Facebook. Java com o. Integrando Aplicações. Descubra como é fácil criar uma aplicação para rodar no Facebook. _capa

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Facebook. Java com o. Integrando Aplicações. Descubra como é fácil criar uma aplicação para rodar no Facebook. _capa"

Transcrição

1 _capa Integrando Aplicações Java com o Facebook Descubra como é fácil criar uma aplicação para rodar no Facebook Desde o lançamento oficial do Facebook, em 2004, o número de usuários vem aumentando a cada dia. Atualmente estima-se que existam cerca de 900 milhões de usuários ativos na rede social. Esse sucesso do Facebook se deve à grande quantidade de funcionalidades, aplicativos e extensões disponíveis para seus usuários. A estratégia utilizada para conseguir disponibilizar novos aplicativos dentro da rede social sem muito esforço interno é baseada em prover maneiras para que outros desenvolvedores construam seus aplicativos integrados à plataforma do Facebook. Do ponto de vista do desenvolvedor, é muito interessante criar aplicativos para o Facebook devido à grande quantidade de usuários ativos que existem na plataforma. Este artigo mostra como criar um aplicativo integrado ao Facebook de maneira simples. 5 \

2 João Paulo Gomes dos Santos Formado em Engenharia da Computação na ETEP Faculdades. Atua como desenvolvedor Java na VPSA. Possui as certificações SCJP, SCWCD, SCBCD e SCEA. Aplicativos dentro do Facebook Atualmente o Facebook é a rede social que possui mais usuários ativos, cerca de 900 milhões espalhados por todo o mundo. Dentro do Facebook é possível entrar em contato com os amigos, conversar, compartilhar fotos, organizar eventos, entre outras atividades. Além dessas funcionalidades disponibilizadas na rede social ainda existem milhares de outras funcionalidades provenientes de aplicativos criados por terceiros. Pode-se dizer que os aplicativos disponibilizados no Facebook contribuem significativamente para o aumento do número de usuários ativos na rede social. Estes aplicativos fazem com que os usuários fiquem mais tempo navegando na rede social e, de forma indireta, contribuem para o aumento do número de usuários ativos. Para o Facebook os aplicativos são ótimos para manter os usuários sempre conectados na rede social e assim garantir a receita da empresa, que na maior parte vem de propagandas. Do ponto de vista do desenvolvedor, criar aplicativos para o Facebook é interessante, pois o Facebook centraliza muitos usuários e seus relacionamentos de amizades consequentemente. A disseminação de aplicativos no Facebook é quase viral, em pouco tempo uma aplicação pode se espalhar por todo o mundo, sendo divulgada por toda a rede de relacionamentos. Empresas de diversos segmentos investem para conseguir espaço na rede social e, como resultado deste investimento, esperam conseguir maior aceitação pelo seu público-alvo. Pode-se citar como exemplo a rede Walmart, que divulga suas promoções em sua página do Facebook e dá descontos baseados na quantidade de visitas ou Likes que recebe. Com toda estrutura disponível no Facebook, surgiu uma nova maneira de interação entre as empresas e seus clientes, baseada em divulgação de conteúdo pela Internet. Outros motivos para a criação de aplicações para o Facebook são:» Trazer aplicações existentes para dentro do Facebook.» Promover uma marca no Facebook. O objetivo deste artigo é mostrar como criar aplicativos dentro do Facebook e fazer uso das APIs disponibilizadas. Integrando sua aplicação com o Facebook Existem três maneiras para integrar sua aplicação com o Facebook, dentre elas estão:» Plug-ins sociais, como, por exemplo, o plug- -in que adiciona botão para curtir o site, outro plug-in interessante é o que mostra recomendações baseadas em seus interesses e de seus amigos, como mostra a figura 1.» SDKs para desenvolvimento mobile facilitam a integração de aplicativos mobile com o Facebook.» Aplicações que são executadas dentro do Facebook, mais conhecidas como Canvas App, este tipo de integração é muito usado por jogos e será usado na aplicação de exemplo deste artigo. Figura 1. Plug-in social de recomendações. Graph API O Facebook conta com uma API conhecida como Graph API. Esta API provê uma maneira simples para representar objetos da rede social (pessoas, fotos, eventos, páginas) e as respectivas conexões existentes entre eles (relacionamentos de amizades, compartilhamento de conteúdo e identificação de pessoas em fotos). / 6

3 Todo objeto dentro do grafo social do Facebook é representado por um identificador único. Informações sobre um objeto podem ser obtidas através do seguinte endereço https://graph.facebook.com/id, onde ID é o identificador do objeto a ser recuperado. Como exemplo pode-se usar a seguinte URL https:// graph.facebook.com/ que representa a página oficial para a plataforma Facebook, que possui o ID Além de disponibilizar o acesso usando o ID do objeto, também é possível acessar informações de usuários através de seus nomes de usuário, como, por exemplo, https://graph.facebook.com/btaylor. Existe um ID especial chamado me que representa o usuário atual. Todos os objetos do grafo social e seus relacionamentos podem ser acessados seguindo a seguinte estrutura https://graph.facebook.com/id/connec- TION_TYPE, alguns exemplos são:» Página da coca-cola: https://graph.facebook. com/cocacola» Grupo de desenvolvedores do Facebook: https://graph.facebook.com/ » Amigos: https://graph.facebook.com/me/ friends?access_token=aaaaa» Mural: https://graph.facebook.com/me/ feed?access_token=aaaaa» Álbum de fotos: https://graph.facebook.com/ me/albums?access_token=aaaaa» Eventos: https://graph.facebook.com/me/ events?access_token=aaaaa» Músicas: https://graph.facebook.com/me/ music?access_token=aaaaa» Filmes: https://graph.facebook.com/me/ movies?access_token=aaaaa Note que algumas requisições possuem um parâmetro chamado access_token que representa uma permissão para acessar recursos que necessitam de autorização. O processo de autorização será discutido a seguir. Autorização O grafo social do Facebook possibilita o acesso rápido a informações públicas de um usuário (primeiro e último nome do usuário e foto) sem a necessidade de autorização, como no exemplo https://graph. facebook.com/btaylor, caso exista a necessidade de acessar informações adicionais do usuário existe a possibilidade de fazer uma requisição passando o access_token como parâmetro. A Graph API utiliza o protocolo OAuth 2.0 para controlar o acesso aos recursos disponibilizados pelas APIs da plataforma, deve-se, previamente, obter uma autorização para acesso ao recurso desejado. Quando o usuário acessa o aplicativo através do Facebook, uma requisição é disparada para a URL raiz da aplicação, essa requisição vem com um parâmetro chamado signed_request. Através do conteúdo do parâmetro signed_request pode-se descobrir se o usuário autorizou ou não o acesso aos seus dados. Nos casos em que o usuário autoriza o acesso é possível obter o access_token neste momento. Caso o acesso aos dados do usuário não tenha sido liberado ainda, deve-se redirecionar o usuário para a tela de solicitação de autorização para acesso aos dados do usuário, como é mostrado na figura 2. Mais informações sobre o fluxo autenticação com OAuth podem ser obtidas através do artigo Integrando suas aplicações Android com o Twitter e Facebook desta edição da revista MundoJ. Figura 2. Tela de solicitação de autorização do aplicativo. 7 \

4 Figura 3. Tela inicial da aplicação Quiz MundoJ. Aplicação de exemplo Para demonstrar a integração de uma aplicação Java com as APIs do Facebook será desenvolvida uma aplicação de exemplo, que será executada dentro do Facebook. A aplicação de exemplo se chama Quiz MundoJ e consiste em um jogo de perguntas e respostas sobre Java. A tela inicial da aplicação está representada na figura 3. Na tela inicial da aplicação existe um botão para iniciar o quiz. A tela com as perguntas do quiz será exibida logo após o acionamento do botão Iniciar Quiz MundoJ. A tela com as perguntas está representada na figura 4. Após o preenchimento das respostas o usuário deve enviar as respostas usando o botão Enviar Respostas, depois disso o resultado obtido no quiz será publicado no mural do Facebook do usuário, como mostra a figura 5. O funcionamento da aplicação é bem simples. O próximo passo deste artigo é mostrar alguns detalhes da implementação. O código da aplicação será disponibilizado na seção de downloads desta edição. A aplicação foi desenvolvida utilizando Maven e Spring MVC. Ela possui uma classe chamada Home- Figura 5. Publicação feita no mural do usuário após o envio das respostas. Controller, com um método mapeado para atender as requisições para a raiz da aplicação, como mostra a Listagem 1. Esse método é responsável por receber e armazenar o parâmetro signed_request para uso posterior. Listagem 1. Método que atende requisições da raiz da / ) public String index(map<string, Object> map, HttpServletRequest request) { // Recupera o parâmetro signed_request String signedrequest = request.getparameter( signed_request ); if(signedrequest!= null) { // Extrai o accesstoken do signedrequest, caso // ele exista String accesstoken = getaccesstoken(signedrequest); // Se o accesstoken for inválido if(isaccesstokeninvalido(accesstoken)) { // O accesstoken será solicitado novamente requisitaraccesstoken(map); else { Figura 4. Tela que exibe as perguntas do Quis. / 8

5 // Se o accesstoken for válido, ele será // armazenado armazenaraccesstoken(request, accesstoken); return index ; // Publica a porcentagem de acertos do usuário // em seu mural facebookpublisher.publicarmensagemnomural( porcentagemdeacertos, accesstoken); return redirect:/?message=respostas Enviadas com sucesso! ; Além do HomeController a aplicação possui a classe PerguntaController, a qual é responsável por exibir a lista de perguntas para o usuário, como pode- -se ver na Listagem 2. Listagem 2. Método responsável por exibir a lista de / ) public String listarperguntas(map<string, Object> map, HttpServletRequest request) { map.put( perguntas, perguntaservice.listarperguntas()); return perguntas ; Além de listar as perguntas, a classe Pergunta- Controller possui um método responsável por receber as respostas do usuário, delegar o cálculo da porcentagem de acertos para a classe ContadorDeAcertos, recuperar o accesstoken e delegar a publicação do resultado do quiz para a classe FacebookPublisher, como mostra a Listagem 3. Listagem 3. Método que recebe = /responder, method = RequestMethod.POST) public String postarresposta(httpservletrequest request) { // Recupera a lista de perguntas Pergunta[] perguntas = perguntaservice. listarperguntas(); // Recupera as respostas enviadas pelo usuário String[] respostas = getrespostas( request, perguntas.length); // Calcula a porcentagem de acertos do usuário double porcentagemdeacertos = contadordeacertos. calcularporcentagemdeacertos(perguntas, respostas); // Recupera o accesstoken String accesstoken = recuperaraccesstoken(request); A classe FacebookPublisher possui um método responsável por fazer a comunicação com a Graph API do Facebook para publicar o resultado do quiz no mural do usuário. O método publicarmensagemno- Mural é mostrado na Listagem 4. Listagem 4. Método que publica mensagem no mural. public void publicarmensagemnomural(double pontuacao, String accesstoken) { PostMethod postmethod = new PostMethod( https://graph.facebook.com/me/feed ); postmethod.addparameter( access_token, accesstoken); postmethod.addparameter( message, Acertei + pontuacao + % do Quiz MundoJ ); postmethod.addparameter( link, https://apps.facebook.com/quizmundoj/ ); postmethod.addparameter( name, Resultado Quiz MundoJ ); postmethod.addparameter( type, link ); postmethod.addparameter( caption, Quiz MundoJ - Perguntas e respostas sobre Java ); HttpClient httpclient = new HttpClient(); try { httpclient.executemethod(postmethod); catch (Exception e) { e.printstacktrace(); Este método faz uma requisição HTTP POST para a API do Facebook usando o endereço https://graph. facebook.com/me/feed, passando os seguintes parâmetros:» access_token: token de acesso válido para que a requisição seja autorizada;» message: mensagem a ser publicada no mural do usuário;» link: link para ser colocado na mensagem publicada no mural do usuário;» type: tipo da informação a ser publicada, pode 9 \

6 Figura 6. Página de desenvolvedores do Facebook. Figura 7. Tela para criação de novo aplicativo. ser link, photo ou vídeo, neste caso é link;» name: nome do link que será publicado;» caption: detalhes sobre o link que será publicado. Registrando o aplicativo no Facebook Depois de finalizar o desenvolvimento do aplicativo deve-se registrá-lo no Facebook. Para isso deve-se acessar a página de desenvolvedores do Facebook: https://developers.facebook.com/. A página dos desenvolvedores está representada na figura 6. Para registrar um aplicativo deve-se navegar até a página de aplicativos através do link Aplicativos no canto superior direito da página e em seguida clicar no botão Criar Novo Aplicativo também situado no canto superior direito da página. A tela para criação de um novo aplicativo será exibida, como é mostrado na figura 7. Após a criação do novo aplicativo você será encaminhado para a página de configuração do seu aplicativo, assim como é mostrado na figura 8. Na tela de configuração do aplicativo pode-se observar algumas informações importantes como o /para saber mais > Para saber mais sobre OAuth, leia o artigo Integrando suas aplicações Android com o Twitter e Facebook desta edição da revista MundoJ. > Para saber mais sobre o Heroku recomenda-se que o leitor acesso a sua página: App ID que identifica a aplicação e o App Secret que é usado para garantir a integridade dos resultados obtidos através da API do Facebook. Nesta mesma página de configuração deve-se selecionar um dos modos de integração com o Facebook que estão disponíveis, para este artigo, deve-se selecionar a opção App on Facebook e preencher os endereços da aplicação nos campos Canvas URL e Secure Canvas URL, como é mostrado na figura 8. A aplicação Quiz MundoJ está hospedada em um serviço que oferece suporte ao deploy de aplicações Java chamado Heroku (http:// Por isso o endereço configurado para o campo Canvas URL é A aplicação de exemplo deste artigo é bem sim- / 10

7 Figura 8. Tela de configuração do aplicativo. ples, mas serve como guia para integração de uma aplicação Java com o Facebook. Considerações finais Este artigo mostra como é simples e fácil desenvolver e integrar aplicações Java com o Facebook. Com as informações deste artigo o leitor pode ter uma boa noção do processo de desenvolvimento e integração com o Facebook. Este artigo mostrou apenas uma pequena porção das possibilidades de integração disponíveis. Recomendo aos leitores que explorem a Graph API para conhecerem as possibilidades de integração de aplicações Java com o Facebook. /referências > https://developers.facebook.com/docs/appsonfacebook/ tutorial/ > https://developers.facebook.com/docs/guides/canvas/ > https://developers.facebook.com/docs/samples/canvas/ > https://developers.facebook.com/docs/reference/api/ > https://developers.facebook.com/docs/authentication/ > https://developers.facebook.com/docs/authentication/ canvas/ > https://developers.facebook.com/docs/authentication/ signed_request/ > 11 \

Heroku. Implantando Aplicações Java no. heroku_. Descubra como é fácil ter sua aplicação rodando em Cloud Computing

Heroku. Implantando Aplicações Java no. heroku_. Descubra como é fácil ter sua aplicação rodando em Cloud Computing heroku_ Implantando Aplicações Java no Heroku Descubra como é fácil ter sua aplicação rodando em Cloud Computing O que é o Heroku? Heroku é uma plataforma de cloud computing que foi criada para facilitar

Leia mais

Capítulo 3. Redes Sociais 24

Capítulo 3. Redes Sociais 24 3 Redes Sociais No contexto da Internet, redes sociais podem ser definidas como locais (sites) em que pessoas se conectam umas às outras através de laços sociais baseados em afinidades, interesses em comum

Leia mais

Habilitando o Botão de Compartilhamento do Facebook no Ambiente Colaborativo Jan-2014

Habilitando o Botão de Compartilhamento do Facebook no Ambiente Colaborativo Jan-2014 Habilitando o Botão de Compartilhamento do Facebook no Ambiente Colaborativo Jan-2014 Apresentação Ao publicar conteúdos no Portal através de alguns aplicativos como informes, álbuns, cursos e vídeos,

Leia mais

[MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS]

[MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS] 2011 [MANUAL DE INTEGRAÇÃO PARA SITES DE MEMBROS] Destinado a usuários que desejam vender conteúdo premium, disponível em sites de membros, através da plataforma Hotmart. Versão do documento: 1.0, 11/04/2011.

Leia mais

7 Utilização do Mobile Social Gateway

7 Utilização do Mobile Social Gateway 7 Utilização do Mobile Social Gateway Existem três atores envolvidos na arquitetura do Mobile Social Gateway: desenvolvedor do framework MoSoGw: é o responsável pelo desenvolvimento de novas features,

Leia mais

Habilitando o Botão de Compartilhamento do Facebook no Ambiente Colaborativo

Habilitando o Botão de Compartilhamento do Facebook no Ambiente Colaborativo Habilitando o Botão de Compartilhamento do Facebook no Ambiente Colaborativo Apresentação Ao publicar conteúdos no Portal através de alguns aplicativos como informes, álbuns, cursos e vídeos, o usuário

Leia mais

Como criar um formulário de pesquisa usando o Google Drive

Como criar um formulário de pesquisa usando o Google Drive 25/09/2013 07h25 - Atualizado em 25/09/2013 07h43 Como criar um formulário de pesquisa usando o Google Drive por EDIVALDO BRITO Para o TechTudo 1 comentário Se você precisa fazer alguma pesquisa de um

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

Criação e Configuração do APP do Facebook

Criação e Configuração do APP do Facebook Criação e Configuração do APP do Facebook Acesse o perfil de sua conta no Facebook e logo em seguida acesse o link abaixo: https://developers.facebook.com Você estará na pagina de Developers do Facebook

Leia mais

IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer.

IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer. CONFIGURANDO O SISTEMA OFFLINE DR.MICRO IMPORTANTE: O sistema Off-line Dr.Micro é compatível com os navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer. 1- Ao acessar a plataforma online a opção Minha Escola

Leia mais

[SITE FÁCIL CDL MANUAL DO USUÁRIO]

[SITE FÁCIL CDL MANUAL DO USUÁRIO] Câmara de Dirigentes Lojistas [SITE FÁCIL CDL MANUAL DO USUÁRIO] Sumário 1. Controle de versão... 3 2. Objetivo... 4 3. Site fácil... 4 4. Acessando o sistema de gestão de conteúdo (SGC)... 5 5. Páginas

Leia mais

Manual para inserir documentos no sistema Projudi

Manual para inserir documentos no sistema Projudi TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE INFORMÁTICA Manual para inserir documentos no sistema Projudi O Projudi só aceita o envio de arquivos assinados, existem três formas de realizar a assinatura

Leia mais

Guia do usuário do PrintMe Mobile 3.0

Guia do usuário do PrintMe Mobile 3.0 Guia do usuário do PrintMe Mobile 3.0 Visão geral do conteúdo Sobre o PrintMe Mobile Requisitos do sistema Impressão Solução de problemas Sobre o PrintMe Mobile O PrintMe Mobile é uma solução empresarial

Leia mais

Integrando Eclipse e Websphere Application Server Community Edition

Integrando Eclipse e Websphere Application Server Community Edition 1 Integrando Eclipse e Websphere Application Server Community Edition Sobre o Autor Carlos Eduardo G. Tosin (carlos@tosin.com.br) é formado em Ciência da Computação pela PUC-PR, pós-graduado em Desenvolvimento

Leia mais

Introdução. Olá! Seja bem-vindo ao emailmanager. O melhor sistema de email marketing do mercado.

Introdução. Olá! Seja bem-vindo ao emailmanager. O melhor sistema de email marketing do mercado. 1 Introdução Olá! Seja bem-vindo ao emailmanager. O melhor sistema de email marketing do mercado. Esta guia disponibiliza as principais etapas para sua iniciação ao uso do emailmanager. Nesta guia você

Leia mais

Portal do Documento Eletrônico Seguro

Portal do Documento Eletrônico Seguro Página1 s-doc Portal do Documento Eletrônico Seguro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é s-doc... 03 2. Instalação Plugin Assinatura... 04 3. Instalação Silverlight...

Leia mais

Criação de Aplicativos de redes sociais para Autenticação

Criação de Aplicativos de redes sociais para Autenticação Criação de Aplicativos de redes sociais para Autenticação 1 ÍNDICE... 2 1 OBJETIVO... 5 1.1 FINALIDADE... 5 2 CRIANDO APLICATIVO DO FACEBOOK... 6 2.1 NAVEGANDO NA PÁGINA HTTPS://DEVELOPERS.FACEBOOK.COM:...

Leia mais

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação

Manual do Sistema de Almoxarifado P á g i n a 2. Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição. Núcleo de Tecnologia da Informação Divisão de Almoxarifado DIAX/CGM/PRAD Manual do Sistema de Almoxarifado Módulo Requisição Versão On-Line Núcleo de Tecnologia da Informação Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Manual do Sistema

Leia mais

Instalação da chave pública para o webmail do ICB

Instalação da chave pública para o webmail do ICB Instalação da chave pública para o webmail do ICB Documento criado em 22 de junho de 2009. Prezado usuário (a) do Webmail do ICB, O ICB conta hoje com um sistema de webmail, baseado em software livre,

Leia mais

http://divulgafacil.terra.com.br/novahospedagem_4/configuracoes.html

http://divulgafacil.terra.com.br/novahospedagem_4/configuracoes.html Page 1 of 9 Veja abaixo como proceder para alterar as configurações de hospedagem do seu site: Na nova plataforma de hospedagem, a estrutura de diretórios FTP vai mudar um pouco. Ou seja, em caso de atualização

Leia mais

Configurando o DDNS Management System

Configurando o DDNS Management System Configurando o DDNS Management System Solução 1: Com o desenvolvimento de sistemas de vigilância, cada vez mais usuários querem usar a conexão ADSL para realizar vigilância de vídeo através da rede. Porém

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO COMPUTADOR PARA ACESSAR O SISTEMA PJE-JT

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO COMPUTADOR PARA ACESSAR O SISTEMA PJE-JT PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 4ª REGIÃO SECRETARIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO MANUAL DE CONFIGURAÇÃO DO COMPUTADOR PARA ACESSAR O SISTEMA PJE-JT Sumário 1.Pré-requisitos...2

Leia mais

TUTORIAL JAVA AS - HTTP CLIENT COMPOSITION ENVIROMENT 7.1

TUTORIAL JAVA AS - HTTP CLIENT COMPOSITION ENVIROMENT 7.1 TUTORIAL JAVA AS - HTTP CLIENT COMPOSITION ENVIROMENT 7.1 FABIO HAIDER 2008 C O N T E Ú D O : 1 HTTP Client...3 1.1 Arquitetura...3 1.2 Usando HTTP Client...3 1.2.1 Usuário...3 1.2.2 Implementação HTTP

Leia mais

MANUAL VOIP VOIP. Coordenação Tecnológica. Manual de Instalação de Softphones. Voice Over Internet Protocolo

MANUAL VOIP VOIP. Coordenação Tecnológica. Manual de Instalação de Softphones. Voice Over Internet Protocolo MANUAL o Este documento definirá como é feita a instalação e utilização de clientes VoIP na plataforma PC, operando sobre Windows e Linux, e em dispositivos móveis funcionando sobre a plataforma Android

Leia mais

Criando presença com as páginas do Facebook

Criando presença com as páginas do Facebook Páginas do 1 Criando presença com as páginas do Sua Página Todos os dias, milhões de pessoas em todo o mundo acessam o para se conectar com amigos e compartilhar coisas que gostam. Este guia foi desenvolvido

Leia mais

Web Design Aula 11: Site na Web

Web Design Aula 11: Site na Web Web Design Aula 11: Site na Web Professora: Priscilla Suene priscilla.silverio@ifrn.edu.br Motivação Criar o site em HTML é interessante Do que adianta se até agora só eu posso vê-lo? Hora de publicar

Leia mais

Introdução. Entendendo os Controles. Definindo um controle. Introdução MOCKDOMAIN() Testando uma classe de domínio mockdomain

Introdução. Entendendo os Controles. Definindo um controle. Introdução MOCKDOMAIN() Testando uma classe de domínio mockdomain Testando uma classe de domínio mockdomain void testduracaominima() { mockdomain(musica) def musica = new Musica(duracao: 0) assertfalse 'Validacao deve falhar', musica.validate() MOCKDOMAIN() assertequals

Leia mais

Manual de Utilização. Obter Acesso aos Sistemas Educação. Projeto: Obter Acesso Versão Doc.: <1.0> Data de criação: 15/10/2010

Manual de Utilização. Obter Acesso aos Sistemas Educação. <Versão: 1.0> Projeto: Obter Acesso Versão Doc.: <1.0> Data de criação: 15/10/2010 Obter Acesso aos Sistemas Educação Manual de Utilização Página 1/9 Conteúdo 1. Introdução... 3 1.1 Objetivo... 3 1.2 Escopo... 3 1.3 Acesso... 3 1.4 Requisitos básicos... 3 2. Interface de

Leia mais

INTRODUÇÃO À TECNOLOGIA SERVLETS

INTRODUÇÃO À TECNOLOGIA SERVLETS PROGRAMAÇÃO SERVIDOR EM SISTEMAS WEB INTRODUÇÃO À TECNOLOGIA SERVLETS Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Objetivos Apresentar o conceito aplicações orientada a serviços via web Apresentar o papel dos contentores

Leia mais

Manual Backup Online. Manual do Usuário. Versão 1.0.1. Copyright Backup Online 2014. https://backuponlinegvt.com.br

Manual Backup Online. Manual do Usuário. Versão 1.0.1. Copyright Backup Online 2014. https://backuponlinegvt.com.br Manual Backup Online Manual do Usuário Versão 1.0.1 Copyright Backup Online 2014 https://backuponlinegvt.com.br 1 Manual Backup Online 1 Índice 1 Índice... 2 2 Backup Online...Erro! Indicador não definido.

Leia mais

Guia de Segurança em Redes Sociais

Guia de Segurança em Redes Sociais Guia de Segurança em Redes Sociais INTRODUÇÃO As redes sociais são parte do cotidiano de navegação dos usuários. A maioria dos internautas utiliza ao menos uma rede social e muitos deles participam ativamente

Leia mais

SOLO NETWORK. Guia de Segurança em Redes Sociais

SOLO NETWORK. Guia de Segurança em Redes Sociais (11) 4062-6971 (21) 4062-6971 (31) 4062-6971 (41) 4062-6971 (48) 4062-6971 (51) 4062-6971 (61) 4062-6971 (71) 4062-7479 Guia de Segurança em Redes Sociais (11) 4062-6971 (21) 4062-6971 (31) 4062-6971 (41)

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD

COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD COORDENAÇÃO DE ENSINO A DISTÂNCIA - EaD TUTORIAL MOODLE VERSÃO ALUNO Machado/MG 2013 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO... 4 2. EDITANDO O PERFIL... 5 2.1 Como editar o perfil?... 5 2.2 Como mudar a senha?... 5 2.3

Leia mais

Manual do MySuite. O MySuite é a solução adotada pela MKData para gerenciar o atendimento aos clientes.

Manual do MySuite. O MySuite é a solução adotada pela MKData para gerenciar o atendimento aos clientes. Manual do MySuite O MySuite é a solução adotada pela MKData para gerenciar o atendimento aos clientes. Esta ferramenta visa agilizar e priorizar o suporte técnico, criando um canal de interatividade no

Leia mais

ADOBE FLASH PLAYER 10.3 Gerenciador de configurações locais

ADOBE FLASH PLAYER 10.3 Gerenciador de configurações locais ADOBE FLASH PLAYER 10.3 Gerenciador de configurações locais PRERELEASE 03/07/2011 Avisos legais Avisos legais Para consultar avisos legais, acesse o site http://help.adobe.com/pt_br/legalnotices/index.html.

Leia mais

E-books. Guia completo de como criar uma Página no Facebook. Sebrae

E-books. Guia completo de como criar uma Página no Facebook. Sebrae E-books Sebrae Marketing e Vendas Guia completo de como criar uma Página no Facebook Como começar Criando uma Página Conhecendo a Página Configurações iniciais Estabelecendo conversas Autor Felipe Orsoli

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS COM LIBGDX. Vinícius Barreto de Sousa Neto

INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS COM LIBGDX. Vinícius Barreto de Sousa Neto INTRODUÇÃO AO DESENVOLVIMENTO DE JOGOS COM LIBGDX Vinícius Barreto de Sousa Neto Libgdx é um framework multi plataforma de visualização e desenvolvimento de jogos. Atualmente ele suporta Windows, Linux,

Leia mais

Servidor IIS. Sorayachristiane.blogspot.com

Servidor IIS. Sorayachristiane.blogspot.com Servidor IIS Servidor IIS IIS Serviço de informação de Internet; É um servidor que permite hospedar um ou vários sites web no mesmo computador e cria uma distribuição de arquivos utilizando o protocolo

Leia mais

Baidu Spark Browser. Documento de Especificação de Requisitos de Software

Baidu Spark Browser. Documento de Especificação de Requisitos de Software Baidu Spark Browser Documento de Especificação de Requisitos de Software Campus Party Brasil 2014 Desafio Baidu Quero um estágio na China Autor: Thiago Pinheiro Silva E-mail: eu@thiageek.com.br Índice

Leia mais

Guia de conexão na rede wireless

Guia de conexão na rede wireless 1 Guia de conexão na rede wireless Este documento tem por objetivo orientar novos usuários, não ambientados aos procedimentos necessários, a realizar uma conexão na rede wireless UFBA. A seguir, será descrito

Leia mais

Trabalho sobre o Facebook. De Sistemas Formador Tomás Lima

Trabalho sobre o Facebook. De Sistemas Formador Tomás Lima Trabalho sobre o Facebook De Sistemas Formador Tomás Lima Formando Marco Silva S - 13 Índice Facebook... 3 Porque todas essas perguntas para criar um perfil?... 3 O Facebook fornece várias maneiras de

Leia mais

Instalando o Internet Information Services no Windows XP

Instalando o Internet Information Services no Windows XP Internet Information Services - IIS Se você migrou recentemente do Windows 95 ou 98 para o novo sitema operacional da Microsoft Windows XP, e utilizava antes o Personal Web Server, deve ter notado que

Leia mais

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.1. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.1. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br Manual do Usuário Nextel Cloud Manual do Usuário Versão 1.0.1 Copyright Nextel 2014 http://nextelcloud.nextel.com.br 1 Manual do Usuário Nextel Cloud 1 Índice 1 Índice... 2 2 Nextel Cloud... 3 3 Instalação

Leia mais

Manual de Apoio à Assinatura Eletrônica DISO

Manual de Apoio à Assinatura Eletrônica DISO Manual de Apoio à Assinatura Eletrônica DISO Índice Hyperlinks Descanse o mouse na frase, aperte sem largar o botão Ctrl do seu teclado e click com o botão esquerdo do mouse para confirmar. Introdução

Leia mais

Guia de Acesso Rápido AVA Ambiente Virtual de Aprendizagem Aluno

Guia de Acesso Rápido AVA Ambiente Virtual de Aprendizagem Aluno Guia de Acesso Rápido AVA Ambiente Virtual de Aprendizagem Aluno Introdução O Ambiente de Aprendizagem, ou AVA, é um aplicativo web onde os educadores e alunos podem disponibilizar materiais didáticos,

Leia mais

NOVO COMPONENTE ASSINADOR ESEC

NOVO COMPONENTE ASSINADOR ESEC NOTAS FISCAIS DE SERVIÇO ELETRÔNICAS PREFEITURA DE JUIZ DE FORA COMPLEMENTO AO SUPORTE A ATENDIMENTO NÍVEL 1 1.0 Autor: Juiz de Fora, Fevereiro 2015. PÁGINA 1 DE 38 SUMÁRIO 1REQUISITOS MÍNIMOS CONFIGURAÇÕES

Leia mais

Como usar o. Como usar o Facebook para melhorar meu Negócio?

Como usar o. Como usar o Facebook para melhorar meu Negócio? Como usar o Facebook para melhorar meu Negócio? O que é o Facebook? É uma rede social que permite conectar-se com amigos, familiares e conhecidos para trocar informações como fotografias, artigos, vídeos

Leia mais

Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora

Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora Manual Operacional de Adesão ao FIES Técnico Procedimentos da Mantenedora Brasília, março de 2012 Versão 1.0 SUMÁRIO 1. CONFIGURAÇÕES RECOMENDADAS... 3 2. ACESSO AO SISTEMA... 4 3. ADESÃO AO FIES... 5

Leia mais

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira

Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Plano de Carreira Sistema de Apoio à Gestão de Planos de Carreira Manual do Usuário Página1 Sumário 1 Configurações Recomendadas... 4 2 Objetivos... 4 3 Acesso ao Sistema... 5 3.1. Acessar 6 3.2. Primeiro

Leia mais

Di gitação de Eventos Versão 2.0 - Fevereiro/2015

Di gitação de Eventos Versão 2.0 - Fevereiro/2015 Digitação de Eventos Versão 2.0 - Fevereiro/2015 Índice 1 PLATAFORMA SAGE... 3 1.1 Primeiro Acesso... 4 1.2 Conhecendo a Plataforma... 5 1.3 Seleção da Empresa de Trabalho... 5 1.4 Sair do Sistema... 6

Leia mais

1.- Introdução ------------------------------------------------------------------------------ 02

1.- Introdução ------------------------------------------------------------------------------ 02 1 Manual do Usuário para leitor Biblioteca Digital Cengage Indice: 1.- Introdução ------------------------------------------------------------------------------ 02 2.- O acesso à aplicação ------------------------------------------------------------------

Leia mais

Módulo e-rede VirtueMart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede VirtueMart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede VirtueMart v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 Permissões 4 4.2 Instalação e ativação

Leia mais

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Vivo 2013 http://vivosync.com.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Vivo Sync... 5 3 Vivo Sync Web... 6 3.1 Página Inicial... 6 3.1.1 Novo Contato... 7 3.1.2 Editar Contato...

Leia mais

Guia de emissão manual Fabricantes e Órgãos Técnicos AC SAT DE TESTE SEFAZ SP. Versão 2.00

Guia de emissão manual Fabricantes e Órgãos Técnicos AC SAT DE TESTE SEFAZ SP. Versão 2.00 Guia de emissão manual Fabricantes e Órgãos Técnicos AC SAT DE TESTE SEFAZ SP Versão 2.00 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 13/05/2013 1.00 Elaboração do documento Ivan Diniz 25/10/2013

Leia mais

Observatório da Saúde

Observatório da Saúde Observatório da Saúde TICs Aplicadas em Saúde Ronan Lopes Orientador: Dárlinton Carvalho 1 INTRODUÇÃO Com o crescimento da adesão dos internautas às redes sociais, o volume de dados gerados pela interação

Leia mais

Pesquisa Avançada, Tutorial de Estilo Orientado

Pesquisa Avançada, Tutorial de Estilo Orientado Pesquisa Avançada, Tutorial de Estilo Orientado Bem-vindo ao Tutorial de estilo orientado sobre Pesquisa avançada da EBSCO Publishing, em que você aprenderá os principais recursos da tela Pesquisa avançada,

Leia mais

Introdução. Nesta guia você aprenderá:

Introdução. Nesta guia você aprenderá: 1 Introdução A criação de uma lista é a primeira coisa que devemos saber no emailmanager. Portanto, esta guia tem por objetivo disponibilizar as principais informações sobre o gerenciamento de contatos.

Leia mais

Manual de Utilização do GLPI

Manual de Utilização do GLPI Manual de Utilização do GLPI Perfil Usuário Versão 1.0 NTI Campus Muzambinho 1 Introdução Prezado servidor, o GLPI é um sistema de Service Desk composto por um conjunto de serviços para a administração

Leia mais

[ACESSO AO PORTAL ELETRÔNICO COM CERTIFICADO DIGITAL]

[ACESSO AO PORTAL ELETRÔNICO COM CERTIFICADO DIGITAL] 2015 TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL - 2a. Região [ACESSO AO PORTAL ELETRÔNICO COM CERTIFICADO DIGITAL] Este guia é destinado a Advogados, Partes e Peritos que acessam os serviços do Portal Eletrônico da 2ª

Leia mais

Arquitetura de Aplicações JSP/Web. Padrão Arquitetural MVC

Arquitetura de Aplicações JSP/Web. Padrão Arquitetural MVC Arquitetura de Aplicações JSP/Web Padrão Arquitetural MVC Arquitetura de Aplicações JSP/Web Ao projetar uma aplicação Web, é importante considerála como sendo formada por três componentes lógicos: camada

Leia mais

Manual de Utilização do TOTVS Restore

Manual de Utilização do TOTVS Restore Manual de Utilização do TOTVS Restore Atualização de Ambientes RM O TOTVS Restore é uma ferramenta desenvolvida pela equipe de Engenharia de Software do CD-BH com o intuito de permitir a criação e atualização

Leia mais

Manual de Utilização Chat Intercâmbio

Manual de Utilização Chat Intercâmbio Manual de Utilização Chat Intercâmbio 1 INDICE 1 Chat Intercâmbio... 6 1.1 Glossário de Termos Utilizados.... 6 1.2 Definições de uma Sala de Chat... 7 1.3 Como Acessar o Chat Intercâmbio... 8 1.4 Pré-requisitos

Leia mais

Manual Do Usuário ClinicaBR

Manual Do Usuário ClinicaBR Manual Do Usuário ClinicaBR SUMÁRIO 1 Introdução... 01 2 ClinicaBR... 01 3 Como se cadastrar... 01 4 Versão experimental... 02 5 Requisitos mínimos p/ utilização... 03 6 Perfis de acesso... 03 6.1 Usuário

Leia mais

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas.

Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos de Minas. PALAVRA DO COORDENADOR Estimado, aluno(a): Seja muito bem-vindo aos Cursos Livres do UNIPAM. Estamos muito felizes por compartilhar com você este novo serviço educacional do Centro Universitário de Patos

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Compartilhamento de Arquivos no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução...

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO TOOLBOX.

GUIA DE INSTALAÇÃO TOOLBOX. GUIA DE INSTALAÇÃO TOOLBOX. Como instalar a ferramenta Naviextras Toolbox? Antes de baixar o instalador da página de Downloads, por favor, verifique se seu computador se encaixa nos requisitos mínimos

Leia mais

Scriptlets e Formulários

Scriptlets e Formulários 2 Scriptlets e Formulários Prof. Autor: Daniel Morais dos Reis e-tec Brasil Programação Avançada Para Web Página1 Meta Permitir ao aluno aprender a criar um novo projeto Java para web no Netbeans IDE,

Leia mais

Portal Institucional do IFPB

Portal Institucional do IFPB Capacitação para utilização do Portal Institucional do IFPB Introdução O objetivo dessa treinamento é apresentar o site do IFPB, e capacitar os novos usuários para utilizar suas principais ferramentas

Leia mais

1. Introdução. 2. Funcionamento básico dos componentes do Neteye

1. Introdução. 2. Funcionamento básico dos componentes do Neteye 1. Introdução Esse guia foi criado com o propósito de ajudar na instalação do Neteye. Para ajuda na utilização do Software, solicitamos que consulte os manuais da Console [http://www.neteye.com.br/help/doku.php?id=ajuda]

Leia mais

Módulo e-rede VirtueMart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados

Módulo e-rede VirtueMart v1.0. Manual de. Instalação do Módulo. estamos todos ligados Módulo e-rede VirtueMart v1.0 Manual de Instalação do Módulo estamos todos ligados ÍNDICE 01 02 03 04 Introdução 3 Versão 3 Requerimentos 3 Manual de instalação 4 05 06 4.1 Permissões 4 4.2 Instalação

Leia mais

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7)

Manual de Instalação. SafeNet Authentication Client 8.2 SP1. (Para MAC OS 10.7) SafeNet Authentication Client 8.2 SP1 (Para MAC OS 10.7) 2/28 Sumário 1 Introdução... 3 2 Pré-Requisitos Para Instalação... 3 3 Ambientes Homologados... 4 4 Tokens Homologados... 4 5 Instruções de Instalação...

Leia mais

TUTORIAL: MANTENDO O BANCO DE DADOS DE SEU SITE DENTRO DO DOMÍNIO DA USP USANDO O SSH!

TUTORIAL: MANTENDO O BANCO DE DADOS DE SEU SITE DENTRO DO DOMÍNIO DA USP USANDO O SSH! UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (USP) ESCOLA DE ARTES, CIÊNCIAS E HUMANIDADES (EACH) TUTORIAL: MANTENDO O BANCO DE DADOS DE SEU SITE DENTRO DO DOMÍNIO DA USP USANDO O SSH! Autoria e revisão por: PET Sistemas

Leia mais

MANUAL DE SISTEMA. Página1

MANUAL DE SISTEMA. Página1 Página1 Página2 Sumário 1 Configurações Recomendadas... 3 2 Passo a Passo... 4 2.1. Visão inicial do Sistema Presença 4 2.2. Solicitar Acesso 5 2.3. Substituição do Operador Municipal Máster 7 2.4. Acessar

Leia mais

Sistema de Recolhimentos

Sistema de Recolhimentos Divisão de Arrecadação DIAR/CFI/PRAD Sistema de Recolhimentos Manual do Usuário Contribuinte NTI Núcleo de Tecnologia da Informação 1. Sistema de Recolhimentos A Guia de Recolhimentos da União, ou GRU,

Leia mais

MANUAL DE SUPORTE. Controle de Suporte. Este manual descreve as funcionalidades do controle de suporte.

MANUAL DE SUPORTE. Controle de Suporte. Este manual descreve as funcionalidades do controle de suporte. MANUAL DE SUPORTE Controle de Suporte Este manual descreve as funcionalidades do controle de suporte. SUMÁRIO Considerações Iniciais... 3 Acesso... 4 Controle de Suporte... 5 1. Solicitação de Atendimento...

Leia mais

!" # # # $ %!" " & ' ( 2

! # # # $ %!  & ' ( 2 !"# # #$ %!" "& ' ( 2 ) *+, - 3 . / 4 !" 0( # "!#. %! $""! # " #.- $ 111.&( ( 5 # # 0. " % * $(, 2 % $.& " 6 # #$ %% Modelo (Encapsula o estado da aplicação) Implementado como JavaBeans Responde a consulta

Leia mais

Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios - SCBA

Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios - SCBA Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios - SCBA Manual de Utilização Perfil Beneficiário 1. 2. Objetivo do Manual... 2 Siglas e Abreviações... 2 3. Perfil do Usuário... 2 4. Descrição Geral do Sistema...

Leia mais

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br

Manual Vivo Sync. Manual do Usuário. Versão 1.0.0. Copyright Vivo 2013. http://vivosync.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.0 Copyright Vivo 2013 http://vivosync.com.br 1 1 Índice 1 Índice... 2 2 Vivo Sync... 4 3 Vivo Sync Web... 5 3.1 Página Inicial... 5 3.1.1 Novo Contato... 6 3.1.2 Editar Contato...

Leia mais

ACESSO REMOTO EM NUVEM Guia Rápido

ACESSO REMOTO EM NUVEM Guia Rápido ACESSO REMOTO EM NUVEM Guia Rápido 1 - Conecte o HVR/DVR na alimentação; 2 - Conecte o equipamento a um monitor ou TV, pela saída VGA para operação do sistema; 3 - Ao entrar no sistema do equipamento,

Leia mais

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário

Smart Laudos 1.9. A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos. Manual do Usuário Smart Laudos 1.9 A Forma Inteligente de Criar seus Laudos Médicos Manual do Usuário Conteúdo 1. O que é o Smart Laudos?... 3 2. Características... 3 3. Instalação... 3 4. Menu do Sistema... 4 5. Configurando

Leia mais

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.1. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br

Manual do Usuário Nextel Cloud. Manual do Usuário. Versão 1.0.1. Copyright Nextel 2014. http://nextelcloud.nextel.com.br Manual do Usuário Versão 1.0.1 Copyright Nextel 2014 http://nextelcloud.nextel.com.br 1 1 Nextel Cloud... 3 2 Instalação do Nextel Cloud... 4 3 Configuração e uso dos componentes Nextel Cloud... 7 3.1

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Criação de Formulários no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Criação de Formulários no Google Drive Introdução...

Leia mais

Procedimentos para Configuração de Redirecionamento de Portas

Procedimentos para Configuração de Redirecionamento de Portas 1 Procedimentos para Configuração de Redirecionamento de Portas O DIR 635 tem duas opções para liberação de portas: Virtual server: A opção Virtual Server permite que você defina uma única porta pública

Leia mais

Configuração do cliente de e-mail Outlook 2010 para usuários DAC

Configuração do cliente de e-mail Outlook 2010 para usuários DAC Configuração do cliente de e-mail Outlook 2010 para usuários DAC A. Configurando a autoridade certificadora ICPEdu no Outlook Os certificados utilizados nos serviços de e-mail pop, imap e smtp da DAC foram

Leia mais

Satélite. Manual de instalação e configuração. CENPECT Informática www.cenpect.com.br cenpect@cenpect.com.br

Satélite. Manual de instalação e configuração. CENPECT Informática www.cenpect.com.br cenpect@cenpect.com.br Satélite Manual de instalação e configuração CENPECT Informática www.cenpect.com.br cenpect@cenpect.com.br Índice Índice 1.Informações gerais 1.1.Sobre este manual 1.2.Visão geral do sistema 1.3.História

Leia mais

Documentação. Programa de Evolução Contínua Versão 1.68

Documentação. Programa de Evolução Contínua Versão 1.68 Documentação Programa de Evolução Contínua Versão 1.68 Sumário Novidades... 3 Integração com Marketplaces - Extra e Walmart... 4 Meta Rotas e Redirects 301... 6 Inativação de Clientes... 7 Opções ao Adicionar

Leia mais

CA SERVICE DESK MANAGER

CA SERVICE DESK MANAGER CA SERVICE DESK MANAGER GUIA RÁPIDO: Abertura de Chamado pelo Portal Web (Ferramenta Service Desk ) 1. CA SERVICE DESK MANAGER... 3 2. CONHECENDO AS TELAS INICIAIS... 4 2.1. SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO...

Leia mais

Como configurar e-mails nos celulares. Ebook. Como configurar e-mails no seu celular. W3alpha - Desenvolvimento e hospedagem na internet

Como configurar e-mails nos celulares. Ebook. Como configurar e-mails no seu celular. W3alpha - Desenvolvimento e hospedagem na internet Ebook Como configurar e-mails no seu celular Este e-book irá mostrar como configurar e-mails, no seu celular. Sistemas operacionais: Android, Apple, BlackBerry, Nokia e Windows Phone Há muitos modelos

Leia mais

Ricardo R. Lecheta. Novatec

Ricardo R. Lecheta. Novatec Ricardo R. Lecheta Novatec Copyright 2015 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução desta obra, mesmo parcial, por qualquer

Leia mais

Manual das funcionalidades Webmail AASP

Manual das funcionalidades Webmail AASP Manual das funcionalidades Webmail AASP 1. Configurações iniciais 2. Regras 3. Histórico da conta 4. Autorresposta 5. Dados de acesso (alterando senha de acesso) 6. Identidade (assinatura) 7. Redirecionamento

Leia mais

JSF - Controle de Acesso FERNANDO FREITAS COSTA

JSF - Controle de Acesso FERNANDO FREITAS COSTA JSF - Controle de Acesso FERNANDO FREITAS COSTA ESPECIALISTA EM GESTÃO E DOCÊNCIA UNIVERSITÁRIA JSF Controle de Acesso Antes de iniciarmos este assunto, é importante conhecermos a definição de autenticação

Leia mais

Android Como configurar Rede sem fio Univates-Professores

Android Como configurar Rede sem fio Univates-Professores 1/7 Android Como configurar Rede sem fio Univates-Professores Instruções: Este procedimento deverá ser executado em seu Tablet ou Smartphone pessoal que utiliza a rede wireless Univates-Professores. Como

Leia mais

Polycom RealPresence Content Sharing Suite Guia rápido do usuário

Polycom RealPresence Content Sharing Suite Guia rápido do usuário Polycom RealPresence Content Sharing Suite Guia rápido do usuário Versão 1.4 3725-03261-003 Rev.A Dezembro de 2014 Neste guia, você aprenderá a compartilhar e visualizar conteúdo durante uma conferência

Leia mais

MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - ALUNO

MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - ALUNO MANUAL DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM - ALUNO 0800 703 3180 SUMÁRIO Apresentação Ambiente Virtual de Aprendizagem 1. Primeiro Acesso 1.1 Navegar em cursos 1.2 Enquete 1.3 Dados Cadastrais 2. Cursos

Leia mais

Elaborado por SIGA-EPT. Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado

Elaborado por SIGA-EPT. Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado Elaborado por SIGA-EPT Projeto SIGA-EPT: Manual do Usuário Almoxarifado Versão Dezembro - 2009 Sumário 1 Introdução 5 1.1 Entrando no sistema e repassando as opções................... 5 1.2 Administração......................................

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL DO SISTEMA ESTADUAL DE CONTROLE DE PESCA

MANUAL OPERACIONAL DO SISTEMA ESTADUAL DE CONTROLE DE PESCA SISTEMA IMASUL DE REGISTROS E INFORMAÇÕES ESTRATÉGICAS DO MEIO AMBIENTE MANUAL OPERACIONAL DO SISTEMA ESTADUAL DE CONTROLE DE PESCA Manual Operacional para uso exclusivo do módulo do Sistema Estadual de

Leia mais

APP Menu de Telefonia

APP Menu de Telefonia APP Menu de Telefonia Manual para desenvolvimento de menu de funcionalidades a partir das APIs de funcionalidades Directcall Versão 1.0 - Data: 15/01/2014 - E-mail para suporte: suporte@directcall.com.br

Leia mais

SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Cadastro e Habilitação Declaração de Inocorrência

SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras. Cadastro e Habilitação Declaração de Inocorrência SISCOAF Sistema de Controle de Atividades Financeiras Cadastro e Habilitação Declaração de Inocorrência Sumário ORIENTAÇÕES GERAIS... 3 O que são Pessoas Obrigadas... 4 O que é o SISCOAF... 4 Quem deve

Leia mais