OB e. BC, entãoa, B, C e D são vértices de um paralelogramo; ( ) Três vetores LD são sempre colineares.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OB e. BC, entãoa, B, C e D são vértices de um paralelogramo; ( ) Três vetores LD são sempre colineares."

Transcrição

1 1.1 Classifique as afirmações em verdadeiras ou falsas, justificando sua resposta. ( ) AB = CD A = C e B = D; ( ) Se AB CD,entãoAC BD eosvetores AC e BD são iguais; ( ) Se a e b são LD, então a e b têm representantes colineares; ( ) Se a = 0, então os vetores a, b e c são coplanares; ( ) Se os pontos A, B e C não estão alinhados, então os vetores OA, OB e OC são LI; ( ) Dois segmentos orientados colineares e de mesmo comprimento são eqüipolentes; ( ) Se AB CD,entãoBA DC; ( ) Os segmentos orientados AA e BB são eqüipolentes; ( ) Se AB CD, então o quadrilátero de vértices A, B, C e D é um quadrado; ( ) Vetores determinados por segmentos orientados eqüipolentes são iguais; ( ) Dois pontos do espaço representam o mesmo vetor; ( ) Três pontos não colineares determinam dois vetores LI; ( ) Quatro pontos do espaço não podem ser coplanares; ( ) Dois vetores LI são sempre coplanares; ( ) Três vetores LD são sempre coplanares; ( ) Se A, B e C não estão alinhados e AD = BC, entãoa, B, C e D são vértices de um paralelogramo; ( ) Três vetores LD são sempre colineares. 1. Enumere a a coluna de acordo com a 1 a (1) vetores LD ( ) conjunto de 3 vetores LI () combinação linear ( ) colineares (3) base ( ) base canônica do R 3 (4) 3 vetores LI ( ) x a + y b + z c (5) vetores LI ( ) coplanares (6) 3 vetores LD ( ) coplanares não colineares n (7) i, j, o k ( ) não coplanares

2 1.3 Sejam AD, BE e CF as medianas de um triângulo ABC. Mostreque AD + BE + CF = No paralelogramo da figura 1.1, M é o ponto médio do lado DC. Complete as sentenças: (a) AD + AB =... (b) BA + DA =... (c) AC BC =... (d) BM 1 AB =... Fig Na figura 1. abaixo os vetores AB, AC e AD estão no mesmo plano. Construir, graficamente,comorigemema,ovetor v tal que: v + AB + AC + AD = Na figura 1.3 ao lado, tem-se: Fig. 1. MA+ MD = 0 e NB + NC = 0. Escrever o vetor AB + DC em função do vetor MN. Fig Mostre que as diagonais de um paralelogramo cortam-se ao meio. 1.8 Mostre que os pontos médios dos lados de um quadrilátero são vértices de um paralelogramo. 1.9 Mostre que o segmento que une os pontos médios dos lados não paralelos de um trapézio é paralelo às bases e tem comprimento igual a sua semi-soma. As figuras abaixo serão utilizadas nos Exercícios 1.10, 1.11 e 1.1. Fig. 1.4 Fig. 1.5 Fig Na figura 1.4 tem-se DB = AD. Expresse o vetor CD como uma combinação linear dos vetores AC e BC.

3 1.11 A figura 1.5 representa um paralelepípedo (caixa retangular). Expresse a diagonal OD como uma combinação linear das arestas OA, OB e OC. 1.1 No tetraedro da figura 1.6, D éopontomédiodebc. Expresse o vetor AD como uma combinação linear das arestas OA, OB e OC Mostre que o segmento que une os pontos médios de dois lados de um triângulo é paralelo ao terceiro lado e tem a metade do comprimento deste Demonstre que o baricentro (o ponto de encontro das medianas) de um triângulo divide as medianas na razão de para Se O é o baricentro de um triângulo de vértices A, B e C, mostreque OA + OB + OC = Se o ponto A divide o segmento PQ na razão de n para m e O é um ponto qualquer do espaço, mostre que: OA = m OP + n OQ. m + n m + n 1.17 Se a e b são vetores LI, mostre que a +3 b e a 6 b também são LI. n 1.18 Se a, o b, c é uma base do espaço, mostre que { a + b, a 3 b c, b + c} também o é Mostre que a, b, e c são LI se, e somente se, a equação vetorial x a + y b + z c = 0 admite apenas a solução nula x =0,y=0e z = Sejam a e b dois vetores LI. Como devem ser os escalares x e y para que o vetor x a + y b seja paralelo ao vetor a, mas de sentido contrário? 1.1 Dados os vetores a = i j +5 k, b = i j, c = i +3 k e d =6 i j +10 k,calcule: (a) 1 4 a (b) 3 b 5 a + c (c) d + 1 a (d) b a 1. Dado u = i j + k, determine um vetor v colinear com u, de sentido contrário, e cujo comprimento seja o triplo do comprimento do vetor u. Represente graficamente u e v. 1.3 Localize no sistema de coordenadas os pontos: A (, 3, 4),B(, 1, 1) e C (, 1, ). 1.4 Represente graficamente os vetores a = i + j, b = 3 i + j + k, c = i j 4 k e d = j k. 1.5 Calcule AB, AC e BC, sendoa (, 3, 4),B(, 1, 1) e C (, 1, ). 1.6 Considere o ponto A (1,, 3) e o vetor v =3 i +4 j +5 k. Determine B tal que AB = v. 3

4 1.7 Determine as coordenadas do ponto médio do segmento PQ, sabendo que P (, 1, 5) e Q (4, 3, 1). Qual a distância do ponto P ao ponto Q? 1.8 Dadososvetores u =3 i j + k e v = i +4 j k, determine o vetor w tal que 3 w + u = 1 v + w. 1.9 Dados os pontos A (1,, 3), B(5,, 5) e C ( 4,, 9), determine o ponto D de modo que A, B, C e D sejam vértices de um paralelogramo SejamA, B, C e D os vértices de um paralelogramo e G o ponto de encontro das diagonais. Sabendo que A (, 1, 5),B( 1, 3, ) e G (4, 1, 7), determine os vértices C e D Em cada caso verifiquesevetoressãoldouli. (a) u = i + k, v = i + j, w =3 i + j +5 k (b) u = 14 i +91 j +56 k, v = i 13 j 8 k (c) u = i + j, v =3 i +1 j + k (d) u =3 i + j + k, v = i + j + k, w = i + k 1.3 Determine m de modo que os vetores u = m i j + k, v = 3 i + m j + k e w = i + j + k sejam coplanares Determine o valor de m de modo que os vetores u = m i + j + k, v =8 i + m j + k sejam colineares Verifique se os pontos A (1, 1, ),B(0, 1, 1) e C (, 1, 3) estão alinhados Determine y e z de modo que os pontos A (1,, 1),B(1, 0, 0) e C (1,y,z) sejam colineares Em cada caso verifiqueseospontosa, B, C e D são coplanares. (a) A (1, 1, 1),B(, 1, 3),C(0,, ) e D ( 1, 0, ) (b) A (1, 0, ),B( 1, 0, 3),C(, 4, 1) e D ( 1,, ) 1.37 Verifique se os vetores u = 3 i+ j k, v = i 3 j +5 k e w = i+ j 4 k podem representar os lados de um triângulo Verifique se os pontosa (1, 1, 0), B(3, 1, 0), e C (1, 3, 0) podem ser vértices de um triângulo Verifique que os vetores a = i + j 3 k, b = i + j +3 k e c = 3 i +9 j k formam uma base do R 3 e determine as coordenadas do vetor v = i + j + k nessa base. A base é positiva ou negativa? 1.40 Sejam a, b e c vetores LI e considere u = a + b c e v = a + b + c. Escrevaovetor w =9 a +15 b +6 c como combinação linear de u e v. 4

5 1.41 Classifique as afirmações em verdadeiras ou falsas, justificando sua resposta. ( ) Se a e b são paralelos, então a b = 0; ( ) Se a b = 0, então a ou b é igual a 0; ( ) Se a e b são perpendiculares, então a b =0; ( ) Se a b =0,então a ou b é igual a 0; ( ) Existem vetores não nulos a e b tais que a b = 0 e a b =0; ( ) Se { a, b, c} é uma base ortonormal, então c = a b; ( ) Se α éoplanogeradopor a e b e β é o plano gerado por c e d,entãoα e β são paralelos se, e somente se, ( a b) ( c d)= 0; ( ) Os vetores a, b e c são coplanares se, e somente se, [ a, b, c] =0; ( ) Se { a, b, c} é uma base ortonormal, então [ a, b, c] =±1; ( ) Sempre que a e b forem colineares, ter-se-á a + b = k ak + b ; ( ) Se a e b são vetores unitários, então a + b tem a direção da bissetriz do ângulo ( a, b); ( ) Se a e b são vetores do espaço, então a ± b = k ak ± a b + b. ( ) Três vetores ortogonais são sempre LI; ( ) Se k ak =1, então o vetor Proj a b tem comprimento a b ; ( ) Se { u, v, w} é uma base positiva, então { u, w, v} também o é; ( ) O conjunto { u, v, v} é uma base apenas quando u e v forem LI. ( ) Se { u, v, w} é uma base ortonormal e a é um vetor, então k ak =( a u) +( a v) +( a w). 1.4 Mostre que as diagonais de um losango são ortogonais Sejam AB e AC vetores não nulos e ortogonais. Mostre que AB + AC = BC. Note que este resultado é o famoso Teorema de Pitágoras Sejam a e b dois vetores, sendo a 6= 0. Mostre que o vetor v = ( a b) a b k ak é perpendicular ao vetor a Demonstre as seguintes propriedades da norma. (a) k ak 0 (b) kx ak = x k ak (c) a + b k ak + b (c) k ak b a b. nulo a Descreva a construção de uma base ortonormal positiva { a, b, c}, a partir de um vetor não 5

6 1.47 Demonstre as seguintes identidades: (a) Polarização: a b = 1 4 h a + b a i b (b) Paralelogramo: a + b + a b = hk ak + i b 1.48 Sejam a, b e c três vetores tais que o ângulo entre quaisquer dois deles, nessa ordem, é 60 o. Sabendo que k ak =3, b =e k ck =6,calcule a + b + c Se a =11, b =3e a b =30,calcule a + b Os vetores a e b são perpendiculares entre si e o vetor c étalque( c, a) =60 o e ( c, b)=60 o. Sabendo-se que k ak =3, b =5e k ck =8, calcule o produto interno: (3 a b) ( b +3 c) Determine a projeção ortogonal do vetor a = i 3 j + k sobre o vetor b = i + j + k. 1.5 Calcule o ângulo entre os vetores a = i + j k e b =3 i +3 j Determine um vetor unitário u, paralelo ao vetor a b, sendo a = i j+4 k e b = i j+3 k Calcule k uk e k u + vk, sabendo que u v =6, k vk =3 e ( u, v) =π/4 rd Determine o valor de x, demodoque(x i +3 j + k) ( i + j) = Encontre um vetor unitário u na direção da bissetriz do ângulo entre a = i j + k e b = i + j k Verifique que os pontos A (1, 1, 0), B(3, 1, 0) e C (1, 3, 0) são vértices de um triângulo retângulo e calcule seus ângulos Se u e v são vetores LD, determine a projeção ortogonal de v sobre u Se α, β e γ são os ângulos de um vetor não nulo v com os vetores i, j e k, respectivamente, mostre que: cos α +cos β +cos γ =1. Os ângulos α, β e γ são os ângulos diretores do vetor v Um vetor não nulo v forma com os eixos ox e oy os ângulos α = 10 o e β = 45 o, respectivamente. Determine o ângulo entre v eoeixooz Dois ângulos diretores de um vetor v são: α =60 o e γ = 10 o. Se k vk =, determine as coordenadas do vetor v. 6

7 1.6 Determine os co-senos diretores do vetor v =4 i +3 j +1 k Seja u =16 i 15 j +1 k. Determine v e w de norma 75, paralelos ao vetor u Verifique que os vetores a = 1 6 ( i j + k), b = 1 ( i k) e c = 1 3 ( i+ j + k) são ortonormais e determine as coordenadas do vetor v =3 i + j + k na base { a,, b, c} Sejam u = j + k, v = i + j e w = i + k. O conjunto { u, v, w} é uma base do espaço R 3? Essa base é ortonormal? Ela é ortogonal? É possível escrever o vetor 3 i + j + k como combinação linear de u, v e w? 1.66 Sejam u e v dois vetore tais que k uk =4e k vk =3. Se o ângulo entre u e v eentre u + v e u v é α, calcule cos α Se u, v e w são vetores unitários tais que u+ v+ w = 0, mostreque u v+ u w+ v w = 3/ Se a e b são vetores não nulos e ortogonais, determine o valor de x de modo que os vetores a + x b e a b sejam ortogonais Se k uk =1, k vk =3e ( u, v) =π/6,calculek( u v) ( u + v)k Determine dois vetores de norma 3, ortogonais aos vetores a = i j + k e b = i k Determine um vetor v tal que v ( i +3 j) =6e v ( i +3 j) =4 k. 1.7 Calcule a área do paralelogramo que tem três vértices consecutivos nos pontos A (1, 0, 1), B (, 1, 3) e C (3,, 5) VerifiqueseospontosA ( 1, 3, 4),B(, 1, 4) e C (3, 11, 5) são vértices de um triângulo. Em caso afirmativo, classifique o triângulo em retângulo, isóceles ou eqüilátero e calcule sua área Considere os vetores u = i + j +3 k e v =4 i + j 3 k. Construa uma base ortonormal positiva { a, b, c}, sendo a paralelo ao vetor u e b paralelo ao vetor v. Determine as coordenadas do vetor w = i + j + k na base { a, b, c} Use o produto vetorial e determine as condições que devem satisfazer os vetores a e b para que a + b e a b sejam paralelos Se k uk =3e k vk =5, determine os valores de x de modo que os vetores u + x v e u x v sejam: (a) perpendiculares; (b) paralelos. 7

8 1.77 Sejam a = i j +3 k, b = i 3 j + k e c = i+ j 7 k. Determine um vetor v perpendicular aos vetores a e b etalque v c = Dados u =3 i j + k, v = i + j e w = j k, calcule os produtos mistos: (a) [ u, v, w] (b) [ u, w, u] (c) [ u, w, v] (d) [ u, w, w] Use o produto misto e verifiqueseosvetores a = i + j +3 k, b = i j +5 k e c =4 i 3 j + k são coplanares Calcule o volume do paralelepípedo que tem um dos vértices no ponto A (, 1, 6) eostrês vértices adjacentes nos pontos B (4, 1, 3),C(1, 3, ) e D (1,, 1) Verifique em cada caso se os pontos são coplanares. (a) A (0,, ),B( 1, 0, ),C(, 1, 3) e D (1, 1, 1) (a) A ( 1, 0, 3),B( 1,, ),C(1, 0, ) e D (, 4, 1) 1.8 Calcule o valor de x de modo que os vetores a = i + x j, b = x i j + k e c = i + j + k sejam LI Considere o triângulo de vértices A (3,, 1),B(3,, ) e C (3, 3, ). Determine: (a) Os ângulos do ABC; (c) A área do ABC; (b) O vetor projeção do menor lado sobre o maior lado; (d) A altura do triângulo, relativa ao maior lado Dados a = i j + k e b = i +3 j, construa uma base ortonormal negativa{ u, v, w} sendo u paralelo ao vetor a e v coplanar com a e b Seja x<0 e considere os vetores u =x i+x j +x k, v = x i x+x k e w =x i x j x k. Mostre que { u, v, w} é uma base ortogonal negativa. Determine o(s) valor(es) x quetorna(m)abase ortonormal e, em seguida, encontre as coordenadas do vetor a = i j 3 k nessa base ortonormal Os vetores u, v e w são mutuamente ortogonais e formam, nessa ordem, um terno ordenado positivo. Sabendo que k uk =4, k vk =e k wk =3,calculeoprodutomisto[ u, v, w] Mostre que o volume do tetraedro da figura é: V = 1 6 [ OA, OB, OC]. Fig Considere três vetores u, v e w, com normas 4, e 6, respectivamente, tais que o ângulo entre quaisquer dois deles, na ordem apresentada, é π/3. Calculek u + v + wk. 8

9 1.89 Verifique que os pontos A (4, 6, ), B(1,, 1), C(3, 3, 3) e D (7, 4, 3) são vértices de um paralelepípedo, calcule o volume do sólido e as coordenadas do ponto E, onde AE é uma diagonal interna Prove que: (a) Se a v = b v, v, então a = b; (b) Se a v = b v, v, então a = b Se os vetores u, v e w são tais que u v + v w + w u = 0, mostre que eles são coplanares. 1.9 Mostre que: u ( v w) =( u w) v ( u v) w Demonstre a relação: ( u v) ( z w) =[ u, v, w] z [ u, v, z] w Use a relação [ w, z, X]=[ X, w, z], comx = u v e demonstre que: ( u v) ( w z) =( u w) ( v z) ( u z) ( v w) Sejam { u, v, w} umabasedoespaçoex um vetor qualquer. Use o Exercício 1.9 e deduza que: X = 1 [ X, v, w] u + 1 [ u, X, w] v + 1 [ u, v, X] w onde =[ u, v, w]. A Regra de Cramer Considere um sistema linear 3 3: a 1 x + a y + a 3 z = d 1 b 1 x + b y + b 3 z = d c 1 x + c y + c 3 z = d 3 ( ) edefina os vetores u = a 1 i+b 1 j +c 1 k, v = a i +b j +c k, w = a3 i +b 3 j + c 3 k e X = d1 i+d j + d 3 k, de modo que X = x u + y v + z w. Como no Exercício 1.95, seja =[ u, v, w], istoé: a 1 a a 3 =det b 1 b b 3. c 1 c c 3 Se 6= 0, então os vetores u, v e w formam uma base do espaço e, portanto, os escalares x, y e z são únicos, ou seja, a solução do sistema ( ) é única e esta vem dada por: x = x, y = y e z = z, onde os determinantes x, y e z são obtidos a partir do, do modo seguinte: 9

10 d 1 a a 3 x =det d b b 3, d 3 c c 3 d 1 a a 3 d 1 a a 3 y =det d b b 3 e z =det d b b 3. d 3 c c 3 d 3 c c 3 No caso em que o sistema é homogêneo, isto é, d 1 = d = d 3 =0,entãoaúnicasoluçãodosistemaé x =0,y=0e z =0. 10

11 Respostas & Sugestões 1.1 F, V, V, V, F, F, V, V, F, V, V, V, F, V, V, V, F. 1. Decimaparabaixo,anumeraçãosegueaseqüência3,1,7,,6,5e4 1.4 (a) AC (b) CA (c) AB 1.11 OD = OA + OB + OC (d) BD 1.6 AB + DC =MN 1.1 AD = OA + 1 OB + 1 OC 1.10 CD = 3AC 1 3BC 1.14 Sejam AA, BB e CC as medianas do triângulo ABC e O o baricentro. Use a semelhança entre os triângulos AOC e AÓC para mostrar que AO = OA Do Exercício 1.14 segue que AO = 3AA, BO = 3BB e CO = 3CC. Então: AO + BO + CO = 3 ( AA + BB + CC ) = 3 [( AB + BA ) + ( BA + AB )+( CB + BC )] = = 3 [ BA + AB + CB + BC ] = 3 [ 1 AC + 1 CB + 1 BA] = x<0 e y =0 1.1 (a) i 1 j + 5 k (b) 15 i + j k (c) 5 i + 3 j 15 k (d) b a = 3 i 5 k 1.5 AB = 4 i j 3 k; AC = 4 i 4 j 6 k; 1.6 B (4, 6, 8) 1.7 M (3,, 3) PQ = 4 1. v = 3 u/ k uk = 6 6 i j 3 6 k BC = i 3 j 1.8 w = 5 i + j 5 k 1.9 D ( 8,, 7) 1.30 C (6, 1, 19) ; D (9, 1, 16) 1.31 (a) LI; (b) LD. (c) LI (d) LD 1.3 m =1± 1.33 Com m =4,tem-se u = 1 v 1.34 Não 1.35 y =z 1.36 (a) sim; (b) não 1.37 Não. Tem-se w = u v 1.38 Sim, porque os vetores AB e AC são LI 1.39 A base é negativa e v = a + 49b + 49 c 1.40 w =8 u +7 v 1.41 V, F, V, F, F, F, V, V, V, F, V, V, V, V, F, F, V i 4 3j 4 3k 1.5 θ =arccos(1/ ) = π/ u = 3 34 i j 1.54 k uk =e k u + vk = x = u = 3 10 i 1 10 j 1.57 b A = π/; b B = b C = π/ v o 1.61 v = i ± j k 1.6 cos α =4/13, cos β =3/13 ecosγ =1/ v = 48 i +45 j 36 k e w = v 1.64 v = 3 6 i + j +5 3 k 1.65 { u, v, w} é base não ortogonal e a = 1 3 u v w 1.66 ±1 e ± x = / 1.70 v ± 3 11 ( i +3 j + k) 1.71 v = 4 13i j 1.7 A = Isóceles e A = a = u k uk, b = v k vk e c = v w k v wk 1.75 Se a for paralelo a b,então a + b será paralelo a a b 11

12 1.76 (a) x = ±3/5 (b) x R, se a e b forem paralelos e x =0, caso contrário 1.77 v =70 i +50 j +10 k 1.78 (a) 7 (b) 0 (c) 7 (d) Não, porque [ a, b, c] 6= V = (a) coplanares (b) não coplanares 1.8 x 6= 1e x 6= 1.83 (a) A b =45 o, B b =90 o e C b =45 o (b) Proj AC AB = 1 ( j + k) (c) 1/ (d) h = / 1.84 Considere u = a/ k ak, v =( a +9 b)/ a +9 b e w =( u v)/ k u vk 1.85 x = ±1/3 e v = 5 3 u 1 3 v w Note que vol = 1 3 (área da base) h equeaáreadabasepodesercalculadapelanormado produto vetorial V =4e E (3, 3, 3) (a) Se a v = b v, v, então ( a b) v =0, v, e considerando v = a b, obtemos ( a b) ( a b)=0,istoé, a b =0e, portanto, a = b. (b) Sejam a = x 1 i+y 1 j +z 1 k e b = x i+y j +z k. Se a v = b v, v, então ( a b) v =0, v, e considerando v = i e, depois, v = j, encontramos x 1 = x,y 1 = y e z 1 = z. Logo, a = b Ésuficiente mostrar que [ u, v, w] =0. Para isto, multiplicamos escalarmente a equação u v + v w + w u = 0 por w e encontramos: ( u v) w =0, isto é, [ u, v, w] = Desenvolva os dois lados da igualdade usando as coordenadas dos vetores e comprove o resultado Do Exercício 1.9, temos que a ( z w) =( a w) z ( a z) w e considerando a = u v obtemos ( u v) ( z w) =[( u v) w] z [( u v) z] w =[ u, v, w] z [ u, v, z] w Temos [ w, z, a] =[ a, w, z] e considerando a = u v, obtemos: [ w, z, u v] = [ u v, w, z] ( w z) ( u v) =[( u v) w] z ( w z) ( u v) = w ( u v) z =(usar Ex 1.9) = [( w v) u ( w u) v] z = = ( w u)( v z) ( w v)( u z) 1.95 Do exercício 1.93, temos: (i) ( u v) ( w x) =[ u, v, x] w [ u, v, w] x e (ii) ( u v) ( w x) = ( w x) ( u v) = {[ w, x, v] u [ w, x, u] v} e, portanto, [ u, v, x] w [ u, v, w] x = [ w, x, v] u +[ w, x, u]. Isolando x no 1 o membro, chegamos ao resultado. 1

UNIVERSITÁRIO DE SINOP CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

UNIVERSITÁRIO DE SINOP CURSO DE ENGENHARIA CIVIL Exercícios propostos: aulas 01 e 02 GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO GA - LISTA DE EXERCÍCIOS 001 1. Calcular o perímetro do triângulo ABC, sendo dado A = (2, 1), B = (-1, 3) e C = (4, -2). 2. Provar que

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS DE GEOMETRIA ANALÍTICA. 01) Dados os vetores e, determine o valor da expressão vetorial. Resp: A=51

LISTA DE EXERCÍCIOS DE GEOMETRIA ANALÍTICA. 01) Dados os vetores e, determine o valor da expressão vetorial. Resp: A=51 1 LISTA DE EXERCÍCIOS DE GEOMETRIA ANALÍTICA 01) Dados os vetores e, determine o valor da expressão vetorial. A=51 02) Decomponha o vetor em dois vetores tais que e, com. 03) Dados os vetores, determine

Leia mais

Capítulo 7. 1. Bissetrizes de duas retas concorrentes. Proposição 1

Capítulo 7. 1. Bissetrizes de duas retas concorrentes. Proposição 1 Capítulo 7 Na aula anterior definimos o produto interno entre dois vetores e vimos como determinar a equação de uma reta no plano de diversas formas. Nesta aula, vamos determinar as bissetrizes de duas

Leia mais

1.1 Fundamentos Gerais

1.1 Fundamentos Gerais 1.1 Fundamentos Gerais EXERCÍCIOS & COMPLEMENTOS 1.1 1. Classi que as a rmações em verdadeiras ou falsas, justi cando sua resposta. (a) ( ) (b) ( ) (c) ( ) (d) ( ) (e) ( ) (f) ( ) (g) ( ) (h) ( ) (i) (

Leia mais

III) Os vetores (m, 1, m) e (1, m, 1) são L.D. se, somente se, m = 1

III) Os vetores (m, 1, m) e (1, m, 1) são L.D. se, somente se, m = 1 Lista de Exercícios de SMA000 - Geometria Analítica 1) Indique qual das seguintes afirmações é falsa: a) Os vetores (m, 0, 0); (1, m, 0); (1, m, m 2 ) são L.I. se, somente se, m 0. b) Se u, v 0, então

Leia mais

1.10 Sistemas de coordenadas cartesianas

1.10 Sistemas de coordenadas cartesianas 7 0 Sistemas de coordenadas cartesianas Definição : Um sistema de coordenadas cartesianas no espaço é um v v conjunto formado por um ponto e uma base { } v3 Indicamos um sistema de coordenadas cartesianas

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS DE GEOMETRIA ANALÍTICA PRODUTO DE VETORES PRODUTO ESCALAR

LISTA DE EXERCÍCIOS DE GEOMETRIA ANALÍTICA PRODUTO DE VETORES PRODUTO ESCALAR LISTA DE EXERCÍCIOS DE GEOMETRIA ANALÍTICA PRODUTO DE VETORES PRODUTO ESCALAR 9) Sendo u = ( ) e v = ( ). Calcular: a) u v b) (u v ) c)(u + v ) d) (u v ) e) (u - v )(u + v ) a) 9 b)8 c)9 d)66 e) f) 8 )Sendo

Leia mais

Propriedade: Num trapézio isósceles os ângulos de uma mesma base são iguais e as diagonais são também iguais.

Propriedade: Num trapézio isósceles os ângulos de uma mesma base são iguais e as diagonais são também iguais. 125 19 QUADRILÁTEROS Propriedades 1) Num quadrilátero qualquer ABCD a soma dos ângulos internos é 1800. 2) Um quadrilátero ABCD é inscritível quando seus vértices pertence a uma mesma circunferência. 3)

Leia mais

Assunto: Estudo do ponto

Assunto: Estudo do ponto Assunto: Estudo do ponto 1) Sabendo que P(m+1;-3m-4) pertence ao 3º quadrante, determine os possíveis valores de m. resp: -4/3

Leia mais

NOTAÇÕES. : distância do ponto P à reta r : segmento de extremidades nos pontos A e B

NOTAÇÕES. : distância do ponto P à reta r : segmento de extremidades nos pontos A e B R C i z Rez) Imz) det A tr A : conjunto dos números reais : conjunto dos números complexos : unidade imaginária: i = 1 : módulo do número z C : parte real do número z C : parte imaginária do número z C

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO MATEMÁTICA II GEOMETRIA ANALÍTICA PLANA (Ponto, reta e circunferência)

EXERCÍCIOS DE REVISÃO MATEMÁTICA II GEOMETRIA ANALÍTICA PLANA (Ponto, reta e circunferência) EXERCÍCIOS DE REVISÃO MATEMÁTICA II GEOMETRIA ANALÍTICA PLANA (Ponto, reta e circunferência) ************************************************************************************* 1) (U.F.PA) Se a distância

Leia mais

Exercícios de Revisão Áreas de figuras Planas 3 o Ano Ensino Médio - Manhã

Exercícios de Revisão Áreas de figuras Planas 3 o Ano Ensino Médio - Manhã Exercícios de Revisão Áreas de figuras Planas 3 o Ano Ensino Médio - Manhã ======================================================== 1) Num retângulo, a base tem cm a mais do que o dobro da altura e a diagonal

Leia mais

Geometria Plana Triângulos Questões Resolvidas (nem todas)

Geometria Plana Triângulos Questões Resolvidas (nem todas) Questão 1 A bissetriz interna do ângulo  de um triângulo ABC divide o lado oposto em dois segmentos que medem 9 cm e 16 cm. Sabendo que medida de. 9 16 = AC = 3 18 AC Questão mede 18 cm, determine a O

Leia mais

MAT3457 ÁLGEBRA LINEAR PARA ENGENHARIA I 1 a Lista de Exercícios - 1 o semestre de 2018

MAT3457 ÁLGEBRA LINEAR PARA ENGENHARIA I 1 a Lista de Exercícios - 1 o semestre de 2018 MAT3457 ÁLGEBRA LINEAR PARA ENGENHARIA I a Lista de Exercícios - o semestre de 8 Exercícios -8: os espaços V e V 3. Exercícios 9-7: dependência, independência linear, bases. Exercícios 8-48: sistemas lineares.

Leia mais

30's Volume 8 Matemática

30's Volume 8 Matemática 30's Volume 8 Matemática www.cursomentor.com 18 de dezembro de 2013 Q1. Simplique a expressão: Q2. Resolva a expressão: Q3. Calcule o inverso da expressão: ( 3 2 ) 3 16 10 4 8 10 5 10 3 64 10 5 10 6 0,

Leia mais

MAT VETORES E GEOMETRIA - IF/IME 1 o SEMESTRE 2015

MAT VETORES E GEOMETRIA - IF/IME 1 o SEMESTRE 2015 MAT 112 - VETORES E GEOMETRIA - IF/IME 1 o SEMESTRE 2015 LISTA 1 1. Ache a soma dos vetores indicados na figura, nos casos: 2. Ache a soma dos vetores indicados em cada caso, sabendo-se que (a) ABCDEFGH

Leia mais

Lista 1 com respostas

Lista 1 com respostas Lista 1 com respostas Professora Nataliia Goloshchapova MAT0105/MAT0112-1 semestre de 2015 Exercício 1. Verifique se é verdadeira ou falsa cada afirmação e justifique sua resposta: (a) (A, B) (C, D) AB

Leia mais

Capítulo 6. Geometria Plana

Capítulo 6. Geometria Plana Capítulo 6 Geometria Plana 9. (UEM - 2013 - Dezembro) Com base nos conhecimentos de geometria plana,assinale o que for correto. 01) O maior ângulo interno de um triângulo qualquer nunca possui medida inferior

Leia mais

= 1 1 1 1 1 1. Pontuação: A questão vale dez pontos, tem dois itens, sendo que o item A vale até três pontos, e o B vale até sete pontos.

= 1 1 1 1 1 1. Pontuação: A questão vale dez pontos, tem dois itens, sendo que o item A vale até três pontos, e o B vale até sete pontos. VTB 008 ª ETAPA Solução Comentada da Prova de Matemática 0 Em uma turma de alunos que estudam Geometria, há 00 alunos Dentre estes, 30% foram aprovados por média e os demais ficaram em recuperação Dentre

Leia mais

. f3 = 4 e 1 3 e 2. f2 = e 1 e 3, g 1 = e 1 + e 2 + e 3, 2 g 2 = e 1 + e 2,

. f3 = 4 e 1 3 e 2. f2 = e 1 e 3, g 1 = e 1 + e 2 + e 3, 2 g 2 = e 1 + e 2, INSTITUTO DE MATEMÁTICA E ESTATÍSTICA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO MAT-457 Álgebra Linear para Engenharia I Segunda Lista de Exercícios - Professor: Equipe da Disciplina EXERCÍCIOS 1. Dê a matriz de mudança

Leia mais

Os degraus serão obtidos cortando-se uma peça linear de madeira cujo comprimento mínimo, em cm, deve ser: (D) 225.

Os degraus serão obtidos cortando-se uma peça linear de madeira cujo comprimento mínimo, em cm, deve ser: (D) 225. 1. (ENEM 2000) Um marceneiro deseja construir uma escada trapezoidal com 5 degraus, de forma que o mais baixo e o mais alto tenham larguras respectivamente iguais a 60 cm e a 30 cm, conforme a figura:

Leia mais

Capítulo 4. Retas e Planos. 4.1 A reta

Capítulo 4. Retas e Planos. 4.1 A reta Capítulo 4 Retas e Planos Neste capítulo veremos como utilizar a teoria dos vetores para caracterizar retas e planos, a saber, suas equações, posições relativas, ângulos e distâncias. 4.1 A reta Sejam

Leia mais

Cevianas: Baricentro, Circuncentro, Incentro e Mediana.

Cevianas: Baricentro, Circuncentro, Incentro e Mediana. Cevianas: Baricentro, Circuncentro, Incentro e Mediana. 1. (Ita 014) Em um triângulo isósceles ABC, cuja área mede 48cm, a razão entre as medidas da altura AP e da base BC é igual a. Das afirmações abaixo:

Leia mais

linearmente independentes se e somente se: Exercícios 13. Determine o vetor X, tal que 3X-2V = 15(X - U).

linearmente independentes se e somente se: Exercícios 13. Determine o vetor X, tal que 3X-2V = 15(X - U). 11 linearmente independentes se e somente se: 1.4. Exercícios 1. Determine o vetor X, tal que X-2V = 15(X - U). Figura 21 14. Determine os vetores X e Y tais que: 1.4.2 Multiplicação por um escalar. Se

Leia mais

Módulo Elementos Básicos de Geometria - Parte 3. Circunferência. Professores: Cleber Assis e Tiago Miranda

Módulo Elementos Básicos de Geometria - Parte 3. Circunferência. Professores: Cleber Assis e Tiago Miranda Módulo Elementos Básicos de Geometria - Parte Circunferência. 8 ano/e.f. Professores: Cleber Assis e Tiago Miranda Elementos Básicos de Geometria - Parte. Circunferência. 1 Exercícios Introdutórios Exercício

Leia mais

Lista de Exercícios Geometria Plana - Pontos notáveis do triângulo 3ª Série do Ensino Médio Prof. Lucas Factor

Lista de Exercícios Geometria Plana - Pontos notáveis do triângulo 3ª Série do Ensino Médio Prof. Lucas Factor Lista de Exercícios Geometria Plana - Pontos notáveis do triângulo 3ª Série do Ensino Médio Prof. Lucas Factor 1. Considere os pontos notáveis de um triângulo, sendo: B Baricentro C Circuncentro I Incentro

Leia mais

Projeto Rumo ao ITA Exercícios estilo IME

Projeto Rumo ao ITA Exercícios estilo IME PROGRAMA IME ESPECIAL 1991 GEOMETRIA ESPACIAL PROF PAULO ROBERTO 01 (IME-64) Um cone circular reto, de raio da base igual a R e altura h, está circunscrito a 1 1 uma esfera de raio r Provar que = rh r

Leia mais

a1q1: Seja ABCDEF GH um cubo de aresta unitária de E 3 e considere o espaço V 3 orientado pela base { CD, CB, CH}. Então podemos afirmar que: a)

a1q1: Seja ABCDEF GH um cubo de aresta unitária de E 3 e considere o espaço V 3 orientado pela base { CD, CB, CH}. Então podemos afirmar que: a) 1 a1q1: Seja ABCDEF GH um cubo de aresta unitária de E 3 e considere o espaço V 3 orientado pela base { CD, CB, CH}. Então podemos afirmar que: a) EB ED = GA b) EB ED = AG c) EB ED = EH d) EB ED = EA e)

Leia mais

GEOMETRIA ANALÍTICA II

GEOMETRIA ANALÍTICA II Conteúdo 1 O PLANO 3 1.1 Equação Geral do Plano............................ 3 1.2 Determinação de um Plano........................... 7 1.3 Equação Paramétrica do Plano........................ 11 1.4 Ângulo

Leia mais

MATRIZ - FORMAÇÃO E IGUALDADE

MATRIZ - FORMAÇÃO E IGUALDADE MATRIZ - FORMAÇÃO E IGUALDADE 1. Seja X = (x ij ) uma matriz quadrada de ordem 2, onde i + j para i = j ;1 - j para i > j e 1 se i < j. A soma dos seus elementos é igual a: 2. Se M = ( a ij ) 3x2 é uma

Leia mais

. B(x 2, y 2 ). A(x 1, y 1 )

. B(x 2, y 2 ). A(x 1, y 1 ) Estudo da Reta no R 2 Condição de alinhamento de três pontos: Sabemos que por dois pontos distintos passa uma única reta, ou seja, dados A(x 1, y 1 ) e B(x 2, y 2 ), eles estão sempre alinhados. y. B(x

Leia mais

Professor Alexandre Assis. Lista de exercícios - Geometria Analítica. 6. Duas pessoas A e B decidem se encontrar em

Professor Alexandre Assis. Lista de exercícios - Geometria Analítica. 6. Duas pessoas A e B decidem se encontrar em 6. Duas pessoas A e B decidem se encontrar em 1. Sendo (x + 2, 2y - 4) = (8x, 3y - 10), determine o valor de x e de y. um determinado local, no período de tempo entre 0h e 1h. Para cada par ordenado (x³,

Leia mais

1 SOMA DOS ÂNGULOS 2 QUADRILÀTEROS NOTÀVEIS. 2.2 Paralelogramo. 2.1 Trapézio. Matemática 2 Pedro Paulo

1 SOMA DOS ÂNGULOS 2 QUADRILÀTEROS NOTÀVEIS. 2.2 Paralelogramo. 2.1 Trapézio. Matemática 2 Pedro Paulo Matemática 2 Pedro Paulo GEOMETRIA PLANA IX 1 SOMA DOS ÂNGULOS A primeira (e talvez mais importante) relação válida para todo quadrilátero é a seguinte: A soma dos ângulos internos de qualquer quadrilátero

Leia mais

Frente 3 Aula 20 GEOMETRIA ANALÍTICA Coordenadas Cartesianas Ortogonais

Frente 3 Aula 20 GEOMETRIA ANALÍTICA Coordenadas Cartesianas Ortogonais Frente ula 0 GEOETRI NLÍTI oordenadas artesianas Ortogonais Sistema cartesiano ortogonal Sabemos que um sistema cartesiano ortogonal é formado por dois eios perpendiculares entre si com uma origem comum.

Leia mais

Terceira lista de exercícios.

Terceira lista de exercícios. MA092 Geometria plana e analítica Segundo semestre de 2016 Terceira lista de exercícios. Polígonos. Quadriláteros notáveis. Pontos notáveis do triângulo. 1. (Dolce/Pompeo) Determine o valor de xx nas figuras

Leia mais

Equações paramétricas da Reta

Equações paramétricas da Reta 39 6.Retas e Planos Equações de Retas e Planos Equações da Reta Vamos supor que uma reta r é paralela a um vetor V = a, b, c) não nulo e que passa por um ponto P = x, y, z ). Um ponto P = x, pertence a

Leia mais

Módulo de Semelhança de Triângulos e Teorema de Tales. 8 ano/9 a série E.F.

Módulo de Semelhança de Triângulos e Teorema de Tales. 8 ano/9 a série E.F. Módulo de Semelhança de Triângulos e Teorema de Tales Relações Métricas no Triângulo Retângulo. 8 ano/9 a série E.F. Semelhança de Triângulos e Teorema de Tales Relações Métricas no Triângulo Retângulo.

Leia mais

II - Teorema da bissetriz

II - Teorema da bissetriz I - Teorema linear de Tales Se três ou mais paralelas são cortadas por duas transversais, então os segmentos determinados numa transversal têm medidas que são diretamente proporcionais às dos segmentos

Leia mais

Aula 6 Pontos Notáveis de um Triângulo

Aula 6 Pontos Notáveis de um Triângulo MODULO 1 - AULA 6 Aula 6 Pontos Notáveis de um Triângulo Definição: Lugar Geométrico é um conjunto de pontos que gozam de uma mesma propriedade. Uma linha ou figura é um lugar geométrico se: a) todos os

Leia mais

Exercícios de Geometria Analítica - CM045

Exercícios de Geometria Analítica - CM045 Exercícios de Geometria Analítica - CM045 Prof. José Carlos Corrêa Eidam DMAT/UFPR Disponível no sítio people.ufpr.br/ eidam/index.htm 1o. semestre de 2011 Parte 1 Soma e produto escalar 1. Seja OABC um

Leia mais

Exercícios de 11.º ano nos Testes Intermédios TRIGONOMETRIA

Exercícios de 11.º ano nos Testes Intermédios TRIGONOMETRIA Escola Secundária de Francisco Franco Exercícios de 11.º ano nos Testes Intermédios TRIGONOMETRIA 1. Na figura está representado o círculo trigonométrico e um triângulo [OPR]. O ponto P desloca-se ao longo

Leia mais

PROVA PARA OS ALUNOS DE 2º ANO DO ENSINO MÉDIO. 4 cm

PROVA PARA OS ALUNOS DE 2º ANO DO ENSINO MÉDIO. 4 cm PROVA PARA OS ALUNOS DE º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª Questão: Um cálice com a forma de um cone contém V cm de uma bebida. Uma cereja de forma esférica com diâmetro de cm é colocada dentro do cálice. Supondo

Leia mais

Matemática Fascículo 07 Manoel Benedito Rodrigues

Matemática Fascículo 07 Manoel Benedito Rodrigues Matemática Fascículo 07 Manoel Benedito Rodrigues Índice Geometria Resumo Teórico...1 Exercícios...4 Dicas...5 Resoluções...7 Geometria Resumo Teórico 1. O volume de um prisma eodeumcilindro (retos ou

Leia mais

ABCDE é um pentágono regular e ABF é um triângulo equilátero interior ao pentágono. Calcule os ângulos internos

ABCDE é um pentágono regular e ABF é um triângulo equilátero interior ao pentágono. Calcule os ângulos internos GABARITO MA13 - Avaliação 1 - o semestre - 013 Questão 1. (pontuação: ) ABCDE é um pentágono regular e ABF é um triângulo equilátero interior ao pentágono. Calcule os ângulos internos do triângulo AF C.

Leia mais

Geometria Analítica. Prof Marcelo Maraschin de Souza

Geometria Analítica. Prof Marcelo Maraschin de Souza Geometria Analítica Prof Marcelo Maraschin de Souza Disciplina Aulas: Segunda-feira e terça-feira: 8:00 até 9:50 Avaliações: listas de exercícios e três provas; Sala: 222; Livros. Conteúdos Plano de Ensino

Leia mais

INSTITUTO DE APLICAÇÃO FERNANDO RODRIGUES DA SILVEIRA 2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PROF. ILYDIO PEREIRA DE SÁ

INSTITUTO DE APLICAÇÃO FERNANDO RODRIGUES DA SILVEIRA 2ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO PROF. ILYDIO PEREIRA DE SÁ INSTITUTO E PLIÇÃO FERNNO RORIGUES SILVEIR 2ª SÉRIE O ENSINO MÉIO PROF. ILYIO PEREIR E SÁ Geometria Espacial: Elementos iniciais de Geometria Espacial Introdução: Geometria espacial (euclidiana) funciona

Leia mais

MATEMÁTICA - 2 o ANO MÓDULO 01 PONTO, RETA E PLANO

MATEMÁTICA - 2 o ANO MÓDULO 01 PONTO, RETA E PLANO MATEMÁTICA - 2 o ANO MÓDULO 01 PONTO, RETA E PLANO r s A E B D C F α G H A B r r s r s α r P s s r α A α B C α P B r A α r α P α r P P α r A B r α A B r r r P α A B α A B F F α α=β α β = α = β α β α β

Leia mais

MATEMÁTICA (11º ano) Exercícios de Exames e Testes Intermédios Equações de retas e planos

MATEMÁTICA (11º ano) Exercícios de Exames e Testes Intermédios Equações de retas e planos MATEMÁTICA (11º ano) Exercícios de Exames e Testes Intermédios Equações de retas e planos 1 Seja um número real. Considere, num referencial o.n., a reta e o plano definidos, respetivamente, por e Sabe-se

Leia mais

Controle do Professor

Controle do Professor Controle do Professor Compensou as faltas CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO DISCIPLINA: GEOMETRIA ANALÍTICA VETORIAL E INTRODUÇÃO À ÁLGEBRA LINEAR SÉRIE: 2º ANO TRABALHO DE COMPENSAÇÃO DE FALTAS DOS ALUNOS

Leia mais

Seja a função: y = x 2 2x 3. O vértice V e o conjunto imagem da função são dados, respectivamente, por: d) V = (1, 4), Im = {y y 4}.

Seja a função: y = x 2 2x 3. O vértice V e o conjunto imagem da função são dados, respectivamente, por: d) V = (1, 4), Im = {y y 4}. MATEMÁTICA b Seja a função: y = x 2 2x. O vértice V e o conjunto imagem da função são dados, respectivamente, por: a) V = (, 4), Im = {y y 4}. b) V = (, 4), Im = {y y 4}. c) V = (, 4), Im = {y y 4}. d)

Leia mais

Consideremos um triângulo de lados a,b e c. Temos duas possibilidades: ou o triângulo é acutângulo ou é obtusângulo. Vejamos:

Consideremos um triângulo de lados a,b e c. Temos duas possibilidades: ou o triângulo é acutângulo ou é obtusângulo. Vejamos: Lei dos Cossenos Consideremos um triângulo de lados a,b e c. Temos duas possibilidades: ou o triângulo é acutângulo ou é obtusângulo. Vejamos: Triângulo Obtusângulo Tomemos um triângulo Obtusângulo qualquer,

Leia mais

LISTA EXTRA DE EXERCÍCIOS MAT /I

LISTA EXTRA DE EXERCÍCIOS MAT /I LISTA EXTRA DE EXERCÍCIOS MAT 008/I. Dados os vetores v = (0,, 3), v = (-, 0, 4) e v 3 = (, -, 0), efetuar as operações indicadas: (a) v 3-4v R.: (4,-,-6) (b) v -3v +v 3 R.: (3,0,-6). Determine: (a) x,

Leia mais

Novo Espaço Matemática A 11.º ano Proposta de Teste Intermédio [Novembro 2015]

Novo Espaço Matemática A 11.º ano Proposta de Teste Intermédio [Novembro 2015] Proposta de Teste Intermédio [Novembro 05] Nome: Ano / Turma: N.º: Data: - - Não é permitido o uso de corretor. Deves riscar aquilo que pretendes que não seja classificado. Para cada resposta, identifica

Leia mais

ABCD ADEF 810. é a corda da circunferência contida no eixo Oy. é uma corda da circunferência, paralela ao eixo Ox

ABCD ADEF 810. é a corda da circunferência contida no eixo Oy. é uma corda da circunferência, paralela ao eixo Ox Ficha de Trabalho n.º 3 página.1. Mostre que o ponto C tem coordenadas ( 09, ) e que o ponto D tem coordenadas ( 8, 9 )... Determine uma equação da mediatriz do segmento AD. Apresente a sua resposta na

Leia mais

ÁLGEBRA VETORIAL E GEOMETRIA ANALÍTICA (UFCG- CUITÉ)

ÁLGEBRA VETORIAL E GEOMETRIA ANALÍTICA (UFCG- CUITÉ) P L A N O S PARALELOS AOS EIXOS E AOS PLANOS COORDENADOS Casos Particulares A equação ax + by + cz = d na qual a, b e c não são nulos, é a equação de um plano π, sendo v = ( a, b, c) um vetor normal a

Leia mais

Geometria Analítica e Vetorial - Daniel Miranda, Rafael Grisi, Sinuê Lodovici

Geometria Analítica e Vetorial - Daniel Miranda, Rafael Grisi, Sinuê Lodovici 3 R E TA S E P L A N O S Dando continuidade ao nosso estudo sobre lugares geométricos e suas equações, vamos nos concentrar agora no estudo de dois elementos geométricos fundamentais da geometria as retas

Leia mais

FUVEST VESTIBULAR 2006. RESOLUÇÃO DA PROVA DA FASE 2. Por Professora Maria Antônia Conceição Gouveia

FUVEST VESTIBULAR 2006. RESOLUÇÃO DA PROVA DA FASE 2. Por Professora Maria Antônia Conceição Gouveia FUVEST VESTIBULAR 6 RESOLUÇÃO DA PROVA DA FASE Por Professora Maria Antônia Conceição Gouveia QUESTÃO Um tapete deve ser bordado sobre uma tela de m por m, com as cores marrom, mostarda, verde e laranja,

Leia mais

Produto Misto, Determinante e Volume

Produto Misto, Determinante e Volume 15 Produto Misto, Determinante e Volume Sumário 15.1 Produto Misto e Determinante............ 2 15.2 Regra de Cramer.................... 10 15.3 Operações com matrizes............... 12 15.4 Exercícios........................

Leia mais

GEOMETRIA. 1 Definições. 2 Notações

GEOMETRIA. 1 Definições. 2 Notações GEOMETRIA 1 Definições Mediatriz (de um segmento): conjunto de pontos que estão à mesma distância de dois pontos unidos por um segmento de recta. É uma recta e é perpendicular a este segmento no seu ponto

Leia mais

Departamento de Matemática da Universidade de Coimbra Álgebra Linear e Geometria Analítica Engenharia Civil Ano lectivo 2005/2006 Folha 1.

Departamento de Matemática da Universidade de Coimbra Álgebra Linear e Geometria Analítica Engenharia Civil Ano lectivo 2005/2006 Folha 1. Departamento de Matemática da Universidade de Coimbra Álgebra Linear e Geometria Analítica Engenharia Civil Ano lectivo 2005/2006 Folha 1 Matrizes 1 Considere as matrizes A = 1 2 3 2 3 1 3 1 2 Calcule

Leia mais

TIPO DE PROVA: A. Questão 1. Questão 3. Questão 2. Questão 4. alternativa A. alternativa E. alternativa E

TIPO DE PROVA: A. Questão 1. Questão 3. Questão 2. Questão 4. alternativa A. alternativa E. alternativa E Questão TIPO DE PROVA: A Uma empresa entrevistou k candidatos a um determinadoempregoerejeitouumnúmerode candidatos igual a 5 vezes o número de candidatos aceitos. Um possível valor para k é: a) 56 b)

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DR. JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA - ANO 2013 RECUPERAÇÃO ESTUDOS INDENPENDENTES

ESCOLA ESTADUAL DR. JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA - ANO 2013 RECUPERAÇÃO ESTUDOS INDENPENDENTES ESCOLA ESTADUAL DR. JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA - ANO 2013 RECUPERAÇÃO ESTUDOS INDENPENDENTES Nome Nº Turma 3 EJAS Data / / Nota Disciplina Matemática Prof. Elaine e Naísa Valor 30 Instruções: TRABALHO DE

Leia mais

Aula 2 - Revisão. Claudemir Claudino 2014 1 Semestre

Aula 2 - Revisão. Claudemir Claudino 2014 1 Semestre Aula 2 - Revisão I Parte Revisão de Conceitos Básicos da Matemática aplicada à Resistência dos Materiais I: Relações Trigonométricas, Áreas, Volumes, Limite, Derivada, Integral, Vetores. II Parte Revisão

Leia mais

Lista de exercícios para a P8 Conteúdo: Pontos notáveis do triângulo, quadriláteros e polígonos. Prof. Rafa, Prof. Bill, Prof. Marcelo C. e Marcelo L.

Lista de exercícios para a P8 Conteúdo: Pontos notáveis do triângulo, quadriláteros e polígonos. Prof. Rafa, Prof. Bill, Prof. Marcelo C. e Marcelo L. Lista de exercícios para a P8 Conteúdo: Pontos notáveis do triângulo, quadriláteros e polígonos. Prof. Rafa, Prof. Bill, Prof. Marcelo C. e Marcelo L. Mas antes de começar, atente para as seguintes dicas:

Leia mais

3. São dadas as coordenadas de u e v em relação a uma base ortonormal fixada. Calcule a medida angular entre u e v.

3. São dadas as coordenadas de u e v em relação a uma base ortonormal fixada. Calcule a medida angular entre u e v. 1 a Produto escalar, produto vetorial 2 a Lista de Exercícios MAT 105 1. Sendo ABCD um tetraedro regular de aresta unitária, calcule AB, DA. 2. Determine x de modo que u e v sejam ortogonais. (a) u = (x

Leia mais

Teste de Avaliação Escrita

Teste de Avaliação Escrita Teste de Avaliação Escrita Duração: 90 minutos 19 de fevereiro de 014 Escola E.B.,3 Eng. Nuno Mergulhão Portimão Ano Letivo 013/014 Matemática 9.º B Nome: N.º Classificação: Fraco (0% 19%) Insuficiente

Leia mais

Aula 4 Colinearidade, coplanaridade e dependência linear

Aula 4 Colinearidade, coplanaridade e dependência linear Aula 4 Colinearidade, coplanaridade e dependência linear MÓDULO 1 - AULA 4 Objetivos Compreender os conceitos de independência e dependência linear. Estabelecer condições para determinar quando uma coleção

Leia mais

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS Prova de 23/07/2009 Todas as questões se referem a um sistema ortogonal de coordenadas

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS Prova de 23/07/2009 Todas as questões se referem a um sistema ortogonal de coordenadas EXERCÍCIOS RESOLVIDOS 1 SINUÊ DAYAN BARBERO LODOVICI Resumo Exercícios Resolvidos - Geometria Analítica BC 0404 1 Prova de 23/07/2009 Todas as questões se referem a um sistema ortogonal de coordenadas

Leia mais

ENSINO PRÉ-UNIVERSITÁRIO PROFESSOR(A) TURNO. 01. Determine a distância entre dois pontos A e B do plano cartesiano.

ENSINO PRÉ-UNIVERSITÁRIO PROFESSOR(A) TURNO. 01. Determine a distância entre dois pontos A e B do plano cartesiano. SÉRIE ITA/IME ENSINO PRÉ-UNIVERSITÁRIO PROFESSOR(A) ALUNO(A) TURMA MARCELO MENDES TURNO SEDE DATA Nº / / TC MATEMÁTICA Geometria Analítica Exercícios de Fixação Conteúdo: A reta Parte I Exercícios Tópicos

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Área de Matemática Disciplina: Matemática Série: ª Ensino Médio Professor: Elias Bittar Matemática Atividades para Estudos Autônomos Data: 9 / 0 / 016 1) (UFMG) Observe a figura.

Leia mais

VETORES. Álgebra Linear e Geometria Analítica Prof. Aline Paliga

VETORES. Álgebra Linear e Geometria Analítica Prof. Aline Paliga VETORES Álgebra Linear e Geometria Analítica Prof. Aline Paliga INTRODUÇÃO Grandeza é tudo aquilo que pode variar quantitativamente. Algumas vezes necessitamos mais que um número e uma unidade para representar

Leia mais

Lista 3 Figuras planas

Lista 3 Figuras planas Profa. Debora Cristiane arbosa Kirnev Disciplina: Geometria Descritiva I Curso: rquitetura e urbanismo 2º Semestre Nome: 1. Construa o que se pede: Lista 3 Figuras planas a) Semi-reta de origem e que passa

Leia mais

Prova Escrita de MATEMÁTICA A - 12o Ano 2015 - Época especial

Prova Escrita de MATEMÁTICA A - 12o Ano 2015 - Época especial Prova Escrita de MATEMÁTICA A - 1o Ano 015 - Época especial Proposta de resolução GRUPO I 1. Como P A B = P A + P B P A B, substituindo os valores conhecidos, podemos calcular P A: 0,7 = P A + 0,4 0, 0,7

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE MATEMÁTICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE MATEMÁTICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE MATEMÁTICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE MATEMÁTICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE MATEMÁTICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENSINO DE MATEMÁTICA PRODUTO DA DISSERTAÇÃO GEOMETRIA VETORIAL NA ESCOLA: UMA LEITURA GEOMÉTRICA PARA SISTEMAS

Leia mais

Circunferência e círculo

Circunferência e círculo 54 Circunferência e círculo Ângulos na circunferência Ângulo central Ângulo central é o ângulo que tem o vértice no centro da circunferência. A medida de um ângulo central é igual à medida do arco correspondente

Leia mais

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES EXERCÍCIO COMPLEMENTARE ÁREA DE FIGURA PLANA PROF.: GILON DUARTE Questão 01 Uma sala retangular tem comprimento x e largura y, em metros. abendo que (x + y) (x y) =, é CORRETO afirmar que a área dessa

Leia mais

Matrizes e Sistemas Lineares. Professor: Juliano de Bem Francisco. Departamento de Matemática Universidade Federal de Santa Catarina.

Matrizes e Sistemas Lineares. Professor: Juliano de Bem Francisco. Departamento de Matemática Universidade Federal de Santa Catarina. e Aula Zero - Álgebra Linear Professor: Juliano de Bem Francisco Departamento de Matemática Universidade Federal de Santa Catarina agosto de 2011 Outline e e Part I - Definição: e Consideremos o conjunto

Leia mais

XXXII Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase

XXXII Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase XXXII Olimpíada Brasileira de Matemática GABARITO Segunda Fase Soluções Nível Segunda Fase Parte A PARTE A Na parte A serão atribuídos 4 pontos para cada resposta correta e a pontuação máxima para essa

Leia mais

ÁLGEBRA LINEAR E GEOMETRIA ANALÍTICA

ÁLGEBRA LINEAR E GEOMETRIA ANALÍTICA ÁLGEBRA LINEAR E GEOMETRIA ANALÍTICA Universidade Fernando Pessoa Faculdade de Ciências e Tecnologia 1. Calcule: Capítulo I - Matrizes e Sistemas de Equações Lineares EXERCÍCIOS 1 3 4 3 5 6 1 a + 0 5 1

Leia mais

a) 8 b) 12 c) 16 d) 20 e) 24

a) 8 b) 12 c) 16 d) 20 e) 24 0) (UFRGS) Na figura abaixo, A, B e C são vértices de hexágonos regulares justapostos, cada um com área 8. Segue-se que a área do triângulo cujos vértices são os pontos A, B e C é: a) 8 b) 1 c) 16 d) 0

Leia mais

2 a Lista de Exercícios de MAT2457 Escola Politécnica 1 o semestre de 2014

2 a Lista de Exercícios de MAT2457 Escola Politécnica 1 o semestre de 2014 a Lista de Eercícios de MAT4 Escola Politécnica o semestre de 4. Determine u tal que u = e u é ortogonal a v = (,, ) e a w = (, 4, 6). Dos u s encontrados, qual é o que forma um ângulo agudo com o vetor

Leia mais

Nome: N.º: Endereço: Data: Telefone: PARA QUEM CURSA O 9 Ọ ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM 2016 Disciplina: MATEMÁTICA

Nome: N.º: Endereço: Data: Telefone:   PARA QUEM CURSA O 9 Ọ ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM 2016 Disciplina: MATEMÁTICA Nome: N.º: Endereço: Data: Telefone: E-mail: Colégio PARA QUEM CURSA O 9 Ọ ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM 06 Disciplina: MATEMÁTICA Prova: DESAFIO NOTA: QUESTÃO 6 Analise cada item com atenção: I. O antecedente

Leia mais

Lista de exercícios do teorema de Tales

Lista de exercícios do teorema de Tales Componente Curricular: Professor(a): PAULO CEZAR Turno: Data: Matemática Matutino / /2014 Aluno(a): Nº do Aluno: Série: Turma: 8ª (81) (82) Sucesso! Lista de Exercícios Lista de exercícios do teorema de

Leia mais

a, em que a e b são inteiros tais que a é divisor de 3

a, em que a e b são inteiros tais que a é divisor de 3 Matemática 0. Considere a expressão x x 3 5x x 6. Pede-se: A) encontrar o valor numérico da expressão para x. B) obter todas as raízes complexas do polinômio p(x) x x 3 5x x 6. Questão 0 Comentários: A

Leia mais

GAAL: Exercícios 1, umas soluções

GAAL: Exercícios 1, umas soluções GAAL: Exercícios 1, umas soluções 1. Determine o ponto C tal que AC = 2 AB, sendo A = (0, 2), B = (1, 0). R: Queremos C tal que AC = 2 AB. Temos AB = (1 0, 0 ( 2)) = (1, 2), logo 2 AB = (2, 4). Então queremos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ BIBLIOTECA DE OBJETOS MATEMÁTICOS COORDENADOR: Dr. MARCIO LIMA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ BIBLIOTECA DE OBJETOS MATEMÁTICOS COORDENADOR: Dr. MARCIO LIMA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ BIBLIOTECA DE OBJETOS MATEMÁTICOS COORDENADOR: Dr. MARCIO LIMA TEXTO: CÍRCULO TRIGONOMÉTRICO AUTORES: Mayara Brito (estagiária da BOM) André Brito (estagiário da BOM) ORIENTADOR:

Leia mais

2 Igualdade e Operações com pares ordenados. 1 Conjunto R 2. 3 Vetores. 2.1 Igualdade. 1.2 Coordenadas Cartesianas no Plano

2 Igualdade e Operações com pares ordenados. 1 Conjunto R 2. 3 Vetores. 2.1 Igualdade. 1.2 Coordenadas Cartesianas no Plano 1 Conjunto R 1.1 Definição VETORES NO PLANO Representamos por R o conjunto de todos os pares ordenados de números reais, ou seja: R = {(x, y) x R y R} 1. Coordenadas Cartesianas no Plano Em um plano α,

Leia mais

O número mínimo de usuários para que haja lucro é 27.

O número mínimo de usuários para que haja lucro é 27. MATEMÁTICA d Um reservatório, com 0 litros de capacidade, já contém 0 litros de uma mistura gasolina/álcool com 8% de álcool. Deseja-se completar o tanque com uma nova mistura gasolina/álcool de modo que

Leia mais

SISTEMA DE EQUAÇÕES DO 2º GRAU

SISTEMA DE EQUAÇÕES DO 2º GRAU SISTEMA DE EQUAÇÕES DO 2º GRAU Os sistemas a seguir envolverão equações do 2º grau, lembrando de que suas soluções constituem na determinação do par ordenado { (x, y )(x, y ) }. Resolver um sistema envolvendo

Leia mais

PROVA DE MATEMÁTICA CONCURSO DE ADMISSÃO 2013/2014 1º ANO DO ENSINO MÉDIO

PROVA DE MATEMÁTICA CONCURSO DE ADMISSÃO 2013/2014 1º ANO DO ENSINO MÉDIO CONCURSO DE ADMISSÃO 2013/2014 PROVA DE MATEMÁTICA 1º ANO DO ENSINO MÉDIO CONFERÊNCIA: Membro da CEOCP (Mat / 1º EM) Presidente da CEI Dir Ens CPOR / CMBH PÁGINA 1 RESPONDA AS QUESTÕES DE 1 A 20 E TRANSCREVA

Leia mais

Aula 01 Introdução à Geometria Espacial Geometria Espacial

Aula 01 Introdução à Geometria Espacial Geometria Espacial Aula 01 Introdução à 1) Introdução à Geometria Plana Axioma São verdades matemáticas aceitas sem a necessidade de demonstração. 1 1.1) Axioma da Existência Existem infinitos pontos em uma reta (e fora

Leia mais

Álgebra Linear - Exercícios (Determinantes)

Álgebra Linear - Exercícios (Determinantes) Álgebra Linear - Exercícios (Determinantes) Índice 1 Teoria dos Determinantes 3 11 Propriedades 3 12 CálculodeDeterminantes 6 13 DeterminanteseRegularidade 8 14 TeoremadeLaplace 11 15 Miscelânea 16 2 1

Leia mais

www.rumoaoita.com 141

www.rumoaoita.com 141 0 Dado um trapézio qualquer, de bases e 8, traça-se paralelamente às bases um segmento de medida x que o divide em outros dois trapézios equivalentes. Podemos afirmar que: (A) x, 5 (B) x (C) x 7 x 5 (E)

Leia mais

a) 30 b) 40 c) 50 d) 60 e) 70

a) 30 b) 40 c) 50 d) 60 e) 70 Geometria Plana I Exercícios TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: O revestimento do piso de um ambiente, com a utilização de tacos de madeira, pode ser feito formando desenhos que constituam um elemento decorativo

Leia mais

O Plano. Equação Geral do Plano:

O Plano. Equação Geral do Plano: O Plano Equação Geral do Plano: Seja A(x 1, y 1, z 1 ) um ponto pertencente a um plano π e n = (a, b, c), n 0, um vetor normal (ortogonal) ao plano (figura ao lado). Como n π, n é ortogonal a todo vetor

Leia mais

Aula 3 Vetores no espaço

Aula 3 Vetores no espaço MÓDULO 1 - AULA 3 Aula 3 Vetores no espaço Objetivos Ampliar a noção de vetor para o espaço. Rever as operações com vetores e sua representação em relação a um sistema ortogonal de coordenadas cartesianas.

Leia mais

Prova Escrita de MATEMÁTICA A - 12o Ano 2015-2 a Fase

Prova Escrita de MATEMÁTICA A - 12o Ano 2015-2 a Fase Prova Escrita de MATEMÁTICA A - o Ano 205-2 a Fase Proposta de resolução GRUPO I. O valor médio da variável aleatória X é: µ a + 2 2a + 0, Como, numa distribuição de probabilidades de uma variável aleatória,

Leia mais

MATEMÁTICA - 3o ciclo Circunferência - ângulos e arcos (9 o ano) Propostas de resolução

MATEMÁTICA - 3o ciclo Circunferência - ângulos e arcos (9 o ano) Propostas de resolução MATEMÁTICA - 3o ciclo Circunferência - ângulos e arcos (9 o ano) Propostas de resolução Exercícios de provas nacionais e testes intermédios 1. Como o ângulo BDA é reto (porque está inscrito numa semicircunferência),

Leia mais

Cônicas. 2. (Fuvest 2014) Considere a circunferência λ de equação cartesiana parábola α de equação. x y 4y 0 e a. y 4 x.

Cônicas. 2. (Fuvest 2014) Considere a circunferência λ de equação cartesiana parábola α de equação. x y 4y 0 e a. y 4 x. Cônicas 1. (Espcex (Aman) 014) Sobre a curva 9x + 5y 6x + 50y 164 = 0, assinale a alternativa correta. a) Seu centro é (,1). b) A medida do seu eixo maior é 5. c) A medida do seu eixo menor é 9. d) A distância

Leia mais

Triângulo Retângulo. Relações Métrica e Teorema de Pitágoras

Triângulo Retângulo. Relações Métrica e Teorema de Pitágoras Triângulo Retângulo Relações Métrica e Teorema de Pitágoras 1. (Pucrj 013) Uma bicicleta saiu de um ponto que estava a 8 metros a leste de um hidrante, andou 6 metros na direção norte e parou. Assim, a

Leia mais