MANUAL TÉCNICO. Manual de Dietas Hospitalares

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL TÉCNICO. Manual de Dietas Hospitalares"

Transcrição

1 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 1 de 29 ÍNDICE 1 Dietas de Distribuição Geral Normal ou Livre Hipossódica Branda Branda Hipossódica Observações Dietas da Distribuição Geral Modificadas Dieta Laxante Dietas Hiperproteica Dieta Hipercalórica Dietas da Distribuição Especial Padronizadas Líquida de Prova Líquida Restrita ou Líquidos Claros Líquida Completa Líquida Pastosa Pastosa Observações Dietas Especiais Dietas para Diabéticos Observações Dietas na Insuficiência Renal Crônicas (IRC) Proteína Dietas nas Hepatopatias Observações Dietas nas Hiperlipidemias Baixa em Triglicerídeos Baixa em Colesterol Baixa em Colesterol e Triglicerídeos Observações Dietas nas Doenças Pancreáticas Dietas para Péptica Dietas para Insuficiência Respiratória Dietas Terapéticas Baixa em Sódio Observações...16

2 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 2 de Controle de Resíduos Sem Resíduos Com Mínimo de Resíduos Observações Síndrome do Intestino Curto Retocolite Úlcerativa Dietas nos Pré e Pós Operatório Cirurgia Geral Cirurgia Otorrinolaringologia Cirurgia Urológica Cirurgia Ginecológica/Obstétrica Cirurgia Vascular Cirurgia Ortopédica Recomendações de Éticas e Dietoterápicas em Patologias Diversas Recomendações Dietéticas Constipação Intestinal Gastrite Esofagite Hérnia de Hiato Hipertensão Arterial Sistêmica Colocistectomizados e Doenças do Colédoco Diarréia Hiperuricemia Dietas no Preparo de Exames Pesquisa de Sangue Oculto nas Fezes (P.S.O) Urografia Excretora Enema Opaco (E.O) Colonoscopia e Retosigmoidoscopia Ultrassonografia Abdominal Teste de Tolerância a Glicose (T.T.G) Tabelas Conteúdo de Amônia nos Alimentos Alimentos que Aumentam a amônia Sérica em Pacientes Cirróticos Conteúdo de Potássio nos Alimentos Alimentos que Produzem Flatulência Relação de alimentos Ricos em Ácido Oxálico...26

3 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 3 de Alimentos que Deixam Resíduos Ácidos e Alcalinos Alimentos Ricos em Ferro...27 Bibliografia...28

4 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 4 de 29 1 DIETAS DE DISTRIBUIÇÃO GERAL 1.2 NORMAL OU LIVRE Destinada a indivíduos que necessitam de uma alimentação normal, sem restrição a qualquer nutriente e sem necessidade de acréscimos nutricionais. - Consistência: normal e deverá se adequar sempre que possível, aos hábitos alimentares da comunidade. - Características: normoglicídica, normolipídica e normoproteica. II CARACTERÍSTICA Normocalórica Normoglicídica Normoproteica Normolipídica Consistência e resíduo normais Distribuição: 5 refeições diárias: desjejum, lanche, almoço, merenda, jantar horários regulares, fornecendo em média 3000 calorias/dia II EXEMPLO DE CARDÁPIO REFEIÇÃO ALIMENTO QUANTIDADE Desjejum 626 kcal Leite Café Pão Francês Fruta A Queijo Géleia Margarina Açúcar 150 ml 150 ml 60 g 150 g 20 g g 20 g Lanche 115 kcal Suco de Fruta 140 g Almoço 1057,51kcal Lanche (360 kcal) Jantar (962,5 kcal) Arroz (cru) Feijão (cru) Carne crua Vegetal A Vegetal B Suco com açúcar Óleo Suco polpa com açúcar Sanduíche natural Sopa legumes Arroz cru Proteína Torradas Café Leite Margarina Óleo Açúcar 70 g 50 g 100 g 100 g 100 g 170 g 20 ml 170 ml 120grs 2 conchas médias 50g 70 g 14 g 100 ml 100 ml 10 g 20 ml 20 g

5 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 5 de 29 IV- COMPOSIÇÃO QUÍMICA APROXIMADA VCT HC PTN LIP Na K Ca P Fe fibr Cals 3121,8 G 377 % 48 G 121, 5 % 15,5 G 125, % 36 Mg 1791 Mg 3767 Mg 829 Mg 1455 Mg 23 Mg 23,4 1.3 HIPOSSÓDICA Destinada a indivíduos que necessitam de controle do sódio para a prevenção e o controle de edemas, problemas renais e hipertensão. O cardápio e a consistência devem ser o mesmo da dieta geral, com a redução do sal de cozinha, oferecendo sachês individualizados de sal de adição (1 g). Devem garantir o mesmo aporte calórico da dieta geral, atendendo a consistência requerida (dieta branda, leve ou líquida). IV COMPOSIÇÃO QUÍMICA APROXIMADA Na 1.259MG = 55meq NaCI Sem Sal adicional Demais valores iguais à dieta normal 1.4 BRANDA I - INDICAÇÃO Destinada aos indivíduos com problemas mecânicos de ingestão, digestão, mastigação e deglutição, que impeçam a utilização da dieta geral, havendo assim a necessidade de abrandar os alimentos por processos mecânicos ou de cocção para melhor aceitabilidade. É utilizada em alguns casos de pósoperatórios para facilitar o trabalho digestivo. Esta dieta é usada como transição para a dieta geral. II CARACTERÉISTICAS Normoglicídica Normoproteica Normolipídica Consistência: Tecido conectivo e celulose abrandada por cocção ou ação mecânica. Distribuição: 5 Refeições III - EXEMPLO DE CARDÁPIO REFEIÇÃO ALIMENTO QUANTIDADE Leite Café Pão Francês 150 ml 150 ml 60 g Desjejum Fruta A 150 g Queijo pouco sal 20 g Géleia Margarina sem sal Açúcar g 20 g Lanche Suco de Fruta 140 ml

6 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 6 de 29 Almoço Lanche Jantar Arroz (cru) bem cozido Feijão (cru) + Caldo Carne crua (desfiada ou moída) Vegetal A cozidos Vegetal B ( bem cozidos) Suco com açúcar Óleo Suco polpa com açúcar Sanduíche natural Sopa legumes Arroz cru Proteína Torradas Café Leite Margarina SEM SAL Óleo Açúcar 70 g 50 g 100 g 100 g 100 g 170 g 20 ml 170 ml 120 grs 2 conchas médias 50g 70 g 14 g 100 ml 100 ml 10 g 20 ml 20 g IV COMPOSIÇÃO QUÍMICA APROXIMADA VCT HC PTN LIP Na K Ca P Fe fibr Cals 3121,8 G 377 % 48 G 121,5 % 15,5 G 125, % 36 Mg 1100 Mg 3767 Mg 829 Mg 1455 Mg 23 Mg 23,4 1.5 BRANDA HIPOSSÓDICA Indicada para indivíduos com problemas mecânicos (mastigação), em que haja necessidade de abrandar os alimentos para melhor aceitação, facilitando o trabalho digestivo, em alguns pósoperatórios e com restrição sal. É uma dieta branda com preparações sem sal adicional, inclusive as torradas e a margarina são sem sal. III EXEMPLO DE CARDÁPIO Igual à dieta branda sem sal adicional. IV COMPOSIÇÃO QUÍMICA APROXIMADA Na: 1.129mg 49 meq NaCI: sem sal adicional Demais valores iguais à dieta branda 1.6 OBSERVAÇÕES Para análise das dietas foi utilizada a média de alimentos: Vegetal A alface, couve, couve-flor, maxixe, tomate, pepino. Vegetal B jerimum, beterraba, cebola, chuchu, pimentão, vagem, cenoura. Vegetal C batata inglesa, macaxeira, inhame, batata doce, fruta-pão, Fruta A araçá, caju, carambola, laranja pera, melancia, melão, goiaba, pitanga.

7 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 7 de 29 Fruta B abacaxi, graviola, jabuticaba, jaca, pera, maçã, mamão, tangerina, jambo, pinha, banana comprida, manga, mamão, etc. Leite de vaca ou soja Carnes de boi, aves, peixes. Pão tipo francês, integral, caixa e menudo Massa aveia, fubá, maisena. Dietas brandas (com e sem sal) os vegetais são usados cozidos. As frutas utilizadas são todas batidas ou cozidas e suco de todas as frutas. Ovo cozido de acordo com dieta. 2 DIETAS DA DISTRIBUIÇÃO GERAL MODIFICADAS 2.1 DIETA LAXANTE Indicada para pacientes com constipação, cirurgias ginecológicas, pós-parto e em repouso absoluto etc. É uma dieta da distribuição geral acrescida de alimentos laxantes e ricos em fibras. As recomendações dietéticas para este tipo de dieta são aproximadamente de 20 a 35 g de fibra dietética por dia para indivíduos adultos. Para pacientes infantis (acima de 2 anos) somar à idade mais 5g. Recomendação: ÁGUA - usar em grande quantidade ao dia, entre 1500 ml a 3000 ml ou mais ALIMENTOS INDICADOS - ricos em celulose, fibras solúveis e insolúveis, etc. VEGETAIS folhosos (preferir crus ou ligeiramente refogados), alface, agrião, couve, cebola, pimentão, milho verde, etc. FRUTAS - todas, preferir da época, se possível consumir a casca LEITE, coalhada, iogurtes, leites fermentados, CEREIAS integrais, aveia, quinoa, arroz LEGUMINOSAS - feijões, ervilha, soja, lentilha, grão de bico PÃES E FARINHAS - pão integral, farinhas integral, linhaça, macarrão integral III EXEMPLO DE CARDÁPIO Igual ao cardápio da distribuição geral. Oferecendo alimentos laxantes nas refeições como: alface, tomate, cebola, laranja, mamão, abacaxi, coquetel laxante, aveia. IV COMPOSIÇÃO QUÍMICA APROXIMADA A mesma da distribuição geral. Teor de Fibras: Dieta da distribuição geral 23g Complementação 2 a 4g TOTAL: 27g 2.2 DIETAS HIPERPROTEICAS Destinada a indivíduos que apresentam condições hipermetabólicas e infecciosas (AIDS, câncer/quimioterapia, diálise/hemodiálise, transplante, queimados etc.), com necessidades nutricionais aumentadas e diferenciadas.

8 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 8 de 29 É uma dieta da distribuição geral, complementada com alimentos ricos em proteína de alto valor biológico. III EXEMPLO DE CARDÁPIO Igual ao cardápio da distribuição geral, acrescido de albumina em pó, leite ou derivados (3 x ao dia ) ou suplemento protéico industrializado nos lanches. IV COMPOSIÇÃO QUÍMICA APROXIMADA A mesma da distribuição geral com acréscimo de proteínas de alto valor biológico em concordância à necessidade do paciente. 2.3 DIETA HIPERCALÓRICA Indicada para pacientes com desnutrição calórica de qualquer etiologia. É uma dieta da distribuição geral complementada com alimentos hipercalóricos. III- EXEMPLO DE CARDÁPIO Igual ao cardápio da distribuição geral, acrescido de lanches calóricos 3 DIETAS DA DISTRIBUIÇÃO ESPECIAL PADRONIZADAS 3.1 LÍQUIDA DE PROVA Indicação no primeiro dia de alimentação de pacientes submetidos a cirurgias de grande porte, jejum prolongado, preparo de exames e em pré-operatórios de cirurgias intestinas, gastroplastias, etc. É uma dieta líquida sem resíduos (em menor volume). Hipocalórica III EXEMPLO DE CARDÁPIO Desjejum Chá 50 a 100ml Lanche Água de Coco 50 a 100ml Almoço Caldo de vegetais coados 50 a 100 ml Lanche Gelatina 50 a 100 ml Jantar Chá 50 a100 ml Lanche Água de Coco 50 a 100ml IV COMPOSIÇÃO QUÍMICA APROXIMADA A mesma da distribuição acrescida de 280 calorias. 3.2 LÍQUIDA RESTRITA OU LÍQUIDOS CLAROS

9 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 9 de 29 Indicada para pacientes em preparo de alguns exames, pré e pós-operatório de trato gastrintestinal, doenças inflamatórias intestinais como diverticulites (fase aguda). É uma dieta com mínimo de resíduos. Hipocalórica III EXEMPLO DE CARDÁPIO REFEIÇÃO ALIMENTO QUANTIDADE Desjejum Chá 250 ml Lanche Refresco Coado 250 ml Almoço Caldo de Vegetais 250 ml Lanche Refresco Coado 250 ml Jantar Caldo de Vegetais 250 ml Lanche Água de Coco 250 ml 3.3 LÍQUIDA COMPLETA Indicada para pacientes em preparo de alguns exames, em determinados pré e pós-operatórios. II - CARACTERÍSTICAS É uma dieta sem restrição de resíduos. Hipocalórica III EXEMPLO DE CARDÁPIO REFEIÇÃO ALIMENTO QUANTIDADE Desjejum Leite 250 ml Lanche Suco de Fruta 250 ml Almoço Sopa de Carne 250 ml Lanche Suco de Fruta 250 ml Jantar Mingau 250 ml Lanche Leite 250 ml 3.4 LÍQUIDA-PASTOSA Indicada para paciente que apresentam dificuldade de deglutição e mastigação, em casos de intolerância a alimentos sólidos, em preparo de determinados exames e em alguns pré e pós-operatórios. É uma dieta constituída de preparações liquefeitas Normocalorica III EXEMPLO DE CARDÁPIO REFEIÇÃO ALIMENTO QUANTIDADE

10 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 10 de 29 Desjejum Papas 300 ml Lanche Vitamina de Fruta 300 ml Almoço Sopa Creme 300 ml Lanche Vitamina de Fruta 300 ml Jantar Sopa Creme 300 ml Lanche Leite 300 ml 3.5 PASTOSA Indicada para pacientes com dificuldade de mastigação e deglutição, pós-entubados, na transição para a dieta branda. É uma dieta constituída de preparações pastosas. Normocalórica a Hipercalórica III EXEMPLO DE CARDÁPIO REFEIÇÃO ALIMENTO QUANTIDADE Desjejum Lanche Almoço Lanche Jantar Lanche 3.6 OBSERVAÇÕES Leite Massa Mamão Açúcar Leite Banana batida Açúcar Sopa Creme Ovo Pochê Purê Mamão Leite Banana Amassada Açúcar Sopa Creme Ovo Pochê Purê Leite Açúcar Leite Açúcar 400 ml 35 g 100 g 40 g 100 ml 100 g 20 g 300 ml 1 unidade 100 g 100 g 100 g 100 g 20 g 100 ml 1 unidade 100 g 200 ml 20 g 200 ml 20 g Na líquida de prova o chá deve ser adoçado com Maltodextrina ou Adoçante para diabéticos; Na líquida sem resíduo, líquida completa e semi-líquida as preparações (chá, refresco, leite, mingau, vitaminas) são adoçados com açúcar a 10%; Leite de vaca integral ou desnatado ou Soja; Massa de papa: aveia, maisena, fubá, mucilon a 10%;

11 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 11 de 29 Sopas creme e purês de vegetais B e C; Refrescos, sucos, vitaminas de frutas A e B; Mingau de maisena ou mucilon a 5%; Caldos de vegetais e carne, sopa creme, vitaminas ver receita no final do manual. 4 DIETAS ESPECIAIS 4.1 DIETA PARA DIABÉTICOS Indicada para indivíduos diabéticos do tipo I, II, gestante diabética ou diabetes gestacional, utilizando-se percentuais dentro do padrão normal. Normoglicídica (Maior percentual de alimentos com baixo índice glicêmico) Normoprotéica Normolipídica Consistência Normal Fibras solúveis: teor satisfatório de acordo com necessidade do paciente Distribuição: 6 refeições 4.2 OBSERVAÇÕES Leite de Vaca desnatado ou soja Carnes usadas: boi, peixes, aves. Usar carnes magras: sem couro, sem pele, sem molhos gordurosos. O arroz integral pode ser substituído por macarrão com molho magro de tomate natural, igual quantidade. (PESAR DEPOIS DE COZIDO) Queijo do tipo: mussarela light, ricota, minas frescal. Usar no lugar de ovo ou carne, em igual quantidade. Óleo de origem vegetal (azeite, canola, soja) Vegetal A Alface, couve, espinafre, maxixe, pepino, pimentão e tomate. Ovo inteiro: usar 3 vezes por semana. Cuscuz de fubá. Vegetal B beterraba, cenoura, chuchu, feijão verde, quiabo, vagem, abóbora e cebola. Vegetal C inhame, fruta-pão, batata doce e tapioca sem coco.. Fruta A araçá, carambola, goiaba, laranja pera, limão, melancia, melão, pitanga e caju. Fruta B graviola, lima, maçã, mamão, manga, pinha, jaca, jabuticaba, abacaxi, jambo e pêra, banana, uva. Não pode ser usado açúcar. Usar adoçante artificial (opcional).

12 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 12 de 29 Evitar sorvetes industrializados, chocolate comum diabético, enlatados, mel de qualquer tipo, rapadura, farinha, frituras, doces em geral, refrigerantes comuns e bebidas alcoólicas. Massa aveia, maisena. Pesar os alimentos uma vez, colocar em xícaras e depois repetir cada vez que for usar. Quanto às carnes evitar preparações fritas. Feijão preto, verde, como fava, macassa, sempre verde. Usar no preparo da dieta: sal, se permitido, vinagre, limão, cebola, alho, coentro, colorau, cominho, louro e salsa. Usar à vontade: chá, café, refresco de frutas A, com adoçante. 4.3 DIETAS NA INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA (IRC) Indicada para pacientes com insuficiência renal, em tratamento conservador. Hipo a hiperglicídica Hipo a Normoproteíca Normolipídica Hipocalênmica Consistência e Resíduos: normais Distribuição: 6 refeições Restrição hídrica PROTEÍNA (0,6grs PTN/kg/peso) DE ACORDO COM A NECESSIDADE DE CADA INDIVIDUO, Na, K, LÍQUIDOS OBSERVAÇÕES Leite de vaca integral Carnes que podem ser usadas: bovina, aves, fígado, peixe. Evitar vísceras e carnes vermelhas quando em uremia. VEGETAIS: alface, berinjela, cebola, pepino, pimentão, repolho, quiabo, chuchu, vagem, jerimum, feijão verde. FRUTAS: abacaxi, melancia, caju, laranja, tangerina, limão, pera, banana maçã, banana ouro, manga espada, maçã, laranja lima, jabuticaba, carambola. CEREAL: arroz, macarrão. MASSA: tapioca (sem coco), maisena, sagu, trigo, farinha de mandioca. DOCES CASEIROS: goiabada, doce de abacaxi, doce de caju, de carambola (sem calda), marmelada. AÇÚCAR: refinado, mel de abelha, Karo, mel de açúcar. GORDURA: azeite, óleo de soja, milho, margarina sem sal.

13 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 13 de 29 TODOS OS ALIMENTOS DEVEM SER COZIDOS SEM SAL. TEMPEROS: limão, óleo, azeite, vinagre, salsa, orégano, alho, coentro. Ao preparar os vegetais, descascar, deixar de molho por duas horas, escorrer, cozinhar com bastante água e escorrer. Na dieta do diabético excluir: banana, doces, açúcares. 4.4 DIETAS NAS HEPATOPATIAS Destina-se a pacientes portadores de patologias hepáticas com moderação de proteínas e restrição de sódio. Hipocalórica Baixo teor de sódio Rica em aminoácidos ramificados Pobre em aminoácidos aromáticos Alimentos pobres em amônia ou os que aumentam a amônia sérica Distribuição: 6 refeições OBSERVAÇÕES Excluir carnes vermelhas, aves e ovos na encefalopatia hepatica. Preferir frutas e vegetais. Usar leite de soja (Al soy, Nursoy, Supra soy) Evitar frituras e alimentos gordurosos Prevenir constipação intestinal Restringir sal (na face descompensada) Evitar irritantes gástricos Não usar cereais enriquecidos. 4.5 DIETAS NAS HIPERLIPIDEMIAS BAIXA EM TRIGLICERÍDEOS Indicada para pacientes que apresentam índices elevados de triglicerídeo sanguíneo. Hipoglicídica Normolipídica Hiperprotéica Consistência: normal Distribuição: 6 refeições III EXEMPLO DE CARDÁPIO Utilizar as dietas indicadas para pacientes diabéticos. IV COMPOSIÇÃO QUÍMICA APROXIMADA Ver tabela das dietas para diabéticos.

14 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 14 de BAIXA EM COLESTEROL Indicada para pacientes que apresentam índices elevados de colesterol sanguíneo e que necessitam de restrição de alimentos ricos em colesterol e gorduras saturadas, tais como: carnes gordurosas, bacon, banha, embutidos, pele de frango, óleo de dendê, gordura de côco seco, manteiga de cacau, queijos gordurosos, laticínios integrais, produtos de panificação com creme, gordura vegetal hidrogenada e alimentos preparados com a mesma, frutos do mar, gema de ovo e frituras em geral. Recomenda-se o aumento de fibras solúveis na dieta BAIXA EM COLESTEROL E TRIGLICERÍDEOS Indicada para paciente hipercolesterolêmica associada à hipergliceridemia. Hipoglicídica Hiperprotéica Hipolipídica Consistência: normal Distribuição: 6 refeições OBSERVAÇÕES Leite: desengordurado Carnes magras: boi, ave e peixe. Cereal Integral: arroz ou macarrão sem molho gorduroso. Óleo de origem vegetal, com exceção da gordura de coco de preferência azeite de oliva e óleo de canola. Vegetal A alface, couve, espinafre, maxixe, pepino, pimentão, repolho e tomate. Vegetal B beterraba, cenoura, chuchu, feijão verde, quiabo, vagem, abóbora e cebola. Vegetal C inhame, e batata inglesa, banana comprida, fruta pão, batata doce e macaxeira. O vegetal C pode ser substituído por cuscuz ou tapioca sem coco nas mesmas quantidades. Fruta A araçá, carambola, goiaba, laranja pêra, limão, jabuticaba, melancia, melão, pitanga e pêra. Pão do tipo Integral. Não usar açúcar, mel, rapadura; substituir por adoçante artificial. Não consumir nenhum alimento que não esteja relacionado na dieta. Os alimentos que serão usados cozidos deverão ser pesados após o cozimento. Não usar frituras, enlatados, conservas, defumados, refrigerantes não dietéticos e bebidas alcoólicas. 4.6 DIETAS NAS DOENÇAS PANCREÁTICAS I - INDICAÇÃO

15 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 15 de 29 Indicada para pacientes portadores de doenças pancreáticas agudas ou crônicas agudizadas. O esquema segue a rotina abaixo: 1ªFase: Pacientes com sintomas Dieta via oral zero Avaliar paciente para iniciar dieta enteral do tipo elementar por sonda enteral, parenteral ou dieta via oral liquida restrita até poder passar para dieta branda isenta de gordura. V OBSERVAÇÕES Ovo de galinha clara, apenas cozida ou pochê Chá preto, cidreira, erva-doce etc. Pão do tipo francês, torrado. Fruta A: caju, laranja pêra, pitanga, carambola, goiaba. Fruta B graviola, maçã, mamão, pinha, abacaxi, tangerina, pêra. Doce: goiabada, bananada ou geléia. Vegetal A alface, maxixe e tomate. Vegetal B beterraba, cenoura, chuchu, vagem, jerimum. Vegetal C inhame, cará, e batata inglesa, banana comprida, fruta pão Mel: caseiro ou Karo Água: quantidade suficiente Preparar a sopa creme com a água em que foram cozidos os vegetais. Usar menos possível óleo, margarina, azeite ou manteiga. TCM Triglicerídeos de cadeia Média (caso necessite). Temperar com alho, coentro, cebolinha, tomate (não usar pimentão). Usar sal em quantidade suficiente. Temperatura evitar extremos Proibido: leite integral, gorduras em geral, vísceras, bebidas alcoólicas, frituras, molhos e condimentos fortes. Não usar nenhum alimento que não conste desta relação. 4.7 DIETAS PARA ÚLCERA PÉPTICA Visa evitar elevações extremas de secreção de ácido gástrico e irritação direta da mucosa do estômago, em conjunto com a farmacoterapia. Reduzindo os sintomas da doença e promovendo a cicatrização da ferida. Indicada para pacientes com diagnóstico de úlcera péptica crônica, em fase de exacerbação da doença. Normal na distribuição dos nutrientes, e restrita em alimentos irritantes (embora a tolerância seja individualizada), como pimentas, chocolate, álcool, menta, bebidas carbonatadas e café (com ou sem cafeína). A dieta branda, embora possa não trazer benefícios ao tratamento dos sintomas, pode ser mais confortável ao paciente.

16 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 16 de DIETAS PARA INSUFICIÊNCIA RESPIRATÓRIA Visa prevenir ou reverter à desnutrição, melhorando também a função respiratória. Indicada para pacientes com função respiratória prejudicada, incluindo doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), bronquite, enfisema e insuficiência respiratória aguda. Muitos desses pacientes podem necessitar de nutrição via sonda, exclusivas ou em conjunto. Adequada em vitaminas e minerais, mas em alguns casos, pode ser necessária a prescrição de suplementos. As refeições são fracionadas e freqüentes, incluindo alimentos de textura abrandada. 5 DIETAS TERAPÊUTICAS 5.1 BAIXA EM SÓDIO Indicada para pacientes que necessitam de restrição rigorosa de sódio. Normoglicídica ou hiperglicídia Normoprotéica Hipolipídica Pobre em sódio Consistência: normal Distribuição: 6 refeições OBSERVAÇÕES Leite sem ser em pó (moderação). Carnes: boi, aves e peixes (de preferência de água doce). Vegetal A alface, pepino, couve, maxixe, couve-flor, repolho e tomate. Vegetal B beterraba, cenoura, chuchu, feijão verde, vagem, jerimum e cebola. Vegetal C inhame, cará, e batata inglesa. Fruta A araçá, carambola, goiaba, laranja pera, melancia, melão, pitanga e caju. Fruta B abacaxi, maçã, graviola, jabuticaba, pera, mamão, tangerina, pinha e jambo. Cereal: arroz. Doce: goiabada. Massa: maisena, aveia e fubá. Farinha: de mandioca. Pão do tipo francês sem sal. Chá: mate (infusão fraca). Todos os alimentos devem ser cozidos sem sal, usando apenas os alimentos citados no cardápio. Margarina sem sal.

17 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 17 de 29 Açúcar do tipo cristalizado. 5.2 CONTROLE DE RESÍDUOS SEM RESÍDUOS Indicação para pacientes em pré-operatório de cirurgias intestinais, portadores de megacólon com presença de fecalomas, e em pós-operatórios diversos. Líquida Hipocalórica Hipolipídica Isenta de resíduos Distribuição: 6 refeições III EXEMPLO DE CARDÁPIO Igual a dieta líquida de prova. IV COMPOSIÇÃO QUÍMICA Igual a dieta líquida de prova COM MÍNIMO DE RESÍDUO Indicada para pacientes em pré-operatório de esôfago e intestino, portadores de fístulas intestinais e colectomias totais ou parciais. Normoglicídica Hiperprotéica Hipolipídica Isenta de fibras insolúveis e com um mínimo de fribras diatéticas Distribuição: 6 refeições Consistência: branda OBSERVAÇÕES Evitar frituras e verduras inteiras Utilizar refresco coado de vegetais, exceto de ameixa preta. Evitar pães frescos e cereais integrais. Evitar batatas, legumes e sementes. Utilizar massas feitas com farinha refinadas. Evitar a carne e os mariscos o tecido conjuntivo denso. 5.3 SÍNDROME DO INTESTINO CURTO Indicada para pacientes que sofreram ressecção de grande parte do intestino e que apresentam distúrbios de absorção.

18 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 18 de 29 1ª Fase ou Fase Inicial: Alimentação parenteral. 2ª Fase: Alimentação oligomérica por sonda enteral. 3ª Fase: início da alimentação por via oral hipolipídica, isenta de lactose e sacarose, pobre em fibras e rica em líquidos (com alto teor de potássio), conforme aceitação do paciente. IV OBSERVAÇÃO Leite de vaca isento de lactose ou a base de soja Carnes magras: de boi, ave e peixe. Cereal: arroz. Vegetal B: cenoura, chuchu, beterraba. Vegetal C: batata inglesa, inhame. Fruta A: caju, carambola, goiaba, pitanga. Fruta B: maçã, banana prata, banana comprida. Chá preto ou erva-doce. Pão Francês (na forma de torrada). Açúcar nidex ou dextrol ou maltodrextrina. Massa: maisena, mucilon de arroz. 5.4 RETOCOLITE ULCERATIVA Indicada para pacientes portadores de retocolite ulcerativa nas suas diversas fases. A) Fase aguda Dieta zero Alimentação Parenteral ou enteral oligomérica B) Fase moderada Dieta liquida restrita por via oral. C) Fase Recuperação Dieta branda, pobre em resíduos. 6 DIETAS NOS PRÉ E PÓS-OPERATÓRIO 6.1 CIRURGIA GERAL CIRURGIA PRÉ-CIRURGICO PÓS-CIRURGICO Laparotomia Exploradora Colectomia e Hernicolectomia Líquida restrita e lavagem total Líquida liquida restrita e lavagem total Imediato: Zero; DPO: segundo prescrição médica e de acordo com o quadro cirúrgico. Imediato: Zero; DPO: segundo prescrição médica, iniciando com dieta de prova, seguido de dieta pobre em resíduo com TCM.

19 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 19 de 29 Hérnias: inguinal, umbilical; incisinal e epigástrica Hemorroidectomia Fistulotomia de margem anal Vagotomia troncular + Piloroplastia Colecistectomia Colecistectomia + EVB Tireidectomia Livre Livre Livre Conforme aceitação do paciente, sem irritantes gástricos (inclusive sucos) Hipolipídica Hipolipídica rigorosa Livre Imediato: Zero DPO: Livre Imediato: Zero DPO: Livre laxante, rica em fibras. Imediato: Zero DPO: Livre laxante Imediato: Zero DPO: segundo prescrição médica, iniciando com dieta para gastrectomizado Imediato: Zero DPO: Líquida total ou líquida pastosa, evoluindo para dieta branda hipolipídica. Imediato: Zero DPO: segundo prescrição médica, iniciando com dieta líquida total ou liquida pastosa, passando depois a branda hipolipídica. Imediato: ZERO DPO: pastosa a branda. 6.2 CIRURGIA OTORRINOLARIGOLÓGICA CIRURGIA PRÉ-CIRÚRGICO PÓS-CIRÚRGICO Adenoidectomia Timpanoplastia Sinusectomia Polipectomia Amigdalectomia Livre Imediato: líquido frio DPO: líquido-pastosa ou branda 6.3 CIRURGIA UROLÓGICA CIRURGIA PRÉ-CIRURGICO PÓS-CIRURGICO Prostatectomia Livre Imediato: Zero DPO: líquida e pastosa, evoluindo para dieta branda, rica em líquidos e laxantes. Hidrocelectomia Imediato: Zero Livre Postectomia DPO: livre após efeito anestésico. Imediato: Zero Pielolitotomia Livre DPO: líquida pastosa, seguindo-se de dieta branda rica em líquidos. Uretroplastia Livre Imediato: Zero DPO: pastosa, seguindo-se de dieta branda, rica em líquidos. 6.4 CIRURGIA GINECOLÓGICA/OBSTÉTRICA CIRURGIA PRÉ-CIRURGICO PÓS-CIRURGICO

20 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 20 de 29 Histerectomia Colpoperineoplastia Livre Imediato: Zero DPO: líquida Pastosa, seguindo dieta branda laxante, rica em líquidos. Neovagineoplastia Líquida sem resíduos Imediato: Zero DPO: líquida de prova sem resíduos por 8 dias. 9º DPO: dieta pobre em resíduos e seguindo de dieta livre. Curetagem de Prova Livre Imediato: livre Reanastomose Tubária Branda no almoço e, a tarde, líquida sem resíduos. Imediato: Zero DPO: branda, rica em líquidos.. Parto Normal Livre DPO: livre Parto Cesariano Zero Imediato e 1º DPO: liquida pastosa laxante 2º DPO: evoluindo para dieta branda laxante conforme aceitação ou livre. 6.5 CIRURGIA VASCULAR CIRURGIA PRÉ-CIRURGICO PÓS-CIRURGICO Amputações Debridamento de Úlceras Imediato: livre (laxante), após efeito anestésico. Cura Cirúrgica de Úlceras Varicosa Enxerto Livre de Úlcera Livre Fístulas Arteriovenosas Conforme aceitação do paciente. Imediato: Zero DPO: conforme aceitação do paciente. 6.6 CIRURGIA ORTOPÉDICA PRÉ-CIRURGICO Livre passando à líquida-pastosa no dia da cirurgia. PÓS-CIRURGICO Imediato: ZERO DPO: branda a livre conforme aceitação do paciente. 7 RECOMENDAÇÕES DIETÉTICAS E DIETOTERÁPICAS EM PATOLOGIAS DIVERSAS 7.1 RECOMENDAÇÕES DIETÉTICAS PARA: CONSTIPAÇÃO INTESTINAL ÁGUA: usar em grande quantidade. Se possível 1 copo em jejum e 12 copos distribuídos durante o dia. ALIMENTOS INDICADOS: ricos em celulose e/ou substâncias de efeito laxante. VEGETAIS: folhosos (preferir crus ou ligeiramente refogados) alface, agrião, cebola, couve, pimentão, vagem, milho verde, pepino, quiabo, tomate.

21 Código: MT.SND.003 Data: 28/07/2010 Versão: 1 Página: 21 de 29 FRUTAS: mamão, ameixa preta, laranja, uva com casca, abacaxi, manga, morango, sapoti, jabuticaba, melão, jaca, abacate. LEITE: in natura, coalhada, iogurte. CEREIAS: integrais aveia, trigo triturado, xerém, fubá, arroz integral, munguzá. LEGUMINOSAS: feijões, ervilha, soja, lentilha, grão-de-bico, amendoim. Pães integrais, farinhas integrais, castanhas, nozes, amêndoas, cacau, coco. Mel, melado, geléia e doces. Chá mate e erva-doce GASTRITE Fazer as refeições num ambiente tranqüilo e sem pressa. Fazer refeições pequenas e em intervalos de tempo curtos e regulares Alimentos que devem ser evitados: Em demasia café, chá, cacau, chocolate, refrigerantes, bebidas alcoólicas e alimentos com grande concentração de açúcar e gordura. Temperos e condimentos picantes, tais como: cominho, colorau, pimenta etc. Alimentos fermentativos e flatulentos. Alimentos gordurosos e frituras em geral. Conservas e enlatados. Qualquer alimento ou bebida que, por experiência própria, seja capaz de provocar indigestão ou qualquer outro desconforto digestivo. Evitar líquidos durante as refeições. Mastigar bem os alimentos. Dar preferência a alimentos em temperatura ambiente ESOFAGITE Acrescentar os itens seguintes às recomendações 7.2: Evitar deitar-se ou esforçar-se após as refeições. Dormir 2 ou 3 horas após a última refeição. Evitar roupas apertadas, especialmente após as refeições. Procurar manter o peso ideal HÉRNIA DE HIATO As mesmas dos itens: 7.2 e HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA - ALIMENTOS POBRES EM SÓDIO: Uso livre. Vegetais e frutas frescos: todos. Cereais e derivados: todos, exceto os produtos que em sua fabricação incluem a adição de sal. Gorduras: óleo, azeite de oliva, margarina sem sal. Açúcar e doces caseiros (se permitido na dieta) - ALIMENTOS COM MODERADO TEOR DE SÓDIO Leite: 400 ml por dia (2 copos) Ovos: 3 vezes por semana Carnes (boi, aves, peixes): 200 g por dia.

Plano de alimentação para perder 3 KG por mês mas para alcançar esse objetivo tem que ser feito arrisca.

Plano de alimentação para perder 3 KG por mês mas para alcançar esse objetivo tem que ser feito arrisca. Plano de alimentação para perder 3 KG por mês mas para alcançar esse objetivo tem que ser feito arrisca. Exemplo: A hora é você que decide somente estou dando um exemplo de horário; Café da Manha 7h Antes

Leia mais

A PIRÂMIDE QUE SEGUE ABAIXO É A BRASILEIRA, ADAPTADA POR SÔNIA TUCUNDUVA PHILIPPI AOS NOSSOS HÁBITOS ALIMENTARES.

A PIRÂMIDE QUE SEGUE ABAIXO É A BRASILEIRA, ADAPTADA POR SÔNIA TUCUNDUVA PHILIPPI AOS NOSSOS HÁBITOS ALIMENTARES. PARA SABERMOS COMO A ALIMENTAÇÃO DEVE SER EQUILIBRADA, PRECISAMOS CONHECER A PIRÂMIDE ALIMENTAR, QUE É A REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DOS ALIMENTOS E SUAS QUANTIDADES QUE DEVEM ESTAR PRESENTES EM NOSSA DIETA

Leia mais

MANUAL DE DIETAS HOSPITALARES

MANUAL DE DIETAS HOSPITALARES MANUAL DE DIETAS HOSPITALARES TERESINA-PI SETEMBRO/11 1 ORIENTADORAS: Adriana de Azevedo Paiva Nutricionista, Doutora em Saúde Pública, Profa. da Disciplina Dietoterapia I da Universidade Federal do Piauí

Leia mais

Observação: crianças, adolescentes, gestantes e praticantes de atividades físicas intensas têm recomendações diferenciadas.

Observação: crianças, adolescentes, gestantes e praticantes de atividades físicas intensas têm recomendações diferenciadas. Atualizado em 15.01.2014 O Lanche Certo tem como objetivo orientar sobre escolhas alimentares adequadas de lanches no trabalho, o que possibilita a melhora de hábitos alimentares, além da promoção da saúde

Leia mais

Dieta. Lanche da manhã. Almoço. Café da manha:

Dieta. Lanche da manhã. Almoço. Café da manha: Café da manha: Dieta opção 1 1 xíc. (chá) de café com leite desnatado 1 pão francês sem miolo na chapa com 1 col. (sopa) rasa de margarina ou 1 fatia de queijo fresco ½ xíc. (chá) de cereal 1 xíc. (chá)

Leia mais

LISTA DE SUBSTITUIÇÃO DOS ALIMENTOS

LISTA DE SUBSTITUIÇÃO DOS ALIMENTOS LISTA DE SUBSTITUIÇÃO DOS ALIMENTOS VEGETAIS FOLHOSOS CONSUMO À VONTADE Acelga, agrião, aipo, alface, alcachofra, almeirão, broto de bambu, cogumelo, couve, couve-de-bruxelas, escarola, mostarda, palmito,

Leia mais

Cardápio do Berçário I (4 Meses a 1 ano) 1ª Semana

Cardápio do Berçário I (4 Meses a 1 ano) 1ª Semana Cardápio do Berçário I (4 Meses a 1 ano) 1ª Semana Matinal Papinha de mamão Papinha de pêra Papinha de banana Papinha de manga Papinha de maçã Papinha de carne moída com, beterraba e couve Papinha de batata

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE FREQÜÊNCIA ALIMENTAR ADULTO

QUESTIONÁRIO DE FREQÜÊNCIA ALIMENTAR ADULTO Setor: N o. do quest QUESTIONÁRIO DE FREQÜÊNCIA ALIMENTAR ADULTO PARA TODAS AS PESSOAS COM 20 ANOS OU MAIS Data da entrevista / / Hora de início: Nome do entrevistador: Nº de identificação: Nome: Sexo

Leia mais

(EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) Alface. Inhame cozido Frango acebolado

(EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) (EM CASA) Alface. Inhame cozido Frango acebolado CARDÁPIO EDUCAÇÃO INFANTIL (maiores de 2 anos) JUNHO/2015 Observações: A utilizada será sem lactose. Oferecer água durante todo dia. Não oferecer bebida durante o almoço ou jantar somente depois de no

Leia mais

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL?

COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? COMO TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL? O Ministério da Saúde está lançando a versão de bolso do Guia Alimentar para a População Brasileira, em formato de Dez Passos para uma Alimentação Saudável, com o objetivo

Leia mais

Sugestão de Cardápio para o Jejum de 21 dias do MIESF12

Sugestão de Cardápio para o Jejum de 21 dias do MIESF12 ALMOÇO 1 Dia 2 Dia 3 Dia de ervas -Pão torrado -Mamão - fruta (melão) ou água de côco -Salada de folhas temperadas c/ azeite e orégano. -1 prato de sobremesa de legumes cozidos ou purê de batatas. - Arroz

Leia mais

ITENS DA MERENDA ESCOLAR 2015

ITENS DA MERENDA ESCOLAR 2015 ITENS DA MERENDA ESCOLAR 2015 Nº ITEM UNIDADE DE MEDIDA 1 ABACATE 2 ABACAXI 3 ABÓBORA 4 ACHOCOLATADO EM PÓ EMBALAGEM DE 800G FARDO COM 24 PCT DE 400G 5 ACHOCOLATADO EM PÓ DIET EMBALAGEM DE 210G 6 ACHOCOLATADO

Leia mais

Colégio Sagrado Coração de Jesus Marília /SP

Colégio Sagrado Coração de Jesus Marília /SP Colégio Sagrado Coração de Jesus Marília /SP CARDÁPIO DO LANCHE DA MANHÃ/TARDE- Educação Infantil Mês de Janeiro e Fevereiro 2ª FEIRA 1 iogurte (beber) sabor morango 4 biscoitos cream cracker c/ manteiga

Leia mais

Dieta do Mix de Fibras - 2 Kg em 4 Dias

Dieta do Mix de Fibras - 2 Kg em 4 Dias Dieta nas Festas Dieta nas Festas Selecionamos aqui três dietas eficazes para você se preparar antes das festas e uma dieta desintoxicante para recuperar seu corpo depois delas! Dieta do Mix de Fibras

Leia mais

Unidade de Saúde do Afonsoeiro DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR

Unidade de Saúde do Afonsoeiro DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR Unidade de Saúde do Afonsoeiro DIVERSIFICAÇÃO ALIMENTAR GRUPO A Batata Cenoura Abóbora Dente de alho Nabo Cebola 4 5 meses SOPA DE LEGUMES GRUPO B Alho Francês Alface Brócolos Nabiça Agrião Espinafres

Leia mais

Unidade de Nefrologia. Orientações dietéticas gerais para o paciente renal crônico

Unidade de Nefrologia. Orientações dietéticas gerais para o paciente renal crônico Unidade de Nefrologia Orientações dietéticas gerais para o paciente renal crônico Índice Como lidar com a ingestão de líquidos Quanto posso ingerir de carne / leite? Quais os alimentos que contêm maior

Leia mais

RESUMO EXECUTIVO COMPOSIÇÃO NUTRICIONAL DA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR NO BRASIL: UMA ANÁLISE A PARTIR DE UMA AMOSTRA DE CARDÁPIOS - 2011

RESUMO EXECUTIVO COMPOSIÇÃO NUTRICIONAL DA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR NO BRASIL: UMA ANÁLISE A PARTIR DE UMA AMOSTRA DE CARDÁPIOS - 2011 RESUMO EXECUTIVO COMPOSIÇÃO NUTRICIONAL DA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR NO BRASIL: UMA ANÁLISE A PARTIR DE UMA AMOSTRA DE CARDÁPIOS - 2011 1 Objetivo e Metodologia O presente relatório apresenta os resultados da

Leia mais

Câmaras e Equipamentos Frigoríficos Refrigeração Aquecimento Umidade Relativa São Paulo/SP (11) 6636-5851

Câmaras e Equipamentos Frigoríficos Refrigeração Aquecimento Umidade Relativa São Paulo/SP (11) 6636-5851 www.tectermica.com.br Câmaras e Equipamentos Frigoríficos Refrigeração Aquecimento Relativa São Paulo/SP (11) 6636-5851 FRUTAS Produto Propriedades dos Alimentos Perecíveis Abacate 7,2 a 12,8 85 a 90 65,4-1

Leia mais

Orientações para o preparo da papinha.

Orientações para o preparo da papinha. Orientações para o preparo da papinha. Olha o aviãozinho... As primeiras refeições são muito importantes para o bebê. Quando começa a comer outros alimentos além do leite materno, ele descobre novos sabores,

Leia mais

Vida bem estar. Menu Semanal e Lista de Compras. Para uma alimentação saudável!

Vida bem estar. Menu Semanal e Lista de Compras. Para uma alimentação saudável! Vida bem estar Menu Semanal e Lista de Compras Para uma alimentação saudável! Vida bem estar Lista de Compras Lista de Compras Frutas Abacate Banana Maçã Tomate Frutas secas Damasco Banana Abacaxi Ameixa

Leia mais

O ritmo acelerado de emagrecimento é observado até o terceiro mês, e a partir daí, passa a ser mais lento.

O ritmo acelerado de emagrecimento é observado até o terceiro mês, e a partir daí, passa a ser mais lento. Manual de Orientação Nutricional na Cirurgia Bariátrica- GCBV Elaborado por: Célia Ap Valbon Beleli Nutricionista CRN3.1501 Especialista em Obesidade e Emagrecimento Nutricionista do Grupo de Cirurgia

Leia mais

www.500receitasparaemagrecer.com.br SUPER 9 DIETAS 500 Receitas para Emagrecer Dicas Dietas sobre Metabolismo

www.500receitasparaemagrecer.com.br SUPER 9 DIETAS 500 Receitas para Emagrecer Dicas Dietas sobre Metabolismo SUPER 9 DIETAS Esta dieta é baseada principalmente na ingestão de alimentos que aumentam a densidade nutricional e diminuir a densidade calórica. É uma das dietas mais equilibradas, uma vez que não se

Leia mais

CARDÁPIOS SUBSTITUTOS. Prof a - Andréa Araújo

CARDÁPIOS SUBSTITUTOS. Prof a - Andréa Araújo CARDÁPIOS SUBSTITUTOS Prof a - Andréa Araújo Por grupos alimentares Por equivalentes nos grupos alimentares Por equivalentes da pirâmide Pelo VET Por Grupos alimentares Grupo de Alimentos: Classificação

Leia mais

CARDÁPIO SEMANAL - 7 a 14 anos 02 a 06 de NOVEMBRO. Lanche da Manhã Biscoito de aveia e mel Tostex (queijo e peito de peru) Pão de forma com margarina

CARDÁPIO SEMANAL - 7 a 14 anos 02 a 06 de NOVEMBRO. Lanche da Manhã Biscoito de aveia e mel Tostex (queijo e peito de peru) Pão de forma com margarina CARDÁPIO SEMANAL - 7 a 14 anos 02 a 06 de NOVEMBRO 02/11/2015 03/11/2015 04/11/2015 05/11/2015 06/11/2015 Biscoito de aveia e mel Tostex (queijo e peito de peru) Pão de forma com margarina Cereal Matinal

Leia mais

Pão com queijo branco Salada de fruta + Biscoito de polvilho Bisnaguinha com geléia de morango + Maçã Pão de leite com margarina

Pão com queijo branco Salada de fruta + Biscoito de polvilho Bisnaguinha com geléia de morango + Maçã Pão de leite com margarina CARDAPIO SEMANAL - 2 a 6 anos 05 a 09 de OUTUBRO 05/10/2015 06/10/2015 07/10/2015 08/10/2015 Lanche da Manhã Bisnaguinha com queijo cremoso Cereal Matinal (Flocos de milho) Pão francês com margarina Pão

Leia mais

Carbo- Fibra Número do Umidade Energia Proteína Lipídeos Colesterol idrato Alimentar Cinzas Cálcio Magnésio Alimento Descrição do Alimento (%) (kcal)

Carbo- Fibra Número do Umidade Energia Proteína Lipídeos Colesterol idrato Alimentar Cinzas Cálcio Magnésio Alimento Descrição do Alimento (%) (kcal) Carbo- Fibra Número do Umidade Energia Proteína Lipídeos Colesterol idrato Alimentar Cinzas Cálcio Magnésio Alimento Descrição do Alimento (%) (kcal) (kj) (g) (g) (mg) (g) (g) (g) (mg) (mg) &HUHDLVÃHÃGHULYDGRVÃ

Leia mais

Tapioca. Delícia. sem gluten. Mais saude com. 5kg em 1 mês. Ideal para evitar o inchaço. Receitas nutritivas. Melhor do que pão? recheios.

Tapioca. Delícia. sem gluten. Mais saude com. 5kg em 1 mês. Ideal para evitar o inchaço. Receitas nutritivas. Melhor do que pão? recheios. Mais saude com consultoria de Tapioca R$ Queime 5kg em 1 mês incluindo tapioca no cardápio Todas as matérias com especialistas Mais Saúde com Tapioca Ano 1, nº 1-2015 4,99 Receitas nutritivas Sucos, cereais

Leia mais

ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL PARA DIABETES. Elaboração de conteúdo: Equipe de Nutrição

ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL PARA DIABETES. Elaboração de conteúdo: Equipe de Nutrição ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL PARA DIABETES Elaboração de conteúdo: Equipe de Nutrição PRINCÍPIOS GERAIS PARA MANUTENÇÃO DA GLICEMIA (GLICOSE NO SANGUE) ADEQUADA: Perder peso, se estiver acima do adequado. Fazer

Leia mais

Como eliminar o inchaço

Como eliminar o inchaço Como eliminar o inchaço Descubra quais alimentos ajudam você a acabar com o inchaço do corpo e perca até 5 kg em apenas 15 dias! por Belisa Rotondi Desinche, seguindo uma dieta rica em comidas anti-inflamatórias

Leia mais

Guia de nutrição para pacientes e cuidadores

Guia de nutrição para pacientes e cuidadores Guia de nutrição para pacientes e cuidadores SUMÁRIO Prezado paciente...................... 03 O que fazer quando ocorrer.................. 04 Falta de apetite...................... 04 Dor na boca ou garganta..................

Leia mais

Uma Boa alimentação e sua relação com a dor, humor e. outros sintomas

Uma Boa alimentação e sua relação com a dor, humor e. outros sintomas Uma Boa alimentação e sua relação com a dor, humor e outros sintomas Nutricionista Camila Costa Unidade de Reabilitação Cardiovascular e Fisiologia do Exercício InCor/FMUSP Será que o que você come influencia

Leia mais

ANEXO A.1 Formulário Dietético

ANEXO A.1 Formulário Dietético ANEXO A.1 Formulário Dietético I) As dietas abaixo referidas deverão cumprir com as especificações do anexo A.2 (Capitações dos alimentos de refeições confecionadas e preparações culinárias) e do anexo

Leia mais

Guia. Nutricional. para gestantes

Guia. Nutricional. para gestantes Referências bibliográficas consultadas: 1. Committee on Nutritional Status During Pregnancy and Lactation, Institute of Medicine. Nutrition During Pregnancy: Part I: Weight Gain, Part II: Nutrient Supplements.

Leia mais

GORDURAS E COLESTEROL NOS ALIMENTOS:

GORDURAS E COLESTEROL NOS ALIMENTOS: 1 GORDURAS E COLESTEROL NOS ALIMENTOS: 1) MODIFICAÇÃO NA INGESTÃO DE GORDURA: O consumo de menos gordura é um aspecto importante da orientação nutricional para comer de maneira mais saudável, para a protecção

Leia mais

A formação de bons hábitos alimentares na infância devem convergir para um único fim: o bem-estar emocional, social e físico da criança

A formação de bons hábitos alimentares na infância devem convergir para um único fim: o bem-estar emocional, social e físico da criança A formação de bons hábitos alimentares na infância devem convergir para um único fim: o bem-estar emocional, social e físico da criança Recomendações para a prática dietética do pré-escolar: Intervalo

Leia mais

Cardápio de OUTUBRO 2015 PRÉ I e II - BARRA

Cardápio de OUTUBRO 2015 PRÉ I e II - BARRA 01/out 02/out Biscoito passatempo / Banana Alface lisa Vagem com champignon Berinjela com cebola e orégano Caldo verde Bife de panela Suco de goiaba Biscoito sal integral Maçã / Manga Maionese de legumes

Leia mais

SUMÁRIO O QUE É...4 PREVENÇÃO...5 DIAGNÓSTICO...6 TRATAMENTO...7 ORIENTAÇÕES...8 ALIMENTAÇÃO CORRETA...9 OUTRAS DICAS...12 ATIVIDADE FÍSICA...

SUMÁRIO O QUE É...4 PREVENÇÃO...5 DIAGNÓSTICO...6 TRATAMENTO...7 ORIENTAÇÕES...8 ALIMENTAÇÃO CORRETA...9 OUTRAS DICAS...12 ATIVIDADE FÍSICA... 2 SUMÁRIO O QUE É...4 PREVENÇÃO...5 DIAGNÓSTICO...6 TRATAMENTO...7 ORIENTAÇÕES...8 ALIMENTAÇÃO CORRETA...9 OUTRAS DICAS...12 ATIVIDADE FÍSICA...14 FIQUE SABENDO...16 3 O QUE É A dislipidemia é o aumento

Leia mais

A partir do 2º mês oferecer 100 ml de. A partir do 4 o mês, ofereça novos. O leite deve ser oferecido a criança

A partir do 2º mês oferecer 100 ml de. A partir do 4 o mês, ofereça novos. O leite deve ser oferecido a criança CAPÍTULO 2 Introduzindo Outros Alimentos A partir do 2º mês de idade, outros alimentos deverão serem introduzidos na alimentação da criança. Dê preferência aos alimentos que são mais comuns em sua região

Leia mais

Capitulo 1:Alimentação

Capitulo 1:Alimentação Introdução Nesse Ebook vou apresenta uma estrategia de 23 dias ou menos para você emagrecer até 6 kg. se seguir todas as orientações desse ebook a risca, você vai conseguir obter esses resultados até antes

Leia mais

CARDÁPIO JUNHO 2015. Sopa: Caldo verde ( alho, fubá, carne, óleo de soja, cebola, couve manteiga, tomate molho e ervas naturais)

CARDÁPIO JUNHO 2015. Sopa: Caldo verde ( alho, fubá, carne, óleo de soja, cebola, couve manteiga, tomate molho e ervas naturais) EXTERNATO SANTO ANTÔNIO 1ª SEMANA 01/06 (segunda-feira) 02/06 (terça-feira) 03/06 (quarta-feira) 04/06 (quinta-feira) 05/06 (sexta-feira) Leite com achocolatado Leite fermentado Iogurte CARDÁPIO JUNHO

Leia mais

FATOR DE CORREÇÃO DE ALIMENTOS

FATOR DE CORREÇÃO DE ALIMENTOS 1 FATOR DE CORREÇÃO DE S AVES Frango 2,38 Galinha 1,72 Pato 1,56 Peru 1,64 CARNE (VACUM) Acém 1,11 1,28 Alcatra 1,12 1, Chã-de-dentro 1,01 1, Patinho 1, 1,13 CRUSTÁCEOS Camarão 4, Lagosta 2,78 FRUTAS FRESCAS

Leia mais

DIETA DUKAN. Fase 1. Café da manhã

DIETA DUKAN. Fase 1. Café da manhã DIETA DUKAN Fase 1 A primeira etapa é a mais intensa da dieta e vai fazer você perder até 3kg em uma semana. Ela vai preparar o organismo para responder melhor à dieta. Café da manhã Opção 1: 1 pote de

Leia mais

Cardápio Escolar ALMOÇO 1º SEMANA DE SETEMBRO PERÍODO 01/09/10 A 03/09/10. Arroz, Feijão, Brócolis alho e óleo. Arroz, Feijão, Purê de Batata

Cardápio Escolar ALMOÇO 1º SEMANA DE SETEMBRO PERÍODO 01/09/10 A 03/09/10. Arroz, Feijão, Brócolis alho e óleo. Arroz, Feijão, Purê de Batata 1º SEMANA DE SETEMBRO PERÍODO 01/09/10 A 03/09/10 Acompanhamento Salada Sobremesa 01/09/10 Frango Assado com Creme de Cebola Brócolis alho e óleo Tomate Abacaxi 02/09/10 Bife a Role Purê de Batata cozida

Leia mais

Anexo A. Descrição e especificação dos tipos de dietas de refeições confeccionadas

Anexo A. Descrição e especificação dos tipos de dietas de refeições confeccionadas Anexo A Descrição e especificação dos tipos de dietas de refeições confeccionadas I) As dietas abaixo referidas deverão cumprir com as especificações do anexo B (Capitações máximas dos alimentos de refeições

Leia mais

Primeiro dia. Café da manhã. Pro lanche entre o café e o almoço. Para o almoço. Pro lanche entre o almoço e o jantar. Pro jantar. Segundo dia.

Primeiro dia. Café da manhã. Pro lanche entre o café e o almoço. Para o almoço. Pro lanche entre o almoço e o jantar. Pro jantar. Segundo dia. Dieta alimentar saudável com esta dieta você conseguira emagrecer ate 5 quilos em um mês sem prejudicar a saúde. Primeiro dia. 200 ml de leite desnatado, 1 colher de chá com azeite de oliva extra virgem,

Leia mais

DIAGNÓSTICO NUTRICIONAL

DIAGNÓSTICO NUTRICIONAL DIAGNÓSTICO NUTRICIONAL Índice de Massa Corporal Valor do IMC Classificação 40,0 Obesidade

Leia mais

Cardápio de OUTUBRO 2015 Berçário e Maternal - BARRA

Cardápio de OUTUBRO 2015 Berçário e Maternal - BARRA 01/out 02/out Biscoito passatempo / Alface lisa Vagem com champignon Berinjela com cebola e orégano Caldo verde Bife de panela Suco de goiaba Biscoito sal integral Maçã / Manga Maionese de legumes com

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL. Quarta-feira 03/06. Suco: laranja com beterraba Pão francês com queijo

EDUCAÇÃO INFANTIL. Quarta-feira 03/06. Suco: laranja com beterraba Pão francês com queijo CARDÁPIO JUNHO/05 Elaborado e aprovado por: Luiza Crozariol Campos Nutricionista CRN3 4488 Semana 0/06 0/06 03/06 04/06 05/06 Pão francês com Biscoito de leite com geleia com bolo de banana Bisnaguinha

Leia mais

Alimentação saudável

Alimentação saudável dicas Alimentação saudável O que é uma alimentação saudável? É aquela que tem todos os alimentos de que necessitamos, com variedade e equilíbrio. Para quem vive com HIV e aids, a alimentação adequada ajuda

Leia mais

CARDÁPIO 1A - BERÇÁRIO (8 A 12 MESES) SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA Creme de. Papinha de abacate. Suco de

CARDÁPIO 1A - BERÇÁRIO (8 A 12 MESES) SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA Creme de. Papinha de abacate. Suco de CARDÁPIO 1A - BERÇÁRIO (8 A 12 MESES) Creme de abacate Biscoitos maisena Fanta caseira,, chuchu, salsinha, arroz maçã com batata, mandioquinha, couve-flor e, maxixe, batata inglesa, beterraba, e caldo

Leia mais

Importante saber. Para o exercício ter um bom resultado, a escolha alimentar faz toda a diferença. Preste atenção nas escolhas!

Importante saber. Para o exercício ter um bom resultado, a escolha alimentar faz toda a diferença. Preste atenção nas escolhas! FITNESS Importante saber Para o exercício ter um bom resultado, a escolha alimentar faz toda a diferença. Preste atenção nas escolhas! O que comer antes do exercício: Alimente-se sempre antes do exercício.

Leia mais

ALIMENTAÇÃO - O QUE DEVE SER EVITADO - O QUE DEVE SER CONSUMIDO

ALIMENTAÇÃO - O QUE DEVE SER EVITADO - O QUE DEVE SER CONSUMIDO ALIMENTAÇÃO - O QUE DEVE SER EVITADO - O QUE DEVE SER CONSUMIDO Lucia B. Jaloretto Barreiro Qualidade de Vida=Saúde=Equilíbrio Qualidade de Vida é mais do que ter uma boa saúde física ou mental. É estar

Leia mais

ESCOLA DE EDUCAÇÃO INFANTIL IRMÃ CATARINA

ESCOLA DE EDUCAÇÃO INFANTIL IRMÃ CATARINA 28/09 29/09 30/09 01/10 02/10 Leite com achocolatado Iogurte com polpa de Biscoito integral salgado Pão de leite com frutas Pão de forma com Pão integral com geleia com margarina requeijão Rosquinha de

Leia mais

SEGUNDA 04/5 TERÇA 5/5 QUARTA 6/5 QUINTA 7/5 SEXTA 8/5 Pão de milho com geleia e creme de leite Café com leite

SEGUNDA 04/5 TERÇA 5/5 QUARTA 6/5 QUINTA 7/5 SEXTA 8/5 Pão de milho com geleia e creme de leite Café com leite CARDÁPIO ENSINO FUNDAMENTAL e PRÉ ESCOLA= MAIO DE 2015 SEGUNDA 04/5 TERÇA 5/5 QUARTA 6/5 QUINTA 7/5 SEXTA 8/5 Pão de milho com geleia e creme de leite com ao molho pomodoro* Salada de alface Bebida láctea

Leia mais

1. Faça pelo menos três refeições (café da manhã, almoço e

1. Faça pelo menos três refeições (café da manhã, almoço e Dez Passos para uma Alimentação Saudável 1. Faça pelo menos três refeições (café da manhã, almoço e jantar) e dois lanches saudáveis por dia. Não pule as refeições. Fazendo todas as refeições, você evita

Leia mais

Treinamento: Aproveitamento Integral de Alimentos Cód. 821

Treinamento: Aproveitamento Integral de Alimentos Cód. 821 APROVEITAMENTO INTEGRAL DE ALIMENTOS Para higienização de hortifrutis: - 1 litro de água potável - 1 colher de sopa (10 ml) de água sanitária, sem perfume - Deixar de molho por 15 minutos CALDO NUTRITIVO

Leia mais

Sugestão de Cardápio da Dieta Detox para 1 Semana

Sugestão de Cardápio da Dieta Detox para 1 Semana Sugestão de Cardápio da Dieta Detox para 1 Semana Preparamos essa versão em PDF do cardápio completo da Dieta Detox para uma semana, assim você poderá imprimir e ter todo o cardápio em suas mãos, facilitando

Leia mais

Gomas de mascar com ou sem açúcar. Bebidas prontas à base de mate ou chá. Preparações em pó para a elaboração de bebidas

Gomas de mascar com ou sem açúcar. Bebidas prontas à base de mate ou chá. Preparações em pó para a elaboração de bebidas Abrangência: operações interestaduais entre contribuintes situados em São Paulo e contribuintes situados em Sergipe. Produto: alimentícios. Conteúdo: relação de Margem de Valor Agregado. Base Legal: Protocolo

Leia mais

SENAC PENHA. Curso Técnico em Nutrição e Dietética. Turma 13

SENAC PENHA. Curso Técnico em Nutrição e Dietética. Turma 13 SENAC PENHA Curso Técnico em Nutrição e Dietética Turma 13 Elielma Mota Jhenipher Avelar Sandra silva Sirene ferreira Thalia Christina da Silva Orientação Vilani Figueiredo Dias Nutricionista Colaboração

Leia mais

Procedimento Operacional Padrão (POP) Divisão de Nutrição e Dietética

Procedimento Operacional Padrão (POP) Divisão de Nutrição e Dietética UFSC Hospital Universitário Prof. Polydoro Ernani de São Thiago da Universidade Federal de Santa Catarina Procedimento Operacional Padrão (POP) Divisão de Nutrição e Dietética Atendimento Ambulatorial

Leia mais

CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO

CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO SENADO FEDERAL CUIDADOS COM A ALIMENTAÇÃO SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Cuidados com a alimentação apresentação Uma boa saúde é, em grande parte, resultado de uma boa alimentação. Há muita verdade no dito

Leia mais

Cardápio. Cardápio. 1º de abril. 2 de abril. 3 de abril. 6 de abril. Comemoração de Pesach. Véspera de Pessach e feriado nacional.

Cardápio. Cardápio. 1º de abril. 2 de abril. 3 de abril. 6 de abril. Comemoração de Pesach. Véspera de Pessach e feriado nacional. agosto Cardápio 2014 abril 2015 1º de abril Pão francês integral. Ricota majericão e tomate cereja. Suco de melancia. Maçã. Espaguete alho e óleo. Bife empanado no forno. Frango de panela. Arroz integral/

Leia mais

Tabela de calorias dos alimentos. Descricão Média g/ml calorias

Tabela de calorias dos alimentos. Descricão Média g/ml calorias achocolatado c/ leite integral achocolatado c/ chantilly 1 xic. (grande) 2 água água de coco café s/ açúcar 1 xic. (café) caipirinha de vodka cerveja chá (s/ açúcar) 1 xic. (chá) chá-mate (s/ açúcar) 1

Leia mais

DATA DESJEJUM COLAÇÃO ALMOÇO LANCHE

DATA DESJEJUM COLAÇÃO ALMOÇO LANCHE DATA DESJEJUM COLAÇÃO ALMOÇO LANCHE 04/05/2015 Segunda- Feira Leite com Enriquecido de Morango / Rosquinha de Chocolate CARDÁPIO DA MERENDA ESCOLAR Amazonas / Mato Grosso / Maria Carraro - Maio /2015 Suco

Leia mais

CARDÁPIO TURMA INTEGRAL I (Crianças de 1 ano e 4 meses até 3 anos) 1ª Semana COLAÇÃO ALMOÇO LANCHE JANTAR

CARDÁPIO TURMA INTEGRAL I (Crianças de 1 ano e 4 meses até 3 anos) 1ª Semana COLAÇÃO ALMOÇO LANCHE JANTAR CARDÁPIO TURMA INTEGRAL I (Crianças de 1 ano e 4 meses até 3 anos) Leite suco da fruta) Sucrilhos com maçã picadinha e karo Guaraná natural (Ana Clara, Isis e Isadora = suco da fruta) Pão de fôrma com

Leia mais

PALESTRA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

PALESTRA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL PALESTRA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL Nutricionista: Cyntia Cristina Piaia Sassala. CRN8 1546 Formada pela UFPR / 2002. Assessoria e Consultoria em Nutrição. NUTRIÇÃO NA INFÂNCIA Os hábitos alimentares são formados

Leia mais

Cardápio. Cardápio. 26 janeiro. 27 janeiro. 28 janeiro. 29 janeiro LANCHE MANHÃ ALMOÇO LANCHE TARDE. segunda-feira. terça-feira.

Cardápio. Cardápio. 26 janeiro. 27 janeiro. 28 janeiro. 29 janeiro LANCHE MANHÃ ALMOÇO LANCHE TARDE. segunda-feira. terça-feira. agosto Cardápio 2014 jan/fev 2015 26 janeiro 27 janeiro 28 janeiro 29 janeiro Bisnaga com patê de atum. Ameixa. Suco. Pão francês integral com manteiga. Banana com aveia. Leite com chocolate. Pão de mandioquinha

Leia mais

EMEF TI MOACYR AVIDOS DISCIPLINA ELETIVA: COZINHANDO COM OS NÚMEROS

EMEF TI MOACYR AVIDOS DISCIPLINA ELETIVA: COZINHANDO COM OS NÚMEROS EMEF TI MOACYR AVIDOS DISCIPLINA ELETIVA: COZINHANDO COM OS NÚMEROS (ALUNOS) Público Alvo: 6ºs E 7ºs ANOS (DISCIPLINA) Área de Conhecimento: MATEMÁTICA e LÍNGUA PORTUGUESA PROFESSORES: JANAINA ROSEMBERG

Leia mais

Receitas de Sucos. Sucos com Frutas. Suco de abacaxi e gengibre. Suco de laranja, amora e grapefruit. Batida de papaya e laranja

Receitas de Sucos. Sucos com Frutas. Suco de abacaxi e gengibre. Suco de laranja, amora e grapefruit. Batida de papaya e laranja Receitas de Sucos Sucos com Frutas Suco de abacaxi e gengibre 1 abacaxi médio bem maduro 1 colher de sopa de gengibre fresco picado 4 copos de água Lavar bem o abacaxi usando uma escova. Descascar com

Leia mais

Elaboração de Cardápios

Elaboração de Cardápios Elaboração de Cardápios Junho 2013 1 Programa Mesa Brasil Sesc O Mesa Brasil Sesc é um programa de segurança alimentar e nutricional sustentável, que redistribui alimentos excedentes próprios para o consumo.

Leia mais

RECOMENDAÇÕES ALIMENTARES PARA ALUNOS COM DIABETES, HIPERTENSÃO, DOENÇA CELÍACA, E INTOLERÂNCIA Á LACTOSE.

RECOMENDAÇÕES ALIMENTARES PARA ALUNOS COM DIABETES, HIPERTENSÃO, DOENÇA CELÍACA, E INTOLERÂNCIA Á LACTOSE. RECOMENDAÇÕES ALIMENTARES PARA ALUNOS COM DIABETES, HIPERTENSÃO, DOENÇA CELÍACA, E INTOLERÂNCIA Á LACTOSE. 1. DOENÇA CELIACA É uma doença que causa inflamações nas camadas da parede do intestino delgado,

Leia mais

Dieta Sólida Recomendações:

Dieta Sólida Recomendações: Dieta Sólida Sua dieta voltará a ter consistência normal, porém, de agora em diante, siga uma alimentação adequada, tanto em quantidade quanto em qualidade. Inclua fontes de vitaminas, minerais e proteínas

Leia mais

CHÁS, SUCOS E VITAMINAS E SOPAS Fonte: Bebê gourmet. Chá Repousante

CHÁS, SUCOS E VITAMINAS E SOPAS Fonte: Bebê gourmet. Chá Repousante CHÁS, SUCOS E VITAMINAS E SOPAS Fonte: Bebê gourmet Chá Repousante 1 saquinho de chá de maçã 1 saquinho de chá de erva doce 1 saquinho de chá de erva cidreira 600ml de água Ferva a água e jogue em cima

Leia mais

NUTRIÇÃO DOS ANIMAIS VITAMINAS

NUTRIÇÃO DOS ANIMAIS VITAMINAS NUTRIÇÃO DOS ANIMAIS VITAMINAS COMER BEM, COM QUALIDADE SINÔNIMO DE UMA VIDA SAUDÁVEL. Somos aquilo que comemos, bebemos e fazemos com o nosso organismo, uma alimentação balanceada e equilibrada, faz com

Leia mais

CARDÁPIOS PARA VÉSPERA E ANTEVÉSPERA DA COLONOSCOPIA

CARDÁPIOS PARA VÉSPERA E ANTEVÉSPERA DA COLONOSCOPIA CARDÁPIOS PARA VÉSPERA E ANTEVÉSPERA DA COLONOSCOPIA CAMPO GRANDE MS JULHO DE 2008 Nutricionista Responsável: Dayane Belusso CRN 3 24696/P E-mail belussob@hotmail.com CARDÁPIO DA ANTEVÉSPERA DO EXAME DESJEJUM

Leia mais

CARDÁPIO DA MERENDA ESCOLAR Lactose - JULHO/ 2015

CARDÁPIO DA MERENDA ESCOLAR Lactose - JULHO/ 2015 CARDÁPIO DA MERENDA ESCOLAR Lactose - JULHO/ 2015 DESJEJUM COLAÇÃO ALMOÇO LANCHE DA TARDE 01/07/2015 Mamão / Massinha c/molho Tomate / Feijão / Frango Desfiado com Cenoura e Salsa / Salada de Alface Gelatina

Leia mais

PÓS-OPERATÓRIO: ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL

PÓS-OPERATÓRIO: ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL PÓS-OPERATÓRIO: ORIENTAÇÃO NUTRICIONAL Eu fui submetida à gastroplastia videolaparoscópica, cirurgia de Fobi-capella ( sem anel ) para tratamento da obesidade mórbida. (A cirurgia consta de uma gastroplastia

Leia mais

LINHA TRADICIONAL. Arroz, cenoura, cebola, presunto, vagem, passas, manteiga, óleo e sal. Feijão, bacon, cebola, óleo e sal.

LINHA TRADICIONAL. Arroz, cenoura, cebola, presunto, vagem, passas, manteiga, óleo e sal. Feijão, bacon, cebola, óleo e sal. LINHA TRADICIONAL ACOMPANHAMENTOS ARROZ À GREGA FEIJÃO FEIJÃO TROPEIRO PURÊ DE BATATA AVES FILÉ DE FRANGO À PARMEGIANA ESCONDIDINHO DE FRANGO STROGONOFF DE FRANGO FRANGO A MODA CAIPIRA FRANGO ASSADO FRANGO

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL - JOINVILLE/SC CARDÁPIO CEI INTEGRAL Referente ao período: 05/05 a 30/05/2014 1.ª Semana

CENTRO DE EDUCAÇÃO INFANTIL - JOINVILLE/SC CARDÁPIO CEI INTEGRAL Referente ao período: 05/05 a 30/05/2014 1.ª Semana Cereal de milho com Pão de beterraba com requeijão ou doce de Lanche da tarde Jantar 1.ª Semana Pão fatiado integral com Cuca integral de banana doce de frutas ou doce de Ovo cozido com cheiro verde colorido

Leia mais

Centro de Saúde Escola do Butantã/FMUSP. Saúde da Criança. Receitas para as primeiras papinhas do seu bebê

Centro de Saúde Escola do Butantã/FMUSP. Saúde da Criança. Receitas para as primeiras papinhas do seu bebê Centro de Saúde Escola do Butantã/FMUSP Saúde da Criança Receitas para as primeiras papinhas do seu bebê Receita básica para PAPA SALGADA Não podem faltar estes alimentos no preparo do papa para a criança

Leia mais

DIETA SEM GLÚTEN E SEM LACTOSE 1600 calorias

DIETA SEM GLÚTEN E SEM LACTOSE 1600 calorias 1.600kcal CAFÉ DA MANHÃ 1 fatia de pão de banana verde - Cellis 1 fatia de pão de banana verde pode ser substituído por 5 Cookies integrais sem glúten mel e laranja - Jasmine 1/2 Muffin de cenoura - Sabor

Leia mais

SEMANA DAS MÃES. Professora: Lígia Melo ENCONTRO DE SABOR E SAÚDE SALADAS

SEMANA DAS MÃES. Professora: Lígia Melo ENCONTRO DE SABOR E SAÚDE SALADAS SEMANA DAS MÃES Professora: Lígia Melo ENCONTRO DE SABOR E SAÚDE SALADAS MOLHOS VARIADOS MOLHO FRANCÊS BÁSICO ½ XÍCARA DE AZEITE DE OLIVA ; ½ XÍCARA DE ÓLEO; ½ XÍCARA VINAGRE DE UVA; 1 DENTE DE ALHO PICADO;

Leia mais

CARDÁPIO MENSAL - SIMONE ORIENTAÇÃO ANTES DA ATIVIDADE FÍSICA: CAFÉ DA MANHÃ ATÉ AS 7:00 *1 COPO DE SUCO DE FRUTA OU SUCO VERDE + 2 POLENGUINHOS LIGHT

CARDÁPIO MENSAL - SIMONE ORIENTAÇÃO ANTES DA ATIVIDADE FÍSICA: CAFÉ DA MANHÃ ATÉ AS 7:00 *1 COPO DE SUCO DE FRUTA OU SUCO VERDE + 2 POLENGUINHOS LIGHT CARDÁPIO MENSAL - SIMONE ORIENTAÇÃO ANTES DA ATIVIDADE FÍSICA: CAFÉ DA MANHÃ ATÉ AS 7:00 APÓS A ATIVIDADE FÍSICA: *VITAMINA: 1 COPO DE LEITE DESNATADO BATIDO COM1 FRUTA + 1 COL. SOPA DE FARELO DE AVEIA

Leia mais

INFORMAÇÃO AO CONSUMIDOR. Tabela Nutricional e Alergênicos

INFORMAÇÃO AO CONSUMIDOR. Tabela Nutricional e Alergênicos INFORMAÇÃO AO CONSUMIDOR Tabela Nutricional e Alergênicos INFORMAÇÃO AO CONSUMIDOR CASA DO PÃO DE QUEIJO PÃO DE QUEIJO TRADICIONAL Ingredientes: Amido de mandioca, queijo, água, ovo, margarina vegetal,

Leia mais

Cuidado nutricional no tratamento quimioterápico

Cuidado nutricional no tratamento quimioterápico Cuidado nutricional no tratamento quimioterápico Centro Regional de Hematologia e Oncologia Importância da alimentação durante o tratamento do câncer Cuidar da alimentação durante a vida é importante

Leia mais

Cardápio 06.07 até 10.07.2015

Cardápio 06.07 até 10.07.2015 Cardápio 06.07 até 10.07.2015 COLAÇÃO Banana Suco de acerola Melão Suco de goiaba Maçã pepino/carne ao molho/ Abóbora cozida/ /batata e repolho/frango no molho/ cenoura cozida/ farofa de couve e ovos/arroz/feijão

Leia mais

CARDÁPIO EDUCAÇÃO INFANTIL INTEGRAL

CARDÁPIO EDUCAÇÃO INFANTIL INTEGRAL ABÓBORA Abóbora pertence ao grupo das hortaliças, que é composto pelas verduras e. Em sua composição nutricional você encontra carboidratos, proteína, pouquíssima gordura, cálcio, sódio, potássio, fósforo,

Leia mais

Infantil. Suco de laranja Suco de acerola Achocolatado Suco de uva Suco de abacaxi

Infantil. Suco de laranja Suco de acerola Achocolatado Suco de uva Suco de abacaxi Infantil FEVEREIRO 01 Terça- feira 02 Quarta- feira 03 Quinta- feira 04 Sexta-feira Lanche Bolo mármore Pão coió recheado com Torrada Sucrilhos com sorvete queijo minas geléia / requeijão Biscoito cream

Leia mais

SALADA Mix de alface Almeirão com tomate em cubos Acelga com beterraba cozida Alface americana com tomate

SALADA Mix de alface Almeirão com tomate em cubos Acelga com beterraba cozida Alface americana com tomate CARDÁPIO SEMANAL - 7 a 14 anos 30 de NOVEMBRO a 04 de DEZEMBRO 30/11/2015 01/12/2015 02/12/2015 03/12/2015 Lanche da Manhã Pão frances com queijo cremoso Pão de leite com presunto Cereal matinal (Flocos

Leia mais

CARDÁPIO PAM COM OPÇÕES CÁRDAPIO DIÁRIO segunda-feira

CARDÁPIO PAM COM OPÇÕES CÁRDAPIO DIÁRIO segunda-feira CARDÁPIO PAM COM OPÇÕES CÁRDAPIO DIÁRIO segunda-feira Tipos de dieta 100 gramas (prato principal) 50-80 gramas (guarnição) Salada (40 gramas) Arroz (70 gramas) Feijão (40 gramas) Sobremessa (100ml) Alface

Leia mais

Unidade Praia Data Colação Almoço Lanche Jantar Suco de melão Rosquinha de coco

Unidade Praia Data Colação Almoço Lanche Jantar Suco de melão Rosquinha de coco Suco de melão Rosquinha de coco 02/03 03/03 04/03 05/03 06/03 Suco de abacaxi Maçã Suco de maracujá com melão Pão francês com requeijão cremoso Opção: Pão francês com Becel Suco de acerola Biscoito cream

Leia mais

CARDÁPIO DA SEMANA. 2ª Feira (29/09) 3ª Feira (30/09) 4ª Feira (01/10) 5ª Feira (02/10) 6ª Feira (03/10) LANCHES (PERÍODOS MATUTINO E VESPERTINO)

CARDÁPIO DA SEMANA. 2ª Feira (29/09) 3ª Feira (30/09) 4ª Feira (01/10) 5ª Feira (02/10) 6ª Feira (03/10) LANCHES (PERÍODOS MATUTINO E VESPERTINO) 2ª Feira (29/09) 3ª Feira (30/09) 4ª Feira (01/10) 5ª Feira (02/10) 6ª Feira (03/10) Feriado Feriado Barquinha de minipão francês integral com mussarela e orégano Suco de manga Mamão com granola Soft roll

Leia mais

Cardápio de Novembro 2015

Cardápio de Novembro 2015 03/nov 04/nov 05/nov 06/nov Biscoito passatempo sem recheio Maçã / thompson Suco de caju Biscoito de polvilho Suco de goiaba Biscoito leite e mel Maçã / Suco de tangerina Biscoito mini gergelim Banana

Leia mais

SÍNDROME DAS PERNAS INQUIETAS E ALIMENTAÇÃO Ana Lúcia Chalhoub Chediác Rodrigues

SÍNDROME DAS PERNAS INQUIETAS E ALIMENTAÇÃO Ana Lúcia Chalhoub Chediác Rodrigues SÍNDROME DAS PERNAS INQUIETAS E ALIMENTAÇÃO Ana Lúcia Chalhoub Chediác Rodrigues Nutricionista, Setor Neuro-Sono, Disciplina de Neurologia, Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP. A Síndrome das Pernas

Leia mais

Dicas para uma alimentação saudável

Dicas para uma alimentação saudável Dicas para uma alimentação saudável NECESSIDADE FISIOLÓGICA ATO DE COMER SOCIABILIZAÇÃO Comida Japonesa PRAZER CULTURAL Alimentação aliada à saúde Hábitos alimentares pouco saudáveis desde a infância,

Leia mais

Receitas com farinhas e sucos de frutas

Receitas com farinhas e sucos de frutas Farofa de farinha de banana verde 150 g de farinha de mandioca 150g de farinha de banana verde 4 unidades de tomates picados em quadrados pequenos 1 unidade média de abobrinha verde picada em quadrados

Leia mais

Cardápio 04.05 até 08.05.2015

Cardápio 04.05 até 08.05.2015 Cardápio 04.05 até 08.05.2015 COLAÇÃO Pera Suco de acerola Goiaba Suco de uva Manga pepino/carne moída com proteína de soja/ Berinjela cozida/ /inhame cozido/arroz/feijão Salada de tomate e repolho/frango

Leia mais

CARDÁPIO FASE 1 - DEZEMBRO

CARDÁPIO FASE 1 - DEZEMBRO CARDÁPIO FASE 1 - DEZEMBRO PRIMEIRA SEMANA DIAS 30 1 2 3 4 COLAÇÃO suco de laranja lima suco de mamão suco de melão suco de maçã suco de melancia frango músculo frango músculo gema de ovo ALMOÇO inhame,

Leia mais

CARDÁPIO ESCOLAR 2015

CARDÁPIO ESCOLAR 2015 JULHO DE 30/07/2015 A 31/07/2015 2º Feira 3º Feira 4º Feira 5º Feira 30/07/2015 31/07/2015 Lanche da manhã Maçã Banana Arroz, Feijão Preto, Espaguete, carne coxinha da asa moída, molho de Almoço assada,

Leia mais

TABELA DE ph DOS ALIMENTOS

TABELA DE ph DOS ALIMENTOS TABELA DE ph DOS ALIMENTOS Esta tabela não representa o ph real dos alimentos (antes de serem consumidos), representa sim algo mais importante, que é a sua capacidade de produzir "resíduos" mais ou menos

Leia mais