte Verde 219 Vara Única 219 Comarca de Itaúba 221 Vara Única 221 Comarca de Paranaita 222 Vara Única 222 Comarca de Jauru 223 Vara Única 223 Comarca de Poconé 223 Vara Única 223 Comarca de Chapada dos Guimarâes 231 Juizado Especial Cível e Criminal 231 1ª Vara 231 2ª Vara 235 Comarca de Porto dos Gaúchos 236 Diretoria do Fórum 236 Vara Única 236 Comarca de São Félix do Araguaia 237 1ª Vara 237 Comarca de Juscimeira 237 Vara Única 237 Comarca de Porto Esperidião 301 Vara Única 301 Comarca de Marcelândia 301 Juizado Especial Cível e Criminal 301 Comarca de Ribeirão Cascalheira 302 Vara Única 302 Comarca de Rio Branco 302 Vara Única 302 Comarca de Nobres 303 Vara Única 303 Comarca de Dom Aquino 303 Vara Única 303 Comarca de Feliz Natal 304 Vara Única 304 Comarca de Nortelândia 308 Vara Única 308 Comarca da Terra Nova do Norte 308 Diretoria do Forúm 308 Comarca de Querência 309 Vara Única 309 Comarca de Vila Bela da Santíssima Trindade 321 Vara Única 321 Entrância Especial 322 Comarca de Cuiabá 322 Varas Especializadas da Infância e Juventude 322 1ª Vara Especializada da Infância e Juventude 322 Juizados Especiais Cíveis 322 Juizado Especial Cível - Morada da Serra 322 Juizado Especial Cível - Planalto 326 Juizado Especial Cível - Porto 328 Juizado Especial Cível - Tijucal 349 2ª Juizado Especial Cível 359 Juizados Especiais 360 Juizado Especial do Consumidor 360 Diretoria do Fórum 367 Divisão Administrativa 367 Varas Cíveis 369 1ª Vara Especializada em Direito Bancário ª Vara Cível 398 Varas Especializadas de Família e Sucessões 399 2ª Vara Especializada de Família e Sucessões 399 6ª Vara Especializada de Família e Sucessões 401 Varas Criminais 403 5ª Vara Criminal 403 9ª Vara Criminal 405

4 12ª Vara Criminal 407 Comarca de Várzea Grande 407 Varas Cíveis 407 1ª Vara Cível 407 3ª Vara Cível 412 Varas Especializadas de Família e Sucessões 413 2ª Vara Especializada da Família e Sucessões 413 Varas Criminais 414 3ª Vara Criminal 414 4ª Vara Criminal 415 Comarca de Rondonópolis 416 Varas Cíveis 418 4ª Vara Cível 418 Varas Especializadas de Família e Sucessões 422 1ª Vara Especializada da Família e Sucessões 422 Varas Especializadas da Fazenda Pública 431 1ª Vara Especializada da Fazenda Pública 431 Varas Criminais 432 3ª Vara Criminal 432

5 Tribunal de Justiça Órgão Especial Feitos DEPARTAMENTO DO ÓRGÃO ESPECIAL CÍVEL AUTOS COM DECISÃO DO VICE-PRESIDENTE Protocolo: 14456/2008 RECURSO ESPECIAL (Interposto nos autos do(a) RECURSO DE EMBARGOS INFRINGENTES 42301/ Classe: II-18) (Opostos nos autos do(a) AÇÃO RESCISÓRIA Classe: II-3) RECORRENTE(S): EMANUEL MESSIAS FERREIRA Advogado(s): DR. ELARMIN MIRANDA E OUTRO(S) RECORRIDO(S): ESTADO DE MATO GROSSO Advogado(s): Dr. FRANCISCO GOMES DE ANDRADE LIMA FILHO -PROC. EST. Decisão: "...dou seguimento ao recurso apenas em relação à suscitada afronta ao art. 495 do CPC". AS) DES. RUBENS DE OLIVEIRA SANTOS FILHO Vice-Presidente Protocolo: 14457/2008 RECURSO EXTRAORDINÁRIO (Interposto nos autos do(a) RECURSO DE EMBARGOS INFRINGENTES 42301/ Classe: II-18) (Opostos nos autos do(a) AÇÃO RESCISÓRIA Classe: II-3) RECORRENTE(S): EMANUEL MESSIAS FERREIRA Advogado(s): DR. ELARMIN MIRANDA E OUTRO(S) RECORRIDO(S): ESTADO DE MATO GROSSO Advogado(s): Dr. FRANCISCO GOMES DE ANDRADE LIMA FILHO -PROC. EST. Decisão: "...nego seguimento ao Recurso." AS) DES. RUBENS DE OLIVEIRA SANTOS FILHO Vice-Presidente AUTOS COM INTIMAÇÃO DO VICE-PRESIDENTE Protocolo: 53255/2008 RECURSO ORDINÁRIO (Interposto nos autos do(a) MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL 34412/ Classe: II-11) RECORRENTE(S): MENCATO IMPLEMENTOS RODOVIÁRIOS LTDA. Advogado(s): DR. WALTER FÉLIX DE MACEDO RECORRIDO(S): EXMO. SR. SECRETÁRIO DE ESTADO DE FAZENDA Advogado(s): Dr. JENZ PROCHNOVV JUNIOR - PROC. EST. RECORRIDO(S): EXMO. SR. GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO Advogado(s): Dr. JENZ PROCHNOVV JUNIOR - PROC. EST. RECORRIDO(S): ILMO. SR. PRESIDENTE DAS CENTRAIS ELÉTRICAS MATOGROSSENSES S.A. - CEMAT Advogado(s): DRA. MEIRE ROCHA DO NASCIMENTO E OUTRO(S) "Intimação aos Recorridos para apresentarem as contra-razões ao Recurso, nos termos do art. 540 do CPC." AS) DES. RUBENS DE OLIVEIRA SANTOS FILHO Vice-Presidente Protocolo: 13277/2008 RECURSO ESPECIAL Interposto nos Autos Recurso de Agravo Regimental nº 99172/2007 (Interposto nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 87454/ Classe: II-19) RECORRENTE(S): OSWALDO TAKASHI TOYAMA Advogado(s): DR. RONAN DE OLIVEIRA SOUZA RECORRIDO(S): NELSON BISPO DE SOUZA Advogado(s): DR. NEMIAS BATISTA PEREIRA RECORRIDO(S): MINISTÉRIO PÚBLICO "Intimação ao recorrido Nelson Bispo de Souza para apresentar contra-razões ao Recurso, nos termos do art. 542 do CPC." AS) DES. RUBENS DE OLIVEIRA SANTOS FILHO Vice-Presidente Protocolo: 13276/2008 RECURSO EXTRAORDINÁRIO Interposto nos Autos Recurso de Agravo Regimental nº 99172/2007 (Interposto nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 87454/ Classe: II-19) RECORRENTE(S): OSWALDO TAKASHI TOYAMA Advogado(s): DR. RONAN DE OLIVEIRA SOUZA RECORRIDO(S): NELSON BISPO DE SOUZA Advogado(s): DR. NEMIAS BATISTA PEREIRA RECORRIDO(S): MINISTÉRIO PÚBLICO "Intimação ao recorrido Nelson Bispo de Souza para apresentar contra-razões ao Recurso, nos termos do art. 542 do CPC." AS) DES. RUBENS DE OLIVEIRA SANTOS FILHO Vice-Presidente AUTOS COM DECISÃO DO RELATOR Protocolo: 46418/2008 MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL 46418/2008 Classe: 11-Cível COMARCA CAPITAL IMPETRANTE(S): BANCO AMÉRICA DO SUL S. A. Advogado(s): Dr.USSIEL TAVARES DA SILVA FILHO E OUTRO(S) IMPETRADO: EXMO. SR. DESEMBARGADOR RELATOR DO RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 41425/2008 LITISCONSORTE(S):GRANDE VEICULOS LTDA. Advogado(s): Dr. FRANCISCO EDUARDO TORRES ESGAIB Decisão: "...denego a liminar pleiteada." AS)DES. JOSÉ TADEU CURY RELATOR Protocolo: 31107/2008 RECLAMAÇÃO 31107/2008 Classe: 13-Cível COMARCA CAPITAL RECLAMANTE: BANCO DO BRASIL S. A. Advogado(s): DR. EVANDRO LÚCIO PEREIRA DE SOUZA, Dr. ROMEU DE AQUINO NUNES E OUTRO(S) RECLAMADO(A): EXMO. SR. DES. RELATOR DO MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL Nº / CAPITAL Decisão: "...Deixo de conceder a suspensividade pedida por força do advento de fato superveniente ou seja a liminar concedida nos autos do MSI nº 31101/2008 em que foi relator o Des. Mariano Alonso Ribeiro Travassos." "...concernente ao petitório de fls. 470 da lavra do Sr. Pedro Pereira de Souza esclareço que o objeto da reunião dos processos já foi esclarecido n o d e s p a c h o d e f l s / d a q u a l o s i g n a t á r i o t e m a m p l o conhecimento." AS) DES. LICÍNIO CARPINELLI STEFANI RELATOR Protocolo: 52783/2008 MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL 52783/2008 Classe: 11-Cível COMARCA CAPITAL IMPETRANTE(S): EDILSON GODOI SILVA E OUTRO(s) Advogado(s): DRA. ALDEYR LIMA DE MELO E OUTRO(S) IMPETRADO: EXMO. SR. GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO Decisão: "...indefiro liminarmente a inicial do mandado de segurança, com fundamento no art. 8º, da Lei nº 1533/51 c/c art. 161, do RITJMT, determinando o arquivamento do processo." AS) DES. JURANDIR FLORÊNCIO DE CASTILHO Relator Protocolo: 48473/2008 MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL 48473/2008 Classe: 11-Cível COMARCA CAPITAL IMPETRANTE(S): MINISTÉRIO PÚBLICO IMPETRADO: EXMO. SR. DES. RELATOR DO RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 47037/ COMARCA CAPITAL LITISCONSORTE(S):CORIM EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA Advogado(s): Dr. OSWALDO PEREIRA CARDOSO FILHO E OUTRO(S) Decisão: "...homologo a desistência apresentada." AS)DESA. MARIA HELENA G. PÓVOAS RELATORA SUBSTITUTA Protocolo: 47398/2008 MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL 47398/2008 Classe: 11-Cível COMARCA CAPITAL IMPETRANTE(S): LUIZ MARIO MAGALHAES DE SOUZA Advogado(s): DRA. MÁRCIA APARECIDA LEITE DE LIMA SARAIVA IMPETRADO: EXMO. SR. DR. PROCURADOR GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MATO GROSSO Decisão: "...julgo extinta sem julgamento de mérito a presente ação, nos termos do art. 267, inciso VI, do CPC, por falta de interesse processual Disponibilizado - 9/6/2008 Diário da Justiça Eletrônico - MT - Ed. nº 7870 Página 5 de 433

6 superveniente." AS) DES. MÁRCIO VIDAL RELATOR SUBSTITUTO Protocolo: 54165/2008 MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL 54165/2008 Classe: 11-Cível COMARCA CAPITAL IMPETRANTE(S): ANDRÉ DURAN JULIANI Advogado(s): DR. GABRIEL COSTA LEITE IMPETRADO: PRESIDENTE DA COMISSÃO ORGANIZADORA DO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE PRIMEIRA E SEGUNDA INSTÂNCIAS DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE MA Decisão: "...suspendo o ato de indeferimento do pedido de impetrante, de isenção do pagamento da taxa de inscrição ao concurso público para o provimento do cargo de Analista Judiciário." AS) DES. JURACY PERSIANI RELATOR SUSBTITUTO Protocolo: 50997/2008 MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL 50997/2008 Classe: 11-Cível COMARCA CAPITAL IMPETRANTE(S): LEIRSON WILLIAM FERREIRA Advogado(s): DR. RERISON RODRIGO BABORA E OUTRO(S) IMPETRADO: EXMO.SR. GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO IMPETRADO: ILMA. SRA. PRESIDENTE DA COMISSÃO DE POSSE E COORDENADORA DE PROVIMENTO - SAD/MT IMPETRADO:ILMO. SR. DIRETOR GERAL DA POLÍCIA JUDICIÁRIA CIVIL DO ESTADO DE MATO GROSSO Decisão: "...não vislumbro, ao menos nessa fase de cognição sumária, a presença dos requisitos do fumus boni juris e do periculum in mora para a concessão da liminar pleiteada. AS) DES. LICÍNIO CARPINELLI STEFANI RELATOR Protocolo: 54959/2008 MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL 54959/2008 Classe: 11-Cível COMARCA CAPITAL IMPETRANTE(S): LUCIANA CARLA PIRANI NASCIMENTO Advogado(s): Dr.JOSÉ ROBERTO ALVIM E OUTRO(S) IMPETRADO: EXMO. SR. GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO Decisão: "...defiro liminarmente o pedido de segurança na forma pleiteada." AS) DES. MANOEL ORNELLAS DE ALMEIDA RELATOR AUTOS COM INTIMAÇÃO DO RELATOR Protocolo: 80309/2007 EXCEÇÃO DE IMPEDIMENTO 80309/2007 Classe 5 Cível COMARCA CAPITAL EXCIPIENTE: ANTONIO ERNANI KUHN E OUTRO(s) Advogado(s): DR. IZONILDES PIO DA SILVA E OUTRO(S) EXCEPTO: EXMO. SR. DESEMBARGADOR RUBENS DE OLIVEIRA SANTOS FILHO - DD. VICE-PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA " I n t i m a ç ã o a o E x c i p i e n t e p a r a d i z e r q u a n t o a o i n t e r e s s e n o prosseguimento do presente incidente." AS) DES. JOSÉ FERREIRA LEITE RELATOR Protocolo: 30673/2008 MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL 30673/2008 Classe: 11-Cível COMARCA CAPITAL IMPETRANTE(S): ECONOMIA COMÉRCIO E INDÚSTRIA DE ALIMENTOS LTDA. Advogado(s): Dr. RODOLFO CESAR VASCONCELLOS MOREIRA E OUTRO(S) IMPETRADO: EXMO.SR. GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO IMPETRADO: EXMO. SR. SECRETÁRIO DE ESTADO DE FAZENDA IMPETRADO: ILMO. SR. PRESIDENTE DAS CENTRAIS ELÉTRICAS MATOGROSSENSES S.A. - CEMAT Advogado(s): Dr. SERGIO HENRIQUE K. KOBAYASHI E OUTRO(S) "Intimação a impetrante para regularizar a sua pretensão processual, fixando o prazo de 05(cinco) dias para tanto." AS)DES. JURANDIR FLORÊNCIO DE CASTILHO - RELATOR DEPARTAMENTO DO ÓRGÃO ESPECIAL, Cuiabá 06 de junho de Belª. MARIA CONCEIÇÃO BARBOSA CORRÊA Diretora do Departamento do Órgão Especial DEPARTAMENTO DO ÓRGÃO ESPECIAL CRIMINAL AUTOS COM DECISÃO DO RELATOR Protocolo: 22896/1998 AÇÃO PENAL PÚBLICA ORIGINÁRIA 44/98 Classe: 2-Crime COMARCA CAPITAL AUTOR: MINISTÉRIO PÚBLICO AUTOR: MINISTÉRIO PÚBLICO REU(S): ANTONIO ALEXANDRE DA SILVA - PROMOTOR DE JUSTIÇA Advogado(s): DR. EDUARDO MOREIRA LEITE MAHON E OUTRO(S) Decisão: " De conformidade com a decisão exarada pela ministra /Relatora Ellen Gracie do STF objeto da Reclamação nº 5877 consoante comunicado MSG 1598 de 14/05/2008, suspendo a tramitação da presente Ação Penal Originária 44/1998 até a decisão Superior em sentido adverso." AS) DES. LICÍNIO CARPINELLI STEFANI RELATOR Protocolo: /2007 RECURSO EM SENTIDO ESTRITO /2007 Classe: 19-Crime (Juntado aos autos do EXCEÇÃO DA VERDADE 41629/ Classe: I-7) COMARCA CAPITAL RECORRENTE(S): ANTERO PAES DE BARROS NETO Advogado(s): Dr. LIGIA MARIA GAHYVA, DRA. PATRICIA MARIA PAES DE BARROS GAIVA RECORRIDO(S): ALEXANDRE LUIS CESAR Advogado(s): DR. PABLO JOSÉ MELATTI E OUTRO(S) Decisão: "...Ante o exposto, suspendo também o andamento do presente recurso até o julgamento da mérito da ADPF nº 130 em trâmite perante o Egrégio Supremo Tribunal Federal." AS) DESA. SHELMA LOMBARDI DE KATO - RELATORA DEPARTAMENTO DO ÓRGÃO ESPECIAL, Cuiabá 06 de junho de Belª. MARIA CONCEIÇÃO BARBOSA CORRÊA Diretora do Departamento do Órgão Especial Coordenadoria Judiciária Primeira Câmara Cível Pauta de Julgamento JULGAMENTOS designados para a sessão ordinária da PRIMEIRA CAMARA CIVEL, às 14:00 horas da próxima segunda-feira (Art. 3º, I, "a" do Ato Regimental nº 02/2005 do Tribunal de Justiça), ou em sessão subsequente segunda-feira seguinte, se não decorrido o prazo previsto no art. 552, parágrafo 1º. do CPC. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 97530/ Classe: II-15 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / 2007 RELATOR: DR. JOSÉ MAURO BIANCHINI FERNANDES AGRAVANTE(S): UNIÃO DE BANCOS BRASILEIROS S. A. - UNIBANCO ADVOGADO(S): DR LEONARDO PERES DA ROCHA E SILVA DR. ALAN VAGNER SCHMIDEL OUTRO(S) AGRAVADO(S): ERNANI VIEIRA DE SOUZA ADVOGADO(S): DR. ANDRÉ CASTRILLO OUTRO(S) RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 97532/ Classe: II-15 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / 2007 RELATOR: DR. JOSÉ MAURO BIANCHINI FERNANDES AGRAVANTE(S): UNIÃO DE BANCOS BRASILEIROS S. A. - UNIBANCO Disponibilizado - 9/6/2008 Diário da Justiça Eletrônico - MT - Ed. nº 7870 Página 6 de 433

7 ADVOGADO(S): DR LEONARDO PERES DA ROCHA E SILVA DR. ALAN VAGNER SCHMIDEL OUTRO(S) AGRAVADO(S): ANDRÉ CASTRILLO ADVOGADO(S): Dr. PLINIO SAMACLAY DE LIMA MORAN EM CAUSA PRÓPRIA RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 97669/ Classe: II-15 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / 2007 RELATOR: DR. JOSÉ MAURO BIANCHINI FERNANDES AGRAVANTE(S): BANCO BANDEIRANTES S. A. ADVOGADO(S): DR LEONARDO PERES DA ROCHA E SILVA OUTRO(S) AGRAVADO(S): ERNANI VIEIRA DE SOUZA ADVOGADO(S): DR. ANDRÉ CASTRILLO OUTRO(S) RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO / Classe: II-15 COMARCA DE RONDONÓPOLIS. Protocolo Número/Ano: / 2007 RELATOR: DR. JOSÉ MAURO BIANCHINI FERNANDES AGRAVANTE(S): A. G. C. ADVOGADO(S): DR. ÁLVARO LUIS PEDROSO MARQUES DE OLIVEIRA OUTRO(S) AGRAVADO(S): S. A. S. ADVOGADO(S): DR. SADI CORDEIRO DE OLIVEIRA PRIMEIRA SECRETARIA CÍVEL em Cuiabá, aos 5 dias do mês de Junho de Acórdão RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 9968/ Classe: II-15 COMARCA DE ARENÁPOLIS. Protocolo Número/Ano: 9968 / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - JOAO CARLOS VELASCO (Advs: DR. FRANCISMAR SANCHES LOPES, OUTRO(S)), AGRAVADO(S) - OTAVIO PERES MOLINA (Advs: DR. ITELVINO HOFFMAN, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. LICINIO CARPINELLI STEFANI Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, IMPROVERAM O RECURSO. EMENTA: RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO - REINTEGRAÇÃO DE POSSE - JUSTIFICAÇÃO PRÉVIA - OITIVA DE TESTEMUNHA - DOCUMENTOS E FOTOS ACOSTADAS AOS AUTOS - ESBULHO COMPROVADO - REQUISITOS LEGAIS ATENDIDOS - MANUTENÇÃO DA DECISÃO DE PRIMEIRO GRAU - RECURSO IMPROVIDO. Estando comprovada a posse, o esbulho praticado pelo requerido em menos de ano e dia, a reintegração da posse se faz necessária conforme os requisitos legais constantes do art. 927 do CPC. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 13429/ Classe: II-15 COMARCA DE VÁRZEA GRANDE. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - BANCO ABN AMRO REAL S. A. (Advs: DR. ALEXANDRY CHEKERDEMIAN SANCHIK TULIO, OUTRO(S)), AGRAVADO(S) - VALDIVINO TAVARES PIMENTEL (Advs: Dr(a). STELA CUNHA VELTER RONDON). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JURANDIR FLORÊNCIO DE CASTILHO Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, IMPROVERAM O RECURSO. EMENTA: PROCESSUAL CIVIL - AGRAVO DE INSTRUMENTO - AÇÃO DE CUMPRIMENTO DE OBRIGAÇÃO DE FAZER C/C INDENIZAÇÃO POR DANO MORAIS E MATERIAIS COM PEDIDO DE LIMINAR - SUSPENSÃO DO NOME DE DEVEDOR NOS CADASTROS DE INADIMPLENTES - LIMINAR CONCEDIDA - DÉBITO DISCUTIDO EM JUÍZO - PRESENÇA DOS REQUISITOS AUTORIZADORES DA CONCESSÃO LIMINAR - IMPOSIÇÃO DE ASTREINTES EM CASO DE DESCUMPRIMENTO DA DECISÃO - POSSIBILIDADE - RECURSO IMPROVIDO. Presentes os requisitos da plausibilidade do direito invocado e do perigo da demora, externada na ilegalidade da manutenção do nome de devedor nos Cadastros Negativadores de Crédito, quando o débito for objeto de discussão judicial, o deferimento de liminar é medida que se impõe até que seja proferido julgamento de mérito na Ação interposta, pois, neste caso configura coação ilegal com o fito único de forçar o pagamento da dívida. É cabível a cominação de multa por descumprimento de decisão judicial liminar, tanto por ser de aplicação apenas condicional, como por haver previsão legal para sua imposição, conforme preceitua o artigo 461, 4º, do CPC. O valor da multa deve ser significativamente alto, justamente, porque possui natureza inibitória. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 15998/ Classe: II-15 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - LUIZ CARLOS SANTILLI E OUTRO(s) (Advs: Dr. DANNY FABRICIO CABRAL GOMES), AGRAVADO(S) - FLORINDO PILHALARME (Advs: Dr. TOMÁS ROBERTO NOGUEIRA). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ TADEU CURY Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, IMPROVERAM O RECURSO. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS - PRESCRIÇÃO - INÍCIO DA CONTAGEM DO PRAZO PARA O EXERCÍCIO DA EXECUÇÃO DE ACORDO DE HONORÁRIO EM AÇÃO DE COBRANÇA - EXISTÊNCIA DE CONDIÇÃO SUSPENSIVA CONSITENTE NO TRÂNSITO EM JULGADO DA AÇÃO - CONTROVÉRSIA SOBRE ÂMBITO DE INCIDÊNCIA DA EXPRESSÃO TRÂNSITO EM JULGADO DA AÇÃO APLICAÇÃO DO ARTIGO 112 DO CC/ BOA-FÉ CONTRATUAL - RECURSO IMPROVIDO. O exercício do direito do agravado de reivindicar o cumprimento do acordo de pagamento do honorário advocatício estava vinculado à ocorrência de duas condições suspensivas, quais seja, (I) a existência de valores indenizatórios pertencentes ao Espólio de Antônio Santilli (...) em condições de serem levantados em qualquer fase do processo, a qualquer tempo; (II) a ocorrência de trânsito em julgado da própria ação desapropriatória. A despeito do depósito inicial de 80% das TDA S na ação desapropriatória quando da homologação do acordo de honorários havia pendência judicial entre ANTONIO SANTILLI e um terceiro, JOSÉ EUSTÁQUIO DE ALMEIDA MELO, quanto à parte da área desapropriada, o que acarretou no bloqueio de 25% (vinte e cinco) por cento do referido valor até solução judicial definitiva sobre a referida controvérsia judicial dominial. Assim, antes do trânsito em julgado da referida lide dominial não havia valores indenizatórios pertencentes aos agravantes em condições de serem levantados pelo agravado, quando do transito em julgado do acordo de honorários celebrado entre as partes. O prazo prescricional para exigência do valor restante ( TDA s do total menos de ANTÔNIO SANTILLI, agora liberados com o término da ação com o terceiro), em razão exatamente dessa condição suspensiva, terá o seu termo a quo a partir do trânsito em julgado da ação de desapropriação, o que ainda não ocorreu. Nos negócios jurídicos deverá se atender mais a intenção das partes contratantes do que o sentido literal da linguagem por elas utilizado na ocasião da celebração negócio jurídico (art. 85, CC/1916 e 112, CC/2002), garantindo a observância daquela quando ocorre dúvida da manifestação no instrumento contratual. Recurso improvido. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 25654/ Classe: II-15 COMARCA DE JAURU. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - ESTADO DE MATO GROSSO (Advs: DR. W Y L E R S O N V E R A N O D E A Q U I N O S O U S A - P R O C. E S T A D O ), AGRAVADO(S) - MINISTÉRIO PÚBLICO. Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DR. JOSÉ MAURO BIANCHINI FERNANDES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: REJEITADAS AS PRELIMINARES, NO MÉRITO, À UNANIMIDADE, IMPROVERAM O RECURSO. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO. PRELIMINARES. 1 - PRELIMINAR DE NÃO-CONHECIMENTO - REJEIÇÃO - CUMPRIMENTO DO DISPOSTO NO ART. 526 DO CPC PRELIMINAR DE CONVERSÃO EM AGRAVO RETIDO - INACOLHIMENTO - DECISÃO PODE CAUSAR PREJUÍZOS IRREPARÁVEIS À PARTE LITIGANTE - 2. MÉRITO - AÇÃO DE OBRIGAÇÃO DE FAZER. FORNECIMENTO DE TRATAMENTO MÉDICO. ANTECIPAÇÃO DA TUTELA INAUDITA ALTERA PARTE. MATÉRIAS NÃO APRECIADAS EM 1º GRAU - SUPRESSÃO DE INSTÂNCIA - INADMISSIBILIDADE. RECURSO DESPROVIDO. Comprovado o cumprimento do disposto no art. 526 do Código de Processo Civil pelo juízo a quo, rejeita-se a preliminar de não conhecimento ao recurso de Agravo de Instrumento. Havendo risco da decisão interlocutória ocasionar prejuízos graves à parte recorrente, não há de se falar em apreciação do recurso contra tal decisão pela via do Agravo Retido. Ao apreciar o agravo de decisão antecipatória da tutela inaudita altera parte, o julgador deve se ater à análise da presença dos requisitos do artigo 273 do CPC, para que não incorra em supressão de Disponibilizado - 9/6/2008 Diário da Justiça Eletrônico - MT - Ed. nº 7870 Página 7 de 433

8 instância. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 73029/ Classe: II-15 COMARCA DE PRIMAVERA DO LESTE. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - BANCO DO BRASIL S. A. (Advs: DR. FIRMINO GOMES BARCELLOS), AGRAVADO(S) - IZANETE ASTUTT TANNURE E OUTRO(s) (Advs: DR. SALVADOR POMPEU DE BARROS FILHO, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DR. JOSÉ MAURO BIANCHINI FERNANDES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, IMPROVERAM O RECURSO. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - SUSPENSÃO DA EXECUÇÃO - AÇÃO ORDINÁRIA DE REVISÃO DO CONTRATO PROCEDENTE - JUÍZO DA EXECUÇÃO GARANTIDO - POSSIBILIDADE. RECURSO DESPROVIDO. É regular a decisão que determina a suspensão da ação de execução segura pela penhora, se confirmada em segundo grau, sentença prolatada em ação ordinária de revisão dos contratos a qual determinou o expurgo de valores integrantes da execução. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 87112/ Classe: II-15 COMARCA DE JACIARA. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - ALCINDO JORGE SCHINOCA (Advs: DRA. NICIA DA ROSA HAAS, OUTRO(S)), AGRAVADO(S) - AGROFEL AGRO COMERCIAL LTDA. (Advs: Dr. EDER ROBERTO PIRES DE FREITAS, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DR. JOSÉ MAURO BIANCHINI FERNANDES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, IMPROVERAM O RECURSO. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - IMPUGNAÇÃO AO VALOR DA CAUSA - AÇÃO DECLARATÓRIA DE INEXISTÊNCIA DE DÉBITO C/C INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS E MATERIAIS - PEDIDOS DE CONTEÚDO CONDENATÓRIO QUANTIFICADOS MONETARIAMENTE - CORRESPONDÊNCIA COM O VALOR DA CAUSA - COMPLEMENTAÇÃO DAS CUSTAS - ANTECIPADAMENTE - RECURSO NÃO PROVIDO. A toda causa será atribuída um valor certo que corresponde ao benefício patrimonial buscado com a ação (art. 258, CPC). Assim, se o autor formula pedido certo e imediato, que tem expressão monetária concretamente definida, é esta quantia que deve servir de base para a fixação do valor d a c a u s a. A p a r t e d e v e p a g a r a n t e c i p a d a m e n t e a s d e s p e s a s processuais, salvo na hipótese de justiça gratuita (art. 19, CPC). RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO / Classe: II-15 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - EDSON FERNANDO SCHONS (Advs: DR. RAFAEL COSTA LEITE, OUTRO(S)), AGRAVADO(S) - SUDAMERIS ADMINISTRADORA DE CARTÃO DE CRÉDITO E SERVIÇOS S.A (Advs: Dr. (a) JULIANO PIVA, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DR. JOSÉ MAURO BIANCHINI FERNANDES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, PROVERAM O RECURSO. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - EXECUÇÃO - BEM DE FAMÍLIA - MÓVEIS - IMPENHORABILIDADE - RECURSO PROVIDO. Os móveis e equipamentos de uso doméstico encontrados na residência do devedor, tais como mesa de jantar, cadeiras, aparelhos de ar-condicionado e de som, são impenhoráveis, na medida em que não são suntuosos ou não se destinam unicamente ao embelezamento do ambiente familiar, ou seja, são úteis e usualmente mantidos em um lar comum (Lei nº 8.009/90, art. 1º, parágrafo único). RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO / Classe: II-15 COMARCA DE VÁRZEA GRANDE. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - MUNICÍPIO DE VÁRZEA GRANDE (Advs: DR. LEONARDO DA SILVA CRUZ, OUTRO(S)), AGRAVADO(S) - LUIZ VITOR DA SILVA FILHO. Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DR. JOSÉ MAURO BIANCHINI FERNANDES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, IMPROVERAM O RECURSO. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - EXECUÇÃO FISCAL - IPTU - PENHORA DO IMÓVEL TRIBUTADO - EXIGÊNCIA DE APRESENTAÇÃO DA CERTIDÃO DA MATRÍCULA - RECURSO DESPROVIDO - DECISÃO MANTIDA. A exigência da juntada de Certidão do Registro Imobiliário do imóvel indicado para penhora em execução fiscal, como condição para determinar a penhora, se faz para resguardar a segurança nas relações jurídicas e a eficácia dos atos processuais. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO / Classe: II-15 COMARCA DE CÁCERES. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - CONSTRUTORA SERCEL LTDA. (Advs: DR. PAULO ROBERTO C. SILVA, OUTRO(S)), AGRAVADO(S) - FAZENDA PUBLICA DO MUNICIPIO DE CACERES (Advs: Dr. (a) CYNARA PIRAN). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. LICINIO CARPINELLI STEFANI Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, PROVERAM O RECURSO PARCIALMENTE. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - EXECUÇÃO FISCAL - PENHORA SOBRE PARTE DE VALORES EXISTENTES EM CONTA CORRENTE - POSSIBILIDADE EM HIPÓTESES EXCEPCIONAIS - OCORRÊNCIA NO CASO VERSADO - APRESENTAÇÃO DE BEM IMÓVEL - GARANTIA INSUFICIENTE PARA COBRIR O DÉBITO - VALOR QUE DEVE SER COMPLEMENTADO COM PARCELA DE VALORES DA CONTA CORRENTE - RAZOABILIDADE - DECISÃO REFORMADA - RECURSO PROVIDO PARCIALMENTE. Excepcionalmente é admissível o bloqueio de valores em conta-corrente da executada, se constatada a inviabilidade dos meios postos à disposição do exeqüente para a garantia do débito. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 8995/ Classe: II-20 COMARCA DE RONDONÓPOLIS. Protocolo Número/Ano: 8995 / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - ANTONIO NELSON RODRIGUES MENDES (Advs: Dr. (a) DANILLO HENRIQUE FERNANDES, DR. RICARDO ALVES ATHAIDE, OUTRO(S)), APELADO(S) - CONSTRUTORA METRON LTDA (Advs: DR. FABIANO MAGALHÃES FERRARI, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. LICINIO CARPINELLI STEFANI Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, REJEITARAM A PRELIMINAR E, NO MÉRITO, POR IGUAL VOTAÇÃO, PROVERAM O RECURSO PARCIALMENTE. EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO REVISIONAL DE CONTRATO - COMPRA E VENDA - CERCEAMENTO DE DEFESA - INOCORRÊNCIA - JULGAMENTO ANTECIPADO DA LIDE - MULTA CONTRATUAL DE 2% NOS TERMOS DO ART. 52, 1º, DO CDC - TEORIA DA IMPREVISÃO - NÃO-COMPROVAÇÃO DOS REQUISITOS - ÍNDICE INPC - APLICABILIDADE - CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR - PRESTAÇÕES VINCULADAS AO SALÁRIO MINIMO - VEDAÇÃO - ART. 7º, IV, CF - RECURSO PROVIDO PARCIALMENTE. A não-realização de prova pericial não induz ao cerceamento de defesa, quando se situa esta como desnecessária. O n ã o - r e c o n h e c i m e n t o d e o c o r r ê n c i a d e a c o n t e c i m e n t o s n o v o s, imprevisíveis pelas partes e a elas não imputáveis, refletindo sobre o contrato, não autorizam sua revisão para ajustá-lo às circunstâncias supervenientes. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 27498/ Classe: II-20 COMARCA DE CAMPO VERDE. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - CLAUDIA MARIA COELLI DE ANDRADE (Advs: DR. DUÍLIO PIATO JÚNIOR, OUTRO(S)), APELADO(S) - ESTEVE S.A. (Advs: Dr. DOUGLAS RICARDO GUILHEN MELO, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. LICINIO CARPINELLI STEFANI Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, REJEITARAM A PRELIMINAR E, NO MÉRITO, POR IGUAL VOTAÇÃO, IMPROVERAM O RECURSO. EMENTA: RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO DE ANULAÇÃO DE CONTRATO DE COMPROMISSO DE VENDA E COMPRA C/C NULIDADE DE CÉDULA DE PRODUTO RURAL - PRELIMINAR DE CERCEAMENTO DE DEFESA - INEXISTÊNCIA DE DESPACHO SANEADOR E AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO - DISPENSABILIDADE - PRELIMINAR REJEITADA - ALEGAÇÃO DE VÍCIO NO CONTRATO - SIMULAÇÃO E FRAUDE - INOCORRÊNCIA - LIVRE ACORDO DE VONTADES - CONCORDÂNCIA COM AS CLÁUSULAS DO INSTRUMENTO - ALTERAÇÃO NO PREÇO DO PRODUTO - CONTRATO DE RISCO - PLENA VALIDADE DO AJUSTE - REGULARIDADE DA CPR - SENTENÇA MANTIDA - RECURSO IMPROVIDO. Não há que se falar em nulidade do compromisso de compra e venda e da cédula de produto rural emitida por força do contrato, sob a alegação de ocorrência de simulação e/ou fraude, tendo em vista o pleno acordo de vontade das partes contratantes, com a aquiescência da apelante quanto Disponibilizado - 9/6/2008 Diário da Justiça Eletrônico - MT - Ed. nº 7870 Página 8 de 433

9 às cláusulas ali previstas. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 35270/ Classe: II-20 COMARCA DE RONDONÓPOLIS. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - BRASIL TELECOM S. A. (Advs: Dr. (a) FABÍOLA CASTILHO SOFFNER, DR. MÁRIO CARDI FILHO, OUTRO(S)), APELADO(S) - MILTON KNEBEL (Advs: DR. DUÍLIO PIATO JÚNIOR, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ TADEU CURY Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, PROVERAM O RECURSO PARCIALMENTE, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR. EMENTA: RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL - INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS - BLOQUEIO INDEVIDO DE LINHA TELEFÔNICA - PROCEDÊNCIA DO PEDIDO INDENIZATÓRIO - CORREÇÃO MONETÁRIA A PARTIR DA PROPOSITURA DA AÇÃO E JUROS A PARTIR DO FATO - ALEGAÇÃO DE AUSÊNCIA DE DANO MORAL - AFASTADA - PRESTADORA DE SERVIÇO QUE RECONHECE O EQUÍVOCO - PEDIDO DE REDUÇÃO DO QUANTUM ARBITRADO - NÃO-ACOLHIDO - MANTIDO QUANTUM INDENIZATÓRIO - CONVERTIDO, DE OFÍCIO, O VALOR DA INDENIZAÇÃO FIXADO EM SALÁRIOS MÍNIMOS PARA O VALOR CORRESPONDENTE - MODERAÇÃO E PROPORCIONALIDADE - PRETENSÃO DE QUE A CORREÇÃO M O N E T Á R I A E O S J U R O S D E M O R A I N C I D A M A P A R T I R D A CONDENAÇÃO - PARCIALMENTE ACOLHIDA - CORREÇÃO MONETÁRIA A PARTIR DA DECISÃO CONDENATÓRIA - JUROS MANTIDOS A PARTIR DO F A T O - V E D A Ç Ã O D A R E F O R M A T I O I N P E J U S - S E N T E N Ç A PARCIALMENTE REFORMADA - RECURSO PARCIALMENTE PROVIDO. A conduta culposa da prestadora de serviços de telefonia, que agiu com negligência, ao admitir o equívoco que culminou com a suspensão da prestação do serviço, constitui fato gerador de dano moral, passível de indenização. A indenização deve compensar o dano ocorrido, sem caracterizar enriquecimento sem causa da vítima, observado os princípios da razoabilidade e proporcionalidade. O termo inicial de incidência da correção monetária sobre o montante fixado a título de indenização por dano moral, decorrente de ato ilícito, é o da condenação. A fim de que não se dê a reformatio in pejus, os juros deverão incidir a partir do fato. Não é permitido que o valor da condenação fique vinculado ao salário-mínimo, conforme prescreve o artigo 7º, inciso IV, da Constituição Federal, razão porque deve ser convertido, de ofício, para quantia correspondente ao valor da moeda corrente na época. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 62459/ Classe: II-20 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - BANCO ITAÚ S. A. (Advs: DR. MÁRIO CARDI FILHO, Dr. (a) USSIEL TAVARES DA SILVA FILHO, OUTRO(S)), APELANTE(S) - IVAN NUNES PAES DE BARROS E OUTRA(s) (Advs: DRA. ANDRÉA P. BIANCARDINI, Dr. (a) TRÍSSIA MARIA FORTUNATO PAES DE BARROS, OUTRO(S)), APELADO(S) - IVAN NUNES PAES DE BARROS E OUTRA(s) (Advs: DRA. ANDRÉA P. BIANCARDINI, Dr. (a) TRÍSSIA MARIA FORTUNATO PAES DE BARROS, OUTRO(S)), APELADO(S) - FRANCIS MARIS CRUZ (Advs: DR. MÁRIO CARDI FILHO, Dr. (a) USSIEL TAVARES DA SILVA FILHO, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DR. JOÃO FERREIRA FILHO Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE DERAM PROVIMENTO AO RECURSO DO BANCO ITAÚ S/A, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR; POR IGUAL VOTAÇÃO DESPROVERAM O RECURSO DE IVAN NUNES PAES DE BARROS E OUTRA(S), E APLICARAM O COEFICIENTE DE 84,32% (OITENTA E QUATRO VIRGULA TRINTA E DOIS PORCENTO), NO MÊS DE MARÇO DE EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL - REVISÃO CONTRATUAL - FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO - EXCLUSÃO DO SISTEMA FRANCÊS (TRABELA PRICE) E REDUÇÃO DA MULTA CONTRATUAL - IMPOSSIBILIDADE - TEMAS NÃO INCLUÍDOS NO PEDIDO - JULGAMENTO EXTRA PETITA CONFIGURADO - CPC, ARTS. 128 E 460, CAPUT - EXIGÊNCIA CUMULATIVA DE JUROS MORATÓRIOS E REMUNERATÓRIOS - POSSIBILIDADE - LEGALIDADE DO COEFICIENTE DE EQUIPARAÇÃO SALARIAL (CES) - CORREÇÃO MONETÁRIA DO SALDO DEVEDOR EM ABRIL DE 1990 PELO IPC AO PERCENTUAL DE 84,32% - RECURSOS PARCIALMENTE PROVIDOS. Não havendo pedido expresso, não pode a sentença, sob pena de realizar julgamento extra petita (CPC, arts. 128 e 460, caput), excluir o sistema f r a n c ê s ( t a b e l a p r i c e ) e r e d u z i r a m u l t a c o n t r a t u a l. O s j u r o s remuneratórios podem ser exigidos cumulativamente com os juros moratórios, respeitados os percentuais previstos no contrato, sendo admissível a capitalização anual desse encargo. Resta firmado no STJ o entendimento no sentido de que o CES pode ser exigido quando contratualmente estabelecido. (REsp /SP) Está pacificado pela Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça, em definitivo, por maioria absoluta, o entendimento de que o índice aplicável ao reajuste do saldo devedor dos contratos de financiamento habitacional, relativamente ao mês de março de 1990, é de 84,32%, consoante a variação do IPC. (STJ - Corte Especial - AgRg nos EREsp /DF) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 98314/ Classe: II-20 COMARCA DE NOVA XAVANTINA. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - BANCO DO ESTADO DO PARÁ S. A. (Advs: Dr. (a) CLÍSTEMES DA SILVA VITAL, OUTRO(S)), APELADO(S) - VILMA ANTONIA DE ARAÚJO (Advs: Dr. (a) LEANDRA ARAÚJO DE OLIVEIRA). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ TADEU CURY Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: REJEITARAM A PRELIMINAR E, À UNANIMIDADE, PROVERAM O RECURSO PARCIALMENTE. EMENTA: APELAÇÃO - AÇÃO DE INDENIZAÇÃO - PRELIMINAR INTEMPESTIVIDADE - REJEITADA - DANOS MORAIS - INSCRIÇÃO INDEVIDA NO CADASTRO DE PROTEÇÃO AO CRÉDITO - ABERTURA DE CONTA CORRENTE - DOCUMENTOS FALSOS - RESPONSABILIDADE OBJETIVA - INDENIZAÇÃO - CABIMENTO - QUANTUM INDENIZATÓRIO - REDUÇÃO - ENUNCIADO Nº 35 - RECURSO PARCIALMENTE PROVIDO. A partir da data em que a sentença vem aos autos, com prévia intimação em audiência, fluiu o prazo de quinze dias para apelar, conforme dispõe o art. 508 c/c art. 242, 1, do CPC. A alegação de que foi enganada por terceiro, por si só, não exime o apelante de responsabilidade, face à sua negligência quando do exame da documentação apresentada por terceira pessoa que, fraudulentamente, conseguiu abrir uma conta corrente com documentos falsos, em nome do apelado Cumpria ao banco provar que a conta foi aberta pelo legítimo portador dos documentos, inclusive através de prova pericial, já que essa assertiva tem a natureza de fato impeditivo d o d i r e i t o d a a p e l a d a. A e x i g ê n c i a d e p r o v a d e d a n o m o r a l (extrapatrimonial) se satisfaz com a demonstração da existência da inscrição irregular. Os danos morais decorrentes do lançamento indevido do nome do devedor no cadastro restritivo de crédito deve ter limite de arbitramento em até cinqüenta (50) salários mínimos Reconhecido o direito à indenização por dano moral, e ainda que o valor arbitrado seja em montante inferior ao pretendido pelo autor, não há que se falar em sucumbência recíproca. Recurso parcialmente provido. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 27501/ Classe: II-22 COMARCA DE CAMPO VERDE. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - CLAUDIA MARIA COELLI DE ANDRADE (Advs: DR. DUÍLIO PIATO JÚNIOR, OUTRO(S)), APELADO(S) - ESTEVE S.A. (Advs: Dr. DOUGLAS RICARDO GUILHEN MELO, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. LICINIO CARPINELLI STEFANI Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, REJEITARAM A PRELIMINAR E, NO MÉRITO, POR IGUAL VOTAÇÃO, IMPROVERAM O RECURSO. EMENTA: RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL - MEDIDA CAUTELAR DE ARRESTO - PRELIMINAR DE CERCEAMENTO DE DEFESA - QUESTÃO APRECIADA NO PROCESSO PRINCIPAL - MATÉRIA PREJUDICADA - PRELIMINAR REJEITADA - PROVA LITERAL DA DÍVIDA LÍQUIDA E CERTA - CPR - INADIMPLÊNCIA - EXISTÊNCIA DE OBRIGAÇÕES PERANTE OUTROS CREDORES - PREENCHIMENTO DOS REQUISITOS LEGAIS - ARTS. 813 E 814 DO CPC - PRESENÇA DO FUMUS BONI IURIS E DO PERICULUM IN MORA - CONCESSÃO DA MEDIDA - LITIGÂNCIA DE MÁ-FÉ - SENTENÇA MANTIDA - RECURSO IMPROVIDO. É de se conceder a medida cautelar de arresto quando presentes os requisitos legais previstos nos arts. 813 e 814 do Diploma Processual Civil, bem como, o fumus boni iuris e o periculum in mora. Caso em que resta comprovada a prova literal da dívida líquida e certa, traduzida em Cédula de Produto Rural, que estabelece a obrigação de entrega de algodão, o inadimplemento da apelante, bem como, a existência de obrigações assumidas perante outras empresas, mostrando-se pertinente a concessão da medida. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 25404/ Classe: II-23 COMARCA DE JUARA. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - BANCO DO BRASIL S. A. (Advs: DR. FELÍCIO HIROCAZU IKENO, OUTRO(S)), APELADO(S) - LUCIANO COSTA (Advs: DR. JORGE BALBINO DA SILVA, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. LICINIO Disponibilizado - 9/6/2008 Diário da Justiça Eletrônico - MT - Ed. nº 7870 Página 9 de 433

10 CARPINELLI STEFANI Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, IMPROVERAM O RECURSO. EMENTA: RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO MONITÓRIA - JUROS - LIMITE DE 12% AO ANO - LEI DE USURA E NOVO ESTATUTO CIVIL - CAPITALIZAÇÃO DOS JUROS INADMITIDA - CÁLCULO DA CORREÇÃO MONETÁRIA PELA INPC - POSSIBILIDADE - COMISSÃO DE PERMANÊNCIA CUMULADA COM OUTRAS VERBAS - INADMISSIBILIDADE - MULTA CONTRATUAL EM 2% - LEGALIDADE - RECURSO IMPROVIDO. Não se justifica a cobrança de juros excessivos, em período de total controle inflacionário, ainda, secundada pela capitalização mensal de juros. Admite-se a aplicação do INPC para cálculo da correção monetária. É vedada a cumulação da comissão de permanência com outras verbas que também visam remunerar o prejuízo decorrente de atraso no pagamento. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - Classe: II-17 COMARCA DE SORRISO (Opostos nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 9147/ Classe: II-20). Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. EMBARGANTE - NILSON SCHIEFELBEIN (Advs: DR. AMILTON SCHNEIDER, OUTRO(S)), EMBARGADO - NORMÉLIA SCHIEFELBEIN COMELLI (Advs: DR. ORLANDO MARTENS). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JURANDIR FLORÊNCIO DE CASTILHO Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, IMPROVERAM O RECURSO. EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - RESCISÃO CONTRATUAL - INEXISTÊNCIA DE OMISSÃO - EMBARGOS OPOSTOS MERAMENTE COM O INTUITO DE PREQUESTIONAMENTO DA MATÉRIA - APLICABILIDADE DO ARTIGO 535 DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL - EMBARGOS REJEITADOS. Embargos de declaração, mesmo que interposto exclusivamente com pretensões de prequestionamento, só são cabíveis nas hipóteses previstas no art. 535 do CPC. Sendo, inclusive, desnecessário ao julgador rebater, um a um, os dispositivos legais relacionado pela parte, bastando que decida as questões colocadas em juízo, no limite do pedido e de forma fundamentada, tal como ocorreu no acórdão. Devendo ser rejeitados toda vez que não apontarem omissão, contradição ou obscuridade, mesmo que fique evidente a intenção do Embargante de apenas prequestionar a matéria, a fim de interpor recurso às instâncias superiores. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - Classe: II-17 COMARCA CAPITAL (Opostos nos autos do(a) RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 12395/ Classe: II-15). Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. EMBARGANTE - MÁRIO MÁRCIO RAMOS DA SILVA (Advs: DR. RENATO DE ALMEIDA ORRO RIBEIRO), EMBARGADO - RR. COMERCIAL DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS LTDA (Advs: DR. OTACÍLIO PERON, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JURANDIR FLORÊNCIO DE CASTILHO Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, IMPROVERAM O RECURSO. EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - OMISSÃO - NÃO OCORRÊNCIA - MATÉRIA DEVIDAMENTE ANALISADA PELO COLEGIADO - DECISÃO MANTIDA - RECURSO A QUE SE NEGA PROVIMENTO. Os embargos de declaração têm cabimento restrito às hipóteses do art. 535, I e II do CPC, nunca devendo ser utilizado como mero instrumento de rediscussão da matéria, mormente quando esta restou devidamente analisada pelo colegiado. Os embargos visam unicamente completar a decisão quando p r e s e n t e o m i s s ã o d e p o n t o f u n d a m e n t a l, c o n t r a d i ç ã o e n t r e a fundamentação e a conclusão ou obscuridade nas razões desenvolvidas (EDcl no REsp /PR). Se a verdadeira intenção do embargante é a de levar a matéria aos Tribunais Superiores, tem ele, doravante, todos os mecanismos recursais na tentativa de fazer prevalecer a sua tese, a exceção é claro dos presentes embargos de declaração, visto que neles ausente a finalidade a que se destinam. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - Classe: II-17 COMARCA DE CÁCERES (Opostos nos autos do(a) RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 14305/ Classe: II-15). Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. EMBARGANTE - CENTRAIS ELÉTRICAS MATOGROSSENSES S. A. - CEMAT (Advs: DR. MURILLO ESPÍNOLA DE O L I V E I R A L I M A, O U T R O ( S ) ), E M B A R G A D O - M. C. R. S., REPRESENTADOS POR SEUS PAIS CIRO CAMPOS DA SILVA E RONEIDE MARIA RIBEIRO DA SILVA (Advs: DR. ADRIANO COLLEGIO ALVES, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ TADEU CURY Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, IMPROVERAM O RECURSO. EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - PROPÓSITO DE PREQUESTIONAMENTO - AUSÊNCIA DE DEMONSTRAÇÃO DA OCORRÊNCIA DE QUALQUER DAS HIPÓTESES DO ARTIGO 535 DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL - DESPROVIMENTO. Mesmo quando opostos com a finalidade especial de prequestionar a matéria, para interposição de recursos aos Tribunais Superiores há a necessidade de se demonstrar a ocorrência de alguma das hipóteses do artigo 535 do Código de Processo Civil, sob pena de ser negado provimento ao recurso. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - Classe: II-17 COMARCA DE RONDONÓPOLIS (Opostos nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 26220/ Classe: II-23). Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. EMBARGANTE - JAIRO DIAS PEREIRA (Advs: Dr. (a) MICHELLE DAYRELL LANNA, OUTRO(S)), EMBARGADO - BANCO BRADESCO S/A (Advs: Dr. (a) GERSON DA SILVA OLIVEIRA, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DR. ALBERTO PAMPADO NETO Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, IMPROVERAM O RECURSO. EMENTA: RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - ALEGAÇÃO DE OMISSÃO NO JULGAMENTO - INEXISTÊNCIA - PRETENSÃO DE REEXAME DA CAUSA - AUSÊNCIA DOS REQUISITOS DO ART. 535 DO CPC - EMBARGOS INCABÍVEIS - RECURSO A QUE SE NEGA PROVIMENTO. Não havendo obscuridade, dúvida, contradição, omissão, e, por construção pretoriana integrativa, a hipótese de erro material, esse recurso não é meio hábil ao reexame da causa, mesmo existindo a finalidade de prequestionamento. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - Classe: II-17 COMARCA DE RONDONÓPOLIS (Opostos nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 39232/ Classe: II-23). Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. EMBARGANTE - BANCO SANTANDER NOROESTE S.A. (Advs: Dr. RONALDO BATISTA ALVES PINTO, OUTRO(S)), EMBARGADO - OSIRIS OLIVA (Advs: DR. ILDO ROQUE GUARESCHI, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DR. ALBERTO PAMPADO NETO Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, IMPROVERAM O RECURSO. EMENTA: RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - ALEGAÇÃO DE OMISSÃO NO JULGAMENTO - INEXISTÊNCIA - PRETENSÃO DE APRECIAÇÃO DE MATÉRIA QUE NÃO FOI OBJETO DO APELO - IMPOSSIBILIDADE - INTELIGÊNCIA DO ART. 515, DO CPC - INTENÇÃO DE REEXAME E PREQUESTIONAMENTO EXPLÍCITO DA CAUSA - AUSÊNCIA DOS REQUISITOS DO ART. 535 DO CPC - EMBARGOS INCABÍVEIS - RECURSO A QUE SE NEGA PROVIMENTO. Sendo parcial o apelo, lícito não é ao Tribunal dar ao apelante mais do que pleiteado por ele (RTJ 85/1.066), nem tampouco deferir-lhe, em qualquer caso, o que não pleiteou (RTJ 84/288). (Humberto Theodoro Júnior, em seu Código de Processo Civil Anotado, 11ª edição). Não havendo obscuridade, dúvida, contradição, omissão, e, por construção pretoriana integrativa, a hipótese de erro material, esse recurso não é meio hábil ao reexame da causa, mesmo existindo a finalidade de prequestionamento. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - Classe: II-17 COMARCA CAPITAL (Opostos nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL / Classe: II-20). Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. EMBARGANTE - BANCO SAFRA S. A. E OUTRO(s) (Advs: DR. AMARO CESAR CASTILHO, OUTRO(S)), EMBARGADO - AGUIAR & FILHOS LTDA - CASA ALBERTO (Advs: DR. OTACÍLIO PERON), EMBARGADO - VISIGOT C. I. CONF. LTDA. - OURO VELHO BRASIL F. C. PAR. LTDA. (Advs: Dr. (a) ELIANETH GLAUCIA DE O. NAZARIO SILVA-DEF.PÚBLICA). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JURANDIR FLORÊNCIO DE CASTILHO Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: À UNANIMIDADE, IMPROVERAM O RECURSO. EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - MATÉRIA RECURSAL P L E N A M E N T E A N A L I S A D A - A C Ó R D Ã O Q U E R E C O N H E C E A LEGITIMIDADE PASSIVA DO EMBARGANTE - CARÁTER INFRINGENTE - INADMISSIBILIDADE - RECURSO QUE SE PRESTA APENAS A SANAR AS Disponibilizado - 9/6/2008 Diário da Justiça Eletrônico - MT - Ed. nº 7870 Página 10 de 433

11 IRREGULARIDADES ELENCADAS NO ARTIGO 535 E INCISOS DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL, DEVENDO SER OBSERVADO AINDA QUE O EMBARGANTE DESEJE APENAS PREQUESTIONAR A MATÉRIA - EMBARGOS IMPROVIDOS. O Recurso de Embargos Declaratórios não se presta ao reconhecimento de erro no julgamento haja vista que, destinado apenas a suprir obscuridade, omissão ou contradição, nos termos do artigo 535 e incisos do Código de Processo Civil, o que não fora observado no v. Acórdão embargado. O Julgador não está obrigado a esgotar os fundamentos e artigos de lei invocados pelas partes, sendo suficiente que exponha de forma clara e precisa os argumentos de sua convicção, com a incidência das normas legais ou jurisprudência em que baseia sua decisão. REEXAME NECESSARIO DE SENTENÇA 27411/ Classe: II-27 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. INTERESSADO(S) - CARVALIMA TRANSPORTES LTDA (Advs: Dr. (a) GERALDO MARTINS MATOS), INTERESSADO(S) - DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE MATO GROSSO - DETRAN/MT (Advs: DR. JOSÉ ANTÔNIO DE OLIVEIRA FILHO, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. LICINIO CARPINELLI STEFANI Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: REJEITADAS AS PRELIMINARES, NO MÉRITO, CONFIRMARAM A SENTENÇA, A UNANIMIDADE. EMENTA: REEXAME NECESSÁRIO DE SENTENÇA - MANDADO DE SEGURANÇA - PRELIMINARES - IMPOSSIBILIDADE JURÍDICA DO PEDIDO - MANDADO DE SEGURANÇA - VIA INADEQUADA - INEXISTÊNCIA DE DIREITO LÍQUIDO E CERTO - ANÁLISE COM O MÉRITO - LITISCONSÓRCIO PASSIVO NECESSÁRIO - CITAÇÃO MUNICÍPIO - DESNECESSÁRIA - R E J E I T A D A - A N U L A Ç Ã O D E M U L T A - A U S Ê N C I A D E D U P L A NOTIFICAÇÃO - POSSIBILIDADE - LICENCIAMENTO CONDICIONADO AO PAGAMENTO - IMPOSSIBILIDADE - SÚMULA 127 STJ - SENTENÇA MANTIDA. Prevê a Súmula 127 do STJ a ilegalidade do ato da autoridade coatora, que condicionou o licenciamento do veículo ao pagamento das multas. Terceira Câmara Cível Acórdão "HABEAS CORPUS" 20061/ Classe: II-45 COMARCA DE VILA RICA. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. IMPET. -PACIENTE - BAUER SOUTO SANTOS. Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. GUIOMAR TEODORO BORGES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, DENEGARAM A ORDEM, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR. EMENTA: HABEAS CORPUS - DESCUMPRIMENTO DE ORDEM JUDICIAL - ADVERTÊNCIA DE DESCUMPRIMENTO - DESOBEDIÊNCIA - PRISÃO - CERCEAMENTO À LIBERDADE DE LOCOMOÇÃO - INEXISTÊNCIA - ORDEM DENEGADA. A intimação de decisão judicial, com advertência de responsabilidade por crime de desobediência, não constitui, por si, ato bastante passível de correção por meio do remédio constitucional, especialmente quando não há evidências de que o paciente esteja sendo concretamente ameaçado em seu direito de locomoção. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 562/ Classe: II-15 COMARCA DE ALTO TAQUARÍ. Protocolo Número/Ano: 562 / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - SYNGENTA PROTEÇÃO DE CULTIVOS LTDA. (Advs: DR. CELSO UMBERTO LUCHESI, OUTRO(S)), AGRAVADO(S) - GIGLIO BERNINI NETO (Advs: Dr. JEFFERSON ELIAS P. DOS SANTOS, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. GUIOMAR TEODORO BORGES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, NÃO CONHECERAM DO RECURSO, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR. EMENTA: RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO - EXECUÇÃO POR QUANTIA CERTA CONTRA DEVEDOR SOLVENTE - BEM OFERECIDO Á PENHORA PELO EXECUTADO - RECUSA DO CREDOR - PEDIDO DE SUBSTITUIÇÃO DO BEM - DETERMINAÇÃO PARA QUE O BEM OFERTADO PELO DEVEDOR SEJA AVALIADO - PRELIMINAR - AUSÊNCIA DE INTERESSE PROCESSUAL - AUSENTE O PREJUÍZO DA DECISÃO - RECURSO NÃO CONHECIDO. Se ausente o indeferimento da pretensão do autor, mas somente a determinação de diligência para a parte, não se verifica prejuízo na decisão, bem assim o interesse em recorrer, legitimador do manejo recursal. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 3500/ Classe: II-15 COMARCA DE PRIMAVERA DO LESTE. Protocolo Número/Ano: 3500 / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - AILTON NOGUEIRA DA SILVA E OUTRA(s) (Advs: Dr. (a) CLAUDIR MIGUEL BERTICELLI, OUTRO(S)), AGRAVADO(S) - CIMENTAL TRANSPORTES E COMÉRCIO LTDA. (Advs: Dr. (a) ETHIENE BRANDÃO E SILVA, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. GUIOMAR TEODORO BORGES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, DERAM PROVIMENTO AO RECURSO, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR. EMENTA: RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO - EXECUÇÃO - CONSTRIÇÃO JUDICIAL - IMÓVEL APONTADO COMO BEM DE FAMÍLIA - DECISÃO SEM FUNDAMENTAÇÃO - VIOLAÇÃO DO ARTIGO 93, IX DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL - NULIDADE CARACTERIZADA - RECURSO P R O V I D O P A R A Q U E O J U I Z S I N G U L A R D E C I D A S O B R E A IMPENHORABILIDADE DO BEM. Nula é a decisão judicial editada sem a devida fundamentação exigida por força do disposto no art. 93, IX, da CF. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 5071/ Classe: II-15 COMARCA DE RONDONÓPOLIS. Protocolo Número/Ano: 5071 / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - TONIEL HERCULANO TEIXEIRA (Advs: Dr. (a) RONALDO LUIZ DE ARAUJO), AGRAVADO(S) - LAURO ALVES DE OLIVEIRA (Advs: Dra. LUCIENE TABALIPA POLESKI, Dr. SAULO MORAES, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. GUIOMAR TEODORO BORGES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, ACOLHERAM A PRELIMINAR ARGUIDA, PARA ANULAR A DECISÃO AGRAVADA, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR. EMENTA: RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO - EXECUÇÃO DE SENTENÇA - CONSTRIÇÃO JUDICIAL SOBRE BEM IMÓVEL DE PROPRIEDADE DE QUEM ALEGA NÃO PERTERCER AO QUADRO S O C I E T Á R I O D A E M P R E S A E X E C U T A D A - D E C I S Ã O S E M FUNDAMENTAÇÃO - VIOLAÇÃO DO ARTIGO 93, IX DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL - NULIDADE CARACTERIZADA - PRELIMINAR ACOLHIDA. Nula é a decisão judicial editada sem a devida fundamentação exigida por força do disposto no art. 93, IX, da CF. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 21253/ Classe: II-15 COMARCA DE ARIPUANÃ. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - GLEYSERSON PORTO RASSI (Advs: DRA. SELMA PINTO DE ARRUDA GUIMARÃES), AGRAVADO(S) - J. R. R. REPRESENTADA POR SEU GENITOR CARLOS CLEMENTE RAASCH (Advs: Dr. (a) JULIO CESAR PILEGI RODRIGUES, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. GUIOMAR TEODORO BORGES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, DERAM PROVIMENTO AO RECURSO, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - IMPUGNAÇÃO AO VALOR DA C A U S A - D A N O M O R A L E M A T E R I A L - V A L O R I N D I C A D O EXPRESSAMENTE PELA AUTORA - RECURSO PROVIDO. Se o autor indica, na peça de ingresso, o valor que pretende receber como indenização pelos danos morais e materiais sofridos, é este o valor que deve ser atribuído à causa. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 22645/ Classe: II-15 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - BANCO INDUSTRIAL E COMERCIAL S. A. (Advs: DRA. CLEIDI ROSANGELA HETZEL, OUTRO(S)), AGRAVADO(S) - REALINO DA ROCHA BASTOS (Advs: Dr. (a) CRISTINA ELIANE CALDEIRA BASTOS, Dr. (a) THALES AUGUSTO CALDEIRA DA ROCHA BASTOS). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. GUIOMAR TEODORO BORGES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, DERAM PROVIMENTO AO RECURSO, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR. EMENTA: RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO - LIQUIDÇÃO DE SENTENÇA - CONTRATO BANCÁRIO - DETERMINADA REALIZAÇÃO DE PERÍCIA CONTÁBIL - DESNECESSIDADE - APURAÇÃO DO QUANTUM DEVIDO POR SIMPLES CÁLCULOS ARITMÉTICOS - DECISÃO REFORMADA - AGRAVO PROVIDO. Mostra-se desnecessária a liquidação por arbitramento (realização da perícia por expert do Juízo), quando o valor do Disponibilizado - 9/6/2008 Diário da Justiça Eletrônico - MT - Ed. nº 7870 Página 11 de 433

12 quantum depende de simples cálculos aritméticos (Art. 475-B, CPC). RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 29086/ Classe: II-15 COMARCA DE JACIARA. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - MAJAC MATADOURO E ABATEDOURO E BENEFICIADORA JACIARA LTDA (Advs: Dr. (a) ADEMAR SANTANA FRANCO, OUTRO(S)), AGRAVADO(S) - JOSE GUILHERME DA SILVA (Advs: Dr. (a) GÉSSYKA DE SOUZA RONDON, DR. EDNELSON ZULIANI BELLO). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. GUIOMAR TEODORO BORGES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR. EMENTA: RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO - EMBARGOS À EXECUÇÃO - DECISÃO QUE ALTERA DESPACHO ANTERIOR PARA NEGAR O EFEITO SUSPENSIVO - DIREITO INTERTEMPORAL - EMBARGOS OPOSTOS NA VIGÊNCIA DA LEI Nº / AUSÊNCIA DE DANO DE DIFÍCIL OU INCERTA REPARAÇÃO - MATÉRIA NÃO SUJEITA À PRECLUSÃO - RECURSO IMPROVIDO. Se os embargos à execução foram opostos sob a vigência da Lei nº /2006, devem ser aplicadas as regras por ela introduzidas, nos exatos termos do artigo 1.211, do Código de Processo Civil, bem como da teoria do isolamento dos atos, e, em especial, o comando contido no artigo 739-A, do CPC. O recebimento dos embargos, via de regra, pela nova sistemática do procedimento executório, se dá sem atribuição da suspensividade da execução, que apenas ocorrerá em caráter excepcional, preenchidas as condições prelecionadas no artigo 739-A, 1º, do CPC. A decisão sobre a concessão ou não de efeito suspensivo aos embargos à execução não está sujeita a preclusão, de modo que pode ser revista a qualquer tempo pelo juiz, nos termos do artigo 739-A, 2º, do CPC. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 62214/ Classe: II-15 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - DARCI JOSÉ VEDOIN E OUTRO(s) (Advs: DR. EUCLIDES RIBEIRO SILVA JÚNIOR, OUTRO(S)), AGRAVADO(S) - CAVALCANTI SPADONI CARVALHO ADVOGADOS (Advs: Dr. (a) ROBERTO CAVALCANTI BATISTA, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DR. ELINALDO VELOSO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - IMPUGNAÇÃO AO VALOR DA CAUSA - PEDIDO DE REPARAÇÃO DE DANOS MATERIAIS E MORAIS - PEDIDO CERTO - QUANTUM DA PRETENSÃO REVELADO DESDE LOGO PELOS AUTORES NA INICIAL DA AÇÃO - PREVALÊNCIA PARA EFEITO DE FIXAÇÃO DO VALOR DA CAUSA - DECISÃO MANTIDA - RECURSO DESPROVIDO. Em ação de reparação de danos morais, o valor da causa deve ser aquele delimitado na petição inicial como exata expressão econômica da pretensão postulada, objeto da entrega futura da prestação jurisdicional. Inteligência do art. 259 do CPC. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 63135/ Classe: II-15 COMARCA DE SAPEZAL. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - MUNICÍPIO DE SAPEZAL (Advs: Dr. (a) DANILA TRINDADE J. A. GARCIA), AGRAVADO(S) - ALBERTO GUILHERME SCHNITZER NETO (Advs: DR. JOÃO CARLOS SCHNITZER). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DR. ELINALDO VELOSO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, REJEITARAM A PRELIMINAR, E NO MÉRITO, POR IGUAL VOTAÇÃO, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - MANDADO DE SEGURANÇA - LICENÇA NÃO REMUNERADA PARA TRATAR DE INTERESSE PESSOAL REQUERIDA POR DEFERIMENTO DE LIMINAR - RELEVÂNCIA DOS F U N D A M E N T O S E R I S C O D E P R E J U Í Z O S I R R E P A R Á V E I S SATISFATORIAMENTE DEMONSTRADOS PELA IMPETRANTE - LIMINAR CONFIRMADA - AGRAVO IMPROVIDO. Demonstrados, desde logo, pelo impetrante de Mandado de Segurança, a relevância dos fundamentos invocados e o risco de ineficácia do provimento, no caso de postergação da medida para a fase final do processo, correta a decisão concessiva de liminar para o efeito de garantir-lhe a participação em licitação pública com realização imediata. A concessão de liminar ou antecipação de tutela contra a Fazenda Pública tem sido admitida pela jurisprudência nos casos que escapam do campo de abrangência das hipóteses expressamente previstas na Lei nº 9.494/97. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 65108/ Classe: II-15 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - FERREIRA FOTO E VÍDEO LTDA (Advs: DR. THALLES DE SOUZA RODRIGUES), AGRAVADO(S) - ESTADO DE MATO GROSSO (Advs: DR. FÁBIO MARCEL VANIN TURCHIARI-PROC. ESTADO). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DR. ELINALDO VELOSO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - CONEXÃO - DISTRIBUIÇÃO POR DEPENDÊNCIA - PREVENÇÃO DO JUÍZO QUE CONHECEU AÇÃO ANTERIORMENTE PROPOSTA ENVOLVENDO AS MESMAS PARTES, TENDO O MESMO OBJETO E CAUSA DE PEDIR - EXTINÇÃO DA PRIMEIRA POR DESISTÊNCIA - IRRELEVÂNCIA - CASO DE COMPETÊNCIA ABSOLUTA DO JUÍZO PREVENTO - NULIDADE DO ATO DECISÓRIO PRATICADO PELO JUIZ INCOMPETENTE - LITIGÂNCIA DE MÁ-FÉ - INOCORRÊNCIA - AGRAVO DESPROVIDO - DECISÃO MANTIDA. A competência a que alude o art. 253, II, do CPC, decorrente da dependência, tem natureza funcional sucessiva, sendo, portanto absoluta. Uma reconhecida, reputar-se-ão nulos os atos decisórios praticados pelo juízo contra quem se operou o seu reconhecimento, consoante impõe o 2º do art.113 do mesmo Codex. Não há que falar em litigância de má-fé se não restou evidenciada a intenção deliberada da parte de induzir o juízo a erro, com alteração da verdade dos fatos, para alcançar objetivo ilegal. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 66467/ Classe: II-15 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - ADRIANO PORTES DA SILVA (Advs: DR. F R E D E R I C O A Z E V E D O E S I L V A ), A G R A V A D O ( S ) - J U N I N Z ÃO TRANSPORTES RODOVIÁRIOS LTDA. (Advs: Dr. (a) ARTUR CONY CAVALCANTI, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DR. ELINALDO VELOSO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS MATERIAIS E MORAIS - CONTESTAÇÃO E RECONVENÇÃO APRESENTADAS A DESTEMPO - REVELIA RECONHECIDA E DECRETADA - PRAZO DA DEFESA CONTADO A PARTIR DA RETIRADA DOS AUTOS DE CARTÓRIO PELO PATRONO DO RÉU, MUNIDO COM PROCURAÇÃO DO CLIENTE - RETENÇÃO INDEVIDA DO PROCESSO POR 33 DIAS, PREJUDICANDO A MARCHA PROCESSUAL E O INTERESSE DA PARTE CONTRÁRIA - CONDUTA ANTIÉTICA EVIDENTE - DECISÃO MANTIDA - AGRAVO DESPROVIDO. Correta se afigura a contagem do prazo de defesa a partir da retirada do processo da escrivania, pelo advogado do réu, munido com procuração ad judicia, após ter sido este pessoalmente citado para os termos da ação. Constitui conduta contra a ética a retenção indevida do processo, pelo advogado do réu, por prazo superior ao previsto para apresentação da defesa. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 74770/ Classe: II-15 COMARCA DE CANARANA. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - N. EGON WEIRICH (Advs: DR. ADRIANO CARRELO SILVA, OUTRO(S)), AGRAVADO(S) - ESTADO DE MATO GROSSO (Advs: DR. BRUNO HOMEM DE MELO - PROC. DE ESTADO). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DR. ELINALDO VELOSO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - EXECUÇÃO DE SENTENÇA CONTRA A FAZENDA PÚBLICA ESTADUAL - REQUISIÇÃO D O PRECATÓRIO ORDENADA ANTES DA CITAÇÃO DA EXECUTADA PARA OPOR EMBARGOS - IMPOSSIBILIDADE - INVERSÃO SANADA COM A DECRETAÇÃO DA NULIDADE DO REQUISITÓRIO E DETERMINAÇÃO DA REGULAR CITAÇÃO DAQUELA - DECISÃO CONFIRMADA - RECURSO IMPROVIDO. A requisição de pagamento, pela via de precatório, em Disponibilizado - 9/6/2008 Diário da Justiça Eletrônico - MT - Ed. nº 7870 Página 12 de 433

13 execução de sentença dirigida contra a Fazenda Pública, não prescinde da prévia e regular citação desta para opor embargos. Inteligência do art. 730 do Código de Processo Civil. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 89885/ Classe: II-15 COMARCA DE VILA RICA. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - KELLY MORGANA MORAES DA ROCHA SILVA (Advs: Dra. LUCÉLIA CRISTINA OLIVEIRA RONDON), AGRAVADO(S) - ALCIDES MARTINS LEAL (Advs: DR. VALBER DA SILVA MELO, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. GUIOMAR TEODORO BORGES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, JULGARAM PREJUDICADO O RECURSO, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR. EMENTA: RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO - DECISÃO LIMINAR CONCEDIDA EM MANDADO DE SEGURANÇA N PARA QUE A IMPETRADA ENTREGUE AS CHAVES E DOCUMENTOS DO LEGISLATIVO MUNICIPAL - INTERPOSIÇÃO DE AÇÃO CONSTITUCIONAL N 385/2007 PELA IMPETRADA - LIMINAR CONCEDIDA E MANTIDA NO RAI N / DECISÃO QUE SE SOBREPÕE A LIMINAR CONCEDIDA NO MS 336/ PERDA DO OBJETO - RECURSO PREJUDICADO. A decisão agravada foi concedida em favor do autor do Mandado de Segurança n 336/2007, em virtude da negativa da agravante-impetrada de entregar as chaves do Legislativo Municipal de São José do Xingu. Interposição de novo Mandado de Segurança n 385/2007, com liminar concedida para s u s p e n d e r o s e f e i t o s d a s d e l i b e r a ç õ e s o c o r r i d a s n a S e s s ã o Extraordinária de da Câmara Municipal de São José do Xingu, que havia resultado no afastamento da impetrada-agravante do Cargo de Presidente do Poder Legislativo Municipal e demais membros da Mesa Diretora. O presente Agravo de Instrumento perdeu seu objeto, mormente porque da referida liminar concedida em favor da agravante, o agravado interpôs o Recurso de Agravo de Instrumento n /2007, com o objetivo de suspender a decisão que reintegrou a Sra. Kelly Morgana ao cargo de Presidente do Poder Legislativo. Todavia, o efeito suspensivo postulado no RAI n /2007 foi negado (fls.711/712 daquele processo) e por ocasião do julgamento pelo mérito, ocorrido na sessão do dia , restou mantida a decisão que reintegrou a Sra. Kelly ao cargo. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 30652/ Classe: II-23 COMARCA DE VÁRZEA GRANDE. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - TRESCINCO ADMINISTRADORA E CONSÓRCIO LTDA. (Advs: Dr. (a) MARIO FERNANDO DA SILVA CASTILHO), APELADO(S) - CIRO IDA (Advs: Dr. NELSON JOSÉ GASPARELO). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. GUIOMAR TEODORO BORGES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR. EMENTA: RECURSO DE APELAÇÃO - EMBARGOS À EXECUÇÃO - REJEIÇÃO LIMINAR - FASE DE CUMPRIMENTO DA SENTENÇA - CABIMENTO DE IMPUGNAÇÃO - DECISÃO MANTIDA - RECURSO IMPROVIDO. Mantém-se a decisão que rejeita liminarmente os Embargos à Execução opostos contra a fase de Cumprimento da Sentença, porquanto, nos termos do 1º do artigo 475-J, do CPC, adequado é o oferecimento de Impugnação, inclusive, mediante prévia segurança do juízo, por intermédio da penhora. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 95464/ Classe: II-23 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 14/4/2008. APELANTE(S) - MUNICÍPIO DE CUIABÁ (Advs: DR. DURVAL TEODORO DE MELO - PROC. MUNICÍPIO), APELADO(S) - JOSÉ RICARDO VALENTINO NUNES. Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. EVANDRO STÁBILE Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO. EMENTA: RECURSO DE APELAÇÃO - EXECUÇÃO FISCAL - PRESCRIÇÃO - RECONHECIMENTO DE OFÍCIO - ARTIGO 219, PARÁGRAFO 5º, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL - POSSIBILIDADE - RECURSO IMPROVIDO. Admite-se a decretação de prescrição de ofício, nos termos do artigo 219, parágrafo 5º, do Código de Processo Civil, independentemente da manifestação da Fazenda Pública. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 95654/ Classe: II-23 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 14/4/2008. APELANTE(S) - MUNICÍPIO DE CUIABÁ (Advs: DR. EUDÁCIO ANTÔNIO DUARTE), APELADO(S) - NORIVAL BOFOLIN. Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. EVANDRO STÁBILE Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO. EMENTA: RECURSO DE APELAÇÃO - EXECUÇÃO FISCAL - PRESCRIÇÃO - RECONHECIMENTO DE OFÍCIO - ARTIGO 219, PARÁGRAFO 5º, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL - POSSIBILIDADE - RECURSO IMPROVIDO. É plenamente admissível a decretação de prescrição de ofício, nos termos d o a r t i g o 2 1 9, p a r á g r a f o 5 º, d o C ó d i g o d e P r o c e s s o C i v i l, independentemente da manifestação da Fazenda Pública. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - Classe: II-17 COMARCA CAPITAL (Opostos nos autos do(a) RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 7470/ Classe: II-15). Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. EMBARGANTE - ROSCH ADMINISTRADORA DE SERVIÇOS E INFORMÁTICA LTDA. - EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL (Advs: DR. EDUARDO HENRIQUE VIEIRA BARROS, DR. EUCLIDES RIBEIRO SILVA JÚNIOR, OUTRO(S)), EMBARGADO - BANCO ABN AMRO REAL S. A. (Advs: DR. ALEXANDRY CHEKERDEMIAN SANCHIK TULIO, DR. MARCO ANDRÉ HONDA FLÔRES, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DR. GILPERES FERNANDES DA SILVA Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR. EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - AGRAVO DE INSTRUMENTO - REDISCUSSÃO DA MATÉRIA E PREQUESTIONAMENTO - RECURSO REJEITADO. Devem ser rejeitados embargos de declaração, quando ausentes as hipóteses do artigo 535 do Código de Processo Civil, mormente se o embargante pretende rediscutir matéria já apreciada. M e s m o n o s E m b a r g o s d e D e c l a r a ç ã o c o m o f i m e s p e c í f i c o d e prequestionamento, é necessário observar os limites impostos pelo artigo 535 do Código de Processo Civil, impondo-se sua rejeição quando não se verificarem os vícios nele elencados. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - Classe: II-17 COMARCA DE TANGARÁ DA SERRA (Opostos nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 25674/ Classe: II-21). Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. EMBARGANTE - BRADESCO AUTO/ RE COMPANHIA DE SEGUROS S. A. (Advs: DR. GLAUCO DE GOÉS GUITTI, DRA. RENATA ALMEIDA DE SOUZA, OUTRO(S)), EMBARGADO - CLEUSA APARECIDA HERRERA (Advs: Dr. (a) LISIANE DE FÁTIMA ZORZO, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DR. GILPERES FERNANDES DA SILVA Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, NEGARAM PROVIMENTO AOS EMBARGOS, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR. EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - RECURSO DE APELAÇÃO C Í V E L - A Ç Ã O D E C O B R A N Ç A - O M I S S Ã O - I N E X I S T Ê N C I A - PREQUESTIONAMENTO - IMPOSSIBILIDADE - EMBARGOS REJEITADOS. Inexistindo obscuridade, contradição ou omissão no acórdão embargado os declaratórios devem ser rejeitados. Para efeito de prequestionamento não se exige a manifestação pormenorizada e expressa sobre todos os temas e dispositivos legais abordados no recurso, mas sim que sejam apresentados os fundamentos utilizados para o alcance da decisão. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - Classe: II-17 COMARCA DE BARRA DO GARÇAS (Opostos nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL / Classe: II-23). Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. EMBARGANTE - BRADESCO SEGUROS S. A. (Advs: DR. GLAUCO DE GÓES GUITTI, DRA. RENATA ALMEIDA DE SOUZA, OUTRO(S)), EMBARGADO - TRANSPORTADORA KASTERJUNIOR LTDA (Advs: Dr. RAUL DARCI DOLZAN, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. GUIOMAR TEODORO BORGES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR UNANIMIDADE, NEGARAM PROVIMENTO AOS EMBARGOS, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR. EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - RECURSO DE APELAÇÃO Disponibilizado - 9/6/2008 Diário da Justiça Eletrônico - MT - Ed. nº 7870 Página 13 de 433

14 CÍVEL - AÇÃO DE COBRANÇA C/C INDENIZAÇÃO - PARCIALMENTE PROCEDENTE - ALEGAÇÃO DE CONTRADIÇÃO - INOCORRÊNCIA - RECURSO IMPROVIDO. Os embargos de declaração não se prestam a complementar ou reformar decisão, se essa não se revela contraditória, mormente quando já houve pronunciamento no acórdão recorrido sobre a matéria, nos limites postos à apreciação da Câmara Julgadora. Decisões do Relator COM FINALIDADE DE INTIMAÇÃO - ART. 234 e segs. CPC TRIMEC CONSTRUÇÕES E TERRAPLENAGEM LTDA.( Advogado(s): Dr. DANIEL PAULO MAIA TEIXEIRA E OUTRO(S)), já qualificado como AGRAVANTE, nos autos do RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 48439/2008 Classe: 15-Cível. Origem : COMARCA DE TANGARÁ DA SERRA, em que é AGRAVADO(S): MUNICÍPIO DE TANGARÁ DA SERRA (Advogado(s): Dr. JONAS RACHID MURAD FILHO), vem por intermédio da petição protocolizada sob o nº 53572/2008, em 27/05/2008, requerer a desistência do recurso. CONCLUSÃO DA DECISÃO: "... Com base nisso e consubstanciado no artigo 51, inciso X do Regimento Interno desta Corte, homologo o pedido por desistência". Cuiabá, 02 de junho de Des. Guiomar Teodoro Borges - Relator RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 50993/2008 Classe: 15-Cível Origem : COMARCA DE SAPEZAL AGRAVANTE(S): BANCO DAYCOVAL S. A. Advogado(s): DR. LUIZ GUSTAVO DE OLIVEIRA RAMOS Dr. (a) JOÃO PAULO FOGAÇA DE ALMEIDA FAGUNDES DR. ITALLO GUSTAVO DE ALMEIDA LEITE E OUTRO(S) AGRAVADO(S): PAULO CÉSAR FAVARO MOTTA E SUA ESPOSA Advogado(s): Dr. ANDERSON CÉSAR FREI ALEXO E OUTRO(S) CONCLUSÃO DA DECISÃO "... O agravante não demonstrou quaisquer das hipóteses traçadas no dispositivo antes mencionado ou outros casos que lhes possam resultar lesão grave e de difícil reparação, razão pela qual indefiro a suspensão pleiteada." Cuiabá, 26 de maio de Desembargador Evandro Stábile - Relator RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 51887/2008 Classe: 15-Cível Origem : COMARCA DE NOVO SÃO JOAQUIM AGRAVANTE(S): VINICIO TORTATO SOBRINHO E OUTRA(s) Advogado(s): DR. ANTÔNIO RUBENS FAGUNDES PEREIRA AGRAVADO(S): VALDECIR ANTONIO GUADAGNIN E OUTRO(s) Advogado(s): Dr. (a) EDMAR DE JESUS RODRIGUES CONCLUSÃO DA DECISÃO: "...Posto isso, nego o efeito ativo pleiteado. " Cuiabá, 27 de maio de Des. Guiomar Teodoro Borges - Relator. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 55221/2008 Classe: 15-Cível Origem : COMARCA DE BARRA DO GARÇAS AGRAVANTE(S): M. C. DOS SANTOS MADEIRAS LTDA. Advogado(s): DR. JOSÉ GUILHERME GODOY GONTIJO DR. MÁRIO TAKATSUKA E OUTRO(S) AGRAVADO(S): BANCO CNH CAPITAL S. A. Advogado(s): Dr. MARCELO MUCCI LOUREIRO DE MELO AGRAVADO(S): BANCO BRADESCO S. A. CONCLUSÃO DA DECISÃO: "...Posto isso, ausente um dos pressupostos de admissibilidade recursal, nego seguimento ao recurso, nos termos do artigo 557 do Código de Processo Civil." AUTOS COM INTIMAÇÃO RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 49568/2007 Classe: 15-Cível Origem : COMARCA CAPITAL AGRAVANTE(S): BV FINANCEIRA S.A. - CRÉDITO, FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO Advogado(s): DRA. SILMARA RUIZ MATSURA E OUTRO(S) AGRAVADO(S): MARCELO BARBOSA DA SILVA Com intimação ao Agravante, para no prazo de 05 (cinco) dias, fornecer o endereço do Agravado. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 46014/2008 Classe: 15-Cível Origem : COMARCA DE SAPEZAL AGRAVANTE(S): BANCO DAYCOVAL S. A. Advogado(s): DR. LUIZ GUSTAVO DE OLIVEIRA RAMOS Dr. (a) JOÃO PAULO FOGAÇA DE ALMEIDA FAGUNDES DR. ITALLO GUSTAVO DE ALMEIDA LEITE E OUTRO(S) AGRAVADO(S): FRANCISCO DORS E OUTRO(s) Advogado(s): DR. GASTÃO BATISTA TAMBARA E OUTRO(S) Com intimação ao Agravante, para requerer o que entender de direito, no prazo de 05 (cinco) dias, acerca do teor da certidão de fls RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 54022/2008 Classe: 15-Cível Origem : COMARCA CAPITAL AGRAVANTE(S): BANCO DA AMAZÔNIA S. A. E OUTRO(s) Advogado(s): Dr. (a) DANIEL SOLUM FRANCO Dr. ROBERTO ANTUNES BARROS AGRAVADO(S): NEURI BAU Advogado(s): DRA. ROSÂNGELA DE CASTRO FARIAS SANTOS DR. IVO MATIAS Com intimação a Agravada, para apresentar contra-razões nos termos do art. 527, V do CPC. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 54301/2008 Classe: 15-Cível Origem : COMARCA DE SINOP AGRAVANTE(S): AGOSTINHO FLACH E SUA ESPOSA Advogado(s): Dr. (a) DARVIN KRAUSPENHAR JUNIOR E OUTRO(S) AGRAVADO(S): GLOBAL SECURITIES CAPITAL PARTNERS ADVISORS CORP. AGRAVADO(S): SOLO VIVO INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE FERTILIZANTES LTDA Com intimação a AGRAVANTE, para no prazo de 5 (cinco) dias, proceder ao recolhimento das custas pendentes, referente ao Cálculo nº no valor de R$ 22,20 (vinte e dois reais e vinte centavos). DEPARTAMENTO DA 3ª SECRETARIA CÍVEL, Cuiabá, 06 de junho de Bel.ª NILCE MARIA CAMARGO DA SILVA Diretora do Departamento da 3ª Secretaria Cível Decisões do Vice-Presidente RECURSO ESPECIAL 19599/2008 (Interposto nos autos do(a) RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 86276/ Classe: II-15) - CAPITAL RECORRENTE(S): COMATI COMERCIAL DE ALIMENTOS LTDA Advogado(s): DRA. LUCIANA REZEGUE DO CARMO E OUTRO(S) RECORRIDO(S): ESTADO DE MATO GROSSO Advogado(s): FÁBIO MARCEL VANIN TURCHIARI-PROC. ESTADO CONCLUSÃO DA DECISÃO DO RECURSO ESPECIAL: Posto isso, admito o Recurso pelo permissivo constitucional da alínea "a", somente com relação à suscitada violação aos arts. 620 do CPC e 11 da Lei n /80. Cuiabá, 03 de junho de Desembargador Rubens de Oliveira Santos Filho Vice-Presidente do Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL 31402/2008 (Interposto nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL / Classe: II-20) - CAPITAL RECORRENTE(S): BANCO BANDEIRANTES S. A. Advogado(s): DR. MÁRIO CARDI FILHO E OUTRO(S) RECORRIDO(S): LUCY FRANCISCA DE OLIVEIRA Advogado(s): DRA. RÚBIA DE SOUZA VIEGAS APOLINÁRIO E OUTRO(S) Disponibilizado - 9/6/2008 Diário da Justiça Eletrônico - MT - Ed. nº 7870 Página 14 de 433

15 CONCLUSÃO DA DECISÃO DO RECURSO ESPECIAL: Ante o exposto, admito o Recurso. Cuiabá, 02 de junho de Desembargador Rubens de Oliveira Santos Filho Vice-Presidente do Tribunal de Justiça AUTOS COM INTIMAÇÃO RECURSO ESPECIAL 37033/2008 (Interposto nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 96829/ Classe: II-22) LUCAS DO RIO VERDE RECORRENTE(S): AGRO AMAZÔNIA PRODUTOS AGROPECUÁRIOS LTDA Advogado(s): DR. DÉCIO JOSÉ TESSARO E OUTRO(S) RECORRIDO(S): MIGUEL STEFANELLO E OUTRO(s) Advogado(s): DRA. JOCELDA MARIA DA SILVA STEFANELLO E OUTRO(S) Com intimação a RECORRENTE, para complementar no prazo de 05 (cinco) dias, a insuficiência do preparo do Recurso Especial, sob pena de deserção. Cuiabá, 30 de maio de Des. Rubens de Oliveira Santos Filho Vice-Presidente do Tribunal de Justiça RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO AO STJ 46650/2008 (Interposto nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 85001/ Classe: II-20) - SINOP AGRAVANTE(S): MARTINS & MARTINS LTDA Advogado(s): DR. CLÁUDIO ALVES PEREIRA DR. JOSÉ OSVALDO LEITE PEREIRA E OUTRO(S) AGRAVADO(S): MARCELO SEGURA E OUTRO(s) Advogado(s): EM CAUSA PRÓPRIA Com intimação aos AGRAVADOS, para apresentarem contraminuta, nos termos do artigo 544, 2º do C.P.C. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO AO STJ 52439/2008 (Interposto nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 47135/ Classe: II-20) - RONDONÓPOLIS AGRAVANTE(S): LÚCIA RAMOS MENDES Advogado(s): DR. VANDERLEI CHILANTE AGRAVADO(S): ARISTIDES FERREIRA MENDES Advogado(s): DR. FRANCISCO EUDES GOMES DE LIMA E OUTRO(S) Com intimação ao AGRAVADO, para apresentar contraminuta, nos termos do artigo 544, 2º do C.P.C. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO AO STJ 52521/2008 (Interposto nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 40974/ Classe: II-23) - CAPITAL AGRAVANTE(S): EXPRESSO RUBI LTDA. Advogado(s): DR. JOSÉ GUILHERME JÚNIOR E OUTRO(S) AGRAVADO(S): ESTADO DE MATO GROSSO Advogado(s): Dr. (a) ADRIANE SILVA COSTA GARCIA (PROC. ESTADO) Com intimação ao AGRAVADO, para apresentar contraminuta, nos termos do artigo 544, 2º do C.P.C. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO AO STJ 52911/2008 (Interposto nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 93149/ Classe: II-23) - POCONÉ AGRAVANTE(S): LAURENÇO ALVES DA SILVA Advogado(s): Dr. (a) IULE ALVES DA SILVA EM CAUSA PRÓPRIA AGRAVADO(S): ALBERTO FEGURI Advogado(s): Dr. (a) BENEDITO SERGIO FEGURI Com intimação ao AGRAVADO, para apresentar contraminuta, nos termos do artigo 544, 2º do C.P.C. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO AO STJ 52934/2008 (Interposto nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 80966/ Classe: II-20) PRIMAVERA DO LESTE AGRAVANTE(S): CROMPTON LTDA. Advogado(s): DR. ALAN VAGNER SCHMIDEL E OUTRO(S) AGRAVADO(S): AGRODIRECT ARMAZÉNS GERAIS LTDA Advogado(s): DR. FLÁVIO MULLER E OUTRO(S) Com intimação a AGRAVADA, para apresentar contraminuta, nos termos do artigo 544, 2º do C.P.C. RECURSO ESPECIAL 53057/2008 (Interposto nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 37111/ Classe: II-20) - CAPITAL RECORRENTE(S): FUNDAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS FEDERAIS - FUNCEF Advogado(s): DR. MÁRIO CARDI FILHO E OUTRO(S) RECORRIDO(S): JOSÉ GONÇALVES DE SÁ NETO E SUA ESPOSA Advogado(s): DR. ADRIANO CARRELO SILVA E OUTRO(S) Com intimação aos RECORRIDOS, para apresentarem contra-razões, nos termos do artigo 542 do C.P.C. DEPARTAMENTO DA TERCEIRA SECRETARIA CÍVEL, Cuiabá 06 de junho de Bel.ª NILCE MARIA CAMARGO DA SILVA Diretora do Departamento da 3ª Secretaria Cível Quarta Câmara Cível Acórdão RECURSO DE AGRAVO REGIMENTAL - Classe: II-16 COMARCA DE JUARA(Interposto nos autos d o ( a ) R E C U R S O D E A G R A V O D E INSTRUMENTO 40129/ Classe: II-15). Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - WANDERSON BRITO PINTO E OUTRO(s) (Advs: DR. VALDRIANGELO SAMUEL FONSECA), AGRAVADO(S) - MADEIREIRA JUARA LTDA (Advs: Dr. (a) ALCIDES BATISTA DE LIMA NETO, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DR. PAULO MARCIO SOARES DE CARVALHO Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO. EMENTA: RECURSO DE AGRAVO REGIMENTAL INTERPOSTO EM SEDE DE AGRAVO DE INSTRUMENTO - DECISÃO QUE NEGOU SEGUIMENTO AO AGRAVO POR INTEMPESTIVIDADE E AUSÊNCIA DE REGULARIDADE FORMAL - LITISCONSORTES COM PROCURADORES DIVERSOS - AUSÊNCIA DE COMPROVAÇÃO - NÃO APLICAÇÃO DA DISPOSIÇÃO C O N T I D A N O A R T D O C P C - F A L T A D E P R O C U R A Ç Ã O OUTORAGADA AO ADVOGADO - IRREGULARIDADE FORMAL - RECURSO IMPROVIDO. A contagem do prazo em dobro para recurso previsto no art. 191 do CPC, nos casos de litisconsórcio, depende da comprovação de que os interesses dos litisconsortes são defendidos por procuradores distintos. A mera apresentação de substabelecimento conferido por advogado, sem que esteja acompanhada de cópia da procuração conferida pelo cliente àquele que substabelece, nã o demonstra de forma inequívoca a regularidade da representaçã o processual. O prazo para contestar é uno: começa da juntada aos autos do último mandado cumprido (art. 241-II, CPC). O prazo para recorrer, porém, é independente: começa, para cada interessado, a partir da intimação, que pode não coincidir para todos (arts. 506 e 242, CPC). RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 3183/ Classe: II-15 COMARCA DE BARRA DO GARÇAS. Protocolo Número/Ano: 3183 / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - M. A. P. R. POR SI E REPRESENTANDO SEUS FILHOS B. R. P. R. E P. A. R. R. (Advs: DR. JOSE ROBERTO BENEDETI, OUTRO(S)), AGRAVADO(S) - A. R. R. R. (Advs: Dr. LOURIVAL MOREIRA DA MATA, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, POR DECISÃO UNÂNIME, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - SEPARAÇÃO LITIGIOSA - Disponibilizado - 9/6/2008 Diário da Justiça Eletrônico - MT - Ed. nº 7870 Página 15 de 433

16 INCIDENTE DE IMPUGNAÇÃO AO VALOR DA CAUSA. - DECISÃO INTERLOCUTÓRIA - DESAFIA AGRAVO DE INTRUMENTO - VALOR DA CAUSA - MANTIDO. RECURSO IMPROVIDO. Decisão interlocutória em incidente de impugnação ao valor da causa desafia recurso de agravo de instrumento. Tratando-se de ação de separação onde as partes estipulam a partilha dos bens, o valor da causa deverá corresponder à estimativa do patrimônio a ser partilhado. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 11843/ Classe: II-15 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - TELEVISÃO CIDADE VERDE S. A. (Advs: DR. RICARDO DA SILVA MONTEIRO, OUTRO(S)), AGRAVADO(S) - RUY DE SOUZA GONÇALVES (Advs: DR. VALBER DA SILVA MELO, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - EXECUÇÃO DE TÍTULO JUDICIAL - MULTA (ART. 475-J, CPC) - VALOR LÍQUIDO - NÃO CUMPRIMENTO DA SENTENÇA NO PRAZO - DISCUSSÃO QUANTO À DATA INICIAL DA CORREÇÃO MONETÁRIA E DOS JUROS MORATÓRIOS - IRRELEVÂNCIA - VALOR DEVIDO - RECURSO IMPROVIDO. É devida a multa prevista no artigo 475-J do CPC quando a parte não cumpre a sentença no prazo legal, sendo irrelevante a alegação em impugnação de controvérsia quanto à data de início da incidência da correção monetária e dos juros moratórios. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 90182/ Classe: II-15 COMARCA DE PRIMAVERA DO LESTE. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - CARLOS VERDÉLIO (Advs: Dr. (a) DORIVAL ROSSATO JÚNIOR), AGRAVADO(S) - VALTRA DO BRASIL LTDA. (Advs: Dr(a). IRONDE PEREIRA CARDOSO, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, DERAM PROVIMENTO AO RECURSO. EMENTA: RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO - BUSCA E APREENSÃO - MAQUINÁRIO AGRÍCOLA - BEM IMPRESCINDÍVEL PARA A CONTINUIDADE DAS ATIVIDADES LABORAIS DO DEVEDOR - DANO DE DIFÍCIL OU INCERTA REPARAÇÃO - DECISÃO REFORMADA - AGRAVO PROVIDO. Resta razoável em se admitir que o bem permaneça com o devedor nos casos de busca e apreensão sobre maquinários ou implementos agrícolas, enquanto se aguarda tramitação da ação de busca e apreensão, posto tratar-se de bem indispensável a continuidade do labor do agravante. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO / Classe: II-15 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. AGRAVANTE(S) - TELEVISÃO CIDADE VERDE S. A. (Advs: DR. RICARDO DA SILVA MONTEIRO, OUTRO(S)), AGRAVADO(S) - RUY DE SOUZA GONÇALVES (Advs: DR. VALBER DA SILVA MELO, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, DERAM PROVIMENTO PARCIAL AO RECURSO. EMENTA: AGRAVO DE INSTRUMENTO - EXECUÇÃO DE TÍTULO JUDICIAL - NOMEAÇÃO - RECUSA - PENHORA - OFÍCIO ELETRÔNICO AO BANCO CENTRAL - SISTEMA BACEN-JUD - PENHORA ON LINE - VALOR ELEVADO - INVIABILIDADE DA ATIVIDADE DO EXECUTADO - EXISTÊNCIA DE OUTROS BENS PASSÍVEIS DE PENHORA - APLICAÇÃO DO ARTIGO 620 DO CPC - POSSIBILIDADE - RECURSO, PARCIALMENTE PROVIDO. Mostrando-se a execução de elevado valor de modo a inviabilizar a atividade do devedor, bem assim havendo outros bens passíveis de penhora, deve-se aplicar o artigo 620 do CPC, não se mostrando razoável o bloqueio de valores em conta bancária. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 6812/ Classe: II-19 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: 6812 / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - BANCO FINASA S. A. (Advs: DRA. RENATA KARLA BATISTA E SILVA), APELADO(S) - JHONY MARCONDES. Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, DERAM PROVIMENTO AO RECURSO. EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO - INDEFERIMENTO DA INICIAL - JUNTADA DA PROCURAÇÃO E SUBSTABELECIMENTO AUTENTICADOS POSTERIOR AO PRAZO - VÍCIO SANADO - PRINCÍPIOS DA EFETIVIDADE E DA ECONOMIA PROCESSUAL - APLICAÇÃO DO ART. 296, CPC - POSSIBILIDADE - SENTENÇA ANULADA -RECURSO PROVIDO. Sendo sanado o vício constante da inicial, deve o magistrado consubstanciado nos princípios da efetividade e da economia processual e, ainda, embasado no artigo 296 do Código de Processo Civil, reformar sua decisão e determinar o regular andamento do feito. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 53857/ Classe: II-20 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - OSVALDO OLIVEIRA (Advs: DRA. SÉRGIO ANTÔNIO DE OLIVEIRA), APELADO(S) - FAZENDA SANTA MARIA (Advs: DR. SÉRGIO HENRIQUE DE BARROS MACIEL EL HAGE, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO. E M E N T A : A P E L A Ç Ã O C Í V E L - R E I N T E G R A Ç Ã O D E P O S S E - I M P R O C E D Ê N C I A - E S B U L H O N Ã O C O N F I G U R A D O - P E D I D O CONTRAPOSTO - PRETENDIDO REPARAÇÃO POR DANO MORAL - INADMISSIBILIDADE - INOCORRÊNCIA DE ATO ILÍCITO POR PARTE DO AUTOR - RECURSO IMPROVIDO. O reconhecimento da responsabilidade civil ao dever de indenizar está atrelado à existência de três requisitos, a saber: ato ilícito, dano e nexo de causalidade, ausente um deles não há como conceder a pretensão. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 90220/ Classe: II-20 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - COOPERATIVA DE ECONOMIA E CRÉDITO MÚTUO DOS FUNCIONÁRIOS DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS PÚBLICAS FEDERAIS LTDA. - COOPERFORTE (Advs: DRA. BETTÂNIA MARIA GOMES PEDROSO, DR. CARLOS ROBERTO SIQUEIRA CASTRO, OUTRO(S)), APELADO(S) - JURANDIR VENTRESQUI GUEDES E OUTRO(s) (Advs: Dr. CELSO GUEDES MAXIMILIANO). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: REJEITADA A PRELIMINAR; NO MÉRITO, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, DERAM PROVIMENTO AO RECURSO. DECISÃO UNÂNIME. EMENTA: APELAÇÃO CIVEL - EXECUÇÃO - NOTA PROMISSÓRIA - I - CARÊNCIA RECONHECIDA - EXTINÇÃO - TÍTULO VÁLIDO - SENTENÇA CASSADA - JULGAMENTO DO MÉRITO POR FORÇA DO ARTIGO 515, 3º DO CPC JUROS - CAPITALIZAÇÃO MENSAL - IMPOSSIBLIDADE - 3- AUSÊNCIA DE PACTUAÇÃO DOS JUROS REMUNERATÓRIOS - INCIDÊNCIA DE 12% AO ANO - POSSIBILIDADE CORREÇÃO MONETÁRIA - INPC - ADMISSIBILIDADE - INEXISTÊNCIA DE PACTUAÇÃO DO ÍNDICE MULTA MORATÓRIA EM 2% - POSSILIBILIDADE. RECURSO PROVIDO - DECISÃO CASSADA - EXECUÇÃO JULGADA PROCEDENTE. 1. A nota promissória constitui título executivo hábil, em nada afetando para a sua eficácia a circunstância de reconhecimento de juros excessivo, fato que não lhe retira os requisitos de liquidez, certeza e exigibilidade. 2. Inexistindo previsão legal, é incabível a capitalização mensal de juros. 3. Aplica-se o percentual de 12% (doze por cento) ao ano, se não há no contrato avença de qualquer outro índice a título de juros remuneratórios. 4. Não tendo sido pactuado qualquer outro índice de correção monetária, possível a incidência do INPC. 5. Sendo o contrato firmado na vigência da Lei nº 9.298, de 01/8/96, é possível a cobrança de multa moratória em 2% sob o valor do débito. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 99220/ Classe: II-20 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - AMERICEL S. A. (Advs: DRA. MARIEL MARQUES OLIVEIRA, OUTRO(S)), APELANTE(S) - MARIA DE FÁTIMA ANGELO SANTOS (Advs: DR. ADRIANO DE BARROS SAAD, OUTRO(S)), APELADO(S) - MARIA DE FÁTIMA ANGELO SANTOS (Advs: DR. ADRIANO DE BARROS SAAD, OUTRO(S)), APELADO(S) - AMERICEL S. A. (Advs: DRA. MARIEL MARQUES OLIVEIRA, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, NEGARAM PROVIMENTO A AMBOS OS RECURSOS. EMENTA: RECURSOS DE APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO DE INDENIZAÇÃO Disponibilizado - 9/6/2008 Diário da Justiça Eletrônico - MT - Ed. nº 7870 Página 16 de 433

17 POR DANOS MORAIS - RESPONSABILIDADE CIVIL POR ATO ILÍCITO - I) - RECURSO DA PARTE RÉ - COMPRA DE APARELHO CELULAR - TELEVENDA - DEVOLUÇÃO DE MERCADORIAS - NÃO UTILIZAÇÃO DE S E R V I Ç O S C O M P R O V A D A - C O B R A N Ç A S I N D E V I D A S - CADASTRAMENTO INDEVIDO EM ÓRGÃOS DE RESTRIÇÃO AO CRÉDITO - DANOS MORAIS - CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR - ARTIGO 49 - RECURSO IMPROVIDO II) - RECURSO DA PARTE AUTORA - VERBA INDENIZATÓRIA - MAJORAÇÃO - RECURSO IMPROVIDO. I) - Comprovada a devolução de mercadorias, nos termos do Código de Defesa do Consumidor, bem como a não utilização de serviços, indevida a cobrança de valores e a inscrição do nome do consumidor em cadastro de inadimplentes pelo fornecedor, devendo ele arcar com os danos advindos do procedimento ilícito. II) - A verba indenizatória por danos morais deve ser arbitrada de forma a cumprir a função primordial de compensar o ofendido e, ao mesmo tempo, penalizar o ofensor pelo ato lesivo, evitando possíveis reincidências, sem ensejar o enriquecimento ilícito do beneficiário. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL / Classe: II-20 COMARCA DE SINOP. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - MUNDIAL MATERIAIS ELÉTRICOS LTDA. (Advs: DR. JOSE VALNIR TEIXEIRA), APELADO(S) - ODAIR JUNIOR PONCIANO (Advs: Dr. (a) DARVIN KRAUSPENHAR JUNIOR, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO. EMENTA: RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS - I)-EXTRAVIO DE DOCUMENTOS - INSCRIÇÃO INDEVIDA EM CADASTRO DE INADIMPLENTES - NEGLIGÊNCIA DA EMPRESA RÉ CONFIGURADA - ARTIGO 14, CAPUT E 1º DO CDC - II) DANO MORAL PURO - VERBA INDENIZATÓRIA MANTIDA - RECURSO IMPROVIDO. I) - Demonstrado o cadastramento indevido, pelo uso de documentos pessoais por terceiros, em razão de extravio, deve o fornecedor responder pelos danos morais advindos de sua negligência na aferição da real identidade do consumidor, nos termos do artigo 14 do Código de Defesa do Consumidor. II) - A indenização por dano moral puro deve cumprir a finalidade primordial de compensar o ofendido e penalizar o ofensor, evitando reincidências, sem que o beneficiário receba valores excessivos. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL / Classe: II-20 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS (Advs: Dr. (a) SAJUNIOR LIMA MARANHÃO, OUTRO(S)), APELADO(S) - CONDOMÍNIO SAINT MORITZ (Advs: Dr. MILTON ALVES DAMASCENO, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO. EMENTA: RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO DE COBRANÇA C/C INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS - RESPONSABILIDADE CIVIL CONTRATUAL - I) - CONTRATO DE SEGURO - SEGURO RESIDENCIAL - OCORRÊNCIA DE SINISTRO - COBERTURA DO SINISTRO COMPROVADA - CONDIÇÕES DE EXCLUSÃO DA COBERTURA - AUSÊNCIA DE PROVAS II) - CÓDIGO DO CONSUMIDOR - INVERSÃO DO ÔNUS DA PROVA - DEFERIMENTO - MOMENTO PROCESSUAL ADEQUADO - RECURSO IMPROVIDO. I) Não há momento processual adequado para o juiz fixar o ônus da prova ou sua inversão, nos termos do artigo 6º, VIII do Código de Defesa do consumidor, porque o ônus da prova configura-se como regra de juízo e não de procedimento. Logo, é na sentença que juiz aplica a regra. II) Para se eximir do pagamento da apólice, deve a seguradora comprovar a ocorrência das condições de exclusão da cobertura do sinistro e o pleno conhecimento das referidas cláusulas contratuais pelo segurado. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL / Classe: II-20 COMARCA CAPITAL. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - JOSÉ HAROLDO COELHO SANTIAGO (Advs: Dr. (a) IVAN COSER), APELADO(S) - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ODONTOLOGIA - SEÇÃO DE MATO GROSSO (Advs: DR. HÉLCIO CORRÊA GOMES). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, APÓS NEGAR PROVIMENTO AO AGRAVO RETIDO E REJEITAR A PRELIMINAR ARGÜIDA, IMPROVERAM O RECURSO. EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL - COBRANÇA - VALORES REFERENTE A CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO - ALEGAÇÃO DE NÃO PRESTAÇÃO DO SERVIÇO E DE EXISTÊNCIA DE IRREGULARIDADES - EXCEÇÃO DE CONTRATO NÃO CUMPRIDO - NÃO COMPROVAÇÃO - RECURSO IMPROVIDO. Comprovada a prestação do serviço em ação de cobrança de valores referentes a curso de especialização, correta a sentença que julga procedente o pedido. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL / Classe: II-20 COMARCA DE SINOP. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - WILSON GARCIA DE ANDRADE E OUTRO(s) (Advs: DR. ELPÍDIO MORETTI ESTEVAM), APELADO(S) - AVENTIS CROPSCIENCE BRASIL LTDA (Advs: DR. MILTON DABUL POMPEU DE BARROS, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, ACOLHERAM A PRELIMINAR DE INTEMPESTIVIDADE DO RECURSO. EMENTA: I) APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO DECLARATÓRIA - SENTENÇA PUBLICADA NA AUDIÊNCIA - PRAZO RECURSAL INICIA-SE NA DATA DA AUDIÊNCIA INDEPENDENTEMENTE DA PRESENÇA DO ADVOGADO REGULARMENTE INTIMADO - PRELIMINAR DE INTEMPESTIVIDADE - ACOLHIDA - II) NÃO CONHECIMENTO DO RECURSO. A ausência do advogado na audiência de instrução e julgamento, na qual foi proferida a sentença objurgada não obsta a aplicabilidade do art. 242, 1º do CPC, quando foi ele regularmente intimado para o ato judicial. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL / Classe: II-22 COMARCA DE SINOP. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - WILSON GARCIA DE ANDRADE E OUTRO(s) (Advs: DR. ELPÍDIO MORETTI ESTEVAM), APELADO(S) - AVENTIS CROPSCIENCE BRASIL LTDA (Advs: DR. MILTON DABUL POMPEU DE BARROS, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO. EMENTA: I) APELAÇÃO CÍVEL - II) AÇÃO CAUTELAR INOMINADA - AÇÃO PRINCIPAL DECIDIDA - PREJUDICIALIDADE - EXTINÇÃO COM BASE NO ART. 796 e 808, III, AMBOS CPC - CABIMENTO DA CONDENAÇÃO NAS CUSTAS E HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS - III) RECURSO IMPROVIDO. Independentemente do que se apure na medida cautelar, não há meios impugnativos que possam modificar a decisão lançada nos autos da ação principal, quando a sentença ali proferida foi mantida em sede recursal por seus próprios e bem fundamentados termos. Existindo sucumbência, deve o magistrado condenar nas custas e honorários advocatícios, mormente quando a parte adversa deu causa à demanda e, ainda constituiu advogado para sua defesa. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 53186/ Classe: II-23 COMARCA DE LUCAS DO RIO VERDE. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - ODINEIA DOS SANTOS SUPERMERCADO - ME (Advs: Dr. (a) JAILINE FRANCIELE FRASSON), APELADO(S) - MARTINS & MARTINS LTDA (Advs: Dr. (a) ENIO TELLES DE CAMARGO, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO. E M E N T A : A P E L A Ç Ã O - M O N I T Ó R I A - C H E Q U E P R E S C R I T O - COMPROVAÇÃO DA CAUSA DEBENDI - DESNECESSIDADE - RECURSO IMPROVIDO. Na ação monitória visando o recebimento de valores representados por cheques prescritos é desnecessária a comprovaçã o da origem da dívida. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 78254/ Classe: II-23 COMARCA DE SINOP. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - CRISTIANO JOSÉ QUAINI (Advs: DR. DIEGO GUTIERREZ DE MELO, OUTRO(S)), APELADO(S) - FREDOLINO HOFFMANN (Advs: DR. OVÍDIO ILTOL ARALDI). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, AFASTADAS AS PRELIMINARES NEGARAM PROVIMENTO AO Disponibilizado - 9/6/2008 Diário da Justiça Eletrônico - MT - Ed. nº 7870 Página 17 de 433

18 RECURSO. EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL - MONITÓRIA - I - DEMONSTRATIVO DE EVOLUÇÃO DA DÍVIDA - DESNECESSIDADE - MOVIMENTAÇÃO AUFERÍVEL POR SIMPLES CÁLCULO ARITMÉTICO - II- HONORÁRIOS - CONDENAÇÃO EM PERCENTUAL RAZOÁVEL - RECURSO IMPROVIDO - DECISÃO MANTIDA. 1. A apresentação da planilha de evolução de débito não é imprescindível com a exordial de a ação monitória quando se puder auferi-la por simples cálculo aritmético. 2. A verba honorária advocatícia deve ser condizente com o trabalho exigido e produzido pelos profissionais. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 89738/ Classe: II-23 COMARCA DE CAMPINÁPOLIS. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - JOSÉ EDUARDO RODRIGUES REZENDE (Advs: Dr. BRUNO ARAUJO), APELADO(S) - BANCO DO BRASIL S. A. (Advs: Dr. (a) CELSON JESUS GONCALVES FALEIRO, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, REJEITADA A PRELIMINAR, NEGARAM PROVIMENTO AO RECURSO. EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL - EMBARGOS À EXECUÇÃO - PLURALIDADE D E E X E C U T A D O S - F L U Ê N C I A I N D I V I D U A L D O P R A Z O P A R A INTERPOSIÇÃO DOS EMBARGOS - INÍCIO A PARTIR DA JUNTADA DO MANDADO DE PENHORA - CARÁTER AUTÔNOMO DOS EMBARGOS - EXTINÇÃO - EXTEMPORANEIDADE RECONHECIDA - RECURSO IMPROVIDO - DECISÃO MANTIDA. De conformidade com o art. 738, I, do CPC, os embargos à execução devem ser opostos no prazo de dez dias, a contar da juntada aos autos da prova da intimação da penhora, independente da intimação dos demais co-obrigados. RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL / Classe: II-25 COMARCA DE RONDONÓPOLIS. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. APELANTE(S) - BANCO ITAÚ S. A. (Advs: DR. DALTON ADORNO TORNAVOI, OUTRO(S)), APELADO(S) - ALVARO TUFI ARGES - ME (Advs: Dr. CARLOS IHAMBER HUGUENEY D REZENDE, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, DERAM PROVIMENTO AO RECURSO. EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO - EXTINÇÃO POR ABANDONO DA CAUSA (ART. 267, III, DO CPC) - NECESSIDADE DE REQUERIMENTO DA PARTE REQUERIDA - SÚMULA Nº 240 DO STJ - RECURSO PROVIDO. A extinção do processo por abandono da causa depende de requerimento do réu. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - Classe: II-17 COMARCA DE MIRASSOL D OESTE (Opostos nos autos do(a) RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 5624/ Classe: II-15). Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. EMBARGANTE - TRANSPORTES JAÓ LTDA. (Advs: Dr. (a) EDER FAUSTINO BARBOSA, Dr. (a) OTÁVIO FERNANDO DE OLIVEIRA), EMBARGADO - GUEEDS ALVES DE CAMPOS (Advs: DR. LUIZ GONZAGA DE MENEZES). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. MÁRCIO VIDAL Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, REJEITARAM OS EMBARGOS DECLARATÓRIOS. EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - ACÓRDÃO AO RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO - OMISSÃO E ERRO DE DIREITO - NÃO DEMONSTRADOS - PRETENSÃO DE REFORMAR A DECISÃO - CARÁTER INFRINGENTE - PREQUESTIONAMENTO - INADMISSIBILIDADE - REJEITADOS. São incabíveis embargos declaratórios com pretexto de restaurar discussão sobre a demanda, visando à reapreciação da causa. Não estando demonstrada, de forma contundente, algumas das hipóteses estampadas no art. 17 do Código de Processo Civil, descabe a pretensão d a c o n d e n a ç ã o p o r l i t i g â n c i a d e m á - f é. M e s m o p a r a f i n s d e prequestionamento, devem os embargos respeitar os limites traçados no art. 535 do CPC. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - Classe: II-17 COMARCA CAPITAL (Opostos nos autos do(a) RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 9312/ Classe: II-15). Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. EMBARGANTE - ESTADO DE MATO GROSSO (Advs: DR. WYLERSON VERANO DE AQUINO SOUSA - PROC. ESTADO), EMBARGADO - G. M. F., REPRES. POR SEUS PAIS MARINETE FERREIRA DE MESQUITA FIALHO E QUEOZETE MATOS FIALHO (Advs: DRA. ANA LÚCIA RICARTE). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. MÁRCIO VIDAL Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, REJEITARAM OS EMBARGOS DECLARATÓRIOS. EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - ACÓRDÃO AO RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO - OMISSÃO - NÃO DEMONSTRADA - PREQUESTIONAMENTO - INADMISSIBILIDADE - IMPROVIDOS. Inexistente qualquer das hipóteses do art. 535 do CPC, não merecem acolhida embargos de declaração opostos a fim de prequestionar dispositivo constitucional. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - Classe: II-17 COMARCA DE RONDONÓPOLIS (Opostos nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 10085/ Classe: II-20). Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 12/5/2008. EMBARGANTE - SUL AMÉRICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS (Advs: DR. LÁZARO JOSÉ GOMES JÚNIOR, DRA. VIVIANE CALIFANI MERINO LAPINSKI, OUTRO(S)), EMBARGADO - TRANSPORTES CLAZA LTDA (Advs: Dr. (a) SILVIA MACHADO MUCHAGATA, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DR. ELINALDO VELOSO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: POR DECISÃO UNÂNIME, NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, CONHECERAM DOS EMBARGOS DECLARATÓRIOS, PROVENDO-OS. E M E N T A : E M B A R G O S D E C L A R A T Ó R I O S - A L E G A Ç Ã O D E CONTRADIÇÃO NA CONCLUSÃO DO ACÓRDÃO - CONCLUSÃO EM DESSINTONIA COM OS VOTOS PROFERIDOS - ACLARATÓRIOS ACOLHIDOS - CONCLUSÃO RETIFICADA. Os embargos declaratórios são admitidos para correção de erro material constante da conclusão de Acórdão, ajustando esta aos votos proferidos. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - Classe: II-17 COMARCA DE RONDONÓPOLIS (Opostos nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 10085/ Classe: II-20). Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. EMBARGANTE - TRANSPORTES CLAZA LTDA (Advs: DR. EDUARDO FRAGA FILHO, Dr. (a) SILVIA MACHADO MUCHAGATA, OUTRO(S)), EMBARGADO - SUL AMÉRICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS (Advs: DR. LÁZARO JOSÉ GOMES JÚNIOR, DRA. VIVIANE CALIFANI MERINO LAPINSKI, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DR. ELINALDO VELOSO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, REJEITARAM OS EMBARGOS DECLARATÓRIOS. EMENTA: EMBARGOS DECLARATÓRIOS - ALEGAÇÃO DE OMISSÃO DO ACÓRDÃO SOBRE QUESTÕES SUSCITADAS EM RECURSO ADESIVO - INOCORRÊNCIA - REJEIÇÃO - DECISÃO MANTIDA. Os embargos declaratórios não se prestam para reexame de matéria suficientemente apreciada e decidida pelo Acórdão embargado. Para reconhecimento dos lucros cessantes, há que demonstrar a parte tais prejuízos com prova cabal, não se mostrando suficiente para isso simples noticia vaga, mesmo trazida por testemunhas ouvidas em juízo, da perda de clientela. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - Classe: II-17 COMARCA DE TANGARÁ DA SERRA (Opostos nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 75725/ Classe: II-23). Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. EMBARGANTE - ANDRÉ LUIZ ROSSI (Advs: DR. JOÃO CARLOS HIDALGO THOMÉ), EMBARGADO - CARLOS UMBERTO BETTONI (Advs: DR. ANTÔNIO AGUIAR FERREIRA). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, REJEITARAM OS EMBARGOS DECLARATÓRIOS. EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - OBSCURIDADE, DÚVIDA OU CONTRADIÇÃO - INOCORRÊNCIA - EMBARGOS REJEITADOS. Os embargos de declaração têm por finalidade a eliminação de obscuridade, omissão ou contradição do julgado. Se o acórdão não está eivado de nenhum desses vícios, os embargos devem ser rejeitados. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - Classe: II-17 COMARCA CAPITAL (Opostos nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 87394/ Classe: II-20). Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. EMBARGANTE - ARIEL AUTOMÓVEIS VÁRZEA Disponibilizado - 9/6/2008 Diário da Justiça Eletrônico - MT - Ed. nº 7870 Página 18 de 433

19 GRANDE LTDA. (Advs: Dr. (a) LUIZ GONÇALO DA SILVA), EMBARGADO - MAURICIO TRAMUJAS ASSAD (Advs: Dr. ANSELMO CURSINO JORGE, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, REJEITARAM OS EMBARGOS DECLARATÓRIOS. EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - OBSCURIDADE, DÚVIDA OU CONTRADIÇÃO - INOCORRÊNCIA - EMBARGOS REJEITADOS. Os embargos de declaração têm por finalidade a eliminação de obscuridade, omissão ou contradição do julgado. Se o acórdão não está eivado de nenhum desses vícios, os embargos devem ser rejeitados. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - Classe: II-17 COMARCA DE RONDONÓPOLIS (Opostos nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 91002/ Classe: II-20). Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. EMBARGANTE - MARIA APARECIDA PROENÇA E OUTRA(s) (Advs: DR. ROBIE BITENCOURT IANHES, OUTRO(S)), EMBARGADO - ADILTON DOMINGOS SACHETTI E OUTRO(s) (Advs: DR. JOAO CAVALCANTE BARBOSA, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, REJEITARAM OS EMBARGOS DECLARATÓRIOS. EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - OBSCURIDADE, DÚVIDA OU CONTRADIÇÃO - INOCORRÊNCIA - EMBARGOS REJEITADOS. Os embargos de declaração têm por finalidade a eliminação de obscuridade, omissão ou contradição do julgado. Se o acórdão não está eivado de nenhum desses vícios, os embargos devem ser rejeitados. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - Classe: II-17 COMARCA DE RONDONÓPOLIS (Opostos nos autos do(a) RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 91387/ Classe: II-15). Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. EMBARGANTE - JAIVO DIAS PEREIRA E OUTROS (Advs: Dr. FLÁVIO ALEXANDRE MARTINS BERTIN, DRA. LUCIANA ROSA GOMES, OUTRO(S)), EMBARGADO - BANCO BRADESCO S. A. (Advs: DR. GERVÁSIO FERNANDES CUNHA FILHO, DR. LUCIANO PORTEL MARTINS, OUTRO(S)). Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, REJEITARAM OS EMBARGOS DECLARATÓRIOS. EMENTA: EMBARGOS DE DECLARAÇÃO - OBSCURIDADE, DÚVIDA OU CONTRADIÇÃO - INOCORRÊNCIA - EMBARGOS REJEITADOS. Os embargos de declaração têm por finalidade a eliminação de obscuridade, omissão ou contradição do julgado. Se o acórdão não está eivado de nenhum desses vícios, os embargos devem ser rejeitados. REEXAME NECESSARIO DE SENTENÇA 57922/ Classe: II-27 COMARCA DE SÃO FÉLIX DO ARAGUAIA. Protocolo Número/Ano: / Julgamento: 2/6/2008. INTERESSADO(S) - GIL BRAZ ZABOT CORREA E OUTRO(s) (Advs: DR. ASSIS BORANGA B. ESCOBAR), INTERESSADO(S) - MUNICÍPIO DE LUCIARA. Relator(a): Exmo(a). Sr(a). DES. JOSÉ SILVÉRIO GOMES Decisão: Vistos, relatados e discutidos os autos em epígrafe, a eminente Turma Julgadora proferiu a seguinte decisão: NOS TERMOS DO VOTO DO RELATOR, RATIFICARAM O ATO SENTENCIAL REEXAMINANDO. EMENTA: REEXAME NECESSÁRIO DE SENTENÇA - MANDADO DE SEGURANÇA - ENTE PÚBLICO MUNICIPAL - SUSTAÇÃO DE CHEQUES - SERVIDORES PÚBLICOS - VENCIMENTOS - ILEGALIDADE - SEGURANÇA CONCEDIDA - SENTENÇA RATIFICADA. Diante da ilegalidade do ato administrativo impugnado e do posterior reconhecimento da procedência do pedido, ratifica-se a sentença concessiva da segurança. E R R A T A Decisões do Relator Torna-se sem efeito a publicação abaixo, disponibilizada no Diário da Justiça Eletrônico, Edição nº 7868, em e publicada em , em virtude de erro material. DE APELAÇÃO CÍVEL 74116/ Classe: II-23) RECORRENTE - ADELICE LOPES FONTOURA (Advs:Dr. ANTONIO FRANGE JUNIOR e OUTRO(S) RECORRIDO - JOÃO AUGUSTO DE MORAES (Advs:Dra. ELIANE EUSTAQUIO DUARTE). Com intimação ao RECORRIDO - JOÃO AUGUSTO DE MORAES ( A d v s : D r a. E L I A N E E U S T A Q U I O D U A R T E ), p a r a q u e r e n d o, contraminutar(em) nos termos do artigo 542 do CPC. AUTOS COM INTIMAÇÃO RECURSO ESPECIAL nº 40916/2008 (Interposto nos autos do RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 74116/ Classe: II-23) RECORRENTE - ADELICE LOPES FONTOURA (Advs:Dr. ANTONIO FRANGE JUNIOR e OUTRO(S) RECORRIDO - JOÃO AUGUSTO DE MORAES (Advs:Dra. ELIANE EUSTAQUIO "Com intimação a RECORRENTE - ADELICE LOPES FONTOURA (Advs:Dr. ANTONIO FRANGE JUNIOR e OUTRO(S), quanto ao r. despacho a seguir transcrito: "...Intime-se a recorrente para recolher os portes de remessa e retorno dos autos (certidão de fls. 165), no prazo de 05 (cinco) dias, sob pena de deserção, no termos do artigo 511, 2º, do Código de Processo Civil..." *************************************************************************************** DECISÕES DO VICE PRESIDENTE RECURSO ESPECIAL Nº 39629/2008 (Interposto nos autos do RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 13061/ Classe: II-15) RECORRENTE - ESTADO DE MATO GROSSO (Adv:Dr. WYLERSON VERANO DE AQUINO SOUSA - PROC. ESTADO), RECORRIDO - DINIZ GENTIL DE SOUZA (Advs:Dr(a). CARLOS GOMES BRANDÃO - DEFENSOR PÚBLICO). CONCLUSÃO DA DECISÃO "...dou seguimento ao Recurso..." Cuiabá, 05 de junho de Des. Rubens de Oliveira Santos Filho Vice Presidente RECURSO EXTRAORDINÁRIO nº 17288/2008 (Interposto nos autos do RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 86709/ Classe: II-15) AGRAVANTE - LANÇA MODAS LTDA (Advs:Dr. LUCIANA REZEGUE DO CARMO e OUTRO(S)) AGRAVADO - ESTADO DE MATO GROSSO. CONCLUSÃO DA DECISÃO "...julgo deserto o Recurso..." Cuiabá, 05 de junho de Des. Rubens de Oliveira Santos Filho Vice Presidente RECURSOS ESPECIAL nº 44723/2008 E EXTRAORDINÁRIO nº 44725/2008 (Interposto nos autos do REEX. NEC. SENT. C/ REC. APEL. CÍVEL 27422/ Classe: II-27) RECORRENTE - ESTADO DE MATO GROSSO (Adv:Dra. MÁRCIA REGINA SANTANA DUARTE - PROC. DO ESTADO), RECORRIDO - DEODATO POLIDO SEABRA (Advs:Dr. FÁBIO LUIS DE MELLO OLIVEIRA e OUTRO(S). CONCLUSÃO DA DECISÃO DO RECURSO ESPECIAL "...nego seguimento ao Recurso..." CONCLUSÃO DA DECISÃO DO RECURSO EXTRAORDINÁRIO "...dou seguimento ao Recurso..." Cuiabá, 05 de junho de Des. Rubens de Oliveira Santos Filho Vice Presidente DECISÕES DO RELATOR RECURSO ESPECIAL nº 40916/2008 (Interposto nos autos do RECURSO Disponibilizado - 9/6/2008 Diário da Justiça Eletrônico - MT - Ed. nº 7870 Página 19 de 433

20 WILSON GALLI, já qualificado nos autos do RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 20707/ Classe: II-15 COMARCA CAPITAL. AGRAVANTE - WILSON GALLI (Adv:Dr. ANTÔNIO FRANCISCATO SANCHES, Dr. VALDECIR ERRERA), AGRAVADOS - EBER LUIZ RABELLO E OUTRA(s) (Adv:Dr. JATABAIRU FRANCISCO NUNES), vem por intermédio da petição protocolizada sob o nº 46419/2008, em , requerer o julgamento deste feito em caráter de urgência. CONCLUSÃO DA DECISÃO "...Encaminhe-se os autos ao eminente desembargador relator, quando do seu retorno às atividades judicantes posto que, a medida liminar indicada já foi exemplarmente analisada pos sua Excelência, inexistindo destarte, qualquer providência emergencial a ser dirimida por este Magistrado..." Cuiabá, 04 de junho de Dr. Paulo Márcio Soares de Carvalho Juiz Relator Convocado, em substituição legal RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 52989/ Classe: II-15 COMARCA DE SORRISO. AGRAVANTES - LUIZ ALBERTO VERLE E SUA ESPOSA E OUTRO(s) (Adv:Dr. IRINEU ROVEDA JÚNIOR), AGRAVADOS - ROGÉRIO PIANEZZOLA E SUA ESPOSA (Advs:Dr. JULIANO HIGINO DA SILVA JÚNIOR E OUTRO(S). CONCLUSÃO DA DECISÃO "...indefiro a concessão do efeito vindicado..." Cuiabá, 03 de junho de Dr. Paulo Márcio Soares de Carvalho Juiz Relator Convocado ********************************************************* QUARTA SECRETARIA CÍVEL, Cuiabá, 06 de junho de Bel. Emanuel Rodrigues do Prado Diretor de Departamento da 4ª Secretaria Cível Quinta Câmara Cível Intimações do Vice-Presidente RECURSO ESPECIAL 56437/ RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 32369/ Classe: II-20 COMARCA CAPITAL. RECORRENTE - BANCO ABN AMRO REAL S. A. (Advs:Dr(s). MARCELO DALLAMICO, DR. MARCO ANDRÉ HONDA FLÔRES, OUTRO(S)). RECORRIDO - JOÃO URIAS ALVES DO AMARAL (Advs:Dr(s). ROBER CÉSAR DA SILVA, OUTRO(S)). "Com intimação AORECORRIDO - JOÃO URIAS ALVES DO AMARAL (Advs:Dr(s). ROBER CÉSAR DA SILVA, OUTRO(S)), para apresentar as contra-razões, nos termos do artigo 542 do C.P.C." RECURSO ESPECIAL 56584/ RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 63672/ Classe: II-20 COMARCA DE SINOP. RECORRENTE - CNF - CONSÓRCIO NACIONAL LTDA (Advs:Dr(s). RICARDO GAZZI, OUTRO(S)). RECORRIDA - DISTRIBUIDORA DE GÁS SAFANA LTDA (Advs:Dr(s). HÉLCIO CARLOS VIANA PINTO, DR. PAULO SÉRGIO DANIEL). "Com intimação ÀRECORRIDA - DISTRIBUIDORA DE GÁS SAFANA LTDA (Advs:Dr(s). HÉLCIO CARLOS VIANA PINTO, DR. PAULO SÉRGIO DANIEL), para apresentar as contra-razões, nos termos do artigo 542 do C.P.C." RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO AO STJ 55303/2008 (Interposto nos autos do(a) RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO 86277/ Classe: II-15 COMARCA DA CAPITAL). AGRAVANTE - COMATI COMERCIAL DE ALIMENTOS LTDA (Advs:Dr(s). LUCIANA REZEGUE DO CARMO, OUTRO(S)). AGRAVADO - ESTADO DE MATO GROSSO (DR. JOÃO VIRGÍLIO DO NASCIMENTO SOBRINHO PROCURADOR GERAL DO ESTADO). "Com intimação AORECORRIDO - ESTADO DE MATO GROSSO (DR. JOÃO VIRGÍLIO DO NASCIMENTO SOBRINHO PROCURADOR GERAL DO ESTADO), para apresentarem a contraminuta, nos termos do artigo 544, 2º do C.P.C. RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO AO STJ 55766/2008 (Interposto nos autos do(a) RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 77428/ Classe: II-20 - COMARCA DA CAPITAL). AGRAVANTE - BANCO BRADESCO S. A. (Advs:Dr(s). MAURO PAULO G A L E R A M A R I, OUTRO(S)). AGRAVADO(S) - LUIZ ALBERTO SALDANHA E SUA ESPOSA (Advs:Dr(s). RITA DE CÁSSIA LEVENTI ALEIXES, OUTRO(S)). "Com intimação AOSAGRAVADOS - LUIZ ALBERTO SALDANHA E SUA ESPOSA (Advs:Dr(s). RITA DE CÁSSIA LEVENTI ALEIXES, OUTRO(S)), para apresentarem a contraminuta, nos termos do artigo 544, 2º do C.P.C. Deptº da 5ª Secretaria Cível, em Cuiabá, 06 de junho de 2008 Belª Josenil Benedita Monteiro Mattos Diretora de Departamento da Quinta Secretaria Cível Autos com Custas FAX ENVIADO VIA APARELHO DO TJ/MT GERA CUSTAS RECURSO ESPECIAL 56437/ RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 32369/ Classe: II-20 COMARCA CAPITAL. RECORRENTE - BANCO ABN AMRO REAL S. A. (Advs:Dr(s). MARCELO DALLAMICO, DR. MARCO ANDRÉ HONDA FLÔRES, OUTRO(S)). RECORRIDO - JOÃO URIAS ALVES DO AMARAL (Advs:Dr(s). ROBER CÉSAR DA SILVA, OUTRO(S)). "Com intimação AO RECORRENTE BANCO ABN AMRO REAL S. A. (Advs:Dr(s). MARCELO DALLAMICO, DR. MARCO ANDRÉ HONDA FLÔRES, OUTRO(S)), para complementar o pagamento no valor de R$ 12,20 (doze reais e vinte centavos), em guia de recolhimento da União, referente ao pagamento dos portes de remessa e retorno, pois o valor pago na guia não corresponde a quantidade de folhas dos autos somadas com as deste recurso. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO 55120/ RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 83469/ Classe: II-20 COMARCA CAPITAL. EMBARGANTES - RENATO AUGUSTO CASIMIRO DE OLIVEIRA E OUTRA(s) (Adv:Dr. CÍCERO MARTINS DE VARGAS). EMBARGADO - GERALDO ANTÔNIO MENDES DA SILVA (Adv: EM CAUSA PRÓPRIA). "Com intimação AOS EMBARGANTES RENATO AUGUSTO CASIMIRO DE OLIVEIRA E OUTRA(s) (Adv:Dr. CÍCERO MARTINS DE VARGAS). para pagamento referente ao cálculo de n.º 39418, no valor de R$ 26,10 (vinte e seis reais e dez centavos), referente a cobrança de fac-símile. RECURSO DE EMBARGOS DE DECLARAÇÃO 55486/ RECURSO DE APELAÇÃO CÍVEL 83469/ Classe: II-20 COMARCA CAPITAL. EMBARGANTES - RENATO AUGUSTO CASIMIRO DE OLIVEIRA E OUTRA(s) (Adv:Dr. CÍCERO MARTINS DE VARGAS). EMBARGADO - GERALDO ANTÔNIO MENDES DA SILVA (Adv: EM CAUSA PRÓPRIA). "Com intimação AOS EMBARGANTES RENATO AUGUSTO CASIMIRO DE OLIVEIRA E OUTRA(s) (Adv:Dr. CÍCERO MARTINS DE VARGAS). para pagamento referente ao cálculo de n.º 39427, no valor de R$ 28,70 (vinte e oito reais e setenta centavos), referente a cobrança de fac-símile. Deptº da 5ª Secretaria Cível, em Cuiabá, 06 de junho de 2008 Belª Josenil Benedita Monteiro Mattos Secretária da Quinta Secretaria Cível Sexta Câmara Cível Pauta de Julgamento Julgamentos designados para a Sessão Ordinária da Egrégia Sexta Câmara Cível, às 14:00 horas ou, extraordinariamente, com início às 09 Disponibilizado - 9/6/2008 Diário da Justiça Eletrônico - MT - Ed. nº 7870 Página 20 de 433

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.237.894 - MT (2011/0026945-1) RELATOR : MINISTRO SIDNEI BENETI RECORRENTE : BANCO DO BRASIL S/A ADVOGADO : NAGIB KRUGER E OUTRO(S) RECORRIDO : SUSSUMO SATO E OUTRO ADVOGADO : GILMAR

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.154.988 - MT (2009/0168081-6) RELATOR RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO SIDNEI BENETI : BANCO DO BRASIL S/A : FRADEMIR VICENTI DE OLIVEIRA E OUTRO(S) : FRANCISCO XAVIER

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO CASTRO MEIRA AGRAVANTE : INSTITUTO NACIONAL DE COLONIZAÇÃO E REFORMA AGRÁRIA - INCRA INTERES. : MARIA DE HOLANDA E SILVA E OUTROS EMENTA ADMINISTRATIVO. AGRAVO REGIMENTAL. DESAPROPRIAÇÃO.

Leia mais

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Emitido por: 2426 - CARLA ROSANA PACHECO - Departamento da Secretaria das Câmaras Cíveis Reunidas - SDCR Em: 04/12/2015 às 15:43 Julgamentos designados

Leia mais

Ambos os recursos de estrito direito têm a sua causa de pedir prevista na Constituição Federal

Ambos os recursos de estrito direito têm a sua causa de pedir prevista na Constituição Federal Interposição: perante o órgão prolator da decisão Recurso Especial Nomenclatura: REsp Competência: Superior Tribunal de Justiça STJ Prazo para interposição 15 dias; Recurso Extraordinário Nomenclatura:

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 781.703 - RS (2005/0152790-8) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO ARNALDO ESTEVES LIMA : UNIÃO : MARCOS ROBERTO SILVA DE ALMEIDA E OUTROS : WALDEMAR MARQUES E OUTRO EMENTA

Leia mais

Honorários advocatícios

Honorários advocatícios Honorários advocatícios Os honorários advocatícios são balizados pelo Código de Processo Civil brasileiro (Lei de n. 5.869/73) em seu artigo 20, que assim dispõe: Art. 20. A sentença condenará o vencido

Leia mais

P O D E R J U D I C I Á R I O

P O D E R J U D I C I Á R I O Registro: 2013.0000791055 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0024907-79.2012.8.26.0564, da Comarca de São Bernardo do Campo, em que é apelante CRIA SIM PRODUTOS DE HIGIENE

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. FAGUNDES CUNHA PRESIDENTE RELATOR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. FAGUNDES CUNHA PRESIDENTE RELATOR RECURSO INOMINADO Nº 2006.0003212-2/0, DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE CRUZEIRO DO OESTE RECORRENTE...: BRADESCO SEGUROS S. A. RECORRIDO...: ALEXANDRE GONÇALVES MANFRIM RELATOR...: EMENTA RECURSO

Leia mais

QUINTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 45610/2012 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA CAPITAL

QUINTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 45610/2012 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA CAPITAL APELANTE: BRADESCO AUTO RE COMPANHIA DE SEGUROS APELADO: HAMILTON DE CARVALHOFERREIRA Número do Protocolo: 45610/2012 Data de Julgamento: 19-9-2012 E M E N T A SEGURO OBRIGATÓRIO (DPVAT) - LEI N. 11.482/07

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 1.451.602 - PR (2014/0100898-3) RELATOR : MINISTRO HUMBERTO MARTINS AGRAVANTE : MTD COMÉRCIO LTDA ADVOGADOS : CHRISTIANO MARCELO BALDASONI CRISTIANO CEZAR SANFELICE

Leia mais

AGRAVO DE INSTRUMENTO: Conceito: é o recurso adequado para a impugnação das decisões que denegarem seguimento a outro recurso.

AGRAVO DE INSTRUMENTO: Conceito: é o recurso adequado para a impugnação das decisões que denegarem seguimento a outro recurso. AGRAVO DE INSTRUMENTO: Conceito: é o recurso adequado para a impugnação das decisões que denegarem seguimento a outro recurso. Por que se diz instrumento: a razão pela qual o recurso se chama agravo de

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.079.644 - SP (2008/0172654-7) RELATORA : MINISTRA ELIANA CALMON RECORRENTE : VELLOZA GIROTTO E LINDENBJOM ADVOGADOS ASSOCIADOS S/C ADVOGADO : LUIZ EDUARDO DE CASTILHO GIROTTO E OUTRO(S)

Leia mais

XV Exame de Ordem 2ª Fase OAB Civil - ProfessorAoVivo Qual a peça Juquinha? Prof. Darlan Barroso

XV Exame de Ordem 2ª Fase OAB Civil - ProfessorAoVivo Qual a peça Juquinha? Prof. Darlan Barroso XV Exame de Ordem 2ª Fase OAB Civil - ProfessorAoVivo Qual a peça Juquinha? Prof. Darlan Barroso 2ª Fase OAB - Civil Juquinha Junior, representado por sua genitora Ana, propôs ação de investigação de paternidade

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 719.474 - SP (2015/0125771-3) RELATOR AGRAVANTE PROCURADOR AGRAVADO : MINISTRO BENEDITO GONÇALVES : MUNICIPIO DE GUARULHOS : ANA PAULA HYROMI YOSHITOMI : CECÍLIA CRISTINA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1.218.980 - RS (2009/0152036-0) RELATOR : MINISTRO CASTRO MEIRA EMENTA PROCESSUAL CIVIL E ADMINISTRATIVO. AÇÃO CIVIL PÚBLICA. AGRAVO REGIMENTAL. VIOLAÇÃO DO ART. 535, INCISO

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ. EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ. Assunto: Desconto da Contribuição Sindical previsto no artigo 8º da Constituição Federal, um dia de trabalho em março de 2015.

Leia mais

Sentença. 1. Relatório. Relatório dispensado (artigo 38 da Lei 9.099/95). 2. Fundamentação

Sentença. 1. Relatório. Relatório dispensado (artigo 38 da Lei 9.099/95). 2. Fundamentação Processo : 2013.01.1.151018-6 Classe : Procedimento do Juizado Especial Cível Assunto : Contratos de Consumo Requerente : CELSO VIEIRA DA ROCHA JUNIOR Requerido : EMPRESA EBAZAR Sentença 1. Relatório Relatório

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 593.196 - RS (2003/0164484-3) RELATOR : MINISTRO HÉLIO QUAGLIA BARBOSA EMENTA RECURSO ESPECIAL. SEGURO. ATRASO NO PAGAMENTO DOS VALORES DEVIDOS PELA SEGURADORA. LUCROS CESSANTES. OCORRÊNCIA.

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça EDcl no AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 1.157.106 - MT (2009/0162827-3) RELATOR EMBARGANTE EMBARGADO : MINISTRO BENEDITO GONÇALVES : ROGÉRIO LUIZ GALLO E OUTRO(S) : DANIELA ALLAM GIACOMET GUSTAVO DO AMARAL

Leia mais

RELATÓRIO. Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL

RELATÓRIO. Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Órgão: TURMA REGIONAL DE UNIFORMIZAÇÃO DE JURISPRUDÊNCIA N. Processo: 0500029-74.2008.4.05.8103 Origem: Primeira Turma Recursal do Estado do Ceará Recorrente: João Ferreira

Leia mais

QUINTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 22290/2010 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA CAPITAL WANIA APARECIDA OLIVEIRA BRAGA - ME APELADO: BANCO ITAÚ S. A.

QUINTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 22290/2010 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA CAPITAL WANIA APARECIDA OLIVEIRA BRAGA - ME APELADO: BANCO ITAÚ S. A. APELANTE: WANIA APARECIDA OLIVEIRA BRAGA - ME APELADO: BANCO ITAÚ S. A. Número do Protocolo: 22290/2010 Data de Julgamento: 9-6-2010 EMENTA APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO DECLARATÓRIA - CONSIGNAÇÃO EXTRAJUDICIAL

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO COLÉGIO RECURSAL DA COMARCA DE SANTOS ACÓRDÃO. Recurso nº 0007220-95.2012.8.26.0562. Registro 2012.0000021251

PODER JUDICIÁRIO COLÉGIO RECURSAL DA COMARCA DE SANTOS ACÓRDÃO. Recurso nº 0007220-95.2012.8.26.0562. Registro 2012.0000021251 fls. 1 Registro 2012.0000021251 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Recurso Inominado nº 0007220-95.2012.8.26.0562, da Comarca de Santos, em que é recorrente L I V - INTERMEDIAÇÃO IMOBILIÁRIA

Leia mais

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR ACÓRDÃO. Instrumento nº 0099725-45.2012.8.26.0000, da Comarca de São Paulo,

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR ACÓRDÃO. Instrumento nº 0099725-45.2012.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, Registro: 2012.0000257965 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 0099725-45.2012.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante FAZENDA DO ESTADO DE SÃO

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2015 R E S O L V E:

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2015 R E S O L V E: ESTADO DO PARANÁ INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01/2015 O Desembargador Fernando Wolff Bodziak, 2º Vice-Presidente e Supervisor-Geral dos Juizados Especiais, no uso de suas atribuições legais e CONSIDERANDO o

Leia mais

ACÓRDÃO. Salles Rossi RELATOR Assinatura Eletrônica

ACÓRDÃO. Salles Rossi RELATOR Assinatura Eletrônica fls. 1 ACÓRDÃO Registro: 2012.0000382774 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0001561-08.2012.8.26.0562, da Comarca de Santos, em que é apelante PLANO DE SAÚDE ANA COSTA LTDA, é apelado

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa

ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa APELAÇÃO E RECURSO ADESIVO N. 2001997051712-0/001 Relator Des. José Di Lorenzo Serpa 1 Apelante Banco do Nordeste do Brasil

Leia mais

EXERCÍCIO MODELO QUEIXA-CRIME

EXERCÍCIO MODELO QUEIXA-CRIME 2ª Fase OAB/FGV Direito Processual Penal Monitoria Penal Karina Velasco EXERCÍCIO 1 O juiz, ao proferir sentença condenando João por furto qualificado, admitiu, expressamente, na fundamentação, que se

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0024.12.273016-1/001 Númeração 2730161- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Marcos Lincoln Des.(a) Marcos Lincoln 11/02/2015 23/02/2015 EMENTA: APELAÇÃO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO fls. 1 ACÓRDÃO Registro: 2013.0000216806 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 0196471-72.2012.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante SOCIORTHO COMERCIO

Leia mais

Desembargador SEBASTIÃO COELHO Acórdão Nº 732.640 E M E N T A

Desembargador SEBASTIÃO COELHO Acórdão Nº 732.640 E M E N T A Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Órgão 5ª Turma Cível Processo N. Agravo de Instrumento 20130020148016AGI Agravante(s) SINDICATO DOS ODONTOLOGISTAS DO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 1.522.679 - PR (2015/0065254-6) RELATOR : MINISTRO HUMBERTO MARTINS AGRAVANTE : ESTADO DO PARANÁ PROCURADOR : FLÁVIO LUIZ FONSECA NUNES RIBEIRO E OUTRO(S) AGRAVADO : ROSANGELA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO BARROS DIAS

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL FRANCISCO BARROS DIAS AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 122610/AL (0001933-12.2012.4.05.0000) AGRTE : CRISTINA MOREIRA DE BRITO TENORIO ADV/PROC : FLÁVIO ADRIANO REBELO BRANDAO SANTOS E OUTRO AGRDO : FAZENDA NACIONAL ORIGEM: 5ª VARA

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO fls. 200 Registro: 2014.0000390320 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2044896-12.2014.8.26.0000, da Comarca de Franca, em que é agravante MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.228.778 - MT (2010/0217471-4) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO RECORRIDO : MINISTRO SIDNEI BENETI : WANDER CARLOS DE SOUZA : SÉRGIO DONIZETE NUNES : GILBERTO LUIZ DE REZENDE : DANIELA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM HABEAS CORPUS Nº 21.628 - SP (2007/0158779-3) RELATORA : MINISTRA LAURITA VAZ RECORRENTE : AGOSTINHO FERRAMENTA DA SILVA JÚNIOR ADVOGADO : JULIANA FERRAMENTA DA SILVA RECORRIDO : TRIBUNAL DE

Leia mais

Vigésima Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro

Vigésima Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro APELAÇÃO CÍVEL Nº 0460569-74.2012.8.19.0001 APELANTE: ALINE ALMEIDA PERES APELADO: INSTITUTO BRASILEIRO DE MEDICINA DE REABILITAÇÃO LTDA RELATOR: DES. FERNANDO ANTONIO DE ALMEIDA APELAÇÃO CÍVEL DIREITO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 715.898 - PR (2005/0001576-6) RELATORA : MINISTRA ELIANA CALMON EMENTA PROCESSUAL CIVIL E TRIBUTÁRIO IPTU DEPÓSITO PARA SUSPENSÃO DA EXIGIBILIDADE DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO ART. 151, II,

Leia mais

VOLUME I CAPÍTULO I. Administrativo

VOLUME I CAPÍTULO I. Administrativo Sumário -~ VOLUME I CAPÍTULO I Administrativo Contestação à reclamação administrativa... Defesa administrativa em notificação por falta de alvará de licença de localização... Defesa administrativa à Secretaria

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso - Ano XXXII - Cuiabá/MT DISPONIBILIZADO na Quinta-Feira, 10 de Julho de 2008 - Edição nº 7893

Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso - Ano XXXII - Cuiabá/MT DISPONIBILIZADO na Quinta-Feira, 10 de Julho de 2008 - Edição nº 7893 Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso - Ano XXXII - Cuiabá/MT DISPONIBILIZADO na Quinta-Feira, 10 de Julho de 2008 - Edição nº 7893 Poder Judiciário TRIBUNAL PLENO Des. Paulo Inácio Dias Lessa -

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 278 Registro: 2014.0000422637 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2051171-74.2014.8.26.0000, da Comarca de, em que é agravante MADRID INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores LUIS MARIO GALBETTI (Presidente sem voto), MIGUEL BRANDI E RÔMOLO RUSSO.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Desembargadores LUIS MARIO GALBETTI (Presidente sem voto), MIGUEL BRANDI E RÔMOLO RUSSO. fls. 300 Registro: 2015.0000529177 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1106882-72.2014.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante ANA LIGIA PAES NASCIMENTO, é apelado

Leia mais

Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação n 2 0002156-94.2010.8.26.0297, da Comarca de Jales, em que é apelante LÚCIA ALVES SANT ANA

Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação n 2 0002156-94.2010.8.26.0297, da Comarca de Jales, em que é apelante LÚCIA ALVES SANT ANA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO 382 ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N "03520294* Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação

Leia mais

PROCESSO: 0000108-40.2010.5.01.0482 - RTOrd A C Ó R D Ã O 4ª Turma

PROCESSO: 0000108-40.2010.5.01.0482 - RTOrd A C Ó R D Ã O 4ª Turma Multa de 40% do FGTS A multa em questão apenas é devida, nos termos da Constituição e da Lei nº 8.036/90, no caso de dispensa imotivada, e não em qualquer outro caso de extinção do contrato de trabalho,

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM MANDADO DE SEGURANÇA Nº 26.044 - MS (2008/0000154-1) RELATORA RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO PROCURADOR : MINISTRA MARIA THEREZA DE ASSIS MOURA : MÁRCIA ARAÚJO LIMA : IGOR NAVARRO RODRIGUES CLAURE

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 467.878 - RJ (2002/0127403-7) RELATOR : MINISTRO RUY ROSADO DE AGUIAR EMENTA RESPONSABILIDADE CIVIL. Hospital. Santa Casa. Consentimento informado. A Santa Casa, apesar de ser instituição

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no CONFLITO DE COMPETÊNCIA Nº 112.956 - MS (2010/0125033-8) AGRAVANTE : APARECIDA CALVIS AGRAVADO : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF ADVOGADO : CLEONICE JOSÉ DA SILVA HERCULANO E OUTRO(S) SUSCITANTE

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO ARNALDO ESTEVES LIMA EMENTA DIREITO ADMINISTRATIVO. RECURSO ESPECIAL. MILITAR. "AJUDA-DE-CUSTO". MUDANÇA TEMPORÁRIA DE SEDE. POSSIBILIDADE. "INDENIZAÇÃO DE TRANSPORTE". MUDANÇA DE DOMICÍLIO.

Leia mais

PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 85735/2011 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA CAPITAL APELANTE: BANCO VOLKSWAGEN S. A. DIRCE MARIA NONATO DE MORAES

PRIMEIRA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 85735/2011 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA CAPITAL APELANTE: BANCO VOLKSWAGEN S. A. DIRCE MARIA NONATO DE MORAES APELAÇÃO Nº 85735/2011 CLASSE CNJ 198 COMARCA CAPITAL Fls. APELANTE: BANCO VOLKSWAGEN S. A. APELADA: DIRCE MARIA NONATO DE MORAES Número do Protocolo: 85735/2011 Data de Julgamento: 1812012 EMENTA APELAÇÃO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.061.500 - RS (2008/0119719-3) RELATOR : MINISTRO SIDNEI BENETI RECORRENTE : BANCO CITIBANK S/A ADVOGADO : EDUARDO GRAEFF E OUTRO(S) RECORRIDO : ADELINA FARINA RUGA ADVOGADO : MARCOS

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA CONTENCIOSO ADMINISTRATIVO-TRIBUTÁRIO CONSELHO DE CONTRIBUINTES E RECURSOS FISCAIS ACÓRDÃO N o : 110/2011 RECURSO VOLUNTÁRIO N o : 7.968 PROCESSO N

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2013.0000166668 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0203107-50.2009.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante VERSAILLES INCORPORADORA SPE LTDA, são

Leia mais

D E C I S Ã O. Contra-razões ofertadas as fls. 176/184 em total prestígio a. sentença.

D E C I S Ã O. Contra-razões ofertadas as fls. 176/184 em total prestígio a. sentença. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DÉCIMA QUARTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Nº 0168239-18.2007.8.19.0001 APELANTE: BRADESCO VIDA E PREVIDÊNCIA S/A APELADO: CATIA MARIA DA SILVA COUTO RELATOR:

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.284.145 - RS (2011/0227462-5) RELATORA : MINISTRA DIVA MALERBI (DESEMBARGADORA CONVOCADA TRF 3a. REGIÃO) RECORRENTE : JAIME ODACI HEMMING ADVOGADO : DANIEL FERNANDO NARDÃO E OUTRO(S)

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 9ª Câmara de Direito Privado ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO 9ª Câmara de Direito Privado ACÓRDÃO Registro: 2014.0000760XXX ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0057XXX- 94.2009.8.26.0405, da Comarca de Osasco, em que é apelante COOPERATIVA HABITACIONAL PLANALTO, é apelado

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO n 200.2009.038547-3/001 1 7a Vara Cível da Capital RELATOR: Des. Genésio Gomes

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL LUIZ ALBERTO GURGEL DE FARIA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL LUIZ ALBERTO GURGEL DE FARIA AGTR Nº 74178 - PB (2007.05.00.005494-7) AGRAVANTE(S) : CEF CAIXA ECONÔMICA FEDERAL ADVOGADO(S) : ISAAC MARQUES CATÃO e outros AGRAVADO(S) : ANA PATRÍCIA SAMPAIO DE ALMEIDA e cônjuge ADVOGADO(S) : JAIRO

Leia mais

DECISÃO MONOCRÁTICA. Lei n. 12.016/2009, tirado contra a autoridade coatora, ilibado. desembargador Melo Colombi, haja vista que ao ser julgado seu

DECISÃO MONOCRÁTICA. Lei n. 12.016/2009, tirado contra a autoridade coatora, ilibado. desembargador Melo Colombi, haja vista que ao ser julgado seu fls. 73 Registro: 2014.0000596141 VOTO Nº 12525 Mandado de Segurança nº 2164775-13.2014.8.26.0000 Relator(a): Carlos Abrão Comarca: São Paulo (1ª Vara Cível - Foro Regional de Pinheiros) Impetrante: Silvy

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 712.998 - RJ (2004/0180932-3) RELATOR : MINISTRO HERMAN BENJAMIN RECORRENTE : MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO PROCURADOR : MARIANA RODRIGUES KELLY E SOUSA E OUTRO(S) RECORRIDO : ADELINO

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores CHRISTINE SANTINI (Presidente) e CLAUDIO GODOY.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores CHRISTINE SANTINI (Presidente) e CLAUDIO GODOY. fls. 133 ACÓRDÃO Registro: 2014.0000597809 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 2120157-80.2014.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante EMPRESA FOLHA DA

Leia mais

Poder Judiciário TRIBUNAL DE JUSTIÇA

Poder Judiciário TRIBUNAL DE JUSTIÇA RICARDO Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso - Ano XXXII - Cuiabá/MT GUIMARAES DISPONIBILIZADO na Sexta-Feira, 22 de Fevereiro de 2013 - Edição nº 8996 JABALI:569653 89168 Assinado de forma digital

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Pará BELÉM SECRETARIA 2ª CÂMARA CÍVEL ISOLADA ACÓRDÃO - DOC: 20160111919339 Nº 157494

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Pará BELÉM SECRETARIA 2ª CÂMARA CÍVEL ISOLADA ACÓRDÃO - DOC: 20160111919339 Nº 157494 ACÓRDÃO - DOC: Nº 157494 Processo nº 0012747-93.2015.814.0000 Órgão Julgador: 2ª Câmara Cível Isolada Recurso: Agravo Regimental recebido como Agravo Interno no Agravo de Instrumento Comarca: Belém/Pa

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 100.321 - MT (2011/0227285-6) RELATOR AGRAVANTE ADVOGADO AGRAVADO ADVOGADO : MINISTRO RAUL ARAÚJO : JOSÉ VALMIR BARBOSA DE ALMEIDA : WILSON MOLINA PORTO : TOKIO MARINE BRASIL

Leia mais

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator RECURSO INOMINADO Nº 2006.3281-7/0, DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE FAZENDA RIO GRANDE RECORRENTE...: EDITORA ABRIL S/A RECORRIDO...: RAFAELA GHELLERE DAL FORNO RELATOR...: J. S. FAGUNDES CUNHA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 1.423.457 - PR (2013/0400739-4) RELATOR : MINISTRO HUMBERTO MARTINS AGRAVANTE : ZR IMPORTAÇÕES LTDA ADVOGADOS : CRISTIANO LISBOA YAZBEK E OUTRO(S) FERNANDO SOLÁ SOARES TAILANE

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO JOÃO OTÁVIO DE NORONHA RECORRENTE : E L DOS S E OUTRO ADVOGADO : JULIANO FONSECA DE MORAIS EMENTA RECURSO ESPECIAL. PROCESSUAL CIVIL. AÇÃO DE DIVÓRCIO DIRETO CONSENSUAL. CASAMENTO REALIZADO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA GAB. DES. ABRAHAM LINCOLN DA CUNHA RAMOS. Vistos, etc.

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA GAB. DES. ABRAHAM LINCOLN DA CUNHA RAMOS. Vistos, etc. 'a?/) ool -l botr4 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA GAB. DES. ABRAHAM LINCOLN DA CUNHA RAMOS IMPETRANTE ADVOGADOS IMPETRADO MANDADO DIE RELATO!' SEGURANÇA N 200.2008.024236-1/002 : Dr. Alexandre

Leia mais

TERCEIRA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 10985/2009 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA DE POXORÉO

TERCEIRA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 10985/2009 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA DE POXORÉO APELANTE: APELADO: FERTIPAR BANDEIRANTES LTDA. OFICIAL DO SERVIÇO DE REGISTRO DE IMÓVEIS, TÍTULOS E DOCUMENTOS DA COMARCA DE POXORÉO Número do Protocolo: 10985/2009 Data de Julgamento: 29-6-2009 EMENTA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO CASTRO MEIRA ADVOGADO : LUIZ ANTÔNIO MUNIZ MACHADO E OUTRO(S) EMENTA DIREITO SINDICAL. CONTRIBUIÇÃO SINDICAL RURAL. ART. 8º, IV, DA CF/88. COMPETÊNCIA DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL. PUBLICAÇÃO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 864.760 - GO (2006/0145586-0) RELATORA : MINISTRA JANE SILVA (DESEMBARGADORA CONVOCADA DO TJ/MG) RECORRENTE : UNIÃO RECORRIDO : SALVADOR LAUREANO DE ASSUNÇÃO ADVOGADO : LÁZARO SOBRINHO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.084.748 - MT (2008/0194990-5) RELATOR RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO SIDNEI BENETI : AGRO AMAZÔNIA PRODUTOS AGROPECUÁRIOS LTDA : DÉCIO JOSÉ TESSARO E OUTRO(S) :

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2014.0000422XXX ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº XXXXXX- XX.2008.8.26.0000, da Comarca de, em que são apelantes GUILHERME (Omitido) e outras, são apelados KLASELL

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO DECISÃO 2012 PROCESSO : 36098-81.2012.4.01.3400 IMPETRANTE : SINDICATO DOS TRABALHADORES EM SAÚDE TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO IMPETRADO : SECRETARIO DE GESTÃO PÚBLICA DO MINISTÉRIO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA FEDERAL RELATOR: JUIZ FEDERAL RELATÓRIO Cuida-se de pedido de uniformização de jurisprudência que tem por objeto divergência entre julgado da 2ª Turma Recursal do Rio de Janeiro e acórdão proferido pela Turma

Leia mais

22/10/2015 https://pje.tjdft.jus.br/pje/consultapublica/detalheprocessoconsultapublica/documentosemloginhtml.seam?ca=e7a42b30ee6f6d0ff5bb5ab6f2d34

22/10/2015 https://pje.tjdft.jus.br/pje/consultapublica/detalheprocessoconsultapublica/documentosemloginhtml.seam?ca=e7a42b30ee6f6d0ff5bb5ab6f2d34 Poder Judiciário da União TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS 2JEFAZPUB 2º Juizado Especial da Fazenda Pública do DF Número do processo: 0706261 95.2015.8.07.0016 Classe judicial:

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA GABINENTE DO DESEMBARGADOR

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA GABINENTE DO DESEMBARGADOR PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA APELADO APELAÇÃO CÍVEL N 200.2006.021661-7/002 Capital RELATOR : Miguel de Britto Lyra Filho Juiz de Direito convocado. APELANTE : Indústria Reunidas F. Matarazzo

Leia mais

DECISÃO DO STJ NO RECURSO ESPECIAL Nº 1196671 Relatora Ministra ASSUSETE MAGALHÃES Trata-se de Recurso Especial interposto por MARIA ALICE MARQUES

DECISÃO DO STJ NO RECURSO ESPECIAL Nº 1196671 Relatora Ministra ASSUSETE MAGALHÃES Trata-se de Recurso Especial interposto por MARIA ALICE MARQUES DECISÃO DO STJ NO RECURSO ESPECIAL Nº 1196671 Relatora Ministra ASSUSETE MAGALHÃES Trata-se de Recurso Especial interposto por MARIA ALICE MARQUES RIPOLL DE MACEDO e OUTROS, com fundamento no art. 105,

Leia mais

RECURSO ESPECIAL Nº 612.800 - RO (2003/0210339-4)

RECURSO ESPECIAL Nº 612.800 - RO (2003/0210339-4) RECURSO ESPECIAL Nº 612.800 - RO (2003/0210339-4) RELATOR RECORRENTE ADVOGADOS RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO ANTÔNIO DE PÁDUA RIBEIRO : BANCO DO BRASIL S/A : ÂNGELO AURÉLIO GONÇALVES PARIZ DONIZETI ELIAS

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR JOÃO ALVES DA SILVA DECISÃO MONOCRÁTICA APELAÇÃO CÍVEL N. 048.2009.000261-8/001 RELATOR : Desembargador João Alves da Silva APELANTE : Sérgio Pia

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça EDcl no MANDADO DE SEGURANÇA Nº 13.873 - DF (2008/0219759-2) RELATOR EMBARGANTE ADVOGADA EMBARGADO PROCURADOR : MINISTRO MAURO CAMPBELL MARQUES : INSTITUTO NOSSA SENHORA DO CARMO : PRISCILLA TRUGILLO MONELLO

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores NEVES AMORIM (Presidente) e JOSÉ JOAQUIM DOS SANTOS.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores NEVES AMORIM (Presidente) e JOSÉ JOAQUIM DOS SANTOS. fls. 1 ACÓRDÃO Registro: 2014.0000130476 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 0195036-54.2012.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante TANIA MARIA SIMÕES BRAZ (JUSTIÇA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 206.770 - RS (2012/0152556-0) RELATOR : MINISTRO BENEDITO GONÇALVES EMENTA PROCESSUAL E TRIBUTÁRIO. AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. CITAÇÃO POR EDITAL

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.416.409 - PB (2013/0368812-9) RELATÓRIO O SR. MINISTRO OG FERNANDES: Trata-se de recurso especial interposto pela Fazenda Nacional, com fundamento na alínea "a" do inciso III do art.

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA - Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA - Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho , 1. " ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA - Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO. APELAÇÃO CÍVEL N 076.2005.000115-5/001 Comarca de Gurinhém RELATOR: Des. Genésio Gomes Pereira

Leia mais

APELAÇÃO CÍVEL N 9 001.2007.023970-0 / 001.

APELAÇÃO CÍVEL N 9 001.2007.023970-0 / 001. ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa APELAÇÃO CÍVEL N 9 001.2007.023970-0 / 001. Relator: Des. José Di Lorenzo Serpa. Apelante: Banco do Brasil S/A. Advogado: Mércia

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL Nº 403.750 - SP (2013/0327430-1) RELATOR AGRAVANTE ADVOGADO AGRAVADO ADVOGADO : MINISTRO OG FERNANDES : COMPANHIA DE SANEAMENTO BÁSICO DO ESTADO DE SÃO PAULO - SABESP

Leia mais

(ft.." 4 Án 41. sks, 4, Pus JUSTIT11 Pijj z ESTADO DA PARAIBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GABINETE DO DES. MÁRCIO MURILO DA CUNHA RAMOS

(ft.. 4 Án 41. sks, 4, Pus JUSTIT11 Pijj z ESTADO DA PARAIBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GABINETE DO DES. MÁRCIO MURILO DA CUNHA RAMOS (ft.." 4 Án 41 sks, 4, Pus JUSTIT11 Pijj z ESTADO DA PARAIBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA GABINETE DO DES. MÁRCIO MURILO DA CUNHA RAMOS ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL N 076.2008.000525-9/001 Comarca de

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 865.121 RIO GRANDE DO SUL RELATOR RECTE.(S) : MIN. LUIZ FUX :MUNICÍPIO DE SOBRADINHO ADV.(A/S) :CLÁUDIO ROBERTO NUNES GOLGO E OUTRO(A/S) RECDO.(A/S) :BANCO ITAULEASING

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 550.302 - DF (2003/0167033-6) RELATOR : MINISTRO ALDIR PASSARINHO JUNIOR AGRAVANTE : JOÃO DA SILVA CARNEIRO ADVOGADO : ADILSON RAMOS E OUTRO AGRAVADO : GISELE EVELEEN HRDINA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.054.847 - RJ (2008/0099222-6) RELATOR RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO REPR. POR RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO LUIZ FUX : TEREZINHA FUNKLER : LÍDIA MARIA SCHIMMELS E OUTRO(S) : BANCO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.282.124 - RJ (2011/0171614-3) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO HERMAN BENJAMIN : UNIÃO : GERSON DA CONCEIÇÃO : GERSON DA CONCEIÇÃO (EM CAUSA PRÓPRIA) E OUTROS DECISÃO

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0024.12.030966-1/004 Númeração 0475081- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Ana Paula Caixeta Des.(a) Ana Paula Caixeta 30/10/2014 06/11/2014 EMENTA:

Leia mais

Seguro Garantia Judicial em Execução Fiscal: condições e autorização legal. Íris Vânia Santos Rosa Mestre e Doutora PUC/SP

Seguro Garantia Judicial em Execução Fiscal: condições e autorização legal. Íris Vânia Santos Rosa Mestre e Doutora PUC/SP Seguro Garantia Judicial em Execução Fiscal: condições e autorização legal Íris Vânia Santos Rosa Mestre e Doutora PUC/SP 1. Como podemos incluir o Seguro Garantia Judicial como válida hipótese de Penhora

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no RECURSO ESPECIAL Nº 1.311.383 - RS (2012/0041009-1) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO AGRAVANTE : ANTONIO CHAGAS DE ANDRADE ADVOGADOS : MARCELO LIPERT E OUTRO(S) ROBERTO DE FIGUEIREDO

Leia mais

4A, 'IA' , tel 1. (%/3 ai2~ ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa

4A, 'IA' , tel 1. (%/3 ai2~ ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa 4A, 'IA', tel 1 (%/3 ai2~ ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL N. 016.2007.000.922-61001. RELATOR : Des. José Di Lorenzo Serpa APELANTE :

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA, Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL N 2 200.2006.058.165-51001.

ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA, Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL N 2 200.2006.058.165-51001. ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA, Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL N 2 200.2006.058.165-51001. Relator :Dr. Marcos William de Oliveira, Juiz de Direito convocado em substituição

Leia mais

RECORRENTE:MED-RIO ASSISTÊNCIA MÉDICO-HOSPITALAR DO RIO DE JANEIRO S/C LTDA.

RECORRENTE:MED-RIO ASSISTÊNCIA MÉDICO-HOSPITALAR DO RIO DE JANEIRO S/C LTDA. CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO PROCESSO Nº 04/351.040/2005 ACÓRDÃO Nº 11.333 SESSÃO DO DIA 26 DE NOVEMBRO DE 2009. RECURSO VOLUNTÁRIO Nº 10.371 RECORRENTE:MED-RIO ASSISTÊNCIA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 963.454 - SC (2007/0143805-5) RELATOR RECORRENTE ADVOGADOS RECORRIDO PROCURADOR INTERES. : MINISTRO PAULO DE TARSO SANSEVERINO : LIBERTY PAULISTA SEGUROS S/A : SÉRGIO ALEXANDRE SODRÉ

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho si ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO AGRAVO DE INSTRUMENTO n 2 011.2005.001579-8/003 RELATOR : Carlos Antônio Sarmento, Juiz Convocado

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO. NONA CÂMARA CÍVEL Agravo de Instrumento nº 0047746-68.2014.8.19.0000 Desembargador GILBERTO DUTRA MOREIRA

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO. NONA CÂMARA CÍVEL Agravo de Instrumento nº 0047746-68.2014.8.19.0000 Desembargador GILBERTO DUTRA MOREIRA 1 Agravo de instrumento. Mandado de segurança. Suspensão de exigibilidade de tributo. ICMS. Desembaraço aduaneiro. Contrato de afretamento de embarcação em regime de admissão temporária. REPETRO. Decisão

Leia mais